DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS"

Transcrição

1 DICAS DE COMO PARTICIPAR DE FEIRAS VITÓRIA 2004

2 Dicas de como participar de feiras Introdução As feiras são eventos ricos em oportunidades de negócios. São ambientes privilegiados para o incremento das relações comerciais, pois reúnem fornecedores de produtos, serviços e tecnologia, compradores, especialistas do setor e até mesmo a imprensa. Tudo isso, com a otimização de recursos financeiros e esforços de vendas, uma vez que possibilita o fechamento de negócios concentrados em um único local, evitando muitas vezes viagens a mais de um estado ou cidade. Representam a possibilidade de demonstrar seu produto a um grande número de pessoas, em um curto período de tempo. Os visitantes comparecem para ver, sentir, tocar e provar seus produtos e serviços. É importante saber que os empresários que visitam feiras estão em busca de novidades, querem ter uma visão ampla das oportunidades oferecidas pelo mercado, nem sempre são as pessoas responsáveis pelas compras. É comum visitar feiras para coletar um grande número de informações atualizadas sobre produtos e somente após a feira fazer uma seleção do que realmente é necessário e então iniciar os contatos comerciais. Visão é a arte de ver coisas invisíveis Jonathan Swift Principais Tipos de feiras: Feiras Multisetoriais normalmente são feiras de varejo, abertas ao público, que possibilitam a comercialização e divulgação de produtos e serviços de diferentes segmentos de mercado. Na maioria das vezes estas feiras tem escala regional. Feiras Especializadas (Regionais ou Nacionais) são dirigidas a um setor específico, como vestuário, alimentação e outros, cujo foco são visitantes profissionais do ramo em questão. Estas feiras podem ser de âmbito regional, tendo divulgação e expositores que atuam na região, ou âmbito nacional, recebendo visitantes de todo o país e até do exterior. Feiras Internacionais oferecem ao expositor a oportunidade de realizar negócios com empresas de outros países. É necessário, no entanto, que o empresário esteja preparado para atender à exigências do mercado internacional.

3 As vantagens / objetivos das feiras: A participação em feiras representa excelentes oportunidades de ampliação de mercados. Basicamente, tem como objetivo final a ampliação das vendas, seja a curto, médio ou longo prazo, podendo atender a outros objetivos imediatos como: - Abertura de novos mercados; - Informações sobre o mercado; - Reunião de vários compradores; - Desenvolvimento e adequação de produtos e serviços; - Lançamento de novos produtos/serviços; - Avaliação sobre o posicionamento dos seus produtos/serviços e de sua imagem diante do mercado (consumidores e concorrentes); - Acesso às tendências de mercado e às novas tecnologias; - Intercâmbio de informações entre os expositores e até mesmo a formação de parcerias. - Fechamento de negócios Critérios básicos para escolha de uma feira. (o empresário deve verificar) : - Se os produtos cumprem exigência do mercado que interessa atingir; - Se o mercado é importante ou tem potencial para comprar; - Se existe capacidade produtiva suficiente para atender à demanda potencial; - Se é o melhor evento para a participação da empresa e de seus produtos; - Se existe ou existirão futuros problemas nesse mercado; - Se a empresa está preparada para investir tempo e dinheiro na feira, como também no desenvolvimento do novo mercado após a feira; - Definir claramente os objetivos ao participar de uma feira;

4 Eficiência na participação em feiras : - Trabalhar com a máxima antecedência Quanto maiores forem os prazos operados para organizar a apresentação, maiores serão as vantagens e benefícios; - Analisar as condições Ter condições humanas e financeiras, ter capacidade de desempenho durante a feira, ter condições de implementar o pós-feira com sucesso; ter capacidade de manter o negócio prospectado; - Definir as responsabilidades É a definição exata e detalhada das funções e responsabilidades de cada pessoa que vai trabalhar na feira ou exposição escolhida); - Planejar o estande É necessário fazer do estande a imagem estendida da empresa. O estande mostra a cara da empresa; - Registrar contatos e informações Estabelecer um sistema simples e de alta eficiência para o registro de contatos e informações sobre compradores potenciais. Etapas da participação em feiras : O sucesso da feira vai depender das estratégias tomadas antes, durante e após o evento. A seguir note os principais pontos: 1) Antes da feira - Selecione adequadamente a feira. Mais vale participar da principal feira do setor do que em várias com pouca importância. - Programe-se com bastante antecedência. - Reserve o stande. Os primeiros garantem os melhores lugares. - Certifique-se das regras para participação e defina detalhes sobre a decoração do stande. - Reserve hotéis e passagens com antecedência. - Programe a produção e o envio do material que será exposto. - Envie convites aos clientes e potenciais clientes. - Faça uma relação dos materiais de suporte e promoção que serão necessários. - Prepare cartões de visita. Não esqueça de colocar antes do número do telefone o código DDI. Isso facilita futuros contatos. - Treine os funcionários que estarão no estande

5 2) Durante a Feira - Chegue dois dias antes para cuidar dos detalhes finais da montagem do stand e certificar-se de que tudo está como programado. - Tenha pessoas aptas para o correto atendimento aos visitantes. Com conhecimento técnico e que dominem idiomas, caso a feira tenha foco internacional. - Monte um arquivo com os cartões comerciais dos clientes que visitaram o estande, juntamente com as anotações detalhadas das necessidades de cada cliente. Este arquivo será muito importante para monitorar a frequência da feira e também para os contatos pós - feira. - Tenha material promocional em quantidade suficiente para toda a feira. 3) Após a Feira - Organize todo o cadastro de clientes, para dar continuidade às tentativas de vendas; - Envie uma correspondência agradecendo pela visita; - Atenda a todas as solicitações de cotações e amostras. Obs.: É nesta etapa que se consolida o sucesso da feira, quando a empresa no retorno, produz e encaminha o produto ao novo cliente desenvolvido, conforme solicitado. MATERIAL DE SUPORTE : Cartão de visitas Seja seletivo. Não saia distribuindo cartões, deixe o seu cartão facilmente acessível; Catálogos de produtos e serviços Deve conter informações objetivas e fidedignas dos produtos comercializados pela empresa; Mostruário de produtos Deve ter o produto e a descrição das características anexadas `a amostra; Portfólio da empresa Deve ser claro e objetivo, dando as principais informações sobre sua atividade, produtos e serviços oferecidos, bem como dados de relações com o mercado, com principais clientes e fornecedores; Folhetos / folder São peças publicitárias de informação sobre a empresa, produtos oferecidos, composto por uma única folha com uma ou mais dobras.

6 DICAS DE NEGOCIAÇÂO Ouvir com atenção a outra parte; Não ser inflexível quanto a preços; Não fazer um mau negócio somente para conquistar o cliente; Sempre procurar o ponto de equilíbrio; Ser gentil e procurar não pressionar o cliente, ou seja, deixá-lo à vontade; Procurar obter informações sobre o cliente, suas instalações, o mercado onde atua, principais clientes, credibilidade junto a outros fornecedores, etc... Buscar informações sobre sua pontualidade nos pagamentos. DICAS ESTRATÉGICAS Para feiras internacionais Idioma de conversação: é preferível usar os serviços do tradutor do que conduzir uma conversa cheia de possíveis problemas de interpretação; Dados específicos: como ele quer receber o material enviado após a feira; Listas de preços ( CIF, FOB...); Tipo de cotação ( em container de quanto..., em caixas de...); Prazo de entrega que ele precisa; Amostras (número e forma). QUESTIONÁRIO E MAPEAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA AJUDAR OS EXPOSITORES : Que tipo de produtos podem ser expostos? Quem são os organizadores e qual é a sua reputação? O evento atraiu compradores de outros países no ano passado? Quantas pessoas visitaram a feira no ano passado? (separar o público geral dos comerciantes). Quantas empresas de produtos similares ao seu, se apresentaram? Qual o preço do espaço físico e que serviços estão incluídos? Qual o custo de outros serviços, tais como construção de estande, decoração, limpeza, segurança etc...? Qual o custo de contratar equipe local? Qual a data limite para reserva de espaço? Qual a data limite para remessa dos produtos?

7

GUIA DE BOAS PRÁTICAS

GUIA DE BOAS PRÁTICAS GUIA DE BOAS PRÁTICAS A RODADA DE NEGÓCIOS A RODADA DE NEGÓCIOS É UM EVENTO EMPRESARIAL ORGANIZADO PARA PROMOVER NEGÓCIOS E PARCERIAS. Em um mesmo local estão empresas convidadas com interesse em comprar,

Leia mais

Eventos e Rede Inteligentes

Eventos e Rede Inteligentes IV Conferência Anual Inteligência Competitiva São Paulo - Março 2003 Eventos e Rede Inteligentes Fabiane dos Reis Braga fabiane@duplaconsultoria.com.br Agenda Passado e Presente Oportunidades de Inteligência

Leia mais

como potencializar sua participação na

como potencializar sua participação na como potencializar sua participação na O 1º passo para o sucesso A ESCOLAR OFFICE BRASIL é um importante veículo de divulgação para sua marca. Ela tem o potencial de gerar negócios durante e depois de

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos

dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos dicas infalíveis para conquistar patrocinadores 6para eventos Introdução Antes de abordar os possíveis patrocinadores Está na hora de apresentar a proposta para o patrocinador 1. Quem é você? 2. Apresentando

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004 2.4d_ização de

Leia mais

Quais são as organizações envolvidas no SASSMAQ?

Quais são as organizações envolvidas no SASSMAQ? PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES AVALIAÇÃO SASSMAQ (P.COM.26.00) O SASSMAQ é um Sistema de Avaliação de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Qualidade, elaborado pela Comissão de Transportes da ABIQUIM, dirigido

Leia mais

Feimafe Informações Gerais

Feimafe Informações Gerais Líder Mundial na Organização de Eventos Qualquer que seja o setor de atuação......criamos contatos, conteúdos e comunidades com o poder de transformar seus negócios. Feimafe Informações Gerais Sumário

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro.

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro. Página 1 de 9 2. Análise de Mercado 2.1 Estudo dos Clientes O que é e como fazer? Esta é uma das etapas mais importantes da elaboração do seu plano. Afinal, sem clientes não há negócios. Os clientes não

Leia mais

Planejamento de Marketing

Planejamento de Marketing PARTE II - Marketing Estratégico - Nessa fase é estudado o mercado, o ambiente em que o plano de marketing irá atuar. - É preciso descrever a segmentação de mercado, selecionar o mercado alvo adequado

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida Apresentação Institucional Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida A empresa que evolui para o seu crescimento A VCN Virtual Communication Network, é uma integradora de Soluções Convergentes

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

Como fazer. networking. Um guia prático e fácil para um networking efetivo.

Como fazer. networking. Um guia prático e fácil para um networking efetivo. Como fazer networking Um guia prático e fácil para um networking efetivo. Este whitepaper é para... Em um evento de determinado setor (e aqui estamos falando do nosso, a rede de moda!), todos os participantes

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

a) VISUAL MERCHANDISING

a) VISUAL MERCHANDISING a) VISUAL MERCHANDISING (1) Introdução Enquanto o marketing planeja, pesquisa avalia e movimenta o produto desde a sua fabricação até sua chegada ao ponto-de- venda, o merchandising representa o produto

Leia mais

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242.

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242. 1 2 Apresentação O Portal Brasil Postos é uma plataforma digital desenvolvida para a geração de negócios, relacionamento e informação para o segmento de postos de combustíveis, lubrificação e Lojas de

Leia mais

Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br

Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br O que é o Projeto O Projeto pretende contribuir para promover a imagem de Santa Catarina como destino de investimentos

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Filomena Garcia Sócia-Diretora do Grupo Cherto: Comercial, Expansão de Franquias e Rede de Negócios

Leia mais

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado Plano de Direcionamento Conhecimento de Mercado Conhecimento de Mercado É necessário conhecer o mercado para que sejam desenvolvidos produtos que atendam as necessidades e expectativas dos clientes. Segmentação

Leia mais

apresenta a Copyright 2009 Inrise Consultoria www.inriseconsultoria.com.br

apresenta a Copyright 2009 Inrise Consultoria www.inriseconsultoria.com.br apresenta a 1 Marketing Jurídico 2 O que o Marketing Vende? 3 O que essa imagem vende? 4 O que o Marketing Vende? Imagem Benefício 5 O que essa imagem vende? 6 O que essa imagem vende? 7 Mundos Diferentes

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Catálogo de Merchandising

Catálogo de Merchandising Catálogo de Merchandising 1 Feira SALA DE IMPRENSA O canal perfeito para sua empresa falar com um público sempre bem informado e formador de opinião, composto por jornalistas dos mais conceituado veículos

Leia mais

Classificação por Desempenho no Projeto MERITOCRACIA

Classificação por Desempenho no Projeto MERITOCRACIA Classificação por Desempenho no Projeto MERITOCRACIA Meritocracia é o processo pelo qual as empresas com maiores esforços e engajamento no processo de internacionalização são reconhecidas e favorecidas

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE DE VENCEDORES! PROPOSTA DISTRIBUIDOR LA POZZI

VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE DE VENCEDORES! PROPOSTA DISTRIBUIDOR LA POZZI VENHA FAZER PARTE DA NOSSA EQUIPE DE VENCEDORES! PROPOSTA DISTRIBUIDOR LA POZZI INTRODUÇÃO A LaPozzi Professional Cosméticos fornece ao mercado de cosméticos capilar profissional, produtos inovadores,

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires Princípios e Conceitos de Marketing Prof. Felipe A. Pires O que é Marketing? É a execução de um conjunto de atividades comerciais, tendo como objetivo final a troca de produtos ou serviços entre produtores

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora à vencer as barreiras internacionais.

Leia mais

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA Período de Execução: 2012 www.reedalcantara.com.br BRIEFING Reed Exhibitions PERFIL A Reed Exhibitions A Reed Exhibitions é a principal organizadora

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Aproveitamos também para colocar a nossa equipe à sua disposição para quaisquer dúvidas ou sugestões.

Aproveitamos também para colocar a nossa equipe à sua disposição para quaisquer dúvidas ou sugestões. Este guia é para auxiliar sua empresa para ter 100% de aproveitamento do evento. Peço que leia o manual por completo e tire todas suas dúvidas sobre o evento. Se em um momento você não encontrar o que

Leia mais

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing.

coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. 10 coisas que você PRECISA SABER antes de investir em marketing. Quem é o seu público? Para quem você quer vender? Parece óbvio, não? Mas muitos empreendedores engasgam para responder esta pergunta. Na

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

Como Atrair Clientes

Como Atrair Clientes COMO ATRAIR CLIENTES QUESTÕES BÁSICAS Quem são os meus clientes? Quantos sãos? Onde estão? Como fazer para falar com eles? DEFINIÇÃO SEGMENTO DE MERCADO Significa um grupo de consumidores com necessidades

Leia mais

Teste sua empregabilidade

Teste sua empregabilidade Teste sua empregabilidade 1) Você tem noção absoluta do seu diferencial de competência para facilitar sua contratação por uma empresa? a) Não, definitivamente me vejo como um título de cargo (contador,

Leia mais

CompuStream Procedimentos para ajudar a vender COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA.

CompuStream Procedimentos para ajudar a vender COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. CompuStream Procedimentos para ajudar a vender COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. Por Maximilian Immo Orm Gorissen I. Ser seletivo na venda Para aumentar as vendas da sua empresa, você deve em primeiro lugar

Leia mais

PROPOSTA DE ACORDO COMERCIAL

PROPOSTA DE ACORDO COMERCIAL PROPOSTA DE ACORDO COMERCIAL Associações Comerciais junho/2012 APRESENTAÇÃO LOURI Assessoria e Ltda., sediada em Bauru/SP, fundada aos 18 de outubro de 2.011, com início de operações em janeiro de 2.012,

Leia mais

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas. O Varejo 16 Aula 16/5/2008 Objetivos da aula Explicar como os varejistas podem contribuir para o processo de criar valor. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

Leia mais

APRESENTAÇÃO 2016 11 2305-0015

APRESENTAÇÃO 2016 11 2305-0015 APRESENTAÇÃO O 7 Lubgrax Meeting ocorrerá nos dias 17 e 18 de agosto. Tecnologia, estratégia e expansão, inovação, gestão de produtos, são alguns dos temas que estarão presente durante o congresso. Adotando

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA COMÉRCIO ELETRÔNICO PROF. CÉLIO CONRADO

CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA COMÉRCIO ELETRÔNICO PROF. CÉLIO CONRADO Contexto e objetivos CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA COMÉRCIO ELETRÔNICO PROF. CÉLIO CONRADO O desenvolvimento do plano de negócios, como sistematização das idéias

Leia mais

Revista de Produtos. www.otimaatacado.com.br

Revista de Produtos. www.otimaatacado.com.br Revista de Produtos www.otimaatacado.com.br ABRIL 2014 EDITORIAL Olá, somos a Ótima Atacado. Por meio deste catálogo em forma de revista, buscamos manter um canal de comunicação com nossos clientes

Leia mais

Marketing de Feiras e Eventos: Promoção para Visitantes, Expositores e Patrocinadores

Marketing de Feiras e Eventos: Promoção para Visitantes, Expositores e Patrocinadores Gestão e Organização de Conferências e Reuniões Organização de conferências e reuniões, nos mais variados formatos, tais como reuniões educativas, encontros de negócios, convenções, recepções, eventos

Leia mais

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas SEGMENTOS DE ATUAÇÃO Encomendas Mensagens Financeiro Digital Logística Integrada Conveniência Marketing Direto Serviços Internacionais SEGMENTOS

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA Flash Lan House: FOCO NO ALINHAMENTO ENTRE CAPITAL HUMANO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

Logística no Ponto de Venda (PDV)

Logística no Ponto de Venda (PDV) Logística no Ponto de Venda (PDV) Pesquisa: Percepção do Varejo em Relação às Ações Promocionais Maio de 2005 Objetivo: Avaliar o impacto dos vários tipos de promoções praticadas em supermercados junto

Leia mais

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br.

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br. Marketing Ambiental Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. O que temos visto e ouvido falar das empresas ou associado a elas? Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br 2 3 Sílvia

Leia mais

4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco - Penedo/Alagoas. Proposta de Participação Restaurante Local

4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco - Penedo/Alagoas. Proposta de Participação Restaurante Local 4º Festival Gastronômico do Baixo São Francisco - Penedo/Alagoas Proposta de Participação Restaurante Local 4º FESTIVAL GASTRONÔMICO DO BAIXO SÃO FRANCISCO 28 a 30 de Outubro de 2011 UMA FESTA DE SABORES

Leia mais

CHECK-LIST COMO AVALIAR FRANQUIAS NUMA FEIRA. Passo 1 Preparando-se para o evento. A. Decida que tipos de negócios mais lhe atraem

CHECK-LIST COMO AVALIAR FRANQUIAS NUMA FEIRA. Passo 1 Preparando-se para o evento. A. Decida que tipos de negócios mais lhe atraem CHECK-LIST COMO AVALIAR FRANQUIAS NUMA FEIRA Passo 1 Preparando-se para o evento A. Decida que tipos de negócios mais lhe atraem Uma boa franquia para você escolher é aquela que está dentro de um setor

Leia mais

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES OBJETIVO Combinar peças de mala direta criativas, concisas e sistemáticas com telefonemas, como um meio de formular uma estratégia de exploração e qualificação de prospects (clientes potenciais) mais eficaz

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br)

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br) COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) DESCRIÇÃO GERAL: O Coordenador Sênior do Uniethos é responsável pelo desenvolvimento de novos projetos, análise de empresas, elaboração, coordenação, gestão e execução

Leia mais

Este briefing contém atividades que deverão ser desenvolvidas durante o convênio supracitado.

Este briefing contém atividades que deverão ser desenvolvidas durante o convênio supracitado. Briefing Prestação de Serviços de Comunicação e Marketing para o Instituto Nacional do Plástico Programa de Incentivo à Exportação Think Plastic Brazil Introdução Este briefing propõe e organiza as ações

Leia mais

Projeto: Náutica, Portos, Infraestrutura e Logísticas. Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina

Projeto: Náutica, Portos, Infraestrutura e Logísticas. Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina Projeto: Náutica, Portos, Infraestrutura e Logísticas Câmara Italiana de Comércio e Indústria de Santa Catarina www.brasileitalia.com.br O Projeto Tem como principais objetivos: Atrair empresas e investimentos

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CERTIFICAÇÃO NBR 16001

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CERTIFICAÇÃO NBR 16001 PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CERTIFICAÇÃO NBR 16001 As perguntas abaixo têm o propósito de elucidar algumas dúvidas sobre a certificação da NBR 16001. 1. O que é a NBR 16001? A NBR 16001 tem a finalidade

Leia mais

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz;

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz; E-mail marketing, muitas vezes considerada uma forma de marketing pessoal, é uma das mais valiosas ferramentas de web marketing, uma das mais visadas e mais focada pelos marqueteiros. Vamos nos concentrar

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

26 e 27 SET 2013 EXPONOR

26 e 27 SET 2013 EXPONOR 26 e 27 SET 2013 EXPONOR O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: Uma marca.

Leia mais

PROJETO DE COMERCIALIZAÇÃO

PROJETO DE COMERCIALIZAÇÃO PROGRAME-SE PARA PARTICIPAR DO EVENTO OFICIAL DA SUINOCULTURA BRASILEIRA. Centro de Convenções e Eposições Epo Dom Pedro PROJETO DE COMERCIALIZAÇÃO INFORMAÇÕES: (43) 305-53 - abraves015@fbeventos.com Promoção

Leia mais

in light eletro house supri shop linea domus outdoor living & garden

in light eletro house supri shop linea domus outdoor living & garden utility house in domus eletro house in light linea domus supri shop outdoor living & garden FEIRA PROFISSIONAL Reunir em um mesmo local e momento investidores e mercado-alvo, formando um ambiente de negócios

Leia mais

M A N U A L TREINAMENTO. Mecânica de Veículos Piçarras Ltda. Manual Prático de Procedimento do Treinamento

M A N U A L TREINAMENTO. Mecânica de Veículos Piçarras Ltda. Manual Prático de Procedimento do Treinamento M A N U A L TREINAMENTO 1. Introdução A velocidade das mudanças tecnológicas, o aumento da diversidade nos locais de trabalho e a acentuada mobilidade dos trabalhadores atuais são aspectos do mundo contemporâneo

Leia mais

ESPAÇO INOVAÇÃO 2015 ITS

ESPAÇO INOVAÇÃO 2015 ITS CIAB FEBRABAN 2015 25 Anos XXV Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras Transamérica Expo Center 16 a 18 Junho de 2015 INTRODUÇÃO O ITS com apoio da FEBRABAN organizará,

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Para auxiliar o planejamento estruturado da metodologia de realização do BRASIL TRADE, os seguintes pontos de reflexão estratégica foram observados:

Para auxiliar o planejamento estruturado da metodologia de realização do BRASIL TRADE, os seguintes pontos de reflexão estratégica foram observados: COMO FIZEMOS O BRASIL TRADE ORIENTE MÉDIO O BRASIL TRADE é a ação de promoção de negócios do Projeto Tradings composta por rodadas de negócio entre tradings e comerciais exportadoras brasileiras e compradores

Leia mais

A Arte em Eventos é uma empresa que organiza eventos. w w w. a r t e e m e v e n t o s. c o m. b r

A Arte em Eventos é uma empresa que organiza eventos. w w w. a r t e e m e v e n t o s. c o m. b r A Arte em Eventos é uma empresa que organiza eventos. Integrada às novidades do mercado, oferece um excelente atendimento e soluções criativas na produção de eventos, que asseguram bons resultados e valorizam

Leia mais

CAMPANHA DE MARKETING

CAMPANHA DE MARKETING CAMPANHA DE MARKETING Campanha de Marketing Abrangência da Campanha Anúncios Internet e Marketing Eletrônico Projetos Especiais Merchandising Internet e Marketing Eletrônico Pré Credenciamento on-line

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DA QUALIDADE Profa. Adriana Roseli Wünsch Takahashi

GESTÃO ESTRATÉGICA DA QUALIDADE Profa. Adriana Roseli Wünsch Takahashi UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE GESTÃO ESTRATÉGICA DA QUALIDADE Profa. Adriana Roseli Wünsch Takahashi MARÇO/2010

Leia mais

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis:

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Canais de marketing Prof. Ricardo Basílio ricardobmv@gmail.com Trade Marketing Trade Marketing Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Distribuidores; Clientes; Ponto de venda.

Leia mais

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio.

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Roteiro para apresentação do Plano de Negócio Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Abaixo encontra-se a estrutura recomendada no Empreenda! O Plano de Negócio deverá

Leia mais

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas 1) Resumo Executivo Descrição dos negócios e da empresa Qual é a ideia de negócio e como a empresa se chamará? Segmento

Leia mais

SGQ 22/10/2010. Sistema de Gestão da Qualidade. Gestão da Qualidade Qualquer atividade coordenada para dirigir e controlar uma organização para:

SGQ 22/10/2010. Sistema de Gestão da Qualidade. Gestão da Qualidade Qualquer atividade coordenada para dirigir e controlar uma organização para: PARTE 2 Sistema de Gestão da Qualidade SGQ Gestão da Qualidade Qualquer atividade coordenada para dirigir e controlar uma organização para: Possibilitar a melhoria de produtos/serviços Garantir a satisfação

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito!

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito! À medida que mais e mais empresas aderem ao marketing de conteúdo, notamos que as expectativas são por vezes incompatíveis com a realidade quando se trata de um Blog Corporativo B2B. A maioria dos profissionais

Leia mais

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na

Nos últimos anos, o setor de seguros brasileiro vem sofrendo uma. série de transformações. Algumas delas podem ser visualizadas na Visão das Seguradoras: Uma análise da distribuição de seguros no Brasil Francisco Galiza Mestre em Economia (FGV), membro do Conselho Editorial da FUNENSEG, catedrático pela ANSP e sócio da empresa "Rating

Leia mais

+ BENEFÍCIOS PARA SUA ENTIDADE CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES

+ BENEFÍCIOS PARA SUA ENTIDADE CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES + BENEFÍCIOS PARA SUA ENTIDADE CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES CDL CARTÕES +FACILIDADE Com o objetivo de oferecer soluções para facilitar a vida dos associados e seus funcionários, a FCDL-MG se uniu à Valle Express,

Leia mais

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS

POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS POR QUE SER ASSOCIADO ABESE? CONHEÇA TODOS OS BENEFÍCIOS Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança - ABESE Entidade que representa, nacionalmente, as empresas de sistemas

Leia mais

COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE

COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 COMECE CERTO QUESTÕES FUNDAMENTAIS PARA O PLANEJAMENTO E ANÁLISE DE NOVOS NEGÓCIOS OBJETIVO DO DEBATE Apresentar

Leia mais

A nova bandeira Elo acaba de chegar nas máquinas da Cielo.

A nova bandeira Elo acaba de chegar nas máquinas da Cielo. (3,1) -1-48889_2 cieloinfor630x275.indd 6/15/11 5:44 PM A NÚMERO 1 EM VENDAS. NADA SUPERA ESSA MÁQUINA. Informativo EDIÇÃO 1 TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A CIELO PARA O SEU NEGÓCIO. *Estabelecimentos

Leia mais

Título do boletim informativo

Título do boletim informativo Sua organização Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Título do boletim informativo TÍTULO DO ARTIGO PRINCIPAL Este artigo pode conter de 175 a 225 palavras. O objetivo do boletim informativo

Leia mais

A decorecom é uma versão ampliada do salão design+decoração, acrescentando o segmento de acabamento à proposta do evento anterior.

A decorecom é uma versão ampliada do salão design+decoração, acrescentando o segmento de acabamento à proposta do evento anterior. A COM EVENTOS organizou o salão design+decoração, que aconteceu de 7 a 11 de abril, no Expo Unimed (Universidade Positivo). O evento contou com cerca de 50 expositores de lojas do setor da decoração com

Leia mais

Importância da normalização para as Micro e Pequenas Empresas 1. Normas só são importantes para as grandes empresas...

Importância da normalização para as Micro e Pequenas Empresas 1. Normas só são importantes para as grandes empresas... APRESENTAÇÃO O incremento da competitividade é um fator decisivo para a maior inserção das Micro e Pequenas Empresas (MPE), em mercados externos cada vez mais globalizados. Internamente, as MPE estão inseridas

Leia mais

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa.

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Economizar é a prioridade e sabemos que é possível ter até 40% de economia se a empresa nunca teve nenhum tipo de controle

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA Pessoa Física

TERMOS DE REFERÊNCIA Pessoa Física TERMOS DE REFERÊNCIA Pessoa Física Coordenação Campanha Pequim+20 Localização: Prazo para candidatura: Tipo de contrato Nível do Posto Idioma(s) necessário: Data esperada de início: Data esperada de fim:

Leia mais

percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo de entrar em contato com a empresa

percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo de entrar em contato com a empresa O marketing digital está revolucionando a forma como as empresas conquistam clientes. Consumidores tornaram-se mais independentes e, segundo pesquisas na área, percorrem 60% do ciclo de compra antes mesmo

Leia mais

VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA

VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA Central de Cases VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA www.espm.br/centraldecases Central de Cases VENDA DE MÁQUINAS DE EMBALAGEM NA ARGENTINA Preparado pelo Prof. Ricardo D Alò de Oliveira, da ESPM-RS.

Leia mais

O MELHOR DA CONSTRUÇÃO EM UM SÓ LUGAR 06 A 09 DE MAIO - CENTRO DE CONVENÇÕES BAHIA

O MELHOR DA CONSTRUÇÃO EM UM SÓ LUGAR 06 A 09 DE MAIO - CENTRO DE CONVENÇÕES BAHIA O MELHOR DA CONSTRUÇÃO EM UM SÓ LUGAR 06 A 09 DE MAIO - CENTRO DE CONVENÇÕES BAHIA www.feiraconstruir.com.br/bahia A FEIRA A partir da edição de 2014, o evento Construir Bahia passa a ser bienal. Idealizada

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

Lista de casamento. A Lista de Casamento não tem custo para os noivos. Funciona da seguinte maneira:

Lista de casamento. A Lista de Casamento não tem custo para os noivos. Funciona da seguinte maneira: Lista de casamento Sugestão de texto de e-mail para o cliente Prezada Srª. XXX, boa tarde. Primeiramente gostaria de agradecer seu importante contato. A Lista de Casamento não tem custo para os noivos.

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14

PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14 PLANO DE NEGÓCIO EMPRESA (inserir logo) SET/14 Índice 1 INTRODUÇÃO-Sumário Executivo 04 1.1 Identificação da Empresa 04 1.1.1 Histórico da empresa 04 1.1.2 Definição do modelo de negócio 05 1.1.3 Constituição

Leia mais

SOBRE A NOSSA EMPRESA

SOBRE A NOSSA EMPRESA SOBRE A NOSSA EMPRESA A Resolve Serviços Empresariais Ltda., fundou-se em 1991, com o propósito de oferecer o serviço de mão de obra temporária fundamentada na Lei 6019/74, destacando-se pela ética, agilidade,

Leia mais

CHAMADA DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

CHAMADA DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR Carta Projeto MDA N 002/2012 IPD Curitiba, 13 de janeiro de 2012. IPD - INSTITUTO DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO CHAMADA DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR Chamada de Seleção de Empreendimentos

Leia mais

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte

Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia de Processamento e Logística 08 10 de Setembro de 2009 - ( 3ª. a 5ª.) Expo Center Norte Pavilhão Amarelo São Paulo BEM VINDO A FRUIT & LOG 2009! ABRINDO

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE MARKETING

COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING Meio através do qual a empresa informa, persuadi e lembra os consumidores sobre o seu produto, serviço e marcas que comercializa. Funções: Informação

Leia mais

Comércio exterior sem fronteiras.

Comércio exterior sem fronteiras. Comércio exterior sem fronteiras. PROGRAMA BRASIL TRADE COMÉRCIO EXTERIOR SEM FRONTEIRAS O Programa Brasil Trade otimiza a exportação de produtos brasileiros a partir de uma estratégia muito simples: incentivando

Leia mais