2º SIMULADO MODELO ENEM º ANO e PRÉ-VESTIBULAR. Linguagens, Códigos e s uas Te cnologias Matemática e s u as Te cnolog ias

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2º SIMULADO MODELO ENEM - 2015. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR. Linguagens, Códigos e s uas Te cnologias Matemática e s u as Te cnolog ias"

Transcrição

1 2º SIMULADO MODELO ENEM º ANO e PRÉ-VESTIBULAR Linguagens, Códigos e s uas Te cnologias Matemática e s u as Te cnolog ias 2º DIA 90 Questões 31 de maio Domingo: das 8h às 12h30min. Duração: 4h30min. EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO EDUCANDO PARA SEMPRE

2 CENTRO EDUCACIONAL a) as quest ões de núm er o 01 a 45 são rel at ivas à ár ea de Li ngua gens, C ódi gos e suas Tecnol ogi as; b) as quest ões de númer o 45 a 90 são rel at ivas à ár ea de Mat emát ica e suas Tecnol ogi as. Todo no retângulo, 11. O al uno não pode rá ausent ar -se da sal a de apl icação de pr ova ant es de com pl et ar 1h30 mi nut os d o s e u in íc io. PREENCHIMENTO DO CARTÃO RESPOSTA O ALUNO O ALUNO PODERÁ O ALUNO DEVERÁ PREENCHER FORMA DEVERÁ ERRADA DESTA FORMA, DE PREENCHER PREENCHIMENTO QUE O CARTÃO RESPOSTA DESTA DESTA FORMA. SERÁ LIDO NORMALMENTE. FORMA É PROIBIDO COLOCAR QUALQUER TIPO TIPO DE DE INFORMAÇÃO NESTE NESTE LOCAL. LOCAL. FORMA ERRADA DE PREENCHIMENTO O ALUNO FORMA DEVERÁ ERRADA PREENCHER DE DESTA PREEN- CHIMENTO FORMA

3

4

5 Questões de 01 a 45 Questões de 01 a 05 (Opção Inglês) 1. Analise a charge a seguir para responder à questão. De acordo com a imagem e a fala da personagem Calvin, a) a prova de que há vida inteligente em outras partes do universo é que esses seres nunca tentaram contato com os humanos. b) o sinal evidente de existência de vida fora da terra é percebido pela devastação do planeta por seres extraterrestres. c) a ironia presente no texto refere-se à existência de vida inteligente na terra e à ausência dela em outros planetas. d) a árvore cortada é um sinal de que seres extraterrestres tentaram entrar em contato com os habitantes da terra. e) Nenhuma das respostas anteriores está correta. TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES: Leia o texto para responder às questões. Pediatric group advises parents to read to kids June 26, 2014 By Amy Graff this week says reading in the early years is essential. Reading out loud gets parents talking to their babies and the sound of an adult s voice stimulates that tiny yet rapidly growing brain. In the statement, the academy advises pediatricians to tell parents to read books to their children from birth. Reading regularly with young children stimulates optimal patterns of brain development and strengthens parent-child relationships at a critical time in child development, which, in turn, builds language, literacy, and social-emotional skills that last a lifetime. Research shows that a child s brain develops faster between 0 and 3 than at any other time in life, making the early years a critical time for babies to hear rich oral language. The more words children hear directed at them by parents and caregivers, the more they learn. While many babies are read Goodnight Moon and The Very Hungry Caterpillar every night before bed, others never get a chance to pat the bunny. Studies reveal that children from low-income, lesseducated families have significantly fewer books than their more affluent peers. By age 4, children in poverty hear 30 million fewer words than those in higher-income households. These dramatic gaps result in significant learning disadvantages that persist into adulthood. The AAP hopes the new guidelines will encourage all parents to start reading from day one. Research shows that when pediatricians talk with parents about reading, moms and dads are more likely to fill their home with books and read. Also, to help get more parents reading, the AAP is partnering with organizations such as Scholastic and Too Small to Fail to help get reading materials to new families who need books the most. This is the first time the AAP has made a recommendation on children s literary education and it seems the timing might be just right as more and more parents are leaning on screens and electronic gadget to occupy their babies. The reality of today s world is that we re competing with portable digital media, Dr. Alanna Levine, a pediatrician in Orangeburg, N.Y., told The New York Times. So you really want to arm parents with tools and rationale behind it about why it s important to stick to the basics of things like books. Adaptado. Reading Go Dog Go to your 6 month old might seem like wasted time because she s more likely to eat the book than help you turn the pages, but a statement released by the American Academy of Pediatrics (AAP) 2. Segundo o texto, uma das vantagens de ler para os filhos é que a) os vínculos entre pais e filhos ficarão mais estreitos. b) a fala das crianças fica adiantada em pelo menos seis meses. c) o cérebro infantil se desenvolverá mais rápido até os 3 anos de idade. d) as crianças terão uma qualidade de sono melhor. e) ao manusearem os livros, a coordenação motora das crianças se desenvolve. 1

6 2015 2º SMULADO ENEM 3. Conforme o texto, os pais devem ler para seus filhos a) a partir dos 6 meses. b) até os 4 anos de idade. c) de 0 a 3 anos de idade. d) até a idade escolar. e) desde o nascimento. TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES: 5. De acordo com o texto, a pesquisa mencionada pode a) colaborar para a compreensão de nossas atitudes frente a novas tarefas. b) ajudar pessoas que possuem diversos distúrbios mentais, ainda pouco conhecidos. c) ajudar pessoas que, normalmente, são muito distraídas e desorganizadas. d) colaborar para a compreensão do modo como enxergamos o mundo. e) colaborar para a compreensão do que ocorre no cérebro de pessoas com problemas de atenção. Questões de 01 a 45 Questões de 01 a 05 (Opção Espanhol) TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 3 QUESTÕES: You know the exit is somewhere along this stretch of highway, but you have never taken it before and do not want to miss it. As you carefully scan the side of the road for the exit sign, numerous distractions intrude on your visual field: billboards, a snazzy convertible, a cell phone buzzing on the dashboard. How does your brain focus on the task at hand? To answer this question, neuroscientists generally study the way the brain strengthens its response to what you are looking for jolting itself with an especially large electrical pulse when you see it. Another mental trick may be just as important, according to a study published in April in the Journal of Neuroscience: the brain deliberately weakens its reaction to everything else so that the target seems more important in comparison. Such research may eventually help scientists understand what is happening in the brains of people with attention problems, such as attentiondeficit/hyperactivity disorder. And in a world increasingly permeated by distractions a major contributor to traffic accidents any insights into how the brain pays attention should get ours. Scientific American, July Adaptado 4. Segundo estudo publicado no Journal of Neuroscience, mencionado no texto, a) nossa busca pela realização de tarefas diversas aumenta o número de pulsações elétricas produzidas pelo cérebro. b) os neurocientistas estão estudando como, sem grande esforço, conseguimos focalizar uma coisa de cada vez. c) as pulsações elétricas produzidas pelo cérebro são intensas e constantes. d) nosso cérebro reduz sua reação a estímulos que são menos relevantes para a tarefa a ser realizada, mantendo o foco. e) o tipo de resposta que nosso cérebro fornece frente a novas tarefas ainda é uma questão a ser respondida pelos pesquisadores. GIRONA SELLA LOS CONTENEDORES PARA EVITAR QUE SE BUSQUE COMIDA EN ELLOS LA OPOSICIÓN CRITICA QUE LA MEDIDA SEA UNA OPERACIÓN ESTÉTICA PARA EVITAR ESCENAS INCÓMODAS En la zona oeste de Girona (Cataluña) puede verse desde ayer una inédita imagen: contenedores de materia orgánica cerrados con candado para que nadie pueda revolver en ellos en busca de comida. El Ayuntamiento quiere acabar con esta práctica ante el riesgo para la salud que puede comportar y la alarma social que provoca, y ha llegado a un acuerdo con tres cadenas de supermercados para impulsar un nuevo sistema de depósito y recogida de alimentos. Dos agentes cívicos se encargarán de derivar a las personas que ronden por los contenedores al centro de distribución de alimentos que les proporcionará una cesta básica. La oposición ha criticado el programa porque cree que el Ayuntamiento solo está preocupado por la imagen. Qué se quiere conseguir, que no se vea gente revolviendo en los contenedores o que nadie pase hambre?, preguntó J. O., edil ecosocialista, quien pide que sean los servicios sociales los que decidan quién debe beneficiarse del centro de distribución. Nos preocupa que todo quede reducido a un simple cierre de los contenedores y el anuncio sea un envoltorio inaceptable para una medida que, presentada de otra manera, sería escandalosa, afirmó. CASTEDO, Ana. Girona sella los contenedores para evitar que se busque comida en ellos. Disponível em: <http://ccaa.elpais.com/ccaa/2012/08/06/catalunya/ _ >. Acesso em: 7 ago (Adaptado). 2

7 1. En el primer párrafo se informa de que la medida objeto de la noticia tiene como propósito a) celar por la salud pública. b) democratizar el acceso a cestas básicas. c) disminuir el aumento de epidemias. d) parar con la venta de los productos caducados. e) anima a comer restos de basura. d) da falta de perspectivas para o futuro de muitas crianças em El Salvador. e) do tráfico de crianças destinadas à prostituição em El Salvador. 5. Leia o cartum a seguir. 2. El segundo párrafo contiene la opinión de un miembro de la oposición municipal. Según esa persona, el programa del ayuntamiento a) parte del interés por la imagen dada que tiene la corporación. b) fuerza a la población a que no tire la comida a la basura c) preocupa a los funcionarios que se encargan del polvo. d) quita a los servicios municipales una función que les afecta. e) en la basura hay alimentos saludables. 3. A través del comentario que consta, al principio del texto, acerca de la medida tomada por un Ayuntamiento Catalán, se deduce que en la correspondiente localidad se a) cuida el patrimonio protegiéndolo con candados. b) regalan los que comen de la basura urbana. c) encarcela a quienes rebuscan entre los deshechos. d) promueve el empleo contratando a agentes cívicos. e) efectúa una recogida selectiva de la basura urbana. 4. Observe o anúncio e leia a seguir a transcrição do texto nele contido. La mujer de la viñeta cuenta, ante la tumba de un ser querido, un suceso reciente. Ella justifica el mensaje transmitido a ese ser diciéndole que a) lo logrado por el estado del bienestar le complacía. b) el humor de ella lo entretenía. c) las autoridades sanitarias le caían en gracia. d) la lentitud de las listas de espera lo exasperaba. e) los sinsentidos le parecían divertidos. Questões de 06 a (Telva, n. 759, jul ) "Iliana tiene 7 años, ojos miel y pelo negro. Fue vista por última vez en la Bahía de Jiquilisco, El Salvador, donde recoge conchas por la noche para venderlas de día. Pero mañana estará ahí de nuevo. Y pasado también. Iliana es una niña perdida porque no tendrá una oportunidad. Se la puedes dar tú? Apadrina un niño." É correto afirmar que o anúncio trata a) da situação das crianças desaparecidas em El Salvador. b) do tráfico de crianças destinadas à adoção ilegal em El Salvador. c) de uma rede de pedofilia que atua em El Salvador Amor é fogo que arde sem se ver é ferida que dói e não se sente é um contentamento descontente é dor que desatina sem doer (Luís de Camões) 3

8 2015 2º SMULADO ENEM Tanto na tirinha quanto no poema é possível destacar o uso de uma mesma figura de linguagem. Em todas as alternativas abaixo encontramos versos de Gregório de Matos, poeta do barroco brasileiro. Assinale a alternativa em que apareça a mesma figura utilizada nos textos acima: a) Nasce o Sol e não dura mais que um dia/ Depois da Luz se segue a noite escura b) No fogo que exalou, morro abrasado. c) Mas ai! que a diferença entre nós choro, /Pois acabando tu ao fogo, que amas, /Eu morro, sem chegar à luz, que adoro. d) Pequei, Senhor, mas não porque hei pecado,/da vossa alta clemência me despido; e) Eu sou, Senhor, a ovelha desgarrada,/cobrai-a; e não queirais, Pastor Divino,/Perder na vossa ovelha a vossa glória. Os textos que seguem serão utilizados para as duas próximas questões. 8. Sobre o texto de Gregório de Matos e a charge, pode-se afirmar que a) no poema, o autor faz uma breve descrição crítica da cidade de Sergipe na época colonial e a charge aborda a questão da pobreza ser explorada pelos dirigentes nacionais. b) em ambos os textos há uma preocupação em promover humor com a situação da pobreza da América Latina. c) a charge faz referência ao programa Bolsa Família, que prestou assistência às famílias pobres no país e o poema fala da necessidade de cuidarem dos necessitados de Sergipe. d) não é possível estabelecer relação entre os textos, já que se tratam de obras distantes no tempo e com temáticas distintas. e) nos textos, há a preocupação de não levantar críticas à igreja, já que Gregório se preocupou em exaltar Deus em sua lírica religiosa. 9. Um texto é formado por informações explícitas e implícitas. A tirinha de Fred deixa algumas informações subentendidas, e cabe ao leitor completar as lacunas, recorrendo a um conhecimento de mundo para chegar à conclusão. Os pressupostos estão inscritos na língua; não há como fugir ao sentido que eles determinam. Já os subentendidos dependem de interpretação. SONETO Três dúzias de casebres remendados, Seis becos, de mentrastos entupidos, Quinze soldados, rotos e despidos, Doze porcos na praça bem criados. Dois conventos, seis frades, três letrados, Um juiz, com bigodes, sem ouvidos, Três presos de piolhos carcomidos, Por comer dois meirinhos esfaimados. Damas com sapatos de baeta, Palmilha de tamanca como frade, Saia de chita, cinta de raqueta. O feijão, que só faz ventosidade, Farinha de pipoca, pão que greta, De Sergipe d El-Rei esta é a cidade. 7. Não ser nada sem a pobreza para o Papa é o mesmo que a) não ostentar riqueza. b) ser um católico pobre. c) compartilhar dos problemas sociais. d) sentir a dor do próximo. e) dividir os bens com os menos abastados A partir da leitura da tirinha, infere-se que o tema retratado pelo cartunista é respaldado pelo título da reportagem destacada em a) por Gabriel Castro 07/04/2015 Manifestantes entram em confronto com a polícia em frente ao Congresso Ato é organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) contra projeto de terceirização que está na pauta do plenário da Câmara nesta terça-feira. Dois manifestantes ficaram feridos b) por VEJA.com 07/04/2015 Lula X Dilma: cobra engolindo cobra ou petista engolindo petista Lula movimentou a turma do PT para engrossar as manifestações dessa terça-feira contra o PL 4330, o projeto das terceirizações que pode ser votado na Câmara. Dilma apoia o projeto, mas Lula não está nem aí nem para a companheira, como não está nem aí para o povo. Entenda a estratégia da cobra maior do PT. 4

9 c) por Caros Amigos 06/04/2015 Galeria: Manifestação pela paz no Alemão Moradores do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, realizaram uma manifestação no sábado (4) contra a morte de Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos. O menino foi assassinado pela PM na quinta-feira (2). d) por Deutsche Welle 03/04/2014 "Brasil deveria iniciar racionamento de energia desde já" Com níveis dos reservatórios baixos, analistas do setor afirmam que melhor opção seria uma redução de 5% no consumo de energia para evitar risco de apagão e) por Carta Capital 18/11/2014 Meio ambiente é maior orgulho nacional para 58% dos brasileiros WWF encomendou pesquisa ao Ibope, depois de perceber que as questões ambientais ficaram de fora do debate eleitoral este ano. Para a maioria dos entrevistados, preservação é responsabilidade do governo. 10. Leia com atenção. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Inúteis (INPI) em 3500 cidades das cinco regiões brasileiras apontou que para 71,83% dos entrevistados, a principal função do telefone fixo é ligar para o celular a fim de saber em que lugar o aparelho móvel encontra-se. A pesquisa revelou, ainda, situações dramáticas como a de Severino Nonato, 41 anos, morador de Florianópolis. Ele perdeu o celular dentro de casa, solicitou a aquisição do serviço de telefonia fixa imediatamente e, como a instalação da linha levou 8 dias, ficou mais de uma semana sem celular. Não desejo isso nem para meu pior inimigo, disse Nonato. A segunda função mais importante do telefone fixo, segundo a pesquisa, é receber ligações de empresas de TV por assinatura, instituições bancárias, de empresas de cartões de crédito e da Legião da boa vontade, oferecendo serviços e pedindo doações, embora nenhum dos entrevistados se lembre de ter passado o número de sua linha para alguma dessas empresas. Disponível em -o-celular-aponta-pesquisa/. Acesso em 26/04/2015. Um enunciado possui graus diferentes de explicitude. A partir da leitura e da observação de aspectos do quadro acima, infere-se que o autor utilizou conhecimento implícito para alcançar o humor. Para a compreensão satisfatória do texto, o autor recuperou tanto as informações explícitas quanto implícitas quando a) desenvolveu a competência comunicativa a partir de palavras antagônicas. b) visivelmente, ignorou a linguagem não verbal do quadro. c) intencionalmente, transformou a palavra militar em vocativo para promover o inusitado. d) sugeriu a convergência da linguagem verbal para a depreciação da Polícia Federal do ES. e) os ícones usados não estabeleceram subsídios necessários para a compreensão do contexto. Texto para as próximas 3 questões: Principal função do telefone fixo é encontrar o celular, aponta pesquisa 11. O texto observado pertence ao universo jornalístico. Em relação a sua estrutura enquanto gênero textual, a classificação mais adequada seria a de a) sinopse, pois expõe informações resumidas acerca de uma pesquisa que relaciona o uso do telefone fixo e do celular. b) editorial, já que há o objetivo de discutir, sob o ponto de vista do veículo de comunicação, acerca de um tema (redução dos propósitos da telefonia fixa). c) artigo de opinião, uma vez que são percebidas análises individuais como as de Severino Nonato (compreendendo um retrocesso no uso do telefone fixo). d) notícia, pois a exposição tem por objetivo apresentar informações acerca de um fato (divulgação de uma pesquisa sobre a atual função da telefonia fixa). e) resenha, já que o texto apresenta uma análise acerca da pesquisa que ressignifica a principal função do telefone fixo. 12. Embora a estrutura textual seja própria do jornalismo, esse texto foi publicado em um site de humor. Compreendendo que o discurso humorístico faz críticas acerca de aspectos sociais, seria possível sintetizar a principal crítica apresentada no texto pelo que se observa em: a) O uso do telefone fixo perdeu espaço para o telefone celular. b) Muitas pesquisas feitas no país são absolutamente inúteis. c) O processo de contratação de telefonia fixa é demasiadamente demorado. d) O telefone fixo é hoje utilizado apenas para contato entre empresas e seus clientes. e) Poucas pessoas se recordam de seus contatos de telefonia fixa para informar a empresas. 5

10 2015 2º SMULADO ENEM 13. Entre os objetivos do discurso de humor, destacase o de provocar o riso. Nesse texto, tal propósito pode ser considerado, pois a) apesar de a primeira função explorada para o uso do telefone fixo ser legítima, a segunda é completamente fantasiosa. b) há uma análise exagerada sobre a restrição de funções da telefonia fixa na atualidade. c) embora todas as constatações sejam reais (e comprováveis), a exposição dessas informações é irrelevante. d) as duas funções atribuídas ao atual uso do telefone fixo são representadas por ações inexequíveis. e) são apresentados dados estatísticos em caráter percentual, fato comum na construção de textos cômicos com hora programada Redação INFO, 28 de agosto de Agende o envio de s no Thunderbird com a extensão SendLater Nem sempre é interessante mandar um na hora. Há situações em que agendar o envio de uma mensagem é útil, como em datas comemorativas ou quando o serve para lembrar o destinatário de algum evento futuro. O Thunderbird, o ótimo cliente de do grupo Mozilla, conta com uma extensão para esse fim. Trata-se do SendLater. Depois de instalado, ele cria um item no menu de criação de mensagens que permite marcar o dia e a hora exatos para o envio do . Só há um ponto negativo: para garantir que a mensagem seja enviada na hora, o Thunderbird deverá estar em execução. Senão, ele mandará o somente na próxima vez que for rodado. Disponível em: Acesso em: 18 fev (adaptado). Considerando-se a função do SendLater, o objetivo do autor do texto com hora programada é a) eliminar os entraves no envio de mensagens via . b) viabilizar a aquisição de conhecimento especializado pelo usuário. c) permitir a seleção dos destinatários dos textos enviados. d) controlar a quantidade de informações constantes do corpo do texto. e) divulgar um produto ampliador da funcionalidade de um recurso comunicativo. 15. Conta-se que o primeiro slogan de Coca-Cola, em português, foi feito em 1928 por Fernando Pessoa, na época copywriter da agência de publicidade Hora. Não foi uma tradução literal, mas uma recriação, com um jogo sonoro e semântico poético, provocador e convidativo. O refrigerante vendeu muito, mas logo foi proibido. A Direção de Saúde entendeu que o slogan reconhecia a toxicidade da bebida. O viés poético de Pessoa traiu suas convicções publicitárias. (Revista Língua Portuguesa, ano 5, no 60, outubro de 2010) Ao jogo sonoro e semântico do slogan dá-se o nome de a) Homofonia b) Cacofonia c) Homografia d) Onomatopeia e) Paronomásia 16. Pode-se afirmar que a) a utilização de recursos humorísticos pressupõe que a atividade é feita de maneira irresponsável. b) a expressão digito, associada à imagem da máquina, é compatível. c) o uso da linguagem coloquial não interfere na credibilidade dos serviços oferecidos. d) não há a intenção de dar destaque à seriedade do produto. e) não há oposição entre a propaganda antiga e a moderna. Há, na verdade, uma crítica à falta de qualidade de alguns anúncios publicitários. 6

11 17. Tomás Antônio Gonzaga é, possivelmente, o mais representativo poeta de sua geração, no século XVIII mineiro. Autor do clássico Marília de Dirceu, o poeta abordou nesse texto, temas como amor, política, história, angústia, opressão. Leia atentamente o trecho, que abre a obra: Eu, Marília, não sou algum vaqueiro, Que viva de guardar alheio gado; De tosco trato, d expressões grosseiro, Dos frios gelos, e dos sóis queimado. Tenho próprio casal, e nele assisto; Dá-me vinho, legume, fruta, azeite; Das brancas ovelhinhas tiro o leite, E mais as finas lãs, de que me visto. Graças, Marília bela, Graças à minha Estrela! Eu vi o meu semblante numa fonte, Dos anos inda não está cortado: Os pastores, que habitam este monte, Respeitam o poder do meu cajado. Com tal destreza toco a sanfoninha, Que inveja até me tem o próprio Alceste: Ao som dela concerto a voz celeste; Nem canto letra, que não seja minha, Graças, Marília bela, Graças à minha Estrela! (...) GONZAGA, Tomás Antônio. Marília de Dirceu. São Paulo: L&PM, 1989 É correto dizer que a) o ideal do fugere urbem é destacado, já que há referências ao ambiente pastoril, como se pode comprovar na passagem Tenho próprio casal, e nele assisto; / Dá-me vinho, legume, fruta, azeite (...) b) o poeta faz uma crítica à tonalidade barroca em Dos frios gelos, e dos sóis queimado. c) existe a confirmação do inutiliza truncat em Os pastores que, que habitam este monte / respeitam o poder do meu cajado. d) há certo desprezo pela ideia de juventude e vigor físico, já que o trecho se concentra na posse material. e) não há qualquer referência à metalinguagem. 18. Leia o trecho: (...) O tempo não respeita a formosura; E da pálida morte a mão tirana Arrasa os edifícios dos Augustos, E arrasa a vil choupana. Que belezas, Marília, floresceram, De quem nem sequer temos a memória! Só podem conservar um nome eterno Os versos, ou a história. Se não houvesse Tasso, nem Petrarca, Por mais que qualquer delas fosse linda, Já não sabia o mundo, se existiram Nem Laura, nem Clorinda. É melhor, minha Bela, ser lembrada Por quantos hão de vir sábios humanos, Que ter urcos, ter coches, e tesouros, Que morrem com os anos (...) GONZAGA, Tomás Antônio. Marília de Dirceu. São Paulo: L&PM, 1989 No trecho, pode-se afirmar que existe menção a) ao fato de o tempo e o homem criarem, entre si, um equilíbrio no qual o ser humano é favorecido. b) à importância de amealhar riqueza e preocupar-se com a aparência e com a vaidade, elementos típicos do ser humano. c) ao fato de o poeta imortalizar a musa por meio de palavras. d) à ironia quanto a elementos do Renascimento, como os poetas Francisco Petrarca e Tasso. e) ao ideal do aurea mediocritas, expresso em Que belezas, Marília, floresceram, / De quem nem sequer temos a memória! 19. Crianças brincando Uma psicóloga da PM-SP defende que crianças de oito anos podem manusear armas de fogo, desde que acompanhadas pelos pais. É normal, diz ela, que o filho de um policial tenha curiosidade sobre o instrumento de trabalho de seu pai, assim como o filho do médico tem sobre o estetoscópio. A recente tragédia em São Paulo, envolvendo o menino Marcelo Pesseghini, 13, suspeito de matar seus pais (ambos, policiais militares), a avó e a tia-avó, e que se matou em seguida, tudo a tiros, não abalou sua convicção. Vejamos. É normal que o filho de oito anos de um piloto de aviação tenha curiosidade sobre o instrumento de trabalho do pai - o avião. Isso autoriza o piloto a pôr o filho na cadeira do copiloto e acompanhá-lo enquanto ele pousa o aparelho levando 300 passageiros? O filho de um madeireiro, apenas por ser quem é, estará autorizado a brincar com uma motosserra? E o filho de um proctologista estará apto a manipular o instrumento de trabalho de seu pai? (...) A professora Maria de Lourdes Trassi, da Faculdade de Psicologia da PUC-SP, rebate o argumento da psicóloga da PM, dizendo: O cirurgião pode até dar o estetoscópio ou a luva [para o filho brincar]. Mas não vai lhe apresentar o bisturi. Também acho. E há muitas coisas com que o filho de um PM pode brincar - gás de mostarda, bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha -, sem ter de apelar para armas de fogo. (Ruy Castro, Folha de S. Paulo, ) 7

12 2015 2º SMULADO ENEM No 2º parágrafo, as perguntas feitas pelo autor são a) declarativas, que comparam a periculosidade das mais variadas atividades profissionais. b) retóricas, que contradizem a declaração da professora da PUC. c) retóricas, que questionam o posicionamento da psicóloga da PM. d) ideológicas, que polemizam a postura tanto da psicóloga quanto da professora. e) exclamativas, que expressam os sentimentos de ironia sobre o tema em questão. 20. O avanço das tecnologias de comunicação e informação fez, nas últimas décadas, com que surgissem novos gêneros textuais. Esses novos gêneros, contudo, não são totalmente originais, pois eles inovam em alguns pontos, mas remetem a outros gêneros textuais preexistentes, como ocorre no seguinte caso: a) O gênero mantém características dos gêneros carta e bilhete. b) O gênero aula virtual mantém características do gênero reunião de grupo. c) O gênero bate-papo virtual mantém características do gênero conferência. d) O gênero videoconferência mantém características do gênero aula presencial. e) O gênero lista de discussão mantém características do gênero palestra. Texto para as 02 próximas questões: Piratas do Caribe é um hamburgão de fantasias Se há uma palavra para designar a terceira parte da trilogia Piratas do Caribe, esta palavra é excesso. Piratas do Caribe no fim do mundo abusa dos efeitos visuais, das reviravoltas, traições sem sentido e das lutas. O diretor Gore Verbinski e o produtor Jerry Bruckheimer trabalharam com o excesso da imagem e da ação e, claro, com um olho fixo na bilheteria. [...] Muita rapidez, muito efeito e muitas histórias compõem No fim do Mundo. É um hamburgão de fantasia. É preciso reconhecer que o excesso pega bem neste fim de década de A audiência contemporânea sente fome de filmes carregados de efeitos e referências. Certamente o público se excede nas calorias do espírito para compensar a dieta magra da vida real. GIRON, Luís Antonio. Época online. (Fragmento adaptado) No primeiro e terceiro quadrinhos, as expressões licencinha, tô passando e lascou exemplificam o emprego de a) uma modalidade agramatical. b) uma variante considerada padrão. c) uma linguagem vulgar e ofensiva. d) um discurso neutro e formal. e) um registro coloquial e informal. 21. Como os gêneros são históricos e muitas vezes estão ligados às tecnologias, eles permitem que surjam novidades nesse campo, mas são novidades com algum gosto do conhecido. Observem-se as respectivas tecnologias e alguns de seus gêneros: telegrama; telefonema; entrevista televisiva; entrevista radiofônica; roteiro cinematográfico e muitos outros que foram surgindo com tecnologias específicas. Neste sentido, é claro que a tecnologia da computação, por oferecer uma nova perspectiva de uso da escrita num meio eletrônico muito maleável, traz mais possibilidades de inovação. MARCUSCHI, L. A. Disponível em: Acesso em: 23 jul (fragmento). 22. Uma marca presente no texto acima é a presença de juízo de valor, conceito filosófico que se refere a um julgamento de apreciação, de avaliação ou de interpretação sobre a realidade. Essa marca denuncia que o autor avalia o filme de maneira a) humorística, uma vez que o título do filme denuncia uma crítica ao fim do mundo. b) positiva, haja vista a carência de imaginação tão presente na sociedade contemporânea. c) irônica, porque o excesso da fantasia foge do contexto real e, assim, é desnecessário. d) pejorativa, devido à ambição em angariar uma relevante bilheteria. e) simplória, pois há ressalva, no texto, sobre os abusos de efeitos, ações, histórias e fantasias. 23. Pela construção linguística, pela linguagem e pelo contexto de circulação, afirma-se que se trata do gênero discursivo a) crônica, pela contextualização do final da década de b) notícia, pelas informações dadas. c) resenha, pela linha argumentativa sustentada. d) editorial, pela intenção noticiosa. e) artigo de opinião, pela análise de uma realidade fantasiosa. 8

13 24. Lugar de mulher também é na oficina. Pelo menos nas oficinas dos cursos da área automotiva fornecidos pela Prefeitura, a presença feminina tem aumentado ano a ano. De cinco mulheres matriculadas em 2005, a quantidade saltou para 79 alunas inscritas neste ano nos cursos de mecânica automotiva, eletricidade veicular, injeção eletrônica, repintura e funilaria. A presença feminina nos cursos automotivos da Prefeitura que são gratuitos cresceu 1 480% nos últimos sete anos e tem aumentado ano a ano. Disponível em: Acesso em: 27 fev (adaptado). Na produção de um texto, são feitas escolhas referentes à sua estrutura, que possibilitam inferir o objetivo do autor. Nesse sentido, no trecho apresentado, o enunciado Lugar de mulher também é na oficina corrobora o objetivo textual de a) demonstrar que a situação das mulheres mudou na sociedade contemporânea. b) defender a participação da mulher na sociedade atual. c) comparar esse enunciado com outro: lugar de mulher é na cozinha. d) criticar a presença de mulheres nas oficinas dos cursos da área automotiva. e) distorcer o sentido da frase lugar de mulher é na cozinha. De uns tempos para cá, não sei se me engano, começaram a proliferar normas destinadas a controlar nossa conduta individual. Falei em algumas aqui e cheguei a aventar a hipótese de que uma agência governamental, ou qualquer outra das muitas autoridades a que vivemos subordinados sem saber, venha a estabelecer normas para o uso do papel higiênico e garantir sua observação através da instalação de câmeras nos banheiros de uso público. Nos banheiros domésticos, imagino que seriam suficientes umas visitas incertas de inspetores com gazuas, para tentar flagrar os que se asseassem ilegalmente. Não se trata somente de passatempo para burocratas entediados e sem mais o que fazer. Tratase da convicção, que parece grassar truculentamente em toda parte, de que existe algo "certo", cientificamente certo e, portanto, todos devem comportar-se dentro do certo. Se nas ciências físicas esse negócio de "certo" já é olhado com um pé atrás, nas ciências humanas, que nunca puderam aspirar ao nível de objetividade daquelas, a existência do "certo" é muito discutível, envolve necessariamente valores, valores que permeiam toda ação do homem e não são território da ciência e da objetividade. (João Ubaldo Ribeiro, O Estado de S. Paulo, 08/11/2010) 25. A respeito da acentuação gráfica nas palavras presentes no texto, assinale a alternativa em que a ausência do acento não acarretaria falha gramatical. a) físicas b) nível c) negócio d) atrás e) discutível 9

14 2015 2º SMULADO ENEM 26. A letra dessa canção promove um surpreendente jogo de palavras, que é construído a partir da organização léxico-sintática dos versos. Considerando o contexto em que se encontram, de todas as alternativas abaixo só não há polissemia em: a) Bem-vindos ao teatro mágico b) Todo sujeito é livre para conjugar o verbo que quiser c) Nenhum predicado será prejudicado d) Um sujeito e sua oração e) De termos acessórios para nossa oração. 27. A ilustração abaixo pertence ao pintor belga René Magritte, um dos expoentes do Surrealismo, corrente artística que não se limitou à pintura ligou-se, também, à literatura, ao teatro, ao cinema. A ilustração tem o título de La clairvoyance, de Observe atentamente a ilustração: Disponível em https://acaoja.wordpress.com A ideia central expressa na ilustração é a mesma em a) d) Disponível em Pode-se concluir, a partir da ilustração, que a) a tela aborda a temática do absurdo, já que não há qualquer conexão entre o real e o imaginário. b) a cena explicitada na tela refere-se à conexão entre origem e funcionamento, plenamente relacionados com a realidade. c) a ironia presente na tela é reforçada pela aparente sobriedade do pintor, que conecta realidades dissociadas. d) a combinação de imagens entre pintor-quadroobjeto relaciona-se, literariamente, com a estética barroca, já que une elementos díspares, contraditórios. e) houve, por parte do artista, a intenção de revelar a ligação entre objeto-quadro, posto que haja dessemelhança entre tais elementos. b) c) e) 10

15 29. A preocupação com a beleza está intimamente associada à ideia de saúde. Sobre o assunto, assinale o que for correto. a) A busca pela juventude e a ideia da imortalidade têm se apresentado como algo obsessivo que permeia o imaginário social, embora pautadas por poucos investimentos e técnicas de manutenção da beleza e da saúde. b) Na atualidade, os corpos são delineados com músculos definidos e pouca gordura, os quais, na linguagem das academias, são conhecidos como durinhos e sequinhos. Essa ideia está vinculada a padrões de beleza feminina e masculina na mesma proporção. c) Na busca pela beleza corporal, o enfrentamento da dor, do sofrimento e do sacrifício é visto como algo impossível de se superar. Por isso mesmo, os programas de exercício devem contemplar prioritariamente o conforto e a satisfação. d) O apelo emocional à estética é recorrente nas aulas de ginástica de academia. e) No discurso em prol do padrão estético, está presente a necessidade de privação, sobretudo para compensar os exageros que normalmente acontecem aos finais de semana, seja pelo excesso de comida, seja pela inatividade física. 30. Texto I É a vaidade, Fábio, nesta vida, Rosa, que da manhã lisonjeada, Púrpuras mil, com ambição dourada, Airosa rompe, arrasta presumida. Texto II Depois que nos ferir a mão da morte, ou seja neste monte, ou noutra serra, nossos corpos terão, terão a sorte de consumir os dous a mesma terra. O texto I é barroco; o texto II é arcádico. Comparandoos, é possível afirmar que os árcades optaram por a) uma expressão que se manifestava pela preferência do uso de figuras de linguagem e a ordem inversa das frases. b) linguagem simples e mais preocupada com a temática de aproveitamento da vida. c) abordar o sentimentalismo e o caos interior vivido pelo homem da época. d) uma expressão em que predominam a antítese, a hipérbole e a conotação. e) uma expressão que aborda a questão da morte como algo inevitável aos homens. 31. Considere a imagem abaixo e assinale a observação correta acerca do fenômeno artístico moderno nela presente: a) Há uma desconstrução da imagem original, já que associa uma obra clássica a um produto popular. b) Na imagem, percebe-se o recurso da intertextualidade, uma vez que remete explicitamente a uma obra marcada pela tradição histórica. c) A imagem constitui uma cópia, plágio de uma obra de arte. d) A figura ilustra a arte pop, uma vez que insere na obra conteúdo crítico, no caso, anticonsumista. e) A obra original perde seu caráter clássico, pois, com a interferência de um artista moderno, deprecia sua importância e seu valor. 32. CRÔNICA FAMILIAR Em Assunção do Paraguai, morreu a tia mais querida de Nicolás Escobar. Morreu serenamente, em casa, enquanto dormia. Quando soube que perdera a tia, Nicolás tinha seis anos de idade e milhares de horas de televisão. E perguntou: Quem a matou? (Eduardo Galeano) O assunto de uma crônica pode ser uma experiência pessoal do cronista, uma informação obtida por ele ou um caso imaginário. O modo de apresentar o assunto também varia: pode ser uma descrição, uma exposição de argumentos ou uma narrativa. A finalidade pretendida pode ser promover uma reflexão, definir um sentimento ou tão somente provocar o riso. Em Crônica familiar, Eduardo Galeano vale-se dos seguintes elementos: a) Trata de uma experiência pessoal, produzindo uma exposição com a finalidade de promover reflexão. b) Trata de uma experiência pessoal, produzindo uma narração com a finalidade de provocar o riso. c) Trata de uma informação colhida, produzindo uma descrição com a finalidade de definir um sentimento. d) Trata de uma informação colhida, produzindo uma narrativa com a finalidade de promover reflexão. e) Trata de um caso imaginário, produzindo uma descrição com a finalidade de provocar riso. 11

16 2015 2º SMULADO ENEM 33. Não somos tão especiais. 34. A linguagem fotográfica expõe o olhar e as impressões do artista sobre o mundo e sobre sua essência, demonstrando a realidade, denunciandoa com exatidão, muitas vezes, em profunda criticidade. Todas as características tidas como exclusivas dos humanos são compartilhadas por outros animais, ainda que em menor grau. INTELIGÊNCIA: A ideia de que somos os únicos animais racionais tem sido destruída desde os anos 40. A maioria das aves e mamíferos tem algum tipo de raciocínio. AMOR: O amor, tido como o mais elevado dos sentimentos, é parecido em várias espécies, como os corvos, que também criam laços duradouros, se preocupam com o ente querido e ficam de luto depois de sua morte. CONSCIÊNCIA: Chimpanzés se reconhecem no espelho. Orangotangos observam e enganam humanos distraídos. Sinais de que sabem quem são e se distinguem dos outros. Ou seja, são conscientes. CULTURA: O primatologista Frans de Waal juntou vários exemplos de cetáceos e primatas que são capazes de aprender novos hábitos e de transmiti-los para as gerações seguintes. O que é cultura, se não isso? BURGIERMAN, D. Superinteressante, n. 190, jul O título do texto traz o ponto de vista do autor sobre a suposta supremacia dos humanos em relação aos outros animais. As estratégias argumentativas utilizadas para sustentar esse ponto de vista são a) definição e hierarquia. b) exemplificação e comparação. c) causa e consequência. d) finalidade e meios. e) autoridade e modelo. Sebastião Salgado, mestre da fotografia documental, capta a rudeza, as dificuldades e os esforços daquele mar de homens numa obra que narra, em preto e branco, a corrida do ouro no Pará, nos anos de 1980 do século passado, no maior garimpo a céu aberto do mundo: Serra Pelada. A fotografia revela a) movimento sugere, por meio da ação, a quebra da estaticidade. b) perda de foco o campo central não é nítido. c) predominância do vermelho usado para marcar os conflitos. d) um único plano sem movimento, sem cor, sem perspectiva. e) preto e branco símbolos da baixa renda, submetida à escravidão. 35. Aquele bêbado Juro nunca mais beber - e fez o sinal da cruz com os indicadores. Acrescentou: Álcool. O mais ele achou que podia beber. Bebia paisagens, músicas de Tom Jobim, versos de Mário Quintana. Tomou um pileque de Segall. Nos fins de semana, embebedava-se de Índia Reclinada, de Celso Antônio. Curou-se 100% do vício - comentavam os amigos. Só ele sabia que andava mais bêbado que um gambá. Morreu de etilismo abstrato, no meio de uma carraspana de pôr do sol no Leblon, e seu féretro ostentava inúmeras coroas de ex-alcoólatras anônimos. ANDRADE, C. D. Contos plausíveis. Rio de Janeiro: Record, A causa mortis do personagem, expressa no último parágrafo, adquire um efeito irônico no texto porque, ao longo da narrativa, a) ocorre uma metaforização do sentido literal do verbo beber. b) aproximação exagerada da estética abstracionista. c) apresentação gradativa da coloquialidade da linguagem. d) exploração hiperbólica da expressão inúmeras coroas. e) citação aleatória de nomes de diferentes artistas. 12

17 36. Das irmãs os meus irmãos sujando-se na lama e eis-me aqui cercada de alvura e enxovais eles se provocando e provando do fogo e eu aqui fechada provendo a comida eles se lambuzando e arrotando na mesa e eu a temperada servindo, contida os meus irmãos jogando-se na cama e eis-me afiançada por dote e marido QUEIROZ, S. O sacro ofício. Belo Horizonte: Comunicação, O poema de Sonia Queiroz apresenta uma voz lírica feminina que contrapõe o estilo de vida do homem ao modelo reservado à mulher. Nessa contraposição, ela conclui que a) a mulher deve conservar uma assepsia que a distingue de homens, que podem se jogar na lama. b) a palavra fogo é uma metáfora que remete ao ato de cozinhar, tarefa destinada às mulheres. c) a luta pela igualdade entre os gêneros depende da ascensão financeira e social das mulheres. d) a cama, como sua alvura e enxovais, é um símbolo da fragilidade feminina no espaço doméstico. e) os papéis sociais destinados aos gêneros produzem efeitos e graus de autorrealização desiguais. SANZIO, R. ( ) A mulher com o unicórnio. Roma, Galleria Borghese. Disponível em: Acesso em: 29 fev A pintura e o poema, embora sendo produtos de duas linguagens artísticas diferentes, participaram do mesmo contexto social e cultural de produção pelo fato de ambos a) apresentarem um retrato realista, evidenciado pelo unicórnio presente na pintura e pelos adjetivos usados no poema. b) valorizarem o excesso de enfeites na apresentação pessoal e na variação de atitudes da mulher, evidenciadas pelos adjetivos do poema. c) apresentarem um retrato ideal de mulher marcado pela sobriedade e o equilíbrio, evidenciados pela postura, expressão e vestimenta da moça e os adjetivos usados no poema. d) desprezarem o conceito medieval da idealização da mulher como base da produção artística, evidenciado pelos adjetivos usados no poema. e) apresentarem um retrato ideal de mulher marcado pela emotividade e o conflito interior, evidenciados pela expressão da moça e pelos adjetivos do poema. 37. LXXVIII (Camões, 1525?-1580) Leda serenidade deleitosa, Que representa em terra um paraíso; Entre rubis e perlas doce riso; Debaixo de ouro e neve cor-de-rosa; Presença moderada e graciosa, Onde ensinando estão despejo e siso Que se pode por arte e por aviso, Como por natureza, ser fermosa; Fala de quem a morte e a vida pende, Rara, suave; enfim, Senhora, vossa; Repouso nela alegre e comedido: Estas as armas são com que me rende E me cativa Amor; mas não que possa Despojar-me da glória de rendido. CAMÕES, L. Obra completa. Rio de Janeiro: 38. Logia e mitologia Meu coração de mil e novecentos e setenta e dois já não palpita fagueiro sabe que há morcegos de pesadas olheiras que há cabras malignas que há cardumes de hienas infiltradas no vão da unha na alma um porco belicoso de radar e que sangra e ri e que sangra e ri a vida anoitece provisória centuriões sentinelas do Oiapoque ao Chuí. CACASO. Lero-lero. Rio de Janeiro: 7Letras; São Paulo: Cosac & Naify, Nova Aguilar,

18 2015 2º SMULADO ENEM O título do poema explora a expressividade de termos que representam o conflito do momento histórico vivido pelo poeta na década de Nesse contexto, é correto afirmar que a) o poeta utiliza uma série de metáforas zoológicas com significado impreciso. b) morcegos, cabras e hienas metaforizam as vítimas do regime militar vigente. c) o porco, animal difícil de domesticar, representa os movimentos de resistência. d) o poeta caracteriza o momento de opressão através de alegorias de forte poder de impacto. e) centuriões e sentinelas simbolizam os agentes que garantem a paz social experimentada. 39. Picasso, P. Les Demoiselles d Avignon. Nova York, ARGAN, G. C. Arte moderna: do Iluminismo aos movimentos contemporâneos. São Paulo: Companhia das Letras, O quadro Les Demoiselles d Avignon (1907), de Pablo Picasso, representa o rompimento com a estética clássica e a revolução da arte no início do século XX. Essa nova tendência se caracteriza pela a) pintura de modelos em planos irregulares. b) mulher como temática central da obra. c) cena representada por vários modelos. d) oposição entre tons claros e escuros. e) nudez explorada como objeto de arte. 40. Nós, brasileiros, estamos acostumados a ver juras de amor, feitas diante de Deus, serem quebradas por traição, interesses financeiros e sexuais. Casais se separam como inimigos, quando poderiam ser bons amigos, sem traumas. Bastante interessante a reportagem sobre separação. Mas acho que os advogados consultados, por sua competência, estão acostumados a tratar de grandes separações. Será que a maioria dos leitores da revista tem obras de arte que precisam ser fotografadas antes da separação? Não seria mais útil dar conselhos mais básicos? Não seria interessante mostrar que a separação amigável não interfere no modo de partilha dos bens? Que, seja qual for o tipo de separação, ela não vai prejudicar o direito à pensão dos filhos? Que acordo amigável deve ser assinado com atenção, pois é bastante complicado mudar suas cláusulas? Acho que essas são dicas que podem interessar ao leitor médio. Disponível em: Acesso em: 26 fev (adaptado). O texto foi publicado em uma revista de grande circulação na seção de carta do leitor. Nele, um dos leitores manifesta-se acerca de uma reportagem publicada na edição anterior. Ao fazer sua argumentação, o autor do texto a) faz uma síntese do que foi abordado na reportagem. b) discute problemas conjugais que conduzem à separação. c) aborda a importância dos advogados em processos de separação. d) oferece dicas para orientar as pessoas em processos de separação. e) rebate o enfoque dado. 41. Observe atentamente os textos: a) b) c) PRIETO, Adda. Narcisismo. Disponível em Das feridas que a pobreza cria Sou o pus Sou o que de resto restaria Aos urubus Pus por isso mesmo este blusão carniça Fiz no rosto este make-up pó caliça Quis trazer assim nossa desgraça à luz Sou um punk da periferia Sou da Freguesia do Ó Ó Ó, aqui pra vocês! Sou da Freguesia Ter cabelo tipo índio moicano Me apraz Saber que entraremos pelo cano Satisfaz (...) GIL, Gilberto. Punk da Periferia. In: Extra. São Paulo: Phillips, 1983 Cândido Portinari, um dos mais representativos pintores brasileiros, tem uma extensa obra que reflete a brasilidade e personagens relevantes do país. Abaixo, veem-se alternativas que expressam telas/ilustrações de sua autoria. Uma dessas alternativas faz oposição à ideia explorada nos textos de Adda Prieto e de Gilberto Gil. Qual? d) e) 14

19 42. É água que não acaba mais Dados preliminares divulgados por pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) apontaram o Aquífero Alter do Chão como o maior depósito de água potável do planeta. Com volume estimado em quilômetros cúbicos de água doce, a reserva subterrânea está localizada sob os estados do Amazonas, Pará e Amapá. Essa quantidade de água será suficiente para abastecer a população mundial durante 500 anos, diz Milton Matta, geólogo da UFPA. Em termos comparativos, Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água do Aquífero Guarani (com quilômetros cúbicos). Até então, Guarani era a maior reserva subterrânea do mundo, distribuída por Brasa, Argentina, Paraguai e Uruguai. Época. Nº abr Essa notícia, publicada em uma revista de grande circulação, apresenta resultados de uma pesquisa científica realizada por uma universidade brasileira. Nessa situação específica de comunicação, a função referencial da linguagem predomina, porque o autor do texto prioriza a) as suas opiniões, baseadas em fatos. b) os aspectos objetivos e precisos. c) os elementos de persuasão do leitor. d) os elementos estéticos na construção do texto. e) os aspectos subjetivos da mencionada pesquisa. 43. O ideal do carpe diem, presente tanto no Barroco quanto no Arcadismo, faz-se constante em várias outras estéticas artísticas, assim como na linguagem não-literária, coloquial, típica do dia a dia. Marque a alternativa em que tal ideia se faça presente. a) Eu não quero chegar ao fim da minha vida e descobrir que vivi apenas o comprimento do mesmo. Quero ter vivido a largura dele também. (D. Ackerman) b) Viver sem filosofar é o que se chama ter os olhos fechados sem nunca os haver tentado abrir. (René Descartes) c) Não vivemos para comer, mas comemos para viver. (Sócrates, atrib.) d) Vive com os homens como se Deus te estivesse a ver; fala com Deus como se os homens te estivessem a ouvir. (Sêneca) e) A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez. (Nietzsche)... Mal retratares do rosto Quanto julgares preciso, Não dês a cópia por feita; Passa o outros dotes, passa, Pinta da vista, e do riso A modéstia, mais a graça. Ah! pinta, pinta A minha Bela! E em nada a cópia Se afaste dela. GONZAGA, Tomás Antônio. Marília de Dirceu. São Paulo: L&PM, 1989 São elementos explícitos nos trechos: a) metalinguagem e bucolismo b) intertextualidade e erotismo c) metalinguagem e racionalismo d) intertextualidade e metalinguagem e) erotismo e bucolismo 45. O Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2) está entre as doenças crônicas que mais atingem a população idosa. Sobre o assunto, responda o que for correto. a) O envelhecimento está relacionado ao decréscimo da capacidade funcional e à diminuição da independência do idoso, no entanto, não interfere na aptidão física. b) Para o idoso com DM2, combater o sedentarismo é importante, mesmo sabendo que os exercícios físicos não apresentam muitos benefícios diretamente relacionados à atenuação do DM2. c) Parece existir alta correlação entre DM2 e a prevalência de obesidade, o que pode levar a um quadro de resistência à insulina. Por isso, a dieta e o exercício físico, associados, são fundamentais para o controle do DM2. d) Ao iniciar um programa de exercício físico, o diabético tipo 2 não necessita de avaliação médica rigorosa, pois somente em casos de complicações micro e macrovasculares é que o idoso corre algum risco nessa prática. e) Existe elevada associação entre níveis inadequados do perfil lipídico e níveis glicêmicos alterados, o que indica a necessidade de intervenção com exercício físico, a fim de restabelecer o controle metabólico. 44. Observe o trecho: Pega na lira sonora, Pega, meu caro Glauceste; E ferindo as cordas de ouro, Mostra aos rústicos Pastores A formosura celeste De Marília, meus amores. Ah! pinta, pinta A minha Bela! E em nada a cópia Se afaste dela. 15

20 Questões de 46 a Miguel, candidato a um dos cursos da Faculdade de Engenharia, visitou a Ufes para colher informações. Uma das constatações que fez foi a de que existe grande proximidade entre Engenharia e Matemática. Num circuito elétrico em série contendo um resistor R e um indutor L, a força eletromotriz E(t) é definida por a) O gráfico que representa a função acima é 47. Um professor, depois de corrigir as provas de sua turma, percebeu que várias questões estavam muito difíceis. Para compensar, decidiu utilizar uma função polinomial f, de grau menor que 3, para alterar as notas x da prova para notas y = f(x), da seguinte maneira: A nota zero permanece zero. A nota 10 permanece 10. A nota 5 passa a ser 6. A expressão da função y = f(x) a ser utilizada pelo professor é b) 48. O piso de uma calçada é ornamentado com hexágonos e triângulos, dispostos conforme o padrão indicado abaixo. c) d) Para manter esse padrão, o número de triângulos necessários quando forem usados 100 hexágonos é a) 320 b) 386 c) 402 d) 548 e) A praça central de certa cidade tem a forma de um hexágono equiângulo e quatro de seus lados consecutivos medem, respectivamente, 20 m, 13 m, 15 m e 23 m, conforme sugere a figura abaixo (atenção: a figura não foi representada em escala, ou seja, não condiz com os dados reais acima apresentados). e) 16 De acordo com as informações do texto, pode-se concluir que o perímetro da praça mede, em metros, a) 100 b) 99 c) 92 d) 104 e) 88

21 50. Está aberta, a partir do dia 24 de abril, a adesão de escolas ao Programa Atleta na Escola. A adesão pode ser feita até 30 de abril, no Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), informando as modalidades esportivas que serão desenvolvidas e o número de estudantes. Podem participar unidades públicas e privadas da educação básica, com estudantes de 12 a 17 anos, independente da série que cursam. Pelo programa, cada escola participante receberá uma verba fixa de R$ 1 mil e mais R$ 3 por aluno inscrito. Para a escola participar, o estado e município onde está localizada devem também aderir ao programa. A adesão das secretarias estaduais e municipais de Educação está aberta desde janeiro e os dados devem ser inseridos por elas no Plano de Ações Articuladas (PAR). Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/ /mecabre-inscricao-de-escolas-para-o-programa-atleta-na-escola (Fragmento)>. Assinale a alternativa que apresenta corretamente o gráfico que representa o valor recebido pela escola em função do número de alunos. a) b) c) 17

22 d) e) 51. Um forro retangular de tecido traz, em sua etiqueta, a informação de que encolherá após a primeira lavagem, mantendo, entretanto, seu formato. A figura a seguir mostra as medidas originais do forro e o tamanho do encolhimento (x) no comprimento e (y) na largura. A expressão algébrica que representa a área do forro após ser lavado é (5 x) (3 y). 52. Na figura abaixo, o retângulo ABCD tem lados que medem 6 e 9. Se a área do paralelogramo sombreado é 6, o cosseno de α é Nessas condições, a área perdida do forro, após a primeira lavagem, será expressa por a) 2xy b) 15 3x c) 15 5y d) 5y 3x e) 5y + 3x xy a) b) c) d) e)

23 53. Uma pessoa está a 80 3 m de um prédio e vê o topo do prédio sob um ângulo de 30, como mostra a figura abaixo. Se o aparelho que mede o ângulo está a 1,6 m de distância do solo, então podemos afirmar que a altura do prédio, em metros, é a) 80,2 b) 81,6 c) 82,0 d) 82,5 e) 83,2 54. A partir da análise do cadastro dos 50 funcionários de uma empresa, foi feita a tabela a seguir, que apresenta a distribuição do número de filhos por funcionário. Número de filhos Quantidade de funcionários Total 50 Alguns meses mais tarde, dois funcionários antigos, um deles com 5 filhos e o outro, com 2, se aposentaram. Para suas vagas, foram contratados dois novos funcionários, cada um com 1 filho. Desse modo, a) o número médio de filhos por funcionário permaneceu o mesmo. b) número médio de filhos por funcionário aumentou. c) a mediana da distribuição não se alterou d) a mediana da distribuição passou a ser 1. e) a moda da distribuição não se alterou. 55. Moradores de três cidades, aqui chamadas de X, Y e Z, foram indagados quanto aos tipos de poluição que mais afligiam as suas áreas urbanas. Nos gráficos abaixo, estão representadas as porcentagens de reclamações sobre cada tipo de poluição ambiental. Considerando a queixa principal dos cidadãos de cada cidade, a primeira medida de combate à poluição em cada uma delas seria, respectivamente, a) Manejamento de lixo, Esgotamento sanitário, Controle de emissão de gases. b) Controle de despejo industrial, Manejamento de lixo, Controle emissão de gases. c) Manejamento de lixo, Esgotamento sanitário, Controle de despejo industrial. d) Controle emissão de gases, Controle de despejo industrial, Esgotamento sanitário. e) Controle de despejo industrial, Manejamento de lixo, Esgotamento sanitário. 56. Recomendações: Da frieza dos números da pesquisa saíram algumas recomendações. Transformadas em políticas públicas, poderiam reduzir a gravidade e as dimensões da tragédia urbana do trânsito. A primeira é a adoção de práticas que possam reduzir a gravidade dos acidentes. A segunda recomendação trata dos motociclistas, cuja frota equivale a 10% do total, mas cujos custos correspondem a 19%. O 'motoboy' ganha R$2 por entrega, a empresa, R$8. É um exército de garotos em disparada. O pedestre forma o contingente mais vulnerável no trânsito e necessita de maior proteção, diz a terceira recomendação da pesquisa. Entre a 0h e as 18h da quinta-feira, as ambulâncias vermelhas do Resgate recolheram 16 atropelados nas ruas de São Paulo. Conforme o texto, num dia de trabalho, são necessárias 12 entregas para um motoboy receber R$24,00. Por medida de segurança, a empresa limitará a 10 a quantidade de entregas por dia. Como compensação, pagará um adicional fixo de p reais ao dia a quem atingir esse limite, porém reduzirá para R$1,80 o valor pago por cada entrega. O valor de p que manterá inalterada a quantia diária recebida pelo motoboy, ou seja, R$24,00, será a) R$ 5,40 b) R$ 5,60 c) R$ 5,80 d) R$ 6,00 e) R$ 6,20 19

24 57. Para produzir um número n de peças (n inteiro positivo), uma empresa deve investir R$ ,00 em máquinas e, além disso, gastar R$ 0,50 na produção de cada peça. Nessas condições, o custo C, em reais, da produção de n peças, é uma função de n dada por a) C(n) = ,50 b) C(n) = n c) C(n) = n/ d) C(n) = ,50n e) C(n) = ( n)/2 58. Verdiano era um aluno muito estudioso, porém, também muito nervoso, o que o atrapalhava muito quando fazia provas. Num concurso onde Verdiano era candidato, apareceu a seguinte questão: Calcular a área de um triângulo, onde o problema fornecia as medidas dos lados a e b, a medida do ângulo ˆ igual a 15º formado por a e b e uma tabela trigonométrica. Como Verdiano era um aluno estudioso, conhecia a fórmula que fornecia a área do triângulo com os dados do problema, porém, na hora de consultar a tabela trigonométrica, no lugar do Sen(15º), Verdiano usou o Cos(75º). Diante do erro, o valor correspondente à medida da área do triângulo encontrado por Verdiano a) ficou cinco vezes maior do que o correto. b) ficou cinco vezes menor do que o correto. c) ficou maior, porém não cinco vezes maior do que o correto. d) ficou menor, porém não cinco vezes menor do que o correto. e) apesar do erro, o resultado final ficou correto. 59. A tirolesa é uma técnica utilizada para o transporte de carga de um ponto a outro. Nessa técnica, a carga é presa a uma roldana que desliza por um cabo, cujas extremidades geralmente estão em alturas diferentes. A tirolesa também é utilizada como prática esportiva, sendo considerada um esporte radical. Em certo ecoparque, aproveitando a geografia do local, a estrutura para a prática da tirolesa foi montada de maneira que as alturas das extremidades do cabo por onde os participantes deslizam estão a cerca de 52m e 8m, cada uma, em relação a um plano horizontal ao nível do solo, e o ângulo de descida formado com a vertical é de 80. Nessas condições, considerando-se o cabo esticado e que tg 10 = 0,176, pode-se afirmar que a distância horizontal percorrida, em metros, ao final do percurso, é aproximadamente igual a a) 250 metros. b) 252 metros. c) 254 metros. d) 256 metros. e) 258 metros. 60. Você pretende matricular-se em uma academia de ginástica e está entre duas opções. A academia X cobra uma taxa de matrícula de R$ 130,00 e uma mensalidade de R$70,00. A academia Y cobra uma taxa de matrícula de R$ 90,00 e uma mensalidade de R$ 80,00. Portanto, o período de tempo que você deve permanecer na academia para que os custos das duas academias sejam equivalentes é de a) 4 meses b) 10 meses c) 6 meses d) 12 meses e) 8 meses 61. Para explorar o potencial turístico de uma cidade, conhecida por suas belas paisagens montanhosas, o governo pretende construir um teleférico, ligando o terminal de transportes coletivos ao pico de um morro, conforme a figura a seguir. Para a construção do teleférico, há duas possibilidades: o ponto de partida ficar localizado no terminal de transportes coletivos (ponto A), com uma parada intermediária (ponto B), e o ponto de chegada localizado no pico do morro (ponto C); o ponto de partida ficar localizado no ponto A e o de chegada localizado no ponto C, sem parada intermediária. Supondo que AB m, BC 200 m, BÂP = 20º e CBN ˆ 50, então a distância entre os pontos A e C é de a) 700 m b) 702 m c) 704 m d) 706 m e) 708 m 62. Ao projetar uma praça circular, um arquiteto resolveu nela inserir uma pista triangular ABC para patinação, reservando a área entre o menor de seus lados e o arco correspondente para um canteiro de flores, como sugere a figura abaixo. Admita que AB é um diâmetro, que ABC está inscrito na circunferência, o raio da praça mede 30 metros e a medida de CÂB = 30 o. Nessas circunstâncias, a área reservada para o canteiro, em m 2, mede a) b) c) d) e)

25 63. Uma criança brinca com um quebra-cabeças composto de 3 peças: um pentágono ϴ e dois triângulos retângulos, α e β. Inicialmente, ela as posiciona como mostra a figura 1, obtendo um retângulo cuja base mede 25 cm e cuja altura mede 9 cm. Em seguida, sem que haja superposição dessas peças, ela as posiciona como mostra a figura 2, obtendo um quadrado. 65. Um mosaico de pedras é montado com um quadrado de granito cinza de 5 cm de lado e outro de mármore branco, inserido no primeiro, formando quatro triângulos conforme mostra a figura a seguir. Qual deve ser a medida x para que a área cinza da figura seja a maior possível? a) 5,0 cm. b) 3,0 cm. c) 2,5 cm. d) 2,0 cm. e) 1,5 cm. Nessas condições, é correto afirmar que a área da região, em cm 2, mede a) 24 b) 28 c) 30 d) 32 e) Uma bola de borracha é lançada, com determinada inclinação, a partir do ponto A. Toca o solo no ponto C e sobe novamente, voltando a tocar o solo no ponto E. Essa situação foi adaptada ao sistema de coordenadas cartesianas representado a seguir. O trajeto pode ser descrito por duas funções polinomiais de 2º grau, e a função correspondente ao primeiro trecho é 2 com x > 0. x 3x y Sabe se, também, que as coordenadas do ponto D, ponto mais alto da segunda parábola, são (31, 1). Qual a distância percorrida pela bola, isto é, a distância entre os pontos A e E? a) 35,0 m. b) 27,0 m. c) 17,5 m. d) 8,0 m. e) 6,1 m. 66. Nos processos industriais, como na indústria de cerâmica, é necessário o uso de fornos capazes de produzir elevadas temperaturas e, em muitas situações, o tempo de elevação dessa temperatura deve ser controlado, para garantir a qualidade do produto final e a economia no processo. Em uma indústria de cerâmica, o forno é programado para elevar a temperatura ao longo do tempo de acordo com a função em que T é o valor da temperatura atingida pelo forno, em graus Celsius, e t é o tempo, em minutos, decorrido desde o instante em que o forno é ligado. Uma peça deve ser colocada nesse forno quando a temperatura for 48 C, e retirada quando a temperatura for 200 C. O tempo de permanência dessa peça no forno é, em minutos, igual a a) 100. b) 108. c) 128. d) 130. e) Uma criança deseja criar triângulos utilizando palitos de fósforo de mesmo comprimento. Cada triângulo será construído com exatamente 17 palitos e pelo menos um dos lados do triângulo deve ter o comprimento de exatamente 6 palitos. A figura ilustra um triângulo construído com essas características. A quantidade máxima de triângulos não congruentes dois a dois que podem ser construídos é a) 3. b) 5. c) 6. d) 8. e)

26 68. Ao fazer uma pesquisa a respeito do mês do nascimento dos 25 alunos da 3ª série de uma escola estadual, a professora obteve os resultados mostrados na tabela ao lado. A porcentagem desses alunos da 3ª série que nasceram no mês de abril é a) 44% b) 25% c) 24% d) 19% e) 6% 69. As figuras apresentam dados referentes aos consumos de energia elétrica e de água relativos a cinco máquinas industriais de lavar roupa comercializadas no Brasil. A máquina ideal, quanto a rendimento econômico e ambiental, é aquela que gasta, simultaneamente, menos energia e água. Com base nessas informações, conclui-se que, no conjunto pesquisado, a) quanto mais a máquina de lavar roupa economiza água, mais ela consome energia elétrica. b) a quantidade de energia elétrica consumida pela máquina de lavar roupa é inversamente proporcional à quantidade de água consumida por ela. c) a máquina I é ideal, de acordo com a definição apresentada. d) a máquina que menos consome energia elétrica não é a que consome menos água. e) a máquina que mais consome energia elétrica não é a que consome mais água. 70. Um pesquisador está realizando várias séries de experimentos com alguns reagentes para verificar qual o mais adequado para a produção de um determinado produto. Cada série consiste em avaliar um dado reagente em cinco experimentos diferentes. O pesquisador está especialmente interessado naquele reagente que apresentar a maior quantidade dos resultados de seus experimentos acima da média encontrada para aquele reagente. Após a realização de cinco séries de experimentos, o pesquisador encontrou os seguintes resultados: Levando-se em consideração os experimentos feitos, o reagente que atende às expectativas do pesquisador é o a) 1. b) 2. c) 3. d) 4. e) 5. 22

27 71. Ao final de uma competição de ciências em uma escola, restaram apenas três candidatos. De acordo com as regras, o vencedor será o candidato que obtiver a maior média ponderada entre as notas das provas finais nas disciplinas química e física, considerando, respectivamente, os pesos 4 e 6 para elas. As notas são sempre números inteiros. Por questões médicas, o candidato II ainda não fez a prova final de química. No dia em que sua avaliação for aplicada, as notas dos outros dois candidatos, em ambas as disciplinas, já terão sido divulgadas. O quadro apresenta as notas obtidas pelos finalistas nas provas finais. A menor nota que o candidato II deverá obter na prova final de química, para vencer a competição, é a) 18. b) 19. c) 22. d) 25. e) Nos quatro primeiros dias úteis de uma semana, o gerente de uma agência bancária atendeu 19, 15, 17 e 21 clientes. No quinto dia útil dessa semana, esse gerente atendeu n clientes. Se a média do número diário de clientes atendidos por esse gerente nos cinco dias úteis dessa semana foi 19, a mediana foi a) 21. b) 19. c) 18. d) 20. e) Uma praça foi construída conforme projeto abaixo, atendendo às solicitações de uma certa comunidade, onde cada linha tem suas respectivas finalidades. A linha da circunferência de centro O, inscrita no triângulo ABC, foi destinada aos esqueitistas; as linhas do triângulo AFE destinada à caminhada da terceira idade; as linhas do triângulo BGH para caminhada de crianças e as linhas do triângulo CDI para passeios com pequenos animais. Sendo AP 60 metros, BQ 80 metros e CT 50 metros, podemos afirmar que b) o perímetro do triângulo BGH é igual ao dobro do perímetro do triângulo CDI. c) o perímetro do triângulo CDI é igual ao perímetro do triângulo AFE menos 10 metros. d) o perímetro do triângulo BGH é igual à soma dos perímetros dos triângulos AFE e CDI menos 20 metros. 3 e) o perímetro do triângulo AFE é igual a 4 do perímetro do triângulo BGH. 74. Três bairros de uma cidade completamente plana estão representados pelos vértices A, B e C do triângulo ABC da figura abaixo. Sendo o interior do triângulo ABC um grande lago, com AC 5km, BC 12km, deseja-se construir uma ponte ligando o bairro C a um novo bairro no ponto M, sendo AM MB. Para diminuir custos, a ponte será construída em linha reta, e será feito um aterro de C até P de forma que CP seja igual a 2 7 de BC AC, e outro aterro de M até Q, de forma que QM seja igual a AB. Sendo PQ o comprimento da ponte, podemos afirmar que PQ medirá a) 2500 metros. b) 2900 metros. c) 3900 metros. d) 4500 metros. e) 8400 metros. 75. Em certa região, a temperatura média mensal varia periodicamente entre a média mínima de 14 C e a máxima de 38 C. Das fórmulas a seguir, qual é a que descreve melhor a relação entre a temperatura média mensal (T) nessa região e o tempo (t), em meses decorridos desde o início de cada ano? a) T(t) 26 12cos t de b) T(t) 14cos t 6 c) T(t) 12 26cos t 6 2 a) o perímetro do triângulo ABC é igual a 3 das somas dos perímetros dos triângulo AFE, BGH e CDI. d) T(t) 12 26cos t 6 e) T(t) 38 cos t 6 23

28 76. Um balão atmosférico lançado em Bauru (343 quilômetros a Noroeste de São Paulo), na noite do último domingo, caiu nessa segunda-feira em Cuiabá Paulista, na região de Presidente Prudente, assustando agricultores da região. O artefato faz parte do programa Projeto Hibiscus, desenvolvido por Brasil, França, Argentina, Inglaterra e Itália, para a medição do comportamento da camada de ozônio, e sua descida se deu após o cumprimento do tempo previsto de medição. Disponível em: Acesso em: 02 maio Na data do acontecido, duas pessoas avistaram o balão. Uma estava a 1,8 km da posição vertical do balão e o avistou sob um ângulo de 60 ; a outra estava a 5,5 km da posição vertical do balão, alinhada com a primeira, e no mesmo sentido, conforme se vê na figura, e o avistou sob um ângulo de 30. Qual a altura aproximada em que se encontrava o balão? a) 1,8 km b) 1,9 km c) 3,1 km d) 3,7 km 77. A carroceria retangular de um pequeno caminhão acomoda, perfeitamente encaixadas (para que não trinquem com a trepidação), quatro tampas circulares de caixas d água, duas a duas com mesmos diâmetros. A figura abaixo ilustra a situação descrita. Se considerarmos a maior dimensão dessa carroceria igual a 4 m, pode-se afirmar que a medida do raio de cada uma das tampas menores será, em decímetros, a) 2,5 b) 5 c) 25 d) 50 e) Admitindo-se que a Terra seja perfeitamente esférica, sabe-se que as cidades de Quito e Cingapura encontram-se próximas à linha do Equador (podemos considerá-las sobre tal linha) e em pontos diametralmente opostos do globo terrestre. Considerando o raio da Terra igual a 6370 km, podemos afirmar que, um avião saindo de Quito, voando até Cingapura com média de velocidade igual a 800 km/hora, desconsiderando as paradas de escala, chega a Cingapura em, aproximadamente, a) 16 horas b) 36 horas c) 20 horas d) 25 horas e) 32 horas. 79. Analise o infográfico a seguir. Fonte: Revista Proteste Março 2014, pag. 29. Analisando o infográfico, a) a média de sódio no macarrão representa 32% da média diária consumida pelo brasileiro. b) a média de sódio no macarrão representa 16% da média diária consumida pelo brasileiro. c) o consumo diário máximo de sódio, de acordo com a OMS, é 2,5 vezes maior que consumo do brasileiro. d) o consumo diário máximo de sódio, de com acordo com a OMS, representa 20% do consumo do brasileiro. e) o brasileiro deve reduzir 30% do consumo diário de sódio para consumir o sugerido pela OMS. 24

29 80. Símbolo do Rio de Janeiro, bondinho do Pão de Açúcar completa 100 anos Como o teleférico suspenso a 396 m de altura, inicialmente de madeira, se transformou num dos mais famosos e charmosos pontos do País. Veja infográfico exclusivo. O projeto era ousado. Construir um caminho aéreo entre os dois morros da enseada da Baía de Guanabara. O ano, Quatro anos depois, o primeiro trecho, ligando a Praia Vermelha ao Morro da Urca, foi inaugurado. O bondinho comportava 22 passageiros, era de madeira e sustentado por apenas um cabo de aço. [...] Até então só existiam dois teleféricos no mundo: o do Monte Ulia, na Espanha (com 280 metros de extensão), e o de Wetterhorn, na Suíça (com 560 metros). Nada que se comparasse, portanto, ao Pão de Açúcar, cujas duas linhas somam metros. [...] Disponível em: <http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rj/ /simbolo-do-rio-de-janeiro-bondinhodo-pao-de-acucar-completa-100-anos.html>. Considerando o pé do Pão de Açúcar como a origem do ponto cartesiano, assinale a alternativa que a apresenta a função que descreve o trajeto realizado pelo bondinho, sendo x a distância percorrida horizontalmente. 81. Um piscicultor cria alevinos em um tanque de 2500 litros. Para garantir o desenvolvimento dos peixes, o piscicultor necessita que a salinidade da água do tanque seja de 18 gramas de sal por litro. Nesse tanque, foram misturadas água salobra com 25,5 gramas de sal por litro e água doce com 0,5 grama de sal por litro. A quantidade, em litros, de água salobra e doce que deve estar presente no tanque é de, respectivamente, a) 2370 e 130. b) 2187,5 e 312,5. c) 1750 e 750. d) 1562,5 e 937,5. e) 1250 e A terça parte de um enxame de abelhas pousou na flor de Kadamba, a quinta parte numa flor de Silinda, o triplo da diferença entre esses dois totais voa sobre uma flor de Krutaja e as três abelhas restantes adejam sozinhas, no ar, atraídas pelo perfume de um Jasmim e de um Pandnus. Sabendo que a mesma abelha não pousou em mais de uma flor, podemos afirmar que o total de abelhas desse enxame é a) 42 b) 45 c) 48 d) 51 e) 54 25

HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO PARA O ENEM 2015. Profº Uriel Bezerra

HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO PARA O ENEM 2015. Profº Uriel Bezerra HISTÓRIA DA ARTE REVISÃO PARA O ENEM 2015 Profº Uriel Bezerra QUESTÃO 91 (ENEM - 2009) Os melhores críticos da cultura brasileira trataram-na sempre no plural, isto é, enfatizando a coexistência no Brasil

Leia mais

2º SIMULADO MODELO ENEM - 2015. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR. Linguagens, Códigos e s uas Te cnologias Matemática e s u as Te cnolog ias

2º SIMULADO MODELO ENEM - 2015. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR. Linguagens, Códigos e s uas Te cnologias Matemática e s u as Te cnolog ias 2º SIMULADO MODELO ENEM - 2015 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR Linguagens, Códigos e s uas Te cnologias Matemática e s u as Te cnolog ias 2º DIA 90 Questões 31 de maio Domingo: das 8h às 12h30min. Duração: 4h30min.

Leia mais

CARTAS: REGISTRANDO A VIDA

CARTAS: REGISTRANDO A VIDA CARTAS: REGISTRANDO A VIDA A carta abaixo foi escrita na época da ditadura militar. Ela traduz a alegria de um pai por acreditar estar próxima sua liberdade e, assim, a possibilidade do reencontro com

Leia mais

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana.

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. 30.2 Conteúdo: Intertextualidade no texto literário. Habilidade: Estabelecer, em textos de diferentes gêneros, relações entre recursos verbais e não

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua

Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua Aluno(a) Nº. Série: Turma: Ensino Médio Trimestre [ ] Data: / / Disciplina: Professor: Linguagem e língua É a palavra que identifica o ser humano, é ela seu substrato que possibilitou a convivência humana

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001 /2007

LÍNGUA PORTUGUESA PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001 /2007 LÍNGUA PORTUGUESA Para responder às questões de 01 a 09, leia o texto que se segue. 1 2 3 4 5 6 (C) representando uma peça teatral. (D) tentando convencer um ao outro. QUESTÃO 04 No quadrinho 1, sem mudar

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: Fundamental II 8ª série) DISCIPLINA: Artes PROFESSOR (A): Equipe de Artes TURMA: TURNO: Roteiro e Lista de estudo para recuperação

Leia mais

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso

Nível Médio Prova 1: Compreensão leitora e língua em uso TEXTO 1 Leia o texto abaixo e nas alternativas de múltipla escolha, assinale a opção correta. INTERCÂMBIO BOA VIAGEM 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Cursos de intercâmbio são uma

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

Desde sempre presente na nossa literatura, cantado por trovadores e poetas, é com Camões que o Amor é celebrado em todo o seu esplendor.

Desde sempre presente na nossa literatura, cantado por trovadores e poetas, é com Camões que o Amor é celebrado em todo o seu esplendor. Desde sempre presente na nossa literatura, cantado por trovadores e poetas, é com Camões que o Amor é celebrado em todo o seu esplendor. O Poeta canta o amor platónico, a saudade, o destino e a beleza

Leia mais

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8 Conteúdos Objectivos/Competências a desenvolver Tempo* Estratégias Recursos Avaliação Apresentação: Turma e professor Programa Critérios de avaliação Normas de funcionamento Conhecer os elementos que constituem

Leia mais

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens Para pensar o livro de imagens ROTEIROS PARA LEITURA LITERÁRIA Ligia Cademartori Para pensar o Livro de imagens 1 1 Texto visual Há livros compostos predominantemente por imagens que, postas em relação,

Leia mais

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal.

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 1. A legenda mais apropriada para a charge é: A poluição é uma arma que pode matar. Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 02.

Leia mais

Teoria da Comunicação Funções da Linguagem

Teoria da Comunicação Funções da Linguagem Teoria da Comunicação Funções da Linguagem Professor Rafael Cardoso Ferreira O que é linguagem? A linguagem é o instrumento graças ao qual o homem modela seu pensamento, seus sentimentos, suas emoções,

Leia mais

PROFESSOR: Daniel. ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15

PROFESSOR: Daniel. ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15 GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: Literatura SÉRIE: 2 ano ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15 No Anhanguera você é + Enem LISTA DE EXERCÍCIOS P1 2 BIMESTRE O Barroco - a arte que predominou

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA. Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais. Projeto de Atividades. 1º Edição

GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA. Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais. Projeto de Atividades. 1º Edição GENTE EDUCADA, CIDADE BONITA Projeto de Atividades 1º Edição Modelo de Projeto para Leopoldina Minas Gerais 1. INTRODUÇÃO A educação atualmente não pode se restringir apenas ao ambiente escolar, o estudante

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia BH

Colégio Santa Dorotéia BH Colégio Santa Dorotéia BH Área de Códigos e Linguagens Disciplina: Língua Portuguesa Série: 8 a - Ensino Fundamental Professoras: Mônica e Priscila Língua Portuguesa Atividades para Estudos Autônomos Data:

Leia mais

4 A resenha de filme na visão dos usuários do gênero

4 A resenha de filme na visão dos usuários do gênero 4 A resenha de filme na visão dos usuários do gênero Neste capítulo, apresentamos a análise dos dados oriundos do contato estabelecido com leitores, editores e críticos, a fim de conhecermos sua visão

Leia mais

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido 1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido No estudo da Comunicação, a publicidade deve figurar como um dos campos de maior interesse para pesquisadores e críticos das Ciências Sociais e Humanas.

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este caderno contém seis questões, abrangendo um total de nove

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE FÉRIAS

CADERNO DE ATIVIDADES DE FÉRIAS CADERNO DE ATIVIDADES DE FÉRIAS Disciplina: Língua Portuguesa UD Ensino Fundamental 2 Prof.: 6º ano Aluno(a): ATIVIDADE DE FÉRIAS CADERNO DE QUESTÕES INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: Pode dizer-se que a presença

Leia mais

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A AUTORA, SOBRE O LIVRO, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO Para o professor Ou isto

Leia mais

A turma. parte I Língua Portuguesa parte II Matemática

A turma. parte I Língua Portuguesa parte II Matemática parte I Língua Portuguesa parte II Matemática A turma 5 10 15 20 25 Eu também já tive turma, ou melhor, fiz parte de turma e sei como é importante em certa idade essa entidade, a turma. A gente é um ser

Leia mais

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM língua estrangeira moderna Comparativos Curriculares SM inglês ensino médio A coleção Alive High Língua Estrangeira Moderna Inglês e o currículo do Estado de Goiás

Leia mais

Palavras-chave: gêneros textuais, resenha crítica, ensino, leitura e produção textual

Palavras-chave: gêneros textuais, resenha crítica, ensino, leitura e produção textual RESENHA CRÍTICA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: PRÁTICAS DE ANÁLISE E PRODUÇÃO DE TEXTOS Valdisnei Martins de CAMPOS Letras - CAC/UFG; valdis_martins@hotmail.com Erislane Rodrigues RIBEIRO Letras - CAC/UFG;

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Professora Josi e Professora Mara

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Professora Josi e Professora Mara LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Professora Josi e Professora Mara Denotação x Conotação Sentido denotativo: Meus alunos comeram uns doces. Sentido conotativo: Meus alunos são uns doces. Figuras

Leia mais

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens PAG - 1 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item: PORTUGUÊS Considere

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação I - Proposta de Redação INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação A proposta de redação do vestibular do ITA pode ser composta de textos verbais, não verbais (foto ou ilustração,

Leia mais

A ARTE DE PRODUZIR ARTE Professora: Márcia Roseli Ceretta Flôres professora de artes marciacerettaflores@yahoo.com.br ESCOLA MUNICIPAL FUNDAMENTAL

A ARTE DE PRODUZIR ARTE Professora: Márcia Roseli Ceretta Flôres professora de artes marciacerettaflores@yahoo.com.br ESCOLA MUNICIPAL FUNDAMENTAL A ARTE DE PRODUZIR ARTE Professora: Márcia Roseli Ceretta Flôres professora de artes marciacerettaflores@yahoo.com.br ESCOLA MUNICIPAL FUNDAMENTAL JOÃO GOULART INTRODUÇÃO A arte apresenta uma forma de

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

PRÁTICAS DE LINGUAGEM ORAL E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

PRÁTICAS DE LINGUAGEM ORAL E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL PRÁTICAS DE LINGUAGEM ORAL E ESCRITA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CRUVINEL,Fabiana Rodrigues Docente do curso de pedagogia da faculdade de ciências humana- FAHU/ACEG Garça/SP e-mail:fabianarde@ig.com.br ROCHA,

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

- Questão. Nos itens deverá: Item A. Quanto à distribuição de. pontos: 2 (dois) pontos. Item B. Caso responda só dois itens, obterá 10

- Questão. Nos itens deverá: Item A. Quanto à distribuição de. pontos: 2 (dois) pontos. Item B. Caso responda só dois itens, obterá 10 1 Nos itens A e B, além de relacionar os dois textos o jornalístico e a narrativa Ensaio sobre a cegueira -, o candidato deverá: Item A A1- Identificar o fenômeno ecológico como sendo a causa para o surgimento

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia PRIMEIRA QUESTÃO A) É importante que o candidato ressalte o fato de que, na ilha, a princípio, tudo é eletivo : cabe aos indivíduos escolher os seus papéis. Esta liberdade da constituição do sujeito deve

Leia mais

Arquétipos na publicidade e propaganda

Arquétipos na publicidade e propaganda Arquétipos na publicidade e propaganda Mauricio BARTH 1 Moris Mozart MUSSKOPF 2 Resumo Diversos indicadores comprovam o processo de envelhecimento da população brasileira. Esta tendência, do ponto de vista

Leia mais

TIPOS DE TEXTOS E ARGUMENTAÇÃO LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS prof. ALEMAR RENA alemarrena@gmail.com

TIPOS DE TEXTOS E ARGUMENTAÇÃO LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS prof. ALEMAR RENA alemarrena@gmail.com TIPOS DE TEXTOS E ARGUMENTAÇÃO LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS prof. ALEMAR RENA alemarrena@gmail.com TIPOS RELACIONADOS À FUNÇÃO REFERENCIAL: RESUMO RESUMO DESCRITIVO > Resume estrutura temática > Inclui

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Leitura de textos não verbais e de quadrinhos

Leitura de textos não verbais e de quadrinhos Nome: Nº: Turma: Português 3º ano Análise de textos não verbais Wilton Jun/10 Leitura de textos não verbais e de quadrinhos Analisaremos um texto não-verbal e três tirinhas. O primeiro texto é um quadro

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO

CONVERSA DE PSICÓLOGO CONVERSA DE PSICÓLOGO Página 1 CONVERSA DE PSICÓLOGO Volume 03 - Edição 01 Agosto - 2013 Entrevistada: Renata Trovarelli Entrevistadora: Cintia C. B. M. da Rocha TEMA: RELACIOMENTO AMOROSO Psicóloga Comportamental, atualmente

Leia mais

CONTEÚDO ANUAL 2016 OBJETIVOS GERAIS:

CONTEÚDO ANUAL 2016 OBJETIVOS GERAIS: CONTEÚDO ANUAL 2016 SEGMENTO: Ensino Fundamental I SÉRIE: 1º ano OBJETIVOS GERAIS: Criar condições para o desenvolvimento integral das crianças, considerando as possibilidades de aprendizagem que apresentam,

Leia mais

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA Ivania Skura 1, Julia Cristina Paixão 2, Joaquim

Leia mais

Pedro Bandeira. Leitor em processo 2 o e 3 o anos do Ensino Fundamental

Pedro Bandeira. Leitor em processo 2 o e 3 o anos do Ensino Fundamental Pedro Bandeira Pequeno pode tudo Leitor em processo 2 o e 3 o anos do Ensino Fundamental PROJETO DE LEITURA Coordenação: Maria José Nóbrega Elaboração: Rosane Pamplona De Leitores e Asas MARIA JOSÉ NÓBREGA

Leia mais

Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim. Na Zona Su na Zona Norte é quem tem menos recursos.

Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim. Na Zona Su na Zona Norte é quem tem menos recursos. Rio, de norte a sul Aproximando o foco: atividades RESPOSTAS Moradores da Zona Norte e da Zona Sul O din-dim 1. Ouça Kedma e complete as lacunas: Quem mora na Zona Norte na Zona Sul é quem tem mais din-dim.

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

Projeto Conto de Fadas

Projeto Conto de Fadas Projeto Conto de Fadas 1. Título: Tudo ao contrário 2. Dados de identificação: Nome da Escola: Escola Municipal Santo Antônio Diretora: Ceriana Dall Mollin Tesch Coordenadora do Projeto: Mônica Sirtoli

Leia mais

LENDO, ESCREVENDO E PRODUZINDO JORNAL: A APROPRIAÇÃO DA ESCRITA POR ALUNOS DE EJA

LENDO, ESCREVENDO E PRODUZINDO JORNAL: A APROPRIAÇÃO DA ESCRITA POR ALUNOS DE EJA LENDO, ESCREVENDO E PRODUZINDO JORNAL: A APROPRIAÇÃO DA ESCRITA POR ALUNOS DE EJA CENTRO MUNICIPAL DE REFERÊNCIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PROFESSORA FABÍOLA DANIELE DA SILVA A lingüística moderna

Leia mais

b) vantagens e desvantagens para o usuário que acessa Internet grátis comparadas aos serviços oferecidos pelos provedores pagos.

b) vantagens e desvantagens para o usuário que acessa Internet grátis comparadas aos serviços oferecidos pelos provedores pagos. Questão nº 1 I. Seleção de dados relevantes para o assunto em pauta, comparação, hierarquização. Devem aparecer nos textos: a) a Internet grátis desafia os provedores estabelecidos. Ressaltar as posições

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Este projeto se constitui em modelo de distribuição e exibição do filme Sua Vida, Nossa Vida! em municípios do Rio Grande do Sul.

APRESENTAÇÃO. Este projeto se constitui em modelo de distribuição e exibição do filme Sua Vida, Nossa Vida! em municípios do Rio Grande do Sul. APRESENTAÇÃO Este projeto se constitui em modelo de distribuição e exibição do filme Sua Vida, Nossa Vida! em municípios do Rio Grande do Sul. Foi testado no município de Guaporé, em uma parceria da Promotoria

Leia mais

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Helena C. Buescu, Luís C. Maia, Maria Graciete Silva, Maria Regina Rocha 10.º Ano: Oralidade Compreensão do Oral Objetivo Compreender

Leia mais

Exercícios Questões Inéditas Modelo ENEM

Exercícios Questões Inéditas Modelo ENEM Exercícios Questões Inéditas Modelo ENEM 1. Psicologia de um vencido Eu, filho do carbono e do amoníaco, Monstro de escuridão e rutilância, Sofro, desde a epigênese da infância, A influência má dos signos

Leia mais

PALESTRA DE LUCIANA FERRAZ - O PODER DA CONCENTRAÇÃO. OBK em São Paulo/SP. Julho de 2010

PALESTRA DE LUCIANA FERRAZ - O PODER DA CONCENTRAÇÃO. OBK em São Paulo/SP. Julho de 2010 PALESTRA DE LUCIANA FERRAZ - O PODER DA CONCENTRAÇÃO OBK em São Paulo/SP Julho de 2010 Concentração... o que significa concentração? Basicamente: ter um foco. Ou, em outras palavras, é o poder da concentração.

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO

Leia mais

JornaVista: entrevista em quadrinhos 1. Bruna de FARIA 2 Alessandra de FALCO 3 Universidade Federal de São João del Rei, São João del Rei, MG

JornaVista: entrevista em quadrinhos 1. Bruna de FARIA 2 Alessandra de FALCO 3 Universidade Federal de São João del Rei, São João del Rei, MG JornaVista: entrevista em quadrinhos 1 Bruna de FARIA 2 Alessandra de FALCO 3 Universidade Federal de São João del Rei, São João del Rei, MG RESUMO O presente trabalho pretende apresentar como se deu a

Leia mais

Utilização do vídeo, CD e DVD na sala de aula

Utilização do vídeo, CD e DVD na sala de aula Utilização do vídeo, CD e DVD na sala de aula José Manuel Moran A seguir são apresentadas sugestões de utilização de vídeo, CD e DVD. Vídeo como produção Como documentação, registro de eventos, de aulas,

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 11 por

Leia mais

Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião.

Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião. Uma ferramenta de comunicação é um meio, uma forma de transmitir uma informação, pensamento, ideia, opinião. Uma forma oral? Uma forma sonora? ou Uma forma visual/escrita?? Off-line: Revistas; Panfletos;

Leia mais

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA (versão simples da Lei da Comunicação Social Eletrônica) CAPÍTULO 1 PARA QUE SERVE A LEI Artigo 1 - Esta lei serve para falar como vai acontecer de fato o que está escrito em alguns

Leia mais

Priscilla Cabett SANTOS 2 Talita Maria dos Santos Galvão da SILVA 3 Luiz Antônio FELICIANO 4 Faculdades Integradas Teresa D Ávila, Lorena, SP

Priscilla Cabett SANTOS 2 Talita Maria dos Santos Galvão da SILVA 3 Luiz Antônio FELICIANO 4 Faculdades Integradas Teresa D Ávila, Lorena, SP Brasil: qual é o teu negócio? 1 Priscilla Cabett SANTOS 2 Talita Maria dos Santos Galvão da SILVA 3 Luiz Antônio FELICIANO 4 Faculdades Integradas Teresa D Ávila, Lorena, SP RESUMO Baseado na composição

Leia mais

LINGUAGENS FORMA DO SER HUMANO CONHECER O MUNDO;

LINGUAGENS FORMA DO SER HUMANO CONHECER O MUNDO; LINGUAGENS FORMA DO SER HUMANO CONHECER O MUNDO; COMUNICAÇÃO, INTERAÇÃO SOCIAL E CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE. LINGUAGEM É TODO SISTEMA QUE SE UTILIZA DE SIGNOS E QUE SERVE COMO MEIO DE COMUNICAÇÃO. VERBAL:

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (PROVA 3) 1º Ano / Ensino Médio

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (PROVA 3) 1º Ano / Ensino Médio Leia atentamente o texto 1 e responda às questões de 01 a 06, assinalando a única alternativa correta. Texto 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

Leia mais

Meu pai disse-me, à porta do Ateneu, que eu ia encontrar ( que eu encontraria ) o mundo e que (eu) tivesse coragem para a luta.

Meu pai disse-me, à porta do Ateneu, que eu ia encontrar ( que eu encontraria ) o mundo e que (eu) tivesse coragem para a luta. Tipos de Discurso (exercícios para fixação de conteúdo, bem como material de consulta e estudo). 1. Transforme a fala abaixo em um discurso indireto. Para tal, imagine que há, na cena, um narrador que

Leia mais

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS

TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Sétimo Fórum Nacional de Professores de Jornalismo Praia dos Ingleses, SC, abril de 2004 GT: Laboratório de Jornalismo Eletrônico Trabalho: TELEJORNALISMO E ESTUDOS CULTURAIS Autora: Célia Maria Ladeira

Leia mais

PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE

PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE COORDENAÇÃO COLÉGIO OFICINA 1 PROGRAMA DO 7ª SÉRIE / 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II - 2014 I UNIDADE DISCIPLINA CONTEÚDO COMPETÊNCIAS E HABILIDADES LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO OFICINA DE LEITURA ARTES EDUCAÇÃO

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome:

4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: 4 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de História e Geografia Nome: Querida criança, Além desta revisão, estude, em seu Material Didático, os conteúdos do Volume III. Leia este texto: ASA BRANCA

Leia mais

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE

CRIANÇAS E ADOLESCENTES MISSIONÁRIOS NA CARIDADE Vicente de Paulo dizia: "Que coisa boa, sem igual, praticar a Caridade. Praticá-la é o mesmo que praticar todas as virtudes juntas. É como trabalhar junto com Jesus e cooperar com ele na salvação e no

Leia mais

Pesquisa Qualitativa Campanha Brasil 2010. Regional

Pesquisa Qualitativa Campanha Brasil 2010. Regional Pesquisa Qualitativa Campanha Brasil 2010 Regional Julho de 2010 Pesquisa de Avaliação Campanha Brasil 2010 - Regional No período entre 28 de junho e 02 de julho de 2010 foram realizados os Grupos Focais

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga?

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga? Abdias Aires 2º Ano EM Arthur Marques 2º Ano EM Luiz Gabriel 3º Ano EM Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam

Leia mais

SUPLEMENTO DE ATIVIDADES

SUPLEMENTO DE ATIVIDADES SUPLEMENTO DE ATIVIDADES NOME: N O : ESCOLA: SÉRIE: 1 Considerado um dos mais importantes escritores de todos os tempos, Edgar Allan Poe se inscreveu na história da literatura mundial com seu estilo inconfundível.

Leia mais

Textos base para o Arcadismo

Textos base para o Arcadismo Nome: Nº: Turma: Português 2º ano Textos base para o Arcadismo João J Mai/09 Marília de Dirceu de Tomaz Antonio Gonzaga Textos base para o Arcadismo PARTE I Lira I Eu, Marília, não sou algum vaqueiro,

Leia mais

NARRATIVAS E PRÁTICAS DE LEITURA NA CRECHE: RELATOS SOBRE A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA BEBÊS. Uma experiência com mães.

NARRATIVAS E PRÁTICAS DE LEITURA NA CRECHE: RELATOS SOBRE A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA BEBÊS. Uma experiência com mães. NARRATIVAS E PRÁTICAS DE LEITURA NA CRECHE: RELATOS SOBRE A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA BEBÊS. Uma experiência com mães. Autores: DILMA ANTUNES SILVA 1 ; MARCELO NASCIMENTO 2. Modalidade: Relato de experiência.

Leia mais

Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus

Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus CURSO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO E ESPIRITUAL DESCUBRA A ASSINATURA DE SUAS FORÇAS ESPIRITUAIS Test Viacharacter AVE CRISTO BIRIGUI-SP Jul 2015 Vós sois deuses, pois brilhe a vossa a luz! Jesus I SABER

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: A questão

Leia mais

Data de entrega 16/03/2015 segunda-feira Frase, oração e período

Data de entrega 16/03/2015 segunda-feira Frase, oração e período Nome: Ano: 7 ano Disciplina: P.T. Textos Nº: Data: Professor: Valdeci Lopes Data de entrega 16/03/2015 segunda-feira Frase, oração e período 1. Leia a tirinha abaixo: Reescreva a frase nominal do quadrinho,

Leia mais

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA 1 Especial Formação de Professor Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro apresenta os princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS TEXTO DE APOIO

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS TEXTO DE APOIO AULA 2.2 - A SIGNIFICAÇÃO NA ARTE TEXTO DE APOIO 1. A especificidade da informação estética Teixeira Coelho Netto, ao discutir a informação estética, comparando-a à semântica, levanta aspectos muito interessantes.

Leia mais

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Disciplinas Optativas Publicidade Carga horária total

Leia mais

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10.

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10. Question 1 Question Question LETRA: E Fácil Question 4 LETRA: A Fácil Question 5 Gabarito de Inglês Question 6 LETRA: D Difícil Question 7 LETRA: A Média Question 8 LETRA: C Difícil Question 9 Question

Leia mais

Atividade de Língua Portuguesa 3ª Etapa/2013 6 ano - Profª Maria de Lourdes

Atividade de Língua Portuguesa 3ª Etapa/2013 6 ano - Profª Maria de Lourdes Atividade de Língua Portuguesa 3ª Etapa/2013 6 ano - Profª Maria de Lourdes Hoje em dia, quem brinca com a criança é o brinquedo e não o contrário. Walter Benjamim Brincar é uma arte que encanta o ser

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

COMENTÁRIO DA PROVA QUESTÕES DE PORTUGUÊS

COMENTÁRIO DA PROVA QUESTÕES DE PORTUGUÊS COMENTÁRIO DA PROVA QUESTÕES DE PORTUGUÊS Em meio à grande expectativa que cercava esta primeira edição do novo Enem e, mesmo, à crítica de variados setores sociais, a banca de professores encarregada

Leia mais

Padrão de respostas às questões discursivas

Padrão de respostas às questões discursivas Padrão de respostas às questões discursivas A seguir encontram-se as questões das provas discursivas da 2ª ETAPA do Vestibular UFF 2011, acompanhadas das respostas esperadas pelas bancas. - Grupo L 1 a

Leia mais

PRODUÇÃO ORAL E ESCRITA NO EXAME CELPE-BRAS

PRODUÇÃO ORAL E ESCRITA NO EXAME CELPE-BRAS PRODUÇÃO ORAL E ESCRITA NO EXAME CELPE-BRAS Professoras: Luiza Castro Solange López Indagações: Como preparar um aluno para o exame CELPE-Bras? É importante conhecer a cultura do Brasil? Que habilidades

Leia mais

O Livro de informática do Menino Maluquinho

O Livro de informática do Menino Maluquinho Coleção ABCD - Lição 1 Lição 1 O Livro de informática do Menino Maluquinho 1 2 3 4 5 6 7 8 Algumas dicas para escrever e-mails: 1. Aprender português. Não adianta fi car orgulhoso por mandar um e-mail

Leia mais

Vai ao encontro! de quem mais precisa!

Vai ao encontro! de quem mais precisa! Vai ao encontro! 2ª feira, 05 de outubro: Dos mais pobres Bom dia meus amigos Este mês vamos tentar perceber como podemos ajudar os outros. Vocês já ouviram falar das muitas pessoas que estão a fugir dos

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para o episódio 1, os trabalhos para o episódio 2 também trazem várias questões

Leia mais

PROVA BRASIL: LÍNGUA PORTUGUESA. Ensino Fundamental II. Prof. Me. Luís Fernando Bulhões Figueira

PROVA BRASIL: LÍNGUA PORTUGUESA. Ensino Fundamental II. Prof. Me. Luís Fernando Bulhões Figueira PROVA BRASIL: LÍNGUA PORTUGUESA. Ensino Fundamental II Prof. Me. Luís Fernando Bulhões Figueira Descritor 15 Estabelecer relações lógicodiscursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios

Leia mais