LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB"

Transcrição

1 LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB Petição Inicial de Reclamação Trabalhista Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em Direito Empresarial e Direito do Trabalho, Professor Universitário, Pós Graduação e de Cursos Preparatórios Para Carreiras Jurídicas, Sócio da Martir Advogados Associados - Consultoria Jurídica Empresarial e para o Terceiro Setor, Consultor da Revista Filantropia e Autor de Diversas Obras Jurídicas pela Editora Saraiva. 1

2 CONCEITO PRÁTICO A Reclamação Trabalhista é a porta de entrada para a Justiça do Trabalho, a ferramenta postulatória da parte que pretende buscar o direito, sendo este empregado ou empregador. 2

3 FUNDAMENTOS E FORMATO DA PETIÇÃO INICIAL A petição inicial trabalhista tem como fundamento o 1º do artigo 840 da CLT, combinado com o art. 319 do CPC (aplicação subsidiária e supletiva do art. 769 da CLT e art. 15 do CPC).

4 (CLT) Art A reclamação poderá ser escrita ou verbal. 1º - Sendo escrita, a reclamação deverá conter a designação do Presidente da Junta, ou do juiz de direito a quem for dirigida, a qualificação do reclamante e do reclamado, uma breve exposição dos fatos de que resulte o dissídio, o pedido, a data e a assinatura do reclamante ou de seu representante.

5 Art A petição inicial indicará: I - o juízo a que é dirigida; II - os nomes, os prenomes, o estado civil, a existência de união estável, a profissão, o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas ou no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, o endereço eletrônico, o domicílio e a residência do autor e do réu;

6 III - o fato e os fundamentos jurídicos do pedido; IV - o pedido com as suas especificações; V - o valor da causa; VI - as provas com que o autor pretende demonstrar a verdade dos fatos alegados; VII - a opção do autor pela realização ou não de audiência de conciliação ou de mediação.

7 FORMATO No tocante ao FORMATO importante saber que não existe um modelo específico para a confecção da Petição Inicial de Reclamação Trabalhista, desde que preencha os requisitos legais. É o profissional advogado que irá dar o formato à peça, no entanto, para que exista um ponto de apoio na confecção podemos dividi-la em 7 partes (mandamentos);

8 1 Endereçamento 2 Qualificação 3 Preliminar (questões processuais) 4 Fatos e Fundamentos Jurídicos 5 Pedido 6 Provas 7 Valor da Causa 8

9 1- Endereçamento: Seguir as regras de competência ao escolher a Justiça do trabalho e o local para a propositura da Reclamação (PJE). 2 Qualificação: Seguir as exigências do inciso II do art. 319 do CPC, assim como os demais dados solicitados para o preenchimento do cadastro (PJE): número do PIS, CTPS, data de nascimento, nome da mãe, entre outros...!

10 3 Preliminar: Questões iniciais de cunho processual. Requerer ou mesmo explicar ao Juiz os procedimentos e situações pontuais que estão sendo abordadas na petição inicial. Exemplo: Pedido de Justiça Gratuita; Composição do polo ativo ou passivo; Responsabilidade Subsidiária ou Solidária; Requisitos de admissibilidade e outros...!

11 4 Fatos e Fundamentos Jurídicos: Deverá expor os fatos e fundamentos jurídicos (art. 840 CLT c/c art. 319, III CPC), sintetizando os mesmos (começo, meio e fim) sempre dividindo por tópicos e títulos auto explicativos, exemplo: I) Do Vínculo Empregatício; II) Da Jornada de Trabalho; III) Do Adicional de Insalubridade;

12 5 Pedido: Trata-se do objeto da reclamação trabalhista, sempre com base na causa de pedir, formulando os mesmos de forma clara e separadamente, requerendo ao final a procedência da ação e a notificação da Reclamada (art. 322 à 329 do NCPC importante conhecer); Atenção: Para cada causa de pedir e seus reflexos deverá existir um pedido.

13 6 - Provas: Deverá protestar pelas provas que pretende produzir (art. 845 e 787 da CLT c/c 319, VI e 320 do NCPC). 7 - Valor da causa: (art. 319, V do NCPC).

14 Formato Básico da Petição Inicial nos termos da Lei (1)EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA ª VARA DO TRABALHO DE. (deixar um espaço de 10 a 12 linhas, não transcrever na peça). (2), nacionalidade, estado civil, profissão, nascido aos, filho de, portador da CTPS nº série, RG nº, CPF nº e PIS nº, domiciliado na (endereço completo c/ CEP), na cidade de, no Estado de, por seu advogado que esta subscreve, nos termos da procuração anexa (doc. ), em nome de quem e para onde requer sejam remetidas às notificações, vem, perante Vossa Excelência, propor a presente RECLAMAÇÃO TRABALHISTA 14

15 Formato Básico da Petição Inicial nos termos da Lei em face de, inscrita no CNPJ nº, estabelecida na (endereço completo com CEP), na cidade de, no Estado de, com fundamento no art. 840, 1º da CLT c/c art. 319 do CPC, pelas razões de fato e de direito a seguir expostas: (3) DA JUSTIÇA GRATUITA Esclarece o Reclamante que é pobre na acepção jurídica do termo, não podendo arcar com as despesas processuais sem comprometer o seu próprio sustento, fazendo jus aos benefícios da Justiça Gratuita (Lei 1.060/50) (4) DOS FATOS E FUNDAMENTOS JURÍDICOS (DIVIDIR POR TÓPICOS/ NARRAR OS FATOS/DEMONSTRAR O DIREITO/FINALIZAR) 15

16 Formato Básico da Petição Inicial nos termos da Lei 1- DO CONTRATO DE TRABALHO O Reclamante foi admitido pela Reclamada em / / para exercer a função de, sendo que o contrato de trabalho perdurou até / /, ocasião em que foi dispensado sem perceber qualquer verba rescisória (...), tendo por último salário o valor de R$. 2 - DA REVERSÃO JUSTA CAUSA A justa causa não encontra qualquer fundamentação legal, ou seja, a conduta do Reclamante não se enquadra em quaisquer das alíneas do art. 482 da CLT, como a seguir será explicitado, razão pela qual, não merece prosperar. Ressalte-se que (...convença o Juiz das razões) 16

17 Formato Básico da Petição Inicial nos termos da Lei 3 - DAS VERBAS RESCISÓRIAS DEVIDAS E NÃO PAGAS DA JORNADA DE TRABALHO E HORAS EXTRAS DA EQUIPARAÇÃO SALARIAL DA INSALUBRIDADE FGTS + 40% SERURO DESEMPREGO MULTA DOS ART. 467 E 477 DA CLT

18 Formato Básico da Petição Inicial nos termos da Lei (5) DO PEDIDO Diante do exposto, pleiteia o Reclamante a condenação da Reclamada nos seguintes pedidos, resumidamente: a) seja descaracterizada a justa causa, fazendo o Reclamante jus a todas as verbas rescisórias; a.1) Pagamento de saldo de salário;...r$ (ou a apurar) a.2)... b) Horas Extras de todo o período e reflexos. R$ _ (ou a apurar) c) Diferenças Equiparação Salarial e reflexos R$ _(ou a apurar) d) Adicional de insalubridade e reflexos... R$ _ (ou a apurar e) Pagamento da multa do art. 477 CLT... R$ _ (ou a apurar) f) Pagamento de FGTS + 40% multa;...r$_ (ou a apurar) g) Liberação do TRCT, a fim de possibilitar o levantamento do FGTS 18

19 Formato Básico da Petição Inicial nos termos da Lei h) entrega das guias do seguro desemprego, sob pena de conversão em indenização - a calcular i) Requer, outrossim, o pagamento das verbas rescisórias em primeira audiência, sob pena de pagamento acrescido de multa de 50%, nos termos do art. 467 da CLT. DA PROCEDÊNCIA Requer, ainda, a notificação da Reclamada para responder aos termos da presente ação, comparecendo à audiência que for designada, apresentando a defesa que tiver, sob os efeitos da revelia e pena de confissão quanto à matéria de fato, devendo ser julgada PROCEDENTE, com a consequente condenação da Reclamada nas verbas requeridas, todas acrescidas de correção monetária, juros, custas e demais cominações legais. 19

20 Formato Básico da Petição Inicial nos termos da Lei (6) PROVAS Protesta provar o alegado por todos os meios de prova em direito admitidas, especialmente pelo depoimento pessoal da Reclamada, sob pena de confissão nos termos da Súmula nº 74, I do TST e outras que forem necessárias, que desde já ficam requeridas. (7) VALOR DA CAUSA Dá-se à causa o valor de R$ ( ). Termos em que, pede deferimento. Local e data. Adv. - OAB/nº 20

21 PROVA DOCUMENTAL Toda a prova documental existente à época da distribuição da Reclamação Trabalhista deverá ser juntada com a mesma sob pena de operar-se a preclusão. Quanto muito podendo ser juntada antes da audiência e da efetiva entrega da Contestação sob o regime de aditamento à inicial. Inteligência dos arts. 787 da CLT e 320 do NCPC:

22 Art A reclamação escrita deverá ser formulada em 2 (duas) vias e desde logo acompanhada dos documentos em que se fundar Art A petição inicial será instruída com os documentos indispensáveis à propositura da ação.

23 ADITAMENTO E OU EMENDA POR DETERMINAÇÃO DO JUIZ - NCPC Art O juiz, ao verificar que a petição inicial não preenche os requisitos dos arts. 319 e 320 ou que apresenta defeitos e irregularidades capazes de dificultar o julgamento de mérito, determinará que o autor, no prazo de 15 (quinze) dias, a emende ou a complete, indicando com precisão o que deve ser corrigido ou completado.

24 ADITAMENTO E OU EMENDA POR DETERMINAÇÃO DO JUIZ Parágrafo único. Se o autor não cumprir a diligência, o juiz indeferirá a petição inicial.

25 ADITAMENTO E OU EMENDA EXPONTANEA PELA PARTE Art O autor poderá: I - até a citação, aditar ou alterar o pedido ou a causa de pedir, independentemente de consentimento do réu;

26 RITO ORDINÁRIO O Rito Ordinário compreende todas as demandas acima de 40 salários mínimos, trata-se da regra geral quanto a confecção da Petição Inicial. Os valores dos pedidos não precisam ser líquidos (a apurar / à calcular) e o valor da causa é por estimativa. Não é obrigatório referenciar na peça o Rito.

27 RITO SUMARÍSSIMO Nos termos do art. 852-A da CLT os dissídios individuais cujo valor não exceda a quarenta vezes o salário mínimo vigente na data do ajuizamento da reclamação ficam submetidos ao procedimento sumaríssimo, estando excluídas deste procedimento as demandas em que é parte a Administração Pública direta, autárquica e fundacional.

28 Nas reclamações enquadradas no procedimento sumaríssimo o pedido deverá ser certo ou determinado e indicará o valor correspondente (Art. 852-B, I); O endereço informado para notificação da Reclamada deverá estar correto sob pena de arquivamento da Reclamação, uma vez que não é possível neste procedimento a notificação/citação por edital. O valor da causa deverá corresponder a somatória de todos os pedidos.

29 EMPREGADOR (POLO PASSIVO DA RT) Nos precisos termos do art. 2º da CLT temos que se considera empregador a empresa, individual ou coletiva, que, assumindo os riscos da atividade econômica, admite, assalaria e dirige a prestação pessoal de serviço. 29

30 Temos ainda no 1º do mesmo art. que se equiparam ao empregador, para os efeitos exclusivos da relação de emprego, os profissionais liberais, as instituições de beneficência, as associações recreativas ou outras instituições sem fins lucrativos, que admitirem trabalhadores como empregados. O mesmo raciocínio se aplica a toda e qualquer pessoa física ou jurídica que se encaixa na inteligência do art. 2.º da CLT. 30

31 GRUPO ECONÔMICO Nos termos do 2º do art. 2.º da CLT configura-se o mesmo grupo econômico sempre que uma ou mais empresas, tendo, embora, cada uma delas, personalidade jurídica própria, estiverem sob a direção, controle ou administração de outra, constituindo grupo industrial, comercial ou de qualquer outra atividade econômica. 31

32 As empresas que compõe o mesmo grupo econômico serão, para os efeitos da relação de emprego, solidariamente responsáveis, ou seja a empresa principal e cada uma das subordinadas. O grupo econômico de direito não precisa constar na inicial, sempre será possível buscar a sua responsabilidade, já o de fato tem que constar na inicial. 32

33 RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA E SUBSIDIÁRIA A Responsabilidade Solidária é aquela onde uma outra pessoa física ou jurídica responde em igualdade com o empregador em face do empregado e seus créditos trabalhista e, para fins de reconhecimento do vínculo empregatício, este pode ser postulado em face de uma ou outra ou ainda em face de ambas. 33

34 A Responsabilidade Subsidiária é aquela onde uma vez cobrado / executado um crédito trabalhista em face do principal pagador no caso deste ser insolvente as outras pessoas ligadas a relação jurídica são obrigadas a pagar. Esta responsabilidade é subsidiária nas terceirizações licitas, já nas ilícitas a responsabilidade será sempre solidária. 34

35 A Súmula 331 do TST regula a prestação de serviços terceirizados e em resumo traz a seguinte regra: É lícita a terceirização de atividade MEIO (responsabilidade subsidiária) É ilícita a terceirização de atividade FIM (responsabilidade solidária) 35

36 Tanto a responsabilidade solidária como a subsidiária devem ser sustentadas e postuladas na petição inicial, uma vez que para uma terceira pessoa ser responsabilizada no processo deve existir o direito ao contraditório e ampla defesa, assim como ser decretada pelo Juiz do Trabalho (na qualidade de Segunda Reclamada haverá notificação para responder a reclamatória). 36

37 JUSTIÇA GRATUITA A Justiça Gratuita, quando cabível deverá ser postulada na Petição Inicial e dependerá de concessão por parte do Juiz. O ideal é postular a JG com base na alegação de pobreza na acepção jurídica do termo, ou seja, o Reclamante não consegue arcar com os gastos do processo sem comprometer o seu sustento e o de sua família. 37

38 Importante a juntada de declaração de pobreza assinada pelo Reclamante afirmando a respectiva condição, porém não é imprescindível (OJ-SDI1-331) 38

39 RELAÇÕES DE TRABALHO E NÃO DE EMPREGO Conforme anteriormente relatado, houve inegável ampliação da competência material da Justiça do Trabalho com o advento da Emenda Constitucional n.º 45 de 2004 e, consequentemente, a nova redação do art. 114 da Constituição Federal e seus incisos: 39

40 Art Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar: I as ações oriundas da relação de trabalho, abrangidos os entes de direito público externo e da administração pública direta e indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios 40

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO Petição Inicial de Reclamação Trabalhista Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em Direito Empresarial

Leia mais

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO Atendimento / Entrevista / Honorários / Petição Inicial de Reclamação Trabalhista Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado

Leia mais

LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - I

LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - I LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - I Aplicação do Novo CPC e a Petição Inicial Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em Direito

Leia mais

ESQUELETO PETIÇÃO INICIAL: ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS

ESQUELETO PETIÇÃO INICIAL: ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS PETIÇÃO INICIAL ESQUELETO PETIÇÃO INICIAL: ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Os requisitos da CLT art. 840: Art. 840. A reclamação poderá ser escrita ou verbal.

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL RECLAMATÓRIA TRABALHISTA PRÁTICA E MODELO. Art A petição inicial indicará: I o juízo a que é dirigida;

PETIÇÃO INICIAL RECLAMATÓRIA TRABALHISTA PRÁTICA E MODELO. Art A petição inicial indicará: I o juízo a que é dirigida; 1 PETIÇÃO INICIAL RECLAMATÓRIA TRABALHISTA PRÁTICA E MODELO 1. Aspectos Legais Artigos Importantes: Forma da Reclamação (art. 840 CLT e 282 CPC) Algumas modificações foram feitas pelo novo CPC em relação

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Dissídio Individual e Dissídio Coletivo Petição Inicial e Pedido. Prof ª. Eliane Conde

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Dissídio Individual e Dissídio Coletivo Petição Inicial e Pedido. Prof ª. Eliane Conde DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Dissídio Individual e Dissídio Coletivo Petição Inicial e Pedido Prof ª. Eliane Conde Fase postulatória do processo A petição apta deve observar os requisitos previstos no

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM.... ª VARA DO TRABALHO DE...... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil),... (profissão), nascido em... (dia, mês, ano), portador

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CAMBORIÚ SC

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CAMBORIÚ SC EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CAMBORIÚ SC ALDAIR, nacionalidade, estado civil, frentista, portador da Cédula de Identidade RG nº, inscrito no CPF nº, portador da CTPS nº, inscrito

Leia mais

Peça 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA... VARA DO TRABALHO DE...

Peça 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA... VARA DO TRABALHO DE... Peça 1 José distribuiu, em 11 de agosto de 2010, ação em face da Empresa "B", alegando, em síntese, que trabalhou desde novembro de 2001 até o dia 4 de fevereiro de 2010, ocasião em que sofreu dispensa

Leia mais

PRÁTICA TRABALHISTA 29/08/2018. Curso de Estágio Profissional Unip

PRÁTICA TRABALHISTA 29/08/2018. Curso de Estágio Profissional Unip PRÁTICA TRABALHISTA Curso de Estágio Profissional Unip - A trabalhou na empresa B (metalúrgica) em São Paulo Capital no período de 12/01/2016 a 25/04/2017, quando foi demitido sem justa causa. Desenvolvia

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DO PEDIDO) O artigo 14 do Novo Código de Processo Civil, dispõe:

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DO PEDIDO) O artigo 14 do Novo Código de Processo Civil, dispõe: I DO PEDIDO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DO PEDIDO) O artigo 14 do Novo Código de Processo Civil, dispõe: A norma processual não retroagira e será aplicável imediatamente aos processos em curso,

Leia mais

AULA 8 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Reclamação Trabalhista DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 8 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Reclamação Trabalhista DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 8 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Reclamação Trabalhista DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AÇÕES TRABALHISTAS DISSÍDIOS INDIVIDUAIS; COLETIVAS CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

PROCEDIMENTO COMUM - O procedimento comum no direito processual do trabalho subdivide-se se em sumário, sumaríssimo e ordinário. A) PROCEDIMENTO SUMÁR

PROCEDIMENTO COMUM - O procedimento comum no direito processual do trabalho subdivide-se se em sumário, sumaríssimo e ordinário. A) PROCEDIMENTO SUMÁR AULA DE PROCESSO DO TRABALHO Prof. Maria Cláudia Felten PROCEDIMENTO COMUM - O procedimento comum no direito processual do trabalho subdivide-se se em sumário, sumaríssimo e ordinário. A) PROCEDIMENTO

Leia mais

Peça 1 Faixa de Nota Quesitos Avaliados Valore 2 Fundamentação e Consistência

Peça 1 Faixa de Nota Quesitos Avaliados Valore 2 Fundamentação e Consistência Peça 1 Alberto foi contratado por uma empresa de prestação de serviços de informática, na função de técnico, para trabalhar em favor de um grande banco privado. Depois de dois anos, ao verificar que seu

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DE

EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DE EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DE José, brasileiro, estado civil, portador do RG, CPF, CTPS, residente e domiciliado na, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, conforme procuração

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO Hermes Cramacon @hermescramacon OAB - 2ª fase - Prática Trabalhista PEÇA 01 Mauro, residente e domiciliado na cidade de Barueri, foi contratado na função de auxiliar de serviços gerais pela empresa ABC

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR JOÃO DA SILVA, brasileiro, casado, auxiliar de produção, portador da Cédula de Identidade RG nº, inscrito no CPF sob nº, portador da

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM Aldair procurou assistência de profissional da advocacia, relatando que fora contratado, em 1º/10/2010, para trabalhar como frentista no Posto Régis e Irmãos, em Camboriú SC, e imotivadamente demitido,

Leia mais

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO PEÇA TREINO JOÃO CIDADÃO distribuiu, em 07/03/2014, Reclamação Trabalhista em face de seu empregador EMPRESA VIGILÂNCIA TOTAL LTDA e do tomador de serviços, BANCO FATURANDO S/A. Alegou, em síntese, que

Leia mais

O reclamante iniciou a prestação de serviços em favor da primeira reclamada em 02/01/2012. No entanto, mesmo trabalhando sob

O reclamante iniciou a prestação de serviços em favor da primeira reclamada em 02/01/2012. No entanto, mesmo trabalhando sob Excelentíssimo Juiz do Trabalho da Vara de Jose da Silva, nacionalidade, residente na, estado civil, CTPS no., RG, CPF, filho de, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, com procuração em anexo

Leia mais

2ª FASE OAB VII Exame Unificado Peça Prática. Professora Priscilla Fernandes Pereira

2ª FASE OAB VII Exame Unificado Peça Prática. Professora Priscilla Fernandes Pereira 2ª FASE OAB VII Exame Unificado Peça Prática Professora Priscilla Fernandes Pereira Caso Prático Pedro Monteiro foi contratado, em 08/05/2004, pela empresa Metalúrgica Máquinas LTDA, para exercer a função

Leia mais

AULÃO DE PROCESSO DO TRABALHO

AULÃO DE PROCESSO DO TRABALHO AULÃO DE PROCESSO DO TRABALHO Professor Ismar Júnior Petição Inicial Art. 840 - A reclamação poderá ser escrita ou verbal. 1 o Sendo escrita, a reclamação deverá conter a designação do juízo, a qualificação

Leia mais

PROCESSO DO TRABALHO PROF. JOSÉ GERVÁSIO ABRÃO MEIRELES

PROCESSO DO TRABALHO PROF. JOSÉ GERVÁSIO ABRÃO MEIRELES PROCESSO DO TRABALHO PROF. JOSÉ GERVÁSIO ABRÃO MEIRELES 1 1- COMPETÊNCIA 2 CF Art. 114. Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar: I as ações oriundas da relação de trabalho, abrangidos os entes

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL RECLAMATÓRIA TRABALHISTA

PETIÇÃO INICIAL RECLAMATÓRIA TRABALHISTA Faculdades Integradas do Brasil - UNIBRASIL Faculdade de Direito Direito do Trabalho Professor: Fabrício Gonçalves Zipperer Prática Trabalhista Petição Inicial Ano: 2012 MATERIAL DE APOIO PARA O ALUNO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 85ª VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 85ª VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 85ª VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ Reclamante: Anderson Silva Reclamados: Comércio Atacadista de Alimentos Ltda Autos nº 0055.2010.5.01.0085 COMÉRCIO ATACADISTA

Leia mais

LEGALE O NOVO DIREITO DO TRABALHO APÓS A REFORMA

LEGALE O NOVO DIREITO DO TRABALHO APÓS A REFORMA LEGALE O NOVO DIREITO DO TRABALHO APÓS A REFORMA O momento para apresentar defesa, comparecimento em audiência (preposto - arquivamento - revelia - confissão) Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL.

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Joseval Martins Viana (Aula 16/08/2017). E-mail: joseval@legale.com.br Ação de divórcio litigioso. Como escrever artigo científico: https://www.youtube.com/watch?v=hfhpawxjlme

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DA VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA/DF (em caixa alta e negrito, tamanho 13)

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DA VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA/DF (em caixa alta e negrito, tamanho 13) EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DA VARA DO TRABALHO DE BRASÍLIA/DF (em caixa alta e negrito, tamanho 13) QUALIFICAÇÃO DO RECLAMANTE (nome em caixa alta e negrito) (informar a data de nascimento, nome

Leia mais

TWITTS - HERMES CRAMACON (Princípios do Direito do Trabalho, reclamação trabalhista e procedimentos)

TWITTS - HERMES CRAMACON (Princípios do Direito do Trabalho, reclamação trabalhista e procedimentos) TWITTS - HERMES CRAMACON (Princípios do Direito do Trabalho, reclamação trabalhista e procedimentos) 1 - Princípio protetor visa proteção ao empregado, parte hipossuficiente da relação jurídica laboral.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ RT n 0001948-10.2011.5.03.0020 PEDRO DE OLIVEIRA (completo, sem abreviaturas e em caixa alta), pessoa física, brasileiro, estado

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DO TRABALHO DA VARA TRABALHISTA DO RIO DE JANEIRO.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DO TRABALHO DA VARA TRABALHISTA DO RIO DE JANEIRO. EXCELENTÍSSIMO SENHOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DO TRABALHO DA VARA TRABALHISTA DO RIO DE JANEIRO. FULANO DE TAL, nacionalidade, estado civil, profissão, cédula de identidade RG Nº, inscrito no CPF sob o nº,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO SP

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO SP Obs: os espaços deste exercício tem a função de facilitar a visualização do aluno. Não é aconselhável pular linhas na prova. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO SP KID PAPÃO,

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!!

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! PETIÇÃO INICIAL ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! ENDEREÇAMENTO EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE... art. 651 do CPC QUALIFICAÇÃO

Leia mais

10º EDIÇÃO REVISADA E ATUALIZADA

10º EDIÇÃO REVISADA E ATUALIZADA Manual de Prática Civil - 10ª Edição Jaqueline Mielke Silva Juliano Colombo 10º EDIÇÃO REVISADA E ATUALIZADA 3 SUMÁRIO Capítulo I PROCEDIMENTO COMUM 1.Fundamento legal... 23 2. Finalidade... 23 3. Petição

Leia mais

Outros artigos que você também possa se interessar:

Outros artigos que você também possa se interessar: Somos advogados com larga experiência no mundo jurídico e o nosso objetivo é lhe ajudar na advocacia através de informações atualizadas e confiáveis nos mais diversos temas do Direito. Para tanto, publicamos

Leia mais

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte I Professor Zulmar Duarte Instaura a relação processual (linear) Apresenta a Demanda (causa de pedir e pedido) Litispendência (art. 312) Fixação da competência (art. 43) Requisitos Art. 319 Competência

Leia mais

PROCESSO DO TRABALHO PROF. JOSÉ GERVÁSIO ABRÃO MEIRELES

PROCESSO DO TRABALHO PROF. JOSÉ GERVÁSIO ABRÃO MEIRELES PROCESSO DO TRABALHO PROF. JOSÉ GERVÁSIO ABRÃO MEIRELES 2 1- (Exame XIII 2014) Paulo ajuizou ação em face de sua exempregadora, a empresa Peças ABC Ltda. Na audiência, o Juiz propôs a conciliação, que

Leia mais

LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - II

LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - II LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - II As Defesas Trabalhistas e o Novo CPC Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em Direito Empresarial

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

M S ADVOGADOS. Av. Visconde de Jequi nhonha, 2466 Sala 101 Boa Viagem - Recife/PE, CEP

M S ADVOGADOS. Av. Visconde de Jequi nhonha, 2466 Sala 101 Boa Viagem - Recife/PE, CEP 1 de 7 18/07/2014 11:03 M S ADVOGADOS Av. Visconde de Jequi nhonha, 2466 Sala 101 Boa Viagem - Recife/PE, CEP 51030-020. Fones/Fax: (81) 3204.4039 (81) 9431.9566 (81) 9543.4554 (81) 9267.4370 EXCELENTÍSSIMO(A)

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ D DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ D DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ D DA MM.... ª VARA DO TRABALHO DE...... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil),... (profissão), nascida em... (dia, mês e ano), portadora da cédula de

Leia mais

A Reclamante iniciou suas atividades em 10/12/2000, tendo a sua CTPS anotada três meses depois. Desde o primeiro dia de serviço já estavam presentes

A Reclamante iniciou suas atividades em 10/12/2000, tendo a sua CTPS anotada três meses depois. Desde o primeiro dia de serviço já estavam presentes EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR CACILDA BARRANCOS, brasileira, casada, desempregada, RG 2357965/PR, inscrita no CPF sob o n.º 568.457-963-29, portadora da CTPS 54621,

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Dissídio individual e Dissídio coletivo Dissídio individual e procedimentos aplicáveis Prof. Cláudio Freitas - Procedimentos (i) Ordinário: artigos 843 e seguintes da CLT

Leia mais

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR CACILDA BARRANCOS, brasileira, casada, profissão..., residente e domiciliada na Rua do Aeroporto, nº 250, Afonso Pena, São José dos

Leia mais

É o relatório do essencial.

É o relatório do essencial. 08ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO SP Processo nº00009712820135020008 TERMO DE AUDIÊNCIA Na Sala de Audiências desta MM. Vara, sob a Presidência da Exma. Juíza do Trabalho Auxiliar, Dra. Márcia Vasconcellos

Leia mais

Primeiro exercício de Recurso Ordinário

Primeiro exercício de Recurso Ordinário Primeiro exercício de Recurso Ordinário Em audiência de instrução realizada nos autos da reclamação trabalhista promovida por Genivalda da Silva em face da empresa Construíndo Construções Ltda, o Juiz

Leia mais

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo Novo CPC Contestação Modelo https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DA COMARCA.. / UF Pular 3 linhas Processo nº Pular 10 linhas (NOME

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR Obs: os espaços deste exercício tem a função de facilitar a visualização do aluno. Não é aconselhável pular linhas na prova. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR CACILDA

Leia mais

LEGALE CURSO DE EXECUÇÃO TRABALHISTA. Sujeito Passivo / Grupo de Empresas / Sucessão

LEGALE CURSO DE EXECUÇÃO TRABALHISTA. Sujeito Passivo / Grupo de Empresas / Sucessão LEGALE CURSO DE EXECUÇÃO TRABALHISTA Sujeito Passivo / Grupo de Empresas / Sucessão Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino, Advogado

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE CUIABÁ (MT)

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE CUIABÁ (MT) JB ADVOGADO Advocacia & Consultoria EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE CUIABÁ (MT) WILLIAN APARECIDO DE JESUS SOUZA, brasileiro, solteiro, Auxiliar de

Leia mais

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região - 1º Grau Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região - 1º Grau

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região - 1º Grau Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região - 1º Grau Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região - 1º Grau Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região - 1º Grau O documento a seguir foi juntado ao autos do processo de número 0001517-27.2014.5.06.0141 em 14/10/2014

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 22/03/ Ministrada pelo Prof. Fábio Batista Cáceres

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 22/03/ Ministrada pelo Prof. Fábio Batista Cáceres CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 22/03/2017 - Ministrada pelo Prof. Fábio Batista Cáceres 1-) Petição Inicial Conti.: No CPC de 1973 estava previsto no art. 282, atualmente no novo

Leia mais

Novo CPC Petição Inicial Modelo

Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA (Ex. CIVIL, ou DE FAMÍLIA, ETC) DA COMARCA.. / UF (Conforme

Leia mais

Número: Data Autuação: 17/02/2016

Número: Data Autuação: 17/02/2016 Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região - 1º Grau PJe - Processo Judicial Eletrônico Consulta Processual Número: 0000184-77.2016.5.06.0009 Data Autuação: 17/02/2016 Classe: AÇÃO TRABALHISTA - RITO SUMÁRIO

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação declaratória visa a obtenção de certeza jurídica da existência ou inexistência de fato e das consequências

Leia mais

Anderson Nogueira Oliveira Doutorando em Direito pela PUC-SP Mestre em Direito - Professor Universitário - Advogado CONTESTAÇÃO

Anderson Nogueira Oliveira Doutorando em Direito pela PUC-SP Mestre em Direito - Professor Universitário - Advogado CONTESTAÇÃO 1. Previsão Legal CONTESTAÇÃO CPC -Art. 335. O réu poderá oferecer contestação, por petição, no prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data: I - da audiência de conciliação ou de mediação,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil),... (profissão), portador da cédula de identidade RG nº..., inscrito no

Leia mais

Técnico Judiciário Área Administrativa

Técnico Judiciário Área Administrativa Técnico Judiciário Área Administrativa Dicas para a Prova Direito Processual do Trabalho Prof. Rogério Renzetti Direito Processual do Trabalho DICAS FINAIS PROCESSO DO TRABALHO TRT 7ª REGIÃO DICA 1 Princípio

Leia mais

Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial

Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial Pedro, na qualidade de locatário, contratou com Antônio, locador, menor púbere, assistido por seu genitor, Fernando, a locação do imóvel residencial de sua propriedade, unidade autônoma e integrante do

Leia mais

CONTESTAÇÃO 16/03/2018. Unip - CEP - DIREITO MATERIAL LEI /17. Publicação 14/07/2017 Início de vigência: 11 de novembro de 2017

CONTESTAÇÃO 16/03/2018. Unip - CEP - DIREITO MATERIAL LEI /17. Publicação 14/07/2017 Início de vigência: 11 de novembro de 2017 CONTESTAÇÃO Unip - CEP A promoveu reclamação trabalhista em face de B em 10/01/17, pleiteando equiparação salarial com o paradigma C. A Alegou ter sido o paradigma admitido em 25/07/2000, promovido a ajudante

Leia mais

Ação Anulatória do Débito Fiscal

Ação Anulatória do Débito Fiscal Ação Anulatória do Débito Fiscal RUBENS KINDLMANN Previsão Legal Art. 38 - A discussão judicial da Dívida Ativa da Fazenda Pública só é admissível em execução, na forma desta Lei, salvo as hipóteses de

Leia mais

Capítulo 7 Da Responsabilidade por Dano Processual 7.1 Multa sobre testemunha que Mentir Inconstitucionalidade do Art.

Capítulo 7 Da Responsabilidade por Dano Processual 7.1 Multa sobre testemunha que Mentir Inconstitucionalidade do Art. Sumário Capítulo 1 Procedimentos 1.1. Rito Ordinário 1.2. Rito Sumaríssimo 1.3. Rito Sumário (ou Rito de Alçada ) 1.3.1. Impugnação ao Valor da Causa Capítulo 2 Ajuizamento da Reclamação Trabalhista 2.1.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DA 3ª VARA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DA 3ª VARA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) FEDERAL DA 3ª VARA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Processo nº 000000-00.2016.403.6103. Autor(a): MONIQUE SANTANA DA RESTAURAÇÃO Réu: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO

Leia mais

Ritos sumário e sumaríssimo. Paula Freire Direito Unimonte 2015

Ritos sumário e sumaríssimo. Paula Freire Direito Unimonte 2015 Ritos sumário e sumaríssimo Paula Freire Direito Unimonte 2015 Processo do trabalho Busca sempre maior celeridade. Procedimentos mais céleres. Deturpação da celeridade. Critério: Valor da causa. Introduzido

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO ORDINÁRIO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO ORDINÁRIO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO RECURSO ORDINÁRIO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA

Leia mais

Petição Inicial II. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial II. Professor Zulmar Duarte Petição Inicial II Professor Zulmar Duarte Petição Inicial Controle de Admissibilidade pelo Juiz (arts. 321, 330, 332 e 334) Petição Inicial Emenda da Inicial Juízo de Admissibilidade Improcedência Liminar

Leia mais

2ª FASE OAB PROF. ALEXANDRE AMUI

2ª FASE OAB PROF. ALEXANDRE AMUI EDITAL OAB 2ª FASE: DIRETRIZES INICIAIS. A prova prático-profissional terá a duração de 5 (cinco) horas. 1ª PARTE DA PROVA PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL 5,0 PONTOS. 2ª PARTE DA PROVA QUESTÕES 1,25 PONTO CADA.

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 5 - RESPOSTAS

ESTUDO DIRIGIDO 5 - RESPOSTAS ESTUDO DIRIGIDO 5 - RESPOSTAS 1. Reclamação Trabalhista Procedimentos (Ritos) Trabalhistas 1.1. Explique as são as características do Procedimento Comum (Ordinário). RESPOSTA: Características do Procedimento

Leia mais

Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos.

Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos. Plano de Ensino 1. Petição inicial. Requisitos. (CPC, arts. 282 a 285-A) Petição Inicial Conceito: petição inicial é o ato formal do autor que introduz a causa em juízo (Vicente, 135). Características:

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação declaratória visa a obtenção de certeza jurídica da existência ou inexistência de fato e das consequências

Leia mais

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES PEÇAS DE TRABALHO. Petição Inicial:

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES PEÇAS DE TRABALHO. Petição Inicial: OBSERVAÇÕES IMPORTANTES PEÇAS DE TRABALHO Cláudia Mara de Almeida Rabelo Viegas 1 Petição Inicial: Endereçamento: Vara do local da prestação de serviços Qualificação do autor: Nome, naturalidade, estado

Leia mais

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO RESPOSTAS DO RÉU CONTESTAÇÃO; EXCEÇÃO (Incompetência relativa, suspeição

Leia mais

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA QUE RECONHEÇA A EXIGIBILIDADE DE OBRIGAÇÃO DE PRESTAR ALIMENTOS, conforme artigo 528, ss, do CPC

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA QUE RECONHEÇA A EXIGIBILIDADE DE OBRIGAÇÃO DE PRESTAR ALIMENTOS, conforme artigo 528, ss, do CPC EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA E. FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES DO FORO ª VARA DA DO CUMPRIMENTO DE SENTENÇA QUE RECONHEÇA A EXIGIBILIDADE DE OBRIGAÇÃO DE PRESTAR ALIMENTOS (EXECUÇÃO DE ALIMENTOS)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 15ª Região 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Dissídio Individual e Dissídio Coletivo Audiência. Conciliação. Resposta do Réu. Razões Finais Parte 3

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Dissídio Individual e Dissídio Coletivo Audiência. Conciliação. Resposta do Réu. Razões Finais Parte 3 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Dissídio Individual e Dissídio Coletivo Audiência. Conciliação. Resposta do Réu. Razões Finais Parte 3 Prof ª. Eliane Conde Razões Finais (art. 850 da CLT): Terminada a instrução,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Partes, Procuradores, Representação, Substituição Processual e Litisconsórcio Procuradores e Ius Postulandi

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Partes, Procuradores, Representação, Substituição Processual e Litisconsórcio Procuradores e Ius Postulandi DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Partes, Procuradores, Representação, Substituição Processual e Litisconsórcio Procuradores e Ius Postulandi Prof ª. Eliane Conde Procuradores No âmbito laboral empregado

Leia mais

RESPOSTA DO RÉU CONTESTAÇÃO

RESPOSTA DO RÉU CONTESTAÇÃO RESPOSTA DO RÉU CONTESTAÇÃO ESQUELETO MEMORIZE: ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR PREJUDICIAL MÉRITO REQUERIMENTOS FINAIS - art. 847 da CLT fala em defesa - apresentada em audiência reclamado tem 20

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Das relações laborais Relação de trabalho e relação de emprego. Prof. Cláudio Freitas

DIREITO DO TRABALHO. Das relações laborais Relação de trabalho e relação de emprego. Prof. Cláudio Freitas DIREITO DO TRABALHO Das relações laborais Prof. Cláudio Freitas - Relação de trabalho x Relação de emprego x Relação de consumo. - Requisitos (artigos 2º e 3º da CLT): a) prestação por pessoa física; b)

Leia mais

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO Defesa Trabalhista Pregão - Conciliação Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em Direito Empresarial

Leia mais

P PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região 2ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO CAPITAL 1. P Processo nº

P PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região 2ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO CAPITAL 1. P Processo nº 1 TERMO DE AUDIÊNCIA Processo nº 0002679342013502002 Aos dois dias do mês de maio do ano de dois mil e dezesseis, às 17h15, na sala de audiências desta 2ª Vara do Trabalho de São Paulo, por ordem do MM.Juiz,

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO. Empregador / Grupo de Empresas

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO. Empregador / Grupo de Empresas LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO Empregador / Grupo de Empresas Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino, Advogado militante

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO Recurso Ordinário / Contrarrazões / Recurso Adesivo Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em

Leia mais

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO

LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO LEGALE PÓS GRADUAÇÃO DIREITO DO TRABALHO Ônus da Prova na Prática Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em Direito Empresarial e Direito

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Trata-se de reclamação trabalhista sob o rito ordinário visto que a empresa foi fechada e seus representantes se encontram em local incerto e não sabido, à medida que o art. 825-B, II,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE... RECLAMAÇÃO TRABALHISTA AUTOS DE PROCESSO nº...... (razão social completa), pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF...,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA E. FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES DO FORO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA E. FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES DO FORO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA E. FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES DO FORO ª VARA DA (EXECUÇÃO DE ALIMENTOS) Exqte.: Excdo.:, brasileira, solteira, comerciante, residente e domiciliada N. Capital,

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO)

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO) NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO) I DA CONTESTAÇÃO OS DISPOSITIVOS CLASSICOS DA CLT: O artigo 769 da CLT (SUBSIDIÁRIA), será aplicada no processo de fase conhecimento observando todas

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação anulatória visa obtenção de tutela jurisdicional que implique em desfazimento de lançamento por conta de

Leia mais

Parte 1 AUDIÊNCIA TRABALHISTA

Parte 1 AUDIÊNCIA TRABALHISTA SUMÁRIO Parte 1 AUDIÊNCIA TRABALHISTA Capítulo 1 Procedimentos... 3 1.1. Rito Ordinário... 3 1.2. Rito Sumaríssimo... 6 1.3. Rito Sumário (ou Rito de Alçada )... 9 1.3.1. Impugnação ao Valor da Causa...

Leia mais

DICAS IMPORTANTES PARA A RE

DICAS IMPORTANTES PARA A RE DICAS IMPORTANTES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA: 1. LEIA ATENTAMENTE OS ENUNCIADO!! 2. NA PEÇA, quando for desenvolver as teses: lembre-se de que elas precisam contemplar a informação do enunciado, que você

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA...... DO FORO... VARA.........(nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil)... (profissão), neste ato representado legalmente, por sua genitora,

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC 1. Conceito Art. 319 do CPC A petição inicial é o ato formal do autor que dá início à causa. É um requerimento que contém a exposição do fato e dos fundamentos jurídicos

Leia mais

Direito Processual. do Trabalho. Petição Inicial

Direito Processual. do Trabalho. Petição Inicial Direito Processual do Trabalho Petição Inicial Forma de Reclamação Nos dissídios individuais a forma de reclamação se dá pela Ação Trabalhista: Se caracteriza pela prevalência de interesses pessoais. Petição

Leia mais

OAB PRIMEIRA FASE XII EXAME UTI 60 HORAS Processo do Trabalho Aryanna Manfredini. Aula 1 DICAS:

OAB PRIMEIRA FASE XII EXAME UTI 60 HORAS Processo do Trabalho Aryanna Manfredini. Aula 1 DICAS: DICAS: Aula 1 1 - São órgãos da Justiça do Trabalho (art. 111, CF): Juiz, TRT e TST. Nas comarcas onde não houver juiz do trabalho, o juiz de direito será investido da jurisdição trabalhista, cabendo da

Leia mais

SENTENÇA. 4ª Vara do Trabalho de Campinas Autos nº I - Relatório

SENTENÇA. 4ª Vara do Trabalho de Campinas Autos nº I - Relatório 4ª Vara do Trabalho de Campinas Autos nº 790-2006-0 SENTENÇA I - Relatório ARMELINO DONIZETE QUAGLIATO, devidamente qualificado a fls. 02, ajuizou ação trabalhista em face de GUARANI FUTEBOL CLUBE, também

Leia mais

PARTE 1 PRINCIPAIS TEMAS DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO

PARTE 1 PRINCIPAIS TEMAS DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO Sumário PARTE 1 PRINCIPAIS TEMAS DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO 1.1. Gratuidade de Justiça... 17 1.2. Honorários Advocatícios... 18 1.3. Homologação de Verbas Rescisórias e Multa do art. 477, 8o, da

Leia mais

JUSTIÇA GRATUITA ATÉ 40% DO TETO DA PREVIDÊNCIA ART. 790, 3º E4º CLT. HONORÁRIOS DE SUCUMBÊNCIA DEVIDOS ENTRE 5% E 15% - ART.

JUSTIÇA GRATUITA ATÉ 40% DO TETO DA PREVIDÊNCIA ART. 790, 3º E4º CLT. HONORÁRIOS DE SUCUMBÊNCIA DEVIDOS ENTRE 5% E 15% - ART. ACORDO EXTRAJUDICIAL Na CCP EFICÁCIA LIBERATÓRIA GERAL. Art. 625-E DA CLT. Feito diretamente pelas partes com advogados diferentes homologação - art. 855-b da CLT. COMPETÊNCIA MATERIAL: ART. 114 CF Para

Leia mais

MODELO DE AÇÃO REIVINDICATÓRIA - RETROVENDA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE

MODELO DE AÇÃO REIVINDICATÓRIA - RETROVENDA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE MODELO DE AÇÃO REIVINDICATÓRIA - RETROVENDA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE [Nome completo do requerente], [nacionalidade], [estado civil], [profissão], portador

Leia mais

Petição inicial. Direito Processual Civil II. Prof. Leandro Gobbo 1

Petição inicial. Direito Processual Civil II. Prof. Leandro Gobbo 1 Petição inicial Direito Processual Civil II Prof. Leandro Gobbo 1 Petição inicial - conceito É o ato que dá início ao processo, e define os limites subjetivo e objetivo da lide, que deverão ser respeitados

Leia mais