Como projetos de voluntariado nas escolas estão estimulando estudantes a se envolverem em ações que promovem a solidariedade e o compromisso social

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como projetos de voluntariado nas escolas estão estimulando estudantes a se envolverem em ações que promovem a solidariedade e o compromisso social"

Transcrição

1 Gestão Pedagógica capa Por Carolina Mainardes Fazer mais pelo próximo Como projetos de voluntariado nas escolas estão estimulando estudantes a se envolverem em ações que promovem a solidariedade e o compromisso social Ações de voluntariado engrandecem a vida, não apenas de quem as recebe, mas também de quem as realiza. Essa é a conclusão ao ouvir as histórias sobre os projetos desenvolvidos em escolas que optaram por fazer mais do que simples iniciativas assistencialistas. Elas arregaçaram as mangas e criaram projetos estimulantes e envolventes, com resultados animadores. Ao apontar a importância do ato de fazer mais pelo próximo, de se importar com o outro e de fazer a diferença no mundo, as instituições de ensino vão além da formação para o conhecimento curricular e engajam-se na formação integral do aluno. É fundamental valorizar escolas que compreendam a importância da formação cidadã de seus jovens, estabelecimentos de ensino que valorizem a aprendizagem fora do ambiente da sala de aula, ressalta André Russo, jornalista da Rádio Bandeirantes e coordenador do Prêmio Escola Voluntária uma promoção da Rádio Bandeirantes em parceria com a Fundação Itaú Social. O prêmio teve sua 12ª edição em 2012 e, desde sua criação, aproximadamente cinco mil instituições de ensino participaram. Os aspectos principais dos projetos vencedores, segundo Russo, são o planejamento e a clareza das ações, o volume de participação dos estudantes, a autonomia dos jovens na realização das tarefas e o fato de ser uma iniciativa voluntária. Sem dúvida, a capacidade de relacionar conteúdos disciplinares com a ação não é uma regra, a real perspectiva de o projeto perdurar a depender de sua característica, e a capacidade de execução das ações por parte dos alunos são características comuns entre os projetos premiados, comenta o coordenador. Na Escola Internacional de Alphaville, em Barueri (SP), o projeto Janelas para o Futuro segundo lugar no 12º Prêmio Escola Voluntária torna evidente o protagonismo dos alunos no desenvolvimento das ações. Estudantes voluntários da oitava série e do ensino médio transformam-se em alunos educadores e dividem seus conhecimentos em áreas diversas com jovens oriundos de famílias de baixa renda que vivem na região do entorno da instituição. Semanalmente, trinta alunos educadores participam da ação chamada de intercâmbio de conhecimentos, visões de mundo e aprendizados com 128 jovens de escolas públicas, ONGs e instituições de amparo ao menor. As atividades são realizadas na própria escola internacional e vão de aulas de Inglês e Espanhol a teatro, natação, esgrima, atualidades e empreendedorismo. É uma troca. Não há um benefício acadêmico, o ganho é pessoal. O aluno [da escola internacional] que participa tem um crescimento muito grande por estar contribuindo para um mundo melhor. Fazer um trabalho voluntário é obrigação de todo cidadão e, além disso, faz bem à gente, ao outro e ao País, diz Marilda Bardal, coorde- 22 GESTÃO Educacional Para assinar:

2 nadora de Relações Institucionais e Internacionais do colégio. Segundo ela, o trabalho voluntário está no DNA da escola. Além dos benefícios obtidos na preparação os alunos têm que consolidar seu conhecimento para poder passá-lo para outro, Marilda elenca outras habilidades desenvolvidas a partir da experiência: responsabilidade, compromisso, liderança, solidariedade, respeito às diferenças. São muitos os valores adquiridos. Por outro lado, os adolescentes que fazem parte do público atendido pelas ações do projeto desenvolvem o potencial artístico e aptidões para uma futura carreira profissional. São adolescentes que vêm em busca de conhecimento, comenta a coordenadora. Ela conta que vários deles estão conseguindo o primeiro emprego por frequentar as aulas de idiomas, atualidades e empreendedorismo. O projeto busca integrar jovens de diferentes realidades socioeconômicas para que o aluno exercite sua cidadania por meio de ações que contribuam para a construção de um mundo mais justo, sustentável e solidário, disseminando os princípios da Cultura de Paz e Não- Violência, completa Marilda. A aluna Stephanie Cukier, de 17 anos, que terminou o 3º ano do É responsabilidade da EScola fazer com que OS alunos conheçam outras realidades ensino médio em 2012, participou do projeto dando aulas de teatro e Inglês. Acho importante fazer parte de um projeto social. Muita gente precisa do conhecimento que recebemos na Escola Internacional de Alphaville. São pessoas que não têm a mesma oportunidade que nós, então abrimos a janela deles para o futuro. Me sinto bem com isso, afirma. Gabriela Rocha, de 17 anos, que também concluiu o 3º ano no ano passado, participou da iniciativa como professora de teatro e fala sobre o projeto com entusiasmo: as aulas são muito dinâmicas e sempre estávamos trabalhando juntos. Eles eram bem mais tímidos e não gostavam de fazer cena de palco. Depois, houve uma relação de confiança. Na despedida, foi triste, eu chorei. Ela comenta que no início havia 12 inscritos para as aulas e, em três semanas, o número saltou para 40. Marilda acredita que a ação de voluntariado difere da caridade. O trabalho voluntário é muito ligado à cidadania e à solidariedade. É algo que vai fazer diferença para o outro, no sentido de proporcionar ferramentas para que ele se coloque em pé de igualdade com aquele que recebe educação de alta qualidade, ressalta. O sucesso do projeto o interesse dos alunos para serem voluntários é cada vez maior fez com que a escola pla- Para assinar: GESTÃO Educacional 23

3 Marilda Bardal, coordenadora de Relações Institucionais e Internacionais da Escola Internacional de Alphaville: o aluno que participa tem um crescimento muito grande por estar contribuindo para um mundo melhor Irmã Vaneide, coordenadora do projeto Sion Solidário, do Colégio Sion do Rio de Janeiro: é uma rede grande de ganhos com o voluntariado, a gente não só ajuda, mas também recebe Ana Maria Vitale, coordenadora de Língua Portuguesa do Colégio Visconde de Porto Seguro de Valinhos: as crianças desenvolvem noções de solidariedade, respeito e acessibilidade Denise Tonglet Gatti, orientadora educacional do ensino médio do Colégio Visconde de Porto Seguro Morumbi: os alunos tiram a atenção deles mesmos e começam a exercitar o olhar para o outro Fotos: Divulgação nejasse ampliá-lo neste ano, com a inclusão de ações nas áreas de música e um projeto na área de leitura. DOAR-SE No Colégio Sion, do Rio de Janeiro, uma ação que teve início em 2012 também vem rendendo frutos. O projeto Sion Solidário menção honrosa no 12º Prêmio Escola Voluntária nasceu com o objetivo de ajudar uma instituição da comunidade onde está localizado o colégio, que fica em Cosme Velho. Como conta a coordenadora do projeto, Irmã Vaneide, a Obra Social Cristo Redentor Creche Santana, que fica em Laranjeiras, foi a instituição escolhida. Ficamos sabendo que a creche enfrentava dificuldades e então resolvemos agir envolvendo nossos alunos e professores com ações de voluntariado e a alegria de doar-se ao próximo, explica a coordenadora. O projeto contempla várias ações: em uma visita semanal dos alunos do 9º ano do Sion à creche, são desenvolvidas atividades como contação de histórias, pintura e atividades culturais. Os alunos [do Sion] destacam a importância da leitura e, ao mesmo tempo, de alimentar os sonhos, comenta irmã Vaneide. Como muitas das crianças atendidas pela creche vivem em regiões sem saneamento básico, os estudantes montam kits de higiene pessoal para falar sobre noções de higiene e saúde. O colégio periodicamente também abre as portas aos alunos da creche quando acontece o lanche partilhado em que cada estudante do Sion leva um lanche duplo, para dividir com o coleguinha da creche, assim como há atividades nos laboratórios, nos diversos espaços da escola (como a horta, as áreas com animais e o parquinho), apresentações culturais e de filmes. É muito grande o envolvimento de todos; as crianças e as famílias vêm sendo incentivadas a atos de solidariedade, conta a Irmã Vaneide. Também são realizadas oficinas de formação para as professoras da creche, que entram em contato com novas práticas de educação. A coordenadora do projeto acredita que o ato solidário voluntário ajuda na formação da personalidade, do caráter, do compromisso social, da formação da cidadania e ainda na melhora do relacionamento entre alunos e professores. É uma rede grande de ganhos com o voluntariado, a gente não só ajuda, mas também recebe. Temos vibrado muito com o retorno desse projeto, da alegria de doar-se e de transformar a realidade do outro, enfatiza. A diretora da creche, Maria Helena Rodrigues Henrique Ferreira, também fala com entusiasmo da experiência. É uma troca, uma renovação em termos do trabalho das educadoras, uma outra visão da didática, comenta. A relação dos alunos é destacada: os dois acabam ganhando. São momentos de prazer e aprendizado, a gente vê a felicidade das crianças compartilhando o lanche, se divertindo nos brinquedos diferentes, é uma troca muito grande. Ela acredita que é responsabilidade da escola desenvolver conceitos de solidariedade e fazer com que os alunos conheçam outras realidades. Eles estão fazendo alguma coisa, se sentindo úteis, e isso é muito gratificante para as duas partes, observa. O projeto também prevê a doação de alimentos e de artigos de higiene e limpeza, arrecadados em eventos beneficentes organizados pelo colégio, como o Arraial Solidário, com intensa participação de alunos, pais e professores. Os alunos estão muito mais integra- 24 GESTÃO Educacional Para assinar:

4 dos, dispostos a colaborar em tudo. A maioria das ações surge de ideias deles, revela Irmã Vaneide. Daqui pra frente, segundo ela, a meta é continuar e fazer cada vez mais. [O projeto] não tinha tanta pretensão, mas foi um crescendo, envolvendo alunos, pais, professores. É uma troca muito sincera e fiel, e pela criatividade e empolgação, tenho certeza que o projeto vai continuar, ressalta a coordenadora. Irmã Vaneide acrescenta que a valorização da pessoa humana é estimulada ainda nas aulas de Ensino Religioso, Filosofia e Sociologia, na orientação educacional e no contato diário entre professores e alunos. Olhar para O OUTRO A via de mão dupla quem se doa também recebe é unânime nas ações de voluntariado. No Colégio Visconde de Porto Seguro, unidade de Valinhos (SP), um dos projetos de voluntariado é a parceria com o Centro Cultural Louis Braille, de Campinas (SP), que vem envolvendo alunos e seus familiares, professores e demais participantes. Para alguns alunos, é a primeira vez que entram em contato com pessoas com deficiência visual. Tudo começou com a leitura do livro A menina que fez a América, de Ilka Brunhilde Laurito (Editora FTD), conta Ana Maria Arruda Dias Vitale, professora e coordenadora de Língua Portuguesa do nível II. Em um dos capítulos, a protagonista da história conhece uma pessoa com deficiência visual. A partir da análise do livro, ampliamos a parceria com o Centro Louis Braille, que sempre teve uma ligação com o colégio, completa a coordenadora. O trabalho, que culmina com a doação de materiais para o centro, como CDs e papel sulfite, passa por etapas que permitem uma aproximação maior entre os alunos e a clientela atendida. Representantes do Centro Braille ministram palestras para os alunos do colégio, para falar sobre o trabalho desenvolvido, os cuidados com a visão e a rotina das pessoas com deficiência visual. Neste ano, conforme Ana Maria, o palestrante foi o Roberto, que ficou cego do dia para a noite, já adulto, por conta de um problema de saúde. Esse contato é muito marcante, as crianças ficam apaixonadas, observa a coordenadora. A aluna Maria Fernanda Santos Betanho, de 10 anos, ficou encantada com a palestra: foi muito legal e importante para nós, pois mostrou como devemos tratar um cego quando o encontramos na rua, como devemos fazer para nos prevenir da cegueira, etc. Mas o mais legal foi ver o Roberto feliz e vivendo uma vida normal. O entusiasmo contagia a família e, segundo Ana Maria, as doações crescem muito após a palestra e muitos pais e irmãos dos alunos passam a ser voluntários do centro. Por meio desse projeto, criamos interesse nas crianças pelas questões do dia a dia do deficiente visual; elas passam a prestar atenção nesses detalhes e desenvolvem noções de solidariedade, respeito e acessibilidade, comenta Ana Maria. O envolvimento vem sendo grande, o que leva a escola a planejar o incremento do projeto a cada ano. No Colégio Visconde de Porto Seguro, unidade Morumbi, em São Paulo (SP), outro projeto trabalha questões de voluntariado com os estudantes: é o Quem se importa. Segundo Denise Tonglet Gatti, orientadora educacional do ensino médio, a iniciativa surgiu a partir do filme de mesmo nome, dirigido por Mara Mourão. Denise aproveitou a mensagem do longa-metragem, apresentado aos alunos na atividade denomi- Saiba mais sobre o Prêmio Escola Voluntária O Prêmio Escola Voluntária visa divulgar, incentivar e premiar instituições de ensino responsáveis por projetos sociais que incentivem o trabalho voluntário entre os seus alunos. O trabalho voluntário deve ter a participação de alunos do 9º ano do ensino fundamental e/ ou ensino médio. Podem concorrer ao Prêmio Escola Voluntária todas as escolas de ensino fundamental e/ ou médio, da rede pública ou privada, que realizem trabalho social em prol da comunidade (com a participação de alunos das séries já citadas). A inscrição poderá ser realizada pela internet, por meio do site ou, ainda, pelo correio. Fonte: André Russo, jornalista da Rádio Bandeirantes e coordenador do Prêmio Escola Voluntária Mais informações sobre o Prêmio Escola Voluntária podem ser obtidas no site com.br nada cine-debate inclusive com a participação da diretora do filme, e o desenvolvimento das atividades de orientação profissional, com a turma do segundo ano do ensino médio, para propor aos alunos olharem para o mundo e para o outro, de forma fraterna e aberta. A ação ganhou caráter interdiscipli- Para assinar: GESTÃO Educacional 25

5 nar antes mesmo da apresentação do filme, com a integração das disciplinas de Línguas Estrangeiras Inglês, Alemão e Espanhol. Foram feitas várias atividades, como produção de curtas-metragens e de textos. Tudo isso para ir sensibilizando os alunos para que começassem a abrir os olhos para as necessidades que o mundo apresenta e aí fazer com que pensassem: o que eu quero, o que o mundo espera de mim, explica a orientadora. O projeto resultou em ações como a campanha de arrecadação de lacres de latas de refrigerante para a compra de cadeiras de rodas, em parceria com o Rotary Club de Santos (SP), e o projeto de inclusão digital para pais de alunos bolsistas, oriundos de famílias carentes. Neste último, os alunos do ensino médio do colégio se candidataram para dar aulas aos pais, orientados pela equipe de Tecnologia Educacional. Os alunos também fazem arrecadação de brinquedos novos e usados e eles mesmos consertam os brinquedos quando é necessário. Eles tiram a atenção Na Escola Internacional de Alphaville, os estudantes se transformam em alunos educadores para ensinar crianças e adolescentes que vivem nas comunidades do entorno da instituição No Colégio Sion do Rio de Janeiro, alunos participam de ações voluntárias que beneficiam as crianças da creche Santana, com atividades sobre noções de higiene e lanche compartilhado 26 GESTÃO Educacional Para assinar:

6 deles mesmos e começam a olhar em frente e exercitar o olhar para o outro. E eles aprendem a partir de experiências e de ações. Além de despertar vocações, o projeto ainda desenvolve o [lado] humano, considera Denise. Ela ainda completa: a gente só adquire sabedoria quando o aprendizado passa pelo coração e resulta em ações. Para 2013, a expectativa é de aprimorar as ações externas o que implica certa logística, comenta a orientadora para atividades que os próprios alunos sugeriram em asilos, hospitais, entidades assistenciais. G +PARA LER A menina que fez a América Autora: Ilka Brunhilde Laurito Editora FTD +PARA ASSISTIR Quem se importa Direção: Mara Mourão No Colégio Visconde de Porto Seguro de Valinhos, alunos acompanham palestras de pessoas com deficiência visual do Centro Cultural Louis Braille para depois colaborarem com a instituição Alunos do Colégio Visconde de Porto Seguro de São Paulo (Morumbi) preparam e até consertam brinquedos para doação, arrecadados entre os estudantes Para assinar: GESTÃO Educacional 27

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou.

Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Brasília 201 4 1 Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou. Margaret Mead 2 O que é a F4TP? O INSTITUTO FIGHT

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

Relatório De Projeto Comunitário. Nicolle Félix Teixeira W. 1º RJGE João Ribeiro dos Santos Reg. 785361-0

Relatório De Projeto Comunitário. Nicolle Félix Teixeira W. 1º RJGE João Ribeiro dos Santos Reg. 785361-0 Relatório De Projeto Comunitário. Nicolle Félix Teixeira W. 1º RJGE João Ribeiro dos Santos Reg. 785361-0 Área escolhida para o trabalho: Paz e Compreensão Diagnóstico: Observando o entorno de meu grupo

Leia mais

História. ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações

História. ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações História ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações Em 1929, convidada a dirigir um dos primeiros laboratórios de psicologia de Minas Gerais, ligado à Escola de Aperfeiçoamento

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS NO CURSO DE TURISMO DA UNICENTRO: EXERCITANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL

A ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS NO CURSO DE TURISMO DA UNICENTRO: EXERCITANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL A ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS NO CURSO DE TURISMO DA UNICENTRO: EXERCITANDO A RESPONSABILIDADE SOCIAL Amanda Guarnieri de Oliveira Paula Grechenski Demczuk RESUMO: Desde 2012 o curso de Turismo da Universidade

Leia mais

Um ensino forte e bilíngue é o passaporte do seu filho para um mundo de oportunidades. É por isso que propomos uma cultura internacional, com

Um ensino forte e bilíngue é o passaporte do seu filho para um mundo de oportunidades. É por isso que propomos uma cultura internacional, com Um ensino forte e bilíngue é o passaporte do seu filho para um mundo de oportunidades. É por isso que propomos uma cultura internacional, com disciplinas ministradas em português e inglês, e uma metodologia

Leia mais

Transformando o presente, construindo o amanhã.

Transformando o presente, construindo o amanhã. Transformando o presente, construindo o amanhã. Primeira sede em 1988 História No dia 23 de novembro de 1988, a Fundação Belgo-Mineira foi oficialmente constituída, a fim de promover ações de marketing

Leia mais

CRIADO EM 1995 VOLTADO À EDUCAÇÃO COMPLEMENTAR, PROJETO ÂNCORA JÁ BENEFICIOU MAIS DE SEIS MIL CRIANÇAS E ADOLESCENTES

CRIADO EM 1995 VOLTADO À EDUCAÇÃO COMPLEMENTAR, PROJETO ÂNCORA JÁ BENEFICIOU MAIS DE SEIS MIL CRIANÇAS E ADOLESCENTES CRIADO EM 1995 VOLTADO À EDUCAÇÃO COMPLEMENTAR, PROJETO ÂNCORA JÁ BENEFICIOU MAIS DE SEIS MIL CRIANÇAS E ADOLESCENTES Trajetória de sucesso no apoio ao desenvolvimento de crianças e jovens de comunidades

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho 1) Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o inverno. Neste ano, além da arrecadação e

Leia mais

Momentos Pedagógicos 2015

Momentos Pedagógicos 2015 Momentos Pedagógicos 2015 Nossas excelentes profissionais formando os cidadãos do futuro! Coord. Pedagógica: Alessandra Barbosa Creche II Professora Janile e Professora Taynan Creche III Professora Dóris

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: FLY IDIOMAS Nome Fantasia: WIZARD Data de fundação: 10/07/2010 Número de funcionários:

Leia mais

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL ROSA, Maria Célia Fernandes 1 Palavras-chave: Conscientização-Sensibilização-Transferência RESUMO A psicóloga Vanda

Leia mais

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO MANUAL DO VOLUNTÁRIO CARIDADE T I M E C O M U N I D A D E UNIÃO GRUPO AMIZADE PESSOAS G R U P O AJUDA T I M E TRABALHO FELICIDADEPESSOAS GRUPO SERVIÇO UNIÃO ESPERANÇA A J U D ASERVIÇO COMUNIDADE G R U

Leia mais

PROJETO: O QUE OLHOS NÃO VÊEM

PROJETO: O QUE OLHOS NÃO VÊEM PROJETO: O QUE OLHOS NÃO VÊEM Colégio Estadual Dr. Adino Xavier, São Gonçalo - RJ Márcia Simão Linhares Barreto UNIVERSO Coordenadora: Maria Suzana De Stefano Menin Relatores da Escola: Yonara Jurema Barros

Leia mais

PROJETO BOQUINHA ALEGRE

PROJETO BOQUINHA ALEGRE PROJETO BOQUINHA ALEGRE IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A instituição Casas Lares Humberto de Campos é uma entidade, na modalidade de associação, sem fins lucrativos, mantida pelo Grupo Educacional e Assistencial

Leia mais

Setembro foi um mês marcante para a. Fim de Ciclo. Formatura marca final das atividades da 2ª turma do projeto Educação Integral

Setembro foi um mês marcante para a. Fim de Ciclo. Formatura marca final das atividades da 2ª turma do projeto Educação Integral Setembro 2013 São Paulo. Brasil www.vidajovem.org Fim de Ciclo Formatura marca final das atividades da 2ª turma do projeto Educação Integral Setembro foi um mês marcante para a associação. Depois de um

Leia mais

Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo

Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo (Escola Superior de Propaganda e Marketing) Apresentação: Prof. Ismael Rocha Prof. Carlos Frederico Lucio São Paulo, julho de 2011 Indicadores

Leia mais

Passo-a-passo para organizar Ações de Voluntariado

Passo-a-passo para organizar Ações de Voluntariado Passo-a-passo para organizar Ações de Voluntariado Um guia para dar mais autonomia aos grupos de voluntários e incentivar que organizem suas próprias ações. Grande parte das empresas estimulam que seus

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário Organizando Voluntariado na Escola Aula 1 Ser Voluntário Objetivos 1 Entender o que é ser voluntário. 2 Conhecer os benefícios de ajudar. 3 Perceber as oportunidades proporcionadas pelo voluntariado. 4

Leia mais

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR

O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR O mundo como escola Texto Isis Lima Soares, Richele Manoel, Marcílio Ramos e Juliana Rocha Fotos Luciney Martins/Rede Rua Site 5HYLVWD9LUDomR Já pensou um bairro inteirinho se transformando em escola a

Leia mais

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo

Imagem do incêndio na comunidade de Tribo e famílias recebendo doações da Cruz Vermelha de São Paulo 1) Socorro e Desastre Incêndio na Brasilândia No dia 26 de setembro, a comunidade conhecida como Tribo, localizada na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, sofreu com um incêndio ocasionado por uma explosão

Leia mais

A participação nessas atividades será comprovada através de um formulário denominada Relatório de Atividades Complementares (RAC).

A participação nessas atividades será comprovada através de um formulário denominada Relatório de Atividades Complementares (RAC). Manual do Aluno OBJETIVO A Faculdade do Pará implantou o Programa de Treinamento Profissional (PTP) para que você possa realizar ações práticas, desde o primeiro período do curso, ligado a profissão que

Leia mais

ATENDIMENTO PARA TODA COMUNIDADE PÁGINA 06

ATENDIMENTO PARA TODA COMUNIDADE PÁGINA 06 INFORMATIVO NOVEMBRO 2010 APRENDIZES JOVENS COM O 1 O EMPREGO Programa de aprendizagem capacita adolescentes para o primeiro emprego. PÁGINA 04 LINHA DA VIDA ATENDIMENTO PARA TODA COMUNIDADE PÁGINA 06

Leia mais

Formação ética em Fonoaudiologia: vamos além da ética profissional? Ética de relacionamentos e responsabilidade social

Formação ética em Fonoaudiologia: vamos além da ética profissional? Ética de relacionamentos e responsabilidade social Formação ética em Fonoaudiologia: vamos além da ética profissional? Ética de relacionamentos e responsabilidade social Auores: ALESSANDRA SALLES MACHADO, MARCELA ALMEIDA, Introdução: A disciplina de Ética

Leia mais

Quem é quem. Eloiza Helena Coordenadora Pedagógica Segmento I. Andréa Cristiani Orientadora Educacional e psicopedagoga Segmento I

Quem é quem. Eloiza Helena Coordenadora Pedagógica Segmento I. Andréa Cristiani Orientadora Educacional e psicopedagoga Segmento I SEGMENTO I Quem é quem. Eloiza Helena Coordenadora Pedagógica Segmento I Andréa Cristiani Orientadora Educacional e psicopedagoga Segmento I ORGANIZAÇÃO DOS SEGMENTOS O Colégio São Geraldo é organizado

Leia mais

1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ 2. OBJETIVOS YÁZIGI INTERNEXUS

1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ 2. OBJETIVOS YÁZIGI INTERNEXUS YÁZIGI INTERNEXUS 1. HISTÓRICO, FORMA E ÁREA DA EMPRESA QUE O CONDUZ Com o desenvolvimento do Projeto Cidadãos do Mundo- Inglês para a Comunidade, o Yázigi Internexus entende que a aprendizagem de um novo

Leia mais

Fundamentação e Contextualização do Programa de Voluntariado

Fundamentação e Contextualização do Programa de Voluntariado Fundamentação e Contextualização do Programa de Voluntariado O Programa de Voluntariado do Centro Solidariedade e Cultura de Peniche pretende ir ao encontro do ideário desta instituição, numa linha da

Leia mais

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou

O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou O grupo Guardiões da Esperança é uma ONG formada por pessoas comuns, trabalhadores do bem tentando mudar a humanidade. Sem vínculo religioso ou político. O grupo Guardiões da Esperança é composto por pessoas

Leia mais

Missão. fortaleçam a segurança no transporte rodoviário e que qualifiquem o capital humano no setor logístico.

Missão. fortaleçam a segurança no transporte rodoviário e que qualifiquem o capital humano no setor logístico. O Instituto Julio Simões foi criado em 2006 com o objetivo de fortalecer o trabalho social que a JSL realizava junto às comunidades do entorno de suas operações. Seguindo a vocação de sua mantenedora de

Leia mais

PASTORAL UNIVERSITÁRIA

PASTORAL UNIVERSITÁRIA PASTORAL UNIVERSITÁRIA Objetivos: 1. Oportunizar a comunidade educativa uma vivência de fraternidade que possibilite transcender os limites meramente humanos e a excelência acadêmica, com uma atitude de

Leia mais

Bom dia, Formar cidadãos éticos, com

Bom dia, Formar cidadãos éticos, com Gestão Pedagógica capa Por Carolina Mainardes carolina@humanaeditorial.com.br Bom dia, Escolas assumem o desafio de ensinar valores e formar cidadãos completos, em cenário que contempla famílias compenetradas

Leia mais

Programa INTEGRA CIDADÃO

Programa INTEGRA CIDADÃO Programa INTEGRA CIDADÃO REALIZAÇÃO PARCERIA UNIVERsIDADE ÍNDICE A UNIVERSIDADE POSITIVO E O PROFISSIONAL DO FUTURO 3 VOLUNTARIADO E CIDADANIA 4 O PROFISSIONAL DO SÉCULO XXI E A PRÁTICA VOLUNTÁRIA VALORIZAÇÃO

Leia mais

O GRUPO DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO

O GRUPO DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO O GRUPO DOM BOSCO Este é o momento de dar espaço à curiosidade, de fazer novas descobertas e formar suas próprias ideias. SEDE HORTO - Berçário - Educação Infantil - 1º Ano

Leia mais

SAÚDE Transformar Laramara Convergys Projeto PAI Pronto Atendimento Itinerante Globalstar listagem oficial de todos os medicamentos gené- ricos

SAÚDE Transformar Laramara Convergys Projeto PAI Pronto Atendimento Itinerante Globalstar listagem oficial de todos os medicamentos gené- ricos Há cinco anos no Brasil, a Convergys elegeu a inclusão de portadores de deficiência como causa. Mundialmente, são mais de 125 projetos apoiados pela Convergys. Desde 2002, incentivamos ações que tenham

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais

BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Financiamento e apoio técnico BrazilFoundation abre edital para de projetos e negócios sociais Estão abertas inscrições online até 30 de novembro para o edital bianual da BrazilFoundation que selecionará

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM ESPANHOL

CURSO DE EXTENSÃO EM ESPANHOL ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM ESPANHOL Rosmário Zapora Tatiane Lima de Paiva Elda Cristina Silveira Lucimar Araújo Braga Valeska Graciso Carlos RESUMO O presente projeto tem por objetivo

Leia mais

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias.

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. 1 Olá! O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. Este mês, conhecemos histórias muito interessantes que deixaram tantas recordações e aprendizados para nossos alunos! Padrinhos Argumento: EM

Leia mais

Quem faz a diferença? E.E.E.I. Olímpio Catão Sala 10 - Sessão 1

Quem faz a diferença? E.E.E.I. Olímpio Catão Sala 10 - Sessão 1 Quem faz a diferença? E.E.E.I. Olímpio Catão Sala 10 - Sessão 1 Professor(es) Apresentador(es): responsável: Simone da Silva de Paula corresponsável: Lucilene Fernandes Realização: Foco O Projeto Quem

Leia mais

Lista de Projetos Contemplados no Programa Integração Petrobras Comunidade

Lista de Projetos Contemplados no Programa Integração Petrobras Comunidade Lista de Projetos Contemplados no Programa Integração Petrobras Comunidade ITABORAÍ Projeto: Fábrica de Sonhos Nome da instituição: Liga Independente das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Itaboraí

Leia mais

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Histórias de Comunidade de Aprendizagem Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Introdução O projeto Comunidade de Aprendizagem é baseado em um conjunto de atuações de êxito voltadas para a transformação

Leia mais

PLANO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO

PLANO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO PLANO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO Este documento é resultado do chamado do Ministério da Educação à sociedade para um trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria

Leia mais

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA

PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PLANO DE AÇÃO OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA PROPOSTA DE AÇÃO Sensibilizar os professores sobre a importância de incentivar seus alunos a participarem do Concurso

Leia mais

Quem somos. Organização filantrópica, sem fins lucrativos, fundada há 67 anos pela professora Dorina de Gouvea Nowill.

Quem somos. Organização filantrópica, sem fins lucrativos, fundada há 67 anos pela professora Dorina de Gouvea Nowill. . Quem somos Organização filantrópica, sem fins lucrativos, fundada há 67 anos pela professora Dorina de Gouvea Nowill. A necessidade de criar a Fundação surgiu após a dificuldade em encontrar livros em

Leia mais

MENOS ASSISTENCIALISMO, MAIS PEDAGOGIA. Moysés Kuhlmann: carências da educação infantil vão desde instalações à formação dos professores.

MENOS ASSISTENCIALISMO, MAIS PEDAGOGIA. Moysés Kuhlmann: carências da educação infantil vão desde instalações à formação dos professores. MENOS ASSISTENCIALISMO, MAIS PEDAGOGIA Moysés Kuhlmann: carências da educação infantil vão desde instalações à formação dos professores. 2 Ao lado das concepções do trabalho pedagógico para a infância,

Leia mais

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG SICEPOT-MG CONSTRUINDO UM MUNDO MELHOR O Núcleo Construção e Cidadania foi criado em 1995 para coordenar, planejar e executar as ações de Responsabilidade Social

Leia mais

PRÁTICAS E VIVÊNCIAS 1

PRÁTICAS E VIVÊNCIAS 1 1 PRÁTICAS E VIVÊNCIAS 1 Cintia Taiza Klein 2 Patrícia Luiza Klein Santos 3 Marilete Staub 4 Jair André Turcatto 5 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho busca apresentar algumas atividades e vivências desenvolvidas

Leia mais

na educação O Futuro começa EDUCAÇÃO

na educação O Futuro começa EDUCAÇÃO 19 EDUCAÇÃO ANDRÉA BARBIERI O Futuro começa na educação Passamos boa parte da vida nos bancos escolares. Desde o primeiro contato com a escola, ainda em fase da pré-alfabetização, até o momento em que

Leia mais

Aprendizagem-serviço: a solidariedade como pedagogia

Aprendizagem-serviço: a solidariedade como pedagogia Aprendizagem-serviço: a solidariedade como pedagogia A democracia... A democracia é como o amor: não se pode comprar, não se pode decretar, não se pode propor. A democracia só se pode viver e construir...

Leia mais

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio TEMA: A sociedade no acompanhamento da gestão pública: Todos

Leia mais

APRESENTA II AÇÃO SOCIAL FAP X PASTORAL DA CRIANÇA PROJETO: SOLIDARIEDADE: UM ATO DE AMOR

APRESENTA II AÇÃO SOCIAL FAP X PASTORAL DA CRIANÇA PROJETO: SOLIDARIEDADE: UM ATO DE AMOR APRESENTA II AÇÃO SOCIAL FAP X PASTORAL DA CRIANÇA PROJETO: SOLIDARIEDADE: UM ATO DE AMOR DATA: 13/10/2012 Comemoração do Dia da Criança HORÁRIO: 8:00 horas as 11 horas LOCAL: Estacionamento da FAP PARTICIPAÇÃO:

Leia mais

Plano de Ação - GASA- 2012

Plano de Ação - GASA- 2012 Plano de Ação - GASA- 2012 O GASA vem atuando durante 7 anos no Colégio Impacto, com os alunos voluntários, como um grupo de ação sócio ambiental. Na área social, o GASA, sempre contribuiu com campanhas

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

INFORMATIVO DE MATRÍCULAS 2012 INFANTIL - FUNDAMENTAL - MÉDIO - CURSO PRÉ-VESTIBULAR

INFORMATIVO DE MATRÍCULAS 2012 INFANTIL - FUNDAMENTAL - MÉDIO - CURSO PRÉ-VESTIBULAR INFORMATIVO DE MATRÍCULAS 2012 INFANTIL - FUNDAMENTAL - MÉDIO - CURSO PRÉ-VESTIBULAR Formando gente feliz! Índice 04-05 06-07 08 09 10-11 12-13 14-15 16-17 18 19 20 21 22 Golfe Nota 10 Mind Lab Cambridge

Leia mais

106 anos. educação de vanguarda. Para ler a realidade e escrever o futuro. A história de uma

106 anos. educação de vanguarda. Para ler a realidade e escrever o futuro. A história de uma 106 anos Publicação da Coordenadoria de Comunicação Social do Instituto Metodista Izabela Hendrix - imprensa@metodistademinas.edu.br Informativo do Colégio Metodista Izabela Hendrix - Outubro 2010 A história

Leia mais

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Apresentação SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Descritivo: "A educação deve possibilitar ao corpo e à alma toda a perfeição e a beleza que podem

Leia mais

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO:

PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: PROJETO TUTOR UNIVERSITÁRIO: ESTUDO DE CASO DE UMA EXPERIÊNCIA BEM-SUCEDIDA PROJETO IMPLATADO PELA ANHANGUERA EDUCACIONAL Palestrante: Ana Maria Costa de Sousa Debatedor: Gabriel Mário Rodrigues Tutoria

Leia mais

Como aconteceu essa escuta?

Como aconteceu essa escuta? No mês de aniversário do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, nada melhor que ouvir o que acham as crianças sobre a atuação em Educação Integral realizada pela Fundação Gol de Letra!! Conheça um

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010 Palestras informativas Promover ações educativas para a promoção do voluntariado transformador. Mobilizar voluntários. Toda a comunidade de Curitiba e Região Metropolitana

Leia mais

REGULAMENTO Introdução

REGULAMENTO Introdução Inscrição e ajustes no projeto 28/01/2014 a 05/abril/2014 Banca avaliadora Abril/ Maio 2014 Divulgação dos finalistas Junho 2014 Premiação: depois da Copa do Mundo Agosto/2014 REGULAMENTO Introdução A

Leia mais

Relatório CVBSP. de Atividades. Abril/2015

Relatório CVBSP. de Atividades. Abril/2015 Abril/2015 CVBSP Relatório de Atividades Índice. Resultados Gerais 03. Socorro e Desastre 04. Primeiros Socorros 05. Promoção à Saúde 06. Programas Comunitários 07. Comunicação 10. Juventude 10. Filiais

Leia mais

Seja a mudança que você deseja para o mundo. Mahatma Gandhi

Seja a mudança que você deseja para o mundo. Mahatma Gandhi Seja a mudança que você deseja para o mundo. Mahatma Gandhi Quem somos Criado em 2010, o E-solidário é uma rede social na internet, sem fins lucrativos, que conecta projetos sociais necessitados a pessoas

Leia mais

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIXO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL. Vera Lúcia Alves.

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIXO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL. Vera Lúcia Alves. SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL Vera Lúcia Alves. RIO VERDE GO 2010 Identificação: EMEF José do Prado Guimarães. Localização: Rio

Leia mais

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós! Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!.turma: 1º Período A Professora

Leia mais

MANUAL DO VOLUNTÁRIO

MANUAL DO VOLUNTÁRIO MANUAL DO VOLUNTÁRIO Dentre todas as coisas que se pode doar a alguém, existe uma que é a mais valiosa: o tempo. E é isso que um voluntário faz. Disponibiliza seu tempo e sua energia para ajudar o próximo,

Leia mais

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE EDUCACAO INFANTIL INCLUSIVA EM CURITIBA VEJA COMO SUA EMPRESA PODE TRANSFORMAR ESTA IDEIA EM REALIDADE { Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura

Leia mais

ORIENTAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA A INCLUSÃO SOCIAL

ORIENTAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA A INCLUSÃO SOCIAL ORIENTAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA A INCLUSÃO SOCIAL VASCONCELOS, Arthur Henrique Pacífico 1 ; CASTIGLIONI, Gabriel Luis 2 ; SILVA, Flavio Alves 2 ; RODRIGUES, Adelino José Saraiva 3. 1 Estudante

Leia mais

ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014. Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014

ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014. Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014 ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI 2014 Ações desenvolvidas pelo programa Coritiba Retribui durante o ano de 2014 coritiba foot ball club ANUAL DO CORITIBA RETRIBUI «2014 Coritiba Retribui em Foz 17 de janeiro

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Programas Espaço de Convivência da Melhor Idade e LBV Criança: Futuro no Presente!

Mostra de Projetos 2011. Programas Espaço de Convivência da Melhor Idade e LBV Criança: Futuro no Presente! Mostra de Projetos 2011 Programas Espaço de Convivência da Melhor Idade e LBV Criança: Futuro no Presente! Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

1) Campanha do Agasalho

1) Campanha do Agasalho Junho 2014 1) Campanha do Agasalho Todo ano a Cruz Vermelha de São Paulo realiza a Campanha do Agasalho para ajudar comunidades carentes a enfrentar o frio do inverno em nossa região. Em 2014, os locais

Leia mais

ÍNDICE. apresentar no ato da matrícula: Confira os documentos que você precisa. - Histórico Escolar ou declaração da última série cursada;

ÍNDICE. apresentar no ato da matrícula: Confira os documentos que você precisa. - Histórico Escolar ou declaração da última série cursada; X UNIDADE: CURSO: Confira os documentos que você precisa apresentar no ato da matrícula: ANO/SÉRIE/FASE: PLANO: PARCELAS: INÍCIO DAS AULAS: ATENDIDO POR: - Cópia do CPF e identidade do responsável financeiro;

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Muzambinho, 2010 REITOR DO IFSULDEMINAS Sérgio Pedini DIRETOR DO CAMPUS MUZAMBINHO - IFSULDEMINAS Luiz Carlos Machado

Leia mais

Escolas comunicadoras

Escolas comunicadoras Comunicação e Cultura Local de atuação: Ceará, Pernambuco, Pará e Bahia Data de fundação: 1996 Escolas comunicadoras No Ceará, quase quinhentas mil crianças da rede pública estudam em escolas que unem

Leia mais

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Prá colher, temos que plantar, compadre, temos que pensar no futuro. José Dionízio Leite É TICA L IDERANÇA L IBERDADE O RGANIZAÇÃO S OLIDARIEDADE

Leia mais

NURAP 2 NURAP 3. Colaboração: Aprendizes Raquel André Silva

NURAP 2 NURAP 3. Colaboração: Aprendizes Raquel André Silva EXPEDIENTE Ano 3 - Dezembro - Edição 29 NURAP em revista é uma publicação do NURAP ( Núcleo de Aprendizagem Profissional) Destinada aos seus parceiros e aprendizes. Colaboração: Aprendizes Raquel André

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO CARLOS - SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO CARLOS - SÃO PAULO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO CARLOS - SÃO PAULO E.E. PROFª ALICE MADEIRA JOÃO FRANCISCO SANTA EUDÓXIA-DISTRITO DE SÃO CARLOS RUA

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

Fraternidade Espírita. Protótipo de projeto em fase final de

Fraternidade Espírita. Protótipo de projeto em fase final de Projeto Protótipo de projeto em fase final de elaboração 1 2 PROPOSTA SÓCIO-EDUCATIVA PROGRAMA DE SOCIALIZAÇÃO INFANTO-JUVENIL Projeto Crianças de Luz 1) Dados Cadastrais: Fraternidade Espírita Lar de

Leia mais

A Escola. Educação Especial - Educação Inclusiva. Aqui se fala em LIBRAS

A Escola. Educação Especial - Educação Inclusiva. Aqui se fala em LIBRAS A Escola Educação Especial - Educação Inclusiva Atende alunos no Ensino Fundamental da Alfabetização à 4ª série e alunos na Educação Especial: deficiência auditiva, física, mental, Síndrome de Down, dentre

Leia mais

EXPERIÊNCIAS DE LEITURA, ESCRITA E MÚSICA

EXPERIÊNCIAS DE LEITURA, ESCRITA E MÚSICA EXPERIÊNCIAS DE LEITURA, ESCRITA E MÚSICA Aline Mendes da SILVA, Marcilene Cardoso da SILVA, Reila Terezinha da Silva LUZ, Dulcéria TARTUCI, Maria Marta Lopes FLORES, Departamento de Educação UFG - Campus

Leia mais

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA...

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... JUSTIFICATIVA Desde o nascimento a criança está imersa em um contexto social, que a identifica enquanto ser

Leia mais

Boletim do Instituto 3M de Inovação Social

Boletim do Instituto 3M de Inovação Social Boletim do Instituto 3M de Inovação Social Curso CURSO DE REPARAÇÃO AUTOMOTIVA PARA JOVENS O Instituto 3M de Inovação Social promove, a partir de novembro, um curso profissionalizante de reparação automotiva.

Leia mais

Oficina de Voluntariado

Oficina de Voluntariado ++++++++++++++++++++++ +++++++++++++++++++++ ++++++++++++++++++++++ Oficina de Voluntariado Fevereiro/2016 2 25/02/2016 Voluntariado Transformador ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia mais

SHOW DE CIDADANIA Funcionários McDonald s realizam mais de 5300 ações Bom Vizinho na comunidade

SHOW DE CIDADANIA Funcionários McDonald s realizam mais de 5300 ações Bom Vizinho na comunidade Nome da empresa: McDonald s Comércio de Alimentos Ltda Data da Fundação: 1979 Número de funcionários: 34 mil Tempo como Franqueador/ Franqueado: 20 anos Localização: Sede: Barueri/ SP e 120 restaurantes

Leia mais

PROGRAMA EMBRAER DE VOLUNTARIADO Fazer o bem faz bem!

PROGRAMA EMBRAER DE VOLUNTARIADO Fazer o bem faz bem! MAIS INFORMAÇÕES Entre em contato com a equipe do Instituto Embraer: Ramais 2766, 5701 ou 3611 (SJK) E-mail institutoembraer@embraer.com.br Envio de mensagens pelo Fale Conosco do site www.institutoembraer.com.br

Leia mais

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia Nome da empresa: BIT Company Data de fundação: Julho de 1993 Número de funcionários: 49 funcionários Localização (cidade e estado em que estão sede e franquias): Sede em São Paulo, com franquias em todo

Leia mais

1) Socorro e Desastre Itaóca

1) Socorro e Desastre Itaóca 1) Socorro e Desastre Itaóca A Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo deslocou um grupo de voluntários para prestar ajuda aos moradores da cidade de Itaóca, localizada no interior do estado,

Leia mais

FAI apoia o Projeto Fábrica de Sorrisos. Aluno da FAI é indicado ao Prêmio GNT Fashion em São Paulo

FAI apoia o Projeto Fábrica de Sorrisos. Aluno da FAI é indicado ao Prêmio GNT Fashion em São Paulo FAI apoia o Projeto Fábrica de Sorrisos O Grupo de Voluntários Amor está realizando o Projeto Fábrica de Sorrisos, com o objetivo de arrecadar brinquedos novos e usados, em benefício das crianças atendidas

Leia mais

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte Comunicação O ENSINO DAS ARTES VISUAIS NO CONTEXTO INTERDISCIPLINAR DA ESCOLA ALMEIDA, Maria Angélica Durães Mendes de VASONE, Tania Abrahão SARMENTO, Colégio Hugo Palavras-chave: Artes visuais Interdisciplinaridade

Leia mais

FERREIRA, Ana Lúcia BRIZOLARA TRINDADE, Elaine ROCHA HUFFELL, Jefferson Lima BRAGA Maria Tereza Comunicação Oral RESUMO

FERREIRA, Ana Lúcia BRIZOLARA TRINDADE, Elaine ROCHA HUFFELL, Jefferson Lima BRAGA Maria Tereza Comunicação Oral RESUMO AS TECNOLOGIAS FAZENDO A DIFERENÇA NO DESEMPENHO ESCOLAR DOS ALUNOS DEFICIENTES VISUAIS NA ESCOLA INSTITUTO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ISABEL DE ESPANHA 28ª CRE FERREIRA, Ana Lúcia BRIZOLARA TRINDADE, Elaine

Leia mais

Voluntariado Empresarial

Voluntariado Empresarial Voluntariado Empresarial Agenda 09:00-09:10 Abertura e Introdução ao tema Voluntariado Empresarial 09:10 09:30 Jogo de Palavras conceito trabalho em grupos 09:30 10:15 Apresentação dos grupos e síntese

Leia mais

OBSERVANDO A PRÁTICA DOCENTE E O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS EM UMA CRECHE MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE PRISCILLA SILVESTRE DE LIRA OLIVEIRA

OBSERVANDO A PRÁTICA DOCENTE E O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS EM UMA CRECHE MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE PRISCILLA SILVESTRE DE LIRA OLIVEIRA 1 OBSERVANDO A PRÁTICA DOCENTE E O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS EM UMA CRECHE MUNICIPAL DA CIDADE DO RECIFE PRISCILLA SILVESTRE DE LIRA OLIVEIRA 1. Introdução: Compreendendo que a Educação Infantil é uma etapa

Leia mais

RELATóRIO ANUAL 2012. victor civita. prêmio victor civita

RELATóRIO ANUAL 2012. victor civita. prêmio victor civita Angela Dannemann Diretora da Fundação Victor Civita Mensagem da diretora A data mais aguardada na Fundação Victor Civita todos os anos o Dia do Professor contou com uma festa especial em 2012. No dia 15

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

Projetos bem sucedidos de educação moral: em busca de experiências brasileiras I

Projetos bem sucedidos de educação moral: em busca de experiências brasileiras I Projetos bem sucedidos de educação moral: em busca de experiências brasileiras I A escola que nos chamou a atenção pelos 11 projetos inscritos Luciene Regina Paulino Tognetta Em Camaragibe... A vida aqui

Leia mais