IFRS TEACHING SYMPOSIUM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IFRS TEACHING SYMPOSIUM"

Transcrição

1 TM 25 DE OUTUBRO DE 2011 Centro de Convenções Sul América - Rio de Janeiro IFRS TEACHING SYMOSIUM SIMÓSIO SOBRE O ENSINO DA CONTABILIDADE BASEADO EM IFRS SIMOSIO DE ENSEÑANZA DE LA CONTABILIDAD EN IFRS TM

2 ORTUGUÊS 08h 09h30min 10h 11h 11h30min 12h 12h30min 13h 14h 14h30min 15h15min 15h45min 16h15min CREDENCIAMENTO ABERTURA Juarez Domingues Carneiro - residente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) Wilson Roberto Levorato - Vice-presidente Executivo da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) Hans Hoogervorst - residente do - International Accounting Standards Board (IASB) Luciano Galvão Coutinho - residente do - Banco Nac. de Desenv. Economico e Social (BNDES) Demonstração sobre Ensino de Contabilidade baseado na Estrutura Conceitual para Alunos de Graduação Michael Wells - Diretor de Educação da Fundação IFRS Ricardo Lopes Cardoso - rofessor da FGV e da UERJ e ex- Academic Fellow do IASB Demonstração do Ensino de Contabilidade baseado na Estrutura Conceitual Básica para alunos de MBA e ós-graduação Mary Barth - rofessora da Stanford University O apel da Estrutura Conceitual Básica na Interpretação das IFRS Bob Garnett - ex-residente do Comitê de Interpretações das IFRS Mesa Redonda - & R Todos os conferencistas da manhã Almoço A Importância do Julgamento rofissional Alexsandro Broedel Lopes - Diretor da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil (CVM) Como a Educação Contábil vem se alterando em Função da Adoção das IFRS Eliseu Martins - ex-diretor da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil (CVM) Aperfeiçoando a Estrutura Conceitual Básica Mary Barth - rofessora da Stanford University Bob Garnett - ex-residente do Comitê de Interpretações das IFRS Michael Wells - Diretor de Educação da Fundação IFRS ainel - O Novo erfil do rofissional da Área Contábil Manual de Educação proposto pela Federação Internacional de Contadores (IFAC) Fábio Moraes da Costa - rofessor da FUCAE e membro do Conselho Consultivo da IAESB O Exame Nacional de Suficiência Ana Tércia Lopes Rodrigues - Representante do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) O que o Mercado vem exigindo do novo rofissional da Área Contabil Alexandre de Botton - Diretor da Korn Ferry Requerimentos Mínimos para Qualificação de rofissionais da Área Contábil Yoseph Asmelash - Divisão de Desenvolvimento Corporativo do (ISAR-ONU) 17h45min 18h15min 18h30min Mesa Redonda - & R Todos os conferencistas da tarde Sumário e Conclusões Finais Vania Borgerth - Assessora da residencia do BNDES Encerramento

3 ENGLISH 08h 09h30min 10h 11h 11h30min 12h 12h30min 13h 14h 14h30min 15h15min 15h45min 16h15min REGISTRATION OENING REMARKS Juarez Domingues Carneiro - Federal Council of Accountants, Chairman Wilson Roberto Levorato - Brazilian Federation of Banks, Vice-Chairman Hans Hoogervorst - IASB - International Accounting Standards Board, Chairman Luciano Galvão Coutinho - BNDES - Banco Nac. de Desenv. Economico e Social, Chairman Demonstrating Framework-based teaching for CA/CA Stream Students Michael Wells - IFRS Foundation, Education Iniciative Diretor Ricardo Lopes Cardoso - rofessor FGV and UERJ, and former Academic Fellow at IASB Demonstrating Framework-based teaching for MBAs Mary Barth - Stanford University Accounting rofessor The role of the Framework in IFRS Interpretation Bob Garnett - IFRS Interpretations Committee, former Chairman Roudtable Q & A All morning presenters Lunch The Importance of rofessional Judgment Alexsandro Broedel Lopes - Brazilian Securities and Exchange Commission, Director How Accounting Education is Changing (on adopting IFRS) Eliseu Martins - - Brazilian Securities and Exchange Commission, former Director Improving the Conceptual Framework Mary Barth - Stanford University Accounting rofessor Bob Garnett - IFRS Interpretations Committee, former Chairman Michael Wells - IFRS Foundation, Education Iniciative Diretor anel - The New rofile for rofessional Accountants IFAC IAESB Education Handbook Fábio Moraes da Costa - FUCAE and IAESB CAG member The Brazilian Qualification Exam Ana Tércia Lopes Rodrigues - Federal Council of Accountants, Representative What Companies are requiring when recruiting for an Accountant since IFRS Alexandre de Botton - Korn Ferry, Director United Nations Guideline on National Requirement for Qualification of rofessional Accountants Yoseph Asmelash - Head of United Nations Enterprise Development Branch (ISAR-ONU) 17h45min 18h15min 18h30min Roudtable Q & A All afternoon presenters Summation - closing remarks Vania Borgerth - BNDES resident advisor Close

4 ESAÑOL 08h 09h30min 10h 11h 11h30min 12h 12h30min 13h 14h 14h30min 15h15min 15h45min 16h15min REGISTRO AERTURA Juarez Domingues Carneiro - residente del CFC Wilson Roberto Levorato - Vice-residente Ejecutivo de la Federacion Brasileña de Bancos Hans Hoogervorst residente del IASB - International Accounting Standards Board Luciano Galvão Coutinho - residente del BNDES - Banco Nac. de Desarollo Económico y Social Demonstración de la enseñanza en contabilidad con base en el Marco Conceptual para alumnos de la graduación Michael Wells - Director de Educación de la Fundación IFRS Ricardo Lopes Cardoso - rofesor FGV & UERJ, e ex-academic Fellow do IASB Demonstración de la enseñanza en contabilidad con base en el Marco Conceptual para alumnos de MBAs Mary Barth - rofesora de la Stanford University La función del Marco Conceptual en la interpretación de las NIIF Bob Garnett ex-residente de la Comisión de Interpretaciones de las NIIF Mesa Redonda de &R Todos los conferencistas de la mañana Almuerzo La importancia del juicio profesional Alexsandro Broedel Lopes - Director de la CVM Cómo la educación contable está cambiando (sobre la adopción de las NIIF) Eliseu Martins - ex-director de la CVM Mejora del Marco Conceptual básico de las NIIF Mary Barth - rofesora de la Stanford University Bob Garnett - ex presidente de la Comisión de Interpretaciones de las NIIF Michael Wells - Director de Educación de la Fundación IFRS anel - El nuevo erfil de los Contadores rofesionales El Manual de Educación de la Federación Internacional de los Contadores (IFAC) Fábio Moraes da Costa - FUCAE y Consultor del IAESB El examen de Calificación Nacional del CFC Ana Tércia Lopes Rodrigues - Representante del Consejo Federal de Contabilidad (CFC) Lo que el mercado requiere del nuevo profesional de contabilidad Alexandre de Botton - Director Korn Ferry Las Exigencias Nacionales para la Calificación de Contadores rofesionales de las Naciones Unidas Yoseph Asmelash - Jefe de la División de Desarollo Corporativo de las Naciones Unidas (ISAR-ONU) 17h45min 18h15min 18h30min Mesa Redonda de &R Todos los conferencistas de la tarde Conclusión - observaciones finales Vania Borgerth - Asesora del resident del BNDES Clausura

5 Vagas limitadas Inscrições Gratuitas pelo site do CFC: COORDENADAS ARA GS Linha Vermelha Av. Brasil onte Rio-Niterói Aeroporto Internacional Latitude 22º S Longitude 43º ça. da Bandeira Tijuca Zona Norte Av. Francisco Bicalho Rodoviária Novo Rio Túnel Antônio Rebouças Zona Sul Av. aulo de Frontin Centro de Convenções Sulamérica raça Irmãos Bernadeli Av. res. Vargas Av. res. Vargas refeitura Centro Zona Sul Metro Estação Estácio Centro de Convenções Sul América Av. aulo de Frontin nº 01 - Cidade Nova Rio de Janeiro - RJ - CE Tel

6

FORMAÇÃO ACADÊMICA E EDUCAÇÃO CONTINUADA

FORMAÇÃO ACADÊMICA E EDUCAÇÃO CONTINUADA FORMAÇÃO ACADÊMICA E EDUCAÇÃO CONTINUADA ANA TÉRCIA L. RODRIGUES Câmara de Desenvolvimento Profissional e Institucional AGENDA: Programa de Educação Profissional Continuada Base Legal Padrão Internacional

Leia mais

CADERNO DE ANOTAÇÕES CONTÁBEIS

CADERNO DE ANOTAÇÕES CONTÁBEIS CADERNO DE ANOTAÇÕES CONTÁBEIS APLICAÇÃO N 3 As novas práticas contábeis instituídas a partir da Lei 11.638/2007 complementadas pela Lei 11.941/2009 e normatização formulada através da edição dos pronunciamentos

Leia mais

A formação do novo profissional contábil

A formação do novo profissional contábil A formação do novo profissional contábil Prof. Dr. Fábio Moraes da Costa Professor Associado (Fucape Business School) / Consultative Advisory Group (IAESB) / ISAR/UNCTAD (ONU) fabio@fucape.br 13ª Semana

Leia mais

A VOLTA À ESCOLA EUROPÉIA (SÉCULO XXI)!!!! SERÁ???? FASB OU IASB? QUEM VENCERÁ?

A VOLTA À ESCOLA EUROPÉIA (SÉCULO XXI)!!!! SERÁ???? FASB OU IASB? QUEM VENCERÁ? A VOLTA À ESCOLA EUROPÉIA (SÉCULO XXI)!!!! SERÁ???? FASB OU IASB? QUEM VENCERÁ? ORIGEM DE UMA NOVA ESCOLA Para fazer frente ao enorme poderio econômico norteamericano, após a 2ª Guerra Mundial, alguns

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DO IBRI - INSTITUTO BRASILEIRO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES, REALIZADA EM 27 DE OUTUBRO DE 2009, ÀS

ATA DA REUNIÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DO IBRI - INSTITUTO BRASILEIRO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES, REALIZADA EM 27 DE OUTUBRO DE 2009, ÀS ATA DA REUNIÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DO IBRI - INSTITUTO BRASILEIRO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES, REALIZADA EM 27 DE OUTUBRO DE 2009, ÀS 18h30, VIA TELECONFERÊNCIA. PARTICIPANTES: Geraldo Soares, Ricardo

Leia mais

XII CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE AUDITORIA INTERNA E AVALIAÇÃO DE RISCOS - CLAIN SÃO PAULO 12 E 13 DE MAIO/08

XII CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE AUDITORIA INTERNA E AVALIAÇÃO DE RISCOS - CLAIN SÃO PAULO 12 E 13 DE MAIO/08 XII CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE AUDITORIA INTERNA E AVALIAÇÃO DE RISCOS - CLAIN SÃO PAULO 12 E 13 DE MAIO/08 XII CONGRESO LATINOAMERICANO DE AUDITORÍA INTERNA Y EVALUACIÓN DE RIESGOS CLAIN SAN PABLO

Leia mais

Pedro Malan. Entrevista. Pedro Malan

Pedro Malan. Entrevista. Pedro Malan O IASB é o board (comissão) que emite as IFRSs (Normas Internacionais de Contabilidade, para simplificar), e é um comitê puramente técnico. A entidade jurídica que o abarca é a Fundação IFRS, que é a responsável

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO. Em atendimento à U.S. Securities and Exchange Commission SEC, o Comitê. na Sarbanes-Oxley Act.

1. APRESENTAÇÃO. Em atendimento à U.S. Securities and Exchange Commission SEC, o Comitê. na Sarbanes-Oxley Act. Aos Conselheiros de Administração Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo 1. APRESENTAÇÃO O Comitê de Auditoria (Comitê) da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo Sabesp é

Leia mais

A Contabilidade e o Profissional Contábil nas Pequenas e Médias Empresas

A Contabilidade e o Profissional Contábil nas Pequenas e Médias Empresas A Contabilidade e o Profissional Contábil nas Pequenas e Médias Empresas Irineu De Mula Março/2011 Primeira Fase do Processo de Convergência (Lei 11.638 e 11.941/08) Direito Positivo Brasileiro Alteram

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.321/11

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.321/11 NOTA - A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração deste Comunicado de CT 08 para CTA 03; e de outras normas citadas: de NBC T 19.10 para NBC TG 01; de NBC T 3.8 para NBC TG 03; de NBC T

Leia mais

O Comitê de Pronunciamentos - CPC. Irineu De Mula Diretor da Fundação Brasileira de Contabilidade - FBC

O Comitê de Pronunciamentos - CPC. Irineu De Mula Diretor da Fundação Brasileira de Contabilidade - FBC O Comitê de Pronunciamentos - CPC Irineu De Mula Diretor da Fundação Brasileira de - FBC Objetivo: O estudo, o preparo e a emissão de Pronunciamentos Técnicos sobre procedimentos de e a divulgação de informações

Leia mais

UNIP Ciências Contábeis. Contabilidade Internacional e Teoria da Contabilidade Prof. MS Celso Marini E-mail: prof.marini@acharyabrasil.com.

UNIP Ciências Contábeis. Contabilidade Internacional e Teoria da Contabilidade Prof. MS Celso Marini E-mail: prof.marini@acharyabrasil.com. UNIP Ciências Contábeis Contabilidade Internacional e Teoria da Contabilidade Prof. MS Celso Marini E-mail: prof.marini@acharyabrasil.com.br AMERICAN INSTITUTE OF CERTIFIED PUBLIC ACCOUNTANTS (AICPA) 1939/1959

Leia mais

XXVII Seminario do CILEA Aplicación de las NIIF para las pymes en América Latina e Caribe y sua incidencia em el desarrollo económico

XXVII Seminario do CILEA Aplicación de las NIIF para las pymes en América Latina e Caribe y sua incidencia em el desarrollo económico XXVII Seminario do CILEA Aplicación de las NIIF para las pymes en América Latina e Caribe y sua incidencia em el desarrollo económico 2 Breve histórico 3 Ambiente regulatório brasileiro: Marcos legal e

Leia mais

Abertas inscrições para o MBA em IFRS da FIPECAFI

Abertas inscrições para o MBA em IFRS da FIPECAFI Abertas inscrições para o MBA em IFRS da FIPECAFI A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) está com as inscrições abertas para a primeira turma do MBA em IFRS (Normas

Leia mais

Cidade: Curitiba/Paraná Local do Evento: Auditório do Setor de CCSA da UFPR Data: 15 e 16 de outubro de 2010

Cidade: Curitiba/Paraná Local do Evento: Auditório do Setor de CCSA da UFPR Data: 15 e 16 de outubro de 2010 Cidade: Curitiba/Paraná Local do Evento: Auditório do Setor de CCSA da UFPR Data: 15 e 16 de outubro de 2010 PRESIDENTE DE HONRA: Prof. Sérgio de Iudícibus COORDENAÇÃO NACIONAL: Profa. Marcleide Pederneiras

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Praia Grande Código: 153 Município: Praia Grande Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação Profissional: Técnico em Contabilidade Qualificação:

Leia mais

ÓRGÃOS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE

ÓRGÃOS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE ÓRGÃOS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE 1. Introdução Nos dias atuais, várias entidades trabalham internacionalmente no desenvolvimento e uniformização de normas e procedimentos para a área contábil internacional,

Leia mais

Simpósio IFRS. Basead. do Em. Centro de

Simpósio IFRS. Basead. do Em. Centro de Symposium Documentation Documentos da Simpósio IFRS Teaching Symposium Simpósio Sobre O Ensino De Contabilidade Basead do Em IFRS 25 de Outubro de 2011 Centro de Convençõess Sul América - Rioo de Janeiro

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.328/11. Dispõe sobre a Estrutura das Normas Brasileiras de Contabilidade.

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.328/11. Dispõe sobre a Estrutura das Normas Brasileiras de Contabilidade. RESOLUÇÃO CFC N.º 1.328/11 Dispõe sobre a Estrutura das Normas Brasileiras de Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, e com fundamento

Leia mais

Conferência Integração Energética Regional: desafios geopolíticos e climáticos Brasília, Brasil 01 e 02 de Junho 2015

Conferência Integração Energética Regional: desafios geopolíticos e climáticos Brasília, Brasil 01 e 02 de Junho 2015 P R O G R A M A Conferência Integração Energética Regional: desafios geopolíticos e climáticos Brasília, Brasil 01 e 02 de Junho 2015 Conferencia Integración Energética Regional: desafíos geopolíticos

Leia mais

BREVÍSSIMA HISTÓRIA DA CONTABILIDADE INTERNACIONAL

BREVÍSSIMA HISTÓRIA DA CONTABILIDADE INTERNACIONAL 1. Introdução CONTABILIDADE INTERNACIONAL BREVÍSSIMA HISTÓRIA DA CONTABILIDADE INTERNACIONAL Até recentemente (cerca de 50 anos atrás, o que é relativamente diminuto em termos da história econômica mundial),

Leia mais

IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil

IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil Ano X - Nº 77 - Julho/Agosto de 2014 IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil Profissionais da Contabilidade deverão assinar prestações de contas das eleições Ampliação do Simples Nacional

Leia mais

Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro

Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro Marcio Marcelo de Oliveira Clubes de futebol com boa governança possuem melhor desempenho? Evidências do mercado brasileiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - Encalso Participações em Concessões S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - Encalso Participações em Concessões S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Quando utilizar o CPC para Pequenas e Médias

Quando utilizar o CPC para Pequenas e Médias 1 de 5 28/07/2010 09:05 Brasil Quando utilizar o CPC para Pequenas e Médias Empresas PMEs O que é e qual o objetivo da norma para PMEs Em julho de 2009 o International Accounting Standard Board IASB emitiu

Leia mais

Credenciamento/entrega de material aos congressistas

Credenciamento/entrega de material aos congressistas 24 de agosto domingo 12h 19h 21h Credenciamento/entrega de material aos congressistas Sessão Solene de Abertura Coquetel de Boas-vindas 25 de agosto segunda-feira PAINEL Nº 1: Empreendedorismo no Setor

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.315/10

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.315/10 NOTA - A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração desta Norma de NBC T 19.40 para NBC TG 43 e de outras normas citadas: de NBC T 1 para NBC TG ESTRUTURA CONCEITUAL; de NBC T 19.18 para

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ Faculdade de Administração e Finanças - FAF Mestrado Acadêmico do Programa de Pós Graduação em

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ Faculdade de Administração e Finanças - FAF Mestrado Acadêmico do Programa de Pós Graduação em O que é EMeCC? O Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis da UERJ, visando proporcionar o intercâmbio entre as IES do Brasil e do exterior e ampliar sua efetiva contribuição ao desenvolvimento e

Leia mais

FORMAÇÃO PROFISSIONAL: RESPONSABILIDADE DO PROFESSOR FRENTE ÀS EXIGÊNCIAS DE MERCADO E AO EXAME DE SUFICIÊNCIA. Prof. Dr.

FORMAÇÃO PROFISSIONAL: RESPONSABILIDADE DO PROFESSOR FRENTE ÀS EXIGÊNCIAS DE MERCADO E AO EXAME DE SUFICIÊNCIA. Prof. Dr. FORMAÇÃO PROFISSIONAL: RESPONSABILIDADE DO PROFESSOR FRENTE ÀS EXIGÊNCIAS DE MERCADO E AO EXAME DE SUFICIÊNCIA Prof. Dr. Valmor Slomski A CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO CURSO DE CIÊNCIAS

Leia mais

Relatório de Atividades 2014/2015

Relatório de Atividades 2014/2015 Relatório de Atividades 2014/2015 02/04/2015 Relatório de Atividades 2014 Sumário 1. Institucional... 3 1.1 Sobre a FACPC... 3 1.2 Sobre o CPC Comitê de Pronunciamentos Contábeis... 3 1.3 Organograma e

Leia mais

Convergência as Normas Internacionais de Contabilidade. Maio/15

Convergência as Normas Internacionais de Contabilidade. Maio/15 Convergência as Normas Internacionais de Contabilidade Maio/15 Fundações de apoio à FEA-USP Universidades Educação, Pesquisa e Extensão Economia Administração IPSAS: ponto de partida nas IFRS A utopia

Leia mais

MESTRADO EM GESTÃO / (MBA)

MESTRADO EM GESTÃO / (MBA) MESTRADO EM GESTÃO / (MBA) (2007/2008) DISCIPLINA: CONTABILIDADE FINANCEIRA FINANCIAL ACCOUNTING Docente: Professor Auxiliar Convidado do ISEG/UTL jlacunha@iseg.utl.pt Objectivos da disciplina: Compreender

Leia mais

IAASB propõe nova Norma sobre a utilização do trabalho dos auditores internos

IAASB propõe nova Norma sobre a utilização do trabalho dos auditores internos Auditoria IAASB propõe nova Norma sobre a utilização do trabalho dos auditores internos Reconhecendo a evolução do ambiente de auditoria interna e a evolução da relação entre os auditores internos e externos,

Leia mais

A DISCIPLINA CONTABILIDADE INTERNACIONAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS. Prof. Dr. Jorge Katsumi Niyama Março - 2009

A DISCIPLINA CONTABILIDADE INTERNACIONAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS. Prof. Dr. Jorge Katsumi Niyama Março - 2009 A DISCIPLINA CONTABILIDADE INTERNACIONAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS: UMA ANÁLISE DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA Prof. Dr. Jorge Katsumi Niyama Março - 2009 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Leia mais

Programação Detalhada

Programação Detalhada CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO NORTE INSTITUTO SOCIAL IRIS VIII ENCONTRO NORTERIOGRANDENSE DE CIÊNCIAS

Leia mais

DELIBERAÇÃO CVM Nº 610, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009

DELIBERAÇÃO CVM Nº 610, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2009 Aprova o Pronunciamento Técnico CPC 43 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que trata da adoção inicial dos pronunciamentos técnicos CPC 15 a 40. A PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM

Leia mais

PROGRAMAÇÃO. Dia 22 de Setembro manhã. Sala 01 09:00h às 09:45h Trabalho Aprovado / Autor(es) 09:45h às 10:30h. Sala 04 09:00h às 09:45h

PROGRAMAÇÃO. Dia 22 de Setembro manhã. Sala 01 09:00h às 09:45h Trabalho Aprovado / Autor(es) 09:45h às 10:30h. Sala 04 09:00h às 09:45h PROGRAMAÇÃO Dia 22 de Setembro manhã 07:30h às 08:30h CREDENCIAMENTO 08:30h às 09:00h SOLENIDADE DE ABERTURA - Local: Auditório principal e transmissão simultânea para as 4 salas Composição da mesa Palavra

Leia mais

CONTABILIDADE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS: UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS ADOTADAS PELOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS

CONTABILIDADE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS: UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS ADOTADAS PELOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS CONTABILIDADE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS: UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS ADOTADAS PELOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS Resumo Para regulamentar a contabilidade das pequenas e médias empresas o Conselho Federal

Leia mais

Dia do Contabilista: Encontro de Especialidades A Atuação da Auditoria Independente no Âmbito das IFRS

Dia do Contabilista: Encontro de Especialidades A Atuação da Auditoria Independente no Âmbito das IFRS Dia do Contabilista: Encontro de Especialidades A Atuação da Auditoria Independente no Âmbito das IFRS Alexandre Dias Fernandes 18 de maio de 2012 Introdução das IFRS no Brasil Órgãos Reguladores Contabilidade

Leia mais

Instituto Hernandez de Desenvolvimento Profissional

Instituto Hernandez de Desenvolvimento Profissional AS IFRS COMO FATOR IMPULSIONADOR DA ECONOMIA E DA PROFISSÃO CONTÁBIL NO BRASIL JOSÉ HERNANDEZ PEREZ JUNIOR José Hernandez Perez Junior 1 PALESTRANTE JOSÉ HERNANDEZ PEREZ JUNIOR PhD Doctor of Philosophy

Leia mais

Além disso, o contrato é visto como um compromisso firme de compra e venda, e não apenas como uma reserva de imóvel.

Além disso, o contrato é visto como um compromisso firme de compra e venda, e não apenas como uma reserva de imóvel. Data: quarta-feira, 05 de maio de 2010 Site: CTE Fonte: Valor Online Alterações ainda podem ser evitadas O Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) se reúne hoje, em São Paulo, com membros do Conselho

Leia mais

Programa de Mestrado em Ciências Contábeis

Programa de Mestrado em Ciências Contábeis A filosofia do Programa de Mestrado Profissional da Fucape Business Schol é voltada expressamente às necessidades de mercados específicos e sua prioridade reside na formação profissional dos alunos, sem

Leia mais

NCIA O NOVO PROFISSIONAL CONTÁBIL

NCIA O NOVO PROFISSIONAL CONTÁBIL 12ª SEMANA DE CONTABILIDADE DO BANCO CENTRAL PAINEL 6: O PROCESSO DE CONVERGÊNCIA NCIA O NOVO PROFISSIONAL CONTÁBIL PROF. DR. JORGE KATSUMI NIYAMA, UnB Maio/2007 O QUE É CONTABILIDADE INTERNACIONAL? 1.

Leia mais

As IFRSs nos Currículos de Ciências Contábeis

As IFRSs nos Currículos de Ciências Contábeis As IFRSs nos Currículos de Ciências Contábeis Prof. Dr. Fábio Moraes da Costa Professor Associado da FUCAPE Business School Grupo Consultivo do International Accounting Education Standards Board (IAESB)

Leia mais

Material de apoio. Aula 05 Normas brasileiras de contabilidade Normas técnicas de auditoria independente

Material de apoio. Aula 05 Normas brasileiras de contabilidade Normas técnicas de auditoria independente Material de apoio Aula 05 Normas brasileiras de contabilidade Normas técnicas de auditoria independente Normas de auditoria que entraram em vigor no Brasil, em 2010 O CFC emitiu novas normas de auditoria

Leia mais

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL REPORTING

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL REPORTING Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL REPORTING Belo Horizonte 2012 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins CONTABILIDADE INTERNACIONAL FINANCIAL

Leia mais

Criatividade e identificação de oportunidades

Criatividade e identificação de oportunidades Criatividade e identificação de oportunidades Como identificar oportunidades de negócios Inscrições até 17 de Julho Criatividade e identificação de oportunidades À distância, ao vivo De $380 a $540 8h

Leia mais

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE COMUNICADOS DE AUDITORIA INDEPENDENTE CTAs 01 a 16

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE COMUNICADOS DE AUDITORIA INDEPENDENTE CTAs 01 a 16 NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE CTAs 01 a 16 PUBLICAÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE SAS Quadra 5 Bloco J - Ed. CFC Fone: (61) 3314 9600 / Fax: (61) 3322 2033 CEP: 70070-920 Brasília DF Site:

Leia mais

História do Ibracon 1957: ICPB

História do Ibracon 1957: ICPB História do Ibracon ORIGEM: 1957: ICPB - Instituto dos Contadores Públicos do Brasil 1968: Criação do Instituto Brasileiro de Auditores Independentes (IBAI) DENOMINAÇÃO: 1971: Fundação do Instituto dos

Leia mais

Ano XIII - nº 198 - Edição de 24 de Agosto de 2012

Ano XIII - nº 198 - Edição de 24 de Agosto de 2012 Ano XIII - nº 198 - Edição de 24 de Agosto de 2012 IBRI promove Happy Hour em São Paulo no dia 28/08/2012 O IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores) promove, no dia 28 de agosto de 2012,

Leia mais

Demonstrações Financeiras IFRS

Demonstrações Financeiras IFRS Demonstrações Financeiras IFRS Prof. Dr. Fábio Moraes da Costa Professor Associado da FUCAPE Business School Grupo Consultivo do International Accounting Education Standards Board (IAESB) Membro da delegação

Leia mais

JOSÉ APARECIDO MAION jmaion@maioncia.com.br. IRINEU DE MULA idemula@amcham.com.br. DELIBERAÇÃO CVM N o 539, DE 14/03/2008

JOSÉ APARECIDO MAION jmaion@maioncia.com.br. IRINEU DE MULA idemula@amcham.com.br. DELIBERAÇÃO CVM N o 539, DE 14/03/2008 DELIBERAÇÃO CVM N o 539, DE 14/03/2008 Aprova o Pronunciamento Conceitual Básico do CPC que dispõe sobre a Estrutura Conceitual para a Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis. JOSÉ APARECIDO

Leia mais

14 th Americas School of Mines

14 th Americas School of Mines GAAP no Brasil (CPC) Leandro Ardito Agenda Práticas contábeis adotadas no Brasil: visão geral e convergência com IFRS Norma internacional (IFRS 6) Políticas contábeis aplicadas pela indústria de mineração

Leia mais

VAGAS PARA GRADUADOS

VAGAS PARA GRADUADOS VAGAS PARA GRADUADOS ESTARÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA GRADUADOS NOS DIAS 11 e 12/01/2011 CURSO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS PERÍODO DIURNO - 11 vagas E CIÊNCIAS ATUARIAIS, PERIODO NOTURNO 4 vagas PARA INSCRIÇÃO

Leia mais

Disciplina Auditoria Concurso para auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil 2014

Disciplina Auditoria Concurso para auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil 2014 Disciplina Auditoria Concurso para auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil 2014 Estimados amigos concurseiros! É sabido que foi publicado o Edital ESAF nº 18, de 07 de março de 2014, do concurso para

Leia mais

RAFAEL DOURADO GIARETTON RESUMO

RAFAEL DOURADO GIARETTON RESUMO CONTABILIDADE INTERNACIONAL: Utilização e adequação das Normas Internacionais de Contabilidade no dia a dia dos escritórios contábeis no município de Barreiras-BA. RAFAEL DOURADO GIARETTON RESUMO O objetivo

Leia mais

CAIO EDUARDO SILVA MULATINHO Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)

CAIO EDUARDO SILVA MULATINHO Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) Adoção Inicial das Normas de Contabilidade Convergidas aos Padrões Internacionais: desafios das empresas públicas e sociedades de economia mista dependentes do Tesouro CAIO EDUARDO SILVA MULATINHO Fundação

Leia mais

Programação. 10:30h às 11:00h REDE DE RELACIONAMENTOS (Coffee break)

Programação. 10:30h às 11:00h REDE DE RELACIONAMENTOS (Coffee break) Programação Dia 22 de Setembro - manhã 07:30h às 08:30h CREDENCIAMENTO 08:30h às 09:00h SOLENIDADE DE ABERTURA Composição da mesa Palavra do Presidente CRC/RN Contador Everildo Bento da Silva Palavra do

Leia mais

A CONTABILIDADE EM PORTUGAL E O 2005

A CONTABILIDADE EM PORTUGAL E O 2005 A CONTABILIDADE EM PORTUGAL E O 2005 Luís Lima Santos 1 até 1974 cinco * tentativas de normalização 1975 trabalho normalização contabilística 1.ª fase 1977 DL 47/77, aprova o 1977 (cria a CNC) 1980 Portaria

Leia mais

O Processo de Convergência das Normas Brasileiras de Contabilidade e Auditoria às Normas Internacionais VERÔNICA SOUTO MAIOR

O Processo de Convergência das Normas Brasileiras de Contabilidade e Auditoria às Normas Internacionais VERÔNICA SOUTO MAIOR O Processo de Convergência das Normas Brasileiras e Auditoria às Normas Internacionais VERÔNICA SOUTO MAIOR Professora do DCCA/UFPE, Conselheira do CFC, Coordenadora do Comitê Gestor da Convergência no

Leia mais

Unidade: As principais normas contábeis brasileiras (BRGAAP), americanas (USGAAP) e européias (IFRSGAAP) Revisor Textual: Profa. Esp.

Unidade: As principais normas contábeis brasileiras (BRGAAP), americanas (USGAAP) e européias (IFRSGAAP) Revisor Textual: Profa. Esp. Unidade: As principais normas contábeis brasileiras (BRGAAP), americanas (USGAAP) e européias (IFRSGAAP) Revisor Textual: Profa. Esp.Márcia Ota As NORMAS Internacionais de (International Accounting Standard

Leia mais

school for unique students!

school for unique students! Table of contents mononon A Escola Internacional de Alphaville é fruto do sonho de Conozca la Escuela Internacional uma família de educadores com mais de 50 anos de de Alphaville, una escuela únic a! experiência.

Leia mais

FIPECAFI e IBRACON oferecem curso elearning Novas Normas de Auditoria I

FIPECAFI e IBRACON oferecem curso elearning Novas Normas de Auditoria I FIPECAFI e IBRACON oferecem curso elearning Novas Normas de Auditoria I A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) em parceria com o IBRACON (Instituto dos Auditores

Leia mais

Normas Internacionales de Contabilidad Financiera y su impacto en la naturaleza democrática de las cooperativas. Palestrante Edimir Oliveira Santos

Normas Internacionales de Contabilidad Financiera y su impacto en la naturaleza democrática de las cooperativas. Palestrante Edimir Oliveira Santos Normas Internacionales de Contabilidad Financiera y su impacto en la naturaleza democrática de las cooperativas Palestrante Edimir Oliveira Santos Agenda da Apresentação 1. Importância dos Padrões Internacionais

Leia mais

A CONVERGÊNCIA DOS PADRÕES DE CONTABILIDADE APLICADOS NO BRASIL ÀS INTERNATIONAL FINANCIAL ACCOUNTING STANDARDS (IFRS)

A CONVERGÊNCIA DOS PADRÕES DE CONTABILIDADE APLICADOS NO BRASIL ÀS INTERNATIONAL FINANCIAL ACCOUNTING STANDARDS (IFRS) A CONVERGÊNCIA DOS PADRÕES DE CONTABILIDADE APLICADOS NO BRASIL ÀS INTERNATIONAL FINANCIAL ACCOUNTING STANDARDS (IFRS) PROF. Ms. EDUARDO RAMOS Mestre em Ciências Contábeis FAF/UERJ OBJETIVO Apresentar

Leia mais

Palestra Perpétua: Entendimento Conceitual sobre Prudência e Conservadorismo para o Bem da Comunicação Contábil das Empresas

Palestra Perpétua: Entendimento Conceitual sobre Prudência e Conservadorismo para o Bem da Comunicação Contábil das Empresas Palestra Perpétua: Entendimento Conceitual sobre Prudência e Conservadorismo para o Bem da Comunicação Contábil das Empresas Moderador: Nelson Carvalho USP Debatedores: Natan Szuster UFRJ e UERJ Ricardo

Leia mais

A CONVERGÊNCIA CONTÁBIL AOS PADRÕES INTERNACIONAIS: Diferenças entre IFRS PMEs e CPC PME

A CONVERGÊNCIA CONTÁBIL AOS PADRÕES INTERNACIONAIS: Diferenças entre IFRS PMEs e CPC PME A CONVERGÊNCIA CONTÁBIL AOS PADRÕES INTERNACIONAIS: Diferenças entre IFRS PMEs e CPC PME Eder Eugenio Munhão 1 Ariel Lopes Torres² Adervaldo Chaves Ribeiro³ Alex Sabino dos Santos 4 RESUMO O International

Leia mais

CURSO EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EM RECURSOS HUMANOS UFRJ

CURSO EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EM RECURSOS HUMANOS UFRJ CURSO EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EM RECURSOS HUMANOS UFRJ APRESENTAÇÃO A UFRJ traz para BH, através da Mérito Escola de Negócios, o curso de extensão universitária nível pós graduação em Recursos Humanos.

Leia mais

Faz saber que foi aprovada em seu Plenário a seguinte Norma Brasileira de Contabilidade (NBC), que tem por base o CT 04/2010 (R2) do Ibracon:

Faz saber que foi aprovada em seu Plenário a seguinte Norma Brasileira de Contabilidade (NBC), que tem por base o CT 04/2010 (R2) do Ibracon: Norma Brasileira de Contabilidade CFC/CTA Nº 2 DE 27/02/2015 Publicado no DO em 9 mar 2015 Dá nova redação ao CTA 02 que trata da emissão do relatório do auditor independente sobre demonstrações contábeis

Leia mais

8PSUREOHPDGHSDGURQL]DomR

8PSUREOHPDGHSDGURQL]DomR 25*$1,6026(1250$6,17(51$&,21$,6'(&217$%,/,'$'( 8PSUREOHPDGHSDGURQL]DomR INTRODUÇÃO Com o crescente avanço tecnológico, facilidades de comunicação, rapidez no processamento de informações e mobilidade internacional

Leia mais

CURSO DE PÓS-MBA. Convergência de Normas Contábeis Brasileiras para as Normas Internacionais de Contabilidade Lei 11638/07 e Lei 11941/09, CPC e IASB

CURSO DE PÓS-MBA. Convergência de Normas Contábeis Brasileiras para as Normas Internacionais de Contabilidade Lei 11638/07 e Lei 11941/09, CPC e IASB REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA CURSO DE PÓS-MBA Convergência de Normas Contábeis Brasileiras para as Normas Internacionais de Contabilidade Lei 11638/07 e Lei 11941/09, CPC e IASB Coordenação Acadêmica:

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.322/11

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.322/11 A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração deste Comunicado de CT 09 para CTA 04 e de outras normas citadas: de NBC T 19.16 para NBC TG 11; de NBC T 19.27 para NBC TG 26; e de CT 07 para

Leia mais

FIPECAFI completa 35 anos de pioneirismo na construção da história Contábil, Atuarial e Financeira do Brasil

FIPECAFI completa 35 anos de pioneirismo na construção da história Contábil, Atuarial e Financeira do Brasil FIPECAFI completa 35 anos de pioneirismo na construção da história Contábil, Atuarial e Financeira do Brasil A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) foi fundada

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DE CONTABILIDADE NO BRASIL A PARTIR DA ADOÇÃO DOS PADRÕES INTERNACIONAIS

CONFIGURAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DE CONTABILIDADE NO BRASIL A PARTIR DA ADOÇÃO DOS PADRÕES INTERNACIONAIS CONFIGURAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DE CONTABILIDADE NO BRASIL A PARTIR DA ADOÇÃO DOS PADRÕES INTERNACIONAIS Resumo: O objetivo deste estudo é verificar a evolução que ocorreu em termos de estruturas conceituais

Leia mais

BETAPART PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E DE 2013. Página 1 de 16

BETAPART PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E DE 2013. Página 1 de 16 BETAPART PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E DE 2013 Página 1 de 16 BETAPART PARTICIPAÇÕES S.A. Demonstrações Contábeis Em 31 de Dezembro de 2014 e de 2013 Conteúdo Relatório

Leia mais

3 - A GESTÃO CONTÁBIL NA ESTRATÉGIA INTERNACIONAL DA EMPRESA

3 - A GESTÃO CONTÁBIL NA ESTRATÉGIA INTERNACIONAL DA EMPRESA 3 - A GESTÃO CONTÁBIL NA ESTRATÉGIA INTERNACIONAL DA EMPRESA * CAMPANHOL, Edna Maria - campanholi@zipmail.com.br ** SMITH, Marinês Santana Justo Resumo: Em face da atual conjuntura de abertura dos mercados

Leia mais

Copyright 2003 - Todos os Direitos Reservados a Prof. Arievaldo Alves de Lima CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES SOBRE O FLUXO DE CAIXA

Copyright 2003 - Todos os Direitos Reservados a Prof. Arievaldo Alves de Lima CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES SOBRE O FLUXO DE CAIXA ANÁLISE DE BALANÇOS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES SOBRE O FLUXO DE CAIXA O fluxo de caixa constitui-se no instrumento prático, por excelência, do administrador financeiro, e pode ser comparado a outras denominações

Leia mais

Harmonização contábil internacional. Autor: Ader Fernando Alves de Pádua

Harmonização contábil internacional. Autor: Ader Fernando Alves de Pádua Harmonização contábil internacional Autor: Ader Fernando Alves de Pádua RESUMO O presente artigo tem por objetivo abordar o conceito e os aspectos formais e legais das Normas Brasileiras de Contabilidade

Leia mais

FREDERICO JOSÉ STRAUBE

FREDERICO JOSÉ STRAUBE FREDERICO JOSÉ STRAUBE R. Xavier de Toledo, 316, 5º andar São Paulo - SP - Brasil Tel.: 55 11 3255-8744 straube@straube.com.br Advogado e Árbitro. Foi Presidente do CAM-CCBC (Centro de Arbitragem e Mediação

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI

Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), que dá apoio ao Departamento de Contabilidade

Leia mais

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SNC Nº 03/2014 ICPC 19 TRIBUTOS. Prazo: 15 de setembro de 2014

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SNC Nº 03/2014 ICPC 19 TRIBUTOS. Prazo: 15 de setembro de 2014 EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SNC Nº 03/2014 ICPC 19 TRIBUTOS Prazo: 15 de setembro de 2014 O Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Conselho Federal de Contabilidade

Leia mais

Fundada em 1º de Agosto de 1974 por professores do EAC, como órgão de apoio institucional do Departamento de Contabilidade e Atuária da FEA/USP

Fundada em 1º de Agosto de 1974 por professores do EAC, como órgão de apoio institucional do Departamento de Contabilidade e Atuária da FEA/USP Bem-vindos! Histórico Fundada em 1º de Agosto de 1974 por professores do EAC, como órgão de apoio institucional do Departamento de Contabilidade e Atuária da FEA/USP Executou inúmeros projetos para a CVM

Leia mais

Relatório de Atividades 2015

Relatório de Atividades 2015 Relatório de Atividades 2015 10/03/2016 Relatório de Atividades 2015 Sumário 1. Institucional... 3 1.1 Sobre a FACPC... 3 1.2 Sobre o CPC Comitê de Pronunciamentos Contábeis... 3 1.3 Organograma e Composição

Leia mais

Análise interna do estado organizacional do Colégio de Contadores. Validação do CCCh. como organismo regulador da profissão.

Análise interna do estado organizacional do Colégio de Contadores. Validação do CCCh. como organismo regulador da profissão. 1 Aspectos gerais do Processo no Chile. Análise interna do estado organizacional do Contadores. Estudo Crítico interno e externo. Plano Estratégico Global para o Colégio. Validação do CCCh. como organismo

Leia mais

Comunicados Técnicos. 30 de agosto de 2013. Idésio S. Coelho - Diretor Técnico DIRETORIA NACIONAL

Comunicados Técnicos. 30 de agosto de 2013. Idésio S. Coelho - Diretor Técnico DIRETORIA NACIONAL Comunicados Técnicos 30 de agosto de 2013 Idésio S. Coelho - Diretor Técnico DIRETORIA NACIONAL Agenda Comitês Técnicos do IBRACON CNNT Comissão Nacional de Normas Técnicas CNA Comitê de Normas de Auditoria

Leia mais

RESUMO. Abstract. PALAVRAS CHAVE: Contabilidade, Contador KEY WORDS: Accounting, Accountant INTRODUÇÃO

RESUMO. Abstract. PALAVRAS CHAVE: Contabilidade, Contador KEY WORDS: Accounting, Accountant INTRODUÇÃO RESUMO O presente texto tem o intuito de auxiliar o bacharel de contabilidade na escolha da profissão e principalmente apresentar algumas opções e a importância dos vários seguimentos da carreira de contador.

Leia mais

IBRACON NELSON GOUVEIA

IBRACON NELSON GOUVEIA IBRACON NELSON GOUVEIA 2 Assuntos Abordados U O que são Normas de Contabilidade U Os organismos que estudam os PFC no Brasil U A força da legislação sobre a contabilidade U Estrutura Conceitual Básica

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS FACPC. Relatório dos auditores independentes

FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS FACPC. Relatório dos auditores independentes FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS FACPC Relatório dos auditores independentes Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2015 e 2014 FPRJ/ORN/TMS 0753/16 FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ

Leia mais

AUDITORIA. (Ano Lectivo de 2008/2009)

AUDITORIA. (Ano Lectivo de 2008/2009) AUDITORIA (Ano Lectivo de 2008/2009) Licenciatura: Gestão Tipo: Escolha livre Horas/semana: 3,0 h/s (2TPx1,5) Semestres: 1º e 2º semestre Responsável: Prof. Dr. José Luís Areal Alves da Cunha Equipa Docente:

Leia mais

Prof. Egberto L. Teles. Prof. Egberto L. Teles 1

Prof. Egberto L. Teles. Prof. Egberto L. Teles 1 Prof. Egberto L. Teles Prof. Egberto L. Teles 1 Economia Finanças Interação de Conceitos Contabilidade Prof. Egberto L. Teles 2 Segundo Agüero (1996:25): O conceito de valor é bastante discutível e dificilmente

Leia mais

Modelos Puros de Normatização (Passado(

Modelos Puros de Normatização (Passado( 1 * Modelos Puros de Normatização (Passado( Passado) ) Países de Code Law Governo Legislativo ou Executivo ou Ambos Exemplos: Alemanha Itália Espanha França Japão Brasil etc. 2 Modelos Puros de Normatização

Leia mais

SEMANA EMPRESARIAL FGV Projetos em Saúde

SEMANA EMPRESARIAL FGV Projetos em Saúde FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS Criada há 60 anos com o objetivo de ser uma instituição voltada ao desenvolvimento intelectual do País, a Fundação Getulio Vargas é composta por escolas e importantes centros de

Leia mais

V International Symposium of New Abilities in Cardiac Surgery

V International Symposium of New Abilities in Cardiac Surgery V International Symposium of New Abilities in Cardiac Surgery Hotel Sofitel- Ibirapuera 02 e 03 de dezembro de 2011 Chairman President José Honório Palma da Fonseca Organizing Commitee: Roberto Catani,

Leia mais

Auditoria de Sistemas FATEC 2011

Auditoria de Sistemas FATEC 2011 Auditoria de Sistemas FATEC 2011 Histórico 3.000 a.c. - Antropologistas encontraram registros de atividades de auditoria de origem babilônica ~2.000 a.c - No antigo Egito havia a necessidade de se ratificar

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas Agência Nacional de Telecomunicações. Disponível em: . ANKARATH, N. et al. Understanting IFRS Fundamentals: International Financial Reporting Standards.

Leia mais

Estudo Sobre o Ensino de Contabilidade Internacional nas Instituições de Ensino Superior do Estado de São Paulo

Estudo Sobre o Ensino de Contabilidade Internacional nas Instituições de Ensino Superior do Estado de São Paulo Estudo Sobre o Ensino de Contabilidade Internacional nas Instituições de Ensino Superior do Estado de São Paulo Autoria: Adriana Cristina da Silva, Jhonny Willian Correa de Souza Essa pesquisa buscou identificar

Leia mais

Programação Julho 2013

Programação Julho 2013 Programação Julho 2013 Processo Administrativo Fiscal Auditoria e Técnicas de Fiscalização em Estabelecimentos Desconsideração da Personalidade Jurídica Apresentação Escola do Servidor Público do Acre

Leia mais

Prof. Dr. L. Nelson Carvalho

Prof. Dr. L. Nelson Carvalho Universidade de São Paulo Mestrado em Controladoria e Contabilidade DISCUSSÃO SUPLEMENTAR SOBRE PRINCÍPIOS CONTÁBEIS E FRONTEIRAS COM ECONOMIA, FINANÇAS E SOCIOLOGIA Prof. Dr. L. Nelson Carvalho Orientador

Leia mais