3R Investimentos. Junho 2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3R Investimentos. Junho 2012"

Transcrição

1 3R Investimentos Research intenso, visão aberta para novas ideias e maneiras de gerar valor, e senso de oportunismo = Gerar Alpha Verdadeiramente Atraente Ajustado ao Risco Junho 2012

2 Nosso Estilo Procura constante pelas Melhores Ideias de Investimento, com base em amplo e intenso esforço de pesquisa Convicção e Concentração para realmente gerar Alpha Atraente Todo mundo na empresa é sócio, e temos discussão intensa de cenários e dos investment cases Alta transparência com clientes e parceiros. E relação colaborativa com a administração das empresas investidas Praticamente 100% do time envolvido no dia a dia com pesquisa, visitando empresas, em contato com pessoas das indústrias e outras fontes potenciais de informação/opinião primária, e busca efetiva de visão contrária Vamos sempre ter uma estrutura muito enxuta, e custos fixos muito baixos. Acreditamos que trabalho focado na identificação das melhores idéias/maiores oportunidades mal precificadas é a maneira de maximizar nossas capacidades Gente de boa qualidade e trabalho duro não é o suficiente. Timing e tamanho das posições são fatores cruciais, e uma discussão intensa e processo de decisão organizado serão muito relevantes para maximizar ganhos e minimizar impacto dos erros Hoje em dia é perder tempo não ser transparente. Nós queremos ter uma relação aberta, inteligente, honesta e de agregação de valor com nossos clientes, parceiros e empresas investidas - 2 -

3 Histórico - Tomás Awad Início da carreira profissional na área de mercado de capitais, participando do processo de IPO do CBD-Pão de Açúcar e do follow-on da Cosipa Sell-side research no Chase/JP Morgan. Responsável pelo setor de bancos e serviços financeiros Start-up of de empresa de asset management focada no segmento imobiliário e administrando recursos próprios/familiares investidos em equities Sell-side research na AB Asesores (research boutique baseada em Madrid adquirido pelo Morgan Stanley). Responsável pelos setores de consumo, siderurgia e mineração Sell-Side research no Itaú-BBA. Responsável pelo setor de bancos e serviços financeiros inicialmente. Posteriormente passou a ser também o estrategista-chefe de equities. Foi também responsável por um curto período pelas equipes cobrindo o setor de saúde e transporte, e por um período maior pelo setor imobiliário. No sell-side research do Itaú-BBA participou intensamente do primeiro boom de IPOs no Brasil, trabalhando diretamente no esfoiço de distribuição dos IPOs de BR Malls, Iguatemi, Odontoprev, EVEN, Gafisa, CCDI, Tenda, São Carlos Empreendimentos e Banco ABC Brasil (Total de R$ 8.3 bn levantados em ofertas primárias e secundárias) Start-up da 3R Investimentos como sócio, gestor e responsável pela cobertura dos setores de serviços financeiros, telecom e utilities - 3 -

4 Histórico Urgel Esteves Início de carreira profissional, trabalhando na área de mercado de capitais de uma boutique de M&A Pós-Graduação em Finanças na Universidade da Califórnia Analista de Buy-Side na Mirae Asset em São Paulo Sell-side Research no Itaú BBA cobrindo os setores de Small- Caps e Alimentos Analista de Buy-Side na Valiant Capital (San Francisco CA) Start-up da 3R Investimentos, como sócio e responsável pela cobertura dos setores de consumo, educação, saúde e industrials - 4 -

5 Histórico Rafael Peruzzo Estágio na Telefônica na área de Management Risk/Mercado de Capitais No Itaú-BBA, agora como Sell-Side equity research analyst cobrindo o setor imobiliário. Participou do esforço de distribuição dos IPOs de BR Malls, Iguatemi, EVEN, Gafisa, Tenda, CCDI e São Carlos Empreendimentos Start-up da 3R como sócio e responsável pela cobertura dos setores imobiliário, transportes e commodities Trainee na Itau Securities Trabalho rotativo pelas principais áreas de negócio: Sales Renda Fixa; Equity Sales e Equity Research Gerente de relacionamento para empresa de Middle Market no Banco Itaú - 5 -

6 Histórico Marcos Awad Gerente de Projeto do CPqD Telebrás (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Telecomunicações) Sócio da Quadrante Informática e Telecomunicações (Soluções em TI) Gestão de recursos próprios investidos em equities (iniciada em 2003 de maneira pessoal) Start-up of 3R Investimentos como sócio, membro do comitê de investimento e responsável pela área administrativa Gerente de TI do Grupo de Saúde São Francisco CFO da Triângulo do Sol Auto-Estradas S/A (operadora de estrata pedagiada) Atual: Membro do Conselho de Administração do Grupo de Saúde São Francisco (anteriormente diretor executivo), com receitas anuais de aprox R$ mm e vidas cobertas - 6 -

7 3R Nossas Credencials TA - Mercado de Capitais (R$ 8.3 bn em Ofertas Primária + Secundária) RP Mercado de Capitais Real Estate IPOs Other Industries IPOs/Follow-ons Real Estate IPOs Preparação MA Técnico, de management e financeiro UE Gestão de Recursos e Sell-Side RP Sell-Side e Corporate Finance TA Sell-Side - 7 -

8 Nossa Estrutura Diretoria Executiva Comitê Consultivo Tomás Awad Research e Portfolio Management Relacionamento com Clientes (a ser preenchido no futuro) Marcos Awad Administrativo, Risco e Compliance Urgel Esteves Trading Rafael Peruzzo Imobiliário, Commodities e Transportes Suporte Relacionamento com Clientes Analista Back-Office Analista Back-Office Urgel Esteves Consumo, Varejo, Saúde, Educação e Industrials Tomás Awad Telecom&Tecnology, Utilities, Oil&Gas&Petroquímicos e Serviços Financeiros - 8 -

9 Drivers de Decisão de Investimento Valuation é sempre o driver mais importante, junto com nossa visão sobre a qualidade da empresa, do negócio e do management. Mas não acreditamos em comprar simplesmente por que está barato Privilegiamos muito contas e racionais simples. Ter informação primária de boa qualidade é fundamental Valuation, Qualidade da empresa, negócio e management É fundamental uma boa leitura do momento da empresa, e de como os investidores vêm a mesma Posição core tem que ter sentido claro dentro da nossa visão macro Complementari dade para nosso portfolio Sweet Spot Momentum da empresa e do setor Evitamos depender de eventos específicos, que normalmente são difíceis de prever Posição Técnica dos investidores O tema de investimento importa muito. O ativo pode ficar barato por muito tempo. Acreditamos sim que timing é muito importante Na maioria das vezes a qualidade da posição técnica nos ajuda a determinar o tamanho da posição que queremos ter - 9 -

10 Fases do Processo de Investimento Follow-up e Desinvestimento: Processo continuo de monitoramento das empresas investidas para acompanhar se os catalizadores que nos levaram a fazer o investimento ainda continuam válidos, ou se o ativo já teve a performance esperada e é hora de desinvestir Apresentação do Investment Case no Comitê de Investimento. Só se torna core holding empresa discutida com quórum mínimo de 3 sócios/analistas/gestores. A decisão de investimento é tomada pelo time, preferencialmente por consenso Análise micro e do valor intrínseco do ativo. Podemos chegar a este valor usando o método de desconto de fluxo de caixa, ou outras métricas como Preço/Lucro dos próximos 2 anos, mensurando o valor potencial de um novo negócio da empresa ainda não totalmente implementado, dentre outros Análise da Indústria Nós procuramos analisar o mais profundamente possível o ambiente competitivo, os drivers da indústria e mudanças recentes no contexto econômico que possam afetar o negócio Uma primeira filtragem de ideias de investimento é feita diariamente e/ou nas nossas reuniões semanais, baseado aleatoriamente em análise top-down ou na identificação a partir de alguma conversa/análise rápida de ativo mal precificado (o qual já tenhamos algum conhecimento/acompanhamento) ou empresa passando por mudança significativa ainda ignorada por investidores de maneira geral. Tentamos evitar ao máximo qualquer tipo de preconceito

11 Condições para ser uma Core Position (no nosso portfolio) Responder de maneira muito positiva ao nosso Manual de Research Endereçamos aspectos básicos como alinhamento de interesses do management com acionistas minoritários, qualidade e conhecimento que estes do business e da empresa, estrutura de capital e qualidade da base de acionistas Visitada várias vezes por nosso time de research, incluindo pessoas mais experientes da equipe de pesquisa/gestão O due diligence deve incluir várias visitas à empresa, visita às suas operações (se possível), competidores e outros componentes da cadeia de negócio Investment Case seja discutido em profundidade mais de uma vez no nosso comitê de investimento semanal Construção gradual de nossa posição Pelo menos uma vez por mês nós dedicamos nosso comitê de investimento para discutir um caso específico. Qualquer empresa que cogitamos incluir no portfólio como uma core position deve ser previamente discutida em uma destas reuniões Vamos construir gradualmente nossa posição, preferencialmente analisando/acompanhando a divulgação de um resultado trimestral (válido nos casos em processo de mudança ), ou de outro evento relevante que identificamos, antes de atingir a posição total desejada

12 Risk Management Nossa abordagem é muito bottom-up...então, acreditamos que o maior risco que temos é o risco operacional/financeiro das empresas investidas e o risco de liquidez de suas ações... Tipo de Risco Risco Operacional Como Abordamos? Nosso processo de boletagem automatizado. O administrador do nosso fundo, BTG Pactual Serviços Financeiros, faz a contra checagem de todos os negócios. E somente negociamos com corretoras de primeira linha. Temos back-up externo semanal de toda nossa rede Risco de Crédito Eventuais posições de caixa somente serão investidas em títulos do tesouro pós-fixado ou CDBs de banco de primeira linha. Não tomamos posição ativa em renda fixa que possa criar risco de crédito Risco de Precificação As equipes de trading e pesquisa monitoram o os preços dos negócios que realizamos, sempre comparando a eficiência da execução das diferentes corretoras Liquidez O risco de liquidez de cada fundo será monitorado considerando o perfil de seu passivo e o seu regulamento

13 Quais são nossos maiores desafios? Desafios Asset/Liability Management Executar estratégia indicada para nossos clientes/investidores, e ao mesmo tempo maximizar nossas capacidades/conhecimento Alta volatilidade e mercado acionário que se move em larga escala em função de eventos macroeconômicos/políticos globais O que fazer? Decidimos claramente buscar o perfil de cliente/investidor que permita maximizar nossas capacidades/habilidades, mesmo que isto signifique uma maior dificuldade de captação no início Análise macro é e sempre será importante. Mas nós tentaremos reduzir nosso risco macro usando estruturas com opções para proteger nosso portfólio e/ou tomar risco com exposição de capital baixa e perdas limitadas Bom timing Desenvolver cultura e processo de investimento com risk underwriting sólido Nosso esforço aqui inclui: i) disciplina para investir e desinvestir; ii) estrutura/processo de decisão ágil e enxuta; iii) visão oportunísticas as vezes; e provavelmente o mais importante iv) discussão intensa e continua do investment cases do nosso portfólio Acreditamos que para desenvolver esta cultura precisamos tempo, continua avaliação dos erros e acertos de estratégia (e seu processo de decisão) e uma equipe estável trabalhando junto. Procuramos ter processos sólidos e bons desde o começo da empresa

14 No final...por que investir num fundo da 3R? Existem alguns bons gestores de renda variável no Brasil, cada um com seus pontos fortes e talvez algumas fraquezas/limitações. Seria arrogância na nossa visão dizer que temos características únicas e diferentes de todos os demais... Grupo de profissionais famintos para construir negócio sólido, rentável e sustentável!!! Estamos começando do zero, investindo nosso tempo e custo oportunidade para construir negócio sólido, rentável e sustentável, aonde também possamos nos divertir e ter prazer no que fazemos Profundo entendimento de ações brasileiras, setores e administradores das empresas Vivemos e respiramos mercado de ações no Brasil, e economia brasileira, a algum tempo. Temos uma boa rede de contatos entre as empresas, outros gestores locais e externos e profissionais de diferentes indústrias Nós gostamos muito de investir em ações. Nosso recursos estão investidos nos nossos fundos. Temos fundamentos e valores sólidos Acesso à equipe de investimento e pesquisa. Temos cultura de sell-side de servir ao cliente Nós realmente gostamos muito do que fazemos, mesmo com os momentos mais difíceis que eventualmente temos que enfrentar Trabalhamos em sell-side durante um período relativamente longo, aonde aprendemos/aprimoramos cultura de servir ao cliente. Gostamos de discutir e trocar idéias com clientes

15 Contatos e Aviso Legal Aviso Legal LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR. Este material tem o único propósito de divulgar informações e dar transparência à gestão executada pela 3R Gestora de Recursos Ltda. ( 3R ) e não deve ser considerado como oferta de venda de cotas de fundos de investimento ou clubes de investimento. O material não constitui o prospecto previsto na Instrução CVM 409 ou no Código de Auto-Regulação da ANBIMA para os fundos de investimento e não constitui o estatuto dos clubes de investimento. Fundos de investimento ou clubes de investimento não contam com a garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Créditos - FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. Nos fundos e clubes geridos pela 3R a data de conversão de cotas é diversa da data de resgate e a data de pagamento do resgate é diversa da data do pedido de resgate. Os fundos e clubes geridos pela 3R utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas perdas patrimoniais para seus cotistas, podendo inclusive acarretar perdas superiores ao capital aplicado e a consequente obrigação do cotista de aportar recursos adicionais para cobrir o prejuízo do fundos e clubes. O fundo está autorizado a realizar aplicações em ativos financeiros no exterior. Em atendimento à Instrução CVM nº 465, desde 02/05/2008, os fundos e clubes de renda variável deixaram de apurar sua rentabilidade com base na cotação média das ações e passou a fazê-lo com base na cotação de fechamento. Assim comparações de rentabilidade devem utilizar, para períodos anteriores a 02/05/2008, a cotação média dos índices de ações e, para períodos posteriores a esta data, a cotação de fechamento. Os fundos de ações e clubes de ações com renda variável podem estar expostos à significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Ao investidor é recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento social do Fundo de investimento ao aplicar os seus recursos. A 3R não se responsabiliza por decisões de investimento tomadas com base neste material. ESTE FUNDO TEM MENOS DE 12 (DOZE) MESES. PARA AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE DE UM FUNDO DE INVESTIMENTO, É RECOMENDÁVEL A ANÁLISE DE, NO MÍNIMO, 12 (DOZE) MESES. Informações de Contato 3R Investimentos Rua Gomes de Carvalho, 1069 Cj 21 CEP: São Paulo-SP Brasil

16

3R Investimentos. A Empresa. Maio 2013

3R Investimentos. A Empresa. Maio 2013 3R Investimentos A Empresa Maio 2013 3R vem de reduce, reuse and recycle... Recycle...que no dia a dia significa para nós... Um questionamento constante de nossas ideias e visões, que pode levar a uma

Leia mais

FCLCapital. Junho 2015. www.fclcapital.com

FCLCapital. Junho 2015. www.fclcapital.com Junho 2015 www.fclcapital.com FCL Equities FIA Filosofia de Investimentos - Pág. 4 Estratégia Long-Biased - Pág. 5 Processo de Investimentos - Pág. 6 Gestão de Riscos - Pág. 10 1 Plano de Crescimento Plano

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO

POLÍTICA DE INVESTIMENTO QUEM SOMOS Somos uma gestora independente de investimentos, totalmente alinhada com os interesses de nossos clientes. Os sócios possuem larga experiência no mercado financeiro, em diversas áreas de atuação.

Leia mais

Como analisamos as empresas

Como analisamos as empresas Como analisamos as empresas Analisamos empresas de capital aberto assim como faríamos com uma de capital fechado, conforme processo abaixo: Setor Micro Histórico Sócios Valuation Barreira de entrada Clientes

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Edge Investimentos Ltda. Av. Ayrton Senna 3000 Bloco 2 324 Rio de Janeiro RJ Tel: +55 (21) 2421-4262 www.edgeinvestimentos.com.br Administrador/ Distribuidor:

Leia mais

Relatório de Gestão Invext FIA. Maio - Junho

Relatório de Gestão Invext FIA. Maio - Junho Relatório de Gestão Maio - Junho 2013 1 Filosofia O é um fundo de ações alinhado com a filosofia de value investing. O fundo possui uma estratégia de gestão que busca capturar de forma contínua oportunidades

Leia mais

CSHG Verde AM Horizonte FIC FIM IE

CSHG Verde AM Horizonte FIC FIM IE CSHG Verde AM Horizonte FIC FIM IE MODELO DE GESTÃO Não está autorizada a distribuição deste material sob nenhuma hipótese. Este material foi preparado pela Verde Asset Management S.A., bem como suas sociedades

Leia mais

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L 2 0 1 4 Í N D I C E VISÃO GLOBAL A EMPRESA EQUIPE FILOSOFIA DE INVESTIMENTO NOSSOS FUNDOS CONTATOS 2 V I S Ã O G L O B A L A E M P R E S A A Log Fund é uma

Leia mais

EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL

EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL Por que GTI? Alinhamento Partnership Modelo de negócio participativo, meritocrático e com total alinhamento de interesse entre sócios e investidores Equipe experiente oriunda de

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO JANEIRO 2008

RELATÓRIO DE GESTÃO JANEIRO 2008 RELATÓRIO DE GESTÃO JANEIRO 2008 Este material tem o único propósito de divulgar informações e dar transparência à gestão executada pela Edge Investimentos, não deve ser considerado como oferta de venda

Leia mais

Relatório de Gestão Invext FIA. Janeiro - Março

Relatório de Gestão Invext FIA. Janeiro - Março Relatório de Gestão Invext FIA Janeiro - Março 2015 1 Filosofia O Invext FIA é um fundo de ações alinhado com a filosofia de value investing. O fundo possui uma estratégia de gestão que busca capturar

Leia mais

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo

O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo O Brasil Plural é um Grupo Financeiro fundado em 2009 que possui escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Nossos sócios possuem um amplo histórico de sucesso no mercado de capitais brasileiro

Leia mais

CSHG Crédito Privado Magis FIC FIM LP

CSHG Crédito Privado Magis FIC FIM LP CSHG Asset Management Comentários do gestor CSHG Crédito Privado Magis FIC FIM LP Setembro de 2014 1. Revisão do resultado do O obteve rentabilidade de (a) 1,01% (111,1% do ) no mês; (b) 8,44% (107,8%

Leia mais

Relatório Mensal - Setembro de 2013

Relatório Mensal - Setembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa emplacou o terceiro mês de alta consecutiva e fechou setembro com valorização de 4,65%. Apesar dos indicadores econômicos domésticos ainda

Leia mais

A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS

Leia mais

Relatório AWM Investimentos no atual cenário de juros

Relatório AWM Investimentos no atual cenário de juros Mudança nas características dos investimentos no Brasil A mudança estrutural que o Brasil está vivenciando diante da forte queda de juros, afetou diretamente os investimentos da população. Conforme abordado

Leia mais

CSHG Strategy II FIC FIA

CSHG Strategy II FIC FIA CSHG Asset Management Comentários do gestor CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CSHG Strategy II FIC FIA Em dezembro, o fundo CSHG Strategy II FICFIA teve um retorno de 5,74%. No mesmo período, o Ibovespa teve

Leia mais

dt A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO DE INVESTIMENTO EM

Leia mais

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013 BNY Mellon ARX Extra FIM Julho, 2013 Índice I. Filosofia de Investimento II. Modelo de Tomada de Decisão III. Processo de Investimento IV. Características do Fundo 2 I. Filosofia de Investimento Filosofia

Leia mais

3R Investimentos. 3R Cedar FIA Introdução. Maio 2013

3R Investimentos. 3R Cedar FIA Introdução. Maio 2013 3R Investimentos 3R Cedar FIA Introdução Maio 2013 3R Cedar FIA: Características Perfil do Fundo 3R Cedar FIA é um fundo Long-bias que tem como objetivo obter rentabilidade acima do Índice Bovespa de forma

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO. 1º Trimestre 2012

RELATÓRIO DE GESTÃO. 1º Trimestre 2012 RELATÓRIO DE GESTÃO 1º Trimestre 2012 Este material tem o único propósito de divulgar informações e dar transparência à gestão executada pela Edge Investimentos, não deve ser considerado como oferta de

Leia mais

CSHG Unique FIC FIA. Dezembro de 2012

CSHG Unique FIC FIA. Dezembro de 2012 CSHG Asset Management Comentários do gestor CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CSHG Unique FIC FIA Em dezembro, o fundo CSHG Unique FICFIA teve um retorno de 5,73%. No ano, o fundo acumulou retorno de 21,93%.

Leia mais

CSHG Unique Comentário do Gestor

CSHG Unique Comentário do Gestor CSHG Unique Comentário do Gestor Outubro 2010 Para nós, essa é uma carta muito especial. Na busca por oferecer a melhor prateleira possível de produtos para nossos clientes, lançamos em 24 de setembro

Leia mais

Prezados Investidores,

Prezados Investidores, Prezados Investidores, No mês de março, o fundo Apex Ações FIC de FIA rendeu +6,20% contra +7,05% do Ibovespa. Desde seu início em 30 de novembro de 2011, o fundo rendeu +28,65% contra uma queda de -11,36%

Leia mais

Taking ESG into account Podemos evoluir para uma Economia Sustentável

Taking ESG into account Podemos evoluir para uma Economia Sustentável Taking ESG into account Podemos evoluir para uma Economia Sustentável Investimentos Sustentáveis - O que é material para a análise e decisão de investimentos? Dos princípios aos indicadores chaves de performance

Leia mais

CSHG Dividendos FIC FIA

CSHG Dividendos FIC FIA CSHG Asset Management Comentários do gestor CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CSHG Dividendos FIC FIA Em dezembro, o fundo CSHG Dividendos FIA teve um retorno de 4,03%. No ano, o fundo acumulou retorno de 27,07%.

Leia mais

A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO de Investimento em Cotas

Leia mais

CARTA AO INVESTIDOR 4º TRIMESTRE

CARTA AO INVESTIDOR 4º TRIMESTRE CARTA AO INVESTIDOR 4º TRIMESTRE Você só precisa fazer algumas poucas coisas certas na vida desde que não faça muitas erradas. Warren Buffett Este material tem o único propósito de divulgar informações

Leia mais

AGENDA. 1. Visão Geral. 2. Produtos Long-Short Retorno Absoluto. 3. Apêndice Estrutura de Comitês Equipe

AGENDA. 1. Visão Geral. 2. Produtos Long-Short Retorno Absoluto. 3. Apêndice Estrutura de Comitês Equipe AGENDA 1. Visão Geral 2. Produtos Long-Short Retorno Absoluto 3. Apêndice Estrutura de Comitês Equipe 2 1. Visão Geral Fundada em setembro de 2013, a Solana Capital é uma gestora independente de recursos

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

Aumento de Liquidez em Small Caps. BM&F Bovespa 18/04/2012

Aumento de Liquidez em Small Caps. BM&F Bovespa 18/04/2012 Aumento de Liquidez em Small Caps BM&F Bovespa 18/04/2012 Agenda 1. A XP Investimentos 2. A Falta de Liquidez 3. XP Empresas 4. Resultados 5. Conclusão A XP Investimentos A XP Investimentos - História

Leia mais

Perfin Institucional FIC FIA

Perfin Institucional FIC FIA Perfin Institucional FIC FIA Relatório Mensal- Junho 2013 O fundo Perfin Institucional FIC FIA utiliza-se de análise fundamentalista para compor o seu portfólio, baseado no diferencial existente entre

Leia mais

Relatório Mensal - Junho de 2013

Relatório Mensal - Junho de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Junho foi mais um mês bastante negativo para o Ibovespa. O índice fechou em queda pelo sexto mês consecutivo impactado pela forte saída de capital estrangeiro

Leia mais

JULHO 2011. Objetivo #1: Preservação de capital

JULHO 2011. Objetivo #1: Preservação de capital O fundo M Square Ações FIC FIA registrou perda de -2,94% em julho, acumulando um resultado de -4,14% em 2011 e +66,00% desde seu início em setembro de 2007. Antes de falar do portfólio, é importante mencionar

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER CRÉDITO FI RENDA FIXA CRÉDITO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O QUELUZ TRADER FIM 09.052.643/0001-53. Informações referentes a Agosto de 2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O QUELUZ TRADER FIM 09.052.643/0001-53. Informações referentes a Agosto de 2015 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O QUELUZ TRADER FIM 09.052.643/0001-53 Informações referentes a Agosto de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o QUELUZ TRADER FUNDO

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT DTVM LTDA. ( Administrador ), comunica o início da distribuição

Leia mais

FATOR PORTFOLIO VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

FATOR PORTFOLIO VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR PORTFOLIO VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO Data da Competência: Mai/16 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

PALESTRANTES. Pedro Cerize. Lindolfo Zimmer. Luiz Fernando Rolla. Gesner Oliveira. José Carlos de Oliveira Filho. Marco Schroeder.

PALESTRANTES. Pedro Cerize. Lindolfo Zimmer. Luiz Fernando Rolla. Gesner Oliveira. José Carlos de Oliveira Filho. Marco Schroeder. PALESTRANTES Pedro Cerize Lindolfo Zimmer V Encontro Anual com Investidores SKOPOS São Paulo - Brasil Luiz Fernando Rolla Gesner Oliveira José Carlos de Oliveira Filho Marco Schroeder www.skopos.com.br

Leia mais

CSHG Unique FIC FIA Comentário do Gestor

CSHG Unique FIC FIA Comentário do Gestor CSHG Unique FIC FIA Comentário do Gestor Novembro 2010 Sobre Insider Buying/Selling Uma das perguntas cuja resposta todo analista ou investidor de ações gostaria de ter se refere à opinião daquelas pessoas

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Data da Competência: Abr/16

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Data da Competência: Abr/16 FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Data da Competência: Abr/16 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS

Leia mais

FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO

FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO Data da Competência: Mar/16 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

GESTÃO ATIVA vs. PASSIVA

GESTÃO ATIVA vs. PASSIVA GESTÃO ATIVA vs. PASSIVA 24 de março de 2015 Cecilia Cabañas, CFA Mercer São Paulo Gestão Ativa vs Passiva Agenda Princípios Orientadores Mercer`s beliefs Resultados Pesquisa Mercer Informações Gerais

Leia mais

Apresentação GAP Multiportfolio

Apresentação GAP Multiportfolio Apresentação GAP Multiportfolio Estrutura GAP ASSET MANAGEMENT Renda Fixa Renda Variável Pesquisa Macroeconômica Crédito Risco Portfolio Manager Leonardo Callou Oscar Camargo Renato Junqueira Portfolio

Leia mais

CSHG ALL VERDE AM PRISMA FIC FIM IE Relatório de Gestão Junho de 2015

CSHG ALL VERDE AM PRISMA FIC FIM IE Relatório de Gestão Junho de 2015 Relatório de Gestão Junho de 215 Desempenho Junho 215 Acumulado 215 Prisma -2,39% 18,13% Para mais informações relevantes à análise da rentabilidade deste Fundo - tais como taxa de administração, taxa

Leia mais

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP 2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP São Paulo, 21 de Agosto de 2013 Hotel Caesar Park Patrocínio SPX Capital Agosto 2013 Perspectivas Macroeconômicas Inflação acumulada em 12

Leia mais

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA

Leia mais

Cotas de Fundos de Investimento em Participações - FIP

Cotas de Fundos de Investimento em Participações - FIP Renda Variável Cotas de Fundos de Investimento em Participações - Fundo de Investimento em Participações Investimento estratégico com foco no resultado provocado pelo desenvolvimento das companhias O produto

Leia mais

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L 2 0 1 5 Í N D I C E VISÃO GLOBAL A EMPRESA EQUIPE FILOSOFIA DE INVESTIMENTO NOSSOS FUNDOS CONTATOS 2 V I S Ã O G L O B A L A E M P R E S A A Log Fund é uma

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Dezembro/2014 BOGARI CAPITAL Quem somos Estratégia Alinhamento Recursos sob gestão Fundos de Pensão Gestora independente focada em renda variável, fundada em 2007 Ações long-only,

Leia mais

Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 www.animaeducacao.com.br/ri Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630. www.genuscapital.com.

Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 www.animaeducacao.com.br/ri Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630. www.genuscapital.com. Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630 www.genuscapital.com.br A EMPRESA A Genus Capital Group é uma gestora independente centrada em produtos

Leia mais

CARTA JBI FOCUS #11 Janeiro 2013

CARTA JBI FOCUS #11 Janeiro 2013 CARTA JBI FOCUS #11 Janeiro 2013 ÍNDICE PRINCIPAIS CONTRIBUIÇÕES EM 2012... 3 O IMPACTO DA MP 579 NA CARTEIRA... 4 A MP 579 E O CONFLITO DE INTERESSES NAS SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA... 5 2 Carta JBI

Leia mais

BTG Pactual. Administração de Fundos Agosto 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação.

BTG Pactual. Administração de Fundos Agosto 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. BTG Pactual Administração de Fundos Agosto 2012 Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. Histórico do BTG Pactual 2012 Aquisição da Celfin Capital no Chile 1983-86

Leia mais

A semana em revista. Relatório Semanal 8/12/2014

A semana em revista. Relatório Semanal 8/12/2014 Relatório Semanal 8/12/2014 A semana em revista No cenário doméstico, os destaques da semana foram a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) e a taxa de inflação (IPCA). A produção industrial do mês de outubro

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A ANBID A ANBID Associação Nacional dos Bancos de Investimentos Criada em 1967, é a maior representante das

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO. 3º Trimestre 2013

RELATÓRIO DE GESTÃO. 3º Trimestre 2013 RELATÓRIO DE GESTÃO 3º Trimestre 2013 Este material tem o único propósito de divulgar informações e dar transparência à gestão executada pela Edge Investimentos, não deve ser considerado como oferta de

Leia mais

a) mercados de derivativos, tais como, exemplificativamente, índices de ações, índices de preços, câmbio (moedas), juros;

a) mercados de derivativos, tais como, exemplificativamente, índices de ações, índices de preços, câmbio (moedas), juros; CREDIT SUISSE HEDGINGGRIFFO 1. Públicoalvo LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS dezembro/2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o CSHG EQUITY HEDGE LEVANTE FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Balanço Anual dos Fundos Imobiliários 2010

Balanço Anual dos Fundos Imobiliários 2010 Balanço Anual dos Fundos Imobiliários 2010 Autor: Sérgio D. O. Belleza Filho Colaborou: Henrique P.S. de Carvalho FUNDO IMOBILIÁRIO Consultoria de Investimentos Ltda. 1 APRESENTAÇÃO O Relatório BALANÇO

Leia mais

1. PÚBLICO-ALVO: O fundo é destinado a investidores em geral que pretendam buscar investimentos com rentabilidade superior ao CDI.

1. PÚBLICO-ALVO: O fundo é destinado a investidores em geral que pretendam buscar investimentos com rentabilidade superior ao CDI. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS HEDGE CLASSIQUE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LONGO PRAZO CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

Desempenho Junho 2015 Acumulado 2015. Global Alpha -3,46% 19,66% Libor 6M em BRL -2,55% 17,03%

Desempenho Junho 2015 Acumulado 2015. Global Alpha -3,46% 19,66% Libor 6M em BRL -2,55% 17,03% Relatório de Gestão Junho de 215 Desempenho Junho 215 Acumulado 215 Global Alpha -3,46% 19,66% Libor 6M em BRL -2,55% 17,3% Para mais informações relevantes à análise da rentabilidade deste Fundo - tais

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O APOENA MACRO DOLAR FICFIM 18.391.163/0001-08. Informações referentes a Setembro de 2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O APOENA MACRO DOLAR FICFIM 18.391.163/0001-08. Informações referentes a Setembro de 2015 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O APOENA MACRO DOLAR FICFIM 18.391.163/0001-08 Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o APOENA MACRO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER IMA-B5 FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER IMA-B5 FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER IMA-B5 FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Transferência da administração de recursos e alocação de ativos para profissionais especializados;

Transferência da administração de recursos e alocação de ativos para profissionais especializados; Guia de Fundos de Investimento A CMA desenvolveu o Guia de Fundos de Investimento para você que quer se familiarizar com os princípios básicos do mercado financeiro, ou que tem interesse em aprofundar

Leia mais

TRADER BRASIL ESCOLA DE INVESTIDORES LUGAR DE TRADER É AQUI

TRADER BRASIL ESCOLA DE INVESTIDORES LUGAR DE TRADER É AQUI TRADER BRASIL O Clube de Investimentos Ficus Brasil foi concebido com esse nome devido ao fato da ser uma árvore frutífera, de crescimento enérgico e presente em todos os continentes, devido a sua longa

Leia mais

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

j i Liquidez FRAM Capital DTVM S.A. Política de Controle de Risco de Liquidez FRAM CAPITAL DTVM S.A. Data de Atualização: 31/07/2012 Versão 1.

j i Liquidez FRAM Capital DTVM S.A. Política de Controle de Risco de Liquidez FRAM CAPITAL DTVM S.A. Data de Atualização: 31/07/2012 Versão 1. j i ; l.' I / Política de Controle de Risco de Liquidez FRAM Capital DTVM S.A. Política de Controle de Risco de Liquidez FRAM DTVM S.A. Este Documento foi desenvolvido e é atualizado pela Finanças e Riscos

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER IBRX FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O BNP PARIBAS MASTER IBRX FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o BNP PARIBAS MASTER IBRX FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Apresentação da Teleconferência 06 de agosto de 2015 Para informações adicionais, favor ler cuidadosamente o aviso ao final desta apresentação. Divulgação

Leia mais

CAIXA FI INSTITUCIONAL AÇÕES BDR NIVEL I

CAIXA FI INSTITUCIONAL AÇÕES BDR NIVEL I CAIXA FI INSTITUCIONAL AÇÕES BDR NIVEL I 1 Por que investir em fundo de AÇÕES BDR NIVEL I? Viabiliza o acesso das instituições reguladas pela Resolução CMN 3792/09 a investimentos no exterior; Estrutura

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Perfin Long Short 15 FIC FIM

Perfin Long Short 15 FIC FIM Perfin Long Short 15 FIC FIM Relatório Mensal- Junho 2013 O Perfin LongShort 15 FICFIM tem como objetivo gerarretorno superior ao CDIno médio prazo. O fundo utiliza-se de análise fundamentalista eaestratégia

Leia mais

CSHG Unique FIC FIA. Outubro de 2012

CSHG Unique FIC FIA. Outubro de 2012 CSHG Asset Management Comentários do gestor CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CSHG Unique FIC FIA Outubro de 12 Em outubro, o fundo CSHG Unique FIC FIA teve um retorno de 0,60%. No ano, o fundo acumulou retorno

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Dezembro/2008

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Dezembro/2008 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Dezembro/2008 1 Índice Sobre a Skopos Estratégia: Long & Short Long Biased Processo de Investimento Filosofia de Investimento Nosso Target Breakdown dos Ativos Performance Características

Leia mais

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS

ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS Conselho de Administração Diretoria Geral Gerenciamento de Capital Diretoria de Controladoria, Operações, Jurídico, Ouvidoria e Cobrança Diretoria de Tesouraria, Produtos e Novos Negócios Operações Bancárias

Leia mais

O ETF como instrumento na gestão de recursos:

O ETF como instrumento na gestão de recursos: O ETF como instrumento na gestão de recursos: Agosto de 2013 Tendências e Oportunidades no Brasil e no mundo. Informação Pública Política Corporativa de Segurança da Informação Conteúdo Utilização de ETFs

Leia mais

1. Público-alvo. 2. Objetivos

1. Público-alvo. 2. Objetivos LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS dezembro/2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento

Leia mais

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS

1. COMISSÃO EXECUTIVA DE RECURSOS HUMANOS Governança Corporativa se faz com Estruturas O Itaú se orgulha de ser um banco essencialmente colegiado. A Diretoria atua de forma integrada e as decisões são tomadas em conjunto, buscando sempre o consenso

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos, constituída sob a forma de condomínio que reúne recursos de vários investidores para aplicar em uma carteira diversificada de ativos financeiros. Ao aplicarem

Leia mais

MANUAL DE GERENCIAMENTO DE RISCO DE LIQUIDEZ

MANUAL DE GERENCIAMENTO DE RISCO DE LIQUIDEZ MANUAL DE GERENCIAMENTO DE RISCO DE LIQUIDEZ Fundos de Investimento constituídos sob a forma de condomínio aberto Publicação 31/03/2015 - versão 003 Responsável: Compliance e Riscos Gestoras PETRA 0 ÍNDICE

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADUAL IGB-30 FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADUAL IGB-30 FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADUAL IGB-30 FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: Nº 18.048.590/0001-98 Informações referentes a setembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações

Leia mais

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa encerrou o mês de fevereiro com alta de 9,97%, recuperando as perdas do início do ano. Mesmo com o cenário macroeconômico bastante nebuloso

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (C.N.P.J. nº 04.890.401/0001-15) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (C.N.P.J. nº 04.890.401/0001-15) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A. Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 30 de setembro de 2015 e relatório dos auditores independentes Relatório dos

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 04.787.

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 04.787. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Informações referentes à Julho de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

XP CAPITAL PROTEGIDO X: BERKSHIRE HATHAWAY

XP CAPITAL PROTEGIDO X: BERKSHIRE HATHAWAY XP CAPITAL PROTEGIDO X: BERKSHIRE HATHAWAY BERKSHIRE HATHAWAY PORTFOLIO DE EMPRESAS Investimentos na Bolsa Americana Warren Buffett é considerado o maior investidor de todos os tempos. Sua filosofia consiste

Leia mais

Formulário de Informações Complementares

Formulário de Informações Complementares JPM BRAZILIAN CORPORATE BONDS FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO Competência: 01/10/2015 Data de Geração: 01/10/2015 Versão: 1.0 CNPJ/MF do FUNDO: 15.453.342/0001-34 Periodicidade mínima

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352. FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.186/0001-43 Mês de Referência: Novembro de 2015 CLASSIFICAÇÃO ANBIMA:

Leia mais

Jornada de Valor. Novembro de 2010

Jornada de Valor. Novembro de 2010 Jornada de Valor Novembro de 2010 Planejando o crescimento O valor da empresa em uma transação está diretamente relacionado à percepção de valor de investidores, à governança corporativa, transparência

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Quem somos Fundadores Estrutura organizacional Filosofia de investimento Processo de investimento Anexo: currículos 3 4 5 7 9 16 QUEM SOMOS SOMOS Uma gestora independente com

Leia mais

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM NÃO O SUBSTITUI.

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento Ações Petrobras (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20) 31 de março de 2014 com Relatório dos Auditores

Leia mais

Curso Preparatório CPA20

Curso Preparatório CPA20 Página 1 de 9 Você acessou como Flávio Pereira Lemos - (Sair) Curso Preparatório CPA20 Início Ambiente ) CPA20_130111_1_1 ) Questionários ) Passo 2: Simulado Módulo II ) Revisão da tentativa 1 Iniciado

Leia mais

Desempenho Setembro 2015 Acumulado 2015. Equity Hedge 1,68% 7,51% CDI 1,11% 9,55%

Desempenho Setembro 2015 Acumulado 2015. Equity Hedge 1,68% 7,51% CDI 1,11% 9,55% Relatório de Gestão Setembro de 20 Desempenho Setembro 20 Acumulado 20 Equity Hedge 1,68% 7,51% 1,11% 9,55% Para mais informações relevantes à análise da rentabilidade deste Fundo - tais como taxa de administração,

Leia mais

9) Política de Investimentos

9) Política de Investimentos 9) Política de Investimentos Política e Diretrizes de Investimentos 2010 Plano de Benefícios 1 Segmentos Macroalocação 2010 Renda Variável 60,2% 64,4% 28,7% 34,0% Imóveis 2,4% 3,0% Operações com Participantes

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Quem Somos 2 CTM Investimentos Visão Geral A empresa A CTM Investimentos, fundada em 2012, é uma empresa independente, focada na busca por valor em empresas (Equity Research)

Leia mais

OPPORTUNITY LONG BIASED FIC FIM

OPPORTUNITY LONG BIASED FIC FIM OPPORTUNITY LONG BIASED FIC FIM [ ÍNDICE ] Opportunity Histórico, Equipe e Filosofia de Investimentos Processo de Tomada de Decisão Opportunity Long Biased FIC FIM Resultado Portfólio de ações 3 [ OPPORTUNITY

Leia mais

CSHG Strategy II FIC FIA Comentário do Gestor

CSHG Strategy II FIC FIA Comentário do Gestor A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CSHG Strategy II FIC FIA Comentário do Gestor Agosto 2010 Em Agosto, o fundo CSHG Strategy

Leia mais

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 CARTEIRA COMENTÁRIO Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções

Leia mais

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais