Diagramas de Componentes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diagramas de Componentes"

Transcrição

1 Diagramas de Componentes Components 1

2 Diagramas que suportam unidades de implementação O UML suporta dois diagramas para representar unidades de implementação: Vista de implementação Mostra a implementação de classes de desenho agrupadas em componentes reutilizáveis Vista de instalação Mostra o arranjo físico de recursos computacionais em tempo de execução Components 2

3 Diagramas de desenho e implementação do UML Construir o diagrama de pacotes agrupar classes em pacotes Um para a fase final de análise Um para a fase de desenho Construir diagrama de componentes Pacotes (especificação e corpo) Tarefas (especificação e corpo) Subprogramas (especificação e corpo) Programa principal Construir diagrama de deployment Para o desenho físico apenas Components 3

4 Vista de implementação Representada por diagramas de componentes Com interfaces e dependências entre componentes Componente: Unidade de implementação com interfaces bem definidas Planeada para ser substituível (i.e. reutilizável) Implementa um conjunto de classes de desenho QuoteService Components 4

5 Diagramas de componentes (1) Quando bem desenhadas não dependem directamente de outras componentes (apenas das interfaces que outras componentes oferecem) Assim, um componente pode ser substituído por outro com interfaces equivalentes Transactions Web-GUI update Interfaces oferecidas e requeridas (UML 1.x) Components 5

6 Diagramas de componentes (2) Uma interface oferece uma lista de operações implementadas pelo componente As interfaces devem ter nome Componentes podem ser estereotipados, para lhes adicionar sentido semântico adicional Estereótipos que se aplicam a componentes: <<executable>>, <<library>>, <<table>>, <<file>>, <<document>> Components 6

7 Componentes: definições (1) Unidades binárias de produção, aquisição e lançamento que interagem para formar um sistema funcional. (Szypersky, 97) Um pacote coerente de software que pode ser independentemente desenvolvido e lançado como uma unidade e que define interfaces pelas quais pode ser composto com outros componentes para fornecer e usar serviços. (D Souza, 98) Components 7

8 Componentes: definições (2) Unidade modular com interfaces bem definidas substituível no seu ambiente envolvente. (OMG, 2005) O conceito de componente enquadra-se nas áreas do desenvolvimento e estruturação de sistemas baseado em componentes Um componente é modelado através do ciclo de desenvolvimento e sucessivamente refinado nas fases de implementação (deployment) e execução Components 8

9 Componentes (1) Componentes referem-se à organização do software. Um componente é uma parte física e substituível dum sistema que corresponde e realiza um conjunto de interfaces. Um componente é descrito por um nome (ou path name), tagged values,... Pacotes podem conter componentes ou outros pacotes. Classes podem ser mapeadas num componente. Classes representam abstracções lógicas Componentes representam abstracções físicas Components 9

10 Componentes (2) Permitem a montagem de sistemas a partir de partes substituíveis. São físicos, i.e. não vivem no mundo dos conceitos. São substituíveis: Deve-se poder portanto adicionar novos componentes e substituir componentes antigos. São partes do sistema e são reutilizáveis. Components 10

11 Componentes e Classes Classes representam abstracções lógicas. Componentes implementam um conjunto de elementos lógicos (e.g. classes). Classes podem ter atributos e operações directamente. Componentes tem operações que só são acedidas através de suas interfaces. (Em UML 2.0 é permitido que tenham atributos próprios.) Components 11

12 Interfaces (1) Uma interface é uma colecção de operações usada para especificar um serviço de uma classe ou componente. Tracker TargetTracker Observer Classes que realizam uma interface podem conter operações adicionais. Classes que utilizam uma interface não são forçadas a usar todas as operações disponíveis. Components 12

13 Interfaces (2) A maior parte dos sistemas baseados em componentes utilizam interfaces como cola p/ se ligarem. Cada interface representa um papel desempenhado por uma (ou mais) classe(s). Através de interfaces visões diferentes de uma classe podem ser utilizadas por clientes diferentes. Aumenta a flexibilidade e extensibilidade, relativamente à manutenção. Components 13

14 Componentes e Interfaces (1) Interface de exportação ou oferecida: interface que realiza um componente; interface que um componente oferece como um serviço para outros componentes. Interface de importação ou requerida: interface que um componente utiliza. Um componente pode importar e exportar várias interfaces. A mesma interface utilizada ou realizada por um componente é realizada por classes que o componente implementa. Components 14

15 Componentes e Interfaces (2) WP.exe <<Interface>> ISpell wordsmith.dll WP.exe wordsmith.dll ISpell Components 15

16 UML 2.0: Notação Interfaces oferecidas Interfaces requeridas Components 16

17 UML 2.0: interfaces oferecidas e requeridas Components 17

18 UML 2.0: Representação de uma interface Vista interna white box Vista externa black box Components 18

19 UML 2.0: Interfaces e portas Interface: uma ou mais operações e zero ou mais atributos que definem um comportamento coeso Porta (port): permite definir uma interacção específica entre o componente e o seu ambiente; portas podem ter nome Student administration Access control Student schedule Student Security data Encryption Persistence Data Access Components 19

20 UML 2.0: portas Components 20

21 Componentes e conectores (1) Conector: permite efectuar as ligações entre portas e interfaces de componentes Conector de delegação: efectua a ligação entre o contracto externo de um componente, especificado pelos seus portos, e a realização desse comportamento pelas partes do componente Um conector de delegação efectua a ligação entre uma porta e a(s) respectiva(s) porta(s) ou interface(s) internas do mesmo tipo Components 21

22 Componentes e conectores (2) Conector de junção (assembly): efectua a ligação entre dois componentes, um que fornece um serviço e outro que o requer. Um conector de junção é definido entre uma interface requerida ou porta e uma interface fornecida ou porta. Components 22

23 UML 2.0: Conectores Conectores de delegação Conectores de junção Components 23

24 Exemplo em UML 2.0 Components 24

25 Exemplo em UML 1.x Components 25

Itens estruturais/caso de uso. Itens estruturais/classe ativa. Itens estruturais/componente. Itens estruturais/artefatos. Itens comportamentais

Itens estruturais/caso de uso. Itens estruturais/classe ativa. Itens estruturais/componente. Itens estruturais/artefatos. Itens comportamentais Objetivos da UML Introdução a UML cbraga@ic.uff.br Uma linguagem para: Visualizar Especificar Construir Documentar... e analisar. Desenvolvimento dirigido a modelos 2 Construções básicas Organizadas em

Leia mais

Elsa Cardoso, DCTI - ISCTE

Elsa Cardoso, DCTI - ISCTE Elsa Cardoso, DCTI - ISCTE 25 Maio 2004 elsa.cardoso@iscte.pt Sumário Perspectiva de Desenho do Sistema: Diagrama de classes numa perspectiva de Desenho: Estereótipos Relação de Dependência Relação de

Leia mais

UML Components - A Simple Process for Specifying

UML Components - A Simple Process for Specifying UML Components - A Simple Process for Specifying Component-Based Software Lucas Monteiro Braz lmonteirobraz@gmail.com São Leopoldo 17 de março de 2010 Components aren t rocket science Contudo, há grande

Leia mais

Linguagem de Modelagem Unificada

Linguagem de Modelagem Unificada Linguagem de Modelagem Unificada A UML é uma linguagem para visualização especificação construção documentação de artefatos de um sistema com uma componente intensiva de software (software intensive system)

Leia mais

Utilizando os Diagramas da UML (Linguagem Unificada de Modelagem) para desenvolver aplicação em JSF

Utilizando os Diagramas da UML (Linguagem Unificada de Modelagem) para desenvolver aplicação em JSF Utilizando os Diagramas da UML (Linguagem Unificada de Modelagem) para desenvolver aplicação em JSF Ben-Hur de Sousa Lopes¹, Jaime William Dias¹ ¹Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí Paraná Brasil

Leia mais

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW

Aula 2 Revisão 1. Ciclo de Vida. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW. Processo de Desenvolvimento de SW Ciclo de Vida Aula 2 Revisão 1 Processo de Desenvolvimento de Software 1 O Processo de desenvolvimento de software é um conjunto de atividades, parcialmente ordenadas, com a finalidade de obter um produto

Leia mais

Gestão de projectos na Web

Gestão de projectos na Web Gestão de projectos na Web Relatório de desenho de alto nível Versão 1.0, 5 de Maio de 2003 Telmo Pedro Gomes Amaral (mee02013@fe.up.pt) (Grupo 15) Aplicações na Web Mestrado em Engenharia Electrotécnica

Leia mais

4.1. UML Diagramas de casos de uso

4.1. UML Diagramas de casos de uso Engenharia de Software 4.1. UML Diagramas de casos de uso Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Utilizados para ajudar na análise de requisitos Através da forma como o utilizador usa o sistema

Leia mais

Micro Mídia Informática Fevereiro/2009

Micro Mídia Informática Fevereiro/2009 Micro Mídia Informática Fevereiro/2009 1 UML Introdução Fases de Desenvolvimento Notação Visões Análise de Requisitos Casos de Uso StarUML Criando Casos de Uso Orientação a Objetos Diagrama de Classes

Leia mais

Uma Visão Geral de UML

Uma Visão Geral de UML Uma Visão Geral de UML Prof. Fabio Kon IME/USP Apresentação baseada em slides de Kendall V. Scott 1 Linguagem de Modelagem Unificada UML é uma linguagem padrão da OMG para visualização, especificação,

Leia mais

Unidade IV MODELAGEM DE PROCESSOS. Prof. Gislaine Stachissini

Unidade IV MODELAGEM DE PROCESSOS. Prof. Gislaine Stachissini Unidade IV MODELAGEM DE PROCESSOS Prof. Gislaine Stachissini Diagrama de classes Classe é uma abstração que descreve propriedades importantes para uma aplicação e ignora as restantes. Diagrama de classes

Leia mais

Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components

Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components Cecília Mary Fischer Rubira Patrick Henrique da Silva Brito Instituto de Computação (IC) Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) INF064

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE ExtremePlanner

ENGENHARIA DE SOFTWARE ExtremePlanner ENGENHARIA DE SOFTWARE ExtremePlanner Acesso ao sistema: https://es.extremeplannerlive.com Procedimento de Login: O login e password é definido pelos caracteres iniciais do endereço de email do aluno,

Leia mais

Modelagem de Processos. Prof.: Fernando Ascani

Modelagem de Processos. Prof.: Fernando Ascani Modelagem de Processos Prof.: Fernando Ascani Modelagem da arquitetura de negócios Arquitetura Definições Aurélio: Informática: Estrutura e organização lógica de funcionamento de um sistema computacional.

Leia mais

3.1 Definições Uma classe é a descrição de um tipo de objeto.

3.1 Definições Uma classe é a descrição de um tipo de objeto. Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Classes Autoria:Aristófanes Corrêa Silva Adaptação:

Leia mais

Diagrama de Estrutura Composta

Diagrama de Estrutura Composta Diagramas da UML Diagrama de Estrutura Composta Diagrama de Casos de Uso Indicação: Análise de Requisitos Permite descobrir os requisitos funcionais do sistema Fornece uma descrição clara e consistente

Leia mais

Unified Modeling Language. Diagramas de Implementação

Unified Modeling Language. Diagramas de Implementação Unified Modeling Language Diagramas de Implementação José Correia, Junho 2006 (http://paginas.ispgaya.pt/~jcorreia/) Diagramas de implementação José Correia UML Diagramas de Implementação 2 Diagramas de

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 02 Análise e Projeto OO Edirlei Soares de Lima Análise A análise modela o problema e consiste das atividades necessárias para entender

Leia mais

2 Engenharia de Software

2 Engenharia de Software 20 2 Engenharia de Software 2.1 Design de Sistemas Orientados a Objetos Os Sistemas Orientados a Objetos não são mais novidade hoje em dia já estando há muitos anos no mercado. A orientação a objetos permite

Leia mais

Desenvolvimento de Sistema de Software

Desenvolvimento de Sistema de Software Desenvolvimento de Sistema de Software Grupo 5 Abel Matos 51776 João Amorim 51771 João Guedes 51755 Luís Oliveira 51801 Pedro Reis 51829 Introdução Neste relatório, realizado no âmbito da primeira fase

Leia mais

Felipe Denis M. de Oliveira. Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet)

Felipe Denis M. de Oliveira. Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet) UML Felipe Denis M. de Oliveira Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet) 1 Programação O que é UML? Por quê UML? Benefícios Diagramas Use Case Class State Interaction Sequence Collaboration Activity Physical

Leia mais

1. Modelagem de Sistemas 1.1. Os Desenvolvedores de Sistemas podem Escolher entre Quatro Caminhos

1. Modelagem de Sistemas 1.1. Os Desenvolvedores de Sistemas podem Escolher entre Quatro Caminhos Sumário Modelagem de Processos Módulo 4 1. Modelagem de Sistemas 1.1. Os Desenvolvedores de Sistemas podem Escolher entre Quatro Caminhos M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com Modelagem de Sistemas MP

Leia mais

Ricardo Pereira e Silva UML 2. Modelagem Orientada a Objetos. Visual. Books

Ricardo Pereira e Silva UML 2. Modelagem Orientada a Objetos. Visual. Books Ricardo Pereira e Silva UML 2 Modelagem Orientada a Objetos Visual Books Sumário Parte I - Modelagem em Desenvolvimento de Software Orientado a Objetos...15 1 Modelagem em Desenvolvimento de Software...17

Leia mais

UML Visão Geral. Índice. Introdução. Diagramas. Modelos e diagramas. Elementos de modelação. Referências

UML Visão Geral. Índice. Introdução. Diagramas. Modelos e diagramas. Elementos de modelação. Referências UML Visão Geral 1 Índice Introdução O que é a UML? Valor da UML Origens da UML Parceiros da UML Modelos e diagramas Elementos de modelação Diagramas Diagrama de casos de utilização Diagrama de classes

Leia mais

Unified Software Development Process

Unified Software Development Process 59/170 Unified Software Development Process Sumário Breve história do Unified Process O Unified Process O ciclo de vida do Unified Process O RUP (Rational Unified Process) 60/170 Breve História do Unified

Leia mais

Object Modeling for User-Centered Development and User Interface Design: The Wisdom Approach ARCH UML: Duarte Nuno Jardim Nunes.

Object Modeling for User-Centered Development and User Interface Design: The Wisdom Approach ARCH UML: Duarte Nuno Jardim Nunes. UNIVERSIDADE DA MADEIRA ARCH UML: Object Modeling for User-Centered Development and User Interface Design: The Wisdom Approach Notação baseada no UML para documentar arquitecturas de software João Filipe

Leia mais

Análise e Projeto Orientados a Objeto

Análise e Projeto Orientados a Objeto Análise e Projeto Orientados a Objeto Objetivos Comparar e contrastar Análise e Projeto Definir O que vamos fazer na disciplina? Saber uma linguagem de programação orientada a objeto (OO) não é suficiente

Leia mais

Iteração 2 Design inicial

Iteração 2 Design inicial Universidade de Aveiro Departamento de Electrónica, Telecomunicações e Informática Engenharia de Software Iteração 2 Design inicial Projecto: FX-Center Grupo: BEDS David Pacheco (nº 32665) Cesário Lucas

Leia mais

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO UTILIZANDO O HIBERNATE Rafael Laurino GUERRA, Dra. Luciana Aparecida Martinez ZAINA Faculdade de Tecnologia de Indaiatuba FATEC-ID 1 RESUMO Este artigo apresenta

Leia mais

Diagramas de Casos de Uso

Diagramas de Casos de Uso UML Unified Modeling Language Diagramas de Casos de Uso José Correia, Março 2006 (http://paginas.ispgaya.pt/~jcorreia/) Objectivos O objectivo de um diagrama de casos de uso de um sistema é mostrar para

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

Franklin Ramalho Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Franklin Ramalho Universidade Federal de Campina Grande - UFCG Agenda - Motivação e Introdução Diagrama de - - Atores - Fluxo de eventos - Relacionamentos Franklin Ramalho Universidade Federal de Campina Grande - UFCG - Diagramas de - Exemplos - Meta-modelo MOF -

Leia mais

4.1.3. Diagrama de contexto

4.1.3. Diagrama de contexto 4.1.3. Diagrama de contexto 1 2 Diagrama de contexto O diagrama de contexto deve mostrar as relações estabelecidas entre o sistema e o meio ambiente, apresentando o sistema com um único processo As entradas

Leia mais

Unidade III MODELAGEM DE PROCESSOS. Profa. Gislaine Stachissini

Unidade III MODELAGEM DE PROCESSOS. Profa. Gislaine Stachissini Unidade III MODELAGEM DE PROCESSOS Profa. Gislaine Stachissini Diagrama UML Visões do Sistema Diagrama UML Objetivo: fornecer múltiplas visões do sistema a ser modelado, analisando e modelando sobre diversos

Leia mais

UML jvo. 1. Disponibilizar uma linguagem de modelação visual expressiva e rigorosa;

UML jvo. 1. Disponibilizar uma linguagem de modelação visual expressiva e rigorosa; UML A Unified Modeling Language (UML) é uma linguagem, essencialmente gráfica, para modelar, especificar e documentar elementos de sistemas, não necessariamente informáticos. É um standard reconhecido

Leia mais

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF)

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) Sessão Prática II JPA entities e unidades de persistência 1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) a) Criar um Web Application (JPAsecond) como anteriormente:

Leia mais

4.2. UML Diagramas de classes

4.2. UML Diagramas de classes Engenharia de Software 4.2. UML Diagramas de classes Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Um diagrama de classes serve para modelar o vocabulário de um sistema Construído e refinado ao longo

Leia mais

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 Introdução ao RUP Rational Unified Process por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 1 Contexto Não é suficiente apenas a presença de desenvolvedores altamente treinados: Precisamos de uma linguagem para a

Leia mais

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral 9.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) O Processo Unificado (RUP) Processo Unificado: Visão Geral 9.2 Encaixa-se na definição geral de processo:

Leia mais

1 UML (UNIFIED MODELING LANGUAGE)

1 UML (UNIFIED MODELING LANGUAGE) 1 UML (UNIFIED MODELING LANGUAGE) Segundo Tonsig (2003), para conseguir desenvolver um software capaz de satisfazer as necessidades de seus usuários, com qualidade, por intermédio de uma arquitetura sólida

Leia mais

UML Diagramas Estruturais Classes

UML Diagramas Estruturais Classes Classes Mostra um conjunto de classes, interfaces e colaborações bem como seus relacionamentos O diagrama de classes representa aspectos estruturais de um software No uso da Orientação a Objetos em última

Leia mais

UML & Padrões Aula 4 1

UML & Padrões Aula 4 1 UML & Padrões Aula 4 1 UML & Padrões Aula 4 Diagramas Estruturais Profª Kelly Christine C. Silva UML O que vamos tratar: Diagramas UML Estruturais (Estáticos ) Diagrama de Pacotes Diagrama de Componentes

Leia mais

Engenharia de Software I: Análise e Projeto de Software Usando UML

Engenharia de Software I: Análise e Projeto de Software Usando UML Engenharia de Software I: Análise e Projeto de Software Usando UML Capítulo 1 Processo de Desenvolvimento de Software Metodologia de Desenvolvimento de Software Uma metodologia é um conjunto de métodos,

Leia mais

Diagrama de Classes. Diagrama de Classes. Diagramas de Classe. POST Criando Diagramas de Classe. Como construir (2)

Diagrama de Classes. Diagrama de Classes. Diagramas de Classe. POST Criando Diagramas de Classe. Como construir (2) Diagrama de Classes Diagrama de Classes Modelo de classes de especificação Perspectiva de Projeto Ilustra as especificações de software para as classes e interfaces do sistema. É obtido através da adição

Leia mais

Apresentação da disciplina

Apresentação da disciplina Sistemas de Informação I Apresentação da disciplina Nazareno Andrade Objetivo Discutir técnicas avançadas de Análise e Projeto de Software empregadas no desenvolvimento de software focando em melhorar

Leia mais

Figura 5 - Workflow para a Fase de Projeto

Figura 5 - Workflow para a Fase de Projeto 5. Fase de Projeto A Fase de Projeto caracteriza-se por transformar as informações modeladas durante a Fase de Análise em estruturas arquiteturais de projeto com o objetivo de viabilizar a implementação

Leia mais

Programação Orientada a Objeto

Programação Orientada a Objeto Programação Orientada a Objeto Classes, Atributos, Métodos e Objetos Programação de Computadores II Professor: Edwar Saliba Júnior 1) Java é uma linguagem orientada a objetos. Para que possamos fazer uso

Leia mais

Programa do Módulo 2. Métodos Orientados a Objetos - MOO

Programa do Módulo 2. Métodos Orientados a Objetos - MOO 3.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) Diagramas UML Diagrama de Caso de Uso Processo Unificado (RUP) Métodos Orientados a Objetos - MOO O paradigma

Leia mais

Análise de Sistemas Orientados a Objetos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org. www.tiagodemelo.info

Análise de Sistemas Orientados a Objetos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org. www.tiagodemelo.info Análise de Sistemas Orientados a Objetos Prof. Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org www.tiagodemelo.info Roteiro Conceitos de Orientação a Objetos (OO) Visão Geral da UML Diagrama de Classes Diagramas

Leia mais

Introdução a UML. Introdução a UML (Unified Modeling Language)

Introdução a UML. Introdução a UML (Unified Modeling Language) Introdução a UML (Unified Modeling Language) Régis Patrick Silva Simão Régis Simão 1/33 Agenda Introdução Histórico Por que UNIFICADA? Esquema de Visões 4+1 Modelos e Diagramas Modelagem Ágil Régis Simão

Leia mais

UML Diagramas de Classes

UML Diagramas de Classes UML Diagramas de Classes (versão reduzida) João Pascoal Faria UML Diagramas de Classes v.1.2, João Pascoal Faria, Outubro de 2002 1 Índice Objectivo dos diagramas de classes Objectos, classes, atributos

Leia mais

exercícios - cap. 4 1

exercícios - cap. 4 1 1 1. Equipa de desenvolvimento, clientes e utilizadores trabalham em conjunto para especificar os requisitos de um sistema. Se o sistema depois de concluído falhar, causando prejuizo físico ou financeiro,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS Aluno: Luiza Cavalcanti Marques Orientador: Silvio Hamacher Introdução A modelagem e a utilização de bancos de dados em atividades gerenciais têm sofrido um aumento significativo

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Roteiro Introdução Descrição: Sistema de Ponto de Vendas Casos de Usos Atores Fluxo de Eventos Cenários Formato de Documentação de Casos de Uso Diagramas de Casos de

Leia mais

Eduardo Bezerra. Editora Campus/Elsevier

Eduardo Bezerra. Editora Campus/Elsevier Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML 2ª edição Eduardo Bezerra Editora Campus/Elsevier Capítulo 11 Arquitetura do sistema Nada que é visto, é visto de uma vez e por completo. --EUCLIDES

Leia mais

Relacionamentos entre classes

Relacionamentos entre classes Relacionamentos entre classes Relacionamentos entre classes Relacionamentos estruturais entre classes Precisam ser criteriosamente definidos durante o projeto do software São obtidos a partir da análise

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 11 APRESENTAÇÃO Nesta aula serão discutidos os conceitos relacionados

Leia mais

Departamento de Informática

Departamento de Informática Departamento de Informática Licenciatura em Engenharia Informática Sistemas Distribuídos 1ª chamada, 9 de Janeiro de 2009 1º Semestre, 2009/2010 NOTAS: Leia com atenção cada questão antes de responder.

Leia mais

GereComSaber. Disciplina de Desenvolvimento de Sistemas de Software. Sistema de Gestão de Serviços em Condomínios

GereComSaber. Disciplina de Desenvolvimento de Sistemas de Software. Sistema de Gestão de Serviços em Condomínios Universidade do Minho Conselho de Cursos de Engenharia Licenciatura em Engenharia Informática 3ºAno Disciplina de Desenvolvimento de Sistemas de Software Ano Lectivo de 2009/2010 GereComSaber Sistema de

Leia mais

Ferramenta para Geração de Código a partir da Especialização do Diagrama de Classes

Ferramenta para Geração de Código a partir da Especialização do Diagrama de Classes Ferramenta para Geração de Código a partir da Especialização do Diagrama de Classes Alexandro Deschamps (Ápice) alexandro@apicesoft.com Everaldo Artur Grahl (FURB/DSC) egrahl@furb.br Resumo. Uma das grandes

Leia mais

Manual de Introdução da Bomgar B100

Manual de Introdução da Bomgar B100 Manual de Introdução da Bomgar B100 Este guia irá ajudá-lo durante a configuração inicial da sua Bomgar Box. Se tiver alguma questão, ligue para o número +01.601.519.0123 ou envie uma mensagem para support@bomgar.com.

Leia mais

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Modelagem OO com UML Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Modelos Maneira

Leia mais

Engenharia de Software Engenharia de Requisitos. Análise Orientada a Objetos Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.

Engenharia de Software Engenharia de Requisitos. Análise Orientada a Objetos Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti. Engenharia de Software Engenharia de Requisitos Análise Orientada a Objetos Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br 1 Contextualizando... Fonte: [1] O Processo de ER pode ser

Leia mais

OCL: Object Constraint Language

OCL: Object Constraint Language OCL: Amílcar Domingos Rodrigues Santy Fernandes, Girson César Silva Monteiro, Rui Sá Guerra, Simão Castro Faculdade de Engenharia da Universidade Do Porto, Rua Dr. Roberto Frias, s/n 4200-465 Porto, Portugal

Leia mais

Programação Orientada a Objetos. Introdução à Análise Orientada a Objetos (AOO)

Programação Orientada a Objetos. Introdução à Análise Orientada a Objetos (AOO) Programação Orientada a Objetos Introdução à Análise Orientada a Objetos (AOO) Cristiano Lehrer, M.Sc. Processo de Desenvolvimento de Software Um processo de software mostra os vários estágios do desenvolvimento

Leia mais

WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script

WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script 1a Nesta demonstração, Will Dunlop, um programador de integração da JK, utiliza o IBM, [ IBM], ou WID para construir um novo serviço orientado para os processos

Leia mais

DESENVOLVENDO O SISTEMA

DESENVOLVENDO O SISTEMA DESENVOLVENDO O SISTEMA Declaração da Necessidade O primeiro passo do processo de análise de sistema envolve a identificação da necessidade [Pressman-95]. Normalmente o analista reúne-se com o usuário

Leia mais

Desenho de Software. Desenho de Software 1

Desenho de Software. Desenho de Software 1 Desenho de Software Desenho de Software 1 Sumário Caracterização Conceitos fundamentais Desenho funcional e desenho OO Qualidades Desenho de Software 2 Bibliografia Pfleeger, Capítulo 6 Design the Modules

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Software. Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr

Metodologia de Desenvolvimento de Software. Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr Metodologia de Desenvolvimento de Software Prof. M.Sc. Sílvio Bacalá Jr Objetivos Discutir aspectos de Engenharia de Software Aplicar um método de desenvolvimento para especificação e projeto de software

Leia mais

UML e a Ferramenta Astah. Profa. Reane Franco Goulart

UML e a Ferramenta Astah. Profa. Reane Franco Goulart UML e a Ferramenta Astah Profa. Reane Franco Goulart História da UML o Percebeu-se a necessidade de um padrão para a modelagem de sistemas, que fosse aceito e utilizado amplamente. o Alguns esforços nesse

Leia mais

Banco de Dados. Profª. Ana Leda

Banco de Dados. Profª. Ana Leda Banco de Dados Profª. Ana Leda Introdução 1 DADO PROCESSAMENTO INFORMAÇÃO 2 Dados x Informação DADO = REPRESENTAÇÃO DE UM FATO, OBJETO, EVENTO, PESSOA, ETC. ENTIDADE = FATO, OBJETO, EVENTO, PESSOA, ETC,

Leia mais

Capítulo 8 - UML MODELAÇÃO DA ARQUITECTURA

Capítulo 8 - UML MODELAÇÃO DA ARQUITECTURA Capítulo 8 - UML MODELAÇÃO DA ARQUITECTURA Tópicos Introdução Componentes e Nós Diagramas de Componentes Diagramas de Instalação Exercícios 8.1 Introdução Diagramas de arquitectura 1 descrevem aspectos

Leia mais

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso

Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Booch, G. et al. The Unified Modeling Language User Guide Medeiros,

Leia mais

MC302A Modelagem de Sistemas com UML. Prof. Fernando Vanini vanini@ic.unicamp.br

MC302A Modelagem de Sistemas com UML. Prof. Fernando Vanini vanini@ic.unicamp.br MC302A Modelagem de Sistemas com UML Prof. Fernando Vanini vanini@ic.unicamp.br Modelamento de Sistemas e Orientação a Objetos O paradigma de Orientação a Objetos oferece um conjunto de características

Leia mais

modelagem do negócio (processos e objetos do negócio) modelagem de requisitos alocados ao software modelagem da solução de software

modelagem do negócio (processos e objetos do negócio) modelagem de requisitos alocados ao software modelagem da solução de software POO com UML Java Uso da linguagem UML(Unified Modeling Language) A UML, ou Linguagem de Modelagem Unificada, é a junção das três mais conceituadas linguagens de modelagem orientados a objectos (Booch de

Leia mais

Rock In Rio - Lisboa

Rock In Rio - Lisboa Curso de Engenharia Informática Industrial Rock In Rio - Lisboa Elaborado por: Ano Lectivo: 2004/05 Tiago Costa N.º 4917 Turma: C Gustavo Graça Patrício N.º 4757 Turma: C Docente: Professora Maria Estalagem

Leia mais

Engenharia de aplicações web

Engenharia de aplicações web Engenharia de aplicações web Departamento de Matemática Universidade dos Açores Hélia Guerra helia@uac.pt aplicações web As Aplicações Web (WebApp) cresceram em complexidade e importância, abrangendo as

Leia mais

exercícios - cap. 4 4. Construa uma máquina de estados que ilustre os requisitos de uma máquina multibanco (levantamento de dinheiro)

exercícios - cap. 4 4. Construa uma máquina de estados que ilustre os requisitos de uma máquina multibanco (levantamento de dinheiro) 1. Equipa de desenvolvimento, clientes e utilizadores trabalham em conjunto para especificar os requisitos de um sistema. Se o sistema depois de concluído falhar, causando prejuizo físico ou financeiro,

Leia mais

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Histórico Diversas metodologias e métodos surgiram para apoiar OO. Evolução a partir de linguagens C++ e SmallTalk. Anos 80 Anos 80-90: diversidade de autores.

Leia mais

Modelagem de Processos. Prof.: Fernando Ascani

Modelagem de Processos. Prof.: Fernando Ascani Modelagem de Processos Prof.: Fernando Ascani Bibliografia UML Guia de consulta rápida Douglas Marcos da Silva Editora: Novatec UML Guia do usuário Grady Booch James Rumbaugh Ivair Jacobson Editora: Campus

Leia mais

Modelagemde Software Orientadaa Objetos com UML

Modelagemde Software Orientadaa Objetos com UML Modelagemde Software Orientadaa Objetos com UML André Maués Brabo Pereira Departamento de Engenharia Civil Universidade Federal Fluminense Colaborando para a disciplina CIV 2802 Sistemas Gráficos para

Leia mais

Desenvolvimento Iterativo. Unified Process (UP) Esta abordagem ao desenvolvimento

Desenvolvimento Iterativo. Unified Process (UP) Esta abordagem ao desenvolvimento Desenvolvimento Iterativo Esta abordagem ao desenvolvimento assegura que o sistema cresce de forma incremental assegura que a complexidade se mantém controlada permite ainda obter rápido feedback de várias

Leia mais

Especificação de Sistemas de Tempo-Real utilizando Orientação a Objetos

Especificação de Sistemas de Tempo-Real utilizando Orientação a Objetos Especificação de Sistemas de Tempo-Real utilizando Orientação a Objetos Marco Aurélio Wehrmeister mawehrmeister@inf.ufrgs.br Roteiro Introdução Orientação a Objetos UML Real-Time UML Estudo de Caso: Automação

Leia mais

UML 01. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan

UML 01. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED UML 01 Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Referências BARBIERI, Carlos. Análise e Programação

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE UM FRAMEWORK PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB

CONSTRUÇÃO DE UM FRAMEWORK PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 CONSTRUÇÃO DE UM FRAMEWORK PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB Lincoln Fernandes Paulino

Leia mais

Ambiente de Simulação Virtual para Capacitação e Treinamento na Manutenção de. Disjuntores de Subestações de Energia Elétrica,

Ambiente de Simulação Virtual para Capacitação e Treinamento na Manutenção de. Disjuntores de Subestações de Energia Elétrica, Ambiente de Simulação Virtual para Capacitação e Treinamento na Manutenção de Disjuntores de Subestações de Energia Elétrica Prof. Dr. Lineu Belico dos Reis EPUSP Resumo: O informe técnico apresenta a

Leia mais

Especificação do Trabalho

Especificação do Trabalho Especificação do Trabalho I. Introdução O objetivo deste trabalho é abordar a prática da programação orientada a objetos usando a linguagem Java envolvendo os conceitos de classe, objeto, associação, ligação,

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. Data de Aprovação: Outubro de 2005 Data de Revisão: Outubro 2005

DESCRITIVO TÉCNICO. Data de Aprovação: Outubro de 2005 Data de Revisão: Outubro 2005 DESCRITIVO TÉCNICO OCUPAÇÃO 16 Data de Aprovação: Outubro de 2005 Data de Revisão: Outubro 2005 A comissão de Diretores do SENAI Coordenadora das Olimpíadas do Conhecimento determina, de acordo com as

Leia mais

Capítulo 2. Processos de Software. 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. slide 1

Capítulo 2. Processos de Software. 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. slide 1 Capítulo 2 Processos de Software slide 1 Tópicos apresentados Modelos de processo de software. Atividades de processo. Lidando com mudanças. Rational Unified Process (RUP). Um exemplo de um processo de

Leia mais

UML Visão Geral. Slides baseados em material disponibilizado pela Rational e adaptação da tradução de João P. Faria Univ. Do Porto.

UML Visão Geral. Slides baseados em material disponibilizado pela Rational e adaptação da tradução de João P. Faria Univ. Do Porto. UML Visão Geral Slides baseados em material disponibilizado pela Rational e adaptação da tradução de João P. Faria Univ. Do Porto. 1 Índice Introdução Diagramas O que é a UML? Diagrama de casos de uso

Leia mais

Diretrizes de Qualidade de Projetos

Diretrizes de Qualidade de Projetos Diretrizes de Qualidade de Projetos Versão 1.5 MAPA/SE/SPOA/CGTI, 2012 Página 1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 15/01/2012 1.0 Criação do Artefato Pérsio Mairon 10/03/2012 1.1 Inclusão

Leia mais

Manual CallCenter para a IPBrick

Manual CallCenter para a IPBrick Manual CallCenter para a IPBrick iportalmais 1 de Outubro de 2010 1 1 Introdução As empresas usam call centers como forma de interagir e de construir relações com os seus clientes. Consciente da importância

Leia mais

Análise Orientada a Objetos

Análise Orientada a Objetos Análise Orientada a Objetos Breve Histórico: Fim da década de 80: amadurecimento da Orientação a Objeto Década de 1990: diversas proposições a partir de diversos autores, como Booch, Rumbaugh e Jacobson.

Leia mais

Trabalho de Desenvolvimento de Sistemas de Software GereComSaber 2ª Fase

Trabalho de Desenvolvimento de Sistemas de Software GereComSaber 2ª Fase Universidade do Minho Departamento de Informática Desenvolvimento de Sistemas de Software Trabalho de Desenvolvimento de Sistemas de Software GereComSaber 2ª Fase Luana Georgia Lopes Telha nº 49379 Luís

Leia mais

MODELOS DE PROCESSO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

MODELOS DE PROCESSO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com MODELOS DE PROCESSO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Objetivo Apresentar os modelos de processos de desenvolvimento de software Permitir uma melhor compreensão do processo de desenvolvimento

Leia mais

ProcessoUnificado: Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA

ProcessoUnificado: Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA ProcessoUnificado: Elaboração Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA ResultadodaConcepção Um seminário curto de requisitos; A maioria dos atores, objetivos e casos de uso nomeados; A maioria dos casos de

Leia mais