CONCIENTIZAÇÃO SOBRE O MEIO AMBIENTE NO ENSINO FUNDAMENTAL II: PROMOÇÃO DA CRIATIVIDADE E REUTILIZAÇÃO DOS SÓLIDOS 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCIENTIZAÇÃO SOBRE O MEIO AMBIENTE NO ENSINO FUNDAMENTAL II: PROMOÇÃO DA CRIATIVIDADE E REUTILIZAÇÃO DOS SÓLIDOS 1"

Transcrição

1 CONCIENTIZAÇÃO SOBRE O MEIO AMBIENTE NO ENSINO FUNDAMENTAL II: PROMOÇÃO DA CRIATIVIDADE E REUTILIZAÇÃO DOS SÓLIDOS 1 Carina Lopes Somer; Marina de Fátima Fracasso Trevizan; Valdinete Pereira Benevides 2 ; Lindamar Maria de Souza 3 ; Vágner Ricardo A. Pereira 4 ; Zélia Tosta Pereira 5. RESUMO Os problemas ambientais têm sido motivo de muita preocupação para a população de todo o mundo e a escola é um ambiente propício para a informação e conscientização das pessoas sobre o papel individual no uso sustentável do planeta. O presente trabalho se propôs a refletir com os estudantes de ciências do 6º e 7º ano do ensino fundamental sobre os transtornos ambientais promovidos por ação antrópica, focalizando a produção e destino do lixo e resíduos sólidos como tema central. Foram discutidas as possibilidades de reaproveitamento dos resíduos que podem ser reutilizados e assim aumentar-lhes a meia vida e contribuir para a sustentabilidade, assim como o destino correto do lixo. A coleta e separação de resíduos pelos estudantes em suas residências fomentaram o diálogo e construção dos conceitos de lixo e resíduos sólidos. A produção de objetos de aprendizagem a partir dos resíduos estimulou a criatividade dos estudantes e os produtos elaborados foram expostos na escola, para socialização dos resultados com os demais estudantes e familiares que visitaram o evento. Os resultados alcançados sugerem que a reutilização dos resíduos sólidos para produção de novos objetos constituiu-se estratégia favorável à discussão e conscientização dos estudantes sobre atitudes e comportamentos responsáveis na preservação ambiental. Esta proposta valoriza diversas habilidades dos estudantes, que as utiliza na expressão artística e criação de novos objetos. Palavras-Chave: Sustentabilidade, criatividade, resíduos sólidos, conscientização. 1 Trabalho realizado com o apoio material e financeiro do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência PIBID, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES. 2 Estudantes do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Instituto Superior de Educação ISE, do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos UNIFEB. 3 Professora Dra. do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Instituto Superior de Educação ISE, do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos UNIFEB. 4 Professor Me. do Curso de Licenciatura em Física do Instituto Superior de Educação ISE, do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos UNIFEB. 5 Professora de Ciências da Escola E.E Benedito Pereira Cardoso - Barretos/SP

2 1 I INTRODUÇÃO A cada dia os fenômenos climáticos e ambientais promovidos por ação antrópica veem afetando negativamente a sociedade. As atitudes e comportamentos individuais frente a diversas situações podem contribuir para a melhoria ou piora da saúde ambiental. A escola é um ambiente favorável para o debate das questões ambientais relacionadas e pode contribuir para a sensibilização dos estudantes para que adotem comportamento responsável do ponto de vista ambiental. Por esse motivo, são necessárias práticas pedagógicas constantes para discutir a educação ambiental e estimular o interesse e criatividade dos discentes e professores da educação básica pelo tema, que é bastante abrangente. A problemática dos resíduos sólidos e da separação dos mesmos para reciclagem tem sido muito explorada nas escolas e estimula os indivíduos a procederem a coleta. A reutilização das embalagens e outros materiais reaproveitavam também tem sido abordadas nas escolas e promovidas à coleta seletiva dos resíduos pelos estudantes e suas famílias (CRUZ; ANTUNES; FARIA 2011). O trabalho com a educação ambiental deve constituir atividade constante e não pontual das práticas pedagógicas nas escolas, realizados por diferentes disciplinas, trabalhando de forma interdisciplinar com ciências da natureza, artes, matemática e geografia. As vantagens do reaproveitamento do lixo e a conscientização de preservação ambiental, dando como opção a possibilidade de serem trabalhadas paralelas às outras atividades curriculares. O sucesso da educação ambiental está diretamente ligado ao conhecimento e papel motivador do professor. O professor precisa estar bem familiarizado com o tema e ciente de que é o grande responsável pela sensibilização dos alunos em relação às questões ambientais, principalmente em se tratando de resíduos sólidos, pois se vive a era do descartável, em que a maioria dos produtos, desde guardanapos de papel e latas de refrigerantes, até computadores, são inutilizados e jogados fora com enorme rapidez (LOPES; CADEMARTORI, 2007). Atividades práticas associadas às teóricas são essenciais para a formação do pensamento científico e contribui para a aprendizagem significativa, sobretudo na fase infantil, período em que os jogos e brincadeiras podem motivar a imaginação e aplicação de conceitos durante toda a vida (BASSOL, 2014). Por outro lado, o ensino utilizando apenas livros didáticos e as aulas tradicionais ainda é dominante nas escolas e isso causa

3 2 descontextualização e ausência de significado do conteúdo que se apresenta restrito às definições (COMPIANI, 2007). O debate envolvendo educação ambiental propõe questionamentos e contribui para a interdisciplinaridade na escola, sendo necessária a participação ativa dos estudantes para novos pensamentos e conhecimentos que refletirão no crescimento social da escola (MOURA; SOCAL, 2011). Embora se reconheça que a educação não vá resolver os grandes problemas ambientais do planeta, não há como negar que ela seja o caminho para a divulgação de idéias e promoção de atitudes e comportamentos concretos individuais cujo resultado soma proporção coletiva para o planeta (ARAÚJO; PEDROSA, 2014). É com este propósito que este projeto foi desenvolvido. II METODOLOGIA Caracterização da População O projeto foi realizado em uma escola pública localizada na cidade de Barretos SP, com alunos do 6º e 7º ano do ensino fundamental II, com idades de 11 a 13 anos, durante as aulas de ciências. Este projeto foi realizado nos meses de setembro a outubro de 2014 em atividades realizadas na escola durante uma aula semanal de ciências, sendo que os estudantes desenvolveram atividades extraclasses. Ao todo, ocuparam-se 10 aulas de ciências para desenvolvimento do projeto. Delimitação do tema do projeto resíduos sólidos em torno do conteúdo curricular do ensino de ciências O projeto propôs a discussão em torno das questões ambientais e do papel de cada indivíduo nos cuidados com o meio ambiente. Escolheu-se focalizar a discussão no tema resíduos sólido como tema gerador da discussão pela facilidade de acesso dos estudantes do 6º e do 7º ano a estes resíduos, e também da facilidade em relacionar o papel de cada indivíduo na geração e destino dos mesmos. Inicialmente, a supervisora explicou aos estudantes os conceitos e diferenças de lixo e de resíduo sólido, promovendo uma reflexão sobre o papel de cada indivíduo como gerador de lixo. A seguir, os estudantes foram desafiados a investigar e analisar o papel de cada um na produção e destino dos resíduos e estabelecer relação entre este comportamento e a saúde do meio ambiente.

4 3 As observações das aulas foram anotadas em caderno de campo para análise posterior. Durante os meses de execução do projeto, estavam sendo abordados os conteúdos curriculares água um bem de toda a humanidade e Micro-organismos na produção de alimentos no 6º e 7º ano respectivamente. Promoção do ensino e aprendizagem sobre meio ambiente através da criatividade dos estudantes e construção de objetos de aprendizagem Para debater o tema, realizaram-se aulas práticas na sala de aula, no pátio (gincana do lixo e exposição dos trabalhos) e em casa ao reunirem-se em grupo para criarem os trabalhos. A matéria prima para as aulas foram os resíduos sólidos coletados e trazidos pelos próprios estudantes. A professora de ciências explicou aos estudantes como separar os resíduos sólidos, lavar, secar e transportá-los até a escola. A professora, com auxílio dos bolsistas do PIBID, preparou kits contendo embalagens de recicláveis, como: garrafas pet, papelão, rolos de papel higiênico, potes de iorgute, tampas de pet, caixas de leite, pote de margarina, entre outros, sendo estes utilizados em atividades extraclasses. Posteriormente, a professora disponibilizou um kit para cada aluno e os desafiou a criar um objeto diferente, que pudesse ser utilizado como brinquedo ou outro fim. Esta atividade teve duas semanas de duração e foi realizada em grupos, como atividade extraclasse. Exposição dos objetos de aprendizagem e socialização do conteúdo com os estudantes da escola A professora de ciências promoveu uma exposição dos objetos produzidos pelos estudantes no pátio da escola durante 2 dias (manhã e tarde) para serem contemplados pelos demais estudantes da escola. Os pais foram convidados para visitar a exposição.

5 4 Quadro 1. Cronograma de atividades Atividades Observação dos alunos Férias na escola Benedido Organização do Projeto Estudos e iniciação da atividade proposta Confecção dos objetos de ensino e aprendizagem Apresentação e exposição dos objetos criados Meses (2014) Abr. Mai. Jun. Jul. Ago. Set. Out. Nov. Dez. III - RESULTADOS E DISCUSSÃO Conscientização dos estudantes sobre os conceitos de lixo e resíduos sólidos reaproveitáveis Os estudantes participaram ativamente do desenvolvimento de todas as etapas do projeto. Demonstraram muito interesse e trouxeram os resíduos sólidos produzidos nas casas e nas casas dos vizinhos. Os materiais estavam lavados e secos, de acordo com as instruções recebidas pela professora. Os materiais mais frequentes que seriam descartados e que foram trazidos para a sala de aula foram: papelão, garrafa pet, caixa de leite, plásticos e embalagens descartáveis. A matéria-prima utilizada pelos alunos na confecção dos brinquedos e objetos de decoração foram os materiais reaproveitáveis que seriam destinados ao lixo. Com base nesse projeto, os alunos puderam construir um importante conceito de que se pode produzir produtos recicláveis úteis a partir de resíduos sólidos, contribuindo assim não somente com o meio ambiente, mas também com a formação de cidadãos conscientes. Durante a etapa de recepção dos resíduos sólidos, devidamente higienizados, eram discutidos os temas: a) coleta seletiva; b) reaproveitamento dos resíduos e embalagens; c) catadores de lixo; d) conseqüências do lixo para o meio ambiente. Vários alunos ligaram para o número dado pela professora para entrarem em contato com a empresa que recolhe

6 5 reciclagem para com isso verificarem quando o caminhão passava em suas ruas. -Alguns alunos disseram que suas mães reclamaram "que não iam ficar guardando lixo". Durante a exibição do documentário "lixo extraordinário" de Vik Munis, os alunos começaram a ver a figura do catador de reciclagem com "outros olhos", pois viram que várias famílias eram sustentadas com esse dinheiro (MUNIS, 2009). Promoção do ensino e aprendizagem sobre meio ambiente através da criatividade dos estudantes e construção de objetos de aprendizagem Durante a execução do trabalho, os estudantes discutiram ativamente as questões relacionadas ao meio ambiente e descarte de resíduos. O debate coletivo sobre o tema estimulou a aprendizagem do conteúdo curricular ao mesmo tempo em que vinculou a questão ambiental às atitudes individuais e coletivas da sociedade. Os estudantes se viram como integrantes da sociedade capazes de contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas através de atitudes visando sustentabilidade (PELICIONI, 1998). Ao todo, foram produzidos 45 objetos utilizando resíduos sólidos. Os objetos produzidos encontram-se listados no quadro 1. Quadro 1 Construção de objetos pelos estudantes do 6º e 7º ano utilizando resíduos sólidos como matéria prima. Objeto Resíduos Sólidos Finalidade do objeto produzido utilizados na construção do objeto construído 6º ano Grupo 1 Robô 1 rolo de papel higiênico, Brinquedo potes de danoninho, tampas de garrafa pet, caixa de leite. Grupo 2 Vaso de flor Garrafas Pet Decoração Grupo 3 Trenzinho Caixa de sapato, garrafas Brinquedo de pet pequenas, papel e pote de margarina 7º ano Grupo 4 Árvore de Natal Garrafas pet Decoração Grupo 5 Avião Garrafa de amaciante, tampas de garrafa pet e papelão Brinquedo

7 6 Exposição dos objetos de aprendizagem e socialização do conteúdo com os estudantes da Escola Benedito Pereira Cardoso Em média 900 pessoas viram a exposição, incluindo todos os alunos da escola, alguns familiares e funcionários. Foi feita uma votação, selecionando os trabalhos mais criativos e o grupo classificado em primeiro lugar foi premiado com caixas de bombom das mãos da diretora e da coordenadora pedagógica da escola (Figura 1). As contribuições que este trabalho proporcionou foram inúmeras como o interesse dos alunos, o domínio deste conceito através de práticas pedagógicas, a relação do ensino cotidiano do aluno e o reforço da existência de alternativas ambientalmente equilibradas. Tendo como interação entre comunidade e escola, tornando o ambiente cada vez melhor e alunos comprometidos com a melhora do ambiente em que vivem. Figura 01 Objetos construídos por alunos do 6º e 7º ano com materiais reaproveitáveis

8 7 Através de observações foram constatados que houve maior interação dos alunos, principalmente no momento em que seus objetos foram expostos ao público da escola, tendo também como resultado a relação dos outros alunos da escola, deixando em vista a interação e socialização no ambiente. Na figura 1 mostra como resultado os abjetos feitos pelos alunos do 6 e 7 ano com os materiais reaproveitáveis nas aulas de ciências. IV CONCLUSÕES O desenvolvimento deste projeto permitiu concluir que as atividades de produção de objetos a partir de resíduos sólidos coletados pelos estudantes do ensino fundamental II mostrou-se eficiente recurso para discussão e conscientização dos estudantes sobre diferentes temas relacionados ao meio ambiente. O interesse em reaproveitar resíduos, que seriam destinados ao lixo, estimulou a criatividade dos estudantes para a elaboração de objetos que poderiam ser utilizados para finalidades diferentes daqueles para os quais foram produzidos, contribuindo para a construção e aplicação do conceito de sustentabilidade. O ambiente das aulas práticas e a construção dos objetos proporcionaram um ambiente de exploração e expressão da oralidade enquanto os objetos se materializavam de forma lúdica e prazerosa. As aulas práticas de ciências realizadas durante a execução deste projeto contemplaram atividades de coleta de resíduos sólidos em casa, pelos estudantes, que levaram para o ambiente familiar novo hábitos e comportamentos individuais capazes de contribuir significativamente para a melhoria da qualidade ambiental à medida que aumenta a vida média de cada resíduo, que passa a ter funções diferentes. Este resultado mostra a aplicação prática da sustentabilidade e formação do cidadão através do conhecimento de ensino de ciências. Finalmente, as atividades pedagógicas aqui apresentadas mostraram-se favoráveis para discussões teóricas - práticas, indicando ser uma estratégia didática propícia com relação pelos temas ambientais, interdisciplinaridade. AGRADECIMENTOS Agradecemos a CAPES e ao PIBID por oferecer o necessário para ser possível a realização das atividades, a Professora Supervisora, Professores coordenadores e aos alunos e escola participante pelo apoio.

9 8 REFERÊNCIAS ARAÚJO, M. F. F.; PEDROSA, M. A. Ensinar ciências na perspectiva da sustentabilidade: barreiras e dificuldades reveladas por professores de biologia em formação. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 52, p ,. abr./jun Disponível em: <http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/educar/article/view/35890>. Acesso em: fev BASSOLI, F. Atividades práticas e o ensino-aprendizagem de ciência(s): mitos, tendências e distorções. Ciênc. Educ., Bauru, v. 20, n. 3, p , Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v20n3/ ciedu pdf>. Acesso em: fev COMPIANI, M. O lugar e as escalas e suas dimensões horizontal e vertical nos trabalhos práticos: Implicações para o ensino de ciências e educação ambiental. Ciência e Educação, Campinas, SP, v.13, n.1, p.29-45, Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=s &script=sci_abstract&tlng= pt>. Acesso em: fev CRUZ, V. R. M.; ANTUNES, A. M.; FARIA, J. C. N. M. Oficina de produção de materiais pedagógicos e lúdicos com reutilizáveis: uma proposta de educação ambiental no ensino de Ciências e Biologia. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer, Goiânia, v. 7, n.12, Disponível em : <http://www.conhecer.org.br/enciclop/2011a/humanas/oficina %20de%20producao.pdf>. Acesso em: fev LOPES, A. T.; CADEMARTORI, C. V. O estudo da reciclagem dos resíduos sólidos no ensino fundamental: Uma perspectiva em educação ambiental. Revista de Ciências Ambientais, Canoas, v.1, n.1, p.67-78, Disponível em:<http://www.revistas.unilasalle.edu.br/index.php/rbca/article/view/1910>. Acesso em: fev MOURA, S. S.; SOCAL, E. S. Resíduos sólidos: Produtos recicláveis na escola de ensino fundamental São Vicente de Paulo - Santa Maria - RS. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências Sociais e Humanas., Santa Maria, v.2, n.1, p , Disponível em: <http://sites.unifra.br/portals/36/chumanas/2001/residuos.pdf>. Acesso em: fev PELICIONI, M. C. F. Educação Ambiental, qualidade de vida e sustentabilidade. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 7, n.2, p , Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v7n2/03.pdf>. Acesso em: fev MUNIS, V. Lixo extraordinário. [vídeo] Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=61eudawpwpwt>. Acesso em: fev.2015.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DE OFICINAS PEDAGÓGICAS NAS ESCOLAS DO CAMPO

EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DE OFICINAS PEDAGÓGICAS NAS ESCOLAS DO CAMPO EDUCAÇÃO AMBIENTAL ATRAVÉS DE OFICINAS PEDAGÓGICAS NAS ESCOLAS DO CAMPO Fabiano Custodio de Oliveira 1 UFCG/CDSA - fabiano.geografia@gmail.com Fabiana Feitosa de Souza 2 UFCG/CDSA fabiana.luquinha@hotmail.com

Leia mais

PRATICANDO OS 3R s. 1. Introdução

PRATICANDO OS 3R s. 1. Introdução PRATICANDO OS 3R s América SANTIAGO 1 Barbara Baumgarten Baião PEREIRA 2 Faida Denise RODRIGUES 3 Patrícia Cardoso BRÍGIDO 2 Thaise Domingos Martins de SOUZA 1 Tamires CEOLIN 1 RESUMO: Este artigo tem

Leia mais

A CONSCIENTIZAÇÃO DO USO RACIONAL DA ÁGUA NO ENSINO FUNDAMENTAL II: UM ESTUDO INTERDISCIPLINAR 1

A CONSCIENTIZAÇÃO DO USO RACIONAL DA ÁGUA NO ENSINO FUNDAMENTAL II: UM ESTUDO INTERDISCIPLINAR 1 A CONSCIENTIZAÇÃO DO USO RACIONAL DA ÁGUA NO ENSINO FUNDAMENTAL II: UM ESTUDO INTERDISCIPLINAR 1 Isadora Caroline Martins Cordeiro Vinicius Furegati Machado Robson Jonas Mascarenhas Correia 2 Lindamar

Leia mais

Educação Ambiental, Educação culturas populares e educação no campo.

Educação Ambiental, Educação culturas populares e educação no campo. OFICINAS DE BRINQUEDOS REUTILIZANDO MATERIAIS RECICLÁVEIS COM ESTUDANTES DO 3º ANO DO FUNDAMENTAL, E PARA A COMUNIDADE ESCOLAR UMA PROPOSTA DE GERAÇÃO DE RENDA Lucimara de Oliveira Calvis 1 Jacqueline

Leia mais

A utilização de jogos no ensino da Matemática no Ensino Médio

A utilização de jogos no ensino da Matemática no Ensino Médio A utilização de jogos no ensino da Matemática no Ensino Médio Afonso Henrique Leonardo da Conceição e-mail: afonso.conceicao_dc@hotmail.com Tatiane Cristina Camargo e-mail: tatianecamargo.ferreira@gmail.com

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS E AS HABILIDADES DE CÁLCULO MENTAL 1

JOGOS MATEMÁTICOS E AS HABILIDADES DE CÁLCULO MENTAL 1 JOGOS MATEMÁTICOS E AS HABILIDADES DE CÁLCULO MENTAL 1 Ana Paula Alves Ribeiro Graziela Regina Bossi da Silva Leislaine Mota Silva 2 Vanessa A. Silva³ Viviane A. Zacheu Viana 4 RESUMO O presente artigo

Leia mais

Projetos Pedagógicos. Agosto 2012

Projetos Pedagógicos. Agosto 2012 Projetos Pedagógicos Agosto 2012 REAPROVEITANDO MATERIAIS Permanecendo com o olhar atento para a preservação do meio ambiente, em nosso dia a dia, orientamos nossas crianças a agirem de forma consciente,

Leia mais

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES.

NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. 1 NATAL SUSTENTÁVEL: UMA PROPOSTA PRÁTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL REALIZADA PELO PROEJA EDIFICAÇÕES. FREITAS, Samylla Tassia Ferreira de¹; SILVA, Thariny Alves²; SOUSA, Leticia Ferreira de³; OLIVEIRA, Sandra

Leia mais

SUSTENTABILIDADE NA ESCOLA

SUSTENTABILIDADE NA ESCOLA SUSTENTABILIDADE NA ESCOLA Yam de Sousa Santos¹; Aclébia Alves Quaresma¹; Ronier Pereira da Silva¹; Maria do Socorro Pereira 2. 1 Bolsistas ID da CAPES, Pibid/UFCG da Universidade Federal de Campina Grande/Centro

Leia mais

TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2

TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2 TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2 IFES danielly.fraga@live.com Danielly Fraga Santana 3 IFES binecosta@gmail.com Dilza Côco 4 IFES/UFES dilzacoco@gmail.com

Leia mais

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas

Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Prática Pedagógica: Coleta de Lixo nas Escolas Introdução O objetivo desse trabalho é ajudar as Escolas e demais instituições na implantação do programa da coleta seletiva do lixo e do lixo eletrônico.

Leia mais

PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA

PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA PIBID: DESCOBRINDO METODOLOGIAS DE ENSINO E RECURSOS DIDÁTICOS QUE PODEM FACILITAR O ENSINO DA MATEMÁTICA Naiane Novaes Nogueira 1 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB n_n_nai@hotmail.com José

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA

ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA 1 ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA PROJETO TODOS PELO PLANETA Preservação do Meio Ambiente e do Espaço Escolar BATAYPORÃ MS 2015 2 ESCOLA ESTADUAL JAN ANTONIN BATA PROJETO TODOS PELO PLANETA Preservação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Projeto Acondicionamento Correto de Resíduos Sólidos SUMARIO Introdução...04 Justificativa...05 Objetivos...06 Metodologia...07 Cronograma Físico...08 Parcerias...09 Anexos...10 I) IDENTIFICAÇÃO Secretaria

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE Emmanuelle Monike Silva Feitosa 1 Celme Torres Ferreira da Costa 2 Niraldo Muniz

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS NO APRENDIZADO DA MATEMÁTICA RELACIONADO À APRENDIZAGEM DA LÍNGUA PORTUGUESA 1

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS NO APRENDIZADO DA MATEMÁTICA RELACIONADO À APRENDIZAGEM DA LÍNGUA PORTUGUESA 1 A UTILIZAÇÃO DE JOGOS NO APRENDIZADO DA MATEMÁTICA RELACIONADO À APRENDIZAGEM DA LÍNGUA PORTUGUESA 1 Ana Paula Martins Medeiros Castilho Cíntia de Melo Barbosa 1 Viviane Ap. Zacheu Viana 2 Terezinha Maia

Leia mais

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DA BRINQUEDOTECA. São Roque SP 2012

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DA BRINQUEDOTECA. São Roque SP 2012 1 FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DA BRINQUEDOTECA São Roque SP 2012 2 Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS: EXPERIÊNCIAS COMPARTILHADAS

JOGOS MATEMÁTICOS: EXPERIÊNCIAS COMPARTILHADAS JOGOS MATEMÁTICOS: EXPERIÊNCIAS COMPARTILHADAS Denise da Costa Gomes denisedacosta11@hotmail.com Dalila Regina da Silva Queiroz dalilazorieuq@hotmail.com Alzenira Oliveira de Carvalho oliveiraalzenira@hotmail.com

Leia mais

LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1

LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 LUTAS E BRIGAS: QUESTIONAMENTOS COM ALUNOS DA 6ª ANO DE UMA ESCOLA PELO PROJETO PIBID/UNIFEB DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 Diulien Helena Pereira Rodrigues Pâmela Caroline Roberti Dos Santos Souza Walter Batista

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

AS DIFICULDADES DA INTERDISCIPLINARIDADE E CONTEXTUALIZAÇÃO EM UMA FEIRA DE CIÊNCIAS 1

AS DIFICULDADES DA INTERDISCIPLINARIDADE E CONTEXTUALIZAÇÃO EM UMA FEIRA DE CIÊNCIAS 1 AS DIFICULDADES DA INTERDISCIPLINARIDADE E CONTEXTUALIZAÇÃO EM UMA FEIRA DE CIÊNCIAS 1 Gabriel Inácio Pontin; Letycia de O. Pimenta; Monize F. da Silva 2 ; Vágner Ricardo de Araújo Pereira 3 ; Lindamar

Leia mais

PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE

PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE 1 PRÁTICAS LÚDICAS NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LÍNGUA ESCRITA DO INFANTIL IV E V DA ESCOLA SIMÃO BARBOSA DE MERUOCA-CE 1 Rochelle Lopes da Silva- UVA 2 Andrea Abreu Astigarraga- UVA INTRODUÇÃO De acordo

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

INTERDISCIPLINARIDADE E LETRAMENTO, O LÚDICO, COMO INSTRUMENTO DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO PEDAGÓGICO

INTERDISCIPLINARIDADE E LETRAMENTO, O LÚDICO, COMO INSTRUMENTO DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO PEDAGÓGICO INTERDISCIPLINARIDADE E LETRAMENTO, O LÚDICO, COMO INSTRUMENTO DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO PEDAGÓGICO Ana Patrícia da Silva Xavier¹ E-mail: anapx@gmail.com Emanuelle Almeida da Costa² E-mail: manu.biologia@live.com

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores FORMANDO CIDADÃOS PELA SUSTENTABILIDADE - PROJETO ECOJACQUES Andreza Menezes Nunes, Cinara

Leia mais

Palavras-chave: Formação inicial de professores. Ensino a distância. Metodologia de Ensino.

Palavras-chave: Formação inicial de professores. Ensino a distância. Metodologia de Ensino. AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DAS DISCIPLINAS TÓPICOS ESPECIAIS EM MATEMÁTICA DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA A DISTÂNCIA Maria da Conceição Alves Bezerra Universidade Federal da Paraíba UFPB VIRTUAL

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CAICÓ CLUBE DE FÍSICA, MINI ESPAÇO CIÊNCIA E FEIRA DE CIÊNCIA: PROPOSTAS DO PIBID IFRN CAMPUS CAICÓ PARTICIPANTES: ERIJACKSON

Leia mais

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3:

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Coxim 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Biologia Obs.: Para proposta interdisciplinar,

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Gestão criativa e inovadora nas instituições

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 001/2011/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

Refletir criticamente os documentos oficiais, RCNEI, que apresentam propostas pedagógicas voltadas para este segmento;

Refletir criticamente os documentos oficiais, RCNEI, que apresentam propostas pedagógicas voltadas para este segmento; Plano de Ensino Curso: Educação Física - Licenciatura Disciplina: Educação Física na Educação Infantil Carga horária semanal: 4 Carga horária em aulas expositivas: 40 h Ano: 2013 Turma: EFN4 Carga horária

Leia mais

PIBID MATEMÁTICA DA UNISUL: O DESAFIO DA IMPLANTAÇÃO E OS PRIMEIROS RESULTADOS

PIBID MATEMÁTICA DA UNISUL: O DESAFIO DA IMPLANTAÇÃO E OS PRIMEIROS RESULTADOS Anais do III Simpósio sobre Formação de Professores SIMFOP Universidade do Sul de Santa Catarina, Campus de Tubarão Tubarão, de 28 a 31 de março de 2011 PIBID MATEMÁTICA DA UNISUL: O DESAFIO DA IMPLANTAÇÃO

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO BÁSICO: PROJETO AMBIENTE LIMPO

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO BÁSICO: PROJETO AMBIENTE LIMPO EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO BÁSICO: PROJETO AMBIENTE LIMPO Autor: Dassayanne dos Santos Vasconcelos¹, Co-autores:Carlos de Oliveira Bispo¹; Jonathan Alisson dos Santos Souza¹; Prof. Marcos Lopes de Sant

Leia mais

A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA

A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA. AÇÕES DO PIBID/CAPES UFG (SUBPROJETO: LETRAS: PORTUGUÊS) NO COLÉGIO ESTADUAL LYCEU DE GOIÂNIA Bolsistas: SILVA, Danila L.; VAZ, Paula R. de Sena.;

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO A IMPORTÂNCIA DO PIBID NO CONTEXTO ENSINO APRENDIZAGEM REPORTADA POR ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO Rothchild Sousa de Morais Carvalho Filho 1 Naiana Machado Pontes 2 Laiane Viana de Andrade 2 Antonio

Leia mais

BRINCANDO E APRENDENDO COM DAMATEMÁTICA

BRINCANDO E APRENDENDO COM DAMATEMÁTICA BRINCANDO E APRENDENDO COM DAMATEMÁTICA Patrícia Zanon Peripolli Instituto Federal Farroupilha-Câmpus de Julio de Castilhos patriciazperipolli@gmail.com Roena Moreira Leal Instituto Federal Farroupilha-Câmpus

Leia mais

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Oficineiros: Gillian Pinto Gilberto Carvalho Fernanda Gallon

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. Oficineiros: Gillian Pinto Gilberto Carvalho Fernanda Gallon CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Oficineiros: Gillian Pinto Gilberto Carvalho Fernanda Gallon ESTRUTURA DA OFICINA LEGISLAÇÃO: - porque temos a obrigação de trabalharmos temas ambientais com nossos alunos. Os 5 Rs

Leia mais

O PIBID-UESB E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA FORMAÇÃO DO FUTURO PEDAGOGO

O PIBID-UESB E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA FORMAÇÃO DO FUTURO PEDAGOGO O PIBID-UESB E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA FORMAÇÃO DO FUTURO PEDAGOGO Elane Porto Campos-UESB Graduanda em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Bolsista do subprojeto de Pedagogia PIBID/UESB-CAPES

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INTEGRANDO SABERES EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL DO MUNICÍPIO DE CUITÉ PB

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INTEGRANDO SABERES EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL DO MUNICÍPIO DE CUITÉ PB EDUCAÇÃO AMBIENTAL: INTEGRANDO SABERES EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL DO MUNICÍPIO DE CUITÉ PB 1 Cláudia Patrícia Fernandes dos Santos, UFCG 2 Marcondes Fernando Pereira Carvalho, UFCG 3 Edson de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA -PIBID-FAAT

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA -PIBID-FAAT PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA -PIBID-FAAT Projeto Institucional - Faculdades Atibaia FAAT Parceria entre o Ensino Superior e a Escola Pública na formação inicial e continuada

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: RECICLANDO Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos iniciais Ano/Semestre de estudo Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: 4º ano Ciências

Leia mais

BRINQUEDOTECA DA FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA (FFCL/FE)

BRINQUEDOTECA DA FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA (FFCL/FE) BRINQUEDOTECA DA FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA (FFCL/FE) REGULAMENTO DA BRINQUEDOTECA A Brinquedoteca é um espaço criado para ampliar as práticas de ensinar

Leia mais

PIBID: UMA EXPERIÊNCIA NA REALIZAÇÃO DE OFICINAS

PIBID: UMA EXPERIÊNCIA NA REALIZAÇÃO DE OFICINAS ISSN 2316-7785 PIBID: UMA EXPERIÊNCIA NA REALIZAÇÃO DE OFICINAS Cintia Schneider cintia_schneider95@hotmail.com Dândara Bellé dandara_belle@hotmail.com Daniele Martini 1 daniele.martini@ifc-concordia.edu.br

Leia mais

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL Kelly Cristina Costa de Lima, UEPA Aline Marques Sousa, UEPA Cassia Regina Rosa

Leia mais

V ENCONTRO NACIONAL DAS LICENCIATURAS IV SEMINÁRIO NACIONAL DO PIBID

V ENCONTRO NACIONAL DAS LICENCIATURAS IV SEMINÁRIO NACIONAL DO PIBID V ENCONTRO NACIONAL DAS LICENCIATURAS IV SEMINÁRIO NACIONAL DO PIBID UM PLANO PARA CUIDAR DO PLANETA: A LINGUAGEM FÍLMICA E A EDUCAÇÃO AMBIENTAL João Gabriel Macena dos Santos¹; Pâmela Beatriz Ferrari¹;

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

Curso de Pedagogia Ementário da Matriz Curricular 2010.2

Curso de Pedagogia Ementário da Matriz Curricular 2010.2 1ª FASE 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL A Biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão neurológica nos processos básicos: os sentidos

Leia mais

TRABALHANDO GEOMETRIA COM PAVIMENTAÇÃO NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

TRABALHANDO GEOMETRIA COM PAVIMENTAÇÃO NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ISSN 2316-7785 TRABALHANDO GEOMETRIA COM PAVIMENTAÇÃO NO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Anderson Pereira Barcelos Universidade Federal do Espírito Santo UFES andersonpbarcelos@hotmail.com Samira Marialves

Leia mais

UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS

UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE ARACAJU/SERGIPE COM A UTILIZAÇÃO DE JOGOS MATEMÁTICOS Resumo Tâmara Azevedo Nascimento tamara_an212@hotmail.com Darlysson Wesley da Silva darlyssonwesley@hotmail.com

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de Londrina Universidade Estadual de Londrina Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Londrina 2010 1 Josiane de Freitas Santos Relatório de Estágio em Educação Infantil Relatório final

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO NA PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO NA PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE A PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO NA PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE SOARES, R.A. 1 ; FARIAS, C. C. 2 ; NASCIMENTO, J. D. 3 ; NASCIMENTO, J.M. 4 Raissa Alcantara Soares¹ (Universidade Estadual da

Leia mais

ESTEQUIMETRIA LÚDICA: RESSIGNIFICANDO A APRENDIZAGEM POR MEIO DE UMA MARATONA QUÍMICA

ESTEQUIMETRIA LÚDICA: RESSIGNIFICANDO A APRENDIZAGEM POR MEIO DE UMA MARATONA QUÍMICA ESTEQUIMETRIA LÚDICA: RESSIGNIFICANDO A APRENDIZAGEM POR MEIO DE UMA MARATONA QUÍMICA Patrícia Severiano de Oliveira* (1) (1) Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca *patríciaufal2011@gmail.com

Leia mais

O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR.

O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR. O ENSINO DA GEOGRAFIA NA INTERFACE DA PEDAGOGIA DE PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E DO MACROCAMPO INTEGRAÇÃO CURRICULAR. Wedell Jackson de Caldas Monteiro E.E.M.I. Auzanir Lacerda wedellprofessor@gmail.com Nadia

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura Física FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: (x) Presencial

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO CONDUCENTE AO MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR A REALIZAR NO BRASIL E A REALIZAR EM PORTUGAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO CONDUCENTE AO MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR A REALIZAR NO BRASIL E A REALIZAR EM PORTUGAL FUNDAÇÃO SOUSÂNDRADE INSTITUTO UNIVERSITÁRIO ATLÂNTICO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO CONDUCENTE AO MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR A REALIZAR NO BRASIL E A REALIZAR EM PORTUGAL INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO

Leia mais

TÍTULO: PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FACULDADE ANHANGUERA DE ANÁPOLIS

TÍTULO: PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FACULDADE ANHANGUERA DE ANÁPOLIS TÍTULO: PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FACULDADE ANHANGUERA DE ANÁPOLIS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FARMÁCIA INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE ANÁPOLIS AUTOR(ES):

Leia mais

Direitos Humanos na escola: diálogos e práticas interdisciplinares

Direitos Humanos na escola: diálogos e práticas interdisciplinares 4 Direitos Humanos na escola: diálogos e práticas interdisciplinares Natália Braga de Oliveira¹ Pedro Oliveira Venanci² Resumo: O presente trabalho busca salientar a necessidade da construção de práticas

Leia mais

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO

PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO PROJETO: CASA DE BRINQUEDO 1 RELATO DO PROCESSO Áreas: Matemática, Artes Plásticas Transversal: Meio Ambiente Faixa etária: 4 a 5 anos Turma com 30 crianças Duração: agosto a outubro/2004 Produto final:

Leia mais

OFICINA SOBRE PORCENTAGEM E SUAS APLICAÇÕES NO COTIDIANO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA PIBIDIANA

OFICINA SOBRE PORCENTAGEM E SUAS APLICAÇÕES NO COTIDIANO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA PIBIDIANA ISSN 2316-7785 OFICINA SOBRE PORCENTAGEM E SUAS APLICAÇÕES NO COTIDIANO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA PIBIDIANA Aline Alves URI- Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões Campus de alinealves_mat@hotmail.com

Leia mais

O JOGO DE XADREZ COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA APRENDIZAGEM ESCOLAR DE ALUNOS DO 6º ANO

O JOGO DE XADREZ COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA APRENDIZAGEM ESCOLAR DE ALUNOS DO 6º ANO O JOGO DE XADREZ COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA APRENDIZAGEM ESCOLAR DE ALUNOS DO 6º ANO PLAY CHESS AS EDUCATIONAL RESOURCE FOR SCHOOL LEARNING OF 6 YEAR STUDENTS Letícia Alessandra Cavalcante-Graduanda

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2015

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2015 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 286 de 21/12/2012 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

Colégio João Paulo I Unidade Norte e Higienópolis. Projeto Mostra Científica 2014 Vida eficiente: a ciência e a tecnologia a serviço do planeta

Colégio João Paulo I Unidade Norte e Higienópolis. Projeto Mostra Científica 2014 Vida eficiente: a ciência e a tecnologia a serviço do planeta Colégio João Paulo I Unidade Norte e Higienópolis Projeto Mostra Científica 2014 Vida eficiente: a ciência e a tecnologia a serviço do planeta Cristiano Alfredo Rupp Gilberto Ramos Colaboração:???????

Leia mais

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3: Nome da Ação 1.4: Descrição da Ação 1.4:

Nome da Ação 1.2: Descrição da Ação 1.2: Nome da Ação 1.3: Descrição da Ação 1.3: Nome da Ação 1.4: Descrição da Ação 1.4: PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Cassilândia 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Interdisciplinar Obs.: Para

Leia mais

ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA

ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS ATRAVÉS DE EXPERIÊNCIAS NO PIBID/UFPA Lilliane Miranda Freitas (Faculdade de Biologia/Universidade Federal do Pará) Resumo: Este trabalho tem como

Leia mais

A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL

A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL A RECICLAGEM DE ÓLEO PRODUZIDO NA ESCOLA PROFESSOR LORDÃO COMO PROMOTOR DO CUIDADO AMBIENTAL DANTAS¹, Danilo Lima ; SILVA¹,Aline Priscila de França,SANTOS², José Carlos Oliveira; ARAÚJO 3, Danielly Santos

Leia mais

GRÁFICO DE SETORES - O TRABALHO COM TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

GRÁFICO DE SETORES - O TRABALHO COM TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL GRÁFICO DE SETORES - O TRABALHO COM TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Giancarla Giovanelli de Camargo 1 RESUMO A publicação do Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil,em 1998,

Leia mais

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA EM JOINVILLE

FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA EM JOINVILLE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA EM JOINVILLE Rogério de Aguiar Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC raguiar@joinville.udesc.br Ivanete Zuchi Universidade do Estado de Santa

Leia mais

EXPERIÊNCIAS DE ALUNOS EM FORMAÇÃO INICIAL EM MATEMÁTICA: MONITORIAS E JOGOS CONTRIBUINDO PARA ALIAR TEORIA E PRÁTICA

EXPERIÊNCIAS DE ALUNOS EM FORMAÇÃO INICIAL EM MATEMÁTICA: MONITORIAS E JOGOS CONTRIBUINDO PARA ALIAR TEORIA E PRÁTICA EXPERIÊNCIAS DE ALUNOS EM FORMAÇÃO INICIAL EM MATEMÁTICA: MONITORIAS E JOGOS CONTRIBUINDO PARA ALIAR TEORIA E PRÁTICA Adriana Andrade Bastos Aluna da Especialização em Docência na Educação Técnica, Profissional

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO

PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO PROJETO MEIO AMBIENTE: CONSCIENTIZAR PARA PRESERVAR - RELATO DA EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA COM ALUNOS DO 3ºANO NA EEEF ANTENOR NAVARRO OLIVEIRA, Khomar Tander s (Bolsista do PIBID) PAULINO, Jailson da Silva

Leia mais

UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE DE MODELAGEM MATEMÁTICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NO ENSINO FUNDAMENTAL I

UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE DE MODELAGEM MATEMÁTICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NO ENSINO FUNDAMENTAL I UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE DE MODELAGEM MATEMÁTICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NO ENSINO FUNDAMENTAL I Gislaine Ferreira Gomes Universidade Estadual de Londrina gis.fg@ibest.com.br Karina

Leia mais

BARBOSA, Maria Julia de Araújo. Pedagogia - UEPB/Campus I julia.araujo13@gmail.com

BARBOSA, Maria Julia de Araújo. Pedagogia - UEPB/Campus I julia.araujo13@gmail.com LIMITES E DIFICULDADES PARA ALFABETIZAR E LETRAR TURMA DA EJA: EXPERIÊNCIA DO PIBID SILVA, Alzira Maria Lima da. Graduanda Pedagogia - UEPB/Campus I alziralima37@hotmail.com BARBOSA, Maria Julia de Araújo.

Leia mais

PETECO UM PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO PET RELATO DE EXPERIÊNCIA

PETECO UM PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO PET RELATO DE EXPERIÊNCIA PETECO UM PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DO PET RELATO DE EXPERIÊNCIA Maria Izabel Gallão (Departamento de Biologia Centro de Ciências/UFC) Victorya Vieira Gois (Bolsista do PET Biologia UFC MEC/ SESu)

Leia mais

LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA DE APRENDIZAGEM COM LUDICIDADE

LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA DE APRENDIZAGEM COM LUDICIDADE LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA DE APRENDIZAGEM COM LUDICIDADE Martyhellen Maria Monteiro da Silva - Acadêmica do 8º período do Curso de Pedagogia-UVA, Bolsista do PIBID/UVA-Pedagogia

Leia mais

COMO INTRODUZIR GEOMETRIA ANALÍTICA DE UMA FORMA DIFERENCIADA

COMO INTRODUZIR GEOMETRIA ANALÍTICA DE UMA FORMA DIFERENCIADA ISSN 2316-7785 COMO INTRODUZIR GEOMETRIA ANALÍTICA DE UMA FORMA DIFERENCIADA Resumo Charles Zuconeli Guimarães 1 charles_zuconeli@hotmail.com Franciele Roulim Negreiros 1 franciiroulim@hotmail.com Morgana

Leia mais

CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS PRÁTICAS CURRICULARES

CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS PRÁTICAS CURRICULARES Anexo 4 Regulamento Práticas Curriculares CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS PRÁTICAS CURRICULARES Art. 1º. Considerando a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS E SUA ATUAÇÃO COM CRIANÇAS DE 0 A 5 ANOS

FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS E SUA ATUAÇÃO COM CRIANÇAS DE 0 A 5 ANOS FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS E SUA ATUAÇÃO COM CRIANÇAS DE 0 A 5 ANOS Thyanna Silva dos Passos (Graduada/UFRB) Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar a formação de professores e sua atuação na sala

Leia mais

A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NO CONTEXTO ATUAL

A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NO CONTEXTO ATUAL A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS Ana Lúcia Cunha Duarte UCB duart_ana@hotmail.com Resumo: A prática investigativa desenvolvida no curso de Pedagogia do Centro de Educação,

Leia mais

CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA

CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA Amanda Aparecida Rocha Machado Universidade Federal do Triângulo Mineiro E-mail: amandamachado_56@hotmail.com

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR

EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR EDUCAÇÃO AMBIENTAL & SAÚDE: ABORDANDO O TEMA RECICLAGEM NO CONTEXTO ESCOLAR ARNOR, Asneth Êmilly de Oliveira; DA SILVA, Ana Maria Gomes; DA SILVA, Ana Paula; DA SILVA, Tatiana Graduanda em Pedagogia -UFPB-

Leia mais

EDITAL Nº 018/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID Edital 2010 Municipais e Comunitárias

EDITAL Nº 018/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID Edital 2010 Municipais e Comunitárias MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB EDITAL Nº 018/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

Leia mais

Luzinete André dos Santos LER, INTERPRETAR E PRATICAR A MATEMÁTICA

Luzinete André dos Santos LER, INTERPRETAR E PRATICAR A MATEMÁTICA Luzinete André dos Santos LER, INTERPRETAR E PRATICAR A MATEMÁTICA Iraquara Bahia 2006 Luzinete André dos Santos LER, INTERPRETAR E PRATICAR A MATEMÁTICA Projeto de Intervenção Pedagógica a Faculdade de

Leia mais

O EXPERIMENTO PROBLEMATIZADOR COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE FÍSICA: RECONSTRUINDO O TELESCÓPIO DE KEPLER

O EXPERIMENTO PROBLEMATIZADOR COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE FÍSICA: RECONSTRUINDO O TELESCÓPIO DE KEPLER O EXPERIMENTO PROBLEMATIZADOR COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE FÍSICA: RECONSTRUINDO O TELESCÓPIO DE KEPLER Tatiana Araújo Maia, bolsista PIBID/UEPB (tathy_maia@yahoo.com.br) Elane Vieira Diniz, bolsista

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Educação

Programa de Pós-Graduação em Educação 52 URIARTE, Mônica Zewe. 33 Programa de Pós-Graduação em Educação Resumo: Este artigo apresenta informações sobre a experiência da UNIVALI quanto ao ensino de artes no Curso de Pedagogia, preparado para

Leia mais

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM ANÍBAL FERNANDES

RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012 EREM ANÍBAL FERNANDES UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA FRANCISCO DE ASSIS DO NASCIMENTO RITA DE CÁSSIA GUEDES LIMA RELATÓRIO DE TRABALHO DOCENTE OUTUBRO DE 2012

Leia mais

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás

Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás PRATIQUE COLETA SELETIVA Mensagem do Ministério Público do Estado de Goiás O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) tem a missão de defender a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses

Leia mais

Alunos do Pré-Escolar e 1º Ciclo aprende mais sobre reciclagem

Alunos do Pré-Escolar e 1º Ciclo aprende mais sobre reciclagem Alunos do Pré-Escolar e 1º Ciclo aprende mais sobre reciclagem A imaginação das crianças é, por natureza, campo fértil para a criatividade. Com essa habilidade apurada, reinventam o mundo ao redor Alunos

Leia mais

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS

OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS OFICINA DE JOGOS MATEMÁTICOS E MATERIAIS MANIPULÁVEIS Mais informações: Site PIBID: http://www.pibid.ufrn.br/ Site LEM/UFRN: http://www.ccet.ufrn.br/matematica/lemufrn/index.html E-mail do LEM/UFRN: lem2009ufrn@yahoo.com.br

Leia mais

MÍDIA E ENSINO DE BIOLOGIA: ASPECTOS DE ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA NOS PLANEJAMENTOS DE AULA CONSTRUÍDOS POR LICENCIANDOS

MÍDIA E ENSINO DE BIOLOGIA: ASPECTOS DE ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA NOS PLANEJAMENTOS DE AULA CONSTRUÍDOS POR LICENCIANDOS IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN MÍDIA E ENSINO DE BIOLOGIA: ASPECTOS DE ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA NOS PLANEJAMENTOS

Leia mais

Reciclagem. Projetos temáticos

Reciclagem. Projetos temáticos Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2011 Projetos temáticos 2 o ano Data: / / Nível: Escola: Nome: Reciclagem Justificativa Este projeto tem como foco promover

Leia mais

VIVÊNCIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REUTILIZAÇÃO DO PAPEL COMO RECURSO EDUCACIONAL

VIVÊNCIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REUTILIZAÇÃO DO PAPEL COMO RECURSO EDUCACIONAL VIVÊNCIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REUTILIZAÇÃO DO PAPEL COMO RECURSO EDUCACIONAL Jose Lucas dos Santos Oliveira e-mail: joselucasoliveira55@gmail.com Leonardo Lucas dos Santos Dantas e-mail:leonardolucascbio@gmail.com

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º semestre. Danieli Rodrigues Ximenes Pavão EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º semestre. Danieli Rodrigues Ximenes Pavão EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial ( ) PROEJA (

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Educação para o consumo: contribuindo com o planejamento financeiro das famílias do Litoral do Paraná

Mostra de Projetos 2011. Educação para o consumo: contribuindo com o planejamento financeiro das famílias do Litoral do Paraná Mostra de Projetos 2011 Educação para o consumo: contribuindo com o planejamento financeiro das famílias do Litoral do Paraná Mostra Local de: Pontal do Paraná. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação,

Leia mais

COORDENAÇÃO GERAL DE ENSINO. RS 377 Km 27 Passo Novo CEP 97.555-000 Alegrete/RS Fone/FAX: (55) 3421-9600 E-Mail: cge@al.iffarroupilha.edu.

COORDENAÇÃO GERAL DE ENSINO. RS 377 Km 27 Passo Novo CEP 97.555-000 Alegrete/RS Fone/FAX: (55) 3421-9600 E-Mail: cge@al.iffarroupilha.edu. Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x) Presencial

Leia mais

Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR)

Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Tipo do produto: Plano de aula 1 IDENTIFICAÇÃO NOME DO SUBPROJETO: POPULARIZANDO

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DIRETRIZES DO CURSO

CAPÍTULO I DAS DIRETRIZES DO CURSO RESOLUÇÃO CAS Nº 07 / 2007 De 05 de agosto de 2007 Reformula o Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura em Pedagogia, a ser implantado a partir do 2º semestre do ano letivo de 2007. CONSIDERANDO

Leia mais

Palavras Chaves: Monitorias; Jogos; Resolução de Problemas.

Palavras Chaves: Monitorias; Jogos; Resolução de Problemas. 1 Resumo Este trabalho se refere a um projeto do Programa de Iniciação à Docência (PIBID) que é realizado com alunos das séries finais do Ensino Fundamental em uma escola municipal da cidade de Jataí-GO.

Leia mais

ANEXO II EDITAL Nº 01/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura)

ANEXO II EDITAL Nº 01/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II EDITAL Nº 01/2010/CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

UFRN, coordenadora do subprojeto PIBID-BIOLOGIA Orientadora³

UFRN, coordenadora do subprojeto PIBID-BIOLOGIA Orientadora³ PROPOSTA DE SUSTENTABILIDADE PARA RECRIAR O ESPAÇO ESCOLAR:REUTILIZANDO COM BISCUIT Angélica Sotero 1 ; Narjara Vitoriano²;Ivaneide Alves Soares da costa 3 Graduandas do Curso de Ciências Biológicas, Bolsistas

Leia mais