PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL APÊNDICE A

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL APÊNDICE A"

Transcrição

1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA DE ENGENHARIA E ARQUITETURA PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL APÊNDICE A A amplitude da manutenção e inspeção indicada no Termo de Referência está definida no PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia TJBA, EXCLUSIVAMENTE no que tange aos itens: AR-CONDICIONADO; SISTEMA CENTRALIZADO (Sistema de Aclimatização do Prédio Sede do TJBA).... PARTE DE CONTEÚDO EXTRAÍDA PARA ATENDER AO TERMO DE REFERÊNCIA....

2 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 2/ AR CONDICIONADO MANUTENÇÃO PREVENTIVA A manutenção preventiva consiste na revisão periódica dos equipamentos, com a finalidade de mantê-los em perfeito funcionamento detectando possíveis desgastes de peças e procedendo a limpeza dos filtros, no prazo de 48 (quarenta e oito horas) após o recebimento da Ordem de Serviço; Os serviços de manutenção atenderão as normas para Assistência Técnica e Manutenção dos Sistemas de Ar Condicionado da Associação Brasileira de Normas Técnicas vigente (ABNT) (ABNT NBR : Instalações de ar-condicionado - Sistemas centrais e unitários; ABNT NBR 13971:1997 Sistemas de refrigeração, condicionamento de ar e ventilação - Manutenção programada; ABNT NBR 15848: Sistemas de ar condicionado e ventilação Procedimentos e requisitos relativos às atividades de construção, reformas, operação e manutenção das instalações que afetam a Qualidade do Ar Interior (QAI) e ABNT NBR 13971: Sistemas de refrigeração, condicionamento de ar e ventilação - Manutenção programada) e, supletivamente, da American SocietyofHeating, Refrigeratingand Air Conditioning, Engineers (ASHRAE); e à Portaria nº 3.523, de 28 de agosto de 1998, do Ministério da Saúde; Cabe à CONTRATADA a elaboração do Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC), para submissão e aprovação da Diretoria de Engenharia e Arquitetura e posterior implantação MANUTENÇÃO CORRETIVA Na eventualidade da ocorrência de serviços especiais eles serão executados por mão de obra qualificada, a supervisão e acompanhamento de engenheiro ou técnico habilitado SISTEMA CENTRALIZADO ROTINA DE MANUTENÇÃO O sistema de aclimatação do edifício sede e anexo do TJBA é composto de 02 (dois) Grupos resfriadores de líquido, 45 (quarenta e cinco) climatizadores tipo FANCOIL; 03 (três) bombas de água de condensação; 02 (duas) bombas de água gelada do circuito primário mais 02 (duas) bombas de água gelada do circuito secundário; 02(duas) torres de resfriamento; 07 (sete) ventiladores e mais 220 (duzentos e vinte) ventiladores nos sanitários INSPEÇÕES INICIAIS Após a assinatura do instrumento de contrato a CONTRATADA fará inspeção inicial abrangendo os seguintes aspectos:

3 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 3/ COLD GENERATORES (CHILLERR s) Verificar existência de princípios de corrosão; Executar teste de rigidez dielétrica dos compressores/motores; Limpar quimicamente e/ou enveredar condensador à água, quando necessário; Limpar quimicamente os quadros elétricos; Reapertar parafusos de fixação dos barramentos; Verificar sequência de partida de todas as chaves elétricas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN MOTOBOMBAS DE ÁGUA GELADA E DE CONDENSAÇÃO Verificar existência de princípios de corrosão; Reapertar parafusos de fixação dos barramentos; Verificar sequência de partida de todas as chaves elétricas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN FANCOIL s (CLIMATIZADORES) Verificar existência de princípios de corrosão; Reapertar parafusos de fixação dos barramentos; Verificar sequência de partida de todas as chaves elétricas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN Verificar existência de princípios de corrosão; TORRES DE ARREFECIMENTO DE ÁGUA Verificar existência de princípios de corrosão; Reapertar parafusos de fixação dos barramentos; Verificar sequência de partida de todas as chaves elétricas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN VENTILADORES E EXAUSTORES Verificar existência de princípios de corrosão; Reapertar parafusos de fixação dos barramentos; Verificar sequência de partida de todas as chaves elétricas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN INSPEÇÕES MENSAIS

4 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 4/ COLD GENERATORES (CHILLERR s) Verificar lâmpadas de sinalização; Limpar os equipamentos no geral (externo, interno); Verificar existência de vibrações e ruídos anormais; Verificar e limpar bandejas e drenos; Verificar a existência de vazamentos de água em geral; Verificar nível de óleo dos compressores; Verificar cargas de gás refrigerante pelo visor de líquido; Verificar a corrente elétrica em geral; Verificar tensão de alimentação em geral; Verificar temperatura de entrada e saída de água gelada; Verificar temperatura de entrada e saída de ar/água de condensação; Verificar pressão de entrada e saída de água de condensação; Limpar casa de máquinas; Limpar sequência dos compressores; Verificar apoio/fixação de equipamentos na base; Verificar filtro secador da linha de líquido; Verificar isolamento térmico das tubulações de sucção e do resfriador; Reapertar todos os tampões, conexões e parafusos do circuito frigorífico; Limpar quadros elétricos; Verificar todos os fusíveis, disjuntores e chaves seccionadoras; Verificar os terminais elétricos em geral; Verificar a existência de oxidação e aquecimento na fiação elétrica; Verificar funcionamento dos interruptores, manoplas e botoeiras; Verificar fechos e parafusos das tampas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN MOTO BOMBAS DE ÁGUA GELADA E DE CONDENSAÇÃO Verificar lâmpadas de sinalização;

5 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 5/ Limpar os equipamentos no geral (externo, interno); Verificar existência de vibrações e ruídos anormais; Verificar e limpar bandejas e drenos; Verificar a existência de vazamentos de água em geral; Verificar nível de óleo; Alterar operação dos equipamentos; Verificar a corrente elétrica em geral; Verificar tensão de alimentação em geral; Verificar e regular gaxetas; Verificar purgadores de ar; Limpar casa de máquinas; Verificar apoio/fixação de equipamentos na base; Verificar rolamentos, mancais, eixos e acoplamentos; Limpar quadros elétricos; Verificar todos os fusíveis, disjuntores e chaves seccionadoras; Verificar os terminais elétricos em geral; Verificar a existência de oxidação e aquecimento na fiação elétrica; Verificar funcionamento dos interruptores, manoplas e botoeiras; Verificar fechos e parafusos das tampas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN FANCOIL s (CLIMATIZADORES) Verificar lâmpadas de sinalização; Limpar os equipamentos no geral (externo e interno); Verificar estado de conservação do equipamento; Verificar tensão e estado das correias; Verificar existência de vibrações e ruídos anormais; Verificar polias, conferindo seu perfeito alinhamento; Limpar filtros de ar; Verificar a existência de vazamentos de água em geral; Verificar e limpar bandejas e drenos;

6 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 6/ Verificar temperatura de entrada e saída de água gelada; Verificar temperatura ambiente; Verificar SET POINT do termostato de controle; Verificar temperatura de entrada e saída de ar na serpentina evaporadora; Verificar a corrente elétrica em geral; Verificar tensão de alimentação em geral; Verificar apoio/fixação de equipamentos na base; Verificar rolamentos, mancais, eixos e acoplamentos; Verificar estado dos colarinhos; Verificar fechos e parafusos das tampas; Alterar operação dos equipamentos de reserva; Verificar todos os fusíveis, disjuntores e chaves seccionadoras; Verificar os terminais elétricos em geral; Verificar a existência de oxidação e aquecimento na fiação elétrica; Verificar funcionamento dos interruptores, manoplas e botoeiras; Limpar quadros elétricos; Limpar casa de máquinas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN TORRES DE ARREFECIMENTO DE ÁGUA Verificar lâmpadas de sinalização; Limpar os equipamentos no geral (externo e interno); Verificar estado de conservação do equipamento; Verificar tensão e estado das correias; Verificar existência de vibrações e ruídos anormais; Verificar polias, conferindo seu perfeito alinhamento; Verificar e limpar bandejas e drenos; Verificar apoio/fixação de equipamentos na base; Verificar a existência de vazamentos de água em geral; Verificar temperatura de entrada e saída de água e ar;

7 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 7/ Verificar tensão de alimentação em geral; Verificar rolamentos, mancais, eixos e acoplamentos; Verificar funcionamento da bóia de alimentação da água da torre; Verificar fechos e parafusos das tampas; Verificar todos os fusíveis, disjuntores e chaves seccionadoras; Verificar os terminais elétricos em geral; Verificar a existência de oxidação e aquecimento na fiação elétrica; Verificar funcionamento dos interruptores, manoplas e botoeiras; Limpar quadros elétricos; Limpar casa de máquinas; Fornecer relatório de análise físico-química d água utilizada no sistema de condensação; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN VENTILADORES E EXAUSTORES Verificar lâmpadas de sinalização; Limpar os equipamentos no geral (externo e interno); Verificar estado de conservação do equipamento; Verificar tensão e estado das correias, quando existir; Verificar polias, conferindo seu perfeito alinhamento, quando existir; Verificar existência de vibrações e ruídos anormais; Verificar e limpar bandejas e drenos; Verificar apoio/fixação de equipamentos na base; Verificar a corrente elétrica em geral; Verificar tensão de alimentação em geral; Alterar operação dos equipamentos de reserva, quando existir; Verificar rolamentos, mancais, eixos e acoplamentos; Verificar posição correta do damper de fluxo de ar, quando existir; Verificar estado dos colarinhos, quando existir; Verificar fechos e parafusos das tampas, quando existir;

8 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 8/ Verificar todos os fusíveis, disjuntores e chaves seccionadoras; Verificar os terminais elétricos em geral; Verificar a existência de oxidação e aquecimento na fiação elétrica; Verificar funcionamento dos interruptores, manoplas e botoeiras; Limpar quadros elétricos; Limpar casa de máquinas; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN INSPEÇÕES TRIMESTRAIS COLD GENERATORES (CHILLERR s) Verificar funcionamento do termostato de proteção contra congelamento; Verificar funcionamento do protetor interno do compressor; Verificar perfeita atuação da válvula reguladora de vazão de água; Verificar superaquecimento e sub-resfriamento do circuito frigorígeno; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN MOTO BOMBAS DE ÁGUA GELADA E DE CONDENSAÇÃO Verificar perfeita fixação dos motores/hélices e reapertar seus parafusos; Verificar existência de folgas axiais e laterais dos motores, ventiladores e acoplamentos; Lubrificar mancais, rolamentos e acoplamentos; Limpar filtros de água; Verificar termômetros e manômetros de água; Verificar todas as válvulas, registros e acessórios do sistema de água; Verificar alinhamento dos acoplamentos em geral; Verificar contatos dos contactores; Verificar regulagem e atuação de todos os reles de sobrecarga; Reapertar todas as conexões e terminais elétricos; Verificar funcionamento dos reles auxiliares; Verificar o circuito de intertravamento completo;

9 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 9/ Verificar funcionamento dos transformadores do circuito de controle; Reapertar todas as conexões e terminais elétricos; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN FANCOIL s (CLIMATIZADORES) Verificar pressões de entrada e saída de água gelada; Verificar perfeita fixação dos motores/hélices e reapertar seus parafusos; Verificar existência de folgas axiais e laterais dos motores, ventiladores e acoplamentos; Limpar serpentinas e ventiladores; Verificar funcionamento das válvulas de três vias; Verificar funcionamento do sistema de comando das válvulas de duas/três vias; Verificar a perfeita fixação das aletas dos rotores dos ventiladores; Lubrificar mancais, rolamentos e acoplamentos; Reapertar todos os parafusos de fixação; Verificar alinhamento dos acoplamentos em geral; Verificar todas as válvulas, registros e acessórios do sistema de água; Limpar filtros de água; Verificar contatos dos contactores; Verificar regulagem e atuação de todos os reles de sobrecarga; Reapertar todas as conexões e terminais elétricos; Verificar funcionamento dos reles auxiliares; Verificar o circuito de intertravamento completo; Verificar funcionamento dos transformadores do circuito de controle; Reapertar todas as conexões e terminais elétricos; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN TORRES DE ARREFECIMENTO DE ÁGUA Verificar perfeita fixação dos motores/hélices e reapertar seus parafusos; Verificar existência de folgas axiais e laterais dos motores, ventiladores e acoplamentos; Limpar ventiladores;

10 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 10/ Verificar a perfeita fixação das aletas dos rotores dos ventiladores; Lubrificar mancais, rolamentos e acoplamentos; Verificar alinhamento dos acoplamentos em geral; Verificar todas as válvulas, registros e acessórios do sistema de água; Limpar filtros de água; Limpar canaletas e bicos de distribuição de água; Verificar contatos dos contatores; Verificar regulagem e atuação de todos os reles de sobrecarga; Reapertar todas as conexões e terminais elétricos; Verificar funcionamento dos reles auxiliares; Verificar o circuito de intertravamento completo; Verificar funcionamento dos transformadores do circuito de controle; Reapertar todos os parafusos de fixação; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN VENTILADORES E EXAUSTORES Verificar perfeita fixação dos motores/hélices e reapertar seus parafusos; Verificar existência de folgas axiais e laterais dos motores, ventiladores e acoplamentos; Limpar ventiladores; Verificar a perfeita fixação das aletas dos rotores dos ventiladores; Lubrificar mancais, rolamentos e acoplamentos; Verificar alinhamento dos acoplamentos em geral; Verificar contatos dos contactores; Verificar regulagem e atuação de todos os reles de sobrecarga; Reapertar todas as conexões e terminais elétricos; Verificar atuação dos reles de tempo; Verificar atuação dos reles de anticiclagem; Verificar funcionamento dos reles auxiliares; Verificar o circuito de intertravamento completo; Verificar funcionamento dos transformadores do circuito de controle;

11 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 11/ Reapertar todos os parafusos de fixação; Limpeza e higienização periódica no interior dos dutos de distribuição de ar; Preencher ficha de inspeção fornecida pela COMAN TRATAMENTO QUÍMICO DA ÁGUA DOS SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO O tratamento químico de manutenção do sistema de refrigeração (Resfriadores de Líquidos) deverá contemplar o fornecimento de produto químico com características multinacionais, ou seja, utilização de um único produto responsável pelos controles corrosivo (aço carbono e cobre), incrustante e de slime (lama de origem orgânica), devendo o mesmo ser ainda ausente de cromo, zinco, molibdênio e cloro O tratamento químico de manutenção a ser recomendado para os Resfriadores de Líquidos deve permitir a operação do sistema, sem qualquer prejuízo para a parte técnica (controles de corrosão, incrustação e slime), com concentrações de dureza cálcio e sílica na água de resfriamento em patamar de até 500 ppm e 250 ppm, respectivamente O tratamento químico deverá contemplar, a cada intervalo de aproximadamente 03 (três) meses de operação, a realização de assepsia química branda dos Sistemas de Condensação como um todo (Resfriadores de Líquidos, equipamentos, linhas, etc), de forma a eliminar a eventual presença de compostos de origem orgânica e inorgânica formados ao longo da operação do circuito. Por outro lado, mostra-se terminantemente proibida a utilização de agentes ácidos, alcalinos ou quaisquer outros compostos químicos e/ou materiais integrantes dos sistemas como um todo O tratamento de manutenção para o sistema de água gelada deverá contemplar a utilização de 02 (dois) produtos químicos, sendo suas especificações genéricas a seguir detalhadas: Produto A: Composto minimamente pela presença de inibidores de corrosão para aço carbono/cobre e dispersante Produto B: Biocida de caráter não oxidante Os produtos citados acima devem ser ausentes de cromo, molibdênio, fósforo, zinco, cloro e quaternários de amônia.

12 PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 12/ O tratamento químico deverá contemplar, a cada intervalo de aproximadamente 03 (três) meses de operação, a realização de assepsia química branda dos Sistemas de Água Gelada como um todo (reservatórios, equipamentos, etc), de forma a eliminar a eventual presença de compostos de origem orgânica e inorgânica formados ao longo da operação do circuito. Por outro lado, mostra-se terminantemente proibida a utilização de agentes ácidos, alcalinos ou quaisquer outros compostos químicos e/ou materiais integrantes do Sistema de Água Gelada como um todo LAVAGEM DE TANQUES A CONTRATADA deverá lavar semestralmente os tanques superiores e inferiores dos edifícios Sedes do Complexo Fórum Ruy Babosa, do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia e anexo, do Fórum Criminal e do Fórum Regional do Imbuí, levando em consideração a previa programação junto a Coordenação de Manutenção Predial Manutenção Corretiva: Será executada pela CONTRATADA através de sua equipe, sempre que for detectado qualquer problema ou por solicitação da CONTRATANTE; Todas as peças substituídas serão entregues ao órgão fiscalizador da CONTRATANTE O serviço de manutenção corretiva será acompanhado por engenheiro ou técnico credenciado e habilitado para tal.

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela:

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela: ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA COM REPOSIÇÃO PARCIAL DE PEÇAS ORIGINAIS DOS EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO

Leia mais

ANEXO III PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO

ANEXO III PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC- 005/2006 1 Equipamento : Chillers ANEXO III PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO 1. PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA Verificar a existência de ruídos e vibrações anormais

Leia mais

DIRETORIA DE ENGENHARIA E ARQUITETURA PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL

DIRETORIA DE ENGENHARIA E ARQUITETURA PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL DIRETORIA DE ENGENHARIA E ARQUITETURA APÊNDICE A PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL 1. Conceitos No contexto deste procedimento, manutenção pode ser entendida como um processo que se inicia antes da

Leia mais

ANEXO II PLANILHAS PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E FOLHAS DE REGISTRO PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA

ANEXO II PLANILHAS PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E FOLHAS DE REGISTRO PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA ANEXO II PLANILHAS PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E FOLHAS DE REGISTRO PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA FINATEC - EDIFÍCIO SEDE ENDEREÇO: LOCALIZAÇÃO DO EQUIPAMENTO: UNIDADE MOD.: Nº DE SÉRIE: CÓDIGO

Leia mais

CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PAÇO MUNICIPAL, PRAÇA MONTEVIDÉU Nº10. Anexo XII - PROJETO BÁSICO

CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PAÇO MUNICIPAL, PRAÇA MONTEVIDÉU Nº10. Anexo XII - PROJETO BÁSICO 1 CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PAÇO MUNICIPAL, PRAÇA MONTEVIDÉU Nº10 Anexo XII - PROJETO BÁSICO 1. OBJETO Serviços de manutenção preventiva e corretiva de sistema do ar condicionado

Leia mais

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES Complexo Esportivo de Deodoro Edital 1.10 1. Instalações Hidráulicas e Sanitárias Os serviços de manutenção de instalações hidráulicas e sanitárias,

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 30/2012 MAR Museu de Arte do Rio

ATO CONVOCATÓRIO 30/2012 MAR Museu de Arte do Rio ATO CONVOCATÓRIO 30/2012 MAR Museu de Arte do Rio 1. INTRODUÇÃO Considerando que o Museu de Arte do Rio MAR será uma das âncoras do plano de revitalização da região portuária da cidade e será instalado

Leia mais

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Ovos

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Ovos Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação Carroceria para transporte de: Ovos Local: Estrutura da Carroceria 01 01 Ano Reapertar parafusos da estrutura no chassi. 02 06 Meses Verificar vedação das

Leia mais

CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PRÉDIO DA SMOV AV. BORGES DE MEDEIROS Nº 2244 ANEXO XII - PROJETO BÁSICO

CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PRÉDIO DA SMOV AV. BORGES DE MEDEIROS Nº 2244 ANEXO XII - PROJETO BÁSICO 1 CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PRÉDIO DA SMOV AV. BORGES DE MEDEIROS Nº 2244 ANEXO XII - PROJETO BÁSICO 1. OBJETO Serviços de manutenção preventiva e corretiva de sistema do

Leia mais

ENGº AUREO SALLES DE BARROS Diretor Superintedente

ENGº AUREO SALLES DE BARROS Diretor Superintedente Rio de Janeiro, 15 de Julho de 2010. À FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA Rua São Clemente, nº 134 Botafogo - Rio de Janeiro /RJ Tel / Fax: 3289-4600 E-mail: crcarvalho@rb.gov.br Atenção : Srª CLÁUDIA CARVALHO

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em manutenção preventiva e corretiva, com reposição de peças originais, sem ônus adicional para a CONTRATANTE, em aparelhos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio TOMADA DE PREÇOS n.º 01/12 Processo n.º 011.003009.11.4 Anexo 1 Projeto Básico O presente Projeto Básico tem

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO

SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO FL.: 1/8 SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO SISTEMA DO AR CONDICIONADO CENTRO DE CULTURA, MEMÓRIA E ESTUDOS DA DIVERSIDADE SEXUAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. LOJAS 515 e 518 - METRÔ REPÚBLICA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado. ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A presente licitação, na modalidade PREGÃO PRESENCIAL, do tipo MENOR POR LOTE, destina-se a na CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO

Leia mais

CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 1 ANEXO 3 MODELOS DE RELATÓRIOS DE MANUTENÇÃO

CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 1 ANEXO 3 MODELOS DE RELATÓRIOS DE MANUTENÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 1 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES ANEXO 3 MODELOS DE RELATÓRIOS DE MANUTENÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 007/2006 2 TAG Condição esperada / Atividade IL Quantidade de luminárias

Leia mais

(DOU 166 31.8.98, Seção I, pags. 40 a 42)

(DOU 166 31.8.98, Seção I, pags. 40 a 42) (DOU 166 31.8.98, Seção I, pags. 40 a 42) Portaria nº 3.523/GM Em, 28 de agosto de 1998 O Ministro de Estado da Saúde, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 87, Parágrafo único, item II, da Constituição

Leia mais

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação Carroceria para transporte de: Pintos Local: Estrutura da Carroceria 01 01 Ano Reapertar parafusos da estrutura no chassi. 02 06 Meses Verificar vedação das

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICAS CONVITE N.º 01/2010 PROCESSO N.º 001197-09.00/10.0 MENOR PREÇO GLOBAL TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICAS CONVITE N.º 01/2010 PROCESSO N.º 001197-09.00/10.0 MENOR PREÇO GLOBAL TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA - ESPECIFICAÇÃO TÉCNICAS CONVITE N.º 01/2010 PROCESSO N.º 001197-09.00/10.0 MENOR PREÇO GLOBAL TERMO DE REFERÊNCIA (01) Objeto Contratação de empresa especializada para manutenção

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 030/2014

CARTA CONVITE Nº 030/2014 São Paulo, 09 de setembro de 2014. CARTA CONVITE Nº 030/2014 Manutenção preventiva, corretiva e periódica de aparelhos de ar condicionado e instalações elétricas para o Museu da Imigração. O, Organização

Leia mais

RECEBIMENTO DEFINITIVO

RECEBIMENTO DEFINITIVO RECEBIMENTO DEFINITIVO HORÁRIO DE INÍCIO: LOCAL: LOCOMOTIVA Nº: HORÁRIO DE TÉRMINO: PAÍS: DATA: OK? OBS. COM O MOTOR DIESEL DESLIGADO: ITENS DO SISTEMA MECÂNICO, TRUQUE, HIDRÁULICO E PNEUMÁTICO: 1 - Inspecionar

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Nº 001/2015

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Nº 001/2015 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Nº 001/2015 MANUTENÇÃO PREVENTIVA-CORRETIVA E IMPLANTAÇÃO DO PMOC PROGRAMA DE MANUTENÇÃO, OPERAÇÃO E CONTROLE NOS APARELHOS DE AR CONDICIONADOS, DE ACORDO PORTARIA 3.523/98

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA MANUTENÇÃO ICA 66-16 OFICINA REGIONAL DE CLIMATIZAÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA MANUTENÇÃO ICA 66-16 OFICINA REGIONAL DE CLIMATIZAÇÃO COMANDO DA AERONÁUTICA MANUTENÇÃO ICA 66-16 OFICINA REGIONAL DE CLIMATIZAÇÃO 25 DEZ 2003 COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO MANUTENÇÃO ICA 66-16 OFICINA REGIONAL DE CLIMATIZAÇÃO

Leia mais

Higienização de Sistemas e em Redes de Dutos de Ar Condicionado

Higienização de Sistemas e em Redes de Dutos de Ar Condicionado Higienização de Sistemas e em Redes de Dutos de Ar Condicionado Eng. Leonardo Cozac Splits Aparelhos de Janela Centrais: self contained ou fancoil 2 3 Limpeza do Sistema Renovação do Ar Filtragem do Ar

Leia mais

158488.32015.3415.4570.2376716580.588

158488.32015.3415.4570.2376716580.588 158488.32015.3415.4570.2376716580.588 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia do Rio de Janeiro Campus

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo TERMO DE CONTRATO Nº 10/01 PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DO AR CONDICIONADO CENTRAL E MINI CENTRAL, QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO E DELI-AR COMÉRCIO E MANUTENÇÃO EM AR

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS SISTEMAS HIDROSSANITÁRIOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS SEMANA 01 DIÁRIO Verificação

Leia mais

ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO XII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA, TERMOGRAFIA E MANUTENÇÃO CORRETIVA EM SUBESTAÇÕES TRANSFORMADORAS DE PRÉDIOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE 1. OBJETO: Serviços de manutenção

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO Pág.: 1 de 10 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico

Leia mais

Homologado pelos fabricantes de equipamentos

Homologado pelos fabricantes de equipamentos Homologado pelos fabricantes de equipamentos Confiabilidade e durabilidade são indispensáveis. A suspensão de uma sessão de radioterapia ou a perda de hélio em uma ressonância magnética precisam ser evitadas

Leia mais

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE

Manual Técnico. Transformadores de potência. Revisão 5 ÍNDICE Página 1 de 10 Manual Técnico Transformadores de potência Revisão 5 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 RECEBIMENTO...2 3 INSTALAÇÃO...3 3.1 Local de instalação...3 3.2 Ligações...3 3.3 Proteções...7 4 MANUTENÇÃO...9

Leia mais

Instruções do usoario Aparelho de ar condicionado KL4/4 Split

Instruções do usoario Aparelho de ar condicionado KL4/4 Split Instruções do usoario Aparelho de ar condicionado KL4/4 Split composto de: VD4008/4 - DKD410/4 para Mercedes Benz Sprinter com teto plano é alto R134A 12 Volt DC KONVEKTA AG Caixa Postal 2280 34607 Schwalmstadt

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

Coldex Tosi Ar Condicionado

Coldex Tosi Ar Condicionado Coldex Tosi Ar Condicionado Especificações Construtivas Os climatizadores (Fan Coil Tosi Baby) foram projetado vizando obter maior vida útil, performance adequada e facilidade de instalação, operação

Leia mais

SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas) É PROIBIDA a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização.

SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas) É PROIBIDA a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização. SPDA (Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas) Desenvolvimento de projetos Instalação de sistema de proteção (SPDA) Manutenção do sistema de SPDA Laudo Técnico Medição da resistividade do solo

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO CONTEÚDO PG. 1. OBJIVO 02 2. ÂMBITO 02 3. CONCEITOS 02 4. NORMAS, LEGISLAÇÃO APLICÁVEIS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 02 5. INSTRUÇÕES GERAIS 03 5.1. Local da realização dos serviços 03 5.2. Condições

Leia mais

BOMBA DE PRESSURIZAÇÃO PARA REDE HIDRÁULICA

BOMBA DE PRESSURIZAÇÃO PARA REDE HIDRÁULICA BOMBA DE PRESSURIZAÇÃO PARA REDE HIDRÁULICA (com fluxostato interno) MODELOS: BOMBA COM CORPO DE FERRO (revestimento cerâmico) RPHSBFP 11 (127V 120W) RPHSBFP 12 (220V 120W) MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO INFORMAÇÕES

Leia mais

CONTROLE DA EFICIÊNCIA DO SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO

CONTROLE DA EFICIÊNCIA DO SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO Ferramental EXXOTest Ferramental VALEO Exxoclim N OPR : 9776.EA Clim test 2 : 4372-T. Modo de utilização : Ver instruções da montadora Modo de utilização : Ver instruções da montadora E5AP2N4D E5AP2N5D

Leia mais

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I AO EDITAL DE PREGÃO AMPLO Nº 3/2009-ER01 TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA NAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, HIDRÁULICAS, SANITÁRIA, COMBATE A INCÊNDIO E GRUPO

Leia mais

Catálogo de Seleção e Aplicação de Unidades Condensadoras.

Catálogo de Seleção e Aplicação de Unidades Condensadoras. Catálogo de Seleção e Aplicação de Unidades Condensadoras. 1 CILINDRO 2 CILINDROS 60 Hz R-22 / R-404A R-134a / HP81 (R-402B) Unidades Condensadoras Compact Line. CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO Unidades equipadas

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Pág.1/12

CADERNO DE ENCARGOS. Pág.1/12 Manutenção do Sistema de climatização dos edifícios escolares da responsabilidade do Município, manutenção do Sistema de AVAC do Arquivo Municipal Alfredo Pimenta e manutenção do sistema de AVAC da Divisão

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO CECIERJ TERMO DE REFERÊNCIA

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA FUNDAÇÃO CECIERJ TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Prestação de serviço de retífica e instalação de 4 (quatro) compressores marca Worthington, reforma de 2 (duas) torres de resfriamento marca Alpina, manutenção de 5 (cinco)

Leia mais

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661

Av. Presidente Vargas, 1261 CEP: 20071-004 - Centro - Rio de Janeiro Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E PREVENTIVA DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL. JUSTIFICATIVA A Biblioteca

Leia mais

Equipamento: Chiller

Equipamento: Chiller Equipamento: Chiller Limpeza/lavagem de condensadores Medições e registos de temperatura e pressões de água Medição e registo de consumos dos compressores, reajustes dos térmicos, medições e registos de

Leia mais

ANEXO I. Endereço completo. Complemento Bairro Cidade UF

ANEXO I. Endereço completo. Complemento Bairro Cidade UF 1 - Identificação do Ambiente ou Conjunto de Ambientes: ANEXO I PLANO DE MANUTENÇÃO, OPERAÇÃO E CONTROLE - PMOC. Nome (Edifício/Entidade) Endereço completo N.º Complemento Bairro Cidade UF Telefone: Fax:

Leia mais

Springer - Carrier. Índice

Springer - Carrier. Índice Índice Página 1 - Diagnóstico de Defeitos em um Sistema de Refrigeração... 8 1.1 - Falha: Compressor faz ruído, tenta partir, porém não parte... 8 1.2 - Falha: Compressor funciona, porém não comprime...

Leia mais

... CONDICIONADOR DE AR CENTRAL. Self Contained - BAX / BWX

... CONDICIONADOR DE AR CENTRAL. Self Contained - BAX / BWX CONDICIONADOR DE AR CENTRAL Self Contained BAX / BWX REM BAX/BWX MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO Condicionador de Ar Central tipo Self Contained Modelos BAX/BWX 05 a 22... * Fotos Ilustrativas

Leia mais

Condensação. Ciclo de refrigeração

Condensação. Ciclo de refrigeração Condensação Ciclo de refrigeração Condensação Três fases: Fase 1 Dessuperaquecimento Redução da temperatura até a temp. de condensação Fase 2 Condensação Mudança de fase Fase 3 - Subresfriamento Redução

Leia mais

MODELO Em linha WEENKEND PÁLIO 16 V STRADA IDEA PALIO PALIO UNO

MODELO Em linha WEENKEND PÁLIO 16 V STRADA IDEA PALIO PALIO UNO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria da Administração Superintendência de Serviços Administrativos Grupo de Trabalho Port.Conjunta SAEB/SEFAZ/SEPLAN/CASA CIVIL/PGE Nº01 DE 2009 TABELA TEMPÁRIA DE SERVIÇO

Leia mais

COMPRESSOR DE AR 8,5/25L

COMPRESSOR DE AR 8,5/25L *Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR 8,5/25L Manual de Instruções www.v8brasil.com.br Prezado Cliente Este manual tem como objetivo orientá-lo na instalação e operação do seu COMPRESSOR DE

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS EMISSÕES DE HCFC-22 DOS SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO COMERCIAL EM SUPERMERCADOS

AVALIAÇÃO DAS EMISSÕES DE HCFC-22 DOS SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO COMERCIAL EM SUPERMERCADOS AVALIAÇÃO DAS EMISSÕES DE HCFC-22 DOS SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO COMERCIAL EM SUPERMERCADOS Eng. Eduardo Linzmayer RESUMO Avaliação e levantamento das emissões de fluidos nos sistemas de refrigeração; Importância

Leia mais

Tel: +55 (21) 2532-2661

Tel: +55 (21) 2532-2661 TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA E PREVENTIVA DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL. JUSTIFICATIVA A Biblioteca

Leia mais

Normas da ABNT precisam ser seguidas

Normas da ABNT precisam ser seguidas Normas da ABNT precisam ser seguidas Além das leis ambientais e toda a burocracia que o negócio da revenda exige, o revendedor precisa realizar os procedimentos de acordo com as normas da Associação Brasileira

Leia mais

Considerando a ampla e crescente utilização de sistemas de ar condicionado, em função das condições climáticas;

Considerando a ampla e crescente utilização de sistemas de ar condicionado, em função das condições climáticas; TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NOS SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DO SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO, A SEREM EXECUTADOS NO PAÇO DO FREVO. JUSTIFICATIVA Considerando

Leia mais

23/06/2010. Eficiência Energética: Regulamentação, Classificação e Conformidade Técnica. Roberto Lamberts

23/06/2010. Eficiência Energética: Regulamentação, Classificação e Conformidade Técnica. Roberto Lamberts Eficiência Energética: Regulamentação, Classificação e Conformidade Técnica Roberto Lamberts Oficina 09 junho de 2010 1 ETIQUETAGEM DE EDIFICAÇÕES Publicação: junho de 2009. EDIFÍCIOS ETIQUETADOS CETRAGUA

Leia mais

câmnnn MUNICIPAL DE sno PAULI

câmnnn MUNICIPAL DE sno PAULI câmnnn MUNICIPAL DE sno PAULI TERMo DE contrato N. 18 /04 IARA IRESTAçÃo DE serviços DE MANUTENÇÃO PREYENTIVA E corretiva DoS EQUIPAMENTOS DE AR condicionado CENTRÀL E MINr CENTRAL CELEBRADo ENTRE A câuena

Leia mais

Unidades, Grandezas e Propriedades

Unidades, Grandezas e Propriedades 1 Refrigeração I Bases e Fundamentos Unidades, Grandezas e Propriedades Capítulo I Figura I.4 Equivalência entre as Escalas de Temperaturas Onde a cor é fundamental 2 Figura I.9 Diagrama Temperatura Entalpia

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCESSO N. 2225-09.00/12-3 PREGÃO ELETRÔNICO N. 35/12 AJDG N. 106/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo

Leia mais

PROJETO AME BOTUCATU

PROJETO AME BOTUCATU PROJETO AME BOTUCATU Memorial Descritivo Ar Condicionado - PRELIMINAR Ass: - Data: - - PARA INFORMAÇÃO Ass: - Data: - - PARA APROVAÇÃO Ass: - Data: - X LIBERADO P/ FABRICAÇÃO Ass: CONNECT / ALDE BARCELOS

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO Pág.: 1 de 9 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico

Leia mais

Detalhamento técnico-operacional dos itens de verificação. Criticidade da Verificação. índice 1 Título 1 índice 2 Título 2

Detalhamento técnico-operacional dos itens de verificação. Criticidade da Verificação. índice 1 Título 1 índice 2 Título 2 Detalhamento técnico-operacional dos itens de verificação índice 1 Título 1 índice 2 Título 2 Criticidade da Verificação 2 MEIO AMBIENTE 6 2.1 Licenças ambientais de operação - LO 3 2.2 Licenciamento Nuclear

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA STEAM BOILER

CARACTERÍSTICAS DA STEAM BOILER STEAM BOILER CARACTERÍSTICAS DA STEAM BOILER Identificação Marca: HOT AIR Modelo: STEAM BOILER Fabricante: COVILHÃ S BRASIL IND. E COMÉRCIO Ltda. Endereço: AV. IRMÃOS PICARELLI, n 235 CENTRO SOCORRO SP

Leia mais

PORTARIA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE NR. 3.523 de 28/08/98.

PORTARIA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE NR. 3.523 de 28/08/98. PORTARIA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE NR. 3.523 de 28/08/98. O Ministro de Estado da Saúde, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 87, Parágrafo único, item II, da Constituição Federal e tendo em vista

Leia mais

*Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br

*Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR. Manual de Instruções www.v8brasil.com.br *Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR Manual de Instruções www.v8brasil.com.br PARA A CORRETA UTILIZAÇÃO DO PRODUTO V8 BRASIL, RECOMENDAMOS A LEITURA COMPLETA DESTE MANUAL. 1. INTRODUÇÃO A

Leia mais

Sistema típico de ar condicionado do tipo água gelada

Sistema típico de ar condicionado do tipo água gelada Sistema típico de ar condicionado do tipo água gelada Válvula de controle Ambiente 2 Sumidouro de calor Bomba d água Ambiente 1 Sistema de ar condicionado do tipo água gelada Classificação: Sistema multi-zona

Leia mais

Filtros e Bombas. A Piscina dos seus Sonhos.

Filtros e Bombas. A Piscina dos seus Sonhos. Dúvidas Filtros e Bombas A Piscina dos seus Sonhos. - Filtros Água vazando para o esgoto. Nas opções filtrar e recircular, observo através do visor de retrolavagem que a água continua indo para o esgoto

Leia mais

CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL CALENDÁRIO 2013

CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL CALENDÁRIO 2013 S DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL CALENDÁRIO 2013 1 - Curso de Simulação de Edificações com o EnergyPlus (Edição 1) 8 e 9 de março 15 e 16 de março 5 e 6 de abril 19 e 20 de abril 2 - Curso de Psicrometria

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE S PROCESSO Nº 001197-09.00/10.0 CONVITE N 01/2010 AJDG nº 11/10 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do MINISTÉRIO

Leia mais

Manual de Instrucoes. Balcao Distribicao Refrigerado. o futuro chegou a cozinha. refrigeracao coccao linha modular exposicao distribuicao apoio

Manual de Instrucoes. Balcao Distribicao Refrigerado. o futuro chegou a cozinha. refrigeracao coccao linha modular exposicao distribuicao apoio Manual de Instrucoes Balcao Distribicao Refrigerado o futuro chegou a cozinha refrigeracao coccao linha modular exposicao distribuicao apoio Obrigado por ter adquirido Equipamentos ELVI É com satisfação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. (Serviço de Manutenção dos Condicionadores de Ar da Câmara Municipal de Sinop MT)

TERMO DE REFERÊNCIA. (Serviço de Manutenção dos Condicionadores de Ar da Câmara Municipal de Sinop MT) TERMO DE REFERÊNCIA (Serviço de Manutenção dos Condicionadores de Ar da Câmara Municipal de Sinop MT) 1. DO OBJETO 1.1 A presente licitação tem por objeto a seleção da proposta mais vantajosa para a CÂMARA

Leia mais

ANEXO. 1. Plano Mínimo de Manutenção. 2. Manutenção Preditiva

ANEXO. 1. Plano Mínimo de Manutenção. 2. Manutenção Preditiva ANEXO 1. Plano Mínimo de Manutenção 1.1 O Plano Mínimo de Manutenção define as atividades mínimas de manutenção preditiva e preventiva e suas periodicidades para transformadores de potência e autotransformadores,

Leia mais

Coldex Tosi Ar Condicionado

Coldex Tosi Ar Condicionado Coldex Tosi Ar Condicionado Condicionadores de Ar Self Contained 5 a 40 TR tipo ROOF-TOP ESPECIFICAÇÕES A linha SELF CONTAINED TOSI foi projetada visando obter a melhor relação custo-beneficio do mercado,

Leia mais

4 SISTEMAS E EQUIPAMENTOS DE CLIMATIZAÇÃO

4 SISTEMAS E EQUIPAMENTOS DE CLIMATIZAÇÃO 35 4 SISTEMAS E EQUIPAMENTOS DE CLIMATIZAÇÃO Em uma instalação de ar condicionado quando o circuito de refrigeração estiver desligado, teremos uma instalação de ventilação simples, onde são controlados

Leia mais

Controladores de temperatura

Controladores de temperatura Controladores de temperatura - Aplicações Controls A/S - Assegura eficiência no controle dos sistemas de aquecimento, refrigeração e ventilação. Clorius Controls: solução para o controle de temperatura

Leia mais

PORTFÓLIO. Os principais serviços oferecidos são:

PORTFÓLIO. Os principais serviços oferecidos são: PORTFÓLIO A JCT Manutenção é uma empresa voltada à execução de serviços em áreas de utilidades em empresas industriais e comerciais. A gama de serviços abrange desde o projeto de instalações até a manutenção

Leia mais

DEFEITOS EM BOMBAS CENTRIFUGA E SOLUÇÕES

DEFEITOS EM BOMBAS CENTRIFUGA E SOLUÇÕES DEFEITOS EM BOMBAS CENTRIFUGA E SOLUÇÕES simples multiestágio BOMBEAMENTO INSUFICIENTE E NULO VAZÃO OU PRESSÃO NULAS OU INSUFICIENTE VÁLVULA PRESA OU ENTUPIDA ROTOR FURADO, ENTUPIDO OU COM DESGASTE EXECESSIVO

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO SELF CONTAINED

CATÁLOGO TÉCNICO SELF CONTAINED CATÁLOGO TÉCNICO SELF CONTAINED Capacidade de 3 a 50TR Estrutura em perfil de alumínio extrudado Tampas rechapeadas e facilmente removíveis Pintura eletrostática a pó Várias opções de montagem e acabamentos

Leia mais

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer MANUAL DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA Finalidade deste Manual Este manual proporciona as informações necessárias para uma correta manutenção dos filtros Metalsinter, contendo também importantes informações

Leia mais

www.pratil.com.br Infraestrutura Elétrica AT (69kW) UNIFOR PROPOSTA COMERCIAL Fortaleza, 16 de Abril de 2014

www.pratil.com.br Infraestrutura Elétrica AT (69kW) UNIFOR PROPOSTA COMERCIAL Fortaleza, 16 de Abril de 2014 Infraestrutura Elétrica AT (69kW) UNIFOR PROPOSTA COMERCIAL Fortaleza, 16 de Abril de 2014 Eduardo Guimarães E-mail.: eduguimarães@pratil.com.br Cel.: (85) 9635-2993 Tel.: (85) 3133-9404 Rua Vicente Linhares,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI CÓD: MAN001-10 REVISÃO: 00 27/09/2010 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 1. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO...6 2. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO...6

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO ANEO I CONTRATO 016/14 PREGÃO N.º 17/14 - ELETRÔNICO PLANILHA DE SERVIÇOS VERIFICAÇÕES PERIÓDICAS SERVIÇOS REGULARES I - DA MANUTENÇÃO

Leia mais

PRESSURIZADOR PL - 9 MANUAL DE INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA. ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com.

PRESSURIZADOR PL - 9 MANUAL DE INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA. ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com. PRESSURIZADOR ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com.br Lorenzetti S.A. Indústrias Brasileiras Eletrometalúrgicas Av. Presidente Wilson, 1230 - CEP 03107-901 Mooca - São Paulo - SP

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO O objeto de Termo de Referência consiste na contratação de empresa especializada na prestação de serviços de reforma e modernização do sistema de transporte vertical

Leia mais

BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA MODELO

BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA MODELO BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO MODELO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA Leia atentamente este manual antes de instalar ou operar o equipamento para assegurar uma montagem correta

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. Washington Reis) Dispõe sobre limpeza e inspeção de ar condicionado central, na forma que menciona. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º É obrigatória a realização anual

Leia mais

6 Manutenção de Tratores Agrícolas

6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6.1 Introdução Desenvolvimento tecnológico do país Modernização da agricultura Abertura de novas fronteiras agrícolas Aumento no uso de MIA Aumento da produtividade Maiores

Leia mais

EQUIPAMENTOS: Estão inclusos neste escopo, a manutenção corretiva e preventiva dos sistemas e equipamentos abaixo:

EQUIPAMENTOS: Estão inclusos neste escopo, a manutenção corretiva e preventiva dos sistemas e equipamentos abaixo: TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO SERVIÇOS DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO (CORRETIVA E PREVENTIVA) DAS INSTALAÇÕES DE AR CONDICIONADO E VENTILAÇÃO MECÂNICA

Leia mais

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos

Manual do Usuário. Produto LUBE-SEAL. Versão: LUBE-SEAL Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos Manual do Usuário Produto Versão: Manual V1.0 Data: 13/10/2006 Escrito por: Marcelo da Silveira Petter Prada dos Santos SUMÁRIO SUMÁRIO 2 1. TERMOS E CONVENÇÕES 4 2. INFORMAÇÕES GERAIS 5 2.1. Dados do

Leia mais

AR CONDICIONADO. Componentes

AR CONDICIONADO. Componentes AR CONDICIONADO AR CONDICIONADO Basicamente, a exemplo do que ocorre com um refrigerador (geladeira), a finalidade do ar condicionado é extrair o calor de uma fonte quente, transferindo-o para uma fonte

Leia mais

COMUNICAMOS O LANÇAMENTO DOS NOVOS REFRIGERADORES ESMALTEC

COMUNICAMOS O LANÇAMENTO DOS NOVOS REFRIGERADORES ESMALTEC Maracanaú,30 de outubro de 2006 Prezados senhores, COMUNICAMOS O LANÇAMENTO DOS NOVOS REFRIGERADORES ESMALTEC A partir do mês de Setembro de 2006 a Esmaltec S/A lançará dois refrigeradores (ER31 e ER32D)

Leia mais

LAVADORAS CATÁLOGO DIGITAL

LAVADORAS CATÁLOGO DIGITAL LAVADORAS CATÁLOGO DIGITAL Lavadora de Bebedouro Imagem Ilustrativa - mesas opcionais Lavadora desenvolvida especificamente para higienização de gaiolas e bebedouros em biotérios, já acondicionados em

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS E INSTALAÇÕES

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS E INSTALAÇÕES EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS E INSTALAÇÕES PROF. RAMÓN SILVA Engenharia de Energia Dourados MS - 2013 2 Áreas de oportunidade para melhorar a eficiência na distribuição de frio Isolamento das tubulações

Leia mais

MANUAL TÉCNICO MÁQUINA DE GELO EM ESCAMAS EGE 300M VÁLIDO PARA EQUIPAMENTOS PRODUZIDOS A PARTIR DE JULHO/05.

MANUAL TÉCNICO MÁQUINA DE GELO EM ESCAMAS EGE 300M VÁLIDO PARA EQUIPAMENTOS PRODUZIDOS A PARTIR DE JULHO/05. MANUAL TÉCNICO MÁQUINA DE GELO EM ESCAMAS EGE 300M VÁLIDO PARA EQUIPAMENTOS PRODUZIDOS A PARTIR DE JULHO/05. ÍNDICE 01 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS GERAIS 02 INFORMAÇÕES GERAIS E INSTALAÇÕES 03 ESQUEMA TÍPICO

Leia mais

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS NAS INSPEÇÕES DE CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS ATÉ RECENTEMENTE NÃO ERA DADA A DEVIDA ATENÇÃO AO COMPRESSOR - TIPO - LOCAL

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR

TERMO DE REFERÊNCIA TR 1 DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA TR Pregão Eletrônico nº 002/09 Anexo II 1.1 Prestação de serviços para a atualização tecnológica das instalações, equipamentos, componentes e dispositivos, do Sistema de

Leia mais

PERÍCIAS DE ENGENHARIA ELÉTRICA

PERÍCIAS DE ENGENHARIA ELÉTRICA PERÍCIAS DE ENGENHARIA ELÉTRICA PERICIAS NAS DIVERSAS ÁREAS DA ENGENHARIA ELÉTRICA 1. PERICIAS EM TRANSFORMADORES Transformadores a óleo e transformadores a seco; Verificação de seus componentes; Ensaios

Leia mais

TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL

TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL A ampla linha de tanques de armazenamento e aquecimento de asfalto da Terex

Leia mais

PROCEDIMENTO DE MANUTENÇÃO E LIMPEZA DE CONDICIONADORES DE AR

PROCEDIMENTO DE MANUTENÇÃO E LIMPEZA DE CONDICIONADORES DE AR Página 1 de 5 DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REV DATA ALTERAÇÃO OBSERVAÇÃO 18/12/09 Elaboração Emissão Aprovada OBSERVAÇÃO: O USUÁRIO É RESPONSÁVEL PELA ELIMINAÇÃO DAS REVISÕES ULTRAPASSADAS DESTE DOCUMENTO ELABORAÇÃO

Leia mais

Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção

Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção ÍNDICE Termo de Garantia 1.Descrição 2.Instalação 3.Manutenção 4.Peças de reposição 5.Informações Técnicas 1 TERMO DE GARANTIA A Spirax

Leia mais

Customers. The core of our innovation. Alimentação & Transporte Secagem Dosagem Controle de Temperatura Refrigeração. Granulação

Customers. The core of our innovation. Alimentação & Transporte Secagem Dosagem Controle de Temperatura Refrigeração. Granulação PT Customers. The core of our innovation Alimentação & Transporte Secagem Dosagem Controle de Temperatura Refrigeração Granulação Tecnologias Piovan para Refrigeração: Chillers com compressores scroll

Leia mais