LITERATURA UM MENINO MUITO MALUQUINHO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LITERATURA UM MENINO MUITO MALUQUINHO"

Transcrição

1 SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA/MEC Sintonize a TV Escola também DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO AGOSTO / SETEMBRO 2006 Canal 27 Canal 4 Canal 237 AGOSTO 1ºe2 SETEMBRO 5e6 Direção: César Rodrigues Realização: TVE Brasil, com apoio da Petrobras, Ancine, MEC/Secretaria de Educação a Distância, MinC/Secretaria do Audiovisual. Brasil, 2006 UM MENINO MUITO MALUQUINHO : 13 episódios de 26 RESUMO ATIVIDADES Série indicada para alunos dos primeiros anos do Ensino Fundamental A TV Escola convida o professor a viver com seus alunos uma aventura deliciosa: a série Um Menino Muito Malunho. Quem não conhece essa história da liatura infantil brasileira? Muitas crianças começaram a desenvolver o prazer pela leitura a partir dessa história alegre, divertida e sensível. Por que o livro de Ziraldo fez e faz tanto sucesso? Talvez porque, como escreveu Paulo Freire, a leitura do mundo precede a da palavra. Para as crianças, é muito fácil compreender e gostar de Malunho, pois ele é igual a cada uma delas. A série oferece inúmeras oportunidades de trabalho: Na fase de alfabetização, os alunos podem escrever palavras ou frases para pontuar o que mais gostaram ou consideraram engraçado. Essa atividade deve ser feita no caderno, em cartolina ou no dro, coletivamente. As crianças podem trazer livros do Ziraldo, de casa ou de bibliotecas, para ler em voz alta, o que desinibe e melhora a habilidade da leitura. Deve-se permitir que os alunos apresentem livros de outros autores, se serem. Ao comentar similaridades e diferenças entre as obras, é importante sugerir o incâmbio e lembrar os cuidados necessários para a conservação dos livros. Para favorecer a produção de textos e desenvolver o domínio da língua portuguesa, é inessante sugerir atividades orais, em que os alunos comentem aventuras semelhantes às vividas na série, e escritas, em que elaborem cartas ou s para o autor e para a TV Escola, falando sobre os programas, por exemplo. Quando percebe que a própria vida ou a de seus conhecidos pode virar uma obra, a auto-estima da criança é reforçada e, com ela, a habilidade de inventar. A série Um Menino Muito Malunho é um bom motivo para visitar o site e conhecer todas as coleções do autor. Além de encontrar, na íntegra, a versão on-line da obra original, há também idéias de peças para teatro, excelente atividade de inação social, de uso da língua e de memorização. Com uma câmera de vídeo ou uma mána fotográfica, a proposta é registrar a atuação dos malunhos e comentar com os alunos a própria produção. A preparação da peça envolve atividades de arte para elaborar cenário, cartazes e convites e musicais: a trilha pode ser cantada, dançada e até reescrita, para traduzir a realidade dos alunos, o que também vale como exercício de descontração e relaxamento. Outra sugestão é brincar um pouco com o vídeo, inrompendo uma cena antes do final. Os alunos tentam adivinhar como ela mina e, dessa forma, valorizam idéias diferentes. Essa atividade exercita a criatividade e ajuda a formar o leitor crítico, pois estimula uma conversa sobre como, a partir de uma imagem, pode-se pensar em diferentes desfechos. Se o professor inver o processo, ao contar o final de uma situação, basta pedir que imaginem como tudo começou. Também vale perguntar como um deminado tema apresentado no vídeo comemorar um aniversário ou abandonar a mamadeira aconteceu com eles, estimulando-os a contextualizar algo visto na televisão. É possível ajudar as crianças a perceber como passado, presente e futuro estão relacionados. Machado de Assis dizia que o menino é o pai do homem. Crianças felizes, criativas, amigas e solidárias têm boas chances de chegar com as mesmas lidades à fase adulta. Para quem trabalha com creche e pré-escola, a sugestão é a coleção do Bebê Malunho. Certamente muitas outras idéias já ocorreram. As que foram apresentadas a servem apenas para ajudar a liberar a imaginação do educador, pois a TV Escola tem certeza de que todos têm um pouco da Professora Muito Malunha, aquela professora apaixonante que se torna fundamental na vida de seus alunos. Depois de explorar a série, a TV Escola quer saber como foram suas aventuras! Personagens da série constam crianças de todas as idades 1

2 DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 2 AGOSTO 14e15 CIÊNCIAS BIODIVERSIDADE: RETRATOS DO REINO ANIMAL Direção: Philippe Gibson Realização: CNDP. França, 2004 : 20 episódios de 6 RESUMO Objetivos Observar semelhanças e diferenças como peculiaridades ou caraces dos seres vivos. Reconhecer os caraces dos seres vivos como a base da classificação biológica. Reconhecer a classificação biológica como meio de compreender a diversidade e o grau de parentesco entre as espécies. ATIVIDADES Série indicada para alunos de 5ª a 8ª série do Ensino Fundamental A série explora as semelhanças e as diferenças que caracizam os grupos de seres vivos, ou seja, a diversidade biológica. Cada um dos vinte episódios explora um grupo distinto de animais: ruminantes, aves de rapina, cobras e lagartos, cinco ordens distintas de insetos, cnidários e protozoários, etc. Em cada grupo, são mostradas as semelhanças que reúnem os animais à ordem a l pertencem. Também são indicadas as diferenças que esses organismos revelam em relação às ordens aparentadas, pertencentes à mesma classe. Sugere-se fazer uma prática de classificação de seres vivos. Depois de exibir o documentário, o professor pede que cada aluno diga um nome de ser vivo, que deve ser anotado em uma lista, na lousa, na ordem em que é dito. É bom repetir a seqüência algumas vezes, até que haja algumas dezenas de nomes ou até que todo o espaço da lousa esteja ocupado. Passa-se então à fase da classificação. O professor pede que os alunos façam sugestões de como aqueles nomes poderiam ser organizados ou reunidos em grupos. Ele ensina que essas possibilidades implicam definir critérios de classificação. Inicialmente, é inessante que os alunos estabeleçam critérios dicotômicos, ou seja, que promovam a divisão em apenas dois grandes grupos. Por exemplo: os seres vivos que foram mencionados no vídeo e os que não foram; os que existem na natureza e os que não existem (espécies fósseis, como os dinossauros, ou míticas, como os unicórnios); seres domesticáveis e silvestres, etc. O professor pode, então, sugerir critérios baseados em conceitos científicos. Eis algumas propostas: separar seres que se alimentam de matéria orgânica existente na natureza (heótrofos) e seres que produzem maial orgânico (autótrofos); indivíduos formados por uma única célula (unicelulares) e por mais de duas células (pluricelulares); os que são formados por células que contêm núcleo delimitado por membrana (eucariotas) e os que não possuem núcleo delimitado por membrana (procariotas). Escolhidos os critérios, os alunos devem indicar e marcar na lousa a que grupo pertence cada ser vivo. Podem utilizar giz de cores diversas ou fazer marcas diferentes, como círculos e retângulos ao redor dos nomes. Depois dessa primeira atividade, o professor pede que os alunos proponham critérios para reunir os nomes da lousa em um número maior de grupos. Assim, pode-se dividir os seres por: formas de alimentação (herbívoros, carnívoros, onívoros); ambientes em que vivem (marinho, água doce, restre); grandes grupos ou filos de classificação (monera, protista, fungi, vegetal, animal). Numa ceira etapa, os alunos escolhem um dos vinte episódios para assistir novamente. Dessa vez, devem anotar as semelhanças indicadas entre os animais da ordem trabalhada em cada episódio. Devem também anotar as diferenças entre estes e os animais pertencentes às diferentes ordens da mesma classe explorada no episódio. Questões para Discussão Depois de fazer o exercício, é importante refletir sobre as divisões da classificação. São conceitos formulados por acordos que atendem a finalidades específicas. Uma delas é a conveniência para lidar com a imensa diversidade de seres. Outro objetivo das classificações biológicas atuais é mostrar o grau de parentesco entre as espécies, de acordo com a teoria evolutiva. RESULTADOS Os alunos podem elaborar um cartaz para cada classificação exercitada. Essas peças devem apresentar o critério de classificação adotado, uido das listas de seres vivos em cada grupo formado, e ser enriquecidas com ilustrações. Leia também Evolução e Biodiversidade: O que Nós Temos com Isso? HELENE, Maria Elisa Marcondes. São Paulo: Scipione, Veja na innet Museu da Vida da Fundação Oswaldo Cruz. Biodescoberta para professores. Acesso em maio de 2006.

3 AGOSTO 21 EDUCAÇÃO FÍSICA JOGOS E ESPORTES ALTERNATIVOS 1 Direção: Tomás Peire Fernández Realização: Imagen y Deporte, S.L. Espanha, 1997 : RESUMO ATIVIDADES do Ensino Médio comentado por professores de Educação Física, Matemática e Sociologia O documentário apresenta uma série de jogos pouco conhecidos, que podem ser praticados nas aulas de Educação Física. Considerados alnativos, atraem pela novidade e pela originalidade de seus maiais. No vídeo, verifica-se que é possível ampliar o leque de oportunidades de aprendizagem das aulas para além dos esportes tradicionais. Mais especificamente, o filme descreve os jogos Floor Ball, Peteca e Fun-ball, com a apresentação de histórico, regras, táticas e técnicas. O professor pode usar o documentário para estimular os jovens a vivenciar novos elementos da cultura corporal de movimento. A discussão deve ser sobre a necessidade de conhecer outros esportes, que não os tradicionais. Os alunos, em geral, estão acostumados a relacionar as aulas de Educação Física às atividades coletivas, como futebol, voleibol ou basquetebol. A possibilidade de aprender diferentes elementos facilita a adesão dos estudantes às práticas corporais, já que nem todos apreciam ou apresentam bons níveis de habilidade nos esportes tradicionais. Além disso, o conhecimento de outras propostas permite usufruir, de maneira mais saudável, o tempo livre de lazer. É importante discutir esses conceitos com os alunos e, em uida, propor as uintes ações: Após as discussões do vídeo sobre a importância da diversificação das aulas, os alunos são divididos em grupos de, no máximo, seis pessoas. Cada grupo sugere um jogo e cria um nome para ele, além de elaborar os objetivos e algumas regras essenciais. Eles devem basear-se nos jogos propostos pelo vídeo, ou seja, devem ser jogos de reba com bastões, peteca ou outros objetos adaptados. É necessário lembrar aos alunos que, no caso dos bastões, é possível substituí-los por cabos de vassouras cortados. No jogo Fun-ball, a troca pode ser por garrafas plásticas vazias e cortadas. Nas aulas uintes, os alunos experimentam cada um dos jogos elaborados, propõem mudanças nas regras e discutem os aspectos táticos e técnicos. Para finalizar o trabalho, o aluno, individualmente, deve registrar suas impressões sobre a construção e a vivência de todos os jogos. Como se sentiu? É diferente de jogar futebol? Por quê? O que ocorreu nos jogos? Como foi a participação dele? Ficou com vontade de experimentar os jogos em situações fora da escola? Que valores foram aprendidos? Como é trabalhar em grupo? A inclusão e a possibilidade da vivência das ginásticas, dos jogos, das brincadeiras, das lutas e das danças podem facilitar a adesão do aluno, pois aumentam as chances de uma possível identificação. Também permitem aos alunos conhecer outros aspectos da cultura corporal de Indisciplinaridade Na inface com a disciplina de História, é possível discutir as origens dos jogos e a importância na identificação das diferentes culturas. Pode-se utilizar o exemplo da peteca para discutir a contribuição dos índios na formação do povo brasileiro. A disciplina de Filosofia oferece a oportunidade de analisar os significados e os sentidos presentes no homem que joga e se expressa. O roteiro para a realização do registro escrito deve a participação do professor da disciplina de Língua Portuguesa, tanto no que diz respeito à indicação do modo de apresentação das informações nto nos conteúdos descritos. A disciplina de Arte é ideal para estimular a discussão do tema jogos nas Artes Visuais. Deve-se resgatar os diferentes pintores que trataram do assunto, tão importante no universo cultural. Com a área de Biologia, vale deba questões relacionadas ao meio ambiente e à necessidade de reutilização de maiais plásticos. Uma das formas de apresentar os resultados da aprendizagem dos conceitos analisados no documentário é a organização de um evento na escola. A proposta é incluir nesse evento um campeonato dos jogos elaborados pelos alunos (criados com base nos esportes observados no vídeo) e uma exposição dos registros realizados. Os próprios estudantes podem organizar essa gincana e, ainda, criar o regulamento e até definir uma premiação. Leia também Resultados Brincadeiras viram esportes alnativos e ganham espaço nas escolas O que Ensinar: A Perspectiva Discente. BETTI, I. R. Revista Paulista de Educação Física, supl, n.1, v.1, p.26-27, Educação Física na Escola: Implicações para a Prática DARIDO, S. C. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, Veja na innet A página oferece detalhes sobre manifestações folclóricas e cita, entre elas, a importância dos jogos infantis tradicionais como parte do folclore brasileiro. 3

4 AGOSTO 7e28 EDUCAÇÃO INFANTIL SETEMBRO 18 Direção: Michael Smukavic & Stuart Shankly Realização: Nelvana Canadá, 2000 : 6 episódios de 26 TIMOTHY VAI À ESCOLA RESUMO Série indicada para Educação Infantil e para a 1ª série do Ensino Fundamental A série Timothy Vai à Escola aborda o rico universo do cotidiano escolar de crianças pequenas. Simpáticos mamíferos apresentam experiências e aventuras divertidas que toda criança, toda família e todo professor já vivenciaram algum dia. As diferenças entre os animais enriquecem a vida de cada criança e de todo o grupo. Os episódios apresentam um conflito e é o contato com os coleguinhas e com as outras famílias que ajuda a criança a solucioná-lo. A série valoriza a amizade, a solidariedade e a escola como espaço de sociabilidade. na hora da troca dos lanches, rejeitam o peixe de Yoko, deixando-a muito triste. A professora percebe e cria uma situação para que a diferença de Yoko possa ser valorizada. Nesse episódio, o professor pode pedir que o estudante descreva como foi o dia na escola até o momento do lanche, como é o recreio das crianças, o que há em cada lancheira e por que ninguém s trocar com Yoko. A partir da listagem do que há em cada lancheira, o professor pode tratar das diversas culturas sob o ponto de vista da gastronomia, como nessa situação. Com Frank, sem Frank conta a história de cachorrinhos gêmeos que fazem tudo juntos. Quando um deles fica doente, o irmão sente-se deslocado e solitário. A turma toda ajuda a superar essa dificuldade. Além das tradicionais questões para a compreensão da narrativa, pode-se discutir como as crianças vêem o trabalho em epe e os jogos competitivos, tema em destaque no episódio. O professor pode sugerir um campeonato para que as crianças vivenciem e reflitam sobre a importância da cooperação, da ética e do esforço nos trabalhos em epe. DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO A série permite a exploração de diversas situações. O professor deve ver o filme com antecedência para selecionar os trechos mais inessantes. Antes de assistir ao primeiro episódio, Uma Aventura na Escola, é importante conversar com as crianças sobre as experiências delas e pedir que desenhem o que acham significativo no ambiente escolar. Depois, elas podem relatar esses pontos oralmente, ou por escrito, o que favorece o uso de múltiplas linguagens. Registrar as opiniões das crianças também é algo fundamental e pode ser feito em duplas ou grupos pequenos. Elas mesmas classificam as experiências descritas de acordo com sua imaginação. Um mural é uma boa forma para a apresentação desse trabalho. No episódio de estréia, que narra o primeiro dia de aula, é possível explorar, a partir de questões dirigidas, as expectativas de Timothy, a relação com os coleguinhas, com a família e com a professora. O episódio Yoko trata da diferença cultural. Yoko é uma gatinha de família oriental, informação revelada no lanche preparado pela mãe todos os dias: sushi. As outras crianças, 4 ATIVIDADES Objetivos Desenvolver a compreensão e o uso de estruturas narrativas a partir dos elementos: quem, onde, ndo e por quê, além do desfecho do conflito. Discutir as inúmeras possibilidades de solução para os conflitos apresentados, valorizando a troca de experiências e o diálogo em lugar da violência. Explorar com as crianças a riqueza de conviver com a diferença. Deba e desenvolver a capacidade de ser solidário. O cotidiano das crianças pequenas é uma grande aventura no mundo de Timothy Questões para discussão As atividades sugeridas permitem que as crianças questionem e compreendam a riqueza da experiência escolar e a importância de valores como o respeito, a solidariedadeeaamizade. Resultados Espera-se que essas atividades possam auxiliar o trabalho com a série Timothy Vai à Escola e aprofundar os valores sociais apresentados. Todos os registros devem ser reunidos para que professor e alunos possam avaliar oprocessodetrabalhoeoresultadofinal. Leia também Na Minha Escola Todo Mundo É Igual. RAMOS, Rossana & SANSON, Priscila. São Paulo: Editora Cortez, O livro trata da igualdade, explorando a convivência entre crianças muito diferentes. Veja na innet No site do MEC, há trabalhos para Educação Infantil com o tema cooperação e solidariedade. sta=pauloperisse Nesse endereço, há um texto que discute o ensino da ética e da solidariedade desde a Educação Infantil.

5 AGOSTO Mána de Fazer Democracia: Vida em Obra de Anísio Teixeira R 54'30' 1- EF 7h às 9h / 9h às 11h / 13h às 15h / 17h às 19h Quatro episódios da série Um Menino Muito Malunho, baseada no livro do escritor Ziraldo, que conta as aventuras e descobertas nas várias etapas da vida do Menino Malunho (mais episódios nos dias 2 de agosto e5e6desetembro). Adivinha que Dia É Hoje? O Menino que Tinha Panela na Cabeça O Primeiro Dia de Aula Eu Não Sei Arrumar, Eu Só Sei Bagunçar Retratos da Escola R A Roupa Nova do Imperador A Princesa e a Ervilha João Bobo A Mulher e seus Ovos 4 49 A Menina dos Fósforos 9 18 O Porqueiro O que o Marido Faz Está Sempre Bem Feito No Berçário O Feito Mais Extraordinário Dois episódios da série de animação Timothy Vai à Escola, que trata dos primeiros contatos da criança com o ambiente escolar (mais episódios nos dias 28 de agosto e 18 de setembro). Uma Aventura na Escola / Yoko Por Conta do Fritz / A Grande Corrida de Obstáculos BIOLOGIA / GEOGRAFIA / SOCIOLOGIA O programa conta a vida de uma ativista africana, ganhadora do prêmio Nobel da Paz em 2004, e mostra sua luta pela democracia e pelo desenvolvimento sustentável em seu país, o Quênia. Comentado por professores de Biologia, Geografia e Sociologia. Maathai contra os Inimigos da Mãe Natureza R Mais tro episódios da série Um Menino Muito Malunho (outros episódios nos dias 1º de agosto e5e6desetembro). Feio, Bonito! O Melhor Amigo do Menino Meu Pior Amigo O Canguru Campeão Retratos da Escola R EM12h às às13h / 16h às 17h / 20h / 20h às às 21h 21h O programa trata de assuntos referen- tes à gestão democrática no Ensino Médio, a partir de experiências bem-sucedidas em escolas A História e os Caminhos da Gestão Escolar R 56'47' Mais um episódio da série Dez Contos de Fada (outros episódios no dia 3 de agosto). Depois, três episódios da série de animação As Histórias de Oscar Wilde, que mostra três histórias infantis do famoso escritor. Encerra o dia uma animação que mostra um conhecido conto de Hans ChristianAndersen. EDUCAÇÃO ESPECIAL que aborda o processo de aprendizado de três crianças alemãs com síndrome de Down e mostracomoafamíliaeaescoladesempenham papel importante nesse processo. Já Sei Fazer Isso Santos Dumont: Criatividade e Inovação EM12h às às13h / 16h às 17h / 20h / 20h às às 21h 21h QUÍMICA / HISTÓRIA / ARTE Um programa que vai a um vilarejo chinês, onde o papel ainda é produzido de forma artesanal, para mostrar como tradições milenares dialogam com as tecnologias do século XXI. Comentado por professores de Química, História earte. A Importância do Papel R SF 11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) (REPRISE) / 19h / 19h às às 20h 20h (AO (AO VIVO) VIVO) Retratos da Escola R O programa mostra o papel que a A Vida das Embalagens R 51'48' O que o Homem Pode Inventar O Rouxinol e a Rosa R O Amigo Dedicado R O Gigante Egoísta R A Rainha das Neves R SF 11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàs às 20h (AO VIVO) Retratos da Escola R HISTÓRIA / LÍNGUA PORTUGUESA / FILOSOFIA Documentário que apresenta a biografia de um importante educador baiano e o seu legado ao processo educacional brasileiro. Comentado por professoresdehistória,línguaportuguesaefilosofia. 8 EF7h 7h às às 9h / 9h/ 9h às às 11h 11h / 13h / 13h às às 15h 15h / 17h / 17h às às 19h 19h LÍNGUA PORTUGUESA Cinco episódios da série Sua Língua, voltada para alunos de 7 a 14 anos, que dá dicas sobre o uso correto da língua portuguesa e explica o significado das palavras. Depois, três episódios da série Um Mundo de Letras, que trata de questões relativas à alfabetização, letramento e cidadania, mostrando a importância da leitura e da escrita para a transformação social (mais episódios no dia 9 de agosto). Expressões Populares 6 54 Primeiras Palavras 6 06 Quem Não se Comunica Expressões 5 58 Futebol 6 12 Um Mundo Imerso em Palavras R O Poder das Histórias R O Som das Palavras R Grade da ção - Agosto / Setembro

6 9 SF11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàsàs 20h (AO VIVO) Santos Dumont: Criatividade e Inovação EM 12h às às13h / 16h às 17h / 20h / 20h às às 21h 21h GEOGRAFIA / SOCIOLOGIA / LÍNGUA PORTUGUESA Documentário que conta a história e mostra as caracísticas geográficas da região do Jalapão, localizada no Estado do Tocantins. Comentado por professores de Geografia, Sociologia e Língua Portuguesa. Jalapão O Sertão das Águas R 26'09' EF7h 7h às às 9h 9h / 9h/ 9h às às 11h 11h / 13h / 13h às às 15h 15h / 17h / 17h às às 19h 19h LÍNGUA PORTUGUESA Mais dois episódios da série Um Mundo de Letras (outros episódios no dia 8 de agosto). Em uida, dois episódios da série Letra Viva, que aborda as diversas formas de introdução da criança no mundo do letramento(maisepisódiosnosdias10e11deagosto). As Normas da Língua R 23'01'' Caminhos para Ler o Mundo R 25'46'' Infância, Cultura e Educação R Saberes que Produzem Saberes R Santos Dumont: Criatividade e Inovação EM12h às às13h / 16h às 17h / 20h / 20h às às 21h 21h O programa mostra o papel que a Rio (Con)Vida R 50'51' Princípios e Bases da Gestão Democrática R 53'15' LÍNGUA PORTUGUESA Encerramento em tro episódios da série Letra Viva (outros episódios nos dias 9 e 10 de agosto). Leitura Também É Coisa de Criança R Escrita Também É Coisa de Criança R Para Aprender a Escrever R Crianças: Protagonistas da Produção Cultural R SF 11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàs às 20h (AO VIVO) Santos Dumont: Criatividade e Inovação HISTÓRIA / ARTE / SOCIOLOGIA Documentário que trata das caracísticas urbanísticas da Roma Antiga e especula a rotina de um cidadão romano comum naquele período. Comentado por professores de História, Arte e Sociologia. A História Oculta do Império Romano Cobras e Companhia 6 00 Abelhas e Companhia 6 00 Moscas e Companhia 6 00 Borboletas e Companhia 6 00 Grilos e Companhia 6 00 Percevejos e Companhia 6 00 Anêmonas e Companhia 6 00 Paramécios e Companhia 6 00 Complexidade e seus Reflexos na Educação R / ARTE / HISTÓRIA Um programa, da série Arte e Matemática, que trata do fascínio que as formas geométricas exercem sobre os homens e como elas podem ser observadas em obras de arte das mais diversas civilizações. Comentado por professores de Matemática,Arte e História. Forma Dentro da Forma CIÊNCIAS Mais dez episódios da série Biodiversidade Retratos do Reino Animal (outros episódios no dia 14 de agosto). Depois, um programa mostra os detalhes da vida das abelhas, desde o seu nascimento até a vida na colônia. Encerram o dia dois episódios da série Assim que Funciona, que explica fundamentos científicos presentes no nosso dia-a-dia. 10 LÍNGUA PORTUGUESA Mais tro episódios da série Letra Viva (outros episódios nos dias 9 e 11 de agosto). O Planejamento na Prática Pedagógica R Planejamento: Uma Atividade É só uma Atividade R Junto se Aprende Melhor R Para Ser Cidadão da Cultura Letrada R Santos Dumont: Criatividade e Inovação O programa trata de assuntos 14 Quatro episódios da série de animação Chaminha, a Bebê Dragão, que mostra as aventuras de um pequeno dragão azul em busca de seu lar (mais episódios no dia 4 de setembro). Sobrevivendo O Jogo do Grupo Ficando em Forma Raízes e Frutas CIÊNCIAS Dez episódios da série Biodiversidade Retratos do Reino Animal, que explora as semelhanças e diferenças entre as diversas espécies animais, a partir da ordem e da classe a que pertencem (mais episódios no dia 15 de agosto). Cervos, Corças e Companhia 6 00 Corujas e Companhia 6 00 Ratos e Companhia 6 00 Sapos e Companhia 6 00 Rodovalhos e Companhia 6 00 Estrelas-do-Mar e Companhia 6 00 Joaninhas e Companhia 6 00 Aranhas e Companhia 6 00 Caranguejos e Companhia 6 00 Caracóis e Companhia 6 00 Mexilhões e Companhia 6 00 Minhocas e Companhia 6 00 A Cidade das Abelhas Lavando os Mamutes R Diversão na Feira R Complexidade e seus Reflexos na Educação R Grade da ção - Agosto / Setembro 2006

7 16 17 EM12h 12hàsàs13h // 16h às 17h / / 20h 20hàsàs 21h 21h BIOLOGIA / LÍNGUA INGLESA / PSICOLOGIA Um programa, da série Vivendo na Cidade, que trata da intensidade da vida moderna e mostra como os seres humanos têm se adaptado a uma diversidade de opções, pessoas e experiências. Comentado por professores de Biologia, Língua Inglesa e Psicologia. A Vida em Alta Velocidade ESCOLA / EDUCAÇÃO Documentário que mostra dificuldades enfrentadas pelos habitantes de um vilarejo no sudeste da China para manem seus filhos na única escola primária da região, localizada nas distantes montanhas de Pingwu. Depois, um documentário que trata da influência que as marcas famosas exercem no consumo de bens e da comunicação que as empresas utilizam para constar cada vez mais consumidores. Uma Escola Primária nas Montanhas O Império das Marcas Complexidade e seus Reflexos na Educação R O programa mostra o papel que a Física Moderna R 50'31' ESCOLA / EDUCAÇÃO Documentário sobre um casal de aposentados franceses que, ao criarem uma escola perto de um lixão em uma cidade do Camboja, ajudam a mudar a realidade da comunidade local. Depois, um programa que mostra o trabalho desenvolvido em uma escola na Sérvia, onde os alunos, traumatizados pelos anos de guerra, têm conuido quebrar o ciclo de violência e de intolerância étnica. Pelo Futuro de uma Criança Ensinando a Paz em Tempos de Guerra R Complexidade e seus Reflexos na Educação R O programa trata de assuntos O Projeto Político Pedagógico: Conceitos e Significados R 57'50'' EDUCAÇÃO FÍSICA Quatro episódios da série Iniciação Esportiva, que mostra as regras e principais caracísticas de várias modalidades esportivas (mais episódios no dia 25 de agosto). Futebol 1 Iniciação ao Futebol R Futebol 2 A Técnica do Futebol R Futebol 3 A Tática do Futebol R Futebol 4 A Preparação Aplicada ao Futebol R Complexidade e seus Reflexos na Educação R LÍNGUA PORTUGUESA / GEOGRAFIA / SOCIOLOGIA que conta a vida e a obra do poeta alagoano Lêdo Ivo, integrante da geração de 1945 do Modernismo Brasileiro. Comentado por professores de Língua Portuguesa, Geografia e Sociologia. Imagem Peninsular de Lêdo Ivo Onze episódios da série Sinfolias, que mostra os instrumentos de uma orquestra em diversas aventuras, usando como trilha musical temas famosos da música erudita (mais episódios no dia 25 de setembro). Sinfolias Seis episódios da série de animação Pelo Universo da Matemática, em que duas crianças e seus amigos robôs, todos de um planeta distante, enfrentam desafios e aprendem, de forma divertida, os fundamentos da Matemática (mais episódios nos dias 22, 23 e 24 de agosto). Bem-vindo a Lixurno R 8 36 Ordenando os Números R 8 58 A Surpresa Vem Depois... R 8 53 TV Celestial R 9 10 Alimentando os Bichos R 8 58 Pedaços e Peças R 8 47 Método Científico e Ensino de Ciências EDUCAÇÃO FÍSICA / / SOCIOLOGIA Um programa, da série Iniciação Esportiva, que apresenta as regras e as principais caracísticas de jogos desconhecidos, como o Floorball e o Funball, e também de atividades físicas populares, mas pouco praticadas nas escolas, como a Peteca. Comentado por professores de Educação Física, Matemática e Sociologia. Jogos e Esportes Alnativos Mais doze episódios da série de animação Pelo Universo da Matemática (outros episódios nos dias 21, 23 e 24 de agosto). Mais Pedaços e Peças R 8 40 A Base Fantasma R 9 02 A Surpresa de Aniversário de Lisa R 9 09 Rodomo Queima um Fusível R 8 48 A Mána Defeituosa R 8 42 Um Jogo de Dardos R 8 20 A Gincana Esportiva de Robôs R 8 56 A Visita Surpresa de Lisa R 9 00 O Gato Bagunceiro R 8 46 O Caminho de Casa R 8 48 Caça ao Tesouro R 9 24 Vídeos Diários R 9 48 Método Científico e Ensino de Ciências EDUCAÇÃO FÍSICA / FÍSICA / BIOLOGIA, da série Iniciação Esportiva, que aborda o conceito de velocidade e mostra a sua aplicação em diversos esportes. Comentado por professores de Educação Física, Física e Biologia. A Velocidade Continuação, em onze episódios, da série de animação Pelo Universo da Matemática (mais episódios nos dias 21, 22 e 24 de agosto). O Exame de Robôs R 9 30 Um Passeio pelo Espaço R 9 21 O Pedido de Ajuda R 9 11 Rota de Colisão R 9 46 Perto Demais R 9 50 Tempo de Reação R 9 30 A uma Fração de Distância R 9 37 Robôs em Perigo R 9 48 Filhote na Balança R 9 31 Borbulama, Linda Borbulama R 9 40 Atiradores de Formas R 9 48 Grade da ção - Agosto / Setembro

8 Método Científico e Ensino de Ciências O programa mostra o papel que a Xadrez na Escola R 51'20' Inferno Hormonal Brasil Kosovo Guadalupe Tura Síria Portugal México Grécia Espanha Encerramento em onze episódios da série de animação Pelo Universo da Matemática (outros episódios nos dias 21, 22 e 23 de agosto). A Decisão-Chave R 9 20 Ovos no Espaço R 9 50 O Planetóide Solitário R 9 29 Combinação Perfeita R 9 36 Qual é a Diferença? R 9 05 Tudo se Soma R 9 33 A Queda de Energia R 9 44 Deixando para Trás R 9 27 Um Desperdício de Tempo R 9 50 A Festa de Despedida R 9 04 Missão Final R 9 50 Método Científico e Ensino de Ciências EM12h 12hàsàs13h // 16h às 17h / / 20h 20hàsàs 21h 21h O programa trata de assuntos O Projeto Político Pedagógico: Passo a Passo R 51'11' EDUCAÇÃO FÍSICA Mais tro programas da série Iniciação Esportiva (outros episódios no dia 18 de agosto). Jogos e Esportes Alnativos 1 R A Velocidade R A Força R A Flexibilidade R Método Científico e Ensino de Ciências QUÍMICA / PSICOLOGIA / BIOLOGIA Documentário, da série A Química do Corpo, que mostra como o estresse, causado pelo ritmo veloz da vida moderna, acarreta distúrbios em nosso metabolismo. Comentado por professores de Química, Psicologia e Biologia Mais dois episódios da série de animação Timothy Vai à Escola, que trata dos primeiros contatos da criança com o ambiente escolar (mais episódios nos dias 7 de agosto e 18 de setembro). Pequenas Mudanças / O Tímido Charles Lilly, Não Perca Isso / Com Frank, sem Frank ESCOLA / EDUCAÇÃO Quatro episódios da série Vamos Brincar, em que crianças de diferentes nacionalidades mostram as brincadeiras e os jogos de rua de suas comuni- dades, ensinando um pouco sobre a cultura de cada um desses lugares (mais episódios no dia 29 de agosto). França Itália Argélia Marrocos Discutindo Práticas em Matemática HISTÓRIA / LÍNGUA PORTUGUESA / ANTROPOLOGIA Um programa, da série Intérpretes do Brasil, que fala sobre o universo lusitano à época dos descobrimentos e da influência dessa visão de mundo na formação dos mitos brasileiros. Comentado por professores de História, Língua Portuguesa eantropologia. Portugal Brasil, por Judith Cortesão ESCOLA / EDUCAÇÃO Mais nove episódios da série Vamos Brincar (outros episódios no dia 28 de agosto) Discutindo Práticas em Matemática EM 12h às 13h / 16h às 17h / 20h às 21h 12h às 13h / 16h às 17h / 20h às 21h BIOLOGIA / GEOGRAFIA / QUÍMICA Um programa, da série Ciência Nua e Crua 3, em que cinco cientistas, refazendo as antigas expedições em busca de ouro na Nova Zelândia, devem descobrir ndo ocorreu o último forte remoto na região, além de preparar um hidratante para mãos feito de pêlo de ovelha. Comentado por professores de Biologia, Geografia e Química. Desafio MEIO AMBIENTE Quatro episódios da série Avisos da Natureza: Lições Não-Aprendidas, que mostra como a explo- ração dos combustíveis e dos metais pesados vem comprometendo seriamente a saúde do homem e o elíbrio ambiental. Ligação para a Vida Cidade-Fumaça Catástrofe Iminente Poeira Maldita Discutindo Práticas em Matemática O programa mostra o papel que a Química: Experimentar sem Medo de Errar R 50'40' GEOGRAFIA Sete episódios da série Nossa Terra, que trata dos aspectos físicos do planeta, analisando as eras geológicas, os diferentes tipos de rocha e o movimento das placas tectônicas. Qual a Sua Idade? R Fósseis R O Fogo R Colisões e Deslizamentos R Grade da ção - Agosto / Setembro 2006

9 Erosão R Composição das Rochas R Quem Precisa da Geologia? R Discutindo Práticas em Matemática O programa trata de assuntos O Papel dos Colegiados na Gestão Escolar R 54'46' SETEMBRO ÉTICA Mais dois episódios da série Vivendo na Cidade (outros episódios no dia 1º de setembro). Vivendo no Limite R Mantendo as Aparências R SF 11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàsàs 20h (AO VIVO) Especial Saber Saúde: Promoção da Saúde no Dia-a-Dia da Escola EM12h 12hàsàs13h / 16h às 17h / / 20hàsàs 21h 21h ARTE / / FILOSOFIA Um programa, da série Arte e Matemática, que aborda o conceito de belo nas manifestações artísticas ao longo da História. Comentado por professores dearte, Matemática e Filosofia. O Belo Mais tro episódios da série Um Menino Muito Malunho (outros episódios nos dias 1º e 2 de agosto e 5 de setembro). Festa do Pijama Por que Comigo? A Fada-madrinha do Consumo Malunho Galã Educação e Movimentos Sociais O programa mostra o papel que a Estação da Vida R 54'09' ÉTICA Quatro episódios da série Vivendo na Cidade, que mostra a vida nos grandes centros urbanos e analisa o comportamento das pessoas em lugares como supermercados e metrôs (mais episódios no dia 4 de setembro). A Vida em Alta Velocidade R Invasores do Espaço R Amigos Virtuais R Exploradores Urbanos R Discutindo Práticas em Matemática BIOLOGIA / FÍSICA / ARTE que revela as técnicas utilizadas por animais e, em deminados casos, por seres humanos, para se misturarem com o ambiente ao seu redor e se protegerem de seus possíveis adversários. Comentado por professores de Biologia, Física e Arte. Mimetismo Quatro episódios da série Um Menino Muito Malunho, baseada no livro do escritor Ziraldo, que conta as aventuras e descobertas nas várias etapas da vida do Menino Malunho (mais episódios nos dias 1º e 2 de agosto e 6 de setembro). Liga, Desliga O Melancia Azul e Rosa Baleia de Rio feriado 8 EF 7h 7h às 9h às 9h / 9h/ 9h às às 11h 11h / 13h / 13h às às 15h 15h / 17h / 17h às às 19h 19h PLURALIDADE CULTURAL Nove episódios da série A no Meu País, que mostra crianças de diferentes localidades apresentando a cultura e os costumes de suas regiões. Mongólia com Baljinyam R República Tcheca com Magda R Bélgica com Oscar R Guatemala com Andres R Dinamarca com Mikkel R Noruega com Baldur e Kristofer R Estônia com Maria R Finlândia com Aliisa R Argentina com Gala R SF 11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàsàs 20h (AO VIVO) 2 3 Educação e Movimentos Sociais Educação e Movimentos Sociais EM12h 12hàs às13h / 16h às 17h / 20h / 20h às às 21h 21h 4 EI 7h 7h às às 8h 8h / 9h / 9hàsàs10h // 13h às 14h / 17h às 18h Quatro episódios da série de animação Chaminha, a Bebê Dragão, que mostra as aventuras de um pequeno dragão azul em busca de seu lar (mais episódios no dia 14 de agosto). Que Desperdício Bebês Crescem Um Monte de Coisas Mudando Coisas HISTÓRIA / GEOGRAFIA / BIOLOGIA O programa, da série A Voz do Deserto, visita o noroeste do México, uma região árida habitada por descendentes dos povos maias que apresenta diversas espécies de pássaros e uma floresta de cáctus. Comentado por professores de História, Geografia e Biologia. Visitando Antigas Terras Maias BIOLOGIA / QUÍMICA / GEOGRAFIA Um programa que fala sobre o impacto do efeito estufa nas ilhas tropicais do Pacífico e analisa as políticas ambientais que tratam desse assunto. Comentado por professores de Biologia, Química e Geografia. Águas Montantes: O Aquecimento Global e o Destino das Ilhas do Pacífico R 53'00' Grade da ção - Agosto / Setembro

10 9 10 Hanseníase R Câncer de Pele R O Jovem no Ensino Médio R 51'25' 11 Quatro episódios da série As Quatro Estações de Ludovic, que conta as aventuras de um urso e suas descobertas sobre aspectos importantes da vida, como amizade, família, sonhos e perdas. Encerram o dia cinco episódios da série Tudo sobre Arte, que mostra como as crianças entendem e se utilizam da linguagem artística. A Todos os Vovôs e Vovós R Aos Meus Netos R Um Crocodilo no Jardim R 9 56 Magia no Ar R Tudo sobre Arte R SAÚDE Dois episódios da série GerAção Saúde, em que um grupo de adolescentes, a partir de situações do cotidiano, discute temas relacionados à saúde, mais especificamente aos cuidados com a pele (mais episódios no dia 12 de setembro). Três É Pouco R Saúde da Pele R SF 11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàs às 20h (AO VIVO) EJA e Educação no Campo PSICOLOGIA / SOCIOLOGIA / BIOLOGIA em que jovens relatam suas próprias experiências de como conuiram superar distúrbios mentais. Comentado por professores de Psicologia, Sociologia e Biologia. 13 EJA e Educação no Campo ARTE / FÍSICA / LÍNGUA PORTUGUESA Um programa, da série Tocadores: Homem, Terra, Música e Cordas, que revela a relação de violeiros e rabequeiros de São Paulo, Paraná e Santa Catarina com seus instrumentos e com a música de tradição oral de seus Estados. Comentado por professores de Arte, Física e Língua Portuguesa. Litoral Sul ARTE Quatro episódios da série Linhas, Formas e Cores, que mostra as técnicas fundamentais presentes nas artes plásticas, além das ferramentas utilizadas ao longo da história da pintura. Pigmentos Ilustrações O Estúdio do Artista A Luz EJA e Educação no Campo EM12h 12hàsàs13h // 16h às 17h / / 20h 20hàsàs 21h 21h O programa mostra o papel que a Pescando Soluções R 54'13' ARTE Mais 22 episódios da série Sinfolias (outros episódios no dia 14 de agosto). Sinfolias SF 11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàsàs 20h (AOO VIVO) EJA e Educação no Campo GEOGRAFIA / BIOLOGIA / SOCIOLOGIA que mostra pólos mundiais de produção de água potável, como os rios Amazonas (América do Sul), Nilo (África) e Mekong (Ásia), e alerta para a importância de sua preservação. Comentado por professores de Geografia, Biologia e Sociologia. A Vida na Água EI 7h 7h às às8h 8h / 9h / 9hàs às10h // 13h às 14h / 17hàs às 18h Dois episódios da série de animação Timothy Vai à Escola, que trata dos primeiros contatos da criança com o ambiente escolar (mais episódios nos dias 7 e 28 de agosto). Coisas da Vida: Vencendo o Jogo da Mente ARTE Vinte e dois episódios da série de animação Sinfolias, que mostra os instrumentos de uma orquestra em diversas aventuras, usando como trilha musical temas famosos da música erudita (mais episódios no dia 15 de setembro). Sinfolias Pintando o Sete / Dormindo Fora de Casa A Árvore de Música / Projeto de Epe SAÚDE Mais cinco episódios da série GerAção Saúde (outros episódios no dia 11 de setembro). Acne R Vida Saudável com o Sol R Mancha de Pele R EJA e Educação no Campo EM12h 12hàsàs13h // 16h às 17h / / 20h 20hàsàs 21h 21h O programa trata de assuntos GEOGRAFIA Documentário sobre a relação dos brasileiros das regiões Norte e Nordeste com a natureza e que mostra, como exemplo, o vaqueiro do sertão, os construtores da estrada de ferro Madeira Mamoré, o jangadeiro nordestino, entre outros. O Brasil Esquecido Grade da ção - Agosto / Setembro 2006

11 19 SF11h 11h às 12h às 12h / 15h / 15h às às 16h 16h (REPRISE) / 19h / 19hàsàs 20h (AO VIVO) PROEJA: Formação Integral de Jovens e Adultos HISTÓRIA / GEOGRAFIA / ANTROPOLOGIA Um programa, da série Breve História das Capitais Brasileiras, que apresenta aspectos geográficos, culturais e sociais da cidade de Salvador, ressaltando o seu importante papel na História do Brasil. Comentado por professores de História, Geografia eantropologia. Salvador GEOGRAFIA Dois episódios da série A Voz do Deserto, que mostra a vida nas regiões áridas das Américas. Depois, um programa que investiga a origem da comida, abordando o tema dos transgênicos, e alerta para a necessidade de se produzir alimentos cada vez mais baratos e a partir de recursos renováveis. Viagens por Baja: Vulcões e Oceanos R Boojums de Baja: Plantas Bizarras R A História do Alimento R PROEJA: Formação Integral de Jovens e Adultos HISTÓRIA / ARTE / Um programa, da série Breve História das Capitais Brasileiras, que apresenta diversos aspectos de Brasília: a artetura singular, a relação histórica com o poder e o modo de vida das pessoas comuns que habitam a cidade. Comentado por professores de História,Arte e Matemática. Brasília Decimais, Frações e Percentagens R Escalando as Alturas: Razão e Escala R Primos e Potências: Padrões em uma Grade Numerada R Muitos Vínculos: Seqüência de Números R Mantenha o Elíbrio: Manipulando Eções R Se Não Conuir de Início: Resolvendo Eções por Tentativa e Erro R PROEJA: Formação Integral de Jovens e Adultos O programa mostra o papel que a O Futuro na Escola R 53'45' Mais dois episódios da série de animação No Jardim da Matemática (outros episódios no dia 20 de setembro). Encerram o dia dez episódios da série de animação Investigações Matemáticas 1, em que o jovem agente secreto Matt, com ajuda de três crianças reais, precisa resolver os desafios matemáticos propostos pelo vilão Dr. Conta nos Dedos. O Plano Vegetal: Coordenadas e Gráficos R Comportamento Variável: Mánas de Função R Múltiplos e Fatores R 9 05 Frações R 9 06 Zeros R 9 08 Decimais R 9 04 Dobro e Metade R 9 04 Complementos R 9 09 Arredondar R 9 01 Porcentagens R 9 06 Números Grandes R 9 08 Números Inteiros R Oito episódios da série de animação Investigações Matemáticas 2, unda edição das aventuras do agente secreto Matt em sua luta contra o vilão Dr. Conta nos Dedos. Eções R Formas Bidimensionais R Porcentagens R Frações R Decimais R Formas Tridimensionais R Números Quadrados e Números Primos R Medidas R PROEJA: Formação Integral de Jovens e Adultos ARTE / PSICOLOGIA / Documentário, da série Como a Arte Moldou o Mundo, que, a partir da análise de pinturas rupestres, mostra como o ser humano desenvolveu a habilidade de criar e inpretar imagens. Comentado por professores de Arte, Psicologia e Matemática. O Dia em que as Figuras Nasceram Mais onze episódios da série Sinfolias, que mostra os instrumentos de uma orquestra em diversas aventuras, usando como trilha musical temas famosos da música erudita (outros episódios no dia 21 de agosto). Sinfolias Oito episódios da série No Jardim da Matemática, em que três personagens tentam resolver desafios e quebra-cabeças matemáticos para uirem adiante em sua jornada no mundo mágico da razão (mais episódios no dia 21 de setembro). Ordens, por Favor: Ordens de Operação R Andando para Trás: Números Negativos R PROEJA: Formação Integral de Jovens e Adultos O programa trata de assuntos O Papel do Professor R 45'41' HISTÓRIA Documentário que conta a história do explorador espanhol Hernan Cortez e os acontecimentos que culminaram na consta do México. Hernan Cortez Crônica de uma Consta Espaços de Encontro: Corporeidade e Conhecimento Grade da ção - Agosto / Setembro

TV ESCOLA GRADE DE REPRISE DA PROGRAMAÇÃO Julho 2007

TV ESCOLA GRADE DE REPRISE DA PROGRAMAÇÃO Julho 2007 TV ESCOLA GRADE DE REPRISE DA PROGRAMAÇÃO Julho 2007 2/7 SEGUNDA FEIRA 7h às 8h Educação Infantil de 5/3: As Letrinhas Mágicas 8h às 9h Ensino Fundamental de 5/3: Literatura 9h às 10h Educação Infantil

Leia mais

OBJECTIVOS DO PROJECTO

OBJECTIVOS DO PROJECTO INTRODUÇÃO Este projecto destina-se às crianças dos três aos seis anos de idade. A Lei Quadro da Educação Pré-escolar estabelece como princípio geral que a educação pré-escolar é a primeira etapa da educação

Leia mais

VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil

VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil NOSSA MISSÃO: Por meio da educação formar cidadãos felizes, independentes, éticos e solidários VALORES: Respeito, honestidade, boa moral

Leia mais

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL ANTECEDENTES Art. 210. Serão fixados conteúdos mínimos para o ensino fundamental, de maneira a assegurar formação básica comum

Leia mais

4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange

4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange LÍNGUA PORTUGUESA Leitura: Meu nome não é esse (Notícia); Pesquisa de opinião (entrevista); Aprofundamento

Leia mais

IFA MIRIM PROJETO: LEIA PARA MIM!

IFA MIRIM PROJETO: LEIA PARA MIM! IFA MIRIM PROJETO: LEIA PARA MIM! Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história.

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

:: NOVA ESCOLA ON-LINE ::

:: NOVA ESCOLA ON-LINE :: Page 1 of 7 Planos de aula Educação Infantil Conhecimento de Mundo Natureza e Sociedade Seres Vivos Plano de trabalho O ovo vira pinto Introdução Muito freqüentemente, o trabalho com as ciências naturais,

Leia mais

DIRETORIA DE TECNOLOGIA E APOIO EDUCACIONAL GERÊNCIA DE NÚCLEO DE AUDIOVISUAL MATEMÁTICA

DIRETORIA DE TECNOLOGIA E APOIO EDUCACIONAL GERÊNCIA DE NÚCLEO DE AUDIOVISUAL MATEMÁTICA MATEMÁTICA 01 3,4,5 E O PENTÁGONO 10' 39" Aula Ens. Médio 22/05/01 01 039 02 A ARTE DA CONSTRUÇÃO 24' Documen. Ens. Fund. 07/05/98 98 025 03 A BASE FANTASMA 9'02'' Animação Ens. Fund. 27/03/06 010/06 04

Leia mais

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2.

2. Laboratório: uso do avental, organização e relatório 3. Tarefas. 1. Avaliação da Semana de Geociências e Meio Ambiente 2. PIC VERSÃO PARA O PROFESSOR Produção Integrada ao Conteúdo 6. o ano Ensino Fundamental Componentes da PIC 2. o bimestre Arte Ciências A nota da PIC é a média entre a nota de tarefa (avaliação do conjunto

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

Projetos Pedagógicos. Agosto 2012

Projetos Pedagógicos. Agosto 2012 Projetos Pedagógicos Agosto 2012 AMIZADE Amigo a gente cuida, faz carinho, brinca, sorri e até chora junto, e percebemos o quanto precisamos um do outro. A amizade é muito valiosa para nós que construímos

Leia mais

Sinfolias EDUCAÇÃO INFANTIL

Sinfolias EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Sinfolias EDUCAÇÃO INFANTIL exibição: segunda-feira, terça-feira e quinta-feira, às 9h20, com reprise às 18h20 duração: 9 episódios de 5 Série de animação que mostra os instrumentos de uma orquestra

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias.

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. 1 Olá! O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. Este mês, conhecemos histórias muito interessantes que deixaram tantas recordações e aprendizados para nossos alunos! Padrinhos Argumento: EM

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Crianças do Brasil Suas histórias, seus brinquedos, seus sonhos elaborada por ANA CAROLINA CARVALHO livro de JOSÉ SANTOS ilustrações

Leia mais

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS 1 CARTA DA TERRA A Carta da Terra é uma declaração de princípios fundamentais para a construção de uma sociedade que seja justa, sustentável e pacífica. Ela diz o que devemos fazer para cuidar do mundo:

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Um projeto para discutir Direitos Humanos necessariamente tem que desafiar à criatividade, a reflexão, a crítica, pesquisando, discutindo e analisando

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 12 de março de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Iniciamos esta semana os projetos pedagógicos do 1 Trimestre letivo. As turmas de Jardim

Leia mais

Para quê se lê. Para ler são necessárias algumas estratégias de construção de significados. Conheça algumas:

Para quê se lê. Para ler são necessárias algumas estratégias de construção de significados. Conheça algumas: A turminha da Educação Infantil desenvolve semestralmente os projetos de sala, dentre eles está o Projeto Pequenos Leitores, onde os alunos têm a oportunidade de apreciarem literaturas ricas em valores

Leia mais

PONTO DE APOIO SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA PLANETA AZUL EDIÇÃO 142

PONTO DE APOIO SEREM DESENVOLVIDAS NAEDUCAÇÃOINFANTIL EENSINO FUNDAMENTAL, CONSIDERANDO AS HISTÓRIAS PUBLICADAS NA REVISTA PLANETA AZUL EDIÇÃO 142 CAPA PONTO DE APOIO CUIDAR RECONHECER QUE A HORTA ENVOLVE CUIDADOS, COMO IRRIGAÇÃO, DESBASTAÇÃO, ESPAÇAMENTO ENTRE AS MUDAS, COMPOSTAGEM, PODA, ENTRE OUTROS, ALÉM DO MONITORAMENTO DAS FASES DE CRESCIMENTO,

Leia mais

Conhecendo os países, os continentes e os oceanos

Conhecendo os países, os continentes e os oceanos Conhecendo os países, os continentes e os oceanos nós na sala de aula - módulo: geografia 4º e 5º anos - unidade 5 As atividades propostas pretendem estimular as crianças a perceber as ideias de continente,

Leia mais

Sobre nós. Educação Ambiental. Fale Conosco

Sobre nós. Educação Ambiental. Fale Conosco Sobre nós Em 1997 com iniciativas dos proprietários da Fazenda Alegre conscientes da importância da preservação e conservação dos remanescentes da vegetação nativa da fazenda, áreas degradadas vêm sendo

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL V - 2012 A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

natural das crianças para esses seres que fazem tão bem às nossas vidas.

natural das crianças para esses seres que fazem tão bem às nossas vidas. Justificativa do Projeto Os animais têm forte presença no dia a dia das crianças, seja de forma física ou através de músicas, desenhos animados, jogos, historias e brinquedos. Além disso, possuem um importante

Leia mais

readquire a alegria de viver. O incrível universo do jardim fortalece a amizade entre as crianças e traz de volta o sorriso ao rosto do senhor Craven.

readquire a alegria de viver. O incrível universo do jardim fortalece a amizade entre as crianças e traz de volta o sorriso ao rosto do senhor Craven. O JARDIM SECRETO Introdução ao tema Mais que um simples romance sobre a descoberta de um lugar proibido, O jardim secreto revela o fascínio dos primeiros contatos com a natureza e a importância que ela

Leia mais

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto:

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto: PROJETO ANIMAIS 1. Tema: O mundo dos animais Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza e Sociedade (x) Matemática 2. Duração: 01/06

Leia mais

REDE DE EDUCAÇÃO SMIC COLÉGIO SANTA CLARA SANTARÉM-PARÁ ENSINO FUNDAMENTAL I PROJETOS PARA FEIRA DO CONHECIMENTO 2014

REDE DE EDUCAÇÃO SMIC COLÉGIO SANTA CLARA SANTARÉM-PARÁ ENSINO FUNDAMENTAL I PROJETOS PARA FEIRA DO CONHECIMENTO 2014 Projeto: O MUNDO ENCANTADO DA ARTE - 1º ano A, B, C e D Professoras: Newman Miranda, Girlainy Aragão e Eliziana Monteiro A arte faz parte da vida das crianças como instrumento de leitura do mundo e de

Leia mais

dicas para usar o celular nas aulas

dicas para usar o celular nas aulas E-book 11 dicas para usar o celular nas aulas Sugestões de atividades com os aplicativos mais básicos e simples de um aparelho Por Talita Moretto É permitido compartilhar e adaptar este material, desde

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS ESCOLA DE FORMAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL - EFETI PROJETO SEMESTRAL. EMEF Prof.ª Ignêz Sagula Fossá

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS ESCOLA DE FORMAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL - EFETI PROJETO SEMESTRAL. EMEF Prof.ª Ignêz Sagula Fossá EMEF Prof.ª Ignêz Sagula Fossá NOME DO PROFESSOR: Andréia Roque Vizinho Gonçalves EIXO : M.E.L. ATELIÊ: Brincadeiras de Rua SEMESTRE: Primeiro ANO: 2013 Tema do Projeto: Brincadeiras de Rua Nome do Projeto:

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA. Autora: Bia Villela. Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Período: Três semanas.

ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA. Autora: Bia Villela. Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Período: Três semanas. ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA Sequência Didática I Era uma vez um gato xadrez... Autora: Bia Villela. Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Silvana Bento de Melo Couto.

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Silêncio criativo Em Catador de Palavras, o jovem leitor tem a oportunidade de escolher as palavras mais adequadas que o ajudarão a

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA Connie, a Vaquinha 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): A Ponte 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio A Ponte faz parte da série Connie,

Leia mais

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens A obra salesiana teve início em Turim, na Itália, onde Dom Bosco colocou em prática seus ideais de educação associados ao desenvolvimento

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Revelar curiosidade e desejo de saber; Explorar situações de descoberta e exploração do mundo físico; Compreender mundo exterior mais próximo e do

Leia mais

PREFEITURA DE ESTÂNCIA TURÍSTICA DE SÃO ROQUE - SP DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES EDUCAÇÃO PARA A PAZ

PREFEITURA DE ESTÂNCIA TURÍSTICA DE SÃO ROQUE - SP DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES EDUCAÇÃO PARA A PAZ PREFEITURA DE ESTÂNCIA TURÍSTICA DE SÃO ROQUE - SP DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES EDUCAÇÃO PARA A PAZ TEMA PROJETO DE CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES Educação para a Paz Aplicadores:

Leia mais

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18).

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18). SUGESTÕES PARA O APROVEITAMENTO DO JORNAL ESCOLAR EM SALA DE AULA 1ª a 5ª série A cultura escrita diz respeito às ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado. Esse processo

Leia mais

Área de Formação Pessoal e Social

Área de Formação Pessoal e Social Área de Formação Pessoal e Social Identidade/ Auto-estima Independência/ Autonomia Convivência democrática/ Cidadania Brincar com o outro (s); Ouvir os outros; Saber identificar-se a si e o outro; Esperar

Leia mais

Alfabetização e Letramento

Alfabetização e Letramento Alfabetização e Letramento Material Teórico A Escrita no Processo de Alfabetização Responsável pelo Conteúdo e Revisor Textual: Profª. Ms Denise Jarcovis Pianheri Unidade A Escrita no Processo de Alfabetização

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2011 Educação Infantil III Área de conhecimento: Linguagem Série: Infantil III Educação Infantil Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos

Leia mais

Questões Estruturais do Currículo

Questões Estruturais do Currículo Questões Estruturais do Currículo Embora as questões abaixo sejam divididas em três níveis gerais de ensino, muitas delas podem ser usadas em praticamente qualquer série. Questões Estruturais do Currículo

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Conhecendo o Rosquinha. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Balinha e Dentinho encontram um cachorro perdido

Leia mais

Um Menino Igual a Todo Mundo

Um Menino Igual a Todo Mundo elaboração: PROF. DR. JOSÉ NICOLAU GREGORIN FILHO Um Menino Igual a Todo Mundo escrito por & ilustrado por Sandra Saruê Marcelo Boffa Os Projetos de Leitura: concepção Buscando o oferecimento de subsídios

Leia mais

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a)

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) 5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) Roteiro Semanal de Atividades de Casa (06 a 10 de Maio 013) Desafio! 1) Agora, temos um desafio com formas geométricas. Observe. ) Complete a sequência seguindo

Leia mais

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL ROSA, Maria Célia Fernandes 1 Palavras-chave: Conscientização-Sensibilização-Transferência RESUMO A psicóloga Vanda

Leia mais

Momentos Pedagógicos 2015

Momentos Pedagógicos 2015 Momentos Pedagógicos 2015 Nossas excelentes profissionais formando os cidadãos do futuro! Coord. Pedagógica: Alessandra Barbosa Creche II Professora Janile e Professora Taynan Creche III Professora Dóris

Leia mais

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento Atividade 9 Espaços da escola Encaminhamento Leve os alunos para conhecer os espaços da escola: sala de leitura, informática, refeitório, quadra de futebol, parque, etc. Peça para os alunos registrarem

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO - FNDE PROINFÂNCIA BAHIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FACED DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Áreas de Conteúdo Actividades planificadas e realizadas Actividades planificadas e não realizadas Actividades não planificadas e realizadas

Leia mais

Criar perfil de personagens literários na rede

Criar perfil de personagens literários na rede Criar perfil de personagens literários na rede Que tal aliar as leituras literárias da turma ao uso das redes sociais digitais? A proposta desta atividade é que os alunos criem, em rede social, perfis

Leia mais

Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro

Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro para crianças Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro bem-estar da família humana e de todo o mundo

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA A EVOLUÇÃO DA ESCRITA Percebemos a partir da observação das imagens exibidas no vídeo A EVOLUÇÃO DA ESCRITA que o homem sempre buscou muitas formas de transmitir pensamentos. O texto é uma das formas mais

Leia mais

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA Antonio Carlos Pavão Quero saber quantas estrelas tem no céu Quero saber quantos peixes tem no mar Quero saber quantos raios tem o sol... (Da canção de João da Guabiraba

Leia mais

Imaginação e protagonismo na Educação Infantil: construindo uma escola mais íntima da infância

Imaginação e protagonismo na Educação Infantil: construindo uma escola mais íntima da infância Imaginação e protagonismo na Educação Infantil: construindo uma escola mais íntima da infância Me. Tony Aparecido Moreira tony.educ@gmail.com Denise Watanabe de.wtnb@gmail.com Dr. José Milton de Lima miltonlima@fct.unesp.br

Leia mais

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre.

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre. ]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. ANO 2013-1ª EDIÇÃO A equipe gestora está sempre preocupada com o desempenho dos alunos e dos educadores, evidenciando

Leia mais

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA ESCOLA ESTADUAL ALMIRANTE TOYODA-2014 PROJETO IDENTIDADE MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA TURMA: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL (AZALÉIA E ACÁCIA) PROFESSORAS: GENISMEYRE E LUCILEILA Projeto Identidade Público

Leia mais

A soma será feita da seguinte forma:

A soma será feita da seguinte forma: TESTE VOCACIONAL Teste sua vocação Testes vocacionais não fazem milagres, não têm poder de apontar uma única profissão a ser seguida, mas são um bom norte acerca de aptidões e interesses. O questionário

Leia mais

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares 3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares UNIDADE 1 BICHO E GENTE, CADA UM TEM UM JEITO DIFERENTE! A proposta deste tema é estimular a criança a perceber as diferenças existentes

Leia mais

Formas de organização do trabalho de alfabetização e letramento

Formas de organização do trabalho de alfabetização e letramento Formas de organização do trabalho de alfabetização e letramento Isabel Cristina Alves da Silva Frade(1) Introdução Como realizar um planejamento de trabalho de alfabetização e letramento com crianças de

Leia mais

Notícias do grupo. REUNIÃO DE PAIS 1º ANO B e C 1º SEMESTRE/2011 PROFESSORAS:CRIS E JULIANA 21/3/2011

Notícias do grupo. REUNIÃO DE PAIS 1º ANO B e C 1º SEMESTRE/2011 PROFESSORAS:CRIS E JULIANA 21/3/2011 REUNIÃO DE PAIS 1º ANO B e C 1º SEMESTRE/2011 PROFESSORAS:CRIS E JULIANA Notícias do grupo QUANDO EU TINHA UM ANO, EU ESTAVA APENAS COMEÇANDO. QUANDO EU TINHA DOIS, EU ERA QUASE NOVO. QUANDO EU TINHA TRÊS,

Leia mais

ENCONTRO "PCN EM AÃÃO"

ENCONTRO PCN EM AÃÃO ENCONTRO "PCN EM AÃÃO" RELATO DA PAUTA DO ENCONTRO Cuiabaß - Parte de 5¼ a 8¼ súrie por Caio M. Costa 1 a. dia - Manhã 1 a. parte - todos juntos - Ana Rosa e Rosaura Apresentação dos PCNs Níveis de concretização

Leia mais

SÃO CAMILO SOCIAL. Informativo Semanal - Equipamentos Sociais - Sociedade Beneficente São Camilo-SP. Alimentação mais saudável no CEI Ponte Pequena

SÃO CAMILO SOCIAL. Informativo Semanal - Equipamentos Sociais - Sociedade Beneficente São Camilo-SP. Alimentação mais saudável no CEI Ponte Pequena SÃO CAMILO SOCIAL Informativo Semanal - Equipamentos Sociais - Sociedade Beneficente São Camilo-SP Alimentação mais saudável no CEI Ponte Pequena Produzido pela LC Web Comunicação Ano II, Edição 25 20-04-11

Leia mais

ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE

ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE Unidade II ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL Profa. Ana Lucia M. Gasbarro A formação pessoal e social da criança, áreas de conhecimento e desenvolvimento da criança Introdução A importância

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo busca preencher

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA. Sequência Didática II Brincadeira Amarelinha

RELATO DE EXPERIÊNCIA. Sequência Didática II Brincadeira Amarelinha ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ EVARISTO COSTA RELATO DE EXPERIÊNCIA Sequência Didática II Brincadeira Amarelinha Professoras: Maria Cristina Santos de Campos. Silvana Bento de Melo Couto. Público Alvo: 3ª Fase

Leia mais

Orientações de Como Estudar Segmento II

Orientações de Como Estudar Segmento II Orientações de Como Estudar Segmento II Aprender é uma tarefa árdua que exige esforço e método e por isso organizamos algumas dicas para ajudá-lo(la) a aprender Como Estudar! Você verá que as orientações

Leia mais

Filme: Bichos Urbanos

Filme: Bichos Urbanos Filme: Bichos Urbanos Gênero: Experimental Diretor: João Mors, Karen Barros Elenco: José Marinho Ano 2002 Duração: 20 min Cor: Colorido Bitola: 16mm País: Brasil Disponível no Porta Curtas: www.portacurtas.com.br/curtanaescola/filme.asp?cod=1495

Leia mais

2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS Professoras regentes: Ana Paula, Kellen, Maristela e Waléria

2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS Professoras regentes: Ana Paula, Kellen, Maristela e Waléria COLÉGIO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO IRMÃS DOMINICANAS Curitiba, 15 de março de 2012. Senhores pais ou responsáveis, Enviamos-lhes o cronograma do que vai ser trabalhado nesta 1ª Etapa no 2º ano. O cronograma

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Expressar curiosidade e desejo de saber; Reconhecer aspetos do mundo exterior mais próximo; Perceber a utilidade de usar os materiais do seu quotidiano;

Leia mais

PROJETO DE ESTÁGIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

PROJETO DE ESTÁGIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL PROJETO DE ESTÁGIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL BRIZOLA, Silene Francisca dos Santos. (UNEMAT) silenefsb@hotmail.com SILVA, Maria Ivonete da. (UNEMAT) ivonete0304@hotmail.com RESUMO Este projeto foi desenvolvido

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 1ª ETAPA / 2013 MATERNAL III PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 2013 MATERNAL 3 ANOS Organize suas atividades de forma ordenada, dando a cada uma o seu tempo

Leia mais

Centro Educacional Linus Pauling

Centro Educacional Linus Pauling Centro Educacional Linus Pauling Projeto 2º SEmestre 2012 APRESENTAÇÃO Faz-se necessário entender que o equilíbrio da natureza é essencial para a vida na terra, e que atualmente a preocupação com a degradação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR REGISTO DE OBSERVAÇÃO / AVALIAÇÃO Nome Data de Nascimento / / Jardim de Infância de Educadora de Infância AVALIAÇÃO

Leia mais

Índice remissivo - 2011 Assunto

Índice remissivo - 2011 Assunto Índice remissivo - 2011 Assunto Conheça as seções da revista AMAE Educando e as matérias publicadas em cada uma. ALFABETIZAÇÃO INTERAGINDO COM AS PALAVRAS. n. 380. p. 18/22. ARTE ARTE SEM AMARRAS. n. 384.

Leia mais

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1

Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 1 Revista Avisa lá, nº 2 Ed. Janeiro/2000 Coluna: Conhecendo a Criança Descobrindo o que a criança sabe na atividade inicial Regina Scarpa 1 O professor deve sempre observar as crianças para conhecê-las

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez.

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. PROJETO DE LEITURA E ESCRITA Era uma vez... E conte outra vez. CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO TEMA; PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. INSTITUIÇÃO Escola Estadual Lino Villachá

Leia mais

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 Justificativa do Projeto Conhecer o corpo humano é conhecer a vida, poucos assuntos são tão fascinantes para os alunos quanto esse. Por menores que sejam as crianças,

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO TRABALHADO "A peça". 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Em um dia de verão, os brinquedos aproveitam o sol

Leia mais

A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas

A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas e as representações subjetivas sobre os conceitos estudados.

Leia mais

SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE

SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE Escola de Tempo Integral Experiências Matemáticas 7º ANO (6ª série) SUPERAÇÃO JÁ! ETAPA DEterminaÇÃO CADERNO DO ESTUDANTE Este é um material em construção que contém os capítulos de apoio das atividades

Leia mais

Matemática na Vida. Série: Razão e Proporção Conceito no dia a dia

Matemática na Vida. Série: Razão e Proporção Conceito no dia a dia Matemática na Vida Série: Razão e Proporção Conceito no dia a dia Resumo Com uma câmera nas mãos, o nosso curioso personagem Euclides, procura compreender os mistérios da Matemática por de trás de situações

Leia mais

A LITERATURA INFANTIL COMO RECURSO NO ATENDIMENTO ESPECIALIZADO AOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA MENTAL

A LITERATURA INFANTIL COMO RECURSO NO ATENDIMENTO ESPECIALIZADO AOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA MENTAL A LITERATURA INFANTIL COMO RECURSO NO ATENDIMENTO ESPECIALIZADO AOS ALUNOS COM DEFICIÊNCIA MENTAL Luana Martins Abreu Profª. da Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu/RJ As crianças com qualquer

Leia mais

A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças

A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças PADILHA, Aparecida Arrais PMSP cidarrais@yahoo.com.br Resumo: Este artigo apresenta uma

Leia mais

Educação Especial 60 GUIA DE PROGRAMAS

Educação Especial 60 GUIA DE PROGRAMAS Educação Especial O direito à inclusão é o principal tema desta seção. Os programas mostram os obstáculos enfrentados por crianças e jovens portadores de deficiências, apresentados como pessoas apenas

Leia mais

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação.

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação. Colégio Tutto Amore Colégio Sapience Carinho, Amor e Educação. Trabalhamos com meio-período e integral em todos os níveis de ensino. www.tuttoamore.com.br Nossa História No ano de 1993 deu-se o ponto de

Leia mais

PIC. Componentes da PIC 2. o bimestre. Produção Integrada ao Conteúdo

PIC. Componentes da PIC 2. o bimestre. Produção Integrada ao Conteúdo PIC VERSÃO PARA O PROFESSOR VERSÃO PARA O PROFESSOR 9. o ano Ensino Fundamental Produção Integrada ao Conteúdo Componentes da PIC 2. o bimestre Arte Ciências Geografia História A nota da PIC é a média

Leia mais

Os Amigos do Pedrinho

Os Amigos do Pedrinho elaboração: PROF. DR. JOSÉ NICOLAU GREGORIN FILHO Os Amigos do Pedrinho escrito por & ilustrado por Ruth Rocha Eduardo Rocha Os Projetos de Leitura: concepção Buscando o oferecimento de subsídios práticos

Leia mais

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE Mesmo não acreditando na Educação Criativa, o professor pode fazer uma experiência para ver o resultado. É o caso da professora deste relato. Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO

INFORMATIVO 2015 GRUPO INFORMATIVO 2015 GRUPO 5 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Marília Darc Cardoso Cabral e Silva 1 Tatiane Pereira da Silva 2 RESUMO Sendo a arte uma forma do ser humano expressar seus sentimentos,

Leia mais

ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA Carine Almeida Silva noletocarine@gmail.com

ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA Carine Almeida Silva noletocarine@gmail.com 1 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA Carine Almeida Silva noletocarine@gmail.com RESUMO Este trabalho apresenta um relato de experiência ao realizar as atividades propostas no curso Alfabetização

Leia mais