Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Anexo Técnico de Acreditação Nº L0252-1 Accreditation Annex nr."

Transcrição

1 Rua António Gião, 2-5º CAPARICA Portugal Tel Fax Anexo Técnico de Acreditação Nº L0252- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 7025:2005 Endereço Address Contacto Contact Telefone Fax Internet Rua Barão de Nova Sintra, Apartado Porto Isabel Hespanhol Resumo do Âmbito Acreditado Águas Efluentes líquidos Accreditation Scope Summary Waters Liquid Effluents Nota: ver na(s) página(s) seguinte(s) a descrição completa do âmbito de acreditação. A validade deste Anexo Técnico pode ser comprovada em Os ensaios podem ser realizados segundo as seguintes categorias: 0 Ensaios realizados nas instalações permanentes do laboratório Ensaios realizados fora das instalações do laboratório ou em laboratórios móveis 2 Ensaios realizados nas instalações permanentes do laboratório e fora destas Note: see in the next page(s) the detailed description of the accredited scope. The validity of this Technical Annex can be checked in the website on the left. Testing may be performed according to the following categories: 0 Testing performed at permanent laboratory premises Testing performed outside the permanent laboratory premises or at a mobile laboratory 2 Testing performed at the permanent laboratory premises and outside O IPAC é signatário dos Acordos de Reconhecimento Mútuo da EA e do ILAC O presente Anexo Técnico está sujeito a modificações, suspensões temporárias e eventual anulação, podendo a sua actualização ser consultada em Edição n.º 4 Emitido em Página de 7 IPAC is a signatory to the EA MLA and ILAC MRA This Annex can be modified, temporarily suspended and eventually withdrawn, and its status can be checked at

2 Rua António Gião, 2-5º CAPARICA Portugal Tel Fax Anexo Técnico de Acreditação Nº L0252- ÁGUAS; EFLUENTES LÍQUIDOS WATERS; LIQUID EFFLUENTS Águas Balneares Quantificação de Escherichia coli Edição n.º 4 Emitido em Página 2 de 7 Método Miniaturizado (NMP) 2 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de,2 dicloroetano, cloreto de vinilo, acrilamida e epicloridrina ISO :998 0 PI 23A (204--9) 3 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de Benzeno PI 23A (204--9) 4 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de Bromatos PI 23A (204--9) 5 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de Cloraminas PI 23A (204--9) 6 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (PAH s) 7 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de Oxigénio Dissolvido PI 23A (204--9) PI 23A (204--9) 8 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de Pesticidas PI 23A (204--9) 9 Águas de Consumo Colheita de Amostras para Análise de Trítio, α Total, ß Total e Dose Indicativa Total 0 Águas de Consumo e de Processo Águas de Consumo e de Processo 2 Águas de Consumo Humano 3 Águas de Consumo Humano 4 Águas de Consumo Humano e de Processo 5 Águas de Consumo Humano, Naturais e 6 Águas de Consumo Humano, Naturais, e Balneares Pesquisa e Quantificação de Bactérias Coliformes Membrana filtrante Pesquisa e Quantificação de Escherichia coli Membrana filtrante Determinação de Carbono Orgânico Total (COT) Combustão com catalizador de Pt e detector de IV Determinação de Clorofórmio, Bromodiclorometano, Dibromoclorometano, Bromofórmio, Tetracloroeteno, Tricloroeteno SPME/GC/ECD Determinação de Alumínio Colheita de Amostras para Análise de Parâmetros Físico-Químicos constantes deste anexo técnico Colheita de Amostras para Análise de Parâmetros Microbiológicos constantes deste anexo técnico PI 23A (204--9) PIB 2 ( ) 0 PIB 2 ( ) 0 SMEWW 530 B 0 PIQ 36 ( ) 0 PIQ 30 (204--9) 0 PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 PI 23C ( ) ISO 9458:2006

3 Rua António Gião, 2-5º CAPARICA Portugal Tel Fax Anexo Técnico de Acreditação Nº L Águas de Consumo, 8 Águas de Consumo, 9 Águas de Consumo, 20 Águas de Consumo, 2 Águas de Consumo, 22 Águas de Consumo, 23 Águas de Consumo, 24 Águas de Consumo, 25 Águas de Consumo, 26 Águas de Consumo, 27 Águas de Consumo, 28 Águas de Consumo, 29 Águas de Consumo, 30 Águas de Consumo, 3 Águas de Consumo, 32 Águas de Consumo, Determinação de Anidrido Carbónico livre. Volumetria ácido-base Determinação de Cálcio. Volumetria de complexação Determinação de Cloretos. Volumetria de precipitação Determinação de Cloro Residual total e disponível. Titrimetria Determinação de Detergentes Aniónicos. Espectrometria de absorção molecular. Determinação de Dureza Total. Volumetria de Complexação Determinação de Ferro. Determinação de Flúor. Determinação de Magnésio. Método por Cálculo Determinação de Nitratos. Determinação de Oxidabilidade. Volumetria oxidação-redução Determinação de Potássio. Fotometria de chama Determinação de Sílica. Espectrometria de absorção molecular Determinação de Sódio. Fotometria de chama Determinação de Sólidos Dissolvidos Totais. Determinação de Sulfatos. PIQ0 ( ) 0 PIQ 2 ( ) 0 PIQ6 ( ) 0 PIQ 4 ( ) 0 PIQ 7 ( ) 0 PIQ 7 ( ) 0 PIQ 28 ( ) 0 PIQ 5 ( ) 0 PIQ 3 ( ) 0 PIQ 24 ( ) 0 PIQ 2 ( ) 0 PIQ 20 ( ) 0 PIQ 6 ( ) 0 PIQ 9 ( ) 0 PIQ 8 ( ) 0 PIQ 27 ( ) 0 Edição n.º 4 Emitido em Página 3 de 7

4 Rua António Gião, 2-5º CAPARICA Portugal Tel Fax Anexo Técnico de Acreditação Nº L Águas de Consumo, 34 Águas de Consumo, 35 Águas de Consumo, 36 Águas de Consumo, Naturais, de Processo e 37 Águas de Consumo, 38 Águas de Consumo, 39 Águas de Consumo, 40 Águas de Consumo, 4 Águas de Consumo, 42 Águas de Consumo, 43 Águas de Consumo, 44 Águas de Consumo, 45 Águas de Consumo, 46 Águas de Consumo, 47 Águas de Consumo, 48 Águas de Consumo, Determinação de Turvação. Método da Formazina Quantificação de número de colónias a 37ºC Incorporação Teste do carbonato. Volumetria Ácido Base e Determinação de Cianetos. Espectrometria de absorção molecular Determinação de Alcalinidade. Volumetria ácido-base Determinação de Azoto Amoniacal. Determinação de Cheiro Escolha não forçada Determinação de Cloro Residual Fotometria Determinação de Condutividade. Determinação de Cor. Colorimetria em fluxo Determinação de Fosfatos. Determinação de Nitritos. Determinação de ph. Determinação de sabor Escolha não forçada Determinação de Sólidos Suspensos Totais. Quantificação de Clostridium perfringens Membrana Filtrante PIQ 3 ( ) 0 ISO 6222:999 0 PIQ 29 ( ) 0 PIQ 8 ( ) 0 PIQ ( ) 0 PIQ 23 ( ) 0 PIQ 35 ( ) 0 SMEWW 4500 Cl G PIQ 4 ( ) 0 PIQ 22 ( ) 0 PIQ 26 ( ) 0 PIQ 25 ( ) 0 PIQ 2 ( ) 0 PIQ 35 ( ) 0 PIQ 9 ( ) 0 EPA/600/R-95-78: Edição n.º 4 Emitido em Página 4 de 7

5 Rua António Gião, 2-5º CAPARICA Portugal Tel Fax Anexo Técnico de Acreditação Nº L Águas de Consumo, 50 Águas de Consumo, Naturais, de Processo 5 Águas de Consumo, Naturais, de Processo, Balneares e Quantificação de número de colónia a 22ºC Incorporação Pesquisa e Quantificação de Enterococos Membrana Filtrante Pesquisa de Salmonella spp Membrana filtrante ISO 6222:999 0 ISO : PIB 7 ( ) 0 52 Águas Naturais Colheita de Amostras para Análise de Alumínio PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO 5667-: Águas Naturais Colheita de Amostras para Análise de Carbono Orgânico Total 54 Águas Naturais Colheita de Amostras para Análise de Clorofórmio, Bromodiclorometano, Dibromoclorometano, Bromofórmio, Tetracloroeteno, Tricloroeteno 55 Águas Naturais, Balneares e 56 Águas de Consumo, Naturais e 57 Águas de Consumo, Naturais e 58 Águas de Consumo, Naturais e 59 Águas de Consumo, Naturais, Balneares e 60 Águas Naturais e Quantificação de Enterococos Método Miniaturizado (NMP) PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO 5667-:2009 PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO 5667-:2009 PIB 2 ( ) 0 Colheita de Amostras para Análise de Boro PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Colheita de Amostras para Análise de Mercúrio PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Colheita de Amostras para Análise de Metais PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Determinação de Temperatura em campo Termometria SMEWW 2550 B 2 Colheita de Amostras para Análise de CBO5 PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Edição n.º 4 Emitido em Página 5 de 7

6 Rua António Gião, 2-5º CAPARICA Portugal Tel Fax Anexo Técnico de Acreditação Nº L Águas Naturais e 62 Águas Naturais e 63 Águas Naturais e 64 Águas Naturais e 65 Águas Naturais e 66 Águas Naturais e 67 Águas Naturais e 68 Águas Naturais, Balneares e Colheita de Amostras para Análise de Crómio VI PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Colheita de Amostras para Análise de Fenóis PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Colheita de Amostras para Análise de Hidrocarbonetos totais PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Colheita de Amostras para Análise de Óleos e gorduras PI 23A (204--9) ISO :987 ISO :204 ISO :992 ISO 5667-:2009 Quantificação de Coliformes fecais Tubos múltiplos (NMP) PIB 5 ( ) 0 Colheita de Amostras para Análise de Sulfuretos PI 23A (204--9) Quantificação de Bactérias Coliformes Método do substracto enzimático (NMP) Quantificação de Escherichia coli Método substracto enzimático (NMP) 69 Águas Determinação de Azoto Amoniacal por microteste 70 Águas Determinação de Azoto total por microteste 7 Águas Determinação de Azoto Total Cálculo 72 Águas Determinação de Cloretos Volumetria de precipitação 73 Águas Determinação de CQO por microteste 74 Águas Determinação de Fósforo total por microteste PIB 9 ( ) 0 PIB 9 ( ) 0 PIARQ 7 ( ) 0 PIARQ 6 ( ) 0 PIARQ 4 ( ) 0 PIARQ 3 ( ) 0 PIARQ 9 ( ) 0 PIARQ 5 ( ) 0 Edição n.º 4 Emitido em Página 6 de 7

7 Rua António Gião, 2-5º CAPARICA Portugal Tel Fax Anexo Técnico de Acreditação Nº L Águas Determinação de Nitratos 76 Águas Determinação de Nitratos por microteste * 77 Águas Determinação de Sólidos dissolvidos totais 78 Águas Determinação de Substâncias Tensioactivas 79 Águas Determinação de Azoto Kjedahl. Mineralização, destilação e Titrimietria 80 Águas Determinação de Azoto Total 8 Águas Determinação de Condutividade. 82 Águas Determinação de Nitritos. Espectrometria de absorção molecular 83 Águas Determinação de ph. 84 Águas Determinação de Sólidos Suspensos Totais. 85 Águas Determinação de Sólidos Totais. FIM END PIARQ ( ) 0 PIARQ 8 ( ) 0 PIARQ 20 ( ) 0 PIARQ 2 ( ) 0 PIARQ 2 ( ) 0 PIARQ 2 ( ) 0 PIARQ 4 ( ) 0 PIARQ 6 ( ) 0 PIARQ 7 ( ) 0 PIARQ 8 ( ) 0 PIARQ 9 ( ) 0 Notas: Notes: - PIQ nn indica procedimento interno de ensaios do Departamento de Físico-Química Águas para Consumo Humano, Naturais e de Processo do Laboratório; - PIB nn indica procedimento interno de ensaios do Departamento de Microbiologia do Laboratório; - PIARQ nn indica procedimento interno de ensaios do Departamento de Físico-Química Águas do Laboratório; - SMEWW indica Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater, 22ndEdition; - EPA indica Environmental Protection Agency; - Os métodos de filtração por membrana não se aplicam a águas com elevada carga microbiana interferente e matéria em suspensão; - (*) Aplicável apenas a águas residuais cujo CQO seja inferior a 200mg/l O2. Leopoldo Cortez Presidente Edição n.º 4 Emitido em Página 7 de 7

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0398-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0398-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L398- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0385-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0385-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L385- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0335-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0335-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L335- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0302-1 Accreditation Annex nº

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0302-1 Accreditation Annex nº Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L32- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0284-1 Accreditation Annex nº

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0284-1 Accreditation Annex nº Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L284- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0271-1 Accreditation Annex nº

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0271-1 Accreditation Annex nº A entidade a seguir indicada está acreditada como de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address R. Coronel Júlio Veiga Simão - Loreto 32-53 Coimbra Contacto Contact Telefone Fax E-mail

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0362-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0362-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L362-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0626-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0626-1 Accreditation Annex nr. Anexo Técnico de Acreditação Nº L0626-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 17025:2005 Endereço Address Contacto Contact Telefone Fax E-mail Internet

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0381-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0381-1 Accreditation Annex nr. A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 17025:2005 Endereço Address Contacto Contact Telefone Fax E-mail Internet Rua Eça de Queiroz, 1-C

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L32- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0610-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0610-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, -5º 89-513 CAPARICA Portugal Tel +351.1 948 01 Fax +351.1 948 0 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1705:005 Endereço

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nº

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nº A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 17025:2005 Endereço Address Contacto Contact Telefone Fax E-mail Internet Estação de Tratamento de

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L328- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0427-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0427-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L427-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L385- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0389-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0389-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L389-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L385- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº M Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº M Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº M46-2 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address Contacto

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL 1. INTRODUÇÃO

RELATÓRIO TRIMESTRAL 1. INTRODUÇÃO RELATÓRIO TRIMESTRAL 1. INTRODUÇÃO O controlo analítico da qualidade das Águas de Abastecimento, no Município de Arraiolos durante o período de Outubro a Dezembro de 2006, foi realizado pelos laboratórios

Leia mais

A.R.S. ALENTEJO, I.P. DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA LABORATÓRIOS DE SAÚDE PÚBLICA

A.R.S. ALENTEJO, I.P. DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA LABORATÓRIOS DE SAÚDE PÚBLICA TABELA DE S ANÁLISE DE ÁGUAS DESTINADAS A CONSUMO HUMANO ANÁLISE FÍSICA-QUÍMICA SUMÁRIA ANÁLISES POR GRUPO DE ENSAIO Q1 Condutividade, oxidabilidade, turvação, cor, ph, alcalinidade, dureza total, nitratos,

Leia mais

Matriz I Acreditação Flexível Intermédia - Lista de Ensaios Acreditados

Matriz I Acreditação Flexível Intermédia - Lista de Ensaios Acreditados 1 Águas de consumo e Determinação de ph Potenciometria PTL/0036 (2009-04-24) 0 2 Determinação de Condutividade Conductimetria PTL/0037 (2009-04-24) 0 3 Determinação de Alcalinidade Volumetria com deteção

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L623- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

mhtml:file://d:\documents%20and%20settings\jbrandao.insa\ambiente%20de%20...

mhtml:file://d:\documents%20and%20settings\jbrandao.insa\ambiente%20de%20... Página Web 1 de 7 Código 2.1 - ANÁLISE QUÍMICA 2.1.1 Análises por parâmetros Análises de Águas Designação Preço (Euros) Preparação e tratamento da amostra: 60001 - Filtração 5,00 60002 - Destilação 9,00

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº M0002-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº M0002-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.1 948 1 Fax +351.1 948 Anexo Técnico de Acreditação Nº M-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de, segundo a norma NP EN ISO/IEC 175:5 Endereço Address Contacto Contact

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, -5º 89-53 CAPARICA Portugal Tel +35. 948 0 Fax +35. 948 0 Anexo Técnico de Acreditação Nº L068- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma

Leia mais

Qualidade da água da rede de abastecimento

Qualidade da água da rede de abastecimento Qualidade da água da rede de abastecimento Relatório do 2º trimestre de 2011 1- Introdução O Decreto-lei nº 306/2007 de 27 de Agosto, estabelece o regime da qualidade da água destinada ao consumo humano,

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0297-1 Accreditation Annex nº

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0297-1 Accreditation Annex nº PORTUGUESE ACCREDITATION INSTITUTE Rua António Gião, 2-5º 2829-513 CAPARICA Portugal Tel +351.212 948 201 Fax +351.212 948 202 acredita@ipac.pt www.ipac.pt Anexo Técnico de Acreditação Nº L0297-1 Accreditation

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L318-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L19-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address Contacto Contact

Leia mais

GLOSSÁRIO MICROBIOLÓGICOS FÍSICO-QUÍMICOS PARÂMETROS PARÂMETROS

GLOSSÁRIO MICROBIOLÓGICOS FÍSICO-QUÍMICOS PARÂMETROS PARÂMETROS PARÂMETROS MICROBIOLÓGICOS Coliformes Fecais (E.Coli), Enterococos, Clostrídios Perfringens Os organismos pertencentes a este grupo estão presentes nas matérias fecais de todos os animais de sangue quente.

Leia mais

Matriz I Acreditação Flexível Intermédia - Lista de Ensaios Acreditados Acreditação Nº L Data:

Matriz I Acreditação Flexível Intermédia - Lista de Ensaios Acreditados Acreditação Nº L Data: Acreditação Nº L216-1 Data: 4-2-216 Águas 1 Águas naturais doces (superficiais, subterrâneas) de consumo e de processo Determinação da dureza. Complexometria NP 424:1966 2 e residuais Determinação da turvação.

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0511-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0511-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, -5º 89-53 CAPARICA Portugal Tel +35. 948 0 Fax +35. 948 0 Anexo Técnico de Acreditação Nº L05- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO. Determinação de Alumínio Total pelo método colorimétrico LQ: 0,008 mg/l

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO. Determinação de Alumínio Total pelo método colorimétrico LQ: 0,008 mg/l ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 8 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO ACQUA BOOM SANEAMENTO AMBIENTAL LTDA - EPP Determinação

Leia mais

RELATÓRIO DE ISOLAMENTO ACÚSTICO DE EDIFÍCIOS

RELATÓRIO DE ISOLAMENTO ACÚSTICO DE EDIFÍCIOS Processo n.º ACE 035/12 RELATÓRIO DE ISOLAMENTO ACÚSTICO DE EDIFÍCIOS MESIS, Lda. QUINTAS DO SIROL - LEIRIA - MARÇO 12 Não é permitida a divulgação parcial dos resultados constantes deste relatório na

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2014

PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2014 PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2014 RESULTADOS DA QUALIDADE DA ÁGUA CONCELHO DE PONTA DELGADA SISTEMA DE ABASTECIMENTO: MOSTEIROS - NORTE Os resultados das análises definidas para o

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L85- A entidade a seguir indicada está acreditada como de Ensaios, segundo a norma NP

Leia mais

1. RESUMO DOS RESULTADOS OBTIDOS NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA E SISTEMAS INDEPENDENTES DE ÁGUA DO CONCELHO DE VIMIOSO

1. RESUMO DOS RESULTADOS OBTIDOS NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA E SISTEMAS INDEPENDENTES DE ÁGUA DO CONCELHO DE VIMIOSO 1. RESUMO DOS RESULTADOS OBTIDOS NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA E SISTEMAS INDEPENDENTES DE ÁGUA DO CONCELHO DE VIMIOSO Nos quadros seguintes apresenta-se um resumo global dos resultados s para a água

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2014

PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2014 PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2014 RESULTADOS DA QUALIDADE DA ÁGUA CONCELHO DE PONTA DELGADA SISTEMA DE ABASTECIMENTO: MOSTEIROS, BRETANHA E REMÉDIOS Os resultados das análises definidas

Leia mais

Relatório de Ensaios Nr: 1523 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Boletim Definitivo

Relatório de Ensaios Nr: 1523 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Boletim Definitivo Relatório de s Nr: 1523 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Bactérias coliformes (coliformes totais) 0 ufc/0ml 0 Método Interno (PTM 4) (2015-08-27) Escherichia coli 0 ufc/0ml 0 Método Interno (PTM 4) (2015-08-27)

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L4-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 17025:2005 Endereço Address Contacto Contact Telefone Fax E-mail Internet Rua Ferreira Borges, 27

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 5 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO BRASÁGUA TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES DO BRASIL LTDA

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L226-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Comissão de Viticultura

Leia mais

Lista de Ensaios Acreditados Sob Acreditação Flexível Referente ao Anexo Técnico Acreditação Nº L (Ed.20 Data: )

Lista de Ensaios Acreditados Sob Acreditação Flexível Referente ao Anexo Técnico Acreditação Nº L (Ed.20 Data: ) Referente ao Anexo Técnico Acreditação Nº L216-1 (Ed.2 Data: 3-11-216) Data: 19-12-216 Águas 1 Águas de consumo metais: alumínio, antimónio, arsénio, bário, berílio, boro, cádmio, cálcio, chumbo, cobalto,

Leia mais

Lista de ensaios sob acreditação flexível

Lista de ensaios sob acreditação flexível Nº Produto Parâmetro e Técnica Norma / Procedimento 1 Dispositivos médicos 2 Dispositivos médicos 3 Dispositivos médicos 4 5 6 7 8 Zaragatoas em superfícies associadas a zonas de risco Zaragatoas em superfícies

Leia mais

Lista de Ensaios Acreditados Sob Acreditação Flexível

Lista de Ensaios Acreditados Sob Acreditação Flexível Referente ao Anexo Técnico Acreditação Nº L 2 16-1 (Ed. 19 Data: 3-6- 2 1 6) Data: 3-6-216 Águas 1 2 3 4 5 Águas de consumo Águas de consumo Águas de consumo Águas de consumo Águas de consumo metais: alumínio,

Leia mais

Relatório de Ensaios Nr: 8357 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Boletim Definitivo

Relatório de Ensaios Nr: 8357 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Boletim Definitivo Relatório de s Nr: 8357 Versão: 1.0 Pag 1 de 5 Escherichia coli 0 Número/0mL 0 Método Interno (PTM 4) (14-01-2011) Bactérias coliformes (coliformes totais) 0 Número/0mL 0 Método Interno (PTM 4) (14-01-2011)

Leia mais

Resultados das Análises à Água Primeiro Trimestre de 201

Resultados das Análises à Água Primeiro Trimestre de 201 Resultados das Análises à Água Primeiro Trimestre de 201 2015/04/23 Em cumprimento do disposto no Decreto-Lei 306/07, alterado pelo Decreto-Lei n.º 92/2010 de 26 de Julho, serve o presente edital para

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº M0009-2 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº M0009-2 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº M9-2 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address Contacto

Leia mais

CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO - ZONA DE ABASTECIMENTO PINHEL DO CONCELHO DE PINHEL

CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO - ZONA DE ABASTECIMENTO PINHEL DO CONCELHO DE PINHEL - ZONA DE ABASTECIMENTO PINHEL DO CONCELHO DE PINHEL % N.º de Cumprimento superiores ao VP Valor mínimo Valor máximo do VP Agendadas Realizadas Escherichia coli - UFC/100 ml 0 0 0 0 100 6 6 100 Coliformes

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-016 Folha: 1 Total de Folhas: 7 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo

Leia mais

PG001A6 LISTA DE ENSAIOS SOB ACREDITAÇÃO FLEXÍVEL INTERMÉDIA

PG001A6 LISTA DE ENSAIOS SOB ACREDITAÇÃO FLEXÍVEL INTERMÉDIA Data de edição: Nº de páginas: 1/8 1 2 3 acrilamida e epicloridrina alcalinidade, dureza total, turvação, oxidabilidade, cor, condutividade elétrica, cloretos, ph, nitratos, fluoretos, sulfatos alumínio

Leia mais

Agroleico Açores. Boletim Definitivo 09:20 DO RÓTULO: Parâmetro Método de Análise Limite Lei a)

Agroleico Açores. Boletim Definitivo 09:20 DO RÓTULO: Parâmetro Método de Análise Limite Lei a) RECEBIDA NO LABORATÓRIO: DATA COLHEITA: Nitritos Absorção Molecular - NP 624:1972 0,5 < 0,02 (LQ) mg/l NO2 Ferro Absorção Molecular - NP 2202:1996 200 Cloretos Titulimetria - NP 423:1966 250 Alumínio Absorção

Leia mais

Rua Hintze Ribeiro Nº 39 a Ponta Delgada Tel.: Fax.: Boletim Definitivo

Rua Hintze Ribeiro Nº 39 a Ponta Delgada Tel.: Fax.: Boletim Definitivo RECEBIDA NO LABORATÓRIO: Alumínio Absorção Molecular - ME-17 rev.07 de 200 17/11/2014 Cloretos Titulimetria - NP 423:1966 250 < 60 (LQ) µg/l Al 114 mg/l Cl- Colheita de amostras para análise de parâmetros

Leia mais

Rua Hintze Ribeiro Nº 39 a Ponta Delgada Tel.: Fax.: Boletim Definitivo

Rua Hintze Ribeiro Nº 39 a Ponta Delgada Tel.: Fax.: Boletim Definitivo RECEBIDA NO LABORATÓRIO: Alumínio Absorção Molecular - ME-17 rev.08 de 200 29/02/2016 Cloretos Titulimetria - NP 423:1966 250 < 60 (LQ) µg/l Al 3,0x10^2 mg/l Cl- Colheita de amostras para análise de parâmetros

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº E0009-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº E0009-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº E9-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório Clínico, segundo a norma NP EN ISO 15189:27 Endereço Address Contacto

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 Norma de Origem: NIT-DICLA-013 Folha: 1 / 05 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO QUALITEX ENGENHARIA E SERVIÇOS LTDA ÁGUA TRATADA, RESIDUAL, E ÁGUA Determinação

Leia mais

CIRCULAR nº 8/2009. 1. Política de acreditação para actividades de amostragem. Assunto: Acreditação de actividades de amostragem

CIRCULAR nº 8/2009. 1. Política de acreditação para actividades de amostragem. Assunto: Acreditação de actividades de amostragem PORTUGUESE ACCREDITATION INSTITUTE Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 20 Fax +35.22 948 202 acredita@ipac.pt www.ipac.pt CIRCULAR nº 8/2009 Assunto: Acreditação de actividades

Leia mais

Dep. de Contr da Qualidade dos Produtos Água e Esg - TOQ

Dep. de Contr da Qualidade dos Produtos Água e Esg - TOQ 1 de 1 RELATÓRIO DE ENSAIO Nº MATU 44033/13-14-A Versão 02 Alumínio dissolvido 0,03 mg Al/L Espectrofotométrico / 03/07/13 Inorg SMEWW - 3500-Al B Clorofórmio 7,59 µg/l GC-MS/Headspace / EPA - 09/08/13

Leia mais

Relatório de Laboratórios Certificados pela FATMA até 11/2013

Relatório de Laboratórios Certificados pela FATMA até 11/2013 Relatório de Laboratórios Certificados pela FATMA até 11/2013 Nome do Laboratório No da Certidão Validade Credenciador Matriz Descrição do Parâmetro Acquaplant Quimica do Brasil Ltda. 3/2013 20-12-2014

Leia mais

4.4.2. Controlo da descarga das águas residuais produzidas

4.4.2. Controlo da descarga das águas residuais produzidas 3.1.5. Pontos de emissão 3.1.5.1. Águas residuais e pluviais O efluente após tratamento na ETAL, é descarregado para um sistema de drenagem colectivo (ED1), e encaminhado para ETAR Municipal de Angra do

Leia mais

SISTEMA DA CONCEICAO

SISTEMA DA CONCEICAO PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2016 RESULTADOS DA QUALIDADE DA ÁGUA CONCELHO DE PONTA DELGADA SISTEMA DE ABASTECIMENTO: SISTEMA DA CONCEICAO Os resultados das análises definidas para

Leia mais

CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO 2016 INFORMAÇÃO

CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO 2016 INFORMAÇÃO CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO 2016 INFORMAÇÃO 10 2016 Os parâmetros analisados no dia 03 e 17 de outubro, Controlo de Rotina 1, Controlo de Rotina 2 Controlo de Inspeção e Controlo

Leia mais

Valongo- 24 de abril de 2014. Ana Heitor ana.heitor@arsnorte.min-saude.pt

Valongo- 24 de abril de 2014. Ana Heitor ana.heitor@arsnorte.min-saude.pt Ana Heitor ana.heitor@arsnorte.min-saude.pt Água, o princípio de todas as coisas Tales de Mileto, 625 a.c. Ideias são sementes Há 2.000 anos, a população mundial correspondia a 3% da população actual,

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L85- A entidade a seguir indicada está acreditada como de Ensaios, segundo a norma NP

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Folha: 01/05 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO IBRA INTITUTO BRASILEIRO DE ANÁLISES QUIMICAS, FÍSICAS E BIOLÓGICAS LTDA AGRICULTURA E PECUÁRIA TECIDO VEGETAL Determinação do Boro pelo método Colorimétrico

Leia mais

SISTEMA DE SANTO ANTÓNIO

SISTEMA DE SANTO ANTÓNIO PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2014 RESULTADOS DA QUALIDADE DA ÁGUA CONCELHO DE PONTA DELGADA SISTEMA DE ABASTECIMENTO: SISTEMA DE SANTO ANTÓNIO Os resultados das análises definidas

Leia mais

RESOLUÇÃO ARSAE-MG 45, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2014.

RESOLUÇÃO ARSAE-MG 45, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2014. RESOLUÇÃO 45, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2014. Homologa a Tabela de Preços de Serviços Não Tarifados e o Termo de Ocorrência de Irregularidade, ambos do Serviço Autônomo de Água e de Esgoto do Município de

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L323- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Dep. de Contr da Qualidade dos Produtos Água e Esg - TOQ

Dep. de Contr da Qualidade dos Produtos Água e Esg - TOQ 1 de 1 RELATÓRIO DE ENSAIO Nº MATT01 202073/13-14-A Versão 03 Alumínio dissolvido 0,02 mg Al/L Espectrofotométrico / 20/08/13 Inorg SMEWW - 3500-Al B Condutividade 95,3 µs/cm Condutimétrico / SMEWW - 20/08/13

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº E Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº E Accreditation Annex nr. A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório Clínico, segundo a norma NP EN ISO 15189:2014 Endereço Address Contacto Contact Telefone Fax E-mail Internet Av. Padre Cruz 1649-016 Lisboa

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUAS PARA CONSUMO HUMANO MUNICÍPIO DE REDONDO

PROGRAMA DE CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUAS PARA CONSUMO HUMANO MUNICÍPIO DE REDONDO PROGRAMA DE CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUAS PARA CONSUMO HUMANO MUNICÍPIO DE REDONDO 2006 1) ZONAS DE ABASTECIMENTO a) ZONA DE ABASTECIMENTO DA VIGIA b) ZONA DE ABASTECIMENTO DA CADIEIRA 2) CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

Qualidade da água da rede de abastecimento

Qualidade da água da rede de abastecimento Qualidade da água da rede de abastecimento Relatório do 4º trimestre de 2012 1- Introdução O Decreto-lei nº 306/2007 de 27 de Agosto, estabelece o regime da qualidade da água destinada ao consumo humano,

Leia mais

SISTEMA DE SANTO ANTONIO

SISTEMA DE SANTO ANTONIO PROGRAMA DE CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA (PCQA) - 2015 RESULTADOS DA QUALIDADE DA ÁGUA CONCELHO DE PONTA DELGADA SISTEMA DE ABASTECIMENTO: SISTEMA DE SANTO ANTONIO Os resultados das análises definidas

Leia mais

RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 0735/14 PORTARIA MS 2914

RELATÓRIO DE ENSAIO Nº 0735/14 PORTARIA MS 2914 DADOS REFERENTE AO LABORATÓRIO NOME: YOFEL SERV. E COM. TRATAMENTO DE ÁGUA LTDA. CNPJ: 05.053.575/0001-96 ENDEREÇO: RUA GASTÃO VIDIGAL, 16 - SANTO ÁNDRE SÁO PAULO. TEL: 4513-7348 TEL: 4513-7348 E-MAIL:

Leia mais

MUNICÍPIO DE REDONDO PROGRAMA DE CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUAS PARA CONSUMO HUMANO

MUNICÍPIO DE REDONDO PROGRAMA DE CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUAS PARA CONSUMO HUMANO MUNICÍPIO DE REDONDO PROGRAMA DE CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUAS PARA CONSUMO HUMANO 2007 1) ZONAS DE ABASTECIMENTO a) ZONA DE ABASTECIMENTO DA VIGIA 2) CARACTERIZAÇÃO DAS ZONAS DE ABASTECIMENTO ZONA de Origem

Leia mais

Qualidade da água da rede de abastecimento

Qualidade da água da rede de abastecimento Qualidade da água da rede de abastecimento Relatório do 1º trimestre de 2010 1- Introdução O Decreto-lei nº 306/2007 de 27 de Agosto, estabelece o regime da qualidade da água destinada ao consumo humano,

Leia mais

Serviço de Abastecimento de Água

Serviço de Abastecimento de Água Tarifas dos Serviços de AA, AR e RU Serviço de Abastecimento de Água Tarifas variáveis CONSUMOS DOMÉSTICOS: /m3 /30 dias 1º Escalão ( até 5 m 3 /mês)... 0,5130 2º Escalão ( > 5 a 15 m 3 /mês)... 1,1983

Leia mais

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO

ESCOPO DA ACREDITAÇÃO ABNT NBR ISO/IEC 17025 ENSAIO Norma de Origem: NIT-DICLA-013 Folha: 1 / 6 RAZÃO SOCIAL/DESIGNAÇÃO DO LABORATÓRIO CASCARDI SANEAMENTO BÁSICO LTDA S BIOLÓGICOS NORMA E /OU PROCEDIMENTO CONSUMO HUMANO, ÁGUA TRATADA E Contagem Padrão de

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E ARQUITECTURA SECÇÃO DE HIDRÁULICA E DOS RECURSOS HÍDRICOS E AMBIENTAIS

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E ARQUITECTURA SECÇÃO DE HIDRÁULICA E DOS RECURSOS HÍDRICOS E AMBIENTAIS Origem nº 1 Aspecto - limp. c/sed. Cheiro terroso terroso Cor - 85 Turvação 50 60 Sólidos suspensos totais 80 85 Condutividade 4 5 Oxidabilidade 8,5 10,0 Sulfatos 5,,5 Ferro 10 12 Manganésio 0,2 0,1 Coliformes

Leia mais

Código CETIND 250208-1223 Amostra TRMOC01 - MEIO Coleta em: 24/02/08 14:36 Ensaio Resultado Unidade LDM Método Data do Ensaio

Código CETIND 250208-1223 Amostra TRMOC01 - MEIO Coleta em: 24/02/08 14:36 Ensaio Resultado Unidade LDM Método Data do Ensaio Relatório de s LABQGI 1369/07-1 Revisão 00 Endereço: Loc. Ilha de Comandatuba, s/n e-mail: reimar@transamerica.com.br; pabl Código CETIND 250208-1222 Amostra TRMOC01 - SUP. Coleta em: 24/02/08 14:36 Nitrogênio

Leia mais

Química das Águas - parte 2

Química das Águas - parte 2 QUÍMICA AMBIENTAL Química das Águas - parte 2 - Parâmetros de qualidade das águas Definições Importância Métodos analíticos Prof. Rafael Sousa Departamento de Química UFJF 1º período de 2015 Recapitulando...

Leia mais

Requerimento de Ligação de Águas Residuais Industriais aos Sistemas de Drenagem e Tratamento da AdG

Requerimento de Ligação de Águas Residuais Industriais aos Sistemas de Drenagem e Tratamento da AdG I Identificação do Utilizador Industrial Designação: Processo nº: N.º de Cliente AdG: Nº Contribuinte: Morada da Unidade Industrial: Código Postal: - Nome do Proprietário: Telefone: ; Fax: ; e-mail: II

Leia mais

TABELA ANEXA AO DECRETO Nº.14.824 1 - PREÇOS REFERENTES AOS SERVIÇOS DE ÁGUA

TABELA ANEXA AO DECRETO Nº.14.824 1 - PREÇOS REFERENTES AOS SERVIÇOS DE ÁGUA TABELA ANEXA AO DECRETO Nº14824 1 - PREÇOS REFERENTES AOS SERVIÇOS DE ÁGUA 11 Para execução de ligação de água em tubos de plásticos, com reenchimento da escavação e repavimentação da faixa de rolamento

Leia mais

Ensaio de Aptidão. Águas Residuais 2016. Efluentes Tratados/ Efluentes Não Tratados/ Lixiviados. Ref.: EAp/AR/2016 Ed.: 01 Data: 2016-04-04

Ensaio de Aptidão. Águas Residuais 2016. Efluentes Tratados/ Efluentes Não Tratados/ Lixiviados. Ref.: EAp/AR/2016 Ed.: 01 Data: 2016-04-04 Ensaio de Aptidão Águas Residuais 2016 Efluentes Tratados/ Efluentes Não Tratados/ Lixiviados 1. Introdução Este Programa de Ensaios de Aptidão de Águas Residuais 2016, consiste na determinação de um conjunto

Leia mais

Anexo IX. Ref. Pregão nº. 052/2011 DMED. ET Análises de Água e Efluentes

Anexo IX. Ref. Pregão nº. 052/2011 DMED. ET Análises de Água e Efluentes Anexo I Ref. Pregão nº. 052/2011 DMED ET Análises de Água e Efluentes Página 1 de 8 Especificações Técnicas / Termos de Referências nº 219/11 e 317/11 A) DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS Os serviços a serem executados

Leia mais

Relatório Técnico_ Apresentação Trimestral

Relatório Técnico_ Apresentação Trimestral Relatório Técnico_ Apresentação Trimestral Entidade Gestora Município de Fornos de Algodres Campanha de Controlo 3º Trimestre de 2016 1. INTRODUÇÃO A qualidade da água fornecida aos seus consumidores é

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0218-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0218-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L218-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. PORTUGUESE ACCREDITATION INSTITUTE Rua António Gião, 2-5º 2829-513 CAPARICA Portugal Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 acredita@ipac.pt www.ipac.pt Anexo Técnico de Acreditação Nº L297-1 Accreditation

Leia mais

PROCESSO E-07/202154/2001 QUALY LAB ANÁLISES AMBIENTAIS LTDA - 13/06/2014

PROCESSO E-07/202154/2001 QUALY LAB ANÁLISES AMBIENTAIS LTDA - 13/06/2014 Boletim de Serviço Boletim de Serviço é uma publicação do Instituto Estadual do Ambiente, destinada a dar publicidade aos atos administrativos da instituição. Presidente Isaura Maria Ferreira Frega Vice-Presidente

Leia mais

A ÁGUA COMO REAGENTE PURA PURA PURA Destilação - Deionização Osmose Reversa - Filtração através de Carvão Ativado Ultrafiltração -

A ÁGUA COMO REAGENTE PURA PURA PURA Destilação - Deionização Osmose Reversa - Filtração através de Carvão Ativado  Ultrafiltração - 1 A ÁGUA COMO REAGENTE A água é o suprimento do Laboratório Clínico de menor custo. Talvez, por este motivo, sua qualidade seja tão negligenciada, apesar de ser um reagente importante e o mais utilizado.

Leia mais

2012 CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUA DE ABASTECIMENTO PARA CONSUMO HUMANO

2012 CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUA DE ABASTECIMENTO PARA CONSUMO HUMANO 2012 CONTROLO DE QUALIDADE ÁGUA DE ABASTECIMENTO PARA CONSUMO HUMANO SMAS GUARDA GGICQ / FEVEREIRO 2013 Mª Fátima Duarte No presente Relatório são apresentados os resultados do Plano de Controlo de Qualidade

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L87- A entidade a seguir indicada está acreditada como de Ensaios, segundo a norma NP

Leia mais

TABELA DE CONSERVAÇÃO

TABELA DE CONSERVAÇÃO TBEL DE CONSERVÇÃO Página 1 de 8 Ensaio Matriz Frasco/Preservante Refrigeração líquota Prazo de Validade METIS METIS Metais (exceto Mercúrio e Boro),S - Plástico, vidro com HNO 3 S - Vidro, plástico sem

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DO CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO

RELATÓRIO ANUAL DO CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO RELATÓRIO ANUAL DO CONTROLO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO Antes de imprimir este documento, pense na sua responsabilidade e compromisso com o AMBIENTE. 1 ÍNDICE SUMÁRIO EXECUTIVO... 3 1. INTRODUÇÃO...

Leia mais

Município de Fornos de Algodres

Município de Fornos de Algodres Relatório Técnico_Apresentação Trimestral Entidade Gestora Município de Fornos de Algodres Campanha de Controlo 2º Trimestre de 2014 1. INTRODUÇÃO A qualidade da água fornecida aos seus consumidores é

Leia mais

PREÇOS A COBRAR POR SERVIÇOS PRESTADOS

PREÇOS A COBRAR POR SERVIÇOS PRESTADOS PREÇOS A COBRAR POR SERVIÇOS PRESTADOS DESCRIÇÃO Valor em Euros CAPÍTULO I - SERVIÇOS DIVERSOS 1 - Chamadas telefónicas - por impulso 0,13 2 - Fornecimento de Livro de Obra 11,47 3 - Fornecimento de Aviso

Leia mais

NOVA AMBI SERVIÇOS ANALÍTICOS LTDA.

NOVA AMBI SERVIÇOS ANALÍTICOS LTDA. NOVA AMBI SERVIÇOS ANALÍTICOS LTDA. R-A 124/2009 Rev. 1 São Paulo, 18 de Agosto de 2009. À FUND. APLICAÇÕES DE TECNOL. CRÍTICAS - ATECH Rua do Rócio, 313 11º andar Vila Olimpia SÃO PAULO SP At.: Sr. Abrahão

Leia mais

RESOLUÇÃO CRH Nº 10 /09, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2009.

RESOLUÇÃO CRH Nº 10 /09, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2009. RESOLUÇÃO CRH Nº 10 /09, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2009. Dispõe sobre a obrigatoriedade de realização de Análises Físico-químicas e Bacteriológicas com parâmetros físico-químicos e bacteriológicos específicos,

Leia mais

Área de Atividade/Produto Classe de Ensaio/Descrição do Ensaio Norma e/ou Procedimento

Área de Atividade/Produto Classe de Ensaio/Descrição do Ensaio Norma e/ou Procedimento Folha: 1 de 5 Determinação de Cor Aparente - Espectrometria UV / VIS LQ: 2,5 PtCo/L Determinação de Aspecto - APPPEARANCE LQ: não se aplica Determinação de Turbidez por Turbidimetria LQ: 0,4 NTU Determinação

Leia mais