Inovação como Estratégia Competitiva da Micro e Pequena Empresa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inovação como Estratégia Competitiva da Micro e Pequena Empresa"

Transcrição

1 Inovação como Estratégia Competitiva da Micro e Pequena Empresa

2 2009. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei nº 9.610) Informações e Contato Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Capacitação Empresarial SEPN Quadra 515, Bloco C, loja 32 CEP Brasília DF Telefone (xx) (61) Fax (xx) (61) Home: Presidente do Conselho Deliberativo Adelmir Araújo Santana Diretor Presidente Paulo Tarciso Okamotto Diretor Técnico Luiz Carlos Barboza Diretor de Administração e Finanças Carlos Alberto dos Santos Gerente da Unidade de Capacitação Empresarial Mirela Malvestiti Gerente da Unidade de Inovação e Acesso a Tecnologia Edson Fermann Coordenação Nacional Alessandra Cunha Souza Equipe técnica Danyela de Souza Pires SEBRAE/RS João Bosco Cabral Freire SEBRAE/RN Maria de Lourdes da Silva SEBRAE Nacional Consultores Conteudistas Dálcio Roberto dos Reis IBQP Hélio Gomes de Carvalho IBQP Márcia Beatriz Cavalcante IBQP Sterliane Blanc IBQP Consultora Educacional Eliana Pessoa Tratamento de linguagem e revisão Digital SK Editoração Eletrônica C331i Carvalho, Hélio Gomes de. Inovação como estratégia competitiva da micro e pequena empresa / Hélio Gomes de Carvalho... [et al.]. -- Brasília : SEBRAE, p. : il. ISBN Inovação. 2. Estratégia competitiva. 3. Pequena empresa. I. Reis, Dálcio Roberto dos. II. Cavalcante, Márcia Beatriz. III. Blanc, Sterliane. IV. Título. 2 CDU :

3 Prezado(a) empresário(a): No mundo extremamente competitivo em que estamos, é necessário ser pró-ativo e adiantar-se às demandas do mer cado. Para tanto, é essencial praticar a Inovação. É a capaci dade de inovar continuamente que permitirá à sua empresa obter maiores fatias de mercado, maiores lucros e perenidade. Mas você sabe o que é Inovação? Sabe de que maneira a Ino vação pode auxiliar no seu dia-a-dia? Como utilizar a Ino vação como estratégia nos seus negócios? Muitos atrelam a Inovação à questão puramente tecnológica, o que não é ver dade. A Inovação pode ser de diversos tipos e abrangência. É possível inovar no comércio, no agronegócio, nos serviços que a sua empresa oferece ou nos produtos que industrializa. Também é possível inovar nas estratégias de marketing e na organização e gestão da empresa. Nesta cartilha, mostraremos os conceitos correlaciona dos com Inovação por meio da história do João Pedro, em presário do ramo de confecções. Veja como ele conseguiu colocar em prática a Inovação como estratégia competitiva da sua empresa, diferenciando-se dos concorrentes, ganhando dinheiro e gerando empregos na região. Desejamos que você tenha o mesmo sucesso. 3

4 Olá! Como vai? Sou João Pedro, proprietário de uma pequena indústria e comércio de confecção de roupas esportivas. Tenho lido e ouvido muitas notícias de que as empresas, principalmente as pequenas, vêm sofrendo concorrência em todos os lugares e ramos de atividade. Isto deve estar ocorrendo também com você. Observei, também, que a competição está acirrada e que o comportamento do consumidor está mudando. Encontramos, diariamente, novos produtos e serviços sendo oferecidos aos consumidores. Para mim, a inovação passou a ser muito importante para garantir meu futuro. A inovação tem gerado novas formas de comércio, novos produtos e novos serviços que meus clientes estão comprando, e com isso gerando mais resultados. 4

5 Algumas empresas inovam, além de seus produtos e serviços, sua forma de fazer as coisas no dia-a-dia ou até na sua forma de vender e se organizar internamente. A maioria das inovações surge de uma idéia bem trabalhada dentro da nossa empresa e, normalmente, está baseada em conhecimentos que já possuímos ou que vimos em algum lugar bem perto. O fundamental é transformar conhecimentos em idéias que geram inovações. No Brasil, as empresas têm inovado aquém da sua capacidade. Isso inclui também as pequenas. Temos que explorar mais esse potencial. Um desafio para todos nós é o de percebermos a inovação como fator chave para o desenvolvimento econômico, da nossa região e de nosso país. O número de empresas acomodadas, que não se preocupam ou que ainda não despertaram para a importância da inovação ainda é muito grande. 5

6 O fundamental está em fazer pequenos ajustes no nosso cotidiano para que o ambiente que nós trabalhamos esteja aberto a novas idéias. Temos que buscar pessoas abertas a mudanças, com muita vontade de transformar a nossa empresa em uma empresa inovadora. É por isso que estou aqui. Quero lhes contar a minha história e de como uma atitude voltada à inovação contribuiu fortemente para que a minha confecção se diferenciasse das concorrentes, continuasse ganhando dinheiro e gerando empregos na minha região. 6

7 Uma boa parte dos meus amigos, que possuem diferentes negócios, têm enfrentado dificuldades em realizar mudanças. Alguns justificam que não têm problemas com os seus clientes, que estão satisfeitos e bem atendidos. Dizem que não compensa mudar a forma de trabalhar, porque estão vendendo bem e está dando certo. Outros dizem que nem o cliente e, muito menos os empregados, têm como contribuir para melhorar os negócios. Além disso, muitas vezes, com uma estrutura de funcionários e fornecedores bastante consolidada e, até mesmo imutável, esses meus amigos não estão preocupados em modificar seus produtos e ou processos de produção e de atendimento. Por não quererem mudar, não investem em capacitação do seu pessoal. O mercado deles vai até onde seus olhos alcançam. Eles acham que mudanças custam caro, que não têm pessoal para isso, que a prioridade é vender mais com menos. O cliente tem ficado exigente porque tem visto muitos bons exemplos por aí. Resumindo, meus amigos dizem que inovar dá muito trabalho. Mas isto não é verdade! Eu também já pensei assim. Hoje, vejo que demorei para aproveitar as diferentes oportunidades que, inicialmente, via como problema e ameaça. 7

8 Abri minha empresa em meados do ano para confeccionar roupas para fitness, aquelas utilizadas nas academias de ginástica. O município onde está instalada minha pequena indústria, possui 350 empresas confeccionistas. Oferece, ainda, um bem montado sistema de atendimento ao comprador atacadista, com transporte interligando os cinco shoppings atacadistas e a Rua da Moda, perfazendo 350 lojas, com as mais variadas grifes e tendências. Conta, também, com 2 shoppings varejistas, com mais 35 lojas. Possui mão-de-obra farta e cursos de qualificação profissional de corte e costura industrial e demais segmentos. Toda essa infra-estrutura foi decisiva para abrir minha empresa, inclusive com uma loja num dos shoppings. Já a escolha de roupas para fitness ocorreu por não haver na região outra confecção especializada neste tipo de roupa esportiva. Eu também percebi que a demanda aumentou observando a minha mulher e suas amigas, cada vez mais preocupadas com a beleza, saúde e qualidade de vida. Isso levou-as à prática de exercícios físicos regularmente. Até eu comecei a ser consumi- 8

9 dor das minhas roupas. Afinal, eu queria acompanhar a minha mulher. Lá na academia comecei a enxergar necessidades diretas dos meus clientes, até os homens estavam mais vaidosos. A minha indústria confecciona principalmente roupas de lycra e suplex para uso em academias de ginástica e possui, atualmente, treze funcionários. Por algum tempo, permaneci sendo o único confeccionista deste tipo de roupa na cidade, e isto me fez parar no tempo, me acomodar, afinal tinha uma boa clientela, que estava satisfeita com o meu produto e bons lucros. Porém, com o aumento significativo do número de academias que hoje, segundo a Associação Brasileira de Academias ACAD, totalizam 9000 em todo Brasil, atendendo cerca de 2,8 milhões de pessoas, sendo estas de diversas idades, de diferentes faixas de renda e, ainda, com interesses bem diferentes, seja em busca de condição física, combater o stress ou mesmo prevenir doenças, começaram a surgir, em 2003, os primeiros concorrentes que entraram fortemente no meu mercado que antes era exclusivo e garantido. Em 2003 eu vendia peças e faturava R$ ,00 reais por mês. 9

10 A indústria e comércio de confecções Empresa 1 já era uma empresa da região que trabalhava com moda praia e passou a confeccionar, em meados de 2003, roupas para fitness motivada pelo aumento significativo do mercado. A Empresa 1, que contava com quinze funcionários, não queria apenas fazer os mesmos produtos que eu fazia. Ela queria fazer produtos diferentes, ou seja, ela queria lançar inovações. Conceito de inovação Inovação é a implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente melhorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método organizacional nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas. A Empresa 1, levando em conta o novo perfil dos consumidores, investiu em tecidos que aliavam conforto e tecnologia, como o fio de poliamida, com proteção contra raios solares, ação antibacteriana e o dryfit, e passou a 10

11 confeccionar roupas esportivas com estilos modernos. Eles lançaram o tecido desodorizador de axilas, uma inovação de produto. Isto fez com que uma fatia de aproximadamente 8% do meu mercado fosse tomada por ela, diminuindo sobremaneira meus lucros. Comecei a perceber a dura realidade de um mercado competitivo. Mas não parou por aí, a tendência, já tinha ficado claro pra mim, era a concorrência crescer ainda mais. Comecei a conversar com outros empresários de diversos setores sobre o que estava acontecendo comigo e descobri que o que vinha acontecendo não era exclusividade do setor de confecção. O meu amigo, que tem a maior lavanderia industrial da região, contou-me que em 2000 percebeu que o número de clientes começou a diminuir. Investigando, ele descobriu que uma das suas concorrentes tinha implantado um novo sistema de lavagem mais rápido e eficiente. Já o dono da padaria, onde compro meu pãozinho pra tomar café, contou que a concorrente mandou seu padeiro fazer um curso de capacitação na capital. Com isso houve uma melhoria na qualidade de seus produtos e como conseqüência aumento das vendas e a captação de novos 11

12 clientes. Olhe que os exemplos não param por aí! Você mesmo pode conversar com empresários da sua região e ver que aí também isto está acontecendo. Como a Empresa 1 levou em conta o novo perfil dos consumidores de moda fitness, seus produtos eram inovadores, principalmente para compradores dos grandes centros, onde tinham melhor aceitação, afinal utilizavam tecidos de última geração e possuíam cortes modernos. Inovação de produto (bem) É a introdução de um bem novo ou significativamente melhorado no que concerne a suas características ou usos previstos. Entretanto, as inovações da Empresa 1 não terminaram por aí. Além de ter introduzido uma inovação de produto, também introduziu uma inovação de serviço. Ela ofereceu a seus clientes uma forma diferenciada de embalar as mercadorias por tamanho utilizando caixas de papelão e entregando-as posteriormente em qualquer ponto da cidade. Essa inovação de serviço fez muita diferença, afinal, nos outros pontos de venda as mercadorias eram colocadas em sacolas que os compradores carregavam em carrinhos dentro do shopping, tendo que deixar de fazer compras, de tempos em tempos, para levar as mercadorias até seu destino. 12

13 Alguns de meus clientes passaram a comprar da Empresa 1, até mesmo as confecções que eram similares às minhas, pela facilidade e comodidade de terem suas mercadorias separadas e entregues no hotel, no carro ou nos ônibus que muitos utilizavam para vir até a cidade. Lá se foi mais uma fatia do meu mercado. Mais 6% dele pra ser mais exato. Inovação de serviço É a introdução de um serviço novo ou significativamente melhorado no que concerne a suas características ou usos previstos. A empresa 1 introduziu, portanto, uma inovação de produto do tipo bem e uma inovação de produto do tipo serviço. 13

14 A concorrência só aumentava. Num mercado antes exclusivo, agora já existiam outras tantas que produziam mercadorias similares às minhas. Às vezes até copiavam meu estilo. Mas eu continuava de olhos vendados, alheio às ameaças. Só que algumas dessas empresas concorrentes não estavam acomodadas e buscavam de alguma forma diferenciar-se da minha tornando-se fortes concorrentes. A Empresa 2 entrou neste mercado em meados de 2004 com produtos similares aos meus, tanto em qualidade, quanto em preço. Também tinha quinze funcionários. Para eles foi um início difícil, afinal não tinham um diferencial. Mas não foi por muito tempo. Eles tiveram visão e, pouco tempo depois, já tinham uma fatia do mercado. Eles também inovaram. A Empresa 2 adquiriu e implantou um novo software responsável pela modelagem, uma inovação de processo, e que, em curto prazo, barateou custos, logo repassado 14

15 ao seu produto final, o que fez com que suas vendas aumentassem consideravelmente. Como conseqüência dessa inovação, perdi mais 20% do meu mercado. Agora, a Empresa 2 tinha produtos similares aos meus, porém com preços mais baratos e isso era o que poderia, a longo prazo, acabar com as chances da minha empresa no mercado, porque mesmo que a princípio fizéssemos algumas promoções, não conseguíamos sustentar isso por muito tempo. Mas minhas preocupações não pararam por aí. Inovação de processos É a implementação de um método de produção ou de distribuição novo ou significativamente melhorado. 15

16 Também em 2004, instalou-se no pólo a Empresa 3. Ela veio para a região atraída pela infra-estrutura da cidade, o que poderia fazer suas vendas crescerem. Eles contavam com dezesseis funcionários e uma empresa bem montada. A Empresa 3 já entrou em nosso mercado inovando. Como eles já tinham certa clientela, e não queriam perdê-la, criaram um website da empresa, ou seja, implementaram uma inovação de marketing. Nele, seus clientes poderiam encontrar o catálogo com os últimos lançamentos e fazer seus pedidos, caso não quisessem ou não pudessem vir até sua loja no shopping atacadista da cidade. Porém, isto não apenas manteve seus antigos clientes como abocanhou uma parte dos meus. Minha empresa fazia as vendas, quase na totalidade, por meio da loja que tínhamos num dos shoopings atacadistas. As outras vendas eram de compradores que já conheciam nossos produtos e faziam 16

17 seus pedidos por telefone. Só que estes mesmos clientes não tinham acesso às novidades se não viessem até a cidade, pois não tínhamos sequer um catálogo. Com a facilidade oferecida pela Empresa 3, os meus clientes que não podiam vir com freqüência à cidade, passaram a comprar dela. Com isto perdi mais 6% do meu mercado. As coisas estavam ficando difíceis. Inovação de Marketing É a implementação de um novo método de marketing com mudanças significativas na concepção do produto ou em sua embalagem, no posicionamento do produto, em sua promoção ou na fixação de preços. Antes que eu tomasse providências concretas para retomar pelo menos uma parte do mercado que eu havia perdido, uma quarta empresa veio tirar o meu sono: a Empresa 4, isto em meados de Mas esta empresa se instalou na cidade em 1995 e até 2004 ela fabricava apenas roupas de malha em geral. Só então, em 2005 passou a confeccionar a moda fitness. A princípio não era uma forte concorrente, não me preocupava. Com 14 funcionários, que não tinham experiência em trabalhar com os tecidos utilizados para a confecção deste tipo de moda, sua produtividade era pequena. Mas esta deficiência logo foi suprida através de cursos de capacitação. Mas não parou por aí... 17

18 A Empresa 4, querendo ganhar mercado, resolveu investir na reorganização do local de trabalho de seus funcionários. Ela ofereceu a seus colaboradores um ambiente mais claro, com cadeiras ergonômicas, além de implantar a ginástica matinal diária. Ela implementou uma inovação organizacional. Essas mudanças acabaram por gerar uma maior produtividade. Com uma maior produtividade, a empresa 4 diminuiu seus prazos de entrega, fazendo com que alguns compradores preferissem adquirir suas mercadorias. Esta foi a maior vantagem sobre a minha empresa 18

19 Inovação Organizacional É a implementação de um novo método organizacional nas práticas de negócios da empresa, na organização do seu local de trabalho ou em suas relações externas Com toda essa concorrência eu não podia mais ficar acomodado. Comecei observando qual era o diferencial de cada uma de minhas concorrentes. O que pude notar é que cada uma delas havia inovado. Ampliaram seus horizontes, descobriram que a história de que inovar dá trabalho é realmente um mito. Eu, que custei tanto a ver isto, tinha agora que criar em minha indústria um ambiente inovativo. Tinha que recuperar o tempo perdido. A princípio, pensei em escolher as melhores idéias dos concorrentes e pô-las em prática. Seria um começo. Mas, eu teria que buscar um diferencial da minha indústria perante meus clientes. Por que eles escolheriam meus produtos e não os produtos das outras empresas? Corri atrás. Li, fiz cursos, procurei conhecer a realidade do mercado, compreender melhor o perfil do consumidor que freqüentava as academias. Não só a academia que eu vou com a minha mulher, mas outras academias, as que estavam crescendo e abrindo filiais, mesmo sendo pequenas, voltadas a outros clientes. Descobri, então, um mercado que ainda não tinha sido contemplado com produtos específicos: o mercado voltado à terceira idade. 19

20 Era necessário confeccionar roupas adequadas para os consumidores desta faixa etária. E foi isto que eu fiz. Investi em tecidos, desenvolvi criações voltadas a esse público específico. Claro que não deixei de lado os clientes antigos. Para eles, eu possuía produtos similares, tão bons quanto os da concorrência. Também comecei a participar de feiras em grandes centros e a capacitar meus funcionários. Hoje, já recuperei grande parte do meu mercado ao lançar inovações como: - Bonés antitranspirantes inovação de produto. - Programa de exercícios personalizados pela web inovação de serviço. - Introdução de etiquetas de identificação desde a entrada da matéria-prima até a saída da minha indústria inovação de processo. 20

21 - Vendas Express em pontos estratégicos dos clubes e academias inovação de marketing. - Implantação de células inteligentes de trabalho inovação organizacional. E abri um negócio totalmente novo: Moda Fitness de terceira geração. Com isso, consegui ampliar os meus negócios, aumentar o meu faturamento e garantir a sobrevivência para a minha empresa. FIM 21

22 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR: Associação Nacional de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia das Empresas Inovadoras - ANPEI. Como Alavancar a Inovação Tecnológica nas Empresas. São Paulo: Disponível em: <http://www.anpei.org.br>. Acesso em 21/07/2008. DUARTE, Renata Barbosa de Araújo (org). Histórias de sucesso: experiências empreendedoras. Brasília: Sebrae, KRUGLIANSKAS, Isak. Tornando a pequena e média empresa competitiva. São Paulo: Editora IEGE, LACERDA, A. C. et al: Tecnologia: Estratégia para a Competitividade. São Paulo: Editora Nobel, 2001 MATTOS, João Roberto Loureiro de. Gestão da Tecnologia e Inovação. São Paulo: Saraiva, Movimento Brasil Competitivo MBC. Kit metodológico para a inovação empresarial. Fernando Mattos, Cláudio Gastal, Liliane Rank, Gustavo Emediato, Héctor Hernán González Osorio, coordenadores. Brasília: Movimento Brasil Competitivo, Disponível em <http://www.mbc.org. br/mbc/uploads/biblioteca/ a.pdf>. Acesso em 21/07/

23 Movimento Brasil Competitivo MBC. Manual de Inovação. Fernando Mattos, Cláudio Gastal, Liliane Rank, Gustavo Emediato, Héctor Hernán González Osorio, Coordenadores. Brasília: Movimento Brasil Competitivo, Disponível em <http://www.mbc.org.br/mbc/ uploads/biblioteca/ a.pdf>. Acesso em 21/07/2008. Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico OCDE. Manual de Oslo, 3ª Ed.,(tradução FINEP), Disponível em blob/0011/11696.pdf. Acesso em 21/07/2008. REIS, Dálcio Roberto dos. Gestão da Inovação Tecnológica. 2º edição São Paulo: Manole, SBRAGIA, Roberto (coord. geral). Inovação - como vencer esse desafio empresarial. São Paulo: Clio Editora, SITES RECOMENDADOS: Financiadora de Estudos e Projetos - Ministério da Ciência e Tecnologia - SEBRAE Nacional Associação Nacional de P&D&E das empresas inovadoras - Movimento Brasil Competitivo - 23

24

A Gestão do Conhecimento na Pequena Empresa

A Gestão do Conhecimento na Pequena Empresa A Gestão do Conhecimento na Pequena Empresa Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei nº 9.610) Informações

Leia mais

Segunda-feira, 22 de abril de 2013

Segunda-feira, 22 de abril de 2013 Segunda-feira, 22 de abril de 2013 22/04/2013 07h00 - Atualizado em 22/04/2013 07h00 Empresários dão dicas de como empreender após a aposentadoria Professora aposentada montou empresa de reforma de calçadas.

Leia mais

Vender Manual do Participante

Vender Manual do Participante Vender Manual do Participante MP_oficina_sei_vender.indd 1 17/03/15 12:21 MP_oficina_sei_vender.indd 2 17/03/15 12:21 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Capacitação

Leia mais

Controlar Meu Dinheiro Manual do Participante

Controlar Meu Dinheiro Manual do Participante Controlar Meu Dinheiro Manual do Participante MP_oficina_sei_controlar_meu_dinheiro.indd 1 13/03/15 12:21 MP_oficina_sei_controlar_meu_dinheiro.indd 2 13/03/15 12:21 Serviço Brasileiro de Apoio às Micro

Leia mais

Programa de Internacionalização: Cursos a Distância. Logística Internacional

Programa de Internacionalização: Cursos a Distância. Logística Internacional Programa de Internacionalização: Cursos a Distância Logística Internacional FICHA TÉCNICA Curso Logística Internacional SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE www.sebrae.com.br

Leia mais

Frutas em Calda, Geléias e Doces

Frutas em Calda, Geléias e Doces Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Agroindústria de Alimentos Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Iniciando um

Leia mais

Programa de Internacionalização: Cursos a Distância. Marketing Internacional. Exportação. Exportar CURSO

Programa de Internacionalização: Cursos a Distância. Marketing Internacional. Exportação. Exportar CURSO Programa de Internacionalização: Cursos a Distância Marketing Internacional Procedimentos Planejamento para Exportação Exportar CURSO FICHA TÉCNICA Curso Marketing Internacional SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO

Leia mais

EMPREENDIMENTO COMERCIAL: QUAL O MELHOR CAMINHO A SEGUIR EM SEUS MOMENTOS INICIAIS? RESUMO

EMPREENDIMENTO COMERCIAL: QUAL O MELHOR CAMINHO A SEGUIR EM SEUS MOMENTOS INICIAIS? RESUMO FÁBIO RODRIGO DE ARAÚJO VALOIS Discente do Curso de Ciências Contábeis - UFPA RESUMO Não é de uma hora pra outra que um comerciante abre as portas de seu empreendimento. Se fizer deste modo, com certeza

Leia mais

O MARKETING COLETIVO COMO FORÇA COMPETITIVA

O MARKETING COLETIVO COMO FORÇA COMPETITIVA VAREJO Julho - 2012 O MARKETING COLETIVO COMO FORÇA COMPETITIVA Fonte imagem: Disponível em:< http://4.bp.blogspot.com/_caqa6tpillu/tjevn_ah_ei/ AAAAAAAAAAM/3dTp5VPhJ9E/s1600/69589_Papel-de-Parede-Todos-juntos_1280x800.

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês seguinte,

Leia mais

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Maria Tereza da Silva Santos Confecção - Exemplo Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Data criação: 09/01/2014 14:36 Data Modificação: 21/02/2014 14:36 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário

Leia mais

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares

19 a 21 de junho de 2012. Mostra de Oportunidades de Negócios. Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares 19 a 21 de junho de 2012 Clube Filadélfia Rua Israel Pinheiro, 1315 Bairro São Pedro Governador Valadares Mostra de Oportunidades de Negócios Visite os estandes e conheça a exposição de produtos e serviços

Leia mais

Gestão Financeira. Caixa e Fluxo de Caixa. Diálogo Empresarial. Manual do Participante

Gestão Financeira. Caixa e Fluxo de Caixa. Diálogo Empresarial. Manual do Participante Gestão Financeira Caixa e Fluxo de Caixa Diálogo Empresarial Manual do Participante Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Capacitação Empresarial MANUAL DO PARTICIPANTE

Leia mais

Empreendedor Individual - O que fazer para melhorar as vendas

Empreendedor Individual - O que fazer para melhorar as vendas VAREJO Agosto - 2012 Empreendedor Individual - O que fazer para melhorar as vendas Quando se fala em melhorar vendas, o tema desperta interesse para empresas de todos os portes e setores de atuação. E

Leia mais

Sobre as Franquias Honing Brasil A Honing Brasil é a marca de roupa masculina inspirada no Hóquei no Gelo canadense. A paixão dos canadenses por este esporte e a garra de seus praticantes inspiram a Honing,

Leia mais

Autor Fred Silveira Fundador do Canal WWW.EMPRESAEXTRAORDINARIA.COM.BR

Autor Fred Silveira Fundador do Canal WWW.EMPRESAEXTRAORDINARIA.COM.BR Autor Fred Silveira Fundador do Canal WWW.EMPRESAEXTRAORDINARIA.COM.BR 2 CHECKLIST Sim Não Construindo o futuro Tenho um Plano de Vida que consulto com frequência. Tenho uma visão clara a respeito de para

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

Mais que um Negócio, a Profissão dos seus Sonhos

Mais que um Negócio, a Profissão dos seus Sonhos Mais que um Negócio, a Profissão dos seus Sonhos Erros e Dicas para Vender seus Serviços MElina Kunifas 2010 WWW. M E L I N A K U N I F A S. C O M Caro leitor, este livreto tem o propósito de educar e

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DA QUALIDADE NA OBTENÇÃO DE MELHORIAS DO SISTEMA VAC DE UMA CONFECÇÃO INDUSTRIAL

APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DA QUALIDADE NA OBTENÇÃO DE MELHORIAS DO SISTEMA VAC DE UMA CONFECÇÃO INDUSTRIAL 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 APLICAÇÃO DE FERRAMENTAS DA QUALIDADE NA OBTENÇÃO DE MELHORIAS DO SISTEMA VAC DE UMA CONFECÇÃO INDUSTRIAL Priscila Pasti Barbosa 1, Sheila Luz 2, Soraia

Leia mais

Passo a passo para seu negócio. Dicas práticas para o MEI. MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI VENDAS. www.guarulhos.sp.gov.br

Passo a passo para seu negócio. Dicas práticas para o MEI. MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI VENDAS. www.guarulhos.sp.gov.br Passo a passo para seu negócio. Dicas práticas para o MEI. MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL - MEI VENDAS www.guarulhos.sp.gov.br COMO AMPLIAR AS POSSIBILIDADES DE VENDER MAIS Aqui, você irá encontrar dicas

Leia mais

Gestão Financeira Preço de Venda: Custos dos Produtos e Serviços da Empresa

Gestão Financeira Preço de Venda: Custos dos Produtos e Serviços da Empresa Gestão Financeira Preço de Venda: Custos dos Produtos e Serviços da Empresa Diálogo Empresarial Manual do Participante Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Capacitação

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DAS OPORTUNIDADES

IDENTIFICAÇÃO DAS OPORTUNIDADES 1 IDENTIFICAÇÃO DAS OPORTUNIDADES A abertura de empresas tem uma grande importância na sociedade em que vivemos, pois gera diversos benefícios como empregos e riquezas para o país. Por outro lado, sempre

Leia mais

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A SUSTENTABILIDADE

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A SUSTENTABILIDADE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A SUSTENTABILIDADE JULIANA APARECIDA DE SOUZA REIS MAIARA NATALIA MARINHO DUARTE SUSELI SANTOS DIAS RESUMO Neste artigo temos por objetivo apresentar que as micros e pequenas

Leia mais

Acesso ao Crédito: Caminho para um Investimento Seguro

Acesso ao Crédito: Caminho para um Investimento Seguro Gestão Financeira Acesso ao Crédito: Caminho para um Investimento Seguro Diálogo Empresarial Manual do Participante Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Capacitação

Leia mais

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS

DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS A S DA TO AS N AS ES PR EM G SI DE R PA DESIGN PARA TODAS AS EMPRESAS BRASÍLIA - DF 2012 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados. A reprodução

Leia mais

Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender Informações e Contatos

Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender Informações e Contatos FORMAR SEU PREÇO Ficha Técnica 2015 Mania de Empreender TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer forma ou por qualquer meio. Informações e Contatos Mania de

Leia mais

08 Capital de giro e fluxo de caixa

08 Capital de giro e fluxo de caixa 08 Capital de giro e fluxo de caixa Qual o capital que sua empresa precisa para funcionar antes de receber o pagamento dos clientes? Como calcular os gastos, as entradas de dinheiro, e as variações de

Leia mais

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Novo Negócio 12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Vinícius Gonçalves Equipe Novo Negócio Espero sinceramente que você leia este PDF até o final, pois aqui tem informações muito importantes e que

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Grandes Cidades CATEGORIA: GRANDES CIDADES Município de Feira de Santana BA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito

Leia mais

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso.

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. Cliocar Acessórios: A construção de um negócio A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. 2 Conteúdo Resumo executivo... 2 Conhecendo o mercado... 2 Loja

Leia mais

Criando o hábito de ser mais produtivo

Criando o hábito de ser mais produtivo Criando o hábito de ser mais produtivo Introdução No momento atual brasileiro, aumentar a produtividade é um fator essencial para a sobrevivência das empresas. Além da produtividade, empresas de pequeno

Leia mais

Palavras-chave: Comunicação Estratégica; Composto de Marketing e micro e pequenas empresas.

Palavras-chave: Comunicação Estratégica; Composto de Marketing e micro e pequenas empresas. A COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA E O COMPOSTO DE MARKETING: UMA INTEGRAÇÃO DE SUCESSO NA GESTÃO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DE JOÃO PESSOA Evalena Lima Cabral (1) ; Patrícia Morais da Silva (3), Mitchell Figueiredo

Leia mais

Resumo Executivo. Modelo de Planejamento. Resumo Executivo. Resumo Executivo. O Produto ou Serviço. O Produto ou Serviço 28/04/2011

Resumo Executivo. Modelo de Planejamento. Resumo Executivo. Resumo Executivo. O Produto ou Serviço. O Produto ou Serviço 28/04/2011 Resumo Executivo Modelo de Planejamento O Resumo Executivo é comumente apontada como a principal seção do planejamento, pois através dele é que se perceberá o conteúdo a seguir o que interessa ou não e,

Leia mais

Sua empresa pode inovar Edição de bolso

Sua empresa pode inovar Edição de bolso 48 Sua empresa pode inovar Edição de bolso A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE-SP nas seguintes áreas: Organização Empresarial Finanças Marketing

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha

A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha A busca pela retenção do valor Por Vitor Hugo De Castro Cunha Diversos fatores influenciam na percepção de valor para o cliente ou mercado, dependendo do tipo de produto. Para alguns produtos a confiabilidade

Leia mais

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro.

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro. Página 1 de 9 2. Análise de Mercado 2.1 Estudo dos Clientes O que é e como fazer? Esta é uma das etapas mais importantes da elaboração do seu plano. Afinal, sem clientes não há negócios. Os clientes não

Leia mais

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce...

Bleez Agência Digital... 3. Quem sou eu... 4. Introdução... 5. Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7. Quem está comprando no ecommerce... Sumário Bleez Agência Digital... 3 Quem sou eu... 4 Introdução... 5 Quanto o ecommerce cresceu no Brasil... 7 Quem está comprando no ecommerce... 10 Por que os brasileiros estão comprando mais... 12 O

Leia mais

4/2/2008. 2) Tomar grandes decisões = 1)Analisar a situação externa e interna. Leitura do mercado e das condições internas da organização

4/2/2008. 2) Tomar grandes decisões = 1)Analisar a situação externa e interna. Leitura do mercado e das condições internas da organização PLANO DE MARKETING Ferramenta importante do plano estratégico de uma empresa. Deve estar em perfeita sintonia com os objetivos estabelecidos pela empresa. É um passo para a elaboração do PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN

NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN NO NEGÓCIO SAC TEXTO DE JULIANA KLEIN 50 A ALMA DO NEGÓCIO Serviço de SAC eficiente é o que todos os clientes esperam e é no que todas as empresas deveriam investir. Especialistas afirmam: essa deve ser

Leia mais

Portal Utilizado com a evolução das intranets, possibilitam a identificação, e

Portal Utilizado com a evolução das intranets, possibilitam a identificação, e Sistemas de Informação Utilizando Recursos Web Web Economia Uma revolução nas regras de negócios E business Se, em primeiro momento, a grande maioria das empresas entrou na rede apenas para marcar presença

Leia mais

Sede Sebrae Nacional

Sede Sebrae Nacional Sede Sebrae Nacional Somos o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa, uma entidade privada sem fins lucrativos, e a nossa missão é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Consultoria, Assessoria e Desenvolvimento em Gestão de Projetos

Consultoria, Assessoria e Desenvolvimento em Gestão de Projetos OUTSOURCI NG Oferece tercerização de processos de negócios e alocação de recursos especializados nas áreas de tecnologia da informação, desenvolvimento e gerenciamento de projetos. Consultoria, Assessoria

Leia mais

MARKETING DE RELACIONAMENTO

MARKETING DE RELACIONAMENTO MARKETING DE RELACIONAMENTO 1 O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS SÓ DELLA LINGERIES

PLANO DE NEGÓCIOS SÓ DELLA LINGERIES UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO SÓCIO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ALESSANDRA PAIXÃO HUNGRIA Mat: 0201010801 FABIANA SUELI DAMASCENO DOS SANTOS Mat: 0101009601

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA:

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL CATEGORIA: Região SUL Município de Chapecó SC Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL CATEGORIA: Região

Leia mais

Administração Mercadológica I

Administração Mercadológica I Administração Mercadológica I O preço também informa ao mercado o posicionamento de valor pretendido pela empresa para seu produto ou marca. Um produto bem desenvolvido e comercializado pode cobrar um

Leia mais

SUPERMERCADOS: TENDÊNCIAS 2015

SUPERMERCADOS: TENDÊNCIAS 2015 SUPERMERCADOS: TENDÊNCIAS 2015 Tecnologias e soluções para aplicar na sua empresa e aumentar a sua competitividade. NRF 2015 ÍNDICE Objetivo...04 De multicanal para omnichannel...05 O propósito...05 Capital

Leia mais

O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação. Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa?

O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação. Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa? O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa? Como o SEBRAE pode auxiliar sua empresa a inovar? O que é? Innovatio (latim) = introduzir novidades

Leia mais

COMO A GIR NA CRI $E 1

COMO A GIR NA CRI $E 1 1 COMO AGIR NA CRI$E COMO AGIR NA CRISE A turbulência econômica mundial provocada pela crise bancária nos Estados Unidos e Europa atingirá todos os países do mundo, com diferentes níveis de intensidade.

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Promoção do turismo de excelência CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Município de Nova Friburgo RJ Vencedores do 4º

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: REGIÃO SUDESTE PLANEJAMENTO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: REGIÃO SUDESTE PLANEJAMENTO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais em várias categorias CATEGORIA: REGIÃO SUDESTE PLANEJAMENTO Município de Três Marias MG Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

Inovação nas pequenas, médias e grandes empresas: vantagens e desvantagens

Inovação nas pequenas, médias e grandes empresas: vantagens e desvantagens Inovação nas pequenas, médias e grandes empresas: vantagens e desvantagens Armando Paulo da Silva (CEFET-PR/CP) armando@cp.cefetpr.br Eurico Pedroso de Almeida Júnior (CEFET-PR/CP) eurico@cp.cefetpr.br

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Perfil do Consumidor Brasileiro Brasileiros barganham e esperam promoções para adquirir bens de maior valor 64% Esperam por promoções para ir às compras

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Grandes Cidades CATEGORIA: GRANDES CIDADES Município de Santa Luzia MG Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Inicio (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Capa (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Um novo empresário

Inicio (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Capa (http://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/) / Um novo empresário 1 de 5 09/07/2015 17:27 /euestudante/) (http://www2.correioweb.com.br /assinantecb /faleconosco_new.php?servico=9) Inicio /euestudante/) / Capa /euestudante/) / Um novo empresário Espaço do Empreendedor

Leia mais

2ª APRESENTAÇÃO PÚBLICA: Visão de Futuro. Reforço da Competitividade do APL de Moda Íntima de Juruaia

2ª APRESENTAÇÃO PÚBLICA: Visão de Futuro. Reforço da Competitividade do APL de Moda Íntima de Juruaia 2ª APRESENTAÇÃO PÚBLICA: Visão de Futuro Reforço da Competitividade do APL de Moda Íntima de Juruaia Juruaia, 16/09/2010 SEDE Secretária de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais Reforço da Competitividade

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

FRANQUIAS/ABF GUIA OFICIAL. www.guiaoficialdefranquiasabf.com.br. Circulação de junho/16 a maio/17

FRANQUIAS/ABF GUIA OFICIAL. www.guiaoficialdefranquiasabf.com.br. Circulação de junho/16 a maio/17 www.guiaoficialdefranquiasabf.com.br 2016 Sua comunicação em todos os canais: IMPRESSO WEB SMARTPHONES TABLETS APP Circulação de junho/16 a maio/17 PRODUÇÃO C O M U N I C A Ç Ã O I N T E G R A D A Chancelado

Leia mais

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O cirurgião dentista Robinson Shiba, proprietário da rede China In Box, em 1992 deixava de exercer sua profissão como dentista para inaugurar a primeira

Leia mais

Introdução. 1. O que é e-commerce?

Introdução. 1. O que é e-commerce? Introdução As vendas na internet crescem a cada dia mais no Brasil e no mundo, isto é fato. Entretanto, dominar esta ferramenta ainda pode ser um mistério tanto para micro quanto para pequenos e médios

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

um anjo que é Entenda como pensam esses investidores e atraia-os para sua startup especial investidores

um anjo que é Entenda como pensam esses investidores e atraia-os para sua startup especial investidores O Investidor que é um anjo Entenda como pensam esses e atraia-os para sua startup Texto Maria Beatriz Vaccari arte ivan volpe No mundo digital, há diversas formas de dar vida a uma ideia e ganhar dinheiro

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria PLANEJAMENTO CATEGORIA: PLANEJAMENTO Município de Santana AP Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Equipe: RENATA BARBOSA DE ARAÚJO DUARTE

Equipe: RENATA BARBOSA DE ARAÚJO DUARTE As Micro e Pequenas Empresas na Exportação Brasileira Brasil 1998-2009 EDITORIAL Presidente do Conselho Deliberativo Nacional: ROBERTO SIMÕES Diretor-Presidente: PAULO TARCISO OKAMOTTO Diretor Técnico:

Leia mais

Revista Lumiere Setembro/2007 Empresas do futuro

Revista Lumiere Setembro/2007 Empresas do futuro Revista Lumiere Setembro/2007 Empresas do futuro Se hoje investir em responsabilidade socioambiental é uma opção, em breve será praticamente obrigatório para se manter no mercado. Especialistas da indústria

Leia mais

Informações Gerais. 34 parceiros de mídia e publicidade. 220 expositores. + de 500 marcas. + de 20 mil m 2. 35 mil visitantes

Informações Gerais. 34 parceiros de mídia e publicidade. 220 expositores. + de 500 marcas. + de 20 mil m 2. 35 mil visitantes O Evento A PHOTOIMAGE BRASIL, maior feira de imagem da América Latina, reuniu mais de 35 mil participantes ligados ao segmento e provou nesta sua 22ª edição que soube se adaptar às rápidas mudanças do

Leia mais

PLANO DE AÇÃO . TREINAMENTOS . PROGRAMAS . PALESTRAS PARANAÍBA MS

PLANO DE AÇÃO . TREINAMENTOS . PROGRAMAS . PALESTRAS PARANAÍBA MS PLANO DE AÇÃO. TREINAMENTOS. PROGRAMAS. PALESTRAS PARANAÍBA MS 2015 TREINAMENTO - Ciclo de Palestras - Auxiliar o empresário, ou potencial empreendedor, desde a tomada de decisão de abrir um novo negócio

Leia mais

Não basta apenas sonhar, deve-se transformar o sonho em ações concretas, reais, mensuráveis. Para isso, existe uma simples técnica de se transformar

Não basta apenas sonhar, deve-se transformar o sonho em ações concretas, reais, mensuráveis. Para isso, existe uma simples técnica de se transformar Não basta apenas sonhar, deve-se transformar o sonho em ações concretas, reais, mensuráveis. Para isso, existe uma simples técnica de se transformar sonhos em realidade: o planejamento. 2005, SEBRAE/ES

Leia mais

INDICADORES DE DESEMPENHO E GESTÃO EMPRESARIAL

INDICADORES DE DESEMPENHO E GESTÃO EMPRESARIAL INDICADORES DE DESEMPENHO E GESTÃO EMPRESARIAL INDICADORES DE DESEMPENHO E GESTÃO EMPRESARIAL 2007, SEBRAE/RS Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Rio Grande do Sul É proibida a duplicação

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

www.dinheiroganharja.com

www.dinheiroganharja.com Sumário Introdução...3 Empreendedorismo Digital...4 Trabalhar em casa ou da Onde quiser...5 Liberdade financeira...5 Como criar um blog...7 Domínio...7 Hospedagem...8 WordPress...9 Instalando a Plataforma

Leia mais

Lanches ser hoje uma referência gastronômica em Londrina.

Lanches ser hoje uma referência gastronômica em Londrina. EntreVISTA Fotos: Divulgação/Shutterstock O grande empreendedor encara os desafios Entre esperar o livro pronto e escrevê-lo, o comerciante Arnaldo Tsuruda preferiu seguir pela segunda opção. A história

Leia mais

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça?

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Caro amigo (a) Se sua empresa está sofrendo com a falta de clientes dispostos a comprar os

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

PROMOÇÃO DE VENDAS. O problema da Dona Cida resume-se em aumentar as vendas de sua loja e ao mesmo tempo, acabar com alguns estoques indesejáveis.

PROMOÇÃO DE VENDAS. O problema da Dona Cida resume-se em aumentar as vendas de sua loja e ao mesmo tempo, acabar com alguns estoques indesejáveis. 1 PROMOÇÃO DE VENDAS Constituída há pouco mais de dois anos, a loja de confecções da Dona Cida já possuía uma boa clientela, porém ela acreditava que ainda poderia crescer bastante. Assim, tinha na prateleira

Leia mais

Prefácio. Julio Rezende Pai, empreendedor

Prefácio. Julio Rezende Pai, empreendedor Prefácio Nesse treinamento vou compartilhar o que os empresários do ramo de SEGURANÇA ELETRÔNICA não compartilham com ninguém, aliás, nenhum empresário quer contar o segredo de suas Empresas, Correto?

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

O que é promoção de vendas e para que serve?

O que é promoção de vendas e para que serve? 4 Para aumentar as vendas, ela precisa basicamente fazer com que os clientes atuais comprem mais ou trazer novos clientes para a loja. Nos dois casos, fica evidente que ela terá que oferecer mais benefícios

Leia mais

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA A ERA DIGITAL E AS EMPRESA Em 1997 o Brasil já possuia 1,8 MILHÕES de usuários Brasil O 5 Maior país em extensão territorial Brasil 5 Vezes campeão do Mundo Brasil O 5 Maior país em número de pessoas conectadas

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO BOLSAS E ACESSÓRIOS

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO BOLSAS E ACESSÓRIOS OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO BOLSAS E ACESSÓRIOS 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser fotocopiada,

Leia mais

Seja meu parceiro. Eu tenho um produto de ótima qualidade, mas sem o seu trabalho, ele não existe.

Seja meu parceiro. Eu tenho um produto de ótima qualidade, mas sem o seu trabalho, ele não existe. Seja meu parceiro Eu tenho um produto de ótima qualidade, mas sem o seu trabalho, ele não existe. Olá vendedor, Te faço um convite para ser meu parceiro na venda do meu produto, entendo que sem o vendedor,

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Como criar um novo negócio

Como criar um novo negócio Processos Gerenciais Profª. Silvia Cristina da Silva Okabayashi Como Criar um Novo Negócio Plano de Negócios Laboratório de Administração Tema 1 Como criar um novo negócio Como criar um novo negócio Primeiramente

Leia mais

Biblioteca Informa Novas Informações

Biblioteca Informa Novas Informações Biblioteca Informa Novas Informações Lista das informações incorporadas ao acervo da biblioteca adquiridas através de compra. Os vídeos estão disponíveis para consulta local. Administração Qualidade Nº

Leia mais

Planejamento de Marketing

Planejamento de Marketing PARTE II - Marketing Estratégico - Nessa fase é estudado o mercado, o ambiente em que o plano de marketing irá atuar. - É preciso descrever a segmentação de mercado, selecionar o mercado alvo adequado

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM OPERAÇÕES COMERCIAIS CONTABILIDADE. Sônia Maria de Araújo Maria Selma da Costa Cabral. Operações com mercadorias / Preço de vendas

CURSO TÉCNICO EM OPERAÇÕES COMERCIAIS CONTABILIDADE. Sônia Maria de Araújo Maria Selma da Costa Cabral. Operações com mercadorias / Preço de vendas CURSO TÉCNICO EM OPERAÇÕES COMERCIAIS 14 CONTABILIDADE Operações com mercadorias / Preço de vendas Sônia Maria de Araújo Maria Selma da Costa Cabral Governo Federal Ministério da Educação Projeto Gráfico

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Trade Marketing é confundido por algumas empresas como um conjunto de ferramentas voltadas para a promoção e a comunicação dos produtos. O

Leia mais

Planejamento. Futuro. Técnica ou processo que serve para lidar com o futuro. O que aumenta a incerteza nas organizações. Incerteza nas organizações

Planejamento. Futuro. Técnica ou processo que serve para lidar com o futuro. O que aumenta a incerteza nas organizações. Incerteza nas organizações Fonte: Introdução à Administração de Antonio Cesar Amaru Maximiano Índice Definição de planejamento Incertezas Eventos previsíveis Processo de planejamento Decisões de planejamento Planejar Atitudes em

Leia mais

Diminuir, ainda que temporariamente, a concorrência

Diminuir, ainda que temporariamente, a concorrência POR QUE INOVAR? motivos Abrir novos mercados Diminuir, ainda que temporariamente, a concorrência Aumentar a margem, seja através do crescimento das vendas, do aumento da produtividade, da redução de custos

Leia mais

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO CASO DE SUCESSO O empresário Marcelo Folha conseguiu tirar o restaurante do vermelho graças ao atendimento que recebeu do Sebrae, por meio do Programa Agentes Locais de Inovação. Inovação é oxigênio para

Leia mais