Anderson Nogueira Oliveira Doutorando em Direito pela PUC-SP Mestre em Direito - Professor Universitário - Advogado CONTESTAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Anderson Nogueira Oliveira Doutorando em Direito pela PUC-SP Mestre em Direito - Professor Universitário - Advogado CONTESTAÇÃO"

Transcrição

1 1. Previsão Legal CONTESTAÇÃO CPC -Art O réu poderá oferecer contestação, por petição, no prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo inicial será a data: I - da audiência de conciliação ou de mediação, ou da última sessão de conciliação, quando qualquer parte não comparecer ou, comparecendo, não houver autocomposição; II - do protocolo do pedido de cancelamento da audiência de conciliação ou de mediação apresentado pelo réu, quando ocorrer a hipótese do art. 334, 4 o, inciso I; III - prevista no art. 231, de acordo com o modo como foi feita a citação, nos demais casos. 1 o No caso de litisconsórcio passivo, ocorrendo a hipótese do art. 334, 6 o, o termo inicial previsto no inciso II será, para cada um dos réus, a data de apresentação de seu respectivo pedido de cancelamento da audiência. 2 o Quando ocorrer a hipótese do art. 334, 4 o, inciso II, havendo litisconsórcio passivo e o autor desistir da ação em relação a réu ainda não citado, o prazo para resposta correrá da data de intimação da decisão que homologar a desistência. Art Incumbe ao réu alegar, na contestação, toda a matéria de defesa, expondo as razões de fato e de direito com que impugna o pedido do autor e especificando as provas que pretende produzir. 2. Especificidades I Competência: próprio juiz da causa em que está correndo o processo (Art. 335 do CPC de 2015). II Partes e qualificação: O seu cliente, que neste caso é o réu da causa, deve ser qualificado integralmente, vez que a qualificação na inicial pode estar incompleta. Já a qualificação do autor não deve ser feita, apenas deve ser mencionado o nome de quem move a ação contra seu cliente, seguido da seguinte informação: já devidamente qualificado nos autos em epígrafe. III Nome da peça processual Apenas a palavra CONTESTAÇÃO

2 IV Fundamento Legal: artigo 335 e seguintes do CPC de V Breve Síntese da Inicial Deverá sempre comentar qual é a acusação, sempre ressaltando os possíveis erros realizadas na petição inicial do Autor. Porém, não pode inventar nenhum fato. VI Preliminares (caso exista) Art Incumbe ao réu, antes de discutir o mérito, alegar: I - inexistência ou nulidade da citação; II - incompetência absoluta e relativa; III - incorreção do valor da causa; IV - inépcia da petição inicial; V - perempção; VI - litispendência; VII - coisa julgada; VIII - conexão; IX - incapacidade da parte, defeito de representação ou falta de autorização; X - convenção de arbitragem; XI - ausência de legitimidade ou de interesse processual; XII - falta de caução ou de outra prestação que a lei exige como preliminar; XIII - indevida concessão do benefício de gratuidade de justiça. 1 o Verifica-se a litispendência ou a coisa julgada quando se reproduz ação anteriormente ajuizada. 2 o Uma ação é idêntica a outra quando possui as mesmas partes, a mesma causa de pedir e o mesmo pedido. 3 o Há litispendência quando se repete ação que está em curso. 4 o Há coisa julgada quando se repete ação que já foi decidida por decisão transitada em julgado. 5 o Excetuadas a convenção de arbitragem e a incompetência relativa, o juiz conhecerá de ofício das matérias enumeradas neste artigo. 6 o A ausência de alegação da existência de convenção de arbitragem, na forma prevista neste Capítulo, implica aceitação da jurisdição estatal e renúncia ao juízo arbitral. Causas de extinção do processo CPC Art O juiz não resolverá o mérito quando: I - indeferir a petição inicial; II - o processo ficar parado durante mais de 1 (um) ano por negligência das partes; III - por não promover os atos e as diligências que lhe incumbir, o autor abandonar a causa por mais de 30 (trinta) dias; IV - verificar a ausência de pressupostos de constituição e de desenvolvimento válido e regular do processo; V - reconhecer a existência de perempção, de litispendência ou de coisa julgada;

3 VI - verificar ausência de legitimidade ou de interesse processual; VII - acolher a alegação de existência de convenção de arbitragem ou quando o juízo arbitral reconhecer sua competência; VIII - homologar a desistência da ação; IX - em caso de morte da parte, a ação for considerada intransmissível por disposição legal; e X - nos demais casos prescritos neste Código. 1 o Nas hipóteses descritas nos incisos II e III, a parte será intimada pessoalmente para suprir a falta no prazo de 5 (cinco) dias. 2 o No caso do 1 o, quanto ao inciso II, as partes pagarão proporcionalmente as custas, e, quanto ao inciso III, o autor será condenado ao pagamento das despesas e dos honorários de advogado. 3 o O juiz conhecerá de ofício da matéria constante dos incisos IV, V, VI e IX, em qualquer tempo e grau de jurisdição, enquanto não ocorrer o trânsito em julgado. 4 o Oferecida a contestação, o autor não poderá, sem o consentimento do réu, desistir da ação. 5 o A desistência da ação pode ser apresentada até a sentença. 6 o Oferecida a contestação, a extinção do processo por abandono da causa pelo autor depende de requerimento do réu. 7 o Interposta a apelação em qualquer dos casos de que tratam os incisos deste artigo, o juiz terá 5 (cinco) dias para retratar-se. Preliminares Dilatórias Visam somente corrigir algum vício. I - inexistência ou nulidade da citação; II - incompetência absoluta e relativa; III - incorreção do valor da causa; VIII - conexão (Art.54 e ss do CPC); IX - incapacidade da parte, defeito de representação ou falta de autorização; XII - falta de caução ou de outra prestação que a lei exige como preliminar; XIII - indevida concessão do benefício de gratuidade de justiça. Preliminares Peremptórias Ensejam a extinção do feito IV - inépcia da petição inicial; V perempção (3 vezes a mesma ação); VI litispendência VII - coisa julgada; X - convenção de arbitragem; XI - ausência de legitimidade ou de interesse processual; VII Do Mérito ou Da Verdade dos Fatos Relatar a verdadeira história, conforme a alegação do seu cliente, sempre trazendo os artigos, súmulas e enunciados para fundamentar seus argumentos.

4 VIII Requerimentos e depois provas Ressaltando que não pode colocar valor da causa. 3. MODELO DE CONTESTAÇÃO Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz... (seja dirigida ao juiz onde está correndo o processo) (Pular 5 linhas) Processo número... (Pular 4 linhas) NOME DO RÉU..., nacionalidade..., estado civil..., profissão..., portador da cédula de identidade número..., inscrito no CPF-MF número..., ..., residente e domiciliado na rua..., número..., bairro... cidade..., Estado..., CEP número..., por intermédio deste advogado que esta subscreve, conforme procuração anexa, com endereço profissional na rua..., número..., bairro... cidade..., Estado..., CEP número..., vem respeitosamente perante Vossa Excelência, com fundamento no artigo 355 e seguintes do Código de Processo Civil de 2015, apresentar: CONTESTAÇÃO que lhe move NOME DO AUTOR..., já devidamente qualificado nos autos da Ação... (deve colocar o nome da ação que o autor propôs), pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. BREVE SÍNTESE DA PETTIÇÃO INICIAL Pretende o Autor..., pois segundo ele... Vale destacar que... Como restará comprovado...

5 PRELIMINARMENTE foi proposta erroneamente, pois... artigo 337, inciso... presente preliminar, determinando a... DO MÉRITO Inicialmente, há de se observar que a demanda Isso porque o Código de Processo Civil, em seu Diante do exposto acima, requer seja acolhida a (expor os artigos e súmulas explica-los, mas não pode copiá-los na íntegra. Ressaltando que não pode utilizar jurisprudência nem doutrina). corresponde à realidade, pois... Notoriamente, a atitude do Autor não Cumpre observar que... Ressalta-se que o artigo... Pelos fundamentos expostos, torna-se cristalino que o Autor não está com a razão ao propor a presente ação, pois... Desta forma, verificada... DO PEDIDO Diante do exposto, requer a Vossa Excelência: a) seja acolhida a preliminar arguida, determinando a... (se for o caso); b) seja a demanda julgada improcedente, uma vez que não há nexo causal entre as alegações do Autor e seu infundado pedido, conforme demonstrado nesta contestação. c) subsidiariamente, em caso de procedência de do pedido principal, requer que... (se for o caso); d) a condenação do Autor ao pagamento de custas, despesas processuais e honorários advocatícios. e) a concessão dos benefícios da JUSTIÇA GRATUITA, nos termos do art. 5º, LXXIV da Constituição Federal e da Lei

6 1.060/50, por ser pobre no sentido legal, não podendo arcar com o pagamento das despesas do processo sem prejuízo do próprio sustento; (se for o caso) f) O benefício da PRIORIDADE NA TRAMITAÇÃO, nos termos do artigo do Código de Processo Civil de 2015; (se for o caso) Provará o alegado pelos meios de prova em Direito admitidos. (especialmente documental, testemunhal, pericial, etc.). Termos em que, Pede deferimento. Local.., data... Nome do Advogado OAB UF, número....

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e Turma e Ano: Master A (2015) 08/06/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 18 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 18 CONTEÚDO DA AULA: Procedimento, contestação 10)

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO)

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO) NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DA CONTESTAÇÃO) I DA CONTESTAÇÃO OS DISPOSITIVOS CLASSICOS DA CLT: O artigo 769 da CLT (SUBSIDIÁRIA), será aplicada no processo de fase conhecimento observando todas

Leia mais

RESPOSTA DO RÉU CONTESTAÇÃO

RESPOSTA DO RÉU CONTESTAÇÃO RESPOSTA DO RÉU CONTESTAÇÃO ESQUELETO MEMORIZE: ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR PREJUDICIAL MÉRITO REQUERIMENTOS FINAIS - art. 847 da CLT fala em defesa - apresentada em audiência reclamado tem 20

Leia mais

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO

AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO AULA 9 AÇÃO TRABALHISTA Elementos da Resposta do Réu DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PROFª KILMA GALINDO DO NASCIMENTO RESPOSTAS DO RÉU CONTESTAÇÃO; EXCEÇÃO (Incompetência relativa, suspeição

Leia mais

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo Novo CPC Contestação Modelo https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DA COMARCA.. / UF Pular 3 linhas Processo nº Pular 10 linhas (NOME

Leia mais

DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO

DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO Formação do processo ETAPAS DA ESTABILIZAÇÃO DO PROCESSO DA FORMAÇÃO DO PROCESSO Art. 262. O processo civil começa por

Leia mais

DPRCIV3 Direito Processual Civil III. Plano de Ensino - 3. Do Indeferimento da Petição inicial. (arts. 295 a 285-A)

DPRCIV3 Direito Processual Civil III. Plano de Ensino - 3. Do Indeferimento da Petição inicial. (arts. 295 a 285-A) DPRCIV3 Direito Processual Civil III Plano de Ensino - 3. Do Indeferimento da Petição inicial. (arts. 295 a 285-A) Questões para Fixação da Aula Indeferimento da Inicial (arts. 295 a 296) 1. O art. 295,

Leia mais

LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - II

LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - II LEGALE ADVOCACIA TRABALHISTA E O NOVO CPC - II As Defesas Trabalhistas e o Novo CPC Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante e especializado em Direito Empresarial

Leia mais

TEMA ANTIGO CPC NOVO CPC MODIFICAÇÕES

TEMA ANTIGO CPC NOVO CPC MODIFICAÇÕES TEMA ANTIGO NOVO MODIFICAÇÕES Capacidade de Art. 7º do Art. 70 do Sem modificações. estar juízo Concessão de prazo para a correção da irregulari- Incapacidade pro- Art. 13 do Art. 76 do dade. Na 1ª instância,

Leia mais

Novo CPC Petição Inicial Modelo

Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo Novo CPC Petição Inicial Modelo EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA (Ex. CIVIL, ou DE FAMÍLIA, ETC) DA COMARCA.. / UF (Conforme

Leia mais

ARBITRAGEM NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL DE 2015 (LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015)

ARBITRAGEM NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL DE 2015 (LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015) ARBITRAGEM NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL DE 2015 (LEI Nº 13.105, DE 16 DE MARÇO DE 2015) PARTE GERAL LIVRO I DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS

Leia mais

a) A defesa contra o processo - dilatória - peremptória b) A defesa de mérito - direta - indireta As conhecidas como preliminares:

a) A defesa contra o processo - dilatória - peremptória b) A defesa de mérito - direta - indireta As conhecidas como preliminares: A DEFESA DO RECLAMADO 1 a) A defesa contra o processo - dilatória - peremptória b) A defesa de mérito - direta - indireta 2 a) A defesa contra o processo As conhecidas como preliminares: Dilatórias- apenas

Leia mais

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e Turma e Ano: Master A (2015) 22/06/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 19 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 19 CONTEÚDO DA AULA: Procedimento, fase postulatória;

Leia mais

Dessas características, a voluntariedade e a taxatividade tratam-se de princípios recursais. Os princípios recursais são:

Dessas características, a voluntariedade e a taxatividade tratam-se de princípios recursais. Os princípios recursais são: PRÁTICA SIMULADA IV (CÍVEL) - CCJ0048 Título SEMANA 10 Descrição RECURSOS Daniel Assumpção (2013) afirma que "o conceito de recurso deve ser construído partindo-se de cinco características essenciais a

Leia mais

DPRCIV3 Direito Processual Civil III. Questões para Fixação da Aula

DPRCIV3 Direito Processual Civil III. Questões para Fixação da Aula DPRCIV3 Direito Processual Civil III Plano de Ensino - 5. Da Resposta do Réu. Disposições Gerais. - 6. Contestação. Conteúdo e forma da contestação. Defesas processuais e de mérito. Defesas direta e indireta.

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDÉBITO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação empregada para o contribuinte recuperar valor já pago indevidamente ou a maior.

Leia mais

Direito Penal Introdução. Direito Penal Introdução

Direito Penal Introdução. Direito Penal Introdução Direito Penal Introdução Direito Penal Introdução Parecer Jurídico Modelo Redação Jurídica Parecer Jurídico Modelo Redação Jurídica PARECER 1-EMENTA INICIA PELO FATO GERADOR Até 8 linhas 4cm de margem

Leia mais

Defesa do réu. Espécies de defesa. 1. Matéria. I. Defesa contra o processo

Defesa do réu. Espécies de defesa. 1. Matéria. I. Defesa contra o processo Defesa do réu O réu ao ser citado é levado a assumir o ônus de defender-se. Bilateralidade da ação/do processo. Ao direito de ação do autor (pretensão deduzida em juízo), equivale o direito de defesa do

Leia mais

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e Turma e Ano: Master A (2015) 08/06/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 17 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 17 CONTEÚDO DA AULA: Procedimento, demanda, citação

Leia mais

LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB

LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB LEGALE FORMAÇÃO DO ADVOGADO ATÉ 2 ANOS DE OAB Teoria Geral dos Recurso / Embargos de Declaração / Recurso Ordinário Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais, Advogado militante

Leia mais

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL 1. ENDEREÇAMENTO a) Fundamentação I Art. 42 a 53 do Novo CPC II Art. 108 e 109 da Constituição Federal de 1988 2. EXEMPLOS DE ENDEREÇAMENTOS VARA CÍVEL ESTADUAL Excelentíssimo Senhor Doutor

Leia mais

Petição Inicial II. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial II. Professor Zulmar Duarte Petição Inicial II Professor Zulmar Duarte Petição Inicial Controle de Admissibilidade pelo Juiz (arts. 321, 330, 332 e 334) Petição Inicial Emenda da Inicial Juízo de Admissibilidade Improcedência Liminar

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

CONTESTAÇÃO GENÉRICA PROCEDIMENTO ORDINÁRIO. Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Comarca de...

CONTESTAÇÃO GENÉRICA PROCEDIMENTO ORDINÁRIO. Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Comarca de... CONTESTAÇÃO GENÉRICA PROCEDIMENTO ORDINÁRIO Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da Comarca de... Proc. n.º... O processo é um diálogo. Nunca haverá justiça se,havendo duas partes, apenas se ouvir a voz de uma.

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO 10º PERÍODO NIVELAMENTO CONTESTAÇÃO ESTUDO PROVA OAB FGV QUESTIONAMENTOS E REFLEXÕES PARA A PROVA

Leia mais

Palavras-chave: resposta, defesa e concentração.

Palavras-chave: resposta, defesa e concentração. PRINCÍPIO DA CONCENTRAÇÃO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Daniel Kazuo Gonçalves Fujino Especialista em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade Presbiteriana Mackenzie Docente do Curso de

Leia mais

RECONVENÇÃO - NCPC DESAPARECEM AS EXCEÇÕES

RECONVENÇÃO - NCPC DESAPARECEM AS EXCEÇÕES INTRODUÇÃO - DIREITO À AMPLA DEFESA CONSAGRADO NA CF 5º. LV - CF 5º. LV: AOS LITIGANTES, EM PROCESSO JUDICIAL OU ADMINISTRATIVO, E AOS ACUSADOS EM GERAL SÃO ASSEGURADOS O CONTRADITÓRIO E A AMPLA DEFESA,

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...... (nome completo),... (nacionalidade),... (profissão), portador da cédula de identidade RG nº..., inscrito no CPF/MF sob nº...,

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal.

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio reclusão previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da Vara

Leia mais

PRÁTICA SIMULADA II - CCJ0046 Título SEMANA 6. Descrição

PRÁTICA SIMULADA II - CCJ0046 Título SEMANA 6. Descrição PRÁTICA SIMULADA II - CCJ0046 Título SEMANA 6 Descrição 1.Defesa do Reclamado - Aspectos Gerais Inicialmente, cabe destacar que a defesa do reclamado, no âmbito do processo do trabalho, será apresentada

Leia mais

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte I Professor Zulmar Duarte Instaura a relação processual (linear) Apresenta a Demanda (causa de pedir e pedido) Litispendência (art. 312) Fixação da competência (art. 43) Requisitos Art. 319 Competência

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DIREITO TRIBUTÁRIO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A ação declaratória visa a obtenção de certeza jurídica da existência ou inexistência de fato e das consequências

Leia mais

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial.

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial. Direito Processual Civil I EXERCÍCIOS - 2º BIMESTRE Professor: Francisco Henrique J. M. Bomfim 1. a) Explique como ocorre a formação da relação jurídica processual: R. Início do Processo: Por iniciativa

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal da Vara Cível do Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade).

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal da Vara Cível do Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz Federal da Vara Cível do Juizado Especial Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade). (Nome do autor), brasileiro, casado, engenheiro de minas, carteira de identidade

Leia mais

O protesto como forma de desafogo do poder judiciário à luz do novo código de processo civil SERGIO LUIZ JOSÉ BUENO

O protesto como forma de desafogo do poder judiciário à luz do novo código de processo civil SERGIO LUIZ JOSÉ BUENO O protesto como forma de desafogo do poder judiciário à luz do novo código de processo civil SERGIO LUIZ JOSÉ BUENO O Alcance decorrente dos novos fins do procedimento para protesto: Desafogo do Poder

Leia mais

Respostas do Réu: Contestação e Reconvenção Luis Fernando Guerrero Abril 2016

Respostas do Réu: Contestação e Reconvenção Luis Fernando Guerrero Abril 2016 Respostas do Réu: Contestação e Reconvenção Luis Fernando Guerrero Abril 2016 Aspectos Gerais Instrumentos fundamentais para o exercício do contraditório e da ampla defesa (art. 5º, inc. LV da CF/88),

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE PARANAGUÁ PR JOÃO DA SILVA, brasileiro, casado, auxiliar de produção, portador da Cédula de Identidade RG nº, inscrito no CPF sob nº, portador da

Leia mais

Anexo II do Provimento 3/ CÍVEL SENTENÇA DE JULGAMENTO COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO (CÍVEL) :

Anexo II do Provimento 3/ CÍVEL SENTENÇA DE JULGAMENTO COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO (CÍVEL) : ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA CENTRO ADMINISTRATIVO GOVERNADOR VIRGÍLIO TÁVORA Av. Gal. Afonso Albuquerque de Lima s/n.º - Cambeba Fortaleza Ceará CEP 60.830-120 DDD (0**85)

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 20ª. VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO RJ RT n 0001948-10.2011.5.03.0020 PEDRO DE OLIVEIRA (completo, sem abreviaturas e em caixa alta), pessoa física, brasileiro, estado

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças Sumário Capítulo 1 Prazos 1.1. Forma de contagem: somente em dias úteis 1.2. Prática do ato processual antes da publicação 1.3. Uniformização dos prazos para recursos 1.4. Prazos para os pronunciamentos

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Tutela provisória II. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Tutela provisória II. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Tutela provisória II Prof. Luiz Dellore Gênero Espécies Subespécies Tutela Provisória Tutela de urgência - Tutela cautelar - Tutela antecipada Tutela de evidência -- Art. 294.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA... VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO Hermes Cramacon @hermescramacon OAB - 2ª fase - Prática Trabalhista PEÇA 01 Mauro, residente e domiciliado na cidade de Barueri, foi contratado na função de auxiliar de serviços gerais pela empresa ABC

Leia mais

AULA 24. Os pressupostos genéricos são a probabilidade do direito, perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo.

AULA 24. Os pressupostos genéricos são a probabilidade do direito, perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo. Turma e Ano: Master A (2015) 06/07/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 24 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 24 CONTEÚDO DA AULA: Tutela provisória : tutela

Leia mais

Direito Empresarial OAB 2ª Fase Giovani Magalhães Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Direito Empresarial OAB 2ª Fase Giovani Magalhães Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Direito Empresarial OAB 2ª Fase Giovani Magalhães 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. B.O.P.E. Batalhão de Operações para Provas de Empresarial: S.O.S. 2ª Fase

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM... ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO TRABALHO DA MM.... ª VARA DO TRABALHO DE...... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil),... (profissão), nascido em... (dia, mês, ano), portador

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIACICA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIACICA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO ESPELHO DE CORREÇÃO PROVA DISCURSIVA PROCURADOR MUNICIPAL DE CARIACICA 01) PEÇA JUDICIAL Nota 0,00 a 10,00 pontos. O enunciado exigia do candidato apresentação de uma contestação à ação proposta. O candidato

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DE

EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DE EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DE José, brasileiro, estado civil, portador do RG, CPF, CTPS, residente e domiciliado na, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, conforme procuração

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO DA COMARCA DE EMBU GUAÇU ESTADO DE SÃO PAULO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO DA COMARCA DE EMBU GUAÇU ESTADO DE SÃO PAULO QUESTÃO Na data de 11 de agosto de 2013, Ana Isabel Figueira, residente e domiciliada na Rua Solavanco, 111, Vila Esmeralda, Embu Guaçu, recebeu uma correspondência de cobrança da Loja Borboleta Azul LTDA,

Leia mais

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE Processo número José, já qualificado, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, interpor, com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I

Leia mais

EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA CÍVEL DO FORO DA COMARCA DE ITUPEVA - ESTADO...

EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA CÍVEL DO FORO DA COMARCA DE ITUPEVA - ESTADO... Caso prático João Ligeiro ingressou com uma ação contra José Pé Frio, requerendo o ressarcimento de danos materiais decorrentes de uma colisão entre os automóveis das partes. Narra João em sua inicial,

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Prática Processual Civil Programa I CONSULTA JURÍDICA 1.1 Consulta jurídica 1.2 Tentativa de resolução amigável 1.3 Gestão do cliente e seu processo II PATROCÍNIO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE (10 cm) ULPIANO DE SOUSA, brasileiro, casado [convivente em regime de união estável], comerciante, portador da Cédula de Identidade

Leia mais

Lei n , de 23 de setembro de 1996 (DOU ) - Dispõe sobre a arbitragem

Lei n , de 23 de setembro de 1996 (DOU ) - Dispõe sobre a arbitragem Arbitragem: Decisão do Supremo Tribunal Federal; Lei n. 9.307, de 23 de setembro de 1996 (DOU 24.9.96) - Dispõe sobre a arbitragem; dispositivos do Código de Processo Civil alterado e considerações doutrinárias

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA. ªVARA... DO FORO...... (nome completo),...(nacionalidade),...(estado civil),...(profissão), portador da cédula de identidade RG nº..., inscrito no CPF/MF

Leia mais

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO

MÉRITO DO CONTRATO DE TRABALHO PEÇA TREINO JOÃO CIDADÃO distribuiu, em 07/03/2014, Reclamação Trabalhista em face de seu empregador EMPRESA VIGILÂNCIA TOTAL LTDA e do tomador de serviços, BANCO FATURANDO S/A. Alegou, em síntese, que

Leia mais

índice INTRODUÇÃO Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição Nota à 4" edição Nota à 3" edição Nota à 2" edição e sumário)...

índice INTRODUÇÃO Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição Nota à 4 edição Nota à 3 edição Nota à 2 edição e sumário)... índice Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição...... 25 Nota à 4" edição... 27 Nota à 3" edição......... 31 Nota à 2" edição... 33 INTRODUÇÃO 1. O chamado "processo de conhecimento"... 35 2. Do "processo de

Leia mais

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida

PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA. Denis Domingues Hermida PRÁTICA JURÍDICA TRIBUTÁRIA Denis Domingues Hermida - Locadora Carro Bom Ltda. foi autuada pela Receita Federal por ter deixado de recolher a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA... VARA CÍVEL DO FORO...... (nome completo),... (nacionalidade),... (estado civil),... (profissão), portador da cédula de identidade RG nº..., inscrito no

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Fase Ordinatória. Professor Rafael Menezes

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Fase Ordinatória. Professor Rafael Menezes DIREITO PROCESSUAL CIVIL Fase Ordinatória Professor Rafael Menezes Fase Ordinatória Providências Preliminares Julgamento Confome o Estado do Processo Audiência Preliminar / Saneamento do Feito Providências

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO TRABALHISTA... 23

SUMÁRIO CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO TRABALHISTA... 23 SUMÁRIO CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO TRABALHISTA... 23 1. Histórico da profissão do advogado...23 2. A Ordem dos Advogados do Brasil...25 3. O advogado e a Constituição Federal...27 4. O

Leia mais

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ação revisional de aluguel Ação de consignação de aluguel e acessórios da locação Prof. Denis Donoso Denis Donoso blogspot.denisdonoso.com.br Apresentação

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL Reinaldo Branco de Moraes (Juiz do Trabalho do TRT12) -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Petição Inicial - Conceito

Petição Inicial - Conceito Petição Inicial - Conceito A Petição Inicial é um documento escrito (ou digital) elaborado pelo advogado para defender e reivindicar os direitos de um cidadão ou instituição perante o Poder Judiciário,

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE A CONTESTAÇÃO:

CONSIDERAÇÕES SOBRE A CONTESTAÇÃO: 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO PROFESSORA EVELIN POYARES Respostas do Reclamado CONSIDERAÇÕES SOBRE A CONTESTAÇÃO: 2.1. MODALIDADES DE RESPOSTAS DO RÉU São respostas do réu: CONTESTAÇÃO; EXCEÇÃO; 2.2. CONTESTAÇÃO

Leia mais

GEORGIOS ALEXANDRIDIS

GEORGIOS ALEXANDRIDIS GEORGIOS ALEXANDRIDIS Leiloeiro Oficial do Estado de São Paulo e Advogado Doutor em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP (2016) Mestre em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP (2008) Especialista

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA 1 Respostas do Réu - Contestação INTRODUÇÃO - Princípio da bilateralidade: AÇÃO E REAÇÃO - juiz só pode decidir nos autos após ter ouvido as duas partes, a

Leia mais

DA RESPOSTA DO RÉU. ESPÉCIES Contestação (Art. 300 a 303 do CPC); Reconvenção (Art. 315 a 318 do CPC); Exceção (Art. 304 a 314 do CPC).

DA RESPOSTA DO RÉU. ESPÉCIES Contestação (Art. 300 a 303 do CPC); Reconvenção (Art. 315 a 318 do CPC); Exceção (Art. 304 a 314 do CPC). DA RESPOSTA DO RÉU DISPOSIÇÕES GERAIS Uma vez efetuada a citação válida, a relação jurídica processual está completa, surgindo o ônus do réu de oferecer a defesa contra fatos e direitos sustentados pelo

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO N.º 003/2016 DAS NOVIDADES DA CONTESTAÇÃO NO NCPC. Da preliminar de incompetência relativa

BOLETIM INFORMATIVO N.º 003/2016 DAS NOVIDADES DA CONTESTAÇÃO NO NCPC. Da preliminar de incompetência relativa BOLETIM INFORMATIVO N.º 003/2016 DAS NOVIDADES DA CONTESTAÇÃO NO NCPC O NCPC seguindo os princípios básicos definidos em seus primeiros artigos visou otimizar a dinâmica dos mecanismos de defesa a serem

Leia mais

Pratica Especial Civil 10 sem

Pratica Especial Civil 10 sem AULA 04 Contestação ESTRUTURA BÁSICA DA CONTESTAÇÃO Competência Partes Hipóteses de cabimento Fundamento legal Fatos Fundamentação jurídica Pedido Provas Valor da causa Juiz da causa (art. 297, CPC). Tratamento:

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO. Curso de Licenciatura em Direito em Língua Portuguesa. Ano lectivo de 2014/2015

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO. Curso de Licenciatura em Direito em Língua Portuguesa. Ano lectivo de 2014/2015 UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO Curso de Licenciatura em Direito em Língua Portuguesa Ano lectivo de 2014/2015 DIREITO PROCESSUAL CIVIL I (Disciplina anual do 3.º ano) Responsável pela regência:

Leia mais

Contestação 1. 1 Tobias Damião Corrêa, advogado, professor de Processo do Trabalho do Curso de Graduação em Direito

Contestação 1. 1 Tobias Damião Corrêa, advogado, professor de Processo do Trabalho do Curso de Graduação em Direito Contestação 1 1. Considerações iniciais Como modalidades de resposta do réu podem ser evidenciadas a contestação, exceção e ainda alguns doutrinadores trazem a reconvenção. Para Martins (2013) as duas

Leia mais

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de benefício assistencial do LOAS com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal.

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de benefício assistencial do LOAS com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Bom dia, hoje trago um modelo de petição de benefício assistencial do LOAS com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da Vara

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 35ª. VARA DO TRABALHO DO PORTO ALEGRE RS

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 35ª. VARA DO TRABALHO DO PORTO ALEGRE RS EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 35ª. VARA DO TRABALHO DO PORTO ALEGRE RS RT n 0001524-15.2011.5.04.0035 PARQUE DOS BRINQUEDOS LTDA (completo, sem abreviaturas e em caixa alta), pessoa jurídica de direito

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA...ª VARA DO TRABALHO DE... RECLAMAÇÃO TRABALHISTA AUTOS DE PROCESSO nº...... (razão social completa), pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF...,

Leia mais

LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015

LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015 LEI Nº 13.105, DE 16 DE MARÇO DE 2015 Código de Processo Civil. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PARTE GERAL LIVRO V DA TUTELA PROVISÓRIA

Leia mais

2ª FASE OAB VII Exame Unificado Peça Prática. Professora Priscilla Fernandes Pereira

2ª FASE OAB VII Exame Unificado Peça Prática. Professora Priscilla Fernandes Pereira 2ª FASE OAB VII Exame Unificado Peça Prática Professora Priscilla Fernandes Pereira Caso Prático Lucia Santos, assistida por advogado particular, ajuizou reclamação trabalhista pelo rito ordinário, em

Leia mais

Direito Processual Civil II

Direito Processual Civil II Direito Processual Civil II 6º Semestre Profª Maria Carolina Beraldo carolberaldo@gmail.com RECONVENÇÃ ÇÃO Resposta do réu: Art. 297. O réu poderá oferecer, no prazo de 15 (quinze) dias, em petição escrita,

Leia mais

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO Apelação Cível - Turma Especialidade I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0101807-06.2014.4.02.5101 (2014.51.01.101807-8) RELATOR JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em

Leia mais

Temos ainda um Juízo de admissibilidade (a quo) e um Juízo de julgamento (ad quem).

Temos ainda um Juízo de admissibilidade (a quo) e um Juízo de julgamento (ad quem). PARTE II TEORIA GERAL DOS RECURSOS Conceito: Recurso é o direito que a parte vencida ou o terceiro prejudicado possui de, uma vez atendidos os pressupostos de admissibilidade, submeter a matéria contida

Leia mais

Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA

Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA SIMULADO 1: 1a Questão: A Consolidação das Leis do Trabalho autoriza que o Direito Processual Comum seja aplicado subsidiariamente ao Direito Processual

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo II SUBSTABELECIMENTO... 31

SUMÁRIO. Capítulo II SUBSTABELECIMENTO... 31 SUMÁRIO Capítulo I PROCURAÇÃO AD JUDICIA... 19 1. Conceito... 19 2. Extensão dos poderes conferidos pelo outorgante ao advogado... 21 3. Modelo da procuração ad judicia com poderes para o foro em geral...

Leia mais

Processo Civil Juiz de Direito

Processo Civil Juiz de Direito Audiência de Conciliação ou de Mediação Art. 334. Se a petição inicial preencher os requisitos essenciais e não for o caso de improcedência liminar do pedido, o juiz designará audiência de conciliação

Leia mais

REVELIA (ART. 319 A 322)

REVELIA (ART. 319 A 322) REVELIA (ART. 319 A 322) Ocorre quando o réu, regularmente citado, deixa de responder à demanda. O CPC regulou esse instituto, considerando revel o réu que deixa de oferecer contestação após regularmente

Leia mais

Direito Civil Direito Civil

Direito Civil Direito Civil DIREITO CIVIL PEÇA PROFISSIONAL Ercília, ao parar diante de faixa de pedestre, na cidade de Patos de Minas MG, teve seu veículo abalroado pelo automóvel conduzido por Otávio e, em razão do acidente, teve

Leia mais

Faculdade de Direito de Franca

Faculdade de Direito de Franca PRÁTICA JURÍDICA CIVIL I PLANO DE ENSINO 2015 1. INFORMAÇÕES GERAIS: Professor Doutor José Antônio de Faria Martos Departamento: Direito Público Disciplina: Prática Jurídica I série: 4ª Turma (s): A e

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: PROCESSO DE CONHECIMENTO (CÓD. ENEX 60123) ETAPA: 4ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS AÇÃO MONITÓRIA DA AÇÃO MONITÓRIA Art. 700. A ação monitória pode ser proposta por aquele que afirmar, com base em prova escrita sem eficácia de título executivo, ter direito de

Leia mais

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura.

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura. 1. RECEBIMENTO DE PETIÇÃO INICIAL (Rito ordinário) Autos n. Comarca de Preparo efetuado. 1 282). Recebo a petição inicial, por ser a mesma apta (CPC, art. Cite-se o requerido para que, caso queira, apresente

Leia mais

Tabela comparativa do Novo Código de Processo Civil PLS 166/2010 e PLC 8.406/2010

Tabela comparativa do Novo Código de Processo Civil PLS 166/2010 e PLC 8.406/2010 Tabela comparativa do Novo Código de Processo Civil PLS 166/2010 e PLC 8.406/2010 CONCILIAÇÃO e MEDIAÇÃO Projeto aprovado pelo Senado Art. 3º Não se excluirá da apreciação jurisdicional ameaça ou lesão

Leia mais

QUESTÃO 1 ASPECTOS MACROESTRUTURAIS QUESITOS AVALIADOS

QUESTÃO 1 ASPECTOS MACROESTRUTURAIS QUESITOS AVALIADOS QUESTÃO 2. Foro competente (ECA, art. 209) 0.75 2.2 Legitimidade para a propositura da ação civil pública (ECA, art. 20) 0.75 2.3 Cabimento da ação mandamental / objetivo da ação (ECA, art. 22) 0.75 QUESTÃO

Leia mais

Pratica Jurídica I Civil I 7 semestre. AULA 07 Contestação ESTRUTURA BÁSICA DA CONTESTAÇÃO. Juiz da causa (art. 297, CPC). Tratamento: autor e réu.

Pratica Jurídica I Civil I 7 semestre. AULA 07 Contestação ESTRUTURA BÁSICA DA CONTESTAÇÃO. Juiz da causa (art. 297, CPC). Tratamento: autor e réu. AULA 07 Contestação ESTRUTURA BÁSICA DA CONTESTAÇÃO Competência Partes Hipóteses de cabimento Fundamento legal Fatos Fundamentação jurídica Pedido Provas Valor da causa Juiz da causa (art. 297, CPC). Tratamento:

Leia mais

1 Elaborado em: 06/04/2016

1 Elaborado em: 06/04/2016 SIMPLIFICANDO O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 1º Resumo Elaborado por Beatriz Galindo Conteúdo: explicações informais e descontraídas sobre o CPC/15, extraídas da página: www.facebook.com/beatrizgalindocpc

Leia mais

Tutelas no novo CPC: Liminares?

Tutelas no novo CPC: Liminares? Tutelas no novo CPC: Liminares? Valter Nilton Felix Quando os efeitos da tutela definitiva são antecipados pelo juízo, tem-se a tutela provisória, satisfativa (fornecimento de certidão negativa é ordenada

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) DESEMBARGADOR(A) FEDERAL PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA REGIÃO

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) DESEMBARGADOR(A) FEDERAL PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA REGIÃO EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) DESEMBARGADOR(A) FEDERAL PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA REGIÃO Autos nº: Recorrente: Joaquim José da Silva Xavier Recorrido: União Federal Joaquim

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO A ação de alimentos é proposta, quando o autor precisa de pensão alimentícia com o objetivo de prover suas necessidades

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS 1. PROCURAÇÃO; 2. CONTRATO; 3. DECLARAÇÃO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA; 4. CÓPIA DA IDENTIDADE; 5. COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA; 6. CONTRACHEQUE DOS ÚLTIMOS 5 ANOS; 7. DECLARAÇAÕ

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Nulidades dos Atos Processuais Tatiana Leite Guerra Dominoni* NOÇÕES GERAIS Art. 794 da CLT: Nos processos sujeitos à apreciação da Justiça do Trabalho só haverá nulidade quando

Leia mais

Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Prof. Aloizio Medeiros

Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Prof. Aloizio Medeiros Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL Prof. Aloizio Medeiros CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ATOS DE OFÍCIO TJ MG DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1. Processos: conceito, espécies, =pos de procedimento; distribuição,

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Federal da Vara Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade).

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Federal da Vara Federal da Subseção Judiciária de (nome da cidade). Bom dia, hoje trago um modelo de petição de pensão por morte e, razão da morte do filho com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Federal. Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Federal

Leia mais