MESTRADO EM GESTÃO / (MBA)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MESTRADO EM GESTÃO / (MBA)"

Transcrição

1 MESTRADO EM GESTÃO / (MBA) (2007/2008) DISCIPLINA: CONTABILIDADE FINANCEIRA FINANCIAL ACCOUNTING Docente: Professor Auxiliar Convidado do ISEG/UTL Objectivos da disciplina: Compreender a importância da informação financeira para os mercados de capitais e o papel da contabilidade na sua produção, explorando os conceitos contabilísticos fundamentais. Apresentar as Normas internacionais de Relato Financeiro do IASB (IFRSs) e os princípios contabilísticos geralmente aceites nos EUA (USGAAP), comparando-os, numa perspectiva crítica, com os princípios actualmente observados em Portugal e com os que proximamente entrarão em vigor no nosso país (Sistema de Normalização Contabilística SNC). Dar a conhecer os mais recentes desenvolvimentos em matéria de relato financeiro: consolidação de contas, justo valor vs. custo histórico, imparidade, instrumentos financeiros, impostos diferidos. Entender o papel dos auditores na credibilização das demonstrações financeiras e o alcance e limitações das suas opiniões

2 Linhas Programáticas: 1. Os mercados de capitais, a informação financeira e a contabilidade 1.1. A importância da informação financeira para os mercados e investidores 1.2. Fraudes e falências no século XXI: procurando as causas e enfrentando os desafios 1.3. Os diferentes referenciais contabilísticos no mundo: como se chegou à actual situação e estaremos a solucioná-la? 2. Fundamentos da contabilidade 2.1. Activos, passivos, gastos e rendimentos; capital próprio 2.2. A equação fundamental da contabilidade 2.3. Elaboração das demonstrações financeiras 3. Os principais referenciais contabilísticos globais (IFRSs e USGAAP) e os princípios contabilísticos portugueses (o normativo actualmente observado e o que proximamente entrará em vigor - Sistema de Normalização Contabilística (SNC)): estudo comparativo 3.1. A Estrutura Conceptual para a Preparação das Demonstrações Financeiras do IASB 3.2. Os USGAAP: o novo papel do PCAOB e o FASB 3.3. Os princípios contabilísticos geralmente aceites em Portugal (o normativo actualmente em vigor e o SNC): estudo comparativo com as normas do IASB e os USGAAP 4. Novos desenvolvimentos contabilísticos: Consolidação de contas, justo valor vs. custo histórico, imparidade, instrumentos financeiros, impostos diferidos 4.1. Consolidação de contas: metodologia e aplicação prática 4.2. Apresentação de trabalho de grupo, seguida de discussão, sobre temas seleccionados relativos aos novos desenvolvimentos contabilísticos. 5. Auditoria O papel dos auditores na credibilização das demonstrações financeiras e o alcance e limitações das suas opiniões 5.1. O progresso no passado e a presente crise da auditoria: profissão independente ou indústria? 5.2. Como é feita uma auditoria: o método e o processo da auditoria 5.3. Compreender o relatório de auditoria MBA / Contabilidade Financeira Linhas programáticas 2008/2009 2

3 Bibliografia: Livro-base: Alexander, David; Nobes, Christopher Financial Accounting - An International Introduction, FT Prentice Hall, Third Edition, Harlow, England, Bibliografia para aprofundamento de temas do programa Anthony, Robert N. Rethinking the Rules of Financial Accounting, McGraw-Hill/2004 Borges, António; Rodrigues Azevedo; Rodrigues, Rogério: Elementos de Contabilidade Geral, 19ª Edição, Áreas Editora, Lisboa, 2002 Cunha, José Luís Alves da: Auditoria, texto de apoio ao MBA/ISEG, 2008 Cunha, José Luís Alves da: Consolidação de contas, texto de apoio ao MBA/ISEG, 2008 Cunha, José Luís Alves da: Mercados de capitais, informação financeira e contabilidade, texto de apoio ao MBA/ISEG, 2008 Cunha, José Luís Alves da: Os princípios contabilísticos geralmente aceites em Portugal (os actualmente em vigor e o SNC), a Estrutura Conceptual e as Normas Internacionais de Relato Financeiro do IASB e os USGAAP, texto de apoio ao MBA/ISEG, 2008 Doupnik, Timothy; Perera, Hector International Accounting, McGraw- Hill/Irwin, Epstein, Barry J; Jermakowicz, Eva K. Interpretation and Application of International Financial Reporting Standards IFRS John Wiley & Sons, Hoboken, U.S.A., Houk, Thomas P.: Why and How Audits Must Change, John Wiley & Sons, Hoboken, U.S.A., 2003 Horngren, Charles T; Sundem, Gary L.; Elliott, John A.; Philbrick, Donna R. Introduction to Financial Accounting, Ninth Edition, Pearson Education Inc., New Jersey, U. S. A., 2006 MBA / Contabilidade Financeira Linhas programáticas 2008/2009 3

4 Huefner, Ronald J; Largay III, James A.; Hamlen, Susan S.: Advanced Financial Accounting, Ninth Edition, Thomson Custom Publishing, Mason, Ohio, U.S.A., 2005 International Accounting Standards Board (IASB): Normas Internacionais de Relato Financeiro 2004, International Accounting Standards Committee Foundation, London, England, 2003 International Auditing and Assurance Standards Board (IAASB) 2008 Handbook of Internacional Auditing, Assurance and Ethics Pronouncements, International Federation of Accountants, New York, U.S.A., Mirza, Abbas Ali; Holt, Graham J.; Orrell, Magnus IFRS International Financial Reporting Standards Workbook and Guide - John Wiley & Sons, Hoboken, U.S.A., Moller, Robert R Sarbanes Oxley and the New Internal Auditing Rules, John Wiley & Sons, Hoboken, U.S.A., 2004 Rittenberg, Larry E.; Schwieger, Bradley J. Auditing Concepts for a Changing Environment Sixth Edition, South-Western, U.S.A., 2008 Rodrigues, João (2003): Adopção em Portugal das Normas Normas Internacionais de Relato Financeiro, Áreas Editores, Lisboa Regime de Avaliação da Aprendizagem: a) Prova escrita individual, com consulta e duração limitada a 2h 30m (65%). b) Trabalho e participação nas aulas (35%). Instruções para a realização do trabalho de grupo Constituição do grupo: 3 ou 4 elementos Tema a tratar( com base numa área das demonstrações financeiras a seleccionar pelo grupo e a estabelecer com o docente): o Área x : Principais diferenças entre as Normas Internacionais de Relato Financeiro e o normativo contabilístico português (actual e SNC) ou MBA / Contabilidade Financeira Linhas programáticas 2008/2009 4

5 o Área x Apresentação e divulgação segundo entre as Normas Internacionais de Relato Financeiro e o normativo contabilístico português (actual e SNC) Modo de apresentação: o grupo disporá de 15/20m em aula a definir e poderá recorrer aos meios que entender apropriados para o efeito. Todos os membros do grupo deverão intervir durante a apresentação. Esclarecimento de dúvidas: após a apresentação, o docente ou qualquer aluno poderá questionar os membros do grupo tendo em vista o esclarecimento de qualquer aspecto do tema abordado. As classificações serão divulgadas depois de todas as apresentações terem sido realizadas. MBA / Contabilidade Financeira Linhas programáticas 2008/2009 5

AUDITORIA. (Ano Lectivo de 2008/2009)

AUDITORIA. (Ano Lectivo de 2008/2009) AUDITORIA (Ano Lectivo de 2008/2009) Licenciatura: Gestão Tipo: Escolha livre Horas/semana: 3,0 h/s (2TPx1,5) Semestres: 1º e 2º semestre Responsável: Prof. Dr. José Luís Areal Alves da Cunha Equipa Docente:

Leia mais

A DISCIPLINA CONTABILIDADE INTERNACIONAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS. Prof. Dr. Jorge Katsumi Niyama Março - 2009

A DISCIPLINA CONTABILIDADE INTERNACIONAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS. Prof. Dr. Jorge Katsumi Niyama Março - 2009 A DISCIPLINA CONTABILIDADE INTERNACIONAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS: UMA ANÁLISE DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA Prof. Dr. Jorge Katsumi Niyama Março - 2009 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Leia mais

AUDITORIA. Licenciatura: Gestão Ano Lectivo de 2008/2009

AUDITORIA. Licenciatura: Gestão Ano Lectivo de 2008/2009 AUDITORIA Licenciatura: Gestão Ano Lectivo de 2008/2009 1. Introdução 1.1. A importância da informação financeira. 1.2. O auditor e a credibilização da informação financeira. 1.3. Conceito e definição

Leia mais

Auditoria e Fiscalização de Contas

Auditoria e Fiscalização de Contas Auditoria e Fiscalização de Contas Docente: António Samagaio Contactos: ISEG Departamento de Gestão Morada: Gabinete 314, Rua Miguel Lupi n.º 20, 1249 078 Lisboa Telefone directo: 21 392 59 99 Email: antonio.samagaio@iseg.utl.pt

Leia mais

IAASB propõe nova Norma sobre a utilização do trabalho dos auditores internos

IAASB propõe nova Norma sobre a utilização do trabalho dos auditores internos Auditoria IAASB propõe nova Norma sobre a utilização do trabalho dos auditores internos Reconhecendo a evolução do ambiente de auditoria interna e a evolução da relação entre os auditores internos e externos,

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS COMBINADAS

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS COMBINADAS 24 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS COMBINADAS Os mercados de capitais na Europa e no mundo exigem informações financeiras significativas, confiáveis, relevantes e comparáveis sobre os emitentes de valores mobiliários.

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE GESTÃO Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE GESTÃO Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE GESTÃO Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Recursos Humanos 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

Unidade Curricular de Contabilidade I 1º Ano 1º Semestre 5 ECTS Tempo Total de Trabalho do Aluno: 125 horas Horas de contacto: 60 h (15T+15T/P+30P)

Unidade Curricular de Contabilidade I 1º Ano 1º Semestre 5 ECTS Tempo Total de Trabalho do Aluno: 125 horas Horas de contacto: 60 h (15T+15T/P+30P) INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR Curso de Gestão das Organizações Desportivas Unidade Curricular de Contabilidade I 1º Ano 1º Semestre 5 ECTS Tempo Total de Trabalho

Leia mais

Introdução à Contabilidade 2014/2015. Financeira

Introdução à Contabilidade 2014/2015. Financeira Introdução à Contabilidade 2014/2015 Financeira 2 Sumário 1. O papel da contabilidade nas organizações. 2. A contabilidade externa vs a contabilidade interna. 3. Os diversos utilizadores da contabilidade.

Leia mais

A VOLTA À ESCOLA EUROPÉIA (SÉCULO XXI)!!!! SERÁ???? FASB OU IASB? QUEM VENCERÁ?

A VOLTA À ESCOLA EUROPÉIA (SÉCULO XXI)!!!! SERÁ???? FASB OU IASB? QUEM VENCERÁ? A VOLTA À ESCOLA EUROPÉIA (SÉCULO XXI)!!!! SERÁ???? FASB OU IASB? QUEM VENCERÁ? ORIGEM DE UMA NOVA ESCOLA Para fazer frente ao enorme poderio econômico norteamericano, após a 2ª Guerra Mundial, alguns

Leia mais

INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx

INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx INSTRUTIVO N.º xx/20xx de xx de xxxx ASSUNTO: DIVULGAÇÕES DE INSTRUMENTOS FINANCEIROS Havendo a necessidade de estabelecer um conjunto de procedimentos na elaboração das divulgações sobre instrumentos

Leia mais

Contabilidade Financeira II 2008/2009

Contabilidade Financeira II 2008/2009 Contabilidade Financeira II 2008/2009 Enquadramento Contabilístico Enquadramento contabilístico Enquadramento geral Principais organismos Sites Lista das IAS/IFRS Principais alterações Estrutura conceptual

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTUDOS DE MERCADO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTUDOS DE MERCADO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular ESTUDOS DE MERCADO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Apresentação ao mercado do processo de adopção plena das IAS/IFRS

Apresentação ao mercado do processo de adopção plena das IAS/IFRS Apresentação ao mercado do processo de adopção plena das IAS/IFRS DEPARTAMENTO DE SUPERVISÃO PRUDENCIAL DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS 10 de Março de 2014 001 Índice Enquadramento 2 Evolução do normativo

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) 5ª Edição Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Escola Superior de Gestão Março de 2009 JUSTIFICAÇÃO DO CURSO No âmbito do processo

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO:

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO: CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO: SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA (SNC) Apresentação A Comissão de Normalização Contabilística aprovou em Julho de 2007 o projecto do novo Sistema de Normalização Contabilística

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AUDITORIA E REVISÃO DE CONTAS Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AUDITORIA E REVISÃO DE CONTAS Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular AUDITORIA E REVISÃO DE CONTAS Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

NCIA O NOVO PROFISSIONAL CONTÁBIL

NCIA O NOVO PROFISSIONAL CONTÁBIL 12ª SEMANA DE CONTABILIDADE DO BANCO CENTRAL PAINEL 6: O PROCESSO DE CONVERGÊNCIA NCIA O NOVO PROFISSIONAL CONTÁBIL PROF. DR. JORGE KATSUMI NIYAMA, UnB Maio/2007 O QUE É CONTABILIDADE INTERNACIONAL? 1.

Leia mais

Sistema de Normalização Contabilística proposto pela CNC enquanto referencial normativo em Cabo Verde

Sistema de Normalização Contabilística proposto pela CNC enquanto referencial normativo em Cabo Verde Sistema de Normalização Contabilística proposto pela CNC enquanto referencial normativo em Cabo Verde P o r C r i s t i n a G o n ç a l v e s e J o a q u i m S a n t a n a F e r n a n d e s Cabo Verde

Leia mais

O programa da UC encontra-se dividido em quatro (4) módulos principais. Cada módulo encontra-se organizado por tópicos

O programa da UC encontra-se dividido em quatro (4) módulos principais. Cada módulo encontra-se organizado por tópicos CONTABILIDADE FINANCEIRA PÚBLICA I [14000] GERAL Ano Letivo: 201415 Grupo Disciplinar: Contabilidade Pública ECTS: 4,5 Regime: EL Semestre: S1 OBJETIVOS São objectivos da unidade curricular: Compreender

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AUDITORIA E REVISÃO DE CONTAS Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AUDITORIA E REVISÃO DE CONTAS Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular AUDITORIA E REVISÃO DE CONTAS Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: NOVAS TENDÊNCIAS EM CONTABLIDADE DE GESTÃO Semestre 1º ECT s 6 Área Científica: Docente: CONTABILIDADE HUMBERTO RIBEIRO

Leia mais

PASSAPORTE PARA ANGOLA

PASSAPORTE PARA ANGOLA PASSAPORTE PARA ANGOLA Samuel Fernandes de Almeida 17 e 18 de Fevereiro CONTABILIDADE E OBRIGAÇÕES DECLARATIVAS Enquadramento Legal Decreto n.º 82/01, de 16 de Novembro Aprova o Plano Geral de Contabilidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Turismo 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

A CONTABILIDADE EM PORTUGAL E O 2005

A CONTABILIDADE EM PORTUGAL E O 2005 A CONTABILIDADE EM PORTUGAL E O 2005 Luís Lima Santos 1 até 1974 cinco * tentativas de normalização 1975 trabalho normalização contabilística 1.ª fase 1977 DL 47/77, aprova o 1977 (cria a CNC) 1980 Portaria

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA. Departamento de Gestão de Empresas SUMÁRIO: I - OBJECTIVOS DA DISCIPLINA II - PROGRAMA III - AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS

GESTÃO FINANCEIRA. Departamento de Gestão de Empresas SUMÁRIO: I - OBJECTIVOS DA DISCIPLINA II - PROGRAMA III - AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS Departamento de Gestão de Empresas GESTÃO FINANCEIRA SUMÁRIO: I - OBJECTIVOS DA DISCIPLINA II - PROGRAMA III - AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS IV - LOCAL E HORÁRIO DE APOIO AOS ALUNOS V - BIBLIOGRAFIA O Docente

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Ciências Empresariais Licenciatura Marketing Unidade Curricular Técnicas e Práticas Contabilísticas Semestre: 2 Nº ECTS: 6,0 Regente Prof. Dr. Sérgio Paulo Pereira

Leia mais

C I G E CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM GESTÃO E ECONOMIA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE

C I G E CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM GESTÃO E ECONOMIA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE C I G E CENTRO DE INVESTIGAÇÃO EM GESTÃO E ECONOMIA UNIVERSIDADE PORTUCALENSE INFANTE D. HENRIQUE DOCUMENTOS DE TRABALHO WORKING PAPERS Nº 20 2011 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA - (SNC) Dr. Carlos

Leia mais

Emitente: CONSELHO DIRECTIVO. Norma Regulamentar n.º 05/2005-R. Data: 18/03/2005

Emitente: CONSELHO DIRECTIVO. Norma Regulamentar n.º 05/2005-R. Data: 18/03/2005 Emitente: CONSELHO DIRECTIVO Norma Regulamentar n.º 05/2005-R Data: 18/03/2005 Assunto: APLICAÇÃO DAS NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE EMPRESAS DE SEGUROS, SOCIEDADES GESTORAS DE FUNDOS DE PENSÕES

Leia mais

DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO: CRÉDITOS ECTS: 5

DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO: CRÉDITOS ECTS: 5 DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: Turismo, Hotelaria e Restauração Área Científica: Hotelaria CÓDIGO: CRÉDITOS ECTS: 5 CURSO: Licenciatura em Restauração e Catering Ano: 1º Semestre:

Leia mais

ADERÊNCIA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DAS ENTIDADES FECHADAS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR AO IAS 26

ADERÊNCIA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DAS ENTIDADES FECHADAS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR AO IAS 26 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Instituto de Ciências Econômicas e Gerenciais Curso de Ciências Contábeis Contabilidade de Entidades de Previdência Privada e Seguradoras ADERÊNCIA DAS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão 3. Ciclo de Estudos 2º 4. Unidade

Leia mais

newsletter Nº 85 FEVEREIRO / 2014

newsletter Nº 85 FEVEREIRO / 2014 newsletter Nº 85 FEVEREIRO / 2014 Assuntos em Destaque Resumo Fiscal/Legal Janeiro de 2014 2 IFRS 10 Demonstrações Financeiras Consolidadas 3 Revisores e Auditores 6 LEGISLAÇÃO FISCAL/LEGAL Presidência

Leia mais

Engenharia Informática

Engenharia Informática Engenharia Informática Cálculo Financeiro e Contabilidade 2005/2006 rbr@isep.ipp.pt rolando@dei.isep.ipp.pt Rolando Rodrigues Cálculo Financeiro e Contabilidade Programa Metodologias -De ensino/aprendizagem

Leia mais

DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE

DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE DEPARTAMENTO DE FINANÇAS E CONTABILIDADE Disciplina: CONTABILIDADE DE GESTÃO II Área Científica: CONTABILIDADE Coordenação: Victor Franco LICENCIATURA: FINANÇAS ANO LECTIVO: 2006/2007 1. Objectivos A disciplina

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO. Salientar a importância da contabilidade no quadro dos subsistemas de informação para as empresas.

INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO. Salientar a importância da contabilidade no quadro dos subsistemas de informação para as empresas. INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Disciplina: INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE Responsável: António Luís Esteves Gil 1. OBJECTIVOS DA DISCIPLINA Salientar a importância da contabilidade no quadro dos subsistemas

Leia mais

A formação do novo profissional contábil

A formação do novo profissional contábil A formação do novo profissional contábil Prof. Dr. Fábio Moraes da Costa Professor Associado (Fucape Business School) / Consultative Advisory Group (IAESB) / ISAR/UNCTAD (ONU) fabio@fucape.br 13ª Semana

Leia mais

Pós-Graduação em Auditoria e Controlo de Gestão

Pós-Graduação em Auditoria e Controlo de Gestão Pós-Graduação em Auditoria e Controlo de Gestão (2014/2015) Conteúdos Programáticos UC: Contabilidade Financeira Avançada Equipa docente: Ana Isabel Morais Manuel Andrino Pereira Objetivos Reconhecendo

Leia mais

Consolidação de Contas

Consolidação de Contas www.pwc.pt/academy Consolidação de Contas 5ª Edição Lisboa, 9 e 16 de novembro Porto, 21 e 26 de novembro Academia da PwC 5ª Edição Esta formação reúne condições para a atribuição de créditos, nos termos

Leia mais

Unidade: As principais normas contábeis brasileiras (BRGAAP), americanas (USGAAP) e européias (IFRSGAAP) Revisor Textual: Profa. Esp.

Unidade: As principais normas contábeis brasileiras (BRGAAP), americanas (USGAAP) e européias (IFRSGAAP) Revisor Textual: Profa. Esp. Unidade: As principais normas contábeis brasileiras (BRGAAP), americanas (USGAAP) e européias (IFRSGAAP) Revisor Textual: Profa. Esp.Márcia Ota As NORMAS Internacionais de (International Accounting Standard

Leia mais

CADERNO DE ANOTAÇÕES CONTÁBEIS

CADERNO DE ANOTAÇÕES CONTÁBEIS CADERNO DE ANOTAÇÕES CONTÁBEIS APLICAÇÃO N 3 As novas práticas contábeis instituídas a partir da Lei 11.638/2007 complementadas pela Lei 11.941/2009 e normatização formulada através da edição dos pronunciamentos

Leia mais

Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador. Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007

Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador. Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007 Impacto fiscal das normas IAS/IFRS Especial ênfase no sector não financeiro e não segurador Domingos Cravo GETOC ISCA UA Out2007 1 2 Plano da Apresentação 1. As IAS/IFRS no ordenamento contabilístico Comunitário

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

CAPÍTULO II - A CONTABILIZAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE OS LUCROS SITUAÇÃO INTERNACIONAL

CAPÍTULO II - A CONTABILIZAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE OS LUCROS SITUAÇÃO INTERNACIONAL AGRADECIMENTOS... NOTA PRÉVIA... ABREVIATURAS... RESUMO... PREFÁCIO... INTRODUÇÃO... BREVE ABORDAGEM DA PROBLEMÁTICA E OBJECTIVOS DO ESTUDO... METODOLOGIA... PLANO DA INVESTIGAÇÃO... PARTE I - AS RELAÇÕES

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE MARKETING Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE MARKETING Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE MARKETING Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

Introdução à lei Sarbanes- Oxley

Introdução à lei Sarbanes- Oxley Introdução à lei Sarbanes- Oxley A Lei Sarbanes-Oxley (Sarbanes-Oxley Act, normalmente abreviada em SOx ou Sarbox) é uma lei dos Estados Unidos criada em 30 de julho de 2002 por iniciativa do senador Paul

Leia mais

IPSAS 18 RELATO POR SEGMENTOS

IPSAS 18 RELATO POR SEGMENTOS 115f IPSAS 18 RELATO POR SEGMENTOS Cristina Maria Oliveira Veríssimo Mestranda em Auditoria Empresarial e Pública Ramo Instituições Públicas Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Leia mais

Estratégia Empresarial

Estratégia Empresarial Estratégia Empresarial Adquirir uma visão atualizada e integrada do sistema e contexto de direção estratégica da organização. Compreender o conteúdo da estratégia empresarial. Desenvolver competências

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Economia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Novo Sistema de Normalização Contabilística (SNC) "Assumir a Mudança" 4 de Junho de 2009

Novo Sistema de Normalização Contabilística (SNC) Assumir a Mudança 4 de Junho de 2009 Novo Sistema de Normalização Contabilística (SNC) "Assumir a Mudança" 4 de Junho de 2009 César Gonçalves O pessimista queixa-se do vento, o optimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas (William

Leia mais

IBRACON NELSON GOUVEIA

IBRACON NELSON GOUVEIA IBRACON NELSON GOUVEIA 2 Assuntos Abordados U O que são Normas de Contabilidade U Os organismos que estudam os PFC no Brasil U A força da legislação sobre a contabilidade U Estrutura Conceitual Básica

Leia mais

Convergência as Normas Internacionais de Contabilidade. Maio/15

Convergência as Normas Internacionais de Contabilidade. Maio/15 Convergência as Normas Internacionais de Contabilidade Maio/15 Fundações de apoio à FEA-USP Universidades Educação, Pesquisa e Extensão Economia Administração IPSAS: ponto de partida nas IFRS A utopia

Leia mais

Normas Internacionales de Contabilidad Financiera y su impacto en la naturaleza democrática de las cooperativas. Palestrante Edimir Oliveira Santos

Normas Internacionales de Contabilidad Financiera y su impacto en la naturaleza democrática de las cooperativas. Palestrante Edimir Oliveira Santos Normas Internacionales de Contabilidad Financiera y su impacto en la naturaleza democrática de las cooperativas Palestrante Edimir Oliveira Santos Agenda da Apresentação 1. Importância dos Padrões Internacionais

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR Curso Engenharia Informática Ano letivo 2012/13 Unidade Curricular Programação e Segurança ECTS 4 Regime Opcional Ano 2º/3º Semestre 2º sem Horas de trabalho globais Docente (s) José Carlos Fonseca Total

Leia mais

Capítulo 2 Decisões de investimento e de financiamento e o balanço

Capítulo 2 Decisões de investimento e de financiamento e o balanço Isabel Lourenço Professora Associada ISCTE-IUL 1 Aulas Teóricas nº 3 e 4 Capítulo 2 Decisões de investimento e de financiamento e o balanço Financial Accounting, Cap. 1 Short, Short, Libby, McGraw Hill

Leia mais

A ESTRUTURA CONCEPTUAL DA CONTABILIDADE E DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS (DO POC AO SNC)

A ESTRUTURA CONCEPTUAL DA CONTABILIDADE E DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS (DO POC AO SNC) A ESTRUTURA CONCEPTUAL DA CONTABILIDADE E DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS (DO POC AO SNC) JOAQUIM CUNHA GUIMARÃES jfcguimaraes@jmmsroc.pt www.jmmsroc.pt CAPÍTULO I A Estrutura Conceptual da Contabilidade

Leia mais

" MARKETING INTERNACIONAL "

 MARKETING INTERNACIONAL INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Universidade Técnica de Lisboa " MARKETING INTERNACIONAL " 2007/2008 (2º Semestre) Introdução Objectivos Programa Bibliografia MESTRADO DE MARKETING Docente: Profª

Leia mais

Controlo da Qualidade Alimentar (2010/2011)

Controlo da Qualidade Alimentar (2010/2011) Controlo da Qualidade Alimentar Aula 01 Apresentação da unidade de formação. docente. regras de funcionamento. conteúdo. avaliação. outros assuntos Apresentação 2 Docente: João Gândara email: jfg@esac.pt

Leia mais

Material de apoio. Aula 05 Normas brasileiras de contabilidade Normas técnicas de auditoria independente

Material de apoio. Aula 05 Normas brasileiras de contabilidade Normas técnicas de auditoria independente Material de apoio Aula 05 Normas brasileiras de contabilidade Normas técnicas de auditoria independente Normas de auditoria que entraram em vigor no Brasil, em 2010 O CFC emitiu novas normas de auditoria

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE GESTÃO Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE GESTÃO Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE DE GESTÃO Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Economia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE BANCÁRIA Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE BANCÁRIA Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE BANCÁRIA Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Contabilidade Normas Internacionais Futura Normalização Contabilística. 1 de Março de 2007

Contabilidade Normas Internacionais Futura Normalização Contabilística. 1 de Março de 2007 Contabilidade Normas Internacionais 1 de Março de 2007 O pessimista queixa-se do vento, o optimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas (William George Ward) 1. Influência do meio envolvente

Leia mais

Trabalho de Grupo. Contabilidade Geral 1. Ano lectivo 2007/2008 1º Semestre

Trabalho de Grupo. Contabilidade Geral 1. Ano lectivo 2007/2008 1º Semestre Trabalho de Grupo Contabilidade Geral 1 Ano lectivo 2007/2008 1º Semestre 1 1 Objectivo Pretende-se com o presente trabalho que os alunos procedam a uma análise sintética do Novo Sistema de Normalização

Leia mais

Ciclo de Formações em Prestação de Contas

Ciclo de Formações em Prestação de Contas Ciclo de Formações em Prestação de Contas A prestação de informação financeira, exige uma constante actualização, quer gerada pela experiência prática de diferentes casos, cada vez mais complexos e não

Leia mais

Demonstrações Financeiras IFRS

Demonstrações Financeiras IFRS Demonstrações Financeiras IFRS Prof. Dr. Fábio Moraes da Costa Professor Associado da FUCAPE Business School Grupo Consultivo do International Accounting Education Standards Board (IAESB) Membro da delegação

Leia mais

Impostos Diferidos e o SNC

Impostos Diferidos e o SNC Impostos Diferidos e o SNC Na vigência do anterior Plano Oficial de Contabilidade (POC) a Directriz Contabilistica (DC) nº 28, da Comissão de Normalização Contabilística (CNC) veio, em tempo, estabelecer

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO . COMUNICADO AO MERCADO Convergência às Normas Internacionais de Contabilidade IFRS Apresentamos as principais alterações em nossas demonstrações contábeis decorrentes da adoção do padrão contábil internacional

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE MACAU RELAÇÕES ECONÓMICAS REGIONAIS

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE MACAU RELAÇÕES ECONÓMICAS REGIONAIS FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE MACAU RELAÇÕES ECONÓMICAS REGIONAIS (Programa e bibliografia geral seleccionada) Revista em 05/11/2014 5.º Ano Ano Lectivo 2014/2015 Regente Rui Pedro de Carvalho

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Economia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE COMUNICADOS DE AUDITORIA INDEPENDENTE CTAs 01 a 16

NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE COMUNICADOS DE AUDITORIA INDEPENDENTE CTAs 01 a 16 NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE CTAs 01 a 16 PUBLICAÇÃO DO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE SAS Quadra 5 Bloco J - Ed. CFC Fone: (61) 3314 9600 / Fax: (61) 3322 2033 CEP: 70070-920 Brasília DF Site:

Leia mais

1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo

1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo 1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo 2. RAZÕES JUSTIFICATIVAS DA ACÇÃO: PROBLEMA/NECESSIDADE DE FORMAÇÃO IDENTIFICADO Esta formação de professores visa

Leia mais

UNIP Ciências Contábeis. Contabilidade Internacional e Teoria da Contabilidade Prof. MS Celso Marini E-mail: prof.marini@acharyabrasil.com.

UNIP Ciências Contábeis. Contabilidade Internacional e Teoria da Contabilidade Prof. MS Celso Marini E-mail: prof.marini@acharyabrasil.com. UNIP Ciências Contábeis Contabilidade Internacional e Teoria da Contabilidade Prof. MS Celso Marini E-mail: prof.marini@acharyabrasil.com.br AMERICAN INSTITUTE OF CERTIFIED PUBLIC ACCOUNTANTS (AICPA) 1939/1959

Leia mais

PE ENQUADRAMENTO HISTÓRICO- -CONTABILÍSTICO E PERSPECTIVAS FUTURAS

PE ENQUADRAMENTO HISTÓRICO- -CONTABILÍSTICO E PERSPECTIVAS FUTURAS PE ENQUADRAMENTO HISTÓRICO- -CONTABILÍSTICO E PERSPECTIVAS FUTURAS JOAQUIM FERNANDO DA CUNHA GUIMARÃES Revisor Oficial de Contas n.º 790 Docente do Ensino Superior Técnico Oficial de Contas n.º 2586 Membro

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Psicologia Social e das Organizações Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Psicologia Social e das Organizações Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular Psicologia Social e das Organizações Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Contabilidade Financeira I

Contabilidade Financeira I Contabilidade Financeira I A Empresa e a Contabilidade A Empresa e a Contabilidade Tópicos: A Noção e Objecto; Contabilidade Financeira vs Contabilidade de Gestão. A Utilizadores; Importância; Características.

Leia mais

A Versão Portuguesa das Normas Internacionais de Relato Financeiro

A Versão Portuguesa das Normas Internacionais de Relato Financeiro Contabilidade A Versão Portuguesa das Normas Internacionais de Relato Financeiro 28 REVISORES AUDITORES JAN/MAR 2007 Gastambide Fernandes Contabilidade Têm surgido não só em diversos órgãos de comunicação

Leia mais

Newsletter Número 1/09 Março 2009

Newsletter Número 1/09 Março 2009 ASSUNTOS DE RELEVÂNCIA PARA OS REVISORES/AUDITORES EM TEMPOS DE CRISE FINANCEIRA Foram publicados recentemente tanto pelo IAASB (International Auditing and Assurance Standards Board) como pela FEE (Fédération

Leia mais

Newsletter. Auditoria

Newsletter. Auditoria Newsletter NÚMERO 4 JULHO 2008 AUDITORIA IFAC IAASB emenda as Normas Internacionais sobre trabalhos de exames simplificados para clarificar a sua aplicabilidade a trabalhos específicos IFAC procura comentários

Leia mais

Auditoria Efeitos da Convergência. FERNANDO CALDAS Sócio da 100PORCENTO AUDIT, CONSULT, SOLUÇÕES S.A. www.100porcento.srv.br

Auditoria Efeitos da Convergência. FERNANDO CALDAS Sócio da 100PORCENTO AUDIT, CONSULT, SOLUÇÕES S.A. www.100porcento.srv.br Auditoria Efeitos da Convergência FERNANDO CALDAS Sócio da 100PORCENTO AUDIT, CONSULT, SOLUÇÕES S.A. www.100porcento.srv.br Final do Século XX Início do processo de globalização Diminuição das fronteiras

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU. Documento de sessão 9.9.2008 B6-0000/2008 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO. apresentada nos termos do artigo 81.

PARLAMENTO EUROPEU. Documento de sessão 9.9.2008 B6-0000/2008 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO. apresentada nos termos do artigo 81. PARLAMENTO EUROPEU 2004 Documento de sessão 2009 9.9.2008 B6-0000/2008 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO apresentada nos termos do artigo 81.º do Regimento pela Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários sobre

Leia mais

MESTRADO EM GESTÃO / (MBA)

MESTRADO EM GESTÃO / (MBA) MESTRADO EM GESTÃO / (MBA) (2008/2009) DISCIPLINA: CONTABILIDADE FINANCEIRA FINANCIAL ACCOUNTING Docente: Professor Auxiliar Convidado do ISEG/UTL jlacunha@iseg.utl.pt Síntese 1. A contabilidade como sistema

Leia mais

Faz saber que foi aprovada em seu Plenário a seguinte Norma Brasileira de Contabilidade (NBC), que tem por base o CT 04/2010 (R2) do Ibracon:

Faz saber que foi aprovada em seu Plenário a seguinte Norma Brasileira de Contabilidade (NBC), que tem por base o CT 04/2010 (R2) do Ibracon: Norma Brasileira de Contabilidade CFC/CTA Nº 2 DE 27/02/2015 Publicado no DO em 9 mar 2015 Dá nova redação ao CTA 02 que trata da emissão do relatório do auditor independente sobre demonstrações contábeis

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA NO SECTOR NÃO LUCRATIVO Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Escola Superior de Gestão 1 JUSTIFICAÇÃO DO CURSO No âmbito do processo de harmonização

Leia mais

Abertas inscrições para o MBA em IFRS da FIPECAFI

Abertas inscrições para o MBA em IFRS da FIPECAFI Abertas inscrições para o MBA em IFRS da FIPECAFI A FIPECAFI (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras) está com as inscrições abertas para a primeira turma do MBA em IFRS (Normas

Leia mais

Gestão da Inovação 4º Ano de Gestão

Gestão da Inovação 4º Ano de Gestão INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Universidade Técnica de Lisboa Gestão da Inovação 4º Ano de Gestão Ano Lectivo 2006/2007 2º Semestre Docente: Vitor Corado Simões PROGRAMA A. O que é a gestão da

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS. Departamento de Economia e Gestão (ce.deg@esce.ips.pt)

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS. Departamento de Economia e Gestão (ce.deg@esce.ips.pt) INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS Departamento de Economia e Gestão (ce.deg@esce.ips.pt) Curso de CONTABILIDADE E FINANÇAS 1º. Ciclo Curso de GESTÃO DE RECURSOS

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DE TRANSPORTES DO TURISMO Ano Lectivo 2009/2010

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DE TRANSPORTES DO TURISMO Ano Lectivo 2009/2010 Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DE TRANSPORTES DO TURISMO Ano Lectivo 2009/2010 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Turismo 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de

Leia mais

OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO

OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO OFICINA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EMPREENDEDORISMO Modalidade: Oficina de Formação Registo de Acreditação: CCPFC/ACC-79411/14 Duração: 25 horas presenciais + 25 horas não presenciais Destinatários:

Leia mais

Curso Restauração & Catering Ano letivo 2012-2013 Unidade Curricular Turismo, Hotelaria e Restauração ECTS 5

Curso Restauração & Catering Ano letivo 2012-2013 Unidade Curricular Turismo, Hotelaria e Restauração ECTS 5 Curso Restauração & Catering Ano letivo 2012-2013 Unidade Curricular Turismo, Hotelaria e Restauração ECTS 5 Regime Obrigatório Ano 1º Semestre 1º Semestre Horas de trabalho globais Docente (s) João Estêvão

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão das Organizações Desportivas 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJECTO SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA COMISSÃO DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA

APRESENTAÇÃO DO PROJECTO SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA COMISSÃO DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA APRESENTAÇÃO DO PROJECTO SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA COMISSÃO DE NORMALIZAÇÃO CONTABILÍSTICA motivos insuficiência do POC, face a maiores exigências de relato necessidade de revisão técnica

Leia mais

Agenda Evolução de mapas legais Obrigado AGENDA Evolução do Normativo Contabilístico Nacional SNC Demonstrações Financeiras A nova terminologia Dificuldades de transição Siglas SNC: Sistema de Normalização

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social DISCIPLINA Controlo Informático da Gestão LICENCIATURA Informática

Leia mais

MARKETING INTERNACIONAL

MARKETING INTERNACIONAL INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Universidade Técnica de Lisboa CURSO DE LICENCIATURA EM GESTÃO Ano lectivo de 2007/2008 (Regras de Bolonha) MARKETING INTERNACIONAL PROGRAMA L I S B O A SETEMBRO

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE PUBLICIDADE E MERCADOS Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de

Leia mais

Síntese curricular. Sérgio Leonel Pinto da Costa Pontes

Síntese curricular. Sérgio Leonel Pinto da Costa Pontes Síntese curricular Sérgio Leonel Pinto da Costa Doutorado em contabilidade, mestre em contabilidade e auditoria, pós graduado em fiscalidade e licenciado em gestão. Docente do ensino superior, em licenciaturas

Leia mais

http://www.grupoempresarial.adm.br/contab_geral/prof_lima.htm

http://www.grupoempresarial.adm.br/contab_geral/prof_lima.htm DEMONSTRAÇÕES CONTABEIS Representam um conjunto de informações que devem ser obrigatoriamente divulgadas, anualmente, segundo a lei 6404/76, pela administração de uma sociedade por ações e representa a

Leia mais

O futuro da normalização contabilística para o sector público João Baptista da Costa Carvalho

O futuro da normalização contabilística para o sector público João Baptista da Costa Carvalho conferência Normalização contabilística: presente e futuro O futuro da normalização contabilística para o sector público João Baptista da Costa Carvalho Lisboa,15/12/2011 Índice Reforma da Contabilidade

Leia mais