Carta da China > EM FOCO NESTENÚMERO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Carta da China > EM FOCO NESTENÚMERO"

Transcrição

1 N º 2 0 N O V E M B R O > EM FOCO Carta da China Shanghai, 6 de Novembro de 2006 Caros Colaboradores, A primeira vez que estive em Shanghai foi em 1986, nos dias da catástrofe de Chernobyl. Nessa data, pouco tinha mudado desde os anos 40, quando se deu a expulsão das forças de ocupação Japonesas e a revolução comunista. E nessa altura, já esta cidade tinha os maiores arranha-céus depois de Nova Iorque. Estava alojado no Peace Hotel onde tudo, até a orquestra de Jazz, estava praticamente na mesma. Dez anos depois, olhando para a outra banda de Shanghai via-se uma floresta de gruas: em poucos anos, os pântanos de Pudong passavam Vista de Pushi ao Manhattan da maior metropolis do Mundo. Actualmente, esta cidade tem mesmo os prédios mais espectaculares do Mundo e nenhuma outra cidade do globo transpira maior crescimento, ambição, energia e visão. Nos últimos 10 anos, o PIB da China cresceu 10% ao ano em média, a sua formação bruta de capital fixo (investimento em infraestruturas e capacidades de produção) orça os 46% do PIB, ultrapassando os números recorde do Japão e da Coreia no auge do seu crescimento. Têm-se construído mais novos Vista de Pudong aeroportos e auto-estradas neste país do que no resto do Mundo. Desde 2002, 750 multinacionais construíram centros de pesquisa na RPC. Entre 1995 e 2005, a China aumentou o seu investimento em I&D de 0,6% para 1,3% do PIB. A China forma por ano engenheiros e prevê-se que em 2010 cerca de 90% dos doutorados (cientistas/engenheiros) serão Asiáticos. Outro catalisador deste processo é o regresso de cerca de retornados cientistas Chineses que se formaram e trabalharam no Ocidente e que estão agora na RPC a liderar empresas de base tecnológica. Em Shanghai encontramos as sedes regionais de 174 das empresas Fortune 500, e 185 multinacionais instalaram aí centros de investigação e desenvolvimento. Nesta cidade a I&D representa já 2,4% do PIB ou seja muito mais do que os 1,8% da UE e quase tanto como os 2,51% dos EUA. Por tudo isto, a Hovione decidiu levar o seu Conselho de Administração à China durante quase uma semana. Estivemos em Shanghai, Guandong e Macau, visitámos concorrentes e tivemos reuniões com bancos e peritos locais; o Conselho reuniu na nossa fábrica na Taipa. A WuXi é a maior CRO (Contract Research Organization) Chinesa. Fundada há 6 anos e NESTENÚMERO EM FOCO P.2 - Formulação de fármacos de investigação - Prémio recompensa inventores - Projecto Rainbow P.3-7 Novas ferramentas de Gestão e Comunicação O GRUPO HOVIONE P.4 - Projecto ATEX garante maior protecção - Novo ecoponto - Hovione em feiras internacionais - Patrocinio de conferência Internacional P.5 - Programa Inov Contacto - Best pratices partilhadas entre HQ e HM - HM inspeccionada pelo Infarmed - Transferência de tecnologia entre sites P.6 - Entrevista Mário Caetano - Estudantes visitam TTC VIDA E SAÚDE P.7 - Cuide da sua saúde - Gertal - um ano passado - Actividades DCDH COMUNIDADE HOVIONE P.8 - Políticos e empresários portugueses na Flórida liderada por 50 retornados, vende $70m de serviços de I&D (preparação de bibliotecas de compostos, ensaios pré-clínicos, estudos de toxicologia, síntese de processo...), emprega 1300 cientistas e cresce 30% ao ano. Visitámos também a nova fábrica da Lonza, o nosso concorrente Nº 1, em Nansha com um campus de 15ha onde encontrámos o rigor e a disciplina Suiça, a energia Chinesa aliada à excelência científica que é tradição dos químicos Suiços. Já têm instalada uma fábrica de Niacinamida e um centro de pesquisa com 60 técnicos. Estão em construção duas instalações de 200 m3 para APIs GMP, e outra para intermediários não-gmp - e já estão a negociar a compra de mais 20ha contíguos. Que previsões podemos fazer? O Japão e a Coreia destruídos pela guerra partiram de níveis - só um pouco mais avançados que a China de hoje - e estão actualmente na vanguarda dos países ricos. Ambos são largamente mais ricos e desenvolvidos que Portugal, ou seja ultrapassaram a média dos países Europeus em menos Continua nas páginas seguintes

2 P. 2 > E M FOCO UM PASSO EM FRENTE NA FORMULAÇÃO DE FÁRMACOS DE INVESTIGAÇÃO A Hovione oferece agora mais um serviço aos seus clientes com a produção de produto formulado em cápsulas para ensaios clínicos em Fase 1 e Fase 2. Com efeito, a Hovione pediu ao Infarmed uma autorização de fabrico, a qual originou uma inspecção às instalações da Farma no passado dia 9 de Maio. A respectiva autorização foi emitida com sucesso em 26 de Junho de 2006 e será posteriormente emitido um certificado de conformidade com as Boas Práticas de Fabrico para Produtos Medicinais em Investigação. PREMIO ESPECIAL RECOMPENSA INVENTORES SISTEMA RIPA - INCENTIVOS DE I&D PARA AUTORES DE PATENTES A inovação é um factor chave para a Empresa e, nesse sentido, a Comissão Executiva aprovou em 31 de Maio um novo esquema para incentivar patentes de invenção na Hovione, com prémios que podem ultrapassar os 4000 euros por patente. O prémio é atribuído no momento do depósito da patente, o que quer dizer que o inventor vê logo recompensada a sua criatividade e trabalho adicional. Nos casos em que a Empresa determina que a invenção não será patenteada, permanecendo assim em segredo industrial, o prémio pode ainda assim ser atribuído, conforme decisão da Comissão Executiva. Desde Maio foram assim recompensados 16 inventores, autores de 6 patentes depositadas nos anos 2004 e Continuação da página anterior de 2 gerações. Ora o Japão tem apenas 128 milhões de habitantes e a Coreia do Sul 47, enquanto que a China tem milhões de habitantes ou seja, mais que a UE, os EUA, Canada, Austrália, Japão, Coreia enfim, mais do que o conjunto de todos países mais modernos que Portugal! e daqui a uns anos a RPC terá um PIB superior à média do PIB Europeu. O Século XXI será o século da China. Olhando para os últimos 2000 anos de História, é obvio que, a tecnologias e infra-estruturas iguais, a riqueza absoluta é proporcional ao número de habitantes de cada país. A Índia e a China - por terem sido sempre os países de maior população a nível mundial - sempre foram os mais ricos e poderosos com um ligeira excepção: os últimos 250 anos quando a Europa (e seus spin-offs: EUA, Canada, Austrália...), graças à sua tecnologia, ao facto de ser composta por estados de direito, ter mentalidades abertas, e boas infraestruturas de transporte e comunicações, soube dar um salto gigante de produtividade, que concedeu ao ocidente uma superioridade absoluta e determinante, mas - como se verifica - de pouca dura. A China e a Índia estão numa fase de grande Está neste momento em curso o projecto Rainbow Global, que visa estender às outras Empresas do Grupo o mesmo conjunto de sistemas informáticos actualmente em utilização em Loures: SAP, LIMS e Streams (Docstream, Navstream, etc.). Pretende-se com este projecto alcançar uma maior integração entre todas as Empresas, nomeadamente: a) Eliminação de tarefas repetidas: um material pode ser criado desde logo para vários sites; os mesmos métodos analíticos poderão ser utilizados em sites diferentes; a informação financeira sobre as várias Empresas do grupo será muito mais fácil de obter; b) Maior homogeneidade de processos: os sites tenderão a adoptar procedimentos, práticas e processos já em utilização noutros sites, já que isso permite uma economia de esforço e uma maior rapidez; c) Facilitação da transferência de tecnologia entre sites; d) Distribuição e Consolidação de informação: será muito mais fácil obter e distribuir informação quer aos colaboradores quer aos clientes. Trata-se de um projecto determinante para o sucesso da Hovione, pois terá um grande impacto na produtividade, velocidade de execução do trabalho e da tomada de decisões, e na satisfação dos clientes, crescimento, factos que se explicam graças a um forte aumento de produtividade em resultado de conseguirem finalmente pôr os seus mercados económicos a funcionar e as suas pessoas a estudar, a terem acesso e a implementarem tecnologias modernas. Acresce que este processo tem sido fortemente catalisado pelos fenómenos da globalização e da internet. O crescimento da China é um dos factores que mais contribui para o aumento dos preços das matériasprimas: nos últimos 3 anos, o preço do petróleo aumentou 3 vezes, e o preço do aço mais que duplicou. Para garantir e controlar o fornecimento futuro de matérias-primas que saciem a procura do seu mercado interno, a China está a investir fortemente e a desenvolver parcerias diplomáticas com Estados Africanos e com o Brasil. Ainda ontem o Presidente da CITIC (uma das multinacionais Chinesas) investiu, a título pessoal, $800m em acções da Anglo-American, um colosso mineiro da África do Sul. A recente nomeação da Dr. Margaret Chan para Director-Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS/WHO), a primeira pessoa de nacionalidade Chinesa a chefiar uma agência da ONU, é outro sintoma do crescente papel da China no palco internacional. Projecto Rainbow - agora Global Equipa de Loures afirma Jorge Pastilha, Gestor do Projecto. O Rainbow Global arrancou em Setembro e deverá estar concluído no prazo máximo de 8 meses. As fases principais do projecto são: Fazer o upgrade do SAP. A nova versão do SAP entrou em funcionamento no passado dia 6 de Novembro; Implementar na fábrica de Macau o SAP, o LIMS, os Streams e todas as outras aplicações actualmente em uso em Loures (Ex. AIF, PDS, ebpr, etc...) e que sejam relevantes para Macau. O sucesso deste projecto depende da colaboração empenhada de todos, e em especial dos key-users nos 3 sites. Os key-users de Macau estarão em Loures a trabalhar no projecto, em Dezembro de 2006 e em Fevereiro de Esta será uma excelente oportunidade para se partilharem experiências e se discutirem processos de trabalho e formas de organização. Devemos todos aproveitar estas oportunidades para nos conhecermos mutuamente e para melhorarmos os nossos canais de comunicação. Equipa de Macau

3 Mas nem tudo é positivo. Se por um lado vemos a China a regressar aos seus valores tradicionais do confucionismo (nas filas intermináveis para controlo de passaportes vi pela primeira vez guichets especiais para maiores de 65 anos ) a China tem problemas estruturais gravíssimos. Membros do Conselho de Administração da Hovione no terminal do comboio de levitação magnética com destino ao Aeroporto de Shanghai (431km/hr). MANUAL DE BOLSO DO GESTOR descreve conceitos básicos sobre o gestor e a gestão, que ajudam e promovem a gestão das áreas de trabalho. O seu objectivo é dar a conhecer, de uma forma simples e apelativa, noções básicas sobre gestão. Obtenha a sua cópia em sharepoint, na área HQ- Management tools. CHECKLIST DO GESTOR - lista de actividades de gestão comuns a todos os gestores, a nível de gestão de recursos, de gestão pessoal e gestão específica na Hovione. O seu objectivo principal é reunir as actividades mais importantes da gestão de áreas, de forma a conseguir ter um ponto de situação actualizado sobre a execução das tarefas. Obtenha a sua cópia em sharepoint, na área HQ- Management tools. TRAINSTREAM Com cerca de 600 colaboradores e, em média, mais de registos de formação por ano, a Hovione constatou que, por si só e apesar de todo o trabalho e pessoas envolvidas, o número elevado de acções não garantia que a formação proporcionada estivesse a alcançar os objectivos pretendidos: desenvolvimento das pessoas, gestão das suas carreiras, compliance, planeamento, redução de custos e avaliação da sua eficácia. Assim, foi decidido estruturar a formação ligando-a às competências identificadas para as Como resultado de décadas da política de um só filho -que visava a contenção do crescimento da população é muito vulgar hoje 4 avós terem apenas um neto ou neta. Para além de muitos outros problemas, isto significa que a população Chinesa vai envelhecer muito rapidamente, provavelmente mais depressa do que enriquece. As pressões da globalização, aliadas a um sem fim de disparates políticos na UE, resultam numa forte deslocalização da indústria química para a China. Assim, na UE temos fábricas modernas e bem equipa- 7 diversas das, que cumprem todas as exigências ambientais e de segurança, vazias: e o pessoal com as melhores qualificações está no desemprego, enquanto que na China a produção cresce a ritmos de 30 e 40% ao ano e assistimos todos os dias a acidentes graves e a catástrofes ambientais. Mas para nós, Europeus, não restam grandes dúvidas: a nossa sociedade está em declínio acelerado. Em Portugal, a situação é pior que no resto da Europa; mas se o País for bem governado, poderemos progredir e crescer para níveis bem mais elevados; para tal, basta que o Governo saiba liderar e conduzir aqueles processos de que há tanto só se fala. É certo que, em pouco mais de 20 anos, a China atingirá níveis de PIB per capita semelhantes aos da média da UE, e com o triplo da população terá um peso económico três vezes superior ao da Europa. Neste curto prazo, que é a vida dos nossos filhos, temos que aceitar que a Ásia irá ultrapassar a Europa, passando a ter um papel de liderança económica, social e politica. Nós, Ocidentais, devemos, desde já, começar a mentalizar-nos que perderemos a supremacia a que nos habituámos e que julgamos ser a ordem natural das coisas. Iremos viver num mundo onde vai ser necessário respeitar a diversidade, e Novas ferramentas para melhorar a Gestão e a Comunicação implementadas nos últimos 3 meses! funções existentes na Empresa. Isto permite aos responsáveis das áreas planear de forma adequada e olhando à progressão das carreiras, a formação individual dos seus colaboradores. Para ajudar a gerir todo este processo de forma eficaz e descentralizada foi adquirido o software TrainStream, da Migg Systems, cujo go-live ocorre a 4 de Dezembro. FÓRUM Desde Julho que está disponível em uma nova ferramenta de comunicação chamada Fórum Hovione. É um blog, onde cada um pode colocar uma questão ou uma opinião, relacionada com a Hovione, que pode ser comentada ou respondida por quem se interessar. Contando já com 184 membros, pretende-se que este Fórum seja mais um meio de troca de informação e debate, sobretudo para facilitar a comunicação entre Sites, contribuindo assim para o enriquecimento de ideias dentro do Grupo. HOVIONE PUBLICATIONS Derivada do Concurso de Ideias, esta aplicação informática, disponível em foi criada com esperemos ter a sorte de que as maiorias saibam respeitar as minorias: pois seremos nós a minoria. Quanto à Hovione julgo que temos de continuar, rapidamente, a adaptar o nosso modelo de negócio. Temos que aceitar que a nossa única vantagem competitiva duradoura é a nossa capacidade de aprender e desenvolver conhecimento. Estou confiante de que a nossa aposta na I&D da engenharia das partículas, na nanotecnologia, e a orientação que adoptámos desde 1993 de servir clientes inovadores é certa e tem de continuar a desenvolver-se. No entanto, a nossa actividade industrial na Ásia tem de sofrer uma mudança fundamental para sobreviver à mudança: apostar no volume a baixos custos e a baixos preços. Para continuar a servir o mercado de genéricos temos de ajustar a nossa qualidade aos parâmetros do quanto basta definida pelas Agências do Medicamento dos nossos mercados. O Board nomeou uma equipa de trabalho para estudar o assunto e apresentar opções até ao final do ano. O mundo está a mudar, e a Hovione vai ter que mudar ainda mais depressa. Guy Villax Administrador Delegado vista a gerir a circulação e o acesso às publicações e revistas na Hovione. O melhor aproveitamento da leitura e da gestão dos custos das assinaturas, assim como permitir o acesso faciltiado à informação são algumas das vantagens desta aplicação. ENCONTROS HOVIONE Existe muito conhecimento na Hovione, mas como partilhá-lo? Esta foi uma das questões que conduziram à organização dos Encontros Hovione. São Encontros informais, realizados no ambiente descontraído do Bar da Hovione, às sextas-feiras, entre as 15h e as 17horas, sem periodicidade estabelecida, onde há lugar à partilha de conhecimentos, ideias, projectos e sugestões sobre variados temas de interesse multi-disciplinar. SCIENTIFIC SESSIONS Os grupos de I&D de Loures e de New Jersey têm organizado, por vídeo-conferência, Sessões Científicas, onde são discutidos os projectos a decorrer em ambos os sites. O objectivo é partilhar informação, estimular o debate e trocar ideias. Todos os que quiserem assistir devem contactar a Ana Paula Rodrigues em Loures ou a Lavinia Emery em New Jersey. P. 3

4 P. 4 > {HQ} NOTÍCIAS DE LOURES HOVIONE MANTÉM PRESENÇA EM FEIRAS INTERNACIONAIS CPHI WORLDWIDE 2006 É impossível ignorá-la. Esta é sem dúvida a maior Feira Internacional de produtos químicos farmacêuticos, onde a Hovione voltou a marcar presença. O Parc d Expositions Nord-Villepinte em Paris, contou com cerca de 1,700 empresas expositoras representando uma aumento de 7% relativo a 2005, e recebeu mais de 22,000 visitantes durante os 3 dias do evento. A Hovione apresentou um stand renovado com um design atractivo que voltou a marcar a nossa imagem de Empresa de referência na indústria. A agenda diária de reuniões do nosso stand esgotou: mais de 100 reuniões com clientes e fornecedores com o objectivo de fazer acompanhamento dos projectos em curso, estabelecer novos contactos e iniciar outras oportunidades. Houve também lugar a uma conferência de Imprensa conjunta entre o EFCG e a SOCMA CHEMSPEC Projecto ATEX garante maior protecção Na sequência da Directiva nº 1999/92/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho de 16 de Dezembro, denominada ATEX (ATmosferas EXplosivas), foram transpostas para a legislação portuguesa pelo Dec.- Lei nº 236/2003 de 30 de Setembro, directrizes que estabelecem as regras de protecção dos trabalhadores contra os riscos de exposição a atmosferas explosivas. Neste sentido, a Hovione desencadeou um conjunto de acções tendentes a identificar e resolver eventuais situações de não conformidade com a respectiva legislação, integrando essas acções num projecto, que decorreu entre Janeiro/05 e Setembro/06, gerido pelo António Almas. Envolveu todas as áreas da Fabricação, I&D, Armazém, Manutenção e Segurança, Saúde e Ambiente, no sentido de avaliar e melhorar as condições de trabalho em zonas perigosas, evidenciando a conformidade legal e a importância dada pela Hovione nesta matéria. O projecto para a implementação da ATEX NOVO ECOPONTO PARA SUBSTANCAIS ACTIVAS OU REAGENTES Foi recentemente inaugurada a utilização de mais um tipo de ECOPONTO. Este servirá para recolha de sacos de plástico usados em substâncias activas ou reagentes, proporcionando uma grande redução ( lt/ano) no consumo de água para lavagem, assim como numa melhoria acentuada da qualidade do nosso efluente industrial. Calcula-se que este novo tratamento diferenciado deste tipo de resíduos permita à Hovione poupar anualmente cerca de 7500, afirma Filipe Vicente, Director da Fabricação. incluiu as seguintes etapas: 1. Classificação e sinalização das zonas de trabalho. 2. Avaliação de riscos. 3. Formação de todos os colaboradores que trabalham em áreas classificadas. 4. Alteração de procedimentos (operação / manutenção). 5. Melhoria de instalações e equipamentos. 6. Implementação de um plano de objectivos no sentido de reduzir os riscos identificados. 7. Elaboração do Manual de protecção contra explosões. Este objectivo foi inteiramente conseguido. Ao António Almas e a todas as pessoas que com ele colaboraram neste projecto, os nossos parabéns. A ChemSpec é a uma feira dedicada a profissionais de produtos das áreas de química fina e desenvolvimento de processos e este ano decorreu em Mumbai na Índia e em Geneve. A Hovione é já uma presença assídua nestes eventos, tendo-se reunido com 20 fornecedores na feira da Índia e com 25 fornecedores em Geneve. A participação da Hovione nestas feiras está inserida no âmbito da sua Política de Compras e do processo de melhoria continua, uma forma de procurement indispensável no supply chain. HOVIONE PATROCINA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL The Scale-Up of Chemical Processes A Hovione patrocinou a 7ª Conferência Internacional "The Scale Up of Chemical Processes que decorreu este ano no Tivoli Marinotel, em Vilamoura entre os dias 25 e 27 de Setembro. Estiverem presentes cerca de 80 pessoas das maiores empresas internacionais do ramo farmacêutico, entre elas três colaboradores da Hovione incluíndo Bill Heggie que participou como orador e Chairman num dos painéis da Conferência.

5 > {HM} NOTÍCIAS DE MACAU Hovione já recebeu 9 Estagiários do programa Inov Contacto Rui Pires, Joana Cunha e Ana Simões O Icep Portugal lançou em 1997, com o apoio do Ministério da Economia e do POE um programa de estágios internacionais, Inov Contacto, com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento e internacionalização da economia portuguesa. O programa visa integrar nas empresas, pessoas com apetência por carreiras internacionais e capazes de acrescentar valor às empresas nacionais presentes no mundo. Aos estagiários, proporciona uma complementaridade à for- mação académica, possibilidade de uma carreira internacional, conhecimento de outras culturas e Integração na Rede Network- Contacto, afirma Joana Cunha, actualmente a trabalhar na Hovione em Macau. O estagiário é em geral profissionalmente ambicioso, com apetência para uma carreira internacional. A grande maioria são recém licenciados mas, é cada vez mais frequente encontrar pessoas com alguma experiência que deixam os seus empregos em Portugal para procurar uma oportunidade no estrangeiro. Após o estágio, cerca de 1/3 dos estagiários continua a trabalhar no estrangeiro. Desde 2001 que a Hovione participa neste programa. Dos nove estagiários que já recebemos, três deles receberam oferta de trabalho por parte da Hovione, um em Loures e dois em Macau. EDIÇÃO LOCAL ESTÁGIO ESTAGIÁRIO ACTUALMENTE C4 2000/01 Andrea Cruz Técnica no I&D Hovione Loures Nuno Marques Portugal C5-2001/02 Pedro Cortes Advogado em Macau C6-2002/03 Joana Cunha Técnica de CQ Hovione Macau C7-2003/04 Macau Ana Sebastião Engenheira de GQ Hovione Macau C8 2004/05 Bruno Silveirinha Espanha C9-2005/06 Ana Simões Hovione Macau* Rui Pires New Jersey Nelson Martins Hovione New Jersey * * estágio a decorrer Best practices partilhadas entre Loures e Macau TRANSFERÊNCIAS DE TECNOLOGIA ENTRE SITES UM DOS PONTOS CHAVE É GARANTIR A CONTINUIDADE DA RELAÇÃO COM O CLIENTE Quando em 1986 a Hovione Macau iniciou a sua laboração, aconteceu a primeira Transferência de Tecnologia entre sites. Depois disso muitos outros processos de fabrico não cessaram de percorrer as longas distâncias que separam os três sites da Hovione: Loures, Macau e New Jersey. Com o TTC nos EUA que, por opção estratégica, funciona como ponta de lança nas primeiras fases de desenvolvimento de novos processos, as Tech transfers para fabricação de quantidades maiores ou de produção regular multiplicam-se e tornam-se mais complexas. Refira-se que o TTC já transferiu com sucesso, em apenas 4 anos de existência, cinco processos para Loures e um para Macau. O objectivo principal na Transferência de Tecnologia é o de garantir a continuidade no projecto. Na maioria dos processos transferidos, estão envolvidos não dois mas sim 3 eixos: para além dos dois sites, 1 emissor e outro receptor, existe ainda o cliente, dono do projecto. Assim, tanto o projecto com toda a informação, como a relação com o cliente devem ser eficientemente transferidas. A própria relação humana passa de mãos de modo que o perfil do cliente deve ser detalhadamente transmitido. Esta questão é fundamental na continuação da relação de mútua confiança entre a Hovione e o Cliente construída pelo primeiro site. A gestão da relação com o cliente neste passo crítico é tão importante como o projecto em si. Hovione Macau inspeccionada pelo Infarmed Eddie Leong, Joana Cunha, Antonio Cotão,Avelina Pereira, Ana Ferreira, José Saraiva, Tess Wong, Josephine Chow, Shirley Tou, Luis Gomes, Daniel Mok, Eric Ng, Alberto Mesquita, Jorge Pastilha. Por forma a desenvolvermos sinergias e a aproveitarmos as best practices de cada um dos sites, os nossos colegas Ana Ferreira, Avelina Pereira, Jorge Pastilha e José Saraiva, estiveram durante uma semana (16 a 20 de Outubro) em Macau a comparar o sistema de HSE (Health, Safety and Environment) incluindo a Saúde Ocupacional e as práticas de Recursos Humanos de ambos os sites. A visita foi muito produtiva para ambas as partes, tendo sido definida uma lista de acções que visam melhorar/homogeneizar os procedimentos. O trabalho decorreu num clima de grande abertura e cooperação que permitiu aprofundar o conhecimento mútuo sobre a realidade de HSE nos dois sites. No passado mês de Setembro, a Hovione Macau foi inspeccionada pelo INFARMED. Esta inspecção foi efectuada a pedido da Hovione com o objectivo de obter um Certificado de Conformidade com as Boas Práticas de Fabrico para Produtos Activos. Este certificado irá ajudar os clientes Europeus a actualizarem os seus registos nas autoridades de saúde de acordo com as novas regras em vigor na União Europeia. P. 5

6 P. 6 > {HJ} NOTÍCIAS DE NEW JERSEY CLIENTE AGRADECE E RECONHECE QUALIDADE DO NOSSO TRABALHO MÁRIO CAETANO A sua experiência em New Jersey Clientes e colegas do TTC No passado dia 21 de Junho, uma equipa da CVT / Astellas esteve na Hovione em New Jersey, onde agradeceu e homenageou a Hovione, demonstrando o seu apreço pelo nosso empenhamento no rápido desenvolvimento do projecto PA03 e pela excepcional atenção prestada às necessidade do cliente. O PA03 vai ser objecto de validação em New Jersey em 2007 e lançado em No final, como forma de comemoração, presentearam-nos com um agradável e divertido churrasco. É bom ver clientes satisfeitos e ouvir palavras de reconhecimento! ESTUDANTES VISITAM TTC Um grupo de estudantes, integrados no Programa SEED (Science Education for the Economically Disadvantaged), visitou o TTC no passado dia 7 de Julho. Este projecto, da responsabilidade do Professor John Sheats, da Rider University, é patrocinado pela American Chemical Society e pela indústria local. Visa proporcionar a estudantes de escolas secundárias a possibilidade de trabalhar em laboratórios de pesquisa universitários, sob a supervisão de mentores com projectos de investigação em curso. É dada preferência a estudantes provenientes de famílias com baixos rendimentos, pois são grupos minoritários com fraca representatividade na comunidade científica. Mário Caetano, 32 anos, Engenheiro de Instrumentação e Controlo, entrou para a Hovione em Março 99. Começou na área da Automação, tendo transitado para a Instrumentação, onde chegou a responsável. Em Setembro 02 foi para o TTC como responsável da Manutenção das Instalações e equipamentos de processo, tendo regressado a Loures em Outubro 05. Actualmente encontra-se nas Compras Materiais e Equipamentos como Técnico de Strategic Sourcing. É uma função nova, cujo principal objectivo é a procura de novos fornecedores de materiais e equipamentos e/ou optimização dos existentes. Como avalia os seus três anos em New Jersey? MC: A experiência de ter vivido 3 anos em NJ foi boa. No início foi difícil pois foi necessário começar uma vida nova, longe de casa, da família, dos amigos e da nossa cultura. Para dar a volta por cima foi necessário ocupar o tempo com as actividades que mais gosto: ski, mergulho, hiking e viajar por aquele país imenso, e assim, os 3 anos acabaram por passar a correr. Quais os novos conhecimentos que adquiriu? MC: Viver nos EUA permitiu-me desenvolver o inglês a um nível que seria bastante difícil de alcançar se tivesse apenas frequentado uma escola. Para além do inglês, adquiri um vasto leque de novos conhecimentos, pelo facto de ser o arranque de novas instalações, pelo Centro ser pequeno e ter de desenvolver trabalho em áreas muito variadas, e ainda por trabalhar com colegas americanos, com outra cultura e forma de trabalhar. Também achei interessante fazer parte do grupo de portugueses que contribuíram para o arranque do TTC. Senti que fazia parte da nossa missão passar algum know how e cultura da Empresa aos colegas americanos. Quais as maiores diferenças com que se deparou, quer a nível cultural quer a nível de trabalho? MC: As diferenças culturais são bastantes e reflectem-se não só no trabalho mas também no dia-a-dia fora dele. As leis, normas, regras são tantas... existe legislação para tudo, mas mesmo para tudo! E lá não é a brincar, há que cumprir pois as inspecções são frequentes e duras. As pessoas e entidades cumprem-nas sem questionar. Realço a segurança. No trabalho, as pessoas opõem-se a fazer determinado trabalho enquanto não estiver claro que a sua segurança não será posta em causa. São as próprias pessoas a querer saber o que vão manusear e em que condições, não é preciso ser Ao contrário dos portugueses, eles pensam sempre primeiro na sua segurança, jamais deixam de cumprir os procedimentos e as regras de segurança. uma Área de Segurança a alertar para os vários perigos. Ao contrário dos portugueses, eles pensam sempre primeiro na sua segurança, jamais deixam de cumprir os procedimentos e as regras de segurança. Tudo é cumprido à risca. Por isso não têm no seu dicionário nenhuma palavra equivalente a desenrascanço, i.e.: "Desenrascanço: is a Portuguese word used in certain specific contexts and situations. It is used to express an ability to solve a problem without the adequate tools or proper technique to do so, and by use of sometimes imaginative resourcefulness when facing new situations." tirado do site da enciclopédia only Wikipedia em Como é que a sua experiência lá fora o ajuda no seu trabalho actual? MC: Para além das melhorias no inglês, é útil saber como funciona o TTC bem como as normas e/ou directivas específicas dos EUA, visto que, actualmente, o meu trabalho de "procurement" de materiais e equipamentos aplica-se também ao TTC. Também acho que ao trabalhar noutro país e com outra cultura, aprendi outras técnicas, conceitos, diferentes visões dos vários assuntos, o que é uma mais valia na minha evolução de carreira e aperfeiçoamento do trabalho que desenvolvo. No seu ponto de vista quais as mais valias de uma experiência internacional? MC: Ter a oportunidade de conhecer outro país, outra cultura, outra língua, alargar horizontes, conhecer pessoas. Também nos proporciona uma visão diferente do nosso país, dos nossos familiares e amigos. Toda a experiência acaba por se reflectir no trabalho e a nível pessoal.

7 > V IDA E SAÚDE Cuide da sua saúde e mantenha a boa forma com exercício físico 3. Tenha atenção às condições climáticas: Uma das ferramentas ideais para manter a saúde é a prática regular de exercício físico, que se deve praticar 3 vezes por semana, durante 50 minutos, ou 5 vezes por semana durante 30 minutos, cada vez. Se tiver tempo o recurso a um ginásio adequado será o ideal, mas se o tempo for pouco poderá começar por treino de marcha ou corrida. Vamos dar-lhe algumas dicas para ajudá-lo a realizar essa actividade: 1. Arranjar equipamento confortável: ténis e roupa - escolha tecidos leves, que lhe permitam liberdade de movimentos. Se quiser ser muito científico e seguro compre um monitor de frequência cardíaca, que lhe permitirá controlar a sua frequência cardíaca e adequar o seu treino. 2. Local - escolha um local conhecido, seguro, bem iluminado e sem trânsito. Vista-se de acordo com a temperatura exterior. Se estiver frio vista múltiplas camadas de roupa. Há vestuário desenhado especificamente para correr no frio. Deve usar uma T- shirt ou uma camisa interior em tecido absorvente de algodão colada ao corpo. Certifique-se que a cabeça e pescoço estão bem protegidos é uma área onde se perde um grande volume de calor corporal. Planeie o seu percurso para correr contra o vento no início e a favor do vento na volta. Conheça os sintomas iniciais de hipotermia: sensação de desorientação, perda da coordenação das mãos, fala confusa e dificuldade de caminhar. Se estiver a tremer, procure logo um lugar quente. Não corra grandes distâncias sozinho em condições climáticas adversas. Esteja atento(a) aos seus companheiros sobretudo os idosos. Observe se apresentam algum sinal de problemas provocados pelo frio. Lembre-se sempre de repor líquidos, mesmo quando está frio e não tem sede. Remova, imediatamente, a roupa molhada em contacto com o corpo. Se estiver muito frio escolha outro tipo de exercício. E agora só tem de começar! Faça uma boa série de exercícios de aquecimento antes da marcha ou da corrida. Faça alongamentos no final. Para saber mais consulte: Gertal primeiro Aniversário Passou um ano sobre o início da colaboração da Gertal, como gestora da nossa Cantina, e é com satisfação que podemos dizer que valeu a pena a mudança que levámos a cabo. A Gertal conseguiu identificar-se rapidamente com as práticas da Hovione e soube aliar a sua experiência de gestão de refeitórios à manutenção de uma confecção quase caseira a que sempre estivemos habituados. A equipa da Gertal tem sido exemplar na sua dedicação e disponibilidade e tem estado sempre receptiva às nossas sugestões de melhoria. Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos, fruto de uma excelente colaboração entre as duas Empresas, afirma Ana Ferreira, Directora de Recursos Humanos. 3 MESES DE ACTIVIDADES E AVENTURAS COM O GCDH Nos últimos 3 meses tivémos oportunidade de respirar o ar da serra e sentir a água fria do rio Zêzere numa canoagem atribulada pela chuva torrencial logo pela madrugada, e agraciada pela sorte de um céu rasgado de azul e Sol radioso no resto do dia. Fomos Cantar de Galo com as nossas crianças em actividades tradicionais que queremos ajudar a manter; aventurámo-nos noite adentro pelos encantos da bela Tróia com um passeio à luz da lua cheia e abrilhantado pelo luar; de avental aprumado e colher de pau em riste lançámo-nos pela cozinha da Vaqueiro em grandes e imponentes aprendizagens culinárias; e por temas mais saudáveis com o Curso de Cozinha Macro-vegetariana; fomos sentir a adrenalina numa corrida de toiros em terra de forte tradição tauromáquica Moita, com os seus valentes forcados; demos uns pézinhos, tímidos mas afoitos, nas danças de salão no intemporal Alunos de Apolo onde treinámos Cha cha cha, Jive e Valsa Austríaca; deixámo-nos levar pela envolvência da Ópera Bodas de Fígaro ; rimos com o par do costume José Pedro Gomes e António Feio e os seus 2 amores ; e como esquecer a inolvidável noite de fados no restaurante Fado Maior onde o fado foi corrido, foi sentido, foi bonito e maravilhosamente interpretado. E de forma a podermos tudo isto registar, para nunca olvidar proporcionámos um Workshop de Fotografia. Agora, pretendemos dar um saltinho até à Áustria com Música no Coração. E lançamo-nos à aventura total com rafting e paintball. Mais um saudável passeio pedestre por terras a definir e um novo encanto para miúdos e graúdos numa época especial: Dormindo com tubarões, uma experiência única e especial no aquário de todos os oceanos. Também na mesma temática mas num estilo mais clássico veremos o Lago dos Cisnes, intemporável, incomparável. E, ainda, para manter o corpo jovem e em forma voltamos a propor uma tarde de dança mas desta vez com Ritmos Latinos, uma relaxante e electrizante Manhã no Ginásio e, mais tarde, para descansar da azáfama natalícia, um Workshop de Yoga. O GCDH continua empenhado em satisfazer o seu público, assim sendo estamos sempre abertos a críticas, opiniões e sugestões para: António Simões, Carla Martins, Cristina Agualusa, Manuela Eleutério, Paulo Castro, Rui Jorge Leitão e Sandra Candeias. Cá vos esperamos. P. 7

8 P. 8 > C OMUNIDADE HOVIONE PARABÉNS PELO CASAMENTO Paulo Pinto, Jorge Paíga, Luís Paz, Paulo Dias, Vasco Henriques, Nuno Santos, David Bastos, Joana Baptista PARABÉNS PELO NASCIMENTO DOS FILHOS Rui Leitão, Jorge Costa, Filipe Silva, Filipa Mendes, Nuno Mineiro, Rafael Antunes Políticos e empresários portugueses na Florida PARABÉNS AOS COLEGAS QUE FORAM PROMOVIDOS ENTRE MAIO E OUTUBRO DE 2006 Pedro Borges, Catarina Simões, Isabel Santos ESTÁGIOS Susete Serra Faculdade de Matemática da Universidade de Coimbra ADMISSÕES Ana Vilela (Lic. Engª Quimica e Doutoramento em Farmácia), Catarina Soares (Lic. Economia e MBA no INSEAD), Cristina Batista (Lic. Comunicação Empresarial e Pós-Graduação Com. Interna), Joana Reymão (Lic. Bioquímica), João Seguro (Lic. Engª Química), João Sousa (Lic. Organização e Gestão Empresas), Jorge Moreira (Lic. Química Tecnológica), Nuno Silva (Lic. Ciências Farmacêuticas) e Pedro Serôdio (Lic. Química Tecnológica). No TTC Paulo Carvalho (MBA e Master em Finanças pela Univ. de Wisconsin). A todos reforçamos as boas vindas e desejamos o maior sucesso. VISITAS DE ESTUDO Para mostrar aos Portugueses como funciona o Estado da Florida, o embaixador americano em Lisboa Al Hoffman organizou uma viagem com 60 portugueses, das áreas da política, cultura, educação e empresas, no mês de Setembro. Marçal Grilo e Artur Santos Silva (administradores da Gulbenkian), Maria de Belém, Valente de Oliveira e José Luís Arnaut (antigos ministros), entre outros, participaram nesta iniciativa, que teve ainda o apoio do nosso embaixador em Washington, Pedro Catarino. O grupo percorreu cinco cidades, desde Orlando a Miami, havendo diariamente um programa muito organizado: pequeno almoço, almoço e jantar de trabalho! Visitámos quatro universidades e tivemos a oportunidade de ver a excelente relação entre estas e as empresas. Enquanto que na Europa as universidades têm uma vocação exclusiva para a criação de Conhecimento, nos Estados Unidos, para além daquelas com essa vocação, há outras FLORIDA cujo objectivo é formar pessoas para o mercado de trabalho, preparando-as para os empregos que têm procura. Existe assim uma ligação directa entre os empresários e os educadores, com excelentes resultados para todos. Economicamente, a Florida tem um excedente orçamental, zero desemprego e corta os impostos cada ano certamente um exemplo a seguir por Portugal, afirma Peter Vilax. ESTÁGIOS DE VERÃO PARA FILHOS DOS COLABORADORES Visita de estudo Universidade Lusófona Data Entidade Curso Âmbito Nº de visitantes 13 Jul TUV Higiene e Riscos 21 Segurança Quimicos 13 Jul IEFP Higiene e Téc. Sup. 15 Segurança HST 1 Jun Univ. Pós-Grad. Hig. Téc. Sup. 10 Lusófona e Segurança HST André Barros, Ana Sofia Dias, Noé Pardelha, Sérgio Baptista, Beatriz Bandarra, Tânia Costa, Marisa Janeiro, Carolina Mesquita, Susana Vieira, André Narciso e Nídia Ferreira. >> FICHA TÉCNICA Redacção: Isabel Pina e Sofia Villax Tiragem: exemplares Os nossos agradecimentos a todos os que colaboraram neste número: Cristina Batista, Jorge Pastilha, Luísa Paulo, Filipe Rosa Vicente, Lavinia Emery, Ana Ferreira, José Rato, José Luís Pires, Peter Vilax, Glória Neta, Emídio Barata, Joana Cunha, Mário Caetano, Avelina Pereira, Ana Chitas, Rui Sousa, Sandra Candeias

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

Health Management Future

Health Management Future 2012 Health Management Future COM O PATROCÍNIO DE O grupo BIAL tem como missão desenvolver, encontrar e fornecer novas soluções terapêuticas na área da Saúde. Fundado em 1924, ao longo dos anos BIAL conquistou

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO

Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Sessão de Abertura Muito Bom dia, Senhores Secretários de Estado Senhor Presidente da FCT Senhoras e Senhores 1 - INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite que a FCT me dirigiu para

Leia mais

AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A.

AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A. AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A. Empresa especializada na concepção, instalação e manutenção de equipamentos para a indústria hoteleira, restauração e similares. Primeira empresa do sector a nível

Leia mais

questionários de avaliação da satisfação CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS

questionários de avaliação da satisfação CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS questionários de avaliação da satisfação creche CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS 2ª edição (revista) UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Governo da República Portuguesa SEGURANÇA SOCIAL INSTITUTO DA

Leia mais

Permanente actualização tecnológica e de Recursos Humanos qualificados e motivados;

Permanente actualização tecnológica e de Recursos Humanos qualificados e motivados; VISÃO Ser a empresa líder e o fornecedor de referência do mercado nacional (na área da transmissão de potência e controlo de movimento) de sistemas de accionamento electromecânicos e electrónicos, oferecendo

Leia mais

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade

Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade Uma conversa entre empresas e professores - os desafios da empregabilidade No passado dia 15 de Novembro, a Share Associação para a Partilha de Conhecimento e a Faculdade de Ciências da Universidade de

Leia mais

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com Moçambique Agenda EVENTOS 2013 NEW!! Também in Company INSCREVA-SE EM inscrip@iirportugal.com VISITE www.iirportugal.com INOVAÇÃO Estimado cliente, Temos o prazer de lhe apresentar em exclusiva o novo

Leia mais

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA

MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLÍTICA VISÃO Ser a empresa líder e o fornecedor de referência do mercado nacional (na área da transmissão de potência e controlo de movimento) de sistemas de accionamento electromecânicos

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 PROJECTO CONJUNTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO MÉXICO 2015-2016 MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JANEIRO 2016 Promotor: Co-financiamento: Monitorização: Foto: Miguel Moreira

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

INOVAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E O FUTURO MINISTÉRIO DA ECONOMIA

INOVAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E O FUTURO MINISTÉRIO DA ECONOMIA INOVAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E O FUTURO MINISTÉRIO DA ECONOMIA Empresas INOVAÇÃO PRODUTOS DIMENSÃO MERCADO PRODUÇÃO MARKETING GESTÃO LIDERANÇA FINANCIAMENTO RH COMPETÊNCIAS Empreendedorismo VISÃO ESTRUTURADA

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO PARCERIA UMA PUBLICAÇÃO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa APRESENTAÇÃO Depois de duas edições,

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: O CONTEXTO NACIONAL

EMPREENDEDORISMO: O CONTEXTO NACIONAL EMPREENDEDORISMO: O CONTEXTO NACIONAL Entrevista com Eng.º Victor Sá Carneiro N uma época de grandes transformações na economia dos países, em que a temática do Empreendedorismo assume uma grande relevância

Leia mais

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Sumário País Portugal Sector Saúde Perfil do Cliente O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho envolve

Leia mais

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução

Bom dia, Senhoras e Senhores. Introdução Bom dia, Senhoras e Senhores Introdução Gostaria de começar por agradecer o amável convite que o Gabinete do Parlamento Europeu em Lisboa me dirigiu para participar neste debate e felicitar os organizadores

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA.

INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA. Conferência 6 de Outubro, FC Gulbenkian Lisboa INOVAÇÃO, INVESTIGAÇÃO & DESENVOLVIMENTO E RELAÇÕES UNIVERSIDADE-EMPRESA. MANUEL CALDEIRA CABRAL UNIVERSIDADE DO MINHO MANUEL CALDEIRA CABRAL DIAGNÓSTICO(S)

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

ajudam a lançar negócios

ajudam a lançar negócios Capa Estudantes portugueses ajudam a lançar negócios em Moçambique Rafael Simão, Rosália Rodrigues e Tiago Freire não hesitaram em fazer as malas e rumar a África. Usaram a sua experiência para construírem

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais

"É possível levar energia renovável para todos"

É possível levar energia renovável para todos "É possível levar energia renovável para todos" Por Daniela Chiaretti De Nairóbi, Quênia Connie Hedegaard: "Acho que quando temos uma crise global como a que estamos vivendo, é uma oportunidade excelente

Leia mais

Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas

Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas Exma. Sra. Presidente do Conselho Geral Transitório Exmos. Srs. Conselheiros Exmos. Srs. Professores Exmos. Srs. Funcionários Caros amigos e amigas Em primeiro lugar gostaria de expressar o meu agradecimento

Leia mais

Competitividade e Inovação

Competitividade e Inovação Competitividade e Inovação Evento SIAP 8 de Outubro de 2010 Um mundo em profunda mudança Vivemos um momento de transformação global que não podemos ignorar. Nos últimos anos crise nos mercados financeiros,

Leia mais

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007

Geografia A. * Análise de Notícias. Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Escola ES/3 de Carvalhos Março 2007 Geografia A * Análise de Notícias Natureza das notícias: socio-económica Localização temporal: actualidade Localização espacial: Europa Jornal: Expresso Data de edição:

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T

COOPERAÇÃO ENTRE PORTUGAL E ANGOLA EM C&T A cooperação Bilateral Angola - Portugal: estado atual e reforço futuro WORKSHOP PROGRAMA HORIZONTE 2020: COOPERAÇÃO EM INVESTIGAÇÃO E INOVAÇÃO ENTRE ANGOLA E A UNIÃO EUROPEIA Luanda, 3 e 4 de outubro

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 AREA DE FORMAÇÃO - ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA Foi possível no decorrer de 2008 encontrar na ÁREA DE FORMAÇÃO uma estabilidade ao nível dos recursos humanos que proporcionou

Leia mais

Senhor representante do Secretariado Geral da União do Magrebe Árabe. Senhor Secretário Geral Adjunto da União para o Mediterrâneo

Senhor representante do Secretariado Geral da União do Magrebe Árabe. Senhor Secretário Geral Adjunto da União para o Mediterrâneo Senhores Ministros Senhores Embaixadores Senhor representante do Secretariado Geral da União do Magrebe Árabe Senhor Secretário Geral Adjunto da União para o Mediterrâneo Senhora representante da Comissão

Leia mais

ISO/IEC 20000 DOIS CASOS DE SUCESSO DE CLIENTES QUALIWORK

ISO/IEC 20000 DOIS CASOS DE SUCESSO DE CLIENTES QUALIWORK ISO/IEC 20000 DOIS CASOS DE SUCESSO DE CLIENTES QUALIWORK A Norma ISO/IEC 20000:2011 Information technology Service management Part 1: Service management system requirements é uma Norma de Qualidade que

Leia mais

PROPOSTA DE PROGRAMA E DE TEMAS PARA DISCUSSÃO

PROPOSTA DE PROGRAMA E DE TEMAS PARA DISCUSSÃO PROPOSTA DE PROGRAMA E DE TEMAS PARA DISCUSSÃO 2. INOVAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO O objectivo está adquirido, como está adquirida a consciência da sua importância. O que não está adquirido é a forma de

Leia mais

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O relatório de avaliação do sistema de ensino superior em Portugal preparado pela equipa internacional

Leia mais

Projeto de acordo do consórcio entre a Universidade de Coimbra e a Universidade Aberta

Projeto de acordo do consórcio entre a Universidade de Coimbra e a Universidade Aberta Projeto de acordo do consórcio entre a Universidade de Coimbra e a Universidade Aberta Anexo à deliberação n.º 31-CG/2015 Documento n.º 32-/2015 Entre: A UNIVERSIDADE DE COIMBRA, pessoa coletiva número

Leia mais

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M." João Vieira Pinto

IPAM reforça no Porto. Pdg. 76. Por M. João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Pdg. 76 Por M." João Vieira Pinto IPAM reforça no Porto Afirma-se como lhe Marketing School e ambiciona ser a referência do ensino nesta área. Por isso, ejá a partir do próximo ano,

Leia mais

2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS. Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015. Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP

2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS. Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015. Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015 Sessão de Abertura António Saraiva, Presidente da CIP Bom Dia, Senhoras e Senhores Embaixadores, Senhores Representantes

Leia mais

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite para participar neste debate e felicitar os organizadores pela importância desta iniciativa. Na minha apresentação irei falar brevemente da

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

Mobilizar para a saúde ambiental... 12 A mudança leva tempo... 13 Actividades para aprender e mobilizar... 14 As mulheres precisam de uma voz...

Mobilizar para a saúde ambiental... 12 A mudança leva tempo... 13 Actividades para aprender e mobilizar... 14 As mulheres precisam de uma voz... Mobilizar para a saúde ambiental........................... 12 A mudança leva tempo................................... 13 Actividades para aprender e mobilizar........................ 14 As mulheres precisam

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2008

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2008 PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2008 ÁREA ALIMENTAR GESTÃO DE SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO Formador: Eng. João Bruno da Costa TRIVALOR, SGPS NUTRIÇÃO Formador: Dr. Lino Mendes - ESTeSL - Escola Superior de Tecnologia

Leia mais

Legislação Farmacêutica Compilada. Portaria n.º 377/2005, de 4 de Abril. B, de 20 de Maio de 2005. INFARMED - Gabinete Jurídico e Contencioso 59-C

Legislação Farmacêutica Compilada. Portaria n.º 377/2005, de 4 de Abril. B, de 20 de Maio de 2005. INFARMED - Gabinete Jurídico e Contencioso 59-C 1 Estabelece que o custo dos actos relativos aos pedidos previstos no Decreto- Lei n.º 72/91, de 8 de Fevereiro, bem como dos exames laboratoriais e dos demais actos e serviços prestados pelo INFARMED,

Leia mais

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09

INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Eng. Mário Lino. Cerimónia de Abertura do WTPF-09 INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA O MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Eng. Mário Lino Cerimónia de Abertura do WTPF-09 Centro de Congressos de Lisboa, 22 de Abril de 2009 (vale a versão

Leia mais

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira

Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Auto-avaliação da Licenciatura em Gestão e Administração Hoteleira Relatório Resumo Junho de 2012 Índice 1. Objectivo... 3 2. Enquadramento... 3 3. Trabalho realizado... 3 4. Dados síntese da Licenciatura

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

O QUE É A CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE?

O QUE É A CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE? 1 O QUE É A CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE? A globalização dos mercados torna cada vez mais evidente as questões da qualidade. De facto a maioria dos nossos parceiros económicos não admite a não qualidade.

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros Certified Quality System in compliance with the standard UNI EN ISO 9001:2000. Certificate n SQ.41823. Pixel Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros CURSOS INDIVIDUAIS PARA ESTRANGEIROS

Leia mais

Portugal é 4 0. na criação de empresas na

Portugal é 4 0. na criação de empresas na Portugal é 4 0. na criação de empresas na Europa, mas está também no topo do 'ranking' dos países em que as empresas têm maior taxa de mortalidade, soube-se no "VIII Encontro PT Negócios/Diário Económico",

Leia mais

NOTÍCIAS. Pró Inclusão ANDEE 7. Junho de 2010. Caros associados da Pró Inclusão

NOTÍCIAS. Pró Inclusão ANDEE 7. Junho de 2010. Caros associados da Pró Inclusão Pró Inclusão ANDEE 7 NOTÍCIAS Junho de 2010 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DOCENTES DE EDUCAÇÃO ESPECIAL Quinta da Arreinela de Cima, 2800-305 Almada TLM: 927 138 311 - E-mail: proandee@gmail.com Site: http://proinclusao.com.sapo.pt

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2014

PLANO DE ACTIVIDADES 2014 PLANO DE ACTIVIDADES 2014 A - INTRODUÇÃO O ano de 2013 que agora termina, foi decisivo para a continuidade da Fundação do Desporto. O Governo, através do Sr. Ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares,

Leia mais

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com Clínica Maló. Paulo Maló CEO. www.clinicamalo.pt. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com Clínica Maló Paulo Maló CEO www.clinicamalo.pt Com quality media press para LA VANGUARDIA Esta transcrição reproduz fiel e integralmente a entrevista. As respostas que aqui figuram em linguagem

Leia mais

DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira

DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional Plurifundos da Região Autónoma da Madeira (POPRAM

Leia mais

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park.

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park. NEWSLETTER 0 JULHO 2009 O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou a comemoração do seu 33º Aniversário com a inauguração das novas instalações da Sede do Serviço no Tagus Park. As novas instalações

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

10º Fórum da Indústria Têxtil. Que Private Label na Era das Marcas?

10º Fórum da Indústria Têxtil. Que Private Label na Era das Marcas? Que Private Label na Era das Marcas? Vila Nova de Famalicão, 26 de Novembro de 2008 Manuel Sousa Lopes Teixeira 1 2 INTELIGÊNCIA TÊXTIL O Sector Têxtil e Vestuário Português e o seu enquadramento na Economia

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 II GALA PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 PRAÇA DO COMÉRCIO LISBOA 2015 年 10 月 29 日, 里 斯 本 商 业 广 场, Pátio

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

Call centres, regiões e ensino superior

Call centres, regiões e ensino superior Call centres, regiões e ensino superior Call centres, regiões e ensino superior Frank Peck Center for Regional Economic Development University of Central Lancashire (UK) A UCLAN (Universidade de Central

Leia mais

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA A Formação no ISQ A actividade de Formação do ISQ tem sido uma forte aposta enquanto factor determinante para o desenvolvimento e melhoria de desempenho dos sectores tecnológicos

Leia mais

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP CADERNO DE CONFERENCISTA ÍNDICE 2 4 6 7 8 9 10 11 12 ENQUADRAMENTO A ENERGIA NA CPLP OBJETIVOS A ENERGIA NA CPLP ESTRUTURA DO EVENTO LOCAL ALTO PATROCÍNIO

Leia mais

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59.

Relatório da. Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59. Relatório da Avaliação intercalar da execução do Plano de Acção da UE para as Florestas Contrato de Serviço N.º 30-CE-0227729/00-59 Resumo Novembro de 2009 Avaliação intercalar da execução do Plano de

Leia mais

ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE

ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE Projecto IMCHE/2/CP2 1 ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE

Leia mais

conhecimento sobre esta matéria! O problema é que, como sabemos de outras situações, "o barato sai caro"! Não dúvido que os computadores de " linha

conhecimento sobre esta matéria! O problema é que, como sabemos de outras situações, o barato sai caro! Não dúvido que os computadores de  linha Ergonomia Novas Tecnologias de Informação e Comunicação: novas maleitas? Computadores, écrans, teclados, ratos e outros que tais. Aproximação ao problema dos riscos de efeitos na saúde humana a longo prazo.

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Outubro de 2009 Agenda EM DESTAQUE Estágios e Suplemento ao Diploma- uma aposta no futuro! Índice Nota Editorial Eventos/Notícias Na Primeira Pessoa Manz

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 3 Hemisfério esquerdo responsável pelo pensamento lógico e pela competência

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa INICIATIVA INSERIDA NA EVENTO 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO APOIOS UMA PUBLICAÇÃO ALTO PATROCÍNIO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da

Leia mais

ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL

ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL Universidade d de Coimbra A Universidade nº 1 dos países de expressão portuguesa (World University Rankings, The Times Higher Education Supplement e QS QuacquarelliSymonds) É a universidade portuguesa

Leia mais

CAPÍTULO IV Apresentação, interpretação e análise de dados

CAPÍTULO IV Apresentação, interpretação e análise de dados CAPÍTULO IV Apresentação, interpretação e análise de dados Introdução Tendo explicado e descrito os instrumentos e procedimentos metodológicos utilizados para a realização deste estudo, neste capítulo,

Leia mais

Questiono se, hoje, a escola não deverá ser muito mais do saber ler, escrever, contar Ninguém duvida que a escola é muito mais do que isso.

Questiono se, hoje, a escola não deverá ser muito mais do saber ler, escrever, contar Ninguém duvida que a escola é muito mais do que isso. Sobre os rankings Há rankings para todos os gostos em função da amostra, tendo em conta o nº. de disciplinas, o nº de exames, o ser público ou privado, enfim Por exemplo no Diário de Notícias num ranking

Leia mais

Mercados. informação de negócios. Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado

Mercados. informação de negócios. Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado Mercados informação de negócios Angola Oportunidades e Dificuldades do Mercado Dezembro 2011 Índice 1. Oportunidades 03 1.1 Pontos Fortes 03 1.2 Áreas de Oportunidade 03 2. Dificuldades 04 2.1 Pontos Fracos

Leia mais

XI Mestrado em Gestão do Desporto

XI Mestrado em Gestão do Desporto 2 7 Recursos Humanos XI Mestrado em Gestão do Desporto Gestão das Organizações Desportivas Módulo de Gestão de Recursos Rui Claudino FEVEREIRO, 28 2 8 INDÍCE DOCUMENTO ORIENTADOR Âmbito Objectivos Organização

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012 APCP Newsletter Editorial A APCP lança agora, pela primeira vez, a sua Newsletter. Será distribuída em formato digital e também em papel, uma vez por ano. É mais uma forma de tornar públicas as actividades

Leia mais

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS?

INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? INTERVENÇÃO DO SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DO TURISMO NO SEMINÁRIO DA APAVT: QUAL O VALOR DA SUA AGÊNCIA DE VIAGENS? HOTEL TIVOLI LISBOA, 18 de Maio de 2005 1 Exmos Senhores ( ) Antes de mais nada gostaria

Leia mais

PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo)

PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo) PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo) Duração: 5 Sessões (45 minutos) Público-Alvo: 6 a 7 anos (1º Ano) Descrição: O programa A Família é constituído por uma série de cinco actividades. Identifica o

Leia mais

Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel

Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel Programa Avançado de Gestão para o Setor do Pós Venda Automóvel ACAP de Portas Abertas para a Universidade RAZÃO DE SER Antes da Agenda O que sabe hoje chega para garantir a SUSTENTABILIDADE e o SUCESSO

Leia mais

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente.

Maior evento nacional de Transferência de Conhecimento. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente. Cidades e redes inteligentes Energia Água Resíduos Ambiente 1 a 3 MARÇO 2016 CCL - Centro de Congressos de Lisboa Fundação AIP A Fundação AIP é hoje o maior centro de negócios de Portugal, recebendo os

Leia mais

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Outubro de 2010 Agenda EM DESTAQUE Aderir à REDE! NOTÍCIAS/ EVENTOS Índice Nota Editorial Eventos/Notícias Na Primeira Pessoa Instituição do Mês Protocolos

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA LETÓNIA SOBRE COOPERAÇÃO NOS DOMÍNIOS DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA. Decreto n.º 29/2002 Acordo entre a República Portuguesa e a República da Letónia sobre Cooperação nos Domínios da Educação, da Cultura e da Ciência e da Tecnologia, assinado em Lisboa em 17 de Outubro

Leia mais

FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013. 1. Título "Opções de financiamento para a CPLP" não é meu.

FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013. 1. Título Opções de financiamento para a CPLP não é meu. FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013 1. Título "Opções de financiamento para a CPLP" não é meu. Poderia dar ideia que há opções de financiamento específicas para a CPLP em si mesma e para os Estados

Leia mais

MASTER EM DIRECÇÃO DE COMÉRCIO INTERNACIONAL E DE MARKETING OBJECTIVOS DO PROGRAMA A Escola de Negócios EUDEM apresenta o seu programa MCIM - Master em Direcção de Comércio Internacional e de Marketing,

Leia mais

A Agência de Tecnologia da República Checa e os seus programas

A Agência de Tecnologia da República Checa e os seus programas A Agência de Tecnologia da República Checa e os seus programas A CRIAÇÃO E O LANÇAMENTO DAS ACTIVIDADES DA TA CR A fundação da Agência de Tecnologia da República Checa (adiante designada TA CR ) foi um

Leia mais

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Tem entre 30 e 45 anos? A sua experiência profissional é superior a 5 anos? Encontra-se numa situação de desemprego há pelo menos 6 meses? Está

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS PT PT PT COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 18.2.2009 COM(2009) 64 final COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA INTERVENÇÃO DE SUA EXCIA, MINISTRA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, PROFª. DOUTORA, MARIA CÂNDIDA PEREIRA, DURANTE A SESSÃO DE ABERTURA DO WORKSHOP SOBRE

Leia mais

Portaria n.º 605/99, de 5 de Agosto Regulamento do Sistema Nacional de Farmacovigilância (Revogado pela Decreto-Lei n.º 242/2002, de 5 de Novembro)

Portaria n.º 605/99, de 5 de Agosto Regulamento do Sistema Nacional de Farmacovigilância (Revogado pela Decreto-Lei n.º 242/2002, de 5 de Novembro) Regulamento do Sistema Nacional de Farmacovigilância (Revogado pela Decreto-Lei n.º 242/2002, de 5 de Novembro) O sistema de avaliação e autorização de introdução no mercado de medicamentos, que tem vindo

Leia mais

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Definir o conceito de Help Desk; Identificar os diferentes tipos de Help Desk; Diagnosticar

Leia mais

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos Imobiliários A formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário

Leia mais

Maio 2013 PE2020. O papel da Engenharia como fator de competitividade. Iniciativa

Maio 2013 PE2020. O papel da Engenharia como fator de competitividade. Iniciativa Maio 2013 PE2020 O papel da Engenharia como fator de competitividade Iniciativa Agenda 1. Apresentação da Proforum e do PE2020 como plataforma colaborativa relevante e integradora 2. Contributo do PE2020

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

DURATINET: Rede Transnacional para promover a durabilidade das infra-estruturas de transportes no Espaço Atlântico

DURATINET: Rede Transnacional para promover a durabilidade das infra-estruturas de transportes no Espaço Atlântico DURATINET: Rede Transnacional para promover a durabilidade das infra-estruturas de transportes no Espaço Atlântico M. Manuela Salta Laboratório Nacional de Engenharia Civil Av. Prof. do Brasil, 101, 1700-066

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 8.10.2007 SEC(2007)907 DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO documento de acompanhamento da Comunicação da Comissão sobre um programa para ajudar as

Leia mais

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial

COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada COMPETIR + Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Subsistemas Fomento da Base Económica de Exportação Desenvolvimento Local Empreendedorismo

Leia mais