Versão COMPLETA. O Ribeiro que queria Sorrir. PLIP004 Ana Cristina Luz. Ilustração: Margarida Oliveira

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Versão COMPLETA. O Ribeiro que queria Sorrir. PLIP004 Ana Cristina Luz. Ilustração: Margarida Oliveira"

Transcrição

1 O Ribeiro que queria Sorrir Ana Cristina Luz Ilustração: Margarida Oliveira Versão COMPLETA PLIP004 Este trabalho foi desenvolvido no espírito do art.º 75 e 80 do Código do Direito de Autor e Direitos Conexos e destina-se exclusivamente a uso não-comercial para fins pessoais e educativos e para benefício de pessoas com incapacidade. 1

2 Era uma vez um ribeiro que queria voltar a sorrir 2

3 Era uma vez um ribeiro que atravessava uma pequena vila para seguir o seu caminho rumo ao mar. Durante muito tempo viveu dias muito felizes. Gostava de apreciar as casas com os seus jardins e quintais, os campos verdes cultivados, as árvores cheias de folhas e de frutos. Os habitantes daquela pequena vila gostavam muito de ir ter com ele. Os mais velhos passavam horas a pescar e a conversar. Sabia sempre todas as novidades, tudo o que se passava à sua volta. Os mais pequenos andavam o tempo todo em brincadeiras endiabradas. Muitos chegavam a cair à água. E em vez de se importarem com o facto de ficarem todos molhados, punham-se numa risota tal que acabavam por convencer os outros a fazerem o mesmo. 3

4 Mas com o tempo tudo se alterou. Em vez de pequenas casas, começaram a aparecer grandes prédios e, no lugar dos campos verdes, fábricas e outras construções que o assustavam. O mato começou a crescer nas suas margens de tal maneira que ele se sentia cada vez mais apertado. Parecia que deixara de haver espaço para ele. Até que um dia o prenderam dentro de tubos e deixou de ver a cidade. Como se isso não bastasse, até nos locais em que ele corria a céu aberto, as pessoas deixaram de o visitar. O mato dificultava a passagem e o lixo acumulava-se nas suas margens. Nem mesmo no jardim ele se sentia feliz. 4

5 Sombras escuras assustavam-no tanto que ele quase preferia refugiar-se nos tubos frios. Viveu dias muito tristes, longe do calor do sol, do azul do céu e do riso das crianças. Passaram muitos anos e o ribeiro ficou esquecido. Muitos meninos e meninas nem sequer sabiam que havia um ribeiro que corria debaixo das ruas e estradas por onde todos os dias andavam de um lado para o outro. Um belo dia, lá onde ainda via uma nesga de céu, uma menina veio ter com ele pelo meio do mato e o lixo e perguntou-lhe por que razão as suas águas eram tão cinzentas e tão sujas. O ribeiro não conseguiu explicar muito bem. 5

6 Só lhe soube dizer que em tempos idos fora um lindo ribeiro, junto do qual todos gostavam de estar. Ela ficou muito triste com a sorte do ribeiro e prometeu-lhe que não se iria esquecer dele. Com um lindo sorriso, disse-lhe que um dia as coisas iriam mudar. O ribeiro nunca soube muito bem o que se passou depois de ter falado com a menina. O certo é que, de repente, começaram a aparecer pessoas preocupadas com a sua limpeza. Enquanto uns retiravam o mato e o lixo, outros, em cima de enormes máquinas, preparavam espaços para ele poder aparecer à superfície. Durante dias, o ribeiro assistiu, curioso, a toda aquela agitação. 6

7 Homens e mulheres, uns de capacete, outros apenas de boné, espreitavam-no, enquanto falavam uns com os outros. Esticavam folhas enormes de papel e apontavam com os dedos para todo o lado. Depois iam-se embora, para voltarem no dia seguinte, sempre com os mesmos papéis enrolados em canudos. O ribeiro começou a reparar que já não corria só dentro dos tubos frios ou por locais desolados. Havia lugares em que podia demorar-se a contemplar o céu e as árvores que cresciam à sua volta. Até os passarinhos vinham beber da sua água. Sim, porque a sua tonalidade mudara por completo. Deixou o triste tom de cinzento para reflectir cada vez mais a cor do céu. 7

8 Numa tarde de sol, o ribeiro entendeu finalmente o que se estava a passar. Centenas de pessoas juntaram-se num lindo jardim para estarem com ele. Chegavam à beira do pequeno lago e ali ficavam a comentar como tudo estava tão diferente e mais bonito. O ribeiro teve vontade de chorar, se é que é possível um ribeiro chorar. Olhando em volta, via tudo tão bonito que nem queria acreditar. Até aquelas sombras assustadoras de que se recordava tão bem haviam desaparecido e agora, no seu lugar, o sol entrava livremente, iluminando todos os recantos. 8

9 Lembrou-se da menina que um dia lhe falara e procurou-a por entre as pessoas que vinham ter com ele. Não a descobriu, mas viu em todos os rostos dos meninos e meninas o mesmo sorriso amigo que ela um dia lhe oferecera. 9

O Estranho Homem. S. Esteves

O Estranho Homem. S. Esteves O Estranho Homem S. Esteves [ 2 ] O conteúdo desta obra literária inclusive as imagens, está protegido pela legislação autoral vigente no Brasil, e pelas regras internacionais estabelecidas na Convenção

Leia mais

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho.

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. ÍTULO 1 Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. Julinho sussurrou. Vou pensar no teu caso respondi -lhe,

Leia mais

História de Carmem Biancho Flores

História de Carmem Biancho Flores História de Carmem Biancho Flores Nascimento: 14 de julho de 1953 Falecimento: 6 de outubro de 2013 Foi no dia 14 de julho de 1953 que Valdemar e Alda Biancho tiveram sua filha Carmen, que passou muitas

Leia mais

Quando Acontece... A Intriga

Quando Acontece... A Intriga A Intriga A Intriga Marcia Pimentel 2 Marcia Pimentel Quando Acontece... A Intriga Marcia Pimentel 3 A Intriga Marcia Pimentel 4 Copyright 2010 By Marcia Pimentel Título: Quando Acontece... A Intriga Todos

Leia mais

Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus.

Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus. Cartilha Você sabia? Que a água que chega à torneira da sua casa é distribuída pela Manaus Ambiental? A empresa é a responsável pela água e esgoto de Manaus. Você sabe como é feito o tratamento da água

Leia mais

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Introdução No livro Fala Sério, Pai!, os personagens principais são: Maria de

Leia mais

CÉU, A BELA CASA DE DEUS

CÉU, A BELA CASA DE DEUS Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

Era uma vez uma menina chamada Ynari que gostava de passear perto da sua aldeia, ouvir os passarinhos, sentar-se na margem do rio.

Era uma vez uma menina chamada Ynari que gostava de passear perto da sua aldeia, ouvir os passarinhos, sentar-se na margem do rio. Era uma vez uma menina chamada Ynari que gostava de passear perto da sua aldeia, ouvir os passarinhos, sentar-se na margem do rio. Certa tarde, do capim saiu um homem muito pequenino. - Olá! - Olá! Chamo-me

Leia mais

José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA

José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA Copyright 2012 by Padaria de Textos Copyright das ilustrações 2012 by Eduardo Oliveira Todos os direitos desta edição reservados à EDITORA OBJETIVA LTDA. Rua

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA Objectivos: 1. Descobrir na entrega da vida de Jesus a plenitude da Sua relação com Deus Pai. 2. Acolher a fidelidade de Jesus a esta relação como geradora de vida

Leia mais

A volta às aulas do Pequeno Nicolau

A volta às aulas do Pequeno Nicolau HISTÓRIAS INÉDITAS DO PEQUENO NICOLAU René Goscinny Jean-Jacques Sempé A volta às aulas do Pequeno Nicolau Tradução Pedro Karp Vasquez Volta às aulas MAMÃE DISSE QUE AMANHÃ iremos comprar coisas para a

Leia mais

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt-

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- Era uma vez um menino chamado Miguel. Num dia sua mãe falou: - Olha, filho, hoje você vai para escola de ônibus. E o Miguel falou: - Mas eu não sou pequeno?

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO Bíblia para crianças apresenta JESUS CURA UM CEGO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Teatro A História da Carochinha

Teatro A História da Carochinha Teatro A História da - O meu nome é, gosto muito de limpar. Arrumo a casa toda, sempre a cantar. Tenho uma vida pacata mas gostava de casar. Vestir um vestido branco e um marido arranjar. Mas preciso de

Leia mais

O TERRÍVEL SENHOR SAL E O REINO CORPO HUMANO

O TERRÍVEL SENHOR SAL E O REINO CORPO HUMANO O TERRÍVEL SENHOR SAL E O REINO CORPO HUMANO MOVIMENTO 2020 MOVIMENTO 2020 O TERRÍVEL SENHOR SAL E O REINO CORPO HUMANO Era uma vez um reino mágico chamado Corpo Humano, onde tudo funcionava em sintonia.

Leia mais

Lucinda Azevedo Reis

Lucinda Azevedo Reis Lucinda Azevedo Reis 3 Caminhos Lucinda Azevedo Reis Autor: Lucinda Azevedo Reis Editor: Lucinda Azevedo Reis Edição: Dezembro 2014 Fotografia: Lucinda Azevedo Reis (2014) 4 5 Caminhos Lucinda Azevedo

Leia mais

Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO. Versículos para decorar:

Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO. Versículos para decorar: Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: 1- Deus criou os céus e a terra. Gênesis 1:1 A CRIAÇÃO DO MUNDO Versículos para decorar: 2 Pois, por meio dele, Deus criou tudo, no céu

Leia mais

AS CASAS DA CÂMARA DE

AS CASAS DA CÂMARA DE AS CASAS DA CÂMARA DE ANTIGOS PAÇOS DO CONCELHO PRAÇA D. JORGE DE LENCASTRE PAINEL MOSTRANDO A RESIDÊNCIA DE LUÍS ALVES SERRANO (em 2º plano). Edição A. A. Camacho RESIDÊNCIA DE LUÍS ALVES

Leia mais

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las.

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las. FICHA DA SEMANA 5º ANO A e B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda IDENTIFICAÇÃO Nome: Cidade: Estado: País: Formação: Profissão: Local de Trabalho: Local de Estudo: Contatos: Santa Maria RS Brasil Mestrado

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

(12) 3522-5470 www.otimafm.com.br www.facebook.com/otimafmoficial comercial@otimafm.com.br

(12) 3522-5470 www.otimafm.com.br www.facebook.com/otimafmoficial comercial@otimafm.com.br (12) 3522-5470 www.otimafm.com.br www.facebook.com/otimafmoficial comercial@otimafm.com.br Rua Pinheiro da Silva, 260 - Jardim Boa Vista 12401 020 Pindamonhangaba / SP Emissora do grupo Celso Portiolli

Leia mais

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade.

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Valores: Competências -chave: Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Ser capaz de gerir a frustração; Resistir à tentação e esperar pela recompensa; Reduzir riscos praticando o auto-controlo;

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO t Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software ESTADO DE GOIÁS MUNICÍPIO DE PLANALTINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL JARDIM PAQUETÁ CÓDIGO DA ESCOLA (INEP) 52073297 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Meninos e Meninas Brincando

Meninos e Meninas Brincando Meninos e Meninas Brincando J. C. Ryle "As praças da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão." (Zc.8:5) Queridas crianças, o texto acima fala de coisas que acontecerão. Deus está nos

Leia mais

Minhas férias na Chapada dos Veadeiros por Laura Capanema em 20 de setembro de 2012

Minhas férias na Chapada dos Veadeiros por Laura Capanema em 20 de setembro de 2012 Minhas férias na Chapada dos Veadeiros por Laura Capanema em 20 de setembro de 2012 Acabo de voltar de férias. E por mais que uma repórter da VT viaje o tempo todo para destinos de férias, férias são férias

Leia mais

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389 Deus nos dá amigos Estudos bíblicos Pré-escolar 5anos e6 Ano CIV Nº 389 5107 Um lugar especial Edição do aluno Estamos de volta para mais um trimestre de alegria, aprendizado e muitas descobertas. Você

Leia mais

Ana. e o e o. Jardim de Flores

Ana. e o e o. Jardim de Flores Ana e o e o Jardim de Flores Era uma vez um grande rei que morava em um lindo castelo rodeado de pequenos vilarejos. O rei amava muito o seu povo, e o povo também o amava. Ele visitava frequentemente os

Leia mais

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário Matthew Dicks Memórias de Um Amigo Imaginário Tradução Victor Antunes Para a Clara Capítulo 1 Isto é o que eu sei: Chamo-me Budo. Existo há cinco anos. Cinco anos é muito tempo para alguém como eu. Foi

Leia mais

DOENÇAS CÁRMICAS: DAS MILENARES ÀS PSICO/AFETIVAS

DOENÇAS CÁRMICAS: DAS MILENARES ÀS PSICO/AFETIVAS DOENÇAS CÁRMICAS: DAS MILENARES ÀS PSICO/AFETIVAS DOENÇAS CÁRMICAS: DAS MILENARES ÀS PSICO/AFETIVAS Então o médico mandou fazer biopsias de algumas manchas que lhe surgiram no corpo e quando foi buscar

Leia mais

LE 702 a 727 676. Por que o trabalho se impõe ao homem? Por ser uma consequência da sua natureza corpórea. É expiação e, ao mesmo tempo, meio de aperfeiçoamento da sua inteligência... Q. 719 É natural

Leia mais

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA?

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (VC): HUAHSUASHUAHSUAHSUA SEI LÁ (EU): ENTENDO TUDO NO REAL TA DESABANDO

Leia mais

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo.

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. 1. É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. O arco-íris pode parecer muito estranho se você não

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU ROBERTA ESBERARD BROSCO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU ROBERTA ESBERARD BROSCO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE BAURU ROBERTA ESBERARD BROSCO Análise comparativa dos níveis de proteína C-reativa altamente sensível entre indivíduos portadores e não portadores

Leia mais

A vida não é uma corrida de 100 metros rasos. A vida é uma maratona. Um fator primordial numa maratona: PERSEVERANÇA.

A vida não é uma corrida de 100 metros rasos. A vida é uma maratona. Um fator primordial numa maratona: PERSEVERANÇA. A vida não é uma corrida de 100 metros rasos. A vida é uma maratona. Um fator primordial numa maratona: PERSEVERANÇA. Hebreus 12:1-2a Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem

Leia mais

Tendência na Europa, piscinas biológicas ganham terreno por aqui

Tendência na Europa, piscinas biológicas ganham terreno por aqui Tendência na Europa, piscinas biológicas ganham terreno por aqui No lugar de cloro, plantas e peixes: o tratamento da água é feito sem agentes químicos POR JOANA DALE 10/01/2016 6:00 Em vez de cloro, plantas

Leia mais

Por vontade expressa do autor, a presente edição não segue a grafia do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Por vontade expressa do autor, a presente edição não segue a grafia do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Por vontade expressa do autor, a presente edição não segue a grafia do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa info@marcador.pt www.marcador.pt facebook.com/marcadoreditora 2016 Direitos reservados

Leia mais

DATA: 02/10/15 ETAPA: 3ª VALOR: 15,0 NOTA: ASSUNTO: 1ª parcial SÉRIE: 6º ano TURMA:

DATA: 02/10/15 ETAPA: 3ª VALOR: 15,0 NOTA: ASSUNTO: 1ª parcial SÉRIE: 6º ano TURMA: DISCIPLINA: Língua Portuguesa PROFESSORAS: Patrícia e Rose DATA: 02/10/15 ETAPA: 3ª VALOR: 15,0 NOTA: ASSUNTO: 1ª parcial SÉRIE: 6º ano TURMA: NOME COMPLETO: Coordenação Nº: I N S T R U Ç Õ E S 1. Esta

Leia mais

2 -Observe as imagens de atividades e de objetos produzidos pelos antigos egípcios, entre 2000 e 1000 a.c.

2 -Observe as imagens de atividades e de objetos produzidos pelos antigos egípcios, entre 2000 e 1000 a.c. História 6 ano O Egito e o rio Nilo 1-Identifique os principais aspectos geográficos relacionados ao território do Egito Antigo. 2 -Observe as imagens de atividades e de objetos produzidos pelos antigos

Leia mais

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República Palavras do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na Escola Municipal de Rio Largo, durante encontro para tratar das providências sobre as enchentes Rio Largo - AL, 24 de junho de 2010 Bem,

Leia mais

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas?

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas? Êta bicho curioso! Oi! Tem uma coisa engraçada acontecendo comigo: estou super curioso sobre tudo. Minha mãe que anda louca comigo pois não paro de perguntar o porquê de tudo...mas olha só quanta coisa

Leia mais

Shué também cantou na Festa de Natal da Escola O Gotinhas...fim 42 43

Shué também cantou na Festa de Natal da Escola O Gotinhas...fim 42 43 O Gotinhas 43 Era uma vez um País feito de nuvens. Ficava no cimo de uma enorme montanha impossível de expugnar. Lá viviam muitos meninos. Cada um tinha a sua própria nuvem. Uma enorme cegonha do espaço

Leia mais

O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS Bíblia para crianças apresenta O NASCIMENTO DE JESUS Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: M. Maillot O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de Hoje 1998 - Sociedade

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

CONSERVAÇÃO DE ALVENARIAS DE TIJOLO POR Andy Mann

CONSERVAÇÃO DE ALVENARIAS DE TIJOLO POR Andy Mann CONSERVAÇÃO DE ALVENARIAS DE TIJOLO 1-7 CONSERVAÇÃO DE ALVENARIAS DE TIJOLO POR Andy Mann TUhttp://www.limemortar.com/UT "Os edifícios antigos não são preservados fazendo-os passarem por novos" Bom dia,

Leia mais

CONTO DE NATAL. NARRADOR 2: Outros comentavam os presentes a oferecer e os presentes a receber.

CONTO DE NATAL. NARRADOR 2: Outros comentavam os presentes a oferecer e os presentes a receber. CONTO DE NATAL PERSONAGENS: Narrador 1, Narrador 2, Pedro, mãe, avó, mulher 1, mulher 2, mulher 3, mulher 4, mulher 5, homem 1, homem 2, criança 1, criança 2, criança 3, criança 4, criança 5, criança 6,

Leia mais

Vivendo em grupo. Que sugestão você daria a dona Rosa para que as galinhas não se bicassem?...

Vivendo em grupo. Que sugestão você daria a dona Rosa para que as galinhas não se bicassem?... A UU L AL A Vivendo em grupo Todos os dias, pela manhã e à tarde, dona Rosa chamava suas galinhas para lhes dar comida. Elas vinham correndo e, assim que chegavam, dona Rosa começava a jogar o milho ou

Leia mais

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

O que há por trás do véu?

O que há por trás do véu? O que há por trás do véu? Ex 34:29-35 Ao lermos esses versículos, a primeira coisa que observamos é que Moisés era um homem, um líder muito próximo, muito íntimo de Deus! A ponto de ficar com o seu rosto

Leia mais

Carlos de Assumpção. Textos selecionados MÃE

Carlos de Assumpção. Textos selecionados MÃE Textos selecionados Carlos de Assumpção MÃE Os anos já pintaram de luar os teus cabelos, No entanto, tudo parece estar acontecendo agora, Neste instante. Após tantos anos, Neste momento, Vejo tudo diante

Leia mais

Unidade Portugal. Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2ª série) Tarde. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VIII 3 o BIMESTRE.

Unidade Portugal. Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2ª série) Tarde. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VIII 3 o BIMESTRE. Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2ª série) Tarde AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VIII 3 o BIMESTRE Eixo temático Herança social Disciplina/Valor Português 4,0 Matemática 4,0 Hist./Geog.

Leia mais

29/03/2006. Discurso do Presidente da República

29/03/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na visita às futuras instalações do campus da Universidade Federal do Estado de São Paulo Guarulhos-SP, 29 de março de 2006 Meus queridos e minhas queridas companheiras da

Leia mais

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: 1- OBSERVE as imagens abaixo. a) CITE a planta que produz frutos e sementes.

4º ano. Atividade de Estudo - Ciências. Nome: 1- OBSERVE as imagens abaixo. a) CITE a planta que produz frutos e sementes. Atividade de Estudo - Ciências 4º ano Nome: 1- OBSERVE as imagens abaixo. a) CITE a planta que produz frutos e sementes. b) EXPLIQUE o que são os pontinhos na folha da planta 1. c) DIFERENCIE a reprodução

Leia mais

IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO

IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO Fevereiro 2016 IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO 53,3% Não tiveram sobras financeiras no

Leia mais

CADERNO DE INTERVENÇÃO EM DISFONIA INFANTIL. Diz a Vozinha. Lia Cancela Ilustrado por: Soraia Sòl

CADERNO DE INTERVENÇÃO EM DISFONIA INFANTIL. Diz a Vozinha. Lia Cancela Ilustrado por: Soraia Sòl CADERNO DE INTERVENÇÃO EM DISFONIA INFANTIL Diz a Vozinha Lia Cancela Ilustrado por: Soraia Sòl Índice 1 - Consciencialização de comportamentos de saúde vocal Oh vozinha quem é o terapeuta da fala? Oh

Leia mais

BRASIL. Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor.

BRASIL. Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor. 1 BRASIL Fernando Ribeiro Alves Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor. O Autor gostaria imensamente de receber um e-mail de você com

Leia mais

HISTÓRIAS DA BÍBLIA. para ler e pensar

HISTÓRIAS DA BÍBLIA. para ler e pensar HISTÓRIAS DA BÍBLIA para ler e pensar 9789897410048 Alice Vieira HISTÓRIAS DA BÍBLIA para ler e pensar ilustrações de Carla Nazareth A história de Rute Era um tempo de grandes fomes e privações. Uma mulher,

Leia mais

A Formiga. Gustavo Rela

A Formiga. Gustavo Rela A Formiga e a Baleia Gustavo Rela Enia Mara de Carvalho São Paulo 2014 Copyright 2014 by Editora Baraúna SE Ltda Capa e ilustrações Gustavo Rela Projeto Gráfico Jacilene Moraes Produção Textual Gustavo

Leia mais

Mentira tem perna curta de Emílio Carlos

Mentira tem perna curta de Emílio Carlos Mentira tem perna curta de Emílio Carlos Era uma tarde como outra qualquer. Pedro e Ana tinham chegado da escola e almoçado. Depois viram um pouco de TV e agora era a hora de fazer a tarefa. Enquanto Pedro

Leia mais

CURSO DE SUPERVISORES

CURSO DE SUPERVISORES 2016 CURSO DE SUPERVISORES [Com Ferramentas de Coaching] AULA 3 Bruno Monteiro INSTITUTO LIDERANÇA DE SUCESSO AAULA 3 APRENDENDO A ENCORAJAR OS LIDERADOSR O supervisor precisa saber encorajar os seus liderados

Leia mais

Um planeta. chamado Albinum

Um planeta. chamado Albinum Um planeta chamado Albinum 1 Kalum tinha apenas 9 anos. Era um menino sonhador, inteligente e inconformado. Vivia num planeta longínquo chamado Albinum. Era um planeta muito frio, todo coberto de neve.

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta ASSUME O COMANDO

Bíblia para crianças. apresenta ASSUME O COMANDO Bíblia para crianças apresenta JOSUÉ ASSUME O COMANDO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na

Leia mais

Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus

Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus discípulos. Quando o Senhor ficou sabendo disso, saiu da Judéia

Leia mais

Pharmagazine edição nº12 2011

Pharmagazine edição nº12 2011 interactividade Sérgio Viana Solutions Manager da agap2 - Solutions delivery MOBILI DADE até onde podemos ir? Há cerca de 20 anos, pouco mais existia que não os pequenos assistentes pessoais, muitas vezes

Leia mais

Maria Luiza Braga (UFRJ)

Maria Luiza Braga (UFRJ) Entrevista Maria Luiza Braga (UFRJ) André Felipe Cunha Vieira Gostaria( de( começar( esta( entrevista( agradecendo( por( você( aceitar( nosso( convite(e(nos(receber(em(sua(casa.(ler(seu(currículo(lattes(é(um(exercício(de(

Leia mais

Fundamental. Gramática e Redação. Exercícios de Revisão I. No país do futebol

Fundamental. Gramática e Redação. Exercícios de Revisão I. No país do futebol Nome: n o : E nsino: A no: T urma: Data: Prof(a): Fundamental 6 o Leia o texto com atenção Gramática e Redação Exercícios de Revisão I No país do futebol Juvenal Ouriço aproximou-se de um vendedor parado

Leia mais

Pesquisa. Setembro 2014

Pesquisa. Setembro 2014 Pesquisa Setembro 2014 Perfil Quem é o nosso time? 66% está conosco há mais de 1 ano 69% são casadas 68% tem Filhos, 42% desses adolescentes Média de Idade 32 anos (20 a 56) 93% são mulheres 61% cursando

Leia mais

Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua.

Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua. Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua. N a verdade, na escola básica do Vale do Âncora, em Vila Praia de Âncora, podemos usar, e com mais

Leia mais

O fascínio por histórias

O fascínio por histórias O fascínio por histórias Histórias que Jesus contou... Significado de Parábola: s.f. Comparação desenvolvida em pequeno conto, no qual se encerra uma verdade, um ensinamento. Trata-se de uma história curta,

Leia mais

ATIVIDADE 02 O CONJUNTO ARQUITETÔNICO DA PAMPULHA: UM CARTÃO-POSTAL DA CIDADE

ATIVIDADE 02 O CONJUNTO ARQUITETÔNICO DA PAMPULHA: UM CARTÃO-POSTAL DA CIDADE ATIVIDADE 02 O CONJUNTO ARQUITETÔNICO DA PAMPULHA: UM CARTÃO-POSTAL DA CIDADE Antigamente, quando as pessoas viajavam, era comum elas enviarem um cartão com uma foto do lugar onde estavam para dar notícias

Leia mais

O rapaz da bicicleta azul

O rapaz da bicicleta azul Biblioteca Álvaro Magalhães O rapaz da bicicleta azul ilustrou Marta Madureira 1 O que é a liberdade? O João acordou sobressaltado a meio da noite e acendeu a luz. Alguém estava a gemer no quarto ao lado.

Leia mais

IGUALDADE DE GÉNERO Margareta Winberg: As mulheres não são livres sem dinheiro

IGUALDADE DE GÉNERO Margareta Winberg: As mulheres não são livres sem dinheiro SOCIEDADE» IGUALDADE DE GÉNERO IGUALDADE DE GÉNERO Margareta Winberg: As mulheres não são livres sem dinheiro 13/3/2016, 19:28 1.907 PARTILHAS Para a antiga vice-primeira-ministra sueca, Margareta Winberg,

Leia mais

OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER

OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER MEU TEMPO É PRECIOSO ROTINA INSANA CAOS COMIDA PARA FAZER CASA PARA LIMPAR FILHOS PARA CUIDAR TRABALHO COMO SER ORGANIZADA? Processo que

Leia mais

I A noite estava tranquila e serena. O silêncio inundava a casa. A família toda já estava a dormir. O dia seguinte era dia de trabalho para uns e de escola para outros. Apenas se ouvia o tic-tac do despertador

Leia mais

PACTO DE AMOR Uma vida em dois tempos

PACTO DE AMOR Uma vida em dois tempos PACTO DE AMOR Uma vida em dois tempos EDISON FLÁVIO MARTINS Pacto de amor Uma vida em dois tempos 2011 Edison Flávio Martins Direitos desta edição reservados à Paco Editorial. Nenhuma parte desta obra

Leia mais

Análise do valor informacional em imagens de reportagens de capa da revista Superinteressante¹

Análise do valor informacional em imagens de reportagens de capa da revista Superinteressante¹ Análise do valor informacional em imagens de reportagens de capa da revista Superinteressante¹ Lauro Rafael Lima² Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS. Resumo O trabalho apresenta uma análise

Leia mais

Faltava pouco mais de uma semana para o meu trigésimo

Faltava pouco mais de uma semana para o meu trigésimo O signo Faltava pouco mais de uma semana para o meu trigésimo aniversário quando um inferno astral tomou conta da minha vida: um novo signo havia sido descoberto, e eu, que passei vinte e nove anos me

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo

Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo Estudo aponta influência do código de barras e da tecnologia na decisão de compra do consumidor e na estratégia do varejo Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil revela resultado da terceira edição

Leia mais

Abril de 2008. Daniela Alexandra Diogo

Abril de 2008. Daniela Alexandra Diogo O Abril de 2008 Daniela Alexandra Diogo 16 1 Ambos os métodos podem criar severos danos ambientais, portanto, devem ser muito bem controlados. Conclusão Com este trabalho aprendemos que a água é muito

Leia mais

A História de Uma Árvore

A História de Uma Árvore A História de Uma Árvore Blumenau/2013 Editora: Cristina Marques Produção: Instituto Evoluir Revisão: Gervásio Tessaleno Luz Ilustrações: Sydnei Prado Jr. Arte final-colorização: Célio Vogel / Paulo Zanon

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Olá, amiguinho, melhor exemplo. Na nossa revista teremos. também muitas atividades e joguinhos legais para você

Olá, amiguinho, melhor exemplo. Na nossa revista teremos. também muitas atividades e joguinhos legais para você Olá, amiguinho, Como é bom estarmos juntos novamente! Neste trimestre, teremos muitas novidades para você. Você descobrirá, lendo as primeiras histórias desta revista, que Deus nos deu um livro muito especial

Leia mais

CLARISSE ALEIXO BARBOSA DE SANTANA DA SILVA. A Menina Sonhadora. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE

CLARISSE ALEIXO BARBOSA DE SANTANA DA SILVA. A Menina Sonhadora. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE CLARISSE ALEIXO BARBOSA DE SANTANA DA SILVA A Menina Sonhadora Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Texto e pesquisa de imagens Clarisse Aleixo Barbosa de Santana Silva A Menina Sonhadora Julho

Leia mais

Ano: 6 Turma: 6.1 e 6.2

Ano: 6 Turma: 6.1 e 6.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação 2ª Etapa 2014 Disciplina:Português Professor (a): Cristiane Lopes Ano: 6 Turma: 6.1 e 6.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

O NASCIMENTO DE MOISÉS Lição 28

O NASCIMENTO DE MOISÉS Lição 28 O NASCIMENTO DE MOISÉS Lição 28 1 1. Objetivos: Ensinar que Deus tinha um plano para Moisés. Ensinar a cada aluno que Deus tem um plano para sua vida e ele pode confiar em Deus para guia-lo. 2. Lição Bíblica:

Leia mais

1. O rapaz da história faz realmente uma sopa de pedras? Explique.

1. O rapaz da história faz realmente uma sopa de pedras? Explique. Nome: Data: Unidade 1 Leia o texto a seguir e depois responda às questões de 1 a 9. A sopa de pedras Um rapaz pobre e faminto andava pelo campo em busca de alimento. Teve uma ideia e resolveu colocá-la

Leia mais

Parte 1 - Leitura e interpretação de texto. Leia o texto atenciosamente e responda as perguntas abaixo. Seja coerente, responda com clareza.

Parte 1 - Leitura e interpretação de texto. Leia o texto atenciosamente e responda as perguntas abaixo. Seja coerente, responda com clareza. 8º Gramática Lino Aval. Trimestral 24/03/11 - Leia todas as questões com muita atenção, antes de respondê-las; - Não esqueça de colocar o ponto final nas frases; - Faça letra legível; - Não rasure; - Não

Leia mais

Bb Am7 Bb DERREPENTE UMA TRISTEZA, BATEU NO MEU CORAÇÃO. C C7sus4 O QUE QUE EU VOU FAZER, O QUE É QUE EU VOU FAZER

Bb Am7 Bb DERREPENTE UMA TRISTEZA, BATEU NO MEU CORAÇÃO. C C7sus4 O QUE QUE EU VOU FAZER, O QUE É QUE EU VOU FAZER AMIGO (Emerson ertoluz e Adib Fraxe ) F Dm7 b TAVA TUDO MUITO LINDO, PARECIA CARNAVAL C ERA FESTA NA CIDADE F Dm7 b MUITO AMOR NO CORAÇÃO, SINTONIA DE CASAL C ERA SÓ FELICIDADE b b DERREPENTE UMA TRISTEZA,

Leia mais

Verticalização 'cerca' casas em bairros de São Paulo

Verticalização 'cerca' casas em bairros de São Paulo Verticalização 'cerca' casas em bairros de São Paulo Onda de empreendimentos imobiliários deixa moradores ilhados. Entre 2001 e 2010 foram lançados 3.420 edifícios residenciais na capital. Maria Aparecida

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor: 2,0 Nota: Data: / /2016 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 6º 1º bimestre Trabalho de Recuperação de Geografia Orientações: - Leia atentamente as questões

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano -

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - COLÉGIO ARNALDO 2014 ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - PORTUGUÊS Aluno(a): Ano: Professora: Valor: 20 pontos Obteve: Conteúdo de Recuperação Identificar o sentido ou expressão em um texto. Localizar

Leia mais

CONCORDÂNCIA NOMINAL. Página 172

CONCORDÂNCIA NOMINAL. Página 172 CONCORDÂNCIA NOMINAL Página 172 CONCORDÂNCIA NOMINAL É a concordância, em gênero e número, entre o substantivo e seus determinantes: o adjetivo, o pronome adjetivo, o artigo, o numeral e o verbo no particípio.

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Observe a imagem abaixo e responda às questões 1

Leia mais

CHOCOLATE À CHUVA. de Alice Vieira GRUPO I CAPÍTULO 1

CHOCOLATE À CHUVA. de Alice Vieira GRUPO I CAPÍTULO 1 ESCOLA DOS 2º e 3º CICLOS C/ SECUNDÁRIO PADRE ANTÓNIO MORAIS DA FONSECA ALUNO(A) TURMA OBRA AUTOR EDITORA GUIÃO DE LEITURA CHOCOLATE À CHUVA Nº DE CAPÍTULOS 1. IDENTIFICA O TIPO DE NARRADOR E JUSTIFICA.

Leia mais