REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES"

Transcrição

1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento tem por finalidade regulamentar as Atividades Complementares que compõem o currículo pleno do Curso de Graduação em Direito da Universidade Presidente Antônio Carlos de Nova Lima, sendo o seu integral cumprimento indispensável para a colação de grau. Art. 2º As Atividades Complementares a que se refere esse regulamento podem ser desenvolvidas em qualquer fase do Curso, sendo integradas por atividades de ensino, pesquisa, extensão e culturais. Parágrafo Único As Atividades Complementares não se confundem com o Estágio Supervisionado ou com o Trabalho de Conclusão de Curso. DOS OBJETIVOS Art. 3º As Atividades Complementares do Curso de Direito têm como objetivo flexibilizar e enriquecer a formação acadêmica e profissional, possibilitando aos alunos aprofundamento temático e interdisciplinar por meio da educação continuada e autônoma. DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 4º As Atividades Complementares dividem-se em quatro (04) tipos, a saber: I- Atividades de Ensino; II- Atividades de Pesquisa; III- Atividades de Extensão; IV- Atividades Culturais, conforme deliberação e decisão do Colegiado do Curso. Art. 5º O aluno deverá cumprir um mínimo de 300 horas de Atividades Complementares. 1

2 Art. 6º As Atividades de Ensino, Pesquisa, Extensão e Culturais, descritas no Artigo 4º, compreendem: I- Disciplinas jurídicas e cursos temáticos interdisciplinares de matérias não previstas no currículo pleno do Curso de Direito ministrado pela IES, ou de aprofundamento de disciplinas jurídicas constantes do currículo; II- Curso de língua estrangeira; III- Curso de informática; IV- Curso de Oficina de Textos; V- Cursos a distância; VI- Participação, como ouvinte, em eventos promovidos pela IES como Congressos, Seminários, Palestras, Debates, entre outros a critério da Coordenação do Curso; VII- Participação, como ouvinte, em eventos promovidos por outra IES ou órgão, entre outros a critério da Coordenação do Curso; VIII- Grupos de Estudo com supervisão de professor do Curso, com elaboração de trabalho científico. IX- Pesquisa científica cadastrada na IES, excetuando-se as horas destinadas à preparação de monografia jurídica para apresentação como Trabalho de Conclusão do Curso; X- projetos de pesquisa vinculados a outra IES ou órgão; XI- Publicação de artigos jurídicos e não jurídicos em periódicos; XII- Publicação de artigos jurídicos e não jurídicos em anais; XIII- Publicação de artigos jurídicos e não jurídicos em livros; XIV- Apresentação de trabalhos em eventos científicos e similares; XV- Premiação científica. XVI- comissões de organização de seminários, congressos, palestras, simpósios e similares; XVII- Participação e aprovação em atividades de extensão; XVIII- Encontros de estudantes da área jurídica; XIX- XX- XXI- eventos culturais e artísticos; Realização de monitoria nas disciplinas do Curso de Direito; Presença em defesas de monografias, dissertações e teses; XXII- Presença em audiências, júris, visitas orientadas e sessões do tribunal; 2

3 XXIII- chats jurídicos; XXIV- júris simulados e audiências simuladas; XXV- órgãos de representação estudantil. DA AVALIAÇÃO E REGISTRO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 7º O pedido de reconhecimento das Atividades Complementares será realizado junto à Secretaria da Faculdade, através de formulário próprio, até 60 (sessenta) dias antes do encerramento do último semestre do Curso. Art. 8º Cada Atividade Complementar deve, obrigatoriamente, ser comprovada mediante apresentação do certificado de participação original, acompanhado dos relatórios (quando for o caso) e de uma cópia simples de toda a documentação. Parágrafo Primeiro A Secretaria da Faculdade reterá a cópia simples que será encaminhada para o Coordenador do Curso que, por sua vez, realizará a em no máximo 30 (trinta) dias. Art. 9º A das Atividades Complementares será feita mediante os critérios de assiduidade e de rendimento do aluno. Art. 10 Será considerado aprovado nas Atividades Complementares o aluno que obtiver a positiva do Coordenador do Curso em um total de horas suficientes. Parágrafo Único O aluno que não alcançar a freqüência mínima obrigatória nas Atividades Complementares será considerado reprovado, cabendo à Coordenadoria do Curso decidir sobre a forma de regularização dos estudos. Art. 11 O aluno que ingressar no Curso de Direito da IES através de transferência de outra Instituição de Ensino Superior, poderá aproveitar a carga horária em Atividades Complementares que já tenha sido devidamente computada na instituição de origem, desde que compatíveis com as estabelecidas neste Regulamento. 3

4 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 12 Este Regulamento pode ser alterado, pelo voto de dois terços dos membros do Colegiado do Curso de Direito, quando houver necessidade de sua adaptação para atender às novas legislações pertinentes ao seu objeto. 4

5 CAPA E REQUERIMENTO PARA CONVALIDAÇÃO DE ACG ATIVIDADE COMPROVANTE LIMITES Iniciação à Docência (monitoria) evento (presença) Grupo de Estudos Aprendizagem à distância Integração com a Pós-Graduação Iniciação Científica Cursos de Extensão Curso de língua pátria Cursos de língua estrangeira Artigo publicado Apresentação de trabalho em evento científico bancas ou concurso de monografias VERIFICAÇÃO FEITA PELO ALUNO 1 Certificado emitido pelo Curso participação Atestado do professor a respeito da participação e do aluno participação e 72 horas Horas Atestado do professor acerca da participação e 72 horas Horas do aluno Certificado emitido pelo Curso ou órgão responsável presença e presença e presença e Exemplar da publicação Exemplar do trabalho e certificado de apresentação Relatório assinado por um membro da banca, ou exemplar da monografia e certificado de classificação do trabalho CRÉDITOS CARGA 1 Coluna a ser preenchida pelo aluno com a quantidade de créditos e de horas que possui. 5

6 ATIVIDADE COMPROVANTE LIMITES audiências judiciais não obrigatórias atividades interdisciplinares Representação de turma Estágio não obrigatório Cursos virtuais Prestação de serviços à comunidade ações sociais Cursos de informática Curso de oratória Aprovação na OAB estando o aluno cursando a graduação Relatório elaborado pelo aluno e assinado por ele e pelo juiz Relatório da atividade com visto do professor, orientador ou coordenador Certificado emitido pela instituição Contrato ou do período equivalente VERIFICAÇÃO FEITA PELO ALUNO 2 60 horas Horas 100 horas Horas Certificado, cópia do edital de aprovação ou. CRÉDITOS CARGA 2 Coluna a ser preenchida pelo aluno com a quantidade de créditos e de horas que possui. 6

7 ATIVIDADE COMPROVANTE LIMITES VERIFICAÇÃO FEITA PELO ALUNO3 CRÉDITOS Certificado, atividades culturais Outras atividades conforme art. 2º, 1º, do Regulamento ou documento comprobatório e, em todos os casos, breve relato da atividade 40 horas Horas Exemplar das 150 horas Horas atividades Total de horas Atribua-se a carga horária de horas como atividades complementares de ACG, ao (à) graduando a). Nova Lima, de de. CARGA Coordenador 3 Coluna a ser preenchida pelo aluno com a quantidade de créditos e de horas que possui. 7

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA Aprovado pela Resolução Consuni nº 29/10, de 15/09/2010. CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade

Leia mais

APROVAR O REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES E PROPÕE OUTRAS PROVIDÊNCIAS

APROVAR O REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES E PROPÕE OUTRAS PROVIDÊNCIAS A presidente da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns, no uso de suas atribuições, CONSIDERANDO a necessidade de normatizar o regime de atividades complementares da AESGA, RESOLVE: APROVAR O REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Conforme o artigo 8 da resolução CNE/CES 10 de 2004, as atividades complementares são componentes curriculares que possibilitam o reconhecimento,

Leia mais

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DE CULTURA DE GOIANIA LTDA FACULDADE PADRÃO

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DE CULTURA DE GOIANIA LTDA FACULDADE PADRÃO SUMÁRIO TÍTULO I 3 DA PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU E SEUS OBJETIVOS 3 TÍTULO II 5 DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA 5 CAPÍTULO I 5 DA ESTRUTURA 5 CAPÍTULO II 6 DA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU 6 CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as que compõem o currículo pleno do curso

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS COORDENAÇÃO DE CIÊNCIA POLÍTICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS COORDENAÇÃO DE CIÊNCIA POLÍTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS COORDENAÇÃO DE CIÊNCIA POLÍTICA REGULAMENTO PARA AFERIÇÃO E AVALIAÇÃO DAS S COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO

Leia mais

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA

RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA RESOLUÇÃO FADISA Nº. 005/2006 CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO FADISA O Presidente do CONSELHO SUPERIOR DA FACULDADE DE DIREITO SANTO AGOSTINHO- FADISA, Professor Dr. ELTON DIAS

Leia mais

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO

REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO 1 REGULAMENTO OPERACIONAL DA DIRETORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO Art.1º A Diretoria de Ensino de Graduação (DEG) é órgão da Pró-Reitoria Acadêmica, do Centro Universitário de Maringá.

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE DE ARACRUZ - FAACZ ARACRUZ 2010 CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO SAPUCAÍ Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

UNIVERSIDADE DO VALE DO SAPUCAÍ Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa UNIVERSIDADE DO VALE DO SAPUCAÍ Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA LINGUAGEM MESTRADO E DOUTORADO REGULAMENTO Pouso Alegre 2014 Universidade do Vale do Sapucaí

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar o aproveitamento e a validação das atividades complementares

Leia mais

Faculdade Adventista da Bahia CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

Faculdade Adventista da Bahia CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Faculdade Adventista da Bahia CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Regulamento de S ACADE MICO-CIENTI FICO-CULTURAIS (AACC) Cachoeira Bahia 2013 REGULAMENTO DAS S ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS PARA O CURSO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013

RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013 RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013 Dispõe sobre o regulamento das Atividades Curriculares Complementares no âmbito do Instituto Federal Catarinense. O Presidente do do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar,

Leia mais

REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL

REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL A Secretaria Geral é o órgão que operacionaliza todas as atividades ligadas à

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Manaus/AM, 2013 1 Institui as regras para realização de atividades complementares na Faculdade Maurício de Nassau de Manaus CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU - SALVADOR

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU - SALVADOR 03/07/23 REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU - SALVADOR Salvador/BA -22 03/07/23 Institui as regras para realização de atividades complementares na Faculdade Maurício de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. O presente regulamento institui sobre as Atividades Complementares que têm em mira a flexibilidade curricular e o aprimoramento cultural e intelectual

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PALMAS - TO.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PALMAS - TO. 1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PALMAS - TO. 2 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES APRESENTAÇÃO Instituídas pelas

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DOS CURSOS E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO DA FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ - FAEM CHAPECÓ (SC) - 2010 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º De acordo com o artigo 08 da das Diretrizes Curriculares

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Seção I Da finalidade CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 - O presente regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PSICOLOGIA Matriz 2016.1

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PSICOLOGIA Matriz 2016.1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PSICOLOGIA Matriz 2016.1 Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 11/16, de 27/04/16. Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO Justificativa Conforme consta nas leis de 2004 e 2005, parecer CNE/CES Nºs: 210/2004, e 023/2005, um curso de graduação em Administração desenvolve-se

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA UFOP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA UFOP REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA UFOP CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. São Atividades Complementares de Graduação (ACG) todas as atividades realizadas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Gama DF fev./2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO II... 4 DA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 4 E SEU APROVEITAMENTO...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE ARTES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO PPGAU NÍVEL MESTRADO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE ARTES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO PPGAU NÍVEL MESTRADO REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO - TITULO I DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Art. 1 - O Mestrado em Arquitetura e Urbanismo da UFES compreende o conjunto de atividades de ensino,

Leia mais

Atividades Complementares Curso de Gestão em Recursos Humanos

Atividades Complementares Curso de Gestão em Recursos Humanos Atividades Complementares Curso de Gestão em Recursos Humanos APRESENTAÇÃO As Atividades Complementares (AC) são práticas curriculares de caráter independente, interdisciplinar e transversal que visam

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ JANEIRO / 2007 SUMÁRIO TÍTULO I DA NATUREZA E OBJETOS 3 TÍTULO II DA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA 5 CAPÍTULO

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO DE CURRÍCULO NA FORMAÇÃO DOCENTE CAPÍTULO 1 DA ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1 - O curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES)

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) SANTA MARIA RS 2014 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014

ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLA DE NEGÓCIOS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2014 Rev.: 9 18/09/2014 CURITIBA - PR, 2014 SUMÁRIO CAPITULO I DAS ATIVIDADES... 2 CAPITULO II - DO APROVEITAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO DA FACULDADE DO GUARUJÁ I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art.1º. O presente Regulamento rege as Atividades de Estágio Supervisionado,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Facima. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PÓS-GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PÓS-GRADUAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PÓS-GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO Nº. 08/2015 Aprova a criação do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, em nível

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Institui o Regulamento dos cursos de Pós-graduação lato sensu em da Escola de Direito de Brasília EDB, mantida pelo Instituto Brasiliense de Direito

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Diretoria de Ensino Curso de Agronomia - Câmpus Sertão

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO E HISTÓRIA DE CIÊNCIAS DA TERRA DO INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS.

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO E HISTÓRIA DE CIÊNCIAS DA TERRA DO INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO E HISTÓRIA DE CIÊNCIAS DA TERRA DO INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E PRAZOS Artigo 1º O Programa

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Regimento Interno do Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Faculdade do Norte Pioneiro CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º O Núcleo de Prática

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades complementares, conforme regulamento do Centro Universitário UNIVATES, abrangem quatro categorias: ensino, pesquisa, extensão e profissional, devendo

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO DA ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG. TÍTULO I. Da Natureza e dos Objetivos

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO DA ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG. TÍTULO I. Da Natureza e dos Objetivos 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO DA ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG TÍTULO I. Da Natureza e dos Objetivos Art. 1 o O Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPITULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento define as orientações básicas, comuns a todos os cursos da Faculdade Católica do Tocantins

Leia mais

Reeditado pela Resolução 28/2014 de 16/05/2014. Aprovado pelo Conselho Universitário do Unis/MG em 16/05/2014. Resolução nº. 28/2014.

Reeditado pela Resolução 28/2014 de 16/05/2014. Aprovado pelo Conselho Universitário do Unis/MG em 16/05/2014. Resolução nº. 28/2014. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DAS ATIVIDADES ACADÊMICO CIENTÍFICO CULTURAIS Aprovado pela Resolução41/2009, alterado sob a Resolução 38/2010). Reeditado pela Resolução 20/2012 de 13/07/2012;

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares do Curso de Administração do Centro Universitário Salesiano de São Paulo Unidade de Ensino de Americana

Regulamento das Atividades Complementares do Curso de Administração do Centro Universitário Salesiano de São Paulo Unidade de Ensino de Americana Regulamento das Atividades Complementares do de Administração do Centro Universitário Salesiano de São Paulo Unidade de Ensino de Americana Aprovado na Reunião de Colegiado do em 21/01/2015. Janeiro -

Leia mais

RESOLUÇÃO N 03/15 CAEPE RESOLVE

RESOLUÇÃO N 03/15 CAEPE RESOLVE Conselho de Administração, Ensino, Pesquisa e Extensão CAEPE RESOLUÇÃO N 03/15 CAEPE DISPÕE SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DOS CURSOS SUPERIORES DA FACULDADE FTEC. O Conselho de Administração,

Leia mais

Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura Gerência de Pós-Graduação. EDITAL 064/ Vice-Reitoria de Pós-Graduação / 2016

Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura Gerência de Pós-Graduação. EDITAL 064/ Vice-Reitoria de Pós-Graduação / 2016 Vice-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura Gerência de Pós-Graduação EDITAL 064/ Vice-Reitoria de Pós-Graduação / 2016 Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas - DOUTORADO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relacionadas ao Estágio Curricular Supervisionado do da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE CIÊNCIAS SOCIAIS RESOLUÇÃO Nº 01/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE CIÊNCIAS SOCIAIS RESOLUÇÃO Nº 01/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE CIÊNCIAS SOCIAIS RESOLUÇÃO Nº 01/2014 Estabelece as Normas para Aproveitamento de Atividades Complementares ao Currículo (ACC) de acordo com as

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO *

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO * REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO * Art. 1º. O aluno que ingressar no Curso de Direito da PUC-Rio deverá completar 19 (dezenove) créditos (285 horas) em atividades

Leia mais

CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO

CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I - DA CARACTERIZAÇÃO Art.

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO I...01 CAPÍTULO II...01 CAPÍTULO III...02 CAPÍTULO IV...05 CAPÍTULO V...06 CAPÍTULO VI...06 CAPÍTULO VII...07 CAPÍTULO VIII...

ÍNDICE CAPÍTULO I...01 CAPÍTULO II...01 CAPÍTULO III...02 CAPÍTULO IV...05 CAPÍTULO V...06 CAPÍTULO VI...06 CAPÍTULO VII...07 CAPÍTULO VIII... ÍNDICE CAPÍTULO I...01 DAS FINALIDADES...01 CAPÍTULO II...01 DOS OBJETIVOS...01 CAPÍTULO III...02 DO PROCESSO DE ABERTURA DE CURSOS...02 DO ENCAMINHAMENTO...02 DA ANÁLISE E DA APROVAÇÃO PRELIMINAR...03

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE COOPERATIVAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE COOPERATIVAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE COOPERATIVAS Santa Maria RS 2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO DA REGULAÇÃO

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO DA REGULAÇÃO FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO DA REGULAÇÃO RIO DE JANEIRO 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 009/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 009/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 009/2014 DE 21

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA INTEGRAÇÃO DA AMÉRICA LATINA PROLAM/USP

NORMAS DO PROGRAMA INTEGRAÇÃO DA AMÉRICA LATINA PROLAM/USP NORMAS DO PROGRAMA INTEGRAÇÃO DA AMÉRICA LATINA PROLAM/USP I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) Por se tratar de Programa único a CCP será a própria CPG. O Programa é vinculado administrativamente

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL FLUMINENSE - SEFLU FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E PARAMÉDICAS FLUMINENSE CURSO DE PSICOLOGIA

SOCIEDADE EDUCACIONAL FLUMINENSE - SEFLU FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E PARAMÉDICAS FLUMINENSE CURSO DE PSICOLOGIA SOCIEDADE EDUCACIONAL FLUMINENSE - SEFLU FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E PARAMÉDICAS FLUMINENSE CURSO DE PSICOLOGIA REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA APLICADA SPA NILÓPOLIS, 2011 SOCIEDADE EDUCACIONAL

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante INTRODUÇÃO II - DO OBJETO E DESCRIÇÃO DOS PRODUTOS III - DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA IV - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII - DA DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS REGULAMENTO DAS Esse Regulamento estabelece normas para o funcionamento das Atividades Complementares Obrigatórias Art. 1º. As atividades complementares obrigatórias são classificadas em cinco grupos:

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Fixa normas para o funcionamento das Atividades Complementares no Curso de Fisioterapia do Centro Universitário de Anápolis UniEVANGÉLICA.

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta normas para o funcionamento das Atividades Complementares no âmbito dos Cursos de Administração, Ciências Contábeis e Cursos de Tecnologia da Faculdade

Leia mais

Portaria Fatec Santana de Parnaíba nº 02/2015 de 24 de abril de 2015

Portaria Fatec Santana de Parnaíba nº 02/2015 de 24 de abril de 2015 Portaria nº 02/2015 de 24 de abril de 2015 Estabelece a normatização das Atividades Acadêmico-Científico-Culturais (AACC) do curso de Gestão Comercial da Faculdade de Tecnologia de Santana de Parnaíba.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE EXTENSÃO

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE EXTENSÃO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE EXTENSÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. Este Regimento dispõe sobre a composição, competências e funcionamento do Conselho de Extensão (CoEx), órgão colegiado

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 13/2015, DE 4 DE MAIO DE 2015

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 13/2015, DE 4 DE MAIO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA AMBIENTAL COLEGIADO DO CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA AMBIENTAL COLEGIADO DO CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA AMBIENTAL COLEGIADO DO CURSO RESOLUÇÃO GCB Nº01/2011, de 24 de outubro de 2011. Estabelece a operacionalização das

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar,

Leia mais

Associação Educativa Evangélica FACULDADE RAÍZES. Plantando Conhecimento para a Vida. Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC

Associação Educativa Evangélica FACULDADE RAÍZES. Plantando Conhecimento para a Vida. Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC Regulamento do Núcleo de Atividades Complementares NAC I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º As atividades complementares são componentes curriculares que possibilitam o reconhecimento, mediante comprovação

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Engenharia da Computação Campus de Sobral. Regulamento de Programa de Atividades Complementares

Universidade Federal do Ceará Engenharia da Computação Campus de Sobral. Regulamento de Programa de Atividades Complementares Universidade Federal do Ceará Engenharia da Computação Campus de Sobral Regulamento de Programa de Atividades Complementares Abril de 2010 SUMÁRIO Sumário INTRODUÇÃO... 3 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3

Leia mais

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas

UNIÃO DINÂMICA DE FACULDADES CATARATAS Centro Universitário Dinâmica das Cataratas REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO CAPÍTULO I CARACTERIZAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º Art. 2º Art. 3º Art. 4º Estágio Supervisionado em Administração (ESA), é a disciplina

Leia mais

FATEC PRESIDENTE PRUDENTE PORTARIA FATEC / PRESIDENTE PRUDENTE Nº 72/2012 DE 26 OUTUBRO DE 2012.

FATEC PRESIDENTE PRUDENTE PORTARIA FATEC / PRESIDENTE PRUDENTE Nº 72/2012 DE 26 OUTUBRO DE 2012. FATEC PRESIDENTE PRUDENTE PORTARIA FATEC / PRESIDENTE PRUDENTE Nº 72/2012 DE 26 OUTUBRO DE 2012. Estabelece o Manual de Atividades Acadêmico-Científico- Culturais da Faculdade de Tecnologia de Presidente

Leia mais

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas)

Grupo 1: Atividades Complementares de Ensino (Máximo de 120 horas) CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF RUA FÉLIX PACHÊCO, 1206 BAIRRO: MANGUINHA FONE: (89) 3521-6512 ou 3521-2956 CNPJ: 04.899.971/0001-76 E-MAIL:

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURAS E IDENTIDADES BRASILEIRAS DO IEB: I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP)

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURAS E IDENTIDADES BRASILEIRAS DO IEB: I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURAS E IDENTIDADES BRASILEIRAS DO IEB: I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) A CCP do Programa Culturas e Identidades Brasileiras é a própria

Leia mais

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENFERMAGEM

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENFERMAGEM DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENFERMAGEM CACOAL 2008 Considerando as exigências da LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL, no atinente às Atividades Complementares

Leia mais

Anexo I da Organização Didática Resolução nº 031/2010 33

Anexo I da Organização Didática Resolução nº 031/2010 33 ANEXO I ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNANBUCANO Resolução nº 031/2010 De 30 de setembro de 2010 NORMAS ACADÊMICAS DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA,

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares Graduação em Administração da Faculdade Casa do Estudante FACE

Regulamento das Atividades Complementares Graduação em Administração da Faculdade Casa do Estudante FACE Regulamento das Atividades Complementares Graduação em Administração da Faculdade Casa do Estudante FACE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente regulamento tem por finalidade normatizar

Leia mais

ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES-AAC

ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES-AAC ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES-AAC As atividades complementares serão incrementadas durante todo o Curso de Fisioterapia, onde a FAP propiciará mecanismos de aproveitamento de conhecimentos, adquiridos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 192 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 192 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 192 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Regulamento de Atividades Complementares Curso de Enfermagem Capítulo I- Disposições Gerais Art. 1º - O presente regulamento tem por finalidade regrar as Atividades Complementares para o curso de Enfermagem

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU À DISTÂNCIA

REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU À DISTÂNCIA REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU À DISTÂNCIA TÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Programa de Pós-graduação lato sensu à distância da FAZU - Faculdades Associadas de

Leia mais

Resolução nº. 01/15 SÚMULA: ALTERA O REGULAMENTO DAS A.A.C. DO CURSO DE DIREITO. - CONSIDERANDO o art. 68 do Regimento desta Instituição;

Resolução nº. 01/15 SÚMULA: ALTERA O REGULAMENTO DAS A.A.C. DO CURSO DE DIREITO. - CONSIDERANDO o art. 68 do Regimento desta Instituição; Resolução nº. 01/15 SÚMULA: ALTERA O REGULAMENTO DAS A.A.C. DO CURSO DE DIREITO - CONSIDERANDO o art. 68 do Regimento desta Instituição; - CONSIDERANDO necessidade de normatizar o Regulamento das A.A.C

Leia mais

NORMAS DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO

NORMAS DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS ANEXO À DELIBERAÇÃO Nº 125, DE 06 DE JULHO DE 2006. NORMAS DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO

Leia mais

REGIMENTO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO

REGIMENTO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO REGIMENTO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - O

Leia mais

Regulamento - Disciplina Atividades Complementares

Regulamento - Disciplina Atividades Complementares Regulamento - Disciplina Atividades Complementares Introdução Entende-se por Atividades Acadêmico-Científico-Culturais o conjunto de trabalhos acadêmicos que complementam os processos presenciais tradicionais

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO, COMPLEMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO. CAPITULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO, COMPLEMENTO DE PÓS-GRADUAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO. CAPITULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA Rua Pinheiro Machado, n 189 Centro Ponta Grossa - PR CEP 84.010-310 Fone (0**42) 224-0301 Endereço Eletrônico: www.iessa.edu.br REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA NÍVEL MESTRADO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS TÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA NÍVEL MESTRADO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS TÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA NÍVEL MESTRADO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS TÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA Art. 1º O Programa de Pós-Graduação em Economia (PPE),

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE PEDRO LEOPOLDO - FPL REGULAMENTO DO MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO - MPA

FACULDADES INTEGRADAS DE PEDRO LEOPOLDO - FPL REGULAMENTO DO MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO - MPA FACULDADES INTEGRADAS DE PEDRO LEOPOLDO - FPL REGULAMENTO DO MESTRADO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO - MPA 2006 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Mestrado Profissional em Administração MPA, das Faculdades

Leia mais

Faculdades Ibmec-RJ. Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais

Faculdades Ibmec-RJ. Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais Faculdades Ibmec-RJ Regulamento de Atividades Complementares do Curso de Graduação em Relações Internacionais I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Art.1. O presente regulamento tem por finalidade estatuir

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS

REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS REGULAMENTO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS JUNHO/2011 CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º. Os cursos de Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade de Tecnologia

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL Este Regulamento e a Resolução do Conselho Superior da Uneal (CONSU/UNEAL) que o aprovou foram

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DA FACULDADE DE ENGENHARIA. Capítulo I Disposições Preliminares

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DA FACULDADE DE ENGENHARIA. Capítulo I Disposições Preliminares REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DA FACULDADE DE ENGENHARIA Disciplina as atividades complementares de integralização curricular, para os alunos da Faculdade de Engenharia,

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE ESTUDOS SUPERIORES DE VIÇOSA - ESUV CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE ESTUDOS SUPERIORES DE VIÇOSA - ESUV CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA ESCOLA DE ESTUDOS SUPERIORES DE VIÇOSA - ESUV CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. O presente regulamento tem por finalidade normatizar o aproveitamento de

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades complementares que compõem o currículo pleno dos

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ESCOLA DE ENGENHARIA

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ESCOLA DE ENGENHARIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES ESCOLA DE ENGENHARIA Coordenador Prof. Gilberto Teixeira da Silva Professores Avaliadores das Atividades Complementares por Curso Engenharia Civil: Prof. Alfredo Mário Savelli.

Leia mais

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 74/2007 Aprova o Estatuto da Escola de Formação e Aperfeiçoamento da Magistratura da 18ª Região da Justiça do Trabalho

RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 74/2007 Aprova o Estatuto da Escola de Formação e Aperfeiçoamento da Magistratura da 18ª Região da Justiça do Trabalho RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 74/2007 Aprova o Estatuto da Escola de Formação e Aperfeiçoamento da Magistratura da 18ª Região da Justiça do Trabalho EMAT-18. CERTIFICO E DOU FÉ que o Pleno do Egrégio Tribunal

Leia mais

*** 60 60 *** *** 60 120 *** 60 *** 60 1 60 *** 60 1. Profissional Cursos de Extensão *** 90 90 *** Certificado e Programa detalhado do curso.

*** 60 60 *** *** 60 120 *** 60 *** 60 1 60 *** 60 1. Profissional Cursos de Extensão *** 90 90 *** Certificado e Programa detalhado do curso. Tabela de Conversão s Complementares - Arquitetura, Exatas, Comunicação e Negócios Dimensão Apresentação de trabalho em congresso ou similar *** 45 90 *** Certificado de apresentação e Programação do Aproveitamento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 63/2009 Aprova o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em nível de Especialização, denominado

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO, DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) N.º 09/2010

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) N.º 09/2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) (alterada pela Resolução Consepe n.º 24/2011) N.º 09/2010 Dispõe sobre as normas

Leia mais

Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais - UFRN

Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais - UFRN Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais - UFRN CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o O Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais (PPEUR),

Leia mais