Item da Carta de Qualidade. Prazo Normal dos Processos e Descrição dos Serviços. Meta a Atingir. Destinatário

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Item da Carta de Qualidade. Prazo Normal dos Processos e Descrição dos Serviços. Meta a Atingir. Destinatário"

Transcrição

1 e de vistoria e de apresentação pelo Hotel/Pensão de seguinte os documentos documentos

2 e de vistoria e de apresentação pelo Restaurante de seguinte os documentos documentos

3 e Sala de dança de seguinte os documentos documentos

4 e Bar de seguinte os documentos documentos Licença Administrativa de Sauna e Massagens ( D.L. N. 47/98/M ) documentos

5 Licença Administrativa de Estabelecimento de Health Club ( D.L. N. 47/98/M ) documentos Licença Administrativa de Estabelecimento de Karaoke ( D.L. N. 47/98/M ) documentos Apreciar o C.V. do director técnico 15 dias Agência de Viagens documentos do extracto de nova documentos

6 Pedido de emissão do 25 dias Cartão de Guia Turístico Pedido de renovação do dentro do prazo de validade 25 dias Actualizar os idiomas constantes do cartão de identificação 25 dias Pedido de emissão do 25 dias Cartão de Candidato a Guia Pedido de renovação do dentro do prazo de validade 25 dias Actualizar os idiomas constantes do cartão de identificação 25 dias Pedido de emissão do 25 dias Cartão de Transferista Pedido de renovação do dentro do prazo de validade 25 dias Actualizar os idiomas constantes do cartão de identificação 25 dias

Técnico Normaster - Investimentos Imobiliários, Ldª ; Vianaplaza S.A.

Técnico Normaster - Investimentos Imobiliários, Ldª ; Vianaplaza S.A. X: PLANO DIRECTOR MUNICIPAL Extracto da Planta de Ordenamento Escala:1:10.000 X: PLANO DE URBANIZAÇÃO DA CIDADE Extracto da Planta de Zonamento Escala:1:5.000 X:

Leia mais

Inscrições Online 2010-2011 INSCRIÇÕES

Inscrições Online 2010-2011 INSCRIÇÕES GUIA DE INSCRIÇÕES Introdução A aplicação de inscrições online é uma aplicação informática, exclusivamente disponível através da internet, em funcionamento desde 2005 e que disponibiliza as seguintes funcionalidades:

Leia mais

TABELA DE TAXAS PARTE B - OPERAÇÕES URBANÍSTICAS QUADRO I. Taxa devida pela apreciação de projectos de loteamento

TABELA DE TAXAS PARTE B - OPERAÇÕES URBANÍSTICAS QUADRO I. Taxa devida pela apreciação de projectos de loteamento TABELA DE TAXAS PARTE B - OPERAÇÕES URBANÍSTICAS Loteamento sem obras de urbanização QUADRO I Taxa devida pela apreciação de projectos de loteamento 1 Informação prévia 95,00 d) 2 Licenciamento 142,00

Leia mais

A implementação do balcão único electrónico

A implementação do balcão único electrónico A implementação do balcão único electrónico Departamento de Portais, Serviços Integrados e Multicanal Ponte de Lima, 6 de Dezembro de 2011 A nossa agenda 1. A Directiva de Serviços 2. A iniciativa legislativa

Leia mais

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente 1 Índice 1. Tipos de Cartões 2. Preçário 3. Ciclo de Pagamento 4. Limites Transaccionais 5. Apoio ao Cliente 2 TIPOS DE CARTÕES O Banco BNI tem à disposição dos seus clientes três tipos de cartões: Cartões

Leia mais

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente 1 Índice 1. Tipos de Cartões 2. Preçário 3. Ciclo de Pagamento 4. Limites Transaccionais 5. Apoio ao Cliente 2 TIPOS DE CARTÕES O Banco BNI tem à disposição dos seus clientes três tipos de cartões: Cartões

Leia mais

Apenas para referência. Agências de viagem e operadores turísticos CEPA. 9. Serviços Turísticos e Outros Serviços Conexos. Sector ou.

Apenas para referência. Agências de viagem e operadores turísticos CEPA. 9. Serviços Turísticos e Outros Serviços Conexos. Sector ou. Agências de viagem e operadores turísticos CEPA A. Hotéis (incluindo prédios-apartamentos) e Restaurantes (CPC641-643) B. Agências de viagem e operadores turísticos (CPC7471) serviços 1. É permitido aos

Leia mais

DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO

DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO Segurança social Informação e preenchimento de impressos Inscrição de Empresas / Beneficiários Requerimento de Certidões / Benefícios Guias de pagamento e Folhas de Remuneração

Leia mais

Declaração de Instalação, Modificação e de Encerramento dos Estabelecimentos de Restauração ou de Bebidas

Declaração de Instalação, Modificação e de Encerramento dos Estabelecimentos de Restauração ou de Bebidas PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS E MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DA INOVAÇÃO ANEXO Declaração de Instalação, Modificação e de Encerramento dos Estabelecimentos de Restauração ou de Bebidas abrangidos pelo

Leia mais

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FINANCEIRA PROGRAMA EUROSTARS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FINANCEIRA INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ACOMPANHAMENTO FINANCEIRO COMPONENTES DO RELATÓRIO A verificação da execução financeira dos projectos EUROSTARS é suportada

Leia mais

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 1. INSCRIÇÕES A EFECTUAR OBRIGATORIAMENTE NA FEDERAÇÃO - PO 01 - PO 02 - PO 03 Todos os agentes desportivos, Treinadores e Oficiais,

Leia mais

Ponto pra Você e Dotz

Ponto pra Você e Dotz Ponto pra Você e Dotz O Ponto pra Você mudou para melhor.... 2 Mudanças no Programa Ponto pra Você... 3 O que é o Programa Dotz?... 3 Como participar do Programa Dotz...... 3 Cadastro no Programa Dotz...

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O REGISTRO NO FRETAMENTO RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS (Decreto n.º 29.912, de 12/05/89, alterado pelos Decretos nº. 31.105, de 27/12/89 e

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO I - ABERTURA DE EMPRESA: EMPRESA DE PESSOA JURÍDICA 1- CÓPIA DE DOCUMENTOS DOS SÓCIOS (RG E CPF); 2- CÓPIA DO ENDERECO COMERCIAL; 3- VISTORIA DO CORPO

Leia mais

TABELA ANEXA. QUADRO II Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou admissão de comunicação prévia de obras de urbanização

TABELA ANEXA. QUADRO II Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou admissão de comunicação prévia de obras de urbanização TABELA ANEXA QUADRO I Taxa devida pela emissão de alvará, licença ou admissão de comunicação prévia de loteamento com ou sem obras de urbanização 1 Emissão do alvará de licença ou admissão de comunicação

Leia mais

O NOVO ENQUADRAMENTO JURIDICO DAS EMPRESAS DE ANIMAÇÃO TURÍSTICA

O NOVO ENQUADRAMENTO JURIDICO DAS EMPRESAS DE ANIMAÇÃO TURÍSTICA O NOVO ENQUADRAMENTO JURIDICO DAS EMPRESAS DE ANIMAÇÃO TURÍSTICA 10 de Fevereiro de 2010 Elsa Correia Gavinho 1 Novo enquadramento jurídico das EAT 2 1 - As razões para a mudança 2 - As principais alterações

Leia mais

Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor.

Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor. Um programa que fala diretamente com quem trabalha no setor. Simpatia e hospitalidade são os aspectos do povo brasileiro mais valorizados pelos turistas estrangeiros. Já imaginou quantas novas oportunidades

Leia mais

Calendário de Obrigações

Calendário de Obrigações Janeiro Repartição de Finanças do Concelho 01 a 15 Pagamento do IUR-PS retido na fonte referente ao mês anterior Repartição de Finanças do Concelho 01 a 31 Pagamento do IUR-PC-Liquidação provisória Câmara

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. Índice

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. Índice Índice Equivalências/Reconhecimentos ao Grau de Bacharel por Continente de Origem, de 2002 a 2007... 2 Equivalências/Reconhecimentos ao Grau de Licenciado por Continente de Origem, de 2002 a 2012.... 3

Leia mais

Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA

Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA Carta de Compromisso da Rede ROTA VICENTINA A Rota Vicentina (RV) é uma rota pedestre ao longo do Sw de Portugal que pretende afirmar esta região enquanto destino internacional de turismo de natureza,

Leia mais

Portal Web de Apoio às Filiadas

Portal Web de Apoio às Filiadas Portal Web de Apoio às Filiadas Manual de Utilizador Externo Titularidade: FCMP Data: 2014-02-03 Versão: 1 1 1. Introdução 3 2. Descrição das Funcionalidades 4 2.1. Entrada no sistema e credenciação de

Leia mais

Licenciamento de instalações de armazenamento de GPL GUIA DE PROCEDIMENTOS

Licenciamento de instalações de armazenamento de GPL GUIA DE PROCEDIMENTOS Licenciamento de instalações de armazenamento de GPL GUIA DE PROCEDIMENTOS (de acordo com Decreto-Lei nº389/2007 e Portarias nº 1188/2003 e nº 1515/2007) Versão actualizada: Março de 2008 Introdução Consumada

Leia mais

TABELA ANEXA DE TAXAS

TABELA ANEXA DE TAXAS TABELA ANEXA DE TAXAS Actualizada de acordo com o artigo 80º (De Fev. 2008 a Fev. 2009) QUADRO I Emissão de alvará de licença ou autorização de loteamento e de obras de urbanização 1. Emissão do alvará

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O REGISTRO NO FRETAMENTO RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS (Decreto n.º 29.912, de 12/05/89, alterado pelos Decretos nº. 31.105, de 27/12/89 e

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS GESTORES E TÉCNICOS DOS RECURSOS HUMANOS

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS GESTORES E TÉCNICOS DOS RECURSOS HUMANOS Protocolo Corporate ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS GESTORES E TÉCNICOS DOS RECURSOS HUMANOS Protocolo Corporate APG (Associados Colectivos, Associados Individuais, Colaboradores e Familiares) O protocolo pressupõe

Leia mais

TABELA COMPARATIVA DO VALOR COBRADO DAS TAXAS DE SERVIÇO 2015 / 2016

TABELA COMPARATIVA DO VALOR COBRADO DAS TAXAS DE SERVIÇO 2015 / 2016 TABELA COMPARATIVA DO VALOR COBRADO DAS TAXAS DE SERVIÇO / 1. M 1.1 ATOS DE POLÍCIA TÉCNICA: 1.1.1 Identificação: DISCRIMINAÇÃO 1.1.1.a Segunda via de cédula de identidade. 25,00 10,00 150 1.1.1.b Atestado

Leia mais

Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012

Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012 Hotel Colônia AOJESP PACOTES Alta Temporada 2011/2012 PACOTE ENTRADA SAÍDA DIÁRIAS DEZEMBRO 30/11/2011 QUA 05/12/2011 SEG 5 07/12/2011 QUA 12/12/2011 SEG 5 14/12/2011 QUA 19/12/2011 SEG 5 NATAL 21, 22,

Leia mais

Zero Parte 4. Licenciamento

Zero Parte 4. Licenciamento Licenciamento Zero Parte 4 Departamento de Portais do Cidadão e da Empresa Sónia Lascasas Maio de 2011 O conteúdo desta apresentação é alvo de Direitos de Autor, não podendo ser utilizado fora das condições

Leia mais

praia do vau praia da rocha

praia do vau praia da rocha praia do vau praia da rocha Victor s Plaza praia do vau O Victor s Plaza fica situado numa zona privilegiada do Barlavento Algarvio, a cerca de 800 metros da Praia do Alemão e a 1500 m da Praia do Vau.

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014

INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014 INFORMAÇÕES SOBRE A COPA FIFA 2014 Por Milton Karam 06.outubro.2010 COPA FIFA 2014 CRONOLOGIA 2003 03 de junho - a Confederação Sul-Americana de Futebol CONMEBOL anuncia Argentina, Brasil e Colômbia 2006

Leia mais

REGIME JURÍDICO DO TURISMO NO ESPAÇO RURAL

REGIME JURÍDICO DO TURISMO NO ESPAÇO RURAL REGIME JURÍDICO DO TURISMO NO ESPAÇO RURAL O Turismo no Espaço Rural consiste no conjunto de actividades e serviços de alojamento e animação a turistas em empreendimentos de natureza familiar realizados

Leia mais

Projectos co-financiados pelo ON.2 O Novo Norte

Projectos co-financiados pelo ON.2 O Novo Norte Projectos co-financiados pelo ON.2 O Novo Norte Empresa Casa de Campo da Negreda Turismo Rural, Lda. Investimento Postos de Incentivo Total trabalho 213,292.05 284,389.40 1 Estalagem Santo André, Lda.

Leia mais

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas)

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Capítulo I // Disposições Gerais As presentes normas têm como finalidade estabelecer as regras a que devem obedecer a admissão de novos associados da

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA VERMELHA Secretaria Municipal da Saúde Divisão de Vigilância Sanitária DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO 1. ESTABELECIMENTOS DE ALIMENTOS Comércio de alimentos

Leia mais

Tabela de Taxas de Edificação e Urbanização no Município de Ponte de Lima para o Ano de 2012

Tabela de Taxas de Edificação e Urbanização no Município de Ponte de Lima para o Ano de 2012 Tabela de Taxas de Edificação e Urbanização no Município de Ponte de Lima para o Ano de 2012 Descrição I. Taxa devida pela apreciação de processos Valor 1. Em operações de loteamento, para emissão de alvará

Leia mais

Tabela de Taxas de Edificação e Urbanização no Município de Ponte de Lima para o Ano de 2015 Descrição I. Taxa devida pela apreciação de processos Valor em euros 1. Em operações de loteamento, para emissão

Leia mais

Cartão Millennium bcp Free Empresas Nov.2011

Cartão Millennium bcp Free Empresas Nov.2011 Empresas Nov.2011 ÍNDICE 1. Características Pág. 3 2. Versões Existentes Pág. 4 3. Operações Disponíveis Pág. 5 4. Plafonds Pág. 5 5. Extractos Pág. 6 6. Modalidades de Carregamento Pág. 7 7. Vantagens

Leia mais

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO

ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO MTUR/DEAOT/CGQT Campinas, 20 de março de 2010 ENCONTRO NACIONAL DE CAMPISMO POLÍTICAS DE INCENTIVO AO TURISMO NORMATIZAÇÃO DE CAMPINGS COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS REGISTRO

Leia mais

atividadedas empresas de animação turística e dos operadores marítimo-turísticos

atividadedas empresas de animação turística e dos operadores marítimo-turísticos NÁUTICA DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E CULTURA MARÍTIMA Carla Abreu Registo Nacional de Agentes de Animação Turística - RNAAT- (DL 108/2009 de 15 de Maio) Estabelece as condições de acesso e de exercício

Leia mais

Ministério dos Transportes

Ministério dos Transportes Ministério dos Transportes Instituto Nacional de Aviação Civil INAVIC Normativo Técnico 3 Certificação Original da Aeronave e Seus Componentes Página 1/5 ÍNDICE Parte A: Generalidades..3 3.001 Aplicabilidade..3

Leia mais

PLANO DE TRANSIÇÃO OHSAS 18001:2007

PLANO DE TRANSIÇÃO OHSAS 18001:2007 PLANO DE TRANSIÇÃO OHSAS Agenda 1. Processo de normalização no âmbito da SST; 2. Ponto de situação da revisão da norma NP4397; 3. Plano de Transição APCER OHSAS. 1. Processo de normalização no âmbito da

Leia mais

Simplificação Administrativa: Balcão Único e Desmaterialização de Procedimentos. Ana Sofia Figueiredo ana.figueiredo@ama.pt

Simplificação Administrativa: Balcão Único e Desmaterialização de Procedimentos. Ana Sofia Figueiredo ana.figueiredo@ama.pt Simplificação Administrativa: Balcão Único e Desmaterialização de Procedimentos Ana Sofia Figueiredo ana.figueiredo@ama.pt A Diretiva Serviços foi transposta para a ordem jurídica portuguesa pelo Decreto-

Leia mais

A QUADRO I - Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou por comunicação prévia de operação de loteamento e ou seus aditamentos

A QUADRO I - Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou por comunicação prévia de operação de loteamento e ou seus aditamentos DESCRIÇÃO T A X Taxas 2011 A QUADRO I - Taxa devida pela emissão de alvará de licença ou por comunicação prévia de operação de loteamento e ou seus aditamentos 1. Taxa de Apreciação 302,51 2. Emissão do

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS

OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS Mantendo a preocupação em otimizar o tempo de análise de processos e dar respostas mais céleres ao cidadão, a Seplan adotou as seguintes medidas: PROTOCOLO A Seplan, pensando na

Leia mais

FAQ S MERGULHO AMADOR. índice

FAQ S MERGULHO AMADOR. índice índice FAQ S - MERGULHO AMADOR Título Nacional de Mergulho - Licenciamento de Serviços de Mergulho Amador - Entidades Prestadoras de Serviços - Sistemas de Formação de Mergulho - Certificações Obtidas

Leia mais

Normativo Técnico 3 Certificação Original da Aeronave e seus Componentes

Normativo Técnico 3 Certificação Original da Aeronave e seus Componentes Normativo Técnico 3 Certificação Original da Aeronave e seus Componentes PARTE A: GENERALIDADES... 3 3.001 APLICABILIDADE... 3 3.003 DEFINIÇÕES... 3 3.005 SIGLAS/ACRÓNIMOS... 3 PARTE B: TIPOS DE CERTIFICADO...

Leia mais

PREÂMBULO. Enquadramento e Objectivos

PREÂMBULO. Enquadramento e Objectivos Regulamento PREÂMBULO Enquadramento e Objectivos A importância económica e a omnipresença dos alimentos na nossa vida implicam que a segurança dos alimentos deva ser um dos principais interesses da sociedade

Leia mais

Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet Fone Fácil Autoatendimento

Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet Fone Fácil Autoatendimento Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet Fone Fácil Autoatendimento 1 Internet Ir para o início Transferências Produto Horário Limite Diário Entre Contas Cadastradas 30.000,00 Entre Contas

Leia mais

Informações Básicas. Projeto Revitalização Cais Mauá

Informações Básicas. Projeto Revitalização Cais Mauá Informações Básicas Projeto Revitalização Cais Mauá Junho/2015 Sumário 1. Highlights do Projeto 2. Por que o Cais Mauá não pode ser um Porto Comercial? 3. Portos Revitalizados pelo Mundo 4. Projeto de

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO Carta de Serviço O MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO, órgão central do Estado que superintende a área da Indústria e Comércio. ATRIBUIÇÕES São

Leia mais

MANUAL DE REGRAS LEGAIS PARA KARAOKE EM ESPAÇOS PÚBLICOS

MANUAL DE REGRAS LEGAIS PARA KARAOKE EM ESPAÇOS PÚBLICOS JGC MANUAL DE REGRAS LEGAIS PARA KARAOKE EM ESPAÇOS PÚBLICOS Este documento resultou de uma compilação de informação, com o objectivo de ajudar todos aqueles que utilizam a animação de karaoke em espaços

Leia mais

Junto enviamos a nossa divulgação dos Serviços Gratuitos de Recolha, Triagem, Acondi

Junto enviamos a nossa divulgação dos Serviços Gratuitos de Recolha, Triagem, Acondi Exmos. Senhores, Junto enviamos a nossa divulgação dos Serviços Gratuitos de Recolha, Triagem, Acondi cionamento, Manuseamento e Transporte de Resíduos produzidos no vosso espaço administrativo, tecnológico,

Leia mais

Título de Emissão de Gases com Efeito de Estufa

Título de Emissão de Gases com Efeito de Estufa Título de Emissão de Gases com Efeito de Estufa TE GEE.121.02 II Nos termos do Decreto-Lei n.º 233/2004, de 14 de Dezembro, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Lei n.º 243-A/2004, de 31 de Dezembro,

Leia mais

Viagens Abreu - Alvará Nº 35 / 58 Avenida 25 de Abril, 2 Edifício Abreu 2795-195 Linda-a-Velha

Viagens Abreu - Alvará Nº 35 / 58 Avenida 25 de Abril, 2 Edifício Abreu 2795-195 Linda-a-Velha Praga é a capital e a maior cidade da República Checa, situada na margem do Vltava. Conhecida como "cidade das cem cúpulas", Praga é um dos mais belos e antigos centros urbanos da Europa, famosa pelo extenso

Leia mais

CARTÕES UNIBANCO APRESENTAÇÃO

CARTÕES UNIBANCO APRESENTAÇÃO CARTÕES UNIBANCO APRESENTAÇÃO A UNICRE UNICRE Instituição Financeira de Crédito, S.A Especialista em cartões de pagamento desde 1974 Sede: Av. António Augusto de Aguiar, 122 Lisboa www.unicre.pt Emissora

Leia mais

XXXIV Congresso APAVT - MACAU 2008

XXXIV Congresso APAVT - MACAU 2008 XXXIV Congresso APAVT - MACAU 2008 Março 2008 Revista de Imprensa 03-04-2008 1 - Presstur.com, 20-03-2008, Abreu lança programa "Macau, Estrela do Oriente" desde 1.350 euros durante o "Mundo Abreu" 2 -

Leia mais

Município de Estarreja 1

Município de Estarreja 1 Apreciação de pedidos I 0 0 0 0 I 1 0 0 0 I 1.1 0 0 0 I 1.1 a) 0 0 I 1.1 b) 0 0 I 1.2 0 0 0 I 2 0 0 0 I 2.1 0 0 0 I 2.2 0 0 0 I 3 0 0 0 I 3.1 0 0 0 I 3.2 0 0 0 I 3.3 0 0 0 Informação Prévia Loteamentos

Leia mais

Regulamento Promoção Pague em Dia e concorra a 2 vale viagens CVC.

Regulamento Promoção Pague em Dia e concorra a 2 vale viagens CVC. Regulamento Promoção Pague em Dia e concorra a 2 vale viagens CVC. Promovente: São Roque Clube Avenida Antonino Dias Bastos, 368 São Roque SP CNPJ: 50.804.517/0001-01 1 -Objeto da promoção: 2 vales viagem

Leia mais

1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras.

1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras. REGULAMENTO T E R M O S E C O N D I Ç Õ E S 1. Programa de Fidelização Altis Blue&Green através do qual são concedidos benefícios aos clientes das suas unidades hoteleiras. 2. Podem ingressar no clube

Leia mais

EXERÍCIOS DE MODELAGEM DE BANCO DE DADOS

EXERÍCIOS DE MODELAGEM DE BANCO DE DADOS EXERÍCIOS DE MODELAGEM DE BANCO DE DADOS Exercício 1 Construa o modelo Entidades-Relacionamentos a partir da seguinte descrição do sistema: Uma empresa de venda de automóveis retende implementar um sistema

Leia mais

Interior do Brasil: Consumo de R$ 827 bilhões por ano e oportunidades para os pequenos negócios

Interior do Brasil: Consumo de R$ 827 bilhões por ano e oportunidades para os pequenos negócios Interior do Brasil: Consumo de R$ 827 bilhões por ano e oportunidades para os pequenos negócios Metade da população brasileira vive no interior 49% Interior 51% Capitais e Regiões Metropolitanas 83% dos

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL SOBRE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

REGULAMENTO MUNICIPAL SOBRE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO REGULAMENTO MUNICIPAL SOBRE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO NOTA JUSTIFICATIVA O Decreto-Lei nº. 315/95, de 28

Leia mais

CADASTUR E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS. www.cadastur.turismo.gov.br

CADASTUR E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS. www.cadastur.turismo.gov.br CADASTUR E AS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS www.cadastur.turismo.gov.br O QUE É? É o cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos no Brasil. OBJETIVO Promover o ordenamento, a formalização e a legalização

Leia mais

Licenciamento de instalações de armazenamento de GPL GUIA DE PROCEDIMENTOS

Licenciamento de instalações de armazenamento de GPL GUIA DE PROCEDIMENTOS Licenciamento de instalações de armazenamento de GPL GUIA DE PROCEDIMENTOS (de acordo com Decreto-Lei nº217/2012 e Portarias nº 1188/2003 e nº 1515/2007) Introdução Por força do Programa de Simplificação

Leia mais

Associação de Patinagem de Setúbal

Associação de Patinagem de Setúbal Exmos.Senhores, Associação de Patinagem de Setúbal Fundada em 1987 Filiada na Federação Portuguesa de Patinagem Rua Stara Zagora, 22-A 2830-364 Barreiro - Telefone 212.078.409 - Fax 212.077.113 INSTITUIÇÃO

Leia mais

*B11068494Z* B11068494Z. Data: 13-04-2011

*B11068494Z* B11068494Z. Data: 13-04-2011 *B11068494Z* B11068494Z 1 C I R C U L A R Nº B11068494Z Data: 13-04-2011 Serviço de Origem: ENVIADA PARA: Inspecção Geral da Educação Gabinete de Gestão Financeira Direcções Regionais de Educação Agrupamentos

Leia mais

Classificação DOS EMPREENDIMENTOS DE TURISMO NO ESPAÇO RURAL:

Classificação DOS EMPREENDIMENTOS DE TURISMO NO ESPAÇO RURAL: O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL CAE Rev_3: 55202 TURISMO NO ESPAÇO RURAL NOÇÃO:

Leia mais

CENTRAL DE COMPRAS PORTUGAL MAIS

CENTRAL DE COMPRAS PORTUGAL MAIS CENTRAL DE COMPRAS PORTUGAL MAIS APRESENTAÇÃO PARCEIROS: Introdução Preparámos-lhe esta apresentação porque acreditamos que são importantes para si e para a sua Entidade os seguintes princípios: OPORTUNIDADE

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 1.0 Departamento de Segurança Privada Abril de 2012 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 1.0 (30 de abril

Leia mais

1ª Edição Turismo e Voluntariado em Moçambique

1ª Edição Turismo e Voluntariado em Moçambique TU-Voluntário 1ª Edição Turismo e Voluntariado em Moçambique A AIDGLOBAL A AIDGLOBAL Acção e Integração para o Desenvolvimento Global é uma Organização Não Governamental que desenvolve projectos nas seguintes

Leia mais

Regulamento do Cartão Jovem Municipal

Regulamento do Cartão Jovem Municipal Regulamento do Cartão Jovem Municipal O Cartão Jovem Municipal é um documento emitido pela Câmara Municipal de S. João da Madeira, capaz de conceder benefícios na utilização de bens e serviços públicos

Leia mais

Corporate Travel Account - CTA

Corporate Travel Account - CTA Corporate Travel Account - CTA Conceito O Credicard CTA - Corporate Travel Account - é um meio de dirigido às empresas com freqüência de passagens aéreas. Com o CTA, a empresa, através do seu Agente de

Leia mais

INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS

INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS MINISTÉRIO DO AMBIENTE, DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS CONDIÇÕES E DOCUMENTAÇÃO PARA REQUERER CONCESSÃO / RENOVAÇÃO DE ALVARÁ PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

concentração num único diploma e conciliação com os princípios decorrentes da Lei nº 60/2007, de 4 de Setembro

concentração num único diploma e conciliação com os princípios decorrentes da Lei nº 60/2007, de 4 de Setembro NOVO REGIME JURÍDICO DOS EMPREENDIMENTOS Í TURÍSTICOS (RJET) 1 Objectivos principais: Simplificação Responsabilização Qualificação ç da oferta 2 Simplificação Simplificação legislativa concentração num

Leia mais

Tabela de Taxas Gerais do Município de Monção

Tabela de Taxas Gerais do Município de Monção 01 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS GERAIS 0101 Apresentação de requerimentos ou outras petições de interesse particular para: 010101 Processo de compropriedade - por prédio 20,63 010199 Outras não especificamente

Leia mais

DESPORTO SUBSECTORES E PROFISSÕES

DESPORTO SUBSECTORES E PROFISSÕES DESPORTO SUBSECTORES E PROFISSÕES 1 Maior número de Act. Físicas/desportivas; Início das Act. Físicas/desportiva em idades cada vez mais novas; Act. Física/desportiva praticada durante mais tempo - aumento

Leia mais

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos M&M Soluções Web www.mmsolucoesweb.com.br Página 2 de 18 Apresentação Criada oficialmente em 2009, a M&M iniciou suas atividades através

Leia mais

[anexo 1] Calendários

[anexo 1] Calendários [anexo 1] Calendários I. Universidade do Estado do Rio de Janeiro / UERJ INSCRIÇÃO PERÍODO LOCAL Procedimentos de inscrição Pagamento da taxa de inscrição Postagem do Formulário de Informações Socioeconômicas

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Anexo IV De acordo com a Lei n.º 75/2013 de 12 de setembro, que no seu Artigo 16.º apresenta as competências materiais das Juntas de Freguesias, junta-se a este documento o Anexo IV que consiste num regulamento

Leia mais

A aplicação do regime do licenciamento ZERO às atividades turísticas

A aplicação do regime do licenciamento ZERO às atividades turísticas A aplicação do regime do licenciamento ZERO às atividades turísticas Curso de Pós-Graduação em Direito do Turismo Instituto de Ciências Jurídico-Políticas/Faculdade de Direito de Lisboa 23 de março de

Leia mais

Regulamento de Estágios

Regulamento de Estágios Programa de Inserção Profissional Regulamento de Estágios Faculdade de Ciências Humanas Nos últimos anos, o ensino universitário tem vindo a integrar nos percursos formativos a realização de estágios curriculares

Leia mais

COMISSÃO EXECUTIVA DA ESPECIALIZAÇÃO EM SEGURANÇA NO TRABALHO DA CONSTRUÇÃO PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE ENGENHEIRO ESPECIALISTA EM

COMISSÃO EXECUTIVA DA ESPECIALIZAÇÃO EM SEGURANÇA NO TRABALHO DA CONSTRUÇÃO PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE ENGENHEIRO ESPECIALISTA EM PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE ENGENHEIRO ESPECIALISTA EM Procedimentos para a atribuição do título de Engenheiro Especialista em Segurança no Trabalho da Construção 1 Introdução...2 2 Definições...4

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM CAPÍTULO 1 AMBITO Artigo 1º. Estabelecimentos de Hospedagem São considerados estabelecimentos de hospedagem, aqueles que não

Leia mais

Alvor YELLOW ALVOR GARDEN **** PROGRAMA 2 NOITES

Alvor YELLOW ALVOR GARDEN **** PROGRAMA 2 NOITES Alvor YELLOW ALVOR GARDEN **** PROGRAMA 2 NOITES Albufeira HOTEL AQUA PEDRA DOS BICOS **** PROGRAMA 2 NOITES 85 Preço desde* Vale do Lobo - Almancil HOTEL RIA PARK GARDEN **** PROGRAMA 2 NOITES 95 Preço

Leia mais

especial CHARTER 2013

especial CHARTER 2013 Almeria Creta especial CHARTER 2013 verão 2013 especial charter partidas de Lisboa e Porto Saïdia Tunísia Bulgária novidades Antalya www.viajartours.pt 1 INDICE 03 SAÏDIA 06 ALMERIA 10 TUNÍSIA 14 CRETA

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS 1 de 6 - mobilidade humana e OBJECTIVO: Identifica sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos integrados. O Turismo Guião de Exploração Indicadores sobre o turismo em Portugal 27

Leia mais

Não aplicável (conta não remunerada)

Não aplicável (conta não remunerada) Designação Conta 18-23 Condições de Acesso Clientes Particulares com idades compreendidas entre os 18 e os 23 anos Modalidade Depósito à Ordem Meios de Movimentação Cartão de débito, cheque, ordem de transferência,

Leia mais

1 - Lista de produtos específi cos de turismo

1 - Lista de produtos específi cos de turismo Anexos 1 - Lista de produtos específi cos de turismo Economia do Turismo Análise das atividades características do turismo 2003 (continua) 63110.0 Serviços de alojamento em hotéis e motéis 63191.0 Serviços

Leia mais

MUNICÍPIO DE VILA DO PORTO

MUNICÍPIO DE VILA DO PORTO REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM Nota justificativa O Decreto Lei nº 167/97, de 4 de Julho, aprovou o regime jurídico de instalação e do funcionamento dos empreendimentos

Leia mais

Orientações sobre solicitações online ao Setor de Vistorias - PREVFOGO

Orientações sobre solicitações online ao Setor de Vistorias - PREVFOGO Orientações sobre solicitações online ao Setor de Vistorias - PREVFOGO Onde encontrar o link Página do novo sistema PREVFOGO: www.prevfogo.pr.gov.br Importante! Caso seu navegador esteja desatualizado

Leia mais

Exmos. Srs., Serve a presente para informar V. as Ex. as de algumas alterações que serão introduzidas na próxima época desportiva.

Exmos. Srs., Serve a presente para informar V. as Ex. as de algumas alterações que serão introduzidas na próxima época desportiva. Exmos. Srs., Serve a presente para informar V. as Ex. as de algumas alterações que serão introduzidas na próxima época desportiva. Cartão de identificação de atletas: É obrigatório para todos os atletas.

Leia mais

AUTORIZAÇÕES AMBIENTAIS DE ORIGEM DE MATERIAL LENHOSO

AUTORIZAÇÕES AMBIENTAIS DE ORIGEM DE MATERIAL LENHOSO AUTORIZAÇÕES AMBIENTAIS DE ORIGEM DE MATERIAL LENHOSO A CORTE DE ARVORES ISOLADAS COM OU SEM RESERVA LEGAL (TCC) AVERBADA NA MATRÍCULA ACIMA DE 1000 HA -> Projeto Técnico Sem vistoria -> Prazo de liberação:

Leia mais

Vila Baleira Ilha de Porto Santo

Vila Baleira Ilha de Porto Santo Vila Baleira Ilha de Porto Santo Dia 0 Lisboa Porto Santo (25 12 2009) A viagem a Porto Santo começou a ser preparada com alguma antecedência, de forma a ser adequada a uma família de 4 pessoas. Para isso,

Leia mais

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Direcção-Geral dos Transportes Terrestres e Fluviais

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES. Direcção-Geral dos Transportes Terrestres e Fluviais MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Direcção-Geral dos Transportes Terrestres e Fluviais Despacho n. 13 449/2006 (2, e série). A publicação do Regulamento (CE) a 561/2006, do Parlamento

Leia mais

Artigo 3.º Do número de vagas e fixação de prazos Artigo 4.º Das condições de funcionamento Artigo 5.º Da estrutura curricular e plano de estudos

Artigo 3.º Do número de vagas e fixação de prazos Artigo 4.º Das condições de funcionamento Artigo 5.º Da estrutura curricular e plano de estudos Normas Regulamentares do Mestrado em Intervenção Comunitária: áreas de especialização em Intervenção Comunitária e Educação para a Saúde, Intervenção Comunitária e Envelhecimento Activo e Intervenção Comunitária

Leia mais

Normas Regulamentares do Mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico

Normas Regulamentares do Mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Normas Regulamentares do Mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Artigo 1.º Da admissão ao ciclo de estudos 1. À matrícula no mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE DE ARRUMADOR DE AUTOMÓVEIS

REGULAMENTO MUNICIPAL DE EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE DE ARRUMADOR DE AUTOMÓVEIS REGULAMENTO MUNICIPAL DE EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE DE ARRUMADOR DE AUTOMÓVEIS (Aprovado na 24ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal realizada em 16 de Dezembro de 2003, na 2ª Reunião da 5ª Sessão Ordinária

Leia mais