Divulgam-se ainda as Normas Europeias e Internacionais publicadas e já disponíveis.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Divulgam-se ainda as Normas Europeias e Internacionais publicadas e já disponíveis."

Transcrição

1 Normas Junho 2008 Pretende-se com esta publicação mensal fazer a divulgação das Normas Portuguesas recentemente editadas e anuladas, bem como das Normas Europeias adoptadas como Normas Portuguesas. Divulgam-se ainda as Normas Europeias e Internacionais publicadas e já disponíveis. Índice Página 1. Normas Portuguesas 1.1 Normas Portuguesas publicadas Normas Portuguesas anuladas Normas Portuguesas em re-exame Normas Europeias adoptadas Normas Europeias Publicadas 2.1 CEN CENELEC CEN/CENELEC ETSI Normas Internacionais publicadas IEC 27 ISO Instituto Português da Qualidade Rua António Gião, CAPARICA Tel Fax Internet

2 1. Normas Portuguesas 1.1 Normas Portuguesas publicadas Em complemento do Decreto-Lei nº 142/2007, de 27 de Abril, e tendo em conta o disposto na Directiva CNQ 3/2001, informa-se que as NP s entram em vigor no dia seguinte ao da edição desta Lista Mensal. Para cada referência, menciona-se a designação codificada (prefixos NP, NP EN, NP HD ou NP ENV, número, parte e data), o preço, o título e a correspondência a documentos europeus e/ou internacionais, quando existam, o número do Termo de Homologação e a respectiva data. C10 / CT 1 NP EN ISO 4032:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Porcas hexagonais, estilo 1 Graus A e B (ISO 4032:1999) EN ISO 4032:2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0064, C10 / CT 1 NP EN ISO 4033:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Porcas hexagonais, estilo 2 Graus A e B (ISO 4033:1999) EN ISO 4033:2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0051, C10 / CT 1 NP EN ISO 4034:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Porcas hexagonais Garu C (ISO 4034:1999) EN ISO 4034:2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0052, C10 / CT 1 NP EN ISO 4035:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Porcas hexagonais baixas (com chanfro) Garus A e B (ISO 4035:1999) EN ISO 4035:2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0053, C10 / CT 1 NP EN ISO 4036:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Porcas hexagonais baixas (sem chanfro) Garu B (ISO 4036:1999) EN ISO 4036:2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0054, C10 / CT 1 NP EN ISO :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Anilhas planas Série larga Parte 1: Grau A (ISO :2000) EN ISO :2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0092, C10 / CT 1 NP EN ISO :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Anilhas planas Série larga Parte 2: Grau C (ISO :2000) EN ISO :2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0094, C10 / CT 1 NP EN ISO 7094:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Anilhas planas Série muito larga Grau C (ISO 7094:2000) EN ISO 7094:2000 IDT;EN ISO 7094:2000 /AC :2002 IDT Termo de Homologação nº 2008/0093, C30 / CT 3 NP EN ISO :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 14,00 EUR Tintas e vernizes Ensaios de deformação rápida (resistência ao choque) Parte 1: Ensaio de queda de uma massa com grande área de indentação (ISO :2002) EN ISO :2004 IDT Termo de Homologação nº 2008/0114, C30 / CT 3 NP EN ISO :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 14,00 EUR Tintas e vernizes Ensaios de deformação rápida (resistência ao choque) Parte 2: Ensaio de queda de uma massa com pequena área de indentação (ISO :2002) EN ISO :2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0115, C340 / CT 34 NP EN 573-1:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Alumínio e ligas de alumínio Composição química e forma dos produtos trabalhados Parte 1: Sistema de designação numérica EN 573-1:2004 IDT Termo de Homologação nº 2008/0126, C560 / CT 56 NP EN 12236:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 7,00 EUR Ventilação de edifícios Suportes e suspensões de condutas Requisitos para a resistência mecânica EN 12236:2002 IDT Termo de Homologação nº 2008/0121, C560 / CT 56 NP EN 12237:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Ventilação de edifícios Sistemas de condutas Resistência e estanquidade das condutas metálicas circulares EN 12237:2003 IDT Termo de Homologação nº 2008/0120, C760 / CT 76 NP ISO 3384:2008 ( 2ª Edição ) Preço: 17,50 EUR Borracha, vulcanizada ou termoplástica Determinação do relaxamento da tensão em compressão à temperatura ambiente e a temperaturas elevadas Termo de Homologação nº 2008/0125, C900 / CT 90 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 35,00 EUR Pequenas instalações de tratamento de águas residuais até 50 PTE Parte 1: Fossas sépticas prefabricadas EN :2000 IDT;EN :2000 /A 1:2003 IDT Termo de Homologação nº 2008/0104, C900 / CT 90 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 31,50 EUR Influência dos materiais na água destinada a consumo humano Lista Mensal - Normas p. 2 de de Junho 2008

3 Influência devida à migração Parte 1: Método de ensaio para materiais não metálicos e não cimentícios de fabrico industrial EN :2003 IDT Termo de Homologação nº 2008/0112, C900 / CT 90 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 28,00 EUR Influência dos materiais na água destinada a consumo humano Influência devido à migração Parte 2: Método de ensaio para materiais não metálicos e não cimentícios aplicados no local EN :2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0113, C900 / CT 90 NP EN 12931:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 31,50 EUR Produtos químicos utilizados no tratamento da água destinada a consumo humano Produtos químicos utilizados em situações de emergência Dicloroisocianurato de sódio, anidro EN 12931:2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0100, C960 / CT 96 NP EN 12691:2008 ( 2ª Edição ) Preço: 14,00 EUR Membranas de impermeabilização flexíveis Membranas betuminosas, de plástico e de borracha para impermeabilização de coberturas Determinação da resistência ao choque EN 12691:2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0158, C960 / CT 96 NP EN 13653:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Membranas de impermeabilização flexíveis Impermeabilização de tabuleiros de pontes de betão e de outras superfícies de betão transitáveis por veículos Determinação da resistência ao corte EN 13653:2004 IDT Termo de Homologação nº 2008/0146, C960 / CT 96 NP EN 13948:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 17,50 EUR Membranas de impermeabilização flexíveis Membranas betuminosas, de plástico e de borracha para impermeabilização de coberturas Determinação da resistência à penetração de raízes EN 13948:2007 IDT Termo de Homologação nº 2008/0147, C960 / CT 96 NP EN 13970:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 28,00 EUR Membranas de impermeabilização flexíveis Membranas betuminosas usadas como barreiras ao vapor de água Definições e características EN 13970:2004 IDT;EN 13970:2004 /A 1:2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0156, C960 / CT 96 NP EN 14691:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Membranas de impermeabilização flexíveis Impermeabilização de tabuleiros de pontes de betão e de outras superfícies de betão transitáveis por veículos Determinação da compatibilidade por envelhecimento térmico EN 14691:2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0118, C960 / CT 96 NP EN 14694:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 14,00 EUR Membranas de impermeabilização flexíveis Impermeabilização de tabuleiros de pontes de betão e de outras superfícies de betão transitáveis por veículos Determinação da resistência à pressão dinâmica da água, após degradação por pré-tratamento EN 14694:2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0173, C980 / CT 98 NP EN 12519:2008 ( 1ª Edição ) Janelas e portas pedonais Vocabulário EN 12519:2004 IDT Preço: 37,50 EUR Termo de Homologação nº 2008/0028, C1040 / CT 104 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 21,00 EUR Produtos e sistemas para a protecção e reparação de estruturas de betão Definições, requisitos, controlo da qualidade e avaliação da conformidade Parte 6: Ancoragem de armaduras de aço EN :2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0110, C1040 / CT 104 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 17,50 EUR Produtos e sistemas para a protecção e reparação de estruturas de betão Definições, requisitos, controlo da qualidade e avaliação da conformidade Parte 7: Protecção contra a corrosão das armaduras EN :2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0111, C1040 / CT 104 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 45,00 EUR Produtos e sistemas para a protecção e reparação de estruturas de betão Definições, requisitos, controlo da qualidade e avaliação da conformidade Parte 10: Aplicação de produtos e sistemas e controlo da qualidade da obra EN :2003 IDT;EN :2003 /AC :2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0105, C1040 / CT 104 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 10,50 EUR Métodos de ensaio de fibras no betão Parte 1: Betões de referência EN :2007 IDT Termo de Homologação nº 2008/0108, C1040 / CT 104 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 7,00 EUR Métodos de ensaio de fibras no betão Parte 2: Influência sobre a resistência EN :2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0109, C1040 / CT 104 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 24,50 EUR Fibras para betão Parte 1: Fibras de aço Definições, especificações e conformidade EN :2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0106, C1040 / CT 104 NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 21,00 EUR Fibras para betão Parte 2: Fibras poliméricas Definições, especificações e conformidade EN :2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0107, C1360 / CT 136 NP :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 14,00 EUR Urnas funerárias Parte 1: Tipologia e características Termo de Homologação nº 2008/0164, E2200 / CT 22 NP EN :2008 ( 2ª Edição ) Preço: 37,50 EUR Fontes de alimentação em baixa tensão, saída de corrente contínua Parte 3: Compatibilidade electromagnética (CEM) (IEC :2000) EN :2000 IDT Termo de Homologação nº 2008/0097, M001 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 17,50 EUR Ensaios relativos ao risco de fogo Parte 4: Terminologia relativa aos ensaios ao fogo para os produtos electrotécnicos (IEC :2005) EN :2006 IDT Lista Mensal - Normas p. 3 de de Junho 2008

4 Termo de Homologação nº 2008/0127, M013 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 28,00 EUR Ensaios relativos aos riscos de fogo Parte 6-1: Opacidade dos fumos Linhas directriqzes grerais (IEC :2005) EN :2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0129, M013 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 21,00 EUR Ensaios relativos aos riscos de fogo Parte 7-1: Toxicidade dos efluentes do fogo Linhas directrizes gerais (IEC :2004 EN :2004 IDT Termo de Homologação nº 2008/0130, M013 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 14,00 EUR Ensaios relativos aos riscos de fogo Parte 9-1: Propagação das chamas na superfície Linhas directrizes gerais (IEC :2005) EN :2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0131, M013 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 21,00 EUR Ensaios relativos aos riscos de fogo Parte 11-2: Chamas de ensaio - Chama de pré-mistura de 1 kw nominal Aparelhagem, disposição do ensaio de verificação e indicações (IEC :2003) EN :2003 IDT Termo de Homologação nº 2008/0133, M091 / CT NP EN 14411:2008 ( 2ª Edição ) Preço: 55,00 EUR Pavimentos e revestimentos cerâmicos Definições, classificação, características e marcação EN 14411:2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0148, / CT NP EN 12825:2008 ( 2ª Edição ) Preço: 37,50 EUR Pavimentos sobreelevados EN 12825:2001 IDT Termo de Homologação nº 2008/0117, / CT NP EN 13069:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 35,00 EUR Chaminés Paredes exteriores em terracota/cerâmica para sistemas de chaminés Especificações e métodos de ensaio EN 13069:2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0101, / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 17,50 EUR Ensaios relativos aos riscos de fogo Parte 5-1: Efeitos dos estragos de corrosão dos efluentes do fogo Linhas directrizes gerais (IEC :2002) EN :2003 IDT Termo de Homologação nº 2008/0128, M013 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 28,00 EUR Ensaios relativos aos riscos de fogo Parte 11-10: Chama de ensaio Métodos de ensaio horizontal e vertical à chama de 50 W (IEC : A1:2003) EN :1999 IDT;EN :1999 /A 1:2003 IDT Termo de Homologação nº 2008/0134, M029 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 14,00 EUR Ensaios relativos aos riscos de fogo Parte 10-2: Calor anormal Ensaio de esfera (IEC :2003) EN :2003 IDT Termo de Homologação nº 2008/0132, M081 / CT NP EN :2008 ( 1ª Edição ) Preço: 40,00 EUR Vidro na construção Vidro de segurança de silicato sodo cálcico temperado termicamente e tratado heat soak Parte 1: Definição e descrição EN :2005 IDT Termo de Homologação nº 2008/0103, M091 / CT NP 498:2008 ( 2ª Edição ) Preço: 3,50 EUR Telhas cerâmicas Ensaio da orelha de aramar Termo de Homologação nº 2008/0119, M091 / CT NP EN 13407:2008 ( 1ª Edição ) Preço: 28,00 EUR Urinois de parede Requisitos funcionais e métodos de ensaio EN 13407:2006 IDT Termo de Homologação nº 2008/0102, Lista Mensal - Normas p. 4 de de Junho 2008

5 1.2 Normas Portuguesas anuladas Para cada referência, menciona-se a designação codificada (prefixos NP, NP EN, NP HD ou NP ENV, número, parte e data), o título, a correspondência a documentos europeus e/ou internacionais quando existam, o número do Termo de (Anulação, Homologação ou Adopção) e a respectiva data, bem como a referência do documento que a substitui. (A anulação de uma Norma Portuguesa pode ocorrer por solicitação do autor, por homologação de uma Norma Portuguesa ou por Adopção de uma Norma Europeia). NP EN 25077:1995 ( 1ª Edição ) Têxteis Determinação das variações dimensionais da lavagem e secagem (ISO 5077:1984) EN ISO 25077:1993 IDT Anulada em: Substituida por: NP EN ISO 5077:2008 NP EN ISO 3759:2000 ( 1ª Edição ) Têxteis Preparação, marcação e medição de provetes de tecido e vastuário em ensaios para a determinação da variação dimensional (ISO 3759:1994) EN ISO 3759:1995 IDT Anulada em: Substituida por: NP EN ISO 3759:2008 C280 / CT 28 NP EN ISO 140-8:2001 Acústica Medição do isolamento sonoro de edifícios e de elementos de construção Parte 8: Medição, em laboratório, da redução da transmissão sonora de revestimentos de piso em pavimento normalizado (ISO 140-8:1997) EN ISO 140-8:1997 IDT Anulada em: Substituida por: NP EN ISO 140-8:2008 C360 / CT 36 NP EN 88:1993 ( 1ª Edição ) Reguladores de pressão para aparelhos que utilizam combustíveis gasosos para pressões a montante iguais ou inferiores a 200 mbar EN 88:1991 IDT Anulada em: Substituida por: EN 88-1:2007 C360 / CT 36 NP EN 88:1993 /A 1:1997 ( 1ª Edição ) Reguladores de pressão para aparelhos que utilizam combustíveis gasosos para pressões a montante iguais ou inferiores a 200 mbar EN 88:1991 /A 1:1996 IDT Anulada em: Substituida por: EN 88-1:2007 C360 / CT 36 NP EN 449:2007 ( 2ª Edição ) Especificações para aparelhos que utilizam exclusivamente gases de petróleo liquefeitos Aquecedores de ambiente domésticos não ligados a chaminé (incluindo aquecedores por combustão catalítica difusiva) EN 449:2002 IDT Anulada em: Substituida por: EN 449-:2002+A1:2007 C400 / CT 40 NP EN :2000 ( 1ª Edição ) Atmosferas explosivas Prevenção de explosões e protecção Parte 1: Conceitos básicos e metodologia EN :1997 IDT Anulada em: Substituida por: EN :2007 C580 / CT 58 NP EN :2001 ( 1ª Edição ) Sistemas de tubagens em plástico para drenagem e esgoto sem pressão Plásticos termoendurecíveis reforçados com fibra de vidro (PRFV) baseados em resina de poliéster não saturado (UP) Parte 5: Aptidão ao uso das uniões EN :1997 IDT Anulada em: Substituida por: EN 14364:2006 C900 / CT 90 NP EN 752-1:1999 ( 1ª Edição ) Sistemas públicos de drenagem de águas residuais Parte 1: Generalidades e definições EN 752-1:1995 IDT Anulada em: Substituida por: EN 752:2008 C900 / CT 90 NP EN 752-2:2000 ( 1ª Edição ) Sistemas públicos de drenagem de águas residuais Parte 2: Requisitos de desempenho EN 752-2:1996 IDT Anulada em: Substituida por: EN 752:2008 C900 / CT 90 NP EN 752-3:2000 ( 1ª Edição ) Sistemas públicos de drenagem de águas residuais Parte 3: Concepção EN 752-3:1996 IDT Anulada em: Substituida por: EN 752:2008 C900 / CT 90 NP EN 752-4:2001 ( 1ª Edição ) Sistemas públicos de drenagem de águas residuais Parte 4: Dimensionamento hidráulico e considerações ambientais EN 752-4:1997 IDT Anulada em: Substituida por: EN 752:2008 C900 / CT 90 NP EN 752-5:2000 ( 1ª Edição ) Sistemas públicos de drenagem de águas residuais Parte 5: Reabilitação EN 752-5:1997 IDT Anulada em: Substituida por: EN 752:2008 C900 / CT 90 NP EN 752-6:2000 ( 1ª Edição ) Sistemas públicos de drenagem de águas residuais Parte 6: Instalações elevatórias Lista Mensal - Normas p. 5 de de Junho 2008

6 EN 752-6:1998 IDT Anulada em: Substituida por: EN 752:2008 C900 / CT 90 NP EN 752-7:2001 ( 1ª Edição ) Sistemas públicos de drenagem de águas residuais Parte 7: Exploração e manutenção EN 752-7:1998 IDT Anulada em: Substituida por: EN 752:2008 C900 / CT 90 NP EN 1407:2003 ( 1ª Edição ) Produtos químicos utilizados no tratamento da água destinada a consumo humano Poliacrilamidas aniónicas e não-iónicas EN 1407:1998 IDT Anulada em: Substituida por: EN 1407:2008 C900 / CT 90 NP EN 1408:2003 ( 1ª Edição ) Produtos químicos utilizados no tratamento da água destinada a consumo humano Poli (cloreto de dimetildialilamónio) EN 1408:1998 IDT Anulada em: Substituida por: EN 1408:2008 C900 / CT 90 NP EN 1409:2002 ( 1ª Edição ) Produtos químicos utilizados no tratamento da água destinada a consumo humano Poliaminas EN 1409:1998 IDT Anulada em: Substituida por: EN 1409:2008 C900 / CT 90 NP EN 1410:2004 ( 1ª Edição ) Produtos químicos utilizados no tratamento da água destinada a consumo humano Poliacrilamidas catiónicas EN 1410:1998 IDT Anulada em: Substituida por: EN 1410:2008 Lista Mensal - Normas p. 6 de de Junho 2008

7 1.3 Normas Portuguesas em re-exame Com o objectivo de se assegurar a actualidade das normas integrantes do acervo normativo nacional, as Normas Portuguesas devem ser objecto de um re-exame periódico. Mensalmente, o IPQ colocará em inquérito público, por um período de 30 dias úteis, através da Lista Mensal Normas e do site, uma lista de normas portuguesas pertencentes a um determinado escalão etário. Para cada referência, menciona-se a designação codificada (prefixo NP, número, parte e data), o título e a respectiva data, bem como o seu autor. Pretende-se com este inquérito público, que os interessados que pretendam dar os seus contributos o possam fazer, para cada uma das normas portuguesas constantes na presente listagem, respondendo aos seguintes pontos, tendo em conta a vossa experiência: 1 - Avaliação em termos de actualidade, a responder em alternativa: A norma portuguesa está actual? A norma portuguesa deve ser revista? A norma portuguesa está obsoleta? 2 - Eventual legislação relacionada: A norma portuguesa está referida em legislação? Se sim, qual? 3 - Comentário NOTA: Os interessados são convidados a pronunciarem-se somente sobre as normas que entendam conveniente, devendo enviar a informação ao Serviço de Normalização A120 / CTA 12 NP 3856:1991 ( 1ª Edição ) Tubos de fibrocimento para canalizações de águas residuais. Ensaio de resistência química. NP 3211:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Coberturas têxteis de chão com pêlo. Determinação da espessura do pêlo útil (acima da base). A120 / CTA 12 NP 3857:1991 ( 1ª Edição ) Tubos de fibrocimento para canalizações de águas residuais. Ensaio de estanquidade. A120 / CTA 12 NP 3858:1991 ( 1ª Edição ) Canalizações de fibrocimento. Ensaios de pressão em obra. NP 266:1991 ( 2ª Edição ) Têxteis. Fios simples de algodão. Classificação quanto ao aspecto. NP 3049:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Fibras de algodão. Equipamento e iluminação artificial das salas de classificação. NP 3052:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tecidos. Determinação das variações dimensionais. Acção do vapor saturante. NP 3053:1991 ( 1ª Edição ) Equipamento da indústria têxtil. Teares de malha. Classificação e vocabulário. NP 3204:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Coberturas têxteis de chão fabricadas à máquina. Colheita das amostras e obtenção de provetes para ensaios físicos. NP 3771:1991 ( 1ª Edição ) Vestuário. Designação dos tamanhos. "Collants". NP 3799:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Fechos de correr. Vocabulário. NP 3800:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tipos de costura. Classificação e terminologia. NP 3801:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tipos de pontos de costura. Classificação e terminologia. NP 3872:1991 ( 1ª Edição ) Equipamento da indústria têxtil. Máquinas de preparação para a fiação de algodão. Largura de trabalho. NP 3873:1991 ( 1ª Edição ) Equipamento da indústria têxtil. Cardas para lã penteada e cardada. Largura de tambores e guarnições. NP 3937:1991 ( 1ª Edição ) Máquinas de costura. Classificação e terminologia dos tipos de máquinas. Lista Mensal - Normas p. 7 de de Junho 2008

8 NP 3962:1991 ( 1ª Edição ) Equipamento da indústria têxtil. Caneleiras. Vocabulário. NP 4096:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Fibras de algodão. Determinação do comprimento e do índice de uniformidade. NP 4101:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Lã. Determinação da acidez. NP 4102:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Coberturas têxteis de chão. Comportamento ao fogo. Ensaio da pastilha à temperatura ambiente. NP 4104:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tecidos. Construção. Métodos de análise. Determinação da torção de um fio retirado de um tecido. NP 4105:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tecidos. Construção. Métodos de análise. Determinação da massa linear de um fio retirado de um tecido. NP 4107:1991 ( 1ª Edição ) Vestuário. Designação dos tamanhos. Vestuário de criança. NP 4109:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Lã. Determinação da cistina e da cisteína nos hidrolisados. Método colorimétrico. NP 4110:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Lã. Determinação do teor em ácido cisteico nos hidrolisados. Método por electroforese em papel e colorimetria. NP 4111:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Lã. Determinação da alcalinidade. NP 4113:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Avaliação do aspecto das costuras dos artigos tratados com prensagem permanente após lavagem e secagem domésticas. NP 4114:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tecidos. Construção. Métodos de análise. Representação do debuxo, da remissa, do picado do pente e do comando dos liços. NP 4115:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tecidos. Construção. Métodos de análise. Determinação da contracção dos fios num tecido. NP 4116:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Tecidos. Construção. Métodos de análise. Determinação da massa dos fios da teia e da trama por unidade de superfície do tecido. NP 4117:1991 ( 1ª Edição ) Máquinas de costura domésticas. Ensaio da capacidade de costura. NP 4118:1991 ( 1ª Edição ) Máquinas de costura domésticas. Determinação da fiabilidade de regulação do comprimento do ponto. NP 4119:1991 ( 1ª Edição ) Vestuário. Designação dos tamanhos. Vestuário exterior para homem e rapaz. NP 4121:1991 ( 1ª Edição ) Têxteis. Lã. Determinação do extracto diclorometânico numa fita de penteado. NP 4122:1991 ( 1ª Edição ) Máquinas de costura. Agulhas. Cotas de ajustamento. Tolerâncias e combinações. C60 / CT 6 NP 582:1991 ( 2ª Edição ) Pastas, papel, cartão e termos relativos. Terminologia. C60 / CT 6 NP 3979:1991 ( 1ª Edição ) Papéis higiénicos. Características. C60 / CT 6 NP 4003:1991 ( 1ª Edição ) Papéis de impressão revestidos. C60 / CT 6 NP 4004:1991 ( 1ª Edição ) Papel para máquina de escrever. C60 / CT 6 NP 4005:1991 ( 1ª Edição ) Papel de registo. C60 / CT 6 NP 4006:1991 ( 1ª Edição ) Papel suporte para revestimento. C60 / CT 6 NP 4024:1991 ( 1ª Edição ) Papéis para cadernos escolares e artigos semelhantes. C60 / CT 6 NP 4124:1991 ( 1ª Edição ) Papel para fotocópia. C60 / CT 6 NP 4126:1991 ( 1ª Edição ) Papel para duplicador a stêncil. C60 / CT 6 NP 4127:1991 ( 1ª Edição ) Papel para sobrescritos e bolsas. C250 / CT 25 NP 1841:1991 ( 2ª Edição ) Pescado. Determinação do teor de azoto de trimetilamina (N- TMA). Método espectrométrico. Lista Mensal - Normas p. 8 de de Junho 2008

9 C250 / CT 25 NP 1980:1991 ( 2ª Edição ) Pescado. Carapau. Classificação por tamanhos. C250 / CT 25 NP 2282:1991 ( 2ª Edição ) Pescado. Determinação da humidade. Processo de referência. C310 / CT 31 NP 566:1991 ( 2ª Edição ) Derivados de frutos e de produtos hortícolas. Massa de pimento. Definição, composição, características, acondicionamento e marcação. C310 / CT 31 NP 3728:1991 ( 1ª Edição ) Derivados de frutos e de produtos hortícolas. Molho de tomate Ketchup. Definição, composição, características, acondicionamento e marcação. C310 / CT 31 NP 3966:1991 ( 1ª Edição ) Derivados de frutos e de produtos hortícolas. Determinação do peso escorrido. C310 / CT 31 NP 3967:1991 ( 1ª Edição ) Derivados de frutos e de produtos hortícolas. Pimentão e outros frutos do género Capsicum. Determinação da cor. Método espectrofotométrico. C310 / CT 31 NP 4130:1991 ( 1ª Edição ) Frutos e produtos hortícolas ultracongelados. Morango ultracongelado. Definição, classificação, características, acondicionamento e marcação. C320 / CT 32 NP 702:1991 ( 3ª Edição ) Iogurte. Determinação da matéria gorda. Técnica de Rose- Gottlieb. Processo de referência. C340 / CT 34 NP 3740:1991 ( 1ª Edição ) Metais não ferrosos. Classificação de sucatas. C340 / CT 34 NP 3744:1991 ( 1ª Edição ) Ligas de cobre. Perfis extrudidos. Características mecânicas. C340 / CT 34 NP 3746:1991 ( 1ª Edição ) Cobre e ligas de cobre. Produtos planos laminados a frio fornecidos em comprimentos direitos (chapas). Dimensões e tolerâncias. C340 / CT 34 NP 3781:1991 ( 1ª Edição ) Cobre e ligas de cobre. Produtos planos laminados a frio fornecidos em rolos ou bobinas (fitas). Dimensões e tolerâncias. C340 / CT 34 NP 3782:1991 ( 1ª Edição ) Cobre e ligas de cobre. Detecção de tensões residuais. Ensaio do nitrato mercúrio (I). C340 / CT 34 NP 3954:1991 ( 1ª Edição ) Alumínio e ligas de alumínio vazadas em coquilha. Provete de referência. C340 / CT 34 NP 3955:1991 ( 1ª Edição ) Alumínio e ligas de alumínio vazadas em areia. Provete de referência. C340 / CT 34 NP 3991:1991 ( 1ª Edição ) Cobre e ligas de cobre. Determinação do tamanho médio do grão. C370 / CT 37 NP 3652:1991 ( 1ª Edição ) Alimentos para animais. Determinação do teor de vitamina B1. Método fluorimétrico. C370 / CT 37 NP 4133:1991 ( 1ª Edição ) Alimentos para animais. Determinação dos teores de potássio e de sódio. Método por fotometria de chama. C370 / CT 37 NP 4134:1991 ( 1ª Edição ) Alimentos para animais. Determinação do teor de menadiona (vitamina K3). Método espectrométrico. C370 / CT 37 NP 4135:1991 ( 1ª Edição ) Alimentos para animais. Determinação do teor de buquinolato. Método por cromatografia em camada fina. C370 / CT 37 NP 4153:1991 ( 1ª Edição ) Alimentos para animais. Determinação do teor de sulfaquinoxalina. Método espectrométrico. C370 / CT 37 NP 4154:1991 ( 1ª Edição ) Alimentos para animais. Determinação do azoto básico volátil total (A.B.V.T.). Método por destilação. C390 / CT 39 NP 3583:1991 ( 1ª Edição ) Gorduras e óleos comestíveis. Determinação do teor de insaponificável. Método de extracção pelo éter etílico. Processo de referência. C390 / CT 39 NP 3950:1991 ( 1ª Edição ) Gorduras e óleos comestíveis. Inspecção por atributos. Apreciação dos resultados analíticos. C390 / CT 39 NP :1991 ( 1ª Edição ) Gorduras e óleos comestíveis. Banha e gordura fundida de porco. Determinação do índice de Bomer. Parte 1: Processo de referência. C390 / CT 39 NP :1991 ( 1ª Edição ) Gorduras e óleos comestíveis. Banha e gordura fundida de porco. Determinação do índice de Bomer. Parte 2: Processo corrente. C390 / CT 39 NP 4155:1991 ( 1ª Edição ) Gorduras e óleos comestíveis. Determinação do teor de cinza. C410 / CT 41 NP 2967:1991 ( 1ª Edição ) Cereais e derivados. Cereais, farinhas de cereais, sêmolas e massas alimentícias. Determinação da acidez. Lista Mensal - Normas p. 9 de de Junho 2008

10 C410 / CT 41 NP 4156:1991 ( 1ª Edição ) Cereais. Arroz. Determinação das características biométricas. C410 / CT 41 NP 4168:1991 ( 1ª Edição ) Cerais e derivados. Determinação do teor de matéria gorda total. C480 / CT 48 NP 4173:1991 ( 1ª Edição ) Matérias fertilizantes. Amostras finais. Disposições práticas. C530 / CT 53 NP 4136:1991 ( 1ª Edição ) Aditivos alimentares. Conservantes. Definição, designação, pureza, acondicionamento e marcação. C560 / CT 56 NP :1991 ( 1ª Edição ) Móveis frigoríficos comerciais. Métodos de ensaio. Parte 5: Ensaio de condensação de vapor de água. C560 / CT 56 NP :1991 ( 1ª Edição ) Móveis frigoríficos comerciais. Métodos de ensaio. Parte 8: Ensaio de contacto mecânico acidental com partes móveis. C560 / CT 56 NP 4152:1991 ( 1ª Edição ) Funcionamento de frigoríficos para uso doméstico. Frigoríficos com ou sem compartimento de baixa temperatura. C600 / CT 60 NP 3981:1991 ( 1ª Edição ) Embalagens. Embalagens para o acondicionamento de lixívias. Características e ensaios. C610 / CT 61 NP 579:1991 ( 3ª Edição ) Microbiologia alimentar. Leite esterilizado e leite ultrapasteurizado (UHT). Apreciação da estabilidade e da esterilidade. C610 / CT 61 NP 4137:1991 ( 1ª Edição ) Microbiologia alimentar. Regras gerais para a determinação de Enterobacteriaceae sem revitalização. Técnicas do número mais provável (NMP) e de contagem de colónias. C700 / CT 70 NP 2285:1991 ( 1ª Edição ) Extractos secos de café e de sucedâneos. Determinação da massa volúmica aparente por escoamento livre. C700 / CT 70 NP 2286:1991 ( 1ª Edição ) Extractos secos de café e de sucedâneos. Determinação da massa volúmica aparente por compactação. C700 / CT 70 NP 3220:1991 ( 1ª Edição ) Café. Extracto seco de café Colheita de amostras em caixas. C700 / CT 70 NP 3659:1991 ( 1ª Edição ) Café torrado. Determinação da perda de massa por secagem. C710 / CT 71 NP 1970:1991 ( 2ª Edição ) Veículos a motor. Aparelho doseador de monóxido de carbono nos gases de escape. Especificações técnicas. C710 / CT 71 NP 2138:1991 ( 2ª Edição ) Qualidade do ar. Veículos rodoviários. Determinação do monóxido de carbono emitido por motor trabalhando em regime de marcha lenta em vazio (ralenti). C830 / CT 83 NP 3685:1991 ( 1ª Edição ) Bebidas alcoólicas e espirituosas. Determinação do teor de potássio. Método espectrofotométrico de absorção atómica. C870 / CT 87 NP 3825:1991 ( 1ª Edição ) Materiais para uso médico-farmacêutico. Ampolas de duas pontas. C870 / CT 87 NP 4032:1991 ( 1ª Edição ) Materiais para uso médico-farmacêutico. Rolhas ocas para frascos de infusão. Características. Ensaios. C870 / CT 87 NP 4047:1991 ( 1ª Edição ) Materiais para uso médico-farmacêutico. Recipientes de plástico (sacos e frascos) para infusão e transfusão. Características e ensaios. C890 / CT 89 NP 382:1991 ( 2ª Edição ) Análise química titulimétrica. Terminologia. C890 / CT 89 NP 1347:1991 ( 2ª Edição ) Hidróxido de sódio para usos industriais. Determinação do teor de sílica. Método fotométrico com o molibdato. C890 / CT 89 NP 1349:1991 ( 2ª Edição ) Hidróxido de sódio para usos industriais. Determinação do teor de compostos de enxofre. Processo por titulação após redução. C890 / CT 89 NP 1375:1991 ( 2ª Edição ) Hidróxido de sódio para usos industriais. Determinação do teor de cálcio. Processo complexométrico com EDTA. C890 / CT 89 NP 1608:1991 ( 2ª Edição ) Hidróxido de sódio para usos industriais. Determinação dos teores de cálcio e magnésio. Método por absorção atómica com chama. C890 / CT 89 NP 3917:1991 ( 1ª Edição ) Etileno para uso industrial. Dosagem de impurezas sob a forma de hidrocarbonetos. Método por cromatografia em fase gasosa. C890 / CT 89 NP 3918:1991 ( 1ª Edição ) Olefinas leves para uso industrial. Determinação de impurezas sob a forma de hidrocarbonetos. Método por cromatografia em fase gasosa. Considerações gerais. C700 / CT 70 NP 3913:1991 ( 1ª Edição ) Café torrado e extratos secos de café e de sucedâneos. Determinação do teor de cinza. Lista Mensal - Normas p. 10 de de Junho 2008

11 C890 / CT 89 NP 3975:1991 ( 1ª Edição ) Produtos químicos para uso industrial. Amostragem. Vocabulário. C970 / CT 97 NP 3850:1991 ( 1ª Edição ) Materiais plásticos para contacto com géneros alimentícios. Pigmentos e corantes. Determinação do teor de chumbo. Método espectrométrico de absorção atómica. C970 / CT 97 NP 3852:1991 ( 1ª Edição ) Materiais plásticos para contacto com géneros alimentícios. Pigmentos e corantes. Determinação do teor de zinco. Método espectrométrico de absorção atómica. C970 / CT 97 NP 3853:1991 ( 1ª Edição ) Materiais plásticos para contacto com géneros alimentícios. Pigmentos e corantes. Determinação do teor de crómio hexavalente. Método espectrométrico de absorção molecular. C970 / CT 97 NP 3854:1991 ( 1ª Edição ) Materiais plásticos para contacto com géneros alimentícios. Pigmentos e corantes. Determinação do teor de bário. Método espectrométrico de emissão de chama. C970 / CT 97 NP 3855:1991 ( 1ª Edição ) Materiais plásticos para contacto com géneros alimentícios. Pigmentos e corantes. Determinação do teor de antimónio. Método espectrométrico de absorção atómica. C970 / CT 97 NP 4060:1991 ( 1ª Edição ) Materiais plásticos para contacto com géneros alimentícios. Pigmentos e corantes. Determinação do teor total de crómio. Método espectrométrico de absorção atómica. C1220 / CT 122 NP EN 71-4:1991 ( 1ª Edição ) Segurança de brinquedos. Parte 4: Estojos de experiências químicas e actividades conexas. E3600 / CT 36 NP 3523:1991 ( 1ª Edição ) Isoladores eléctricos e seus acessórios - Isoladores de linha rígidos de porcelana, de eixo vertical com ferro de suporte, para tensões superiores a 1 kv - Características gerais e ensaios. E10400 / CT 104 NP :1991 ( 1ª Edição ) Ensaios fundamentais climáticos e de robustez mecânica. Parte 2: Ensaios. Ensaio Eb e guia: Trepidações. M099 / CT NP 88:1991 ( 2ª Edição ) Modulação das construções. Directivas fundamentais.. Lista Mensal - Normas p. 11 de de Junho 2008

12 1.4 Normas Europeias adoptadas Normas Europeias que foram adoptadas como Normas Portuguesas nos termos do Decreto-Lei nº 142/2007 de 27 de Abril, em cumprimento das Regras dos Organismos Europeus de Normalização CEN, CENELEC e ETSI, e que entram em vigor no dia seguinte ao da edição desta Lista Mensal. Para cada Norma, indica-se a designação codificada (prefixo, número, ano), o título, o número do Termo de Adopção e a respectiva data. Os textos das Normas Europeias Adoptadas como Normas Portuguesas estão disponíveis para consulta ou aquisição neste Instituto nas línguas oficiais do CEN/CENELEC (inglês, francês e alemão) e do ETSI (inglês). EN 263:2008 ( 2ª Edição ) Sanitary appliances Crosslinked cast acrylic sheets for baths and shower trays for domestic purposes Termo de Adopção nº2008/ 0337, EN 363:2008 ( 3ª Edição ) Personal fall protection equipment Personal fall protection systems Termo de Adopção nº2008/ 0338, EN 378-1:2008 ( 3ª Edição ) Refrigerating systems and heat pumps Safety and environmental requirements Part 1: Basic requirements, definitions, classification and selection criteria Termo de Adopção nº2008/ 0339, EN 378-2:2008 ( 2ª Edição ) Refrigerating systems and heat pumps Safety and environmental requirements Part 2: Design, construction, testing, marking and documentation Termo de Adopção nº2008/ 0340, EN 378-3:2008 ( 2ª Edição ) Refrigerating systems and heat pumps Safety and environmental requirements Part 3: Installation site and personal protection Termo de Adopção nº2008/ 0341, EN 378-4:2008 ( 2ª Edição ) Refrigerating systems and heat pumps Safety and environmental requirements Part 4: Operation, maintenance, repair and recovery Termo de Adopção nº2008/ 0342, EN 443:2008 ( 2ª Edição ) Helmets for fire fighting in buildings and other structures Termo de Adopção nº2008/ 0343, EN 845-1:2003+A1:2008 ( 1ª Edição ) Specification for ancillary components for masonry Part 1: Ties, tension straps, hangers and brackets Termo de Adopção nº2008/ 0344, EN 845-3:2003+A1:2008 ( 1ª Edição ) Specification for ancillary components for masonry Part 3: Bed joint reinforcement of steel meshwork Termo de Adopção nº2008/ 0345, EN :2008 ( 1ª Edição ) Glass in building Mirrors from silver-coated float glass for internal use Part 2: Evaluation of conformity; product standard Termo de Adopção nº2008/ 0346, EN 1112:2008 ( 2ª Edição ) Sanitary tapware Shower outlets for sanitary tapware for water supply systems of type 1 and type 2 General technical specification Termo de Adopção nº2008/ 0347, EN 1113:2008 ( 2ª Edição ) Sanitary tapware Shower hoses for sanitary tapware for water supply systems of type 1 and type 2 General technical specification Termo de Adopção nº2008/ 0348, EN 1439:2008 ( 3ª Edição ) LPG equipment and accessories Procedure for checking LPG cylinders before, during and after filling Termo de Adopção nº2008/ 0349, EN 1440:2008 ( 3ª Edição ) LPG equipment and accessories Periodic inspection of transportable refillable LPG cylinders Termo de Adopção nº2008/ 0350, EN 1857-:2003+A1:2008 ( 1ª Edição ) Chimneys Components Concrete flue liners Termo de Adopção nº2008/ 0351, EN 1864:2008 ( 2ª Edição ) Inland navigation vessels Wheelhouse Ergonomic and safety requirements Termo de Adopção nº2008/ 0352, EN 1903:2008 ( 2ª Edição ) Adhesives Test method for adhesives for plastic or rubber floor coverings or wall coverings Determination of dimensional changes after accelerated ageing Termo de Adopção nº2008/ 0353, EN 12059:2008 ( 1ª Edição ) Natural stone products Dimensional stone work Requirements Termo de Adopção nº2008/ 0354, EN 12945:2008 ( 2ª Edição ) Liming materials Determination of neutralizing value Titrimetric methods Termo de Adopção nº2008/ 0355, EN 13971:2008 ( 2ª Edição ) Carbonate liming materials Determination of reactivity Potentiometric titration method with hydrochloric acid Termo de Adopção nº2008/ 0356, EN :2005+A1:2008 ( 1ª Edição ) Bicycles for young children Safety requirements and test methods Termo de Adopção nº2008/ 0357, EN 14886:2008 ( 1ª Edição ) Plastics and rubber machines Bandknife cutting machines for block Lista Mensal - Normas p. 12 de de Junho 2008

13 foams Safety requirements Termo de Adopção nº2008/ 0358, EN :2006+A1:2008 ( 1ª Edição ) Chemicals used for treatment of swimming pool water Trichloroisocyanuric acid Termo de Adopção nº2008/ 0359, EN :2006+A1:2008 ( 1ª Edição ) Chemicals used for treatment of swimming pool water Sodium dichloroisocyanurate, anhydrous Termo de Adopção nº2008/ 0360, EN :2006+A1:2008 ( 1ª Edição ) Chemicals used for treatment of swimming pool water Sodium dichloroisocyanurate, dihydrate Termo de Adopção nº2008/ 0361, EN :2008 ( 1ª Edição ) Refrigerating systems and heat pumps Safety and environmental requirements Part 1: Basic requirements, definitions, classification and selection criteria Termo de Adopção nº2008/ 0362, EN :2008 ( 1ª Edição ) Extended application of results from fire resistance tests Nonloadbearing walls Part 4: Glazed constructions Termo de Adopção nº2008/ 0363, EN :2008 ( 1ª Edição ) Gypsum boards with fibrous reinforcement Definitions, requirements and test methods Part 1: Gypsum boards with mat reinforcement Termo de Adopção nº2008/ 0364, EN :2008 ( 1ª Edição ) Gypsum boards with fibrous reinforcement Definitions, requirements and test methods Part 2: Gypsum fibre boards Termo de Adopção nº2008/ 0365, EN 15285:2008 ( 1ª Edição ) Agglomerated stone Modular tiles for flooring and stairs (internal and external) Termo de Adopção nº2008/ 0366, EN 15308:2008 ( 1ª Edição ) Characterization of waste Determination of selected polychlorinated biphenyls (PCB) in solid waste by using capillary gas chromatography with electron capture or mass spectrometric detection Termo de Adopção nº2008/ 0367, EN 15425:2008 ( 1ª Edição ) Adhesives One component polyurethane for load bearing timber structures Classification and performance requirements Termo de Adopção nº2008/ 0368, EN 15461:2008 ( 1ª Edição ) Railway applications Noise emission Characterisation of the dynamic properties of track sections for pass by noise measurements Termo de Adopção nº2008/ 0369, EN :2007 ( 2ª Edição ) Rotating electrical machines Part 2-1:Standard methods for determining losses and efficiency from tests (excluding machines for traction vehicles) (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0387, EN :1992 /A 11:2007 ( 1ª Edição ) Lamp caps and holders together with gauges for the control of interchangeability and safety Part 4: Guidelines and general information (IEC :1990/A11:2007) Termo de Adopção nº2008/ 0388, EN :2007 ( 2ª Edição ) Explosive atmospheres Part 1: Equipment protection by flameproof enclosures "d" (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0389, EN :2007 ( 2ª Edição ) Explosive atmospheres Part 2: Equipment protection by pressurized enclosures "p" (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0390, EN :2007 ( 1ª Edição ) Explosive atmospheres Part 5: Equipment protection by powder filling "q" (IEC :2007 Termo de Adopção nº2008/ 0391, EN :2007 ( 3ª Edição ) Primary batteries Part 4: Safety of lithium batteries (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0392, EN :2008 ( 2ª Edição ) Medical electrical equipment Part 2-37: Particular requirements for the basic safety and essential performance of ultrasonic medical diagnostic and monitoring equipment (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0393, EN :2006 ( 1ª Edição ) Optical fibre cables Part 2-21: Indoor cables - Detailed specification for multi-fibre optical distribution cables for use in premises cabling (IEC :2005) Termo de Adopção nº2008/ 0394, EN :2006 ( 1ª Edição ) Optical fibre cables Part 2-31: Indoor cables - Detailed specification for optical fibre ribbon cables for use in premises cabling (IEC :2005) Termo de Adopção nº2008/ 0395, EN :2007 ( 1ª Edição ) Photovoltaic devices Part 9: Solar simulator performance requirements (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0396, EN :2007 ( 3ª Edição ) Low-voltage switchgear and controlgear Part 5-2: Control circuit devices and switching elements - Proximity switches (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0397, EN 60976:2007 ( 2ª Edição ) Medical electrical equipment - Medical electron accelerators - Functional performance characteristics (IEC 60976:2007) Termo de Adopção nº2008/ 0398, EN :2007 ( 1ª Edição ) Printed boards and printed board assemblies - Design and use Part 5-3: Attachment (land/joint) considerations - Components with gull-wing leads on two sides (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0399, EN :2007 ( 1ª Edição ) Printed boards and printed board assemblies - Design and use Part Lista Mensal - Normas p. 13 de de Junho 2008

14 5-4: Attachment (land/joint) consideration - Components with J leads on two sides (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0400, EN :2007 ( 1ª Edição ) Printed boards and printed board assemblies - Design and use Part 5-5: Attachment (land/joint) considerations - Components with gull-wing leads on four sides (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0401, EN :2007 ( 1ª Edição ) Quality assessment systems Part 2: Selection and use of sampling plans for inspection of electronic components and packages (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0402, EN :2008 ( 2ª Edição ) Optical amplifiers - Test methods Part 10-2: Multichannel parameters - Pulse method using a gated optical spectrum analyzer (IEC :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0403, EN 62230:2007 ( 1ª Edição ) Electric cables - Spark-test method (IEC 62230:2006) Termo de Adopção nº2008/ 0404, EN 62353:2008 ( 1ª Edição ) Medical electrical equipment - Recurrent test and test after repair of medical electrical equipment (IEC 62353:2007) Termo de Adopção nº2008/ 0405, EN :2007 ( V3.1.1 ) Terrestrial Trunked Radio (TETRA); Conformance testing specification Part 1: Radio Termo de Adopção nº2008/ 0406, EN :2007 ( V1.4.1 ) Electromagnetic compatibility and Radio spectrum Matters (ERM); ElectroMagnetic Compatibility (EMC) standard for radio equipment and services Part 9: Specific conditions for wireless microphones, similar Radio Frequency (RF) audio link equipment, cordless audio and in-ear monitoring devices Termo de Adopção nº2008/ 0407, EN ISO 62:2008 ( 2ª Edição ) Plastics Determination of water absorption (ISO 62:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0370, EN ISO 1798:2008 ( 2ª Edição ) Flexible cellular polymeric materials Determination of tensile strength and elongation at break (ISO 1798:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0371, EN ISO 3251:2008 ( 3ª Edição ) Paints, varnishes and plastics Determination of non-volatilematter content (ISO 3251:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0372, EN ISO :2008 ( 2ª Edição ) Dentistry Root-canal instruments Part 1: General requirements and test methods (ISO :2008) Termo de Adopção nº2008/ 0373, EN ISO 3759:2008 ( 2ª Edição ) Textiles Preparation, marking and measuring of fabric specimens and garments in tests for determination of dimensional change (ISO 3759:2007) Termo de Adopção nº2008/ 0374, EN ISO 4044:2008 ( 2ª Edição ) Leather Chemical tests Preparation of chemical test samples (ISO 4044:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0375, EN ISO 4045:2008 ( 2ª Edição ) Leather Chemical tests Determination of ph (ISO 4045:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0376, EN ISO 4048:2008 ( 2ª Edição ) Leather Chemical tests Determination of matter soluble in dichloromethane and free fatty acid content (ISO 4048:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0377, EN ISO 7326:2008 ( 1ª Edição ) Rubber and plastics hoses Assessment of ozone resistance under static conditions (ISO 7326:2006) Termo de Adopção nº2008/ 0378, EN ISO :2008 ( 1ª Edição ) Ergonomics of human-system interaction Part 410: Design criteria for physical input devices (ISO :2008) Termo de Adopção nº2008/ 0379, EN ISO 9994:2006 /A 1:2008 ( 1ª Edição ) Lighters Safety specification Amendment 1: Clarification of structural requirements (ISO 9994:2006/Amd 1:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0380, EN ISO 10239:2008 ( 2ª Edição ) Small craft Liquefied petroleum gas (LPG) systems (ISO 10239:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0381, EN ISO :2008 ( 2ª Edição ) Milk Enumeration of somatic cells Part 1: Microscopic method (Reference method) (ISO :2008) Termo de Adopção nº2008/ 0382, EN ISO :2004 /A 1:2008 ( 1ª Edição ) Specification and qualification of welding procedures for metallic materials Welding procedure test Part 1: Arc and gas welding of steels and arc welding of nickel and nickel alloys - Amendment 1 (ISO :2004/Amd 1:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0383, EN ISO 16266:2008 ( 1ª Edição ) Water quality Detection and enumeration of Pseudomonas aeruginosa Method by membrane filtration (ISO 16266:2006) Termo de Adopção nº2008/ 0384, EN ISO :2008 ( 2ª Edição ) Building automation and control systems Part 5: Data communication protocol (ISO :2007) Termo de Adopção nº2008/ 0385, EN ISO 23993:2008 ( 1ª Edição ) Thermal insulation products for building equipment and industrial installations Determination of design thermal conductivity (ISO 23993:2008) Termo de Adopção nº2008/ 0386, Lista Mensal - Normas p. 14 de de Junho 2008

15 2. Normas Europeias publicadas 2.1 CEN Normas Europeias aprovadas na área não electrotécnica pelo Comité Europeu de Normalização (CEN), e pelo Comité Europeu para a Normalização do Ferro e do Aço (ECISS). Para cada referência, menciona-se o comité técnico, a designação codificada e o título. CEN/TR 15615:2008 ( Ed. 1 ) Explanation of the general relationship between various European standards and the Energy Performance of Buildings Directive (EPBD) Umbrella Document CWA 15740:2008 ( Ed. 1 ) Risk-Based Inspection and Maintenance Procedures for European Industry (RIMAP) CWA 15832:2008 ( Ed. 1 ) Humanitarian mine action Follow-on processes after the use of demining machines CWA 15833:2008 ( Ed. 1 ) Humanitarian mine action Quality management Quality assurance (QA) and quality control (QC) for mechanical demining TC 10 CEN/TS 81-82:2008 ( Ed. 1 ) Safety rules for the construction and installation of lifts Existing lifts Part 82: Improvement of the accessibility of existing lifts for persons including persons with disability TC 19 EN :2008 ( Ed. 1 ) Petroleum products Determination of boiling range distribution by gas chromatography method Part 3: Crude oil TC 33 EN 14500:2008 ( Ed. 1 ) Blinds and shutters Thermal and visual comfort Test and calculation methods TC 38 CEN/TS :2008 ( Ed. 1 ) Durability of wood and wood-based products Determination of emissions from preservative treated wood to the environment - Part 1: Wood held in the storage yard after treatment and wooden commodities exposed in Use Class 3 (not covered, not in contact with the ground) - Laboratory method TC 38 CEN/TS :2008 ( Ed. 1 ) Durability of wood and wood-based products Determination of emissions from preservative treated wood to the environment - Part 2: Wooden commodities exposed in Use Class 4 or 5 (in contact with the ground, fresh water or sea water) - Laboratory method TC 49 EN 15181:2008 ( Ed. 1 ) Paints and varnishes Determination of release rate of biocides from antifouling paints Part 5: Calculation of the tolylfluanid and dichlofluanid release rate by determination of the concentration of dimethyltolylsulfamide (DMST) and dimethylphenylsulfamide (DMSA) in the extract (ISO :2008) TC 51 CEN/TR 15678:2008 ( Ed. 1 ) Concrete Release of regulated dangerous substances into soil, groundwater and surface water Test method for new or unapproved constituents of concrete and for production concretes TC 51 CEN/TR 15697:2008 ( Ed. 1 ) Cement Performance testing for sulfate resistance State of the art report TC 69 EN 15389:2008 ( Ed. 1 ) Industrial valves Performance characteristics of thermoplastic valves when used as construction products TC 88 EN 13172:2008 ( Ed. 2 ) Thermal insulating products Evaluation of conformity TC 102 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Washer-disinfectors Part 4: Requirements and tests for washer-disinfectors employing chemical disinfection for thermolabile endoscopes (ISO :2008) TC 104 CEN/TR 15677:2008 ( Ed. 1 ) Fly ash obtained from co-combustion A report on the situation in Europe TC 106 EN 203-1:2005+A1:2008 ( Ed. 1 ) Gas heated catering equipment Part 1: General safety rules TC 114 EN 1037-:1995+A1:2008 ( Ed. 1 ) Safety of machinery Prevention of unexpected start-up TC 114 EN :2001+A1:2008 ( Ed. 1 ) Safety of machinery Fire prevention and protection TC 114 EN ISO 14159:2008 ( Ed. 2 ) Safety of machinery Hygiene requirements for the design of machinery (ISO 14159:2002) TC 121 EN ISO 636:2008 ( Ed. 1 ) Welding consumables Rods, wires and deposits for tungsten inert gas welding of non-alloy and fine-grain steels Classification (ISO 636:2004) TC 121 EN ISO 3580:2008 ( Ed. 1 ) Welding consumables Covered electrodes for manual metal arc Lista Mensal - Normas p. 15 de de Junho 2008

16 welding of creep-resisting steels Classification (ISO 3580:2004) TC 121 EN ISO 13918:2008 ( Ed. 2 ) Welding Studs and ceramic ferrules for arc stud welding (ISO 13918:2008) TC 121 EN ISO 14341:2008 ( Ed. 2 ) Welding consumables Wire electrodes and deposits for gas shielded metal arc welding of non alloy and fine grain steels Classification (ISO 14341:2002) TC 121 EN ISO :2008 ( Ed. 2 ) Welding Acceptance inspection of electron beam welding machines Part 1: Principles and acceptance conditions (ISO :2008) TC 121 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Welding consumables Test methods Part 1: Test methods for all-weld metal test specimens in steel, nickel and nickel alloys (ISO :2000) TC 121 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Welding consumables Test methods Part 2: Preparation of single-run and two-run technique test specimens in steel (ISO :2000) TC 121 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Welding consumables Test methods Part 3: Classification testing of positional capacity and root penetration of welding consumables in a fillet weld (ISO :2000 including Cor 1:2006) TC 121 EN ISO 17632:2008 ( Ed. 1 ) Welding consumables Tubular cored electrodes for gas shielded and non-gas shielded metal arc welding of non-alloy and fine grain steels Classification (ISO 17632:2004) TC 122 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Ergonomics of human-system interaction Part 151: Guidance on World Wide Web user interfaces (ISO :2008) TC 132 EN :2008 ( Ed. 2 ) Aluminium and aluminium alloys Drawing stock Part 1: General requirements and technical conditions for inspection and delivery TC 132 EN :2008 ( Ed. 2 ) Aluminium and aluminium alloys Drawing stock Part 2: Specific requirements for electrical applications TC 132 EN :2008 ( Ed. 2 ) Aluminium and aluminium alloys Drawing stock Part 3: Specific requirements for mechanical uses (excluding welding) TC 132 EN :2008 ( Ed. 2 ) Aluminium and aluminium alloys Drawing stock Part 4: Specific requirements for welding applications TC 133 CEN/TS 13388:2008 ( Ed. 2 ) Copper and copper alloys Compendium of compositions and products TC 133 EN 1173:2008 ( Ed. 2 ) Copper and copper alloys Material condition designation TC 133 EN 1982:2008 ( Ed. 2 ) Copper and copper alloys Ingots and castings TC 134 EN 1307:2008 ( Ed. 3 ) Textile floor coverings Classification of pile carpets TC 147 EN :1998+A1:2008 ( Ed. 1 ) Cranes safety Requirements for health and safety Part 2: Limiting and indicating devices TC 147 EN :2003+A2:2008 ( Ed. 1 ) Cranes Controls and control stations TC 147 EN :2004+A1:2008 ( Ed. 1 ) Cranes Access TC 147 EN :2005+A1:2008 ( Ed. 1 ) Cranes Equipment for the lifting of persons Part 2: Elevating control stations TC 151 EN 15162:2008 ( Ed. 1 ) Machines and plants for mining and tooling of natural stone Safety requirements for gang saws TC 151 EN 15163:2008 ( Ed. 1 ) Machines and installations for the exploitation and processing of natural stone Safety Requirements for diamond wire saws TC 151 EN 15164:2008 ( Ed. 1 ) Machines and plants for mining and tooling of natural stone Safety Requirements for chain- and belt-slotting machines TC 151 EN 15573:2008 ( Ed. 1 ) Earth-moving machinery Design requirements for circulation on the road TC 151 EN ISO 19432:2008 ( Ed. 2 ) Building construction machinery and equipment Portable, hand-held, internal combustion engine driven cut-off machines - Safety requirements and testing (ISO 19432:2006) TC 155 CEN/TS 15223:2008 ( Ed. 1 ) Plastics piping systems Validated design parameters of buried thermoplastics piping systems TC 156 EN :2008 ( Ed. 1 ) Ventilation for buildings Performance testing of components/products for residential ventilation Part 9: Externally mounted humidity controlled air transfer device TC 156 EN :2008 ( Ed. 1 ) Ventilation for buildings Performance testing of components/products for residential ventilation Part 10: Humidity controlled extract air terminal device TC 156 EN 15116:2008 ( Ed. 1 ) Ventilation in buildings Chilled beams Testing and rating of active Lista Mensal - Normas p. 16 de de Junho 2008

17 chilled beams TC 156 EN 15423:2008 ( Ed. 1 ) Ventilation for buildings Fire precautions for air distribution systems in buildings TC 159 EN 352-8:2008 ( Ed. 1 ) Hearing protectors Safety requirements and testing Part 8: Entertainment audio ear-muffs TC 162 EN ISO 14116:2008 ( Ed. 1 ) Protective clothing Protection against heat and flame Limited flame spread materials, material assemblies and clothing (ISO 14116:2008) TC 165 EN 1916:2002 /AC :2008 ( Ed. 2 ) Concrete pipes and fittings, unreinforced, steel fibre and reinforced TC 165 EN 1917:2002 /AC :2008 ( Ed. 3 ) Concrete manholes and inspection chambers, unreinforced, steel fibre and reinforced TC 175 CEN/TS 15717:2008 ( Ed. 1 ) Parquet flooring General guideline for installation TC 177 EN 12602:2008 ( Ed. 1 ) Prefabricated reinforced components of autoclaved aerated concrete TC 178 CEN/TS 15209:2008 ( Ed. 1 ) Tactile paving surface indicators produced from concrete, clay and stone TC 184 EN :2003 /AC :2008 ( Ed. 2 ) Advanced technical ceramics Ceramic composites, thermophysical properties Part 3: Determination of specific heat capacity TC 187 EN ISO 16282:2008 ( Ed. 1 ) Methods of test for dense shaped refractory products Determination of resistance to abrasion at ambient temperature (ISO 16282:2007) TC 187 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Chemical analysis of refractories containing alumina, zirconia and silica Refractories containing 5 percent to 45 percent of ZrO2 (alternative to the X-ray fluorescence method) Part 1: Apparatus, reagents and dissolution (ISO :2008 TC 187 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Chemical analysis of refractories containing alumina, zirconia, and silica Refractories containing 5 percent to 45 percent of ZrO2 (alternative to the X-ray fluorescence method) Part 2: Wet chemical analysis (ISO :2008 TC 187 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Chemical analysis of refractories containing alumina, zirconia, and silica Refractories containing 5 percent to 45 percent of ZrO2 (alternative to the X-ray fluorescence method) Part 3: Flame atomic absorption spectrophotometry (FAAS) and inductively coupled plasma emission pectrometry (ICP -AES) (ISO :2008) TC 189 EN ISO 10321:2008 ( Ed. 2 ) Geosynthetics Tensile test for joints/seams by wide-width strip method (ISO 10321:2008 TC 207 EN 14434:2004 /AC :2008 ( Ed. 1 ) Writing boards for educational institutions Ergonomic, technical and safety requirements and their test methods TC 207 EN 15570:2008 ( Ed. 1 ) Hardware for furniture Strength and durability of hinges and their components Hinges pivoting on a vertical axis TC 216 EN 1650:2008 ( Ed. 2 ) Chemical disinfectants and antiseptics Quantitative suspension test for the evaluation of fungicidal or yeasticidal activity of chemical disinfectants and antiseptics used in food, industrial, domestic and institutional areas Test method and requirements (phase 2, step 1) TC 229 CEN/TR 15728:2008 ( Ed. 1 ) Design and Use of Inserts for Lifting and Handling of Precast Concrete Elements TC 229 EN 15435:2008 ( Ed. 1 ) Precast concrete products Normal weight and lightweight concrete shuttering blocks Product properties and performance TC 229 EN 15498:2008 ( Ed. 1 ) Precast concrete products Wood-chip concrete shuttering blocks Product properties and performance TC 246 EN 13161:2008 ( Ed. 2 ) Natural stone test methods Determination of flexural strength under constant moment TC 246 EN 13755:2008 ( Ed. 2 ) Natural stone test methods Determination of water absorption at atmospheric pressure TC 248 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Textiles Test methods for nonwovens Part 15: Determination of air permeability (ISO :2007) TC 248 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Textiles Test methods for nonwovens Part 17: Determination of water penetration (spray impact) (ISO :2008) TC 248 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Textiles Test methods for nonwovens Part 18: Determination of breaking strength and elongation of nonwoven materials using the grab tensile test (ISO :2007) TC 249 EN ISO 291:2008 ( Ed. 3 ) Plastics Standard atmospheres for conditioning and testing (ISO 291:2008) TC 251 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Health informatics Patient healthcard data Part 5: Identification data (ISO :2008) Lista Mensal - Normas p. 17 de de Junho 2008

18 TC 251 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Health informatics Patient healthcard data Part 6: Administrative data (ISO :2008) TC 252 EN :2008 ( Ed. 2 ) Changing units for domestic use Part 1: Safety requirements TC 252 EN :2008 ( Ed. 2 ) Changing units for domestic use Part 2: Test methods TC 256 EN :2008 ( Ed. 1 ) Railway applications Track - Railbound construction and maintenance machines Part 2: Technical requirements for working EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Stress corrosion testing Part 8: Preparation and use of specimens to evaluate weldments (ISO :2000) EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Stress corrosion testing Part 9: Preparation and use of pre-cracked specimens for tests under rising load or rising displacement (ISO :2003) EN ISO 10270:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Aqueous corrosion testing of zirconium alloys for use in nuclear power reactors (ISO 10270:1995/Cor 1:1997) EN ISO 11303:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Guidelines for selection of protection methods against atmospheric corrosion (ISO 11303:2002) EN ISO 11463:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Evaluation of pitting corrosion (ISO 11463:1995) EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Corrosion fatigue testing Part 1: Cycles to failure testing (ISO :1998 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Corrosion fatigue testing Part 2: Crack propagation testing using precracked specimens (ISO :1998) EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Classification of low corrosivity of indoor atmospheres Part 1: Determination and estimation of indoor corrosivity (ISO :2006) EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Classification of low corrosivity of indoor atmospheres Part 2: Determination of corrosion attack in indoor atmospheres (ISO :2005) EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Classification of low corrosivity of indoor atmospheres Part 3: Measurement of environmental parameters affecting indoor corrosivity (ISO :2006) EN ISO 11846:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Determination of resistance to intergranular corrosion of solution heat-treatable aluminium alloys (ISO 11846:1995) EN ISO 12732:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Electrochemical potentiokinetic reactivation measurement using the double loop method (based on Cihal's method) (ISO 12732:2006) EN ISO 15324:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Evaluation of stress corrosion cracking by the drop evaporation test (ISO 15324:2000) EN ISO 15329:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Anodic test for evaluation of intergranular corrosion susceptibility of heat-treatable aluminium alloys (ISO 15329:2006) EN ISO 16151:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Accelerated cyclic tests with exposure to acidified salt spray, ''dry'' and ''wet'' conditions (ISO 16151:2005) EN ISO 16701:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Corrosion in artificial atmosphere Accelerated corrosion test involving exposure under controlled conditions of humidity cycling and intermittent spraying of a salt solution (ISO 16701:2003) EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Corrosion and fouling in industrial cooling water systems Part 1: Guidelines for conducting pilot-scale evaluation of corrosion and fouling control additives for open recirculating cooling water systems (ISO :2006) EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Corrosion and fouling in industrial cooling water systems Part 2: Evaluation of the performance of cooling water treatment programmes using a pilot-scale test rig (ISO :2006) EN ISO 17081:2008 ( Ed. 1 ) Method of measurement of hydrogen permeation and determination of hydrogen uptake and transport in metals by an electrochemical technique (ISO 17081:2004) EN ISO 17475:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Electrochemical test methods - Guidelines for conducting potentiostatic and potentiodynamic polarization measurements (ISO 17475:2005/Cor 1:2006) EN ISO 17864:2008 ( Ed. 1 ) Corrosion of metals and alloys Determination of the critical pitting temperature under potientiostatic control (ISO 17864:2005) Lista Mensal - Normas p. 18 de de Junho 2008

19 TC 276 EN 15608:2008 ( Ed. 1 ) Surface active agents Quantitative determination of free fatty acid in alkylamidopropylbetaines Gas-chromatographic method TC 285 EN ISO 7197:2006 /AC :2008 ( Ed. 1 ) Neurosurgical implants Sterile, single-use hydrocephalus shunts and components (ISO 7197:2006/Cor 1:2007) TC 287 EN ISO 19131:2008 ( Ed. 1 ) Geographic information Data product specifications (ISO 19131:2007 TC 287 EN ISO 19137:2008 ( Ed. 1 ) Geographic information Core profile of the spatial schema (ISO 19137:2007) TC 289 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Leather Chemical determination of formaldehyde content Part 1: Method using high performance liquid chromatography (ISO :2008) TC 289 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Leather Chemical determination of formaldehyde content Part 2: Method using colorimetric analysis (ISO :2008) TC 290 CEN ISO/TS :2007 /AC :2008 ( Ed. 1 ) Geometrical product specifications (GPS) General concepts Part 1: Model for geometrical specification and verification (ISO/TS :2005/Cor 1:2007) TC 296 EN 14025:2008 ( Ed. 2 ) Tanks for the transport of dangerous goods Metallic pressure tanks Design and Construction TC 298 EN ISO 10601:2008 ( Ed. 1 ) Micaceous iron oxide pigments for paints Specifications and test methods (ISO 10601:2007) TC 305 EN :2002+A1:2008 ( Ed. 1 ) Explosive atmospheres Explosion prevention and protection Part 2: Basic concepts and methodology for mining TC 305 EN 1710-:2005+A1:2008 ( Ed. 1 ) Equipment and components intended for use in potentially explosive atmospheres in underground mines TC 307 EN ISO 8420:2002 /AC :2008 ( Ed. 1 ) Animal and vegetable fats and oils Determination of content of polar compounds (ISO 8420:2002/Cor 1:2004) TC 336 CEN/TS 15324:2008 ( Ed. 1 ) Bitumen and bituminous binders Determination of equiviscous temperature based on Low Shear Viscosity using a Dynamic Shear Rheometer in low frequency oscillation mode TC 338 EN ISO 27971:2008 ( Ed. 1 ) Cereals and cereal products Common wheat (Triticum aestivum L.) Determination of alveograph properties of dough at constant hydration from commercial or test flours and test milling methodology (ISO 27971:2008 TC CST01 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Small craft Hull construction and scantlings Part 5: Design pressures for monohulls, design stresses, scantlings determination (ISO :2008) TC ECISS/TC29 EN :2004 /AC :2008 ( Ed. 1 ) Seamless steel tubes for pressure purposes Technical delivery conditions Part 5: Stainless steel tubes TC ECISS/TC29 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Connections for general use and fluid power Ports and stud ends with ISO threads with elastomeric or metal-to-metal sealing Part 1: Threaded ports (ISO :2007) TC ECISS/TC29 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Connections for general use and fluid power Ports and stud ends with ISO threads with elastomeric or metal-to-metal sealing Part 2: Heavy-duty (S series) and light-duty (L series) stud ends with elastomeric sealing (type E) (ISO :2007) TC ECISS/TC29 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Connections for general use and fluid power Ports and stud ends with ISO threads with elastomeric or metal-to-metal sealing Part 3: Light-duty (L series) stud ends with sealing by O-ring with retaining ring (types G and H) (ISO :2007) TC ECISS/TC29 EN ISO :2008 ( Ed. 1 ) Connections for general use and fluid power Ports and stud ends with ISO threads with elastomeric or metal-to-metal sealing Part 4: Stud ends for general use only with metal-tometal sealing (type B) (ISO :2007) EN 2399:2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Heat resisting steel FE-PA2601 (X4NiCrTiMoV26-15) Rm >= 900 MPa - Bars for forged bolts - D >= 25 mm EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Cable outlet accessories for circular and rectangular electrical and optical connectors Part 012: Grommet nut, style A for EN Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Cable outlet accessories for circular and rectangular electrical and optical connectors Part 013: Cable outlet, style A, straight, unsealed, with cable tie strain relief - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Cable outlet accessories for circular and rectangular electrical and optical connectors Part 014: Cable outlet, style A, 90, unsealed, with cable tie strain relief - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Cable outlet accessories for circular and rectangular electrical and optical connectors Part 015: Cable outlet, style A, 45, unsealed, with cable tie strain relief - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Cable outlet accessories for circular and rectangular Lista Mensal - Normas p. 19 de de Junho 2008

20 electrical and optical connectors Part 022: Cable outlet, style A, straight, composite, unsealed, with cable tie strain relief - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Cable outlet accessories for circular and rectangular electrical and optical connectors Part 023: Cable outlet, style A, 90, composite, unsealed, with cable tie strain relief - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Cable outlet accessories for circular and rectangular electrical and optical connectors Part 024: Grommet nut, style A, composite - Product standard EN 3728:2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Shaft-nuts, self-locking, left-hand thread, in heat resisting steel FE-PA92HT (A286), silver plated EN 3729:2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Rings, threaded, self-locking, left-hand thread, in heat resisting steel FE-PA92HT (A286), silver plated EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Connector, optical, circular, single channel, coupled by self-locking ring, operating temperature 150 C continuous Part 004: Receptacle, connector, four hole fixing cable according to EN 4532, product standard Inconel 718), for salvage of components Classification: MPa (at ambient temperature) / 550 C - Technical specification EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Connectors, electrical, rectangular, modular - Operating temperature 175 C continuous Part 003: Modules series 2 and series 3 - Product standard EN 4300:2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Identification marking of engine items Design standard EN 4493:2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Inserts, screw thread, helical coil, self-locking, in heat resisting nickel base alloy NI-PH1801 (NI-P96HT, Nimonic 90), silver plated EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Welded and brazed assemblies for aerospace constructions - Weldability and brazeability of materials Part 001: General requirements EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Welded and brazed assemblies for aerospace constructions - Weldability and brazeability of materials Part 002: Homogeneous assemblies aluminium and aluminium alloys EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Connector, optical, circular, single channel, coupled by self-locking ring, operating temperature up to 150 C continuous Part 103: Protective cover jam nut receptacle - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Connector, optical, circular, single channel, coupled by self-locking ring, operating temperature up to 150 C continuous Part 104: Receptacle connector dummy four holes fixing - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Connector, optical, circular, single channel, coupled by self-locking ring, operating temperature up to 150 C continuous Part 105: Receptacle connector dummy two holes fixing - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Connector, optical, circular, single channel, coupled by self-locking ring, operating temperature up to 150 C continuous Part 106: Receptacle connector dummy jam nut - Product standard EN :2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Connector, optical, circular, single channel, coupled by self-locking ring, operating temperature up to 150 C continuous Part 108: Cable support boot - Product standard EN 3905:2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Six lobe recesses for bolts Technical specification EN 3915:2008 ( Ed. 1 ) Aerospace series Insert, thin wall, self-locking, MJ threads, in heat resisting nickel base alloy NI-PH2601 (NIP100HT, Lista Mensal - Normas p. 20 de de Junho 2008

M/118 PRODUTOS PARA SISTEMAS DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS NÃO DEIXE DE LER

M/118 PRODUTOS PARA SISTEMAS DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS NÃO DEIXE DE LER NÃO DEIXE DE LER Não obstante o cuidado posto na recolha de informação, o LNEC declina qualquer responsabilidade por erros e omissões que possam ocorrer na lista de normas que se apresenta seguidamente.

Leia mais

M/119 REVESTIMENTOS DE PISO NÃO DEIXE DE LER

M/119 REVESTIMENTOS DE PISO NÃO DEIXE DE LER NÃO DEIXE DE LER Não obstante o cuidado posto na recolha de informação, o LNEC declina qualquer responsabilidade por erros e omissões que possam ocorrer na lista de normas que se apresenta seguidamente.

Leia mais

inf catim nesta edição

inf catim nesta edição EDIÇÃO normalização 3 Maio 2010 inf catim nesta edição Serviço de apoio às PME para assuntos de Normalização Está já disponível o CEN-CENELEC SME Helpdesk, um serviço extremamente útil e vantajoso. Este

Leia mais

TECHNICAL SPECIFICATION CORRELATION OF BRAZILIAN AND INTERNATIONAL STANDARDS

TECHNICAL SPECIFICATION CORRELATION OF BRAZILIAN AND INTERNATIONAL STANDARDS TECHNICAL SPECIFICATION CORRELATION OF BRAZILIAN AND INTERNATIONAL STANDARDS ET-DD-022/2010 Pág. 1 de 5 1. OBJECTIVE 1.1. Establishment of correlation between the Brazilian Technical Standards (ABNT) and

Leia mais

inf catim Consulta pública sobre a revisão do Sistema Europeu de Normalização nesta edição EDIÇÃO normalização Abril 2010

inf catim Consulta pública sobre a revisão do Sistema Europeu de Normalização nesta edição EDIÇÃO normalização Abril 2010 EDIÇÃO normalização 2 Abril 2010 inf catim nesta edição Consulta pública sobre a revisão do Sistema Europeu de Normalização P.1 Publicado RelatórioEXPRESS P.2 Reuniões de Comissões Técnicas P.3 Normas

Leia mais

1. Notícias. Separata Normalização Maio 2009. Nesta edição

1. Notícias. Separata Normalização Maio 2009. Nesta edição Separata Normalização Maio 2009 Nesta edição 1. Notícias 1.1 Jornada APONS 2. Reuniões das Comissões Técnicas 3. Normas Portuguesas Anuladas 4. Normas Portuguesas Publicadas 5. Normas Europeias Publicadas

Leia mais

Lista de Documentos Normativos de janeiro a distribuir aos Correspondentes IPQ

Lista de Documentos Normativos de janeiro a distribuir aos Correspondentes IPQ Lista de Documentos Normativos de janeiro a distribuir aos Correspondentes IPQ DNP CEN ISO/TS 15875-7:2014 Sistemas de tubagens de plástico para instalações de água quente e fria Polietileno reticulado

Leia mais

Edição. info catim. Normalização. Abril 2011

Edição. info catim. Normalização. Abril 2011 Edição 6 Ficha Técnica Concepção CRC CATIM/ONS CATIM Participação e agradecimentos Francisco Silva; Hugo Silva Informações crc@catim.pt/ons@catim.pt Rua dos Plátanos, 197 4100-414 Porto Tel. +351 226 159

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0427-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0427-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L427-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

CONDUTORES ISOLADOS E SEUS ACESSÓRIOS PARA REDES

CONDUTORES ISOLADOS E SEUS ACESSÓRIOS PARA REDES CONDUTORES ISOLADOS E SEUS ACESSÓRIOS PARA REDES Cabos ignífugos de baixa tensão Características e ensaios Elaboração: DNT Homologação: conforme despacho do CA de 2007-01-11 Edição: 1ª Emissão: EDP Distribuição

Leia mais

NOV: 2004. Esta Norma, sob o título geral Sinalização de segurança contra incêndio e pânico, contém as seguintes partes:

NOV: 2004. Esta Norma, sob o título geral Sinalização de segurança contra incêndio e pânico, contém as seguintes partes: NOV: 2004 Projeto NBR 13434-3 ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Sinalização contra incêndio e pânico - Parte 3 - Requisitos e métodos de ensaio Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 /

Leia mais

M/109 SISTEMAS FIXOS DE COMBATE A INCÊNDIO NÃO DEIXE DE LER

M/109 SISTEMAS FIXOS DE COMBATE A INCÊNDIO NÃO DEIXE DE LER NÃO DEIXE DE LER Não obstante o cuidado posto na recolha de informação, o LNEC declina qualquer responsabilidade por erros e omissões que possam ocorrer na lista de normas que se apresenta seguidamente.

Leia mais

ACREDITAÇÃO FLEXÍVEL - REQUISITOS E

ACREDITAÇÃO FLEXÍVEL - REQUISITOS E ACREDITAÇÃO FLEXÍVEL - REQUISITOS E MAIS VALIAS Lisboa, 21 de Maio de 2013 Experiência do Laboratório de Ensaios APEB Acreditação Flexível Intermédia João André jandre@apeb.pt 1 Outubro 2012 Entrega da

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET 436 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET 436 30 de Novembro de 2009 Página 2 de 7 ÍNDICE Registo das revisões... 3 1. Objectivo... 4 2. Âmbito... 4 3. Referências... 4 4. Classificação...

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0389-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0389-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L389-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

PORTUGAL GREECE Trade Balance

PORTUGAL GREECE Trade Balance PORTUGAL GREECE Trade Balance March 2013 TRADE BALANCE PORTUGAL GREECE IMPORTS (CIF) Annual Variation % EXPORTS (FOB) Annual Variation % 10³ Euros BALANCE 2003 81.998 121.881 39.883 2004 76.487-6,72 126.685

Leia mais

Índice da EN 10255:2004

Índice da EN 10255:2004 Tema em Destaque A Norma Europeia EN 10255:2004 Tubos de Aço não ligado com aptidão para roscagem e soldadura - Condições técnicas de fornecimento Introdução Trata-se de uma norma Europeia muito recente,

Leia mais

MAKROLON AR DATASHEET

MAKROLON AR DATASHEET 4/Agosto/15 Pág. 1 / 5 A maior característica do Policarbonato Makrolon AR é que ele possui uma excelente resistência à abrasão, oferecendo assim uma dureza da superfície ainda maior, parecida com a do

Leia mais

MINISTÉRIO DO EXÉRCITO DEPARTAMENTO-GERAL DE SERVIÇOS DIRETORIA DE MATERIAL DE INTENDÊNCIA (DG INT DA GUERRA/1921)

MINISTÉRIO DO EXÉRCITO DEPARTAMENTO-GERAL DE SERVIÇOS DIRETORIA DE MATERIAL DE INTENDÊNCIA (DG INT DA GUERRA/1921) MINISTÉRIO DO EXÉRCITO DEPARTAMENTO-GERAL DE SERVIÇOS DIRETORIA DE MATERIAL DE INTENDÊNCIA (DG INT DA GUERRA/1921) DMI 024/2000-E PROPOSTA DE TEXTO-BASE DE NORMA DE ESPECIFICAÇÃO SUMÁRIO 1. OBJETIVO...

Leia mais

Seminário. Regulamento dos Produtos de Construção: Novas exigências para a marcação CE. O que muda em 1 de julho de 2013?

Seminário. Regulamento dos Produtos de Construção: Novas exigências para a marcação CE. O que muda em 1 de julho de 2013? Seminário Regulamento dos Produtos de Construção: Novas exigências para a marcação CE. O que muda em 1 de julho de 2013? Ordem Dos Engenheiros, 2012-09-27 O Subsistema da Normalização do SPQ (Sistema Português

Leia mais

Cabo SO-M / SO-M Cable

Cabo SO-M / SO-M Cable Cabo / Cable 750 V Descrição: Os cabos móveis tipo são recomendados para utilização em circuitos de energia e controle de máquinas providas de dispositivo de recolhimento de cabos do tipo festoon ou cortina

Leia mais

M/122 REVESTIMENTOS DE COBERTURAS NÃO DEIXE DE LER

M/122 REVESTIMENTOS DE COBERTURAS NÃO DEIXE DE LER NÃO DEIXE DE LER Não obstante o cuidado posto na recolha de informação, o LNEC declina qualquer responsabilidade por erros e omissões que possam ocorrer na lista de normas que se apresenta seguidamente.

Leia mais

M/102 REVESTIMENTOS DE IMPERMEABILIZAÇÃO NÃO DEIXE DE LER

M/102 REVESTIMENTOS DE IMPERMEABILIZAÇÃO NÃO DEIXE DE LER NÃO DEIXE DE LER Não obstante o cuidado posto na recolha de informação, o LNEC declina qualquer responsabilidade por erros e omissões que possam ocorrer na lista de normas que se apresenta seguidamente.

Leia mais

MÉTODO DE TESTE PARA RESISTÊNCIA QUÍMICA :

MÉTODO DE TESTE PARA RESISTÊNCIA QUÍMICA : MÉTODO DE TESTE PARA RESISTÊNCIA QUÍMICA : A experiência com plásticos reforçados em ambientes corrosivos nos levou a concluir que os laminados falham de formas diferentes, dependendo do tipo de resina

Leia mais

NORMAS. Normas Portuguesas - IPQ

NORMAS. Normas Portuguesas - IPQ NORMAS Normas Portuguesas - IPQ NP 37 (1961) - Arredondamento dos valores numéricos. (2ª edição) NP 79 (1964) - Arredondamento dos números ligados. - (2ª edição) NP 151 (1988) Pescado. Conservas de sardinha.

Leia mais

assegurar a qualidade em sistemas solares térmicos certificação de sistemas solares e seus componentes

assegurar a qualidade em sistemas solares térmicos certificação de sistemas solares e seus componentes assegurar a qualidade em sistemas solares térmicos certificação de sistemas solares e seus componentes RITTER SOLAR/ESTIF Assegurar a qualidade dos componentes do sistemas solar, nomeadamente dos colectores

Leia mais

Lista de Documentos Normativos até 31 de dezembro a distribuir aos Correspondentes IPQ

Lista de Documentos Normativos até 31 de dezembro a distribuir aos Correspondentes IPQ Lista de Documentos Normativos até 31 de dezembro a distribuir aos Correspondentes IPQ NP 2626-212:2010 Emenda 1:2015 Capítulo 212: Isolantes elétricos sólidos, líquidos e gasosos NP 2626-426:2009 Emenda

Leia mais

Stainless steel flat products. Produtos planos em aço inoxidável

Stainless steel flat products. Produtos planos em aço inoxidável St ai nl es ss t eel atpr oduc t s Moving ahead in the stainless sector. Within a strategy of consistent investments in its production chain, Marcegaglia has added the manufacturing of coils and sheets

Leia mais

Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados

Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados DC2 Regras e esquemas de ligações de equipamentos de medição e contagem em pontos de ligação à RNT Data de Publicação: Abril

Leia mais

Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados

Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados DC3 - Procedimentos de ensaio, verificação e modelos de relatórios em pontos de medição e telecontagem em ligações à RNT Data

Leia mais

Temas a apresentar. Marcação CE na generalidade Directiva de Produtos de Construção. Enquadramento

Temas a apresentar. Marcação CE na generalidade Directiva de Produtos de Construção. Enquadramento Marcação Centro Cultural de Macieira de Cambra, Vale de Cambra 25 de Março 2011 Temas a apresentar Marcação CE na generalidade Directiva de Produtos de Construção Legislação aplicável Enquadramento SGS

Leia mais

Índice geral. Apresentação. Prólogo à 2.ª edição. Sumário. Siglas. Agradecimentos. 1. Introdução. 2. O risco de incêndio

Índice geral. Apresentação. Prólogo à 2.ª edição. Sumário. Siglas. Agradecimentos. 1. Introdução. 2. O risco de incêndio Índice geral 3 Prólogo à 2.ª edição 5 Sumário 7 Siglas 9 Agradecimentos 11 1. Introdução 13 Tipificação dos incêndios... Causas de incêndio... Consequências dos incêndios... 2.3.1. Considerações gerais...

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0252-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0252-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 20 Fax +35.22 948 202 Anexo Técnico de Acreditação Nº L0252- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

FONTES DE ILUMINAÇÃO ELÉTRICA

FONTES DE ILUMINAÇÃO ELÉTRICA FONTES DE ILUMINAÇÃO ELÉTRICA Lâmpadas de vapor de sódio de alta pressão Características e ensaios Elaboração: DTI Homologação: conforme despacho do CA de 2011-11-23 Edição: 3ª. Substitui a edição de JUL

Leia mais

Escola Secundária com 3.º ciclo Jorge Peixinho

Escola Secundária com 3.º ciclo Jorge Peixinho Escola Secundária com 3.º ciclo Jorge Peixinho Ciências Físico-Químicas: CEF-EM(N2) PROFESSORA: Daniela Oliveira MÓDULO 1 SEGURANÇA EM LABORATÓRIOS DE QUÍMICA Escola Secundária com 3.º ciclo Jorge Peixinho

Leia mais

INTRODUÇÃO. 3 IMPORTANCIA DA NORMALIZAÇÃO. 4 ORGANISMOS DE NORMALIZAÇÃO SECTORIAL. 5 COMISSÕES TÉCINCAS PORTUGUESAS DE NORMALIZAÇÃO CT. 7 APVE / ONS.

INTRODUÇÃO. 3 IMPORTANCIA DA NORMALIZAÇÃO. 4 ORGANISMOS DE NORMALIZAÇÃO SECTORIAL. 5 COMISSÕES TÉCINCAS PORTUGUESAS DE NORMALIZAÇÃO CT. 7 APVE / ONS. ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 IMPORTANCIA DA NORMALIZAÇÃO... 4 ORGANISMOS DE NORMALIZAÇÃO SECTORIAL... 5 COMISSÕES TÉCINCAS PORTUGUESAS DE NORMALIZAÇÃO CT... 5 NORMAS PORTUGUESAS (NP)... 6 ELABORAÇÃO DE UMA NORMA

Leia mais

TRANSFORMADORES DE MEDIDA

TRANSFORMADORES DE MEDIDA TRANSFORMADORES DE MEDIDA Transformadores de tensão MT e de 60 kv Características e ensaios Elaboração: DNT Homologação: conforme despacho do CA de 2007-02-13 Edição: 2ª. Substitui a edição de Outubro

Leia mais

A Marcação CE de Estruturas Metálicas

A Marcação CE de Estruturas Metálicas A Marcação CE de Estruturas Metálicas Marcação CE de Produtos de Construção - EN 1090 Alberto Malafaya Cenfim-Trofa, 2014/05/06 Estruturas Metálicas ENQUADRAMENTO Directivas Nova Abordagem Normas Europeias

Leia mais

Certificação ISO 9001:2008

Certificação ISO 9001:2008 Certificação ISO 9001:2008 10 de Novembro 2008 Hélder Estradas helder.estradas@apcer.pt Agenda 1.Organismo Certificador APCER 2.A revisão ISO 9001:2008 (motivações e principais alterações) 3.Ciclo de Certificação:

Leia mais

M/135 VIDRO EM EDIFÍCIOS NÃO DEIXE DE LER

M/135 VIDRO EM EDIFÍCIOS NÃO DEIXE DE LER NÃO DEIXE DE LER Não obstante o cuidado posto na recolha de informação, o LNEC declina qualquer responsabilidade por erros e omissões que possam ocorrer na lista de normas que se apresenta seguidamente.

Leia mais

NORMA TÉCNICA CELG D

NORMA TÉCNICA CELG D NORMA TÉCNICA CELG D Fita Adesiva Isolante Especificação NTC-77 ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA 1. OBJETIVO 1 2. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 2 3. TERMINOLOGIA E DEFINIÇÕES 4 4. CONDIÇÕES GERAIS 5 4.1

Leia mais

Cabos internos para telecomunicações - Classificação quanto ao comportamento frente à chama

Cabos internos para telecomunicações - Classificação quanto ao comportamento frente à chama MARÇO:2010 Cabos internos para telecomunicações - Classificação quanto ao comportamento frente à chama APRESENTAÇÃO 1) Este 1º Projeto de Revisão foi elaborado pela CE-03:046.01 - Comissão de Estudo de

Leia mais

Novos serviços de subcontratação New subcontracting services

Novos serviços de subcontratação New subcontracting services Novos serviços de subcontratação New subcontracting services Fundição de ferro Fundição de alumínio Maquinagem Ironfoundry Aluminium foundry MachiningShop 9 de Setembro 2011 Índice Index 1. Alargamento

Leia mais

Código LER Descrição (os mais utilizados estão sublinhados) Resíduos de minas 01 01 01 Resíduos metálicos 01 01 02 Resíduos não metálicos 01 03 06 Rejeitados de minério 01 03 08 Poeiras e pós de extracção

Leia mais

Recomendação ERSAR n.º 03/2010

Recomendação ERSAR n.º 03/2010 Recomendação ERSAR n.º 03/2010 PROCEDIMENTO PARA A COLHEITA DE AMOSTRAS DE ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO (Substitui a Recomendação IRAR n.º 08/2005) Considerando que: O procedimento

Leia mais

Os efeitos de um incêndio em uma unidade petroquímica podem gerar perdas de produção e lesões aos trabalhadores.

Os efeitos de um incêndio em uma unidade petroquímica podem gerar perdas de produção e lesões aos trabalhadores. 3M Proteção Passiva Contra Fogo Aplicações para Oil & Gas Permitir a Continuidade Operacional e Ajudar a Proteger Vidas Os efeitos de um incêndio em uma unidade petroquímica podem gerar perdas de produção

Leia mais

inf catim Rede descentralizada de consulta de Normas EDIÇÃO normalização Julho/Agosto 2010 nesta edição

inf catim Rede descentralizada de consulta de Normas EDIÇÃO normalização Julho/Agosto 2010 nesta edição EDIÇÃO normalização 4 Julho/Agosto 2010 inf catim nesta edição Rede descentralizada de consulta de Normas P.1 ISO 9001 para Pequenas Empresas P.2 Marcação CE, uma porta aberta para o mercado Europeu P.3

Leia mais

Materiais cerâmicos e vítreos vítreos

Materiais cerâmicos e vítreos vítreos Materiais cerâmicos e vítreos Materiais inorgânicos e não-metálicos processados e / ou usados a elevadas temperaturas Cerâmicas / argilas / silicatos das mais velhas indústrias humanas (15000 AC) resistentes

Leia mais

ENplus Handbook, Part 3 - Pellet Quality Requirements. ENplus. Sistema de Certificação de Qualidade para Pellets de Madeira.

ENplus Handbook, Part 3 - Pellet Quality Requirements. ENplus. Sistema de Certificação de Qualidade para Pellets de Madeira. ENplus Handbook, Part 3 - Pellet Quality Requirements ENplus Sistema de Certificação de Qualidade para Pellets de Madeira Manual ENplus Parte 3: Requisitos de Qualidade do Pellet Versão 3.0, Agosto 2015

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO TUBOS

CATÁLOGO TÉCNICO TUBOS CATÁLOGO TÉCNICO TUBOS DIMENSÕES PARA TUBOS DE AÇO CARBONO E LIGA (ALLOY) TAMANHO DIÂMETRO DIÂMETRO SCHEDULE SCHEDULE SCHEDULE STANDARD SCHEDULE EXTRA SCHEDULE SCHEDULE SCHEDULE SCHEDULE SCHEDULE SCHEDULE

Leia mais

FUNDAÇÃO BRASILEIRA DE TECNOLOGIA DA SOLDAGEM

FUNDAÇÃO BRASILEIRA DE TECNOLOGIA DA SOLDAGEM FUNDAÇÃO BRASILEIRA DE TECNOLOGIA DA SOLDAGEM NORMA FBTS N-007 Abril/15 Revisão 02 CRITÉRIOS PARA A QUALIFICAÇÃO E A CERTIFICAÇÃO DE ENGENHEIRO E TECNÓLOGO ESPECIALISTAS EM SOLDAGEM FUNDAÇÃO BRASILEIRA

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA EM VASOS DE PRESSÃO ESFÉRICOS CONTENDO GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO

AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA EM VASOS DE PRESSÃO ESFÉRICOS CONTENDO GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO AVALIAÇÃO DA SEGURANÇA EM VASOS DE PRESSÃO ESFÉRICOS CONTENDO GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO Luciano de Oliveira Castro Lara Departamento de Engenharia Mecânica Faculdade de Aracruz UNIARACRUZ castrolara@hotmail.com

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0398-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0398-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L398- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Válvulas de diafragma tubular mecânicas flexível modelo OV Mechanical Pinch Valves type OV

Válvulas de diafragma tubular mecânicas flexível modelo OV Mechanical Pinch Valves type OV Válvulas de diafragma tubular mecânicas flexível modelo OV Mechanical Pinch Valves type OV Regulação com segurança... Safety regulated... Válvulas de diafragma tubular mecânicas flexível - a solução para

Leia mais

Ideal for the production of plane elements as slabs, solid walls and multi-layer panels with passive or pre-stressed reinforcement.

Ideal for the production of plane elements as slabs, solid walls and multi-layer panels with passive or pre-stressed reinforcement. 1.A 1 IN-LINE PRODUCTION SYSTEM SISTEMA DE PRODUÇÃO EM LINHA Ideal for the production of plane elements as slabs, solid walls and multi-layer panels with passive or pre-stressed reinforcement. The maximum

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 381, DE 1º DE OUTUBRO DE 2004.

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 381, DE 1º DE OUTUBRO DE 2004. ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 381, DE 1º DE OUTUBRO DE 2004. NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS COAXIAIS FLEXÍVEIS DE 75 OHMS COM MALHA DE FIOS DE ALUMÍNIO 1. Objetivo Esta norma estabelece os requisitos

Leia mais

Sistemas de Impermeabilização

Sistemas de Impermeabilização Sistemas de Impermeabilização Projecto de Construção CET Seia Eng. Sá Neves Eng. Sá Neve Sistema invertido ou tradicional : Os sistemas em cobertura invertida são os mais aconselháveis devido a maior durabilidade

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0362-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0362-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L362-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Norma Técnica Interna SABESP NTS 036

Norma Técnica Interna SABESP NTS 036 Norma Técnica Interna SABESP NTS 036 Qualificação de produtos e materiais para revestimento Procedimento São Paulo Outubro: 2014 Revisão 1 NTS 036: 2014 Norma Técnica Interna SABESP S U M Á R I O 1 OBJETIVO...

Leia mais

Diário Oficial Imprensa Nacional

Diário Oficial Imprensa Nacional INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos III e IV, do art. 15 da Lei n.º

Leia mais

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica 1. ÂMBITO Esta especificação diz respeito à instalação de tubagem e realização de ensaios em redes de colectores nos sistemas de drenagem de águas residuais domésticas. Tem por objectivo garantir a boa

Leia mais

Análise de Óleo. Artigo Técnico

Análise de Óleo. Artigo Técnico Análise de Óleo O uso da análise de óleo como técnica de manutenção começou a ser aplicada na década 50. A crise do petróleo intensificou o uso da análise de óleo, que passou a cumprir uma nova função

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0284-1 Accreditation Annex nº

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0284-1 Accreditation Annex nº Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L284- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

MATERIAIS EMPREGADOS NAS REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS

MATERIAIS EMPREGADOS NAS REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS MATERIAIS EMPREGADOS NAS REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS 1 - INTRODUÇÃO. A escolha do material a empregar (tipo de tubulação) nas redes coletoras de esgotos sanitários é função das características dos esgotos,

Leia mais

Baixa densidade Produto económico

Baixa densidade Produto económico R PN 0 PK 0 PA 0 EFINIÇÃO: Paineis semi-rígidos (0 kg/m ) de espessura uniforme, constituídos de fibras de lã de rocha aglutinadas com resina sintética termo-endurecida, - PN 0 sem revestimento. - PK 0

Leia mais

Portas e janelas exteriores Norma de produto

Portas e janelas exteriores Norma de produto Portas e janelas exteriores Norma de produto João Viegas Legitimidade da norma de produto Decreto-Lei n.º 4/2007 de 8 de Janeiro Artigo 3.º Colocação dos produtos no mercado 1 Para colocação no mercado,

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA CONJUNTA Nº 01, DE 19 DE JUNHO DE 2000

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA CONJUNTA Nº 01, DE 19 DE JUNHO DE 2000 AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA CONJUNTA Nº 01, DE 19 DE JUNHO DE 2000 O DIRETOR GERAL da AGÊNCIA NACIONAL DO PETROLEO - ANP, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela Lei nº 9.478, de 06

Leia mais

NORMA TÉCNICA 1/11 ESQUEMAS DE PINTURA DE EQUIPAMENTOS E ESTRUTURAS METÁLICAS NE-004. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS

NORMA TÉCNICA 1/11 ESQUEMAS DE PINTURA DE EQUIPAMENTOS E ESTRUTURAS METÁLICAS NE-004. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS Título: NORMA TÉCNICA ESQUEMAS DE PINTURA DE EQUIPAMENTOS E Aprovação Subcomitê de Manutenção das Empresas Eletrobras - SCMT Vigência 10.03.2016 1/11 NE-004 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia do Acre Código da UASG: 158156 Pregão Eletrônico Nº 1/2013 Objeto:

Leia mais

MÁQUINAS E PRODUTOS MECÂNICOS

MÁQUINAS E PRODUTOS MECÂNICOS Página: 1/15 Elaborado por: Robynson Molinari Verificado por: Karen Carolina Martins Arnaldo Barbulio Aprovado por: Regina Toscano Data Aprovação: 04/12/2013 1 OBJETIVO Este documento apresenta os critérios

Leia mais

DELTABI COSTRUZIONI PT EN

DELTABI COSTRUZIONI PT EN DELTABI COSTRUZIONI PT EN INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS HANGARES INDUSTRIAIS ESTRUTURAS COMERCIAIS & DESPORTIVAS REVESTIMENTOS E FACHADAS ESCADAS E PARAPEITOS Projetamos e fabricamos estruturas metálicas para

Leia mais

Desenvolvimento de Materiais Funcionais e Inteligentes

Desenvolvimento de Materiais Funcionais e Inteligentes Desenvolvimento de Materiais Funcionais e Inteligentes Desenvolvimento de Novas Soluções para o Sector da Construção António Braz Costa bz@centi.pt Sumário Apresentação CENTI Áreas e Sectores de Actuação

Leia mais

e) NBR 6936, Técnicas de ensaios elétricos de alta tensão - Procedimento;

e) NBR 6936, Técnicas de ensaios elétricos de alta tensão - Procedimento; MA NU AL ESP EC IA L SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0055 ISOLADORES SUPORTE PARA

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS RESOLUÇÃO ANP Nº 5, DE 3.2.2009 - DOU 4.2.2009

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS RESOLUÇÃO ANP Nº 5, DE 3.2.2009 - DOU 4.2.2009 AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS RESOLUÇÃO ANP Nº 5, DE 3.2.2009 - DOU 4.2.2009 O DIRETOR-GERAL da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS - ANP, no uso de

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PORTUGUESA DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS (CAE REV. 3) ATIVIDADES OU TRABALHOS DE RISCO ELEVADO INTEGRADOS NOS SETORES DE ATIVIDADE

CLASSIFICAÇÃO PORTUGUESA DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS (CAE REV. 3) ATIVIDADES OU TRABALHOS DE RISCO ELEVADO INTEGRADOS NOS SETORES DE ATIVIDADE S OU TRABALHOS DE RISCO ELEVADO (Artigo 79.º da Lei 102/2009, de 10 de Setembro) CLASSIFICAÇÃO PORTUGUESA DAS S ECONÓMICAS GRUPO CLASSE SUBCLASSE SETORES DE 011 0111 0112 0113 0114 0115 0116 0119 012 0121

Leia mais

Joaquim Pereira Quintela Wagner Pinto Cardoso Victor Solymossy PETROBRAS S.A Dez/2014

Joaquim Pereira Quintela Wagner Pinto Cardoso Victor Solymossy PETROBRAS S.A Dez/2014 Normas de Tintas canceladas pela PETROBRAS Alternativas Técnicas Joaquim Pereira Quintela Wagner Pinto Cardoso Victor Solymossy PETROBRAS S.A Dez/2014 SBPA - OBJETIVO ATUALIZAÇÃO TÉCNICA DA COMUNIDADE

Leia mais

BLOWERS AND COMPRESSORS FOR BIOGAS, LANDFILL AND NATURAL GAS, in conformity with 94/9/EC Directive (ATEX)

BLOWERS AND COMPRESSORS FOR BIOGAS, LANDFILL AND NATURAL GAS, in conformity with 94/9/EC Directive (ATEX) , BLOWERS AND COMPRESSORS FOR BIOGAS, LANDFILL AND NATURAL GAS, in conformity with 94/9/EC Directive (ATEX) Product Conformity 2 Quality Management System Management System Internal Processes satisfy Customers

Leia mais

Capítulo IX. Normalização IEC para efeitos térmicos

Capítulo IX. Normalização IEC para efeitos térmicos 60 Capítulo IX Normalização IEC para efeitos térmicos O tratamento de efeitos térmicos pela norma IEC 60364, em sua versão 2009, vem servindo de base para a revisão da ABNT NBR 5410 e provocando várias

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 25 MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS

NORMA TÉCNICA N o 25 MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS ANEXO XXV AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 25 MEDIDAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO EM SUBESTAÇÕES ELÉTRICAS 1. OBJETIVO Esta Norma Técnica estabelece as medidas de segurança

Leia mais

DETERMINAÇÃO DO TEOR DE NEGRO-DE-FUMO EM TUBOS DE PEAD PARA ABASTECIMENTO DE ÁGUA COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS

DETERMINAÇÃO DO TEOR DE NEGRO-DE-FUMO EM TUBOS DE PEAD PARA ABASTECIMENTO DE ÁGUA COMPARAÇÃO ENTRE DOIS MÉTODOS PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO REDE METROLÓGICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - REMESP REDE DE SANEAMENTO E ABASTECIMENTO DE ÁGUA - RESAG 29 a 31 de outubro de 2014 Local: Associação Brasileira da Indústria de Máquinas

Leia mais

IEP Presentation. Main working domains. IEP Presentation. Testing laboratories. Testing laboratories

IEP Presentation. Main working domains. IEP Presentation. Testing laboratories. Testing laboratories CIMi2010 - Metrology and Industry International Conference Porto, 17 19 March 2010 A Internet ao serviço da Metrologia: um espaço na Web de partilha de informações relacionadas com a Ciência da Medição

Leia mais

Interface de Acesso a Circuitos Dedicados Digitais a 64Kbit/s e Nx64Kbit/s

Interface de Acesso a Circuitos Dedicados Digitais a 64Kbit/s e Nx64Kbit/s Especificações técnicas dos interfaces de rede da PT Comunicações Interface de Acesso a Circuitos Dedicados Digitais a 64Kbit/s e Nx64Kbit/s Especificação do interface Cliente-Rede Data: 2004.01.20 Página

Leia mais

ACSS. Tubagem em instalações de águas de edifícios hospitalares ACSS. ACSS Unidade de Instalações e Equipamentos. Especificações técnicas para

ACSS. Tubagem em instalações de águas de edifícios hospitalares ACSS. ACSS Unidade de Instalações e Equipamentos. Especificações técnicas para Guia para Especificações técnicas para Tubagem em instalações de águas de edifícios hospitalares ET 07/2009 V. 2013 ACSS Administração Central do Sistema de Saúde, IP ACSS ACSS Unidade de Instalações e

Leia mais

Agostinho Paim Cota NIF: 128 659 823

Agostinho Paim Cota NIF: 128 659 823 LISTA DE OPERADORES DE GESTÃO DE RESÍDUOS LICENCIADOS EM SÃO JORGE ATUALIZADA A 31.07.2012 Agostinho Paim Cota NIF: 128 659 823 - Armazenagem dos seguintes resíduos: LER Alvará n.º 5/DRA/2012 (validade:

Leia mais

MEMBRANAS BETUMINOSAS

MEMBRANAS BETUMINOSAS FICHA DE SEGURANÇA DE PRODUTO (Em conformidade com o Regulamento REACH (EC) nº 1907/2006) Nº revisão: 08 Data de emissão: 24 de Janeiro de 2014 MEMBRANAS BETUMINOSAS 1. Identificação da substância/mistura

Leia mais

SCH Sociedade de Comércio de Soldadura Helvética, Lda

SCH Sociedade de Comércio de Soldadura Helvética, Lda INOXCLEAN O processo rápido para a limpeza de cordões de soldadura A soldadura de materiais metálicos conta com um dos mais frequentes métodos utilizados para união. O gás inerte é usado na tecnologia

Leia mais

A solução Integrada para o tratamento de Água para Consumo Humano

A solução Integrada para o tratamento de Água para Consumo Humano A solução Integrada para o tratamento de Água para Consumo Humano A solução Integrada para o tratamento de Água para Consumo Humano A legislação nacional relativa à qualidade da água para consumo humano

Leia mais

APLICAÇÕES : Plástico Reforçado Isolamentos Térmicos (altas temp. e substituição de amianto) Fibra de Vidro e Aramida (Twaron)

APLICAÇÕES : Plástico Reforçado Isolamentos Térmicos (altas temp. e substituição de amianto) Fibra de Vidro e Aramida (Twaron) APLICAÇÕES : Plástico Reforçado Isolamentos Térmicos (altas temp. e substituição de amianto) Fibra de Vidro e Aramida (Twaron) Isolamentos Acústicos Isolamentos Elétricos Filtragens (metais fundidos, gases,

Leia mais

TM703 Ciência dos Materiais PIPE Pós - Graduação em Engenharia e Ciências de Materiais

TM703 Ciência dos Materiais PIPE Pós - Graduação em Engenharia e Ciências de Materiais TM703 Ciência dos Materiais PIPE Pós - Graduação em Engenharia e Ciências de Materiais Carlos Mauricio Lepienski Laboratório de Propriedades Nanomecânicas Universidade Federal do Paraná Aulas 7 1º sem.

Leia mais

Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados

Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados Documento complementar ao Guia de Medição, Leitura e Disponibilização de Dados DC1 Regras e especificações técnicas a observar na instalação de sistemas de telecontagem em pontos medição em ligações à

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-013 Folha: 1 / 09 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO S.A. IPT CENTRO TECNOLÓGICO DO AMBIENTE CONSTRUÍDO - CETAC

Leia mais

TIPO DE DOCUMENTO Nota Técnica. Designação VERSÃO 3.0. 30 de Julho de 2009. TÍTULO Ethernet - Interface Utilizador-Rede 1/9 3.0. Versão.

TIPO DE DOCUMENTO Nota Técnica. Designação VERSÃO 3.0. 30 de Julho de 2009. TÍTULO Ethernet - Interface Utilizador-Rede 1/9 3.0. Versão. 1/9 TIPO DE DOCUMENTO Nota Técnica Designação VERSÃO 30 de Julho de 2009 2/9 Índice 1 ÂMBITO... 3 2 SEGURANÇA... 3 3 COMPATIBILIDADE ILIDADE ELECTROMAGNÉTICA (EMC)... 4 4 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS... 4 4.1

Leia mais

EC2. betão armado. aço para. aço para betão pré-esforçado EC2. remete para EN. EC2 remete para EN 10080

EC2. betão armado. aço para. aço para betão pré-esforçado EC2. remete para EN. EC2 remete para EN 10080 EC2 Betão armado Betão pré-esforçado 3.2 Reinforcing steel 3.2.1 General 3.2.2 Properties 3.2.3 Strength 3.2.4 Ductility characteristics 3.2.5 Welding 3.2.6 Fatigue 3.2.7 Design assumptions 3.3 Prestressing

Leia mais

Segurança no trabalho

Segurança no trabalho Acessórios Bosch 11/12 Segurança no trabalho Vista geral 789 Segurança no trabalho Não esquecer o profissional também se preocupa com a sua segurança! A qualidade Bosch também se expressa num programa

Leia mais

DOCUMENTOS. normativos. Publicação Oficial do IPQ Organismo Nacional de Normalização de. 15 de abril de 2015

DOCUMENTOS. normativos. Publicação Oficial do IPQ Organismo Nacional de Normalização de. 15 de abril de 2015 Publicação Oficial do IPQ Organismo Nacional de Normalização de 15 de abril de 2015 Publicação oficial do IPQ, Organismo Nacional de Normalização Período de 15-03-2015 a 16-04-2015 A presente publicação

Leia mais

2.4.0 TRANSPORTE, ARMAZENAGEM E SERVIÇOS RELACIONADOS

2.4.0 TRANSPORTE, ARMAZENAGEM E SERVIÇOS RELACIONADOS Listagem Categorias Criticas Portugal Esta é a listagem de categorias de produto/serviço consideradas criticas pelas empresas que compõem a omunidade RePro em Portugal. Caso tenha inscrito ou pretenda

Leia mais

Normas Atendidas. Tubos de aço carbono, sem costura, trefilados a frio, para permutadores de calor ou condensadores.

Normas Atendidas. Tubos de aço carbono, sem costura, trefilados a frio, para permutadores de calor ou condensadores. 4 Empresa Certificada ISO 9001 Distribuição de Tubos em Aço Carbono Tubos sem Costura Tubos de aço sem costura são utilizados em aplicações como cilindros hidráulicos, componentes de transmissão, oleodutos,

Leia mais

CRITÉRIOS BÁSICOS para a REABILITAÇÃO das CONSTRUÇÕES

CRITÉRIOS BÁSICOS para a REABILITAÇÃO das CONSTRUÇÕES REPARAÇÃO e REFORÇO de ESTRUTURAS Aula 2: CRITÉRIOS BÁSICOS para a REABILITAÇÃO das CONSTRUÇÕES THOMAZ RIPPER 1 Conceitos Básicos para a Reabilitação Estrutural História Materiais Sistema Construtivo Mecânica

Leia mais