REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA"

Transcrição

1 REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA

2 01.(UFPB) A teoria de Bohr introduziu uma série de inovações no modelo atômico. Dentre elas destacam-se: ( I )A energia não é emitida de forma contínua, mas em blocos, denominados quantum. ( II )Os elétrons se movem ao redor do núcleo em número limitado de órbitas bem definidas, que são chamadas órbitas estacionárias. ( III )No núcleo dos átomos, além de prótons, que são positivos, existem partículas sem cargas elétricas, denominadas nêutrons. ( IV ) Ao saltar de uma órbita estacionária, o elétron emite ou absorve um quantum de energia. ( V ) Os elétrons têm, simultaneamente, caráter corpuscular e de onda. Das alternativas, estão corretas apenas: a) I, II, III b) II, III, IV c) I, III, V d) III, IV e) II, IV

3 02. Em relação a geometria molecular, julgue as afirmações abaixo, colocando verdadeiro ou falso: ( ) A molécula SF 4 apresenta geometria em forma de gangorra ( ) A molécula BrF 3 apresenta geometria tetraédrica. ( ) A molécula BrF 5 apresenta geometria pirâmide quadrada ( ) A molécula I 3 - apresenta geometria angular.

4 Geometria Molecular SF 4 F S F F F PE=4 PL=1 Gangorra BrF 3 F Cl F PE=3 PL=2 Forma de T F I 3 - I I I PE=2 PL=3 Linear BrF 5 F F Br F PE=5 PL=1 Pirâmide quadrada F F XeF 4 F Xe F PE=4 PL=2 Plano quadrada F F

5 DADOS 03. (UFMA) Sobre o hidrogenocarbonato de sódio (NaHCO 3 ), todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: a) É empregado na neutralização de ácidos. b) É empregado como fermento de massas de bolo e na extinção de pequenas chamas, pelo CO 2, resultante da sua decomposição térmica de acordo com a reação: 2 NaHCO 3 Na 2 CO 3 + CO 2 + H 2 O. c) Sua solução aquosa fica vermelha em presença do indicador fenolftaleína. d) É classificado como sal ácido, chamado comercialmente de bicarbonato de sódio. e) A decomposição térmica de um mol do sal produz 22,4litros de CO 2 nas CNTP. COMENTÁRIO: 2 mols DE NaHCO ,4 litros de CO 2 1 mol... X X = 11,2 LITROS DE CO 2 LETRA: E

6 04. (UFC) A que temperatura deve ser aquecido um frasco aberto a fim de que ¼ do gás nele contido, a 27 C seja expulso? a) 400 C b) 300 C c) 127 C d) 100 C e) 120 C

7 SITUAÇÃO 1 SITUAÇÃO 2 T 1 = 300k T 2 =? n 1 = n n 2 = ¾n P 1 = P P 2 = P V 1 = V V 2 = V P 1 V 1 = n 1 RT P 2 V 2 = n 2 RT 1 = n. T ¾n.T 2 T 2 = 300 ¾ T 2 = 400K = 127 C LETRA: C

8

9

10 C (grafita) + O 2(g) CO 2(g) H = - 94,1 Kcal/mol CO 2(g) C (diamante) + O 2(g) H = +94,5 Kcal/mol C (grafite) C (diamante) H = +0,4 Kcal 12g C(grafite)... 0,4 Kcal 2400g... X X = 80 Kcal LETRA: C

11 06. Relativamente à pilha abaixo, começando a funcionar, fazem-se as afirmações: I- A reação global da pilha é dada pela equação Cu + 2Ag + Cu Ag. II- O eletrodo de prata é o pólo positivo. III- No ânodo, ocorre a oxidação do cobre. IV- A concentração de íons de Ag + na solução irá diminuir. V- A massa da barra de cobre irá diminuir. São corretas: a) I, III e V somente. b) II e V somente. c) I, IV e V somente. d) I, II, III, IV e V. e) III, IV e V somente.

12 DADOS 07. (FUVEST) Mediu-se a radioatividade de uma amostra arqueológica de madeira, verificando-se que o nível de sua radioatividade devida ao carbono 14 era 1/16 do apresentado por uma amostra de madeira recente. Sabendo-se que a meia-vida do isótopo C 14 é 5, anos, a idade, em anos, dessa amostra é: a) 3, b) 1, c) 5, d) 2, e) 9,

13 1...1/2...1/4...1/8...1/16 1P anos 4P... X X = anos ou 2, anos LETRA: D

14 08.(NOVAFAPI) A eritromicina é um antibiótico utilizado frequentemente no tratamento de infecções por Streptococcus. Na estrutura da eritromicina (figura abaixo), estão presentes os seguintes grupos funcionais: A) Álcool, cetona, éter, amina e lactona. B) Álcool, cetona, enol, éter e amina. C) Açúcar, álcool, aldeído, amina e cetona. D) Açúcar, cetona, fenol, éter e éster. E) Ácido, álcool, éter, amina e lactona.

15 DADOS 09. Dentre as frações de destilação do petróleo representadas a seguir, as que têm maior número de átomos de carbono por moléculas são a) o asfalto e o piche. b) a gasolina e o querosene. c) a nafta e os óleos minerais. d) a gasolina e o gás liquefeito do petróleo. e) o óleo diesel e o querosene.

16 As frações Frações Composição PE / ºC Utilização Gás natural 1 a 2 carbonos -162 a -75º C Combustível GLP (gás liquefeito do petróleo) 3 a 4 carbonos - 42 a 20º C Gás de cozinha, Combustível Éter de petróleo 5 a 6 carbonos 20 a 60º C Solvente orgânico Benzina 7 a 8 carbonos 60 a 90º C Solvente Orgânico Gasolina 6 a 12 carbonos 40 a 200º C Combustível Quanto maior é a massa molar, maior é a temperatura de ebulição Óleo diesel 15 a 18 carbonos 250 a 300º C Combustível Óleo lubrificante 16 a 20 carbonos 300 a 400º C Lubrificante Parafina Asfalto Sólidos de massa molar elevada acima (C 36 H 74 ) HC parafínicos, aromáticos, heterocíclicos. 470 a 650º C Velas, alimentos, cosméticos Pavimentação

17 Composição Cracking Método que permite a quebra de 1 molécula de óleo (compostos com 15 a 18 carbonos) em 2 moléculas menores ( 6 a 12 átomos de carbono ) através do aquecimento desse óleo à uma temperatura de aproximadamente 500 C utilizando um catalisador apropriado. Este processo é chamado de pirólise ou craqueamento catalítico. Todo petróleo em estado natural é uma mistura complexa de hidrocarbonetos. Ex: C 16 H 34 C 8 H C 2 H 4 Óleo diesel gasolina alqueno craqueamento O petróleo brasileiro é essencialmente de base parafínica.

18 Composição DIVISÃO: - Base Parafínica (90% de alcanos). - Base Naftênica (alcanos + 15 a 20% de ciclanos). - Base Aromática (alcanos + 25 a 30% de aromáticos). - Base Asfáltica (Hc de massa molar elevada). Todo petróleo em estado natural é uma mistura complexa de hidrocarbonetos. O petróleo brasileiro é essencialmente de base parafínica. O petróleo brasileiro é essencialmente de base parafínica.

19 Carvão Mineral A destilação seca da hulha à 1 000º C fornece: A destilação seca da hulha à 1 000º C fornece: gás da hulha: mistura de H 2, CH 4, CO; gás da hulha: mistura de H 2, CH 4, CO; águas amoniacais: solução de NH 4 OH e seus sais; águas amoniacais: solução de NH 4 OH e seus sais; alcatrão da hulha: líquido oleoso, escuro, formado principalmente por aromáticos; alcatrão da hulha: líquido oleoso, escuro, formado principalmente por aromáticos; carvão coque: principal produto, usado com redutor em metalurgia. carvão coque: principal produto, usado para aquecer fornos siderúrgico.

20 Carvão Mineral Carvão Mineral TURFA ( 60 A 65% DE C) TURFA ( 60 A 65% DE C) LINHITO (65 A 80% DE C) HULHA (80 A 90% DE C) HULHA (80 A 90% DE C) ANTRACITO (90 A 95% DE C) ANTRACITO (90 A 95% DE C) No sentido da seta, temos: No sentido da seta, temos: idade geológica crescente; idade geológica crescente; teores de H, O, N, etc. decrescente; teores carbonificação de H, O, crescente N, etc. decrescente; poder calorífico crescente. carbonificação crescente poder calorífico crescente.

21 Octanagem Octanagem é a denominação dada à capacidade que um combustível tem de resistir à compressão, sem entrar em processo de detonação (queima espontânea da mistura). Quanto maior a octanagem, maior será a resistência a esse fenômeno, muito prejudicial ao motor. gasolina de baixa octanagem (não resiste à compressão) sofre combustão prematura, pela simples compressão. gasolina de alta octanagem (resiste à compresão) sofre combustão diante de uma faísca produzida pela vela do motor.

22 DADOS 10. (Unisinos-RS) Teoricamente, todo ácido carboxílico apresenta como isômero funcional pelo menos um éster. Constitui-se como uma exceção a esta regra o ácido: a) octanóico b) propanóico c) etanóico d) metanóico e) benzóico

23 DADOS 11. Um alceno sofreu ozonólise seguida de hidrólise e produziu 2,3-dimetil butanal e butanona. Assinale a alternativa que contenha o nome oficial deste alceno. a) 2,3,5 trimetil hept-4-eno b) 3,5,6 trimetil hept-3-eno c) 3,5 dimetil hept-3-eno d) 2,3, dimetil hex-3-eno e) 3,5,6 trimetil hept-1-eno

24 OZONÓLISE HC = ALDEÍDO H 2 C = METANAL C = CETONA H 3 C CH CH CH C CH 2 CH 3 CH 3 CH 3 CH 3 3,5,6 - TRIMETIL HEPT 3 ENO 2,3 - DIMETIL BUTANAL CH 3 CH CH C CH 3 + O C CH 2 CH 3 CH 3 CH 3 O H + BUTANONA

25 DADOS 12. O propanal reage com o cloreto de metilmagnésio dando um produto de adição, o qual, por hidrólise, produz o composto orgânico A. O nome do composto A, e sua classificação quanto à posição do grupo funcional na cadeia carbônica é: a) Butan-1-ol (álcool primário) b) 2-metil -butan-2-ol (álcool terciário) c) Butanona ( cetona alifática) d) Butan-2-ol (álcool secundário) e) Propan-2-ol (álcool secundário)

26 METANAL + R - MgX H 2 O ÁLCOOL PRIMÁRIO OUTRO ADEÍDO + R - MgX H 2 O ÁLCOOL SECUNDÁRIO CETONA + R - MgX H 2 O ÁLCOOL TERCIÁRIO O CH 3 CH 2 C + CH 3 MgCl O MgCl H OH CH 3 CH 2 CH CH 3 + H OH CH 3 CH 2 CH CH BUTAN 2 OL + Mg(OH)Cl

27 DADOS 13. Considere as afirmativas a seguir: I - a reação de um álcool secundário produz uma cetona. II - A desidratação intermolecular que ocorre entre 2 moléculas de etanol a 140 C em presença de H 2 SO 4 gera buteno-2. III - Não ocorre oxidação do CH 3 -C(CH 3 )OH-CH 3 em presença de ácido sulfúrico. Assinale a(s) afirmativa(s) INCORRETA(S) a) apenas I. b) apenas I e II. c) apenas II. d) apenas I e III. e) apenas III.

28 I. ÁLCOL 1º [ O ] ALDEÍDO [ O ] ÁC. CARBOXÍLICO ÁLCOL 2º [ O ] CETONA ÁLCOL 3º [ O ] NÃO OCORRE II. CH 3 CH 2 OH CH 3 CH 2 OH CH 3 CH 2 O CH 2 CH 3 + H 2 O III. CH 3 CH 3 C CH 3 [ O ] NÃO OCORRE OH

29 EU VOU PASSAR!!! Não esqueçam: Tudo posso Naquele que me fortalece Que Deus ilumine VOCÊS rumo a sua aprovação. REVISÕES PARA VESTIBULARES Prof. Jurandir

25/05/2014. Geometria Molecular

25/05/2014. Geometria Molecular REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA 0. A teoria de Bohr introduziu uma série de inovações no modelo atômico. Dentre elas destacam-se: ( I )A energia não é emitida de forma contínua, mas em blocos, denominados

Leia mais

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA DADOS 01. (ENEM 2004) Em setembro de 1998, cerca de 10.000 toneladas de ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) foram derramadas pelo navio Bahamas no litoral do Rio Grande

Leia mais

Fração. Página 2 de 6

Fração. Página 2 de 6 1. (Fgv 2014) De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (AIE), aproximadamente 87% de todo o combustível consumido no mundo são de origem fóssil. Essas substâncias são encontradas em diversas

Leia mais

Química D Extensivo V. 3

Química D Extensivo V. 3 Química D Extensivo V. 3 Exercícios 01) Alternativa correta: A 5 4 3 2 1 CH 3 CH 2 CH CH CH 2 OH CH 3 CH 3 metil metil 02) Alternativa correta: D 8 7 6 5 4 3 2 1 CH 3 C = CH CH 2 CH 2 CH CH 2 CH 2 OH CH

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3)

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3) química 2 Questão 37 Questão 38 abendo-se que a amônia (N 3) é constituída por moléculas polares e apresenta boa solubilidade em água. o diclorometano (2 2) não possui isômeros. ua molécula apresenta polaridade,

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA UFJF CNCURS VESTIBULAR 2011-2 GABARIT DA PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA Questão 1 Sabe-se que compostos constituídos por elementos do mesmo grupo na tabela periódica possuem algumas propriedades químicas semelhantes.

Leia mais

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão 61 A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação

Leia mais

www.professormazzei.com ISOMERIA Folha 01 João Roberto Fortes Mazzei

www.professormazzei.com ISOMERIA Folha 01 João Roberto Fortes Mazzei 01. Dentre as alternativas a seguir, é incorreto afirmar que: a) etanol e etóxi-etano apresentam, respectivamente, isomeria funcional e de compensação. b) 2-buteno e propino apresentam, respectivamente,

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático).

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). 61 b A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação descrita

Leia mais

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA Questão 1: As bebidas alcoólicas contêm etanol e podem ser obtidas pela destilação do álcool (ex. whiskey e vodka) ou pela fermentação de uma variedade de produtos como frutas e outros vegetais (ex. vinho

Leia mais

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol

2. (Ifsc 2014) A reação abaixo representa este processo: CO 3H H COH H O ΔH 12 kcal/mol 1. (Uel 2014) A gasolina é uma mistura de vários compostos. Sua qualidade é medida em octanas, que definem sua capacidade de ser comprimida com o ar, sem detonar, apenas em contato com uma faísca elétrica

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ISOMERIA PLANA E ESPACIAL

EXERCÍCIOS DE ISOMERIA PLANA E ESPACIAL CURS DE QUÍMICA PRF.: RENÉ DS REIS BRGES EXERCÍCIS DE ISMERIA PLANA E ESPACIAL 01 Cite a função química a que pertencem as substâncias abaixo, com os tipos de isomeria que ocorrem em cada par. a) 3 C C

Leia mais

Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura

Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura EXERCÍCIOS As questões 2 e 3 referem-se aos textos abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado as usinas de compostagem,

Leia mais

1. A melhor maneira de separar os componentes da mistura de água e gasolina é: a) Destilação fracionada b) Evaporação c) Destilação simples

1. A melhor maneira de separar os componentes da mistura de água e gasolina é: a) Destilação fracionada b) Evaporação c) Destilação simples 1º ANO ABC 1. A melhor maneira de separar os componentes da mistura de água e gasolina é: a) Destilação fracionada b) Evaporação c) Destilação simples d) Decantação e) Filtração da água 2. Explique um

Leia mais

PRE-VEST AMANDA 14-05-2015 QUÍMICA. Rua Lúcio José Filho, 27 Parque Anchieta Tel: 3012-8339. f) 3-etil-2-metil-2-hexeno;

PRE-VEST AMANDA 14-05-2015 QUÍMICA. Rua Lúcio José Filho, 27 Parque Anchieta Tel: 3012-8339. f) 3-etil-2-metil-2-hexeno; PRE-VEST AMANDA 14-05-2015 QUÍMICA Lista de Exercícios Hidrocarbonetos Classificação e Nomenclatura de alcanos e alcenos. 01) Escreva as fórmulas estruturais e moleculares dos seguintes alcanos: a) propano;

Leia mais

http://www.quimica.net/emiliano 1

http://www.quimica.net/emiliano 1 Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UPF 2004 Professor Emiliano hemello www.quimica.net/emiliano emiliano@quimica.net Questões Resolução: B Resoluções Em 1875, rookes colocou gases muito rarefeitos

Leia mais

Resolução Comentada - Química

Resolução Comentada - Química Resolução Comentada - Química UFTM 2013 1 Fase Vestibular UFTM 2013 1 Resolução Prova de Química Tipo 1 Questão 76 A soja é considerada um dos alimentos mais completos em termos de propriedades nutricionais,

Leia mais

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 11 Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 4 ), para que a água esteja em conformidade com

Leia mais

Conteúdo: Substancias e misturas

Conteúdo: Substancias e misturas LISTA 1º. ANO - Substâncias Conteúdo: Substancias e misturas 1- Com relação ao número de fases, os sistemas podem ser classificados como homogêneos ou heterogêneos. As alternativas correlacionam adequadamente

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares Resolução das atividades complementares 4 Química Q50 Forças intermoleculares p. 15 1 (Unifor-CE) Considerando a natureza das ligações químicas intermoleculares existentes nas substâncias: Etanol C 2 H

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

O interesse da Química é analisar as...

O interesse da Química é analisar as... O interesse da Química é analisar as... PROPRIEDADES CONSTITUINTES SUBSTÂNCIAS E MATERIAIS TRANSFORMAÇÕES ESTADOS FÍSICOS DOS MATERIAIS Os materiais podem se apresentar na natureza em 3 estados físicos

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR É o estudo de como os átomos estão distribuídos espacialmente em uma molécula. Dependendo dos átomos que a

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA

QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA I 1- Um composto é orgânico quando: a) Possui carbono em sua molécula; b) Deriva dos seres vivos; c) Deriva dos vegetais; d) Possui obrigatoriamente carbono e nitrogênio em

Leia mais

Sistema Elite de Ensino. Química Orgânica. Testes de identificação de compostos

Sistema Elite de Ensino. Química Orgânica. Testes de identificação de compostos Sistema Elite de Ensino Química Orgânica Testes de identificação de compostos Roberto Rezende 14/09/2008 Introdução Este material tem por finalidade mostrar alguns métodos de identificar qual a função

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer A DIFERENÇA ENTRE GASOLINA E DIESEL HISTÓRICO Gasolina e diesel são produtos do refino de petróleo cru, achado no seu estado natural no subsolo em várias partes do mundo. Já o petróleo cru é um fluído

Leia mais

Outras Reações na Química Orgânica

Outras Reações na Química Orgânica Outras Reações na Química Orgânica É fácil perceber que, de acordo com a sequência apresentada pelas duas últimas equações químicas, teremos: Também temos obtenção de moléculas maiores a partir de moléculas

Leia mais

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES QUÍMICA Prof. Daniel Pires LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES 1. Considere as seguintes moléculas: H O; PC؃; BHƒ; SF e CO. a) Indique

Leia mais

Exercícios 3º ano Química -

Exercícios 3º ano Química - Exercícios 3º ano Química - Ensino Médio - Granbery 01-ufjf-2003- Cada vez mais se torna habitual o consumo de bebidas especiais após a prática de esportes. Esses produtos, chamados bebidas isotônicas,

Leia mais

Funções organometálicas:

Funções organometálicas: Funções organometálicas: 1- Para dar nome em compostos organometálicos, primeiramente coloca-se o nome do radical orgânico e em seguida o nome do metal: a) Metil sódio. b) Dimetil Zinco c) Butil lítio.

Leia mais

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas Conteúdo para Recuperação Final de Química 1 ano do Ensino Médio Bimestre Apostila Tema Páginas 1 1 2 Substâncias e átomos: tipos de substâncias, simples ou composta, íons, núcleo e eletrosfera, isótopos,

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015. PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 3º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / 2015. PROFESSORA: Núbia de Andrade. DISCIPLINA:Química SÉRIE: 3º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA:Química SÉRIE: 3º ALUNO(a): Lista de Recuperação Semestral No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor VESTIB LAR Gabarito Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Muitos álcoois, como o butanol (C 4 H 10 O), têm importância comercial como solventes e matériasprimas na produção industrial

Leia mais

Química D Extensivo V. 8

Química D Extensivo V. 8 Extensivo V. 8 esolva 9.01) petróleo propano GLP butano Aula 9 Aula 0 Aula 1 1.01) D diferenciação entre s e cetonas: redução redução álcool secundário 0.01) fração sólida (coque) Destilação seca da hulha

Leia mais

Questão 76. Questão 78. Questão 77. alternativa D. alternativa C. alternativa A

Questão 76. Questão 78. Questão 77. alternativa D. alternativa C. alternativa A Questão 76 O hidrogênio natural é encontrado na forma de três isótopos de números de massa, 1, 2 e 3, respectivamente: 1 1 H, 2 1 H e 3 1 H As tabelas periódicas trazem o valor 1,008 para a sua massa atômica,

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

Lista de Exercícios. Exercícios de Vestibulares: Hidrocarbonetos. Professor Anderson Dino www.aulasdequimica.com.br

Lista de Exercícios. Exercícios de Vestibulares: Hidrocarbonetos. Professor Anderson Dino www.aulasdequimica.com.br Lista de Exercícios Exercícios de Vestibulares: Hidrocarbonetos Professor Anderson Dino NOMENCLATURA 1. Regras de nomenclatura A IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemistry) considera como

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada apixaba de Química 2011 Prova do Grupo III 3 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: oordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRIO

Leia mais

QUESTÕES DISSERTATIVAS

QUESTÕES DISSERTATIVAS QUESTÕES DISSERTATIVAS (Unicamp) A população humana tem crescido inexoravelmente, assim como o padrão de vida Conseqüentemente, as exigências por alimentos e outros produtos agrícolas têm aumentado enormemente

Leia mais

Todas as reações dos Compostos de Grignard

Todas as reações dos Compostos de Grignard Todas as reações dos Compostos de Grignard Primeiramente vamos relembrar os compostos de Gringnard. Compostos de Grignard são os principais compostos organometálicos da química orgânica, onde o metal é

Leia mais

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. Exercícios de Recuperação COMP. CURRICULAR: QUÍMICA NOME: Nº. SÉRIE: 3 EM PROFESSOR: Flávio DATA: VALOR: 5,0 NOTA: TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Paulo Henrique Saraiva Câmara SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Frederico

Leia mais

ELETROQUÍMICA (Parte II)

ELETROQUÍMICA (Parte II) ELETROQUÍMICA (Parte II) I ELETRÓLISE A eletrólise é um processo de oxirredução não espontâneo, em que a passagem da corrente elétrica em uma solução eletrolítica (solução com íons), produz reações químicas.

Leia mais

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo.

As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. QUÍMICA As questões de 31 a 34 referem-se ao texto abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão.

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão. QUÍMICA QUESTÃ 01 Aparelhos eletrônicos sem fio, tais como máquinas fotográficas digitais e telefones celulares, utilizam, como fonte de energia, baterias recarregáveis. Um tipo comum de bateria recarregável

Leia mais

QUÍMICA (A) (B) (C) (D) (E)

QUÍMICA (A) (B) (C) (D) (E) QUÍMICA A octanagem é uma medida da resistência à compressão da gasolina. O isoctano é utilizado como padrão de índice de octanagem por ser o composto que mais resiste à compressão sem explodir. A respeito

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Campus Regional de Resende Química II COMBUSTÍVEIS

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Campus Regional de Resende Química II COMBUSTÍVEIS Universidade do Estado do Rio de Janeiro Campus Regional de Resende Química II COMBUSTÍVEIS 1. Definição: A combustão é uma reação química com o oxigênio (comburente), com a conversão de energia química

Leia mais

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 CATEGORIA EM-2 Nº INSCRIÇÃO: Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 Questão 3: O chamado soro caseiro é uma tecnologia social que consiste na preparação e administração de uma mistura de água,

Leia mais

XII Olimpíada Baiana de Química Exame 2017

XII Olimpíada Baiana de Química Exame 2017 Questão 01 (Peso 1) Questões objetivas (QUESTÕES DE 01 A 30) A fórmula estrutural condensada, CH 3 CH 2 CH 2 COOCH 3, representa: A) um éster B) uma amida C) um aldeído D) um anidrido E) um ácido carboxílico

Leia mais

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular. Química 1 MÓDULO 9 Isomeria Plana e Espacial... 3. Química 2. 3 a Série do Ensino Médio

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular. Química 1 MÓDULO 9 Isomeria Plana e Espacial... 3. Química 2. 3 a Série do Ensino Médio Química SUMÁRI Química 1 MÓDUL 9 Isomeria Plana e Espacial... 3 Química 2 MÓDUL 9 Termoquímica... 11 Processos Exotérmicos e Processos Endotérmicos ombustões alor de Formação Lei de ess Energia de Ligação

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 2 ª ETAPA 2015 PERÍODO DA ETAPA: 01/09/2015 á 04/12/2015 TURMA: 9º Ano EF II DISCIPLINA: CIÊNCIAS / QUÍMICA 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Interações elétricas e

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

Desidratação de Álcoois

Desidratação de Álcoois Desidratação de Álcoois Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (Unifenas-MG) A busca de fontes alternativas, devido à possível escassez do petróleo, fez

Leia mais

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água UNESP 2011/2 1-Soluções são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias. A água é um solvente muito eficaz para solubilizar compostos iônicos. Quando um composto iônico se dissolve em água, a solução

Leia mais

PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO

PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO DEFINIÇÃO DO FOGO O FOGO É UMA REAÇÃO QUIMICA QUE LIBERA LUZ E CALOR. PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO 193 QUAL É O NUMERO DO CORPO DE BOMBEIROS?

Leia mais

TERMOQUÍMICA. 6) O ΔH da reação H 2 O (g) H 2 (g) + ½ O 2 (g), calculado a partir dos dados da tabela abaixo, é igual a kj por mol de H 2 O (g).

TERMOQUÍMICA. 6) O ΔH da reação H 2 O (g) H 2 (g) + ½ O 2 (g), calculado a partir dos dados da tabela abaixo, é igual a kj por mol de H 2 O (g). TERMOQUÍMICA 1) (UFRGS) Conhecendo-se as equações termoquímicas S (rômbico) + O 2(g) SO 2(g) ΔH = - 70,96 kcal S (monoclínico) + O 2(g) SO 2(g) ΔH = - 71,03 kcal são feitas as seguintes afirmações: I-

Leia mais

01) Considere as seguintes substâncias: e as seguintes funções químicas: a ácido carboxílico.

01) Considere as seguintes substâncias: e as seguintes funções químicas: a ácido carboxílico. 01) onsidere as seguintes substâncias: I) 3 e as seguintes funções químicas: a ácido carboxílico. B álcool. aldeído. II) III) IV) 3 3 3 D cetona. E éster. F éter. A opção que associa corretamente as substâncias

Leia mais

A A A A A A A A A A A A A A A

A A A A A A A A A A A A A A A QUÍMIC 1 Em um balão de paredes rígidas, foram colocados 0,200 g de gás hidrogênio, 6,400 g de gás oxigênio e um material sólido que absorve água. O volume do balão é de 4,480 Leémantido à temperatura

Leia mais

QUÍMICA Prof. Alison Cosme Souza Gomes. Funções Orgânicas Resumo UERJ

QUÍMICA Prof. Alison Cosme Souza Gomes. Funções Orgânicas Resumo UERJ QUÍMICA Prof. Alison Cosme Souza Gomes Funções Orgânicas Resumo UERJ A Química Orgânica é a parte da química que estuda os diversos compostos de carbonos existentes. São compostos com sua base nos átomos

Leia mais

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Os metais alcalinos, ao reagirem com água, produzem soluções dos respectivos hidróxidos e gás hidrogênio. Esta tabela apresenta

Leia mais

Nas condições citadas, a equação global corretamente balanceada da eletrólise da água é: b) H 2 + O 2. d) 2H 2

Nas condições citadas, a equação global corretamente balanceada da eletrólise da água é: b) H 2 + O 2. d) 2H 2 QUÍMICA As questões 31 e 32 referem-se às informações abaixo. Por contribuir para a preservação ambiental, o uso do gás hidrogênio, como combustível economicamente viável, já está sendo considerado como

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco

Leia mais

1. (Unicamp) A fórmula geral dos hidrocarbonetos de cadeia aberta que contém uma dupla ligação é CŠH Š e são

1. (Unicamp) A fórmula geral dos hidrocarbonetos de cadeia aberta que contém uma dupla ligação é CŠH Š e são Colégio Plínio Leite Revisão de Quimica 3 Ano EM 1. (Unicamp) A fórmula geral dos hidrocarbonetos de cadeia aberta que contém uma dupla ligação é CŠH Š e são conhecidos por alquenos ou alcenos. a) Escreva

Leia mais

SEI Ensina - MILITAR Química

SEI Ensina - MILITAR Química SEI Ensina - MILITA Química Funções e Nomenclaturas e Química rgânica idrocarbonetos e Derivados alogenados Função aracterística Nomenclatura idrocarbonetos Somente átomos de arbono e idrogênio o Alcanos

Leia mais

propan-1-ol ciclopropano

propan-1-ol ciclopropano propan-1-ol ciclobutano ciclopropano propeno Representação por traços 2- Introdução à Química rgânica Representações de Fórmulas Estruturais 2- Introdução à Química rgânica Representações de Fórmulas Estruturais

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Professora: Maria Luiza 1ª série Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

LISTA DE REVISÃO DE HIDROCARBONETO

LISTA DE REVISÃO DE HIDROCARBONETO 2 o EM QUÍMICA 2º TRIMESTRE 08 07 15 LISTA DE REVISÃO DE HIDROCARBONETO 1. (Enem 2000) Para compreender o processo de exploração e o consumo dos recursos petrolíferos, é fundamental conhecer a gênese e

Leia mais

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação 01. (Cesgranrio) Sendo dadas as seguintes entalpias de reação: C (s) C (g) H = + 170,9 kcal/mol 2 H 2 (g) 4H (g) H = + 208,4 kcal/mol C (s) + 2 H 2 (g)

Leia mais

Prof. César Lourenço

Prof. César Lourenço Prof. ésar Lourenço Prof. ésar Lourenço + l l ouve a troca do IDROGÊNIO pelo LORO REAÇÃO DE SUBSTITUIÇÃO É quando um átomo ou grupo de átomos é substituído por um radical do outro reagente. l + l l + LUZ

Leia mais

Química 2. Módulo 9: Termoquímica ATIVIDADE III

Química 2. Módulo 9: Termoquímica ATIVIDADE III Química Módulo 9: Termoquímica 1. (UNESP/010) A tabela apresenta informações sobre as composições químicas e as entalpias de combustão para três diferentes combustíveis que podem ser utilizados em motores

Leia mais

ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO

ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO 1. (Ufv 99) Sobre isômeros, é CORRETO afirmar que: a) são compostos diferentes com a mesma fórmula molecular. b) são representações diferentes da mesma substância. c)

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO - Compreender as transformações químicas em linguagem discursivas. - Compreender os códigos

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais

Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas

Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 01 (Vunesp-SP) Considere o seguinte arranjo experimental: EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Após

Leia mais

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM)

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) 1-Leia o texto a seguir. Com o passar do tempo, objetos de prata escurecem e perdem seu brilho em decorrência da oxidação desse metalpelo seu contato com oxigênio e

Leia mais

1. Escreva a fórmula eletrônica e estrutural dos compostos cujas fórmulas moleculares são:

1. Escreva a fórmula eletrônica e estrutural dos compostos cujas fórmulas moleculares são: Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal Curso: Engenharia Florestal Mestranda: Daniele Potulski LISTA DE EXERCÍCIOS 2 ENGF007 1. Escreva

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 4º Ano/série: 2ª série Ensino: Médio Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE TEORIA 15 ISOMERIA PLANA Isomeria: fenômeno

Leia mais

Química E Superintensivo

Química E Superintensivo GABARIT Superintensivo Exercícios 01) 02) B 03) A 04) D a) Errada. A cadeia é mista (uma parte aberta e outra fechada). b) Errada. A cadeia é heterogênea, tem dois heteroátomos: e N. c) erta. Possui uma

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo A

PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo A PADRÃO DE RESPOSTA - QUÍMICA - Grupo A 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor Num recipiente de 3,0 L de capacidade, as seguintes pressões parciais foram medidas: N 2 = 0,500 atm; H 2 = 0,400 atm;

Leia mais

QUÍMICA. Prof. Sandro Lyra PETRÓLEO E OUTRAS FONTES DE ENERGIA

QUÍMICA. Prof. Sandro Lyra PETRÓLEO E OUTRAS FONTES DE ENERGIA QUÍMICA Prof. Sandro Lyra PETRÓLEO E OUTRAS FONTES DE ENERGIA 1. (FUVEST) O gás engarrafado, usualmente consumido como combustível em fogões, é: a) produzido em laboratório, pela reação entre hidrogênio

Leia mais

Concurso de Seleção 2004 QUÍMICA

Concurso de Seleção 2004 QUÍMICA QUÍMICA QUESTÃ 51 Leia o texto abaixo.... Pensem nas feridas Como rosas cálidas Mas oh não se esqueçam Da rosa da rosa Da rosa de Hiroshima A rosa hereditária... MRAIS, V. de. MATGRSS, N.

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo I 1 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO

Leia mais

ENEM 2009 - Prova resolvida Química

ENEM 2009 - Prova resolvida Química ENEM 2009 - Prova resolvida Química 01. A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N 2) e oxigênio (O 2), que somam cerca de 99 %, e por gases traços, entre eles o gás carbônico (CO 2), vapor

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2013 Disciplina: Química Ano: 3 ANO Professora: Maria Luiza Ensino Médio Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Cadeias Carbônicas. ecstasy

Cadeias Carbônicas. ecstasy Cadeias Carbônicas ecstasy GEOMETRIA DO CARBONO TETRAÉDRICA 4 ligas simples 109º 28 TRIGONAL 2 ligas simples 1 liga dupla 120º LINEAR 2 ligas duplas ou 1 liga simples 1 liga tripla 180º O átomo de Carbono

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUESTÃO 01 Um estudante listou os seguintes processos como exemplos de fenômenos que envolvem reações químicas: I adição de álcool à gasolina. II fermentação da massa

Leia mais

Sobre as substâncias representadas pelas estruturas I e II, é INCORRETO afirmar:

Sobre as substâncias representadas pelas estruturas I e II, é INCORRETO afirmar: 8 GABARITO 1 1 O DIA 2 o PROCESSO SELETIVO/2005 QUÍMICA QUESTÕES DE 16 A 30 16. Devido à sua importância como catalisadores, haletos de boro (especialmente B 3 ) são produzidos na escala de toneladas por

Leia mais

Próton Nêutron Elétron

Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Próton Nêutron Elétron Número de prótons: 54 2 Nome do elemento: BORO BERÍLIO HÉLIO Esta Os quantidade diferentes tipos de prótons de átomos recebe (elementos o nome químicos) de

Leia mais

A Termoquímica tem como objetivo o estudo das variações de energia que acompanham as reações químicas.

A Termoquímica tem como objetivo o estudo das variações de energia que acompanham as reações químicas. A Termoquímica tem como objetivo o estudo das variações de energia que acompanham as reações químicas. Não há reação química que ocorra sem variação de energia! A energia é conservativa. Não pode ser criada

Leia mais

PROVA 3 conhecimentos específicos

PROVA 3 conhecimentos específicos PROVA 3 conhecimentos específicos Química QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE química. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GABARITO

Leia mais

QUÍMICA ORGÂNICA II. Funções Orgânicas

QUÍMICA ORGÂNICA II. Funções Orgânicas QUÍMICA ORGÂNICA II Funções Orgânicas EMENTA 1. Identificar os tipos de reações orgânicas de acordo com o produto obtido. 2. Selecionar procedimentos para identificação de composto orgânico. 3. Identificar

Leia mais

Química D Extensivo V. 8

Química D Extensivo V. 8 Química D Extensivo V. 8 Exercícios 01) B 02) D 1 mol ALCENO 4 mol CO 2 (4 carbonos) Conclui-se que o alceno possui 4 carbonos. 03) E Combustão: C 4 H 8 + 6O 2 4CO 2 + 4H 2 O Forma-se cetona quando o carbono

Leia mais