EDUCAÇÃO AMBIENTAL DESENVOLVIDA ATRAVÉS DA ATIVIDADE AGRÍCOLA Promove mudança comportamental de alunos da rede pública.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDUCAÇÃO AMBIENTAL DESENVOLVIDA ATRAVÉS DA ATIVIDADE AGRÍCOLA Promove mudança comportamental de alunos da rede pública."

Transcrição

1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL DESENVOLVIDA ATRAVÉS DA ATIVIDADE AGRÍCOLA Promove mudança comportamental de alunos da rede pública. Glauco Yves Gomes dos Santos Rocha, Graduado do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de Alagoas-CECA, Rio Largo, AL, (082) , Profª. Drª.Lígia Sampaio Reis, Campus Delza Gitai, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo, AL, Resumo: o presente trabalho surgiu da necessidade de criar perspectivas de um futuro melhor para crianças, jovens, despertando à preservação do meio ambiente, além de gerar oportunidades de ocupação promover a aprendizagem de hábitos alimentares mais saudáveis. O trabalho foi implantado no período de agosto de 2007 a fevereiro de 2008 para os alunos do 1º ao 6º ano do ensino fundamental. Observando o espaço físico existente na Escola Estadual Monsenhor Benício de Barros Dantas, foi desenvolvido um projeto para estudo despertar o interesse em novos alimentos com criação de uma horta, criando assim, uma alternativa de aulas práticas- teóricas que desenvolveu nos alunos mudanças de comportamento através de aprendizagem sobre o meio ambiente. Palavras-chave: horta, práticas-teóricas, espaço, pedagógico. Introdução O projeto de educação ambiental desenvolvida através da atividade agrícola, surgiu da necessidade de perspectivas de um futuro melhor e de mudanças no comportamento de crianças, jovens, professores e comunidade escolar, com relação à questão ambiental, além de gerar oportunidades de ocupação de sustentabilidade e aprendizagem de hábitos alimentares saudáveis para os alunos (BRANDÃO, C.I.; BRANDÃO, R.F,1996). Observando o espaço físico existente na escola para o desenvolvimento de uma horta, os professores que participam do Programa de Educação Ambiental Lagoa Viva com parceria dos alunos estudante de Engenharia Agronômica, também participantes do Programa Lagoa Viva, elaboraram um projeto pedagógico para atender as necessidades da realidade citada, criando assim, uma alternativa de aulas práticas - teóricas que desenvolva nos alunos mudanças de comportamento através da aprendizagem sobre o meio ambiente. Os hábitos alimentares estão diretamente relacionados com a qualidade de vida das pessoas (Ministério da Saúde, 1999). Seja pela vida agitada ou pela produção em escala e até mesmo pela propaganda. Sabe - se que esses têm mudado para pior, tem sido preocupação constante para os educadores na escola. Uma alimentação que contenha vegetais, e principalmente os produzidos sem o uso de agrotóxicos, é muito mais saudável, some-se a isso, que o preparo de hortas nas escolas, coloca as crianças e jovens em contato com as peculiaridades do meio ambiente, para uma vida equilibrada e de melhor qualidade. 8

2 A horta na escola pode servir como fonte de alimentação e atividade didática, oferecendo grande vantagem à comunidade envolvida, como a obtenção de alimentos de qualidade a baixo custo. Para fortalecer o vínculo positivo entre a educação e a saúde, devemos promover um ambiente saudável, melhorando a educação e o potencial de aprendizagem através de projeto pedagógico que garanta preencher e atender as lacunas existentes, permitindo a transformação social através da inserção das universidades junto às comunidades escolares, cumprindo assim, o papel fundamental que é o ensino, pesquisa e extensão. Portanto o presente trabalho justifica - se a atender a importância social da Universidade Federal de Alagoas junto à Escola Estadual Monsenhor Benicio de Barros Dantas, proporcionando uma alternativa de melhoria na alimentação da qualidade da merenda escolar. Material e métodos - Local O presente trabalho foi desenvolvido na Escola Municipal Monsenhor Benicio de Barros Dantas, localizado no município de Maceió - AL. - Aulas práticas-teóricas Foram ministradas palestras semanalmente sobre vários temas relacionados com atividades sustentáveis, utilizando data show, em sala de aula para alunos e professores. Considerando uma abordagem sobre a importância da preservação meio onde vivemos A coleta seletiva do lixo, e a importância da reciclagem no cotidiano conduzindo a comunidade escolar para o uso de material reciclado (utilizando caixa de leite, copos descartáveis e garrafas de refrigerante) na construção de sementeiras. Implantação e manejo da Horta com utilização do produto na merenda escolar. - Cadastro de Alunos Foi feito um levantamento pelos professores da Escola de quantos alunos desejavam participar do projeto, realizando uma ficha de cadastro com nome e série. A seleção dos alunos foi realizada mediante afinidade, envolvimento, comportamento e rendimento em sala de aula, freqüência e trabalho em cooperação com os amigos e professores to. - Coleta Seletiva e Reciclagem do lixo Na coleta seletiva coletou-se garrafas de refrigerante tipo Pet para ser utilizada na irrigação das plantas e formação das sementeiras. - Aproveitamento das frutas e hortaliças Através de palestra foi apresentado diferentes formas de uso das furtas. - Horta Para dar início ao projeto horta preparou-se os canteiros com o adubo da compostagem onde primeiro foi plantado por estaquia a couve folha (Brassica oleracea L.), espaçadas de 30 cm, para o fornecimento de água foram colocadas garrafas Pet de 2 L sem a tampa e com um furo em sua parte 9

3 superior. A garrafa foi colocada ao lado da planta com a parte cônica enterrada posicionada para o sistema radicular da planta com isso evitando a morte das mudas no período de baixa precipitação pluviométrica. A colheita foi realizada utilizando uma faca lisa para o corte das folhas da couve, sendo encaminhada à cozinha experimental para a produção de alimentos para enriquecer a merenda escolar e excedente ser vendido. Após adaptação dos alunos a esse novo trabalho outras hortaliças foram sendo introduzidas na horta. Resultados e discussão Na Tabela 1 encontram-se as mudas plantadas e observadas, no projeto de paisagismo e horta, logo almejando a inclusão mais rápida dos professores e alunos no projeto. A produção de frutas para enriquecer a merenda escolar, formação de sombra com as copas das fruteiras para que os alunos possam desfrutar de um ambiente mais harmônico. Tabela 1- Nome científico e vulgar das plantas utilizadas. Nome Vulgar Nome Científico Mandioca Manihot esculenta Laranjeira Vigna unguiculata Acerola Malpighia emarginata Pinha Annona squamosa L Couve Folha Brassica oleracea L. Feijão de Corda Vigna unguiculata Mamão Carica papaya Abacaxi Perola Ananas comosus L. Merril Utilizando fruteiras foram plantadas mudas em todas as pequenas áreas, principalmente próximas as salas de aula, utilizando reciclagem e a matemática como ferramenta. Desta maneira a comunidade escolar desenvolveu mais afeto e participação pelo trabalho, onde agora esta funcionando como forma didática pelos professores para explanar suas aulas. O desenvolvimento da sementeira com a utilização de material reciclado, despertou no aluno o interesse para as atividades manuais associado com o aprendizado. Na reciclagem do lixo, houve o envolvimento dos alunos e professores da Escola, pois ambos trouxeram de suas residências as cascas de frutas, hortaliças, ovos e folhas secas. Os alunos começaram a compreender a diferença do plástico comum e lixo orgânico, o apoio dos professores foi fundamental para acompanhamento dessa atividade. A adubação das plantas foi feita com o produto da compostagem, um adubo orgânico e rico em minerais e colocado no fundo das covas e na cobertura diminuindo assim os custos na produção, permitindo que os alunos monitores se familiarizassem com essa pratica, e com produção de alimentos orgânico sem utilizar adubação química e agrotóxico. Para irrigar as mudas de uma forma mais prática, com maior aproveitamento de água foi utilizada garrafa tipo Pet provida da reciclagem, 10

4 fazendo com que os alunos não se esquecessem de completar a água, sendo mais rápidos na atividade diária de irrigação, evitando assim em 100% a mortalidade das mudas transplantadas, pisoteadas e por falta de irrigação. No desenvolvimento da horta cada aluno teve acesso as informações de manejo e condução da cultura uma atividade nova para os alunos, necessitando de tempo para adaptação. O resultado foi a inclusão da folha da couve folha misturado com arroz na merenda escolar, para alimentação de todos os alunos motivando assim os que estavam envolvidos e os que ainda não estavam participando do projeto. Segundo relatos dos pais e professores, os alunos obtiveram um rendimento bastante interessante em seus costumes e interesses em relação às plantas, alimentação e higiene, levando para suas residências, onde começaram a adquirir hábitos de limpeza da casa e higiene pessoal na residência e na Escola, aprenderam a reciclagem de plástico, papel e resíduos da cozinha. O projeto despertou interesse em outras escolas (Escola Tesoura da Criança) adjacentes e possibilitou aos alunos do 6º ano do ensino fundamental envolvidos a apresentar o trabalho que eles estavam envolvidos, desta maneira aumentando a interação da escola com a comunidade e escolas vizinhas. Os alunos envolvidos aumentaram em torno de 17% seu rendimento e comportamento na sala de aula, para poder continuar desfrutando de palestras e aulas práticas sobre atividades educativas e ambientais agrícolas (Tabela 2). Tabela 2. Rendimento escolar pôr série de acordo com a nota recebida antes e depois do desenvolvimento da horta. 3ª série 4ª série 5ª série 5ª série 5ª série turma B turma B turma B turma C turma D Quantidade de alunos 8 envolvidos Antes (A) / Depois (D) A D A D A D A D A D das notas , 179, 104, Média 7,2 7,7 6,8 9,4 7,1 10 7, Porcentagem(%) 72,5 77,5 68,6 94, , ,6 98,3 Rendimento(%) 5 25, ,3 19,7 A quantidade de espécies vegetais no presente trabalho demonstra ser pequena por motivos de o solo não ajudar, o mesmo é constituído de restos de construção civil. Conclusão A educação ambiental desenvolvida através da atividade agrícola foi bastante importante, pois segundo a avaliação dos professores envolvidos os alunos obtiveram uma melhoria de 17% no rendimento escolar e em seu comportamento perante a comunidade adjacente, respeito e harmonização com o companheiro de sala de aula e respeito a natureza, assim, promovendo uma mudança de comportamento ambiental na escola e em sua residência, como por exemplo a utilização das cascas de frutas e verduras incorporadas ao solo como fonte de adubação orgânica. Além do enriquecimento na merenda 11

5 escolar, tornando-se uma alimentação mais saudável e promovendo assim, a saúde dos alunos. Referências bibliográficas BRANDÃO, C.I.; BRANDÃO, R.F.; Alimentação Alternativa, Centro de Pastoral Popular. Editora Redentorista, Brasília DUTRA-DE-OLIVEIRA, J.E; CUNHA, S.F.C; MARCHINI, J.S. A Desnutrição dos Pobres e dos Ricos: Dados sobre a alimentação no Brasil. Editora Sarvier. São Paulo.Brasil DUTRA-DE-OLIVEIRA, J. E.; MARCHINI, J.S.; Ciências Nutricionais. Editora Sarvier. São Paulo. Brasil Embrapa - Centro Nacional Pesquisa Hortaliças Horta Escolar, Secretaria de Educação, Cultura e Esportes Prefeitura Municipal de Jundiaí, LUZ, V.P. Técnicas Agrícolas. 9ª edição. Volume1. Editora Ática Ministério da Saúde, Alimentos regionais, Versão preliminar, Brasília, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Alimentos Regionais. Versão preliminar. Brasília MINISTÉRIO DA SAÚDE. Política nacional de alimentação e nutrição. Brasília, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Como evitar a Deficiência de Iodo. Programa de Controle da Qualidade do Sal. Brasília NOBREGA, F.I. Distúrbios da nutrição. Editora Revinter. Rio de janeiro SILVA, R.C.S; SANTOS, T. Alimentação escolar no Estado do Rio de Janeiro. Anais do XV Congresso brasileiro de Nutrição. Brasília, Secretaria de Agricultura, pecuária e abastecimento. 12

EDUCAÇAO AMBIENTAL NA ESCOLA Perspectivas de mudanças comportamentais na alimentação e convívio social.

EDUCAÇAO AMBIENTAL NA ESCOLA Perspectivas de mudanças comportamentais na alimentação e convívio social. EDUCAÇAO AMBIENTAL NA ESCOLA Perspectivas de mudanças comportamentais na alimentação e convívio social. Glauco Yves Gomes dos Santos Rocha, Graduado do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal

Leia mais

Educação para Sustentabilidade Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina

Educação para Sustentabilidade Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Auditório da Secretaria de Educação do Município de Maceió Educador Ambiental: Marcos Wilson Pires Cidade: Maceió (Alagoas)

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS AMAJARI ANEXO III

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS AMAJARI ANEXO III PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS AMAJARI ANEXO III FORMULÁRIO DA VERSÃO ELETRÔNICA DO PROJETO / ATIVIDADE DE EXTENSÃO PBAEX 2016 01. Título do Projeto Implantação e desenvolvimento

Leia mais

O ECO-DESENVOLVIMENTO PROMOVE A INCLUSÃO DE CRIANÇAS E JOVENS ESPECIAIS

O ECO-DESENVOLVIMENTO PROMOVE A INCLUSÃO DE CRIANÇAS E JOVENS ESPECIAIS O ECO-DESENVOLVIMENTO PROMOVE A INCLUSÃO DE CRIANÇAS E JOVENS ESPECIAIS Este trabalho tem por objetivo relatar a experiência da equipe multidisciplinar de pesquisadores da UFAL na capacitação de crianças,

Leia mais

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL Kelly Cristina Costa de Lima, UEPA Aline Marques Sousa, UEPA Cassia Regina Rosa

Leia mais

alunas foram orientadas na execução da limpeza da área e coleta de material orgânico para proceder a implantação.

alunas foram orientadas na execução da limpeza da área e coleta de material orgânico para proceder a implantação. RELATÓRIO FINAL DE PROJETOS DE EXTENSÃO - PBAEX REGISTRO PROEX N /2015 1 - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO CÂMPUS: Amajari Anexo V TÍTULO PROJETO: Horta Agroecológica em Escola da zona rural de Alto Alegre COORDENADOR

Leia mais

EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO ENTORNO DO LIXÃO DE CAMPO GRANDE - MATO GROSSO DO SUL.

EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO ENTORNO DO LIXÃO DE CAMPO GRANDE - MATO GROSSO DO SUL. EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO ENTORNO DO LIXÃO DE CAMPO GRANDE - MATO GROSSO DO SUL. Fabiola Silva dos Santos INTRODUÇÃO: A ocupação da periferia das cidades,

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INTEGRANDO SABERES EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL DO MUNICÍPIO DE CUITÉ PB

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INTEGRANDO SABERES EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL DO MUNICÍPIO DE CUITÉ PB EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INTEGRANDO SABERES EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL DO MUNICÍPIO DE CUITÉ PB 1 Cláudia Patrícia Fernandes dos Santos, UFCG 2 Marcondes Fernando Pereira Carvalho, UFCG 3 Edson de

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Eu e a Terra - Horta da Escola

Mostra de Projetos 2011. Eu e a Terra - Horta da Escola Mostra de Projetos 2011 Eu e a Terra - Horta da Escola Mostra Local de: Umuarama Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais Nome da Instituição/Empresa: Colégio Estadual

Leia mais

PATRUS ANANIAS DE SOUZA Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

PATRUS ANANIAS DE SOUZA Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome apresentação do programa Brasília, maio 2007 PATRUS ANANIAS DE SOUZA Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome ONAUR RUANO Secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional CRISPIM

Leia mais

SITUAÇÃO ANTERIOR E IDENTIFICAÇÃO DOS PROBLEMAS A SEREM RESOLVIDOS.

SITUAÇÃO ANTERIOR E IDENTIFICAÇÃO DOS PROBLEMAS A SEREM RESOLVIDOS. Experiência: CASA FAMILIAR RURAL Escola Agrotécnica Federal de Rio do Sul/SC Responsável: Professor João José Stüpp Endereço: Estrada do Redentor, 5665 Bairro: Canta Galo Rio do Sul/SC CEP: 89160-000 E

Leia mais

Implantação e manutenção de uma horta comunitária na APAE de Bambuí MG

Implantação e manutenção de uma horta comunitária na APAE de Bambuí MG VIII SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO IFMG-CAMPUS BAMBUÍ II MOSTRA DE EXTENSÃO Implantação e manutenção de uma horta comunitária na APAE de Bambuí MG Bruno Dorneles de Oliveira¹; Eduardo Castelar Silva

Leia mais

O ESTUDO DA CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES E A RELAÇÃO COM CONTEÚDOS MATEMÁTICOS

O ESTUDO DA CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES E A RELAÇÃO COM CONTEÚDOS MATEMÁTICOS ISSN 2177-9139 O ESTUDO DA CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES E A RELAÇÃO COM CONTEÚDOS MATEMÁTICOS Edimar Fonseca da Fonseca edyyfon@yahoo.com.br Fundação Universidade Federal do Pampa, Campus Caçapava do

Leia mais

GEOGRAFIA E HORTAS AGROECOLOGICAS: PRÁTICA EDUCATIVA NAS ESCOLAS SOBRE UM NOVO PRISMA DE ENSINO - APRENDIZAGEM

GEOGRAFIA E HORTAS AGROECOLOGICAS: PRÁTICA EDUCATIVA NAS ESCOLAS SOBRE UM NOVO PRISMA DE ENSINO - APRENDIZAGEM GEOGRAFIA E HORTAS AGROECOLOGICAS: PRÁTICA EDUCATIVA NAS ESCOLAS SOBRE UM NOVO PRISMA DE ENSINO - APRENDIZAGEM Edilson Ramos de oliveira (UFCG); Larissa Barreto Barbosa (UEPB); Nayara Cardoso Ribeiro (UFCG);

Leia mais

PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ

PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ Fabiana Bassani (1) Tecnóloga Ambiental Universidade Tecnológica Federal do Paraná; Mestre

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E HORTA ORGÂNICA: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL DOS ANOS INICIAIS

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E HORTA ORGÂNICA: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL DOS ANOS INICIAIS 37 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E HORTA ORGÂNICA: UMA EXPERIÊNCIA NO ENSINO FUNDAMENTAL DOS ANOS INICIAIS RESUMO Kathya Regina Araya Bruno 10 Fábio Augusto Rodrigues e Silva 11 De acordo com os Parâmetros Curriculares

Leia mais

III-258 UTILIZAÇÃO DA COMPOSTAGEM NA PRODUÇÃO DE ESPÉCIES PAISAGÍSTICAS DESTINADAS A ARBORIZAÇÃO URBANA NO MUNICÍPIO DE VIÇOSA - MG

III-258 UTILIZAÇÃO DA COMPOSTAGEM NA PRODUÇÃO DE ESPÉCIES PAISAGÍSTICAS DESTINADAS A ARBORIZAÇÃO URBANA NO MUNICÍPIO DE VIÇOSA - MG III-258 UTILIZAÇÃO DA COMPOSTAGEM NA PRODUÇÃO DE ESPÉCIES PAISAGÍSTICAS DESTINADAS A ARBORIZAÇÃO URBANA NO MUNICÍPIO DE VIÇOSA - MG Fabiano de Jesus Ribeiro (1) Técnico em Topografia pela Escola Média

Leia mais

Horta do Futuro EE 9 de Julho Sala 7 2ª sessão

Horta do Futuro EE 9 de Julho Sala 7 2ª sessão Horta do Futuro EE 9 de Julho Sala 7 2ª sessão Professores Apresentadores: Edmar Francisco Custódio Alves Márcia Aparecida Perez Moreno Realização: Foco O presente projeto foi elaborado de forma interdisciplinar

Leia mais

PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR E A GASTRONOMIA PEHEG

PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR E A GASTRONOMIA PEHEG PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR E A GASTRONOMIA PEHEG CUIABÁ / MT 2013 EQUIPE GESTORA: INES WALKER EHRENBRIENK - DIRETORA NELY PEREIRA DA SILVA CARNEIRO - COORDENADORA JULIANA MOURA ALVES DAS NEVES

Leia mais

Dia da família na escola. 13 de março de 2010

Dia da família na escola. 13 de março de 2010 1 Dia da família na escola 13 de março de 2010 Sugestões de atividades Desde 2009, o Amigos da Escola tem incentivado às escolas participantes do projeto a tornar os dias temáticos em dias da família e

Leia mais

Educação Ambiental com as crianças pequenas

Educação Ambiental com as crianças pequenas Educação Ambiental com as crianças pequenas Relato de experiência sobre Projeto de Educação Ambiental desenvolvido no NEI Santo Antônio de Pádua em Florianópolis. POR: Aline Vasconcelos Marques Andréa

Leia mais

agricultura familiar

agricultura familiar saúde A importância da agricultura familiar na merenda escolar Iniciativas em Santa Rosa do Viterbo são exemplos de sucesso Por Danielle Lautenschlaeger Inúmeras famílias brasileiras ainda obtêm sua renda

Leia mais

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental.

1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 1. Nome da Prática inovadora: Coleta Seletiva Uma Alternativa Para A Questão Socioambiental. 2. Caracterização da situação anterior: O município de Glória de Dourados possui 9.927 habitantes (IBGE-2011),

Leia mais

Educação Ambiental INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Luis Eduardo Salvatore. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE

Educação Ambiental INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Luis Eduardo Salvatore. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Educação Ambiental Luis Eduardo Salvatore O Instituto Brasil Solidário IBS é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - e desenvolve formação continuada em Educação em comunidades

Leia mais

DEFENSIVOS AGRÍCOLAS Competências - Planejar, organizar e monitorar o uso adequado dos diferentes tipos de defensivos agrícolas

DEFENSIVOS AGRÍCOLAS Competências - Planejar, organizar e monitorar o uso adequado dos diferentes tipos de defensivos agrícolas Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Dois Vizinhos Diretoria de Graduação e Educação Profissional COAGO Coordenação do Curso Técnico em Agropecuária 1º PERÍODO AGROECOLOGIA

Leia mais

HORTA ESCOLAR RECURSO PARA SE DISCUTIR A EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Lizyane Lima Borges 1 Pedro Henrique de Freitas 2 Regisnei A. de Oliveira Silva 3.

HORTA ESCOLAR RECURSO PARA SE DISCUTIR A EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Lizyane Lima Borges 1 Pedro Henrique de Freitas 2 Regisnei A. de Oliveira Silva 3. HORTA ESCOLAR RECURSO PARA SE DISCUTIR A EDUCAÇÃO AMBIENTAL Lizyane Lima Borges 1 Pedro Henrique de Freitas 2 Regisnei A. de Oliveira Silva 3. 1 Universidade Federal de Goiás-Jataí/ lizyanelima31@hotmail.com

Leia mais

HORTA ESCOLAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL: PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UMA CONSCIÊNCIA PLANETÁRIA

HORTA ESCOLAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL: PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UMA CONSCIÊNCIA PLANETÁRIA 02420 HORTA ESCOLAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL: PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UMA CONSCIÊNCIA PLANETÁRIA Tatiana de Castro Oliveira - UFPA Marileia Pereira Trindade - UFPA Jennifer Susan Webb

Leia mais

Eixo Temático ET-01-017 - Gestão Ambiental PROJETO DE MINIMIZAÇÃO DO IMPACTO AMBIENTAL EM UMA INDÚSTRIA DO ALTO SERTÃO DA PARAÍBA

Eixo Temático ET-01-017 - Gestão Ambiental PROJETO DE MINIMIZAÇÃO DO IMPACTO AMBIENTAL EM UMA INDÚSTRIA DO ALTO SERTÃO DA PARAÍBA 129 Eixo Temático ET-01-017 - Gestão Ambiental PROJETO DE MINIMIZAÇÃO DO IMPACTO AMBIENTAL EM UMA INDÚSTRIA DO ALTO SERTÃO DA PARAÍBA Nelly Alexandre Marçal¹; Susana Cristina Lucena² ¹Graduanda em Tecnologia

Leia mais

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES.

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. 1 NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. FREITAS, Samylla Tassia Ferreira de¹; SILVA, Thariny Alves²; SOUSA, Leticia Ferreira de³; OLIVEIRA, Sandra

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DE UMA ESCOLA TÉCNICA AGRÍCOLA POR MEIO DE INDICADORES

AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DE UMA ESCOLA TÉCNICA AGRÍCOLA POR MEIO DE INDICADORES AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DE UMA ESCOLA TÉCNICA AGRÍCOLA POR MEIO DE INDICADORES Rafael José Navas da Silva. CEETEPS ETEC. Prof. Edson Galvão Itapetininga/SP. Resumo O conceito de desenvolvimento sustentável

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento tem por finalidade regulamentar as Atividades Complementares que compõem

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Lixo que não é Lixo

Mostra de Projetos 2011. Lixo que não é Lixo Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Lixo que não é Lixo Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: APMF Escola Municipal Plínio

Leia mais

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás PRATIQUE COLETA SELETIVA Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) tem a missão de defender a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: DA PRODUÇÃO AO CONSUMO- RELATO DE EXPERIÊNCIAS DESENVOLVIDAS COM ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL Dr. PESTANA

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: DA PRODUÇÃO AO CONSUMO- RELATO DE EXPERIÊNCIAS DESENVOLVIDAS COM ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL Dr. PESTANA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: DA PRODUÇÃO AO CONSUMO- RELATO DE EXPERIÊNCIAS DESENVOLVIDAS COM ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL Dr. PESTANA Santos, Sérgio, R.; Saturno, Camila; Schünemann, Lara; Wildner, Mateus Escola

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO Rothchild Sousa de Morais Carvalho Filho 1 Naiana Machado Pontes 2 Laiane Viana de Andrade 2 Antonio

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Grupo Horizonte: amigo do meio ambiente. Autor(es): Maria Helena Von Borstel, Marlise Sulzbach Ricardi e Lúcia Henz

Mostra de Projetos 2011. Grupo Horizonte: amigo do meio ambiente. Autor(es): Maria Helena Von Borstel, Marlise Sulzbach Ricardi e Lúcia Henz Mostra de Projetos 2011 Grupo Horizonte: amigo do meio ambiente Mostra Local de: Marechal Cândido Rondon Categoria do projeto: II - Projetos finalizados Nome da Instituição/Empresa: Agrícola Horizonte

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Horta: Fazendo em casa o que se aprende na Entidade

Mostra de Projetos 2011. Horta: Fazendo em casa o que se aprende na Entidade Mostra de Projetos 2011 Horta: Fazendo em casa o que se aprende na Entidade Mostra Local de: Dois Vizinhos Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

RELATO EXPERIÊNCIA OBTIDA COM A APLICAÇÃO DE OFICINA DE UMA COMPOSTAGEM DOMÉSTICA, NAS AULAS DE CIÊNCIAS.

RELATO EXPERIÊNCIA OBTIDA COM A APLICAÇÃO DE OFICINA DE UMA COMPOSTAGEM DOMÉSTICA, NAS AULAS DE CIÊNCIAS. RELATO EXPERIÊNCIA OBTIDA COM A APLICAÇÃO DE OFICINA DE UMA COMPOSTAGEM DOMÉSTICA, NAS AULAS DE CIÊNCIAS. Lucineth Salgado Barroso 1 Universidade Federal de Roraima (UFRR) lucinethsal@gmail.com Célida

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Escola Sustentável

Mostra de Projetos 2011. Escola Sustentável Mostra de Projetos 2011 Escola Sustentável Mostra Local de: Campina Grande do Sul Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Colégio Estadual

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO

PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO OLIVEIRA, Khomar Tander s (Bolsista do PIBID) PAULINO, Jailson da Silva

Leia mais

III-002 - RESÍDUOS SÓLIDOS DE UMA ESCOLA - QUANTIFICAÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E SOLUÇÕES

III-002 - RESÍDUOS SÓLIDOS DE UMA ESCOLA - QUANTIFICAÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E SOLUÇÕES III-002 - RESÍDUOS SÓLIDOS DE UMA ESCOLA - QUANTIFICAÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E SOLUÇÕES Kelma M a Nobre Vitorino (1) Química industrial pela UFC,1988. Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental pela UFPB,1991.

Leia mais

O que é? Objetivos. FREIRE, P. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1993, p. 68.

O que é? Objetivos. FREIRE, P. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1993, p. 68. O que é? Inspirado no Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (MOVA), criado pelo educador Paulo Freire (1921 1997), o Projeto MOVA Brasil é desenvolvido pelo Instituto Paulo Freire (IPF) em parceria

Leia mais

PARTE 1 Identificação da Experiência

PARTE 1 Identificação da Experiência PARTE 1 Identificação da Experiência NOME DA INSTITUIÇÃO/ESCOLA/REDE: Escola Municipal Professora Maria Irene Vicentini Theodoro Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos. ENDEREÇO:

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO Ações de Inclusão Social e de Combate à Pobreza Modelo Próprio de Desenvolvimento Infra-estrutura para o Desenvolvimento Descentralizado Transparência na Gestão

Leia mais

FORMAÇÃO DO SOLO E AS CONSEQÜÊNCIAS DA EROSÃO

FORMAÇÃO DO SOLO E AS CONSEQÜÊNCIAS DA EROSÃO FORMAÇÃO DO SOLO E AS CONSEQÜÊNCIAS DA EROSÃO Lucieli Lopes Marques Supervisora: Mara Regina Dorcidônio Molina CONTEXTUALIZAÇÃO A presente proposta de trabalho tem como tema a formação e erosão do solo

Leia mais

UMA ABORDAGEM BASEADA NA ELABORAÇÃO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

UMA ABORDAGEM BASEADA NA ELABORAÇÃO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) Subprojeto-Biologia HORTA-ESCOLAR: UMA ABORDAGEM BASEADA NA ELABORAÇÃO

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº Institui

PROJETO DE LEI Nº Institui PROJETO DE LEI Nº Institui o Programa Agricultura Familiar Urbana na Escola Cidadã, priorizando, para a merenda escolar, a aquisição de hortifrutigranjeiros da agricultura familiar de Canoas. Art. 1. Fica

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Horta Educativa

Mostra de Projetos 2011. Horta Educativa Mostra de Projetos 2011 Horta Educativa Mostra Local de: Cornélio Procópio. Categoria do projeto: Projetos finalizados. Nome da Instituição/Empresa: Escola Municipal João Paulo II - Educação Infantil e

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Projeto Acondicionamento Correto de Resíduos Sólidos SUMARIO Introdução...04 Justificativa...05 Objetivos...06 Metodologia...07 Cronograma Físico...08 Parcerias...09 Anexos...10 I) IDENTIFICAÇÃO Secretaria

Leia mais

PLANTANDO IDEIAS NA ESCOLA PARA PRESERVAR O MEIO AMBIENTE

PLANTANDO IDEIAS NA ESCOLA PARA PRESERVAR O MEIO AMBIENTE 1 PLANTANDO IDEIAS NA ESCOLA PARA PRESERVAR O MEIO AMBIENTE Mônica Raquel da Silva Lopes (Bolsista do PIBID/BIOLOGIA/UFRN)¹ Vladimir Vieira do Nascimento (Bolsista do PIBID/BIOLOGIA/UFRN)² Ivaneide Alves

Leia mais

Reutilização de materiais na construção de recursos didáticos de zoologia

Reutilização de materiais na construção de recursos didáticos de zoologia Reutilização de materiais na construção de recursos didáticos de zoologia Patrícia Mariana Vasco de Góz, Ábina Profiro de Oliveira, Rafael Ferreira da Silva, Maria Aparecida Oliveira de Melo, Jonathan

Leia mais

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE 1. TURNO: Noturno MODALIDADE: Saneamento ÁREA: Meio Ambiente e Tecnologia da Saúde GRAU ACADÊMICO: Tecnólogo em Meio Ambiente PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 3 anos Máximo =

Leia mais

A RECICLAGEM EM NOSSO PLANETA, COMEÇA NA ESCOLA. 1

A RECICLAGEM EM NOSSO PLANETA, COMEÇA NA ESCOLA. 1 A RECICLAGEM EM NOSSO PLANETA, COMEÇA NA ESCOLA. 1 Marivana Da Silva Rigo 2, Liane Maria Fiorim Comerlato 3, Angela De Fátima Linck De Jesus 4. 1 Atividades desenvolvidas na Escola Municipal Fundamental

Leia mais

Combate à Insegurança Alimentar na Amazônia: a participação do PNUD

Combate à Insegurança Alimentar na Amazônia: a participação do PNUD Combate à Insegurança Alimentar na Amazônia: a participação do PNUD Lourrene de Cássia Alexandre Maffra 1 RESUMO Este paper objetiva apresentar alguns aspectos do programa conjunto entre o governo brasileiro

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: RECICLANDO Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos iniciais Ano/Semestre de estudo Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: 4º ano Ciências

Leia mais

ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM ESCOLAS PÚBLICAS DE JATAÍ GO: DIAGNÓSTICO E PERSPECTIVAS

ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM ESCOLAS PÚBLICAS DE JATAÍ GO: DIAGNÓSTICO E PERSPECTIVAS ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM ESCOLAS PÚBLICAS DE JATAÍ GO: DIAGNÓSTICO E PERSPECTIVAS Firmino Cardoso PEREIRA Universidade Federal de Goiás - Campus Jataí firminocpereira@gmail.com

Leia mais

OLIMPIADAS DE MATEMÁTICA E O DESPERTAR PELO PRAZER DE ESTUDAR MATEMÁTICA

OLIMPIADAS DE MATEMÁTICA E O DESPERTAR PELO PRAZER DE ESTUDAR MATEMÁTICA OLIMPIADAS DE MATEMÁTICA E O DESPERTAR PELO PRAZER DE ESTUDAR MATEMÁTICA Luiz Cleber Soares Padilha Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande lcspadilha@hotmail.com Resumo: Neste relato apresentaremos

Leia mais

INTERVENÇÕES ESPECÍFICAS DO ENSINO DA MATEMÁTICA PARA ALUNOS DO PROEJA

INTERVENÇÕES ESPECÍFICAS DO ENSINO DA MATEMÁTICA PARA ALUNOS DO PROEJA ISSN 2316-7785 INTERVENÇÕES ESPECÍFICAS DO ENSINO DA MATEMÁTICA PARA ALUNOS DO PROEJA Alexsandro Queiroz Lencina alexqueiroz@sb.iffarroupilha.edu.br Alex Sandro Gomes Leão alexleao@iffarroupilha.edu.br

Leia mais

Palavras-chave: Ambiente de aprendizagem. Sala de aula. Percepção dos acadêmicos.

Palavras-chave: Ambiente de aprendizagem. Sala de aula. Percepção dos acadêmicos. PERCEPÇÃO DE ACADÊMICOS DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA UENP, EM RELAÇÃO AOS ASPECTOS QUE CARACTERIZAM UM AMBIENTE FAVORECEDOR DA APRENDIZAGEM RESUMO Maria Cristina SIMEONI 1 Este resumo

Leia mais

PRATICANDO OS 3R s. 1. Introdução

PRATICANDO OS 3R s. 1. Introdução PRATICANDO OS 3R s América SANTIAGO 1 Barbara Baumgarten Baião PEREIRA 2 Faida Denise RODRIGUES 3 Patrícia Cardoso BRÍGIDO 2 Thaise Domingos Martins de SOUZA 1 Tamires CEOLIN 1 RESUMO: Este artigo tem

Leia mais

AGROECOLOGIA E EXTENSÃO DENTRO DO CAMPUS LUIZ DE QUEIROZ DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

AGROECOLOGIA E EXTENSÃO DENTRO DO CAMPUS LUIZ DE QUEIROZ DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Eixo Temático: Ciências Sociais AGROECOLOGIA E EXTENSÃO DENTRO DO CAMPUS LUIZ DE QUEIROZ DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Tomás Mauricio Almeida Carvalho 1 Orientador: Carlos Armênio Kauthonian 2 Resumo: Na

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO DEPARTAMENTO DE HUMANIDADES ÁREA DAS SÉRIES INICIAIS HORTA ESCOLAR:

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO DEPARTAMENTO DE HUMANIDADES ÁREA DAS SÉRIES INICIAIS HORTA ESCOLAR: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO DEPARTAMENTO DE HUMANIDADES ÁREA DAS SÉRIES INICIAIS HORTA ESCOLAR: UMA ESTRATÉGIA PEDAGÓGICA DE ECOALFABETIZAÇÃO NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO

Leia mais

AMOSTRAGEM DE SOLO PARA AVALIAÇÃO DA FERTILIDADE 1 INTRODUÇÃO

AMOSTRAGEM DE SOLO PARA AVALIAÇÃO DA FERTILIDADE 1 INTRODUÇÃO ISSN 0104-9038 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro de Pesquisa Agroflorestal do Acre Ministério da Agricultura e do Abastecimento BR-364, km 14 (Rio Branco/Porto Velho), Caixa Postal 392,

Leia mais

VI-003 SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA A PROBLEMÁTICA RESÍDUOS ORGÂNICOS: RESULTADOS ALCANÇADOS ATRAVÉS DE UMA REDE DE COOPERAÇÃO

VI-003 SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA A PROBLEMÁTICA RESÍDUOS ORGÂNICOS: RESULTADOS ALCANÇADOS ATRAVÉS DE UMA REDE DE COOPERAÇÃO VI-003 SOLUÇÕES INTEGRADAS PARA A PROBLEMÁTICA RESÍDUOS ORGÂNICOS: RESULTADOS ALCANÇADOS ATRAVÉS DE UMA REDE DE COOPERAÇÃO Josanídia Santana Lima (1) Bióloga, Profa. Adjunto do Instituto de Biologia da

Leia mais

PROCESSO EDUCATIVO, DA SALA DE AULA À EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

PROCESSO EDUCATIVO, DA SALA DE AULA À EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 PROCESSO EDUCATIVO, DA SALA DE AULA À EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Ariana Aparecida Soares Leonel 1 Ana Paula Ferreira 2 Natália Pereira Inêz 3 Frank José Silvera Miranda 4 RESUMO

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Vamos fazer nossa parte!

Mostra de Projetos 2011. Vamos fazer nossa parte! Mostra de Projetos 2011 Vamos fazer nossa parte! Mostra Local de: Paranavaí Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Cidade: Mirador Contato: tassiambientalmirador@gmail.com

Leia mais

PESQUISA E ENSINO EM PROJETOS INTERDISCIPLINARES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ESCOLAR

PESQUISA E ENSINO EM PROJETOS INTERDISCIPLINARES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ESCOLAR PESQUISA E ENSINO EM PROJETOS INTERDISCIPLINARES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ESCOLAR Heloisa Vitória de Castro Mestranda em Geografia PPGG UFG Campus Catalão(GO) heloisavcp@hotmail.com Prof. Dr. Cláudio José

Leia mais

Embarque nesta aventura pelos mares do mundo!

Embarque nesta aventura pelos mares do mundo! Concurso Escola Sustentável Embarque nesta aventura pelos mares do mundo! O município de Itajaí tem recebido megaeventos náuticos internacionais e no ano de 2012 foi reconhecido por suas ações desenvolvidas

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE PARA O ENSINO DE MATRIZES E DETERMINANTES

UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE PARA O ENSINO DE MATRIZES E DETERMINANTES UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE PARA O ENSINO DE MATRIZES E DETERMINANTES Jailson Lourenço de Pontes Universidade Estadual da Paraíba jail21.jlo@gmail.com Renata Jacinto da Fonseca Silva Universidade Estadual

Leia mais

Utilização de Composto Orgânico na Adubação de Plantas

Utilização de Composto Orgânico na Adubação de Plantas Utilização de Composto Orgânico na Adubação de Plantas Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Ministro: Jorge Alberto Portanova Mendes Ribeiro

Leia mais

JOGO ELETRÔNICO FACILITA APRENDIZADO DE GENÉTICA E BIOTECNOLOGIA NO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS

JOGO ELETRÔNICO FACILITA APRENDIZADO DE GENÉTICA E BIOTECNOLOGIA NO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS JOGO ELETRÔNICO FACILITA APRENDIZADO DE GENÉTICA E BIOTECNOLOGIA NO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS ISSN: 1981-3031 RESUMO O estudo de genética e biotecnologia é um dos temas da Biologia que mais atrai o

Leia mais

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012 EREM JOAQUIM NABUCO

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE NOVEMBRO DE 2012 EREM JOAQUIM NABUCO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CÍCERO WILLIAMS DA SILVA EMERSON LARDIÃO DE SOUZA MARIA DO CARMO MEDEIROS VIEIRA ROBERTO GOMINHO DA SILVA

Leia mais

Uao bioma Caatinga tem incentivado atitudes

Uao bioma Caatinga tem incentivado atitudes Projeto de Educação Ambiental incentiva atitudes sustentáveis em escolas públicas O projeto Ensaio Ambiental tem como lema Práticas ecológicas, defesa da biodiversidade e construção da cidadania e este

Leia mais

AÇÕES DO PIBID BIOLOGIA NA PROMOÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS ENTRE ADOLESCENTES DO ENSINO MÉDIO ATRAVÉS DA ARTICULAÇÃO COM A ESCOLA

AÇÕES DO PIBID BIOLOGIA NA PROMOÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS ENTRE ADOLESCENTES DO ENSINO MÉDIO ATRAVÉS DA ARTICULAÇÃO COM A ESCOLA AÇÕES DO PIBID BIOLOGIA NA PROMOÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS ENTRE ADOLESCENTES DO ENSINO MÉDIO ATRAVÉS DA ARTICULAÇÃO COM A ESCOLA Margareth Machado e Silva Sousa (1), Maria Rizoneide Araújo Belarmino

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 NATAÇÃO E DESEMPENHO ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DE UMA EXTENSÃO DA UFG COM UMA ESCOLA PÚBLICA Poliana Siqueira Pedroza 1 Luís César de Souza 2 RESUMO Comunidade Aquática é um projeto de extensão do curso de

Leia mais

PROJETO EDUCANDO COM A HORTA: CORES AROMAS E SABORES. NEI João Machado da Silva

PROJETO EDUCANDO COM A HORTA: CORES AROMAS E SABORES. NEI João Machado da Silva PROJETO EDUCANDO COM A HORTA: CORES AROMAS E SABORES NEI João Machado da Silva Justificativa Aproveitar racionalmente a pequena disponibilidade de espaço de terra do NEI João Machado da Silva na produção

Leia mais

A PERCEPÇÃO DE GRADUANDOS EM PEDAGOGIA SOBRE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR EM UMA FACULDADE EM MONTE ALEGRE DO PIAUÍ - PI

A PERCEPÇÃO DE GRADUANDOS EM PEDAGOGIA SOBRE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR EM UMA FACULDADE EM MONTE ALEGRE DO PIAUÍ - PI A PERCEPÇÃO DE GRADUANDOS EM PEDAGOGIA SOBRE A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR EM UMA FACULDADE EM MONTE ALEGRE DO PIAUÍ - PI Kássia Hellem Tavares da Silva (*), Lorrane de Castro Miranda, Israel

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) RECICLADOR Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente de Paula

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE HORTAS SUSPENSAS DE GARRAFAS PET COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA MUNICIPAL ROBERTO SIMOSEN-PB

IMPLANTAÇÃO DE HORTAS SUSPENSAS DE GARRAFAS PET COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA MUNICIPAL ROBERTO SIMOSEN-PB IMPLANTAÇÃO DE HORTAS SUSPENSAS DE GARRAFAS PET COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA MUNICIPAL ROBERTO SIMOSEN-PB Joseilda de Souza Barros 1 ; André Nunes de Oliveira Lacet 1 ; Neyliane Costa

Leia mais

A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL

A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL DANTAS¹, Danilo Lima ; SILVA¹,Aline Priscila de França,SANTOS², José Carlos Oliveira; ARAÚJO 3, Danielly Santos

Leia mais

EDUCANDO A PARTIR DE UM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO. Silvia C. M. Ferreira 1 (PF), Willany C. Cardoso 2 (PF).

EDUCANDO A PARTIR DE UM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO. Silvia C. M. Ferreira 1 (PF), Willany C. Cardoso 2 (PF). EDUCANDO A PARTIR DE UM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO Silvia C. M. Ferreira 1 (PF), Willany C. Cardoso 2 (PF). 1 Orientadora professora do CEM S. J. Ribamar/FAPEMA, acadêmica química/ufma. 2 Orientadora

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEXO III

PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE EXTENSÃO PBAEX / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEXO III PROGRAMA DE BOLSA ACADÊMICA DE ETENSÃO PBAE / EDIÇÃO 2016 CAMPUS BOA VISTA/ CENTRO ANEO III FORMULÁRIO DA VERSÃO ELETRÔNICA DO PROJETO / DA ATIVIDADE DE ETENSÃO PBAE 2016 01. Título do Projeto (Re) Educação

Leia mais

Serão oferecidas 45 (quarenta e cinco vagas) para profissionais graduados em Educação Física, nas modalidades de Licenciatura e Bacharelado.

Serão oferecidas 45 (quarenta e cinco vagas) para profissionais graduados em Educação Física, nas modalidades de Licenciatura e Bacharelado. UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-Graduação em Futebol e Futsal Instituto de Educação Física e Esportes - IEFES EDITAL Nº 01/2011-PPG SELEÇÃO PARA O

Leia mais

Copos e trava-línguas: materiais sonoros para a composição na aula de música

Copos e trava-línguas: materiais sonoros para a composição na aula de música Copos e trava-línguas: materiais sonoros para a composição na aula de música Andréia Veber Rede Pública Estadual de Ensino de Santa Catarina andreiaveber@uol.com.br Viviane Beineke Universidade do Estado

Leia mais

Palavras chaves: Alimentação saudável. Educação. Meio ambiente.

Palavras chaves: Alimentação saudável. Educação. Meio ambiente. GT - 32 EDUCAÇÃO DO CAMPO A IMPORTÂNCIA DA HORTA ESCOLAR PARA A PRENDIZAGEM DOS ALUNOS E O DESENVOLVIMENTO DA SUSTENTABILIDADE Gilmara Teixeira Costa (Graduanda Pedagogia / gilmara-teixeira- 01@hotmail.com/UEPB)

Leia mais

Palavras-chave: aprendizagem da docência, formação inicial, sala de aula

Palavras-chave: aprendizagem da docência, formação inicial, sala de aula A OBSERVAÇÃO DE AULA COMO CAMPO DE APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA: Relato de experiencia T. A. Silva ¹; F. J. Lima 2 1 Aluna do Curso de Licenciatura em Matemática do IFCE campus de Cedro e- mail: thamy.2019@gmail.com

Leia mais

Bairro Colégio é o sexto núcleo a participar da Capacitação

Bairro Colégio é o sexto núcleo a participar da Capacitação Bairro Colégio é o sexto núcleo a participar da Capacitação As oficinas do programa de Capacitação de Produtores Rurais de Ibiúna, projeto da SOS Itupararanga, chegaram ao Bairro Colégio. O objetivo é

Leia mais

FACEMA SUSTENTÁVEL: Incorporação de educação ambiental na IES: Pedro Augusto da Silva Soares

FACEMA SUSTENTÁVEL: Incorporação de educação ambiental na IES: Pedro Augusto da Silva Soares FACEMA SUSTENTÁVEL: Incorporação de educação ambiental na IES: Pedro Augusto da Silva Soares Faculdade de ciências e tecnologia do maranhão-facema Caxias/MA pedroftb@hotmail.com.br/coor.educacaoambiental@facema.edu.br

Leia mais

III Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí III Jornada Científica 19 a 23 de Outubro de 2010

III Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí III Jornada Científica 19 a 23 de Outubro de 2010 Efeito da iluminação noturna na prevenção de injúrias causadas por Neoleucinodes elegantalis (Broca-pequena-do-tomateiro) Francisco Vagner Pereira de SOUZA¹; Silvério Augusto de PAULA²; Paulino da Cunha

Leia mais

GEOMETRIA: RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS COM A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES MATEMÁTICOS

GEOMETRIA: RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS COM A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES MATEMÁTICOS 1 GEOMETRIA: RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS COM A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES MATEMÁTICOS Clovis Ricardo Hentz Duarte 1 - UNEB, Campus IX clovisricardohhentz@hotmail.com Eloísia da Cruz Camandaroba 2 - UNEB, Campus

Leia mais

NOVA BRASILÂNDIA D` OESTE

NOVA BRASILÂNDIA D` OESTE Projeto NOVA BRASILÂNDIA D` OESTE 2012 ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ALEXANDRE DE GUSMÃO AUTORA: PROFESSORA AMANDA OLIVEIRA DE SOUZA ARAÚJO DISCIPLINA DE MATEMÁTICA PÚBLICO ALVO: TURMAS DO 5º ANO

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES RESÍDUOS NO PROCESSO DE VERMICOMPOSTAGEM E ESTUDO DA HUMIFICAÇÃO

UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES RESÍDUOS NO PROCESSO DE VERMICOMPOSTAGEM E ESTUDO DA HUMIFICAÇÃO UTILIZAÇÃO DE DIFERENTES RESÍDUOS NO PROCESSO DE VERMICOMPOSTAGEM E ESTUDO DA HUMIFICAÇÃO Nayhana Lara Chaves e Carvalho¹; Túlio da Silva Brum¹; Jussara Aparecida de Oliveira Cotta*¹; Evaneide Nascimento

Leia mais

Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional

Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional Faculdade Promove de Sete Lagoas 1.º-213 Sete Lagoas (MG) Membros da CPA Nome Segmento que representa Ludimila Tavares Rocha Silva Antônio Marcos de Oliveira

Leia mais

Prova de qualidade. Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença EDUCAÇÃO

Prova de qualidade. Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença EDUCAÇÃO Prova de qualidade Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença Algumas ações simples, mas de grande eficiência, podem explicar por que alunos do SESI Por um Brasil Alfabetizado

Leia mais

Sete Lagoas e o resgate da cidadania. Prefeitura ativa. Cidade viva.

Sete Lagoas e o resgate da cidadania. Prefeitura ativa. Cidade viva. Sete Lagoas e o resgate da cidadania Prefeitura ativa. Cidade viva. APRESENTAÇÃO A Prefeitura Municipal de Sete Lagoas, Minas Gerais, está desenvolvendo uma ação abrangente de resgate da cidadania, que

Leia mais

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo

Amanda Aroucha de Carvalho. Reduzindo o seu resíduo Amanda Aroucha de Carvalho Reduzindo o seu resíduo 1 Índice 1. Apresentação 2. Você sabe o que é Educação Ambiental? 3. Problemas Ambientais 4. Para onde vai o seu resíduo? 5. Soluções para diminuir a

Leia mais

DADOS DE INSCRIÇÃO. ENDEREÇO: Rua José de Alencar, 445, Bairro Pereiros - Telefax: (084) 3314-7328, CEP 59600-000- Mossoró-RN

DADOS DE INSCRIÇÃO. ENDEREÇO: Rua José de Alencar, 445, Bairro Pereiros - Telefax: (084) 3314-7328, CEP 59600-000- Mossoró-RN DADOS DE INSCRIÇÃO DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome: COOPERATIVA DE ASSESSORIA TÉCNICA E GERENCIAL PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR TERRA LIVRE - CNPJ: 04.023.765/0001-06 ENDEREÇO: Rua

Leia mais

Sejam bem vindos ao ano letivo de 2016! EDUCAÇÃO INFANTIL

Sejam bem vindos ao ano letivo de 2016! EDUCAÇÃO INFANTIL Colégio Amorim / Santa Teresa Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Rua Lagoa Panema, 466 Vila Guilherme Fone: 2909-1422 Diretoria de Ensino Região Centro Sejam bem vindos ao ano letivo

Leia mais

B1-404 Curso de Formação Agroecológica e Cidadã para a inclusão produtiva de jovens camponeses

B1-404 Curso de Formação Agroecológica e Cidadã para a inclusão produtiva de jovens camponeses B1-404 Curso de Formação Agroecológica e Cidadã para a inclusão produtiva de jovens camponeses Barbosa-Silva, Denise 1,2 ; Starr, Carolina Rizzi 3 ; Diniz, Janaína Deane de Abreu Sá 1,4 ; Molina, Mônica

Leia mais

III Simpósio de Pesquisa e de Práticas Pedagógicas dos Docentes do UGB ANAIS - 2015 CONFORTO AMBIENTAL

III Simpósio de Pesquisa e de Práticas Pedagógicas dos Docentes do UGB ANAIS - 2015 CONFORTO AMBIENTAL CONFORTO AMBIENTAL Ar Condicionado, Conforto Ambiental e Climatização Maria Olinda de Souza Sampaio Professora, Arquiteta e Mestre em Habitação pelo Instituto Tecnológico do Estado de SP DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais