Sumário Introdução 1 1 GNU 5 2 Linux 7 3 O que é o GNU/Debian 9 4 Identificar o Hardware 13 5 Instalação 17 6 Como instalar pacotes 23

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário Introdução 1 1 GNU 5 2 Linux 7 3 O que é o GNU/Debian 9 4 Identificar o Hardware 13 5 Instalação 17 6 Como instalar pacotes 23"

Transcrição

1 Instalando o GNU/Linux Debian 3.1 (Sarge) Apostila Elaborado por Edson Lima Monteiro utilizando LATEX Versão 0.2 Copyleft c de dezembro de 2005 Copyright (c) 2005 Edson Lima Monteiro. É dada permissão para copiar, distribuir e/ou modificar este documento sob os termos da Licença de Documentação Livre GNU, Versão 1.1 ou qualquer versão posterior publicada pela Free Software Foundation, com as Seções Invariantes sendo os textos da Capa da Frente, isto é, Instalando o GNU/Linux Debian 3.1 (Sarge) e Apostila, e sem Textos da Quarta-Capa. Uma cópia da licença pode ser obtida em Sumário Introdução 1 1 GNU 5 2 Linux 7 3 O que é o GNU/Debian Pronúncia Quando surgiu? Codinomes Stable, Testing e Unstable Main, Contrib e Non-Free Custo versus Benefício Identificar o Hardware Fontes de Informação Meu hardware é compatível com o Linux? Meu hardware não é compatível com o Linux! Não compre equipamento sem suporte para Linux Instalação Instalação do sistema básico Configuração do sistema básico Como instalar pacotes Apt-get Encontrar pacotes que contém determinado arquivo Reconfigurar a lista de pacotes Após reconfigurar a lista de pacotes Dpkg Onde está a tal lista de pacotes para instalação?

2 i 7 Ajustes inicias Parar serviços e fechar portas Habilitar um firewall Referência de horário Agendar a sincronização do relógio Horário de Verão Agendar a atualização do sistema operacional Verificar a integridade do sistema Amaciando o motor Plugins do Firefox Editor padrão: JED Administrar usuários Permitir gravar CDs, DVDs e diskets Temas e ícones para o GNOME Temas para o XMMS Configurando impressoras com o CUPS Tocar DVIX com o MPLAYER Compilando o Kernel Preparando o sistema Qual hardware será habilitado? Compilando Do console para as janelas Apt-get: primeiros passos Configurando o servidor gráfico Reconfigurando o X Window: xserver-xfree Como Reiniciar o Servidor Gráfico Gerenciadores leves: fvwm, icewm e window maker Gerênciadores de login: xdm, wdm, gdm e kdm Detectando o mouse Mouse do console: gpm Reconfigurando o mouse do console Acentuação Reconfigurando a acentuação Reconfigurando o Mapa do Teclado Enxuto, mas nem tanto Estação de trabalho ii 12 Arquivos Importantes Onde eles estão? Modelos de configuração A Fontes de Conhecimento 67 iii Introdução

3 Este curso nasceu para ser simples, para mostrar como usar um computador com o sistema operacional GNU/Linux. Recebi o convite para trabalhar nele como uma oportunidade de ajudar mais pessoas a aprender como usar o GNU/Linux. O que era uma oportunidade transformou-se em um desafio pois, uma coisa é ter conhecimento sobre algo, outra é saber compartilhá-lo! Comecei com a idéia fixa de que tinha que ser simples. Comecei a escrever, escrever e escrever. O simples começou a ficar grande. Depois não cabia mais em um capítulo, nem em uma apostila, até chegarmos nesta versão que você está lendo. Já não é mais simples e não mostra muito como usar, mas sim, como instalar. Esta é a uma nova versão adaptada para o Debian 3.1 lançado em junho de Público Alvo O requisito inicial era apenas ser funcionário da USP. Éra para ser um curso simples, não deveria exigir quase nenhum conhecimento específico de informática. Nesta nova versão da apostila eu darei um foco maior no usuário que não é administrador de sistemas. Faremos uma instalação voltada para o uso como Desktop". Com isso pretendo evitar algumas dificuldades encontradas nos outros cursos. Mesmo assim, o aluno ainda aprenderá algums conceitos de administração de servidores. O CCE fornece uma série de cursos da Cisco, dentre eles o de Unix. Este curso poderia ser encarado com uma forma de iniciar com o pé-direito no Linux. 1 2 Praticar, praticar e praticar. Este curso é baseado na prática e na repetição! Uma vez que você completou um estágio guiado pelo instrutor deverá conseguir refazê-lo novamente, de preferência sozinho. A aula utiliza esta apostila como base, mas nem tudo pode estar aqui. Mais detalhes podem ser apresentados durante as discussões e o conteúdo sempre fica mais rico. A tela do monitor do instrutor é projetada em um telão e todos podem ver o que cada passo deve produzir. Você deve vir para este curso sabendo que irá praticar muitas vezes. Por isso é muito importante conseguir equilibrar os conhecimentos mínimos. Se um aluno tem muitas dificuldades o instrutor vai parar a aula para que ele consiga chegar onde os outros estão. Se isso ocorrer muitas vezes, o curso fica truncado, e pode causar muitas frustações a toda a sala.

4 Este não é um curso para ouvir e, em casa ou no trabalho, tirar as dúvidas sobre os temas que não entendeu direito. Você receberá toda a ajuda para aprender o que não sabe, apenas certifique-se que está preparado para participar ativamente. São requisitos necessários: 1. Ter prática em digitação. 2. Alguma familiaridade com instalação de software (windows/linux). 3. Disposição para ajudar o seu colega de bancada. Se você já terminou a configuração do seu computador e seu parceiro não, ajude-o. 4. Leitura antecipada das apostilas do curso. Requisitos desejáveis: 1. Familiaridade com algum editor de texto que pode ser usando no console, por exemplo, o VI. Visite o site e baixe a versão para windows para praticar antes do curso. 2. Familiaridade com Unix. Utilização em outros cursos Use como quiser, respeitando a Licença! 3 Ficarei agradecido se me avisar do uso deste material em algum curso seu ou do qual tenha participado. Escreva-me um contando sua experiência e suas sugestões, assim como a data e o local em que o curso aconteceu. Isto não é uma obrigação, apenas uma gentileza. Novas Versões As atualizações podererão ser encontradas em: docs/curso-instalacao-linux/ ou em Correções Se você encontrou erros nesta apostila, por favor, me avise para que eu possa corrigí-los. Apenas tome o cuidado de verificar se o erro ainda existe no material que está disponível para download". Ele pode ser mais recente do que o seu. Lista de Discussão Existe uma lista de discussão para os alunos do curso. Inscreva-se enviando um para A idéia é criar uma comunidade de usuários do GNU/Linux que participaram deste curso. Quando tiver uma dúvida você poderá procurar na lista. Lá você poderá encontrar mais pessoas que estão começando e dispostas a ajudá-lo. Orkut Também existe um grupo no Orkut (http://www.orkut.com) para tem conta neste sistema. A comunidade está em formação. O endereço é

5 Licença Esta apostila é publicada sob a Licença de Documentação Livre GNU. Você pode obter uma cópia no seguinte site: 4 Agradecimentos Agradeço a paciência e compreensão de todos os meus alunos. A ajuda deles é muito importante na criação desta apostila. Edson Lima Monteiro 1 GNU Falar sobre o projeto GNU e Richard Stallman 5 6 GNU 2 Linux Falar sobre o Linux e Linus Benedictus Torvalds 7 8 Linux 3 O que é o GNU/Debian O Debian é um sistema operacional (SO) livre para seu computador. Um sistema operacional é um conjunto de programas básicos e utilitários que fazem seu computador funcionar. O Debian usa o kernel1 Linux, mas grande parte das ferramentas do sistema operacional vêm do projeto GNU, daí o nome GNU/Linux. O Debian GNU/Linux é mais que um simples SO: ele vem com mais de pacotes contendo softwares pré-compilados e distribuídos em um bom formato, que torna fácil a instalação deles na sua máquina Pronúncia A pronúncia oficial de Debian é débian. Surgiu a partir do nome do criador do Debian, Ian Murdock, e sua esposa, Debra Quando surgiu? O Projeto Debian foi oficialmente fundado por Ian Murdock em 16 de Agosto de Naquele tempo, o conceito de uma distribuição de Linux era novo. Ian pretendia que o Debian fosse uma distribuição criada abertamente, no mesmo espírito do Linux e

6 do GNU (leia seu manifesto fornecido como apêndice nesse documento para maiores detalhes). A criação do Debian teve o apoio do projeto GNU da FSF durante um ano (Novembro de 1994 a Novembro de 1995). 4 1Núcleo de um sistema operacional. 2Retirado do site 3Retirado do site 4Retirado do site Stable, Testing e Unstable 3.3 Codinomes Para saber sobre os nomes que cada uma das versões do Debian recebeu, leia esta referência: 3.4 Stable, Testing e Unstable O desenvolvimento da distribuição Debian segue um rígido controle de qualidade. A versão conhecida como estável (stable) é exaustivamente testada e corrigida. Quando o conjunto de pacotes atinge esta maturidade, eles são congelados (freeze) na versão em que estão, e uma nova versão estável é lançada. O intervalo de tempo entre o lançamento de duas versões estáves pode levar 1 ou até 2 anos. O compromisso é com a qualidade, ao contrário de outras distribuições que soltam releases incompletos, devido as pressões de mercado. Isto é motivo de alguma confusão para aqueles não habituados a utilizar o Debian. Quando uma nova versão de um pacote é lançada, digamos o Apache , ele não é incluído na versão estável, que disponibiliza o Somente problemas graves, como um bug de segurança, é que permitem a alteração de um pacote da distribuição estável. Digamos que a versão estável do Debian esteja utilizando o Apache Se um bug de segurança for encontrado neste pacote, o time de desenvolvimento do Apache vai lançar a versão corrigida com o número , por exemplo. O time de desenvolvimento do Debian também vai corrigir o pacote, mas o número versão dele será alterado para , por exemplo. Alguém não habituado com o Debian vai achar que está usando uma versão errada. Na estrutura de diretórios dos softwares a nova versão do Debian está nas árvores

7 teste e instável. O time de desenvolvimento coloca seus pacotes na árvore experimental. Em seguida os pacotes são migrados para a instável e, após algum tempo, eles são migrados para a árvore teste. Isto significa que ele já teve um tempo suficiente para testes e não apresentou problemas. É possível fazer a instalação de um sistema com a árvore teste, mas isso exige conhecimento para resolver problemas com pacotes jovens. A versão instável exige grande conhecimento e capacidade de resolver problemas de configuração e instalação. Custo versus Benefício Main, Contrib e Non-Free Os pacotes podem ser classificados quanto ao tipo de Licença de Software que seguem. No site do Debian podemos encontrar a seguinte explicação: Todos os pacotes incluídos a distribuição oficial do Debian são livres de acordo com a Definição Debian de Software Livre. Isso assegura uso livre e redistribuição de pacotes com seu código fonte completo. A distribuição oficial do Debian é a que está contida na seção main do repositório do Debian. Como um serviço para nossos usuários, provemos pacotes em seções separadas que não podem ser incluídas na distribuição main por causa de uma licença restritiva ou problemas legais. Eles incluem: Contrib Pacotes nessa área são livremente licenciados pelo detentor do copyright mas dependem de outros pacotes que não são livres. Non-Free Foram retirados a partir do Sarge. Note que os mesmos pacotes podem aparecer em muitas distribuições, mas com números de versão diferentes Custo versus Benefício Para evitarmos algums enganos ou incompreensões, precisamos falar acerca do elevado tempo entre novas versões do Debian. Quando uma versão estável é liberada, ela não é alterada a menos de algum bug. Quando isto ocorre, apenas o pacote problemático é corrigido e não atualizado para a versão mais recente. É muito importante que você tenha isso em mente quando for fazer uma instalação. Isso torna-se um incômodo pricipalmente quando se faz a instalação de uma estação de trabalho. Geralmente um usuário quer a versão mais recente de determinado programa, seja por melhorias no código, seja por novas características. Se você estiver

8 usando a versão estável, a única forma de conseguir isso é instalar a versão mais recente. Isso pode exigir desde a recompilação do próprio programa, até a recompilação dele e de seus pré-requisitos. Você não vai conseguir isso fazendo o apt-get install. Se a sua instalação for para um servidor, isso pode ser menos problemático. Na maior parte do tempo você estará suficientemente provido de bons pacotes. Um servidor também precisa de um administrador experiente e capaz de manter o sistema 5http://www.br.debian.org/distrib/packages 12 Custo versus Benefício funcionando. Teoricamente ele seria capaz de instalar um pacote que não está na distribuição Debian. Em alguns casos, o CD de instalação pode não conter um drive para uma versão nova de controladora SCSI. Isso vai exigir mais do administrador para que ele consiga fazer a instalação do sistema operacional. Eventualmente, ele poderá gerar um disket com os módulos necessários. Em casos como esse, as soluções começam a deixar de ser triviais. Com a intencão de utilizar versões mais novas de alguns pacotes, alguém pode ter a idéia de misturar a árvore estável com a teste ou pior, com a instável. Este procedimento pode gerar resultados imprevisíveis, e nem sempre você poderá encontrar ajuda por estar fazendo algo muito fora dos padrões. Você deve saber isso antes de instalar um servidor ou uma máquina de mesa. Se a versão estável pode ser estável como uma rocha, ela pode ser dão dura quanto se precisar de um programa novíssimo! 4 Identificar o Hardware Vamos descobrir se o sistema tem os pré-requisitos de hardware para a instalação. 4.1 Fontes de Informação As fontes de informações necesssárias para o conhecimento do hardware de que dispomos são: Manuais de cada compontente do computador. Na falta dos manuais, as caixas de embalagem dos compontes. Informações fornecidas pela BIOS. Outro sistema operacional que já esteja instalado no computador. O administrador da sua rede local ou provedor de Internet.

9 A tabela 4.1 mostra as principais informações que devemos obter para cada compontente específico: 4.2 Meu hardware é compatível com o Linux? Agora que temos a descrição dos principais componentes instalados em nosso computador, precisamos saber se eles são compatíveis com o Linux. Além disso, é preciso saber se a versão do Linux que iremos instalar suporta este hardware. As versões que são desenvolvidas por grandes empresas como a Red Hat, Conectiva ou Suse, costumam ter os drives mais recentes. Outras versões, como a Debian, não contem estes drives em suas versões estáveis Meu hardware é compatível com o Linux? Informações para cada tipo de componente Componente Quantidades ou Ordem ou Tipo Descrição dos Itens Quantos discos existem A ordem em que estão instalados Disco Rígido Quais são as partições Capacidade (Gb) Modelo e fabricante Resoluções suportadas Taxa de atualização horizontal (opcional) Monitor Taxa de atualização vertical (opcional) Tamanho da Tela (Polegadas) Tipo: serial, ps2 ou usb Mouse Fabricante Número de Botões Modelo e Fabricante Taxa suportada (10 ou 100 Mb/s) Número IP Placa de Rede Netmask Gateway Servidor DNS Nome do computador (host) Domínio Placa de Vídeo Modelo e Fabricante Memória de vídeo disponível Placa de Som Modelo e Fabricante Modelo e Fabricante Memória Quantidade disponível Processador Modelo e Fabricante Frequência (Mhz) Tabela 4.1: Tabela com especificicação do hardware do computador. As fontes de informação sobre a compatibilidade do hardware com a versão do Linux, podem ser, entre outras, as seguintes:

10 Linux Hardware Compatibility HOWTO (http://www.linorg.usp.br/ldp/howto/hardware-howto/ ) LinuxPrinting.org (http://www.linuxprinting.org/) Site do Fabriante do Hardware Grupos de Discussão da versão de Linux utilizada Não compre equipamento sem suporte para Linux 15 Sites de Busca (http://www.google.com/) 4.3 Meu hardware não é compatível com o Linux! Neste caso, procure substituir o componente que não é compatível. Em geral, os componentes mais antigos ou que existem no mercado há alguns meses, funcionam facilmente e até podem ser reconhecidos automaticamente. Infelizmente, nem todos os fabricantes de hardware lançam drivers para o Linux! 4.4 Não compre equipamento sem suporte para Linux Se você tiver influência nas decisões de compra de sua unidade, alerte seus colaboradores. Na sua unidade de trabalho, explique os perigos da compra de hardware sem suporte para Linux. No futuro, se você for tentar utilizar aquele computador com o Linux, poderá ficar frustrado. Corre-se o risco de aprisionar-se duas vezes, uma quando comprar um software proprietário e, a outra, quando comprar hardware com suporte para apenas um sistema operacional proprietário. Imagine as seguintes possibilidades: Não existem recursos para comprar um software proprietário e você decidiu que quer experimentar um similar, mas que só roda em Linux. Um computador será substituído por outro mais novo, e você gostaria de utilizar o antigo com Linux. O software mais adequado ou eficiente que você quer utilizar roda melhor no Linux (Apache por exemplo). Se você comprou a placa de rede novíssima no mercado, de um fabricante que não expecifica nenhuma versão de Linux em as plataformas suportadas, você está em uma armadilha. Só poderá utilizar os sistemas operacionais suportados, que provavelmente são os proprietários. Em uma empresa pública essa questão é extremamente importante. O dinheiro público deve ser gasto da melhor forma possível! Se a melhor alternativa for um produto 16 Não compre equipamento sem suporte para Linux proprietário, tudo bem, que vença o melhor. Mas se a melhor alternativa for Livre, não fique aprisionado no hardware também1.". 1Nota do autor

11 5 Instalação A instalação pode ser dividida em duas parte. A primeira é aquela em que se faz o boot do computador com o CD de instalação. É nesta parte que o hardware do computador é detectado, o disco rígido é particionado e a rede é configurada. Na segunda parte serão criadas as contas de usuários, o horário do computador será configurado, os CDs de instalação serão apresentados", será escolhido o tipo de instalação, o video será configurado e um servidor de local. 5.1 Instalação do sistema básico 1. Boot o computador e entre na BIOS para configurar o CDROM como o primeiro dispositivo a ser lido. Em caso de dificuldades chame o instrutor. 2. Ainda na BIOS, desative a opção Ctrl+Alt+Backspace como sequência de reboot do computador. 3. Tela inicial, digite : linux26 4. Choose language : Portuguese (Brazil) - Português do Brasil 5. Selecione um layout de teclado : Portugês Brasileiro (layout Americano) 6. O sistema de instalaçao tentará detectar o leitor de CDROM. Alguns componentes do programa instalador serão carregadas. 7. O instalador tentará detectar um servidor de DHCP para configurar a rede. 8. A configuração automática da rede vai falhar porque não encontrará um servidor DHCP. 9. Configurar a rede: Instalação do sistema básico Configurar a rede manualmente Endereço IP Máscara de rede Gateway Endereços dos servidores de nomes (DNS) Nome da máquina Nome do domínio 10. O instalador tentará detectar os HDs e todo o resto do hardware. 11. Particionar discos: Editar manualmente a tabela de partições IDE1 principal (hda) - escolha a partição indica pelo instrutor Usar como: sistema de arquivos com journaling ext3 Ponto de montagem: / Opções de montagem: defaults Rótulo: / Blocos reservados: 5%

12 Uso típico: padrão Flag Inicializável: desligado Tamanho: X GB Finalizar a configuração da partição. Escolha a partição swap (àrea de troca) existente. Ela deve ficar com a seguinte configuração: Usar como: àrea de troca Flag Inicializável: desligado Tamanho: Y MB Finalizar a configuração da partição Finalizar o particionamento e gravar as mudanças no disco Gravar essas mudanças nos discos? Selecione: Sim. 12. O sistema básico do Debian será instalado. 13. Instalar o GRUB em um disco rígido: Sim. 14. Finalizar a instalação: Escolha: Continuar. O sistema vai rebootar Configuração do sistema básico Configuração do sistema básico Após o reboot o sistema iniciará com um menu de fundo azul, é o grub. Deverão constar neste menu opções para iniciar pelo Linux e pelo Windows que já existia na máquina. 1. Bem-vindo ao seu novo sistema Debian? Pressione a tecla Enter. 2. Insira o primeiro CD de instalação no drive de CDROM. 3. Configuração de fuso horário: O relógio de hardware está configurado para GMT : Não. Selecione seu fuso horário: Leste 4. Configurando passwd: Senha do root: xxxxx Informe a senha novamente para verificação xxxx Informe um nome completo para o novo usuário: Edson Lima Monteiro Informe un nome de usuário para sua conta: killbill Informe uma senha para o novo usuário: xxx Informe a senha novamente para verificação: xxx 5. Configuração do apt1: O instalador vai ler o primeiro CD. Em seguida o instalador irá perguntar: Scanear outro CD? Retire o CD 1 e insira o CD 2 no drive de CDROM. Agora escolha SIM e pressione a tecla ENTER. Repita o procedimento acima até chegar no último CD. Após scanear o último CD, escolha a opção NÃO. O instalador fará um acesso ao servidor de atualizações para verificar se consegue alcançá-lo. Método de acesso ao repositório para o apt. Escolha CDROM. Arquivo de dispositivo do CD-ROM: /dev/cdrom Adicionar outra fonte apt? Escolha NÃO.

13 Utilizar atualizaçòes de segurança de security.debian.org? Escolha NÃO. 20 Configuração do sistema básico 6. O instalador fará a instalação de dois pacotes chamados mdetect e read-edid. 7. Seleção de software Debian. Escolha a opção Ambiente Desktop e, com a tecla TAB, escolha OK e pressione a tecla Enter. Este paço vai isntalar 738 pacotes e precisa de 1566 Mb de espaço. 8. Dicitionares-common: Ispell dictionary. Escolha: portugues brasileiro (Brazilian Portuguese) 9. Configurando ssh: Escolha: OK. Permitir somente protocolo SSH versão 2: SIM Deseja2que /usr/lib/ssh-keysign seja instalado SUID root: Não Você deseja executar o servidor ssh? Não. 10. Configurando libpango1.0-coomon: OK Deseja delgar o gerenciamento de fontes ao defoma: SIM. 11. Configurando cdrecord. Você deseja que os binários do cdrecord sejam instalados SUID root? SIM. 12. Configurando cvs: OK. ignorar OK Não 13. Qual o tamanho de papel deverá ser o padrão do sistema3? Escolha: A Configurando mozilla-browser: auto. 15. Configurando kpilot: Nenhuma. 16. Configurando xserver-xfree86 : 1Possível bug. No sistema em que estava simulando a instalação o procedimento de scanear os CDs teve que ser feito duas vezes. Em máquinas em que fiz uma instalação real eu nunca tive este problema. 2Bug de tradução: a palavra que aparece duas vezes. 3Outro bug de tradução. O correto seria "ser". Configuração do sistema básico 21 Tentar autodetectar o hardware de vídeo: SIM. OK OK Não digite nada, apenas use a opção OK. Tentar autodetectar o dispositivo de mouse? SIM OK OK Tentar autodetectar o monitor? SIM Seu monitor é um dispositivo LCD? Não OK simples Até 14 polegadas (355 mm) 15 polegadas (380 mm)

14 Selecione as últimas 3 resoluções se o seu monitor for de 15. OK Configurando o Exim v4 (exim-config) : Dividir a configuração em pequenos arquivos? Não Tipo geral de configuração de somente entrega local ; fora de uma rede Nome do sistema de entrega: debian.usp.br Ok debian.usp.br Destinatário das mensagens para root e postmaster: killbill 18. FIM: OK. Caso sejam exibidas algumas telas com mensagens de erros, logo após entrar no Gnome pela primeira vez, instale os seguintes pacotes: xxkb e xkbsel 22 Configuração do sistema básico 6 Como instalar pacotes 6.1 Apt-get O principal instalador de pacotes que vamos utilizar é o apt-get. Será com ele que, na maior parte das vezes, iremos instalar ou remover um pacote. É frequente falarmos em pacotes ao invés de programas quando o assunto é instalação. Isso vem da idéia de empacotamento de programas, que é a forma como cada distribuição organiza os programas que a constituem. No Debian, cada pacote termina com a extensão.deb, nas distribuições derivadas do RedHat a extensão é.rpm. Alguns pontos sobre como usar o apt-get devem ser ressaltados: 1. Apenas o usuário root pode instalar ou remover pacotes. 2. Só uma instância do apt-get pode ser executada. A segunta tentativa de iniciar, simultaneamente, a instalação de um pacote, vai gerar uma mensagem de erro. Para instalar um pacote o apt-get segue a seguinte ordem: Baixa Ele acessa o mirror que você configurou e faz o download do pacote para o seu computador. O diretório /var/cache/apt/archives recebe os pacotes baixados. Abre o arquivo O pacote é aberto para iniciar a instalação. Configura Dependendo do pacote, antes de instalar, é necessário perguntar sobre algum tipo de preferência ao usuário. Instala Todos os componentes do pacote são copiados para os diretórios devidos. As principais acões que executaremos com este comando são:

15 23 24 Apt-get apt-get update Existe uma lista que contém uma descrição de todos os pacotes disponíveis para o Debian. O apt-get não é um advinho! Ele consulta esta lista para saber o que pode instalar. Este comando faz uma comparação entre a lista que você tem armazenada e a lista que está no servidor de pacotes. Se a sua lista for mais velha, ele faz o download da mais recente. A atualização de um único pacote provoca o lançamento de um nova lista. apt-get upgrade No caso de existir uma nova lista de pacotes, você deve verificar se, para algum programa que está instalado em seu sistema, existe uma versão mais recente. Ao executar o apt-get upgrad, se nenhum pacote for instalado, significa que o pacote que gerou a emissão da nova lista não está instalado em seu sistema. Caso contrário, a nova versão deste programa será instalada. Não é preciso dizer qual pacote você quer atualizar, independente de ser um ou dez, ele fará tudo sozinho. apt-get clean Após a instalação de um pacote, não precisamos mais manter o arquivo.deb em nosso sistema. O processo de instalação não remove os pacotes baixados! Se você não removê-los começará a acumulá-los no disco rígido. Com o passar do tempo isso pode causar um problema de falta de espaço. apt-get install NOME Executamos este comando para instalar um pacote chamado NOME. Se queremos instalar mais programas, basta escrever todos os nomes, separados por pelo menos um espaço. Se um pacote precisa de outros para ser instalado, isto é, se ele tem pré-requisitos, eles também serão selecionados para instalar. Quando você pede para instalar um pacote que não tem dependências, o download começa imediatamente. Caso existam dependências, elas são mostradas para você e o programa espera a sua confirmação (Y/n) para continuar. Existem vários motivos para ele esperar por uma confirmação: a lista de dependências pode ser muito grande e você não quer instalar todos os pacotes, você não tem espaço em disco suficiente para instalar o programa e/ou suas dependências, o pacote é incompatível com outro já instalado e ele exige que este seja removido. apt-get remove NOME Para remover um ou mais pacotes executamos este comando. Estaremos desfazendo a instalação, não removendo o pacote com a extensão.deb do disco rígido. Em alguns casos os arquivos de configuração do pacote são mantidos. Isso pode ser bom ou mal. Se você removeu um pacote por acidente, todo o seu trabalho de configuração dele ainda estará preservado. Preste atenção às mensagens mostradas durante a remoção de um pacote para saber o que está acontecendo.

16 apt-get purge remove NOME Para remover um pacote e seus arquivos de configuração Encontrar pacotes que contém determinado arquivo 25 apt-get install reinstall NOME Em algumas situações precisaremos reinstalar um pacotes já existente. Este é o comando que permite que isso aconteça. Tome o cuidade de fazer uma cópia dos seus arquivos de configuração para não ter surpresas. Esse comando será usado poucas vezes durante o curso. Se você seguir todos os passos nem precisará dele. Você deve estar se perguntando como fazer para saber o que instalar, ou qual o nome de um determinado programa no Debian. Para responder a essas dúvias vamos aprentá-los a três programas criados para resolver este problema. apt-cache search NOME Para procurar por um pacote chamado NOME executamos este comando. Ele faz uma pesquisa na lista de pacotes disponíveis para instalar. A saída apresenta todos os pacotes que apresentam a palavra que você forneceu como argumento. Existem formas mais complexas de busca que podem ser mais claras ou mais específicas, geralmente a utilzação do comando grep para filtrar a saída já é o suficiente. apt-cache show NOME Uma vez descoberto o nome correto do pacote no Debian, você pode querer uma descrição dele. gnome-apt Interface gráfica para o apt. Pode ser mais amigável para aqueles que não gostam do console como ambiente de trabalho. synaptic Outra interface gráfica. Ele também é utilizado em outras distribuições, a Conectiva é uma delas. 6.2 Encontrar pacotes que contém determinado arquivo Em algumas situações, tais como a compilação de um programa através do código fonte, faz-se necessário descobrir qual pacote possui determinado arquivo. Imagine a situação em que, durante a etapa de configure do programa que você for compilar, receba uma mensagens de erro apontando a falta do arquivo glibconfig.h. Como fazer para encontrar em qual, das centenas de pacotes, está aquele que contém o arquivo glibconfig.h? No link ao final da página, você encontrará dois formulários. O primeiro serve para procurarmos usando o nome, ou parte do nome, de um pacote. Você encontrará nomes de pacotes que contém o texto

17 que você forneceu ao formulário. Este tipo de pesquisa tem uma saída semelhante ao apt-cache search NOME. 26 Reconfigurar a lista de pacotes O segundo formulário procura por arquivos dentro de pacotes. Por exemplo, se eu quiser descobrir qual pacote possui o arquivo glibconfig.h na distribuição Sarge ou testing o preenchimento do formulário ficaria assim: Palavra chave glibconfig.h Mostrar pacotes que contém arquivos ou diretórios cujos nomes contém a palavra chave Sensível à casa não Distribuição sarge Arquitetura Intel x86 O resultado desta pesquisa retornaria: You have searched for glibconf in testing, architecture i386. Found 2 matching files/directories, displaying files/directories 1 to 2. FILE PACKAGE usr/lib/glib-2.0/include/glibconfig.h libdevel/libglib2.0-dev usr/lib/glib/include/glibconfig.h libdevel/libglib1.2-dev Agora você descobriu que existem dois pacotes com o arquivo glibconfig.h: libglib2.0- dev e libglib1.2-dev. Poderá instalar um deles e reiniciar a compilação. Se você instalar a versão 1.2, pode ser que a mensagem de erro ao invés de reclamar a falta do arquivo glibconfig.h, reclame da versão. Neste caso, bastaria instalar o pacote com da versão 2.0, isto é, o pacote libglib2.0-dev. 6.3 Reconfigurar a lista de pacotes Os pacotes que instalaremos em nosso sistema estão disponíveis em servidores ao redor do mundo. Estes servidores contém todos os pacotes disponíveis para o Debian. Eles são criados com uma técnica de espelhamento e, graças a isto, podemos baixar os pacotes do servidor mais próximo de nós, diminuindo o tempo de instalação. A qualquer momento podemos reconfigurar a lista de servidores que utilizaremos através de uma das duas possibilidades abaixo: 1. Editar o arquivo de configuração /etc/apt/sources.list 2. Executar o comando apt-setup. Reconfigurar a lista de pacotes 27 Com o passar do tempo você poderá achar que a edição do arquivo é mais rápida ou mais confortável, principalmente se você estiver usando o editor VI1. Neste curso nós iremos editar o arquivo para que ele fique igual ao mostrado na tabela abaixo: deb sarge main contrib

18 deb sarge/updates main contrib deb sarge/updates main contrib deb stable/volatile main Tabela 6.1: Apontando o apt-get para o Linorg. Na eventual falta do Linorg, outros servidores também podem ser utilizados: ftp.debian.org ftp.br.debian.org linux.iq.usp.br sft.if.usp.br ftp.de.debian.org Tabela 6.2: Servidores alternativos do apt-get. Para usarmos o primeiro servidor acima, no lugar do Linorg, o arquivo de configuração ficaria assim: deb ftp://ftp.br.debian.org/debian sarge main contrib deb sarge/updates main contrib Tabela 6.3: Apontando o apt-get para o servidor principal do Brasil. Note que para os endereços de sites de FTP o início da linha é deb ftp:// e para os sites de HTTP o início é deb Uma lista completa de servidores do projeto Debian pode ser encontrada no endereço A ordem das linhas faz diferença, o primeiro servidor a ser consultado é o da primeira linha e assim por diante. Assim, devemos colocar o que está mais próximo no início do arquivo. Também não pode haver espaço entre o início da linha e a palavra deb. 1Brincadeirinha! Você pode preferir o VIM. 28 Dpkg Cada linha representa uma lista que deverá ser copiada para o seu sistema. Se você encontrar alguma linha que comece com deb-src, poderá comentá-la, isto é, acrescentar o sinal # no início da linha. Este tipo de linha serve para baixar o código fonte de um programa. Lembre-se que os pacotes com extensão.deb já foram compilados para uma arquitetura específica, por isso, é só pegar e instalar. Quando você quer compilar um programa, precisa do seu código fonte. deb-src sarge main Tabela 6.4: Exemplo de como baixar o código fonte. 6.4 Após reconfigurar a lista de pacotes Todas as vezes que você alterar o arquivo /etc/apt/sources.list deverá atualizar a(s) lista(s) existentes no seu sistema, fazendo:

19 # apt-get update Se não fizer isso e, tentar instalar um novo pacote, receberá uma mensagem de erro. 6.5 Dpkg É importante lembrar do comando dpkg. Ele também instala, remove e reconfigura pacotes. É menos usados para a instalação porque não traz as dependências. Se um pacote X tem os pacotes Y e Z como suas dependências, você teria que baixá-los em sua máquina e instalá-los antes do pacote X. Imagine o problema que você pode enfrentar se os pacotes Y e Z tem dependências. E se as dependências destes também tem suas próprias dependências? Já percebeu onde isso leva, não é? O RedHat e o Conectiva possuem o comando equivalente chamado rpm. A Conectiva portou o apt-get para a sua distribuição e o funcionamento é o mesmo do apt-get do Debian. O dpkg será importante quando quisermos reconfigurar o nosso servidor gráfico fazendo: Onde está a tal lista de pacotes para instalação? 29 dpkg-reconfigure xserver-xfree86 Podemos usar o dpkg para saber quais os pacotes temos instalados no sistema: dpkg -l Outro uso muito importante do dpkg é quando a instalação pára por algum problema de configuração. Este problema pode ter sido causado porque algum pacote em seu sitema está em um estado incorreto. Guarde-o bem em sua memória, ele poderá lhe ajudar muito. dpkg configure -a Em outras palavras, você está pedindo para o dpkg verificar e corrigir a configuração de todos os pacotes. Se ele não conseguir arrumar a casa pode ajudar a identificar qual o pacote problemático. 6.6 Onde está a tal lista de pacotes para instalação? A esta altura você já sabe que devemos manter a lista de pacotes disponíveis para instalação atualizada. Sempre que um bug de segurança é descoberto, esta lista é atualizada. Somente após a atualização da lista seremos capazes de descobrir se é preciso atualizar um pacote já instalado usando o comando apt-get upgrade. Experimente ler a lista com o seguinte comando: less /var/lib/dpkg/available.

20 30 Onde está a tal lista de pacotes para instalação? 7 Ajustes inicias Neste ponto já temos o computador com uma instalação para Desktop", isto é, com a maior parte dos programas que são usados pelos usuários. É uma instalação voltada para as tarefas do dia-a-dia como editar arquivos, navegar na internet, gravar CDs, ouvir musicas, editar imagens. O que vamos fazer agora são alguns ajustes à configuração padrão realizado pelo pelo programa de instalação. Ajustes após a instalação devem ser encarados como uma coisa normal e necessária. Os programas de instalação tentam ser flexíveis o suficiente para adaptarem-se ao maior número de usuários possíveis. Seria muito difícil habilitar em um programa de instalação muitos perfis diferentes entre si. Um usuário de Desktop tem um perfil diferente de outro que é administrador de sistemas, que é diferente do designer gráfico. Os procedimentos que estudaremos são: Parar serviços desnecessários ou fechar portas. Habilitar um firewall. Referência de horário. Agendar a sincronização do relógio. Horário de verão. Agendar a atualização do sistema operacional. Veririficar a integridade do sistema. Compilar o Kernel mais recente (próximo capítulo) Parar serviços e fechar portas Ajustes devem ser realizados em qualquer máquina recém instalada. Encare isso como uma medida de segurança preventiva, vai beneficiar você e todos os outros usuários da sua rede. Em palestras sobre segurança de computadores é comum ouvir a frase: Uma corrente é tão forte quanto o seu elo mais fraco. Não importa que a sua rede tenha 100 computadores seguindo todas as normas da política de segurança1se 1 deles não está. Este único computador vai ser a porta de entrada para um invasor. Programas importantes deste capítulo: rcconf, nmap, netstat, lsof, chkrootkit Arquivos importantes deste capítulo:

22:59:36. Introdução à Informática com Software Livre

22:59:36. Introdução à Informática com Software Livre 22:59:36 Introdução à Informática com Software Livre 1 22:59:36 O Debian é uma distribuição GNU/Linux desenvolvida abertamente por um grupo mundial de voluntários, no esforço de se produzir um sistema

Leia mais

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação.

INICIALIZAÇÃO RÁPIDA. 1 Insira o CD 1 ou DVD do Novell Linux Desktop na unidade e reinicialize o computador para iniciar o programa de instalação. Novell Linux Desktop www.novell.com 27 de setembro de 2004 INICIALIZAÇÃO RÁPIDA Bem-vindo(a) ao Novell Linux Desktop O Novell Linux* Desktop (NLD) oferece um ambiente de trabalho estável e seguro equipado

Leia mais

Instalando o Debian em modo texto

Instalando o Debian em modo texto Instalando o Debian em modo texto Por ser composto por um número absurdamente grande de pacotes, baixar os CDs de instalação do Debian é uma tarefa ingrata. Você pode ver uma lista dos mirrors disponíveis

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3

Curso GNU/Linux. Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3. Existe apenas uma partição com espaço livre...3 Cesar Kállas - cesarkallas@gmx.net Curso GNU/Linux Realização CAECOMP Puc Campinas 2004 Capítulo 3 Instalação do Linux...2 O HD não possui nenhuma partição...3 O HD tem espaço livre não particionado...3

Leia mais

Para continuar, baixe o linux-vm aqui: http://www.gdhpress.com.br/downloads/linux-vm.zip

Para continuar, baixe o linux-vm aqui: http://www.gdhpress.com.br/downloads/linux-vm.zip Se, assim como a maioria, você possui um único PC ou notebook, uma opção para testar as distribuições Linux sem precisar mexer no particionamento do HD e instalar o sistema em dualboot, é simplesmente

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Prof. Rossano Pablo Pinto Dezembro/2012 Versão 0.2 (em construção) Prof. Rossano Pablo Pinto - http://rossano.pro.br 1

Prof. Rossano Pablo Pinto Dezembro/2012 Versão 0.2 (em construção) Prof. Rossano Pablo Pinto - http://rossano.pro.br 1 Visão geral sobre o processo de instalação e manutenção de instalações de software. Notas de aula. (aka lecture notes on Package Management Systems and software installation :)) Prof. Rossano Pablo Pinto

Leia mais

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Autor: Alexandre F. Ultrago E-mail: ultrago@hotmail.com 1 Infraestrutura da rede Instalação Ativando o usuário root Instalação do Webmin Acessando o Webmin

Leia mais

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos

Partição Partição primária: Partição estendida: Discos básicos e dinâmicos Partição Parte de um disco físico que funciona como se fosse um disco fisicamente separado. Depois de criar uma partição, você deve formatá-la e atribuir-lhe uma letra de unidade antes de armazenar dados

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS Campus Rio Pomba. Eu defendo!!! Mini Curso. Linux

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS Campus Rio Pomba. Eu defendo!!! Mini Curso. Linux INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS Campus Rio Pomba Mini Curso Linux Eu defendo!!! Apresentação Rafael Arlindo Dias Técnico em Informática CEFET Rio Pomba/MG Cursos

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

Instalação Remota Distribuição Linux

Instalação Remota Distribuição Linux Instalação Remota Distribuição Linux A distribuição linux utilizada para a instalação é a Debian. Download pode ser realizado acessando o site: http://www.debian.org Distribuição Linux Instalação Remota

Leia mais

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação.

Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. Julgue os itens a seguir referentes a conceitos de software livre e licenças de uso, distribuição e modificação. 1.Todo software livre deve ser desenvolvido para uso por pessoa física em ambiente com sistema

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores. Módulo LPI Aula 5. Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes?

Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores. Módulo LPI Aula 5. Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes? Universidade Tuiuti do Paraná Especialização em Redes de Computadores Módulo LPI Aula 5 Meu Deus do Shell! Porque eu não optei pelo Linux antes? 1 [1] NEVES, Júlio César Gerenciamento de Pacotes Por que

Leia mais

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual

Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma maquina virtual Maria Augusta Sakis Tutorial: Instalando Linux Educacional em uma Máquina Virtual Máquinas virtuais são muito úteis no dia-a-dia, permitindo ao usuário rodar outros sistemas operacionais dentro de uma

Leia mais

Guia de atualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53

Guia de atualização passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Guia de passo a passo do Windows 8 CONFIDENCIAL 1/53 Índice 1. 1. Processo de configuração do Windows 8 2. Requisitos do sistema 3. Preparações 2. 3. usando 4. usando o DVD de 5. usando o DVD de 6. 1.

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux

SOFTWARE LIVRE. Distribuições Live CD. Kernel. Distribuição Linux SOFTWARE LIVRE A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades. Acesso ao código-fonte é um pré-requisito

Leia mais

Como instalar Windows XP

Como instalar Windows XP Como instalar Windows XP 1 Como instalar Windows XP Existem 2 opções para instalar XP: Opção A: para micro novo sem Sistema Operacional instalado (Exemplo de sistema operacional:windows 98, Windows 2000,

Leia mais

Manual de Instalação. Instalação via apt-get. SIGA-ADM versão 12.02

Manual de Instalação. Instalação via apt-get. SIGA-ADM versão 12.02 Manual de Instalação Instalação via apt-get SIGA-ADM versão 12.02 Índice de capítulos 1 - Pré-requisitos para instalação..................................................... 05 2 - Instalando o SIGA-ADM..............................................................

Leia mais

Manual de instalação. Manual de instalação. Liberdade. Liberdade. Versão 1.0.0-31/10/2002. Versão 1.0.0-31/10/2002

Manual de instalação. Manual de instalação. Liberdade. Liberdade. Versão 1.0.0-31/10/2002. Versão 1.0.0-31/10/2002 Liberdade Manual de instalação Liberdade Manual de instalação Versão 1.0.0-31/10/2002 Versão 1.0.0-31/10/2002 Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com.br

Leia mais

Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0

Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 2007 Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 Por: Rafael Nink de Carvalho Web site: 2 Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 Por: Rafael Nink de Carvalho Machadinho D Oeste RO Agosto 2007

Leia mais

Lazarus pelo SVN Linux/Windows

Lazarus pelo SVN Linux/Windows Lazarus pelo SVN Linux/Windows Sei que não faltam artigos sobre como obter e compilar o Lazarus e o FPC pelo SVN, mas sei também que nunca é de mais divulgar um pouco mais e talvez escrever algo diferente.

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

RISO <> Versão 0.5. Manual do Usuário. Escrito por Germano Teixeira de Miranda

RISO <<Recuperação por Imagem de Sistema Operacional>> Versão 0.5. Manual do Usuário. Escrito por Germano Teixeira de Miranda RISO Versão 0.5 Manual do Usuário Escrito por Germano Teixeira de Miranda Divisão de Gerencia e Operações - DGO Departamento de Recursos em Informática

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO LINUX ESSENTIALS Presencial (40h) - À distância (48h) Conhecendo um Novo Mundo Introdução ao GNU/Linux Distribuições GNU/Linux Linux Inside: Instalação Desktop Debian e CentOS Primeiros

Leia mais

Manual de Resoluções de Problemas de Hardware e do Sistema Operacional Linux nos Computadores do Beija-Flor

Manual de Resoluções de Problemas de Hardware e do Sistema Operacional Linux nos Computadores do Beija-Flor Manual de Resoluções de Problemas de Hardware e do Sistema Operacional Linux nos Computadores do Beija-Flor 1 1. Introdução. O objetivo desta documentação é ajudar o leitor a identificar os problemas físicos,

Leia mais

Atualizando do Windows XP para o Windows 7

Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizar o seu PC do Windows XP para o Windows 7 requer uma instalação personalizada, que não preserva seus programas, arquivos ou configurações. Às vezes, ela

Leia mais

Faculdades Senac Pelotas

Faculdades Senac Pelotas Faculdades Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Introdução a informática Alunos Daniel Ferreira, Ícaro T. Vieira, Licurgo Nunes Atividade 4 Tipos de Arquivos Sumário 1 Tipos

Leia mais

Manual de Instalação. Instalação via apt-get

Manual de Instalação. Instalação via apt-get Manual de Instalação Instalação via apt-get Índice de capítulos 1 - Pré-requisitos para instalação......................................... 01 2 - Instalando o SIGA-ADM.................................................

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Índice 3 Introdução 4 Requisitos Necessários 5 Visão Geral da Instalação 5 Passo 1: Buscar atualizações 5 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 5 Passo 3: Instalar

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais

International Syst S/A

International Syst S/A As informações contidas neste documento pertencem à International Syst S/A. Qualquer questão referente à utilização deste documento ou informações contidas no mesmo deverão ser dirigidas à International

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Revisão: Seg, 21 de Março de 2011 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4 1.1. Pré Requisitos...4 1.2. Na Prática...4 1.2.1. Download...4

Leia mais

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Objetivo: Instalar e configurar o sistema operacional Linux CentOS e efetuar suas configurações iniciais. 1- Abra o Virtuabox e clique em novo, e configure conforme

Leia mais

Preparação: Verifique se a máquina virtual já está copiada em sua máquina Execute o VMWare Acesse o Linux com o usuário asa e senha aslinux12

Preparação: Verifique se a máquina virtual já está copiada em sua máquina Execute o VMWare Acesse o Linux com o usuário asa e senha aslinux12 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNC. E TEC. DA PARAÍBA CURSO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM TELEMÁTICA DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS PROFESSOR: ANDERSON COSTA ASSUNTO: MÓDULOS, DISPOSITIVOS DE

Leia mais

Instalação em Dual Boot

Instalação em Dual Boot Manual Instalação em Dual Boot tutorial de instalação Dual boot Windows XP e o Linux Educacional 2.0 Francisco Willian Saldanha Analista de Teste de Sistemas MEC/SEED/DITEC/CETE Manual Instalação em Dual

Leia mais

Guia de Instalação e Configuração do Ubuntu 12.04

Guia de Instalação e Configuração do Ubuntu 12.04 Guia de Instalação e Configuração do Ubuntu 12.04 Autor: Aécio Pires João Pessoa-PB FLISOL Patos - UFCG 2012 1 Guia de instalação e configuração do Ubuntu 12.04 LTS Sumário SUMÁRIO...

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Criado por: Flavio Henrique Somensi flavio@opens.com.br Revisão: qui, 25 de abril de 2013 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4

Leia mais

Rafael Nink de Carvalho

Rafael Nink de Carvalho Rafael Nink de Carvalho Conteúdos a serem trabalhados: Software de Matemática Math; Inserção de vídeos do YouTube no BrOffice.org Impress; Inserção de som no Impress; Converter cd de áudio; Instalar programas;

Leia mais

Aloque 1024 MB de RAM para a VM. Crie um novo disco virtual. Figura 03. Figura 04.

Aloque 1024 MB de RAM para a VM. Crie um novo disco virtual. Figura 03. Figura 04. Aloque 1024 MB de RAM para a VM. Figura 03. Crie um novo disco virtual. Figura 04. 2 Escolha o formato de disco padrão do Virtual Box, VDI. Figura 05. Escolha o disco rígido Dinamicamente Alocado. Figura

Leia mais

Agente local Aranda GNU/Linux. [Manual Instalación] Todos los derechos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1]

Agente local Aranda GNU/Linux. [Manual Instalación] Todos los derechos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1] Todos los derechos reservados Aranda Software www.arandasoft.com [1] Introdução O Agente Aranda para sistemas Linux se encarrega de coletar as seguintes informações em cada uma das estações de trabalho

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX José Vitor Nogueira Santos FT5 Introdução: O QUE É O SUSE OpenSUSE, é uma distribuição

Leia mais

Tutorial de instalação do Debian Rudson Ribeiro Alves

Tutorial de instalação do Debian Rudson Ribeiro Alves Tutorial de instalação do Debian Rudson Ribeiro Alves UVV/2007 Sep 24, 2007 Opções de Boot Tela inicial do CD de instalação do Debian. Escolha F2 para ver mais opções de boot. 2 Opções de Boot Tela com

Leia mais

Instalação FreeBSD 9. 2 - Inicialização do CD/DVD! Ao colocar o CD/DVD como boot principal na BIOS, aparecerá a seguinte tela:

Instalação FreeBSD 9. 2 - Inicialização do CD/DVD! Ao colocar o CD/DVD como boot principal na BIOS, aparecerá a seguinte tela: Instalação FreeBSD 9 1 - Introdução! O Sistema de Instalação do FreeBSD basicamente utilizará as setas do teclado, barra de espaço ou enter para executar determinada ação. Toda vez que encontrar alguma

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação Pfsense Introdução e Instalação Introdução A utilização de um firewall em uma rede de computadores possui o objetivo básico de proteção relacionado a entrada e saída de dados. Introdução O pfsense é um

Leia mais

Ferramenta para gerenciamento de impressão CURUPIRA

Ferramenta para gerenciamento de impressão CURUPIRA #20 Ferramenta para gerenciamento de impressão CURUPIRA VITEC Versão 1.0 Agosto/2007 1 Revisões Versão Data Descrição 1.0.0 03/08/2007 Elaboração do Manual. Página 2 de 18 Índice 1 REVISÕES... 2 2 PRÉ-REQUISITOS...

Leia mais

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4 Índice Introdução Librix...3 Software Livre...3 Manual Eletrônico...3 Opções de Suporte...3 Dicas para a Instalação Configuração de Dispositivos Básicos...4 Teclado...4 Mouse...5 Vídeo...5 Rede...6 Configuração

Leia mais

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com 01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com O que são Firewalls? São dispositivos constituídos por componentes de hardware (roteador capaz de filtrar

Leia mais

Sistema de Arquivos do Windows

Sistema de Arquivos do Windows Registro mestre de inicialização (MBR) A trilha zero do HD, onde ficam guardadas as informações sobre o(s) sistema(s) operacionais instalados. Onde começa o processo de inicialização do Sistema Operacional.

Leia mais

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas O conteúdo deste documento tem como objetivos geral introduzir conceitos mínimos sobre sistemas operacionais e máquinas virtuais para posteriormente utilizar

Leia mais

Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows. Guia do Usuário

Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows. Guia do Usuário Laplink PCmover Express A Maneira Mais Fácil de Migrar para um Novo PC Windows Guia do Usuário Serviço de Atendimento ao Cliente/ Suporte Técnico Site: http://www.laplink.com/index.php/por/contact E-mail:

Leia mais

INICIANDO A INSTALAÇÃO

INICIANDO A INSTALAÇÃO INICIANDO A INSTALAÇÃO Abra o leitor de CD do computador que será dedicado ao ÚnicoNET. Coloque o CD que acabamos de gravar com o NERO EXPRESS e reinicie o HARDWARE (CTRL+ALT+DEL), caso não consiga reiniciar

Leia mais

Manual de Instalação SNEP 3 Asterisk 13

Manual de Instalação SNEP 3 Asterisk 13 Manual de Instalação SNEP 3 Asterisk 13 2015 Autoria: Flávio Henrique Somensi Baseado na versão 3.0-betha-rc2 por OpenS Tecnologia LTDA. Rua dos Cisnes, 541 Pedra Branca CEP 88137-300 - Palhoça - SC www.opens.com.br

Leia mais

Introdução a Sistemas Abertos

Introdução a Sistemas Abertos Introdução a Sistemas Abertos Apresentação filipe.raulino@ifrn.edu.br Sistemas Abertos Qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído inclusive com seu código fonte

Leia mais

Instalando e Configurando um bom Servidor GNU/Linux. Luiz Eduardo Guaraldo software.livre@terra.com.br

Instalando e Configurando um bom Servidor GNU/Linux. Luiz Eduardo Guaraldo software.livre@terra.com.br Instalando e Configurando um bom Servidor GNU/Linux Luiz Eduardo Guaraldo software.livre@terra.com.br Índice Particionamento padrão Configuração do MTA Criando um Swapfile Pacotes adicionais Configuração

Leia mais

Symantec Backup Exec 2010. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 2010. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 2010 Guia de Instalação Rápida 20047221 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes da instalação Sobre a conta de serviço do

Leia mais

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com

Por: Rafael Nink de Carvalho www.linuxeducacional.com www.rafaelnink.com L I N2 U0 X0 9 Manual de Instalação do Linux Educacional 3.0 Por: Rafael Nink de Carvalho ü Configurando o SETUP do computador ü Rodando a versão Live CD ü Instalando o Linux www.linuxeducacional.com Educacional

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 2 - Estrutura, dispositivos e sistema de arquivos do Linux

Sistema Operacional Unidade 2 - Estrutura, dispositivos e sistema de arquivos do Linux Sistema Operacional Unidade 2 - Estrutura, dispositivos e sistema de arquivos do Linux Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 ESTRUTURA DE DIRETÓRIOS LINUX... 3 SISTEMA DE ARQUIVOS E PARTICIONAMENTO...

Leia mais

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 12.5 for Windows Servers Guia de Instalação Rápida 13897290 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes de instalar Sobre a conta

Leia mais

Leia antes de instalar Mac OS X

Leia antes de instalar Mac OS X Leia antes de instalar Mac OS X Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações sobre os computadores compatíveis, requisitos do sistema e como instalar o Mac OS X. Para obter

Leia mais

Seu manual do usuário HP COMPAQ EVO D310 DESKTOP http://pt.yourpdfguides.com/dref/870005

Seu manual do usuário HP COMPAQ EVO D310 DESKTOP http://pt.yourpdfguides.com/dref/870005 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP COMPAQ EVO D310 DESKTOP. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

Instalação ou atualização do software do sistema do Fiery

Instalação ou atualização do software do sistema do Fiery Instalação ou atualização do software do sistema do Fiery Este documento explica como instalar ou atualizar o software do sistema no Fiery Network Controller para DocuColor 240/250. NOTA: O termo Fiery

Leia mais

Autor: Armando Martins de Souza Data: 12/04/2010

Autor: Armando Martins de Souza <armandomartins.souza at gmail.com> Data: 12/04/2010 http://wwwvivaolinuxcombr/artigos/impressoraphp?codig 1 de 12 19-06-2012 17:42 Desvendando as regras de Firewall Linux Iptables Autor: Armando Martins de Souza Data: 12/04/2010

Leia mais

Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid

Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid Tecgraf/PUC Rio infogrid@tecgraf.puc rio.br 1.Introdução O objetivo deste documento é podermos registrar em um único local todas as informações necessárias

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

NAT com firewall - simples, rápido e funcional

NAT com firewall - simples, rápido e funcional NAT com firewall - simples, rápido e funcional Todo administrador de redes aprende logo que uma das coisas mais importantes para qualquer rede é um bom firewall. Embora existam muitos mitos em torno disto,

Leia mais

Objetivos do Curso. Organização do Curso. Apresentação do Curso. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Objetivos do Curso. Organização do Curso. Apresentação do Curso. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Apresentação do Curso 1 Objetivos do Curso Sistema Operacional Unix/Linux;

Leia mais

Instalação de pacotes

Instalação de pacotes Instalação de pacotes Introdução Qualquer distribuição Linux sempre irá possuir um gerenciador de pacotes, que nada mais é do que um programa que irá instalar (adicionar) programas, listar, remover, etc.

Leia mais

Jackson Barbosa de Azevedo

Jackson Barbosa de Azevedo <jacksonbazevedo@hotmail.com> Autor: Jackson Barbosa de Azevedo Revisores: Aecio Pires 1 Conteúdo Sobre o OpenSUSE... 3 Procedimento de Instalação... 3 Preparando a Instalação do

Leia mais

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update 4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911 2015 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox com a marca figurativa e FreeFlow são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros

Leia mais

Manual do aplicativo Conexão ao telefone

Manual do aplicativo Conexão ao telefone Manual do aplicativo Conexão ao telefone Copyright 2003 Palm, Inc. Todos os direitos reservados. O logotipo da Palm e HotSync são marcas registradas da Palm, Inc. O logotipo da HotSync e Palm são marcas

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Prof.: Roberto Franciscatto Introdução FIREWALL Introdução Firewall Tem o objetivo de proteger um computador ou uma rede de computadores,

Leia mais

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Este artigo demonstra como configurar uma rede virtual para ser usada em testes e estudos. Será usado o VirtualBox

Leia mais

Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server

Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server Como instalar o sistema operacional pfsense no Citrix Xen Server Autor: Eder S. G. - edersg@vm.uff.br Versão: 1.2 Data: 21/11/2012 Última atualização: 07/03/2013 Observação: Máquina real: Sistema operacional

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

Ajuda do Active System Console

Ajuda do Active System Console Ajuda do Active System Console Visão geral... 1 Instalação... 2 Como ver as informações do sistema... 4 Limites de monitoração do sistema... 5 Definições de notificação de email... 5 Configurações de notificação

Leia mais

Manual de Instalação LOCKSS IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

Manual de Instalação LOCKSS IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia Manual de Instalação LOCKSS IBICT Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia Elaborado por: Alexandre Faria de Oliveira Março de 2013 1 P á g i n a Sumário 1. Introdução... 3 2. Visão Geral...

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 4 Visão geral da instalação 4 Passo 1: Buscar atualizações 4 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 4 Passo 3: Instalar o Windows no seu

Leia mais

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL... Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...4 Configurações iniciais...5 Arquivo sudoers no Sistema Operacional

Leia mais

UDPcast Clonagem de HDs via rede utilizando

UDPcast Clonagem de HDs via rede utilizando Manual Clonando Discos com o UDPcast Clonagem de HDs via rede utilizando o UDPCast. Produzido por: Sergio Graças Giany Abreu Desenvolvedores do Projeto GNU/Linux VRlivre Manual Clonando Discos com o UDPcast

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

International Syst S/A

International Syst S/A As informações contidas neste documento pertencem à International Syst S/A. Qualquer questão referente à utilização deste documento ou informações contidas no mesmo deverão ser dirigidas à International

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

INTRODUÇÃO AO SISTEMA

INTRODUÇÃO AO SISTEMA MANUAL DE INSTALAÇÃO DE SOFTWARE PÚBLICO BRASILEIRO Nome do Software: Guarux Versão do Software: Guarux Educacional 4.0 INTRODUÇÃO AO SISTEMA O Guarux Educacional 4.0 é uma distribuição idealizada pela

Leia mais

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian.

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Pré requisitos para pratica desse tutorial. Saber utilizar maquina virtual no virtual Box ou vmware. Saber instalar ubuntu ou debian na maquina virtual.

Leia mais

LABORATÓRIO XII. PORTSCAN & FOOTPRINTING Documento versão 0.1. Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135

LABORATÓRIO XII. PORTSCAN & FOOTPRINTING Documento versão 0.1. Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 LABORATÓRIO XII PORTSCAN & FOOTPRINTING Documento versão 0.1 Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 Orientado pela Professora Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco Outubro / 2012 Laboratório XII Footprinting

Leia mais

HSC MailInspector Guia de Instalação da Versão 4.0

HSC MailInspector Guia de Instalação da Versão 4.0 HSC MailInspector Guia de Instalação da Versão 4.0 Novembro 2013 Aviso Legal Copyright 2013. HSC Brasil. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento poderá ser reproduzida, no todo ou em

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO

GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO GUIA RÁPIDO DE INSTALAÇÃO Guia Rápido de Instalação Este guia irá orientá-lo na instalação do Nettion Security Software. O guia de instalação do Nettion, que tem como base o sistema operacional Linux,

Leia mais

Utilizando License Server com AnywhereUSB

Utilizando License Server com AnywhereUSB Utilizando License Server com AnywhereUSB 1 Indice Utilizando License Server com AnywhereUSB... 1 Indice... 2 Introdução... 3 Conectando AnywhereUSB... 3 Instalação dos drivers... 3 Configurando AnywhereUSB...

Leia mais

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 1 Instalando o Linux Comunicações para Telecentros (servidor) 2 1.1 Experimentar o Linux

Leia mais

Download e Instalação do GNU/Linux Elastix UCS VoIP 2.4.0 x64

Download e Instalação do GNU/Linux Elastix UCS VoIP 2.4.0 x64 Download e Instalação do GNU/Linux Elastix UCS VoIP 2.4.0 x64 Instalação Básica do GNU/Linux Elastix UCS VoIP Módulo - I versão: 1.3-25/07/2014 Professor do Curso de Elastix UCS VoIP Prof. Robson Vaamonde,

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais