Ministério das Comunicações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério das Comunicações"

Transcrição

1 IV Seminário Telcomp 2011 Competição e Inovação A Perspectiva de Governo e Políticas Públicas: Políticas Públicas para incentivo à expansão de redes e serviços de telecomunicações Maximiliano S. Martinhão Secretário de Telecomunicações São Paulo, 18 de outubro de 2011

2 Pauta Dados setoriais 1 Regulação Objetivos do MC 6 Conteúdos e aplicações 2 Normas de infraestrutura Ações executadas e em andamento Uma palavra final sobre competição 5 Telebrás PNBL 4 Política produtiva e tecnológica 3 Incentivos fiscais ao serviço

3 Dados setoriais

4 Telefonia fixa Densidade: 21,7 acessos por 100 habitantes Fonte: Anatel

5 Telefonia fixa Fonte: Anatel

6 Telefonia móvel Agosto/2011: 224 milhões de acessos em operação Densidade: 114,88 acessos por 100 habitantes Fonte: Anatel

7 Telefonia móvel Participação de mercado (acessos),330% 25,990% 18,780% 29,540% 25,360% Vivo Claro TIM Oi Outros Fonte: Anatel

8 Milhões Ministério das Comunicações Banda larga Acessos de banda larga ago/11 31,68 16,11 Fixa Móvel Fonte: Anatel

9 Banda larga (SCM) Participação de mercado (acessos) Oi 7,640% 2,420% 7,940% 22,750% 23,360% 35,890% Telefonica Net GVT Embratel Jan/2011: autorizadas SCM Outros Fonte: Anatel

10 Banda larga 50% 40% 30% 20% 10% 0% 39% 31% Famílias urbanas com computador Famílias urbanas com acesso à Internet Fonte: CETIC.br, Pesquisa Tic Domicílios 2010

11 Motivo para não ter internet no domicílio: Alto custo Ausência de disponibilidade na área Fonte: CETIC.br, PesquisaTic Domicílios 2010

12 Objetivos do Ministério

13 Expandir a infraestrutura e os serviços de telecomunicações, promovendo o acesso pela população e buscando as melhores condições de preço, cobertura e qualidade. Ampliar o acesso à Internet e torná-la mais barata (PNBL) Expansão de serviços de telecomunicações para áreas rurais e remotas, hoje desatendidas, como a Região Norte Incentivar investimentos em construção de infraestrutura de telecom Baratear os preços e tarifas Melhorar a qualidade dos serviços, tanto de voz quanto de dados

14 Ações executadas e em andamento

15 Telebrás 2011 Abrangência Brasília + 18 Capitais Utilização km (Brasil) 2014 Abrangência Brasília + 26 Capitais Utilização km (Brasil) Municípios 4.283

16 Decreto nº 7.512, de 30 de junho de 2011 Até : regulação da qualidade da banda larga Até : licitação da Faixa de MHz, para áreas rurais, com acesso gratuito à Internet para todas as escolas públicas rurais Até : licitação da Faixa de 2,5GHz

17 Termos de Compromisso - Oferta de Atacado Características: Oferta que garanta ao pequeno prestador e a prefeituras municipais a possibilidade de contratação, no atacado, de saída para a Internet Pacote com transporte de dados e a conectividade IP, a partir de um centro de fios em cada sede municipal. Preços mensais variáveis por operadora (R$ 1.100,00 Telefonica; R$ 1.253,00 Oi; 2 Mbps), uniformes em toda a área de prestação do Grupo Objetivos: estimular a competição e o atendimento de nichos de mercado por pequenas e microempresas prestadoras de serviços de telecomunicações; viabilizar atividades dos Municípios relativas à inclusão digital, como programas de Cidades Digitais e telecentros municipais.

18 Alguns regulamentos prioritários para o MC Aprovação do PGMC Revisão do Regulamento de EILD e da tabela de referência Revisão do regulamento do SCM (PPDESS) Licitação das faixas de 2,5 GHz, 3,5 GHZ e 450 MHz Regulamentação da televisão por assinatura,à luz da Lei /2011 Regulamento de Gestão da Qualidade do SCM Revisão do regulamento do VC (VU-M) Atualização da Norma n.º 04/95 Regulamento de incentivo a PD&I em telecomunicações

19 1. Parceria com distribuidoras: O custo por poste chega a R$ 19/mês Solução: Acordo Anatel/Aneel = R$ 2,40/poste/mês Ministério das Comunicações Compartilhamento de Infraestrutura - Direito de Passagem 2. Apoio Municipal Municípios cobram preço público por acesso a poste Preço público é inconstitucional por ferir competência da União para legislar sobre serviços de telecomunicações Solução: Aplicação a toda infraestrutura de suporte pública 3. Articulação com vias de transporte Alto custo e análise lenta de pedidos (e outros): Federais: US$ anuais/km = Rede de 100 Km = ±R$ anuais Estaduais:R$ anuais/km. = Rede de 100 Km = R$ anuais Ferrovias: transposição aérea linha férrea: R$ anuais Solução: aceleração na análise dos pedidos e racionalização dos custos Fonte: ABRAMULTI. Dados de 2011.

20 Compartilhamento de Infraestrutura Implantação de rede / Construções civis Solução: Construção de obra pública c/ infraestrutura para rede Custeio pela União (total ou parcial): implantação obrigatória de infraestrutura, com regras de governança: Compartilhamento para terceiros sem custo Obrigação de utilização com prazo determinado Garantia de uso da capacidade com limitações Em qualquer caso (incluindo custeio por Estado ou Município): oportunidade para financiarem a infraestrutura de suporte à rede, arcando com custo marginal

21 Regime Especial de Tributação do PNBL - REPNBL Objetivos: (i) antecipação e ampliação dos investimentos em infraestrutura de banda larga; e (ii) fomento à indústria nacional de equipamentos. Medidas: suspensão do PIS/Cofins Benefícios: (i) aumento da penetração dos serviços de BL ; (ii) incremento no investimento projetado; (iii) geração de empregos diretos; (iv) redução no déficit da balança comercial de equipamentos; e (v) aumento da participação de equipamentos nacionais. * Aumento da penetração de Banda Larga de 10 acessos/100 hab produz elevação média de 1,3% no PIB per capita (Banco Mundial)

22 Compartilhamento de Infraestrutura Plano Geral de Metas de Competição (PGMC) Compartilhamento de infra-estrutura, Redução de preço de acesso a redes para empresas entrantes Coibição de práticas anticompetitivas nas ofertas de atacado Transparência nas ofertas Unbundling

23 Compartilhamento de Infraestrutura Taxa de ociosidade das redes das concessionárias do STFC (última milha) 17,000% 21,000% 24,000% 27,000% 27,500% 2007 Fonte: Anatel Mais de 12 milhões de pares de cobre ociosos. Custo mensal por par ocioso R$ 1,74 (teórico). 1T2011 R$ 250 M/mês Diferença entre acessos instalados e em serviço

24 Uma palavra final sobre competição e inovação

25 A competição é um valor consagrado pelo nosso ordenamento jurídico, protegido pela Constituição Federal, pela Lei Geral de Telecomunicações, pelo Decreto 4.733/04 e pela regulação setorial O Plano Geral de Metas de Competição, fundado no conceito de assimetrias regulatórias em função de PMS, busca assegurar condições de acesso justas e isonômicas àqueles que desejam ingressar no mercado, proporcionando transparência para as empresas e para o consumidor. Ao trazer a público a proposta de PGMC, a Anatel dá cumprimento aos comandos legais que a vinculam e à sua missão institucional, em linha com as políticas públicas definidas para o setor.

26 Obrigado! Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações

Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos

Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos Seminário Banda Larga no Brasil e os direitos dos consumidores Programa Nacional de Banda Larga: desenvolvimento e próximos passos Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações Brasília, maio de

Leia mais

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Miriam Wimmer Diretora do Departamento de Serviços e de Universalização de Telecomunicações Secretaria de Telecomunicações

Leia mais

Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional

Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Ministério das Comunicações Encontro Provedores Regionais Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Rio de Janeiro, julho de 2014 Ministério das Comunicações Evolução

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga

Programa Nacional de Banda Larga Programa Nacional de Banda Larga Metas e eixos de ação Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal Brasília, 31 de agosto de 2011 Dados de acesso à Internet em

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Audiência Pública CCTCI/Câmara dos Deputados PROJETOS E AÇÕES DO MINISTÉRIO PARA O ANO DE 2013 Paulo Bernardo Silva Ministro de Estado das Comunicações Brasília, 24 de abril de 2013 Dados setoriais 2 O

Leia mais

JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL JARBAS JOSÉ VALENTE Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL Outubro/2013 Modelo Regulatório Princípios Legais QUANTO AO REGIME DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO: REGIME PÚBLICO: CONCESSÃO COM

Leia mais

Políticas públicas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional

Políticas públicas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Ministério das Comunicações Encontro Provedores Regionais Políticas públicas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Recife, outubro de 2014 Meta do PNBL Se pacote PNBL de

Leia mais

Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional

Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Ministério das Comunicações Encontro Provedores Regionais Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Marabá, abril de 2014 Ministério das Comunicações Evolução da penetração

Leia mais

Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional

Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Encontro Provedores Regionais Políticas de incentivo à banda larga O papel dos prestadores de porte regional Manaus, janeiro de 2015 Evolução da penetração do acesso domiciliar à Internet Proporção de

Leia mais

Ações do Ministério das Comunicações

Ações do Ministério das Comunicações Ações do Ministério das Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Brasília, março de 2012. Crescimento do setor alguns destaques Serviço Número de Acessos Taxa de Crescimento

Leia mais

PGMC. Obrigações de compartilhamento e medidas de incentivo à construção de redes

PGMC. Obrigações de compartilhamento e medidas de incentivo à construção de redes Simpósio da Cullen International sobre Regulação TIC em América Latina e União Europeia PGMC Obrigações de compartilhamento e medidas de incentivo à construção de redes Carlos Baigorri Anatel Estrutura

Leia mais

Políticas de incentivo à banda O papel dos prestadores de porte regional. larga

Políticas de incentivo à banda O papel dos prestadores de porte regional. larga Encontro Provedores Regionais Políticas de incentivo à banda O papel dos prestadores de porte regional larga Curitiba, março de 2013 Evolução da penetração do acesso domiciliar à Internet Fonte: IBGE,

Leia mais

PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel

PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte. Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel PNBL e deficiências na transmissão de dados via internet Região Norte Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel Agenda Região Norte Ações da Anatel* Anuência Prévia Oi-BrT Projeto

Leia mais

Ministério das Comunicações 2015

Ministério das Comunicações 2015 Ministério das Comunicações 2015 _dados setoriais TELEFONIA Mais de 320 milhões de acessos! Número de acessos (em milhões) 350 300 250 200 150 100 50 0 261,8 271,1 280,7 282,4 242,2 202,9 174 150,6 121

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga

Programa Nacional de Banda Larga Programa Nacional de Banda Larga Metas e eixos de ação Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal Brasília, 31 de agosto de 2011 Dados de acesso à Internet em

Leia mais

Infra-estrutura para inovação e desenvolvimento

Infra-estrutura para inovação e desenvolvimento Infra-estrutura para inovação e desenvolvimento Painel: Telecomunicações, acessibilidade, TICs e inovação As telecomunicações constituem um setor de infra-estrutura de importante impacto no crescimento

Leia mais

Internet e telefonia rural Possibilidades a partir da faixa de 450 MHz

Internet e telefonia rural Possibilidades a partir da faixa de 450 MHz Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) Internet e telefonia rural Possibilidades a partir da faixa de 450 MHz Maximiliano Salvadori Martinhão Secretário de Telecomunicações

Leia mais

Superintendência de Competição PGMC A NOVA REALIDADE DO

Superintendência de Competição PGMC A NOVA REALIDADE DO Superintendência de Competição PGMC A NOVA REALIDADE DO Abraão Balbino e Silva Gerente de Monitoramento das Relações entre Prestadoras asilva@anatel.gov.br Brasília, maio de 2013 Agenda Nova Estrutura

Leia mais

UM PLANO NACIONAL PARA BANDA LARGA. O BRASIL EM ALTA VELOCIDADE.

UM PLANO NACIONAL PARA BANDA LARGA. O BRASIL EM ALTA VELOCIDADE. UM PLANO NACIONAL PARA BANDA LARGA. O BRASIL EM ALTA VELOCIDADE. NOSSO DESAFIO EM NÚMEROS ACESSOS EM 2009 MILHÕES DE ACESSOS ACESSOS EM 2014 MILHÕES DE ACESSOS INVESTIMENTOS NO PNBL (2010 2014) APORTE

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ATO Nº 6.622, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2012

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ATO Nº 6.622, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2012 AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ATO Nº 6.622, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2012 O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que foram conferidas à Agência pelo art. 19

Leia mais

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro II LATIN AMERICAN PUBLIC POLICY FORUM ON INTERNET, E- COMMERCE AND MOBILE TECHNOLOGIES Economic, Social and Cultural Impact on Latin America's Development Keynote speech by Senator Walter Pinheiro Discussion

Leia mais

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação. Novembro de 2015

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação. Novembro de 2015 Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Educação Novembro de 2015 acesso móvel TV por assinatura telefone fixo banda larga fixa Panorama Setorial - Tradicional 44,1 milhões de assinantes 25,2

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Acessos dez/2010 a abr/2014 Internet móvel (3G+4G) 474% Cidades com cobertura 3G de 824 para 3.395 312% 2 Crescimento da banda larga móvel por região Período: dez/2010 a abr/2014

Leia mais

ABINEE TEC 2007. Igor Vilas Boas de Freitas Diretor do Departamento de Indústria, Ciência e Tecnologia Ministério das Comunicações

ABINEE TEC 2007. Igor Vilas Boas de Freitas Diretor do Departamento de Indústria, Ciência e Tecnologia Ministério das Comunicações ABINEE TEC 2007 Perpsectivas para a Indústria de Equipamentos e Componentes Convergências: Comunicação Imagem Informática, TV e Rádio Digitais: nicho de mercado Igor Vilas Boas de Freitas Diretor do Departamento

Leia mais

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ

DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ DESTINAÇÃO E LICITAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática CCT Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Brasília/DF Julho/2013 CENÁRIO ATUAL

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014

Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014 Programa Nacional de Banda Larga: principais ações e resultados Brasília, novembro de 2014 Meta do PNBL Se pacote PNBL de 1 Mbps for ofertado por R$ 15 em todos os municípios Se pacote PNBL de 1 Mbps for

Leia mais

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Rogério Santanna dos Santos Brasília, 29 de Setembro de 2009 Mercado Banda Larga - Operadoras Empresas 2007 (x1000) 2008 (x1000) % Crescimento Ano 2007 Telefonica

Leia mais

Um balanço sobre a competição no mercado brasileiro de telecom

Um balanço sobre a competição no mercado brasileiro de telecom Um balanço sobre a competição no mercado brasileiro de telecom 40º Encontro TELE.SÍNTESE Março de 2015 Panorama Telefonia Móvel 281,7 milhões de acessos ~155 milhões de acessos de banda larga móvel (54%)

Leia mais

Questões Estruturantes para as Telecomunicações

Questões Estruturantes para as Telecomunicações ABDI Questões Estruturantes para as Telecomunicações Camilla Tápias Diretora de Assuntos Jurídico-Regulatórios Agenda 01 02 Cenário atual das telecomunicações Questões estruturantes 03 Conclusão 2 01 Cenário

Leia mais

Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Brasília, 13 de novembro de 2013

Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Brasília, 13 de novembro de 2013 Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Brasília, 13 de novembro de 2013 Os Regimes de Prestação dos Serviços de Telecomunicações A Lei Geral de Telecomunicações (Lei nº 9.472/1996) estabelece

Leia mais

Banda Larga rural e urbana

Banda Larga rural e urbana Banda Larga rural e urbana Edital de Licitação 004/2012/PVCP/SPV-Anatel (450 MHz e 2,5 GHz) Bruno de Carvalho Ramos Superintendente de Serviços Privados Anatel Brasília/DF Abril/2012 Premissas e objetivos

Leia mais

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Mario Dias Ripper F&R Consultores Brasília, 02 de setembro de 2014. PGMU III Geografia Características do Brasil

Leia mais

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Audiência Pública para Discutir sobre a possível licitação da Faixa de Radiofrequência de 450 MHz, com vistas a oferecer

Leia mais

Encontro tele.sintese 42

Encontro tele.sintese 42 Encontro tele.sintese 42 A reversibilidade e ampliac a o da concessa o para banda larga, uma contradic a o? Fim da concessa o e so servic o privado, uma sai da? Renata Mielli Secretária Geral do Fórum

Leia mais

Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional

Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional Qualidade da Banda Larga Fixa (SCM) Relatório de Indicadores de Desempenho Operacional 2014 Superintendência de Controle de Obrigações - SCO Gerência de Controle de Obrigações de Qualidade - COQL Brasília,

Leia mais

e Setorial Ambiente Econômico Setor de Telecom panorâma econômico e setorial

e Setorial Ambiente Econômico Setor de Telecom panorâma econômico e setorial 14 Panorama Econômico e Setorial Ambiente Econômico Em 2011, a economia mundial sofreu com as crises fiscais dos Estados Unidos e da Europa. Após gastos excessivos para tentar recuperar suas economias

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 15 DE JULHO DE 2015

TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 15 DE JULHO DE 2015 TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA DO SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 15 DE JULHO DE 2015 R$ 31 bilhões de investimentos

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Sumário 1. Perfil do país 2. Dados Setoriais 3. Programa Nacional de Banda Larga 4. Marco Civil da Internet Perfil do País 30,0% Taxa de analfabetismo (população com mais de 15 anos de idade) 20,0% 10,0%

Leia mais

Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados

Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados Metas de banda larga; Oi ainda apresenta deficiências em alguns estados SINTTEL - Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicaçãoes de Minas Gerais SINTTEL - Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicaçãoes

Leia mais

PARECER Nº, DE 2014. RELATOR: Senador LINDBERGH FARIAS

PARECER Nº, DE 2014. RELATOR: Senador LINDBERGH FARIAS PARECER Nº, DE 2014 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Projeto de Resolução do Senado nº 15, de 2014, da Senadora Gleisi Hoffmann, que estabelece alíquotas máximas do Imposto sobre Operações Relativas

Leia mais

Desafios e oportunidades do setor de telecomunicações no Brasil

Desafios e oportunidades do setor de telecomunicações no Brasil Desafios e oportunidades do setor de telecomunicações no Brasil Metodologia de pesquisa Diagnóstico Contexto histórico Transversalidade Panorama brasileiro Marcos legais e regulatórios Gargalos Interfaces

Leia mais

BANDA LARGA FIXA NO BRASIL CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 03 DE MAIO DE 2016 SENADO FEDERAL

BANDA LARGA FIXA NO BRASIL CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 03 DE MAIO DE 2016 SENADO FEDERAL BANDA LARGA FIXA NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE, DEFESA DO CONSUMIDOR E FISCALIZAÇÃO E CONTROLE SENADO FEDERAL CARLOS DUPRAT BRASÍLIA,

Leia mais

MARCELO BECHARA Março de 2013

MARCELO BECHARA Março de 2013 MARCELO BECHARA Março de 2013 Contexto Sociedade da Informação países desenvolvidos Venda de músicas online: >80% Venda de videos online: >50% TV Personalizada/Interatividade Publicidade: >50% Conteúdo:

Leia mais

Programa de Medição da Qualidade da Banda Larga Fixa no Brasil

Programa de Medição da Qualidade da Banda Larga Fixa no Brasil Programa de Medição da Qualidade da Banda Larga Fixa no Brasil Lançamento Agência Nacional de Telecomunicações Brasília, 29 de agosto de 2012 1 RGQ-SCM Prestadoras de SCM com mais de 50.000 acessos em

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA CFFC / CINDRA 29/05/2013. Rio de Janeiro Maio 2013

AUDIÊNCIA PÚBLICA CFFC / CINDRA 29/05/2013. Rio de Janeiro Maio 2013 AUDIÊNCIA PÚBLICA CFFC / CINDRA 29/05/2013 Rio de Janeiro Maio 2013 A Oi TEM PAPEL FUNDAMENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS, INVESTINDO, GERANDO IMPOSTOS E EMPREGOS E DISTRIBUINDO SEUS RESULTADOS R$

Leia mais

Abraão Balbino e Silva Gerente de Monitoramento das Relações entre Prestadoras asilva@anatel.gov.br

Abraão Balbino e Silva Gerente de Monitoramento das Relações entre Prestadoras asilva@anatel.gov.br Abraão Balbino e Silva Gerente de Monitoramento das Relações entre Prestadoras asilva@anatel.gov.br Brasília/DF Setembro/2014 AGENDA RECORDANDO PGMC E O SNOA CONQUISTAS DESAFIOS RECORDANDO O PGMC Cadeia

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois

Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois Caio Bonilha Telebras 1 Câmara dos Deputados, 06/12/2011 Mercado de Banda Larga no Brasil Conexões Banda Larga por região 9% 2% 17% 63% 9% Norte Nordeste

Leia mais

Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática

Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Audiência Pública Valores dos Serviços de Telecomunicações Ministério das Comunicações Consultor Jurídico Marcelo Bechara

Leia mais

BANDA LARGA FIXA NO BRASIL

BANDA LARGA FIXA NO BRASIL BANDA LARGA FIXA NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 14 DE JUNHO DE 2016 1. Mercado 2. Mundo 3. Infraestrutura

Leia mais

CDMA450. Planos de Negócio e Oportunidades para o Uso do 450 MHz no Brasil. FRANCISCO GIACOMINI SOARES Diretor Sênior de Relações Governamentais

CDMA450. Planos de Negócio e Oportunidades para o Uso do 450 MHz no Brasil. FRANCISCO GIACOMINI SOARES Diretor Sênior de Relações Governamentais CDMA450 Planos de Negócio e Oportunidades para o Uso do 450 MHz no Brasil FRANCISCO GIACOMINI SOARES Diretor Sênior de Relações Governamentais São Paulo, 31 de Maio de 2011. Roteiro Faixa de 450 MHz Tecnologias

Leia mais

Balanço Huawei da Banda Larga 1T12

Balanço Huawei da Banda Larga 1T12 Balanço Huawei da Banda Larga 1T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Especial 4G 2 Objetivo e metodologia Acompanhar o crescimento

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga PNBL Situação em junho de 2014

Programa Nacional de Banda Larga PNBL Situação em junho de 2014 Programa Nacional de Banda Larga PNBL Situação em junho de 2014 Estrutura da apresentação Concepção do PNBL Objetivos do PNBL Meta do PNBL Evolução recente de indicadores de banda larga Principais ações

Leia mais

REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES PARA O BRASIL DIGITAL

REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES PARA O BRASIL DIGITAL REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES PARA O BRASIL DIGITAL 51º. Painel Telebrasil Ricardo Knoepfelmacher Brasil Telecom Junho /2007 0 REDES E SERVIÇOS CONVERGENTES Os limites e diferenças atualmente existentes

Leia mais

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Brasília/DF Maio/2013 15 anos de LGT Em 1997, na corrida pelo usuário, a

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO LONGA DISTÂNCIA NACIONAL

PLANO ALTERNATIVO LONGA DISTÂNCIA NACIONAL PLANO ALTERNATIVO LONGA DISTÂNCIA NACIONAL PLANO Nº 30 A. Empresa: Oi (Telemar Norte Leste S.A.) B. Nome do Plano: Plano Alternativo de Serviço n.º 30 Franquia LDN para Celular C. Identificação para a

Leia mais

18º Encontro Provedores Regionais BAURU/SP, 17/11/2015

18º Encontro Provedores Regionais BAURU/SP, 17/11/2015 18º Encontro Provedores Regionais BAURU/SP, 17/11/2015 Ministério das Comunicações POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCENTIVO À BANDA LARGA O Programa Nacional de Banda Larga PNBL META 2014 35 MILHÕES DE DOMICÍLIOS

Leia mais

Relação Agências Reguladoras e CADE o caso ANATEL

Relação Agências Reguladoras e CADE o caso ANATEL Relação Agências Reguladoras e CADE o caso ANATEL Seminário IBRAC UFMG Setembro de 2015 CADE e Agências Reguladoras: o caso da ANATEL sob a ótica do administrado Agenda 1. Histórico 2. Lei 12.529/2011

Leia mais

36º Encontro Tele.Síntese

36º Encontro Tele.Síntese 36º Encontro Tele.Síntese Evolução tecnológica - terminais 1998 Em poucos anos a evolução dos terminais móveis é surpreendente 2013 2 Evolução tecnológica - uso FALAR CONECTAR COMPARTILHAR VIVER Tecnologia

Leia mais

Ministério das Comunicações. Desoneração de Smartphones no âmbito do Programa de Inclusão Digital (PID)

Ministério das Comunicações. Desoneração de Smartphones no âmbito do Programa de Inclusão Digital (PID) Ministério das Comunicações Desoneração de Smartphones no âmbito do Programa de Inclusão Digital (PID) Objetivos do PNBL Objetivo Geral Expandir a infraestrutura e os serviços de telecomunicações, promovendo

Leia mais

A Convergência do Ponto de Vista Regulatório

A Convergência do Ponto de Vista Regulatório A Convergência do Ponto de Vista Regulatório 48 0 Painel da Telebrasil Ilha de Comandatuba, 1 a 4 de julho de 2004 José Leite Pereira Filho Conselheiro 1 Conteúdo Conceituação da Convergência Questões

Leia mais

BANDA LARGA FIXA NO BRASIL CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 8 DE JUNHO DE 2016 AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

BANDA LARGA FIXA NO BRASIL CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 8 DE JUNHO DE 2016 AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS BANDA LARGA FIXA NO BRASIL AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLE COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA CARLOS DUPRAT BRASÍLIA, 8

Leia mais

Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel

Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel Universalização de acesso à internet de alto desempenho Presidência da Anatel Brasília/DF Outubro/2012 Panorama Global CRESCIMENTO DA BANDA LARGA NO MUNDO - O Brasil foi o quinto país que mais ampliou

Leia mais

Audiência Pública "Plano Nacional de Banda Larga

Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga Audiência Pública "Plano Nacional de Banda Larga Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal 09 de março de 2010 Plenário nº 03 da Ala Senador Alexandre Costa Imagine

Leia mais

TELEFONIA FIXA Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal

TELEFONIA FIXA Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal TELEFONIA FIXA Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal 16 de ABRIL / 2009 Maria Inês Dolci Campanha! Telefone Fixo Mais Barato e Chamadas Locais Sem Limite! Histórico Sistema Telebrás - privatizado

Leia mais

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011 Pesquisa TIC Provedores 2011 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil São Paulo, 30 de novembro de 2011 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de

Leia mais

3 CONTEXTO DO ESTUDO DE CASO

3 CONTEXTO DO ESTUDO DE CASO 27 3 CONTEXTO DO ESTUDO DE CASO Este capítulo apresenta o setor de telecomunicações no Brasil e o mercado de banda larga residencial. 3.1 O setor de telecomunicações no Brasil O setor de telecomunicações

Leia mais

Entraves existentes ao desenvolvimento regional no Brasil: como vetor de desenvolvimento. Brasília, junho 2011

Entraves existentes ao desenvolvimento regional no Brasil: como vetor de desenvolvimento. Brasília, junho 2011 Entraves existentes ao desenvolvimento regional no Brasil: Inclusão digital i A Telebrás Tlbá como vetor de desenvolvimento. Brasília, junho 2011 O Desenvolvimento Desenvolvimento, em termos conceituais,

Leia mais

Balanço Huawei 3T12. Preparado pela. www.huawei.com HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA

Balanço Huawei 3T12. Preparado pela. www.huawei.com HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Balanço Huawei da Banda Larga 3T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Considerações Finais 2 Objetivo e metodologia Acompanhar

Leia mais

Painel III - Alternativas para Universalização da Banda Larga

Painel III - Alternativas para Universalização da Banda Larga Painel III - Alternativas para Universalização da Banda Larga Secretaria de Telecomunicações Roberto Pinto Martins 29-09-2009 i Banda Larga no Cenário Internacional Contexto da Banda Larga Banda Larga

Leia mais

A MASSIFICAÇÃO DA BANDA LARGA MÓVEL OS PRÓXIMOS PASSOS

A MASSIFICAÇÃO DA BANDA LARGA MÓVEL OS PRÓXIMOS PASSOS A MASSIFICAÇÃO DA BANDA LARGA MÓVEL OS PRÓXIMOS PASSOS Maximiliano Martinhão Brasília, 04 de janeiro de 2013 Dados socioeconômicos Banda Larga Anatel: Mais de 47 % dos acessos fixos ativados desde DEZ/2010

Leia mais

Plano Nacional. de Banda Larga. Brasília, 05 de maio de 2010

Plano Nacional. de Banda Larga. Brasília, 05 de maio de 2010 Plano Nacional de Banda Larga Brasília, 05 de maio de 2010 Sumário 1. Importância Estratégica 2. Diagnóstico 3. Objetivos e Metas 4. Ações 5. Investimento 6. Governança e Fórum Brasil Digital 2 1. Importância

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta de Vivo Internet Fixa"

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta de Vivo Internet Fixa REGULAMENTO DA PROMOÇÃO Oferta de Vivo Internet Fixa" Esta Promoção é realizada pela Telefônica Brasil S.A, doravante denominada Vivo, nas seguintes condições: A promoção decorre de oferta conjunta de

Leia mais

OS NOVOS RUMOS DAS TELECOMUNICAÇÕES

OS NOVOS RUMOS DAS TELECOMUNICAÇÕES OS NOVOS RUMOS DAS TELECOMUNICAÇÕES Rosa Costa Jornada de Direito Empresarial, Silveira Clemente & Rojas Advogados Associados 05/10/2007 - FIRJAN MARCO REGULATÓRIO DE TELECOMUNICAÇÕES Após uma década do

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação)

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E COMUNICAÇÃO (Tecnologia, Inclusão Digital e Comunicação) OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a inclusão digital, instalando computadores nas escolas públicas de ensino fundamental

Leia mais

Política Industrial em Telecomunicações

Política Industrial em Telecomunicações Ministério das Comunicações Política Industrial em Telecomunicações Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações Ministério das Comunicações Brasília Maio/2013 Antecedentes Históricos 1997: Abertura

Leia mais

Perspectivas de Desenvolvimento das Comunicações

Perspectivas de Desenvolvimento das Comunicações O PAPEL DAS COMUNICAÇÕES NO CRESCIMENTO ECONÓMICO Perspectivas de Desenvolvimento das Comunicações Apresentaçāo: Ema Maria dos Santos Chicoco PCA Autoridade Reguladora das Comunicações de Moçambique (INCM)

Leia mais

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011. Banda larga popular não sai do papel

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011. Banda larga popular não sai do papel Folha de S. Paulo Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011 As empresas de telecomunicações no Brasil deverão fechar 2011 com sua base de clientes ampliada em 16% em relação a 2010, segundo a SindiTelebrasil

Leia mais

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Proposta Plano de Trabalho. Programa Nacional de Banda Larga (PNBL)

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Proposta Plano de Trabalho. Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Proposta Plano de Trabalho Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) Presidente:

Leia mais

Telefonia Fixa Ruralcel / Ruralvan

Telefonia Fixa Ruralcel / Ruralvan Agência Nacional de Telecomunicações Superintendência de Serviços Públicos Telefonia Fixa Ruralcel / Ruralvan Gilberto Alves Superintendente de Serviços Públicos Outubro, 2007 1 Agenda 1. Como era a prestação:

Leia mais

IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei.

IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei. IAPMEI Agência para a Competitividade e Inovação, I.P. A importância das TIC na inovação e na internacionalização Miguel Cruz miguel.cruz@iapmei.pt Aveiro, 17 de setembro de 2015 Grandes objetivos da economia

Leia mais

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO MARIO CESAR ARAUJO Agenda Destaques dos resultados de 2007 O contexto do mercado brasileiro Visão geral do plano 2008-10 Metas para 2008-10 1 Destaques 2007 TIM Brasil está posicionada como líder em valor

Leia mais

Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor

Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor Jarbas José Valente Superintendente de Serviços Privados Brasília, 16 de abril de 2009 Agenda Serviço Móvel Pessoal SMP Principais Conceitos do SMP

Leia mais

MARCELO BECHARA Maio de 2013

MARCELO BECHARA Maio de 2013 MARCELO BECHARA Maio de 2013 Contextualização HISTÓRICO DA INTERNET ORIGEM: Década de 60 Guerra Fria (EUA) conexão entre computadores de forma descentralizada. Após dois anos, expansão da rede com crescimento

Leia mais

Novo Plano Geral de Metas para a Universalização 2011 a 2015. Telefonia em Área Rural

Novo Plano Geral de Metas para a Universalização 2011 a 2015. Telefonia em Área Rural Novo Plano Geral de Metas para a Universalização 2011 a 2015 Telefonia em Área Rural Metas mantidas no novo PGMU Direitos Conquistados e Mantidos Metas mantidas no novo PGMU Acessos individuais atendimento

Leia mais

Eduardo Levy. Entrevista com. SindiTelebrasil

Eduardo Levy. Entrevista com. SindiTelebrasil Entrevista com Eduardo Levy SindiTelebrasil por Olívia Bandeira 1 Eduardo Levy é diretor executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil),

Leia mais

Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel e das condições de prestação do serviço. João Batista de Rezende Anatel

Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel e das condições de prestação do serviço. João Batista de Rezende Anatel Melhorias da Infraestrutura de Rede das Operadoras de Telefonia Móvel e das condições de prestação do serviço João Batista de Rezende Anatel Brasília/DF Dezembro/2012 Medida Cautelar Contextualização Suspensão

Leia mais

O Uso das Radiofrequências na faixa de 700 MHz (698 MHz a 806 MHz)

O Uso das Radiofrequências na faixa de 700 MHz (698 MHz a 806 MHz) O Uso das Radiofrequências na faixa de 700 MHz (698 MHz a 806 MHz) Marconi Thomaz de Souza Maya Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática

Leia mais

8º CONGRESSO BRASILEIRO DE JORNAIS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS (ANJ) PAINEL: LIBERDADE DE EXPRESSÃO NA ERA DIGITAL.

8º CONGRESSO BRASILEIRO DE JORNAIS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS (ANJ) PAINEL: LIBERDADE DE EXPRESSÃO NA ERA DIGITAL. 8º CONGRESSO BRASILEIRO DE JORNAIS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS (ANJ) São Paulo, 19 de agosto de 2010 PAINEL: LIBERDADE DE EXPRESSÃO NA ERA DIGITAL Apresentação: A Anatel, a ampliação dos acessos de

Leia mais

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA 4 de novembro de 2014 Flávia Lefèvre Guimarães flavia@lladvogados.com.br Lei Geral de Telecomunicações

Leia mais

3º Seminário sobre informação na Internet: construindo o futuro do Brasil

3º Seminário sobre informação na Internet: construindo o futuro do Brasil 3º Seminário sobre informação na Internet: construindo o futuro do Brasil O custo do acesso a Internet no Brasil: caro ou barato? 18 de novembro de 2010 Sobre o Idec 2 Como o Idec trabalha? 3 4 Temas Prioritários

Leia mais

Regime Legal de Prestação de Serviços de Telecomunicações: Concessões x Autorizações

Regime Legal de Prestação de Serviços de Telecomunicações: Concessões x Autorizações Regime Legal de Prestação de Serviços de Telecomunicações: Concessões x Autorizações Reunião da Comissão Especial do PL nº 6.789, de 2013 e apensados Igor Vilas Boas de Freitas Conselheiro da ANATEL 1º

Leia mais

Digital para a Redução das

Digital para a Redução das Secretaria de Inclusão Digital i Contribuições da Política de Inclusão Digital para a Redução das Desigualdades Regionais Brasília, Junho de 2011 Sociedade idd do Conhecimento Não quero que a minha casa

Leia mais

Telebras Institucional

Telebras Institucional Telebras Institucional Ibirubá-RS, Setembro 2011 A Telebrás Quem somos A TELEBRAS é uma S/A de economia mista, vinculada ao Ministério das Comunicações, autorizada a usar e manter a infraestrutura e as

Leia mais

TelComp. A Líder no Incentivo à Competição. Abertura

TelComp. A Líder no Incentivo à Competição. Abertura AGENDA Abertura Painel: Frederico Turolla, Professor de Economia da FGV e Diretor Pezco Microsoft Foad Shaikzadeh, Diretor Presidente da Furukawa Debate Diretrizes Debate Almoço TIC 2020 Plano Nacional

Leia mais

Considerações sobre o Programa Nacional de Banda Larga (Pnbl)

Considerações sobre o Programa Nacional de Banda Larga (Pnbl) Artigos Considerações sobre o Programa Nacional de Banda Larga (Pnbl) Paulo Sisnando Rodrigues de Araújo é servidor do Tribunal de Contas da União. INTRODUÇÃO O acesso à internet em banda larga é uma das

Leia mais

PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 2.662, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição, tendo

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara dos Deputados Federais Marco Maia

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara dos Deputados Federais Marco Maia Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara dos Deputados Federais Marco Maia Proposição n RCP 0013/12 As entidades signatárias, reunidas na Campanha Banda Larga é um direito seu!, instituída desde fevereiro

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA. Proposta de Regulamento de Celebração e Acompanhamento de Termo de Ajustamento de Conduta TAC MARCELO BECHARA

CONSULTA PÚBLICA. Proposta de Regulamento de Celebração e Acompanhamento de Termo de Ajustamento de Conduta TAC MARCELO BECHARA CONSULTA PÚBLICA Proposta de Regulamento de Celebração e Acompanhamento de Termo de Ajustamento de Conduta TAC MARCELO BECHARA Relator Cons. Marcelo Bechara 25 de setembro de 2013 Evolução da Regulação

Leia mais

INSTRUMENTO DE TERMO DE COMPROMISSO QUE CELEBRAM ENTRE SI O MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES,

INSTRUMENTO DE TERMO DE COMPROMISSO QUE CELEBRAM ENTRE SI O MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, INSTRUMENTO DE TERMO DE COMPROMISSO QUE CELEBRAM ENTRE SI O MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, E O GRUPO SERCOMTEL, COM A FINALIDADE DE ADERIR AOS OBJETIVOS DO PLANO NACIONAL

Leia mais

29º Encontro JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações

29º Encontro JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações 29º Encontro JARBAS JOSÉ VALENTE Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações Brasília, 17de abril de 2012 Agenda Serviços de Telecomunicações: Convergência de Plataformas, Redes e Outorgas Premissas

Leia mais