Projeto da rede de dados para o Núcleo de Tecnologias para Educação e Gestão - NUTEG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto da rede de dados para o Núcleo de Tecnologias para Educação e Gestão - NUTEG"

Transcrição

1 Projeto da rede de dados para o Núcleo de Tecnologias para Educação e Gestão - NUTEG Diretoria de Suporte à Informática Local: Núcleo de Tecnologias para Educação e Gestão NUTEG Endereço: Av. BPS, 1303 Bairro Pinheirinho Itajubá/MG. Núcleo de Tecnologias para Educação e Gestão - NUTEG. Universidade Federal de Itajubá no Campus Universitário José Rodrigues Seabra.

2 Índice: Objetivos e Justificativas... 2 Descrição... 3 Topologia... 9 Localização das salas de redes Mapeamento dos pontos de rede Térreo Mapeamento dos pontos de rede Layout dos racks Tabelas para as conectorizações nos patch panels Tabelas para as conectorizações nos patch panels Tabelas para as conectorizações nos patch panels Tabela para as conectorizações no switch de borda Tabela para identificação dos pontos de rede Tabela para identificação dos pontos de rede Tabela para a identificação dos backbones nos patch panels Tabela para identificação dos equipamentos nos racks Caminho para a passagem da fibra óptica Caminho para passagem da fibra óptica no Prédio da Elétrica... 23

3 2 Objetivos e Justificativas O projeto tem por objetivo a instalação da rede de dados do edifício do Núcleo de Tecnologias para Educação e Gestão NUTEG. Além da passagem/conectorização da fibra óptica, serão instalados 145 pontos de rede de dados com cabeamento metálico categoria 6. O edifício do Núcleo de Tecnologias para Educação e Gestão é uma construção nova da Universidade Federal de Itajubá que está localizada em seu Campus Prof. José Rodrigues Seabra, bairro Pinheirinho. O referido prédio entrou em sua fase final de construção, necessitando da montagem da sua infraestrutura lógica e esta, por sua vez, ser integrada a rede de dados acadêmica. Este projeto está alinhado ao Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI ) em seu objetivo estratégico de número 9 - Priorizar a manutenção e o aprimoramento da Infraestrutura de TIC Institucional.

4 3 Descrição A seguir é apresentada a descrição do serviços serviços a serem realizados: Fibra óptica - Fornecer mão de obra, caixa de passagem nº4 padrão telebrás dimensão 60x60x12 cm em chapa de aço galvanizado, eletrocalha 150x50mm perfurada galvanizada eletrolítica chapa 14 (aproximadamente 4 metros) e eletroduto 1 1/4 de aço galvanizado eletrolítica (aproximadamente 51 metros) com todos os acessórios necessários (como curvas longas de 45º, parafusos de fixação, abraçadeira) para a instalação desses de acordo com Caminho para passagem da fibra óptica no Prédio da Elétrica. - Fornecer mão de obra, 2 cabos de fibra óptica MM FO com aproximadamente 237 metros cada um e os demais materiais necessários para o lançamento deste do prédio da Elétrica até a caixa de passagem próxima ao prédio do CERIN. - Fornecer mão de obra, 1 cabo de fibra óptica MM.50 2 FO com aproximadamente 187 metros e os demais materiais necessários para o lançamento deste da caixa de passagem próximo ao prédio do CERIN até o prédio do NUTEG. - Fornecer mão de obra, 1 cabo de fibra óptica MM.50 2 FO com aproximadamente 71 metros e os demais materiais necessários para o lançamento deste da caixa de passagem próximo ao prédio do Cerin até o prédio do CERIN. - Fornecer mão de obra, 1 cabo de fibra óptica MM.50 2 FO com aproximadamente 171 metros e os demais materiais necessários para o lançamento deste da caixa de passagem próximo ao prédio do CERIN até o prédio do Biomateriais. - Fornecer a mão de obra e os demais materiais necessários (06 extensões ópticas duplex.50 SC, 06 cordões ópticos duplex.50 SC/LC de 2,5 metros) para realizar 12 conectorizações (06 no prédio da Elétrica, 02 no prédio do NUTEG, 02 no prédio do CERIN e 02 no prédio do Biomateriais). Além disso, fornecer uma DIO de 1U padrão rack 19 que acomoda conexões SC.

5 4 - Fornecer a mão de obra e os demais materiais necessários (como caixa de emenda) para realizar as 06 emendas (02 para o cabo que atenderá o prédio do NUTEG, 02 para o cabo que atenderá o prédio do CERIN e 02 para o cabo que atenderá o prédio do Biomateriais) na caixa de passagem próxima ao CERIN. - Realizar testes e identificar os links. Obs: O caminho é apresentado no Caminho para a passagem da fibra óptica. Cabeamento estruturado do prédio do NUTEG - Retirar cuidadosamente as placas do forro. - Fornecer cabo categoria 6 e realizar a passagem do cabeamento. Os cabos devem interligar as salas de rede (piso inferior e superior) e sair destas salas para atender as demais salas. A localização da sala de rede é apresentada em Localização das salas de redes e dos pontos é apresentada no Mapeamento dos pontos de rede. Obs: A ocupação dos cabos nas eletrocalhas e eletrodutos deve estar de acordo com as tabelas a seguir: Tabela de Ocupação de Cabos Categoria 6 em Eletrocalhas A/B Ocupação de cabos utilizando 50% da capacidade das eletrocalhas, conforme a norma EIA/TIA 569. (Ref.: ProjetoExecutivo.pdf)

6 5 Tabela de Ocupação Máxima de Cabos Categoria 6 em Eletrodutos Diâmetro do Tubo 1/2 3/ /4 1.1/ /2 3 4 mm Tipo de cabo Quantidade de cabos Categoria 6 (Ref.: - Fornecer, instalar e realizar a montagem de 02 (dois) racks fechados de 44U, que serão alocados um em cada sala de rede. - Fornecer patch panels, organizadores de cabos, tampas cegas e réguas de energia. Além disso, a empresa deverá realizar a instalação dos equipamentos (DIO, switchs, patch panels, organizadores de cabos, réguas de energia e tampas cegas) nos racks fornecidos com uso de parafusos com porca gaiola. O layout dos racks deve estar de acordo com Layout dos racks. - Fornecer os keystone jacks (conector M8V ou conector RJ 45 fêmea) para cabos categoria 6 e realizar a crimpagem dos cabos de rede nos patch panels e nas tomadas da área de trabalho. Ela deve seguir padrão T568A e respeitar a ordem conforme consta em Tabelas para as conectorizações nos patch panels. - Fornecer e instalar os patch cords nos racks. Este serviço deve estar de acordo com as Tabelas para as conectorizações nos patch panels e Tabela para as conectorizações no switch de borda. Os demais patch cords deverão estar disponíveis para a utilização nas áreas de trabalho e demais equipamentos. - Realizar a identificação com uso de etiquetas resistentes à ação do tempo/umidade nas tomadas de rede da área de trabalho e nos racks. A identificação para as tomadas de rede da área de trabalho e nos patch panels para o backbone segue o seguinte formato: xs-ny x: Número que identifica o pavimento de origem S: Letra que identifica o rack do andar x N: Letra que identifica patch panel y: Número que identifica a posição do ponto no patch panel. - Recolocar cuidadosamente das placas de forro que foram retiradas.

7 6 Observações: 1 - Ver a Tabela para identificação dos pontos de rede para a identificação dos pontos de rede nas tomadas de rede da área de trabalho e nos patch panels. 2 - Ver a Tabela para identificação dos backbones nos patch panels para identificação do cabeamento dos switches do piso superior nos patch panels. 3 - Ver a Tabela para identificação dos equipamentos nos racks ara identificação dos ativos e passivos de redes nos racks. 4 - Deverão ser fornecidos abraçadeiras de nylon, abraçadeiras de velcros e demais materiais necessários para a perfeita execução do projeto apresentado sem ônus adicional para a UNIFEI. 5 Com relação as amarrações dos cabos, deverá ser evitado o aperto excessivo, para não haver estrangulamento dos cabos. 6 - Os cabos instalados nas eletrocalhas verticais devem ser presos às essas eletrocalhas, através de velcro, sendo aceitas soluções de amarração de superior qualidade, a fim de se evitar que os referidos cabos sejam tracionados por seus próprios pesos. 7 Os switches e mini-gbics serão fornecidos pela Universidade Federal de Itajubá. Considerações finais - Todo o serviço deverá atender as normas técnicas NBR-14565/2000 ABNT, ANSI/TIA 568-C, ANSI/TIA 569-C e ANSI/TIA 606-A. - A empresa deverá manter à frente dos serviços contratados, técnico ou engenheiro, com as devidas atribuições para rede de cabeamento estruturado com experiência comprovada. - A empresa, durante a execução da obra, deverá manter o canteiro de obras sempre limpo e organizado. - Todas as ferramentas para a execução dos serviços deverão ser fornecidas pela empresa.

8 7 - A empresa deverá fornecer aos seus trabalhadores que executarão o serviço, todos os equipamentos de segurança determinados por normas técnicas. - Deverá ser fornecida a garantia sobre os serviços executados por no mínimo 1 ano após a finalização do projeto. - A empresa deverá entregar o projeto sem nenhum dano aos bens e prédios da instituição, reparando-os e fazendo pequenos acabamentos de ordem civil, caso venham a ocorrer. - Durante a execução do projeto, a UNIFEI designará, no mínimo, um técnico do quadro funcional para acompanhar e fiscalizar o andamento do projeto. - Eventuais materiais que tenham sido previstos no projeto, mas não utilizados em sua totalidade (excedente) deverá ser entregue à DSI Diretoria de Suporte à Informática, após a finalização da obra, para futuras manutenções na própria rede de dados. - A empresa deverá certificar todo o cabeamento instalado e apresentar o Relatório da Certificação impresso e assinado à DSI Diretoria de Suporte à Informática, para que o projeto seja considerado totalmente finalizado e entregue. Capacidade Técnico-Operacional - As empresas licitantes, interessadas na execução do projeto, como unidades agrupadores de bens e pessoas, deverão apresentar, para fins de habilitação, atestado que comprove que já executou, de modo satisfatório, atividade atividade compatível com o objetivo desta licitação, em características, quantidades e prazos previstos neste projeto. A comprovação acima referenciada deverá ser feita por no mínimo 1 (um) atestado fornecido por pessoas jurídicas de direito público ou privado, preferencialmente registrados nas entidades profissionais competentes.

9 Anexo

10 9 Topologia Os switches serão instalados nos racks do piso inferior Os switches serão instalados nos racks do piso superior Serão instalados no piso inferior Serão instalados no piso superior Serão instaladas no piso inferior Serão instaladas no piso superior

11 10 Localização das salas de redes Piso Inferior Sala de redes Piso Superior Sala de redes Mape amen to dos pont os de rede

12 Térreo 11

13 12 Mapeamento dos pontos de rede Superior

14 13 Layout dos racks RACK 1 - térreo Switch de borda Switch 1 - Câmeras Switch 2 Switch 3 DIO Patch Panel 1 - Switches 1º andar Patch Panel 2 - Câmeras e APs Patch Panel 3 Patch Panel 4 RACK 2-1º andar Switch 4 Switch 5 Switch 6 Switch 7 Patch Panel 5 - Switches 1º andar Patch Panel 6 Patch Panel 7 Patch Panel 8 Patch Panel 9

15 14 Tabelas para as conectorizações nos patch panels Patch Panel 1 Patch Panel 2 - Câmeras e APs Patch Panel 3 Porta Entrada Saída Porta Entrada Saída Porta Entrada Saída 1 Patch Panel 5 porta 1 Switch de borda porta 10 1 PC01.01 Switch 1 porta 1 1 PT01 Switch 2 porta 1 2 Patch Panel 5 porta 2 Switch de borda porta 11 2 PC02.01 Switch 1 porta 2 2 PT02 Switch 2 porta 2 3 Patch Panel 5 porta 3 Switch de borda porta 12 3 PC03.01 Switch 1 porta 3 3 PT03 Switch 2 porta 3 4 Patch Panel 5 porta 4 Switch de borda porta 13 4 PC04.01 Switch 1 porta 4 4 PT04 Switch 2 porta PC05.01 Switch 1 porta 5 5 PT05 Switch 2 porta PC06.01 Switch 1 porta 6 6 PT06 Switch 2 porta PC07.01 Switch 1 porta 7 7 PT07 Switch 2 porta PC08.01 Switch 1 porta 8 8 PT08 Switch 2 porta PC09.01 Switch 1 porta 9 9 PT09 Switch 2 porta PC10.01 Switch 1 porta PT10 Switch 2 porta PC11.01 Switch 1 porta PT11 Switch 2 porta PC12.02 Switch 1 porta PT12 Switch 2 porta PC13.02 Switch 1 porta PT13 Switch 2 porta PC14.02 Switch 1 porta PT14 Switch 2 porta PC15.02 Switch 1 porta PT15 Switch 2 porta PT125 Switch Borda porta 1 16 PT16 Switch 2 porta PT126 Switch Borda porta 2 17 PT17 Switch 2 porta PT127 Switch Borda porta 3 18 PT18 Switch 2 porta PT128 Switch Borda porta 4 19 PT19 Switch 2 porta PT129 Switch Borda porta 5 20 PT20 Switch 2 porta PT130 Switch Borda porta 6 21 PT21 Switch 2 porta PT22 Switch 2 porta PT23 Switch 2 porta PT24 Switch 2 porta 24

16 15 Tabelas para as conectorizações nos patch panels Patch Panel 4 Patch Panel 5 Patch Panel 6 Porta Entrada Saída Porta Entrada Saída Porta Entrada Saída 1 PT25 Switch 3 porta 1 1 Patch Panel 1 porta 1 Switch 4 porta 25 1 PT35 Switch 4 porta 1 2 PT26 Switch 3 porta 2 2 Patch Panel 1 porta 2 Switch 5 porta 25 2 PT36 Switch 4 porta 2 3 PT27 Switch 3 porta 3 3 Patch Panel 1 porta 3 Switch 6 porta 25 3 PT37 Switch 4 porta 3 4 PT28 Switch 3 porta 4 4 Patch Panel 1 porta 4 Switch 7 porta 25 4 PT38 Switch 4 porta 4 5 PT29 Switch 3 porta PT39 Switch 4 porta 5 6 PT30 Switch 3 porta PT40 Switch 4 porta 6 7 PT31 Switch 3 porta PT41 Switch 4 porta 7 8 PT32 Switch 3 porta PT42 Switch 4 porta 8 9 PT33 Switch 3 porta PT43 Switch 4 porta 9 10 PT34 Switch 3 porta PT44 Switch 4 porta PT45 Switch 4 porta PT46 Switch 4 porta PT47 Switch 4 porta PT48 Switch 4 porta PT49 Switch 4 porta PT50 Switch 4 porta PT51 Switch 4 porta PT52 Switch 4 porta PT53 Switch 4 porta PT54 Switch 4 porta PT55 Switch 4 porta PT56 Switch 4 porta PT57 Switch 4 porta PT58 Switch 4 porta 24

17 16 Tabelas para as conectorizações nos patch panels Patch Panel 7 Patch Panel 8 Patch Panel 9 Porta Entrada Saída Porta Entrada Saída Porta Entrada Saída 1 PT59 Switch 5 porta 1 1 PT83 Switch 6 porta 1 1 PT107 Switch 7 porta 1 2 PT60 Switch 5 porta 2 2 PT84 Switch 6 porta 2 2 PT108 Switch 7 porta 2 3 PT61 Switch 5 porta 3 3 PT85 Switch 6 porta 3 3 PT109 Switch 7 porta 3 4 PT62 Switch 5 porta 4 4 PT86 Switch 6 porta 4 4 PT110 Switch 7 porta 4 5 PT63 Switch 5 porta 5 5 PT87 Switch 6 porta 5 5 PT111 Switch 7 porta 5 6 PT64 Switch 5 porta 6 6 PT88 Switch 6 porta 6 6 PT112 Switch 7 porta 6 7 PT65 Switch 5 porta 7 7 PT89 Switch 6 porta 7 7 PT113 Switch 7 porta 7 8 PT66 Switch 5 porta 8 8 PT90 Switch 6 porta 8 8 PT114 Switch 7 porta 8 9 PT67 Switch 5 porta 9 9 PT91 Switch 6 porta 9 9 PT115 Switch 7 porta 9 10 PT68 Switch 5 porta PT92 Switch 6 porta PT116 Switch 7 porta PT69 Switch 5 porta PT93 Switch 6 porta PT117 Switch 7 porta PT70 Switch 5 porta PT94 Switch 6 porta PT118 Switch 7 porta PT71 Switch 5 porta PT95 Switch 6 porta PT119 Switch 7 porta PT72 Switch 5 porta PT96 Switch 6 porta PT120 Switch 7 porta PT73 Switch 5 porta PT97 Switch 6 porta PT121 Switch 7 porta PT74 Switch 5 porta PT98 Switch 6 porta PT122 Switch 7 porta PT75 Switch 5 porta PT99 Switch 6 porta PT123 Switch 7 porta PT76 Switch 5 porta PT100 Switch 6 porta PT124 Switch 7 porta PT77 Switch 5 porta PT101 Switch 6 porta PT78 Switch 5 porta PT102 Switch 6 porta PT79 Switch 5 porta PT103 Switch 6 porta PT80 Switch 5 porta PT104 Switch 6 porta PT81 Switch 5 porta PT105 Switch 6 porta PT82 Switch 5 porta PT106 Switch 6 porta 24 24

18 17 Tabela para as conectorizações no switch de borda Porta Ponto/Equipamento - Porta 1 P125 - AP 2 P126 - AP 3 P127 - AP 4 P128 - AP 5 P129 - AP 6 P130 - AP 7 Switch 1 - Porta 25 8 Switch 2 - Porta 25 9 Switch 3 - Porta (Switch 4) Patch Panel 1 - Porta (Switch 5) Patch Panel 1 - Porta (Switch 6) Patch Panel 1 - Porta (Switch 7) Patch Panel 1 - Porta

19 18 Tabela para identificação dos pontos de rede Identificação no patch panel Identificação na caixa de tomada Identificação no patch panel Identificação na caixa de tomada Identificação no patch panel PT01 1A-C01 PT25 1A-D01 PT49 2A-B15 PT02 1A-C02 PT26 1A-D02 PT50 2A-B16 PT03 1A-C03 PT27 1A-D03 PT51 2A-B17 PT04 1A-C04 PT28 1A-D04 PT52 2A-B18 PT05 1A-C05 PT29 1A-D05 PT53 2A-B19 PT06 1A-C06 PT30 1A-D06 PT54 2A-B20 PT07 1A-C07 PT31 1A-D07 PT55 2A-B21 PT08 1A-C08 PT32 1A-D08 PT56 2A-B22 PT09 1A-C09 PT33 1A-D09 PT57 2A-B23 PT10 1A-C10 PT34 1A-D10 PT58 2A-B24 PT11 1A-C11 PT35 2A-B01 PT59 2A-C01 PT12 1A-C12 PT36 2A-B02 PT60 2A-C02 PT13 1A-C13 PT37 2A-B03 PT61 2A-C03 PT14 1A-C14 PT38 2A-B04 PT62 2A-C04 PT15 1A-C15 PT39 2A-B05 PT63 2A-C05 PT16 1A-C16 PT40 2A-B06 PT64 2A-C06 PT17 1A-C17 PT41 2A-B07 PT65 2A-C07 PT18 1A-C18 PT42 2A-B08 PT66 2A-C08 PT19 1A-C19 PT43 2A-B09 PT67 2A-C09 PT20 1A-C20 PT44 2A-B10 PT68 2A-C10 PT21 1A-C21 PT45 2A-B11 PT69 2A-C11 PT22 1A-C22 PT46 2A-B12 PT70 2A-C12 PT23 1A-C23 PT47 2A-B13 PT71 2A-C13 PT24 1A-C24 PT48 2A-B14 PT72 2A-C14 Identificação na caixa de tomada

20 19 Tabela para identificação dos pontos de rede Identificação no patch panel Identificação na caixa de tomada Identificação no patch panel Identificação na caixa de tomada Identificação no patch panel Identificação na caixa de tomada PT73 2A-C15 PT97 2A-D15 PT121 2A-E15 PT74 2A-C16 PT98 2A-D16 PT122 2A-E16 PT75 2A-C17 PT99 2A-D17 PT123 2A-E17 PT76 2A-C18 PT100 2A-D18 PT124 2A-E18 PT77 2A-C19 PT101 2A-D19 PT125 1A-B16 PT78 2A-C20 PT102 2A-D20 PT126 1A-B17 PT79 2A-C21 PT103 2A-D21 PT127 1A-B18 PT80 2A-C22 PT104 2A-D22 PT128 1A-B19 PT81 2A-C23 PT105 2A-D23 PT129 1A-B20 PT82 2A-C24 PT106 2A-D24 PT130 1A-B21 PT83 2A-D01 PT107 2A-E01 PC A-B01 PT84 2A-D02 PT108 2A-E02 PC A-B02 PT85 2A-D03 PT109 2A-E03 PC A-B03 PT86 2A-D04 PT110 2A-E04 PC A-B04 PT87 2A-D05 PT111 2A-E05 PC A-B05 PT88 2A-D06 PT112 2A-E06 PC A-B06 PT89 2A-D07 PT113 2A-E07 PC A-B07 PT90 2A-D08 PT114 2A-E08 PC A-B08 PT91 2A-D09 PT115 2A-E09 PC A-B09 PT92 2A-D10 PT116 2A-E10 PC A-B10 PT93 2A-D11 PT117 2A-E11 PC A-B11 PT94 2A-D12 PT118 2A-E12 PC A-B12 PT95 2A-D13 PT119 2A-E13 PC A-B13 PT96 2A-D14 PT120 2A-E14 PC A-B14 PC A-B15

21 20 Tabela para a identificação dos backbones nos patch panels Porta Patch Panel 1 Porta Patch Panel 5 1 2A-A01 1 1A-A01 2 2A-A02 2 1A-A02 3 2A-A03 3 1A-A03 4 2A-A04 4 1A-A

22 21 Tabela para identificação dos equipamentos nos racks RACK 1 - térreo RACK 2-1º andar Ativo/Passivo Identificação Ativo/Passivo Identificação Switch de borda SW-NUTEG-EDGE Switch 4 SW-NUTEG-WORK04 Switch 1 - Câmeras SW-NUTEG-WORK01 Switch 5 SW-NUTEG-WORK05 Switch 2 SW-NUTEG-WORK02 Switch 6 SW-NUTEG-WORK06 Switch 3 SW-NUTEG-WORK03 Switch 7 SW-NUTEG-WORK07 DIO Patch Panel 5 para os switches 2A-A Patch Panel 1 para os switches 1A-A Patch Panel 6 2A-B Patch Panel 2 para Câmeras e APs 1A-B Patch Panel 7 2A-C Patch Panel 3 1A-C Patch Panel 8 2A-D Patch Panel 4 1A-D Patch Panel 9 2A-E

23 22 Caminho para a passagem da fibra óptica Biomateriais Cerin Nuteg Caixa de passagem onde serão feitas as emendas Prédio da Elétrica

24 Caminho para passagem da fibra óptica no Prédio da Elétrica 23

Infra-estrutura tecnológica

Infra-estrutura tecnológica Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação ATTI Supervisão de Infra-estrutura Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Infra-estrutura tecnológica Rede Lógica

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº. 04/2015

CONCORRÊNCIA Nº. 04/2015 ANEXO VIII CONCORRÊNCIA Nº. 04/2015 OBJETO: Contratação de empresa para o fornecimento e instalação de sistemas de telecomunicações integrados com alta disponibilidade, backbones ópticos e elétrica para

Leia mais

Comando Militar do Nordeste SRP nº 09/2013

Comando Militar do Nordeste SRP nº 09/2013 2013 Comando Militar do Nordeste SRP nº 09/2013 B2IT Serviços de Multimídia e Telecom LTDA 18/10/2013 Aos Órgãos da Administração Pública Ref.: Ata de Registro de Preços conforme preceitua o Decreto Nº

Leia mais

Estimativa. Unioeste 42617/2014 Cod. Fornecedor Classificação Vlr.Un. Total. Setor Processo Item edital

Estimativa. Unioeste 42617/2014 Cod. Fornecedor Classificação Vlr.Un. Total. Setor Processo Item edital Filtrado por ( : = '' ) E ( Validade: >= 03/06/2015 ) E (Imprimir quantidades por setor de consumo = Não) Página 1 de 1 Fornecedor Classificação Vlr.Un. -------Em haver------- 440 8400 Abraçadeira p/ Eletroduto

Leia mais

Experiência 06: MONTAGEM DE UM RACK E USO DE IDENTIFICADORES

Experiência 06: MONTAGEM DE UM RACK E USO DE IDENTIFICADORES ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PCU Prefeitura do Câmpus-Sede DOP Diretoria de Obras e Projetos

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PCU Prefeitura do Câmpus-Sede DOP Diretoria de Obras e Projetos Obra: Data Validade Bloco G80 - Centro de Ciências Biológicas (CCB) 10-abr-08 abr-08 Área: 3.812,56 m² Rubrica 3ª Etapa JMA Valores Item Discriminação Un. Quant. Unitário Total 01 SERVIÇOS PRELIMINARES

Leia mais

COMUNICADO PREGÃO Nº 027/2007

COMUNICADO PREGÃO Nº 027/2007 COMUNICADO PREGÃO Nº 027/2007 OBJETO: Fornecimento, instalação, testes, certificação e assistência técnica, durante o período de garantia, de infra-estruturas físicas internas de ótico e metálico, para

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 8

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 8 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 8 Índice 1. Cabeamento estruturado...3 2 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Montar uma rede doméstica é bem diferente de montar uma rede local de 100 pontos em uma

Leia mais

diagrama de ligações, relatórios emitidos pelo Analisador de Cabos

diagrama de ligações, relatórios emitidos pelo Analisador de Cabos ESPECIFICAÇÔES TÉCNICAS 1 CABEAMENTO HORIZONTAL Instalação da rede para padrão T568B constituída de 466 (quatrocentos e sessenta e seis) pontos, devidamente identificados, conforme localização definida

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: Aquisição de Material de e Permanente (Equipamentos e Suprimentos de Informática), para 001 081266-9 CABO UTP CAT5E FLEXíVEL, CAIXA COM 300MT Lote 1- Destino: Uinfor CX 30 002 113294-5

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 29 de julho de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1. Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio GETS, sendo

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES RESUMO 1º BIMESTRE - 2º SEMESTRE 1 1. CABEAMENTO ESTRUTURADO Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE CABEAMENTO

MEMORIAL DESCRITIVO DE CABEAMENTO MEMORIAL DESCRITIVO DE CABEAMENTO PROPRIETÁRIO: Ministério Público de Patos Promotoria de Justiça da Comarca de Patos ENDEREÇO: Doutor Pedro Firmino, Patos PB BAIRRO: CEP: E-mail do contratado: projeto_cad@hotmail.com.

Leia mais

LOTE 01 VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE

LOTE 01 VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE LOTE 01 ITEM DESCRIÇÃO RESUMIDA UNIDADE QUANTIDADE 1.1 Ponto de rede CAT.5E utilizando ponto de consolidação. Os equipamentos e materiais incluem, cabo UTP 4 pares, tomada RJ45 fêmea (obedecendo padrões

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE CREA /RN COMPOSIÇÕES DE CUSTO UNITÁRIO DATA: JUL/15

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE CREA /RN COMPOSIÇÕES DE CUSTO UNITÁRIO DATA: JUL/15 ITEM CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE CREA /RN COMPOSIÇÕES DE CUSTO UNITÁRIO DATA: JUL/15 Encargos Sociais de 123,93% (HORA) Encargos Sociais de 81,69% (MENSALISTA) Aplicado

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 001/2015. De posso do edital de Licitação Concorrência 001/2015, a Companhia da Obra, vem questionar o disposto no edital.

CONCORRÊNCIA Nº 001/2015. De posso do edital de Licitação Concorrência 001/2015, a Companhia da Obra, vem questionar o disposto no edital. 1 Questionamento empresa Companhia da Obra Prezados, De posso do edital de Licitação Concorrência 001/2015, a Companhia da Obra, vem questionar o disposto no edital. No item Relação dos documentos que

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Line Cords e Patch Cables.

Leia mais

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA

CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA CABEAMENTO ESTRUTURADO NORMAS AMERICANAS EIA/TIA NORMAS AMERICANAS EIA/TIA EIA/TIA 568-B: Commercial Building Telecomunications Cabling Standard Essa norma de 2001 é a revisão da norma EIA/TIA 568-A de

Leia mais

PIM. Tecnologia em Redes de Computadores. Projeto Integrado Multidisciplinar 2009/02 2º SEM UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO

PIM. Tecnologia em Redes de Computadores. Projeto Integrado Multidisciplinar 2009/02 2º SEM UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO Tecnologia em Redes de Computadores PIM Projeto Integrado Multidisciplinar 2009/02 2º SEM PIM - PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR 1. Produto: A partir das informações fornecidas

Leia mais

PLANILHA ESTIMATIVA DADOS DA OBRA. Tipo de intervenção: INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO ESTRUTURADO (CONDUTOS E CONDUTORES) VALOR

PLANILHA ESTIMATIVA DADOS DA OBRA. Tipo de intervenção: INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO ESTRUTURADO (CONDUTOS E CONDUTORES) VALOR PLANILHA ESTIMATIVA Tipo de intervenção: INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO ESTRUTURADO (CONDUTOS E CONDUTORES) VALOR ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO UN QUANT. EMPRESA 1 - ELETRONOP EMPRESA 2 - ENERMAT EMPRESA 3 -

Leia mais

GERSON PORCIÚNCULA SIQUEIRA

GERSON PORCIÚNCULA SIQUEIRA Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores GERSON PORCIÚNCULA SIQUEIRA Applied Science IOWA STATE UNIVERSITY,

Leia mais

Anexo V: Solução de Pontos de rede local

Anexo V: Solução de Pontos de rede local Anexo V: Solução de Pontos de rede local 1. Objetivo: 1.1. Contratação de solução de Pontos de Rede de telecomunicação para conexão de diversos tipos de equipamentos eletrônicos como computadores, impressoras,

Leia mais

Aula 4b Elementos da Infraestrutura

Aula 4b Elementos da Infraestrutura Aula 4b Elementos da Infraestrutura Prof. José Maurício S. Pinheiro 2010 1 Elementos de Infra-estrutura São utilizados em projetos de sistemas de cabeamento para estabelecer o tráfego de voz, dados e imagens,

Leia mais

Cabeamento Estruturado (Parte 2) Prof. Eduardo

Cabeamento Estruturado (Parte 2) Prof. Eduardo Estruturado (Parte 2) Prof. Eduardo Para debater... O que vimos na aula anterior? Montar uma rede doméstica é diferente de montar uma rede local de uns 100 PCs? Na aula anterior trabalhamos com a combinação

Leia mais

Meios Físicos de Comunicação

Meios Físicos de Comunicação Meios Físicos de Comunicação Aula 3 Equipamentos de Conectividade e Organização Meios Físicos de Comunicação - Equipamentos de Conectividade e Organização 1 Conteúdo Elementos de Infraestrutura Estrutura

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA

TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA FORNECIMENTO DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA INFRAESTRUTURA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO E DE TELEFONIA DA SALA TÉCNICA (D) E NOVA SALA DO CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO OBRA: ESCOLA DE ENSINO PROFISSIONALIZANTE PROJETO PADRÃO PROPRIETÁRIO: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento O cabeamento horizontal Compreende os segmentos de cabos que são lançados horizontalmente entre as áreas de trabalho e as salas de telecomunicações

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO

ATA DE REGISTRO DE PREÇO ATA DE REGISTRO DE PREÇO Loteamento Bosque dos Kioskes, Quadra A, Lote 27- CEP 42.700-000 - Lauro de Freitas / BA Tel: (71) 2202-2838 - Fax: (71) 22022811 Página 1 ATA DE REGISTRO DE PREÇO P R E F E I

Leia mais

LINKEO Confiabilidade, facilidade de instalação e alto nível de performance já conhecidos nos produtos Legrand.

LINKEO Confiabilidade, facilidade de instalação e alto nível de performance já conhecidos nos produtos Legrand. LINKEO QUALIDADE SOB MEDIDA PARA O SEU PROJETO NOVA SOL SOLUÇÃO PARA CABEAMENTO ENTO ESTRUTURADO A LEGRAND É ESPECIALISTA MUNDIAL EM SISTEMAS ELÉTRICOS E DIGITAIS PARA INFRAESTRUTURAS PREDIAIS LINKEO Confiabilidade,

Leia mais

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção.

22/02/2014. Cabeamento estruturado garante: Organização; Flexibilidade; Desempenho; Escalabilidade; Simplificação do uso; Simplificação da manutenção. Consiste de um conjunto de produtos de conectividade, empregados de acordo com regras específicas de engenharia; Tais produtos garantem conectividade máxima para os dispositivos existentes e preparam a

Leia mais

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A

Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A Legrand Cabling System LCS 2 cat. 6A patch panel, blocos de conectores, patch cords e tomadas RJ45 335 73 335 76 Conector cat. 6a FTP blindado 517 82 327 78 6602 09 6602 13 765 99 Patch panels de montagem

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS EDITAL DO PREGÃO AMPLO Nº 008/2010-ER05-Anatel PROCESSO Nº 53528.001004/2010 Projeto Executivo e Estudos de Adequação da nova Sala de Servidores da rede de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Ofício nº 138/2003/CPL/SAA/SE/MEC Brasília, 04 de dezembro de 2003. REFERÊNCIA: Tomada de Preços nº 01/2003

Leia mais

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA

PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA PROJETO LÓGICO DA REDE LOCAL DE COMPUTADORES DA REITORIA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA (COTEC) JUNHO/2011 Rua do Rouxinol, N 115 / Salvador Bahia CEP: 41.720-052 Telefone: (71) 3186-0001. Email: cotec@ifbaiano.edu.br

Leia mais

Planilha Estimativa de Orçamento

Planilha Estimativa de Orçamento Item 1. INFRAESTRUTURA COMUM Planilha Estimativa de Orçamento Descrição do Material Qtde. Unid. 1. 1. ELETRODUTOS/PERFILADOS/ELETROCALHAS/CANALETAS 1. 1. 1. SEAL TUBE.1 ELETRODUTO FLEXIVEL DE ACO ZINCADO

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ETAPA I 0 DESPESAS INICIAIS, TAXAS DIVERSAS E ADMIN. LOCAL - - - - - - 0.1 Despesas iniciais e Taxas diversas - - - - - - 0.1.1 Despesas iniciais 0.1.1.1 Despesas iniciais de mobilização unid - - - - -

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 6. PERGUNTA 1: Os itens 15 e 16 do termo de referência, referentes aos treinamentos, trazem as seguintes determinações:

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 6. PERGUNTA 1: Os itens 15 e 16 do termo de referência, referentes aos treinamentos, trazem as seguintes determinações: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 6 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 PROCESSO Nº 04300.003546/2014-01

Leia mais

Documentação Técnica Empresa SA. PR049_10

Documentação Técnica Empresa SA. PR049_10 AS BUILT Documentação Técnica Documentação Técnica serviço de cabeamento lógico, realizado na Empresa SA. Serviço realizado após aprovação da proposta PR049_10, sendo todo projeto acompanhado pelo Sr.

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS: 1.1. Este roteiro serve como base às obras de Contratação de empresa especializada para o fornecimento de material e mão de obra para execução de rede

Leia mais

pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750,00 pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750, cxa Cabo UTP Cat. 6 R$ 716, ,25

pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750,00 pç a 1000BASE-LX Mini-GBIC R$ 750,00 750, cxa Cabo UTP Cat. 6 R$ 716, ,25 São Paulo, 17 de fevereiro de 2009 1 Relação de materiais Os materiais que serão fornecidos pelo CCE sem custo a Unidade, estão assinalados com o seguinte caracter & os demais materiais e equipamentos

Leia mais

ANEXO VIII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS

ANEXO VIII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS ANEXO VIII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS À Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP Pregão Eletrônico nº 11/2013 Processo nº. 11/357-M OBJETO Aquisição, instalação e manutenção de

Leia mais

DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD

DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD 2 Manual de Instalação DIO HDMOD Manual de Instalação DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO DIO HDMOD APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Produtos Elétricos Empresa especializada

Leia mais

Capítulo 5 - Sistemas de Cabeamento Estruturado

Capítulo 5 - Sistemas de Cabeamento Estruturado Capítulo 5 - Sistemas de Cabeamento Estruturado Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 44 Roteiro Cabeamento Planejamento para o Cabeamento Estruturado Cabeamento Horizontal Cabeamento

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS Tipo: Gabinete Rack do tipo bastidor com porta e ventilação forçada 24U x 19"x 670mm, com porta de

Leia mais

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços ANSI EIA/TIA 569-B EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços Conforme a EIA/TIA 569A a infra-estrutura é dividida nos seguintes subsistemas: Área de Trabalho; Percursos horizontais; Sala ou armário

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Cabeamento Estruturado. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Cabeamento Estruturado Prof. Marciano dos Santos Dionizio Norma ANSI/EIA/TIA 568B Divide um sistema de cabeamento em subsistemas: 1. Facilidades de Entrada (pela NBR14565: Sala de Entrada de Telecomunicações

Leia mais

Patch Panel & Keystone Jack (Cat5e)

Patch Panel & Keystone Jack (Cat5e) Este manual descreve como instalar os Patch Panels (modelos: 51.024) e Keystone Jacks (modelos: 31.090-WH, 31.090-BK e 31.090-IV) Categoria 5e da Gts Telecom. Apresenta como realizar a crimpagem, testes

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC/RS TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES REDES I PROF. EDUARDO MONKS ESTUDOS DE CASO RAFAEL VICTÓRIA CHEVARRIA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC/RS TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES REDES I PROF. EDUARDO MONKS ESTUDOS DE CASO RAFAEL VICTÓRIA CHEVARRIA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC/RS TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES REDES I PROF. EDUARDO MONKS ESTUDOS DE CASO RAFAEL VICTÓRIA CHEVARRIA PELOTAS 2011 Contratante: Ademar de Barros Junior Valor do orçamento:

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO Instalação Nobreak 60 KVA - 380 V PROPRIETÁRIO: Procuradoria Geral de Justiça. 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO DADOS DO PROPRIETÁRIO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA

MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA MEMORIAL DESCRITIVO PARA INSTALAÇÃO DE CABEAMENTO DE REDE LÓGICA 1. ESCOPO DO DOCUMENTO Este documento apresenta o memorial descritivo relativo ao projeto de Cabeamento lógico no Centro Municipal de Saúde

Leia mais

Na tabela a seguir os abusos e desreipeitos à Lei são apresentados: SERVIDOR RACK TIPO 01 Pequeno Porte. SERVIDOR RACK TIPO 02 Médio Porte

Na tabela a seguir os abusos e desreipeitos à Lei são apresentados: SERVIDOR RACK TIPO 01 Pequeno Porte. SERVIDOR RACK TIPO 02 Médio Porte Na tabela a seguir os abusos e desreipeitos à Lei são apresentados: ITEM QTDE ATA 1 10 2 10 3 15 4 10 5 4 6 5 7 5 8 5 9 5 10 10 11 30 12 30 DESCRIÇÃO SERVIDOR RACK TIPO 01 Pequeno Porte SERVIDOR RACK TIPO

Leia mais

Redes de Computadores II. Redes de Computadores

Redes de Computadores II. Redes de Computadores Redes de Computadores II Redes de Computadores 1 1 Padrão EIA/TIA 569A Padrões de Caminhos e Espaços em Edifícios Comerciais 2 2 Padrões de Caminhos e Espaços em Edifícios Comerciais ANSI/TIA/EIA 569-A

Leia mais

Meios Físicos de Comunicação

Meios Físicos de Comunicação Meios Físicos de Comunicação Aula 2 Padrões de Cabeamento Meios Físicos de Comunicação - Padrões de Cabeamento 1 Conteúdo Padrões de Crimpagem Montagem e Organização Teste Tomadas e Emendas Recomendações

Leia mais

158516.182014.137447.4474.277995780.540

158516.182014.137447.4474.277995780.540 158516.182014.137447.4474.277995780.540 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Santa Catarina Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Ata de Realização do Pregão Eletrônico

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8

NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Assessoria Especial para Modernização da Gestão Central de Compras e Contratações NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 8 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 PROCESSO Nº 04300.003546/2014-01

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014 1 DO OBJETO 1.1 Prestação de serviços de instalação de piso elevado acessível, com fornecimento de componentes, acessórios e materiais, visando

Leia mais

PLANILHA DE PREÇOS SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES DO MEMORIAL BÁSICO.

PLANILHA DE PREÇOS SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES DO MEMORIAL BÁSICO. PLANILHA DE PREÇOS SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES DO MEMORIAL BÁSICO. Item Descrição dos Serviços Quant. PROCURADORIA DA REPÚBLICA

Leia mais

InfraEstrutura de Redes

InfraEstrutura de Redes Faculdade Anhanguera de São Caetano do Sul InfraEstrutura de Redes Curso: Tecnologia em Redes de Computadores Prof:Eduardo M. de Araujo Site-http://www.professoreduardoaraujo.com Cabeamento Estruturado

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações

Redes de Dados e Comunicações Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Cabo Par Trançado Conector-RJ 45 A norma EIA/TIA padronizou o conector RJ-45 para a conectorização de cabos UTP. Para a conectorização do cabo UTP,

Leia mais

Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC

Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC Descritivo Modelo de Infraestrutura para CDC DMIC CONTATO E-MAIL: implantacao@redecidadania.ba.gob.br VERSÃO 9.0 MAIO / 2015 ESPECIFICAÇÕES DO ESPAÇO DO CDC Para a implantação do CDC é necessário encontrar

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA APRESENTAÇÃO As especificações contidas neste memorial são referentes às instalações de cabeamento estruturado do prédio sede do Tribunal Regional do Trabalho 12ª Região TRT, localizado na Av. Jorn.Rubens

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

ANSI/TIA/EIA 568 B...

ANSI/TIA/EIA 568 B... Memorial Descritivo Projeto elétrico e Cabeamento Estruturado CAT 5e TRE TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL Campo Grande Mato Grosso do Sul 1 ÍNDICE 1 Objetivo... 3 2 Dados Gerais... 3 3 Infra-estrutura... 4

Leia mais

Dutos. www.calhaskennedy.com.br. Telefones: (11) 2126-3333, (11) 5641-5090. Dutos (11) 2126-3333 (11) 5641-5090. www.calhaskennedy.com.

Dutos. www.calhaskennedy.com.br. Telefones: (11) 2126-3333, (11) 5641-5090. Dutos (11) 2126-3333 (11) 5641-5090. www.calhaskennedy.com. Dutos Telefones: (11) 2126-3333, (11) 5641-5090 Dutos 61 Duto Liso 25x Ref. CKD 700 Duto Liso 25x Ref. CKD 701 62 Duto Liso 2x25x Ref. CKD 702 Duto Liso 3x25x Ref. CKD 703 Duto Liso 4x25x Ref. CKD 704

Leia mais

205x50mm - Ref: ED 4D5

205x50mm - Ref: ED 4D5 DUTO DE PISO TIPO CANAL ABERTO ELETROCALHA DE PISO ED 4D5 (205 X 50 mm) - 4 seções 100% BRASILEIRA Dutos de piso abertos 1 - Perfil tipo canal aberto em alumínio extrudado que permite acesso/visita em

Leia mais

COTAÇÃO Nº 003/2016 I. JUSTIFICATIVA

COTAÇÃO Nº 003/2016 I. JUSTIFICATIVA COTAÇÃO Nº 003/2016 A Associação Pinacoteca Arte e Cultura - APAC, associação civil sem fins lucrativos, com sede na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, na Praça da Luz, nº 2, Bom Retiro, CEP 01120-010,

Leia mais

Orientações ao Edital para Registro de Preços Referência Anexo do Edital (Especificação Técnica)

Orientações ao Edital para Registro de Preços Referência Anexo do Edital (Especificação Técnica) PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Casa Civil Empresa Municipal de Informática S/A - IplanRio Processo Termo de referência Nº 404/2014 Registro de Preços para contratação de Empresa para Prestação

Leia mais

Infraestrutura de Redes

Infraestrutura de Redes Infraestrutura de Redes Apresentação 01: Conceitos de Cabeamento Estruturado Prof. João Paulo Just - http://just.pro.br 1 Conceitos de Cabeamento Porque? Anteriormente: serviços como sistemas de alarmes,

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras MEMORIAL DESCRITIVO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Departamento de Projetos e Obras PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MEMORIAL DESCRITIVO FORNECIMENTO E EXECUÇÃO

Leia mais

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações

EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações Laboratório de Redes. Cabeamento Estruturado Pedroso 4 de março de 2009 1 Introdução EM 1991 a EIA (Eletronic Industries Association) publicou um padrão para cabeamento de telecomunicações de edifícios

Leia mais

INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade. DG Distribuidor Geral (Quadro de Entrada da Empresa de Telecom);

INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade. DG Distribuidor Geral (Quadro de Entrada da Empresa de Telecom); ABREVIATURAS ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas; ANSI American National Standards Institute; CSA Canadian Standards Association; ISO - International Standard Organization; ITU International

Leia mais

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos

Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos Disciplina: Cabeamento de Redes Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. CABEAMENTO ESTRUTURADO- PARTE II Cada nível do subsistema estudado no capítulo anterior foi regulamentado por normas que visam padronizar

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Introdução ao cabeamento

Leia mais

3.1. Esta especificação faz referência aos seguintes documentos:

3.1. Esta especificação faz referência aos seguintes documentos: 1/7 1. OBJETIVO: 1.1. Esta Especificação Técnica tem por objetivo definir as características e estabelecer os critérios para a fabricação e aceitação do Sistema para Cabeamento Interno Aparente em Ambiente

Leia mais

MODELO DE DOCUMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PROJETO

MODELO DE DOCUMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PROJETO DISCIPLINA: PROJETO FÍSICO DE REDE PROJETO: CABEAMENTO ESTRUTURADO DE REDES LOCAIS MODELO DE DOCUMENTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PROJETO OBS: O MODELO PODERÁ SER ALTERADO DE ACORDO COM A NECESSIDADE DE CADA

Leia mais

Instalação de Serviços de Comunicação de Dados e Voz

Instalação de Serviços de Comunicação de Dados e Voz 1 Instalação de Serviços de Comunicação de Dados e Voz Prezado Usuário, A partir de agora você estará utilizando um sistema que integra Dados, Voz e Imagem em uma rede de alta confiabilidade, com equipamentos

Leia mais

RDC PRESENCIAL 2014/07383 (4905) Respostas aos Questionamentos 18 a 21.

RDC PRESENCIAL 2014/07383 (4905) Respostas aos Questionamentos 18 a 21. RDC PRESENCIAL 2014/07383 (4905) Respostas aos Questionamentos 18 a 21. Questionamento 18: Nos itens lógicos tipo Patch Panel, organizador de cabo, régua de tomada e outros como no projeto de cabeamento

Leia mais

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida

FLEXIBILIDADE CAIXA DE PISO DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO. acabamento diferenciado instalação rápida CAIXA DE PISO FLEXIBILIDADE DA INFRA ESTRUTURA NA ESTAÇÃO DE TRABALHO PISO ELEVADO, CONTRAPISO, MONOLÍTICO acabamento diferenciado instalação rápida ii LEGRAND SOLUÇÕES INTEGRADAS Comprometida com a melhoria

Leia mais

FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012. Projetos de Redes II. Tecnologia em Redes de Computadores

FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012. Projetos de Redes II. Tecnologia em Redes de Computadores FACULDADE DE INFORMÁTICA SALTO 2012 Projetos de Redes II Tecnologia em Redes de Computadores Dias e horários Segundas-feiras 19:00 às 22:30 horas Valor das Avaliações PO1 Prova Oficial 1 PO1 (matéria somente

Leia mais

Cabeamento Estruturado. Norma 568

Cabeamento Estruturado. Norma 568 Cabeamento Estruturado Norma 568 1 Resumo Evolução da Norma; Onde e como utilizar a norma; Conhecer como a norma ANSI/EIA/TIA 568B está dividida em subsistemas; D e s c r e v e r a s c a r a c t e r í

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS INSTALAÇÕES COMPLEMENTARES

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS INSTALAÇÕES COMPLEMENTARES ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS INSTALAÇÕES COMPLEMENTARES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS INSTALAÇÕES COMPLEMENTARES DESTINADAS À AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, LOCALIZADA NO RIO DE

Leia mais

Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais

Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais Cabeamento Estruturado Metálico em Edifícios Comerciais Cabeamento estruturado - definição Sistema de cabeamento capaz de prover tráfego de gêneros de informações diferenciadas dentro de um mesmo sistema

Leia mais

Padronização. Rua Lourenço Pinto, 299 - Curitiba Paraná Brasil CEP 80010-160

Padronização. Rua Lourenço Pinto, 299 - Curitiba Paraná Brasil CEP 80010-160 Padronização O presente documento tem o intuito de definir a padronização utilizada para a infra-estrutura de rede de dados e voz, em sites da GVT. Deverá ser usado como base para execução dos projetos

Leia mais

JUGEND CONTROLE PREDIAL. PROJETO: Memorial Descritivo do Sistema de Cabeamento Estruturado. Obra: Shopping Metropolitano

JUGEND CONTROLE PREDIAL. PROJETO: Memorial Descritivo do Sistema de Cabeamento Estruturado. Obra: Shopping Metropolitano PROJETO: Memorial Descritivo do Sistema de Cabeamento Estruturado CLIENTE: CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES Pasta: cyrella_metropolitano-pro-ec-2-1-2012.doc DATA: 05/04/2012 1 Revisão de Escopo Devido Compatibilização

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 02/2011

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 02/2011 Departamento de Administração e Patrimônio/Reitoria Avenida Araújo Pinho, nº 39 - Canela Térreo Prédio Administrativo CEP: 40.110-150 SSA/BA Telefone: (71) 2102.0430 / 21029431 E-mail: depad-reitoria@ifba.edu.br/

Leia mais

MATERIAL UNITÁRIO SERVIÇO UNITÁRIO TOTAL MATERIAL TOTAL SERVIÇO TOTAL DO ITEM QUANTIDADE DESCRIÇÃO UNIDADE ITEM

MATERIAL UNITÁRIO SERVIÇO UNITÁRIO TOTAL MATERIAL TOTAL SERVIÇO TOTAL DO ITEM QUANTIDADE DESCRIÇÃO UNIDADE ITEM ITEM DESCRIÇÃO UNIDADE QUANTIDADE MATERIAL UNITÁRIO SERVIÇO UNITÁRIO TOTAL MATERIAL TOTAL SERVIÇO TOTAL DO ITEM 1 PATCH CORD 4P CATEGORIA 6 - VERMELHO 1,5 METROS pç 280 2 PATCH CORD 4P CATEGORIA 6 - VERMELHO

Leia mais

ABNT NBR 14.565 Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado para Edifícios Comerciais e Data Centers Parte 2/2

ABNT NBR 14.565 Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado para Edifícios Comerciais e Data Centers Parte 2/2 ABNT NBR 14.565 Cabeamento Estruturado Cabeamento Estruturado para Edifícios Comerciais e Data Centers Parte 2/2 ALUNO: REDES DE COMP. TURMA: RDN2 DATA: 12/11/2013 Av. Vitória, 950 Forte São João 29017-950

Leia mais

BACK BONE DE FIBRA ÓPTICA

BACK BONE DE FIBRA ÓPTICA MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO RUA JOÃO POLITI, 1589 ITAJUBÁ MG BACK BONE DE FIBRA ÓPTICA Responsável Técnico: Airton Leandro Seidel 1 INDICE GERAL DO MEMORIAL DESCRITIVO 1. OBJETIVO DO PROJETO 03 2. ESCOPO

Leia mais

INSTALAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO LÓGICO

INSTALAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO LÓGICO INSTALAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO LÓGICO ELETROCALHAS A instalação das eletrocalhas em uma infra-estrutura para suportar os cabos lógicos e elétricos devem seguir algumas normas para que não

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 01/2013 PROCESSO Nº 04/2013

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 01/2013 PROCESSO Nº 04/2013 EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 01/2013 PROCESSO Nº 04/2013 1. DA LICITAÇÃO O Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina - CRCSC, entidade de fiscalização, registro e regulamentação do Exercício

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores 07. Introdução às práticas de instalação do Prof. Ronaldo Introdução

Leia mais

www.reymaster.com.br 41. 3021-5000

www.reymaster.com.br 41. 3021-5000 www.reymaster.com.br 41. 3021-5000 CATÁLOGO DE CONECTIVIDADE Sinônimo de Confiança Linhas de Distribuição: Marcas Parceiras em Conectividade: Com mais de 25 anos de mercado, a REYMASTER é referência na

Leia mais

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC

Catálogo de. Produtos LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA PRODUTOS INJETADOS MARCAS DISTRIBUÍDAS B5NX-CNC FIBRAS ÓPTICAS E ACESSÓRIOS LABORATÓRIO ÓPTICO FERRAMENTARIA / METALURGIA B5NX-CNC PRODUTOS INJETADOS Catálogo de MARCAS DISTRIBUÍDAS Produtos R A Division of Cisco Systems, Inc. RACKS E ACESSÓRIOS Linha

Leia mais

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED

PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED PAINEL DE ACESSO FRONTAL CATEGORIA 5 ENHANCED Aplicações imagens, segundo requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-568A, uso interno, para cabeamento horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect)

Leia mais

AMP NETCONNECT Linha E Series Cat 5e

AMP NETCONNECT Linha E Series Cat 5e CommScope, líder mundial em conectividade de cobre e fibra oferece seus produtos da linha E Series como a solução ideal para suas necessidades de infraestrutura, para uma transmissão de dados segura e

Leia mais

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 10. INSTALAÇÃO HIDRÁULICA

DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 10. INSTALAÇÃO HIDRÁULICA DCC - RESPONDENDO AS DÚVIDAS 10. INSTALAÇÃO HIDRÁULICA Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré CEP 05347-902 - São Paulo / SP INSTALAÇÃO HIDRÁULICA 1. INTRODUÇÃO As instalações de água fria devem atender

Leia mais

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO O MUNICÍPIO DE MARINGÁ informa aos interessados em participar do procedimento licitatório denominado PROCESSO nº. 2310/14-PMM, cujo objeto é o REGISTRO DE PREÇOS para futuras

Leia mais