A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:"

Transcrição

1 PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ACADÊMICA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico ou científico produzidos por alunos de graduação ou pós-graduação referentes a qualquer área ou aspecto relativo à gestão e ao desenvolvimento de pessoas. A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: Graduação Visa reconhecer e premiar trabalhos de conclusão de curso ou projetos de pesquisa de alunos de graduação de instituições de ensino no Brasil. O participante deverá estar acima do terceiro semestre de cursos de graduação de ensino superior. No trabalho deverá constar o nome do professor orientador/técnico no assunto, seu currículo e a nota final atribuída no trabalho ou declaração de que o trabalho está em fase de conclusão e apresentação para a Banca Examinadora ou professor responsável. Observação: o participante deverá apresentar comprovante de pagamento ou declaração da instituição em que está matriculado. Pós-Graduação Visa reconhecer e premiar projetos de conclusão de cursos, projetos de pesquisa, dissertações ou teses de alunos matriculados em cursos de pósgraduação instituições de ensino no Brasil (especialização, mestrado acadêmico ou profissional, doutorado e MBA). O trabalho não deverá ter sido apresentado há mais de dois anos. No trabalho deverá constar o nome do professor orientador/técnico no assunto, seu currículo e a nota final atribuída ao trabalho, assim como deverá constar a nota da Banca Examinadora ou declaração de que a tese está em fase de conclusão ou defesa. B. BENEFÍCIOS EM PARTICIPAR E SER UM DOS PREMIADOS B1. Para as universidades: Aumento da competitividade frente à concorrência do mercado; Reconhecimento da Associação pelos trabalhos engajados com a realidade das organizações; Retenção dos alunos e elevação de sua autoestima por estudarem em uma universidade reconhecida na qualidade dos serviços prestados. B2. Para os alunos: Aumento da empregabilidade; Página 1 de 9

2 Destaque durante processos seletivos; Reconhecimento pessoal e social. B3. Para o professor-orientador: Bem-estar e reconhecimento de um trabalho bem realizado; Elevação da autoestima, reforçando a importância do papel do professor-orientador; Garantia da empregabilidade e diferenciação no mercado educacional. C. DOS TRABALHOS C1. Os trabalhos deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas, compatíveis com os objetivos do Prêmio Ser Humano Paulo Freire. C2. Os trabalhos poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por trabalho vencedor. C3. Estarão automaticamente excluídos da premiação os trabalhos que não estiverem de acordo com este regulamento. Para os trabalhos vencedores nas Seccionais ABRH, prevalecem a regra e regulamento do estado em que concorreram, devendo apresentar o trabalho no mesmo padrão em que o levou a ser vencedor estadual. Observação: Fica reservado à ABRH-PE e à Comissão de Avaliadores o direito de impugnar qualquer trabalho: com temas que se caracterizem como racismo, discriminação, preconceito, e/ou façam apologia a drogas, sexo, guerra, terrorismo ou que firam a ética, a moral e os bons costumes da sociedade em geral. C4. Os trabalhos vencedores em edições anteriores à última edição realizada regionalmente não poderão ser inscritos. C5. O mesmo trabalho não poderá ser inscrito em mais de uma modalidade, devendo o(s) autor(es), definirem a modalidade de acordo com a maior adequação, alinhamento ou enquadramento à respectiva definição da premiação. C6. Os trabalhos que concorrerem ao Prêmio Ser Humano Paulo Freire deverão ser apresentados: C.6.1 No máximo até 30 (trinta) páginas numeradas, excluindo os anexos, apresentando com obrigatoriedade todos os itens abaixo e na seguinte disposição: a) Capa: deve conter o nome do trabalho, da organização, o nome do(s) responsável(eis) pelo trabalho e a modalidade específica; Página 2 de 9

3 b) Índice; c) Sinopse: visão geral do trabalho, no seguinte formato: Os textos devem ser confeccionados em Word; Tamanho máximo: caracteres (com espaço); O conteúdo deve contemplar: 1. o que motivou o trabalho; 2. um breve resumo da iniciativa; 3. local onde está sendo realizado; 4. população beneficiada, com breve caracterização e indicadores numéricos; 5. resultados obtidos; 6. para que os interessados em conhecer o caso completo e trocar experiência possam fazer solicitação ou contato. d) Introdução: identificação do porquê do trabalho, o contexto em que foi desenvolvido, as principais premissas em que a conclusão se baseia, as linhas de pesquisas, a metodologia de desenvolvimento e outros dados relevantes ao entendimento da solução; e) Corpo do trabalho: deve conter o desenvolvimento da solução, a contextualização da situação que gerou a implantação do trabalho, os objetivos, os parâmetros, o desenvolvimento, metodologias e resultados quantitativos e qualitativos; f) Orçamento: 1. Recursos financeiros e fontes de financiamento aplicadas e/ou captadas, expressas em valores monetários; 2. Recursos humanos: voluntários, colaboradores e profissionais remunerados envolvidos (expressos numericamente); 3. Parcerias com outras organizações: como se dá esta relação; g) Principais resultados obtidos e seus indicadores de avaliação e monitoramento; h) Processo de avaliação: metodologia utilizada para avaliar o desempenho da ação; i) Projeções de continuidade da ação: ações que evidenciem a preocupação com a sustentabilidade do trabalho; j) Conclusão e demais comentários de encerramento; k) Anexos: Somente serão aceitos os anexos que façam parte do corpo do trabalho. Não serão aceitos anexos enviados separadamente, tais como imagens e links para vídeos, entre outros. l) Bibliografia e Refências Bibliográficas. Página 3 de 9

4 Observação: A página da capa, a página do índice e a sinopse não deverão ser numeradas e não serão consideradas no número total de páginas do trabalho. C7. O trabalho deverá ser enviado nas seguintes especificações: Arquivo em PDF; Letra: Fonte Arial, tamanho 12; Linhas: Espaçamento duplo; Página: Formato A4 Citando: a modalidade, o nome do trabalho e o(s) nome do(s) autor(es). Observação: Não serão aceitos anexos físicos. Todos devem ser apresentados em formato digital, junto ao trabalho. D. DAS INSCRIÇÕES D1. Todo participante poderá inscrever um ou mais trabalho, ficando sujeito às cláusulas deste regulamento. D2. Os trabalhos deverão ter sido, no mínimo, defendidos ou apresentados há até dois anos na instituição de ensino da qual o(s) autor(es) pertença(m). D3. O prazo para as inscrições inicia-se em 03/06/2015 e termina em 30/09/2015. D4. As inscrições deverão ser realizadas através do enviando ficha de inscrição, seu trabalho e a cópia do comprovante de pagamento. D5. O(s) participante(s) não precisa(m) ser associado(s) à ABRH-PE. D6. É vedada a participação dos membros do Comitê Organizador e Comitê de Avaliadores. D7. O(s) participante(s) poderá(ão) ser brasileiro(s) ou estrangeiro(s), desde que preencha(m) as condições estabelecidas no regulamento. O participante estrangeiro terá de, obrigatoriamente, falar a língua portuguesa e apresentar todo o trabalho em português, tendo em vista que não haverá tradução de material. Além disso, pelo menos um dos autores do trabalho deve ser residente no Brasil. D8. Para efetivação das inscrições, deve ser paga a taxa de inscrição de acordo com os valores da Tabela de Inscrição constante no Anexo I deste regulamento. E. DO JÚRI E DO JULGAMENTO Página 4 de 9

5 E1. O Comitê Avaliador, convidado pelo Comitê Gestor do Prêmio Ser Humano é composto por membros de notória capacidade, com participação no meio acadêmico, empresarial e de associações representativas da sociedade. E2. O Comitê Avaliador é soberano e de seu julgamento não caberá recurso algum. E3. Os critérios de avaliação estão descritos no item E do regulamento. E4. Em caso de empate técnico, caberá aos coordenadores do Prêmio definir os critérios de desempate. E5. A composição do júri será divulgada durante a cerimônia de entrega da premiação no dia 01 de dezembro de 2015 na Confraternização da ABRH-PE em local a ser divulgado posteriormente pela ABRH-PE. E6. A ABRH-PE fará a divulgação oficial dos vencedores da premiação até o dia 30/10/2015, por . E7. As avaliações dos jurados ficarão sob guarda da ABRH-PE. E8. Os vencedores somente serão conhecidos na cerimônia de entrega da premiação. E9. O comitê organizador do Prêmio Ser Humano Paulo Freire se reserva o direito de recusar trabalhos que não estejam enquadrados no escopo deste regulamento ou que sejam de caráter preponderantemente publicitário. F. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Parágrafo Único - Os cinco critérios de avaliação que serão observados pelo Comitê Avaliador na modalidade GESTÃO DE PESSOAS ACADÊMICA são: Apresentação, Aplicabilidade, Inovação, Conteúdo e Resultados. F1. Apresentação: Este fator leva em conta a observação do item C.6.1 e todos os seus subitens [de a) até l)]. F2. Aplicabilidade: Considera a compatibilidade do trabalho com o estágio de evolução das empresas e/ou com a realidade do mundo das organizações, do ambiente social e econômico, através da aplicação de estratégias de implementação de projetos, planos e programas de gestão de pessoas. Observe os seguintes itens: Página 5 de 9

6 Atinge o objetivo descrito e apresenta evidências da execução prática de teorias e técnicas; Atinge todo o público-alvo; Há evidências de futuras ações que promovam a continuidade do trabalho através da aplicação e estratégias de implementação de projetos, planos e programas. F3. Grau de inovação: Avalia quando há propostas de melhorias nas práticas ou nas formas de aplicar ferramenta, metodologia e/ou teoria de gestão de pessoas. Ou quando propõe nova prática e/ou diferentes formas de aplicar uma ferramenta, metodologia e/ou teoria de gestão de pessoas F4. Qualidade do conteúdo: Considera essencialmente a propriedade, a consistência, a abrangência e a suficiência dos temas abordados. Fatores que ajudam a obter uma melhor qualidade do conteúdo: boa combinação de teorias, conceitos e argumentos com ilustrações e figuras, que contribui para tornar as ideias mais convincentes, claras e assimiláveis. F5. Resultados: Considera a apresentação de indicadores que permitam a mensuração do impacto e os benefícios decorrentes do trabalho para as organizações e para as pessoas. Observações: A ABRH-PE reserva-se o direito de não conceder os prêmios na hipótese de os trabalhos concorrentes não alcançarem nível de qualidade adequado, se não preencherem os requisitos previstos neste regulamento ou se forem considerados plágio. Critérios e Itens de Avaliação PONTUAÇÃO MÁXIMA 100 E1 - Apresentação 10 E2 - Aplicabilidade 30 E3 - Inovação 20 E4 - Conteúdo 10 E5 - Resultados 30 Informações complementares / visita técnica: Página 6 de 9

7 Durante o processo de avaliação, o comitê avaliador poderá solicitar informações complementares sobre o trabalho em análise por meio de contato telefônico e/ou agendamento de visita técnica na empresa. Classificação dos Trabalhos Serão considerados classificados os trabalhos que atingirem a nota mínima de 85 pontos, equivalente a 85% da nota máxima de 100 pontos (100 pontos = soma das notas dos 4 fatores de avaliação). G. DA PREMIAÇÃO G1. Serão premiados no dia 01 de dezembro de 2015 na Cerimônia de Confraternização da ABRH-PE os 3 (três) primeiros colocados nesta modalidade, entre os casos que atingirem as maiores notas na classificação. G2. Os premiados (1º, 2º e 3º lugares) receberão os seguintes prêmios: 01 Certificado de premiação (em nome do(s) autor(es) do trabalho); 01 Troféu Prêmio Ser Humano (apenas um troféu por trabalho vencedor); 01 inscrição cortesia para participação no CONGEPE 2016 (Congresso sobre Gestão de Pessoas em Pernambuco; Divulgação de sinopse do trabalho no site da ABRH-PE. G3. A ABRH-PE não remunerará de nenhuma forma os trabalhos premiados e divulgados, sendo a título gratuito. G4. Despesas com hospedagem e passagem aérea, caso necessário, não serão de responsabilidade da ABRH-PE. G5. É de responsabilidade do autor a autenticidade de autoria do trabalho apresentado, sendo vedado plágio e cópia, entre outros, constituindo infração grave ao Regulamento. G6. A ABRH não se responsabiliza pela autenticidade da autoria dos trabalhos apresentados, sendo isenta de qualquer responsabilidade, respondendo o apresentante do trabalho exclusivamente pela utilização indevida de trabalhos de terceiros. G7. Os trabalhos não classificados não serão divulgados em hipótese alguma. H. DA DIVULGAÇÃO H1. A ABRH-PE promoverá a ampla divulgação do Prêmio Ser Humano Paulo Freire 2015 em todas as suas fases, em seus veículos de comunicação oficiais. Página 7 de 9

8 Tal divulgação representará o reconhecimento da ABRH-PE à importância do trabalho para a sociedade. A ABRH-PE, entretanto, não responde pelos pontos de vista pessoais apresentados pelo(s) autor(es). H2. Ao se inscreverem, os candidatos, certos de que têm seus direitos autorais resguardados pela legislação nacional vigente, concordam com a utilização gratuita de seu nome, voz, imagem e trabalho inscrito para a divulgação nos veículos próprios da ABRH-PE. H3. Os trabalhos não classificados não serão divulgados em hipótese alguma. I. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS I1. As datas e informações não definidas neste regulamento, para as etapas do Prêmio Ser Humano Paulo Freire serão divulgadas em tempo hábil, por meio dos veículos de comunicação oficiais da ABRH-PE. I2. Prazos: Data final do período de inscrições e envio dos trabalhos: 30/09/2015 Divulgação dos classificados: 30/10/2015 Cerimônia de entrega dos prêmios: 01/12/2015 I3. O não cumprimento dos prazos previstos neste regulamento para inscrição e entrega dos trabalhos será considerado infração ao regulamento, sendo o participante automaticamente desclassificado, com exceção de caso fortuito ou de força maior. I4. As situações omissas deste regulamento serão decididas pela Coordenação do Prêmio. I5. Fica, desde já, eleito o Foro da cidade do Recife, para dirimir dúvidas do presente Regulamento. Mais informações: ABRH-PE Fone: (81) Site: Página 8 de 9

9 ANEXO I TABELA COM VALORES PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE SECCIONAL ABRH-PE 2015 CATEGORIA VALOR DA INSCRIÇÃO Empresas Associadas ABRH-PE R$ 250,00 Empresas Não Associadas à ABRH-PE R$ 300,00 Empresas do 3º Setor e ONGs Associadas à ABRH R$ 150,00 Empresas do 3º Setor e ONGs Não Associadas à ABRH R$ 200,00 Profissionais Associados à ABRH-PE R$ 100,00 Profissionais Não Associados à ABRH-PE R$ 150,00 Acadêmico R$ 50,00 Página 9 de 9

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor.

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / PROFISSIONAL A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Profissional premia casos de caráter técnico

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL / EMPRESA CIDADÃ

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL / EMPRESA CIDADÃ Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH/MA - Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Empresa Cidadã tem o objetivo de certificar projetos, a seguir denominados de

Leia mais

MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL/ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR

MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL/ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL/ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR A. OBJETIVO A modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade

Leia mais

O reconhecimento de um trabalho bem realizado Melhoria na empregabilidade. Ter seu nome mencionado na mídia

O reconhecimento de um trabalho bem realizado Melhoria na empregabilidade. Ter seu nome mencionado na mídia MODALIDADE: Gestão de Pessoas CATEGORIA: Acadêmica Objetivo: O PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, categoria Acadêmica, objetiva premiar os trabalhos de natureza científica, referente a qualquer área

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH PB - Modalidade Gestão de Pessoas - Profissional, premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados à projetos implantados pelo profissional,

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH-PB - Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Organização do Terceiro Setor tem o objetivo de reconhecer e premiar projetos desenvolvidos

Leia mais

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/ACADÊMICA A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico ou científico produzidos por alunos

Leia mais

A1. A partir de 2013, a modalidade Gestão de Pessoas/Empresas contará com as seguintes categorias:

A1. A partir de 2013, a modalidade Gestão de Pessoas/Empresas contará com as seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/EMPRESAS A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Empresas premia os casos relacionados à gestão de pessoas desenvolvidos e implantados,

Leia mais

B2. Os casos poderão ser de autoria individual ou em co-autoria, porém será entregue apenas um troféu por caso vencedor.

B2. Os casos poderão ser de autoria individual ou em co-autoria, porém será entregue apenas um troféu por caso vencedor. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/PROFISSIONAL A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Profissionais premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia - Modalidade Gestão de Pessoas / Organização, premia os cases ou

Leia mais

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa A. Objetivo O Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas, premia casos relacionados à Gestão de Pessoas, implantados, preferencialmente desenvolvidos por equipes, no âmbito da organização, seja ela de qualquer ramo

Leia mais

Observação: Poderão participar empresas públicas, privadas e mistas.

Observação: Poderão participar empresas públicas, privadas e mistas. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / EMPRESA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia Modalidade Gestão de Pessoas / Empresa premia os cases ou projetos implantados

Leia mais

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH A. OBJETIVO E TEMA CENTRAL A1. O Prêmio de inovação universitária em RH premia projetos inovadores de alunos de graduação e recém formados (até 2 anos) referentes

Leia mais

REGULAMENTO. Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Categoria Empresa

REGULAMENTO. Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Categoria Empresa A. Objetivo O Prêmio Ser Humano Amazonas, Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social, tem o objetivo de certificar projetos sociais desenvolvidos por empresas, segundo critérios de

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIA: EMPRESAS PRIVADAS E

Leia mais

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir:

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir: MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA A. Objetivo: O PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, Modalidade: Desenvolvimento Sustentável, Categoria: Empresa objetiva premiar projetos sociais

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR

PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia Modalidade Desenvolvimento

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE 2: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO 1. DO OBJETIVO: Reconhecer, disseminar e premiar boas práticas e bons

Leia mais

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social REGULAMENTO 10º Prêmio de Responsabilidade Social I DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO II DAS CATEGORIAS III DAS INSCRIÇÕES IV DOS PROJETOS V DO JULGAMENTO VI DAS DATAS VII DA COORDENAÇÃO I DA INSTITUIÇÃO DA

Leia mais

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmio Cidadania, categoria Estudante, premia trabalhos de caráter técnico ou científico, referente a implementação

Leia mais

O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das

O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das Apresentação O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar

Leia mais

8º CONCURSO ESTADUAL DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2015 REALIZAÇÃO: SEBRAE/SC REGULAMENTO

8º CONCURSO ESTADUAL DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2015 REALIZAÇÃO: SEBRAE/SC REGULAMENTO 8º CONCURSO ESTADUAL DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2015 REALIZAÇÃO: SEBRAE/SC REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso Estadual de Planos de Negócio para Universitários é uma

Leia mais

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Índice Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Prefácio --------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica

REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica 1. O PRÊMIO O Prêmio CISER de Inovação Tecnológica, doravante denominado PRÊMIO, promovido pela Cia. Industrial H. Carlos Schneider (CISER),

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS DATA: 14.10.2015 REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS O I TECNÓLOGOS, promovido pelo CRA/RO- Conselho Regional de Administração de Rondônia e

Leia mais

7 o Prêmio Jovem Jornalista

7 o Prêmio Jovem Jornalista 7 o Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão Regulamento 2015 1. Sobre o Prêmio 1.1 O Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão tem por objetivo incentivar jovens estudantes de Jornalismo

Leia mais

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE REGULAMENTO Um olhar para o futuro I PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO A. O Concurso de Fotografia da FAE é uma iniciativa promovida pela Coordenação do Núcleo Cultural do Programa de

Leia mais

ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014

ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014 ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014 PRÊMIOS-INCENTIVO ADVB/RS - TOP MINIEMPRESA ESCOLA E TOP STARTUP ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014 PRÊMIOS-INCENTIVO ADVB/RS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PRÊMIO PROFESSOR DO ANO 2011. Capítulo I: Do regulamento

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PRÊMIO PROFESSOR DO ANO 2011. Capítulo I: Do regulamento PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PRÊMIO PROFESSOR DO ANO 2011 Capítulo I: Do regulamento ART 1 - O evento Prêmio Professor do Ano é uma promoção da SECRETARIA MUNICIPAL DE

Leia mais

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Artigo 1º - Idealizado e instituído pela Confederação Nacional da Indústria, o Prêmio CNI de Economia, cuja periodicidade é anual, tem por finalidade

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 1 ÍNDICE CRONOGRAMA ------------------------------------------------------------------------------- 3 CATEGORIAS -------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO SINDITÊXTIL-SP INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

REGULAMENTO PRÊMIO SINDITÊXTIL-SP INOVAÇÃO TECNOLÓGICA 1 / 7 1. APRESENTAÇÃO O Prêmio SINDITÊXTIL-SP Inovação Tecnológica foi criado em 2011 pelo Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo SINDITÊXTIL SP com objetivo de homenagear

Leia mais

PRÊMIO EXCELÊNCIA ACADÊMICA REGULAMENTO

PRÊMIO EXCELÊNCIA ACADÊMICA REGULAMENTO PRÊMIO EXCELÊNCIA ACADÊMICA REGULAMENTO 1. GERAL O Prêmio Excelência Acadêmica é conferido anualmente à melhor Monografia ou Trabalho de Conclusão de Curso, doravante denominada simplesmente TCC, produzido

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA XI PRÊMIO SER HUMANO AS MELHORES PRÁTICAS EM GESTÃO DE PESSOAS ABRH- MG MODALIDADE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA BELO HORIZONTE, DEZEMBRO DE 2011. MODALIDADE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA REGULAMENTO

Leia mais

FREDERICO DA COSTA AMANCIO Secretário de Educação

FREDERICO DA COSTA AMANCIO Secretário de Educação PORTARIA Nº 980 DE 04 DE MARÇO DE 2016. O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, RESOLVE: Art. 1º Tornar pública a abertura de processo seletivo para o Concurso ÁGUA: JUNTOS VAMOS PRESERVAR

Leia mais

PRÊMIO ASSESPRO-RJ MELHORES EMPRESAS EDIÇÃO 2015 EDITAL DE RETIFICAÇÃO

PRÊMIO ASSESPRO-RJ MELHORES EMPRESAS EDIÇÃO 2015 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PRÊMIO ASSESPRO-RJ MELHORES EMPRESAS EDIÇÃO 2015 EDITAL DE RETIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 31 de julho de 2015. www.assespro-rj.org.br/premioempresas Praça Pio X, 55/ 9º andar - Centro 20.070-900 Rio de Janeiro,

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA CONCURSO DE FOTOGRAFIA REGULAMENTO Tema do Concurso: A ÁGUA. E VOCÊ? 1. O CONCURSO 1.1. DA REALIZAÇÃO 1.1.1 O Concurso Nacional de Fotografia do XXI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos é promovido

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA RESOLUÇÃO Nº 1.907, DE 28 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre o Regulamento do XX Prêmio Brasil de Economia. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas atribuições legais e

Leia mais

REGULAMENTO DA 3ª FECITEJ FEIRA DE CIÊNCIA, INOVAÇÃO E TECNOLOGIA DE JOINVILLE

REGULAMENTO DA 3ª FECITEJ FEIRA DE CIÊNCIA, INOVAÇÃO E TECNOLOGIA DE JOINVILLE REGULAMENTO DA 3ª FECITEJ FEIRA DE CIÊNCIA, INOVAÇÃO E TECNOLOGIA DE JOINVILLE A Secretaria Municipal de Educação de Joinville tem por objetivo realizar a 3ª Feira de Ciência, Inovação e Tecnologia de

Leia mais

REGULAMENTO 5º PRÊMIO APEX-BRASIL DE EXCELÊNCIA EM EXPORTAÇÃO O BRASIL QUE INSPIRA O MUNDO

REGULAMENTO 5º PRÊMIO APEX-BRASIL DE EXCELÊNCIA EM EXPORTAÇÃO O BRASIL QUE INSPIRA O MUNDO REGULAMENTO 5º PRÊMIO APEX-BRASIL DE EXCELÊNCIA EM EXPORTAÇÃO O BRASIL QUE INSPIRA O MUNDO 1 DO PRÊMIO 1.1 Fica estabelecido o 5º Prêmio Apex-Brasil de Excelência em Exportação O Brasil que inspira o mundo,

Leia mais

CONCURSO DE PRODUÇÕES AUDIOVISUAIS TIRANDO A DROGA DE CENA 2016

CONCURSO DE PRODUÇÕES AUDIOVISUAIS TIRANDO A DROGA DE CENA 2016 REGULAMENTO CONCURSO DE PRODUÇÕES AUDIOVISUAIS TIRANDO A DROGA DE CENA 2016 A PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO torna público o regulamento do Concurso de Produções Audiovisuais Tirando a Droga de

Leia mais

EDITAL CURTA NASSAU 2016.1

EDITAL CURTA NASSAU 2016.1 EDITAL CURTA NASSAU 20161 A UNINASSAU, por intermédio da COORDENAÇÃO DOS CURSOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, torna pública para conhecimento dos interessados, abertura da edição 20161 do projeto de exibição

Leia mais

CONCURSO: AS MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO NA PMSP.

CONCURSO: AS MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO NA PMSP. CONCURSO: AS MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO NA PMSP. A Prefeitura do Município de São Paulo - PMSP, por meio da Secretaria Municipal de Gestão - SMG, mantém o Sistema Municipal de Estágios, que é coordenado

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE INFORMAÇÃO DE CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO I. DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Idealizado pelo Instituto Social IRIS, o PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE

Leia mais

Prêmio. Participantes, Práticas Premiadas e Período de Execução REGULAMENTO PRÊMIO ANAMATRA DE DIREITOS HUMANOS 2014

Prêmio. Participantes, Práticas Premiadas e Período de Execução REGULAMENTO PRÊMIO ANAMATRA DE DIREITOS HUMANOS 2014 1 Prêmio O Prêmio Anamatra de Direitos Humanos 2014 consistirá na entrega de estatueta inspirada no Cilindro de Ciro e premiação em dinheiro para pessoas físicas ou jurídicas cujas ações se destaquem em

Leia mais

10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR

10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR R E G U L A M E N T O 1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 1.1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR é uma iniciativa do Comitê Consultivo

Leia mais

REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT

REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT O PRÊMIO Dirigido a empresas e profissionais que praticam a excelência em atendimento e relacionamento com o cliente, o PrêmioABT tem como objetivos identificar, reconhecer e

Leia mais

2º PRÊMIO ITAÚ DE FINANÇAS SUSTENTÁVEIS REGULAMENTO 2010

2º PRÊMIO ITAÚ DE FINANÇAS SUSTENTÁVEIS REGULAMENTO 2010 2ºPRÊMIOITAÚDEFINANÇASSUSTENTÁVEIS REGULAMENTO2010 1. OPRÊMIOITAÚDEFINANÇASSUSTENTÁVEIS 1.1. O PRÊMIO ITAÚ DE FINANÇAS SUSTENTÁVEIS, designado neste Regulamento PRÊMIO ITAÚ,emsuasegundaedição,éumainiciativadoItaúUnibancoS.A.(

Leia mais

1.2.1. O Concurso é aberto a todos os participantes inscritos no Congresso Eventos Brasil, sem limite de idade.

1.2.1. O Concurso é aberto a todos os participantes inscritos no Congresso Eventos Brasil, sem limite de idade. CONCURSO DE FOTOGRAFIA REGULAMENTO Tema do Concurso: A Vida é um Evento 1. O CONCURSO 1.1. DA REALIZAÇÃO 1.1.1 O Concurso de Fotografias da ABEOC Brasil tem caráter exclusivamente cultural, sem qualquer

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO LUÍS CRUZ DE VASCONCELOS

PRÊMIO DE JORNALISMO LUÍS CRUZ DE VASCONCELOS PRÊMIO DE JORNALISMO LUÍS CRUZ DE VASCONCELOS A Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Ceará (OAB-CE), lança o Prêmio de Jornalismo Luís Cruz de Vasconcelos, que tem o objetivo de estimular a publicação

Leia mais

REGULAMENTO. I CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DOS CORREIOS Vá mais longe 1. OBJETIVO

REGULAMENTO. I CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DOS CORREIOS Vá mais longe 1. OBJETIVO REGULAMENTO 1. OBJETIVO 1.1 O I Concurso Nacional de Fotografia dos Correios tem como objetivos reunir imagens que representem a atuação dos Correios, especialmente a relação da empresa com a sociedade;

Leia mais

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015 XX Ciência Viva Tema: Luz, ciência e vida 12 e 13 de Novembro de 2015 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica das instituições de ensino

Leia mais

REGULAMENTO PRÊMIO BRASIL-ALEMANHA DE INOVAÇÃO

REGULAMENTO PRÊMIO BRASIL-ALEMANHA DE INOVAÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO BRASIL-ALEMANHA DE INOVAÇÃO 1. OBJETIVO 1.1 O Prêmio Brasil-Alemanha de Inovação, organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil Alemanha (AHK), tem por objetivo identificar e

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015

REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015 REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015 1. OBJETIVOS O Concurso MÃOS À OBRA tem por objetivo incentivar, aprofundar o debate sobre temas que impactam a competitividade da cadeia produtiva da construção

Leia mais

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014 SUMÁRIO ITEM SUMÁRIO 1 1. DOS OBJETIVOS 2 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E DA PREMIAÇÃO 2 3. DO PROCEDIMENTO DA INSCRIÇÃO 3 4. DAS CATEGORIAS 3 4.1 Projetos de impacto regional, com foco em ações de

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS

Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS REGULAMENTO 30 TOP DE MARKETING ADVB/RS 1. Da Instituição 1.1. Fica instituído, pela Diretoria da ADVB/RS, o 30º TOP DE MARKETING ADVB-RS. 2. Dos Objetivos: 2.1.

Leia mais

EDITAL Nº 47, DE 07 DE MAIO DE 2015.

EDITAL Nº 47, DE 07 DE MAIO DE 2015. EDITAL Nº 47, DE 07 DE MAIO DE 205. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

EDITAL Nº. 001/2012 4º PRÊMIO SES-MG DE JORNALISMO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL Nº. 001/2012 4º PRÊMIO SES-MG DE JORNALISMO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS EDITAL Nº. 001/2012 4º PRÊMIO SES-MG DE JORNALISMO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL END: RODOVIA PREFEITO AMÉRICO GIANETTI, S/Nº - BAIRRO SERRA VERDE CEP: 31630-901 -

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 (Texto Final Aprovado Reunião Direx, de 8/1/2013) Art. 1 Idealizado pela Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), será realizado o Literatura

Leia mais

R E G U L A M E N T O 1

R E G U L A M E N T O 1 R E G U L A M E N T O 1 APRESENTAÇÃO Art. 1 o O PRÊMIO IPEA-CAIXA 2006, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA e da Caixa Econômica Federal CAIXA, instituído pela Portaria Conjunta n o 01 de

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 1/2013

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 1/2013 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 1/2013 Estabelece as regras para seleção de Projetos de Iniciação Científica nas modalidades INICIA-b e INICIA-v para execução em 2014 (INICIA-2014). A Coordenação de

Leia mais

Concurso de Ensaio Educação, Saúde e Sociedade do Futuro : olhares e percepções dos alunos da Fiocruz REGULAMENTO

Concurso de Ensaio Educação, Saúde e Sociedade do Futuro : olhares e percepções dos alunos da Fiocruz REGULAMENTO Concurso de Ensaio Educação, Saúde e Sociedade do Futuro : olhares e percepções dos alunos da Fiocruz REGULAMENTO A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por intermédio da Vice-Presidência de Ensino, Informação

Leia mais

CONCURSO DE REDAÇÕES E ARTIGOS CIENTÍFICOS PRÊMIO V EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO

CONCURSO DE REDAÇÕES E ARTIGOS CIENTÍFICOS PRÊMIO V EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO CONCURSO DE REDAÇÕES E ARTIGOS CIENTÍFICOS PRÊMIO V EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO Instituído em 2009 o PRÊMIO EXPEDIÇÃO DO SEMIÁRIDO integra em parceria o PEASA/MISA/UFCG, o PaqTcPB, o SEBRAE e o ILCA-TC, e tem

Leia mais

Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial

Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial A comissão responsável pela organização do Projeto do Concurso e do Lançamento do Livro Antologia: Contos,

Leia mais

Para diferenciar a participação das instituições educacionais, o prêmio é segmentado em dois tipos:

Para diferenciar a participação das instituições educacionais, o prêmio é segmentado em dois tipos: 1. OBJETIVOS O PNGE tem o objetivo de incentivar e valorizar práticas eficazes de gestão educacional no Brasil, destacando e reconhecendo o alto desempenho das instituições de ensino. Ele premia organizações

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL O QUE HÁ DE FRANCÊS EM SÃO PAULO?

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL O QUE HÁ DE FRANCÊS EM SÃO PAULO? REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL O QUE HÁ DE FRANCÊS EM SÃO PAULO? 1. CONDIÇÕES GERAIS 1.1 O que há de francês em São Paulo? é um concurso de caráter cultural, sem qualquer modalidade de sorteio ou pagamento,

Leia mais

CONCURSO AGRINHO EDUCAÇÃO ESPECIAL

CONCURSO AGRINHO EDUCAÇÃO ESPECIAL CONCURSO AGRINHO EDUCAÇÃO ESPECIAL CONCURSO EDUCAÇÃO ESPECIAL CATEGORIA Desenho TEMA: As coisas que ligam o campo e a cidade e nosso papel para melhorar o mundo. O concurso é dirigido aos alunos com necessidades

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL FACEBOOK Estrela da Música. Rua Lourenço Pinto, 299, Curitiba - PR, inscrita no CNPJ nº 03.420.926/0002-05, doravante

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL FACEBOOK Estrela da Música. Rua Lourenço Pinto, 299, Curitiba - PR, inscrita no CNPJ nº 03.420.926/0002-05, doravante REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL FACEBOOK Estrela da Música Leia este Regulamento com atenção, ele informa como participar do Concurso Cultural Facebook Estrela da Música, promovido pela Global Village Telecom

Leia mais

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Sugerimos ler atentamente as regras para submissão de trabalhos científicos.

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Sugerimos ler atentamente as regras para submissão de trabalhos científicos. REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Sugerimos ler atentamente as regras para submissão de trabalhos científicos. APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O X Congresso Brasileiro de Farmácia Hospitalar, realizado

Leia mais

Regulamento do Concurso de Ideias Desafios da Inovação FIT Networks

Regulamento do Concurso de Ideias Desafios da Inovação FIT Networks Regulamento do Concurso de Ideias Desafios da Inovação FIT Networks 1 Principal Objetivo Este concurso está sendo proposto com a finalidade de identificar, motivar e desenvolver "technopreneurs" alunos

Leia mais

Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari -

Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari - Edital Nº006/2015 - PRPGI/IFBA Programa de Auxílio Qualificação para cursos de Pós- Graduação Lato e Stricto Sensu - Campus Camaçari - 1 Apresentação O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal A Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap) torna público o regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal.

Leia mais

BIBLIOTECA NACIONAL DE BRASÍLIA II Bienal Internacional de Poesia de Brasília

BIBLIOTECA NACIONAL DE BRASÍLIA II Bienal Internacional de Poesia de Brasília GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO SECRETÁRIO DIVISÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NÚCLEO DE ATIVIDADES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL DE BRASÍLIA II Bienal

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ FUNDAÇÃO AMAZÔNIA PARAENSE DE AMPARO À PESQUISA - FAPESPA SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - SECTI

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ FUNDAÇÃO AMAZÔNIA PARAENSE DE AMPARO À PESQUISA - FAPESPA SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - SECTI 1 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ FUNDAÇÃO AMAZÔNIA PARAENSE DE AMPARO À PESQUISA - FAPESPA SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - SECTI EDITAL N 005/2012 - do I PRÊMIO PARAENSE DE JORNALISMO

Leia mais

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias:

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias: REGULAMENTO 1. O PRÊMIO O PRÊMIO SMART Utilities & Telecom, regido por este regulamento, tem como objetivo distinguir e reconhecer as melhores práticas de relacionamento com o cliente em Utilities e Telecom:

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS

INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS COMISSÃO ORGANIZADORA DO 40º ENEAD ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ADMINISTRAÇÃO Edital Nº 01/2015 INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS Leia atentamente as instruções antes de enviar o seu resumo O

Leia mais

PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO O PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO é uma iniciativa do Instituto Votorantim, por meio do projeto Parceria Votorantim pela Educação, que tem o

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) Faculdade de Comunicação Social (Famecos) 23º SET Universitário

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) Faculdade de Comunicação Social (Famecos) 23º SET Universitário Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) Faculdade de Comunicação Social (Famecos) 23º SET Universitário O SET Universitário é um evento que estimula a troca de experiências entre

Leia mais

EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS E RODAS DE CONVERSA DO II COIMAMA

EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS E RODAS DE CONVERSA DO II COIMAMA EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS E RODAS DE CONVERSA DO II COIMAMA 1. DO OBJETIVO E ORGANIZAÇÃO 1.1. O presente concurso tem como objetivo incentivar a participação dos acadêmicos e profissionais da saúde

Leia mais

EDITAL 010/2015 I MARATONA FOTOGRÁFICA DE PELOTAS SELEÇÃO PÚBLICA DE FOTOGRAFIAS

EDITAL 010/2015 I MARATONA FOTOGRÁFICA DE PELOTAS SELEÇÃO PÚBLICA DE FOTOGRAFIAS EDITAL 010/2015 I MARATONA FOTOGRÁFICA DE PELOTAS SELEÇÃO PÚBLICA DE FOTOGRAFIAS O MUNICÍPIO DE PELOTAS, Estado do Rio Grande do Sul, com a interveniência da Secretaria Municipal de Cultura, lança o presente

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. As presentes disposições visam regulamentar o Programa Parceiros em Ação, instituído pela Área de Responsabilidade Social do BANCO

Leia mais

11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO

11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO Há mais de uma década o Prêmio MASTERINSTAL contribui para ampliar a visibilidade e o aperfeiçoamento da atividade empresarial dedicada à execução, manutenção

Leia mais

DESAFIO SOFTWARE INOVADOR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIFEB 2012. O Desafio Software Inovador do Curso de Sistemas de Informação - UNIFEB:

DESAFIO SOFTWARE INOVADOR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIFEB 2012. O Desafio Software Inovador do Curso de Sistemas de Informação - UNIFEB: DESAFIO SOFTWARE INOVADOR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIFEB 2012 REGULAMENTO 1. Apresentação O Desafio Software Inovador do Curso de Sistemas de Informação - UNIFEB: É uma atividade científica promovida pelo

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL do CONCURSO de PROJETOS de SEDE de ONG - SUSTENTÁVEL

REGULAMENTO OFICIAL do CONCURSO de PROJETOS de SEDE de ONG - SUSTENTÁVEL REGULAMENTO OFICIAL do CONCURSO de PROJETOS de SEDE de ONG - SUSTENTÁVEL O Concurso de Projeto de Sede de ONG SUSTENTÁVEL, configurado pela ONG ASSOCIAÇÃO RECRIANÇA tem como objetivo PREMIAR A EQUIPE que

Leia mais

VIII Concurso de Monografia "Formas de Diversificação de Investimentos Via Mercado de Capitais em Cenário de Redução de Taxa de Juros"

VIII Concurso de Monografia Formas de Diversificação de Investimentos Via Mercado de Capitais em Cenário de Redução de Taxa de Juros VIII Concurso de Monografia "Formas de Diversificação de Investimentos Via Mercado de Capitais em Cenário de Redução de Taxa de Juros" REGULAMENTO O VIII Concurso de Monografia CVM e BOVESPA versará sobre

Leia mais

Regulamento Prêmio CNT de Jornalismo 2010

Regulamento Prêmio CNT de Jornalismo 2010 Regulamento Prêmio CNT de Jornalismo 2010 1. Objetivo 1.1. O Prêmio CNT de Jornalismo tem como objetivos estimular, divulgar e prestigiar trabalhos jornalísticos sobre o transporte. Com a finalidade de

Leia mais

REGULAMENTO FCP Nº 001/2016 - I FESTIVAL DE CINEMA ESTUDANTIL DE PALMAS - VOCÊ NA TELA

REGULAMENTO FCP Nº 001/2016 - I FESTIVAL DE CINEMA ESTUDANTIL DE PALMAS - VOCÊ NA TELA REGULAMENTO FCP Nº 001/2016 - I FESTIVAL DE CINEMA ESTUDANTIL DE PALMAS - VOCÊ NA TELA A Prefeitura de Palmas, por meio da Fundação Cultural de Palmas e da Secretaria Municipal da Educação, no uso de suas

Leia mais

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO REGULAMENTO Realizadora: Instituto Claro, CNPJ: 10.207.232/0001-79, com sede na Rua Flórida, 1970 andar 5 CEP: 04565-907, Cidade Monções São Paulo/SP. 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO 1.1. O Prêmio Instituto

Leia mais

I CONFERÊNCIA PARAENSE DE CONTABILIDADE REGULAMENTO DE TRABALHOS TÉCNICOS E CIENTÍFICOS. Tema: A CONTABILIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA

I CONFERÊNCIA PARAENSE DE CONTABILIDADE REGULAMENTO DE TRABALHOS TÉCNICOS E CIENTÍFICOS. Tema: A CONTABILIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA REGULAMENTO DE TRABALHOS TÉCNICOS E CIENTÍFICOS Tema: A CONTABILIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA Belém 2014-1 - REGULAMENTO CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO, LOCAL E DATA DE REALIZAÇÃO, DOS OBJETIVOS E

Leia mais

EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016

EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016 EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016 SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS / EMPRESAS, PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS E PROJETOS DO INATEL INSTITUTO NACIONAL DE

Leia mais

Regulamento para o concurso para Seleção da Logomarca e Banner para a Campanha de Arrecadação do Óleo

Regulamento para o concurso para Seleção da Logomarca e Banner para a Campanha de Arrecadação do Óleo Regulamento para o concurso para Seleção da Logomarca e Banner para a Campanha de Arrecadação do Óleo 1 OBJETIVOS 2 PARTICIPAÇÃO 3 ABRANGÊNCIA 4 CONCEITO 5 APRESENTAÇÃO DO TRABALHO 6 INSCRIÇÃO 7 SELEÇÃO

Leia mais

PRÊMIO PETROBRAS DE JORNALISMO REGULAMENTO

PRÊMIO PETROBRAS DE JORNALISMO REGULAMENTO PRÊMIO PETROBRAS DE JORNALISMO (3ª EDIÇÃO 2015) REGULAMENTO O PRÊMIO PETROBRAS DE JORNALISMO tem o objetivo de reconhecer a importância dos meios de comunicação e, sobretudo, dos jornalistas que participam

Leia mais

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO RETIFICADO O PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA, é uma iniciativa do Laboratório de Geoiconografia

Leia mais

1.1. Este Concurso tem caráter exclusivamente cultural, conforme pode ser depreendido da leitura deste Regulamento.

1.1. Este Concurso tem caráter exclusivamente cultural, conforme pode ser depreendido da leitura deste Regulamento. REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL FIDATTI Para você, qual é o significado da palavra CONFIANÇA?" Leia este Regulamento com atenção, ele informa como participar do Concurso Cultural Fidatti ( Concurso ), promovido

Leia mais

Art. 4º. As inscrições serão realizadas no hot site do Prêmio de Monografia no período de 02 de maio a 31 de maio de 2016.

Art. 4º. As inscrições serão realizadas no hot site do Prêmio de Monografia no período de 02 de maio a 31 de maio de 2016. EDITAL 18 PRÊMIO DE MONOGRAFIA DA UNIT Art. 1º. A Universidade Tiradentes UNIT, com o propósito de estimular a produção científica dos seus discentes, institui o PRÊMIO DE MONOGRAFIA DA UNIT 18ª Edição.

Leia mais