Sonia Silva Rua Domingos Ceroni 86

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sonia Silva Rua Domingos Ceroni 86"

Transcrição

1 BOLETIM 64 julho de 2006 REFERÊNCIA 1 - DICIONÁRIO JURÍDICO INGLÊS-PORTUGUÊS, de Maria Chaves de Mello. Ed. Método, p. ISBN Inclui mais de verbetes traduzidos do português para o inglês e do inglês para o português. Traz também textos que contém as normas basilares do Direito Brasileiro; a Lei de introdução ao Código Civil Brasileiro; Da elaboração, redação, alteração e consolidação das leis, etc. 2 - GUIA DO MERCADO BRASILEIRO DA MÚSICA 2006, org. Marinilda Bertolete Boulay. São Paulo, IMESP, p. ISBN Ferramenta importante para melhor conhecimento do mercado musical brasileiro, contribuindo para o entendimento das relações culturais e profissionais do Brasil com o resto do mundo. Traz ainda os seguintes temas: Mercado da música; Artistas e espetáculos; Conexões internacionais; Mídia, etc. 3 - PETRÓPOLIS UM PASSEIO PELO CENTRO HISTÓRICO, de Virgínio Cordeiro de Mello Junior, ilust. de Maurício Cordeiro de Mello. Rio de Janeiro, Gryphus, p. ISBN Um caminhar lento pelas calçadas da belíssima cidade histórica, a única cidade Imperial das Américas, plena de referências sobre tão belo período da vida brasileira. ARTE 4 - O DESIGN GRÁFICO BRASILEIRO - ANOS 60, org. de Chico Homem de Melo. São Paulo, Cosac & Naify, p. ilust. brochura c/ sobrecapa. ISBN Fala dos revolucionários artistas gráficos brasileiros que ousaram criar uma linguagem autônoma, livre da influência da Escola de Ulm e do racionalismo alemão. 5 - IBERÊ CAMARGO Catálogo Raisonné, Volume 1, de Mônica Zielinsky. São Paulo, Cosac & Naify, p. ilust. encadern. c/ sobrecapa. ISBN Primeiro volume do Catálogo Raisonné que reúne todas as gravuras do pintor gaúcho, falecido em MARCELLO GRASSMANN, de Marcello Grassmann. São Paulo, Instituto Moreira Salles, p. ilust. 22x29cm. Reunião de desenhos do artista paulista Marcello Grassmann, em edição comemorativa aos 80 anos do gravurista e desenhista. Inclui entrevista concedida pelo artista a Antonio Fernando De Franceschi. 7 - TIDE HELLMEISTER, INQUIETA COLAGEM, org. de Ericson Straub. São Paulo, Infolio, p. ilust. encadern. 24x32cm. ISBN Reúne obras do artista gráfico paulistano. Ver também: 33, 56 e 106 BIOGRAFIA CLIENTES HABITUAIS, de Carla de Almeida. São Paulo, Landscape, p. ISBN Vida de uma prostituta brasileira que viveu em Londres por alguns tempos. 9 - ABDIAS NASCIMENTO O GRIOT E AS MURALHAS, de Ele Semog. Rio de Janeiro, Pallas, p. ISBN Abdias Nascimento é dramaturgo, poeta, artista plástico, político, antropólogo e incansável militante negro. Deixou-se biografar para prestar um serviço aos seus irmãos negros. Aqui vai o retrato de um guerreiro GREGÓRIO BEZERRA UM LUTADOR DO POVO, de Alder Júlio Ferreira Calado. São Paulo, Expressão Popular, p. (Coleção: Viva o Povo Brasileiro). ISBN Tocante relato da trajetória do líder camponês e dirigente comunista Gregório Bezerra, fortemente perseguido e desumanamente torturado ao longo de sua luta pela paz, justiça e contra a opressão do povo. Página 1 de 12

2 11 - JOÃO CABRAL DE MELO NETO O HOMEM SEM ALMA & DIÁRIO DE TUDO, org. de José Castelo. São Paulo, Bertrand Brasil, p. ISBN Em cerca de 30 horas de entrevista, vai aqui o perfil de um poeta rigoroso e delicado. Diário de Tudo traz os bastidores das conversas do organizador com o entrevistado, com as anotações que o eram feitas após cada encontro MEU TESTEMUNHO DE BRASÍLIA, de Manuel Mendes. 3. ed. Brasília, DF, Thesaurus, p. ISBN Terceira edição de um clássico sobre os primórdios da nova capital brasileira, construída no Planalto Central. O autor, que participou desde o início dessa epopéia, anotou e fotografou tudo o que de marcante acontecia durante a obra. É a Brasília da lama, da poeira, dos candangos humildes, dos acampamentos sem luz, sem asfalto, sem água e sem comunicação O MUNDO ACABOU, de Alberto Villas. Rio de Janeiro, Globo, p. ISBN O autor, jornalista, retrata a infância e a juventude passadas em um Brasil mais inocente e cordial, na ainda provinciana Belo Horizonte dos anos 60, do Rio de Janeiro visitado nas férias e da recém-construída Brasília. Conta de um país em vias de industrialização, do ativismo intelectual e político, do voluntário exílio francês e muito mais SANTOS DUMONT BANDEIRANTE DOS ARES E DAS ERAS, de Paulo Urban e Homero Pimentel. Rio de Janeiro, Madras, p. ISBN Os autores passam a limpo a polêmica a respeito de quem voou primeiro, se foi Santos Dumont ou os irmãos Wright. Buscam esclarecer a infâmia estadunidense. O livro enfoca ainda os brasileiros pioneiros no balonismo, o mundo psicológico de Dumont e dedica um capítulo para a questão crucial do seu suicídio. Ver também: 28, 79 e 106. DIREITO 15 - BRASIL REPÚBLICA DA DITADURA CIVIL, de José Carlos Bruzzi Castello. Rio de Janeiro, José Olympio, p. ISBN Denúncia à escandalosa condição de que as estruturas estatais são as que mais cometem abusos, ilegalidades e inconstitucionalidades no Brasil CONSTITUIÇÃO FEDERAL COMENTADA E LEGISLAÇÃO CONSTITUCIONAL, de Nelson Nery Junior e Rosa Maria de Andrade Nery. São Paulo, Revista dos Tribunais, p. ISBN Traz a Constituição Federal comentada e anotada, atualizada até a Emenda Constitucional nº 52, bem como a legislação constitucional. Ver também: 1, 32 e 94 ECONOMIA 17 - DESENVOLVIMENTO EM CRISE A ECONOMIA BRASILEIRA NO ÚLTIMO QUARTEL DO SÉCULO XX, de Ricardo Carneiro. 2. ed. São Paulo, Ed. UNESP, p. ISBN Trata do desenvolvimento, da crise e da desaceleração da economia brasileira, entre meados da década de 1970 até os anos 90, ressaltando a combinação dos diversos fatores internacionais e domésticos que funcionaram como elementos de obstáculo ou de estímulo ao crescimento econômico nacional MERCADO DE CAPITAIS E DÍVIDA PÚBLICA TRIBUTAÇÃO, INDEXAÇÃO, ALONGAMENTO, de Edmar Bacha Lisboa e Luiz Chrysóstomo de Oliveira Filho. Ed. Contra Capa, p. ISBN Dividido em 4 seções, os textos tratam de tributação e alongamento, as contribuições geradas por esses dois estudos, as visões sobre a indexação da dívida pública e o mercado brasileiro à taxa Selic MOEDA E TERRITÓRIO UMA INTERPRETAÇÃO DA DINÂMICA REGIONAL BRASILEIRA, de Marco Crocco e Frederico G. Jayme Junior. Belo Horizonte, Autêntica, p. ISBN A centralidade da moeda na macrodinâmica complexa de uma economia de mercado é um dos elementos demarcadores do território teórico da abordagem do livro. Página 2 de 12

3 Ver também: 39 e 94 FILOSOFIA 20 - CULTURA E DEMOCRACIA O DISCURSO COMPETENTE E OUTRAS FALAS, de Marilena Chauí. Reedição rev. e ampl. São Paulo, Cortez, p. ISBN A autora, professora de Filosofia Política na Universidade de São Paulo, retoma seus textos publicados nas décadas de 70 e 80, pré-pt, pré-collor, pré-queda do Muro de Berlim, pré-bush e volta a discutir com eles, em edição revista e ampliada, com inclusão de novos capítulos. FOTOGRAFIA 21 - BAHIA, de Paulo Klein, fotos de Araquém Alcântara. Ed. Manole, p. ilust. encadern. c/ sobrecapa, bilíngüe port/ingl. (Coleção: Imagens do Brasil). ISBN Reunindo imagens captadas por renomado fotógrafo e textos de importante personalidade, apresenta as belezas da Bahia, um dos estados mais surpreendentes do Brasil, por suas paisagens, patrimônio histórico, cultura e natureza. Bilíngüe português/inglês TRANSPANTANEIRA PASSARELA DE FAUNA E FLORA, de Marcos Vergueiro. Cuiabá, MT,Tanta Tinta, p. ilust. encadernado. Bilíngüe port/ingl. ISBN Fotos inéditas da rodovia Transpantaneira, uma estrada singular, que corta em seus 145km uma planície que permanece submersa durante 4 meses do ano, Bilíngüe português/inglês. FUTEBOL 23 - FUTEBOL E VIOLÊNCIA, de Heloisa Helena Baldy dos Reis. Campinas, SP, Autores Associados, p. ISBN Resultado de 10 anos de pesquisas sobre futebol, os tipos de violências relacionadas a ele e a organização dos espetáculos futebolísticos. O objetivo central é compreender porque a violência social encontrou um ambiente favorável nos estádios para a ocorrência de episódios de confronto entre torcedores VOTORANTIM HISTÓRIA E ICONOGRAFIA DE UMA CIDADE, de João dos Santos Junior. Itu, SP, Ottoni, p. ilust. ISBN Associa história contemporânea com futebol, trazendo, ao lado do surgimento de uma cidade em torno de um grupo industrial, a trajetória do futebol, que teve importante participação no desenvolvimento da urbe. Destaque para as fotos das equipes do Palmeiras e do São Paulo, na década de 50. HISTÓRIA 25 - BOTICAS & PHARMÁCIAS, de Flávio Coelho Edler. Rio de Janeiro, Casa da Palavra, p. ilust. ISBN X Conta do surgimento e evolução das farmácias no Brasil, bem como do profissional ligado à saúde na sociedade brasileira em três momentos: Colônia, Império e República. Ricamente ilustrado, imprescindível para ilustrar teses, artigos, livros, etc BREVE HISTÓRIA DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, de Francis Albert Cotta. Ed. Crisálida, p. ISBN Baseado em intensa pesquisa histórica, trata da mais antiga Polícia Militar do Brasil, dos Dragões del Rey até a atual Polícia Militar de Minas Gerais. Descreve a história da corporação e de sua participação em vários momentos da história do Brasil CAMPINAS VISÕES DE SUA HISTÓRIA, de Lilia Inês Zanotti de Medrano e João Miguel Teixeira de Godoy. Campinas, SP, Átomo, p. ISBN Resultado do conjunto de palestras realizadas em 2003 durante a Semana de História da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Trabalhos de historiadores e arquitetos que abordam aspectos da história de Campinas, SP. Página 3 de 12

4 28 - O CAPITÃO LAMARCA E A VPR, de Wilma Antunes Maciel. São Paulo, Alameda, p. ISBN Analisa os processos políticos movidos contra a Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) no período de 1969 a 1971, principalmente aqueles que se referem ao seu principal líder, o capitão Carlos Lamarca e os julgamentos da Justiça Militar A CIDADE-EXPOSIÇÃO:COMÉRCIO E COSMOPOLITISMO EM SÃO PAULO ( ), de Heloisa Barbuy. São Paulo, Ed. USP, p. ilust. ISBN Analisa o microterritório formado pelas 3 principais ruas comerciais na passagem do século 19 para o 20 as ruas Direita, 15 de Novembro e São Bento, que compunham o chamado Triângulo, tidas como eixo das casas de comércio da região. Ilustrações com pormenores das fachadas e dos interiores das edificações da época. Imprescindível para ilustrar teses artigos e livros A COMPANHIA DE SANTA BÁRBARA UM CASO DA INDÚSTRIA TÊXTIL EM MINAS GERAIS, de Fernando Matta Machado. Rio de Janeiro, TopBooks, p. ISBN A Companhia de Santa Bárbara é a empresa têxtil das mais antigas de Minas Gerais e do Brasil. Ainda em funcionamento, ela completa 120 anos em Fundada em 1888, aqui vai disponibilizado um acervo documental sobre a industrialização em Minas Gerais DIÁLOGOS COM A HISTÓRIA, de Wolmir Therezio Amado. Goiânia, GO, UCGO, O autor discute com a Inquisição, o genocídio indígena, o patrimonialismo, os colonizadores brasileiros do século 17, o tricentenário da morte do padre Antonio Vieira e outros assuntos DIREITOS E JUSTIÇAS NO BRASIL, org de Silvia Hunold Lara e Joceli Nunes Mendonça. Campinas, SP, Ed. UNICAMP, p. ISBN Cobrindo da Colônia à Ditadura Militar, reúne artigos que mostram como as normas legais, os procedimentos jurídicos e as diversas concepções de direito fazem parte da vida social e que o direito depende de um complexo e conflituoso jogo político que envolve toda a sociedade HISTÓRIA DA EMBALAGEM NO BRASIL, de Pedro Cavalcanti e Carmo Chagas. São Paulo, Associação Brasileira de Embalagem (ABRE), p. ilust. encadern, 23x31cm. ISBN As marcas dos produtos que apaixonaram os brasileiros, trazendo histórias curiosas de marcas que o brasileiro nunca esqueceu HISTÓRIA DO ANARQUISMO NO BRASIL VOLUME 1, org. Daniel Aarão Reis Filho e Rafael Borges Deminicis. Rio de Janeiro, Mauad, p. ISBN Reúne 12 textos sobre a história dos militantes e dos movimentos anarquistas nacionais JK A SAGA DE UM HERÓI BRASILEIRO, de Francisco Viana. Rio de Janeiro, Nacional, p. ISBN Narra a trajetória do médico e político Juscelino Kubitscheck, desde sua infância pobre em Diamantina até sua transformação em maior estadista brasileiro e mito nacional. Rico em depoimentos e reconstruções de personagens fundamentais da vida política brasileira O LIVRO E A LEITURA NO BRASIL, de Alessandra El Far. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, p. ilust. (Coleção: Descobrindo o Brasil). ISBN Abrange a história do livro e da leitura no Brasil desde a proibição da impressão no período colonial, passando pela chegada de livreiros estrangeiros a partir de 1808, até os dias de hoje NORMA E CONFLITO ASPECTOS DA HISTÓRIA DE MINAS NO SÉCULO XVIII, de Laura de Mello e Souza. 2. ed. Belo Horizonte, Ed. UFMG, ISBN Segunda edição de um minucioso trabalho de investigação da história de Minas Colonial, das intrigantes relações entre a colônia e a metrópole no século XVIII, com novas interpretações sobre a sociedade, escravidão, administração, a partir de fontes e documentos inéditos. 38- OS PAVILHÕES DO PASSEIO PÚBLICO THEATRO CASINO E CASINO BEIRA-MAR, de Jance Santucci. Rio de Janeiro, Casa da Palavra, p. ISBN História do Passeio Público do Rio de Janeiro, desde a fundação, em 1783, o planejamento e a concepção paisagística de Mestre Valentim e suas curiosidades como o Chopp Berrante, o aquário e o cinema tremetreme. Detalhes do Casino Beira-Mar e do Theatro Casino, construídos no Parque e que nas décadas de 20 e 30 do século passado abrigaram o teatro de vanguarda do Rio de Janeiro. Página 4 de 12

5 39 - PERNAMBUCO AFORTUNADO DA NOVA LUSITÂNIA À NOVA ECONOMIA, de Carlos André Cavalcanti e Francisco Carneiro da Cunha. Ed. INTG, p. ISBN O período Colonial, a Invasão Holandesa e a Restauração, Abolicionismo e entrada na revolução Industrial, política pré e pós Ditadura Militar, desenvolvimento econômico e político dos últimos 50 anos A PESTE DAS ALMAS HISTÓRIA DE FANATISMO, de Marcos Antonio Lopes e Marcos Lobato Martins. Rio de Janeiro, Ed. FGV, p. ISBN Viagem através da história para entender esse fenômeno, suas causas e efeitos, com os seguintes temas: Seitas da nova era; Contra o fanatismo; A chama sagrada da violência; Linhagens orientais e fundamentalismo islâmico, etc TRABALHO LIVRE, TRABALHO ESCRAVO BRASIL E EUROPA, SÉCULO XVIII, org. de Douglas Cole Libby e Júnia Ferreira Furtado. São Paulo, Annablume, p. ISBN Reunião de estudos sobre o trabalho livre e o trabalho escravo em perspectiva comparativa, escritos por brasileiros, europeus e estadunidenses sobre a sociedade livre e a sociedade escravista, em grande parte construída em função dos debates abolicionistas do inicio do século ZUMBI, de Joel Rufino dos Santos. 2. ed. São Paulo, Global, p. ISBN Segunda edição de livro sobre o personagem mais famoso entre os negros escravos, que tanto lutou pela liberdade de seus irmãos. O autor é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e foi preso político entre Ver também: 3, 9, 10, 12, 13, 14, 24, 46, 72, 79, 82, 88, 98 e 102. LÍNGUA PORTUGUESA 43 - LINGUAGEM, POLÍTICA E ECOLOGIA; UMA ANÁLISE DO DISCURSO DE PARTIDOS VERDES, de Deusa M. Souza P. Passos. Campinas, SP, Pontes, p. ISBN A autora, Mestra e Doutora em Lingüística e Professora na Universidade de São Paulo, lança investigação sobre o discurso ecológico ou discurso verde (green discourse), permitindo seu funcionamento enunciativo O PORTUGUÊS ARCAICO: FONOLOGIA, MORFOLOGIA E SINTAXE, de Rosa Virginia Mattos e Silva. São Paulo, Contexto, p. ISBN X Uma das maiores especialistas em português arcaico do Brasil mostra a real importância de se estudas o passado do nosso idioma. LITERATURA LIVROS QUE ABALARAM MEU MUNDO, de vários autores. Rio de Janeiro, Casa da Palavra, p. ISBN Todos têm um livro guardado no coração, que foi lido em um momento crucial da vida, na infância, adolescência ou meia-idade, e que abriu a cabeça para os infinitos universos contidos em suas páginas. Alguns leitores que tiveram seu mundo abalado por uma obra impressa - jornalistas, pesquisadores, livreiros, autores como Heloisa Seixas, José Mindlin, Milton Hatoun, Ruy Castro, Bráulio Tavares e outros, contam aqui sobre a obra literária de capital importância em suas vidas AMOR E GUERRA NO PARAGUAI, de Jafé Borges. Recife, PE, Bagaço, p. ISBN Enredo de amor e lealdade inserido no contexto preconceituoso e sangrento da memória da estúpida guerra do Paraguai, embasado em vasta pesquisa realizado pelo autor entre historiadores brasileiros, paraguaios, argentinos e de outras nacionalidades ANTOLOGIA DA POESIA BRASILEIRA NO SÉCULO 21, de Manuel da Costa Pinto. São Paulo, PubliFolha, p. ISBN Reúne 205 poemas, de 70 poetas, comentados pelo autor. É um panorama da poesia contemporânea de todos os gêneros, de poetas como Arnaldo Antunes, Augusto e Haroldo de Campos, Ferreira Gular, Adélia Prado e outros BRASIL PASSADO A SUJO, de Aldir Blanc. São Paulo, Geração, p. ISBN Página 5 de 12

6 O autor escreveu algumas das mais belas letras das canções populares, como O Bêbado e o Equilibrista, cantada por Elis Regina. É também cronista de costumes e poeta e aqui, em seus contos, enfoca personagens comuns do Rio de Janeiro e também da conturbada cena nacional CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, de Antonieta Cunha. Moderna Ed., p. (Coleção: Mestres da Literatura). ISBN Conhecer a vida e a obra é conhecer parte significativa de nossa história. Foi, não somente um dos maiores nomes da literatura em língua portuguesa de todos os tempos mas também uma testemunha atenta da história do Brasil do século CLÃ DO JABUTI UMA PARTITURA DE PALAVRAS, de Cristiane Rodrigues de Souza. São Paulo, Annablume, p. ISBN Análise crítica da obra poética de Mario de Andrade, focalizando o livro Clã do Jabuti, de 1927, em que se evidencia a discussão de conceitos musicais em meio à escrita dos versos CORREIO FEMININO, de Clarice Lispector. Rio de Janeiro, Rocco, p. ISBN Clarice começou a atuar na imprensa em 1940, 3 anos antes de lançar seu primeiro romance Perto do coração selvagem, colaborando com jornais e revistas até 2 anos antes de falecer, em Reunidos aqui em livro, pela primeira vez, os textos de sua fase inicial, abordando os mais diversos temas, desde a educação dos filhos aos tratamentos de beleza, da moda aos perfumes, da busca da felicidade aos dilemas morais. Aqui vai um painel dos anos 1950 e 60, de uma faceta pouco conhecida e estudada de Clarice FOI NAQUELE ENCONTRO..., de Raquel Machado. Rio de Janeiro, Escrituras, p. ISBN Contos e crônicas que levam a refletir sobre a difícil arte da convivência a dois, com suas histórias de amor e decepção HOJE CENDARS PARTE PARA O BRASIL, de Jêrome Michaud-Larivière. São Paulo, Companhia das Letras, p. +20p. de fotos. ISBN Refaz os passos do poeta francês Blaise Cendars, que veio ao Brasil no começo do século 20, a convite dos modernistas, escritor Oswald de Andrade e pintora Tarsila do Amaral, que ele conhecera em Paris. Bela narrativa de viagem, impregnada de poesia O HOMEM QUE CONHECIA AS MULHERES, de Marcelo Rubens Paiva. Rio de Janeiro, Objetiva, p. ISBN Contos em narrativa divertida sexy, povoada de figuras familiares a todos, como a Yogue, a Beach Girl, Pingucinha, a Tarja, etc INÊS É MORTA, de Roberto Drummond. São Paulo, Geração, p. ISBN Romance sobre uma história narrada por um vidente, que antecipa os acontecimentos na vida de um medíocre ator mineiro desempregado, cuja condenação é viver um duplo ser o dublê de um ditador militar brasileiro dos anos LAMPIÃO & LANCELOTE, textos e ilustrações de Fernando Vilela. São Paulo, Cosac & Naify, p. ISBN Com 28 ilustrações feitas pelo autor, conta o encontro lendário entre o mais famoso cangaceiro do sertão nordestino e um dos cavaleiros medievais da Távola Redonda. Lampião desafia Lancelote para um duelo na forma de um repente nordestino MÁRIO QUINTANA DESCONHECIDO, de Armindo Trevisan. Ed. Brejo, p. ISBN O autor, amigo pessoal do poeta gaúcho Mário Quintana durante 38 anos, propõe uma nova leitura da obra do lírico mais conhecido do sul do Brasil, em 13 ensaios que conjugam a crítica lúcida e a memória sentimental do poeta. 58- MEDIDAS IMPERFEITAS, de Sebastião Carlos Garcia. São Paulo, Juarez de Oliveira, p. ISBN Antologia poética de Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo MORTE NOS BÚZIOS, de Reginaldo Prandi. São Paulo, Companhia das Letras, p. ISBN Sociólogo, Professor-Titular na Universidade de São Paulo e autor de vários livros sobre sociologia afrobrasileira, estréia na ficção com uma história de assassinato com características de sacrifício religioso. Um Página 6 de 12

7 delegado de polícia investiga o crime e passa a conhecer os costumes de um terreiro de candomblé e precisa lidar com a ameaça de um conflito religioso violento O MUNDO PERDIDO, de Patrícia Melo. São Paulo, Companhia das Letras, p. ISBN Ficção onde Máiquel, protagonista do romance O Matador, escrito por ela mesma, retorna à cena, porque quer rever a filha, seqüestrada há 10 anos, e vai fazer tudo para revê-la NAS ÁGUAS DO MESMO RIO, de Giselda Leirner. São Paulo, Ateliê, p. ISBN Romance sobre a história de duas mulheres, mãe e filha, separadas por uma geração e unidas pela experiência do Holocausto. Suas vidas devastadas vão aqui carregadas de uma carga dramática de emoções A NOITE DA CAÇA, de Cláudia Mattos. Rio de Janeiro, Rocco, p. ISBN X Ficção policial onde Luiza, que foi titular da Delegacia Especial de Atendimento ao Turista, no Rio de Janeiro, busca um recomeço na cidade de São Paulo como especialista em negociação de uma empresa dedicada à segurança particular NOTÍCIAS QUE MARCAM, de Gustavo Carmo. Giz Ed., p. ISBN X Romance onde um jovem universitário, Cássio James, depois de uma desilusão amorosa, sai correndo com destino ao Aterro do Flamengo, onde pretende morrer atropelado PAIXÃO PELOS LIVROS, de Júlio Silveira e Martha Ribas. 2.ed. Rio de Janeiro, Casa da Palavra, p. ISBN Segunda edição de depoimentos, contos e crônicas de quem achou no livro seu paraíso particular e na leitura uma saída para a opressão do cotidiano em diferentes épocas. Verdadeiros casos de paixão são descritos por Carlos Drummond de Andrade, José Mindlin, Caetano Veloso, Plínio Doyle, Camilo Castello Branco, Benjamin Franklin e outros PERTO DO CORAÇÃO CRIANÇA IMAGENS DA INFÂNCIA EM CLARICE LISPECTOR, de Nilson Dinis. Londrina, PR, Ed. UEL, p. ISBN A autora faz uma viagem pelo tema da infância na obra de Clarice Lispector, levantando questionamentos pertinentes à existência de textos destinados ao público infantil, dentro da obra da autora que teve a maior relevância na literatura destinada a adultos O PIROTÉCNICO ZACARIAS E OUTROS CONTOS, de Murilo Rubião. Reedição. São Paulo, Companhia das Letras, p. ISBN X Reedição de um dos clássicos do conto brasileiro do século 20, em 11 textos onde são narrados fatos corriqueiros, acontecimentos inusitados ao tratar de realidades bem familiares O PROFESSOR RIOBALDO UM NOVO MÍSTICO DA POETAGEM, de Héctor Olea. São Paulo, Ateliê, p. ISBN No ano em que se comemoram os 50 anos de Grande Sertão Veredas, o escritor mexicano Héctor Olea revela dados deslumbrantes sobre o processo de composição do autor mineiro João Guimarães Rosa, produto de anos de pesquisa na biblioteca roseana do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo. Derruba o rótulo de escritor regionalista dado a Rosa, conceito muito difundido pela critica literária brasileira e repudiado pelo criador de Riobaldo e Diadorim PROSEANDO CAUSOS DO BRASIL, de Rolando Boldrin. Rio de Janeiro, Nova Alexandria, p. ISBN Causos que são o retrato da autêntica cultura de raiz brasileira, em histórias recheadas de humor A REVOLUÇÃO DOS CORVOS, de José Marques Sarmento. São Paulo, Scortecci, p. ISBN Romance que trata da luta insólita de um menino que tenta retomar o poder que se encontra nas mãos dos generais desde a revolução de À RODA DE MACHADO DE ASSIS: FICÇÃO, CRÔNICA E CRÍTICA, org. de João César de Castro Rocha. Chapecó, SC, Ed. Unochapecó/Argos, p. ISBN Propõe a leitura individual de todos os romances de Machado de Assis, além de apontar hipóteses para a leitura dos contos e crônicas, apostando na necessidade de revigorar os estudos machadianos pela retomada de estruturação própria dos textos do autor. Página 7 de 12

8 71 - ROMÂNTICO, SEDUTOR E ANARQUISTA COMO E POR QUE LER JORGE AMADO, de Ana Maria Machado. Rio de Janeiro, Objetiva, p. ISBN A autora, conhecida escritora brasileira, ofereceu um curso na Oxford University, England, e agora publica-o em livro, onde defende a importância para a literatura nacional do romancista baiano, que fez a fusão amorosa entre o erudito e o popular, que erotizou a literatura brasileira, que trouxe à tona questões como a miscigenação, a luta contra o preconceito e a pseudo-erudição européia A ROSA VERDE, de Carlos Henrique Schroeder. Florianópolis, SC, Ed. UFSC/UNERJ, p. ISBN Na década de 30 uma paixão leva Bertoldo a engrossar as fileiras da Ação Integralista Brasileira, movimento de extrema direita na Cidade Integralista de Jaraguá. Baseado em fatos reais, o romance expõe o assassinato do líder do movimento na cidade quase 60 anos depois, com novos personagens SALTO NO ESCURO, de Luigi Sarcinella. São Paulo, Alfa-Omega, p. ISBN Passaram-se 20 anos desde quando o ultimo canhão emudeceu e o pano baixou sobre o palco da Terra, dando assim por acabado o ultimo ato da tragédia da Segunda Guerra Mundial SELETA CAIPIRA, de Cornélio Pires. Reedição. Itu, SP, Ottoni, p. (Coleção: Conversa Caipira) ISBN Reedição de um clássico de contos caipiras do interior paulista, mostrando seus costumes, humor e o proceder da gente do interiorzão do estado de São Paulo TEATRO REUNIDO, de Lúcio Cardoso. Curitiba, PR, Ed. UFPR, p. (Série: Letras do Brasil, 4). ISBN Trás, pela primeira vez, todas as 8 peças que o conhecido escritor deixou: O escravo; O filho pródigo; A corda de prata; Angélica; O homem pálido e Os desaparecidos, além de Auto de Natal e Prometeu libertado TREM DO CORPO ESTUDO DA POESIA DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE, de Vivaldo Andrade dos Santos. São Paulo, Nankin, p. ISBN Estudo da poesia de um dos mais famosos poetas do Brasil contemporâneo, onde ele discute o corpo grotesco, o privado e o público no discurso ético e místico do corpo, o impacto de modernização do corpo e o erotismo e morte presente no livro póstumo O Amor Natural UM BRASILEIRO EM BERLIM, de João Ubaldo Ribeiro. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, p. ISBN Crônicas sobre as diferenças culturais entre os dois países, com ilustrações do gaúcho Cruz VERSÃO BRASILEIRA, de Irene Hirsh. São Paulo, Alameda, p. ISBN Abordagem historiográfica da tradução literária no Brasil, na qual a autora, através de análise dos best-sellers americanos traduzidos no Brasil no século 20, traz um retrato preciso de como começava a estruturar a sociedade de consumo de bens culturais da época. Ver também: 11, 13, 83 e 106. MULTIMÍDIA 79 - RAÍZES DO BRASIL, de Nelson Pereira dos Santos. DVD Duplo. Videofilme Prod. Art., Color. Sistema NTSC. Elenco: Sergio Buarque de Holanda, Família Buarque de Holanda e Amigos. Em português, com legendas (subtitles) em espanhol e inglês. A partir de entrevistas com familiares e amigos de Sérgio Buarque de Holanda, o espectador é levado aos ambientes de trabalho do historiador, seu escritório e biblioteca e também ao seu mundo de diversão, à casa aberta para os amigos e aos fatos mais importantes de sua vida, em ordem cronológica, acompanhados de imagens de arquivos pessoais e de cenas históricas, como o carnaval no Rio de Janeiro, o nazismo, o governo Vargas e a agitada vida intelectual modernista. Ver também: 82 MÚSICA Página 8 de 12

9 80 - MPB VERSOS PARA SUA PROSA, de Raul Correa da Silva. Ed. Degustar, p. ilust. ISBN O autor possui um acervo com mais de títulos e canções e nele iniciou, há 2 anos, uma pesquisa e selecionou 365 versos, de cerca de compositores que, com suas letras, ajudaram a construir a rica história da música popular brasileira. O resultado é uma coletânea eclética, acompanhadas de bem humoradas ilustrações PRETOBRÁS POR QUE QUE EU NÃO PENSEI NISSO ANTES? O LIVRO DE CANÇÕES E HISTÓRIAS E ITAMAR ASSUMPÇÃO, de Itamar Assumpção e Luiz Chagas, org. de Mônica Tarantino. São Paulo, Ediouro, volumes. ISBN Em 2 volumes, songbook em homenagem a Itamar Assumpção, falecido em 2003, reunindo exclusivamente sua obra autoral registrada por ele em disco, além de seus desenhos e manuscritos. Tem o objetivo de preservar e divulgar suas composições, tornando suas partituras acessíveis a outros músicos O RASGA UMA DANÇA NEGRO-PORTUGUESA, de José Ramos Tinhorão. São Paulo, Ed. 34, p. Acompanha CD-Audio. ISBN Dando continuidade a pesquisa iniciada em 1980 sobre a presença negra em Portugal, o autor descobriu uma modalidade de canto e dança desconhecida por historiadores e estudiosos da música o rasga, que teria surgido entre os negros e mulatos de Lisboa no início do século 19. Acompanha CD-Audio, que reúne algumas das músicas encontradas ao longo da investigação. Valiosa contribuição para a bibliografia da música popular e para o estudo das trocas interétnicas entre Europa, África e América. Ver também: 2 POLÍTICA 83 - CENSURA E OUTROS PROBLEMAS DOS ESCRITORES LATINO-AMERICANOS, de Antonio Callado. Rio de Janeiro, José Olympio, p. ISBN Transcrição de 3 palestras proferidas pelo autor em universidades britânicas pelo jornalista e escritor, em Os textos, que foram originalmente escritos em inglês, tratam das dificuldades enfrentadas por artistas e intelectuais durante o regime militar CRISE POLÍTICA E REFORMA DAS INSTITUIÇÕES DO ESTADO BRASILEIRO, org. de João Paulo dos Reis Veloso e Roberto Cavalcanti de Albuquerque. Rio de Janeiro, José Olympio, p. ISBN Reúne estudos e pronunciamentos do Fórum Especial sobre Reproclamação da República (Res Publica) Reforma das Instituições do Estado Brasileiro: Executivo, Legislativo, Judiciário, realizado em Brasília, DF, em O evento foi motivado pela grave crise política vivenciada pelo país desde meados de 2005, quando uma parcela das lideranças políticas do país revelou falta de ética, descumprimento das leis, uso da coisa pública em benefício próprio ou dos partidos, etc O ESPÍRITO E A AÇÃO, de Afonso Arinos de Melo Franco. Rio de Janeiro, Academia Brasileira de Letras, p. O autor publicou, desde 1927, por 6 décadas, ensaios sobre política internacional na imprensa. Os textos, inéditos em livros, revelam um escritor humanista, democrata e liberal e fazem alusão indireta e críticas transparentes desafiando a censura dos regimes autoritários FORMAÇÃO DO PENSAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO IDÉIAS E PERSONAGENS, de Francisco Weffort. São Paulo, Ática, p. ISBN Abrange a idéias de intelectuais e protagonistas históricos que atuaram na formação do pensamento brasileiro, como José Bonifácio, Gilberto Freyre, Oliveira Viana, Padre Antonio Vieira, Joaquim Nabuco e outros O GOLPE EM GOIÁS, de Mauro Borges. Goiânia, GO, Ed. UCG, O autor foi um dos mais significativos governantes de Goiás, herdeiro político de seu pai, que foi o primeiro governante do estado. O livro narra a ação política que, numa conjuntura de intensa movimentação popular e pressões ideológicas, que aconteceram no cenário nacional a partir da década de A LUTA PELA TERRA NO BRASIL DAS SESMARIAS AO MST, de Cristina Strazzacappa. Moderna Ed., p. ISBN Página 9 de 12

10 Enfoca a necessidade de reformulação nas atividades rurais, uma vez que, aliadas ao processo de globalização, acentuaram as desigualdades sociais, colocando o Brasil como um país que apresenta uma das piores distribuições de renda do mundo PRESIDENCIALISMO E GOVERNABILIDADE NAS AMÉRICAS, de Octávio Amorim Neto. Rio de Janeiro, Ed. FGV, p. ISBN Estudo sobre o sistema presidencial de governo, particularmente do presidencialismo de coalizão, trazendo contribuição para compreender os meandros da política no continente americano. Ver também: 10, 20, 28, 34, 35, 43, 72 e 102. RELIGIÃO 90 - A CASA DO SANTO E O SANTO DE CASA ESTUDO SOBRE A DEVOÇÃO A SÃO JUDAS TADEU, de Rodolfo Gutilla. Ed. Landy, p. ISBN São Judas Tadeu, o santo das causas perdidas, encontrou no Brasil milhares de devotos, sendo o terceiro santo mais cultuado no país. Ganhou, entre os católicos, grande espaço de manifestação, como visitas às igrejas, promessas, orações, folhetos, consumos de velas, missas em ação de graças, festas, procissões, romarias e um sem-número de rituais para seus fieis manifestarem sua devoção ORIXÁS E ESPÍRITOS - O DEBATE INTERDISCIPLINAR NAS PESQUISAS CONTEMPORÂNEAS, org. de Artur César Isaia. Uberlândia, MG, Ed. UFU, p. ISBN Os diferentes artigos, escritos por estudiosos da área reconhecidos no Brasil e no exterior, enfatizam religiões dos orixás, derivadas da tradição afro-brasileira, os espíritos kardecistas e derivados, além de religiões neopentecostais associadas a processos de possessão. Ver também: 59 SOCIEDADE (antropologia, cultura, sociologia, etnologia, mídia, gênero) 92 - AMAZÔNIA AZUL O MAR QUE NOS PERTENCE, org. de Armando Amorim F. Vidigal e Marcílio B. da Cunha. Rio de Janeiro, Record, p. ISBN Em nove capítulos, condensa dados e informações sobre a importância econômica, estratégica e até social deste imenso mar que nos cerca. Os autores são oficiais da Marinha, biólogo, e advogado a analisam a história, direito, ciência e tecnologia, uso, exploração, proteção, defesa e gerenciamento ANTROPOLOGIA E CONSUMO DIÁLOGOS ENTRE BRASIL E ARGENTINA, org. de Débora Krischke Leitão, Diana Nogueira O. Lima, Rosana Pinheiro Machado. Porto Alegre, RS, Age, p. ISBN Um registro a nova ordem social, onde as pessoas são analisadas umas pelas outras não só por seu intelecto ou aparência como também por seus bens e posses, feito por 15 especialistas, antropólogos, sociólogos mestres e doutores, brasileiros e argentinos, compõe esse livro CAIPIRAS NEGROS NO VALE DO RIBEIRA - UM ESTUDO DE ANTROPOLOGIA ECONÔMICA, de Renato da Silva Queiroz. 2.ed. São Paulo, Ed. USP, p. ISBN Segunda edição de estudo sócio-econômico dos habitantes do bairro rural de Ivaporunduva, localizado no Vale do Ribeira de Iguape, no sul do interior paulista. Ele é considerado uma comunidade remanescente de quilombos formados entre os séculos 17 e 18, habitado por negros católicos CASAMENTO E AIDS: UMA QUESTÃO DE CONFIANÇA, de Andréia Isabel Giacomozzi. São Paulo, Ed. Mackenzie, p. ISBN Estudo, baseado em entrevistas, com mulheres casadas e solteiras sobre sexualidade e prevenção à Aids, com relatos sobre casamento, amor, sexualidade, confiança e doenças sexualmente transmissíveis DEFICIENTES AINDA UM DESAFIO PARA O GOVERNO E A SOCIEDADE, de Pedro de Alcântara Kalume. São Paulo, Ed. LTr, p. ISBN Segundo a legislação brasileiro, o governo tem a obrigação de habilitar e reabilitar a pessoa portadora de deficiência para sua plena inserção social e econômica. Aqui vemos um estudo sobre esse tema. Página 10 de 12

11 97 - É PRECISO CORAGEM PARA MUDAR O BRASIL ENTREVISTAS DO BRASIL DE FATO, org. de José Arbex Junior e Nilton Viana. São Paulo, Expressão Popular, p. ISBN Comemora a existência de 3 anos do Brasil de Fato relatando seus fatos comprometidos com os interesses do povo brasileiro FEITIO DE VIVER MEMÓRIAS DE DESCENDENTES DE ESCRAVOS, de Gizelda Melo do Nascimento. Londrina, PR, Ed. UEL, p. ISBN Perfila a composição dos descendentes de escravos, visando a reconstituição de memórias de um grupo singular que começa a se formar após a Abolição, à época da Primeira Republica, quando o país passa por profundas reformas, sobretudo urbanas, quando os descendentes de escravos vislumbram a possibilidade de inserção social como homens GEOGRAFIA DAS METRÓPOLES, de Ariovaldo Umbelino de Oliveira e Ana Fani A. Carlos. São Paulo, Contexto, p. ISBN Conjunto de artigos escritos por reconhecidos estudiosos da área, entre eles pesquisadores do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo, traz reflexões sobre cultura, história, natureza, processos econômicos, estruturações socioespaciais da cidade de São Paulo, comparativamente com outras metrópoles mundiais como Buenos Aires e Barcelona MUDANÇA PROVOCADA PASSADO E FUTURO NO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO BRASILEIRO, de Gláucia Villas Boas. Rio de Janeiro, Ed. FGV, p. ISBN Ensaios que pautam pela tensão entre as visões do passado e as imagens do futuro que ocuparam e ocupam a intelectualidade brasileira OCUPAÇÕES DE TERRA E TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS, org. Benoît de L Estoile e Lygia Sigaud. Rio de Janeiro, Ed. FGV, p. ISBN Experiência original de etnografia coletiva feita por 16 pesquisadores brasileiros, franceses e argentinos na Zona da Mata de Pernambuco, Nordeste do Brasil, em um período de turbulências na agroindústria canavieira, em que as usinas de açúcar faliram, trabalhadores ocuparam os engenhos e terras foram desapropriadas OITO VISÕES DA AMÉRICA LATINA, org. de Adauto Novaes. São Paulo, Senac-Sp, p. ISBN Estudiosos das áreas de ciências sociais de diversos paises da América Latina respondem à questão como, ao longo do processo de colonização e emancipação, as nações do continente edificaram visões sobre si mesmas e seus vizinhos. 103 A PAISAGEM DA BAIXADA SANTISTA URBANIZAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E CONSERVAÇÃO, de Cíntia Maria Afonso. São Paulo, Ed. USP, p. ISBN Na região metropolitana da Baixada Santista, litoral do estado de São Paulo, Mata Atlântica e os ecossistemas associados de restinga e manguezal convivem com importantes atividades industriais, portuárias e de veraneio. A permanência dessas florestas tem sido constantemente ameaçada pelo processo de urbanização. 104 PRELÚDIO DA CACHAÇA, de Luís da Câmara Cascudo. São Paulo, Global, p. ISBN Segunda edição de obra clássica originária de 1967, do célebre folclorista nordestino. Da abrideira à saideira, os 17 capítulos contam a história da bebida no país, desde o período colonial, explicando as diferentes formas e motivações para o seu consumo, recupera cordéis sobre a aguardente e prova que a água que passarinho não bebe sempre foi consumida pelas elites. 105 QUEM SOMOS NOS - OS WARI ENCONTRAM OS BRANCOS, de Aparecida Vilaça. Rio de Janeiro, Ed. UFRJ, p. ISBN A autora, professora de Antropologia Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, trata da dinâmica cosmológica da relação entre os índios Warís, de Rondônia, na região Amazônica, e da sociedade na mesma região, tentando compreender esses contatos. 106 SÃO PAULO - VIDAS, de Vincenzo Scarpellini. São Paulo, Ateliê, p. ilust. capa dura ISBN Artista plástico italiano, radicado em São Paulo, tem brindado os cidadãos paulistanos com minicrônicas e desenhos publicados semanalmente em jornal de grande circulação, acrescentando cores e emoção ao cotidiano massacrante da metrópole. Página 11 de 12

12 107 A SÍNDROME DA RAINHA VERMELHA POLICIAMENTO E SEGURANÇA PÚBLICA NO SÉCULO XXI, de Marcos Rolim. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, p. ISBN O autor, especialista em segurança pública e direitos humanos, oferece uma visão reveladora e desconcertante de um dos assuntos mais cruciais da atualidade a segurança pública, fazendo análises comparativas de diversas práticas policiais internacionais. 108 VISÕES DO FEMININO: A MEDICINA DA MULHER NOS SÉCULOS XIX E XX, de Ana Paula Vosne Martins. Rio de Janeiro, Ed. Fiocruz, p. (Coleção: História e Saúde). ISBN Aborda, a partir de pesquisa profunda, o nascimento de todo um discurso que pretendia conhecer a natureza feminina, trabalhando não só com o pensamento europeu mas também com trabalhos diversos de renomados intelectuais brasileiros acerca do corpo feminino. Enfoca ainda o surgimento de duas especialidades da medicina: a obstetrícia e a ginecologia. Ver também: 8, 9, 10, 20, 23 e 59. Página 12 de 12

Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM. Cabelos de axé: identidade e resistência Raul Lody. Editora SENAC

Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM. Cabelos de axé: identidade e resistência Raul Lody. Editora SENAC ÁFRICA Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM Ricamente ilustrada por fotos e desenhos, esta obra traça um painel detalhado da vida dos habitantes da África do Oeste: sua tradição oral, detalhes

Leia mais

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra!

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra! ROTEIRO DE ESTUDOS DE LITERATURA PARA A 3ª ETAPA 2ª SÉRIE Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à

Leia mais

A Bandeira Brasileira e Augusto Comte

A Bandeira Brasileira e Augusto Comte A Bandeira Brasileira e Augusto Comte Resumo Este documentário tem como ponto de partida um problema curioso: por que a frase Ordem e Progresso, de autoria de um filósofo francês, foi escolhida para constar

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA LUÍS REIS TORGAL SUB Hamburg A/522454 ESTADOS NOVOS ESTADO NOVO Ensaios de História Política e Cultural [ 2. a E D I Ç Ã O R E V I S T A ] I u IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2 0 0 9 ' C O I M B R

Leia mais

A PRESENÇA NEGRA NO PARÁ: RESENHA DE UM

A PRESENÇA NEGRA NO PARÁ: RESENHA DE UM R E S E N H A A PRESENÇA NEGRA NO PARÁ: RESENHA DE UM TRABALHO PIONEIRO SALLES, VICENTE. O NEGRO NO PARÁ. SOB O REGIME DA ESCRAVIDÃO. 3ª EDIÇÃO. BELÉM: INSTITUTO DE ARTES DO PARÁ, 2005. JOSÉ MAIA BEZERRA

Leia mais

Arcoverde: Páginas que Ninguém Leu 1. Aline de Souza Silva SIQUEIRA 2 Adriana Xavier Dória MATOS 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE

Arcoverde: Páginas que Ninguém Leu 1. Aline de Souza Silva SIQUEIRA 2 Adriana Xavier Dória MATOS 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE Arcoverde: Páginas que Ninguém Leu 1 Aline de Souza Silva SIQUEIRA 2 Adriana avier Dória MATOS 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE RESUMO Este trabalho se propõe uma jornada Arcoverde adentro

Leia mais

Grandes Exploradores

Grandes Exploradores Obras de referência para toda Grandes Exploradores A ousadia, a determinação e o espírito de aventura das figuras que marcam a descoberta e a exploração do Planeta. Do fundo do mar aos polos, do coração

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE COLÉGIO ESTADUAL CRISTO REI ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Rua das Ameixeiras, 119 Núcleo Cristo Rei Fone/Fax: 0xx42 3624 3095 CEP 85060-160 Guarapuava Paraná grpcristorei@seed.pr.gov.br PLANO DE TRABALHO

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS

HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS Aline Cavalcante e Silva (Bolsista PIBIC/CNPq/UFPB) aline.mbz@hotmail.com Orientador: Dr. Elio Chaves Flores (PPGH/UFPB) elioflores@terra.com.br

Leia mais

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA 1 As autoras A vivência como professoras foi a base de trabalho das autoras. Na sala de aula, puderam conviver com a realidade de leitura

Leia mais

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL Geografia Leituras e Interação 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para ser uma ferramenta útil à análise e

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA 1) Sociologia II A Escola de Ciências Sociais / CPDOC da FGV-RJ informa a abertura de processo seletivo para a contratação de um professor horista para a disciplina

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

PROVA ESCRITA DE EDUCAÇÃO MUSICAL. PRIMEIRA PARTE - QUESTÕES DISCURSIVAS (70 pontos)

PROVA ESCRITA DE EDUCAÇÃO MUSICAL. PRIMEIRA PARTE - QUESTÕES DISCURSIVAS (70 pontos) COLÉGIO PEDRO II DIRETORIA GERAL SECRETARIA DE ENSINO CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO = 2002 = PRIMEIRA PARTE - QUESTÕES DISCURSIVAS (70 pontos) 1) Escreva uma notação rítmica

Leia mais

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor,

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor, Xixi na Cama Cara Professora, Caro Professor, Estamos oferecendo a você e a seus alunos mais um livro da coleção Revoluções: Xixi na Cama, do autor mineiro Drummond Amorim. Junto com a obra, estamos também

Leia mais

1º ano. 1) Relações de Trabalho, Relações de Poder...

1º ano. 1) Relações de Trabalho, Relações de Poder... Liberdade, propriedade e exploração. A revolução agrícola e as relações comerciais. Capítulo 1: Item 5 Relações de trabalho nas sociedades indígenas brasileiras e americanas. Escravidão e servidão. Divisão

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

ROMANTISMO NO BRASIL - PROSA

ROMANTISMO NO BRASIL - PROSA AULA 12 LITERATURA PROFª Edna Prado ROMANTISMO NO BRASIL - PROSA Na aula passada nós estudamos as principais características da poesia romântica no Brasil.Vimos o fenômeno das três gerações românticas:

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 8º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

Programa ADAI Projetos Brasileiros

Programa ADAI Projetos Brasileiros Programa ADAI Projetos Brasileiros Brasil 1999 1ª Convocatória Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte: Conservação preventiva de acervo audiovisual. Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami:

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Crianças do Brasil Suas histórias, seus brinquedos, seus sonhos elaborada por ANA CAROLINA CARVALHO livro de JOSÉ SANTOS ilustrações

Leia mais

O DIREITO ÀS MEMÓRIAS NEGRAS E A OUTRAS HISTÓRIAS : AS COLEÇÕES DO JORNAL O EXEMPLO. Maria Angélica Zubaran

O DIREITO ÀS MEMÓRIAS NEGRAS E A OUTRAS HISTÓRIAS : AS COLEÇÕES DO JORNAL O EXEMPLO. Maria Angélica Zubaran O DIREITO ÀS MEMÓRIAS NEGRAS E A OUTRAS HISTÓRIAS : AS COLEÇÕES DO JORNAL O EXEMPLO Maria Angélica Zubaran Sabemos que, no âmbito das ciências humanas, a memória está relacionada aos processos da lembrança

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

ENEM 2014 - Caderno Rosa. Resolução da Prova de História

ENEM 2014 - Caderno Rosa. Resolução da Prova de História ENEM 2014 - Caderno Rosa Resolução da Prova de História 5. Alternativa (E) Uma das características basilares do contato entre jesuítas e os povos nativos na América, entre os séculos XVI e XVIII, foi o

Leia mais

Alessandra Martins de Faria Data de nascimento: 16/11/1976 Nacionalidade: Brasileira Contato: afaria.28@gmail.com

Alessandra Martins de Faria Data de nascimento: 16/11/1976 Nacionalidade: Brasileira Contato: afaria.28@gmail.com Alessandra Martins de Faria Data de nascimento: 16/11/1976 Nacionalidade: Brasileira Contato: afaria.28@gmail.com Formação acadêmica: 2009 2011 Mestre em Sociologia Área de Especialização: Saúde e Sociedade

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: SOCIOLOGIA DO DIREITO E ANTROPOLOGIA PROFESSOR: ANDRÉ FILIPE PEREIRA REID DOS SANTOS TURMA: º AM /

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN AA. VV. (Coord. Irene Flunser Pimentel e Maria Inácia Rezola) Democracia, Ditadura - Memória e justiça politica Tinta-da-China 978-989-671-202-0 AA. VV. (Coord. Maria Inácia Rezola e Pedro Marques Lopes)

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO IV. AS FUNDAÇÕES DO PENSAMENTO POLÍTICO, SOCIAL E ECONÔMICO BRASILEIRO.

PROGRAMA DE ENSINO IV. AS FUNDAÇÕES DO PENSAMENTO POLÍTICO, SOCIAL E ECONÔMICO BRASILEIRO. CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CCHL MESTRADO DE CIÊNCIA POLÍTICA DISCIPLINA: FORMAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA DO BRASIL PROFESSOR: CLEBER DE DEUS CONSULTAS: A COMBINAR COM O PROFESSOR PERÍODO: 2008.1 E-mail:

Leia mais

A guerra holandesa no Brasil ajudou a pôr ainda com mais evidência. diante dos nossos olhos o problema racial, já que brancos, negros e índios se

A guerra holandesa no Brasil ajudou a pôr ainda com mais evidência. diante dos nossos olhos o problema racial, já que brancos, negros e índios se 1 A guerra holandesa no Brasil ajudou a pôr ainda com mais evidência diante dos nossos olhos o problema racial, já que brancos, negros e índios se envolveram na arrumação da sociedade étnica que estava

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO I SIMPÓSIO DE LITERATURA NEGRA IBERO-AMERICANA

PROGRAMAÇÃO DO I SIMPÓSIO DE LITERATURA NEGRA IBERO-AMERICANA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS PROGRAMAÇÃO DO I SIMPÓSIO DE LITERATURA NEGRA IBERO-AMERICANA REGISTRO DOS PARTICIPANTES: 8:30/9:00 SAGUÃO

Leia mais

NEGROS EM SOBRAL NO SÉCULO XIX (1880-1884): UM ESTUDO SOB A ÓTICA DA HISTÓRIA E DO DIREITO

NEGROS EM SOBRAL NO SÉCULO XIX (1880-1884): UM ESTUDO SOB A ÓTICA DA HISTÓRIA E DO DIREITO NEGROS EM SOBRAL NO SÉCULO XIX (1880-1884): UM ESTUDO SOB A ÓTICA DA HISTÓRIA E DO DIREITO Sabrina Nascimento de Carvalho, Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA, sabrinaerarisson@hotmail.com Rárisson

Leia mais

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E Alexandre Garcia Franco Ana Filipa dos Anjos Soares Ana Filipa Martins Antunes Ana Rita Fragoso Jordão André Daniel Andrade Nunes dos Santos Beatriz Alexandra da Silva Oliveira Beatriz Henriques Xavier

Leia mais

Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a obra do poeta Carlos Drummond de Andrade a partir de um documentário não tradicional;

Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a obra do poeta Carlos Drummond de Andrade a partir de um documentário não tradicional; Ensino Médio Cinema e Educação: O Poeta das Sete Faces Disciplinas/Áreas do Conhecimento: Língua Portuguesa; Arte; História; Sociologia; Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a

Leia mais

o declínio do poder dos senhores feudais e as monarquias nacionais... 14

o declínio do poder dos senhores feudais e as monarquias nacionais... 14 SuMÁRIo UNIDADE I O ADVENTO DO MUNDO MODERNO: POLÍTICA E CULTURA... 12 Capítulo 1 o declínio do poder dos senhores feudais e as monarquias nacionais... 14 A fragmentação do poder na sociedade feudal...

Leia mais

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Ciências Humanas baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS HUMANAS Elementary School 2 K5 Conteúdos Gerais Conteúdos Específicos Habilidades

Leia mais

edgar allan poe a filosofia da composição p r e fá c i o pedro süssekind t r a d u ç ã o léa viveiros de castro

edgar allan poe a filosofia da composição p r e fá c i o pedro süssekind t r a d u ç ã o léa viveiros de castro edgar allan poe a filosofia da composição p r e fá c i o pedro süssekind t r a d u ç ã o léa viveiros de castro sumário 9 prefácio. A lição aristotélica de Poe [Pedro Süssekind] 17 A filosofia da composição

Leia mais

Workshop da FAEL. aborda direitos humanos. e papel do educador

Workshop da FAEL. aborda direitos humanos. e papel do educador Workshop da FAEL aborda direitos humanos e papel do educador No 15 workshop da Faculdade Educacional da Lapa - FAEL, os acadêmicos do curso de pedagogia tiveram a oportunidade de aprender e praticar os

Leia mais

Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Editora 5º ANO

Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Editora 5º ANO 5º ANO 5.º Ano - Ciências Naturais Clube Da Terra - C.N. 5º ano Nova Edição 978-972-47-4867-2 Anabela de Sales, Isabel Portugal, João Augusto Morim 5.º Ano - Educação Moral e Religiosa Católicas CONTA

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

RAÇA BRASIL TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS

RAÇA BRASIL TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS Personalidade Personalidade Carreira 521 Personalidade Personalidade Perfil 412 Estética Cabelos Femininos 157 Negritude Discriminação Racial 130 Sociedade Eventos 122 Estética Moda Feminina & Masculina

Leia mais

Uma Reflexão Sobre o Surgimento do Candomblé

Uma Reflexão Sobre o Surgimento do Candomblé Uma Reflexão Sobre o Surgimento do Candomblé Os estudos sobre a África e as culturas africanas têm ganhado espaço nas últimas décadas. No Brasil esse estudo começou, basicamente, com Nina Rodrigues em

Leia mais

ENTRE A LEI, OS COSTUMES E O DESENVOLVIMENTO: O PROJETO URBANÍSTICO DE 1970 EM MONTES CLAROS/MG.

ENTRE A LEI, OS COSTUMES E O DESENVOLVIMENTO: O PROJETO URBANÍSTICO DE 1970 EM MONTES CLAROS/MG. ENTRE A LEI, OS COSTUMES E O DESENVOLVIMENTO: O PROJETO URBANÍSTICO DE 1970 EM MONTES CLAROS/MG. Michael Jhonattan Delchoff da Silva. Universidade Estadual de Montes Claros- Unimontes. maicomdelchoff@gmail.com

Leia mais

CONFEITARIA COLOMBO. Rio de Janeiro

CONFEITARIA COLOMBO. Rio de Janeiro CONFEITARIA COLOMBO Rio de Janeiro A Confeitaria Colombo é a memória viva da belle époque do Rio de Janeiro antigo, situada na rua Gonçalves Dias e foi fundada em 1894 pelos portugueses Joaquim Borges

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Cabra macho e cidadão do mundo

Cabra macho e cidadão do mundo Cabra macho e cidadão do mundo Uma poesia antilírica, dirigida ao intelecto, mais presa à realidade objetiva do poema enquanto criação; Cronologicamente pertence à geração de 45, mas dela se afasta pela

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA

MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA Mayas: revelação de um tempo sem fim reúne pela primeira vez mais de 380 objetos e homenageia esta civilização em todo

Leia mais

FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA

FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA ESCOLA MIGUEL ARRAES A Fundação João Mangabeira é organizada em vários setores como História Viva para abrigar e documentar a vida do PSB, o setor de promoção de eventos e seminários,

Leia mais

Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional

Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional Ponta do Calabouço e adjacências: história, memória e patrimônio nos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro CHAMADA PÚBLICA DE TRABALHOS A faixa de terra

Leia mais

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Adriana Preti Nascimento (em licença) Antonio José Vieira Junior

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Adriana Preti Nascimento (em licença) Antonio José Vieira Junior DOCENTES Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Titulação: Doutora Doutora em Direito Difusos e Coletivos pela Universidade Metropolitana de Santos UNIMES. Mestre em Direito Difusos e Coletivos

Leia mais

1 Pendrive - 1GB 1 Pasta de grampo 1 Bloco de folhas com pauta (30 fls) Lápis ou lapiseira Borracha Caneta INFORMÁTICA

1 Pendrive - 1GB 1 Pasta de grampo 1 Bloco de folhas com pauta (30 fls) Lápis ou lapiseira Borracha Caneta INFORMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DA 2ª FASE DO ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO LISTA DE MATERIAIS / 6º ANOS Disciplinas Materiais INFORMÁTICA

Leia mais

Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore

Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore Com mais de 50 livros publicados, Affonso Romano de Sant Anna é uma das referências da literatura brasileira contemporânea. Agora mesmo, ele está saindo

Leia mais

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro;

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro; EIXO TEMÁTICO: 1 TEXTO LITERÁRIO E NÃO LITERÁRIO 1) Analisar o texto em todas as suas dimensões: semântica, sintática, lexical e sonora. 1. Diferenciar o texto literário do não-literário. 2. Diferenciar

Leia mais

A PERMANÊNCIA DO REGIONALISMO NO ROMANCE BRASILEIRO: O CERRADO DE CARMO BERNARDES. Palavras-chave: Regionalismo Evolução Estética - Permanência

A PERMANÊNCIA DO REGIONALISMO NO ROMANCE BRASILEIRO: O CERRADO DE CARMO BERNARDES. Palavras-chave: Regionalismo Evolução Estética - Permanência A PERMANÊNCIA DO REGIONALISMO NO ROMANCE BRASILEIRO: O CERRADO DE CARMO BERNARDES Vanilde Gonçalves dos Santos LEITE; Rogério SANTANA F L - UFG vanildegsl@hotmail.com Palavras-chave: Regionalismo Evolução

Leia mais

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta 5 Conclusão A década de 70 foi com certeza um período de grande efervescência para a cultura brasileira e em especial para a música popular. Apesar de ser muito difícil mensurar a constituição de um termo

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

Acervo Biblioteca Juvenil Rio de Janeiro ACERVO BIBLIOTECA

Acervo Biblioteca Juvenil Rio de Janeiro ACERVO BIBLIOTECA Acervo Biblioteca Juvenil Rio de Janeiro ACERVO BIBLIOTECA O MORRO E O ASFALTO NO RIO DE NOEL ROSA Autor: Joao Máximo Editora: Aprazível Edições O apogeu da criatividade brasileira: a década de 1930 vivida

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY Os seis passos para a modernidade Chegada da Família Real Portuguesa (1808); Missão Artística Francesa; Academia Imperial

Leia mais

GODARD E O CINEMA NOVO: BREVES APONTAMENTOS ACERCA

GODARD E O CINEMA NOVO: BREVES APONTAMENTOS ACERCA GODARD E O CINEMA NOVO: BREVES APONTAMENTOS ACERCA DA APROXIMAÇÃO CINEMANOVISTA DA OBRA GODARDIANA Jailson Dias Carvalho Ao longo da década de 1960, Jean-Luc Godard assumiu um papel cada vez mais preponderante

Leia mais

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora)

Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Alessandra Maria Sabatine Zambone (Coordenadora) Titulação: Doutora Doutora em Direito Difusos e Coletivos pela Universidade Metropolitana de Santos UNIMES. Mestre em Direito Difusos e Coletivos pela Universidade

Leia mais

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX

BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX Campus São Cristóvão II Coordenador pedagógico de disciplina: Shannon Botelho 8º ano. TURMA: NOME: nº BARROCO BRASILEIRO séc. XVIII - XIX O barroco brasileiro desenvolve-se principalmente em Minas Gerais,

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

PRÉ-FLI PROGRAMAÇÃO COMPLETA

PRÉ-FLI PROGRAMAÇÃO COMPLETA OFICINAS DE LEITURA E ESCRITA PRÉ-FLI PROGRAMAÇÃO COMPLETA Anúncios Literários, com Ericka Martin Leitura do livro "Chapeuzinho (Anuncie aqui) Vermelho", seguida da criação de anúncios para a história

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Período: 77.1 79.2 OBJETIVOS: Levar o aluno a conhecer e sistematizar o processo das técnicas e das formas, das técnicas e das principais concepções poéticas e ideológicas dos movimentos de vanguarda européia

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO TEXTO I

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO TEXTO I TEXTO I Igualdade de Gênero no Enfrentamento à Violência Contra a Mulher As desigualdades são sentidas de formas diferentes pelas pessoas dependendo do seu envolvimento com a questão. As mulheres sentem

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Design 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Design 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Design 2011-1 DESENVOLVENDO A IDENTIDADE VISUAL DE UMA POUSADA EM CONSERVATÓRIA Alunos: OLIVEIRA,

Leia mais

Índios do Brasil. Episódio 7: Nossas Terras. Modalidade Educação de Jovens e adultos Fundamental e Médio.

Índios do Brasil. Episódio 7: Nossas Terras. Modalidade Educação de Jovens e adultos Fundamental e Médio. Índios do Brasil Episódio 7: Nossas Terras Resumo A série "Índios no Brasil", com duração média de 20 minutos, traça um perfil da população indígena brasileira e mostra a relação dessa população com a

Leia mais

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA.

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. A promotora de justiça LUCINERY HELENA RESENDE DO NASCIMENTO participou das Conferências Municipais de Políticas para as Mulheres

Leia mais

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários.

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários. CARGA HORÁRIA: 60 horas-aula Nº de Créditos: 04 (quatro) PERÍODO: 91.1 a 99.1 EMENTA: Visão panorâmica das literaturas produzidas em Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São

Leia mais

*Não foi propriamente um movimento ou escola literária; * Trata-se de uma fase de transição para o Modernismo, nas duas primeiras décadas do século

*Não foi propriamente um movimento ou escola literária; * Trata-se de uma fase de transição para o Modernismo, nas duas primeiras décadas do século *Não foi propriamente um movimento ou escola literária; * Trata-se de uma fase de transição para o Modernismo, nas duas primeiras décadas do século XX; * É quando surge uma literatura social, através de

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras ÁREAS DE ORIENTAÇÕES DOS PROFESSORES DO CURSO DE LETRAS (Licenciatura e Bacharelado) DOCENTE Área(s) de orientação Temas preferenciais de orientação Alexandre - Literatura - Elaboração de propostas Huady

Leia mais

A MENINA DOS OLHOS DA REPRESSÃO : DISCUTINDO DITADURA MILITAR E MÚSICA POPULAR BRASILEIRA NO ENSINO DE HISTÓRIA EM SALA DE AULA.

A MENINA DOS OLHOS DA REPRESSÃO : DISCUTINDO DITADURA MILITAR E MÚSICA POPULAR BRASILEIRA NO ENSINO DE HISTÓRIA EM SALA DE AULA. A MENINA DOS OLHOS DA REPRESSÃO : DISCUTINDO DITADURA MILITAR E MÚSICA POPULAR BRASILEIRA NO ENSINO DE HISTÓRIA EM SALA DE AULA. Autora: Mestra Rosicleide Henrique da Silva Universidade Federal de Campina

Leia mais

Manuais 1.º Ciclo Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Editora

Manuais 1.º Ciclo Ano / Disciplina Título ISBN Autor(es) Editora Manuais 1.º Ciclo 1.º Ano - Estudo do Meio A Grande Aventura EM 1.º ano 978-972-47-4100-0 1.º Ano - Matemática A Grande Aventura - Matemática 1.º Ano - NOVA EDIÇÃO 978-972-47-4773-6 1.º Ano - Português

Leia mais

500 anos: O Brasil Colônia na TV

500 anos: O Brasil Colônia na TV 500 anos: O Brasil Colônia na TV Episódio 5: A Conquista da terra e da gente Resumo O episódio 5, A Conquista da terra e da gente, parte da série 500 anos: O Brasil Colônia na TV, apresenta o processo

Leia mais

HISTÓRIA DO DINHEIRO NO BRASIL

HISTÓRIA DO DINHEIRO NO BRASIL HISTÓRIA DO DINHEIRO NO BRASIL Marcos Faber www.historialivre.com Introdução Numismática (do grego antigo νόµισµα - nomisma, através do latim numisma, moeda) é a ciência que tem por objetivo o estudo das

Leia mais

ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951)

ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951) ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951) DÓREA, Célia Rosângela Dantas Universidade do Estado da Bahia UNEB 1. INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

A ESCOLA NAS NOVAS TECNOLOGIAS: BLOGS COMO FERRAMENTA DE MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM Ministrante: Francisca Neide Pereira (IFPE)

A ESCOLA NAS NOVAS TECNOLOGIAS: BLOGS COMO FERRAMENTA DE MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM Ministrante: Francisca Neide Pereira (IFPE) PROGRAMAÇÃO DOS POLOS CARUARU MINICURSOS A ESCOLA NAS NOVAS TECNOLOGIAS: BLOGS COMO FERRAMENTA DE MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM Ministrante: Francisca Neide Pereira (IFPE) A GESTÃO DOS RESÍDUOS GERADOS NOS

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA. Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais. Projeto de Atividades. 1º Edição

GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA. Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais. Projeto de Atividades. 1º Edição GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA Projeto de Atividades 1º Edição Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais 1. INTRODUÇÃO A educação atualmente não pode se restringir apenas ao ambiente escolar, o estudante

Leia mais

400 anos do cavaleiro sonhador

400 anos do cavaleiro sonhador 400 anos do cavaleiro sonhador Há 400 anos, Miguel de Cervantes publicava a primeira parte de Dom Quixote, livro que marcou a história da literatura. Críticos e estudiosos retomam a efeméride para discutir

Leia mais

ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s)

ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s) ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s) Kálita Tavares da SILVA 1 ; Estevane de Paula Pontes MENDES

Leia mais

Resumo Aula-tema 09:A miscigenação étnico-racial e sua influência na construção social do Brasil

Resumo Aula-tema 09:A miscigenação étnico-racial e sua influência na construção social do Brasil Resumo Aula-tema 09:A miscigenação étnico-racial e sua influência na construção social do Brasil Introdução No Brasil, a questão étnico-racial tem estado em pauta, nos últimos anos, em debates sobre políticas

Leia mais

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA http://plataformabrioli.xpg.uol.com.br/historiaresumo/2ano/epopeialusitana.pdf http://blog.msmacom.com.br/familia-real-portuguesa-quem-e-quem-na-monarquia/

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Palácio do Planalto, 12 de março de 2003 Minha cara ministra Emília Fernandes, Minha cara companheira Benedita da

Leia mais

HISTÓRIA COMENTÁRIO DA PROVA

HISTÓRIA COMENTÁRIO DA PROVA COMENTÁRIO DA PROVA De uma forma geral, a prova foi boa com questões claras e bem articuladas. Louvável a intenção de cobrar reflexões sobre a históriografia, bem como a de revisitar o passado a partir

Leia mais

A OBRA MUSICAL DE PAULO LEMINSKI UM PATRIMÔNIO CULTURAL DO PARANÁ E DO BRASIL

A OBRA MUSICAL DE PAULO LEMINSKI UM PATRIMÔNIO CULTURAL DO PARANÁ E DO BRASIL A OBRA MUSICAL DE PAULO LEMINSKI UM PATRIMÔNIO CULTURAL DO PARANÁ E DO BRASIL cd duplo paulo leminski contextualização Paulo Leminski é, sem dúvida, um dos mais importantes poetas da literatura paranaense

Leia mais

PLANO DE ENSINO. RECURSOS: Quadro, giz, referências bibliográficas, material digitado e data-show.

PLANO DE ENSINO. RECURSOS: Quadro, giz, referências bibliográficas, material digitado e data-show. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Licenciatura em História Disciplina: História Contemporânea I Semestre: 1º/2014 PLANO DE ENSINO EMENTA: Estudo das

Leia mais

BARROCO O que foi? O barroco foi uma manifestação que caracterizava-se pelo movimento, dramatismo e exagero. Uma época de conflitos espirituais e religiosos, o estilo barroco traduz a tentativa angustiante

Leia mais

MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA.

MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA. MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA. A convite da Coordenadora Estadual de Politicas para Mulheres Presidenta do Conselho Estadual de Promoção e Defesa dos Direitos

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

Título: Conflitos teológicos e políticos da Igreja Católica Brasileira presente nos artigos das revistas: Hora Presente e Permanência.

Título: Conflitos teológicos e políticos da Igreja Católica Brasileira presente nos artigos das revistas: Hora Presente e Permanência. Título: Conflitos teológicos e políticos da Igreja Católica Brasileira presente nos artigos das revistas: Hora Presente e Permanência. Nome: Glauco Costa de Souza (Graduando Unesp/Assis). e-mail: glaucojerusalem@hotmail.com

Leia mais