Simulado Física - Inglês - Português - Química ES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Simulado Física - Inglês - Português - Química ES00257801"

Transcrição

1 Simulado Física - Inglês - Português - Química ES

2 Física 01. (MACK-99) Um automóvel deslocou-se durante 1 h com velocidade constante de 60 km/h e, a seguir, por mais meia hora, com velocidade constante de 42 km/h. A velocidade escalar média do automóvel nesse intervalo de 1h30min foi de: a. 15 m/s d. 30 m/s b. 20 m/s e. 40 m/s c. 25 m/s 02. (MACK-99) Têm-se quatro esferas idênticas, uma carregada eletricamente com carga Q e as outras eletricamente neutras. Colocando-se, separadamente, a esfera eletrizada em contato com cada uma das outras esferas, a sua carga final será de: a. Q/4 b. Q/8 c. Q/16 d. Q/32 e. Q/ (VUNESP-99) Um bloco de madeira de 2,0 kg, puxado por um fio ao qual se aplica uma força de 14 N que atua paralelamente à superfície plana e horizontal sobre a qual o bloco se apoia, apresenta uma aceleração de 3,0 m/s 2. Este resultado pode ser explicado se se admitir que também atua no bloco uma força de atrito cuja intensidade, em newtons, vale: a.6 b.7 c.8 d.14 e (VUNESP-99) Muitas vezes, ao examinar uma vitrina, é possível observar não só os objetos que se encontram em exposição atrás do vidro, como também a imagem de si próprio formada pelo vidro. A formação dessa imagem pode ser explicada pela: a. Reflexão parcial da luz. b. Reflexão total da luz. c. Refração da luz. d. Transmissão da luz. e. Difração da luz. 1

3 05. (VUNESP-99) Para tentar vencer um desnível de 0,5 m entre duas calçadas planas e horizontais, mostradas na figura, um garoto de 50 kg, brincando com um skate (de massa desprezível), impulsiona-se até adquirir uma energia cinética de 300 J. Desprezando-se quaisquer atritos e considerando-se g=10m/s 2, pode-se concluir que, com essa energia: a. Não conseguirá vencer sequer metade do desnível. b. Conseguirá vencer somente metade do desnível. c. Conseguirá ultrapassar metade do desnível, mas não conseguirá vencê-lo totalmente. d. Não só conseguirá vencer o desnível, como ainda lhe sobrarão pouco menos de 30 J de energia cinética. e. Não só conseguirá vencer o desnível, como ainda lhe sobrarão mais de 30 J de energia cinética. 06. (VUNESP-99) A força elétrica entre duas partículas carregadas foi medida, em função da distância d entre elas, em dois meios diferentes, no vácuo e no interior de um líquido isolante. Assinale a alternativa que melhor representa o módulo da força medida no vácuo (F 0 ), comparada com o módulo da força medida no líquido (F L ), em função da distância d. 2

4 07. (UNICAMP-99/modificado) Na viagem do descobrimento, a frota de Cabral precisou navegar contra o vento uma boa parte do tempo. Isso só foi possível graças à tecnologia de transportes marítimos mais moderna da época: as caravelas. Nelas, o perfil das velas é tal que a direção do movimento pode formar um ângulo agudo com a direção do vento, como indicado pelo diagrama de forças abaixo: Considere uma caravela com massa de kg. Calcule a aceleração da caravela. a. 0,25 m/s 2 d. 0,10 m/s 2 b. 0,20 m/s 2 e. 0,05 m/s 2 c. 0,15 m/s (GV-99) Dois gases ideais ocupam os balões A e B. Conhecendo-se as relações: V A =2V B p A =2p B 5T A =T B e que o número de moles de B é igual a 20, concluímos que o número de moles de A é: a. 400 d. 1 b. 40 e. 0,025 c. 0,0025 3

5 09. (MACK-99) Ao abrir o semáforo, um automóvel partiu do repouso movimentando-se em linha reta, obedecendo ao gráfico ao lado. Após 20 s o automóvel percorreu 280 m. A aceleração do carro nos primeiros 5 s foi de: a. 4,0 m/s 2 d. 1,6 m/s 2 b. 3,2 m/s 2 e. 0,8 m/s 2 c. 2,4 m/s (MACK-99) Duas partículas A e B descrevem movimentos circulares uniformes com velocidades escalares respectivamente iguais a v e 2v.O raio da trajetória descrita por A é o dobro do raio daquela descrita por B. A relação entre os módulos das acelerações centrípetas, a A /a B,é: a. 1/8 d. 1 b. 1/4 e. 2 c. 1/2 11. (FEI-julho-98) Quando dois corpos de tamanhos diferentes estão em equilíbrio térmico e isolados do meio ambiente, pode-se dizer que: a. o corpo maior é o mais quente. b. o corpo menor é o mais quente. c. não há troca de calor entre os corpos. d. o corpo maior cede calor para o corpo menor. e. o corpo menor cede calor para o corpo maior. 4

6 12. (FEI-julho-98) No macaco hidráulico representado a seguir sabe-se que A 1 =20cm 2 ea 2 = 0,05 m 2. Qual o peso máximo que este macaco pode levantar quando fazemos uma força de 10 N em A 1? a. 250 N b N c. 100 N d N e. 500 N 13. (FEI-julho-98) Um muro de 2 m de altura produz uma sombra de 60 cm. No mesmo instante, um prédio produz uma sombra de 15 m. Qual é a altura do prédio? a. 10 m b. 20 m c. 30 m d. 40 m e. 50 m 14. (FEI-julho-98) Uma banheira possui 60 litros de água a 20ºC. Quantos litros de água devem ser usados de um aquecedor a 80ºC para que a temperatura do banho seja de 35ºC? a. 10 l b. 15 l c. 20 l d. 25 l e. 30 l 15. (FEI-julho-98) Um raio luminoso propaga-se no ar com velocidade c= m/s com um ângulo de 30º em relação à superfície de um líquido. Ao passar para o líquido o ângulo muda para 60º. Determinar o índice de refração do líquido. Dados: n ar =1 a. 1/3 b. 1/2 c. 3/2 d. 1,73 e. 1/4 16. (PUC-99) Para projetar em uma tela a imagem ampliada de um objeto luminoso, pode-se utilizar: a. espelho convexo. b. espelho plano. c. lente divergente. d. lente convergente. e. lâmina de faces paralelas. 5

7 17. (PUC-99) A mola da figura tem constante elástica 20 N/m e encontra-se deformada de 20 cm sob a ação do corpo A cujo peso é5n.nessa situação, a balança, graduada em newtons, marca: a. 1 N b. 2 N c. 3 N d. 4 N e. 5 N 18. (FATEC-97) Um carrinho de massa 200 kg é solto, sem velocidade inicial, do topo de uma montanha russa, representada na figura. Adote g=10m/s 2 e despreze a resistência do ar, bem como os atritos. A velocidade do carrinho para x = 9,0 m, vale, em m/s: a. 5,0 b. 10 c. 14 d. 18 e (MACK-julho-98) Estando a certa altura do solo, um estudante lança uma esfera A verticalmente para cima e outra B, verticalmente para baixo, com velocidades de mesmo módulo. Desprezando a resistência do ar, ao chegar no solo: a. A esfera A tem velocidade de módulo maior que a de B. b. A esfera B tem velocidade de módulo maior que a de A. c. As velocidades das duas esferas são diferentes e dependem da altura. d. As velocidades das duas esferas são iguais. e. A esfera de maior massa tem maior velocidade. 6

8 20. Um corpo de massa 5,0 kg, inicialmente parado, fica sujeito a uma força resultante constante de 8,0 N. Após um deslocamento de 4,0 m sua energia cinética, em J, será: a. 32 b. 16 c. 8,0 d. 4,0 e. 2,0 7

9 Inglês According to another report in The Sunday Times, key figures linked to the Latin Mafia are currently in London buying up works of art to launder money. The head of the Italian police art crime squad General Roberto Conforti said front-men linked to organized crime gangs had been seen buying items at leading auction houses. "From the investigations we have ongoing with a number of auction houses, we have noticed high-value purchases from people who normally act as front-men for criminal syndicates where large amounts of money are used to buy works of art," he said. The presence of the Mafia in London is just another indication of the growing involvement of organized crime gangs in the art world. Police and experts believe criminals are increasingly using art - both legitimate and stolen - to launder money. James Emson, managing director of the Art Loss Register, an international database that contains information of about 100,000 stolen works of art, said criminals had been helped by the reduction of border controls, which meant it was easier to move art works without checks. "I have no doubt whatsoever that this is happening more and more," he said. (Adapted from Speak Up - November 98) 21. The topic of the passage above is: a. Laundry money. b. The Mafiosi. c. Works of art. d. Crime gangs. e. Border Controls. 8

10 22. Read the following statements about the passage above and then answer the question below: I. The mafiosi themselves are buying up works of art so that they can easily launder money. II. The reason why the organized crime gangs are getting involved in the art world is to hide money which has been illegaly obtained. III. High-value works of art which have come under the hammer recently were bought by front-men linked to the Latin Mafia. IV. Lenient border controls have somehow helped the organized crime gangs to move art works across the border. V. The organized crime has put money into launderettes as a way to conceal their illegal activities. a. I, II and III are correct. b. II, III and IV are correct. c. III, IV and V are correct. d. I, IV and V are correct. e. I, II and V are correct. 23. The tone of the text can be considered: a. ironic. b. sympathetic. c. indignant. d. surprised. e. outspoken. 24. The active voice of the sentence: "Criminals had been helped by the reduction of border controls" is: a. Border controls have helped the reduction of criminals. b. The reduction of border controls had helped criminals. c. The reduction of border controls are helping criminals. d. Border controls have been helping criminals. e. The reduction of border controls helped criminals. 9

11 Running or Not? No one close to Hillary Clinton thinks she wants to spend her post-white House days in Washington. But the First Lady has refused to shoot down rumors that she might make a bid for the seat of retiring New York Sen. Daniel Patrick Moynihan. Friends say Mrs. Clinton is flattered by the attention - and polls showing her easily defeating the likely Republican candidates. But her indecision is infuriating Moynihan, who announced his retirement early so a Democratic candidate could raise the $20 million it will take to keep the seat. "If Hillary Clinton's not going to run, she should say so," says Liz Moynihan, his wife and top political adviser. "As long she is out there, the Democrats won't be looking around for a New Yorker." (Newsweek - February 8, 1999) 25. De acordo com o texto, a. Hillary pensa em "sair correndo" de Washington tão logo o mandato de seu marido termine. b. Hillary está aborrecida com as últimas pesquisas que dizem que ela poderá ser facilmente derrotada pelo Partido Republicano, especialmente depois do escândalo que envolveu seu marido. c. Hillary sentiu-se lisonjeada ao saber que poderá facilmente derrotar os candidatos republicanos, caso ela concorra ao Senado. d. os Republicanos teriam que pagar 20 milhões de dólares se quisessem manter ao menos uma cadeira no Senado. e. aconselhado por sua mulher, Daniel Patrick Moynihan pensa em cancelar sua aposentadoria caso Hillary Clinton decida mudar-se de Washington, após o mandato de seu marido. 10

12 26. Através do texto, pode-se inferir que: I. Hillary pretende não concorrer a uma cadeira no Senado, pois sua ambição é mudar-se para New York. II. Hillary não tem desmentido os rumores sobre sua candidatura ao Senado porque, provavelmente, sua intenção é ser candidata. III. Moynihan está furioso com a indecisão de Hillary, pois pretende que sua mulher e conselheira se candidate ao cargo após a aposentadoria. IV. Hillary é Nova-iorquina. a. todas as inferências estão corretas. b. somente as inferências I e II estão corretas. c. somente as inferências II e IV estão corretas. d. somente as inferências III e IV estão corretas. e. nenhuma das inferências está correta. 27. Na sentença:..."she might make a bid for the seat of...", compreende-se que: a. ela certamente se candidatará a uma cadeira no Senado. b. ela deve declinar do convite a ocupar uma cadeira no Senado. c. é provável que ela se candidate a uma cadeira no Senado. d. ela provavelmente fará uma crítica a Daniel Patrick Moynihan, político que ocupa uma cadeira no Senado. e. ela deverá dar uma grande contribuição à política americana quando ocupar uma cadeira no Senado. 11

13 Designs on the Future: Monuments to the Millennium Each new year we party, we make grandiose resolutions, we stagger home... then we forget everything and do it again. Next year, planners and architects from around the world are hoping to leave celebrants with something more lasting. From London's Millennium Dome to Fiji's "Time Walls," countries are sinking millions of dollars into monuments that will mark the new millennium. They hope not only to preserve the monument for future generations but also to convince hundreds of thousands of tourists that theirs is the place to carouse like it's Tourists will no doubt have plenty of choices. (Newsweek - January 11, 1999) Helping vocabulary: to carouse = to enjoy, to have a good time 28. Choose the correct question on the subject of the following statement: "Countries are sinking millions of dollars into monuments that will mark the new millennium." a. What are countries doing to mark the new millennium? b. Are countries sinking millions of dollars into monuments that will mark the new millennium? c. Who or What is sinking millions of dollars into monuments that will mark the new millennium? d. What are countries sinking millions of dollars into monuments for? e. Who or What will mark the new millennium? 12

14 29. "They hope not only to preserve the monument for future generations but also to convince hundreds of thousands of tourists that theirs is the place to carouse like it's 1999." Another possible way to write this sentence without changing its meaning would be: a. They do not hope to preserve the monument only for future generations but to convince that theirs is the place to carouse like it's 1999 too. b. They hope to preserve the monument for future generations in spite of convincing hundreds of thousands of tourists that theirs is the place to carouse like it's c. By convincing hundreds of thousands of tourists that theirs is the place to carouse like it's 1999, they hope to preserve the monument for future generations. d. Not only do they hope to preserve the monument for future generations but also to convince that theirs is the place to carouse like it's e. Preserving the monument for future generations they hope to convince hundreds of thousands of tourists that theirs it the place to carouse like it's 1999 Technology is bringing rapid changes to modern life. Recent discoveries - particularly in the areas of communication and medicine - are undoubtedly exciting and definitely beneficial, nonetheless they also bring with them possible social, moral, and legal problems. In many cases, a new discovery has led to dramatic changes before one has a chance to decide whether such a change is right. These discoveries are causing experts in the fields of philosophy, ethics, and law to consider a number of ethical questions. (Interactions, McGraw-Hill) 13

15 30. What is the main topic of the paragraph? a. Dramatic and quick changes in society and their impact on medicine. b. Recent discoveries and their impact on society at large. c. The ethics of recent discoveries. d. The connection between means of communication and advance in medicine. e. The difficulty keeping the pace with recent discoveries. 31. The main idea of the paragraph is that a. recent discoveries in technology are bringing up ethical questions. b. technology is bringing rapid changes to modern life and thus people do not know how to deal with them. c. recent discoveries are exciting and beneficial. d. philosophers and lawyers are having more work owing to rapid changes in technology which tremendously affect the whole society. e. in the medical profession, technology is advancing so fast that questions cannot be discussed and answered fast enough. Read the following letter sent by a high school senior to TIME Magazine (December 14, 1998) and then answer the question below: "Applause should definitely be given to Nadya Labi for her article on kids' not having an ounce of extra time for themselves in their entirely too hectic schedules [Nov. 23]. As a senior in high school, I don't really fit into the age frame of the studies, but I definitely relate to this topic. Most parents don't realize how much more raw time and effort students put into their school work today than in the time period when most parents were growing up. Nor do they realize how extremely competitive kids have become as a result of their environment. Kids simply aren't allowed to be kids anymore! It's called premature maturation!" Oona Rokyta, 17 San Diego 14

16 32. The letter above a. criticizes school teachers for the amount of work they assign their students. b. talks about the lack of freedom kids have these days. c. praises the concern on environment kids have today, which is something their parents did not have when they were growing up. d. conveys praise and criticism. e. ignores the fact that kids are extremely competitive today. Fatal Crash Amsterdam residents have long suspected they weren't told everything about an El Al airliner that crashed near Schiphol Airport in Last week an air-traffic controller told a parlamentary panel that he'd heard a tape recorded just after the crash and recently recovered that caught an El Al representative saying "explosives" and "poison" were on board - contradicting long-standing official claims that the plane carried nothing harmful. Israel conceded last October that the cargo included a sarin-gas ingredient, but a nontoxic one. But for the 200 Amsterdam rescue workers and residents who suffer breathing problems and other symptons found only in gulf-war veterans, the mystery now has a smoking gun. (Newsweek - February 15, 1999) 33. In the tape mentioned in the article above... a. a member of Parliament proves that there was a poisonous gas in the cargo compartment. b. air-traffic controllers divulge the contents of the black box just after the accident. c. Israel officially accuses the rescue workers of being responsible for the escape of sarin-gas. d. a representative of the airline admits that the cargo included dangerous substances. e. rescue workers describe how the smoke intoxicated Amsterdam residents. 15

17 34. You can infer that: a. Amsterdam residents who suffered breathing problems got worse after the accident. b. The substance the plane was carrying or a very similar one had been used during the Gulf War. c. The cargo included exclusively nontoxic gases. d. The mystery about what caused the accident has now been solved. e. Israel claimed responsibility for the crash. 16

18 Português Leia o texto a seguir para responder ao teste 35. Para evitar que um novo calote do governo de Minas Gerais tivesse as repercussões nefastas da moratória decretada pelo sr. Itamar Franco, o presidente Fernando Henrique Cardoso baixou medidas provisórias que permitem ao governo federal pagar as obrigações internacionais contraídas pelos Estados e não pagas no vencimento. Com isso, o governo federal retirou do alcance do sr. Itamar Franco o instrumento de pressão política que o governador de Minas mais tem usado: sua calculada leviandade, aliada à patológica incapacidade de avaliar as últimas conseqüências que seus atos possam ter para o Brasil. (O Estado de S.Paulo, 11/02/99, p.3) 35. Das afirmações sobre o texto acima, a única incorreta é: a. A atitude do governador de Minas fez com que Fernando Henrique Cardoso passasse para a área federal obrigações das áreas estaduais. b. Pelo contexto, os termos "nefastas" e "leviandade" têm significados negativos, criticáveis: "nefasta" é algo sinistro, que causa desgraça; "leviandade" é sinônimo de inconseqüência, irresponsabilidade. c. Com a intervenção do governo federal, os Estados não podem mais agir autônoma e imprudentemente, em relação a dívidas contraídas. d. Apesar de negar-se a pagar suas dívidas, o governador de Minas Gerais foi criterioso e responsável quanto aos efeitos de seu ato. e. Pode-se depreender do texto que episódios como esses ocorridos em Minas exigem ações ágeis do Estado para que não se transformem em instrumento político. 17

19 Leia o texto a seguir e a partir dele responda ao teste 36. Toda ciência tem seus princípios, de que deriva o seu sistema. Um dos princípios da Economia Política é o trabalho livre. Ora, no Brasil domina o fato "impolítico e abominável" da escravidão. Este argumento - resumo de um panfleto liberal, contemporâneo de Machado de Assis - põe fora o Brasil do sistema da ciência. Estávamos aquém da realidade a que esta se refere; éramos antes um fato moral, "impolítico e abominável". Grande degradação, considerando-se que a ciência eram as Luzes, o Progresso, a Humanidade etc. Para as artes, Nabuco expressa um sentimento comparável quando protesta contra o assunto escravo no teatro de Alencar: "Se isso ofende o estrangeiro, como não humilha o brasileiro!". (Roberto Schwarz) 36. Marque a alternativa correta a respeito do texto: a. O autor mostra que o Brasil participa dos princípios básicos da ciência determinados pela Europa e que, portanto, tem um sistema político liberal. b. O protesto de Nabuco de certo modo se compara ao argumento do panfleto liberal, pois ambos repudiam a escravidão, presente na sociedade brasileira do século XIX. c. Os autores citados no texto, cada um a seu modo, refletem sobre o progresso da sociedade européia e o anacronismo em que se encontrava a sociedade brasileira do século passado. d. A sociedade escravista brasileira não se abalava com as idéias liberais européias, pois não havia liberdade para que as pessoas pudessem se mostrar favoráveis a elas. e. As disparidades entre as sociedades brasileira e européia eram percebidas, ao final do século XIX, por diversas camadas sociais, no entanto, não havia condições políticas para que se alterasse o sistema econômico vigente no país. 18

20 teste 37. Leia o poema de Manuel Bandeira para responder ao Auto-retrato Provinciano que nunca soube Escolher bem uma gravata; Pernambucano a quem repugna A faca do pernambucano; Poeta ruim na arte da prosa Envelheceu na infância da arte, E até mesmo escrevendo crônica Ficou cronista de província; Arquiteto falhado, músico Falhado (engoliu um dia Um piano, mas o teclado ficou de fora); sem família, Religião ou filosofia; Mal tendo a inquietação de espírito Que vem do sobrenatural, E em matéria de profissão Um tísico profissional. 37. Sabendo-se que Manuel Bandeira era de fato tuberculoso, assinale a alternativa que melhor traduza os versos finais do poema. a. O poeta sente-se arrasado profissionalmente, sobretudo porque não foi bem sucedido em nada que fez. b. O poeta compara suas falhas e frustrações profissionais, como escritor, músico e arquiteto, à fragilidade física, determinada pela tuberculose. c. O poeta declara que fracassou em diversas áreas, somente na doença foi completo, alcançou a perfeição, a competência. d. O poeta sente-se arrasado apenas profissionalmente. e. O poeta considera-se um homem fracassado, inútil por ter sido tuberculoso. 19

21 O texto a seguir refere-se aos testes 38 e 39. O consumo excessivo de energia e materiais, a produção de poluentes e as próprias alterações decorrentes da construção de grandes indústrias constituem formas importantes de impacto ambiental. Assim, na verdade, os impactos provocados por uma indústria podem extravasar muito o espaço físico que ela ocupa. As fábricas de celulose, por exemplo, utilizam como matéria-prima a madeira extraída de milhares e milhares de hectares de florestas de pinheiros - concorrendo poderosamente para a quase extinção dos pinheirais do Paraná - e de plantações de eucaliptos ou de pinus que, por sua vez, foram cultivadas em áreas onde as vegetações nativas foram devastadas. As siderúrgicas, outro exemplo, consomem minérios extraídos de extensas escavações, deformando paisagens, poluindo rios com suas escórias, assoreando lagos, destruindo peixes. (...) Há, ainda, o problema do transporte de matérias-primas, da fonte para a indústria, e de produtos industriais, para o centro de consumo. Os maiores e mais graves problemas de poluição marinha acontecem justamente no transporte de petróleo bruto e seus produtos refinados, através do oceano, por gigantescos navios, que já atingem mais de 500 mil toneladas cada um. Além disso, são quase diários os acidentes com pipelines - tubulações que transportam produtos químicos, óleos, gases - e com caminhões carregados com toda sorte de substâncias tóxicas, inflamáveis, corrosivas ou explosivas. Enfim, a todos esses impactos devem-se ainda somar os impactos gerados pela própria presença física da indústria em funcionamento, para que se possa ter uma idéia real da influência da atividade industrial sobre o meio ambiente. (Samuel Murgel Branco. O meio ambiente em debate.) 20

22 38. O período que melhor sintetiza as idéias do texto acima é: a. Os impactos provocados por uma indústria petroleira podem extravasar muito o espaço físico que ela ocupa. b. As diversas atividades industriais são grandes responsáveis pelos impactos nocivos ao meio ambiente. c. O problema do transporte de matérias-primas explica a existência de poluição marinha. d. As grandes indústrias são as únicas responsáveis pelos impactos ambientais, pois podem extravasar muito o espaço físico que ocupam. e. As alterações decorrentes da construção de grandes indústrias constituem formas importantes de impacto ambiental. 39. Levando-se em conta que o título pode trazer as palavras-chaves de um texto, assinale aquele que melhor apresente o assunto discutido por Samuel Branco. a. A indústria em funcionamento b. Impacto ambiental e transporte de matérias-primas c. Grandes indústrias e impactos ambientais d. Poluição marinha e impacto ambiental e. Grandes indústrias e transporte de matérias-primas 40. Assinale a alternativa que completa adequadamente a lacuna do texto que segue. Atenas especificamente era conhecida pelo sentimento de seus cidadãos. Com freqüência os escravos eram tratados com benevolência e gozavam de uma série de "privilégios". (Florenzano, M. B. O mundo antigo: economia e sociedade. Tudo é história, n.o 39.) a. filantrópico b. xenófobo c. xenófilo d. antropófobo e. antropófago 21

23 41. Assinale a alternativa em que a preposição "por" apresente a mesma relação semântica que mantém em: Poetas por poetas sejam lidos (Filinto Elísio apud Ivan Teixeira) a. As armas e os barões assinalados Que, da Ocidental praia Lusitana, Por mares nunca dantes navegados Passaram ainda além da Taprobana (...) Cantando espalharei por toda parte (...) (Camões) b. Alma divina, por onde me andas? (Cecília Meireles) c. Tenho vontade de ponhamos amar por esporte uma loura espaço de um dia. (Carlos Drummon de Andrade) d. (...) achei que Capitu estava um tanto impaciente por descer. (Machado de Assis) e. Pombinha era muito querida por toda aquela gente. (Aluísio Azevedo) 42. Observe as palavras destacadas nos versos da canção: Acorde, Brasil No acorde da Vila Hoje sou João Pessoa Sou a força Paraíba (Samba-enredo de Vila Isabel, 1999) O mesmo jogo de palavras que explora diferentes classes morfológicas está presente nos seguintes versos de Oswal de Andrade: a. "Portugal ao longo do Tejo Para dentro de Portugal" 22

24 b. "Acabei de jantar um excelente jantar 116 francos Quarto 120 francos com água encanada Chauffage central Vês que estou bem de finanças Beijos e coices de amor" c. "Chove chuva choverando Que a cidade de meu bem Está-se toda se lavando" d. "E como tu pequena árvore debordada Debordado do latifúndio Saí ao encalço da felicidade" e. "Saibam quantos este meu verso virem Que te amo Do amor maior Que possível for" 43. Assinale a alternativa que apresenta uma reescritura inaceitável do período que segue, no que diz respeito às relações lógicas entre as orações. "Os críticos escrevem umas coisas tão dificílimas sobre o meu trabalho que, ao invés de auxiliarem o outro a compreender, parece que obscurecem tudo." (Hilda Hilst) a. Ao invés de auxiliarem o outro a compreender o meu trabalho, parece que os críticos obscurecem-no, porque escrevem umas coisas muito difíceis. b. Como os críticos escrevem umas coisas difíceis sobre o meu trabalho, ao invés de auxiliarem o outro a compreender, parece que obscurecem tudo. c. Parece que os críticos obscurecem o meu trabalho, em lugar de auxiliarem o outro a compreendê-lo por escreverem coisas tão difíceis. d. Embora os críticos escrevam coisas dificílimas sobre o meu trabalho, parece que, ao invés de auxiliarem o outro a compreender, obscurecem tudo. e. Os críticos escrevem coisas tão difíceis que, por conseqüência, não auxiliam o outro a compreender o meu trabalho, mas parece que obscurecem tudo. 23

25 44. Observe o emprego dos verbos no fragmento que segue: Lá fora clareava já, e a vida renascia no cortiço. A luta de todos os dias continuava, como se não houvera interrupção. Principiava o burburinho. Aquela noite bem dormida punha-os a todos de bom humor. (Aluísio de Azevedo. O cortiço.) a. tinha havido b. tivera c. houvesse d. tivesse havido e. havia O verbo destacado poderia ser substituído por: 45. Observe o emprego da conjunção "sem que" na seguinte frase: "Não ocorrerão mudanças sem que haja sacrifícios". A única alternativa que expressa o mesmo sentido da conjunção empregada nessa frase é: a. Haverá tempo suficiente para você aprender as regras sem que haja estresse. b. Fez todo o trabalho sem que obtivesse remuneração. c. Não enxergamos perspectivas de melhora na situação econômica sem que o governo tome medidas drásticas. d. Existe muita injustiça nesse jogo sem que nada possamos fazer para modificá-lo. e. Nunca jogo futebol sem que acabe me machucando. 24

26 46. A frase em que a grafia está inteiramente correta é: a. Durante a palestra, o iminente escritor, várias vezes já premiado, criticou com veemência pseudo-colegas que só visam ao lucro com obras de fraco conteúdo. b. Com muita pompa e explendor, o público viu o espetáculo beneficiente em prol dos flagelados atingidos pelas enchentes. c. Causaram o maior rebuliço os critérios adotados para os vencedores do concurso. Alegou-se displicência por parte dos organizadores. d. Ressucitar cantores e conjuntos que foram sucesso nas décadas de 60 e 70 é a nova prache das indústrias fonográficas. e. Os programas de TV de cunho sensacionalista e de gosto bastante duvidoso apresentam indivíduos que se degladiam e previlegiam sobretudo o mau gosto. 47. Em que espaço em branco deve ser utilizado o pronome relativo não regido de proposição: a. Ali ainda existe a imensa casa quintal brincávamos. b. Vimos, ao longe, a belíssima árvore fora durante anos um verdadeiro marco para a cidade. c. Finalmente deixou o cargo o diretor ninguém simpatizava. d. O rapaz a maioria desconfiava era absolutamente inocente. e. Os ideais ansiamos são difíceis mas não impossíveis. Texto para os testes 48 e 49. Nas últimas semanas a crise econômica tornou-se um tema tão relevante na vida dos brasileiros que Veja dedicou a ela três capas consecutivas. Em trinta anos de história de revista, só outros quatro assuntos mereceram tanta atenção e destaque: a doença de Tancredo Neves (1985), o Plano Cruzado (1986), o confisco da poupança (1990), a queda de Fernando Collor (1992). Na semana passada, a instabilidade da moeda parecia entrar numa fase menos aguda. É hora, portanto de retomar temas menos espinhosos, mesmo que não se saiba quanto tempo durará essa trégua. (Veja, 10/02/99) 25

QUESTÃO 01. a) Qual a temperatura do forno? b) Qual a variação de energia interna do bloco do latão. QUESTÃO 02

QUESTÃO 01. a) Qual a temperatura do forno? b) Qual a variação de energia interna do bloco do latão. QUESTÃO 02 Quando necessário considere: g = 10 m/s 2, densidade da água = 1 g/cm 3, 1 atm = 10 5 N/m 2, c água = 1 cal/g. 0 C, R = 8,31 J/mol.K, velocidade do som no ar = 340 m/s e na água = 1500 m/s, calor específico

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante?

Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Do you know how to ask questions in English? Você sabe fazer perguntas em Inglês? Em primeiro lugar observe as frases abaixo: Afirmativo: Ele é estudante Interrogativo: Ele é estudante? Note que tanto

Leia mais

18 a QUESTÃO Valor: 0,25

18 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a A 0 a QUESTÃO FÍSICA 8 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a QUESTÃO Valor: 0,25 Entre as grandezas abaixo, a única conservada nas colisões elásticas, mas não nas inelásticas é o(a): 2Ω 2 V 8Ω 8Ω 2 Ω S R 0 V energia

Leia mais

IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR IME - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Um pequeno refrigerador para estocar vacinas está inicialmente desconectado da rede elétrica e o ar em seu interior encontra-se

Leia mais

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2

FÍSICA. Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 FÍSICA Sempre que for necessário, utilize g= 10m/s 2 28 d Leia com atenção a tira da Turma da Mônica mostrada abaixo e analise as afirmativas que se seguem, considerando os princípios da Mecânica Clássica.

Leia mais

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2

γ = 5,0m/s 2 2) Cálculo da distância percorrida para a velocidade escalar reduzir-se de 30m/s para 10m/s. V 2 2 OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica.

3) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica. Lista para a Terceira U.L. Trabalho e Energia 1) Um corpo de massa 4 kg encontra-se a uma altura de 16 m do solo. Admitindo o solo como nível de referência e supondo g = 10 m/s 2, calcular sua energia

Leia mais

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Durante uma brincadeira, Rafael utiliza o dispositivo mostrado nesta figura para lançar uma bolinha horizontalmente. Nesse

Leia mais

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão III

Prof. Rogério Porto. Assunto: Cinemática em uma Dimensão III Questões COVEST Física Mecânica Prof. Rogério Porto Assunto: Cinemática em uma Dimensão III 1. Um atleta salta por cima do obstáculo na figura e seu centro de gravidade atinge a altura de 2,2 m. Atrás

Leia mais

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA QUESTÃO 01 Em uma determinada transformação foi constatado que poderia ser representada

Leia mais

Você acha que o rapaz da figura abaixo está fazendo força?

Você acha que o rapaz da figura abaixo está fazendo força? Aula 04: Leis de Newton e Gravitação Tópico 02: Segunda Lei de Newton Como você acaba de ver no Tópico 1, a Primeira Lei de Newton ou Princípio da Inércia diz que todo corpo livre da ação de forças ou

Leia mais

De Profundis.indd 25 20/05/15 18:01

De Profundis.indd 25 20/05/15 18:01 Janeiro de 1995, quinta feira. Em roupão e de cigarro apagado nos dedos, sentei me à mesa do pequeno almoço onde já estava a minha mulher com a Sylvie e o António que tinham chegado na véspera a Portugal.

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA Física II 2º ANO ENSINO MÉDIO MÓDULO DE RECUPERAÇÃO ALUNO(A) Nº TURMA TURNO Manhã 1º SEMESTRE DATA / / 01- A figura representa um feixe de raios paralelos incidentes numa superfície S e os correspondentes

Leia mais

A figura a seguir representa um atleta durante um salto com vara, em três instantes distintos

A figura a seguir representa um atleta durante um salto com vara, em três instantes distintos Energia 1-Uma pequena bola de borracha, de massa 50g, é abandonada de um ponto A situado a uma altura de 5,0m e, depois de chocar-se com o solo, eleva-se verticalmente até um ponto B, situado a 3,6m. Considere

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Informações de Tabela Periódica CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Folha de Dados Elemento H C N O F Al Cl Zn Sn I Massa atômica (u) 1,00 12,0 14,0

Leia mais

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava:

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava: EXERCÍCIOS REVISÃO QUÍMICA AMBIENTAL (EFEITO ESTUFA, DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E CHUVA ÁCIDA) e EQUILÍBRIO QUÍMICO DATA: 17/11/2015 PROF. ANA 1. Na década de 70, alguns cientistas descobriram quais

Leia mais

Sólidos, líquidos e gases

Sólidos, líquidos e gases Mudanças de fase Sólidos, líquidos e gases Estado sólido Neste estado, os átomos da substâncias se encontram muito próximos uns dos outros e ligados por forças eletromagnéticas relativamente grandes. Eles

Leia mais

-----> V = 73,3V. Portanto: V2 = 73,3V e V1 = 146,6V, com isso somente L1 brilhará acima do normal e provavelmente queimará.

-----> V = 73,3V. Portanto: V2 = 73,3V e V1 = 146,6V, com isso somente L1 brilhará acima do normal e provavelmente queimará. TC 3 UECE 01 FASE POF.: Célio Normando Conteúdo: Lâmpadas Incandescentes 1. A lâmpada incandescente é um dispositivo elétrico que transforma energia elétrica em energia luminosa e energia térmica. Uma

Leia mais

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte

Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte RECIFE Colégio Salesiano Sagrado Coração ] Aluna(o): Nº: Turma: 3º ano Recife, de de 03 Disciplina: Química Professor: Eber Barbosa Comportamento Físico dos Gases 3ª Parte 0 Energia Cinética Média dos

Leia mais

Questão 57. Questão 58. alternativa D. alternativa C. seu mostrador deverá indicar, para esse mesmo objeto, o valor de

Questão 57. Questão 58. alternativa D. alternativa C. seu mostrador deverá indicar, para esse mesmo objeto, o valor de OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor 10 m/s ; para a massa específica

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças

UNIGRANRIO www.exerciciosdevestibulares.com.br. 2) (UNIGRANRIO) O sistema abaixo encontra-se em equilíbrio sobre ação de três forças 1) (UNIGRANRIO) Um veículo de massa 1200kg se desloca sobre uma superfície plana e horizontal. Em um determinado instante passa a ser acelerado uniformemente, sofrendo uma variação de velocidade representada

Leia mais

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos

Lista 04. F.02 Espelhos Planos e Esféricos F.02 Espelhos Planos e Esféricos 2º Série do Ensino Médio Turma: Turno: Vespertino Lista 03 Lista 04 Questão 01) Obedecendo às condições de Gauss, um espelho esférico fornece, de um objeto retilíneo de

Leia mais

9) (UFMG/Adap.) Nesta figura, está representado um bloco de peso 20 N sendo pressionado contra a parede por uma força F.

9) (UFMG/Adap.) Nesta figura, está representado um bloco de peso 20 N sendo pressionado contra a parede por uma força F. Exercícios - Aula 6 8) (UFMG) Considere as seguintes situações: I) Um carro, subindo uma rua de forte declive, em movimento retilíneo uniforme. II) Um carro, percorrendo uma praça circular, com movimento

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º ANO PARA 07/12

LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º ANO PARA 07/12 LISTA DE RECUPERAÇÃO 3º ANO PARA 07/12 Questão 01) Quando uma pessoa se aproxima de um espelho plano ao longo da direção perpendicular a este e com uma velocidade de módulo 1 m/s, é correto afirmar que

Leia mais

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DO TESTE INTERMÉDIO - 2014 (VERSÃO 1) GRUPO I 1. H vap (H 2O) = 420 4 H vap (H 2O) = 1,69 10 3 H vap (H 2O) = 1,7 10 3 kj kg 1 Tendo em consideração a informação dada no texto o calor

Leia mais

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s SIMULADO DE FÍSICA ENSINO MÉDIO 1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s 2) Um avião voa com velocidade constante

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA Página 1 de 12 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior para titulares de Diploma de Especialização Tecnológica, Decreto-Lei n.º 113/2014, de

Leia mais

AVALIAÇÃO DA UNIDADE III PONTUAÇÃO: 7,5 PONTOS

AVALIAÇÃO DA UNIDADE III PONTUAÇÃO: 7,5 PONTOS DA UNIDADE III PONTUAÇÃO: 7,5 PONTOS QUESTÃO 01 (1,0 ponto) Leia atentamente a proposição. O Romantismo era a apoteose do sentimento; O Realismo é a anatomia do caráter. É a crítica do homem. É a arte

Leia mais

Exercícios sobre Movimentos Verticais

Exercícios sobre Movimentos Verticais Exercícios sobre Movimentos Verticais 1-Uma pedra, deixada cair do alto de um edifício, leva 4,0 s para atingir o solo. Desprezando a resistência do ar e considerando g = 10 m/s 2, escolha a opção que

Leia mais

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima 1. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

DINÂMICA. Força Resultante: É a força que produz o mesmo efeito que todas as outras aplicadas a um corpo.

DINÂMICA. Força Resultante: É a força que produz o mesmo efeito que todas as outras aplicadas a um corpo. DINÂMICA Quando se fala em dinâmica de corpos, a imagem que vem à cabeça é a clássica e mitológica de Isaac Newton, lendo seu livro sob uma macieira. Repentinamente, uma maçã cai sobre a sua cabeça. Segundo

Leia mais

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE É Preciso saber Viver Interpretando A vida na perspectiva da Espiritualidade Cristã Quem espera que a vida seja feita de ilusão Pode até ficar maluco ou morrer na solidão É

Leia mais

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B.

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B. 04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A e m B, sendo m A < m B, afirma-se que 01. Um patrulheiro, viajando em um carro dotado de radar a uma

Leia mais

GUIA DE REVISÃO DO 4º BIMESTRE 2º ANO DO ENSINO MÉDIO / 2013 Semana de 11/11 a 22/11

GUIA DE REVISÃO DO 4º BIMESTRE 2º ANO DO ENSINO MÉDIO / 2013 Semana de 11/11 a 22/11 GUIA DE REVISÃO DO 4º BIMESTRE 2º ANO DO ENSINO MÉDIO / 2013 Semana de 11/11 a 22/11 Tema: Língua Portuguesa Geografia Tema: Globalização e Níveis de Desenvolvimento Biologia Tema: Genética Filosofia Tema:

Leia mais

Física. Resolução. Q uestão 01 - A

Física. Resolução. Q uestão 01 - A Q uestão 01 - A Uma forma de observarmos a velocidade de um móvel em um gráfico d t é analisarmos a inclinação da curva como no exemplo abaixo: A inclinação do gráfico do móvel A é maior do que a inclinação

Leia mais

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO A prova de física exigiu um bom conhecimento dos alunos. Há questões relacionadas principalmente com a investigação e compreensão dos

Leia mais

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor 1 a QUESTÃO: (,0 pontos) Avaliador Revisor Uma montagem experimental simples permite a medida da força entre objetos carregados com o auxílio de uma balança (A. Cortel, Physics Teacher 7, 447 (1999)).

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

TURMA DE ENGENHARIA - FÍSICA

TURMA DE ENGENHARIA - FÍSICA Prof Cazuza 1 (Uff 2012) O ciclo de Stirling é um ciclo termodinâmico reversível utilizado em algumas máquinas térmicas Considere o ciclo de Stirling para 1 mol de um gás ideal monoatônico ilustrado no

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli

UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli UNOCHAPECÓ Lista 03 de exercícios Mecânica (lançamento de projéteis) Prof: Visoli 1. A figura abaixo mostra o mapa de uma cidade em que as ruas retilíneas se cruzam perpendicularmente e cada quarteirão

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta. Resposta Questão 1 Na natureza, muitos animais conseguem guiar-se e até mesmo caçar com eficiência, devido à grande sensibilidade que apresentam para a detecção de ondas, tanto eletromagnéticas quanto mecânicas.

Leia mais

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS

ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS ATENÇÃO ESTE CADERNO CONTÉM 10 (DEZ) QUESTÕES E RESPECTIVOS ESPAÇOS PARA RESPOSTAS. DURAÇÃO DA PROVA: 3 (TRÊS) HORAS A correção de cada questão será restrita somente ao que estiver registrado no espaço

Leia mais

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27 1 FÍSICA Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 01. Considere que cerca de 70% da massa do corpo humano é constituída de água. Seja 10 N, a ordem de grandeza do número de moléculas de água no corpo de um

Leia mais

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 CATEGORIA EM-2 Nº INSCRIÇÃO: Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 Questão 3: O chamado soro caseiro é uma tecnologia social que consiste na preparação e administração de uma mistura de água,

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 48. alternativa E. alternativa C

Questão 46. Questão 47. Questão 48. alternativa E. alternativa C Questão 46 O movimento de uma partícula é caracterizado por ter vetor velocidade e vetor aceleração não nulo de mesma direção. Nessas condições, podemos afirmar que esse movimento é a) uniforme. b) uniformemente

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 GRUPO 1 TIPO A FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma partícula presa a uma mola ideal de constante elástica k = 420 N / m e mergulhada em um reservatório térmico, isolado termicamente, com

Leia mais

Inglês 22 Passive Voice

Inglês 22 Passive Voice Inglês 22 Passive Voice A voz passiva é muito utilizada em inglês. Por sorte, ela não é difícil de entender. Observe como ela é organizada. To be + Participle = Passive Usando-se então o verbo to be, em

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO

CONTEÚDOS OBJETIVOS PERÍODO ESCOLA BÁSICA2,3 EUGÉNIO DOS SANTOS 2013 2014 página 1 ESCOLA BÁSICA DO 2.º E 3.º CICLOS EUGÉNIO DOS SANTOS PLANIFICAÇÃO E METAS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 8.º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A.

FISICA. Justificativa: Taxa = 1,34 kw/m 2 Energia em uma hora = (1,34 kw/m 2 ).(600x10 4 m 2 ).(1 h) ~ 10 7 kw. v B. v A. FISIC 01. Raios solares incidem verticalmente sobre um canavial com 600 hectares de área plantada. Considerando que a energia solar incide a uma taxa de 1340 W/m 2, podemos estimar a ordem de grandeza

Leia mais

Estratégia de Leitura Elementos de Referência. Reference devices ou elementos de referência

Estratégia de Leitura Elementos de Referência. Reference devices ou elementos de referência Estratégia de Leitura Elementos de Referência Reference devices ou elementos de referência Ao ler textos sobre qualquer assunto, em qualquer área de conhecimento, todo leitor percebe uma relação de REFERÊNCIA

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS

REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS REVISÃO PARA AVALIAÇÃO 1º BIMESTRE CIÊNCIAS 1) A partir das informações dadas, enumere as informações, em ordem sequencial, de acordo com as etapas do método científico: ( ) Conclusões ( ) Possíveis respostas

Leia mais

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 01 - A figura mostra um sistema massa-mola que pode oscilar livremente, sem atrito, sobre a superfície horizontal e com resistência do ar desprezível. Nesse

Leia mais

Ernesto entra numa fria!

Ernesto entra numa fria! A UU L AL A Ernesto entra numa fria! Segunda-feira, 6 horas da tarde, Cristiana e Roberto ainda não haviam chegado do trabalho. Mas Ernesto, filho do casal, já tinha voltado da escola. Chamou a gangue

Leia mais

Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português

Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português 1 Equivalência da estrutura de uma frase em inglês e português A partir do momento que você souber de cor a função de cada peça do nosso jogo de dominó, você não terá mais problemas para formular frases,

Leia mais

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1

EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 EQUILÍBRIO QUÍMICO 1 1- Introdução Uma reação química é composta de duas partes separadas por uma flecha, a qual indica o sentido da reação. As espécies químicas denominadas como reagentes ficam à esquerda

Leia mais

Como dizer quanto tempo leva para em inglês?

Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Você já se pegou tentando dizer quanto tempo leva para em inglês? Caso ainda não tenha entendido do que estou falando, as sentenças abaixo ajudarão você a entender

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Por que precisamos calibrar os pneus dos carro? Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=9aapomthyje Pressão abaixo da recomendada reduz a durabilidade

Leia mais

Revisão de Física Vestibular ITA 2011

Revisão de Física Vestibular ITA 2011 Vestibular ITA 011 Questão 1 Um cilindro oco, feito de material isolante, é fechado em uma das extremidades por uma placa metálica fixa e na outra por um pistão metálico bem ajustado livre para se mover.

Leia mais

Indice. Bullying O acaso... 11

Indice. Bullying O acaso... 11 Indice Bullying O acaso... 11 Brincadeira de mau gosto. Chega! A história... 21 O dia seguinte... 47 A paixão... 53 O reencontro... 61 O bullying... 69 9 Agosto/2010 O acaso Terça-feira. O sol fazia um

Leia mais

VERSÃO 2. 11º ano de escolaridade. Teste Intermédio de Agrupamento Física e Química A AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA AGEVC.

VERSÃO 2. 11º ano de escolaridade. Teste Intermédio de Agrupamento Física e Química A AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA AGEVC. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA AGEVC 11º ano de escolaridade Teste Intermédio de Agrupamento Física e Química A 12 páginas Duração da prova: 90 min 2015-02-06 VERSÃO 2 Indique de forma legível

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014.

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. 1- Prazeres, benefícios, malefícios, lucros cercam o mundo dos refrigerantes. Recentemente, um grande fabricante nacional anunciou que havia reduzido em 13

Leia mais

a) O tempo total que o paraquedista permaneceu no ar, desde o salto até atingir o solo.

a) O tempo total que o paraquedista permaneceu no ar, desde o salto até atingir o solo. (MECÂNICA, ÓPTICA, ONDULATÓRIA E MECÂNICA DOS FLUIDOS) 01) Um paraquedista salta de um avião e cai livremente por uma distância vertical de 80 m, antes de abrir o paraquedas. Quando este se abre, ele passa

Leia mais

TERMODINÂMICA EXERCÍCIOS RESOLVIDOS E TABELAS DE VAPOR

TERMODINÂMICA EXERCÍCIOS RESOLVIDOS E TABELAS DE VAPOR TERMODINÂMICA EXERCÍCIOS RESOLVIDOS E TABELAS DE VAPOR Prof. Humberto A. Machado Departamento de Mecânica e Energia DME Faculdade de Tecnologia de Resende - FAT Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 2011 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 Um varal de roupas foi construído utilizando uma haste rígida DB de massa desprezível, com

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

2 - PRIMEIRA LEI DE NEWTON: PRINCÍPIO DA INÉRCIA

2 - PRIMEIRA LEI DE NEWTON: PRINCÍPIO DA INÉRCIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA F Í S I C A II - DINÂMICA ALUNO: RA: 1 - OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DINÂMICA A Dinâmica é a parte da Mecânica que estuda os movimentos e as causas que os produzem ou os modificam.

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana

Lista I de exercícios de estequiometria e balanceamento de equações Química Geral e Experimental I Prof. Hamilton Viana 1. O iso-octano é um combustível automotivo. A combustão desse material ocorre na fase gasosa. Dados a massa molar do iso-octano igual a 114g/mol, o volume molar de gás nas "condições ambiente" igual a

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 A L 0 H mola apoio sem atrito B A figura acima mostra um sistema composto por uma parede vertical

Leia mais

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE

Lista de Eletrostática da UFPE e UPE Lista de Eletrostática da UFPE e UPE 1. (Ufpe 1996) Duas pequenas esferas carregadas repelem-se mutuamente com uma força de 1 N quando separadas por 40 cm. Qual o valor em Newtons da força elétrica repulsiva

Leia mais

Química 2. Módulo 9: Termoquímica ATIVIDADE III

Química 2. Módulo 9: Termoquímica ATIVIDADE III Química Módulo 9: Termoquímica 1. (UNESP/010) A tabela apresenta informações sobre as composições químicas e as entalpias de combustão para três diferentes combustíveis que podem ser utilizados em motores

Leia mais

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ 4.O gráfico apresentado mostra a elongação em função do tempo para um movimento harmônico simples.

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com_ 4.O gráfico apresentado mostra a elongação em função do tempo para um movimento harmônico simples. Eercícios Movimento Harmônico Simples - MHS 1.Um movimento harmônico simples é descrito pela função = 7 cos(4 t + ), em unidades de Sistema Internacional. Nesse movimento, a amplitude e o período, em unidades

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

a) Qual a pressão do gás no estado B? b) Qual o volume do gás no estado C

a) Qual a pressão do gás no estado B? b) Qual o volume do gás no estado C Colégio Santa Catarina Unidade XIII: Termodinâmica 89 Exercícios de Fixação: a) PV = nr T b)pvn = RT O gráfico mostra uma isoterma de uma massa c) PV = nrt d) PV = nrt de gás que é levada do e) PV = nrt

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de dmissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Questão Concurso 009 Uma partícula O descreve um movimento retilíneo uniforme e está

Leia mais

TC 3 UECE - 2013 FASE 2 MEDICINA e REGULAR

TC 3 UECE - 2013 FASE 2 MEDICINA e REGULAR TC 3 UECE - 03 FASE MEICINA e EGULA SEMANA 0 a 5 de dezembro POF.: Célio Normando. A figura a seguir mostra um escorregador na forma de um semicírculo de raio = 5,0 m. Um garoto escorrega do topo (ponto

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q49 Polaridade das moléculas

Química. Resolução das atividades complementares. Q49 Polaridade das moléculas Resolução das atividades complementares 4 Química Q49 Polaridade das moléculas p 7 1 Em relação à polaridade das moléculas, responda: a) Quais as condições para que uma molécula seja polar? b) Uma molécula

Leia mais

(A) (B) (C) (D) (E) Resposta: A

(A) (B) (C) (D) (E) Resposta: A 1. (UFRGS-2) Ao resolver um problema de Física, um estudante encontra sua resposta expressa nas seguintes unidades: kg.m 2 /s 3. Estas unidades representam (A) força. (B) energia. (C) potência. (D) pressão.

Leia mais

32. Um sistema termodinâmico realiza um ciclo conforme representado na figura abaixo:

32. Um sistema termodinâmico realiza um ciclo conforme representado na figura abaixo: 0 GABARITO O DIA o PROCESSO SELETIVO/005 FÍSICA QUESTÕES DE 3 A 45 3. Uma fonte de luz monocromática está imersa em um meio líquido de índice de refração igual a,0. Os raios de luz atingem a superfície

Leia mais

Fortaleza Ceará TD DE FÍSICA ENEM PROF. ADRIANO OLIVEIRA/DATA: 30/08/2014

Fortaleza Ceará TD DE FÍSICA ENEM PROF. ADRIANO OLIVEIRA/DATA: 30/08/2014 TD DE FÍSICA ENEM PROF. ADRIANO OLIVEIRA/DATA: 30/08/2014 1. Uma ave marinha costuma mergulhar de uma altura de 20 m para buscar alimento no mar. Suponha que um desses mergulhos tenha sido feito em sentido

Leia mais

Questão 57. Questão 59. Questão 58. alternativa D. alternativa C

Questão 57. Questão 59. Questão 58. alternativa D. alternativa C OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representada por g. Quando necessário adote: para g, o valor de 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno 62-3285-7473 www.milleniumclasse.com.br

Aluno(a): Código: 2 Rua T-53 Qd. 92 Lt. 10/11 nº 1356 Setor Bueno 62-3285-7473 www.milleniumclasse.com.br Aluno(a):_ Código: Série: 1ª Turma: Data: / / 01. O casal Fernando e Isabel planeja ter um filho e ambos têm sangue do tipo A. A mãe de Isabel tem sangue do tipo O. O pai e a mãe de Fernando têm sangue

Leia mais

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min

1) d = V t. d = 60. (km) = 4km 60 2) Movimento relativo: s V rel 80 60 = t = (h) = h = 12min OBSERVAÇÃO (para todas as questões de Física): o valor da aceleração da gravidade na superfície da Terra é representado por g. Quando necessário, adote: para g, o valor de 10 m/s 2 ; para a massa específica

Leia mais

Como os seres vivos modificam o ambiente?

Como os seres vivos modificam o ambiente? Como os seres vivos modificam o ambiente? O ar e a água possibilitam a integração dos seres vivos na dinâmica planetária. Por que a parede do copo com água fria fica molhada? Será? Toda matéria é constituída

Leia mais

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron:

Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: Equação de Estado de Van der Waals Do ponto de vista da Termodinâmica, gás ideal é aquele para o qual vale, para quaisquer valores de P e T, a equação de estado de Clapeyron: P i V i = nrt em que colocamos

Leia mais

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 9º NO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVO Diversos experimentos, usando principalmente água e materiais de fácil obtenção, são

Leia mais

Primeira lista de física para o segundo ano 1)

Primeira lista de física para o segundo ano 1) Primeira lista de física para o segundo ano 1) Dois espelhos planos verticais formam um ângulo de 120º, conforme a figura. Um observador está no ponto A. Quantas imagens de si mesmo ele verá? a) 4 b) 2

Leia mais

Capítulo 4 Trabalho e Energia

Capítulo 4 Trabalho e Energia Capítulo 4 Trabalho e Energia Este tema é, sem dúvidas, um dos mais importantes na Física. Na realidade, nos estudos mais avançados da Física, todo ou quase todos os problemas podem ser resolvidos através

Leia mais

Fig.: Esquema de montagem do experimento.

Fig.: Esquema de montagem do experimento. Título do Experimento: Tratamento de água por Evaporação 5 Conceitos: Mudanças de fases Materiais: Pote de plástico de 500 ml ou 1L; Filme PVC; Pote pequeno de vidro; Atilho (Borracha de dinheiro); Água

Leia mais