QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES"

Transcrição

1 QUÍMICA Prof. Daniel Pires LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES 1. Considere as seguintes moléculas: H O; PC؃; BHƒ; SF e CO. a) Indique as espécies polares. Justifique. b) Indique as espécies apolares. Justifique. 2. P e CØ têm, respectivamente, 5 e 7 elétrons na camada de valência. a) Escreva a fórmula de Lewis do tricloreto de fósforo. b) Qual é o tipo de ligação formada? c) Qual a sua geometria? 3. A partir das configurações eletrônicas dos átomos constituintes e das estruturas de Lewis, a) determine as fórmulas dos compostos mais simples que se formam entre os elementos: I. hidrogênio e carbono; II. hidrogênio e fósforo. b) Qual é a geometria de cada uma das moléculas formadas, considerando-se o número de pares de elétrons? Números atômicos: H = 1; C = 6; P = A teoria de repulsão dos pares de elétrons na camada de valência (VSEPR) é capaz de prever a geometria de várias moléculas. De acordo com esta teoria é correto afirmar que: ( ) A molécula H S apresenta geometria linear. ( ) A molécula CO apresenta geometria angular. ( ) A molécula PHƒ apresenta geometria piramidal. ( ) A molécula BC؃ apresenta geometria plana. ( ) A molécula SF apresenta geometria octaédrica. 5. Escreva a estrutura de Lewis para cada uma das moléculas a seguir, prevendo a geometria molecular (incluindo os ângulos de ligação) e os orbitais híbridos no átomo central. a) XeOF b) XeOF c) XeO d) XeF 1

2 6. Considere os seguintes compostos, todos contendo cloro: BaCØ ; CHƒCØ; CCØ e NaCØ. Sabendo que o sódio pertence ao grupo 1, o bário ao grupo 2, o carbono ao grupo 14, o cloro ao grupo 17 da Tabela Periódica e que o hidrogênio tem número atômico igual a 1: a) transcreva a fórmula química dos compostos iônicos para o caderno de respostas e identifique-os, fornecendo seus nomes. b) apresente a fórmula estrutural para os compostos covalentes e identifique a molécula que apresenta momento dipolar resultante diferente de zero (molécula polar). 7. Um jeito simples e eficaz de desentupir uma pia é adicionar algumas colheres de bicarbonato de sódio diretamente no ralo e, depois, um copo cheio de vinagre (solução aquosa de ácido etanóico). Em seguida, basta fechar bem o ralo e aguardar alguns minutos. O desentupimento ocorre através da pressão exercida pelo gás formado na reação a seguir. NaHCOƒ + CHƒCOOH ë etanoato de sódio + CO + H O a) Dê o nome do gás que se forma na reação e a fórmula molecular do etanoato de sódio. b) Escreva a estrutura de Lewis do íon bicarbonato. 8. O dióxido de carbono (CO ), conhecido também por gás carbônico, é um óxido formado por átomos com diferentes eletronegatividades. Com base nessas informações, a) explique por que a molécula de CO é classificada como apolar. b) monte a fórmula estrutural do CO, indicando os momentos dipolares de cada uma das ligações, e calcule o momento dipolar resultante ( R). 9. Também existem substâncias compostas com propriedades semicondutoras, como, por exemplo, SiC. Identifique o caráter da ligação química presente nessa substância, justificando a sua resposta com base nos valores de eletronegatividade. 10. A molécula de diflureteno, C H F, apresenta três fórmulas estruturais distintas, que são caracterizadas por diferentes posições dos átomos de flúor e hidrogênio, ligados aos átomos de carbono. a) Escreva as estruturas de Lewis dos três isômeros estruturais do difluoreteno, relacionados na questão. b) Classifique estas espécies químicas, quanto suas polaridades moleculares. Justifique. 11. Os comprimentos das ligações BF (1,31 Angstrons), na molécula do trifluoreto de boro, são consideravelmente menores do que os previstos para ligações simples entre estes elementos (1,52 Angstrons). Outras evidências experimentais indicam fortemente a presença do caráter de dupla ligação (B=F) nesta molécula. Por outro lado, a molécula do BFƒ reage prontamente com amônia, que possui 2

3 um par de elétrons não ligante (base de Lewis), originando a espécie química FƒBNHƒ, na qual o átomo de boro apresenta quatro ligações covalentes simples. BFƒ(g) + NHƒ(g) ë FƒBNHƒ(g) Com base nestas informações e sabendo que as energias das três ligações BF, na molécula do BFƒ, são idênticas: a) represente as possíveis estruturas de Lewis para a molécula de BFƒ. b) represente as estruturas de Lewis para as demais moléculas que participam desta reação. 12. "Não se fazem mais nobres como antigamente - pelo menos na Química." ("Folha de S. Paulo", ) As descobertas de compostos como o XePtF, em 1962, e o HArF, recentemente obtido, contrariam a crença comum de que elementos do grupo dos gases nobres da Tabela Periódica não reagem para formar moléculas. a) Explique por que os gases nobres têm esta tendência à baixa reatividade. b) Sabe-se que os menores elementos deste grupo (He e Ne) permanecem sendo os únicos gases nobres que não formam compostos, mesmo com o elemento mais eletronegativo, o flúor. Justifique este comportamento. 13. Para as moléculas de SiH e de etino (C H ) pede-se: a) representar as estruturas de Lewis; b) indicar para cada molécula os tipos de ligação e de hibridização existentes. (Números atômicos: H=1; C=6; Si=14). 14. Representar as estruturas de Lewis e descrever a geometria de (NO ), (NOƒ) e NHƒ. Para a resolução, considerar as cargas dos íons localizadas nos seus átomos centrais. 15. Considere três substâncias CH, NHƒ e H O e três temperaturas de ebulição: 373K, 112K e 240K. Levando-se em conta a estrutura e a polaridade das moléculas destas substâncias, pede-se: a) Correlacionar as temperaturas de ebulição às substâncias. b) Justificar a correlação que você estabeleceu. 16. a) No topo do Monte Everest a água entra em ebulição a 76 C. Consultando o gráfico, qual deve ser o ponto de ebulição do éter dietílico no mesmo local? Justifique. b) Através dos dados do gráfico pode-se afirmar que, sob uma mesma pressão, o ponto de ebulição do 1- butanol é maior do que o do éter dietílico. Explique esse comportamento com base na estrutura desses compostos. 3

4 17. Os pontos de ebulição, sob pressão de 1atm, da propanona, butanona, 3-pentanona e 3-hexanona são, respectivamente, 56, 80, 101 e 124 C. a) Escreva as fórmulas estruturais destas substâncias. b) Estabeleça uma relação entre as estruturas e os pontos de ebulição. 18. Considere duas soluções de iodo (I ), sendo uma em água (H O) e outra em tetracloreto de carbono (CCØ ), ambas com mesma concentração e em volumes iguais. As duas soluções são misturadas e agitadas por um tempo. Em seguida, elas são separadas por decantação. a) Assumindo que a concentração de I nas duas soluções é inferior ao ponto de saturação nos dois solventes, o que acontecerá com a concentração do I nas duas soluções após a decantação? b) Justifique sua resposta ao item A em função das polaridades dos solventes. 19. Uma das principais frações obtidas nas colunas de destilação de uma refinaria de petróleo é aquela correspondente à gasolina. Essa fração é uma mistura composta de hidrocarbonetos C - C ³ com faixa de ebulição de 38 a 177 C. Para assegurar o funcionamento correto do motor de combustão interna, a gasolina tem que ter volatilidade (facilidade de vaporização) adequada, o que é obtido pela mistura de hidrocarbonetos convenientes. Sabe-se que um dos fatores que influi nos pontos de ebulição dos hidrocarbonetos é a massa molar. Considere dois componentes da gasolina, hidrocarbonetos (I) e (II), cujas fórmulas estruturais estão representadas a seguir. I) HƒC-CH -CH -CH -CH -CHƒ II) HƒC-CH -CH -CH -CHƒ Identifique o hidrocarboneto que contribui para tornar mais volátil a gasolina, justificando sua resposta, e represente a fórmula estrutural de um isômero de cadeia do hidrocarboneto (II). 20. As moléculas de N e de CO, presentes na atmosfera, apresentam momento dipolar resultante igual a zero. Em contato com a água, cujas moléculas apresentam momento dipolar resultante diferente de zero (solvente polar), uma fração considerável do CO atmosférico passa para a fase aquosa, enquanto que o N permanece quase que totalmente na atmosfera. Desenhe a estrutura da molécula de CO e explique, utilizando equações químicas, a passagem do CO para a fase aquosa. 1-a) H O, PC؃ ( r 0) b) BHƒ, SF e CO ( r = 0) 2- RESPOSTAS c) Piramidal 4

5 3-a) Estruturas de Lewis: b) CH - geometria molecular tetraédrica PHƒ - geometria molecular piramidal com base triangular (pirâmide trigonal). 4-F F V V V 5-6- a) BaCØ : cloreto de bário. NaCØ: cloreto de sódio. b) O cloreto de metila é polar: 5

6 7-a) O gás formado é o dióxido de carbono ou gás carbônico. A fórmula molecular do etanoato de sódio é: HƒC O Na. 8-9-Ligação covalente polar. Apresenta diferença de eletronegatividade (Ð = 2,55-1,90 = 0,65) maior do que zero e menor do que 1,7. 10-a) Observe as estruturas a seguir:- b) Devido a maior eletronegatividade do flúor em relação ao carbono e hidrogênio, as nuvens eletrônicas que caracterizam as ligações covalentes envolvendo estes elementos apresentarão maior densidade na proximidade dos átomos de flúor. Nas moléculas I e II, como os átomos de F e H estão em posição cis, as estruturas resultarão em momentos de dipolo diferentes de zero, e tais espécies são polares. Na estrutura III, os átomos de F e H estão em posição trans, e o momento de dipolo resultante será zero, resultando em uma molécula apolar. 6

7 11-a) Observe a figura 1. O fato de o comprimento das ligações B-F, no BFƒ, serem menores do que o comprimento de uma ligação simples reforça a atribuição das contribuições das estruturas de ressonância, mesmo embora, em cada caso, o boro apresente carga formal -1, e o flúor +1. b) As estruturas de Lewis para as demais moléculas que participam desta reação são mostradas na figura a) Por existir grande estabilidade da camada eletrônica de valência em gases nobres. b) O He e o Ne, por serem átomos pequenos, apresentam elevada energia de ionização, o que dificulta a promoção e o desemparelhamento de elétrons. Isso explica por que tais átomos não formam ligações a) PE (CH ) = 112K PE (NHƒ) = 240K PE (H O) = 373K b) CH ë Forças de Van der Waals portanto, PE baixo H O e NHƒ - massas moleculares próximas portanto, PE (H O) > PE(NHƒ) - H O possui maior polaridade 7

8 16-a) Aproximadamente 10 C. b) Devido às pontes de hidrogênio existentes entre as moléculas do 1- butanol a) A concentração da solução aquosa diminuirá e, na solução de tetracloreto de carbono, aumentará. b) Como o I é uma molécula apolar, ela terá maior solubilidade em solventes apolares. Ao misturar as duas soluções, haverá remoção do I do meio aquoso para o meio de tetracloreto de carbono (solvente apolar) devido à maior solubilidade do I em tetracloreto de carbono em relação à água. 19-O hidrocarboneto II contribui para deixar a gasolina mais volátil, pois, sua massa é menor e também sua nuvem eletrônica o que gera forças intermoleculares menores e conseqüentemente menor ponto de ebulição. Fórmula estrutural de um isômero de cadeia do hidrocarboneto (podemos ter duas respostas): 20-A molécula de CO é linear, pois apresenta duas nuvens eletrônicas e de acordo com a teoria da repulsão máxima dos pares eletrônicos ela apresenta a seguinte estrutura: O=C=O. O CO (g) reage com a água formando o ácido carbônico (H COƒ) que se decompões em cátion hidrogênio e ânion bicarbonato: CO (g) + H O(Ø) Ï H COƒ(aq) Ï H (aq) + HCOƒ (aq) assim verificamos como se dá a passagem do CO para a fase aquosa. 8

Química. Resolução das atividades complementares. Q49 Polaridade das moléculas

Química. Resolução das atividades complementares. Q49 Polaridade das moléculas Resolução das atividades complementares 4 Química Q49 Polaridade das moléculas p 7 1 Em relação à polaridade das moléculas, responda: a) Quais as condições para que uma molécula seja polar? b) Uma molécula

Leia mais

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR É o estudo de como os átomos estão distribuídos espacialmente em uma molécula. Dependendo dos átomos que a

Leia mais

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu. Professor (a): Me. DIOGO LOPES Aluno (a): Série: 3ª Data: / / 2015. LISTA DE QUÍMICA I

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu. Professor (a): Me. DIOGO LOPES Aluno (a): Série: 3ª Data: / / 2015. LISTA DE QUÍMICA I Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Me. DIOGO LOPES Aluno (a): Série: 3ª Data: / / 2015. LISTA DE QUÍMICA I OBS: Sua lista semanal deverá ser respondida em folha de papel almaço, copiando

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares Resolução das atividades complementares 4 Química Q50 Forças intermoleculares p. 15 1 (Unifor-CE) Considerando a natureza das ligações químicas intermoleculares existentes nas substâncias: Etanol C 2 H

Leia mais

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é:

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: 01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: a) Halogênios b) Calcogênios c) Metais Alcalinos Terrosos d) Metais Alcalinos e) Gases Nobres 02) (UFF-RJ)

Leia mais

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nova Friburgo, de de 2014. Aluno (a): Gabarito Professor(a): ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nº: Turma:100 Assuntos: Estrutura atômica; Tabela Periódica; Propriedades periódicas;

Leia mais

Associe corretamente a coluna da direita à da esquerda.

Associe corretamente a coluna da direita à da esquerda. 1. (G1 - ifba 2014) A respeito da geometria, polaridade e ligações químicas das moléculas dos compostos, previstas por suas estruturas de Lewis, pode-se afirmar corretamente que a) a molécula do PC 3 é

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final Disciplina: Química Ano: 2012 Professor (a): Elisa Landim Turma: 1º FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação. Faça a lista

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

Cadex Pré-vestibular Química Volume I Série 4 Geometria molecular; polaridade; forças intermoleculares

Cadex Pré-vestibular Química Volume I Série 4 Geometria molecular; polaridade; forças intermoleculares 01 I. H 2, linear (a) II. O 2, linear (a) III. H 2 O, angular (b) IV. NH 3, piramidal (c) V. CH 4, tetraédrica (e) VI. CO 2, linear (a) VII. BF 3, trigonal (d) VIII. H 2 S, angular (b) IX. CCl 4, tetraédrica

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

PROFESSOR LOURIVAL NETO

PROFESSOR LOURIVAL NETO QUÍMICA EM 1 DIA PROFESSOR LOURIVAL NETO UBERLÂNDIA LIGAÇÕES QUÍMICAS Iônica: Ocorre devido a transferência de elétrons! Ìons mantêmse em um cristal Retículo cristalino. A força eletrostática mantém os

Leia mais

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS

Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS Profa Fernanda Galante Fundamentos de Química e Biologia Molecular/ Nutrição Material 3 1 LIGAÇÕES QUIMICAS REGRA DO OCTETO Cada átomo tem um número de elétrons diferente e estes e - (elétrons) estão distribuídos

Leia mais

GEOMETRIA MOLECULAR. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1

GEOMETRIA MOLECULAR. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 GEOMETRIA MOLECULAR Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 RESUMO COMPLETO GEOMETRIA VSEPR Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 2 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

Resumo Teórico. Fala Gás Nobre! Tudo bem?

Resumo Teórico. Fala Gás Nobre! Tudo bem? Resumo Teórico 2 Fala Gás Nobre! Tudo bem? Já assistimos todos os vídeos sobre a Poluição da Água. Estamos cada vez mais próximos do sucesso. Por isso quero te entregar esse material que contém o resumo

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Um novo jeito de se aprender química Helan Carlos e Lenine Mafra- Farmácia- 2014.2

LIGAÇÕES QUÍMICAS. Um novo jeito de se aprender química Helan Carlos e Lenine Mafra- Farmácia- 2014.2 ATENÇÃO: Não sou o detentor dos direitos e também não tenho a intenção de violá-los de nenhuma imagem, exemplo prático ou material de terceiros que porventura venham a ser utilizados neste ou em qualquer

Leia mais

Respostas da terceira lista de exercícios de química. Prof a. Marcia M. Meier

Respostas da terceira lista de exercícios de química. Prof a. Marcia M. Meier Respostas da terceira lista de exercícios de química Prof a. Marcia M. Meier 1) O íon brometo não aceita mais de um elétron, pois este segundo elétron ocupará numeros quânticos maiores quando comparado

Leia mais

LIGAÇÃO COVALENTE APOLAR ELEMENTOS COM MESMA ELETRONEGATIVIDADE

LIGAÇÃO COVALENTE APOLAR ELEMENTOS COM MESMA ELETRONEGATIVIDADE LIGAÇÃO COVALENTE APOLAR ELEMENTOS COM MESMA ELETRONEGATIVIDADE LIGAÇÃO COVALENTE POLAR ELEMENTOS COM ELETRONEGATIVIDADES DIFERENTES MOLÉCULA APOLAR VETORES SE ANULAM ///// µ R = 0 MOLÉCULA APOLAR VETORES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CURSO de LICENCIATURA em QUÍMICA Disciplina: Didática da Química Profª Maira Ferreira

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CURSO de LICENCIATURA em QUÍMICA Disciplina: Didática da Química Profª Maira Ferreira UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CURSO de LICENCIATURA em QUÍMICA Disciplina: Didática da Química Profª Maira Ferreira MODELOS DE LIGAÇÕES QUÍMICAS E PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS 1 Os conceitos

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA QUÍMICA. Unidade III. Ligações químicas e funções inorgânicas.

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA QUÍMICA. Unidade III. Ligações químicas e funções inorgânicas. Unidade III Ligações químicas e funções inorgânicas. 2 Aula 12.1 Conteúdo: Geometria molecular Polaridade das moléculas 3 Habilidades: Relacionar informações apresentadas em diferentes formas de linguagem

Leia mais

= 0 molécula. cada momento dipolar existente na molécula. Lembrando que u R

= 0 molécula. cada momento dipolar existente na molécula. Lembrando que u R Lista de Exercícios de Geometria e Ligações 1) Numere a segunda coluna (estruturas geométricas) de acordo com a primeira coluna (compostos químicos). 1. NH 3 ( ) linear 2. CO 2 ( ) angular 3. H 2 O ( )

Leia mais

de comportamento entre o dióxido de carbono e o dióxido de nitrogênio. Números atômicos: C = 6; N = 7; O = 8.

de comportamento entre o dióxido de carbono e o dióxido de nitrogênio. Números atômicos: C = 6; N = 7; O = 8. Geometria Molecular 1) (ITA) Considere as seguintes espécies no estado gasoso: NF, BeF, BCl, ClF, KrF4 e SeO4. Quais delas apresentam momento de dipolo elétrico? A) Apenas NF e SeO4. B) Apenas BeF, ClF

Leia mais

Resolução Comentada - Química

Resolução Comentada - Química Resolução Comentada - Química UFTM 2013 1 Fase Vestibular UFTM 2013 1 Resolução Prova de Química Tipo 1 Questão 76 A soja é considerada um dos alimentos mais completos em termos de propriedades nutricionais,

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA UFJF CNCURS VESTIBULAR 2011-2 GABARIT DA PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA Questão 1 Sabe-se que compostos constituídos por elementos do mesmo grupo na tabela periódica possuem algumas propriedades químicas semelhantes.

Leia mais

MÓDULO 4 Estudo Físico dos Gases... 13 Transformações Gasosas Equação de Estado Hipótese de Avogrado

MÓDULO 4 Estudo Físico dos Gases... 13 Transformações Gasosas Equação de Estado Hipótese de Avogrado Química SUMÁRIO Química 1 MÓDULO 3 Ligações Químicas... 3 Ligações Iônica, ovalente, ovalente Dativa e Metálica Eletrólitos e não Eletrólitos Soluções Eletrolíticas e Soluções não Eletrolíticas Química

Leia mais

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor VESTIB LAR Gabarito Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Muitos álcoois, como o butanol (C 4 H 10 O), têm importância comercial como solventes e matériasprimas na produção industrial

Leia mais

QUIMICA ORGÂNICA BÁSICA

QUIMICA ORGÂNICA BÁSICA QUIMICA ORGÂNICA BÁSICA Hibridização Revisão - Química Orgânica Básica 1 Tabela Periódica 2 Moléculas Diatômicas 3 Moléculas Poliatômicas 4 Eletronegatividade 5 A interação da luz e a matéria 6 Hibridização

Leia mais

EXAME GERAL EM QUÍMICA EDITAL N 118/2009. Seleção para o 1º Semestre de 2010 07 de Dezembro de 2009 CANDIDATO: Assinatura: INSTRUÇÕES

EXAME GERAL EM QUÍMICA EDITAL N 118/2009. Seleção para o 1º Semestre de 2010 07 de Dezembro de 2009 CANDIDATO: Assinatura: INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA R. José Moreira Sobrinho, s/n, CEP: 45506-191 Jequié-BA Tel / FAX: 73 3528-9630 e-mail: mestrado.quimica@uesb.br Reservado

Leia mais

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8??

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8?? Ligações químicas Na natureza, todos os sistemas tendem a adquirir a maior estabilidade possível. Os átomos ligam-se uns aos outros para aumentar a sua estabilidade. Os gases nobres são as únicas substâncias

Leia mais

MOLÉCULAS NA TROPOSFERA. Espécies Maioritárias e Espécies Vestigiais

MOLÉCULAS NA TROPOSFERA. Espécies Maioritárias e Espécies Vestigiais MOLÉCULAS NA TROPOSFERA Espécies Maioritárias e Espécies Vestigiais 18-01-2013 Dulce Campos 2 Estudo da molécula de oxigénio A atmosfera é constituída maioritariamente por moléculas. Os átomos ligam-se,

Leia mais

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Os metais alcalinos, ao reagirem com água, produzem soluções dos respectivos hidróxidos e gás hidrogênio. Esta tabela apresenta

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q42 Ligação metálica

Química. Resolução das atividades complementares. Q42 Ligação metálica Resolução das atividades complementares 3 Química Q42 Ligação metálica p. 59 1 (Cefet-PR) Analise as afirmações a seguir: I. O metal X é leve, sofre pouca corrosão e é bastante utilizado na construção

Leia mais

Apostila de Química Geral

Apostila de Química Geral Cursinho Vitoriano UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Câmpus de São José do Rio Preto Apostila de Química Geral Período noturno Ligações químicas interatômicas Vanessa R.

Leia mais

Exercícios de Química Geometria Molecular

Exercícios de Química Geometria Molecular Exercícios de Química Geometria Molecular 1) (PUC-MG-2002) Um elemento X (Z = 1) combina com Y (Z = 7). O composto formado tem, respectivamente, fórmula molecular e forma geométrica: a) XY 3 : trigonal

Leia mais

COVEST/UFPE 2003 2ª ETAPA

COVEST/UFPE 2003 2ª ETAPA COVEST/UFPE 2003 2ª ETAPA 97. A solubilidade do oxalato de cálcio a 20 C é de 33,0 g por 100 g de água. Qual a massa, em gramas, de CaC 2 O 4 depositada no fundo do recipiente quando 100 g de CaC 2 O 4

Leia mais

EXERCÍCIOS DO ITA (1980-1999)

EXERCÍCIOS DO ITA (1980-1999) EXERCÍCIOS DO ITA (1980-1999) 1- (ITA-1980) Um ânion mononuclear bivalente com 10 elétrons apresenta: a) 10 prótons nucleares b) a mesma estrutura eletrônica que a do Mg 2+. c) número de massa igual a

Leia mais

~ 1 ~ Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2012

~ 1 ~ Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2012 Questão 02: Ao nosso redor vemos diversos materiais assumindo os estados sólido, líquido ou gasoso. Abaixo você vê uma imagem mostrando água pura nos três estados físicos mais comuns. MODALIDADE EM-1 Nº

Leia mais

Hidrogênio x Hidrogênio Hidrogênio x Não metal Não metal x Não metal

Hidrogênio x Hidrogênio Hidrogênio x Não metal Não metal x Não metal LIGAÇÃ QUÍMICA Introdução: s átomos, ao se unirem, procuram perder ou ganhar elétrons na última camada até atingirem a configuração eletrônica de um gás nobre. Teoria do octeto: s átomos dos elementos

Leia mais

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA VIII OLIMPÍADA DE QUÍMICA DA LIBERATO OQL DATA: 24/08/2013 MODALIDADE: EM-1 Nº DE INSCRIÇÃO: INFORMAÇÕES Escrever o NÚMERO DE INSCRIÇÃO na grade

Leia mais

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 )

- LIGAÇÕES IÔNICAS: Na (1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 ) + Cl (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 ) Na + (1s 2 2s 2 2p 6 ) + Cl - (1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 ) - LIGAÇÕES IÔNICAS: A ligação iônica é a ligação química formada pela atração eletrostática entre íons positivos e íons negativos. A ligação se dá entre dois átomos quando um elétron, ou mais um, se transfere

Leia mais

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão.

A) Escreva a equação que representa a semi-reação de redução e seu respectivo potencial padrão. QUÍMICA QUESTÃ 01 Aparelhos eletrônicos sem fio, tais como máquinas fotográficas digitais e telefones celulares, utilizam, como fonte de energia, baterias recarregáveis. Um tipo comum de bateria recarregável

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada apixaba de Química 2011 Prova do Grupo III 3 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: oordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRIO

Leia mais

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas.

Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. 1 Parte I - Considere as informações abaixo: Lista exercícios N1 Química Geral Tabela Periódica, distribuição eletrônica e ligações químicas. Núcleo: Prótons e nêutrons. Eletrosfera: elétrons Os átomos

Leia mais

Introdução à Química. Profº André Montillo www.montillo.com.br

Introdução à Química. Profº André Montillo www.montillo.com.br Introdução à Química Profº André Montillo www.montillo.com.br Química Átomo Ligações Químicas Química Definição: Química - do egípcio kēme (chem) que significa "terra. É a ciência que estuda as substâncias

Leia mais

e hexafluoreto de enxofre

e hexafluoreto de enxofre 4. (Mackenzie 05) Os gases do efeito estufa envolvem a Terra e fazem parte da atmosfera. Estes gases absorvem parte da radiação infravermelha refletida pela superfície terrestre, impedindo que a radiação

Leia mais

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular. Química 1 MÓDULO 9 Isomeria Plana e Espacial... 3. Química 2. 3 a Série do Ensino Médio

Química. Química 3 SUMÁRIO. e Pré-vestibular. Química 1 MÓDULO 9 Isomeria Plana e Espacial... 3. Química 2. 3 a Série do Ensino Médio Química SUMÁRI Química 1 MÓDUL 9 Isomeria Plana e Espacial... 3 Química 2 MÓDUL 9 Termoquímica... 11 Processos Exotérmicos e Processos Endotérmicos ombustões alor de Formação Lei de ess Energia de Ligação

Leia mais

UFSC. Química (Amarela) 31) Resposta: 43. Comentário

UFSC. Química (Amarela) 31) Resposta: 43. Comentário UFSC Química (Amarela) 1) Resposta: 4 01. Correta. Ao perder elétrons, o núcleo exerce maior atração sobre os elétrons restantes, diminuindo o raio. Li 1s2 2s 1 Li+ 1s 2 Raio atômico: átomo neutro > íon

Leia mais

Departamento de Química ICEx UFMG Exercícios de Fixação LIGAÇÃO COVALENTE

Departamento de Química ICEx UFMG Exercícios de Fixação LIGAÇÃO COVALENTE Departamento de Química ICEx UFMG Exercícios de Fixação LIGAÇÃO COVALENTE Questão 1 Considerando os íons NO 2+ e NO 2-, faça o que se pede: a. Represente cada um dos íons através de um número adequado

Leia mais

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo II 2 a série do ensino médio Fase 02 Aluno: Idade: Instituição de Ensino: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS

Leia mais

QUÍMICA. 01. A Coréia do Norte realizou, recentemente, um teste. 03. A Tabela abaixo apresenta a variação da pressão de

QUÍMICA. 01. A Coréia do Norte realizou, recentemente, um teste. 03. A Tabela abaixo apresenta a variação da pressão de QUÍMIA 01. A oréia do Norte realizou, recentemente, um teste nuclear subterrâneo, que foi condenado pelo onselho de Segurança da ONU. Sabe-se que as armas em desenvolvimento por aquele país estão baseadas

Leia mais

: fórmula mínima M = (1. 12 + 4. 1) g/mol M = 16g/mol. b) A equação química do processo é: (g) + 2O 2. (g) CO 2. (g) + 2H 2

: fórmula mínima M = (1. 12 + 4. 1) g/mol M = 16g/mol. b) A equação química do processo é: (g) + 2O 2. (g) CO 2. (g) + 2H 2 20 A Bolívia é um grande produtor de gás natural (metano) e celebrou com o Brasil um acordo para a utilização deste importante recurso energético. Para seu transporte até os centros consumidores, há um

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este caderno contendo

Leia mais

LIGAÇÃO COVALENTE NORMAL

LIGAÇÃO COVALENTE NORMAL LIGAÇÃO COVALENTE NORMAL Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (UFSCAR-SP) Apresentam somente ligações covalentes: a) NaCl e H 2SO 4 b) Mn 2O 3 e MgH

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

CAPÍTULO III LIGAÇÕES QUÍMICAS

CAPÍTULO III LIGAÇÕES QUÍMICAS CAPÍTULO III LIGAÇÕES QUÍMICAS LIGAÇÕES QUÍMICAS 3.1. Introdução As propriedades dos átomos são determinadas pela carga nuclear (número atômico) e pela forma como os elétrons estão distribuídos ao redor

Leia mais

Química Inorgânica II Professor: Eduardo Cassús

Química Inorgânica II Professor: Eduardo Cassús Química Inorgânica II Professor: Eduardo Cassús Teoria do Orbital Molecular A Teoria do Orbital Molecular usa os métodos da teoria de grupos para descrever a ligação química em moléculas. A simetria e

Leia mais

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3)

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3) química 2 Questão 37 Questão 38 abendo-se que a amônia (N 3) é constituída por moléculas polares e apresenta boa solubilidade em água. o diclorometano (2 2) não possui isômeros. ua molécula apresenta polaridade,

Leia mais

Processo de Avaliação Seriada

Processo de Avaliação Seriada QUÍMICA Considera-se importante que o ensino da Química não promova a necessidade de uma excessiva memorização, mas possibilite ao estudante adquirir a capacidade de observar e descrever fenômenos, de

Leia mais

Funções Inorgânicas. Letícia R. Teixeira. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons.

Funções Inorgânicas. Letícia R. Teixeira. Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. Letícia R. Teixeira Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/legalcode

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

PROF: Alex LISTA 7 DATA: 21/08/2011 Propriedades Periódicas e Ligações (Exercícios Gerais)

PROF: Alex LISTA 7 DATA: 21/08/2011 Propriedades Periódicas e Ligações (Exercícios Gerais) NOME: PROF: Alex LISTA 7 DATA: 21/08/2011 Propriedades Periódicas e Ligações (Exercícios Gerais) 01 - (UDESC SC/2011) De acordo com as propriedades periódicas dos elementos químicos, analise as proposições

Leia mais

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas

Conteúdo para Recuperação Final de Química. 1 ano do Ensino Médio. Bimestre Apostila Tema Páginas Conteúdo para Recuperação Final de Química 1 ano do Ensino Médio Bimestre Apostila Tema Páginas 1 1 2 Substâncias e átomos: tipos de substâncias, simples ou composta, íons, núcleo e eletrosfera, isótopos,

Leia mais

QUÍMICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário

QUÍMICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário QUÍMICA Prova resolvida Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova de Química - UFRGS/004 QUÍMICA 01 Açúcar comum (sacarose) e café passado, tão comuns em nosso dia-a-dia, são exemplos,

Leia mais

L I G A Ç Õ E S Q U Í M I C A S

L I G A Ç Õ E S Q U Í M I C A S L I G A Ç Õ E S Q U Í M I C A S PR. AGAMENN RBERT < 2010 Prof. Agamenon Roberto LIGAÇÕES QUÍMICAS www.agamenonquimica.com 2 LIGAÇÕES QUÍMICAS 1. INTRDUÇÃ Existe uma grande quantidade de substâncias na

Leia mais

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica

Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Química Orgânica Aplicada a Engenharia Geológica Aula 3 Estudo funcional Alcanos e cicloalcanos Polaridade das ligações covalentes e das moléculas Prof. Dr. Leandro Vinícius Alves Gurgel 1. Introdução:

Leia mais

Orbitais híbridos sp 2

Orbitais híbridos sp 2 Hibridização Para entendermos o que é hibridização (também chamada de hibridação) ou um orbital híbrido nós estudaremos a molécula do metano (CH 4). A estrutura do metano experimentalmente é tetraédrica.

Leia mais

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo I 1 a série do ensino médio Fase 01 Aluno(a): Instituição de Ensino: Município: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO

Leia mais

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS 1. Duas amostras de carbono, C, de massas iguais, foram totalmente queimadas separadamente,

Leia mais

SÉRIE: 9º ano EF Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO SUGESTÕES DE QUESTÕES

SÉRIE: 9º ano EF Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO SUGESTÕES DE QUESTÕES SÉRIE: 9º ano EF Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO SUGESTÕES DE QUESTÕES TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS E OS SENTIDOS

PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS E OS SENTIDOS PRPRIEDADES FÍSIC-QUÍMICAS E S SENTIDS BJETIVS s objetivos desta aula são: estudar as interações intermoleculares; avaliar o efeito dessas interações sobre as propriedades físico-químicas dos compostos

Leia mais

AULA PRÁTICA DE SALA DE AULA FQA - Espécies maioritárias e vestigiais 10º ANO 8 fev. 2013

AULA PRÁTICA DE SALA DE AULA FQA - Espécies maioritárias e vestigiais 10º ANO 8 fev. 2013 AULA PRÁTICA DE SALA DE AULA FQA - Espécies maioritárias e vestigiais 10º ANO 8 fev. 2013 / Nome: nº 1. Atualmente, a troposfera é constituída por espécies maioritárias, como o azoto, N 2, o oxigénio,

Leia mais

Química D Extensivo V. 3

Química D Extensivo V. 3 Química D Extensivo V. 3 Exercícios 01) Alternativa correta: A 5 4 3 2 1 CH 3 CH 2 CH CH CH 2 OH CH 3 CH 3 metil metil 02) Alternativa correta: D 8 7 6 5 4 3 2 1 CH 3 C = CH CH 2 CH 2 CH CH 2 CH 2 OH CH

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

Ligações Químicas. Profª. Drª Narlize Silva Lira. Agosto /2014

Ligações Químicas. Profª. Drª Narlize Silva Lira. Agosto /2014 União de Ensino Superior de Campina Grande Faculdade de Campina Grande FAC-CG Curso de Fisioterapia Ligações Químicas Profª. Drª Narlize Silva Lira Agosto /2014 A Química Orgânica e a Vida A química orgânica

Leia mais

RESOLUÇÃO COMENTADA DA PROVA DA UNESP DE 2014

RESOLUÇÃO COMENTADA DA PROVA DA UNESP DE 2014 RESOLUÇÃO COMENTADA DA PROVA DA UNESP DE 2014 1-Alguns historiadores da Ciência atribuem ao filósofo pré-socrático Empédocles a Teoria dos Quatro Elementos. Segundo essa teoria, a constituição de tudo

Leia mais

Forças intermoleculares, Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier

Forças intermoleculares, Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier , líquidos e sólidos 1 Uma comparação entre líquidos e sólidos As propriedades físicas das substâncias entendidas em termos de teoria cinética molecular : Os gases são altamente compressíveis, assumem

Leia mais

Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal FCAV - UNESP. CURSO: Agronomia. DISCIPLINA: Química Geral

Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal FCAV - UNESP. CURSO: Agronomia. DISCIPLINA: Química Geral Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal FCAV - UNESP CURSO: Agronomia DISCIPLINA: Química Geral ASSUNTO: Soluções e Unidades de Concentração 1 1. TIPOS MAIS COMUNS DE SOLUÇÃO Solução

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Fácil Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Médio www.quimica.net/emiliano emiliano@quimica.net Difícil Níveis de dificuldade das Questões 01. Em um frasco,

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello Níveis de dificuldade das Questões Fácil 11 questões Médio 14 questões Difícil 5 questões Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello www.quimica.net/emiliano chemelloe@yahoo.com.br

Leia mais

Ligações. III. Todas as ligações em A e B são, predominantemente, iônicas.

Ligações. III. Todas as ligações em A e B são, predominantemente, iônicas. Ligações 1) (UFMG) A curva abaixo mostra a variação da energia potencial Ep em função da distância entre os átomos, durante a formação da molécula 2 a partir de dois átomos de hidrogênio, inicialmente

Leia mais

03 - (Fuvest SP/2007) A figura mostra modelos de algumas moléculas com ligações covalentes entre seus átomos.

03 - (Fuvest SP/2007) A figura mostra modelos de algumas moléculas com ligações covalentes entre seus átomos. 0 - (Uem PR/007) Assinale a alternativa correta. a) A molécula C 4 é apolar e formada por ligações apolares. b) Toda molécula polar é formada por ligações apolares. c) A molécula B 3 possui geometria piramidal

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

Prof. Rogério Gartz. motor do carro". Esta advertência deve-se à preocupação com o possível acúmulo de um gás inodoro e tóxico, que é

Prof. Rogério Gartz. motor do carro. Esta advertência deve-se à preocupação com o possível acúmulo de um gás inodoro e tóxico, que é Colégio Santa Marcelina - 2 0 ano - EM / Química I - Exercícios de Recuperação - 1 0 sem / 15 Prof. Rogério Gartz I. Assinale, com um X, a única opção correta. 1. Ao longo de túneis muito longos, são colocadas

Leia mais

RESPOSTAS DOS EXERCÍCIOS

RESPOSTAS DOS EXERCÍCIOS Respostas dos Exercícios 1 RESPOSTAS DOS EXERCÍCIOS CAPÍTULO 1 1. a) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 1 b) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 c) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 1 d) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 2 e) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2

Leia mais

Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo

Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo Química Orgânica I Profª Dra. Alceni Augusta Werle Profª Dra.Tânia M. Sacramento Melo Ligação Química e Estudo do Átomo de Carbono Aula 1 1- INTRODUÇÃO Os átomos são formados por nêutrons, prótons e elétrons.

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS EXERCÍCIOS Questão 01) O correto uso da tabela periódica permite determinar os elementos químicos a partir de algumas de suas características. Recorra a tabela periódica

Leia mais

Fração. Página 2 de 6

Fração. Página 2 de 6 1. (Fgv 2014) De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (AIE), aproximadamente 87% de todo o combustível consumido no mundo são de origem fóssil. Essas substâncias são encontradas em diversas

Leia mais

Padrão de respostas às questões discursivas

Padrão de respostas às questões discursivas Padrão de respostas às questões discursivas A seguir encontram-se as questões das provas discursivas da 2ª ETAPA do Vestibular UFF 2011, acompanhadas das respostas esperadas pelas bancas. - Grupo A 1 a

Leia mais

Ligações Químicas Interatômicas

Ligações Químicas Interatômicas Ligações Químicas Interatômicas Parte I TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: A energia que cada alimento possui será gradativamente liberada e utilizada pelo corpo para a realização de várias funções, como digestão,

Leia mais

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa

QUÍMICA Prova de 2 a Etapa QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém sete questões, constituídas de itens e subitens, e é composto de dezesseis

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) 3341-1244 www.colegiosantateresinha.com.br PLANEJAMENTO DE AÇÕES DA 2 ª ETAPA 2015 PERÍODO DA ETAPA: 01/09/2015 á 04/12/2015 TURMA: 9º Ano EF II DISCIPLINA: CIÊNCIAS / QUÍMICA 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Interações elétricas e

Leia mais

PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE QUÍMICA

PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE QUÍMICA PROVA ESPECIALMENTE ADEQUADA DESTINADA A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS PROVA DE QUÍMICA TEMAS 1. Estrutura da matéria 1.1 Elementos, átomos e iões 1.2

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. 1ª série Turma: FG COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Professora: Maria Luiza 1ª série Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

, em vez de apenas em água.

, em vez de apenas em água. Questão 01 QUÍMIA Utilizada comumente para desinfecção, a água clorada é obtida por meio de borbulhamento do gás cloro em água, num processo que corresponde à reação descrita nesta equação: + - (g) ( )

Leia mais

O carbono é um dos elementos químicos com capacidade de formar cadeias, ligando-se entre si e com outros elementos químicos.

O carbono é um dos elementos químicos com capacidade de formar cadeias, ligando-se entre si e com outros elementos químicos. ITS Química do Petróleo 3 Módulo: Prof.ª Mônica Fonseca Química Orgânica: É a parte da Química que estuda os compostos do carbono. Compostos orgânicos naturais: as principais fontes de compostos orgânicos

Leia mais

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42

QUÍMICA QUESTÃO 41 QUESTÃO 42 Processo Seletivo/UNIFAL- janeiro 2008-1ª Prova Comum TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 41 Diferentes modelos foram propostos ao longo da história para explicar o mundo invisível da matéria. A respeito desses modelos

Leia mais