Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia"

Transcrição

1 Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Belém, Setembro de 2015

2 Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Agenda global: o desafio do nosso tempo Agenda regional: GC&F e Fórum de Governadores Agenda estadual: Programa Municípios Verdes

3 Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Agenda global: o desafio do nosso tempo Agenda regional: GC&F e Fórum de Governadores Agenda estadual: Programa Municípios Verdes

4 Amazônia: o mato e o mito

5 Posição entre as UFs Integração nacional x (des) integração regional Ranking do PIB per capita do Pará, São Paulo, Mato Grosso, Amazonas e Distrito Federal¹ Posição em relação ao total de Unidades Federativas do Brasil PIB per capita do Pará em 1940 (8º) x 2012 (22º) Evolução² SP MT 0 (3) AM PA 1 (14) ¹ Neste período, os dados referentes aos Territórios de Rondônia e Roraima e ao Estado do Acre estão incluídos no Estado do Amazonas e o Território do Amapá está incluído no Pará ² Reflete quantas posições a UF avançou ou regrediu em relação ao total das UFs do país entre 1940 e 2012 ³ Distrito Federal é considerado a partir da fundação de Brasília em 1960 Fontes: Banco Central; IPEA; IBGE; Análise da Equipe

6 AML: PIB (2010) e Nível de Desmatamento Acumulado até 2011 Fonte: PIB (IBGE). Desmatamento (Projeto PRODES, INPE)

7 Com poucos dados podemos constatar que há algo de muito errado no modelo de desenvolvimento da Amazônia 60% do território brasileiro 12% da população brasileira 8% do PIB Nacional Metade do PIB per capita Até % das emissões de GEE Índice de Progresso Social 98,5% dos municípios estão abaixo da média brasileira Brasil é o 46º colocado no IPS global

8 Milhões O PA e a Amazônia reduziram suas emissões na última década, graças ao esforço no combate ao desmatamento. Amazônia reduziu de 1,9 bilhões p/ 602 milhões de tco2 (68% para 38% das emissões brasileiras) Pará reduziu de 550 p/ 176 milhões de tco2 (19% para 11% das emissões brasileiras) Emissões de GEE Brasil e alocação no Pará e na Amazônia entre 1990 e 2013 (t CO2e) Fonte: SEEG/OC 2014 (Alocação entre 90 e 95% ao longo do período) Pará Amazônia Legal Emissões Brasileiras

9 Apesar da redução, o Pará ainda é o maior emissor brasileiro em função do fator de Mudança e Uso da Terra Categoria Agropecuária ,05 Processos Industriais ,26 Mudança de Uso da Terra ,15 Resíduos ,16 Energia ,00

10 A mera repetição da política de controle ambiental embora importante - não será suficiente para novos ganhos. É preciso incluir a agenda econômica na estratégia de redução do desmatamento. O desmatamento na Amazônia e no Estado do Pará Mil Km² Amazônia Pará A fim de atingir a meta de 2020 ou 2030, é necessária uma nova fase que exige a criação de um ambiente de negócios sustentável na Amazônia

11 Consenso de que a Amazônia tem papel chave na regulação do clima global e de que deve se desenvolver com base na gestão sustentável de suas florestas e recursos naturais está na base da Tripla Revolução necessária à região Descrição 1 Revolução da Produção Intensificar o uso da terra, manejar os recursos naturais (terrestres e aquáticos), avaliar potencial de aproveitamento energético de baixo impacto ambiental e social etc Estimativa de potencial de 20 milhões de hectares somente no Pará a serem recuperados e/ou melhores aproveitados em atividades produtivas 2 Revolução do Conhecimento Grande investimento em Centros de Pesquisa e Inovação Tecnológica com ênfase nos ativos da floresta e nas cadeias produtivas com maior potencial para a região (agroflorestal, reflorestamento, restauração, pesca etc). Trópicos Úmidos: Não há modelos de desenvolvimento prontos para serem importados à região. Será necessário desenvolver e realizar a tripla revolução com investimentos na própria região 3 Revolução da Gestão Princípios: Protagonismo local (descentralização), controle social, transparência etc Objetivos: Uso eficiente dos recursos públicos, sistemas de avaliação com metas e indicadores, ascensão e remuneração diferenciada por mérito etc

12 Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Agenda estadual: Programa Municípios Verdes Agenda regional: GC&F e Fórum de Governadores Agenda global: o desafio do nosso tempo

13 O Pará foi um dos fundadores do GC&F Força-tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta Estabelecido em 2009, com 10 estados e províncias Hoje: 29 estados e províncias de 8 países Mais de 25% das florestas tropicais do mundo, incluindo mais de 75% das florestas do Brasil, 80% do Peru e mais de 50% das da Indonésia.

14 GC&F tem como objetivo fortalecer a articulação política e capacitar os Estados-membros para sua atuação na agenda climática GC&F possui um fundo próprio para apoiar projetos e a implantação de políticas, com foco em serviços ambientais e REDD

15 Desmatamento (km2) GC&F defende que os Estados subnacionais atuem em conjunto com a União na captação de recursos de REDD+ Potencial de REs na Amazônia brasileira ( ) Decreto 7.390/ , ,00 Potencial de geração de REs na Amazônia brasileira : 9,4 Bilhões tco , ,00 Linha de Base Desmatamento Verificado Metas PNMC , ,00-4,2 Bilhões tco2 ( ) Fundo Amazônia: 206 milhões tco2 = 4,9%

16 O Carta Fórum de de Cuiabá Governadores (29/Maio): da Amazônia posicionamento discute, além dos da questão climática, a agenda política e estratégica da região Governos Estaduais da Amazônia frente a REDD+ (Saúde, Educação, Equilíbrio Fiscal, Pacto Federativo, etc)

17 Desafios e iniciativas do Pará na agenda de clima da Amazônia Agenda global: o desafio do nosso tempo Agenda regional: GC&F e Fórum de Governadores Agenda estadual: Programa Municípios Verdes

18 Redução do Desmatamento na Amazônia e no Pará são resultados de iniciativas relativas à gestão da terra e ao controle ambiental 35 O desmatamento na Amazônia e no Estado do Pará Milhares de Km² ,1 18,2 17,4 17,3 18,2 18,2 21,7 25,4 27,8 19, ,2 14,3 11,7 12,9 Amazônia Pará ,5 7,0 6,4 5,9 8,9 4,6 4,6 4,8 7,8 6,1 6,7 7,5 7,1 5,8 4,3 5,1 5,2 5,9 5,7 5,5 5,6 4,1 4,3 3,8 3,0 1,7 2,3 1, Desmatamento aumenta novamente em O governo implementa novas medidas - Resolução do Banco Central restrição de crédito para desmatadores - MPF processa Cadeia Produtiva da Pecuária - MMA publica uma Lista de Municípios que lideram o desmatamento - Pará tem 18 municípios na Lista, Paragominas é um deles

19 Redução do Desmatamento na Amazônia e no Pará são resultados de iniciativas relativas à gestão da terra e ao controle ambiental O desmatamento na Amazônia e no Estado do Pará Milhares de Km² ,1 27,8 25,4 21,7 18,2 17,4 19,0 18,2 18,2 17,3 14,3 13,2 12,9 Amazônia 11,7 Pará 7,5 7,0 6,4 5,9 8,9 4,6 4,6 4,8 7,8 6,1 6,7 7,5 7,1 5,8 4,3 5,1 5,2 5,9 5,7 5,5 5,6 4,1 4,3 3,8 3,0 1,7 2,3 1, Paragominas é o primeiro município a sair da lista do MMA (2010) - Governo do Estado do Pará lança o Programa Municípios Verdes, priorizando pactos locais, CAR e Combate ao Desmatamento (2011) - Adesão de 93 municípios ao PMV via TC/MPF (2011) - Mais cinco municípios saem da lista MMA: Ulianópolis, Dom Eliseu e Santana do Araguaia (2012) Brasil Novo e Tailândia (2013) - Rio+20: Compromisso com o desmatamento líquido zero (2012)

20 O Programa Municípios Verdes (PMV) busca envolver a sociedade local na questão da sustentabilidade, tendo como princípios o diálogo e a transparência na relação entre os diversos atores. O PMV está estruturado em quatro eixos estratégicos: Governança Ordenamento Ambiental e Territorial Incentivos Econômicos Combate ao Desmatamento

21 Governança Incentivos Econômicos Ordenamento ambiental e territorial Incentivos Econômicos PMV tem um Comitê Gestor com 25 instituições que definem as principais diretrizes e avaliam o seu andamento. Desde 2011, foram realizadas 18 reuniões.

22 Governança Incentivos Econômicos Ordenamento ambiental e territorial Combate ao desmatamento Metas dos municípios a serem cumpridas no PMV Monitoramento dos 144 municípios

23 Impacto Social e Governança Incentivos Econômicos Ordenamento Ambiental e Territorial Combate ao desmatamento O CAR é o centro do ordenamento ambiental e tem sido utilizado pelo setor público e privado para monitorar a regularidade ambiental das cadeias produtivas Evolução do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Estado do Pará Agosto de km² 69% km² 56% km² 41% km² 31% km² 20% km² 0% km² 3% km² 12% Fonte: SEMAS Área Cadastrada no Estado Imóveis Rurais no CAR no Estado

24 Impacto Social e Governança Incentivos Econômicos Ordenamento ambiental e territorial Combate ao Desmatamento Mecanismos inovadores foram implementadas para o Combate ao Desmatamento, bem como para incentivos econômicos Combate ao Desmatamento Ariaú Towers Ariaú Towers O Governo do Estado do Pará lança a Lista de Desmatamento Ilegal - LDI em 2014, usando imagens de satélite e incluindo áreas sem CAR (desmate especulativo) 554 polígonos (~140 mil hectares) já foram embargados devido ao desmatamento com base em imagens de satélite do PRODES (INPE) Incentivos Econômicos ICMS Verde é regulamentado no Estado do Pará de acordo com as seguintes medidas: % de CAR no município Redução do Desmatamento Áreas Protegidas Em 2014, um total de R$ 36 milhões foram transferidos do Governo do Estado aos Municípios que alcançaram essas metas Estimativa de transferência de R$ 144 milhões em 2017 Propriedades rurais que estão listadas na LDI são proibidas de ter acesso a qualquer serviço público, tais como os empréstimos públicos, emissão de títulos fundiários, inscrição fiscal, etc. Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável, para fazer a transição para Economia Verde Fonte: Governo do Estado do Pará

25 Próximos desafios para o Programa Municípios Verdes 1 Ordenamento Ambiental 2 Regularização Fundiária Estratégia Recomendada Manter e aprofundar as políticas de ordenamento ambiental criadas pelo PMV Ordenamento e regularização fundária são essenciais para combater a grilagem e trazer segurança jurídica para novos investimentos 3 Pacto Federativo 4 Ambiente de negócios Esforço conjunto com União para atuação nas Áreas Federais (glebas, assentamentos, áreas protegidas e terras indígenas), responsáveis por 82% do desmatamento no Pará em 2014 Desenvolver e implantar um Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável nas principais cadeias produtivas, enfrentando os gargalos e aproveitando as oportunidades da nova economia Fontes: Imazon; Governo do Estado do Pará

26 Muito Obrigado!

Política Estadual de Governança Climática e Gestão da Produção Ecossistêmica

Política Estadual de Governança Climática e Gestão da Produção Ecossistêmica Política Estadual de Governança Climática e Gestão da Produção Ecossistêmica R E A L I Z A Ç Ã O : A P O I O : A Razão Diversos estados e municípios também estão avançando com suas políticas de mudanças

Leia mais

A Floresta Amazônica, as mudanças climáticas e a agricultura no Brasil

A Floresta Amazônica, as mudanças climáticas e a agricultura no Brasil A Floresta Amazônica, as mudanças climáticas e a agricultura no Brasil Quem somos? A TNC é a maior organização de conservação ambiental do mundo. Seus mais de um milhão de membros ajudam a proteger 130

Leia mais

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento

MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE Secretaria Executiva Departamento de Politicas de Combate ao Desmatamento Ações de Prevenção e Controle do Desmatamento no Brasil: Amazônia, Cerrado e Caatinga Brasília, setembro

Leia mais

Programa Municípios Verdes. Incentivos à produção rural sustentável

Programa Municípios Verdes. Incentivos à produção rural sustentável Programa Municípios Verdes Incentivos à produção rural sustentável Programa Municípios Verdes Criado em 2011, inspirado na experiência de Paragominas, atualmente em 100 municípios Tem como base pactos

Leia mais

Proteção e Uso Sustentável das Florestas Tropicais

Proteção e Uso Sustentável das Florestas Tropicais Proteção e Uso Sustentável das Florestas Tropicais Estado Atual e perspectivas Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável Contribuições para políticas públicas Seminário Nacional Diálogos sobre

Leia mais

A Floresta Amazônica. A maior floresta tropical do planeta. São 7 milhões de km2 espalhados ao longo de nove países:

A Floresta Amazônica. A maior floresta tropical do planeta. São 7 milhões de km2 espalhados ao longo de nove países: A Floresta Amazônica A maior floresta tropical do planeta São 7 milhões de km2 espalhados ao longo de nove países: Bolivia Equador Venezuela Colombia Peru Suriname Guiana Guiana Francesa Brasil A Floresta

Leia mais

Estratégias para evitar o desmatamento na Amazônia brasileira. Antônio Carlos Hummel Diretor Geral Serviço Florestal Brasileiro

Estratégias para evitar o desmatamento na Amazônia brasileira. Antônio Carlos Hummel Diretor Geral Serviço Florestal Brasileiro Estratégias para evitar o desmatamento na Amazônia brasileira Antônio Carlos Hummel Diretor Geral Serviço Florestal Brasileiro Perfil - 2-1. Fatos sobre Brasil 2. Contexto Florestal 3. Estratégias para

Leia mais

Avaliação do Desmatamento e do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Pará: bases para o Programa Municípios Verdes Heron Martins* Carlos Souza Jr.

Avaliação do Desmatamento e do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Pará: bases para o Programa Municípios Verdes Heron Martins* Carlos Souza Jr. Avaliação do Desmatamento e do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no Pará: bases para o Programa Municípios Verdes Heron Martins* Carlos Souza Jr. O governo do estado do Pará lançou o Programa Municípios Verdes

Leia mais

A Água da Amazônia irriga o Sudeste? Reflexões para políticas públicas. Carlos Rittl Observatório do Clima Março, 2015

A Água da Amazônia irriga o Sudeste? Reflexões para políticas públicas. Carlos Rittl Observatório do Clima Março, 2015 A Água da Amazônia irriga o Sudeste? Reflexões para políticas públicas Carlos Rittl Observatório do Clima Março, 2015 servatório(do(clima( SBDIMA( (( Sociedade(Brasileira( de(direito( Internacional(do(

Leia mais

Políticas públicas e Projetos privados de REDD+ no Brasil. Marina Piatto Iniciativa de Clima e Agricultura

Políticas públicas e Projetos privados de REDD+ no Brasil. Marina Piatto Iniciativa de Clima e Agricultura Políticas públicas e Projetos privados de REDD+ no Brasil Marina Piatto Iniciativa de Clima e Agricultura REDD+ no Brasil INICIATIVAS NACIONAIS PNMC Estratégia Nacional de REDD+ (em desenvolvimento) Projeto

Leia mais

Desafios e oportunidades associadas ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) 7ª CONSEGURO setembro 2015

Desafios e oportunidades associadas ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) 7ª CONSEGURO setembro 2015 Desafios e oportunidades associadas ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) 7ª CONSEGURO setembro 2015 Meta brasileira de redução das emissões até 2020 36,1% a 38,9% das 3.236 MM de tonco2eq de emissões projetadas

Leia mais

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Eu, ( ) (sigla do partido) me comprometo a promover os itens selecionados abaixo

Leia mais

ESTADO DO ACRE. Estado do Acre estabelece processos de inclusão social e econômica visando ao uso sustentável dos recursos naturais

ESTADO DO ACRE. Estado do Acre estabelece processos de inclusão social e econômica visando ao uso sustentável dos recursos naturais Estado do Acre estabelece processos de inclusão social e econômica visando ao uso sustentável dos recursos naturais Através da Política de Valorização do Ativo Ambiental Florestal e do Zoneamento Ecológico

Leia mais

PANORAMA GERAL DO PROGRAMA NO ESTADO

PANORAMA GERAL DO PROGRAMA NO ESTADO GOVERNO DO DO PARÁ SECRETARIA ESPECIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E INCENTIVO À PRODUÇÃO-SEDIP PROGRAMA DE REDUÇÃO DA POBREZA E GESTÃO DOS RECURSOS NATURAIS DO PARÁ Incentivo Apoio Técnico Fortalecimento

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA. A VISÃO DO GOVERNO PARA A COP 21

IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA. A VISÃO DO GOVERNO PARA A COP 21 IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA. A VISÃO DO GOVERNO PARA A COP 21 Adriano Santhiago de Oliveira Diretor Departamento de Mudanças Climáticas Secretaria de Mudanças Climáticas e

Leia mais

Carta de Apresentação Documento Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura 11/06/15

Carta de Apresentação Documento Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura 11/06/15 Carta de Apresentação Documento Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura 11/06/15 Formada por associações empresariais, empresas, organizações da sociedade civil e indivíduos interessados na construção

Leia mais

Ações Estratégicas do Agronegócio Soja Responsabilidade Ambiental do Setor

Ações Estratégicas do Agronegócio Soja Responsabilidade Ambiental do Setor Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Ações Estratégicas do Agronegócio Soja Responsabilidade Ambiental do Setor Carlo Lovatelli Presidente da São Paulo - SP 8 de novembro de 2011 1 A

Leia mais

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará.

Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. TERMO DE REFERÊNCIA Diagnóstico de oportunidades de quebra de barreiras para acesso às políticas públicas da Agricultura Familiar em São Félix do Xingu, Pará. 1. Título: Diagnóstico de oportunidades para

Leia mais

O que é o Fundo? Que diferença ele fará para SFX? Qual é o objetivo do Fundo?

O que é o Fundo? Que diferença ele fará para SFX? Qual é o objetivo do Fundo? O que é o Fundo? O Fundo Terra Verde é uma fonte de financiamento para o desenvolvimento sustentável de São Félix do Xingu (SFX), no sudeste do Pará. Ele é um mecanismo privado e tem como objetivo captar,

Leia mais

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR Câmara temática de Insumos Agropecuários Brasília, 27 de maio de 2014

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR Câmara temática de Insumos Agropecuários Brasília, 27 de maio de 2014 Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR Câmara temática de Insumos Agropecuários Brasília, 27 de maio de 2014 O QUE É O CAR O Cadastro Ambiental Rural - CAR, é o registro público eletrônico de âmbito

Leia mais

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa PMS-MT Cartilha Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes Fortalecimento da gestão ambiental municipal Contexto e benefícios Tarefas Regularização ambiental e fundiária

Leia mais

Por que reduzir desmatamento tropical?

Por que reduzir desmatamento tropical? REDD Jurisdicional REDD+ Indígena Amazônico 1o. Encontro Experiências e Estratégias Projeção para a COP20- CMNUCC Río Branco, Acre (Brasil) 19-21 de Maio 2014 www.ipam.org.br Por que reduzir desmatamento

Leia mais

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis construção de uma agenda de cooperação entre organizações da sociedade civil, autoridades públicas locais e órgãos públicos estaduais Contexto 24 municípios

Leia mais

ALCANCE TERRITORIAL DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E A CONSOLIDAÇÃO DO USO AGROPECUÁRIO DE TERRAS NO BRASIL

ALCANCE TERRITORIAL DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E A CONSOLIDAÇÃO DO USO AGROPECUÁRIO DE TERRAS NO BRASIL Po por Ana_Cotta ALCANCE TERRITORIAL DA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E A CONSOLIDAÇÃO DO USO AGROPECUÁRIO DE TERRAS NO BRASIL Alcance territorial da legislação ambiental e a consolidação do uso agropecuário de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ESTRATÉGIAS PARA REDD NO AMAPÁ

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ESTRATÉGIAS PARA REDD NO AMAPÁ GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ESTRATÉGIAS PARA REDD NO AMAPÁ INDICADORES Fronteira: Pará, Guiana Francesa e Suriname Municípios: 16 Área: 143.453,71 km 98% de cobertura florestal conservada População: 613.164

Leia mais

ELEMENTOS PARA ESTRATÉGIA NACIONAL DE REDD+ DO BRASIL

ELEMENTOS PARA ESTRATÉGIA NACIONAL DE REDD+ DO BRASIL ELEMENTOS PARA ESTRATÉGIA NACIONAL DE REDD+ DO BRASIL Leticia Guimarães Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Ministério do Meio Ambiente Maputo, Moçambique, 2-4 de maio de 2012 Estrutura

Leia mais

CARTA ABERTA AO BRASIL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA 2015

CARTA ABERTA AO BRASIL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA 2015 ATENÇÃO: ANTES DE ASSINAR ESTA CARTA, LEIA O CONTEÚDO ATÉ O FINAL E CLIQUE NO LINK. FÓRUM DE AÇÃO EMPRESARIAL PELO CLIMA CARTA ABERTA AO BRASIL SOBRE MUDANÇA DO CLIMA 2015 O desafio da mudança do clima

Leia mais

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO Termo de Referência CONSULTORIA PARA AVALIAÇÃO DOS FINANCIAMENTOS DO BANCO DA AMAZÔNIA BASA, PARA FORTALECIMENTO DA AGENDA DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DA AMAZÔNIA BRASILEIRA, COM DESTAQUE PARA

Leia mais

Cuiabá 23 de Setembro de 2012 REDD+ em Mato Grosso: Rumo à implementação. Panorama de REDD+ no Mundo e no Brasil

Cuiabá 23 de Setembro de 2012 REDD+ em Mato Grosso: Rumo à implementação. Panorama de REDD+ no Mundo e no Brasil Cuiabá 23 de Setembro de 2012 REDD+ em Mato Grosso: Rumo à implementação Panorama de REDD+ no Mundo e no Brasil Apresentação: Paulo Moutinho Diretor Executivo IPAM moutinho@ipam.org.br www.ipam.org.br

Leia mais

Brasil: Cenário Atual

Brasil: Cenário Atual Encontro ILSI Brasil São Paulo, 10 de Dezembro de 2012 Brasil: Cenário Atual 8 milhões de quilômetros quadrados 194 milhões de habitantes 84% em cidades com crescimento desordenado 6ª maior economia mundial,

Leia mais

Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010

Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010 Tabelas Resumo das Diretrizes e Critérios para Aplicação do Fundo Amazônia Consolidação: 26.03.2010 Distribuição dos Recursos entre Áreas de Aplicação Área de Aplicação Limite de ção do total dos recursos

Leia mais

O QUE É O CAR? Lei 12.651/2012 Novo Código Florestal

O QUE É O CAR? Lei 12.651/2012 Novo Código Florestal 1 MARCO LEGAL MARCO LEGAL O QUE É O CAR? Lei 12.651/2012 Novo Código Florestal Cadastro Ambiental Rural CAR: Âmbito Nacional Natureza declaratória Obrigatório para todas as propriedades e posses Base de

Leia mais

Relatório. Consulta à Agricultura Familiar para construção da Minuta Estadual de REDD+

Relatório. Consulta à Agricultura Familiar para construção da Minuta Estadual de REDD+ Relatório Consulta à Agricultura Familiar para construção da Minuta Estadual de REDD+ Cuiabá, 18 e 19 de Agosto de 2011 Grupo de Trabalho de REDD do Fórum Mato-grossense de Mudanças Climáticas (GT REDD

Leia mais

NOSSA ASPIRAÇÃO JUNHO/2015. Visão Somos uma coalizão formada por associações

NOSSA ASPIRAÇÃO JUNHO/2015. Visão Somos uma coalizão formada por associações JUNHO/2015 NOSSA ASPIRAÇÃO Visão Somos uma coalizão formada por associações empresariais, empresas, organizações da sociedade civil e indivíduos interessados em contribuir para a promoção de uma nova economia

Leia mais

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR

Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR Políticas Públicas para Operacionalizar o CAR O QUE ÉO CAR O Cadastro Ambiental Rural - CAR, é o registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade

Leia mais

Plataforma Ambiental para o Brasil

Plataforma Ambiental para o Brasil Plataforma Ambiental para o Brasil A Plataforma Ambiental para o Brasil é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e traz os princípios básicos e alguns dos temas que deverão ser enfrentados na próxima

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO PROGRAMAÇÃO DO EVENTO Dia 08/08 // 09h00 12h00 PLENÁRIA Nova economia: includente, verde e responsável Nesta plenária faremos uma ampla abordagem dos temas que serão discutidos ao longo de toda a conferência.

Leia mais

Marcio Halla marcio.halla@fgv.br

Marcio Halla marcio.halla@fgv.br Marcio Halla marcio.halla@fgv.br POLÍTICAS PARA O COMBATE ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA AMAZÔNIA Programa de Sustentabilidade Global Centro de Estudos em Sustentabilidade Fundação Getúlio Vargas Programa de

Leia mais

O QUE É O CAR? Lei 12.651/2012 Novo Código Florestal

O QUE É O CAR? Lei 12.651/2012 Novo Código Florestal 1 MARCO LEGAL MARCO LEGAL O QUE É O CAR? Lei 12.651/2012 Novo Código Florestal Cadastro Ambiental Rural CAR: Âmbito Nacional Natureza declaratória Obrigatório para todas as propriedades e posses Base de

Leia mais

5/9/2013. Pior seca dos últimos 40 anos, o nível do rio Acre chegou a 1,57 m

5/9/2013. Pior seca dos últimos 40 anos, o nível do rio Acre chegou a 1,57 m Pior seca dos últimos 40 anos, o nível do rio Acre chegou a 1,57 m Rio Acre em Rio Branco, Acre, Brasil 1 de Setembro 2011 1 a maior inundação da história chegou a 17,64m±4cm Rio Acre em Rio Branco, Acre,

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura SISTEMA NACIONAL DE CULTURA Processo de articulação, gestão, comunicação e de promoção conjunta de políticas públicas de cultura, mediante a pactuação federativa. Objetivo Geral do SNC Implementar políticas

Leia mais

Mudanças Climáticas. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Mudanças Climáticas. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Secretaria de Relações Institucionais PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Mudanças Climáticas SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Premissa das negociações Princípio das responsabilidades comuns, porém diferenciadas, definido pela Convenção do Clima implica no reconhecimento

Leia mais

amazonas a força tarefa Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas Histórico e contexto de criação

amazonas a força tarefa Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas Histórico e contexto de criação a força tarefa amazonas Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas Histórico e contexto de criação A Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas GCF é uma plataforma colaborativa

Leia mais

Climate Change, Energy and Food Security 13 de novembro de 2008 Rio de Janeiro

Climate Change, Energy and Food Security 13 de novembro de 2008 Rio de Janeiro Climate Change, Energy and Food Security Rio de Janeiro Mudanças Climáticas Amazônia, Problemas Ambientais e Proteção da Biomassa Israel Klabin F U N D A Ç Ã O B R A S I L E I R A P A R A O D E S E N V

Leia mais

Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas

Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas Observatório de Políticas Públicas de Mudanças Climáticas Avaliação da Legislação e das Políticas Brasileiras sobre Mudanças Climáticas, Senado Federal- Brasília 17/10/2013 FORUM CLIMA: Ação empresarial

Leia mais

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA TERRITÓRIOS RIOS DA CIDADANIA Objetivos Os Territórios TERRITÓRIOS RIOS Os Territórios Rurais se caracterizam por: conjunto

Leia mais

Projeto de Assistência Técnica para a Agenda da Sustentabilidade Ambiental TAL Ambiental

Projeto de Assistência Técnica para a Agenda da Sustentabilidade Ambiental TAL Ambiental Ministério do Meio Ambiente Secretaria Executiva Projeto de Assistência Técnica para a Agenda da Sustentabilidade Ambiental TAL Ambiental Março de 2010 TAL Ambiental (Technical Assistance to the Environmental

Leia mais

Mosaicos de áreas protegidas. Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional

Mosaicos de áreas protegidas. Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional Mosaicos de áreas protegidas Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional Curso Introdução a Gestão de UCs Rio Branco, junho 2008 SNUC Art. 26. Quando existir um conjunto de unidades

Leia mais

MUDANÇAS CLIMÁTICAS E OS MECANISMOS DE GESTÃO AMBIENTAL

MUDANÇAS CLIMÁTICAS E OS MECANISMOS DE GESTÃO AMBIENTAL Brasília, 12 de maio de 2011 MUDANÇAS CLIMÁTICAS E OS MECANISMOS DE GESTÃO AMBIENTAL Eduardo Delgado Assad Secretário de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Emissões de GEE Média Anual das Emissões

Leia mais

RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO

RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO DECLARAÇÃO DE APOIO CONTÍNUO DO DIRETOR PRESIDENTE Brasília-DF, 29 de outubro de 2015 Para as partes

Leia mais

REDD+ EM MATO GROSSO: RUMO À IMPLEMENTAÇÃO (Lei 9.878/2013)

REDD+ EM MATO GROSSO: RUMO À IMPLEMENTAÇÃO (Lei 9.878/2013) REDD+ EM MATO GROSSO: RUMO À IMPLEMENTAÇÃO (Lei 9.878/2013) Mato Grosso - Produção Soja 18,81 Milhões de toneladas Milho 2 Safra 8,41 Milhões de toneladas Algodão 1,44 Milhões de toneladas Rebanho 28,7

Leia mais

Projeto de Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade nas Florestas de Fronteira do Noroeste de Mato Grosso. Projeto Poço de Carbono Juruena

Projeto de Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade nas Florestas de Fronteira do Noroeste de Mato Grosso. Projeto Poço de Carbono Juruena Projeto de Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade nas Florestas de Fronteira do Noroeste de Mato Grosso Projeto Poço de Carbono Juruena Oficina de Capacitação sobre Monitoramento de Carbono em

Leia mais

MANIFESTO SOBRE PRINCÍPIOS E SALVAGUARDAS PARA O REDD

MANIFESTO SOBRE PRINCÍPIOS E SALVAGUARDAS PARA O REDD MANIFESTO SOBRE PRINCÍPIOS E SALVAGUARDAS PARA O REDD INTRODUÇÃO O REDD (Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação) é o mecanismo que possibilitará países detentores de florestas tropicais poderem

Leia mais

PLANO DE GESTÃO DA TERRA INDIGENA SETE DE SETEMBRO EM CACOAL-RONDÔNIA-BRASIL. PAITER X PROJETO REDD+

PLANO DE GESTÃO DA TERRA INDIGENA SETE DE SETEMBRO EM CACOAL-RONDÔNIA-BRASIL. PAITER X PROJETO REDD+ PLANO DE GESTÃO DA TERRA INDIGENA SETE DE SETEMBRO EM CACOAL-RONDÔNIA-BRASIL. PAITER X PROJETO REDD+ GASODÁ SURUI TURISMOLOGO E COORDENADOR DE CULTURA PAITER NA ASSOCIAÇÃO METAREILA DO POVO INDIGENA SURUI.

Leia mais

Pecuária Sustentável Walmart Brasil. Camila Valverde Diretora de Sustentabilidade

Pecuária Sustentável Walmart Brasil. Camila Valverde Diretora de Sustentabilidade Pecuária Sustentável Walmart Brasil Camila Valverde Diretora de Sustentabilidade Walmart no mundo Presente em 27 países 10.800 lojas 2,2 milhões de funcionários Faturamento global: US$ 466,7 bi (2012)

Leia mais

Mudanças Climáticas Ações em SC SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL

Mudanças Climáticas Ações em SC SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL Mudanças Climáticas Ações em SC SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL Funções da SDS Mudanças Climáticas Política Estadual sobre Mudanças Climáticas Objetivos: Fomento e incentivo

Leia mais

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos - Criação e Estruturação da Moratória da Soja - Realizações da Moratória da Soja - A Prorrogação da Moratória - Ações Prioritárias Relatório Apresentado pelo

Leia mais

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG EIXOS E PROGRAMAS EIXO 1 - Uso sustentável dos recursos naturais Programa de fortalecimento do sistema de gestão ambiental Programa de formação e manutenção

Leia mais

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA Declaração de trabalho, serviços e especificações A Contratada deverá executar o trabalho e realizar os serviços a seguir, indicados de acordo com as especificações e normas

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA Secretaria Executiva - SECEX Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento - DPCD COFA, RJ 04/04/2014

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA Secretaria Executiva - SECEX Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento - DPCD COFA, RJ 04/04/2014 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA Secretaria Executiva - SECEX Departamento de Políticas para o Combate ao Desmatamento - DPCD COFA, RJ 04/04/2014 1 Desmatamento na Amazônia 1988-2013 Desmatamento (km

Leia mais

Região: Territórios Indígenas da Amazônia Legal Unidade de Medida: unidade Quantidade: 2,00 Descrição:

Região: Territórios Indígenas da Amazônia Legal Unidade de Medida: unidade Quantidade: 2,00 Descrição: OBJETIVO: 0943 Garantir aos povos indígenas a plena ocupação e gestão de suas terras, a partir da consolidação dos espaços e definição dos limites territoriais, por meio de ações de regularização fundiária,

Leia mais

Declaração Conjunta Brasil-Alemanha sobre Mudança do Clima Brasília, 20 de agosto de 2015

Declaração Conjunta Brasil-Alemanha sobre Mudança do Clima Brasília, 20 de agosto de 2015 Declaração Conjunta Brasil-Alemanha sobre Mudança do Clima Brasília, 20 de agosto de 2015 1. A Presidenta da República Federativa do Brasil, Dilma Rousseff, e a Chanceler da República Federal da Alemanha,

Leia mais

I Oficina de Restauração de. Paisagens Florestais. Rio Branco Acre - Brasil. Articulação entre atores na ação e aprendizagem

I Oficina de Restauração de. Paisagens Florestais. Rio Branco Acre - Brasil. Articulação entre atores na ação e aprendizagem I Oficina de Restauração de Paisagens Florestais Rio Branco Acre - Brasil Articulação entre atores na ação e aprendizagem para a restauração de paisagens florestais A abordagem de paisagem não é algo novo...

Leia mais

Ministério da Cultura Secretaria de Articulação Institucional SAI

Ministério da Cultura Secretaria de Articulação Institucional SAI Secretaria de Articulação Institucional SAI Seminário Metas do Plano e dos Sistemas Municipal, Estadual e Nacional de Cultura Vitória-ES 05/Dez/2011 Secretaria de Articulação Institucional SAI A Construção

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS SOCIOAMBIENTAL: Desenvolvimento Sustentável e Promoção de Direitos

PROGRAMA PETROBRAS SOCIOAMBIENTAL: Desenvolvimento Sustentável e Promoção de Direitos PROGRAMA PETROBRAS SOCIOAMBIENTAL: Desenvolvimento Sustentável e Promoção de Direitos Pra começo de conversa, um video... NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 3 ELABORAÇÃO DO NOVO

Leia mais

PROPOSTA DE REDUÇÃO DE EMISSÕES DE CARBONO DO ESTADO DO ACRE ATÉ 2030

PROPOSTA DE REDUÇÃO DE EMISSÕES DE CARBONO DO ESTADO DO ACRE ATÉ 2030 PROPOSTA DE REDUÇÃO DE EMISSÕES DE CARBONO DO ESTADO DO ACRE ATÉ 2030 INTRODUÇÃO A Convenção Quadro das Nações Unidas reconhece que a mudança do clima e seus efeitos negativos são uma preocupação comum

Leia mais

Análise da Submissão Brasileira sobre os Níveis de Referência para REDD+ no Bioma Amazônico à UNFCCC 1

Análise da Submissão Brasileira sobre os Níveis de Referência para REDD+ no Bioma Amazônico à UNFCCC 1 Análise da Submissão Brasileira sobre os Níveis de Referência para REDD+ no Bioma Amazônico à UNFCCC 1 Documento de Trabalho DRAFT Versão 1.0-04 Dezembro de 2014 1. Introdução No dia 6 de junho de 2014,

Leia mais

Profª.. MSc. Silvana Pimentel de Oliveira Manaus/2009

Profª.. MSc. Silvana Pimentel de Oliveira Manaus/2009 Profª.. MSc. Silvana Pimentel de Oliveira Manaus/2009 SECT- AM: Missão e Diretrizes A SECT foi criada para formular e gerir políticas estaduais de C&T buscando articular os esforços os de fazer com que

Leia mais

Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu. Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA

Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu. Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA Diagnóstico Socioeconômico e Ambiental da Região de Integração Xingu Geovana Pires Diretora de Socioeconomia da FAPESPA RI XINGU PIB de R$ 2,7 bilhões, respondendo por 3% do total do estado. 57.149 empregos

Leia mais

Instrumentos Econômicos para a Gestão Ambiental Rural na Amazônia: desafios e oportunidades

Instrumentos Econômicos para a Gestão Ambiental Rural na Amazônia: desafios e oportunidades Instrumentos Econômicos para a Gestão Ambiental Rural na Amazônia: desafios e oportunidades Eduardo Bandeira de Mello Chefe do Departamento de Meio Ambiente Cuiabá, 21 de agosto de 2007 SUMÁRIO 1. Desenvolvimento

Leia mais

Assistência Técnica e Extensão Rural

Assistência Técnica e Extensão Rural Assistência Técnica e Extensão Rural A EXTENSÃO RURAL CONTEMPORÂNEA DA CEPLAC Concepção, Estrutura e Projetos Sergio Murilo Correia Menezes Ceplac / Cenex Base - Fundamentos ANATER Agenda Estratégica da

Leia mais

IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA SUFRAMA JUNHO DE 2007

IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA SUFRAMA JUNHO DE 2007 IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA SUFRAMA JUNHO DE 2007 IMPACTO VIRTUOSO DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS SOBRE A PROTEÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Padrões Sociais e Ambientais de REDD+ no Programa ISA Carbono do SISA : Ações e Resultados. Rio Branco, 10 de Maio de 2013

Padrões Sociais e Ambientais de REDD+ no Programa ISA Carbono do SISA : Ações e Resultados. Rio Branco, 10 de Maio de 2013 Padrões Sociais e Ambientais de REDD+ no Programa ISA Carbono do SISA : Ações e Resultados Rio Branco, 10 de Maio de 2013 Processo dos PSA REDD+ em nivel de país 10 etapas 1. Conscientização / Capacitação

Leia mais

Coordenador técnico: Paulo R. Moutinho Equipe técnica: André Lima, Mariana Christovam e Osvaldo Stella

Coordenador técnico: Paulo R. Moutinho Equipe técnica: André Lima, Mariana Christovam e Osvaldo Stella Sumário Executivo do Relatório Final Discussões introdutórias sobre princípios e critérios para o mecanismo REDD no Brasil, considerações preliminares sobre estruturas institucionais adequadas e sobre

Leia mais

Grupo de Trabalho da Soja Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro

Grupo de Trabalho da Soja Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Grupo de Trabalho da Soja Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Um iniciativa multistakeholder de sucesso no combate ao desflorestamento Carlo Lovatelli Presidente - ABIOVE Copenhagen, Denmark

Leia mais

Pactuação do processo de construção da Estratégia de Educação Permanente do Sisan para os próximos 4 anos. 9º Encontro Caisan 11/03/2015

Pactuação do processo de construção da Estratégia de Educação Permanente do Sisan para os próximos 4 anos. 9º Encontro Caisan 11/03/2015 Pactuação do processo de construção da Estratégia de Educação Permanente do Sisan para os próximos 4 anos 9º Encontro Caisan 11/03/2015 Contribuição das Conferências de SAN ao debate da educação e formação

Leia mais

Brasil, Mudanças Climáticas e COP21

Brasil, Mudanças Climáticas e COP21 Brasil, Mudanças Climáticas e COP21 Carlos Rittl Secretário Executivo São Paulo, 10 de agosto de 2015 SBDIMA Sociedade Brasileira de Direito Internacional do Meio Ambiente Eventos climáticos extremos Desastres

Leia mais

Governança Pública. O Desafio do Brasil. Contra a corrupção e por mais desenvolvimento. Governança de Municípios. Março/2015

Governança Pública. O Desafio do Brasil. Contra a corrupção e por mais desenvolvimento. Governança de Municípios. Março/2015 Governança Pública O Desafio do Brasil Contra a corrupção e por mais desenvolvimento Governança de Municípios Março/2015 João Augusto Ribeiro Nardes Ministro do TCU Sumário I. Introdução-OTCUeocombateàcorrupção

Leia mais

AMAZÔNIA: NOVOS MECANISMOS LEGAIS PARA REDUÇÃO DO DESMATAMENTO 1

AMAZÔNIA: NOVOS MECANISMOS LEGAIS PARA REDUÇÃO DO DESMATAMENTO 1 AMAZÔNIA: NOVOS MECANISMOS LEGAIS PARA REDUÇÃO DO DESMATAMENTO 1 Carlos Felipe de Andrade Abirached², Lívia Marques Borges³ ² Advogado, especialista em Direito Ambiental. Mestrando em Política e Gestão

Leia mais

Sud Mennucci (São Paulo), Brazil

Sud Mennucci (São Paulo), Brazil Sud Mennucci (São Paulo), Brazil Relatório do progresso local sobre a implementação do Quadro de Ação de Hyogo (2013-2014) Prefeito: Prefeito - Julio Cesar Gomes Nome do ponto focal: Maricleia Leati Organização:

Leia mais

Potencial de aplicação de REDD no Estado de Mato Grosso. Relevância de Mato Grosso

Potencial de aplicação de REDD no Estado de Mato Grosso. Relevância de Mato Grosso Potencial de aplicação de REDD no Estado de Mato Grosso Pacto pela Valorização da Floresta e pelo Fim do Desmatamento na Amazônia Brasileira Conferência Katoomba Cuiabá Abril 09 Relevância de Mato Grosso

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Indústria

CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Indústria CONSULTA PÚBLICA Planos Setoriais de Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima Plano Indústria Processo de Construção do Plano Indústria O art. 11 da Lei 12.187/2009 determinou realização de Planos setoriais

Leia mais

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1

Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1 Programa Mato-grossense de Municípios Sustentáveis Registro de Experiências municipais 1 Conceito de Tecnologia Social aplicada a Municípios Sustentáveis: "Compreende técnicas, metodologias e experiências

Leia mais

Conferência Regional de Ciência, Tecnologia e Inovação. O Sistema Estadual de CTI e as Contribuições do Estado do Acre

Conferência Regional de Ciência, Tecnologia e Inovação. O Sistema Estadual de CTI e as Contribuições do Estado do Acre Conferência Regional de Ciência, Tecnologia e Inovação O Sistema Estadual de CTI e as Contribuições do Estado do Acre Belém Pará, 18 e 19 de Março de 2010 Localização Geográfica Estratégica 686.652 habitantes

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

Conjuntura e perspectivas para o investimento ambiental no Brasil

Conjuntura e perspectivas para o investimento ambiental no Brasil Conjuntura e perspectivas para o investimento ambiental no Brasil Fundo Vale São Paulo Maio 2012 Escala e Escopo Criado em 20/06/1952 Principal fonte de financiamento de longo prazo no Brasil Empresa 100%

Leia mais

A Implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do Programa de Regularização Ambiental (PRA) nos estados brasileiros

A Implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do Programa de Regularização Ambiental (PRA) nos estados brasileiros A Implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do Programa de Regularização Ambiental (PRA) nos estados brasileiros Sumário Executivo Maio de 2015 Este sumário executivo apresenta um panorama nacional

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Outubro/2011 Temas de Interesse Meio Ambiente Ações Sociais / Projetos Sociais / Programas Sociais Sustentabilidade / Desenvolvimento

Leia mais

Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (FUNDO CLIMA)

Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (FUNDO CLIMA) Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (FUNDO CLIMA) Conteúdo A Política Nacional sobre Mudança do Clima O Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (Fundo Clima) Aplicações Não-Reembolsáveis Aplicações Reembolsáveis

Leia mais

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Dezembro/2011 Instrumentos da Política SocioAmbiental Linhas de Instituições Financiamento participantes da pesquisa Participação de

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura Conceito Crédito orientado para promover a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) na agricultura, conforme preconizado na

Leia mais

A importância das Áreas Protegidas Propostas no ZSEE-MT

A importância das Áreas Protegidas Propostas no ZSEE-MT O Instituto Centro de Vida (ICV) é uma OSCIP fundada em 1991, em Cuiabá, que vem trabalhando dentre outras atividades no monitoramento do desmatamento e da gestão florestal como também em estudos sobre

Leia mais

Contexto. O fenômeno das cheias e vazantes na Amazônia acontece há seculos e as populações tradicionais sabem conviver com ele.

Contexto. O fenômeno das cheias e vazantes na Amazônia acontece há seculos e as populações tradicionais sabem conviver com ele. Contexto O fenômeno das cheias e vazantes na Amazônia acontece há seculos e as populações tradicionais sabem conviver com ele. Dinâmica das Cheias Quando as águas sobem, o gado é levado para terra firme.

Leia mais

Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica

Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica PAULO KAGEYAMA. SBF Ministério do Meio Ambiente PRIMEIRA REUNIÃO DE COORDENADORES NACIONAIS DO PROJETO

Leia mais

Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro

Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Uma iniciativa multistakeholder de sucesso no combate ao desflorestamento Conferência da Convenção-Quadro sobre Mudança do Clima Copenhague, Dinamarca Dezembro

Leia mais

Princípios ref. texto nº de votos N

Princípios ref. texto nº de votos N Princípios N G A E Estimular os processos de articulação de políticas públicas nos territórios, garantindo canais de diálogo entre os entes federativos, suas instituições e a sociedade civil. Desenvolvimento

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

Moratória da Soja no. Bioma Amazônia. RELATÓRIO - 1º ANO 24 de julho de 2007. GTS - Grupo de Trabalho da Soja

Moratória da Soja no. Bioma Amazônia. RELATÓRIO - 1º ANO 24 de julho de 2007. GTS - Grupo de Trabalho da Soja Moratória da Soja no Bioma Amazônia RELATÓRIO - 1º ANO 24 de julho de 2007 GTS - Grupo de Trabalho da Soja 02 Moratória da Soja no PRODUÇÃO RESPONSÁVEL: MORATÓRIA DA SOJA NO ABIOVE (Associação Brasileira

Leia mais