Histórico de implantação da EAD na Universidade Estadual de Ponta Grossa: a evolução dos estilos de aprendizagem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Histórico de implantação da EAD na Universidade Estadual de Ponta Grossa: a evolução dos estilos de aprendizagem"

Transcrição

1 Histórico de implantação da EAD na Universidade Estadual de Ponta Grossa: a evolução dos estilos de aprendizagem Adilson de Oliveira Pimenta Junior (UEPG) Diolete Marcante Lati Cerutti (UEPG) Thalita Scharr Rodrigues (UEPG) Resumo: Este artigo tem por objetivo apresentar um levantamento da evolução das tecnologias e estilos de interação envolvidos nos cursos de Educação à Distancia na Universidade Estadual de Ponta Grossa (Brasil) desde a implantação do curso Normal Superior com Mídias Interativas. Observou-se que com a inserção de novos estilos de interação foram necessários estudos não somente sobre os recursos computacionais envolvidos, mas também sobre outros modos pedagógicos de utilizar estes estilos e ambientes de aprendizagem. Palavras-chave: Estilos de aprendizagem, Recursos computacionais, Educação à Distancia. Historic of implantation of Distance Education at state University of Ponta Grossa: the evolution of learnig styles Abstract This paper aims at presentig a study on the evolution of technology and interaction styles which are involved with Distance Education Courses at State University of Ponta Grossa (Brazil) since the beginning of Normal Superior Course with interactive midia. It was noticed that throught inserting new interaction styles it was necessary not only studies about computational resources but also studies about other pedagogical methods to use those styles and learning envirnments. Key-words: Learning styles, Computational resources, Distance Education. 1 Introdução No ano de 2000, a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em parceria com a Fundação Educacional Universidade Eletrônica do Paraná, iniciou seus trabalhos com Educação à distância (EaD). Um dos primeiros projetos foi o Curso Normal Superior com Mídias Interativas, o qual está assistido pelo Art. 63 da nova Lei de Diretrizes e Bases (LDB) Lei nº 9394/96 e regulamentado pelo Decreto Federal nº 3276 datados de 06 de dezembro de Este curso foi criado para facilitar o atendimento à demanda de mais de 35 mil

2 profissionais da Educação que atuam nas escolas de ensino infantil e fundamental no estado do Paraná (PIEROLLI, 2003). Além da capacitação padrão, o Curso Normal Superior também preparava os professores para utilizar mídias eletrônicas na Educação. A carga horária total do curso era de horas e a duração prevista era de 26 meses, sendo que horas estavam voltadas para as atividades envolvendo os módulos interativos, as videoconferências e as teleconferências. Inicialmente, a ferramenta comercial Learning Space da IBM foi utilizada na UEPG como ambiente virtual (IBM,2004). Através deste software as tarefas eram realizadas pelos alunos e gerenciadas pelos docentes, além disso também era possível a interação entre os participantes via chat. Entretanto, após a adoção de software livre na Instituição, foram ofertados novos cursos de pós-graduação utilizando a metodologia EaD, como Engenharia de Segurança no Trabalho e Gestão ambiental, que passaram a utilizar a ferramenta E-proinfo como ambiente virtual. Uma das maiores dificuldades encontradas pela equipe de gestão da infraestrutura de EaD atualmente encontra-se na adequação da infraestrutura baseando-se no processamento gerado pela interação do acadêmico com o ambiente virtual. Inicialmente, a UEPG possuía três servidores com configuração em torno de 1 GB de memória RAM e disco rígido de 40 GB. Além disso, a Instituição disponibilizava uma sala de tutoria, onde os tutores e professores tinham acesso a computadores para correção de atividades e conversas (chats) com os alunos. Também estavam disponíveis quatro salas para realização de videoconferência e uma sala para recepção de videoconferência. Os alunos também poderiam utilizar um laboratório com 30 máquinas para executarem suas tarefas. Nos próximos tópicos serão abordados aspectos que dizem respeito à relação entre os estilos de atividades existentes na EaD e a capacidade de processamento dos servidores, desse modo demonstrando a necessidade existente de os equipamentos estarem preparados para suportar a quantidade de acessos dos acadêmicos no ambiente virtual utilizado. 2 Atividades utilizadas na Educação à Distância Nos dias de hoje existem inúmeros tipos de mídias digitais à disposição dos professores. Desse modo, diversos fatores podem contribuir para a escolha de uma ou mais mídias digitais. Para efeito de exemplo: disponibilidade das mídias, custos, domínio técnico da ferramenta e adequação do conteúdo ao suporte são alguns deles (FERREIRA, 2008).

3 A seguir são enumeradas alguns exemplos de mídias utilizadas nas atividades da Educação à Distância, de modo que são divididas em níveis crescentes de processamento operacional. Sendo assim, as atividades dos níveis de maiores números são aquelas que exigem mais recursos computacionais, como disponibilidade de rede e CPU Nível 1 Texto online: Todo e qualquer material publicado no ambiente virtual para leitura e consulta local. Uma das mais utilizadas ferramentas para troca de mensagens, ganhou espaço na EaD por facilitar o contato entre os envolvidos no processo. Fórum: Sistema de postagens de mensagens entre participantes, semelhante à uma lista de discussão. Os fóruns podem ser públicos ou restritos, sendo que nos cursos de graduação e pós-graduação da UEPG são considerados de extrema importância. 2.2 Nível 2 Atividades: Nos ambientes virtuais utilizados na Educação à distância podem existir o download e o upload de arquivos contendo questões a serem respondidas pelo acadêmico. Dessa maneira, quando a atividade é elaborada no computador do aluno e posteriormente é enviada novamente ao servidor, existe um maior uso de recurso computacional e consumo de tráfego de rede. 2.3 Nível 3 WebQuest: Em 1995, um professor chamado Bernie Dodge, da San Diego State University, criou uma atividade denominada WebQuest e a definiu como sendo " uma atividade orientada para a pesquisa em que alguma, ou toda, a informação com que os alunos interagem provém de recursos na Internet, opcionalmente suplementados por videoconferência. (DODGE, 1995). 2.4 Nível 4 Questionários automáticos: Atividades automatiacmente corrigidas pelo sistema, sem a intervenção de professores/tutores. Dependendo da complexidade dos questionários, as correções e as atribuições de notas são facilitadas, porém aumenta a carga de uso da 1 CPU ou processador é a parte do computador que executa as instruções feitas pelos programas, e é o elemento primordial na execução das funções de um computador.

4 infraestrutura. Sendo assim, a implantação deste formato de atividade deve ser considerada quando a estrutura possui um número elevado de alunos. 2.5 Nível 5 Chat : É o principal recurso para comunicação síncrona entre alunos/professores/tutores. Este tipo de interação serve tanto para discussões específicas quanto para reuniões, podendo ser utilizado nas mais diversas áreas. O ponto crítico desta ferramenta está na quantidade de participantes, de modo que pode interromper todos os serviços da infraestrutura, assim sendo necessário uma estrutura específica para uso deste recurso devido ao elevado consumo de recurso computacional. Videoconferência - Esta estrutura foi uma das primeiras mídias utlizadas na UEPG, foi proposta no Curso Normal Superior e consequentemente, elevou o custo de implantação e manutenção, porque demanda uma estrutura lógica estável, porém com capacidade de operação mínima. Na época da implantação, devido a restrições técnicas e a indisponibilidade de acesso de alta velocidade a um custo reduzido, as conferências eram realizadas com velocidades restritas. Webconferência Foi elaborada uma proposta de utilização na época da implantação da EaD na Universidade Estadual de Ponta Grossa, mas devido a condições técnicas, custos e falta de estrutura, não chegou a ser implementada na Instituição. 2.6 Nível 6 Textos Colaborativos: Um modo de interação entre os alunos, onde é permitida a edição colaborativa de textos e atividades. A limitação dos textos colaborativos encontra-se na quantidade de pessoas acessando este recurso, quando não há a figura de um mediador a sua utilização pode ficar comprometida. Blogs: Na Internet existem vários serviços que oferecem ferramentas para pessoas compartilharem seus textos. Como atividade de EaD, o aluno pode produzir um material sobre um assunto previamente estabelecido, sendo que o texto poderá ser analisado e comentado pelos colegas/professores sob diferentes óticas (FERREIRA, 2008). Vídeos: Na confeccção de vídeos é necessária uma participação mais ativa dos envolvidos, porque exige conhecimentos aprofundados de aspectos como: softwares para edição, preparação e operação de equipamentos, compactação, entre outros. Sendo assim, exige alta capacidade de infraestrutura de rede, principalmente em casos onde o formato é de alta

5 definição ou com elevada taxa de compressão, demandando assim alta capacidade dos servidores. Mensagens instântaneas: Trata-se de uma opção alternativa ao uso de chats, também sendo uma ferramenta síncrona que permite realizar reuniões, discussões ou esclarecimentos de dúvidas em tempo real com professores/tutores. Entretanto, a utilização deste recurso demanda organização para horário de atendimentos. Além disso, a utilização de recurso externo ao ambiente virtual pode ocasionar a sub-utilização da ferramenta oficial, uma vez que a atividade não é controlada pela aplicação principal. 3 Relação entre Níveis de Interação e Aspectos Operacionais Na Universidade Estadual de Ponta Grossa, assim como possivelmente ocorre em inúmeras Instituições de Ensino Superior do país, existem diversas propostas pedagógicas nos curso de EaD. Baseando-se no plano pedagógico do curso e na estrutura física existente, propõe-se uma tabela para demonstrar a relação do nível de interação do usuário com os recursos técnicos necessários. Cada nível representa um aumento da carga de processamento, isto é, quanto maior o nível, mais recursos de infraestrutura são necessários, consequentemente, aumentando o grau de interação entre os usários e o ambiente virtual. A tabela proposta desconsidera a utilização de controle de acesso, sendo que, como pode ser visualizado, a cada nível superior são adicionado novos recursos e são mantidos os recursos disponíveis no nível antecessor. Tabela 1 Atividades e seus níveis de interação com a estrutura física NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 NÍVEL 4 NÍVEL 5 NÍVEL 6 - textos online - - fórum -NÍVEL 1 -download de atividades -NÍVEL 2 -webquests -NIVEL 3 -questionários automáticos - NÍVEL 4 - chats - conferências - NÍVEL 5 - Textos Colaborativos - blogs/diários - videos (download) - videos (upload) - Mensagens instântaneas 4 Ambientes Virtuais utilizados na UEPG 4.1 Learning Space

6 A ferramenta Learning Space foi lançada em 1996, sendo desenvolvida pela Lotus/IBM baseado no ambiente Lotus Notes Domino. Este ambiente pressupõe o apoio a atividades assíncronas, através de vários módulos, como Programação, Centro de Recursos, Sala de Aula e Perfis e Avaliação (CARNEIRO, 2001). Além disso, possui diversas ferramentas de gerenciamento de cursos, bibliotecas personalizadas e também ferramentas de administração. Este ambiente virtual foi utilizado na Universidade Estadual de Ponta Grossa para os cursos Normal Superior, Informática Empresarial, Agronegócios e Engenharia de Segurança do trabalho. A Figura 1 e a Figura 2 apresentam telas do Learning Space. Os tutores utilizavam o ambiente virtual para disponibilizar as atividades, corrigir e interagir com alunos. Já os acadêmicos, utilizavam para enviar as atividades. A ferramenta SameTime (IBM,2000) era utilizada para comunicação síncrona, ou seja, interação do tipo chat. Figura 1 - Tela de acesso do professor/tutor ao Learning Space.

7 Figura 2 - Tela de um curso disponilizado no Learning Space pela UEPG. A utilização desta ferramenta foi satisfatória para os envolvidos na EaD. Entretanto, com a adoção de políticas de software livre dentro da instituição, o mesmo foi substituído por outras ferramentas, como o e-proinfo e o Moodle. 4.2 e-proinfo O e-proinfo é um Ambiente Colaborativo de Aprendizagem a Distância, baseado em tecnologia web, que foi desenvolvido pela Secretaria de Educação a Distancia do Ministério da Educação em parceria com renomadas instituições de ensino e atualmente está sendo implantado em centros de Educação em diversas cidades do país. Figura 3 - Tela inicial do ambiente virtual e-proinfo.

8 Este ambiente virtual permite a criação, a administração e desenvolvimento de diversos tipos de propósitos, como cursos à distância, projetos de pesquisa, projetos colaborativos e diversos outras formas de apoio à distância e ao ensinoaprendizagem, de forma gratuita para as instituições públicas. Este software possui dois módulos: uma área para acesso do aluno e outra para acesso do professor (PITHON, 2006). O ambiente virtual e-proinfo foi adotado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa como apoio aos cursos de pós-graduação de Gestão Ambiental, Engenharia de Segurança no Trabalho e outras Especializações ofertadas pela UEPG. Esta ferramenta apresenta diversas funcionalidades de interação do acadêmico com o professor, além disso a interface é muito agradável e intuitiva, como pode ser visualizado na Figura Moodle Este ambiente virtual foi desenvolvido pelo australiano Martin Dougiamas em 1999 e hoje é um dos mais utilizados no mundo. Como qualquer outro ambiente virtual, o Moodle possui um conjunto de ferramentas como fóruns, diários, chats, questionários, textos wiki, publicação de quaisquer tipos de arquivos, dentre outras funcionalidades (DOUGIAMAS(2007). Assim, esses recursos podem ser aproveitados de acordo com o propósito pedagógico adotado pelo professor. Assim, a Tabela 2 ilustra a relação das atividades síncronas e assíncronas que são possíveis de realização nos ambientes virtuais Learning Space, e-proinfo e Moodle, sendo que estão presentes desde que a Educação à Distância foi implantada na Universidade Estadual de Ponta Grossa. Tabela 2 Ambientes Virtuais e tipos de atividades realizadas na UEPG FERRAMENTAS SÍNCRONAS ASSÍNCRONAS Learning Space Chat Disponibilização de textos Atividades on-line e-proinfo Chat Disponibilização de textos Fóruns Atividades on-line Download e Upload de atividades Moodle Chat Disponibilização de textos Foruns Atividades on-line Download e Upload de atividades

9 Considerações Finais Como foi observado os diferentes estilos de interação para os usuários foram sendo acrescidos de outros de acordo com as novas tecnologias que foram surgindo desde a implantação do curso Normal Superior com Mídias Interativas da UEPG. Como estes estilos demandam diferentes recursos computacionais, os planos pedagógicos dos cursos implantados devem considerar a estrutura física existente na Instituição antes de requisitarem estilos de atividades que exigem servidores mais aprimorados. A cada nível de interação, tem se a necessidade de adequação de estrutura tecnológica, o que envolve recursos e até mesmo custos para ampliação da infraestrutura, sendo que quanto maior o nível de interação, maior a necessidade de recursos computacionais para atender todas as requisições realizadas. Em contra partida, mais alunos podem ser atendidos em níveis que exigem menos interação com os servidores. Como trabalho futuro, a proposta é auxiliar na elaboração de um planejamento pedagógico baseado no nível de interação desejado em um eventual curso a ser implantado. Os níveis de interação foram delineados a partir da experiência e pesquisa ao longo de 10 anos de experiência e envolvimento com Educação à Distância. Para cada recurso adicionado na infraestrutura, será adequado ao quadro de nivelamento, sugere-se que seja compartilhado a experiência das demais instituições, com o objetivo de aprimorar os estudos das tecnologias envolvidas e assim aumentar a qualidade dos cursos de EaD oferecidos. Referências CARNEIRO, M.L.F. Explorando a Educação a Distância: conceitos e ambientes. Projeto Rede Escolar Livre RS sub-projeto Educação a Distância. PROCERGS-Divisão Social. Relatório interno. Porto Alegre: março, Disponível na Internet: DODGE, B. WebQuests: A Technique for Internet Based Learning, publicado em The Distance Educator, V.1, nº 2, Tradução de Jarbas Novelino Barato. DOUGIAMAS, M. MOODLE, (2007).Disponível em <http://www.moodle.org> Acesso em: 21 de abril de FERREIRA, R. Interatividade Educativa em meios digitais: uma visão pedagógica f. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, Campinas Disponível em: Acesso em: 22 de abril de IBM Lotus, Lotus LearningSpace. IBM Lotus Sametime, Lotus Sametime. PIEROLLI, E. I. H. A Educação a Distancia na formação de professores: Curso Normal Superior com Mídias Interativas. Monografía submetida ao curso de Especialização em Novas Mídias, Rádio e TV, FURB, 2003.

10 PITHON, A. J. C.; BROCHADO, M.R. A Plataforma e-proinfo como ferramenta de Apoio a Aprendizagem Colaborativa. In: Anais do XXVI ENEGEP, Fortaleza, outubro Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2006_tr540364_8547.pdf>. Acesso em: 21 de abril de 2011.

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Informática Educativa no Brasil 17/01/2009

Tópicos Especiais. Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Informática Educativa no Brasil 17/01/2009 Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao 1 Tópicos Especiais Informática Educativa no Brasil

Leia mais

AV@S: UMA SOLUÇÃO PARA GESTÃO DE EAD BASEADA NA INTEGRAÇÃO DE INSTALAÇÕES MOODLE

AV@S: UMA SOLUÇÃO PARA GESTÃO DE EAD BASEADA NA INTEGRAÇÃO DE INSTALAÇÕES MOODLE 1 AV@S: UMA SOLUÇÃO PARA GESTÃO DE EAD BASEADA NA INTEGRAÇÃO DE INSTALAÇÕES MOODLE Salvador BA 05/2012 Categoria: Métodos e Tecnologias Setor Educacional: Educação Média e Tecnológica Classificação das

Leia mais

A Plataforma e-proinfo como Ferramenta de Apoio a Aprendizagem Colaborativa

A Plataforma e-proinfo como Ferramenta de Apoio a Aprendizagem Colaborativa VI ENEGEP - Fortaleza, CE, Brasil, 9 a 11 de Outubro de 2006 A Plataforma e-proinfo como Ferramenta de Apoio a Aprendizagem Colaborativa Antonio José Caulliraux Pithon (CEFET/RJ) pithon@cefet-rj.br Marina

Leia mais

Análise do processo de avaliação contínua em um curso totalmente à distância

Análise do processo de avaliação contínua em um curso totalmente à distância Análise do processo de avaliação contínua em um curso totalmente à distância Joice Lee Otsuka Instituto de Computação Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) 1 Caixa Postal 6176 CEP: 13083-970 - Campinas,

Leia mais

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120 MANUAL DO AVA 1. O QUE É EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA? A Educação a Distância, como dispõe o Decreto nº 5.622, de 19/12/2005, caracterizase como uma modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica

Leia mais

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013

PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 PROJETO CURSO ALUNO INTEGRADO / 2013 INSTITUIÇÃO PROPONENTE: Ministério da Educação CNPJ: 00.394.445/0124-52 SETOR RESPONSÁVEL PELO PROJETO: Secretaria de Educação Básica(SEB) ENDEREÇO: Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO 1 ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO CELINA APARECIDA ALMEIDA PEREIRA ABAR Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Brasil abarcaap@pucsp.br - VIRTUAL EDUCA 2003-1 INTRODUÇÃO

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS NOVAS TECNOLOGIAS E O PAPEL DO TUTOR NA PERSPECTIVA DA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS NOVAS TECNOLOGIAS E O PAPEL DO TUTOR NA PERSPECTIVA DA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: AS NOVAS TECNOLOGIAS E O PAPEL DO TUTOR NA PERSPECTIVA DA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Campo Grande MS abril de 2011 Ari Gonçalves Silva Universidade Anhanguera Uniderp laquicho13@yahoo.com.br

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD

ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE EAD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO NÚCLEO

Leia mais

ESCOLA DE APLICAÇÃO INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO. 24 de outubro de 2010. Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará ------/UFPA

ESCOLA DE APLICAÇÃO INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO. 24 de outubro de 2010. Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará ------/UFPA Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará Concurso Público para a Carreira do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico ESCOLA DE APLICAÇÃO ------/UFPA 24 de outubro de 2010 INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO

Leia mais

1-O que é EaD? 2-O significa a sigla AVA?

1-O que é EaD? 2-O significa a sigla AVA? 1-O que é EaD? EaD significa Educação a Distância, vejamos alguns conceitos de EaD: "Educação a distância pode ser caracterizada com um ensino no qual o professor e alunos, separados no espaço/ tempo,

Leia mais

Indicie. 1.Introdução...1. 2.Como Surgiu...2. 3.Para que serve...3. 4.Instalação...3. 5. Oque ele permite fazer...5. 6. Primeiro Cenário...

Indicie. 1.Introdução...1. 2.Como Surgiu...2. 3.Para que serve...3. 4.Instalação...3. 5. Oque ele permite fazer...5. 6. Primeiro Cenário... Artigo sobre Indicie 1.Introdução....1 2.Como Surgiu....2 3.Para que serve....3 4.Instalação....3 5. Oque ele permite fazer....5 6. Primeiro Cenário....6 7. Segundo Cenário....7 8. Conclusão....8 5. Referencias....9

Leia mais

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Curso/Habilitação: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Disciplina: Empreendimentos em Informática

Leia mais

Manual do Moodle. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1

Manual do Moodle. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 Manual do Moodle para alunos (Versão 1.0) 29/Junho/2009 Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 O que é?... 3 Acesso... 4 Atualizando suas informações... 4 Enviando Mensagens... 5 Acessando os seus cursos...

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG. Identificação

PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG. Identificação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PROJETO PEDAGÓGICO UNIFICADO: FORMAÇÕES SIG Campus: Reitoria

Leia mais

ENSINO DE GEOMORFOLOGIA A DISTÂNCIA: ESTRATÉGIAS ADOTADAS NA LICENCIATURA EM GEOGRAFIA DO CEDERJ/UERJ

ENSINO DE GEOMORFOLOGIA A DISTÂNCIA: ESTRATÉGIAS ADOTADAS NA LICENCIATURA EM GEOGRAFIA DO CEDERJ/UERJ ENSINO DE GEOMORFOLOGIA A DISTÂNCIA: ESTRATÉGIAS ADOTADAS Afonso, A.E. 1 ; Silva, T.M. 2 ; 1 DGEO/FFP/UERJ Email:aniceafonso@gmail.com; 2 DEPTO. GEOGRAFIA/UFRJ Email:telmendes@globo.com; RESUMO: O ensino

Leia mais

profunda. São questões que nortearam a pesquisa: Como o aluno se percebe no processo de interatividade do curso? Como se dá o acesso ao conhecimento?

profunda. São questões que nortearam a pesquisa: Como o aluno se percebe no processo de interatividade do curso? Como se dá o acesso ao conhecimento? EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA: A CULTURA (DE) ORGANIZADORA DO REAL THOMAZ, Sueli Barbosa UNIRIO BITTENCOURT, Cristiane UNIRIO GT-11: Política de Educação Superior I Introdução Este texto é parte integrante

Leia mais

Palavras -chave: EAD, materiais didáticos, critérios de avaliação.

Palavras -chave: EAD, materiais didáticos, critérios de avaliação. OS CRITÉRIOS DE QUALIDADE NO MATERIAL DIDÁTICO IMPRESSO NA EAD Autora: Lucicleide da Silva (UNEAL/UFAL) lucicleide2004@ig.com.br Drª. Cleide Jane de Sá Araújo Costa (UFAL) cleidejanesa@gmail.com RESUMO:

Leia mais

SOLUÇÕES INTERATIVAS DE VÍDEO E VIDEOCONFERÊNCIA INTEGRADOS AO MOODLE. Abril 2007

SOLUÇÕES INTERATIVAS DE VÍDEO E VIDEOCONFERÊNCIA INTEGRADOS AO MOODLE. Abril 2007 SOLUÇÕES INTERATIVAS DE VÍDEO E VIDEOCONFERÊNCIA INTEGRADOS AO MOODLE Abril 2007 Vítor O. Villas Bôas Secretaria da Educação do Estado da Bahia- voboas@sec.ba.gov.br Bruno Reis Portela Secretaria da Educação

Leia mais

Educação a Distância e Ensino de Graduação Presenci al: interfaces, alternativas e recursos tecnol ógicos. Profa. Apuena Vieira Gomes SEDIS-UFRN

Educação a Distância e Ensino de Graduação Presenci al: interfaces, alternativas e recursos tecnol ógicos. Profa. Apuena Vieira Gomes SEDIS-UFRN Educação a Distância e Ensino de Graduação Presenci al: interfaces, alternativas e recursos tecnol ógicos Profa. Apuena Vieira Gomes SEDIS-UFRN Pontos para o Debate Educação a Distância O que é? Características

Leia mais

XXII CONFAEB Arte/Educação: Corpos em Trânsito 29 de outubro à 02 de novembro de 2012 Instituto de Artes / Universidade Estadual Paulista

XXII CONFAEB Arte/Educação: Corpos em Trânsito 29 de outubro à 02 de novembro de 2012 Instituto de Artes / Universidade Estadual Paulista REFLEXÕES SOBRE O CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES TUTORES PARA A PEDAGOGIA DO TEATRO EM REDE DO PROGRAMA PRÓ- LICENCIATURA DAS UNIVERSIDADES UFMA E UNB. Kalina Lígia de Almeida Borba Universidade de Brasília

Leia mais

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL Prezado(a) aluno(a); Este material que você está começando a ler trata-se do manual do aluno, referente às disciplinas que serão ministradas através

Leia mais

Oficina Educação e Novas Tecnologias. Prof. Dr. Luís Cláudio Dallier Professor das Faculdades COC

Oficina Educação e Novas Tecnologias. Prof. Dr. Luís Cláudio Dallier Professor das Faculdades COC Oficina Educação e Novas Tecnologias Prof. Dr. Luís Cláudio Dallier Professor das Faculdades COC Para início de conversa... Novas Tecnologias na Educação. Desafios, perspectivas e possibilidades. http://area41propaganda.bl

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA Gestão em TI Tópicos Especiais Informática Educativa no Brasil Professor: Fernando Zaidan 1 Referências: SANTINELLO, J. Informática educativa no Brasil e ambientes

Leia mais

LEITURA E INTERNET NA ESCOLA: SABERES E PRÁTICAS COMPARTILHADOS EM UMA ATIVIDADE WIKI NO MOODLE

LEITURA E INTERNET NA ESCOLA: SABERES E PRÁTICAS COMPARTILHADOS EM UMA ATIVIDADE WIKI NO MOODLE LEITURA E INTERNET NA ESCOLA: SABERES E PRÁTICAS COMPARTILHADOS EM UMA ATIVIDADE WIKI NO MOODLE Alana Dutra do Carmo, UECE Steffany Maria de Lima Vieira, UECE Orientadora: Profa. Dra. Eloisa Maia Vidal,

Leia mais

ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA

ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA 1 ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA Andréa Pereira de Castro Universidade de Cruz Alta UNICRUZ, Cruz Alta andreap@unicruz.edu.br Adriana Pereira Cocco Universidade

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE DOCENTE PROFESSOR CELSO CANDIDO QUALIDADE DE SOFTWARE Formação: o Bacharel em Sistemas de Informações (SI); o MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Conhecimentos: o Web Designer; o Arquitetura

Leia mais

Palavras-chave: AVA, informática, matemática e aprendizagem.

Palavras-chave: AVA, informática, matemática e aprendizagem. INTEGRAÇÃO ENTRE MATEMÁTICA E INFORMÁTICA EM AMBIENTES VIRTUAIS Solange Sardi Gimenes Washington Romao Dos Santos Jonathan Toczek RESUMO A Informática oferece recursos que auxiliam na aprendizagem, tornando

Leia mais

Sobre o Instituto Desenvolve T.I

Sobre o Instituto Desenvolve T.I Sobre o Instituto Desenvolve T.I A empresa Desenvolve T.I foi fundada em 2008, em Maringá, inicialmente focando a sua atuação em prestação de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e atendendo

Leia mais

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE*

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* 1 O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* Resumo Este trabalho se propõe a analisar o curso de extensão universitária CESB (Curso de Espanhol Básico) para

Leia mais

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR.

ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR. ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA NÚCLEO DE EMPREENDIMENTOS EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ARTES NECTAR. OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA CONSTRUÇÃO DO PORTAL E AQUISIÇÃO DE SOFTWARE DE GESTÃO DE

Leia mais

TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO

TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO TCC CURSO POS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DESIGN INSTRUCIONAL ROTEIRO DO PROJETO DE DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO 1. INTRODUÇÃO 1.1. CONTEXTO EM QUE O PROJETO SERÁ REALIZADO: Dados Gerais sobre a instituição

Leia mais

Comunidade WebQuest Brasil Prof. MSc. Gílian Cris. WebQuest. Ferramentas para produção, pesquisa e disponibilização. http://twitter.

Comunidade WebQuest Brasil Prof. MSc. Gílian Cris. WebQuest. Ferramentas para produção, pesquisa e disponibilização. http://twitter. 2011 2012 Comunidade WebQuest Brasil Prof. MSc. Gílian Cris WebQuest Ferramentas para produção, pesquisa e disponibilização http://twitter.com/webquestbrasil PESQUISAS E FERRAMENTAS Prof. MSc. Gílian Cris

Leia mais

AMBIENTAÇÃO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E AÇÃO TUTORIAL AULA 01: AMBIENTAÇÃO TÓPICO 03: HISTÓRIA E FUNDAMENTOS DA EAD VERSÃO TEXTUAL DO FLASH Você conhece a origem da Educação a Distância? Como se iniciaram

Leia mais

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância

Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Curso: Formação de Formadores em Educação a Distância Data de início: 28 de março de 2012 Data de término: 6 de maio de 2012 CARGA HORÁRIA: 40 horas DESCRIÇÃO: O curso de Formação de Formadores em Educação

Leia mais

GUIA DE ACESSO AOS CURSOS LIVRES ONLINE FRANCÊS E INGLÊS INSTRUMENTAL 2015

GUIA DE ACESSO AOS CURSOS LIVRES ONLINE FRANCÊS E INGLÊS INSTRUMENTAL 2015 GUIA DE ACESSO AOS CURSOS LIVRES ONLINE FRANCÊS E INGLÊS INSTRUMENTAL 2015 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ Instituto de Letras e Comunicação (ILC) Faculdade de Línguas Estrangeiras (FALEM) Secretaria de

Leia mais

e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância

e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância e-uea - Um Ambiente de Suporte ao Ensino Presencial e Educação a Distância Marly G. F. Costa 1, Ada Carvalho 2, Jorge Smorigo 2, Waldir Nonato 2 1 Universidade do Amazonas Núcleo de Tecnologia Eletrônica

Leia mais

PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS

PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS FACULDADE CASTELO BRANCO Portaria MEC nº 304, de 16/04/2008 D.O.U de 17/04/2008 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 02 2 JUSTIFICATIVA... 04 3 OBJETIVOS... 06 4 PROPOSTA PEDAGÓGICA...

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL

Leia mais

Projeto EnCaminhar Rede de Educação e Tele-Saúde Escolar Via Satélite

Projeto EnCaminhar Rede de Educação e Tele-Saúde Escolar Via Satélite Projeto EnCaminhar Rede de Educação e Tele-Saúde Escolar Via Satélite Apresentador Prof.Dr. Renato M.E. Sabbatini Neurocientista do comportamento e especialista em EaD e tele-saúde, doutorado pela USP/Ribeirão

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA A DISTÂNCIA: UM CAMINHO POSSÍVEL? PROPOSTA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS

FORMAÇÃO CONTINUADA A DISTÂNCIA: UM CAMINHO POSSÍVEL? PROPOSTA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS FORMAÇÃO CONTINUADA A DISTÂNCIA: UM CAMINHO POSSÍVEL? PROPOSTA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS Santos SP - Maio/ 2010 Marta Fernandes Garcia Secretaria de Educação Prefeitura

Leia mais

Título da Pesquisa: Palavras-chave: Campus: Tipo Bolsa Financiador Bolsista: Professor Orientador: Área de Conhecimento: Resumo

Título da Pesquisa: Palavras-chave: Campus: Tipo Bolsa Financiador Bolsista: Professor Orientador: Área de Conhecimento: Resumo Título da Pesquisa: Análise de eficiência do ambiente virtual de aprendizagem Sophia no ensino presencial Palavras-chave: ensino presencial; teoria de resposta ao item; ambiente virtual de aprendizagem.

Leia mais

ANATOMIA HUMANA APLICADA À ENFERMAGEM: ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDO PARA DISCIPLINA SEMI- PRESENCIAL

ANATOMIA HUMANA APLICADA À ENFERMAGEM: ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDO PARA DISCIPLINA SEMI- PRESENCIAL ANATOMIA HUMANA APLICADA À ENFERMAGEM: ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDO PARA DISCIPLINA SEMI- PRESENCIAL Maio/2007 Edilson Carlos Caritá - Universidade de Ribeirão Preto UNAERP ecarita@unaerp.br Silvia Sidnéia da

Leia mais

REDU: UM AMBIENTE VIRTUAL COLABORATIVO PARA ENSINO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO. Porto Nacional TO Maio 2012

REDU: UM AMBIENTE VIRTUAL COLABORATIVO PARA ENSINO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO. Porto Nacional TO Maio 2012 REDU: UM AMBIENTE VIRTUAL COLABORATIVO PARA ENSINO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO Porto Nacional TO Maio 2012 Categoria: Métodos e Tecnologia Setor Educacional: 3 Classificação das Áreas de Pesquisa

Leia mais

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6 Página 1 de 6 1. FUNCIONAMENTO Os cursos na modalidade de e-learning do são frequentados totalmente online, à exceção do Curso de Trabalhador Designado para a Segurança e Saúde no Trabalho em que a 1ª

Leia mais

Apresentação. A Equipe do Semipresencial coloca-se à disposição para quaisquer informações adicionais através dos seguintes contatos:

Apresentação. A Equipe do Semipresencial coloca-se à disposição para quaisquer informações adicionais através dos seguintes contatos: Apresentação Este Manual de Orientações Gerais foi concebido com a intenção de fornecer todas as informações de que você precisa para cursar disciplinas na modalidade semi-presencial. Acompanhando as inovações

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 60-GR/UNICENTRO, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2012. ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ RATIFICADA PELA RESOLUÇÃO Nº 7/2013- CEPE/UNICENTRO. Aprova, ad referendum do CEPE, o Curso de Especialização em Educação a

Leia mais

PROPOSTA PARA MINIMIZAÇÃO DA EVASÃO ESCOLAR COM O USO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PROPOSTA PARA MINIMIZAÇÃO DA EVASÃO ESCOLAR COM O USO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1 PROPOSTA PARA MINIMIZAÇÃO DA EVASÃO ESCOLAR COM O USO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA São Paulo SP 04/2012 Categoria: C - Métodos e Tecnologias Setor Educacional: 3 Educação Universitária Natureza do Trabalho:

Leia mais

AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM PANORAMA DA PRODUÇÃO NACIONAL

AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM PANORAMA DA PRODUÇÃO NACIONAL 1 AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: UM PANORAMA DA PRODUÇÃO NACIONAL Belo Horizonte, Maio/2010. Vanessa Belmonte - CEFET-MG - vabelmonte@yahoo.com.br - (31) 9225-1923 Márcia Gorett Ribeiro Grossi - CEFET-MG

Leia mais

DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM DISSEMINAÇÃO DA ETIQUETAGEM DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES ATRAVÉS DE UM CURSO A DISTÂNCIA EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Fernando O. R. Pereira (1); Alice T. C. Pereira (2); Evelise Leite

Leia mais

A formação dos professores universitários para ensinar a distância: o estado da arte em Santa Catarina

A formação dos professores universitários para ensinar a distância: o estado da arte em Santa Catarina Anais do XXVI Congresso da SBC WIE l XII Workshop de Informática na Escola 14 a 20 de julho de 2006 Campo Grande, MS A formação dos professores universitários para ensinar a distância: o estado da arte

Leia mais

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem 2.1 Introdução Caro Pós-Graduando, Nesta unidade, abordaremos o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que será utilizado no curso: o Moodle. Serão

Leia mais

Convibra Saúde Congresso Virtual Brasileiro de Educação, gestão e promoção da saúde saude.convibra.com.br

Convibra Saúde Congresso Virtual Brasileiro de Educação, gestão e promoção da saúde saude.convibra.com.br O IMPACTO DO USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM NAS AÇÕES EDUCATIVAS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO PAULO Autores: SARTOR, Sergio Guerra, PERDIGÃO, Vera Lucia Monteiro, LAGOA, Dagoberto Eloy,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTANCIA PROJETO BÁSICO CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDO NA EAD CURSO PARA DOCENTES DA UFOP 2007 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Pág. 1 Caracterização Curso: Licenciatura em História Período/Série: 5 Período Carga horária semanal: 4 aulas (3 horas) Carga horária total: 72 aulas (54 horas) Turno: Ano/Semestre letivo: 2012/1 ( ) Matutino

Leia mais

MANUAL DO ALUNO INSTITUTO BÍBLICO DA IGREJA CRISTÃ MARANATA

MANUAL DO ALUNO INSTITUTO BÍBLICO DA IGREJA CRISTÃ MARANATA MANUAL DO ALUNO INSTITUTO BÍBLICO DA IGREJA CRISTÃ MARANATA 2015 INSTITUTO BÍBLICO DA IGREJA CRISTÃ MARANATA - Rua Torquato Laranja, nº 92 Centro CEP 29100-370 - Vila - Velha ES - Tel: (27) 3320-3400 Seja

Leia mais

Termo de Prestação de Serviços Educacionais

Termo de Prestação de Serviços Educacionais Termo de Prestação de Serviços Educacionais Universidade Corpora tiva SEBRAE Termo de Prestação de Serviços Educacionais 1 Termo de Prestação de Serviços Educacionais Universidade Corpora tiva SEBRAE TERMO

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT

CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT CONSIDERAÇÕES INICIAIS ACERCA DOS ESTUDOS REALIZADOS PELO SUBPROJETO PIBID DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO DO MUNICÍ- PIO DE ALTO ARAGUAIA-MT Ellen Regina Moraes Bispo, Edinéia Guimarães Nunes e

Leia mais

Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública

Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública Investigação sobre o uso do ambiente Moodle pelos professores de uma instituição de ensino superior pública Eixo temático 2: Formação de professores e cultura digital 1 Ana Paula Ferreira Sebastião 2 Rosemary

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Faculdade de Letras. Oficina Online de Leitura e Produção de Textos. Professora Ana Cristina Fricke Matte

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Faculdade de Letras. Oficina Online de Leitura e Produção de Textos. Professora Ana Cristina Fricke Matte UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Faculdade de Letras Oficina Online de Leitura e Produção de Textos Professora Ana Cristina Fricke Matte A utilização da Plataforma Moodle pela Universidade na Educação

Leia mais

Resolução nº 111, de 20 de dezembro de 2011.

Resolução nº 111, de 20 de dezembro de 2011. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Conselho Superior Resolução nº

Leia mais

PROJETO ANGOLA: CURSOS PARA CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NA FERRAMENTA MOODLE

PROJETO ANGOLA: CURSOS PARA CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NA FERRAMENTA MOODLE PROJETO ANGOLA: CURSOS PARA CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NA FERRAMENTA MOODLE Área temática: Educação Sílvio César Cazella (Coordenador da Ação) 1 Carolina Sturm Trindade 2 Daniel Augusto Meneghini

Leia mais

AVANÇOS DAS AÇÕES EDUCATIVAS EM EAD, UTILIZANDO TELEDUC, DESENVOLVIDAS NA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DE SANTOS COMPARTILHANDO SABERES NA REDE

AVANÇOS DAS AÇÕES EDUCATIVAS EM EAD, UTILIZANDO TELEDUC, DESENVOLVIDAS NA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DE SANTOS COMPARTILHANDO SABERES NA REDE AVANÇOS DAS AÇÕES EDUCATIVAS EM EAD, UTILIZANDO TELEDUC, DESENVOLVIDAS NA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DE SANTOS COMPARTILHANDO SABERES NA REDE Santos/SP- 02/2014 Carlos Eduardo da Silva Fontoura SEDUC/Santos

Leia mais

USO DA WEB NO ENSINO DE FERRAMENTAS CAD

USO DA WEB NO ENSINO DE FERRAMENTAS CAD USO DA WEB NO ENSINO DE FERRAMENTAS CAD Gilberto Pimenta de Andrade gpimenta@passosuemg.br UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais Campus de Passos Av. Juca Stockler, 1130 37900-000 - Passos - MG

Leia mais

Educação a Distância aplicada à disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I na graduação de Ciência da Computação. 05/2005

Educação a Distância aplicada à disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I na graduação de Ciência da Computação. 05/2005 1 Educação a Distância aplicada à disciplina de Cálculo Diferencial e Integral I na graduação de Ciência da Computação. 146-TC-C3 Resumo: 05/2005 Alexandre Campos Silva Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem

Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem Felipe Becker Nunes 1, Fernando Sarturi Prass 2 1 Curso de Sistemas de Informação Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) CEP 97.020-001 Santa Maria

Leia mais

Um Modelo de Arquitetura para Gerenciar a Criação de Objetos de Aprendizagem em Núcleos de EaD

Um Modelo de Arquitetura para Gerenciar a Criação de Objetos de Aprendizagem em Núcleos de EaD Um Modelo de Arquitetura para Gerenciar a Criação de Objetos de Aprendizagem em Núcleos de EaD Lanylldo Araujo dos Santos, Luís Carlos Costa Fonseca, Reinaldo Silva de Jesus, Francisco da Conceição Silva

Leia mais

Tutorial Moodle Visão do Aluno

Tutorial Moodle Visão do Aluno Tutorial Moodle Visão do Aluno Conteúdo Apresentação...4...4 1Enviar Tarefa...5 2Fórum...6 2.1Participação no Fórum...6 2.2 Inserir Imagem no Fórum...7 2.3 Anexar Arquivo...8 3Modificar Perfil...9 4 Enviar

Leia mais

PROPOSTA DE CHECKLIST PARA PLANEJAMENTO DE TUTORES ON LINE EM CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD

PROPOSTA DE CHECKLIST PARA PLANEJAMENTO DE TUTORES ON LINE EM CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 102 PROPOSTA DE CHECKLIST PARA PLANEJAMENTO DE TUTORES ON LINE EM CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD Robson Augusto

Leia mais

NTE VIRTUAL : INTERAÇÃO, COLABORAÇÃO E APRENDIZADO EM REDE

NTE VIRTUAL : INTERAÇÃO, COLABORAÇÃO E APRENDIZADO EM REDE NTE VIRTUAL : INTERAÇÃO, COLABORAÇÃO E APRENDIZADO EM REDE Fábia Magali Santos Vieira Maria de Lourdes Matos 1 Rômulo Barbosa Maia 2 Resumo O presente artigo pretende apresentar os pilares pedagógicos

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA

ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES-TUTORES PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA, REALIZADO PELO CONVÊNIO UNIRIO-CISBAF E OFERTADO PELA UNIVERSIDADE ABERTA

Leia mais

DISPONIBILIZAÇÃO DE EXERCÍCIOS E SUA CORREÇÃO ON-LINE EM AMBIENTES DE ENSINO A DISTÂNCIA

DISPONIBILIZAÇÃO DE EXERCÍCIOS E SUA CORREÇÃO ON-LINE EM AMBIENTES DE ENSINO A DISTÂNCIA 1 DISPONIBILIZAÇÃO DE EXERCÍCIOS E SUA CORREÇÃO ON-LINE EM AMBIENTES DE ENSINO A DISTÂNCIA Wilson Kindlein Junior 1 Fábio Pinto da Silva 2 Frederico de Lima Ottoni 3 Gabriel Reguly 4 Gustavo Freitas 5

Leia mais

Correlação anatomofisológica e Afasia: útil ou redutora?

Correlação anatomofisológica e Afasia: útil ou redutora? 1 ECTS com Inês Tello Rodrigues Correlação anatomofisológica e Afasia: útil ou redutora? E-learning, 29 de Outubro e 5, 10 e 19 de Novembro Graças ao imenso sucesso do curso PARATFs - "Correlação anatomofisiológica

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações:

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações: SUPLEMENTO Nº 02 O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações: 1. A data limite de acolhimento de propostas fica alterada para 19.02.2008. 2. A CLÁUSULA

Leia mais

Avaliação da Gestão da Infra-estrutura de Sistemas de Educação a Distância: a importância do ITIL

Avaliação da Gestão da Infra-estrutura de Sistemas de Educação a Distância: a importância do ITIL Avaliação da Gestão da Infra-estrutura de Sistemas de Educação a Distância: a importância do ITIL Paulo Cristiano de Oliveira 1, Maricel Karina López Torres 2, Carolina Schmitt Nunes 3, Marina Keiko Nakayama

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, SOB A FORMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, SOB A FORMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, SOB A FORMA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA GUIA DO CURSO Endereço: Avenida Alberto Bins, 467 Centro Histórico Cidade / UF: Porto Alegre RS CEP: 90030 140 Telefone: (051) 3211 2100

Leia mais

Tutorial 7 Fóruns no Moodle

Tutorial 7 Fóruns no Moodle Tutorial 7 Fóruns no Moodle O Fórum é uma atividade do Moodle que permite uma comunicação assíncrona entre os participantes de uma comunidade virtual. A comunicação assíncrona estabelecida em fóruns acontece

Leia mais

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplic...

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplic... 1 de 6 02/09/2011 18:54 Metas para o PDI 2011-2020 UNIRIO Imprimir Dados Institucionais Unidade Organizacional: COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Nome do responsável pelo preenchimento: Giane Moliari

Leia mais

Curso de planilhas eletrônicas na modalidade EAD: Um relato de experiência

Curso de planilhas eletrônicas na modalidade EAD: Um relato de experiência ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO Curso de planilhas eletrônicas na modalidade EAD: Um relato de experiência Luis Henrique Chiczta (luischiczta@gmail.com) Diolete Marcante Latti Cerutti (diolete@uepg.br) Adilson

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Secretaria de Educação à Distância - SEaD

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Secretaria de Educação à Distância - SEaD UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Secretaria de Educação à Distância - SEaD Petrolina Junho de 2013 Apresentação A Carta de Serviços é um instrumento que foi instituído por meio do Decreto

Leia mais

O MOODLE COMO FERRAMENTA DIDÁTICA

O MOODLE COMO FERRAMENTA DIDÁTICA 1 O MOODLE COMO FERRAMENTA DIDÁTICA Andréia de Souza Alencar Fernanda Cristina de Paula Matias Fernanda Pereira Guimarães Rodrigo Sanches de Oliveira Resumo: Educação a distância (EaD) e Software Livre

Leia mais

FGV Online/ CTAE. Profº Leopoldo Antonio de Oliveira Neto. Junho de 2010. São Paulo

FGV Online/ CTAE. Profº Leopoldo Antonio de Oliveira Neto. Junho de 2010. São Paulo Percepções de alunos sobre uma experiência colaborativa baseada no software colaborativo wiki, em um ambiente de formação educacional presencial de pós-graduação FGV Online/ CTAE Profº Leopoldo Antonio

Leia mais

Internet Avançada e Educação Matemática: novos desafios para o ensino e. aprendizagem on-line

Internet Avançada e Educação Matemática: novos desafios para o ensino e. aprendizagem on-line Internet Avançada e Educação Matemática: novos desafios para o ensino e aprendizagem on-line Marcelo de Carvalho Borba 1 (mborba@rc.unesp.br) Marcus Vinicius Maltempi 2 (maltempi@rc.unesp.br) Ana Paula

Leia mais

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET

INCLUSÃO TECNOLÓGICA ATRAVÉS DE CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA NA INTERNET 110. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

2 Ergonomia aplicada na EAD em ambiente web

2 Ergonomia aplicada na EAD em ambiente web 2 Ergonomia aplicada na EAD em ambiente web A eficiência da educação a distância (EAD) depende da contribuição de diversas disciplinas. É comum encontrarmos estudos nas áreas da ciência da computação,

Leia mais

Belém PA, Maio 2012. Categoria: Pesquisa e Avaliação. Setor Educacional: Educação Universitária. Macro: Sistemas e Instituições de EAD

Belém PA, Maio 2012. Categoria: Pesquisa e Avaliação. Setor Educacional: Educação Universitária. Macro: Sistemas e Instituições de EAD 1 A QUALIDADE DOS CURSOS SUPERIORES A DISTÂNCIA: CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS E BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB Belém PA, Maio 2012 Categoria: Pesquisa e Avaliação

Leia mais

VI@CALCULO: CONTRIBUINDO PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA ERA DIGITAL

VI@CALCULO: CONTRIBUINDO PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA ERA DIGITAL VI@CALCULO: CONTRIBUINDO PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA ERA DIGITAL Diogo Israel Schwanck (1) Bárbara Bernardine Almeida da Silva (2) Liara Aparecida dos Santos Leal (3) Resumo O presente trabalho

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇÃO DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO O INTERCÂMBIO DE CURSOS ENTRE O TRT8 E O INTERLEGIS RODOPIANO NETO Assessor de Planejamento e Gestão OBJETIVOS 1. Orientar

Leia mais

UMA ANÁLISE DA REDE SOCIAL EDUCACIONAL SCHOOLING COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

UMA ANÁLISE DA REDE SOCIAL EDUCACIONAL SCHOOLING COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM UMA ANÁLISE DA REDE SOCIAL EDUCACIONAL SCHOOLING COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Ricardo Fidelis Dantas Universidade Estadual da Paraíba richarges@gmail.com Francisco Eudes Almeida da

Leia mais

Desenvolvendo um Ambiente de Aprendizagem a Distância Utilizando Software Livre

Desenvolvendo um Ambiente de Aprendizagem a Distância Utilizando Software Livre Desenvolvendo um Ambiente de Aprendizagem a Distância Utilizando Software Livre Fabrício Viero de Araújo, Gilse A. Morgental Falkembach Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção - PPGEP Universidade

Leia mais

Educação à distância (EAD) conceitos e reflexões. Distance Learning concepts and reflections

Educação à distância (EAD) conceitos e reflexões. Distance Learning concepts and reflections Educação à distância (EAD) conceitos e reflexões Distance Learning concepts and reflections Título Resumido: Educação à distância (EAD) aspectos gerais Vera L. Garcia, fonoaudióloga Rua Aurélio Menegon,

Leia mais

PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI LAUREATE INTERNACIONAL EDUCATION Klaibert Miranda Jacqueline Cícera Florêncio dos Santos Valter Garoli Mariana Estima do Nascimento PRONTO EDUCAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

O USO DO EDITOR DE APRESENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS

O USO DO EDITOR DE APRESENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS O USO DO EDITOR DE APRESENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS Mário Sérgio de Andrade Mendonça, mariomendonc@gmail.com Eduardo Machado Real, eduardomreal@uems.br UEMS Universidade Estadual

Leia mais

EaD = O futuro é agora!

EaD = O futuro é agora! Objetivos EaD = O futuro é agora! Apresentar e discutir os princípios fundamentais da EaD; Mostrar a evolução desta tecnologia no Brasil; Apresentar a proposta de EaD para os Formadores do Saber. Prof.

Leia mais

Processo de Aprendizagem em EaD no Ensino Superior

Processo de Aprendizagem em EaD no Ensino Superior Processo de Aprendizagem em EaD no Ensino Superior Ana Julia Carvalheiro RA:148321 Susana Mieko Thoma RA: 118698 CS405 Educação e Tecnologia Prof. Dr. José Valente Armando Universidade Estadual de Campinas

Leia mais

Educação à Distância: Possibilidades e Desafios

Educação à Distância: Possibilidades e Desafios Educação à Distância: Possibilidades e Desafios Resumo André Alves Freitas Andressa Guimarães Melo Maxwell Sarmento de Carvalho Pollyanna de Sousa Silva Regiane Souza de Carvalho Samira Oliveira Os cursos

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional SEB DCE CGMID COGTEC PROINFO SEB SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Leia mais