Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram"

Transcrição

1 4 Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram feitos e quando foram feitos. Queres saber algumas das suas histórias?

2 Museus e Memória Se alguém nos perguntasse, que vais visitar num museu?, a resposta possível seria ver coisas antigas. A ideia que temos dos museus é que são lugares onde se guardam objectos que não se usam e que foram importantes numa determinada época, que já não nos interessam. Os objectos não falam, não se mexem e às vezes não se percebe a importância de os preservarmos e partilharmos com outras pessoas. Mas, e se o museu fosse um lugar de histórias, aventura e curiosidade? E se através destes objectos nós pudéssemos viajar no tempo, visitar outras sociedades, pessoas e lugares diferentes? Será que é possível? É, se tu quiseres! Em cada sala que visitamos, em cada objecto que observamos, estamos em contacto com o Passado. Ao conhecermos um objecto, onde e quando foi feito, para que servia, conhecemos também as suas histórias. A história do objecto torna-se na nossa história, uma memória que fica connosco e que depois passamos para as outras pessoas ao contarmos o que vimos e o que conhecemos. Página 2 Museu Quinta das Cruzes

3 Mas as memórias de quem e de quê? As memórias do pintor, ou do retratado, a memória de um lugar onde alguém viveu e que hoje conhecemos através de um desenho, a memória de diversas vidas e a memória de lugares já desaparecidos. Existem várias histórias guardadas nos objectos, dos seus antigos donos, de quem os fez e de quem os preserva e guarda. Tu também tens os teus objectos, o brinquedo favorito, o jogo que nunca emprestas aos amigos, porque eles são especiais, porque fazem parte da tua história e representam a memória de quem tu és e do que gostas. Parte agora à descoberta das histórias dos nossos objectos, de quem eles falam, quem os construiu e do que significam eles são especiais porque fazem parte da história de outras pessoas e hoje também são parte da tua história! Museu Quinta das Cruzes Página 3

4 JOGO 1: Decora a moldura Aqui temos o retrato do último morgado da Quinta das Cruzes, Nuno de Freitas Lomelino. Mas para que este retrato fique completo precisamos que decores a moldura à volta do retrato. Que decoração farás? Retrato de Nuno de Freitas Lomelino CARVALHO, José Rodrigues de 1869 Pintura a óleo sobre tela MQC 1048 Página 4 Museu Quinta das Cruzes

5 JOGO 2: Completa a história Agora que já sabes que os objectos do museu contam histórias consegues preencher o resto da história deste relógio? Damos-te uma pista, vai à sala 11 do museu e tenta completar o texto. O nosso relógio pertenceu a um imperador chamado. Este imperador quando acabou a I Guerra Mundial foi exilado para a e depois para a, onde chegou no ano de. A Quinta do era onde residia o Imperador, a sua mulher e os seus filhos. O relógio de bolso aqui exposto, data do início do século e foi feito pela casa relojoeira. A caixa é em e na frente tem um monograma coroado feito de. Consegues ver que horas marca o relógio do Imperador? São H M. Relógio de bolso Fab. Breguet, Ouro cravejado de diamantes MQC 2399 Museu Quinta das Cruzes Página 5

6 JOGO 3: Descobre as palavras O Dia Internacional dos Museus, que se celebra a 18 de Maio, tem este ano como tema Museus e Memória. Partindo da lista de palavras que colocamos abaixo, tenta completar os espaços. M E M Ó R I A ARTE IDENTIDADE PATRIMÓNIO COMUNIDADE HISTÓRIA MUSEUS CULTURA Página 6 Museu Quinta das Cruzes

7 JOGO 4: Reconstruindo O Museu Quinta das Cruzes tem muitas pinturas antigas, como esta de Santa Rosa de Lima, que foi pintada no século XVII. Mas o pintor resolveu fazer uma brincadeira e alterou o quadro original. Consegues voltar a montá-lo? Recorta os quadrados pelas linhas vermelhas e volta a montar a pintura. Santa Rosa de Lima SILVEIRA, Bento Coelho 3.º quartel do século XVII Pintura a óleo sobre tela MQC 2254 Museu Quinta das Cruzes Página 7

8 JOGO 4: verso Página 8 Museu Quinta das Cruzes

9 JOGO 5: Para colorir Neste jogo tens de colorir um desenho que está exposto no Museu. Este desenho feito a lápis por Emily Geneviève Smith em 1842, representa a Quinta da Nora, no Funchal, só que está sem cores. Imagina as cores que a Quinta da Nora teria ao vivo Quinta da Nora Álbum Sketches by Emily Geneviève Smith SMITH, Emily Geneviève, 1842 Desenho a lápis sobre papel MQC Museu Quinta das Cruzes Página 9

10 Cartões: Instruções Dentro do Boletim vais encontrar mais dois jogos, o jogo da memória e uma prancha de banda desenhada. Como já aprendeste, os objectos dos museus contam diversas histórias e falam-nos das suas memórias. Mas estas peças também nos fazem imaginar outras histórias, as histórias que também tu podes criar com elas. As histórias das peças e as memórias que elas guardam só fazem sentido se também tu as guardares na tua memória e se também elas fizerem parte da tua história. No 1.º cartão damos-te uma folha de Banda Desenhada onde tens de preencher a história que falta. Neste jogo utilizámos pormenores de algumas gravuras, publicadas em Londres em 1821, por Rudolph Ackermann, para contar uma história. Mas, a história não está terminada. Puxa pela imaginação e completa os espaços em branco, usando os balões de diálogo e contando-nos uma nova história. No 2.º cartão tens de recortar as várias peças para poderes fazer o teu próprio Jogo da Memória. As peças representam vários objectos que podes encontrar no nosso museu. Só precisas de as recortar e colocá-las todas viradas para baixo. Em seguida junta-te a um amigo e voltando apenas três cartas de cada vez tentem encontrar imagens de peças iguais. Ganha quem tiver mais memória Página 10 Museu Quinta das Cruzes

11

12 Museu Quinta das Cruzes Boletim Infantil - Nº 4 Projecto: Ana Kol Rodrigues e Teresa Pais Coordenação e grafismo: Ana Kol Rodrigues e Gabriela Nóbrega Textos: Ana Kol Rodrigues, Ana Rodrigues Bonito, Andreia Morgado e Gabriela Nóbrega Concepção de jogos: Ana Kol Rodrigues, Ana Rodrigues Bonito, Andreia Morgado e Gabriela Nóbrega Fotografias: Museu Quinta das Cruzes. Edição: Museu Quinta das Cruzes, Funchal SERVIÇO EDUCATIVO DO MUSEU Horário de marcação das visitas guiadas: 2.ª a 6.ª feira das 09h30-12h30; 14h00-17h30. Horário das visitas guiadas e outras actividades: 3.ª a 6.ª feira das 10h00-12h30; 14h00-17h30. Técnica do Serviço: Ana Rodrigues Bonito Calçada do Pico, Nº FUNCHAL Telefone: Fax: Soluções JOGO 2 JOGO 3 1. Carlos d Áustria 2. Suíça 3. Ilha da Madeira Monte 6. 8 (oito) 7. XX (vinte) 8. Breguet 9. Ouro 10. Diamantes H37M ou 2H37M M U S E U S I D E N T I D A D E C O M U N I D A D E P A T R I M Ó N I O C U L T U R A H I S T O R I A A R T E

13

14

Férias de Verão no Museu da CARRIS Semanas Temáticas Expressão Plástica Expressão Corporal Expressão Musical

Férias de Verão no Museu da CARRIS Semanas Temáticas Expressão Plástica Expressão Corporal Expressão Musical A ação educativa nas Semanas Temáticas do Museu da CARRIS é vocacionada para crianças e jovens adolescentes. Propõe a realização de atividades lúdicas e interativas que estimulem o pensamento, sensações

Leia mais

EXPOSIÇÕES. PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 NOVAS EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS

EXPOSIÇÕES. PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 NOVAS EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS PROGRAMAÇÃO GERAL Público Geral Setembro 2012 EXPOSIÇÕES Exposições Permanentes Exposições Temporárias Vencer a Distância - Cinco Séculos de Comunicações em Portugal História dos Correios e Telecomunicações

Leia mais

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011 Brincando A Cigana - Caravaggio Vamos colorir??? Reparaste qual o tema do nosso casamento? Estavas desatento? Pois é, hoje falámos de pintura. Que tal fazermos

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

Atelier Férias Escolares (1º período) Palácio Nacional da Ajuda 18 a 31 dezembro 2015

Atelier Férias Escolares (1º período) Palácio Nacional da Ajuda 18 a 31 dezembro 2015 Atelier Férias Escolares (1º período) Palácio Nacional da Ajuda 18 a 31 dezembro 2015 Colares, medalhas e condecorações Atelier de criação de joias Uma manhã recheada de pedras preciosas, ouros e veludos

Leia mais

Lição. outros. Versículo Bíblico Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações Mateus 28:19

Lição. outros. Versículo Bíblico Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações Mateus 28:19 FRUTOS-3 Descoberta Lição 9 4-6 Anos Unidade 3: Aprendendo a Viver Como Um Amigo de Jesus Amigos de Jesus Falam de Jesus para os Outros A s crianças de quatro e seis anos irão descobrir os desafios da

Leia mais

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina.

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina. 12 18 Anos ESTAS IMAGENS SÃO UM RODOPIO!/////////////////////////////////////// 3 CINEMA EM CASA!////////////////////////////////////////////////////////////////////// 4 BRINQUEDOS ÓPTICOS///////////////////////////////////////////////////////////////

Leia mais

SERVIÇO EDUCATIVO APRESENTAÇÃO

SERVIÇO EDUCATIVO APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O Serviço Educativo foi concebido com a missão de ressignificar o Museu da CARRIS como lugar de vivência coletiva, diálogo e partilha de múltiplas vozes, como território de reflexão e experimentação

Leia mais

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina.

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina. 7 12 Anos ESTAS IMAGENS SÃO UM RODOPIO!///////////////////// 3 CINEMA EM CASA!//////////////////////////////////////////////////// 4 QUE FEITIÇO É ESTE?/////////////////////////////////////////////////

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS!

SOBRE A HISTÓRIA BOM TRABALHO PARA TODOS! As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral Criado em 2006, o Serviço Educativo do Museu de Santa Maria de Lamas (MSML) tem desenvolvido um conjunto de actividades pedagógicas e lúdicas, no sentido de divulgar o património integrado no seu vasto

Leia mais

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens.

O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões de crianças e jovens. Os Serviços de Saúde Amigos das Crianças Crianças e Jovens: digam-nos o que pensam! O Conselho da Europa é uma organização internacional com 47 países membros. O seu trabalho afecta a vida de 150 milhões

Leia mais

Despertar os sentidos!

Despertar os sentidos! Despertar os sentidos! Tudo o que conhecemos chega-nos, de uma forma ou de outra, através de sensações sobre as realidades que nos rodeiam. Esta consciência sensorial pode e deve ser estimulada! Quanto

Leia mais

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro

Ateliers de Verão Câmara Municipal do Barreiro Programação de Actividades Julho 02 (4ª) 15h00 Edifício Américo Marinho Hum! Hum! Hum! Que delícia!, sessão I 04 (6ª) 15h00 Auditório Municipal Augusto Cabrita Atelier de Movimento, sessão I 07 (2ª) 15h00

Leia mais

Direito de Autor e Internet

Direito de Autor e Internet Direito de Autor e Internet Sabes o que estás a fazer? P2P Peer-to-peer (P2P) partilha de ficheiros em que dois computadores são ao mesmo tempo cliente e servidor, conseguindo assim, por exemplo, com recurso

Leia mais

A Direção Municipal da Cultura dispõe de um conjunto de exposições e de apresentações multimédia, sobre diversos temas, que poderá disponibilizar

A Direção Municipal da Cultura dispõe de um conjunto de exposições e de apresentações multimédia, sobre diversos temas, que poderá disponibilizar A Direção Municipal da Cultura dispõe de um conjunto de exposições e de apresentações multimédia, sobre diversos temas, que poderá disponibilizar através de empréstimo, a instituições, nomeadamente, de

Leia mais

2 Grupos com Necessidades Especiais Programa de actividades criadas para grupos com necessidades educativas especiais. 3 Passaporte Escolar

2 Grupos com Necessidades Especiais Programa de actividades criadas para grupos com necessidades educativas especiais. 3 Passaporte Escolar ACTIVIDADES 2014-2015 Público Escolar de Actividades 2014-2015 Actividades de Ano Lectivo de actividades desenvolvidas de acordo com os objectivos preconizados nos programas escolares em vigor para cada

Leia mais

SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS

SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS SERVIÇO EDUCATIVO DA EXPO CELEBRAR OEIRAS A Expo Celebrar Oeiras passado, presente e futuro, que irá estar patente ao público entre Maio e Dezembro, procura dar a conhecer aos visitantes o desenvolvimento

Leia mais

Agora é só com você. Geografia - 131

Agora é só com você. Geografia - 131 Geografia - 131 3 Complete: O espaço da sala de aula é um domínio delimitado por um(a)..., que é sua fronteira. Ainda em grupo faça o seguinte: usando objetos como lápis, palitos, folhas e outros, delimite

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE)

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE) Núcleos de Estudo Caderno de Apoio Núcleos de Estudo 1 Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? [perguntou a Alice] Isso depende muito de para onde é que queres ir disse o Gato.

Leia mais

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer.

Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. CAPITULO 3 Ele não é o Homem que eu pensei que era. Ele é como é. Não se julga um Homem pela sua aparência.. Tudo tem um tempo. Uma hora para nascer e uma hora para morrer. Eu costumava saber como encontrar

Leia mais

Um lugar de encontro...sempre!

Um lugar de encontro...sempre! Um lugar de encontro...sempre! Caro(a) leitor(a) e amigo(a), Em Outubro são várias as razões para nos visitar: com o início do ano lectivo temos várias actividades para grupos e outras para famílias, assim

Leia mais

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos

Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Conteúdos: Pronomes possessivos e demonstrativos Habilidades: Reconhecer os pronomes demonstrativos como marca em relação à posição, ao espaço e ao tempo no texto; Habilidades: Compreender os pronomes

Leia mais

MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA «PORTA DE LAMAS DE MOURO» www.cm-melgaco.pt

MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA «PORTA DE LAMAS DE MOURO» www.cm-melgaco.pt MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA www.cm-melgaco.pt Índice PREÂMBULO... 3 Artigo 1º Leis Habilitantes... 3 Artigo 2º Competência... 3 Artigo 3º Âmbito de Aplicação...

Leia mais

APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre. Aula 13

APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre. Aula 13 APOSTILAS DO QUARTO BIMESTRE 8 ANO. TURMA 801 4º Bimestre Aula 13 Identidade Visual Embora você possa nunca ter ouvido falar em identidade visual, todos nós estamos sempre sendo bombardeados pelas identidades

Leia mais

Dia da Criança é a 1 de Junho

Dia da Criança é a 1 de Junho 1 de 5 24-05-2016 21:05 Versão web Actualizar preferências Remover subscrição Gostar Tweet Reenviar Dia da Criança é a 1 de Junho Apesar do trabalho que dão, as crianças são o melhor que o mundo tem para

Leia mais

Índice. I. Vamos começar por estudar a bússola Página 7. II. E agora... vamos estudar ao ímanes Página 9

Índice. I. Vamos começar por estudar a bússola Página 7. II. E agora... vamos estudar ao ímanes Página 9 Índice Uma aventura no misterioso Mundo Magnético... página 3 Regras de segurança página 5 Um guia com Um pouco de Ciência pelo meio... página 6 I. Vamos começar por estudar a bússola Página 7 II. E agora...

Leia mais

Anexo F Grelha de Categorização da Entrevista à Educadora Cooperante

Anexo F Grelha de Categorização da Entrevista à Educadora Cooperante Anexo F Grelha de Categorização da Entrevista à Educadora Cooperante CATEGORIAS SUBCATEGORIAS INDICADORES 1.1. Tempo de serviço docente ( ) 29 anos (1) 1.2. Motivações pela vertente artística ( ) porque

Leia mais

Tanto neste nosso jogo de ler e escrever, leitor amigo, como em qualquer outro jogo, o melhor é sempre obedecer às regras.

Tanto neste nosso jogo de ler e escrever, leitor amigo, como em qualquer outro jogo, o melhor é sempre obedecer às regras. Nível 1 5ª e 6ª séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental 2ª FASE 08 de novembro de 2008 Cole aqui a etiqueta com os dados do aluno. Parabéns pelo seu desempenho na 1ª Fase da OBMEP. É com grande satisfação

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Dica: Objectivo de HOJE: Tarefas. Identifique e envolva-se em desafios para os quais tem que adquirir ou desenvolver novos conhecimentos.

Dica: Objectivo de HOJE: Tarefas. Identifique e envolva-se em desafios para os quais tem que adquirir ou desenvolver novos conhecimentos. JANEIRO Identifique e envolva-se em desafios para os quais tem que adquirir ou desenvolver novos conhecimentos. A curiosidade traduz-se em três comportamentos: ter interesse por algo, procurar novidades

Leia mais

como a arte pode mudar a vida?

como a arte pode mudar a vida? como a arte pode mudar a vida? LONGE DAQUI, AQUI MESMO 1 / 2 Longe daqui, aqui mesmo 1 Em um caderno, crie um diário para você. Pode usar a escrita, desenhos, recortes de revista ou jornais e qualquer

Leia mais

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS Frutos-3 Impact0 LIÇÃO 13 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS 9-11 Anos Neste Trimestre, as crianças aprenderão sobre Graça, Crescimento e

Leia mais

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Universidade Nova de Lisboa Este questionário contém perguntas sobre as tuas experiências e tipo de aprendizagem na disciplina de Ciências Naturais. Não há respostas correctas nem erradas, apenas as que correspondem à forma como

Leia mais

Vamos à Biblioteca Actividades de animação para escolas

Vamos à Biblioteca Actividades de animação para escolas Vamos à Biblioteca Actividades de animação para escolas Ano lectivo 2011-2012 histórias oficinas visitas leituras Bibliotecas Municipais do Porto Biblioteca Municipal Almeida Garrett (BMAG) Biblioteca

Leia mais

Educação Patrimonial Centro de Memória

Educação Patrimonial Centro de Memória Educação Patrimonial Centro de Memória O que é história? Para que serve? Ambas perguntas são aparentemente simples, mas carregam uma grande complexidade. É sobre isso que falarei agora. A primeira questão

Leia mais

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro O meu brinquedo é um livro é um projecto de promoção da leitura proposto pela Associação

Leia mais

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5

Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul. Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Escola E.B. 2/3 Ciclos do Paul Trabalho elaborado por: Frederico Matias 8ºA nº8 João Craveiro 8ºA nº5 Introdução Este trabalho foi-nos proposto na aula de Área de Projecto pela Professora. Pretendemos

Leia mais

José e Maria partem para Belém Lucas 2

José e Maria partem para Belém Lucas 2 José e Maria partem para Belém Lucas 2 Só para você Aprendendo Para decorar Respeitando a maneira que você está acostumado a fazer com sua classe, gostaríamos de apenas dar algumas sugestões com relação

Leia mais

Ciências / TIC na Escola Dimensões de Cidadania. Adelina Machado João Carlos Sousa

Ciências / TIC na Escola Dimensões de Cidadania. Adelina Machado João Carlos Sousa Ciências / TIC na Escola Dimensões de Cidadania Adelina Machado João Carlos Sousa Ser cidadão hoje... é algo de complexo... integra na construção da sua identidade duas dimensões: uma referente às pertenças

Leia mais

Sticker Art: Uma ferramenta de inclusão e conscientização do valor da arte

Sticker Art: Uma ferramenta de inclusão e conscientização do valor da arte Sticker Art: Uma ferramenta de inclusão e conscientização do valor da arte Priscila de Macedo Pereira e Souza Resumo: Uma experiência numa escola pública de Goiânia, usando da técnica Sticker Art para

Leia mais

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP

Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Português A2 Programa de Português Nível A2 Ensino Português no Estrangeiro Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Direção de Serviços de Língua e Cultura Composição Gráfica: Centro Virtual Camões

Leia mais

Páscoa. 03/04, 6ª feira Feriado Semana Santa 20/04, 2ª feira Emenda do Feriado de Tiradentes 21/04, 3ª feira Feriado Tiradentes

Páscoa. 03/04, 6ª feira Feriado Semana Santa 20/04, 2ª feira Emenda do Feriado de Tiradentes 21/04, 3ª feira Feriado Tiradentes Abril/2015 Páscoa Independentemente de qualquer religião, o domingo denominado de Páscoa foi associado à prática social permeada de ovos de chocolate e coelhos fofos e macios, principalmente na infância.

Leia mais

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina.

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina. 3 7 Anos ONDE ESTÁ O ARCO-ÍRIS?//////////////////////////////////3 CAIXA MÁGICA////////////////////////////////////////////////////4 CASINHA, CASARÃO, ONDE É QUE ELES VIVERÃO?////////////////////////////5

Leia mais

O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL

O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL GT 01 Educação Matemática no Ensino Fundamental : Anos iniciais e anos finais Maria Christina Schettert Moraes UNICRUZ

Leia mais

Material complementar para Fogueira Santa

Material complementar para Fogueira Santa Material complementar para Fogueira Santa 4 a 10 anos referência bíblica Gênesis 12.1-4; 15.1-5 alvo da lição Ensinar às crianças que quem vive na fé de Abraão é uma das estrelas que ele viu ao sair da

Leia mais

Título: GENEALOGIA PARA OS JOVENS. Sub-título: DETECTIVES DO PASSADO

Título: GENEALOGIA PARA OS JOVENS. Sub-título: DETECTIVES DO PASSADO Título: GENEALOGIA PARA OS JOVENS Sub-título: DETECTIVES DO PASSADO Dirigida a: crianças do 1º ciclo, 2º ciclo e 3º ciclo. Duração: 50 minutos. Relevância /interesse do estudo: Quase todas as crianças

Leia mais

Jornal das Novidades Abril de 2010 Sala de 2 anos 2

Jornal das Novidades Abril de 2010 Sala de 2 anos 2 EDIÇÃO N.º: 7 AUTORES: SALA 2 30 DE ABRIL DE 2010 Centro de Bem Estar Social Creche, Jardim de Infância e CATL JORNAL DAS NOVIDADES Notícia de Última Hora Chegamos ao final do mês e a nova edição do JORNAL

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DE SIGNIFICADO NA MATEMÁTICA ESCOLAR

REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DE SIGNIFICADO NA MATEMÁTICA ESCOLAR REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DE SIGNIFICADO NA MATEMÁTICA ESCOLAR Patrícia Lima da Silva¹ Brunna Sordi Stock² RESUMO No segundo semestre do ano de 2009, em uma das disciplinas obrigatórias do currículo de

Leia mais

APRENDENDO NOS MUSEUS. Exposição no Bloco do estudante: O brinquedo e a rua: diálogos

APRENDENDO NOS MUSEUS. Exposição no Bloco do estudante: O brinquedo e a rua: diálogos APRENDENDO NOS MUSEUS Exposição no Bloco do estudante: O brinquedo e a rua: diálogos Este material foi desenvolvido a fim de ajudar alunos e professores a tirar maior proveito de suas experiências museais.

Leia mais

CAIXAS DE MEMÓRIAS. O que guarda o Centro de Arte Moderna? Quem pensa e faz obras de arte? escultor. Sobre o que nos fala uma obra de arte?

CAIXAS DE MEMÓRIAS. O que guarda o Centro de Arte Moderna? Quem pensa e faz obras de arte? escultor. Sobre o que nos fala uma obra de arte? CAIXAS DE MEMÓRIAS No CAM existem muitas obras de arte, cheias de ideias e histórias para nos contar, tantas que nem sempre nos conseguimos lembrar de todas... a não ser que elas se transformem em memórias!

Leia mais

Aux.Magazine Bilbao, Vizcaya, Espanha, www.auxmagazine.com

Aux.Magazine Bilbao, Vizcaya, Espanha, www.auxmagazine.com Leire Layana, Silvia Andrés, Juanma Galván e Germán Castañeda criaram a AUXLIARTE em 2004. Com diferentes formações académicas, Leire, Silvia, Andrés e Juanma conheceram-se no Mestrado de Jornalismo, após

Leia mais

Auxílio ao Professor EBD Aprender+ Programa de Incentivo à Leitura

Auxílio ao Professor EBD Aprender+ Programa de Incentivo à Leitura O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

Obedecer é sempre certo

Obedecer é sempre certo Obedecer é sempre certo Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada. Crianças recebem

Leia mais

Museus: coleções criam conexões

Museus: coleções criam conexões 7 Museus: coleções criam conexões Os museus são lugares onde podes conhecer histórias, descobrir pessoas e vidas fantásticas, brincar com cores e formas divertidas. Visitar um museu é uma experiência diferente,

Leia mais

Experimentar, Descobrir e Inventar na UEE do Sabugo

Experimentar, Descobrir e Inventar na UEE do Sabugo Experimentar, Descobrir e Inventar na UEE do Sabugo Olá a todos. Cá vimos nós partilhar mais novidades. Começamos o segundo período letivo e observamos as mudanças das nossas sementeiras, cresceram muito.

Leia mais

LOLA LIVRO DO REPÓRTER. Um processo didáctico para abordar a pesquisa de inovação social sustentável. Nome: Turma: Ano:

LOLA LIVRO DO REPÓRTER. Um processo didáctico para abordar a pesquisa de inovação social sustentável. Nome: Turma: Ano: LOLA Looking for Likely Alternatives Nome: Turma: Ano: LIVRO DO REPÓRTER Um processo didáctico para abordar a pesquisa de inovação social sustentável. Objectivos: Supõe que agora és um repórter procurando

Leia mais

Aniversários. no CCB

Aniversários. no CCB Aniversários no CCB Para quem quer crescer de verdade e trazer sempre consigo os melhores amigos escolhidos a dedo... Fazer uma travessia no lago do tempo, numa jangada habitada por atores, bailarinos,

Leia mais

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 ANIVERSÁRIOS. www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 ANIVERSÁRIOS. www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios 4-6 anos / Duração média: 2 horas a 2 horas e 30 minutos 2 MAGIA NO MUSEU Há magia no ar! As obras

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

Este trabalho é o relatório de uma visita de estudo das turmas do 6º A e 6º B da disciplina de Educação

Este trabalho é o relatório de uma visita de estudo das turmas do 6º A e 6º B da disciplina de Educação 2012 2013 Este trabalho é o relatório de uma visita de estudo das turmas do 6º A e 6º B da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, da Escola Básica e Secundária de São Roque do Pico, à Santa

Leia mais

18/11/2005. Discurso do Presidente da República

18/11/2005. Discurso do Presidente da República Discurso do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega de certificado para os primeiros participantes do programa Escolas-Irmãs Palácio do Planalto, 18 de novembro de 2005

Leia mais

Prova Final de Matemática. Caderno 1: 50 minutos. Tolerância: 20 minutos. 1.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 42/1.ª Fase.

Prova Final de Matemática. Caderno 1: 50 minutos. Tolerância: 20 minutos. 1.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 42/1.ª Fase. PROVA FINAL DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Matemática/Prova 42/1.ª Fase/2013 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento de identificação CC n.º ou BI n.º

Leia mais

ENSINO PRÉ-ESCOLAR. Visitas orientadas À descoberta do MCCB

ENSINO PRÉ-ESCOLAR. Visitas orientadas À descoberta do MCCB Serviço educativo 2014 2015 ENSINO PRÉ-ESCOLAR Visitas orientadas À descoberta do MCCB 1h00 2.50 * Conhecem a história da Batalha? Com esta visita, percorreremos os caminhos da história desta terra e destas

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Objectivos PLANEAR 2/90. O que se pretende comunicar ou expor. Queremos:

Objectivos PLANEAR 2/90. O que se pretende comunicar ou expor. Queremos: Objectivos O que se pretende comunicar ou expor Queremos: De todos os passos deste e-book, começamos pelo maior desafio: ter boas ideias. Estas estão só à espera que alguém as tenha, e até há técnicas

Leia mais

Aula 4 Estatística Conceitos básicos

Aula 4 Estatística Conceitos básicos Aula 4 Estatística Conceitos básicos Plano de Aula Amostra e universo Média Variância / desvio-padrão / erro-padrão Intervalo de confiança Teste de hipótese Amostra e Universo A estatística nos ajuda a

Leia mais

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções.

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções. 12 NOME DA AULA: Escrevendo músicas Duração da aula: 45 60 minutos de músicas durante vários dias) Preparação: 5 minutos (se possível com introduções Objetivo principal: aprender como definir e chamar

Leia mais

PRATICANDO O RCNEI NO ENSINO DE CIÊNCIAS - A CHUVA EM NOSSA VIDA! RESUMO

PRATICANDO O RCNEI NO ENSINO DE CIÊNCIAS - A CHUVA EM NOSSA VIDA! RESUMO PRATICANDO O RCNEI NO ENSINO DE CIÊNCIAS - A CHUVA EM NOSSA VIDA! Roberta Soares de Vargas 1 e Suzane Maier França 1 Ricardo Antonini 2 RESUMO O trabalho aqui apresentado é o resultado de estudos e pesquisas

Leia mais

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Olá professor, Essa apostila apresenta jogos matemáticos que foram doados a uma escola de Blumenau como parte de uma ação do Movimento Nós Podemos Blumenau.

Leia mais

Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade

Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade Metamorfose Transformação de vidas Lição 1 Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade Conceito Chave Versículo Bíblico Ninguém elogie a si mesmo; se houver elogios, que venham

Leia mais

Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores).

Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores). À DESCOBERTA DA BIBLIOTECA Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores). Também já sabes como os livros estão

Leia mais

E lá,já cogitava os poemas que viriam a ter forma: Se eu fosse rendilheira Meu lar seria um barco

E lá,já cogitava os poemas que viriam a ter forma: Se eu fosse rendilheira Meu lar seria um barco AMAR PENICHE completa uma trilogia de publicações que Ida Guilherme iniciou em 2004 com PIQUES e RENDAS de PENICHE memórias de uma vida à qual se seguiu, em 2008, POESIA RENDILHADA. Todas elas se inserem

Leia mais

ADREPAL - Espaço Fortuna artes e ofícios Quinta do Anjo, Palmela tel: 212 871 068 www.espacofortuna.com e-mail: geral@espacofortuna.

ADREPAL - Espaço Fortuna artes e ofícios Quinta do Anjo, Palmela tel: 212 871 068 www.espacofortuna.com e-mail: geral@espacofortuna. ADREPAL - Espaço Fortuna artes e ofícios Quinta do Anjo, Palmela tel: 212 871 068 www.espacofortuna.com e-mail: geral@espacofortuna.com 1 ADREPAL Espaço Fortuna artes e ofícios Tel. 212 871 068 Fax. 212

Leia mais

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO

AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Bíblia para crianças apresenta AS VIAGENS ESPETACULARES DE PAULO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

Concurso Escola Mundo: Estudantes em Acção

Concurso Escola Mundo: Estudantes em Acção NEWSLETTER nº7 CONTEÚDOS: Pág.1 Concurso Escola Mundo: Estudantes em Acção Pág.1 Acções de Estudantes em Portugal Pág.2 Acções de Estudantes na Estónia Pág.3 Acções de Estudantes na Bulgária Pág.3 Acções

Leia mais

I REMEMBER. Análise de Dados aos Inquéritos por Questionário (População Sénior e Jovem do Concelho)

I REMEMBER. Análise de Dados aos Inquéritos por Questionário (População Sénior e Jovem do Concelho) I REMEMBER Análise de Dados aos Inquéritos por Questionário (População Sénior e Jovem do Concelho) Escola Profissional Fialho de Almeida março 01 No âmbito do Projeto I Remember foram aplicados 1 inquéritos

Leia mais

Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.

Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte. Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.pt E-mail: biblioteca@iscte.pt Com a actividade Arte na Biblioteca

Leia mais

Confira as mais de 100 figuras no acervo!

Confira as mais de 100 figuras no acervo! FIGURA Nº 72 FIM DO MISTÉRIO! Livro Estudo Perspicaz das Escrituras, volume 3, página 234. Fonte: Livro Estudo Perspicaz das Escrituras, volume 3, página 234. Lembra-se do caso dos três homens 'desassociados'?

Leia mais

LIÇÃO 8 Respeitando as diferenças uns dos outros

LIÇÃO 8 Respeitando as diferenças uns dos outros LIÇÃO 8 Respeitando as diferenças uns dos outros VERSÍCULO BÍBLICO Filhos, obedeçam a seus pais em tudo, pois isso agrada ao Senhor. Pais, não irritem seus filhos, para que eles não se desanimem. Colossenses

Leia mais

Lugar dos Gnomos. Um projeto inserido no âmbito da Pedagogia Waldorf

Lugar dos Gnomos. Um projeto inserido no âmbito da Pedagogia Waldorf Lugar dos Gnomos Um projeto inserido no âmbito da Pedagogia Waldorf O Projeto Este projeto nasceu do encontro de três mulheres com uma vontade comum: ver crescer uma Sociedade com pessoas mais saudáveis,

Leia mais

Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá.

Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá. Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá. A Unidade é muito rica em informações sobre os três países explorados e possibilita o desenvolvimento de pesquisas e ampliação

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

FÉRIAS DE VERÃO 2014

FÉRIAS DE VERÃO 2014 FÉRIAS DE VERÃO 2014 O Museu da Carris oferece ateliers didáticos, interdisciplinares e criativos, que vão motivar as suas crianças durante o período de férias de Verão! Há muito para aprender, descobrir

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Prova Final de Matemática. Caderno 1: 45 minutos. Tolerância: 15 minutos. 1.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 42/2.ª Fase

Prova Final de Matemática. Caderno 1: 45 minutos. Tolerância: 15 minutos. 1.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 42/2.ª Fase Prova Final de Matemática 1.º Ciclo do Ensino Básico Prova 42/2.ª Fase/2014 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno CC

Leia mais

Um jogo de preencher casas

Um jogo de preencher casas Um jogo de preencher casas 12 de Janeiro de 2015 Resumo Objetivos principais da aula de hoje: resolver um jogo com a ajuda de problemas de divisibilidade. Descrevemos nestas notas um jogo que estudamos

Leia mais

Atividades de Enriquecimento Extracurricular

Atividades de Enriquecimento Extracurricular Atividades de Enriquecimento Extracurricular Ano letivo 2014-2015 www.escola31janeiro.pt Ao longo do ano letivo, a Escola 31 de Janeiro oferece várias atividades extracurriculares, com vista ao aprofundamento

Leia mais

Orando pela minha família

Orando pela minha família Orando pela minha família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja

Leia mais

1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015

1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015 1º Domingo de Julho Conexão Kids -05/07/2015 Sinalizar o Amor de Deus através da obediência e do respeito! Objetivo: Mostrar a importância de respeitar as regras e obedecer aos pais e responsáveis. Reforçar

Leia mais

Planeamento e Seguimento de Projectos

Planeamento e Seguimento de Projectos Planeamento e Seguimento de Projectos Introdução Uma empresa sem objectivos a atingir é uma empresa desorientada, mas ter objectivos a atingir sem qualquer plano não deixa de ser apenas uma esperança.

Leia mais

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE Adriele Albertina da Silva Universidade Federal de Pernambuco, adrielealbertina18@gmail.com Nathali Gomes

Leia mais

1- Nem sempre os alunos da tua turma se portam bem na aula de Ciências da Natureza. Porque razão isso acontece?

1- Nem sempre os alunos da tua turma se portam bem na aula de Ciências da Natureza. Porque razão isso acontece? 1.7.2. Regra de reconhecimento e de realização Questionários aos alunos do 2º Ciclo do Ensino Básico (2001) QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS Escola Ano Turma Sexo F M Data / / Este questionário tem por objectivo

Leia mais

Projecto Ciência Viva: Ao Encontro do. Património. II Parte Tema: É HÚMIDO?

Projecto Ciência Viva: Ao Encontro do. Património. II Parte Tema: É HÚMIDO? Projecto Ciência Viva: Ao Encontro do Património II Parte Tema: É HÚMIDO? INTRODUÇÃO No nosso dia-a-dia utilizamos frequentemente o termo húmido(a), que significa levemente molhado. Usamos expressões como:

Leia mais

Ateneu Desportivo de Leiria. Newsletter Ginástica ABRIL 2013

Ateneu Desportivo de Leiria. Newsletter Ginástica ABRIL 2013 Newsletter Ginástica ABRIL 2013 Leiria, 30 de Abril de 2013 Tivemos um mês de Abril muito animado! No dia 20 participámos na 3ª Edição do LudoApta, um evento organizado pela Associação OASIS e pela Escola

Leia mais