MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA Secretaria Executiva - SECEX Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento - DPCD COFA, RJ 04/04/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA Secretaria Executiva - SECEX Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento - DPCD COFA, RJ 04/04/2014"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA Secretaria Executiva - SECEX Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento - DPCD COFA, RJ 04/04/2014 1

2 Desmatamento na Amazônia Desmatamento (km 2 /ano) -79% * * 2013 Dados preliminares

3 Brazilian CO 2 Emissions by sector Emissions - 2,03 billions t of CO 2 eq in % 2% 4% Reductions 780 millions t -38,7% Emissions - 1,25 billions t of CO 2 eq in % 32% 57% 20% 35% 4% 7% Source: MCTI, 2013

4 National Results (MtCO 2 e/ GWP AR5) Energy Industry and waste Agriculture 54% 36% 40% LULUCF 80% (Mendes, 2014) Data: (MCTI, 2013) and (IPCC, 2013) 4

5 Dinâmica do desmatamento...

6 86 Imagens analisadas

7 VARIAÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL DO DESMATAMENTO

8 Desmatamento por estados ( ) 10% 41% 6% 3% 16% 20%

9 Desmatamento por estados ( ) DESMATAMENTO (KM2) Estados\Ano Var Acre % Amazonas % Amapá % Maranhão % Mato Grosso % Pará % Rondônia % Roraima % Tocantins % Amazônia Legal %

10 Desmatamento por tipo de uso 2013 (%) CATEGORIAL TERRITORIAL MÉDIA variação em relação a média 2013 (%) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS DE PROTEÇÃO INTEGRAL 1,0% 0,4% -56,7% UNIDADES DE CONSERVAÇÃO FEDERAIS DE USO SUSTENTÁVEL 2,1% 3,3% 54,2% UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS DE PROTEÇÃO INTEGRAL 0,1% 0,0% -68,4% UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS DE USO SUSTENTÁVEL 3,8% 3,4% -10,4% TERRAS INDIGENAS 2,6% 2,8% 10,8% ASSENTAMENTOS DE REFORMA 22,3% 27,6% 24,0% GLEBAS PÚBLICAS NÃO DESTINADAS 27,8% 27,1% -2,3% ÁREAS PRIVADAS CADASTRADAS NO MT E PA 16,9% 7,9% -53,3% NÃO ALOCADO 23,5% 27,3% 16,5%

11 100% PRODES % 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% AC AM AP MA MT PA RO RR TO Assentamentos Competência Estadual Terras Indígenas Uso Sustentável Proteção Integral Terra arrecadada

12 Estadual Federal 32% 68%

13 Municípios prioritários

14 Desmatamento nos municípios prioritários em 2013 ID Nome UF STATUS TAXA2012 TAXA2013 incremento (%) 1 Altamira PA Prioritário 245,2 295,8 20,6% 2 Porto Velho RO Prioritário 196,8 270,1 37,3% 3 São Félix do Xingu PA Prioritário 169,4 220,3 30,1% 4 Novo Progresso PA Prioritário ,5 121,0% 5 Colniza MT Prioritário 80,6 155,7 93,1% 6 Novo Repartimento PA Prioritário 121,5 149,8 23,3% 7 Nova Mamoré RO Prioritário ,5 68,6% 8 Lábrea AM Prioritário 85,8 123,2 43,6% 9 Marabá PA Prioritário 53,4 80,9 51,5% 10 Machadinho d'oeste RO Prioritário 67 80,4 20,0% 11 Nova Bandeirantes MT Prioritário 34 62,9 85,0% 12 Itupiranga PA Prioritário 43,6 62,4 43,1% 13 Peixoto de Azevedo MT Prioritário 40,8 51,7 26,7% 14 Nova Maringá MT Prioritário 5,4 44,2 719,3% 15 Cotriguaçu MT Prioritário 44,8 42,4-5,3% 16 Aripuanã MT Prioritário 21,5 39,6 84,2% 17 Santana do Araguaia PA Desmatamento monitorado 23,4 38,8 66,0% 18 Mucajaí RR Prioritário 17,9 38,8 116,5% 19 Cumaru do Norte PA Prioritário 58,2 37,7-35,3% 20 Marcelândia MT Desmatamento monitorado 12,3 36,7 198,0% 21 Moju PA Prioritário 43,6 35,4-18,9% 22 Boca do Acre AM Prioritário 52,2 34,0-34,8% 23 Tailândia PA Desmatamento monitorado 9,1 33,2 264,4% 24 Brasil Novo PA Desmatamento monitorado 9 31,9 254,8% 25 Paragominas PA Desmatamento monitorado 18,2 30,4 66,8% 26 Pacajá PA Prioritário 48,1 29,7-38,3% 27 Rondon do Pará PA Prioritário 14,2 28,9 103,3% 28 Juína MT Prioritário 14,2 27,3 92,3% 29 Gaúcha do Norte MT Prioritário 10,3 25,2 144,7% 30 Santa Carmem MT Prioritário 2,8 24,9 790,9%

15 Desmatamento nos municípios prioritários em 2013 (cont.) ID Nome UF STATUS TAXA2012 TAXA2013 incremento (%) 31 Grajaú MA Prioritário 42,5 23,0-45,9% 32 Feliz Natal MT Desmatamento monitorado 20,5 21,9 6,8% 33 Santa Maria das Barreiras PA Prioritário 19,3 20,6 6,9% 34 Confresa MT Prioritário 49,7 19,8-60,1% 35 Cláudia MT Prioritário 3,9 19,4 396,7% 36 Anapu PA Prioritário 67,5 19,2-71,6% 37 São Félix do Araguaia MT Prioritário 17,1 16,3-5,0% 38 Tapurah MT Prioritário 33,3 16,1-51,6% 39 Juara MT Prioritário 14,6 15,8 8,4% 40 Senador José Porfírio PA Prioritário 48,6 14,6-69,9% 41 Porto dos Gaúchos MT Prioritário 7,4 14,3 93,3% 42 Paranaíta MT Prioritário 6,2 12,9 108,4% 43 Brasnorte MT Desmatamento monitorado 9,7 11,9 22,7% 44 Amarante do Maranhão MA Prioritário 7 11,4 63,5% 45 Ulianópolis PA Desmatamento monitorado 31,5 11,0-65,2% 46 Querência MT Desmatamento monitorado 38,8 10,8-72,2% 47 Dom Eliseu PA Desmatamento monitorado 29,5 10,2-65,5% 48 Nova Ubiratã MT Prioritário 20 9,8-51,2% 49 Vila Rica MT Prioritário 11,5 7,8-32,2% 50 Alta Floresta MT Desmatamento monitorado 1,6 6,9 328,2% 51 Pimenta Bueno RO Prioritário 33 6,4-80,7% 52 Alto Boa Vista MT Prioritário 4,6 1,9-57,8%

16 10 MUNICÍPIOS COM MAIS DESMATAMENTO 2013 Município AREA LIVRE ASSENTAMENTO CAR GLEBA TERRA INDIGENA UNIDADE DESMATAMENTO CONSERVAÇÃO 2013 REPRESENTAÇÃO % EM RELAÇÃO AO DESMATAMENTO NA AMZ LEGAL Altamira 1,28 47,99 0,84 190,04 14,59 41,05 295,8 6,1% Porto Velho 133,96 14,92 98,18 1,69 21,14 269,9 5,6% São Félix do Xingu 14,84 41,49 47,13 49,56 2,72 64,57 220,3 4,5% Itaituba 16,43 7,61 20,78 99,63 42,06 186,5 3,8% Novo Progresso 29,32 0,28 68,96 64,95 163,5 3,4% Colniza 114,50 22,59 18,33 0,38 155,8 3,2% Novo Repartimento 2,17 78,53 1,65 64,73 0,53 7,65 155,3 3,2% Nova Mamoré 33,09 28,13 77,02 0,83 5,26 144,3 3,0% Lábrea 37,61 68,12 13,58 2,04 3,06 124,4 2,6% Apuí 78,11 8,19 0,02 86,3 1,8% Total Geral 353,88 416,82 89,01 669,89 22,40 250, ,1 37,1% 19,64% 23,13% 4,94% 37,17% 1,24% 13,88% Municipio UF CLASSE Soma desmatamento dos 10 mais (km2) % de representação dos 10 mais AREA LIVRE 1,28 0,07% ASSENTAMENTO 47,99 2,66% Altamira PA car 0,84 0,05% GLEBA 190,04 10,55% TERRA INDIGENA 14,59 0,81% UNIDADE CONSERVAÇÃO 41,05 2,28% 1-Altamira Total 295,78 16,41% AREA LIVRE 133,96 7,43% ASSENTAMENTO 14,92 0,83% Porto Velho RO GLEBA 98,18 5,45% TERRA INDIGENA 1,69 0,09% UNIDADE CONSERVAÇÃO 21,14 1,17% 2-Porto Velho Total 269,90 14,98% AREA LIVRE 14,84 0,82% ASSENTAMENTO 41,49 2,30% São Félix do Xingu PA car 47,13 2,62% GLEBA 49,56 2,75% TERRA INDIGENA 2,72 0,15% UNIDADE CONSERVAÇÃO 64,57 3,58% 3-São Félix do Xingu Total 220,31 12,23% AREA LIVRE 16,43 0,91% ASSENTAMENTO 7,61 0,42% Itaituba PA car 20,78 1,15% GLEBA 99,63 5,53% UNIDADE CONSERVAÇÃO 42,06 2,33% 4-Itaituba Total 186,52 10,35% ASSENTAMENTO 29,32 1,63% Novo Progresso PA car 0,28 0,02% GLEBA 68,96 3,83% UNIDADE CONSERVAÇÃO 64,95 3,60% 5-Novo Progresso Total 163,51 9,07% AREA LIVRE 114,50 6,35% Colniza MT ASSENTAMENTO 22,59 1,25% car 18,33 1,02% UNIDADE CONSERVAÇÃO 0,38 0,02% 6-Colniza Total 155,80 8,64% AREA LIVRE 2,17 0,12% ASSENTAMENTO 78,53 4,36% Novo Repartimento PA car 1,65 0,09% GLEBA 64,73 3,59% TERRA INDIGENA 0,53 0,03% UNIDADE CONSERVAÇÃO 7,65 0,42% 7-Novo Repartimento Total 155,26 8,62% AREA LIVRE 33,09 1,84% ASSENTAMENTO 28,13 1,56% Nova Mamoré RO GLEBA 77,02 4,27% TERRA INDIGENA 0,83 0,05% UNIDADE CONSERVAÇÃO 5,26 0,29% 8-Nova Mamoré Total 144,34 8,01% AREA LIVRE 37,61 2,09% ASSENTAMENTO 68,12 3,78% Lábrea AM GLEBA 13,58 0,75% TERRA INDIGENA 2,04 0,11% UNIDADE CONSERVAÇÃO 3,06 0,17% 9-Lábrea Total 124,40 6,90% ASSENTAMENTO 78,11 4,33% Apuí AM GLEBA 8,19 0,45% UNIDADE CONSERVAÇÃO 0,02 0,00% 10-Apuí Total 86,32 4,79% Total Geral 1802,14 100,00%

17 10 ÁREAS PROTEGIDAS COM MAIS DESMATAMENTO 2013 UNIDADE CONSERVAÇÃO ESFERA DESMATAMENTO 2013(km2) REPRESENTAÇÃO % EM RELAÇÃO AO DESMATAMENTO NA AMZ LEGAL ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL TRIUNFO DO XINGU estadual 83,8 1,73% FLORESTA NACIONAL DO JAMANXIM federal 64,6 1,33% ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DO TAPAJÓS federal 31,6 0,65% RESERVA EXTRATIVISTA JACI-PARANÁ estadual 27,5 0,57% FLORESTA NACIONAL ALTAMIRA federal 24,7 0,51% ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DO LAGO DE TUCURUI estadual 11,7 0,24% RESERVA EXTRATIVISTA RIO PRETO-JACUNDÁ estadual 11,7 0,24% FLORESTA ESTADUAL DE RENDIMENTO SUSTENTADO MUTUM estadual 7,6 0,16% RESERVA BIOLÓGICA DO GURUPI federal 6,7 0,14% PARQUE NACIONAL DO JAMANXIM federal 5,3 0,11% Total Geral 275,2 5,67% TERRA INDIGENA DESMATAMENTO 2013(km2) REPRESENTAÇÃO % EM RELAÇÃO AO DESMATAMENTO NA AMZ LEGAL Cachoeira Seca 16,2 0,33% Awá 12,9 0,26% Parque do Araguaia 11,0 0,23% Cayabi 9,3 0,19% Zoró 7,8 0,16% Rio Guaporé 6,7 0,14% Bacurizinho 6,6 0,14% Inawebohona 5,6 0,12% Alto Turiaçu 4,5 0,09% Arariboia 3,9 0,08% Total Geral 84,5 1,74% DESMATAMENTO 2013 NAS ÁREAS PROTEGIDAS NA AMAZÔNIA LEGAL UNIDADE DE TERRA INDIGENA CONSERVAÇÃO AC 0,33 7,51 AM 6,65 5,85 AP 0,31 MA 32,13 6,77 MT 26,19 0,90 PA 40,27 242,65 RO 17,44 74,32 RR 3,85 1,93 TO 16,72 5,08 Total Geral 143,58 345,31

18 10 GLEBAS COM MAIS DESMATAMENTO 2013 GLEBAS PÚBLICAS DESMATAMENTO 2013(km2) REPRESENTAÇÃO % EM RELAÇÃO AO DESMATAMENTO NA AMZ LEGAL CURUAES 129,6 2,67% CURUÁ 69,0 1,42% CARAJÁS - I PARTE 53,3 1,10% CAPITÃO SILVIO 48,3 1,00% GOROTIRE 41,6 0,86% SAMAUMA 38,9 0,80% M-2 (Imóvel) 30,1 0,62% BURITI 28,7 0,59% JORGE TEIXEIRA DE OLIVEIRA 27,7 0,57% CAPIVARI 27,0 0,56% Total Geral 494,3 10,18% DESMATAMENTO 2013 NAS GLEBAS PÚBLICAS NA AMAZÔNIA LEGAL AM 98,73 MA 0,01 MT 38,48 PA 831,64 RO 287,13 RR 43,02 TO 0,50 Total Geral 1309,46

19 10 ÁREAS COM C.A.R COM MAIS DESMATAMENTO 2013

20 10 ÁREAS LIVRES COM MAIS DESMATAMENTO 2013 ÁREA LIVRE(OCORRÊNCIA) DESMATAMENTO 2013(km2) REPRESENTAÇÃO % EM RELAÇÃO AO DESMATAMENTO NA AMZ LEGAL Santa Carmem 11,0 0,23% Itaituba 10,2 0,21% Nova Maringá 5,9 0,12% Itinga do Maranhão 5,7 0,12% Porto Velho 5,3 0,11% Nova Mamoré 4,7 0,10% Cláudia 4,3 0,09% Nova Maringá 4,0 0,08% Paranatinga 3,7 0,08% Porto Velho 3,5 0,07% Total Geral 58,6 1,21% DESMATAMENTO 2013 NAS ÁREAS LIVRES NA AMAZÔNIA LEGAL AC 92,94 AM 63,80 AP 0,75 MA 157,68 MT 527,13 PA 177,46 RO 298,85 RR 2,78 TO 8,68 Total Geral 1330,06

21 10 ASSENTAMENTOS COM MAIS DESMATAMENTO 2013 PROJETO DE ASSENTAMENTO MODALIDADE DESMATAMENTO 2013(km2) REPRESENTAÇÃO % EM RELAÇÃO AO DESMATAMENTO NA AMZ LEGAL PA RIO JUMA TRADICIONAL 76,8 1,58% PA MONTE TRADICIONAL 60,6 1,25% PA TUERE TRADICIONAL 46,0 0,95% PA NOVA COTRIGUAÇU TRADICIONAL 28,5 0,59% PDS TERRA NOSSA DIFERENCIADO 26,9 0,55% PA MERCEDES BENS I E II TRADICIONAL 24,4 0,50% PAD MARECHAL DUTRA COLONIZAÇÃO 18,2 0,37% PA LAJES TRADICIONAL 17,8 0,37% PAF JEQUITIBÁ DIFERENCIADO 17,2 0,36% PDS BORDOLÔNDIA DIFERENCIADO 15,1 0,31% Total Geral 331,5 6,83% DESMATAMENTO 2013 NOS ASSENTAMENTOS NA AMAZÔNIA LEGAL AC 61,73 AM 187,98 AP MA 34,23 MT 264,67 PA 535,77 RO 200,72 RR 59,13 TO 2,52 Total Geral 1346,75

22 Desmatamento em Assentamentos RANK NOME_PROJETO ANO DE CRIAÇÃO CATEGORIA DESMATAMENTO (km2) 1 PA RIO JUMA 1982 TRADICIONAL 75,05 2 PA MONTE 1992 TRADICIONAL 60,40 3 PA TUERE 1987 TRADICIONAL 45,98 4 PA NOVA COTRIGUAÇU 1995 TRADICIONAL 28,44 5 PDS TERRA NOSSA 2006 DIFERENCIADO 26,94 6 PA MERCEDES BENS I E II 1997 TRADICIONAL 24,36 7 PAD MARECHAL DUTRA 1978 COLONIZAÇÃO 18,19 8 PA LAJES 1996 TRADICIONAL 17,81 9 PAF JEQUITIBA 2007 DIFERENCIADO 17,24 10 PDS BORDOLANDIA 2010 DIFERENCIADO 15,06 11 PA SANTA JULIA 1997 TRADICIONAL 14,12 12 PA LUIZ INaCIO 2006 TRADICIONAL 13,88 13 PA JAPURANA 1999 TRADICIONAL 13,83 14 PA TAPURAH/ITANHANGA 1995 TRADICIONAL 13,28 15 PA SUDOESTE 1996 TRADICIONAL 12,36 16 PA ACARI 1992 TRADICIONAL 12,26 17 PA SURUBIM 1988 TRADICIONAL 11,97 18 PA SAMAUMA 2001 TRADICIONAL 11,45 19 PA MARAVILHA 1995 TRADICIONAL 10,37 20 PA COLONIA S. JOSE DO XINGU 1995 TRADICIONAL 10,04 22

23 COMPARATIVO DAS ÁREAS PRODES 2012 E PRODES 2013 EM ASSENTAMENTOS POR SR E TOTAL (km²) AC AM MA MB MT PA RO RR SM TO Total Prodes 2012 Prodes 2013 Aumento do desmatamento em 7 das 10 Superintendências Regionais do INCRA e em 12,6 % no total. Percentual inferior a tendência de aumento de toda região analisada. * SM Santarém MB - Marabá Fonte: INCRA

24 Desmatamento em assentamentos PRODES 2013 Participação por Estado Pará 607 km² 45,1% Mato Grosso 253 km² 18,8% Rondônia 166 km² 12,3% Amazonas 176 km² 13,1% Roraima 61 km² 4,6% Maranhão 39 km² 2,9% Tocantins 3 km² 0,2% Acre 41 km² 3,0%

25 % 2.8% 18.2% Florestas em 2010 Desflorestamento até 2010 Hidrografia Área não florestada 78.8%

26 Vegetação Secundária Pasto Limpo

27 Mudanças no uso da terra Veg. Secundária km 2 (2010) Pastagem Mosaico de Ocupações km 2 (82%) Demais Classes Agricultura Anual Vegetação Secundária

28 Mudanças no uso da terra Anual Agriculture km 2 (2010) Pasto 718 km 2 (2%) Agricultura anual Mosaico de uso Outras classes Vegetação Secundária

29 Perfil dos polígonos de desmatamento

30 Contribuição da soma das áreas >=500 ha km² 14.00% 12.00% 10.00% 8.00% 6.00% 4.00% 2.00% 0.00% RO AM MT PA MA MA 2.56% 4.25% 1.46% 1.75% 2.35% RO 0.00% 0.00% 2.61% 0.00% 1.94% AM 0.00% 0.00% 1.38% 4.40% 0.00% PA 7.08% 1.11% 2.25% 6.20% 12.53% MT 7.40% 7.30% 9.26% 5.05% 3.52%

31 Contribuição da soma das áreas <25 ha km² 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% RO AM MA PA MT MT 49.76% 44.99% 42.21% 40.27% 39.53% RO 69.25% 60.62% 53.82% 44.42% 44.85% AM 72.63% 69.25% 68.86% 43.08% 45.34% PA 57.43% 69.25% 71.80% 59.40% 55.32% MA 63.85% 58.52% 71.43% 64.60% 61.45%

32 <10ha 15-20ha 20-25ha ha > 1000ha

33 Garimpos no Pará (BR 163) ~3.000 feições de garimpo litros de mercúrio consumidos por ano Aquecimento da economia influencia desmatamento Fonte: ICMBio 33

34 Garimpos no Pará (BR 163)

35 Avaliação dos alertas para fiscalização do desmatamento (DETER/INPE) 1º/Agosto/2013 a 31/Janeiro/2014

36 1, , , , , DETER Total (km²) Agosto a Janeiro 1, / /2014

37 Detecções DETER/INPE (Km²) Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul 2011/ / / Fonte: INPE

38 Comparativo DETER em km² por estado MT 294 PA 175 RO AM 53 RR MA 25 TO 6 36 AC AP 01/Agosto/13 a 31/Janeiro/14 01/Agosto/12 a 31/Janeiro/13 Fonte: INPE

39 Grau de acerto nas previsões de desmatamento do Imazon Ano PRODES (INPE) SAD (Imazon) Erro de previsão do Imazon + 11% -42% - 6% - 8% -29% +28 % - 6% -65% -16% + 9% -36% + 92 % 154% 55% 166% 212% 24% 228% DETER 35% O Globo 20/08/13

Resultados das Ações de Combate ao desmatamento na Amazônia

Resultados das Ações de Combate ao desmatamento na Amazônia Resultados das Ações de Combate ao desmatamento na Amazônia Municípios Prioritários Cadastramento Ambiental Rural Macrozoneamento da Amazônia 24 de março de 2010 Municípios Prioritários para ações de combate

Leia mais

COMISSÃO TEMPORÁRIA - RISCO AMBIENTAL EM MUNIcíPIOS RELACIONADOS PELO INPE PROPOSTA DE PLANO DE TRABALHO

COMISSÃO TEMPORÁRIA - RISCO AMBIENTAL EM MUNIcíPIOS RELACIONADOS PELO INPE PROPOSTA DE PLANO DE TRABALHO MlROVPOO E 1051 COMISSÃO TEMPORÁRIA - RISCO AMBIENTAL EM MUNIcíPIOS RELACIONADOS PELO INPE PROPOSTA DE PLANO DE TRABALHO Presidente: Vice-Presidente: Relator: SENADOR JAYME CAMPOS (DEM-MT) SENADOR JOÃO

Leia mais

Avaliação do Desmatamento e do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Pará: bases para o Programa Municípios Verdes Heron Martins* Carlos Souza Jr.

Avaliação do Desmatamento e do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Pará: bases para o Programa Municípios Verdes Heron Martins* Carlos Souza Jr. Avaliação do Desmatamento e do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Pará: bases para o Programa Municípios Verdes Heron Martins* Carlos Souza Jr. O governo do estado do Pará lançou o Programa Municípios Verdes

Leia mais

DETER 07/2015 RESUMO

DETER 07/2015 RESUMO DETER 07/2015 RESUMO Sobre o DETER: O DETER é um levantamento de Alertas de Alteração na Cobertura Florestal feito mensalmente pelo INPE desde maio de 2004, com dados do sensor MODIS do satélite Terra/Aqua

Leia mais

Programa do INPE de Monitoramento da Amazônia

Programa do INPE de Monitoramento da Amazônia Programa do INPE de Monitoramento da Amazônia Audiência Pública - Câmara dos Deputados Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Brasília, 7 de maio de 2013 Projetos do Programa Amazônia

Leia mais

Estatísticas do Desmatamento. Amazônia Legal. Outubro de 2009. Resumo. Carlos Souza Jr., Adalberto Veríssimo & Sanae Hayashi (Imazon)

Estatísticas do Desmatamento. Amazônia Legal. Outubro de 2009. Resumo. Carlos Souza Jr., Adalberto Veríssimo & Sanae Hayashi (Imazon) Carlos Souza Jr., Adalberto Veríssimo & Sanae Hayashi (Imazon) Resumo Em outubro de 009, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) registrou 94 quilômetros quadrados de desmatamento na. Isso representa

Leia mais

Antônio Fonseca, Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO

Antônio Fonseca, Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Julho de 2014 Antônio Fonseca, Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Em julho de 2014, o SAD detectou 355 desmatamento ocorreu no Pará, seguido pelo quilômetros quadrados de desmatamento

Leia mais

Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAM 2007)

Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAM 2007) Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAM 2007) DIRETORIA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL BRASÍLIA - DF MAIO/2007 Roteiro PPCDAM Planejamento 2007 Monitoramento Análise das tendências para

Leia mais

Heron Martins, Antônio Victor; Carlos Souza Jr.;Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO

Heron Martins, Antônio Victor; Carlos Souza Jr.;Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Heron Martins, Antônio Victor; Carlos Souza Jr.;Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Em junho de 212, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) detectou 34,5 quilômetros quadrados de desmatamento

Leia mais

Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO

Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Agosto de 2011 Amazônia Legal Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO O SAD detectou 240 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal em agosto de

Leia mais

Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO

Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO O SAD detectou 184 quilômetros As florestas degradadas na Amazônia quadrados de desmatamento na Legal

Leia mais

Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia

Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Belém, Setembro de 2015 Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Agenda global: o desafio do nosso tempo Agenda regional:

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos RORAIMA OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos RORAIMA OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos RORAIMA OUTUBRO DE 2015 DADOS GERAIS DO ESTADO DA RORAIMA Total Part % Brasil Part % Região Área Total - km² 224.118 2,64% 5,82% População - mil (1)

Leia mais

INSTITUIÇÕES AMBIENTAIS E DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA LEGAL BRASILEIRA: UMA ANÁLISE EXPLORATÓRIA EM NÍVEL DE MUNICÍPIO

INSTITUIÇÕES AMBIENTAIS E DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA LEGAL BRASILEIRA: UMA ANÁLISE EXPLORATÓRIA EM NÍVEL DE MUNICÍPIO INSTITUIÇÕES AMBIENTAIS E DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA LEGAL BRASILEIRA: UMA ANÁLISE EXPLORATÓRIA EM NÍVEL DE MUNICÍPIO Paulo Thadeu Melo Araújo¹ ; Andrea Sales Soares de Azevedo Melo² 1 Estudante do Curso

Leia mais

Brazilian Policy to tackle deforestation in the Amazon

Brazilian Policy to tackle deforestation in the Amazon Brazilian Policy to tackle deforestation in the Amazon Francisco J.B. Oliveira Filho Minitry of Environment - MMA Department of policies to tackle deforestation - DPCD Reserva Natural VALE Mar 25th, 2014

Leia mais

Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) Laurent Micol & Sérgio Guimarães (ICV) Resumo

Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) Laurent Micol & Sérgio Guimarães (ICV) Resumo Setembro e Outubro de 2007 Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) Laurent Micol & Sérgio Guimarães (ICV) Estado de Mato Grosso Resumo O desmatamento em setembro e outubro de 2007 em Mato grosso

Leia mais

Antônio Fonseca, Heron Martins, Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO

Antônio Fonseca, Heron Martins, Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Antônio Fonseca, Heron Martins, Carlos Souza Jr. & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Em maio de 2014, o SAD detectou 185 desmatamento ocorreu no Mato Grosso, quilômetros quadrados de desmatamento na

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Da Sra. Thelma de Oliveira) Art. 1º Ficam suspensas, pelo período de três anos, as autorizações para

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Da Sra. Thelma de Oliveira) Art. 1º Ficam suspensas, pelo período de três anos, as autorizações para PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Da Sra. Thelma de Oliveira) Suspende as autorizações para queimadas e desmatamentos ou, supressão de vegetação na Amazônia Legal. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Ficam

Leia mais

Programa Amazônia: Monitoramento do Desmatamento e da Degradação Florestal na Amazônia

Programa Amazônia: Monitoramento do Desmatamento e da Degradação Florestal na Amazônia Programa Amazônia: Monitoramento do Desmatamento e da Degradação Florestal na Amazônia Dalton de Morisson Valeriano Escada, M. I. S.; Rennó, C. D.; Amaral, S.; Maurano, L. E. P.; Almeida, C A.; Pinheiro,

Leia mais

Resumo. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (março de 2015) SAD

Resumo. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (março de 2015) SAD Resumo Em março de 2015, mais da metade (53%) da área florestal da Amazônia Legal estava coberta por nuvens, uma cobertura inferior a de março de 2014 (58%). Os Estados com maior cobertura de nuvem foram

Leia mais

Resumo. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (fevereiro de 2015) SAD

Resumo. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (fevereiro de 2015) SAD Resumo Em fevereiro de 2015, mais da metade (59%) da área florestal da Amazônia Legal estava coberta por nuvens, uma cobertura inferior a de fevereiro de 2014 (69%). Os Estados com maior cobertura de nuvem

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

Mark Godfrey. CAR Cadastro Ambiental Rural

Mark Godfrey. CAR Cadastro Ambiental Rural Mark Godfrey CAR Cadastro Ambiental Rural Cáceres, 10 de abril de 2013 Quem somos? The Nature Conservancy (TNC) 1951 2008 (Cuiabá/MT) -Estabelecimento de parcerias governamentais e privadas -Trabalhamos

Leia mais

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento Ações de Prevenção e Controle do Desmatamento no Brasil: Amazônia, Cerrado e Caatinga Brasília, setembro

Leia mais

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Boletim Informativo Maio de 2015 * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Extrato Geral Brasil EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 212.920.419 ha 53,56 % Número de Imóveis cadastrados: 1.530.443

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Experiencia de Brasil sobre prevención y control de la deforestación y la tala ilegal con uso de tecnología satelital.

Experiencia de Brasil sobre prevención y control de la deforestación y la tala ilegal con uso de tecnología satelital. Experiencia de Brasil sobre prevención y control de la deforestación y la tala ilegal con uso de tecnología satelital Marcos Adami Lima, 20 de agosto de 2015 Monitoramento da floresta amazônica por satélite(prodes)

Leia mais

RESUMO. Estatísticas do Desmatamento. Amazônia Legal. Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon)

RESUMO. Estatísticas do Desmatamento. Amazônia Legal. Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) Janeiro de 2012 Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Em janeiro de 2012, a grande maioria As florestas degradadas na (88%) da área florestal da estava somaram

Leia mais

DATALUTA Banco de Dados da Luta pela Terra

DATALUTA Banco de Dados da Luta pela Terra DATALUTA Banco de Dados da Luta pela Terra NERA - Núcleo de Estudos, Pesquisa e Projetos de Reforma Agrária 1 Introdução Um dos desafios para se analisar a questão da luta pela terra hoje no Brasil é a

Leia mais

TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS A ESTADOS, DF E MUNICÍPIOS - DEZEMBRO/2011

TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS A ESTADOS, DF E MUNICÍPIOS - DEZEMBRO/2011 SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL COINT - Coordenação-Geral de Análise e Informações das Transferências Financeiras Intergovernamentais TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS A ESTADOS, DF E MUNICÍPIOS - DEZEMBRO/2011

Leia mais

Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO

Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Em janeiro de 2014, a maioria (58%) 531 quilômetros quadrados. Houve redução da área florestal da estava

Leia mais

Resumo. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (outubro de 2014) SAD

Resumo. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (outubro de 2014) SAD Resumo O SAD detectou 244 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal em outubro de 2014. Isso representou um aumento de 467% em relação a outubro de 2013 quando o desmatamento somou 43 quilômetros

Leia mais

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA

PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA ( 44.ª EDIÇÃO ) AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL PANORAMA DOS SERVIÇOS DE TV POR ASSINATURA PRESIDENTE Ronaldo Mota Sardenberg CONSELHEIROS Emília

Leia mais

TABELA REFERENCIAL DE PREÇOS DE TERRAS NO ESTADO DE MATO GROSSO

TABELA REFERENCIAL DE PREÇOS DE TERRAS NO ESTADO DE MATO GROSSO TABELA REFERENCIAL DE PREÇOS DE TERRAS NO ESTADO DE MATO GROSSO Apresentação Trata a presente planilha do resultado de uma discussão entre os Peritos Federais Agrários avaliadores do INCRA/MT com a informação

Leia mais

Setor de Agropecuária

Setor de Agropecuária Setor de Agropecuária SEEG >> AGROPECUÁRIA 48 423 418 161 24 SEEG >> AGROPECUÁRIA 49 SEEG >> AGROPECUÁRIA 50 25 SEEG >> AGROPECUÁRIA 51 Principais Estados Emissores de GEE em 2014 SEEG >> AGROPECUÁRIA

Leia mais

Risco de Desmatamento

Risco de Desmatamento Márcio Sales, Carlos Souza Jr. Resumo Nesta edição, apresentamos o risco de desmatamento em Municípios, Áreas Protegidas, Assentamentos e áreas privadas, devolutas ou sob conflitos por posse, para o período

Leia mais

Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO

Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Heron Martins, Antônio Fonseca; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO O SAD detectou 152 quilômetros Legal somaram 93 quilômetros quadrados em quadrados de desmatamento na

Leia mais

IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA SUFRAMA JUNHO DE 2007

IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA SUFRAMA JUNHO DE 2007 IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA SUFRAMA JUNHO DE 2007 IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

PNBL - Projeto Rede Norte. Caio Bonilha

PNBL - Projeto Rede Norte. Caio Bonilha PNBL - Projeto Rede Norte Caio Bonilha Brasília, 21/03/2012 Objetivos do Programa Nacional de Banda Larga Objetivos Gerais Fundamentos do PNBL Massificar o acesso à Internet em Banda Larga no Brasil para

Leia mais

Tabela 6 - Estabelecimentos com Bibliotecas, Laboratório de Informática, Sala para TV e Video por Municípios do Estado do Pará - 2007

Tabela 6 - Estabelecimentos com Bibliotecas, Laboratório de Informática, Sala para TV e Video por Municípios do Estado do Pará - 2007 Tabela 6 - Estabelecimentos com s, Laboratório de, Sala para TV e Video por do Estado do Pará - 2007 Estado do Pará 1.311 607 4.169 468 305 816 Abaetetuba 42 12 83 12 7 16 Abel Figueiredo 3 2 6 1 1 1 Acará

Leia mais

Escolas com Computadores. Esc com Lab de Informática

Escolas com Computadores. Esc com Lab de Informática Tabela 6 - Estabelecimentos com s, Laboratório de, e Acesso por Regiões Adiministrativas do Ministério Público do Estado do Pará - 2009 Acesso Estado do Pará 18.682 1.474 1.030 2.613 1.269 520 480 602

Leia mais

Utilização de Geotecnologiaspara Apoio às Ações de Combate ao Desmatamento na Amazônia. Uma contribuição da sociedade civil

Utilização de Geotecnologiaspara Apoio às Ações de Combate ao Desmatamento na Amazônia. Uma contribuição da sociedade civil Utilização de Geotecnologiaspara Apoio às Ações de Combate ao Desmatamento na Amazônia. Uma contribuição da sociedade civil Paulo Adario e Tahisa Kuck Greenpeace, Campanha Amazônia www. greenpeace.org

Leia mais

É uma das principais iniciativas de REDD+ do mundo

É uma das principais iniciativas de REDD+ do mundo Fundo Amazônia É uma das principais iniciativas de REDD+ do mundo Apoio financeiro não-reembolsável para: - prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, e - conservação e uso sustentável das florestas

Leia mais

Regina Parizi Diretora Executiva MAIO/2009

Regina Parizi Diretora Executiva MAIO/2009 Regina Parizi Diretora Executiva MAIO/2009 Estrutura e Distribuição Geográfica Estrutura Estatutária A GEAP GEAP é administrada por por um um Conselho Deliberativo responsável pela pela definição da da

Leia mais

Evolução Futura da Rede de Transportes

Evolução Futura da Rede de Transportes Evolução Futura da Rede de Transportes 1.1 AVALIAÇÃO POR JANELA ADMINISTRATIVA O processo que se descreve a partir daqui é referenciado pelos períodos administrativos (governos), de acordo com o que estabelece

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT

SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT Abertura Carlos Henrique Baqueta Fávaro Pres. Aprosoja Movimento Pró Logística Hidrovias de

Leia mais

Doenças Endêmicas Amazônicas no contexto da transmissão vetorial

Doenças Endêmicas Amazônicas no contexto da transmissão vetorial Doenças Endêmicas Amazônicas no contexto da transmissão vetorial Rosemary Costa Pinto Assessora Técnica/ASTEC/FVS rosemary.pinto@gmail.com Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas Secretaria de Estado

Leia mais

Agricultura & Inovação:

Agricultura & Inovação: Agricultura & Inovação: Rota para o Desenvolvimento Sustentável Belém, 03 de setembro de 2012 TRANSFORMAÇÃO Macro-objetivos Macro - objetivos REDUÇÃO DA POBREZA E DAS DESIGUALDADES REGIONAIS PRODUÇÃO CONHECIMENTO

Leia mais

Mapeamento de Agricultura em Larga Escala

Mapeamento de Agricultura em Larga Escala MundoGEO#ConnectLatinAmerica2014 07 a 09 de maio, São Paulo-SP, Brasil WorkshopsobreGeointeligênciaem Agricultura e Meio Ambiente 08 de maio de 2014 Organização Mapeamento de Agricultura em Larga Escala

Leia mais

RESUMO. Estatísticas do Desmatamento. Amazônia Legal. Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon)

RESUMO. Estatísticas do Desmatamento. Amazônia Legal. Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) Sanae Hayashi; Carlos Souza Jr.; Márcio Sales & Adalberto Veríssimo (Imazon) RESUMO Em junho de 2011, o SAD detectou 99 quilômetros quadrados de desmatamento na. Isso representou uma redução de 42% em

Leia mais

Laboratório de Análise e Tratamento de Imagens de Satélites LATIS (*)

Laboratório de Análise e Tratamento de Imagens de Satélites LATIS (*) Laboratório de Análise e Tratamento de Imagens de Satélites LATIS (*) RELATÓRIO SOBRE O MAPEAMENTO ADICIONAL DE AGROPECUÁRIA ÁREA COMPREENDIDA POR 18 MUNICÍPIOS DA ÁREA LIVRE DE AFTOSA DO PARÁ REALIZADO

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

Oportunidades da Agropecuária Brasileira

Oportunidades da Agropecuária Brasileira Oportunidades da Agropecuária Brasileira Carne sustentável para o mundo Buenos Aires, 28 de setembro de 2010 SANIDADE ANIMAL BEM ESTAR ANIMAL PRESERVAÇÃO AMBIENTAL RASTREABILIDADE 1 O governo brasileiro

Leia mais

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE:

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Lista de Siglas do Pa CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Boletim Ano VI - Edição nº 2/211 Boletim Ano VI - Edição nº 1 / 211 Painel de Indicador Nº 2/215 Técnicos Responsáv

Leia mais

AMAZÔNIA: TRABALHO ESCRAVO + DINÂMICAS CORRELATAS

AMAZÔNIA: TRABALHO ESCRAVO + DINÂMICAS CORRELATAS AMAZÔNIA: TRABALHO ESCRAVO + DINÂMICAS CORRELATAS São geralmente os peões gente nova. Porém com frequência, pais de família com vários filhos. Iludidos quase sempre a respeito do pagamento, do lugar, das

Leia mais

Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira

Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira Objetivo Promoção da competitividade e desenvolvimento da economia brasileira Fim das barreiras à entrada Estímulo à expansão dos investimentos do setor privado Modernização da infraestrutura e da gestão

Leia mais

PNBL - Projeto Rede Norte. Caio Bonilha

PNBL - Projeto Rede Norte. Caio Bonilha PNBL - Projeto Rede Norte Caio Bonilha Brasília, 21/03/2012 Objetivos do Programa Nacional de Banda Larga Objetivos Gerais Fundamentos do PNBL Massificar o acesso à Internet em Banda Larga no Brasil para

Leia mais

Obras da BR-230/PA (Transamazônica)

Obras da BR-230/PA (Transamazônica) Audiência Comissão de Integração Nacional, de Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA), da Câmara dos Deputados Obras da BR-230/PA (Transamazônica) MIGUEL DE SOUZA Secretário de Gestão dos Programas

Leia mais

CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS NO PERÍODO ENTRE 2013 E 2014

CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS NO PERÍODO ENTRE 2013 E 2014 CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS NO PERÍODO ENTRE 2013 E 2014 François E. J. de Bremaeker Rio de janeiro, setembro de 2014 CRESCIMENTO DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS NO PERÍODO ENTRE 2013 E 2014 François

Leia mais

Amazônia Legal. Resumo. Estatística de Desmatamento

Amazônia Legal. Resumo. Estatística de Desmatamento Carlos Souza Jr., Adalberto Veríssimo & Anderson Costa (Imazon) Resumo Em maio de 2008, de acordo com SAD, o desmatamento atingiu 294 quilômetros quadrados na. Isso representa uma queda de 26% em relação

Leia mais

Por que reduzir desmatamento tropical?

Por que reduzir desmatamento tropical? REDD Jurisdicional REDD+ Indígena Amazônico 1o. Encontro Experiências e Estratégias Projeção para a COP20- CMNUCC Río Branco, Acre (Brasil) 19-21 de Maio 2014 www.ipam.org.br Por que reduzir desmatamento

Leia mais

SISTEMA DE DETECÇÃO DE DESMATAMENTO E ALTERAÇÕES TEMPO QUASE REAL

SISTEMA DE DETECÇÃO DE DESMATAMENTO E ALTERAÇÕES TEMPO QUASE REAL SISTEMA DE DETECÇÃO DE DESMATAMENTO E ALTERAÇÕES NA COBERTURA VEGETAL EM TEMPO QUASE REAL Brasília, 5 de maio de 2016 DETER-B Motivação 2ª Revisão do PPCDAm: É necessário melhorar a resolução do sistema

Leia mais

SUMÁRIO. 1 - Lavouras... 5. 1 - Área, produção e rendimento médio - confronto das estimativas mensais março / fevereiro safra 2012 Brasil...

SUMÁRIO. 1 - Lavouras... 5. 1 - Área, produção e rendimento médio - confronto das estimativas mensais março / fevereiro safra 2012 Brasil... ...... PRODUÇÃO DAS LAVOURAS EM MARÇO DE 2012 SUMÁRIO 1 - Lavouras... 5 TABELAS DE RESULTADOS Safra 2012 1 - Área, produção e rendimento médio - confronto das estimativas mensais março / fevereiro safra

Leia mais

Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas

Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas Avaliação da Legislação e das Políticas Brasileiras sobre Mudanças Climáticas, Senado Federal- Brasília 17/10/2013 FORUM CLIMA: Ação empresarial

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. Perfil da Produção Bovina no Brasil

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. Perfil da Produção Bovina no Brasil ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES Perfil da Produção Bovina no Brasil BRASIL NO MERCADO MUNDIAL, 2008 % MUNDIAL REBANHO CABEÇAS ABATE ANUAL PRODUÇÃO ANUAL EXPORTAÇÕES CONSUMO

Leia mais

Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica

Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica PAULO KAGEYAMA. SBF Ministério do Meio Ambiente PRIMEIRA REUNIÃO DE COORDENADORES NACIONAIS DO PROJETO

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 19/03/2015 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. JÚLIO CAMPOS)

REQUERIMENTO. (Do Sr. JÚLIO CAMPOS) REQUERIMENTO (Do Sr. JÚLIO CAMPOS) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, no sentido de que sejam aplicados recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações FUST, na instalação

Leia mais

Potencial de aplicação de REDD no Estado de Mato Grosso. Relevância de Mato Grosso

Potencial de aplicação de REDD no Estado de Mato Grosso. Relevância de Mato Grosso Potencial de aplicação de REDD no Estado de Mato Grosso Pacto pela Valorização da Floresta e pelo Fim do Desmatamento na Amazônia Brasileira Conferência Katoomba Cuiabá Abril 09 Relevância de Mato Grosso

Leia mais

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR O QUE É O CAR O Cadastro Ambiental Rural - CAR, é o registro público eletrônico de O Cadastro Ambiental Rural - CAR, é o registro público eletrônico de âmbito

Leia mais

Monitoramento e Identificação de Desmatamento

Monitoramento e Identificação de Desmatamento 1º Curso para Jornalistas: Como o Agronegócio está se preparando para a Rio+20? Monitoramento e dentificação de Desmatamento São Paulo, 08 de novembro de 2011 Bernardo Rudorff Pesquisador da Divisão de

Leia mais

Agronegócio Soja no Brasil

Agronegócio Soja no Brasil ABIOVE Produção Responsável no Agronegócio Soja no Brasil ABAG ABIOVE Associação Brasileira de Agribusiness Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Carlo Lovatelli Fabio Trigueirinho Fabio

Leia mais

Estado do Pará. Resumo

Estado do Pará. Resumo André Monteiro, Dalton Cardoso, Denis Conrado, Adalberto Veríssimo & Carlos Souza Jr. (Imazon) Resumo Neste boletim Transparência Manejo Florestal do Pará avaliamos a situação da exploração de madeira

Leia mais

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 Situação da microcefalia no Brasil Até 21 de novembro, foram notificados 739 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 160 municípios de nove

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA FEV/2015

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA FEV/2015 ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA FEV/015 O COMÉRCIO VAREJISTA NO BRASIL APRESENTA RETRAÇÃO NAS VENDAS EM FEVEREIRO A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro

Leia mais

ENTREVISTA COLETIVA. Senadora Kátia Abreu Presidente da CNA. 10 de julho de 2013. Compromisso com o Brasil

ENTREVISTA COLETIVA. Senadora Kátia Abreu Presidente da CNA. 10 de julho de 2013. Compromisso com o Brasil ENTREVISTA COLETIVA Senadora Kátia Abreu Presidente da CNA 10 de julho de 2013 Compromisso com o Brasil 1 Uso do Solo no Brasil Cidades e Infraestrutura 0,2% Terras Devolutas do Incra 17,6% Outros Usos:

Leia mais

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE:

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Lista de Siglas d CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Boletim Ano VI - Edição nº 2/211 Boletim Ano VI - Edição nº 1 / 211 Painel de Indica Nº 1/215 Técnicos Respon Equipe

Leia mais

Carlos Souza Jr., Adalberto Veríssimo & Anderson Costa (Imazon) RESUMO

Carlos Souza Jr., Adalberto Veríssimo & Anderson Costa (Imazon) RESUMO Carlos Souza Jr., Adalberto Veríssimo & Anderson Costa (Imazon) RESUMO Em junho de 2008, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) registrou 612 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal.

Leia mais

Boletim Epidemiológico da Dengue, Chikungunya e Zika no estado de MT Semana 34/2015 nº28

Boletim Epidemiológico da Dengue, Chikungunya e Zika no estado de MT Semana 34/2015 nº28 Boletim Epidemiológico da Dengue, Chikungunya e Zika no estado de MT Semana 34/2015 nº28 SITUAÇÃO DENGUE Em 2015, período que compreende de 01 de Janeiro a 01 de setembro, no estado de Mato Grosso foram

Leia mais

-III Assembléia Mundial pela Saúde dos Povos PHA3. 6 a 11 de julho de 2012 Universidade de Western Cape Cape town, África do Sul

-III Assembléia Mundial pela Saúde dos Povos PHA3. 6 a 11 de julho de 2012 Universidade de Western Cape Cape town, África do Sul -III Assembléia Mundial pela Saúde dos Povos PHA3 6 a 11 de julho de 2012 Universidade de Western Cape Cape town, África do Sul EM DEFESA DA AMAZÔNIA "ambientes sociais e físicos que destroem ou promovem

Leia mais

Integridade territorial e vetores de degradação na Terra do Meio. Resultados provisórios do diagnóstico 2011 Altamira Maio 2012

Integridade territorial e vetores de degradação na Terra do Meio. Resultados provisórios do diagnóstico 2011 Altamira Maio 2012 Integridade territorial e vetores de degradação na Terra do Meio Resultados provisórios do diagnóstico 2011 Altamira Maio 2012 Diagnóstico TM-2011 Objetivo: estabelecer uma linha de base 2011 para subsidiar

Leia mais

Relatório Técnico n. 01/2010

Relatório Técnico n. 01/2010 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CASA CIVIL CENTRO GESTOR E OPERACIONAL DO SISTEMA DE PROTEÇÃO DA AMAZÔNIA DIRETORIA DE PRODUTOS Relatório Técnico n. 01/2010 1. Introdução 1.1. Em cumprimento ao Termo de Cooperação

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 23/01/15 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged),

Leia mais

M T INTEGRAÇÃO AGRICULTURA E PECUÁRIA

M T INTEGRAÇÃO AGRICULTURA E PECUÁRIA Qspkfup!Bhspqfdvbsjp M T INTEGRAÇÃO AGRICULTURA E PECUÁRIA Região Xingu MT PROJETO AGROPECUÁRIO MT Empresa Agropecuária, localizada no município de São Felix do Araguaia MT. Um universo de terras de lavoura,

Leia mais

Amintas Brandão Jr., Carlos Souza Jr., Andréia Pinto, Paulo Amaral. SITUAÇÃO DO DESMATAMENTO NOS ASSENTAMENTOS DE REFORMA AGRÁRIA NO ESTADO DO PARÁ

Amintas Brandão Jr., Carlos Souza Jr., Andréia Pinto, Paulo Amaral. SITUAÇÃO DO DESMATAMENTO NOS ASSENTAMENTOS DE REFORMA AGRÁRIA NO ESTADO DO PARÁ Amintas Brandão Jr., Carlos Souza Jr., Andréia Pinto, Paulo Amaral. SITUAÇÃO DO DESMATAMENTO NOS ASSENTAMENTOS DE REFORMA AGRÁRIA NO ESTADO DO PARÁ SITUAÇÃO DO DESMATAMENTO NOS ASSENTAMENTOS DE REFORMA

Leia mais

LOCALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA ESCALA SUBNACIONAL: ÁGUA E ESGOTO

LOCALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA ESCALA SUBNACIONAL: ÁGUA E ESGOTO LOCALIZAÇÃO DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO NA ESCALA SUBNACIONAL: ÁGUA E ESGOTO Maria da Piedade Morais 1º Seminário Franco-Brasileiro sobre Saúde Ambiental Brasília, 28 de junho de 2011 Objetivos

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Nível superior Cargo 1: Contador DF Brasília/Sede da Administração Central 35 1820 52,00 Nível médio Cargo 2: Agente Administrativo AC Rio Branco/Sede da SRTE 2 1496 748,00 Nível médio Cargo 2: Agente

Leia mais

Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos

Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos Logística e Desenvolvimento Econômico Imperativos para o desenvolvimento acelerado e sustentável: Ampla e moderna rede de infraestrutura

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

DIAGNÓSTICO DOS INVESTIMENTOS

DIAGNÓSTICO DOS INVESTIMENTOS DIAGNÓSTICO DOS INVESTIMENTOS EM CULTURA NO BRASIL v. 1 Gastos públicos com cultura no Brasil: 1985-1995 Contrato de prestação de serviços que entre si celebram a União Federal, por intermédio da Secretaria

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2010

Contas Regionais do Brasil 2010 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2010 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 23/11/2012 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

Melhorar a qualidade dos serviços e a infraestrutura aeroportuária para os usuários. Ampliar a oferta de transporte aéreo à população brasileira

Melhorar a qualidade dos serviços e a infraestrutura aeroportuária para os usuários. Ampliar a oferta de transporte aéreo à população brasileira Objetivos Melhorar a qualidade dos serviços e a infraestrutura aeroportuária para os usuários Ampliar a oferta de transporte aéreo à população brasileira Reconstruir a rede de aviação regional Medidas

Leia mais

5º ENCONTRO NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MUNICÍPIOS SELECIONADOS DO PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA

5º ENCONTRO NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MUNICÍPIOS SELECIONADOS DO PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA 5º ENCONTRO NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MUNICÍPIOS SELECIONADOS DO PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA UF TERRITÓRIO MUNICÍPIO AL Da Bacia Leiteira Belo Monte AL Da Bacia Leiteira Olho d`água das Flores

Leia mais

O Aumento no Desmatamento na Amazônia em 2013: um ponto fora da curva ou fora de controle?

O Aumento no Desmatamento na Amazônia em 2013: um ponto fora da curva ou fora de controle? 1 http://bit.ly/seegusodaterra 1 O Aumento no Desmatamento na Amazônia em 2013: um ponto fora da curva ou fora de controle? Em 2012-2013, a taxa de desmatamento na Amazônia aumentou expressivamente em

Leia mais

Rádios Comunitárias em números. JUlho- 2015 UFPA/CNPq

Rádios Comunitárias em números. JUlho- 2015 UFPA/CNPq Rádios Comunitárias em números JUlho- 2015 UFPA/CNPq I. RADIOS COMUNITÁRIAS (radcom) em Números 1. Sistema de Radiodifusão no Brasil (2014) - Radiodifusão Sonora (Rádio) + Radiodifusão de Sons e Imagens

Leia mais

CORRELAÇÃO ENTRE DESFLORESTAMENTO E PECUÁRIA BOVINA NO ESTADO DE RONDÔNIA: UM ESTUDO SOB A PERSPECTIVA MICRORREGIONAL

CORRELAÇÃO ENTRE DESFLORESTAMENTO E PECUÁRIA BOVINA NO ESTADO DE RONDÔNIA: UM ESTUDO SOB A PERSPECTIVA MICRORREGIONAL Salvador/BA 25 a 28/11/2013 CORRELAÇÃO ENTRE DESFLORESTAMENTO E PECUÁRIA BOVINA NO ESTADO DE RONDÔNIA: UM ESTUDO SOB A PERSPECTIVA MICRORREGIONAL CAVALCANTE, Fábio Robson Casara (*); GÓES, Silvia Bezerra

Leia mais