Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa"

Transcrição

1 Este questionário contém perguntas sobre as tuas experiências e tipo de aprendizagem na disciplina de Ciências Naturais. Não há respostas correctas nem erradas, apenas as que correspondem à forma como pensas. Para a maioria das perguntas, simplesmente assinala com X a tua resposta. As tuas respostas são anónimas, portanto não escrevas o teu nome em qualquer das páginas. Pensa cuidadosamente e dá respostas que tenham mesmo a ver com o que pensas. MUITO OBRIGADO! As tuas respostas vão ser muito úteis. Começa aqui... Sou rapariga rapaz Tenho anos Estou no ano de escolaridade. O que eu quero aprender Quais dos seguintes tópicos ou temas tens mais interesse em aprender na escola? (Assinala com X os que preferes. Se não perceberes, deixa a linha em branco). Protecção de espécies de animais que estão em vias de desaparecer da Terra. Melhoria de colheitas em hortas e quintas agrícolas. Uso de plantas para fins medicinais. Agricultura biológica e ecológica sem uso de pesticidas e adubos artificiais. Poupança de energia e uso eficaz de energia. Novos recursos de energia sol, vento, marés, ondas, etc. O efeito de estufa e como pode ser modificado pelos seres humanos. Produção, conservação e armazenamento de diferentes tipos de alimentos. Crescimento e desenvolvimento do meu corpo. Os animais da minha região. As plantas da minha região. Os detergentes e sabões como funcionam. Electricidade, como é produzida e utilizada nas nossas casas. A história da exploração do espaço e a primeira aterragem na lua. O interior da Terra. Os terramotos e os vulcões. As estrelas, o planeta e o Universo. Influência da electricidade no desenvolvimento da nossa sociedade. Funcionamento e órgãos do corpo humano. O sexo e a reprodução. A hereditariedade e como os genes afectam o nosso desenvolvimento.

2 A tecnologia genética e a prevenção de doenças. Métodos modernos da agricultura, os benefícios e os possíveis perigos. Conflitos entre a religião e a ciência. Os riscos e benefícios dos aditivos alimentares. Motivos de desacordo entre os cientistas. Cientistas famosos e as suas vidas. Erros e fracassos na investigação e nas invenções. Como as novas ideias científicas às vezes desafiam a religião, a autoridade e a tradição. As invenções e os descobrimentos que transformaram o mundo. As invenções e os descobrimentos muito recentes da ciência e da tecnologia. Os fenómenos que os cientistas não conseguem explicar. As minhas aulas de Ciências Naturais Concordas com as seguintes afirmações sobre a ciência que já aprendeste na escola? (Assinala com X em cada linha. Se não perceberes, deixa a linha em branco). As Ciências Naturais são uma disciplina difícil. As Ciências Naturais são interessantes. As Ciências Naturais, para mim, são bastante fáceis de aprender. As Ciências Naturais abriram-me os olhos para empregos novos e emocionantes. Gosto mais das Ciências Naturais do que das outras disciplinas. Penso que todos deverão aprender Ciências Naturais. Os conhecimentos que adquiro em Ciências Naturais serão úteis na minha vida diária. Penso que a ciência que eu aprendo na escola melhorará as minhas oportunidades de carreira. As Ciências Naturais tornaram-me mais crítico e céptico. As Ciências Naturais estimularam a minha curiosidade acerca das coisas que ainda não conseguimos explicar. As Ciências Naturais aumentaram o meu gosto pela Natureza. As Ciências Naturais mostram-me a importância da ciência para a forma como vivemos. A ciência que aprendo na escola ensina-me como posso cuidar melhor da minha saúde. Gostaria de ser cientista. Gostaria de aprender tanta ciência quanto possível na escola. Gostaria de arranjar um emprego tecnológico. 3. A turma está dividida em dois turnos na disciplina de Ciências Naturais? Sim Não

3 4. Assinala a frequência com que, nas aulas de Ciências Naturais, o professor (a) recorre a situações que envolvam o seguinte: Trabalho individual Trabalho de grupo Trabalho com toda a turma Nunca ou raramente Algumas vezes Muitas vezes Sempre ou quase sempre 5. Indica a frequência com que o professor (a) utiliza nas aulas de Ciências Naturais, as seguintes situações de ensino (em cada linha assinala cada alternativa com apenas um X)? Nunca ou raramente Algumas vezes Muitas vezes Sempre ou quase sempre Resolução de exercícios Resolução de problemas Explicação oral pelo professor Explicação oral pelo professor mostrando coisas e colocando perguntas Uso de episódios da História das Ciências Naturais Aulas dadas por um aluno/grupo de alunos Correcção de teste/trabalhos de casa Revisão da matéria Planificação do trabalho experimental, isto é, explicação cuidadosa do trabalho experimental antes de ser feito. Realização de trabalho experimental Discussão de resultados experimentais Síntese sobre o trabalho experimental, isto é, escrita das ideias principais sobre o trabalho Trabalho de projecto

4 6. Ordena, de acordo com as tuas preferências, as formas de trabalho na sala de aula que se seguem. Coloca um X em cada linha, sendo a 1ª aquela que preferes em 1º lugar. Fazer experiências em grupo, no máximo com 4 alunos. Fazer experiências individualmente. Resolver problemas numéricos. Ouvir a explicação do professor. Ouvir a explicação do professor acompanhada de uma demonstração experimental. 1.ª 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª As minhas aulas de trabalho prático-experimental de Ciências Naturais 7. Quantas horas semanais em média, são utilizadas nas tuas aulas de Ciências Naturais com a realização de trabalho experimental em grupos de alunos? Assinala a alternativa com apenas um X. Nenhuma 30m 1h 2h Mais de 2h 8. Classifica, por ordem de importância os seguintes aspectos do trabalho experimental. Utiliza os números de 1 a 7, sendo o 1 o mais importante e o 7 o menos importante. Fazer uma experiência orientada por uma ficha de trabalho Ver o professor fazer uma demonstração acompanhada de comentários ou questões úteis colocadas aos alunos Adquirir prática no manuseamento de equipamento/material Adquirir prática na obtenção de medidas e avaliar o seu grau de precisão e exactidão Aprender a escrever um relatório sobre trabalho experimental Planear experiências para testar uma hipótese Fazer uma experiência seleccionada para ajudar a compreender os conceitos

5 9. Assinala com um X as razões pelas quais achas que é importante realizares actividades prático-experimentais. Ajuda a desenvolver processos de trabalho científico que não podem ser adquiridos nas aulas teóricas Torna as aulas mais interessantes Ajuda a desenvolver capacidades de comunicação oral e escrita Contribui para o desenvolvimento da auto-responsabilidade e auto-estima de trabalho em relação ao professor Ajuda a compreender melhor a teoria Ajuda a relacionar a teoria e a pratica Ajuda a estabelecer relações entre o conhecimento adquirido na escola e a vida no dia-a-dia. Gosto de testar hipóteses levantadas por mim ou pelo meu grupo Gosto de trabalhar em grupo Ajuda a desenvolver o raciocínio crítico e argumentar com base nos resultados Gosto de manusear o equipamento de laboratório Gosto de observar e medir A experiência é fácil A experiência é difícil e desafiante Se relaciona com a vida do dia-a-dia 10. Se não gostas de trabalho experimental ou não sabes se gostas é porque (assinala apenas uma resposta) Nunca fizeste trabalho experimental Não compreendes o que estás a fazer, na maior parte das vezes É uma perda de tempo na aula e em casa para fazer relatórios Não aprendes melhor Gostas mais e aprendes melhor com aulas teóricas Não gostas de trabalhar em grupo Outra razão. Qual?

6 O meu futuro emprego 11. Qual é a importância das seguintes questões para a tua futura profissão ou emprego? (Assinala a tua resposta com um X em cada linha. Se não perceberes, deixa a linha em branco). Trabalhar com pessoas e não com objectos Ajudar outras pessoas Trabalhar com animais Trabalhar para a protecção do ambiente Trabalhar com algo fácil e não complicado Construir ou consertar coisas com as mãos Trabalhar com máquinas ou ferramentas Trabalho criativo e artístico Usar os meus talentos e capacidades Construir, desenhar ou inventar algo Criar novas ideias Ter muito tempo para os meus amigos Tomar as minhas próprias decisões Trabalho independente de outras pessoas Trabalhar com algo que considero importante e significativo Trabalhar com algo que coincide com os meus valores Ter muito tempo para a minha família Trabalhar em algo que implique viajar muito Ter um emprego estimulante ou emocionante Trabalhar num sítio onde frequentemente acontecem coisas novas e emocionantes Ganhar muito dinheiro Controlar outras pessoas Tornar-me famoso Nada importante Importante Muito importante

7 As minhas opiniões sobre a ciência e a tecnologia 12. Até que ponto concordas com as seguintes afirmações? (Assinala com X. Se não perceberes, deixa a linha em branco). Não tenho a Não estou de acordo Estou de acordo certeza se estou ou não Não sei de acordo A ciência e a tecnologia têm grande importância para a Sociedade A ciência e a tecnologia encontrarão curas para doenças como a SIDA, o cancro, etc. Devido à ciência e à tecnologia, haverá melhores oportunidades para as futuras gerações A ciência e a tecnologia tornam as nossas vidas mais saudáveis, mais fáceis e mais confortáveis As novas tecnologias tornarão o trabalho mais interessante Os benefícios da ciência são maiores do que os efeitos negativos que possa ter A ciência e a tecnologia ajudarão a erradicar a pobreza e a fome no mundo A ciência e a tecnologia podem resolver quase todos os problemas A ciência e a tecnologia ajudam os pobres A ciência e a tecnologia são as causas dos problemas do ambiente Um país precisa de ciência e de tecnologia para se desenvolver A ciência e a tecnologia beneficiam principalmente os países desenvolvidos Os cientistas seguem o método científico que os leva sempre às respostas correctas Podemos sempre confiar no que os cientistas dizem Os cientistas são sempre imparciais e objectivos As teorias científicas desenvolvem-se e mudam constantemente

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem SENTIDOS (principal) Gosto de informações que eu posso verificar. Não há nada melhor para mim do que aprender junto

Leia mais

EXPOSIÇÕES. PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 NOVAS EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS

EXPOSIÇÕES. PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 NOVAS EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 EXPOSIÇÕES Exposições Permanentes Exposições Temporárias Vencer a Distância - Cinco Séculos de Comunicações em Portugal História dos Correios e Telecomunicações

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Questionário. Desenvolvimento Profissional dos Professores

Questionário. Desenvolvimento Profissional dos Professores Questionário Desenvolvimento Profissional dos Professores Com este questionário pretende-se contribuir para o conhecimento de algumas dimensões do desenvolvimento profissional dos professores portugueses,

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

RELATÓRIO. Oficina de Formação

RELATÓRIO. Oficina de Formação RELATÓRIO Oficina de Formação Exploração e construção de situações de aprendizagem da matemática com programação em Scratch no pré escolar e no 1º ciclo do ensino básico Formadores: Miguel Figueiredo e

Leia mais

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN)

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Instituto Superior Técnico Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Núcleo de Engenharia Biológica Em primeiro lugar, a direcção do NEB gostaria de deixar claro que a resposta de forma

Leia mais

European Family Empowerment. Questionário Adolescentes

European Family Empowerment. Questionário Adolescentes European Family Empowerment Questionário Adolescentes CÓDIGO DE ANONIMATO As tuas respostas serão CONFIDENCIAIS e NÃO SERÃO MOSTRADAS a mais ninguém. Como este projecto se focaliza no estudo das famílias,

Leia mais

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de 2015. w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r EUSPELHO Este livro explica como você pode usar sua realidade para obter autoconhecimento. Boa leitura!

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA LUZ E AMOR PSICÓGRAFA A Sessão de 25-01-07 Em nome de Jesus, aqui vim. Em todos nós há algo que nos modifica interiormente, qual seja a convicção da verdade! Mas nem sempre conseguimos pôr para fora nossa verdade

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO LABORAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO LABORAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO LABORAL 7ª Classe 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Educação Laboral - 7ª Classe EDITORA: INIDE IMPRESSÃO: GestGráfica, S.A. TIRAGEM: 2.000 exemplares

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro O meu brinquedo é um livro é um projecto de promoção da leitura proposto pela Associação

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem EXPLORAÇÃO Busco entender como as coisas funcionam e descobrir as relações entre as mesmas. Essa busca por conexões

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE)

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE) Núcleos de Estudo Caderno de Apoio Núcleos de Estudo 1 Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? [perguntou a Alice] Isso depende muito de para onde é que queres ir disse o Gato.

Leia mais

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens.

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens. Os Serviços de Saúde Amigos das Crianças Crianças e Jovens: digam-nos o que pensam! O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões

Leia mais

Eu sei o que quero! Eu compro o que quero!

Eu sei o que quero! Eu compro o que quero! Eu sei o que quero! Eu compro o que quero! As pessoas com dificuldades de aprendizagem têm o poder para escolher os seus serviços de apoio. Este folheto está escrito em linguagem fácil. O que é um consumidor?

Leia mais

Pensando o Corpo. Objectivos. Considerações prévias. Estratégias metodológicas. Sugestões

Pensando o Corpo. Objectivos. Considerações prévias. Estratégias metodológicas. Sugestões Género, Cidadania e Intervenção Educativa: Sugestões Práticas bactividade Objectivos Sugestões Identificar a importância do corpo e da sua aparência. Entender o corpo deficiente. Conhecer as visões de

Leia mais

Setembro, 2008. Fátima Barbosa

Setembro, 2008. Fátima Barbosa Uma nova realidade, um novo desafio Setembro, 2008. História de um Cuidador Tenho 65 anos, fui emigrante na França e na Alemanha e cá em Portugal trabalhei em várias zonas. Sempre gostei da vida! Reformei-me

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer.

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. CAPITULO 3 Ele não é o Homem que eu pensei que era. Ele é como é. Não se julga um Homem pela sua aparência.. Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. Eu costumava saber como encontrar

Leia mais

iagnóstico de Situação Secundária com 3º Ciclo do Marco de Canaveses

iagnóstico de Situação Secundária com 3º Ciclo do Marco de Canaveses No Marco Sabemos Mais Sobre @ Doenças Sexualmente Transmissíveis / Métodos Contracetivos (SMS@DST) Dia iagnóstico de Situação na Escola Secundária com 3º Ciclo do Marco de Canaveses Realizado pela: ASSOCIAÇÃO

Leia mais

Energia da Ponte. marcio.santos

Energia da Ponte. marcio.santos Energia da Ponte marcio.santos Energia das Pontes 1 Agradecimentos Agradeço a partir da essência do meu ser...... ao todo por todas as maravilhosas experiências que me tem oferecido durante este tempo

Leia mais

PROJETO LÍNGUA DE FORA

PROJETO LÍNGUA DE FORA DESCRIÇÃO PROJETO LÍNGUA DE FORA O, de responsabilidade dos professores da disciplina de estágio supervisionado das línguas espanhola, francesa e inglesa, corresponde a 50 horas de estágio, das 200 horas

Leia mais

Encontros de vida que se faz vivendo.

Encontros de vida que se faz vivendo. Encontros de vida que se faz vivendo. Thatiane Veiga Siqueira 1 A menina do coração de chocolate. Juliana tem nove anos, é uma menina de olhos esbugalhados, com sorriso fácil, ao primeiro olhar já se vê

Leia mais

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Apresentação da obra Sempre me disseram que os dragões eram todos maus e que devíamos fugir deles a sete pés. Mas,

Leia mais

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Habilidades: Reconhecer os pronomes demonstrativos como marca em relação à posição, ao espaço e ao tempo no texto; Habilidades: Compreender os pronomes

Leia mais

Define claramente o tema, o seu objectivo e os aspectos a desenvolver. De seguida deves ser capaz de levantar questões sobre o que pretendes

Define claramente o tema, o seu objectivo e os aspectos a desenvolver. De seguida deves ser capaz de levantar questões sobre o que pretendes Como fazes os teus trabalhos escritos? Há dois métodos para fazer trabalhos 1-Vais à Net copias a informação, colas num novo documento, imprimes e já está! 2-Pesquisas informação em fontes diversas, retiras

Leia mais

Aprender com o scratch. E.B. 2,3 José Afonso, Alhos Vedros Filomena Benavente e Ricardo Costa 5.º ano matemática

Aprender com o scratch. E.B. 2,3 José Afonso, Alhos Vedros Filomena Benavente e Ricardo Costa 5.º ano matemática Aprender com o scratch Filomena Benavente e Ricardo Costa 5.º ano matemática 2012 Aprender com o scratch Filomena Benavente e Ricardo Costa 2012 Designação: Aprender com o scratch Enquadramento curricular

Leia mais

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11.

Grande Lisboa 1. Amadora 2.Cascais 3.Lisboa 4.Loures 5.Mafra 6.Odivelas 7.Oeiras 8.Sintra 9. Vila F. Xira 10. Queluz 11. Nº: Com este questionário pretendemos ficar a conhecer-te um bocadinho melhor: os teus gostos, as tuas preferências, e recolher a tua opinião sobre alguns aspetos do teu CED. Podes responder de forma sincera

Leia mais

OBSERVATÓRIO DE TRAJETOS DOS ESTUDANTES DO ENSINO SECUNDÁRIO (OTES) QUESTIONÁRIO À SAÍDA DO ENSINO SECUNDÁRIO

OBSERVATÓRIO DE TRAJETOS DOS ESTUDANTES DO ENSINO SECUNDÁRIO (OTES) QUESTIONÁRIO À SAÍDA DO ENSINO SECUNDÁRIO OBSERVATÓRIO DE TRAJETOS DOS ESTUDANTES DO ENSINO SECUNDÁRIO (OTES) QUESTIONÁRIO À SAÍDA DO ENSINO SECUNDÁRIO Olá, Agradecemos a tua colaboração na resposta a este questionário. O questionário é confidencial,

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Transcrição de Entrevista n º 24

Transcrição de Entrevista n º 24 Transcrição de Entrevista n º 24 E Entrevistador E24 Entrevistado 24 Sexo Feminino Idade 47 anos Área de Formação Engenharia Sistemas Decisionais E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

Adolescência. i dos Pais

Adolescência. i dos Pais i dos Pais Adolescência Quem sou eu? Já não sou criança, ainda não sou adulto, e definitivamente não sou apenas um filho, pareço ser outra coisa que assume um lugar social! É a questão colocada por muitos

Leia mais

Deus: Origem e Destino Atos 17:19-25

Deus: Origem e Destino Atos 17:19-25 1 Deus: Origem e Destino Atos 17:19-25 Domingo, 7 de setembro de 2014 19 Então o levaram a uma reunião do Areópago, onde lhe perguntaram: "Podemos saber que novo ensino é esse que você está anunciando?

Leia mais

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Português A2 Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Direção de Serviços de Língua e Cultura Composição Gráfica: Centro Virtual Camões

Leia mais

Anexo 1. Materiais Didácticos Fase de Diagnóstico. Documento 1 Teste de compreensão oral de texto (COT)

Anexo 1. Materiais Didácticos Fase de Diagnóstico. Documento 1 Teste de compreensão oral de texto (COT) Anexo 1 Materiais Didácticos Fase de Diagnóstico Documento 1 Teste de compreensão oral de texto (COT) Transcrição do estímulo oral do teste de COT (quatro ano e sexto ano) Experiências em Animais Por causa

Leia mais

UM CURSO DE GEOBIOLOGIA 8: AS MIL E UMA NOITES: A INTERAÇÃO HOMEM E NATUREZA A BUSCA DA UNIDADE NA DIVERSIDADE

UM CURSO DE GEOBIOLOGIA 8: AS MIL E UMA NOITES: A INTERAÇÃO HOMEM E NATUREZA A BUSCA DA UNIDADE NA DIVERSIDADE UM CURSO DE GEOBIOLOGIA 8: AS MIL E UMA NOITES: A INTERAÇÃO HOMEM E NATUREZA A BUSCA DA UNIDADE NA DIVERSIDADE Marcos Alves de Almeida (www.geomarcosmeioambiente.com.br) Em 1995, trabalhando no IPT Instituto

Leia mais

ROTEIRO DIÁRIO SEQUÊNCIA DAS ATIVIDADES/ ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS. Vinheta do Projeto

ROTEIRO DIÁRIO SEQUÊNCIA DAS ATIVIDADES/ ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS. Vinheta do Projeto Componente Curricular: Ciências Série/Ano Letivo: 9º ano/2014 Professor Ministrante: Giselle Palmeira e Silone Guimarães Carga Horária: 5 horas/aula Data: 26/03/2014 Aula: 14 Teleaula: 53 Título: Gerador

Leia mais

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita Areias 19 de Janeiro de 2005 Querida Mãezita Escrevo-te esta carta para te dizer o quanto gosto de ti. Sem ti, eu não teria nascido, sem ti eu não seria ninguém. Mãe, adoro- -te. Tu és muito importante

Leia mais

Mensagem de Prem Rawat

Mensagem de Prem Rawat Mensagem de Prem Rawat na Conferência de Paz Nórdica 2012 Conf. Nórdica, Página 1 Gostaria de falar-vos sobre paz. Eu sei que quase toda a gente tem a sua interpretação do que é a paz. Para mim, a paz

Leia mais

O presidente falou ontem aos alunos da América

O presidente falou ontem aos alunos da América Publicado em 09 de Setembro de 2009 O presidente falou ontem aos alunos da América Sei que para muitos de vocês hoje é o primeiro dia de aulas, e para os que entraram para o jardim infantil, para a escola

Leia mais

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN)

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Instituto Superior Técnico Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Núcleo de Engenharia Biológica Em primeiro lugar, a direcção do NEB gostaria de deixar claro que a resposta de forma

Leia mais

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Histórias de Comunidade de Aprendizagem Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Introdução O projeto Comunidade de Aprendizagem é baseado em um conjunto de atuações de êxito voltadas para a transformação

Leia mais

1. Motivação para o sucesso (Ânsia de trabalhar bem ou de se avaliar por uma norma de excelência)

1. Motivação para o sucesso (Ânsia de trabalhar bem ou de se avaliar por uma norma de excelência) SEREI UM EMPREENDEDOR? Este questionário pretende estimular a sua reflexão sobre a sua chama empreendedora. A seguir encontrará algumas questões que poderão servir de parâmetro para a sua auto avaliação

Leia mais

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos.

Entrevista A2. 2. Que idade tinhas quando começaste a pertencer a esta associação? R.: 13, 14 anos. Entrevista A2 1. Onde iniciaste o teu percurso na vida associativa? R.: Em Viana, convidaram-me para fazer parte do grupo de teatro, faltava uma pessoa para integrar o elenco. Mas em que associação? Na

Leia mais

Férias de Verão no Museu da CARRIS Semanas Temáticas Expressão Plástica Expressão Corporal Expressão Musical

Férias de Verão no Museu da CARRIS Semanas Temáticas Expressão Plástica Expressão Corporal Expressão Musical A ação educativa nas Semanas Temáticas do Museu da CARRIS é vocacionada para crianças e jovens adolescentes. Propõe a realização de atividades lúdicas e interativas que estimulem o pensamento, sensações

Leia mais

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês Anexo 2 INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS A Motivação no Ensino Aprendizagem Questionário sobre as aulas de Inglês O objectivo deste questionário é ajudar-te a teres um conhecimento melhor de ti próprio

Leia mais

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência.

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência. KIT_PEDA_EST_MEIO_5:FERIAS_5_6 09/12/28 15:07 Page 1 1. o CICLO KIT PEDAGÓGICO Pedro Reis ESTUDO DO MEIO 5 Propostas para planeamento, exploração e avaliação de visitas a museus e centros de ciência ISBN

Leia mais

ESTE RAPAZ ESTÁ LOUCO NÃO, NÃO PODE SER!

ESTE RAPAZ ESTÁ LOUCO NÃO, NÃO PODE SER! RELOGIOS NÃO TE PEÇO A LUA...? OLHA! VAI ALI O LEONARDO! LEONARDO NÃO TINHA FEITO NADA DE MAL. O QUE ESTAVA ENTÃO A INCOMODA-LO? DE QUEM ESTAVA ELE A FUGIR? ESTE RAPAZ ESTÁ LOUCO NÃO, NÃO PODE SER! QUERES

Leia mais

Instituto de Educação Marista Nossa Senhora das Graças Viamão RS USBEE União Sul Brasileira de Educação e Ensino. Tecnologias para Aprender e Ensinar

Instituto de Educação Marista Nossa Senhora das Graças Viamão RS USBEE União Sul Brasileira de Educação e Ensino. Tecnologias para Aprender e Ensinar Instituto de Educação Marista Nossa Senhora das Graças Viamão RS USBEE União Sul Brasileira de Educação e Ensino Tecnologias para Aprender e Ensinar Apresenta uma experiência na construção de jogos infantis

Leia mais

Anexo A - A UTILIZAÇÃO DAS TIC PELOS ALUNOS (Questionário)

Anexo A - A UTILIZAÇÃO DAS TIC PELOS ALUNOS (Questionário) ANEXOS Anexo A - A UTILIZAÇÃO DAS TIC PELOS ALUNOS (Questionário) 153 A UTILIZAÇÃO DAS TIC PELOS ALUNOS (ESCOLA E.B. 2,3 DE SOURE 7.º Ano de Escolaridade) QUESTIONÁRIO A tua colaboração no preenchimento

Leia mais

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS VALOR AVALIAÇÃO 1. Durante o período de aprendizagem o aluno deverá

Leia mais

PRONATEC PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO. Lócus de controle

PRONATEC PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO. Lócus de controle Lócus de controle As pessoas tendem a buscar explicações sobre sua conduta, seus resultados e suas conseqüências com o objetivo de predizer, compreender, justificar e controlar o mundo. Todos buscamos

Leia mais

Estratégias a utilizar

Estratégias a utilizar Introdução Ao olharmos à nossa volta e ao estarmos atentos à informação que nos chega diariamente através dos vários órgãos de comunicação social, chegamos à triste conclusão que a vida no planeta Terra

Leia mais

Questionário aos Bolseiros. da Fundação Rotária Portuguesa. Este questionário pretende conhecer as opiniões do bolseiros da Fundação Rotária

Questionário aos Bolseiros. da Fundação Rotária Portuguesa. Este questionário pretende conhecer as opiniões do bolseiros da Fundação Rotária Questionário aos Bolseiros da Fundação Rotária Portuguesa Este questionário pretende conhecer as opiniões do bolseiros da Fundação Rotária Portuguesa sobre o apoio que lhes é prestado. A sua resposta a

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS COMO FAZER UM TRABALHO DE PESQUISA

BIBLIOTECA ESCOLAR CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS COMO FAZER UM TRABALHO DE PESQUISA BIBLIOTECA ESCOLAR CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS COMO FAZER UM TRABALHO DE PESQUISA Se pesquisares sobre os temas das aulas, serás um aluno de sucesso que saberá aprender e continuará a aprender pela vida

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

Dica: Objectivo de HOJE: Tarefas. Identifique e envolva-se em desafios para os quais tem que adquirir ou desenvolver novos conhecimentos.

Dica: Objectivo de HOJE: Tarefas. Identifique e envolva-se em desafios para os quais tem que adquirir ou desenvolver novos conhecimentos. JANEIRO Identifique e envolva-se em desafios para os quais tem que adquirir ou desenvolver novos conhecimentos. A curiosidade traduz-se em três comportamentos: ter interesse por algo, procurar novidades

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Caderno 1. Língua Portuguesa. Teste Intermédio de Língua Portuguesa. Caderno 1. Teste Intermédio. 2.º Ano de Escolaridade

Caderno 1. Língua Portuguesa. Teste Intermédio de Língua Portuguesa. Caderno 1. Teste Intermédio. 2.º Ano de Escolaridade Teste Intermédio de Língua Portuguesa Caderno 1 Teste Intermédio Língua Portuguesa 2.º Ano de Escolaridade Duração do Teste: 45 min (Caderno 1) + 30 min (pausa) + 45 min (Caderno 2) 31.05.2012 Nome do

Leia mais

Conferência Crianças e Meios Digitais Móveis em Portugal

Conferência Crianças e Meios Digitais Móveis em Portugal Conferência Crianças e Meios Digitais Móveis em Portugal Painel 1 Meios móveis de acesso à internet: O contexto português Cristina Ponte Co-funded by the European Union Estrutura da apresentação o Locais

Leia mais

O circo vai à escola

O circo vai à escola O circo vai à escola Não é nenhuma novidade trabalhar com atividades circenses em escolas, principalmente no Ensino Fundamental I - eu mesma já realizei esse trabalho há 10 anos - e o ano passado resolvi

Leia mais

Projecto de Desenvolvimento Escolar Comenius Acção Comenius 1 - Parcerias entre escolas

Projecto de Desenvolvimento Escolar Comenius Acção Comenius 1 - Parcerias entre escolas Projecto de Desenvolvimento Escolar Comenius Acção Comenius 1 - Parcerias entre escolas Avaliação: um passo determinante para a implementação da qualidade no ensino O objectivo deste projecto é a compreensão

Leia mais

Músicas Para Casamento

Músicas Para Casamento Músicas Para Casamento 01. Você e Eu - Eliana Ribeiro 7M 7M C#m7 F#7/5+ F#7 Bm7 Quero estar com você, / Lembrar de cada momento bom; C#m7 m7 C#m7 #m7 Em7 7/9 Reviver a nossa história, nosso amor. 7M #m7/5-

Leia mais

Capítulo II O QUE REALMENTE QUEREMOS

Capítulo II O QUE REALMENTE QUEREMOS Capítulo II O QUE REALMENTE QUEREMOS Neste inicio de curso de Formação em Coaching e Mentoring do Sistema ISOR, eu quero fazer a seguinte pergunta: o que vocês mais querem da vida hoje? Alguém pode começar?

Leia mais

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011 Brincando A Cigana - Caravaggio Vamos colorir??? Reparaste qual o tema do nosso casamento? Estavas desatento? Pois é, hoje falámos de pintura. Que tal fazermos

Leia mais

Escala de classificação. - Produção de textos - Nome do aluno(a) Comentário: Dificuldade. Comentário: Dificuldade. Comentário:

Escala de classificação. - Produção de textos - Nome do aluno(a) Comentário: Dificuldade. Comentário: Dificuldade. Comentário: Escala de classificação - Produção de textos - Nome do aluno(a) Ano Turma Data / / 1. Escreve de um modo legível? Dificuldade Comentário: 2. Organiza o texto com lógica? Dificuldade Comentário: 3. Faz

Leia mais

3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online. Por Tiago Bastos, Criador da Máquina de Vendas Online

3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online. Por Tiago Bastos, Criador da Máquina de Vendas Online Por Tiago Bastos 1 Se não pode subir a montanha, torne-se uma. Por Tiago Bastos 2 3 Dicas Infalíveis Para Ganhar Dinheiro Online! Por Tiago Bastos Declaração De Ganhos Com O Uso De Nossos Produtos A empresa

Leia mais

C406. Ensino e aprendizagem com TIC na educação pré-escolar e no 1º ciclo do Ensino Básico

C406. Ensino e aprendizagem com TIC na educação pré-escolar e no 1º ciclo do Ensino Básico C406. Ensino e aprendizagem com TIC na educação pré-escolar e no 1º ciclo do Ensino Básico Formadores: Eunice Macedo e Carlos Moedas Formando: Irene do Rosário Beirão Marques Entidade formadora: Centro

Leia mais

André Sanchez Blog Esboçando Ideias E-BOOK GRÁTIS. Uma realização: André Sanchez. www.esbocandoideias.com

André Sanchez Blog Esboçando Ideias E-BOOK GRÁTIS. Uma realização: André Sanchez. www.esbocandoideias.com E-BOOK GRÁTIS 8 razões para confiar que Deus te socorrerá Uma realização: André Sanchez www.esbocandoideias.com Se quiser falar com o autor, entre em contato pelo e-mail: andre@esbocandoideias.com A distribuição

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI Muitas pessoas me perguntam se a maquina de vendas online é fraude do Tiago bastos funciona de verdade ou se não é apenas mais uma fraude dessas que encontramos

Leia mais

Biodanza. Para Crianças e Jovens. Manuela Mestre Robert

Biodanza. Para Crianças e Jovens. Manuela Mestre Robert Biodanza Para Crianças e Jovens Manuela Mestre Robert FICHA TÉCNICA: TÍTULO Biodanza para Crianças e Jovens AUTORIA Manuela Mestre Robert Manuela Mestre Robert, 2008 CAPA Crianças do 1º ciclo do Ensino

Leia mais

00.035.096/0001-23 242 - - - SP

00.035.096/0001-23 242 - - - SP PAGINA 1 O CARÁTER CRISTÃO 7. O CRISTÃO DEVE TER UMA FÉ OPERANTE (Hebreus 11.1-3) Um leitor menos avisado, ao ler o texto pode chegar à conclusão de que a fé cria coisas pelas quais esperamos. A fé não

Leia mais

6 Estimular a Criatividade

6 Estimular a Criatividade OZARFAXINARS N.2 DEZEMBRO 2005 121 6 Estimular a Criatividade Como aspecto menos valorizado pela Escola, a criatividade pode estimular novas formas de o jovem se relacionar com o mundo, desenvolvendo atitudes

Leia mais

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM BEM-VINDA!! Meu nome é Ives Lopes e eu sou a autora deste guia 22 ideias de negócios para começar já. Vê essa foto? Sou eu em minha Esmalteria, a Eva Nail Club. Foi um sucesso enquanto durou, mas infelizmente

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA 11ª, 12ª e 13ª classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Metodologia do Ensino de Educação

Leia mais

Objetivo : levar a criança a pensar em si mesma, como indivíduo, como pessoa, como ela mesma. Aprendendo a refletir e a concentrar em si mesma.

Objetivo : levar a criança a pensar em si mesma, como indivíduo, como pessoa, como ela mesma. Aprendendo a refletir e a concentrar em si mesma. Tema : Quem sou eu? Objetivo : levar a criança a pensar em si mesma, como indivíduo, como pessoa, como ela mesma. Aprendendo a refletir e a concentrar em si mesma. Bibliografia : a) LE, itens 919 e 919a,

Leia mais

Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil. leolearning.com

Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil. leolearning.com Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil leolearning.com O tema hoje é engajamento, vamos falar de dez maneiras de engajar o público em treinamentos a distância. Como vocês podem ver, toda a minha apresentação

Leia mais

Destralhar sem dramas

Destralhar sem dramas Destralhar sem dramas Mafalda Santos Zenida Olá! Sou a Mafalda, do blogue It's (not) so simple! Em primeiro lugar, obrigada pelo teu interesse no meu blogue e neste pequeno guia prático de como destralhar

Leia mais

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS!

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS! As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

Mestrado em Ciências da Educação. Educação e formação de jovens e adultos pouco escolarizados PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DA ESCRITA

Mestrado em Ciências da Educação. Educação e formação de jovens e adultos pouco escolarizados PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DA ESCRITA Mestrado em Ciências da Educação Educação e formação de jovens e adultos pouco escolarizados PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA DA ESCRITA NOME DO PROJETO: Memórias com escrita TEMÁTICA: Experiências dos

Leia mais

Identificação do projeto

Identificação do projeto Seção 1 Identificação do projeto ESTUDO BÍBLICO Respondendo a uma necessidade Leia Neemias 1 Neemias era um judeu exilado em uma terra alheia. Alguns dos judeus haviam regressado para Judá depois que os

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA A PARTIR DO DESENHO INFANTIL. Otília Damaris Psicopedagoga

AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA A PARTIR DO DESENHO INFANTIL. Otília Damaris Psicopedagoga AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA A PARTIR DO DESENHO INFANTIL Otília Damaris Psicopedagoga AVALIAÇÃO E INTERVENÇÃO PSICOPEDAGÓGICA A PARTIR DO DESENHO INFANTIL O desenho é uma das formas de expressão

Leia mais

O uso do passaporte da comunicação no desenvolvimento de Interação e comunicação de pessoas com surdocegueira e com deficiência múltipla sensorial

O uso do passaporte da comunicação no desenvolvimento de Interação e comunicação de pessoas com surdocegueira e com deficiência múltipla sensorial O uso do passaporte da comunicação no desenvolvimento de Interação e comunicação de pessoas com surdocegueira e com deficiência múltipla sensorial 1 O uso do passaporte da comunicação no desenvolvimento

Leia mais

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé

MÚSICAS. Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé MÚSICAS Hino da Praznik Sempre Quando vens p ras colónias Sei de alguém Menino de Bronze Tenho Vontade VuVu & ZéZé Hino da Praznik Do Fá Gosto de aqui estar Sol Do E contigo brincar E ao fim vou arranjar

Leia mais

Princípios de Fé Estudo 1

Princípios de Fé Estudo 1 Estudo 1 1 Tema: A fé e a comunhão Texto Base: o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com

Leia mais

Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram

Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram 4 Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram feitos e quando foram feitos. Queres saber algumas das

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011

PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011 PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011 INDICE: Quem somos? Oferta formativa Curso Acções Formativas CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES ESTES MIÚDOS SÃO IMPOSSÍVEIS!!! - GESTÃO DE COMPORTAMENTOS

Leia mais

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA Antonio Carlos Pavão Quero saber quantas estrelas tem no céu Quero saber quantos peixes tem no mar Quero saber quantos raios tem o sol... (Da canção de João da Guabiraba

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

(PI): 01 - O 01 (A1):

(PI): 01 - O 01 (A1): Tema do Projeto: Composição Musical em Banda Pop/Rock em contexto extracurricular Que aprendizagens e motivações são desenvolvidas no projeto de composição de canções a partir de sequências harmónicas

Leia mais

R I T A FERRO RODRIGUES

R I T A FERRO RODRIGUES E N T R E V I S T A A R I T A FERRO RODRIGUES O talento e a vontade de surpreender em cada projecto deixou-me confiante no meu sexto sentido, que viu nela uma das pivôs mais simpáticas da SIC NOTÍCIAS.

Leia mais