Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel"

Transcrição

1 Universalização de acesso à internet de alto desempenho Presidência da Anatel Brasília/DF Outubro/2012

2 Panorama Global CRESCIMENTO DA BANDA LARGA NO MUNDO - O Brasil foi o quinto país que mais ampliou sua base de banda larga fixa em todo o mundo, encerrando o ano de 2011 com um crescimento de 19,3% e 16,4 milhões de acessos. - Em 2011, os setores de banda larga e IPTV registraram o maior crescimento dos últimos cinco anos (Broadband Forum). - A base global de usuários banda larga ultrapassou 600 milhões de clientes ao final do primeiro trimestre de 2012 (Point Topic - Broadband Forum). - Nos últimos 18 meses, 100 milhões de novos assinantes foram somados à base mundial de banda larga; 16 milhões de novos clientes no primeiro trimestre de 2012 e outros 14 milhões entre outubro e dezembro de Os números do primeiro trimestre deste ano representam um crescimento trimestral de 2,7% e de 11,48% na comparação anual.

3 Crescimento no Brasil Nos últimos 4 anos, o número de domicílios com acesso à internet em banda larga cresceu aproximadamente 80%. Hoje, o Brasil conta com aproximadamente 18 milhões de domicílios com internet de alto desempenho Domicílios com Banda larga fixa T12 2T12

4 Crescimento no Brasil Além do crescimento do número de famílias com acesso à internet, nos últimos anos aumentou também a qualidade da conexão dessas famílias Velocidade Média do acesso à internet (Mbps) 1,3 1,4 1,5 1,7 1,7 1,9 1,9 1,8 2,2 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12

5 Crescimento no Brasil Quando analisamos a banda larga móvel (3G), percebemos que o número de consumidores conectados aumentou mais de 16 vezes nos últimos 4 anos Consumidores de Banda Larga Móvel (milhões) 58,7 52,0 41,1 62,4 3,7 8,8 20, T12 2T12 ago/12

6 Crescimento no Brasil Da mesma forma que na banda larga fixa, aumentou também a qualidade da conexão da banda larga móvel nos últimos anos Velocidade Média do 3G (Kbps) T10 2T10 3T10 4T10 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12

7 Fomentando o crescimento Apesar desse forte crescimento da banda larga fixa e móvel nos últimos anos, a Anatel continua tomando medidas para aumentar a oferta e a qualidade do serviço Em junho de 2012, foi realizado o leilão das faixas de 2,5 GHz e de 450MHz No total, foram arrecadados R$ 2,930 bilhões com a venda de 54 lotes no leilão - ágio de 31,27% - por seis grupos de empresas. As operadoras que conquistaram os lotes nacionais - Claro, Oi, TIM e Vivo - devem iniciar a oferta da banda larga 4G no país a partir de abril de 2013 e ainda garantir a oferta de internet e telefonia em áreas rurais, na frequência de 450MHz.

8 Compromissos 450 MHz 100% dos municípios até dezembro de 2015, com acesso à dados (256 kbps). 30% até dezembro de 2013; Mais 30% até dezembro de 2014; Mais 40% até dezembro de 2015; Oferta de varejo (SCM e/ou SMP) 100% dos municípios até dezembro de 2017, com acesso à dados (1 Mbps de download e franquia mensal mínima de 500 MB). 100% das escolas rurais dentro de sua área de cobertura até dezembro de 2015 (base INEP 2011), com acesso à dados (256 kbps). 100% das escolas rurais dentro de sua área de cobertura até dezembro de 2017 (base INEP 2011), com acesso à dados (1 Mbps).

9 Compromissos 2,5 GHz (FDD) Oferta de telefonia celular Sedes da Copa das Confederações de 2013 Sedes e Subsedes da Copa do Mundo FIFA 2014 Capitais de Estado, municípios > 500 mil e DF 100% até 31 de maio de % até 31 de dezembro de % até 31 de maio de 2014 > 100 mil 100% até 31 de dezembro de 2015 [30 mil, 100 mil] (*) (**) < 30 mil (*) (**) Cidades sem cobertura 3G (aproximadamente cidades) 100% até 31 de dezembro de 2017 (50% em 2,5 GHz e 50% em 1,9/2,1GHz) 6% até 31 de dezembro de 2019 Pode atender utilizando 1,9 / 2,1 GHz 100% até 31 de dezembro de 2019

10 Serviço de Comunicação Multimídia O SCM, como serviço que dá suporte à conexão à internet em banda larga, está no centro das políticas públicas de inclusão digital: - Decreto nº 7.175, de 12/05/2012: instituiu o Programa Nacional de Banda Larga; - Termos de Compromisso celebrados no âmbito do PNBL; - Novo Regulamento do SCM já foi à Consulta Pública (CP nº 45/2011), e deverá ser submetido à aprovação do Conselho no curto-prazo.

11 Novo Regulamento de Qualidade do SCM Outra medida importante é o Novo Regulamento de Gestão de Qualidade do SCM (RGQ-SCM), aprovado pela Resolução nº 574, de 28 de outubro de 2011 OBJETIVOS: Estabelecer padrões mínimos de qualidade para o SCM. Promover a progressiva melhoria da qualidade da experiência dos usuários de serviços de banda larga tanto no relacionamento com a Prestadora como no desempenho técnico do serviço contratado. O Regulamento atende ao disposto no art. 2º do Decreto nº 7.512, de 30/06/2011, que incumbiu a Anatel de definir parâmetros de qualidade para os serviços de telecomunicações que suportam o acesso à internet em banda larga. O não cumprimento das metas de qualidade sujeita as prestadoras a sanções.

12 Novo Regulamento de Qualidade do SCM FUNDAMENTOS Estudos feitos pela Superintendência de Serviços Privados: Experiências internacionais (Reino Unido, Índia, Portugal); Levantamento de dados junto às Prestadoras. Demais propostas de regulamentos de qualidade submetidas à Consulta Pública (SMP, STFC, STA). Projeto conjunto CGI.br, Inmetro e Anatel de avaliação da qualidade da banda larga fixa.

13 Novo Regulamento de Qualidade do SCM ÂMBITO DE APLICAÇÃO Prestadoras de Pequeno Porte (com até 50 mil Assinantes): somente as informações do Anexo I do Regulamento (receitas, faturamento, despesas, capacidade total instalada do sistema, quantitativos de acessos em serviço, número de postos de trabalho, extensão da rede de fibra óptica utilizada pela Prestadora etc.) Demais Prestadoras (+ de 50 mil Assinantes): todo o Regulamento, inclusive metas de qualidade (Oi, NET, Telefônica/Vivo, GVT, Algar Telecom (CTBC), Embratel, Sercomtel e Cabo Telecom).

14 Novo Regulamento de Qualidade do SCM REGULAMENTO DE GESTÃO DE QUALIDADE DO SCM No final de agosto, foi lançado o Programa de Medição da Qualidade da Banda Larga Fixa no Brasil. Para alcançar o objetivo do Programa e ter uma visão apurada da qualidade da banda larga no Brasil, estão sendo selecionados 12 mil voluntários para ajudar a avaliar a qualidade das conexões de internet. A partir dos resultados, a Agência reunirá informações para a adoção de medidas que permitam a progressiva melhoria do serviço. Com essas informações, a Anatel elaborará relatórios individuais (para os voluntários) e relatórios de indicadores de rede (para cumprimento de metas de qualidade.

15 Novo Regulamento de Qualidade do SCM REGULAMENTO DE GESTÃO DE QUALIDADE DO SCM No final do mês de setembro, a Anatel liberou a segunda fase dos testes de qualidade da banda larga em todo o País. Agora, os usuários que se inscreveram para participar do programa devem fazer o teste de velocidade speed test de suas conexões. Com a validação dos dados no speed test, o usuário é considerado apto a participar do projeto e, a partir daí, fará parte de um sorteio para a seleção dos voluntários que receberão o whitebox aparelho que fará a medição. A intenção é selecionar 12 mil voluntários, assinantes de banda larga, em todo o País. A partir dos resultados, serão reunidas informações para a adoção de medidas que permitam a progressiva melhoria do serviço.

16 Novo Regulamento de Qualidade do SCM CONTEÚDO - O Regulamento estabelece metas de qualidade para os Indicadores de Reação do Assinante (reclamações), Indicadores de Rede e Indicadores de Atendimento (acesso às empresas) e Indicadores de Pesquisa. - Para compor os indicadores de rede, as medições devem ser periódicas e realizadas por equipamento dedicado, instalado no endereço do assinante, conforme metodologia e procedimentos técnico-operacionais definidos pelo Grupo de Implantação de Processos de Aferição da Qualidade (Gipaq).

17 Novo Regulamento de Qualidade do SCM CONTEÚDO - A metodologia e procedimentos serão definidos pelo Grupo de Implantação de Processos de Aferição da Qualidade (Gipaq). - As medições serão realizadas por uma Entidade Aferidora da Qualidade (EAQ), contratada pelas prestadoras de SCM: Price Water House Coopers, que vem trabalhando em conjunto com a SamKnows - Broadband Availability Checker (FCC e Ofcom). - O próprio usuário pode efetuar a medição, por meio do site

18 Novo Regulamento de Qualidade do SCM ALGUNS INDICADORES DE REDE: -Velocidade Instantânea: É a velocidade aferida em cada medição feita pelo software. O resultado não pode ser menor do que 20% da velocidade máxima contratada pelo Assinante, tanto para download como para upload, em 95% das medições. - Meta para o primeiro ano: 20 % - Meta para o segundo ano: 30% - A partir do terceiro ano: 40% 40% 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% Primeiro ano Segundo ano Terceiro ano

19 Novo Regulamento de Qualidade do SCM ALGUNS INDICADORES DE REDE: Velocidade Média: É o resultado da média de todas as medições realizadas no mês na rede da Prestadora. 80,00% - Meta para o primeiro ano: 60 % - Meta para o segundo ano: 70% 70,00% 60,00% 50,00% 40,00% - A partir do terceiro ano: 80% 30,00% 20,00% 10,00% 0,00% Primeiro ano Segundo ano Terceiro ano

20 ALGUNS INDICADORES DE REDE: Latência Bidirecional: É o tempo em que um pacote de dados percorre a rede de um determinado ponto até seu destino e retorna à sua origem. A meta, a ser observada em 95% das medições, é de, no máximo, 80 milissegundos em conexões terrestres e 900 milissegundos em conexões por satélite. - Meta para o primeiro ano: 85 % - Meta para o segundo ano: 90% - A partir do terceiro ano: 95% 96% 94% 92% 90% 88% 86% 84% 82% 80% Primeiro ano Segundo ano Terceiro ano

21 Além das medidas de aumento da oferta e da qualidade da banda larga, em 2012 a Anatel fez outras ações para melhorar a vida das famílias brasileiras

22 FRONT INTERNO AUMENTO DA TRANSPARÊNCIA Ao longo de 2012 foram tomadas diversas medidas para aumentar a transparência da atuação da Anatel, por exemplo: Diversificação dos canais de interação com a sociedade (redes sociais, Youtube etc.) Plena adaptação à Lei de Acesso à Informação Transparência no sorteio de matérias ao Conselho Diretor Publicação de Consultas Públicas de Termos de Referência para contratações

23 FRONT EXTERNO REGULAMENTO DO SeAC No final de março de 2012, a Anatel publicou a versão final do Regulamento do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC), que passou a regular o mercado de TV por assinatura. Com essa regulação, espera-se aumentar de forma significativa a oferta de serviços de TV por assinatura, permitindo a entrada de novos players nesse mercado Em 2013 a Anatel ainda editará uma série de regulamentos sobre pontos específicos do SeAC, incluindo um regulamento técnico e um regulamento sobre direito dos usuários.

24 FRONT EXTERNO REGULAMENTO DE TARIFAÇÃO DO STFC Em 2012 foi realizada Consulta Interna sobre a revisão do Revisão do Regulamento de Tarifação do STFC A proposta dessa revisão é a de simplificar a forma de cobrança das ligações de longa distância da telefonia fixa No contexto dessa revisão também está sendo discutida a revisão da quantidade e do tamanho das áreas locais do STFC Estamos trabalhando com o prazo de colocar a proposta em Consulta Pública ainda em 2012, de forma a aprovar a versão final do Regulamento em 2013

25 FRONT EXTERNO BENS REVERSÍVEIS Em setembro foi publicada no site da Anatel a lista dos bens reversíveis, que consistem em um patrimônio bilionário que deverá ser devolvido à União em 2025, quando as concessões de telefonia fixa expirarem Essa publicação é fundamental para dar maior transparência ao processo de controle dos bens reversíveis, melhorando sua fiscalização por parte da Anatel Em breve deverá ser colocada em Consulta Pública nova versão do Regulamento de Bens Reversíveis, que incluirá a metodologia de cálculo para apuração da indenização que o governo terá que pagar às operadoras ao final da concessão

26 FRONT EXTERNO REGULAMENTO DO ACESSO INDIVIDUAL CLASSE ESPECIAL - AICE Em abril foi aprovada a versão final do novo AICE, ou telefone popular. A oferta é destinada a 22 milhões de famílias cadastradas nos programas sociais do governo e terá assinatura básica pós-paga de R$ 9,50 (sem impostos), com franquia é de 90 minutos e o uso excedente será cobrado na forma pré-paga. No primeiro ano de vigência do regulamento, serão atendidas as famílias que tenham renda mensal de até um salário mínimo. Já foram atendidas aproximadamente 30 mil famílias com AICE A partir dos 2013, serão beneficiadas as famílias com renda mensal de até dois salários mínimos. Já em 2014 serão contempladas as demais famílias inscritas no cadastro único.

27 FRONT EXTERNO GRANDES EVENTOS INTERNACIONAIS Em 2012 foi aprovada a destinação de aproximadamente R$ 170 milhões para modernização da Anatel com vistas aos grandes eventos internacionais Esses recursos serão distribuídos ao longo de 2012, 2013 e 2014 e permitirão que a aquisição e modernização de sistemas e equipamentos de acompanhamento e fiscalização As principais aquisições são de sistemas de acompanhamento e a modernização de equipamentos e sistemas de fiscalização Com esses recursos a Anatel está se modernizando para atuar na garantia de padrões internacionais de prestação de serviço quando dos grandes eventos

28 PERSPECTIVAS E PARA 2013? Implementar nova estrutura da Agência Aprovar no Regulamento de Tarifação do STFC, com revisão das áreas locais Aprovar novo Regulamento de Bens Reversíveis Aprovar regulamentos sobre pontos específicos do SeAC, incluindo um regulamento técnico e um regulamento sobre direito dos usuários Aprovar revisão do Regulamento do SMP Aprovar Regulamento da Lei de Acesso à Informação Aprovar Regulamento de Termo de Ajustamento de Conduta TAC Executar orçamento dos Grandes Eventos Internacionais

29 CONCLUINDO Apesar da crise mundial, o setor de telecomunicações vem conseguido contribuir efetivamente para o desenvolvimento do Brasil e é de extrema importância a definição de políticas públicas que incentivem a manutenção desse fluxo de investimentos e que estimulem a superação anual do volume de aportes realizados pelas prestadoras de telecomunicações.

30 Obrigado Agência Nacional de Telecomunicações Vitor Menezes

NOVA REGULAMENTAÇÃO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA

NOVA REGULAMENTAÇÃO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA NOVA REGULAMENTAÇÃO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA Luiz Fernando Fauth Agência Nacional de Telecomunicações ANATEL ibusiness 2011 Curitiba, 24/11/2011 SUMÁRIO Cenário atual do SCM Consulta Pública

Leia mais

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Brasília/DF Maio/2013 15 anos de LGT Em 1997, na corrida pelo usuário, a

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (dezembro/13) Janeiro de 2014 Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (setembro/13) outubro de 2013 Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (Junho/14) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

Banda Larga rural e urbana

Banda Larga rural e urbana Banda Larga rural e urbana Edital de Licitação 004/2012/PVCP/SPV-Anatel (450 MHz e 2,5 GHz) Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel Brasília/DF Abril/2012 Premissas e objetivos

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (Setembro/14) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel

PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel Agenda Região Norte Ações da Anatel* Anuência Prévia Oi-BrT Projeto

Leia mais

Programa de Medição da Qualidade da Banda Larga Fixa no Brasil

Programa de Medição da Qualidade da Banda Larga Fixa no Brasil Programa de Medição da Qualidade da Banda Larga Fixa no Brasil Lançamento Agência Nacional de Telecomunicações Brasília, 29 de agosto de 2012 1 RGQ-SCM Prestadoras de SCM com mais de 50.000 acessos em

Leia mais

Regulamento de Gestão da Qualidade do SCM e do SMP. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados - SPV Anatel

Regulamento de Gestão da Qualidade do SCM e do SMP. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados - SPV Anatel Regulamento de Gestão da Qualidade do SCM e do SMP Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados - SPV Anatel Brasília/DF Março/2012 Agenda Base Regulatória; GIPAQ; Princípios; Processo

Leia mais

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Mario Dias Ripper F&R Consultores Brasília, 02 de setembro de 2014. PGMU III Geografia Características do Brasil

Leia mais

Gestão da Qualidade da Banda Larga

Gestão da Qualidade da Banda Larga Gestão da Qualidade da Banda Larga Agência Nacional de Telecomunicações Brasília, 17 de maio de 2013 METODOLOGIA DE MEDIÇÃO INDICADORES DE BANDA LARGA FIXA Avaliações realizadas através de medidores instalados

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERNATIVO N 095-LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERNATIVO N 095-LC Empresa PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERNATIVO N 095-LC Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano NET FONE VIA EMBRATEL PAS 095-LC Modalidade

Leia mais

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro II LATIN AMERICAN PUBLIC POLICY FORUM ON INTERNET, E- COMMERCE AND MOBILE TECHNOLOGIES Economic, Social and Cultural Impact on Latin America's Development Keynote speech by Senator Walter Pinheiro Discussion

Leia mais

Investimentos em 4G, refarming. de frequência e telefonia rural

Investimentos em 4G, refarming. de frequência e telefonia rural Investimentos em 4G, refarming de frequência e telefonia rural Carlos Baigorri Superintendente Anatel Brasília/DF Fevereiro/2014 Nos últimos 12 anos pudemos ver no mercado as tecnologias passando por diferentes

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE FALE FIXO LOCAL PLANO ALTERANTIVO N 107 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE FALE FIXO LOCAL PLANO ALTERANTIVO N 107 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE FALE FIXO LOCAL PLANO ALTERANTIVO N 107 - LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano NET FONE FALE FIXO LOCAL PAS 107 - LC

Leia mais

Documento publicado em atenção às determinações constantes da Resolução n.º 574/2011.

Documento publicado em atenção às determinações constantes da Resolução n.º 574/2011. Documento publicado em atenção às determinações constantes da Resolução n.º 574/2011. Cartilha Informativa acerca da Qualidade do SCM (Serviço de Comunicação Multimídia) Documento publicado em atenção

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga

Programa Nacional de Banda Larga Programa Nacional de Banda Larga Metas e eixos de ação Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal Brasília, 31 de agosto de 2011 Dados de acesso à Internet em

Leia mais

Plano de Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel

Plano de Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel Plano de Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel Agência Nacional de Telecomunicações Anatel Brasília/DF 08/2012 Reclamações ARU Anatel Diferença percentual entre a pior

Leia mais

Principais Direitos dos Usuários e Obrigações das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações

Principais Direitos dos Usuários e Obrigações das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Telefonia Móvel Banda Larga Telefonia Fixa TV por Assinatura Principais Direitos dos Usuários e Obrigações das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Telefonia Móvel 1. Adesão A prestação do Serviço

Leia mais

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA 4 de novembro de 2014 Flávia Lefèvre Guimarães flavia@lladvogados.com.br Lei Geral de Telecomunicações

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Lucro Líquido consolidado de R$ 32,8 milhões, 49,5% maior que o do. Margem de 8,6% no, ante 6,2% no. Algar Telecom inicia oferta de varejo (voz, banda

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERANTIVO N 036 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERANTIVO N 036 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO NET FONE VIA EMBRATEL PLANO ALTERANTIVO N 036 - LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano NET FONE VIA EMBRATEL PAS 036 Modalidade

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 093-LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 093-LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 093-LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano 093 Local Modalidade do STFC Local. Descrição Resumida A adesão a este plano de serviço

Leia mais

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite SINDISAT Suporte: TELECO - Inteligência em Telecomunicações Brasília,

Leia mais

05) Um mesmo assinante poderá ter em casa o acesso normal do STFC e o AICE? - O assinante poderá ter somente um AICE e poderá ter outro plano.

05) Um mesmo assinante poderá ter em casa o acesso normal do STFC e o AICE? - O assinante poderá ter somente um AICE e poderá ter outro plano. 01) O que é AICE? Significa Acesso Individual Classe Especial. É um Plano básico e com regulamentação própria (Regulamentado pela Resolução Nº 586, da ANATEL, de 05 de abril de 2012). Modalidade de telefonia

Leia mais

Direitos dos Consumidores de Telecomunicação. Fórum Alô Brasil. 26 de abril de 2011

Direitos dos Consumidores de Telecomunicação. Fórum Alô Brasil. 26 de abril de 2011 Direitos dos Consumidores de Telecomunicação Fórum Alô Brasil 26 de abril de 2011 Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor Instituto criado em 1987 Atuante na defesa dos direitos do consumidor Independente

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Fale Light PLANO ALTERNATIVO N 068 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Fale Light PLANO ALTERNATIVO N 068 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Fale Light PLANO ALTERNATIVO N 068 - LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Plano Fale Light PAS 068 Modalidade do STFC Local. Descrição

Leia mais

Valor Promocional da Franquia Mensal. Oi Internet Móvel 500MB R$ 29,00 R$299

Valor Promocional da Franquia Mensal. Oi Internet Móvel 500MB R$ 29,00 R$299 OI MÓVEL S/A, incorporadora da TNL PCS S.A e, nova denominação da 14 BRASIL TELECOM CELULAR S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade

Leia mais

mensagem do PreSidente

mensagem do PreSidente Sumário Mensagem do Presidente Perfil Institucional Estrutura organizacional Desempenho da Anatel Acesso aos serviços Oferta de serviços Competição Gestão do espectro Certificação de produtos Fiscalização

Leia mais

Interrupção nas ligações caiu 58% no Estado, aponta Anatel

Interrupção nas ligações caiu 58% no Estado, aponta Anatel Interrupção nas ligações caiu 58% no Estado, aponta Anatel Após quase dois anos desde que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) empregou regras mais severas para o setor de telefonia - a partir

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL PAUTA DA 782ª REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL PAUTA DA 782ª REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL PAUTA DA 782ª REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR DATA: 13 de agosto de 2015 HORÁRIO: 15:30h LOCAL: Setor de Autarquias Sul, Quadra 06, Bloco C - Espaço Cultural. ASSUNTOS:

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO CTBC MIX

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO CTBC MIX REGULAMENTO DA PROMOÇÃO CTBC MIX 1) OBJETIVO: O presente Regulamento tem por objetivo estabelecer as relações entre as EMPRESA(S) CTBC Telecom, CTBC Celular S/A e CTBC Multimídia Data Net S/A, adiante

Leia mais

Balanço Huawei da Banda Larga 1T12

Balanço Huawei da Banda Larga 1T12 Balanço Huawei da Banda Larga 1T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Especial 4G 2 Objetivo e metodologia Acompanhar o crescimento

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014

Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014 Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014 Meta do PNBL Se pacote PNBL de 1 Mbps for ofertado por R$ 15 em todos os municípios Se pacote PNBL de 1 Mbps for

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados

Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados SINTTEL - Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicaçãoes de Minas Gerais SINTTEL - Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicaçãoes

Leia mais

Larga Brasil 2005-2010

Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho de 2010 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2010 IDC. Reproduction

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 088-LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 088-LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO 088-LC Empresa Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. Nome do Plano Via Fone Fale Simples Modalidade do STFC Local. Descrição Resumida A adesão a este plano

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga PNBL Situação em junho de 2014

Programa Nacional de Banda Larga PNBL Situação em junho de 2014 Programa Nacional de Banda Larga PNBL Situação em junho de 2014 Estrutura da apresentação Concepção do PNBL Objetivos do PNBL Meta do PNBL Evolução recente de indicadores de banda larga Principais ações

Leia mais

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Rogério Santanna dos Santos Brasília, 29 de Setembro de 2009 Mercado Banda Larga - Operadoras Empresas 2007 (x1000) 2008 (x1000) % Crescimento Ano 2007 Telefonica

Leia mais

INSTRUMENTO DE TERMO DE COMPROMISSO QUE CELEBRAM ENTRE SI O MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES,

INSTRUMENTO DE TERMO DE COMPROMISSO QUE CELEBRAM ENTRE SI O MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, INSTRUMENTO DE TERMO DE COMPROMISSO QUE CELEBRAM ENTRE SI O MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, E O GRUPO SERCOMTEL, COM A FINALIDADE DE ADERIR AOS OBJETIVOS DO PLANO NACIONAL

Leia mais

4 A Telefonia Móvel no Brasil

4 A Telefonia Móvel no Brasil 4 A Telefonia Móvel no Brasil 4.1 Breve Histórico da Telefonia Móvel O uso da telefonia móvel teve início no Brasil no final de 1990. Em 30 de dezembro deste ano o Sistema Móvel Celular (SMC) começou a

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (julho/2015) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

3º Seminário sobre informação na Internet: construindo o futuro do Brasil

3º Seminário sobre informação na Internet: construindo o futuro do Brasil 3º Seminário sobre informação na Internet: construindo o futuro do Brasil O custo do acesso a Internet no Brasil: caro ou barato? 18 de novembro de 2010 Sobre o Idec 2 Como o Idec trabalha? 3 4 Temas Prioritários

Leia mais

Advogada do Idec. São Paulo, 02 de junho de 2014. Ilmo. Sr. João Batista de Rezende. Presidente. ANATEL Agência Nacional de Telecomunicações

Advogada do Idec. São Paulo, 02 de junho de 2014. Ilmo. Sr. João Batista de Rezende. Presidente. ANATEL Agência Nacional de Telecomunicações São Paulo, 02 de junho de 2014. Ilmo. Sr. João Batista de Rezende Presidente ANATEL Agência Nacional de Telecomunicações Prezado Senhor, O Idec Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - vem apresentar

Leia mais

III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP

III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP Tendências, Panorama e Desafios do Roaming Internacional II Painel Que Mercado na CPLP? Agenda Sobre a Oi Que Mercado na CPLP Panorama Roaming Internacional

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) Propõe que a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle com o auxílio do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público

Leia mais

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação. Novembro de 2015

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação. Novembro de 2015 Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação Novembro de 2015 acesso móvel TV por assinatura telefone fixo banda larga fixa Panorama Setorial - Tradicional 44,1 milhões de assinantes 25,2

Leia mais

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011 Pesquisa TIC Provedores 2011 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil São Paulo, 30 de novembro de 2011 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de

Leia mais

II Semana de Engenharia de Telecomunicações - SETEL - 2013

II Semana de Engenharia de Telecomunicações - SETEL - 2013 II Semana de Engenharia de Telecomunicações - SETEL - 2013 Lívio Peixoto do Nascimento Gerente Anatel/RN UFRN Natal - RN Outubro/2013 Agenda Convergência Tecnológica Evolução dos Marcos Regulatórios Avaliação

Leia mais

Veridiana Alimonti. Entrevista com

Veridiana Alimonti. Entrevista com Entrevista com Veridiana Alimonti Idec por João Brant 1 Veridiana Alimonti é formada em Direito pela Universidade de São Paulo e mestranda na mesma instituição, com projeto voltado ao estudo das políticas

Leia mais

Ministério das Comunicações 2015

Ministério das Comunicações 2015 Ministério das Comunicações 2015 O MINISTÉRIO - Secretaria de Telecomunicações Políticas para expansão dos serviços de telecomunicações, prioritariamente o acesso à banda larga - Secretaria de Comunicação

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações IV Seminário Telcomp 2011 Competição e Inovação A Perspectiva de Governo e Políticas Públicas: Políticas Públicas para incentivo à expansão de redes e serviços de telecomunicações Maximiliano S. Martinhão

Leia mais

OI INTERNET MÓVEL - PNBL PLANO NACIONAL BANDA LARGA - OI INTERNET MÓVEL

OI INTERNET MÓVEL - PNBL PLANO NACIONAL BANDA LARGA - OI INTERNET MÓVEL Via do Cliente OI INTERNET MÓVEL - PNBL PLANO NACIONAL BANDA LARGA - OI INTERNET MÓVEL Oferta válida de 18/11/2014 a 23/02/2015 Certificamos a sua adesão à OFERTA OI INTERNET MÓVEL PNBL que consiste na

Leia mais

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 150

DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 150 DESCRITIVO DO PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO Nº 50 A. Empresa: Oi (Telemar Norte Leste S.A.) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço n.º 50 Franquia 500 minutos Internet sem Limites + Franquia VC

Leia mais

Detalhamento do Plano

Detalhamento do Plano PLANO ALTERNATIVO LOCAL PLANO Nº 032 A. Empresa: OI (TELEMAR NORTE LESTE S.A.), autorizatária do Serviço Telefônico Fixo Comutado na Modalidade Local, na Região III e no Setor 3 da Região 1 do Plano Geral

Leia mais

Serviço de Comunicação Multimídia - SCM

Serviço de Comunicação Multimídia - SCM Serviço de Comunicação Multimídia - SCM Carlos Evangelista Gerência de Outorga e Licenciamento de Estações - ORLE Superintendência de Outorga e Recursos à Prestação - SOR Agência Nacional de Telecomunicações

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DE LANÇAMENTO DO NOVO PRODUTO CONEXÃO À INTERNET EM BANDA LARGA 3G COM IP PROFISSIONAL

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DE LANÇAMENTO DO NOVO PRODUTO CONEXÃO À INTERNET EM BANDA LARGA 3G COM IP PROFISSIONAL REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DE LANÇAMENTO DO NOVO PRODUTO CONEXÃO À INTERNET EM BANDA LARGA 3G COM IP PROFISSIONAL 1. Das Partes, das Definições da Promoção: 1.1. 14 BRASIL TELECOM CELULAR S.A., autorizatária

Leia mais

Desafios no acesso à internet móvel. Penetração, qualidade e gestão do espectro

Desafios no acesso à internet móvel. Penetração, qualidade e gestão do espectro Desafios no acesso à internet móvel Penetração, qualidade e gestão do espectro Seminário IDEC Acesso à internet e direitos do consumidor: balanço e perspectivas Marcio Patusco Lana Lobo Clube de Engenharia

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 2T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 2T10 Apresentação de resultados Algar Telecom 2T10 Destaques do 2T10 A Algar ficou com a 6 melhor colocação no setor de Telecomunicações e a 1ª no ranking de rentabilidade, conforme publicado pela Revista Exame

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR - NATAL NOV/2014

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR - NATAL NOV/2014 REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR - NATAL NOV/2014 OI MÓVEL S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade de Brasília, Distrito

Leia mais

36º Encontro Tele.Síntese

36º Encontro Tele.Síntese 36º Encontro Tele.Síntese Evolução tecnológica - terminais 1998 Em poucos anos a evolução dos terminais móveis é surpreendente 2013 2 Evolução tecnológica - uso FALAR CONECTAR COMPARTILHAR VIVER Tecnologia

Leia mais

OFERTA COPA DO MUNDO - FEV/14 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO

OFERTA COPA DO MUNDO - FEV/14 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO OI MÓVEL S/A, incorporadora da TNL PCS S.A e, nova denominação da 14 BRASIL TELECOM CELULAR S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade

Leia mais

Cartilha Informativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão

Cartilha Informativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão Cartilha Informativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão Draft para avaliação 1 de 1 SOFTWARE DE MEDIÇÃO DA QUALIDADE DE CONEXÂO Em cumprimento às obrigações previstas no Regulamento de

Leia mais

INFORME 22/12/2011 NÚMERO E ORIGEM: 1.264/2011/PVCPR/ PVCP/SPB/SUN/SPV DATA:

INFORME 22/12/2011 NÚMERO E ORIGEM: 1.264/2011/PVCPR/ PVCP/SPB/SUN/SPV DATA: INFORME NÚMERO E ORIGEM: 1.264/2011/PVCPR/ PVCP/SPB/SUN/SPV DATA: 22/12/2011 1. DESTINATÁRIO Superintendência de Serviços Privados - SPV 2. INTERESSADO Conselho Diretor da Anatel - CD 3. ASSUNTO Proposta

Leia mais

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Alternativo Transitel. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL D. MODALIDADE DE STFC COBERTA

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Alternativo Transitel. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL D. MODALIDADE DE STFC COBERTA A. NOME DA EMPRESA Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO Plano Alternativo Transitel. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL PA-27 local. D. MODALIDADE DE STFC COBERTA Plano específico para a modalidade LOCAL.

Leia mais

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Miriam Wimmer Diretora do Departamento de Serviços e de Universalização de Telecomunicações Secretaria de Telecomunicações

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL PAUTA DA 719ª REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL PAUTA DA 719ª REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL PAUTA DA 719ª REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR DATA: 31 de outubro de 2013 HORÁRIO: 15:00h LOCAL: SALA DE REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR - SAUS - QUADRA 06 - BLOCO H

Leia mais

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática CCT Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Brasília/DF Julho/2013 CENÁRIO ATUAL

Leia mais

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Básico de Serviço Local. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL

A. NOME DA EMPRESA. Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO. Plano Básico de Serviço Local. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL A. NOME DA EMPRESA Transit do Brasil S.A. B. NOME DO PLANO Plano Básico de Serviço Local. C. IDENTIFICAÇÃO PARA A ANATEL Plano Básico de Serviço Local. D. MODALIDADE DE STFC COBERTA Plano específico para

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO BRASIL TELECOM + SKY NOVAS OFERTAS PROMOÇÃO BRASIL TELECOM + SKY NOVOS OFERTAS

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO BRASIL TELECOM + SKY NOVAS OFERTAS PROMOÇÃO BRASIL TELECOM + SKY NOVOS OFERTAS REGULAMENTO DA PROMOÇÃO BRASIL TELECOM SKY NOVAS OFERTAS BRASIL TELECOM S.A., pessoa jurídica de direito privado, sociedade anônima inscrita no CNPJ sob n.º 76.535.764/0001-43, com sede e administração

Leia mais

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA AS CIDADES UBERLÂNDIA E UBERABA

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA AS CIDADES UBERLÂNDIA E UBERABA REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA AS CIDADES UBERLÂNDIA E UBERABA 1. OBJETIVO: o presente regulamento tem por objetivo estabelecer a relação entre as empresas Companhia de Telecomunicações do Brasil

Leia mais

JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL JARBAS JOSÉ VALENTE Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL Outubro/2013 Modelo Regulatório Princípios Legais QUANTO AO REGIME DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO: REGIME PÚBLICO: CONCESSÃO COM

Leia mais

Breve Análise do Cenário e das Perspectivas da Conexão em Banda Larga no Brasil

Breve Análise do Cenário e das Perspectivas da Conexão em Banda Larga no Brasil SUPPLY CHAIN Breve Análise do Cenário e das Perspectivas da Conexão em Banda Larga no Brasil Logike Associados S/C Fevereiro 2008 Abstract: This article provides a simple overview of the broadband progress

Leia mais

Cartilha Informativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão

Cartilha Informativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão Cartilha Informativa sobre o Software de Medição de Qualidade de Conexão Draft para avaliação 1 de 1 SOFTWARE DE MEDIÇÃO DA QUALIDADE DE CONEXÂO Em cumprimento às obrigações previstas no Regulamento de

Leia mais

Aferição da Banda Larga Móvel no Brasil Serviço Móvel Pessoal - SMP

Aferição da Banda Larga Móvel no Brasil Serviço Móvel Pessoal - SMP Aferição da Banda Larga Móvel no Brasil Serviço Móvel Pessoal - SMP 01/04/2013 ÍNDICE 1. Projeto de aferição da banda larga móvel no Brasil 2. Resolução 575/2011: Serviço Móvel Pessoal (SMP) 3. O projeto

Leia mais

PREÇO E TARIFAS APLICÁVEIS AO SERVIÇO PLANO COMERCIAL 21 + PACOTE FIXO-MÓVEL

PREÇO E TARIFAS APLICÁVEIS AO SERVIÇO PLANO COMERCIAL 21 + PACOTE FIXO-MÓVEL SUMÁRIO DAS CONDIÇÕES RELATIVAS À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES - TELEFONIA PREÇO E TARIFAS APLICÁVEIS AO SERVIÇO PLANO COMERCIAL 21 + PACOTE FIXO-MÓVEL Franquia mensal que contempla pacotes

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos

Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos Seminário Banda Larga no Brasil e os direitos dos consumidores Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações Brasília, maio de

Leia mais

Via do Cliente OI VELOX 3G PNBL PLANO DE SERVIÇO DE INTERNET MÓVEL OI VELOX 3G PARA O PNBL

Via do Cliente OI VELOX 3G PNBL PLANO DE SERVIÇO DE INTERNET MÓVEL OI VELOX 3G PARA O PNBL Via do Cliente OI VELOX 3G PNBL PLANO DE SERVIÇO DE INTERNET MÓVEL OI VELOX 3G PARA O PNBL Oferta válida de 14/02/2013 a 24/04/2013 Certificamos a sua adesão à OFERTA OI VELOX 3G PNBL que consiste na aquisição

Leia mais

ABRIL DE 2012. Provedores de Internet no Brasil: Inclusão Digital e Infraestrutura Ano 4 Número 1

ABRIL DE 2012. Provedores de Internet no Brasil: Inclusão Digital e Infraestrutura Ano 4 Número 1 ABRIL DE 2012 Provedores de Internet no Brasil: Inclusão Digital e Infraestrutura Ano 4 Número 1 SUMÁRIO EXECUTIVO Apresentação A inclusão digital no Brasil depende fundamentalmente da expansão da infraestrutura

Leia mais

05) Um mesmo assinante poderá ter em casa o acesso normal do STFC e o AICE? - O assinante poderá ter somente um AICE e poderá ter out ro plano.

05) Um mesmo assinante poderá ter em casa o acesso normal do STFC e o AICE? - O assinante poderá ter somente um AICE e poderá ter out ro plano. 01) O que é AICE? Significa Acesso I ndividual Classe Especial. É um Plano básico e com regulamentação própria (Regulamentado pela Resolução Nº 5 8 6, da ANATEL, de 0 5 de abr il de 2 0 1 2 ). Modalidade

Leia mais

SOLUÇÃO DE TELEFONIA MÓVEL- OI EMPRESA ESPECIAL

SOLUÇÃO DE TELEFONIA MÓVEL- OI EMPRESA ESPECIAL PROPOSTA COMERCIAL SOLUÇÃO DE TELEFONIA MÓVEL- OI EMPRESA ESPECIAL Palmas, 04 de Janeiro de 2012 Pagina 1 A/C: Sr Roberto, A Nacional Telecom - Agente Autorizado Oi Pra Negócios submete à apreciação de

Leia mais

Projeto RuralMAX. Soluções para massificação do acesso à Internet em Banda Larga para Áreas Rurais

Projeto RuralMAX. Soluções para massificação do acesso à Internet em Banda Larga para Áreas Rurais Projeto RuralMAX Soluções para massificação do acesso à Internet em Banda Larga para Áreas Rurais Rural Connectivity Forum 2011 15 a 17/11 - Maputo - Moçambique NEGER Tecnologia e Sistemas Fundada em 1987

Leia mais

Avaliação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL)

Avaliação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) Avaliação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) Senado Federal Veridiana Alimonti 04 de novembro de 2014 Sobre o Idec Organização não governamental fundada em 1987, sem fins lucrativos, independente.

Leia mais

Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional

Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional 2014 Superintendência de Controle de Obrigações - SCO Gerência de Controle de Obrigações de Qualidade - COQL Brasília,

Leia mais

SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA RODRIGO SANTANA DOS SANTOS ANATEL

SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA RODRIGO SANTANA DOS SANTOS ANATEL 1 SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA RODRIGO SANTANA DOS SANTOS ANATEL 2 Sumário Conceitos Gerais SCM em Números Proteção e Defesa de Direitos dos Assinantes Regulamentos em Estudo 3 Conceitos Gerais Lei

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

REGULAMENTO. Promoção Nextel Pós

REGULAMENTO. Promoção Nextel Pós REGULAMENTO Promoção Nextel Pós Esta promoção é comercializada pela NEXTEL TELECOMUNICAÇÕES Ltda., prestadora do Serviço Móvel Pessoal SMP, doravante denominada simplesmente NEXTEL, situada na situada

Leia mais

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros 1. Desempenho Operacional A Claro encerrou 2012 com 65,2 milhões de celulares no país, variação de 8% em relação a

Leia mais

USO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES PARA ACESSO A INTERNET

USO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES PARA ACESSO A INTERNET AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES USO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES PARA ACESSO A INTERNET er@ da informação impacto nos serviços Edmundo Antonio Matarazzo Superintendência de Universalização agosto

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 002 - SCM

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 002 - SCM PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 002 - SCM EMPRESA CLARO S/A., incorporadora da Embratel S.A. NOME DO PLANO REDE ÚNICA DE DADOS MPLS TIPO DE SERVIÇO Serviço de Formação de Rede MPLS

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 004 - SCM

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 004 - SCM PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO SCM PLANO ALTERNATIVO N 004 - SCM EMPRESA CLARO S/A, incorporadora da Embratel S.A. NOME DO PLANO PRIMELINK TIPO DE SERVIÇO Serviço de conexão de redes de dados fim a fim.

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Setembro/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director IDC Brasil Copyright

Leia mais

REGULAMENTO DAS OFERTAS PACOTES EXTRAS E PACOTES DE INTERNET - OI INTERNET PARA CELULAR PRÉ

REGULAMENTO DAS OFERTAS PACOTES EXTRAS E PACOTES DE INTERNET - OI INTERNET PARA CELULAR PRÉ OI MÓVEL S/A, com sede no Setor Comercial Norte Quadra 03 Bloco A Edifício Estação Telefônica Térreo Parte 2 Brasília/DF, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, doravante denominada simplesmente

Leia mais

REGULAMENTO. Promoção Nextel Controle

REGULAMENTO. Promoção Nextel Controle REGULAMENTO Promoção Nextel Controle Esta promoção é comercializada pela NEXTEL TELECOMUNICAÇÕES Ltda., prestadora do Serviço Móvel Pessoal SMP, doravante denominada simplesmente NEXTEL, situada na situada

Leia mais

PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO. Acesso Individual Classe Especial (AICE) Relator Cons. Marcelo Bechara

PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO. Acesso Individual Classe Especial (AICE) Relator Cons. Marcelo Bechara PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO REGULAMENTO Acesso Individual Classe Especial (AICE) Relator Cons. Marcelo Bechara contextualização Público alvo Forma de Pagamento AICE Atual Qualquer indivíduo (142.263 acessos

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO CLARO FONE FALE ON NET PLANO ALTERNATIVO N 110 - LC

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO CLARO FONE FALE ON NET PLANO ALTERNATIVO N 110 - LC PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO CLARO FONE FALE ON NET PLANO ALTERNATIVO N 110 - LC Empresa Empresa Claro S/A, incorporadora da Embratel S.A., autorizada do STFC na modalidade Local. Nome do Plano Plano CLARO

Leia mais

REGULAMENTO. Promoção Plano 300MB+50min

REGULAMENTO. Promoção Plano 300MB+50min REGULAMENTO Promoção Plano 300MB+50min Esta promoção é comercializada pela NEXTEL TELECOMUNICAÇÕES Ltda., prestadora do Serviço Móvel Pessoal SMP, doravante denominada simplesmente NEXTEL, situada na Av.

Leia mais