PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO"

Transcrição

1 Pág.: 1 de 10 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico (medição ôhmica); Contraventamento Manutenção preventiva a ser realizada Com Relação ao Equipamento de Tração: Todos os parâmetros da placa de identificação (Cabos de aço, caixas de freio, molas dos roletes, tensionador, travas da roldana, alavanca de acionamento do freio, rolamentos, chaves de fim de curso. Todos os itens constantes na NR (NR-18), ou seja: limites superior e inferior, cancelas, proteções e etc.; Aterramento elétrico (medição ôhmica); Teste do freio de segurança; Abertura do redutor para verificação do desgaste; Verificação do eixo; Revisão geral das peças. Período Trimestral ou antes do início de utilização Inspeção dos cabos de aço (de segurança e limitador de velocidade) quanto à conservação e lubrificação; Inspeção das proteções das partes móveis, transmissões e partes perigosas da máquina; Inspeção visual da torre; Inspeção das roldanas superiores (roldana centrífuga) Inspeção dos roletes de freio Diário ou antes do início de utilização

2 Pág.: 2 de 10 BETONEIRA MOTOR VIBRADOR MANUAL MARTELETE ROTATIVO Inspeção do piso da cabine Inspeção da peça freio cunha Inspeção dos sensores de abertura Limpeza do trilho da cabine Limpeza dos cabos de aço Verificar as condições das rampas de acesso Lubrificação do pinhão, cremalheira, buchas, mancais e rolamento. Inspeção da cremalheira Inspeção do cubo e engrenagem de freio Inspeção do pinhão Inspeção da coroa de dente interno Inspeção do eixo do volante Inspeção do tambor Lubrificação do acoplamento; Medir tensão e corrente elétrica do motor; Verificar as condições do pino de engate Verificar temperatura de operação Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão Limpeza externa e interna com ar comprimido seco Inspeção de ruídos e vibrações Inspeção dos fios elétricos Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão Inspeção dos coletores; Verificar condições do rolamento e do carvão; Verificar fiação elétrica Inspecionar todos os isolantes elétricos de bobina Verificar temperatura de operação Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão Semanal ou antes do início de utilização

3 Pág.: 3 de 10 FURADEIRA ELÉTRICA FURADEIRA DE IMPACTO Limpeza externa e interna com ar comprimido seco Inspeção de ruídos e vibrações Inspeção dos fios elétricos Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão Inspeção dos coletores Verificar condições do rolamento e do carvão Inspecionar todos os isolantes elétricos de bobina Verificar temperatura de operação Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão Limpeza externa e interna com ar comprimido seco Inspeção de ruídos e vibrações Inspeção dos fios elétricos Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão Inspeção dos coletores; Verificar condições do rolamento e do carvão; Verificar fiação elétrica Inspecionar todos os isolantes elétricos de bobina Verificar temperatura de operação Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão Limpeza externa e interna com ar comprimido seco Inspeção de ruídos e vibrações Inspeção dos fios elétricos Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão Trimestral

4 Pág.: 4 de 10 SERRA CIRCULAR DE BANCADA SERRA CIRCULAR MANUAL POLICORTE Verificar as condições das correias (folga x pressão); Lubrificar o mancal Verificar os dentes do disco Inspeção da transmissão de força Inspeção da coifa protetora Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão Verificar as condições do disco de corte Verificar condições do carvão Verificar temperatura de operação Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão Verificar as condições do disco de corte Limpeza externa e interna com ar comprimido seco Inspeção de ruídos e vibrações Inspeção dos fios elétricos Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão Verificar as condições das correias (folga x pressão); Lubrificar o mancal; Verificar as condições do disco de corte; Inspeção da transmissão de força; Inspeção da proteção do disco; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão; Verificar a tensão do motor elétrico; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão. Limpeza externa e interna com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão; Inspeção do disco de corte.

5 Pág.: 5 de 10 LIXADEIRA SERRA MÁRMORE SERRA TICO-TICO Verificar as condições do disco de corte; Verificar condições do rolamento e do carvão; Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão. Limpeza externa e interna com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão; Verificar as condições do disco de corte; Verificar condições do rolamento e do carvão; Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão. Verificar as condições do disco de corte; Limpeza externa e interna com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão. Verificar as condições da lâmina de corte; Verificar condições do rolamento e do carvão; Inspeção visual do estator e do rotor quanto a presença de contaminação ou ferrugem; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão. Verificar as condições da lâmina de corte; Limpeza externa e interna com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão.

6 Pág.: 6 de 10 COMPRESSOR DE AR GUINCHO DE ELEVAÇÃO DE CARGAS/ GRUA ASPIRADOR Verificar a tensão do motor elétrico; Limpeza/troca dos filtros de ar; Verificação do óleo lubrificante; Inspeção de funcionamento do pressostato, regulador de pressão, manômetro, válvula de retenção, visor de óleo; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão. Inspeção dos cabos de aço quanto à conservação e lubrificação; Inspeção das proteções das partes móveis, transmissões e partes perigosas da máquina; Verificar as condições de fixação do equipamento; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão. Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão; Inspeção dos cabos de aço quanto à conservação e lubrificação; Verificar a tensão do motor elétrico. Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão; Limpeza dos filtros de ar. Troca do filtro permanente e de exaustão; Verificar a tensão do motor elétrico; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão. Mensal

7 Pág.: 7 de 10 FURADEIRA DE BANCADA TUPIA MANUAL Lubrificação do acoplamento; Medir tensão e corrente elétrica do motor; Limpeza externa e interna com ar comprimido seco; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão; Alinhamento da polia e ajuste da correia; Verificar a tensão da correia; Verificar aperto da broca e molas; Inspeção alinhamento da cremalheira; Inspeção alavanca da mesa móvel; Inspeção da ponteira/lâmpada; Verificação da base quanto a presença de trincas/desgaste. Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão; Inspecionar a broca (afiação/substituição); Lubrificação da mesa móvel; Verificar o funcionamento da alavanca móvel. Verificar as condições da lâmina de corte; Medir tensão e corrente elétrica do motor; Verificar condições do rolamento e do carvão; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão; Limpeza interna com ar comprimido seco; Verificar condições do rolamento e do carvão; Limpeza externa e interna com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão; Inspeção dos fios elétricos.

8 Pág.: 8 de 10 PLAINA ELÉTRICA MANUAL BOMBA D ÁGUA MÁQUINA DE SOLDA Verificar as condições da lâmina de corte; Medir tensão e corrente elétrica do motor; Verificar condições do rolamento e do carvão; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão; Limpeza interna com ar comprimido seco. Limpeza externa com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão; Verificar as condições da lâmina de corte; Inspeção dos fios elétricos. Verificar se as ligações e1étricas e os sistemas de proteção do motor se encontram ajustados e funcionando; Verificar a carcaça ou corpo da bomba; Verificar o aperto das conexões elétricas e a fixação dos componentes; Medir tensão e corrente elétrica do motor; Verificar alinhamento de polias; Verificar a tensão da correia; Verificar a existência de corpos estranhos agregados ao rotor da bomba. Limpeza externa com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão. Limpar internamente com ar comprimido sob baixa pressão, seco e isento de óleo; Verificar o aperto das conexões elétricas e a fixação dos componentes; Medir tensão e corrente elétrica do motor; Inspeção de todas as peças aparafusadas ou calçadas quanto à fixação e corrosão; Limpeza da rosca sem fim do núcleo móvel; Lubrificação da rosca sem fim do núcleo móvel com uma fina camada de graxa.

9 Pág.: 9 de 10 BEBEDOURO ANDAIME SUSPENSO Verificar a eventual existência de rachaduras na isolação de fios ou cabos elétricos; Limpeza externa com ar comprimido seco; Inspeção dos parafusos externos quanto a fixação e corrosão. Trocar o filtro do bebedouro ou limpeza da vela diatomita com escova sem sabão em água corrente; Limpar jato inclinado/desinfecção do sistema; Trocar vela de diatomita; Limpar as partes internas (superior e inferior) com esponja macia e sem sabão da talha de barro; Inspeção de ruídos e vibrações. Verificar a fixação dos afastadores metálicos; Verificar o estado do cabo de aço de fixação; Verificar se existe cabo guia fixado em estrutura independente da estrutura de fixação para trava do cinto pára-quedista. Lubrificação dos cabos de aço; Verificar se existe capa protetora da catraca; Verificar o estado do cabo de aço de sustentação do andaime; Verificar o estado das peças de madeira que compõem o andaime; Verificar se existem as proteções de segurança do andaime (travessão superior de 1,20m, intermediário de 0,70 m e rodapé de 0,20 m). Diária ou antes do início do serviço Semanal ROSQUEADEIRA Verifique se óleo flui livremente, se há óleo suficiente no tanque e se os dutos estão desobstruídos. Evite deixar a bomba pegar ar por falta de óleo. Depois de 6 a 12 horas de uso real, limpe o reservatório de óleo. Ao se fazer roscas, pequenas lascas irão acumular-se no tanque, assim uma boa limpeza periódica é essencial para um bom funcionamento da rosqueadeira e da bomba de óleo. Deve ser utilizado óleo especial para rosca-corte. Limpe constantemente os cossinetes.

10 Pág.: 10 de 10 Cheque a roda cortadora e substitua caso esteja danificada. Limpe e lubrifique os roletes do cortador. Cheque o alinhamento da roda cortadora com os roletes do cortador. Engraxe as engrenagens com a amotolia através dos orifícios tamponados existentes na parte superior da carcaça.

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO Pág.: 1 de 9 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela:

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela: ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA COM REPOSIÇÃO PARCIAL DE PEÇAS ORIGINAIS DOS EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO

Leia mais

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva:

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva: Manutenção Preventiva e Corretiva de Rosqueadeiras Manual de Manutenção: Preventivo / Corretivo Preventivo: Toda máquina exige cuidados e manutenção preventiva. Sugerimos aos nossos clientes que treinem

Leia mais

CSR/Instruções de inspeção para técnicos

CSR/Instruções de inspeção para técnicos INSTRUÇÕES DE INSPEÇÃO Escavadeiras CSR/Instruções de inspeção para técnicos Esta instrução é um recurso técnico informal. Para obter especificações e procedimentos corretos, refira-se sempre às instruções

Leia mais

RECEBIMENTO DEFINITIVO

RECEBIMENTO DEFINITIVO RECEBIMENTO DEFINITIVO HORÁRIO DE INÍCIO: LOCAL: LOCOMOTIVA Nº: HORÁRIO DE TÉRMINO: PAÍS: DATA: OK? OBS. COM O MOTOR DIESEL DESLIGADO: ITENS DO SISTEMA MECÂNICO, TRUQUE, HIDRÁULICO E PNEUMÁTICO: 1 - Inspecionar

Leia mais

Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Produto: Rosqueadeira Modelo: Z1T - R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010

Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Produto: Rosqueadeira Modelo: Z1T - R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010 Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Página: 1 Revisão: 0 Data: 01/11/2010 Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 Nº Descrição Código Cabeçote ½ 2 Z1T-R2 (Completo) PR2007 1 Disco dianteiro PR2007 2 Disco traseiro PR2007 3 Anel traseiro

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS SISTEMAS HIDROSSANITÁRIOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS SEMANA 01 DIÁRIO Verificação

Leia mais

PLANILHA DE MANUTENÇÃO

PLANILHA DE MANUTENÇÃO PLANILHA DE MANUENÇÃO LEGENDA: A - A cada 8 horas ou diariamente B - A cada 200 horas ou 5 semanas C - A cada 1200 horas ou 6 meses D - A cada 2400 horas ou 1 ano - Inspeção visual, teste e ajuste - luz

Leia mais

Em caso de não encontrar, ligue ( 0xx11 ) 2018-0501

Em caso de não encontrar, ligue ( 0xx11 ) 2018-0501 DSL0067 BUCHA BRAÇO TENSOR TOPIC DSL0058 Bucha Barra Estabilizadora topic DSL0083 Bucha Jumelo Traseiro topic DSL0001 ROLAMENTO GUIA DSL0008 Junta do Carter topic DSL0009 Fechadura Porta Deslizante topic

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA 1 INTRODUÇÃO As Furadeiras de Base Magnética Merax caracterizam-se por serem robustas, porém leves e de fácil transporte. Utilizam qualquer tipo de broca, preferencialmente as brocas anulares. Trabalham

Leia mais

6 Manutenção de Tratores Agrícolas

6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6 Manutenção de Tratores Agrícolas 6.1 Introdução Desenvolvimento tecnológico do país Modernização da agricultura Abertura de novas fronteiras agrícolas Aumento no uso de MIA Aumento da produtividade Maiores

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Técnico em Mecânica A respeito das bombas centrífugas é correto afirmar: A. A vazão é praticamente constante, independentemente da pressão de recalque. B. Quanto

Leia mais

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Página CILINDROS... 150 Inspeção e medição... 150 Retificação de cilindros... 150 Acabamento... 151 Limpeza... 151 MANCAIS DE MOTOR... 152 Mancal

Leia mais

General Motors do Brasil Ltda. Assunto: Motor completo. Catálogo Eletrônico de Peças Edição: Maio 2004 Data de Impressão: 29/7/2006

General Motors do Brasil Ltda. Assunto: Motor completo. Catálogo Eletrônico de Peças Edição: Maio 2004 Data de Impressão: 29/7/2006 Clube Calibra Brasil www.clubecalibra.com.br Assunto: Motor completo Assunto: Motor completo 1 1994/1995 W AS/M-14004973 MOTOR conjunto 90500556 1 1 1994/1995 W AP/M-14004974 MOTOR conjunto 90501783

Leia mais

PLANILHA DE MANUTENÇÃO

PLANILHA DE MANUTENÇÃO Andaime Suspenso Elétrico PLANILHA DE MANUTENÇÃO A inspeção inicial deve ser realizada antes da entrada em operação do guincho, após uma nova montagem, pelos responsáveis pela manutenção do equipamento.

Leia mais

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Manual de peças Empilhadeira ÍNDICE 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Montagem Da Transmissão Transmissão

Leia mais

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012

AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 AJUSTADORES AUTOMÁTICOS DE FREIO JUNHO 2012 Conheça o funcionamento, diagnóstico e reparo do ajustador de freio automático, um componente primordial para segurança, aplicado em veículos pesados. Que a

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS DE ALTA E BAIXA TENSÃO PREFÁCIO O motor elétrico! WEG INDUSTRIAS S.A. - MÁQUINAS ---- IMPORTANTE ---- LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

Leia mais

4 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes

4 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes 3 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes Este capítulo apresenta os resultados gerais obtidos para duas pontes rolantes de áreas distintas da empresa, a ponte rolante 6 e a 2 (risco

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Corte Circular de Tecido 950C

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Corte Circular de Tecido 950C Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Corte Circular de Tecido 950C 104A 104B Singer é uma marca registrada da The Singer Company Limited ou suas afiliadas. 2009 Copyright The Singer Company

Leia mais

20/02/2009 09:35. Tipo: CARREGADEIRA Marca: CATERPILLAR Modelo: 920, 930 Item Equipamento: CUBOS DE RODAS E ROLAMENTOS. - Produtos alternativos -

20/02/2009 09:35. Tipo: CARREGADEIRA Marca: CATERPILLAR Modelo: 920, 930 Item Equipamento: CUBOS DE RODAS E ROLAMENTOS. - Produtos alternativos - Plano de Lubrificação Ipiranga Relatório de Equipamentos 20/02/2009 09:35 Tipo: CARREGADEIRA Marca: CATERPILLAR Modelo: 920, 930 Item Equipamento: CUBOS DE RODAS E ROLAMENTOS Produto: IPIFLEX 2 hs: Produto:

Leia mais

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Ovos

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Ovos Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação Carroceria para transporte de: Ovos Local: Estrutura da Carroceria 01 01 Ano Reapertar parafusos da estrutura no chassi. 02 06 Meses Verificar vedação das

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Lançar mão dos recursos e técnicas de

Leia mais

de Prevenção de Acidentes) para melhorar as condições de segurança e trabalho na construção Civil.

de Prevenção de Acidentes) para melhorar as condições de segurança e trabalho na construção Civil. FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª MarivaldoOliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Lançar mão dos recursos e técnicas de prevenção

Leia mais

Seção 12 Conjunto do motor

Seção 12 Conjunto do motor Seção 12 Conjunto do motor Página CONJUNTO DO MOTOR... 164 Instalação do virabrequim... 164 Instale o pistão e a biela... 164 Instalação do eixo de cames... 164 Instalação da bomba de óleo... 165 Instalação

Leia mais

CPR MG COMITÊ PERMANENTE REGIONAL NR-18 APLICADA AOS CANTEIROS DE OBRAS

CPR MG COMITÊ PERMANENTE REGIONAL NR-18 APLICADA AOS CANTEIROS DE OBRAS CPR MG COMITÊ PERMANENTE REGIONAL NR-18 APLICADA AOS CANTEIROS DE OBRAS ELEVADOR A CABO ELEVADOR DE CREMALHEIRA Elevador de cremalheira e pinhão Maior custo compra / aluguel; Maior padrão de segurança;

Leia mais

X20 30 36 AC GEARLESS

X20 30 36 AC GEARLESS 3141 pt - 02.1999 / a Este manual deve ser entregue ao usuário final X20 30 36 AC GEARLESS Manual de instalação e manutenção Com o objetivo de obter o máximo de desempenho de sua nova máquina GEARLESS,

Leia mais

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima?

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima? Eixos e correntes A UU L AL A Uma máquina em processo de manutenção preventiva apresentava vários eixos e algumas correntes, além de mancais que necessitavam de reparos. Entre os eixos, um cônico e um

Leia mais

ANEXO III PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO

ANEXO III PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC- 005/2006 1 Equipamento : Chillers ANEXO III PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO 1. PROGRAMA DE TRABALHO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA Verificar a existência de ruídos e vibrações anormais

Leia mais

Rosqueadeiras. Manual de Instruções

Rosqueadeiras. Manual de Instruções Manual de Instruções 2 NOMAQ Roscar/Cortar/Escarear Modelos para tubos de ½ a 6 Modelo NQ-R2 NQ-R2A NQ-R4 NQ-R6 Roscas Tubos 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2 1/2, 3/4, 1, 2, 2.1/2, 4 2.1/2, 4, 5, 6 Roscas

Leia mais

LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014

LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014 LISTA DE PREÇOS DE PEÇAS RODOPARANÁ - VALIDA PARA MÊS DE NOVEMBRO 2014 CODIGO Descrição PIS/COFINS % NCM IPI PRODUTO VALOR 210500012 ANEL VEDAÇÃO 9,25 40169300 8 RDP 470 R$ 9,68 210501565 ANEL 9,25 40169300

Leia mais

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis.

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis. 1. Normas de segurança: Aviso! Quando utilizar ferramentas leia atentamente as instruções de segurança. 2. Instruções de segurança: 2.1. Aterramento: Aviso! Verifique se a tomada de força à ser utilizada

Leia mais

REF. DESCRIÇÃO NG8000E NG8000E3 NG6000E NG60000E3

REF. DESCRIÇÃO NG8000E NG8000E3 NG6000E NG60000E3 1 PARAFUSO TAMPA DA VALVULA NP08001 2 ARRUELA NP08002 3 RETENTOR NP08003 4 TAMPA CABEÇOTE NP08004 5 VEDACAO DA TAMPA NP08005 6 PARAFUSO M10X80 NP08006 7 VELA NP08007 8 PRISIONEIRO EXAUSTAO NP08008 9 CABEÇOTE

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI

MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI MANUAL DE INSTALAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO BOMBAS DE ENGRENAGENS INTERNAS SÉRIE FBEI CÓD: MAN001-10 REVISÃO: 00 27/09/2010 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 1. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO...6 2. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO...6

Leia mais

bambozzi Manual de Instrução Talhas Elétricas 250 / 350 / 500 / 750 / 1000 / 1400 Kg Fixa / Carro de Translação Manual / Elétrica e com 6 Movimentos

bambozzi Manual de Instrução Talhas Elétricas 250 / 350 / 500 / 750 / 1000 / 1400 Kg Fixa / Carro de Translação Manual / Elétrica e com 6 Movimentos bambozzi Manual de Instrução Talhas Elétricas 250 / 350 / 500 / 750 / 1000 / 1400 Kg Fixa / Carro de Translação Manual / Elétrica e com 6 Movimentos Página INSTRUÇÕES PARA O OPERADOR USE CAPACETE; O INÇAMENTO

Leia mais

INTRODUÇÃO. As versões são identificadas como "TIPO" (TYPE) através de informações da placa de especificação do produto, conforme abaixo:

INTRODUÇÃO. As versões são identificadas como TIPO (TYPE) através de informações da placa de especificação do produto, conforme abaixo: MANUAL DE DIAGRAMAS EXPLODIDOS E LISTA DE PEÇAS INTRODUÇÃO Este manual contém em ordem crescente de modelo, todos os diagramas explodidos e lista de peças de todas as ferramentas industriais DEWALT importadas

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE OPERAÇÃO, INSPEÇÃO E SEGURANÇA BALANCIM MANUAL TIPO CABO PASSANTE

PROCEDIMENTOS DE OPERAÇÃO, INSPEÇÃO E SEGURANÇA BALANCIM MANUAL TIPO CABO PASSANTE PROCEDIMENTOS DE OPERAÇÃO, INSPEÇÃO E SEGURANÇA BALANCIM MANUAL TIPO CABO PASSANTE Os Andaimes Suspensos da AeroAndaimes, são caracterizados por serem versáteis, proporcionando movimentações rápidas e

Leia mais

1 ÍNDICE L-35 PRO / L-45 PRO 2 CONJUNTO CAIXA DE ENGRENAGENS 2 EIXO DE TRANSMISSÃO 3 GUIDÃO E ACELERADOR 4 SISTEMA DA EMBREAGEM 5 CINTO / ÓCULOS 6

1 ÍNDICE L-35 PRO / L-45 PRO 2 CONJUNTO CAIXA DE ENGRENAGENS 2 EIXO DE TRANSMISSÃO 3 GUIDÃO E ACELERADOR 4 SISTEMA DA EMBREAGEM 5 CINTO / ÓCULOS 6 ÍNDICE DESCRIÇÃO PÁGINA L- PRO / L- PRO CONJUNTO CAIXA DE ENGRENAGENS EIXO DE TRANSMISSÃO GUIDÃO E ACELERADOR SISTEMA DA EMBREAGEM CINTO / ÓCULOS L- PRO SISTEMA CABEÇOTE E CILINDRO VÁLVULAS E COMANDO PISTÃO

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO O objeto de Termo de Referência consiste na contratação de empresa especializada na prestação de serviços de reforma e modernização do sistema de transporte vertical

Leia mais

SPORT 110 CABEÇOTE/CILINDRO

SPORT 110 CABEÇOTE/CILINDRO SPORT 110 CABEÇOTE/CILINDRO SEQ. CODIGO PEÇA DESCRIÇÃO 1 FOX-M1187-00 COBERTURA, CILINDRO LE 1 2 SUP-M1186-00 TAMPA, VALVULAS 2 3 12313-063-0000 PORCA CAPA 4 4 12246-063-0000 ANEL 30.8X3.2 2 5 12135-063-0000

Leia mais

ZJ20U93 Montagem e Operacional

ZJ20U93 Montagem e Operacional www.zoje.com.br ZJ20U93 Montagem e Operacional ÍNDICE 1. Aplicação...2 2. Operação segura...2 3. Cuidados antes da operação...2 4. Lubrificação...2 5. Seleção da agulha e do fio...3 6. A Inserção da agulha...3

Leia mais

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos

Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação. Carroceria para transporte de: Pintos Manual de: Manutenção Preventiva Lubrificação Carroceria para transporte de: Pintos Local: Estrutura da Carroceria 01 01 Ano Reapertar parafusos da estrutura no chassi. 02 06 Meses Verificar vedação das

Leia mais

Rua Francisco Siqueira, 95 Inhaúma Rio de Janeiro RJ Tel.: ( 21 ) 2159-8600 / 2159-8601 / 2159-8602 / Fax.: ( 21 ) 2159-8615

Rua Francisco Siqueira, 95 Inhaúma Rio de Janeiro RJ Tel.: ( 21 ) 2159-8600 / 2159-8601 / 2159-8602 / Fax.: ( 21 ) 2159-8615 Sistema de Avanço, perfuração feita manualmente por meio de um volante que, através do carretel aciona as duas correntes, que comanda a descida e subida do fuso. Embreagem, com alavanca ao alcance do operador,

Leia mais

ASSISTÊNCIA TÉCNICA TABELA DE TEMPOS VEÍCULOS LINHA LEVE

ASSISTÊNCIA TÉCNICA TABELA DE TEMPOS VEÍCULOS LINHA LEVE ASSISTÊNCIA TÉCNICA TABELA DE TEMPOS VEÍCULOS LINHA LEVE Na realização destes trabalhos foram utilizadas todas as ferramentas especiais e equipamentos recomendados pelo Departamento de Assistência Técnica

Leia mais

Composição de uma ferramenta elétrica

Composição de uma ferramenta elétrica ABC das Ferramentas (módulo II) Composição de uma ferramenta elétrica As ferramentas elétricas convencionais ou a bateria são compostas por 3 (três) partes básicas que são: 1. Estrutural Constituem a parte

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIATUBA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIATUBA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO 1 PROCESSO Nº 2015018617 PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIATUBA - PREGÃO PRESENCIAL Nº015/2015, Aquisição de peças e serviços mecânicos, destinado à manutenção de veículos deste Município. DESPACHO. Tendo em

Leia mais

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo Balanceadora Manual de Instruções São Paulo 2013 ÍNDICE Ao Proprietário... 3 Ao Operador... 3 Trabalho com Segurança... 4 Cuidados Especiais... 4 Especificações Técnicas... 6 Dados Técnicos... 6 Dimensões

Leia mais

Normas da ABNT precisam ser seguidas

Normas da ABNT precisam ser seguidas Normas da ABNT precisam ser seguidas Além das leis ambientais e toda a burocracia que o negócio da revenda exige, o revendedor precisa realizar os procedimentos de acordo com as normas da Associação Brasileira

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO OL MODELO OL - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

CSR/Instruções de inspeção para Técnicos

CSR/Instruções de inspeção para Técnicos INSTRUÇÕES DE INSPEÇÃO Carregadeiras sobre rodas CSR/Instruções de inspeção para Técnicos Esta instrução é um recurso técnico informal. Para obter especificações e procedimentos corretos, refira-se sempre

Leia mais

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE

GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO PATRIMÔNIAL GERÊNCIA DE BENS MÓVEIS GUIA DE LOCALIZAÇÃO DE PEÇAS PARA GVE G E 2007 1 2 ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS

MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL PARA SOLDA ELÉTRICA MODELO O - MOTOR PERKINS Consulte as Assistências Técnicas Autorizadas acesse: www.bambozzi.com.br/assistec.xls ou ligue: +55 (16) 33833806 / 33833807 MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro,

Leia mais

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas 105 Referências Bibliográficas 1 Brasil, Haroldo Vinagre, Máquinas de Levantamento. Ed. Guanabara Dois, 1998. 230p. 2 Rudenko, N., Máquinas de Elevação e Transporte. Livros Técnicos e Científicos Editora

Leia mais

EMTV MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DESDE 1956

EMTV MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DESDE 1956 EMTV Elevador de manutenção telescópico vertical MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO ZELOSO DESDE 1956 PREFÁCIO APLICAÇÃO: Este manual contém informações para a operação e manutenção, bem como uma lista ilustrada

Leia mais

Comandos. MOTOCULTIVADOR GASOLINA - BFG 920 MASTER Caixa Engrenagens Completas

Comandos. MOTOCULTIVADOR GASOLINA - BFG 920 MASTER Caixa Engrenagens Completas MOTOCULTIVADOR GASOLINA - BFG 0 MASTER Caixa Engrenagens Completas Comandos 00 00 PEÇA (CAIXA DE ENGRENAGEM COMPLETA) Caixa Engren. Rotativas Porca M Chapa Espacadora União Caixas Chapa União Caixas Engrenagens

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO. incl. Planos A + B + B1 execução. rotinas + procedimentos FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO PLANO DE MANUTENÇÃO C incl. Planos A + B + B1 execução rotinas + procedimentos FROTA OPERAÇÃO URBANA 1) Principais objetivos : Avaliação anual (aproxim.) do estado mecânico do veículo Acertos mecânicos

Leia mais

Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento diesel.

Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento diesel. Esse catálogo compreende motores e geradores com funcionamento diesel. ÍNDICE BLOCO MOTOR E COMPONENTES... 01 CABEÇOTE E COMPONENTES - COMANDO DE VÁLVULAS... 02 VIRABREQUIM E COMPONENTES SISTEMA DE ARRANQUE...

Leia mais

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO

bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES CONJUNTO DIESEL USINEIRO bambozzi MANUAL DE INSTRUÇÕES BAMBOZZI PRODUTOS ESPECIAIS LTDA. Av. XV de Novembro, 155 - Centro - CEP 15990-630 - Matão (SP) - Brasil Fone (16) 3383-3800 - Fax (16) 3382-4228 bambozzi@bambozzi.com.br

Leia mais

ANEXO II PLANILHAS PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E FOLHAS DE REGISTRO PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA

ANEXO II PLANILHAS PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E FOLHAS DE REGISTRO PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA ANEXO II PLANILHAS PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E FOLHAS DE REGISTRO PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA FINATEC - EDIFÍCIO SEDE ENDEREÇO: LOCALIZAÇÃO DO EQUIPAMENTO: UNIDADE MOD.: Nº DE SÉRIE: CÓDIGO

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção

Manual de Operação e Manutenção CORTADORA DE PISO WCP20 Manual de Operação e Manutenção - WCP 20 GASOLINA DIESEL ELÉTRICO TRIFÁSICO ELÉTRICO MONOFÁSICO 3 UTILIZAÇÃO - As cortadoras de piso WCP20,são utilizadas para fazer corte em asfalto

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais

Introdução. elementos de apoio

Introdução. elementos de apoio Introdução aos elementos de apoio A UU L AL A Esta aula - Introdução aos elementos de apoio - inicia a segunda parte deste primeiro livro que compõe o módulo Elementos de máquinas. De modo geral, os elementos

Leia mais

FORNAC: Excelência em Resistência ao Desgaste!

FORNAC: Excelência em Resistência ao Desgaste! Fundada em 1974, a Fornac iniciou sua produção com a fabricação de peças de desgaste em ferro fundido. Através da Parceria com a Nordberg, começou a fabricação de peças fundidas em aços especiais, sendo

Leia mais

Para peças de reposição e Discos de Plantio acesse nossa Loja Virtual: www.knapik.com.br

Para peças de reposição e Discos de Plantio acesse nossa Loja Virtual: www.knapik.com.br Para peças de reposição e Discos de Plantio acesse nossa Loja Virtual: www.knapik.com.br INDÚSTRIA MECÂNICA KNAPIK LTDA - EPP Rua Prefeito Alfredo Metzler, 480 - Bairro Santa Rosa - Porto União - SC Site:

Leia mais

FÁBRICA DE MÁQUINAS PARA A INDÚSTRIA MADEIREIRA

FÁBRICA DE MÁQUINAS PARA A INDÚSTRIA MADEIREIRA FÁBRICA DE MÁQUINAS PARA A INDÚSTRIA MADEIREIRA SERRA CIRCULAR ESQUADREJADEIRA SCEO/R 2950 Índice DADOS DA MÁQUINA... 3 NORMAS DE SEGURANÇA... 4 Norma NR-12:... 5 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS... 6 CARREGAMENTO...

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E SEGURANÇA. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial sem autorização Locatec-2012. GUINCHO VELOX e HUCK

MANUAL DE OPERAÇÃO E SEGURANÇA. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial sem autorização Locatec-2012. GUINCHO VELOX e HUCK MANUAL DE OPERAÇÃO E SEGURANÇA GUINCHO VELOX e HUCK ÍNDICE INTRODUÇÃO... 2 1. INFORMAÇÕES TÉCNICAS... 2 2. PROCEDIMENTOS GERAIS DE SEGURANÇA... 2 2.1. USO DOS GUINCHOS... 3 2.2. LUBRIFICAÇÃO... 3 2.3.

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Página 1 de 9 Informativo nº 9 VENTILADOR DE MESA 30cm VENTNK1200 ASSUNTO: Lançamento. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Alimentação: Cor: Potência do aparelho: Consumo de energia: Característica diferencial: Período

Leia mais

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) -

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) - APOSTILA DE MANUTENÇÃO 1- OBJETIVO. Apresentar os passos necessários para a manutenção do compactador RAM70 com motor Honda GX120. 2- PASSOS DE DESMONTAGEM / MONTAGEM. Retirar filtro de ar. Retirar mangueira

Leia mais

PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS

PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS PULVERIZADOR MOTORIZADO PARA TRANSPORTAR NAS COSTAS Manual do Operador COMPONENTES e ACESSÓRIOS Tampa do tanque de produtos químicos Bocal Lança Tanque de produtos químicos Vela de ignição Acionador de

Leia mais

Manual de Instalação, Operação e Manutenção Válvulas Gaveta, Globo e Retenção Informações Gerais Precauções e Recomendações Manuseio e Armazenamento

Manual de Instalação, Operação e Manutenção Válvulas Gaveta, Globo e Retenção Informações Gerais Precauções e Recomendações Manuseio e Armazenamento Informações Gerais Para garantir a qualidade e a vida útil de uma válvula é necessário verificar a instalação, aplicação, bem como o seu material de acordo com o fluido que será utilizado e uma manutenção

Leia mais

Elementos de Transmissão Correias

Elementos de Transmissão Correias Elementos de Transmissão Correias Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. Transmissão por polias e correias Transmissão por polias e correias As polias são peças cilíndricas, movimentadas pela rotação do eixo

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL APÊNDICE A

PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL APÊNDICE A TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA DIRETORIA DE ENGENHARIA E ARQUITETURA PLANO DE MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO PREDIAL APÊNDICE A A amplitude da manutenção e inspeção indicada no Termo de Referência está

Leia mais

COMO USAR ESTE MANUAL ÍNDICE GERAL INFORMAÇÕES GERAIS...2 CB400

COMO USAR ESTE MANUAL ÍNDICE GERAL INFORMAÇÕES GERAIS...2 CB400 CB400 COMO USAR ESTE MANUAL Este suplemento contém informações complementares para a manutenção, inspeção e reparos das motocicletas HONDA CB400. Consulte o Manual de Serviços das motocicletas HONDA CB450E

Leia mais

Embalagem Breve histórico: Nytron é uma empresa líder no mercado de reposição de polias e tensionadores; Produzindo 306 itens para reposição; Abastece todo mercado nacional,através dos mais importantes

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças

Manual de Instruções e Lista de Peças Manual de Instruções e Lista de Peças Linha Overloque de Alta Velocidade 321C- 131M-04 132M-015 133M-04 /TF 134M-04 241M-24 / 25 243M-24 / TF 244M-24 251M-35 251M-55 251H-56 Singer é uma marca registrada

Leia mais

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS

Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Seção 9 PISTÕES - ANÉIS - BIELAS Índice da seção Página Bielas Montagem da biela no pistão... 4 Verificação Instalação... 7 Remoção Torque... 8 Pistões Montagem do pistão na biela... 4 Verificação do desgaste

Leia mais

Springer - Carrier. Índice

Springer - Carrier. Índice Índice Página 1 - Diagnóstico de Defeitos em um Sistema de Refrigeração... 8 1.1 - Falha: Compressor faz ruído, tenta partir, porém não parte... 8 1.2 - Falha: Compressor funciona, porém não comprime...

Leia mais

Manual de Instrução Talhas Elétricas de 1500/2250/3000 Kg Com / Sem Carro de Translação Motorizado

Manual de Instrução Talhas Elétricas de 1500/2250/3000 Kg Com / Sem Carro de Translação Motorizado bambozzi Manual de Instrução Talhas Elétricas de 1500/2250/3000 Kg Com / Sem Carro de Translação Motorizado Talhas Elétricas de 1500/2250/3000 Kg Página INSTRUÇÕES PARA O OPERADOR USE CAPACETE; O INÇAMENTO

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE MANUTENÇÃO - 416E

GUIA PRÁTICO DE MANUTENÇÃO - 416E GUIA PRÁTICO DE MANUTENÇÃO - 416E GUIA PRÁTICO PARA VOCÊ REALIZAR A MANUTENÇÃO DO SEU PRÓPRIO EQUIPAMENTO. Para que sua Retroescavadeira Cat 416E alcance a performance máxima, as manutenções preventivas

Leia mais

SUMÁRIO Componentes do Sistema de Água Tarefas do Operador Operação e Manutenção dos Equipamentos

SUMÁRIO Componentes do Sistema de Água Tarefas do Operador Operação e Manutenção dos Equipamentos MANUAL DO OPERADOR SUMÁRIO Componentes do Sistema de Água... 05 Tarefas do Operador... 06 Na captação do poço profundo... 06 No abrigo para equipamentos... 07 No reservatório... 08 Na adução / distribuição...

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Correias e Polias Correntes Definição Polia: São peças cilíndricas, movimentadas pela rotação do eixo do motor e pelas correias. Correias: É o elemento da máquina que,

Leia mais

8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS

8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS 8. MANUTENÇÃO EM MOTORES ELÉTRICOS 8.1 INTRODUÇÃO Os motores elétricos são responsáveis por grande parte da energia consumida nos segmentos onde seu uso é mais efetivo, como nas indústrias, onde representam

Leia mais

PRODUTOS DE PAVIMENTAÇÃO SERVIÇO DE PEÇAS DE DESGASTE

PRODUTOS DE PAVIMENTAÇÃO SERVIÇO DE PEÇAS DE DESGASTE PRODUTOS DE PAVIMENTAÇÃO SERVIÇO DE PEÇAS DE DESGASTE UM ÓTIMO DESEMPENHO COMEÇA COM ÓTIMOS COMPONENTES. Quer você seja um cliente do tipo Eu mesmo faço, ou Faça comigo, ou do tipo Faça para mim, seu revendedor

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS MOTOR / EMPILHADEIRAS TEC 2.5 / 3.0. Edição 04-2014

CATÁLOGO DE PEÇAS MOTOR / EMPILHADEIRAS TEC 2.5 / 3.0. Edição 04-2014 CATÁLOGO DE PEÇAS MOTOR / EMPILHADEIRAS Edição 04-204 PREFÁCIO Esté catálogo foi elaborado para facilitar a identificação e localização das peças originais de reposição dos produtos TRAMONTINI. Para facilitar

Leia mais

LOTE: 002 LEILÃO VLI - Peças e Componentes 15/10/2015-11:30 FABRICANTE DO PART NUMBER

LOTE: 002 LEILÃO VLI - Peças e Componentes 15/10/2015-11:30 FABRICANTE DO PART NUMBER LOTE ITEM DESCRIÇÃO DO ITEM PART NUMBER FABRICANTE DO PART NUMBER APLICAÇÃO - REFERÊNCIA DE FROTA VLI UDM QUANT. BORRACHA COMPONENTE; APLICACAO: ; NERAL Amortecedor de truques de locos -U0C, 57703796 X3968;

Leia mais

www.sunspecial.com.br

www.sunspecial.com.br Manual de Instruções Máquina de costura RETA TRANSPORTE DUPLO (Dente e Agulha) SSTC-6160 www.sunspecial.com.br INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA IMPORTANTES Qualidade e Tecnologia Colocar os sistemas de costura

Leia mais

Componentes do Ponto de Distribuição

Componentes do Ponto de Distribuição Componentes do Ponto de Distribuição Ferramenta(s) Especial(ais) Placa de Alinhamento, Árvore de Comando de Válvulas 303-D039 ou similar Remoção CUIDADO: durante os procedimentos de reparo, a limpeza é

Leia mais

20/02/2009 09:35. Tipo: CARREGADEIRA Marca: CASE Modelo: W 36 B, W 30 D Item Equipamento: CAIXA DE MUDANCAS/CONVERS OR DE TORQUE

20/02/2009 09:35. Tipo: CARREGADEIRA Marca: CASE Modelo: W 36 B, W 30 D Item Equipamento: CAIXA DE MUDANCAS/CONVERS OR DE TORQUE Plano de Lubrificação Ipiranga Relatório de Equipamentos 20/02/2009 09:35 Tipo: CARREGADEIRA Marca: CASE Modelo: W 36 B, W 30 D Item Equipamento: CAIXA DE MUDANCAS/CONVERS OR DE TORQUE Produto: ULTRAMO

Leia mais

VENTILADOR INDUSTRIAL

VENTILADOR INDUSTRIAL VENTILADOR INDUSTRIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES INDUSTRIAIS Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: E L D I 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento.

ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2. Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. ALISADOR DE CONCRETO MANUAL DO USUÁRIO NAC2 Por favor, leia este Manual com atenção pára uso do equipamento. Aviso Importante Certifique-se de verificar o nível de óleo como é descrito a seguir: 1. Nível

Leia mais

CREA: 865517. Eng. Responsável: Antonio Braz Ranazzi Balancim Leve Manual Manual de operação do Balancim Leve Manual

CREA: 865517. Eng. Responsável: Antonio Braz Ranazzi Balancim Leve Manual Manual de operação do Balancim Leve Manual CREA: 865517 Eng. Responsável: Antonio Braz Ranazzi Balancim Leve Manual Manual de operação do Balancim Leve Manual SUMÁRIO 1. O ANDAIME SUSPENSO... 3 2. COMPONENTES DO ANDAIME SUSPENSO LEVE... 3 3. DIMENSÕES

Leia mais

Desenho Explodido: MG-2500CL 3000CL 3000CLE 5000CL 6000CLE MGG-8000 CLE MGT-6000 CLE MGT-8000 CLE

Desenho Explodido: MG-2500CL 3000CL 3000CLE 5000CL 6000CLE MGG-8000 CLE MGT-6000 CLE MGT-8000 CLE Desenho Explodido: MG-2500CL 3000CL 3000CLE 5000CL 6000CLE MGG-8000 CLE MGT-6000 CLE MGT-8000 CLE MODELOS: MG-5000 CL MG- 6000 CLE MGT-6000 CLE MGG- 8000 CLE MGT-8000 CLE Nº Código Referência Aplicação

Leia mais

JATEAMENTO - INTRODUÇÃO APLICAÇÃO

JATEAMENTO - INTRODUÇÃO APLICAÇÃO www.sinto.com.br JATEAMENTO - INTRODUÇÃO APLICAÇÃO O Jateamento com abrasivo é um método de trabalho a frio que consiste no arremesso de partículas contra uma determinada superfície, a elevadas velocidades,

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig CT MSA./2 WTA./2 CSA./2 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSA./2 WTA./2 ESTÁGIO psig CSA./2 ESTÁGIO psig TÉRMINO DE COMERCIALIZAÇÃO ABRIL/ (PRODUTO 0% IMPORTADO) MSA./2 TÉRMINO DE FABRICAÇÃO NOVEMBRO/ WAYNE

Leia mais

CORTADOR DE PISO MANUAL DO USUÁRIO NCP2

CORTADOR DE PISO MANUAL DO USUÁRIO NCP2 CORTADOR DE PISO MANUAL DO USUÁRIO NCP2 Por favor, leia este manual com atenção para uso do equipamento INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO AVISO Para reduzir o risco de ferimentos, todos os operadores e pessoal da

Leia mais

Transmissão de Movimento

Transmissão de Movimento Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias Laboratório de Engenharia Agrícola EAG 03204 Mecânica Aplicada * Transmissão de Movimento 1. Introdução A transmissão

Leia mais

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA *Imagens meramente ilustrativas CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Modelo V8 Chave de impacto

Leia mais

Identificação de Partes

Identificação de Partes Intificação Partes Part List-349-I Motor Vertical Indução 1. Superior 2. Porca e Arruela do Eixo do Motor 3. Inferior 4. da Tampa Superior 5. Defletor Óleo 6. Tampa Superior 7. Rolamento Contato Angular

Leia mais

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO

GVS GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO GABINETES DE VENTILAÇÃO TIPO SIROCCO CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS INTRODUÇÃO Os gabinetes de ventilação da linha são equipados com ventiladores de pás curvadas para frente (tipo "sirocco"), de dupla aspiração

Leia mais

MANUTENÇÃO DE SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO BOMBEAMENTO. BEBEDOURO / SP 03 e 04 de Outubro 2007

MANUTENÇÃO DE SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO BOMBEAMENTO. BEBEDOURO / SP 03 e 04 de Outubro 2007 MANUTENÇÃO DE SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO BOMBEAMENTO BEBEDOURO / SP 03 e 04 de Outubro 2007 Edson Roberto Zanon MsC. Eng. Agrícola engenharia@naandan.com.br MANUTENÇÃO é o conhecimento técnico e prático aplicado

Leia mais