ENGº AUREO SALLES DE BARROS Diretor Superintedente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENGº AUREO SALLES DE BARROS Diretor Superintedente"

Transcrição

1 Rio de Janeiro, 15 de Julho de À FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA Rua São Clemente, nº 134 Botafogo - Rio de Janeiro /RJ Tel / Fax: Atenção : Srª CLÁUDIA CARVALHO Assunto : CONTRATO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE AR CONDICIONADO Contrato : PR MA Prezados Senhores, Atendendo à vossa solicitação e após vistoria nos equipamentos, apresentamos nossa proposta para Manutenção Preventiva com aplicação do PMOC (Plano de Manutenção, Operação e Controle), orientado pela ANVISA - Ministério da Saúde, do(s) sistema(s) instalado(s) que, mediante a concordância das partes, passará a vigorar sob a forma de contrato, com a redação que segue: Atenciosamente, ENGº AUREO SALLES DE BARROS Diretor Superintedente Página 1 de 8

2 CONTRATO Nº PR MA CONTRATO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA QUE ENTRE SI FAZEM DE UM LADO A.SALLES & CIA. LTDA. E DE OUTRO LADO MUSEU CASA DE RUI BARBOSA. NA FORMA ABAIXO: Pelo presente instrumento particular, firmado de um lado por A. SALLES & CIA. LTDA., com endereço à Av. Pedro II, nº 135 São Cristóvão - RJ, CNPJ/MF nº / e I.E. nº , doravante denominada CONTRATADA e, de outro lado MUSEU CASA DE RUI BARBOSA, como CONTRATANTE, com endereço Rua São Clemente, Botafogo, CNPJ/MF nº / e I.E. Nº Isento tem justo e combinado entre si o presente contrato de Manutenção, mediante as seguintes cláusulas: DO OBJETO: 1º - O objeto do presente contrato é a prestação de serviços de manutenção preventiva mensal, conforme definido no PMOC que passará a fazer parte integrante deste contrato e das instalações, de uma vez por mês do(s) sistema(s) instalado(s), conforme 3º, cláusula 3ª mão-de-obra, ferramentas e instrumental necessários à perfeita execução dos trabalhos, para os seguintes equipamentos de propriedade do CONTRATANTE: EQUIPAMENTOS: - 01 (um) Split, capacidade de 5 TR; - 01 (uma) eletrobomba; - 01 (uma) caixa ventiladora de expurgo; - 01 (uma) unidade de controle programável. LOCAL DAS INSTALAÇÕES: Museu Casa Rui Barbosa DOS SERVIÇOS: 2º - Os serviços de Manutenção Preventiva serão executados por técnicos da CONTRATADA, compreendendo a regular conservação dos equipamentos, de modo que os ditos equipamentos sejam mantidos em perfeitas condições de segurança e funcionamento, mediante a prestação dos seguintes serviços: ROTINAS DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE: 01) NO CONDICIONADOR DE AR TIPO SPLIT SYSTEM: ROTINA MENSAL - Efetuar a limpeza dos filtros de ar; - Verificar, corrigir, se necessário, o estado geral da pintura; - Efetuar a limpeza da bandeja coletora d água das serpentinas do evaporador e do condensador; - Efetuar a limpeza do dreno das serpentinas do evaporador e do condensador; - Efetuar a limpeza do condensador; Página 2 de 8

3 - Verificar e anotar as pressões de sucção e descarga dos compressores. Corrigir se necessário; - Verificar e anotar as pressões de desarme dos pressostatos de baixa pressão. Corrigir se necessário. - Verificar, corrigir, se necessário, o isolamento térmico interno e as guarnições de borracha; - Verificar, corrigir, se necessário, a existência de folgas laterais dos motores e ventiladores; - Verificar, corrigir, se necessário, a fixação dos motores; - Verificar, corrigir, se necessário, a existência de ruídos e vibrações anormais; - Limpeza manual externa dos condensadores e evaporadores, com escovas apropriadas; - Verificar vazamentos de óleo; - Verificação das correias e alinhamento dos mesmos; - Verificar, corrigir, se necessário e registrar temperaturas de entrada e saída do condensador e do evaporador, e da linha de sucção e descargas do circuito frigorífico; - Verificar, corrigir, se necessário o funcionamento do ventilador evaporador; - Verificar, corrigir, se necessário, a existência de aquecimento excessivo do motor do ventilador o qual não pode exceder a 40 º C acima da temperatura ambiente; - Verificar a regulagem operação dos termostatos ambientes e de refrigerar. Corrigir se necessário; - Verificar, corrigir, se necessário, os fechos, as tampas e os parafusos; - Verificar, corrigir, se necessário, os parafusos de fixação. - Verificar, corrigir, se necessário, o funcionamento dos compressores; - Efetuar a limpeza externa dos compressores e circuitos frigorífico, assim como todos os seus acessórios; ROTINA TRIMESTRAL: - Lubrificação geral dos componentes móveis do sistema; - Regulagem do superaquecimento; - Regulagem do sub-resfriamento; - Medir e registrar as pressões (alta, baixa e de óleo) dos circuitos frigorígenos; - Verificação e limpeza dos contatos das chaves magnéticas; - Eliminar focos de oxidação nos gabinetes e carcaças dos motores e compressores (caso seja necessário): - Medir resistência de isolamento dos motores e compressores. ROTINA ANUAL: - Limpeza das serpentinas condensadoras com bomba de alta pressão e produto químico adequado; 02) NO QUADRO ELÉTRICO DE COMANDO: ROTINA MENSAL : - Inspeção, e reaperto dos terminais de ligação elétrica, contatos e fusíveis de proteção; Página 3 de 8

4 - Verificação do funcionamento das chaves magnéticas, relés de sobrecarga, chaves reversoras e disjuntores. - Revisar o comando elétrico, verificando as proteções e intertravamento. 03) TRATAMENTO QUÍMICO DE ÁGUA DE CONDENSAÇÃO: - Limpeza química e mecânica do sistema. 04) NA CAIXA DE VENTILAÇÃO: ROTINA MENSAL: - Limpeza geral; - Verificação de ruído anormais; - Verificação de alinhamento das polias; - Verificação de tencionamento e estado das correias; - Verificação de fixação do motor e mancais; - Verificação de alinhamento e o nível do eixo do ventilador; - Verificação de estado da lona flexível; - Limpeza ou substituição dos filtros descartáveis; - Lavar e impregnar filtros tipo colmeia (em caso de existência); - Verificação da voltagem e amperagem. ROTINA TRIMESTRAL: - Lubrificação dos mancais e rolamentos; - Efetuar reapertos gerais; - Verificação das fiações e barramentos. - Verificação da atuação de registros, se necessário; - Verificação da atuação do relé térmico e demais proteções, se necessário; - Verificação do estado da superfície dos contatos das contatoras. ROTINA ANUAL: - Eliminação de focos de oxidações e retocar pintura. 05) NA ELETROBOMBA: ROTINA MENSAL: - Verificação de existência de ruídos e vibrações anormais; Página 4 de 8

5 - Verificação do nível de óleo e completar caso seja necessário; - Efetuar limpeza externa; - Verificação do isolamento das tubulações de água gelada; - Eliminar vazamentos dos registros e válvulas; - Verificação e reajuste das gaxetas; - Verificação do estado dos mangotes e abraçadeiras, se necessário; - Limpeza e verificação dos drenos; - Verificação e anotação das pressões de regime de funcionamento; - Verificação e anotação das tenções de motor; - Verificação e anotações do motor. ROTINA TRIMESTRAL: - Limpeza e verificação dos filtros de sucção; - Verificação do alinhamento bomba/motor (conjunto); - Efetuar reaperto geral; - Verificação das fiações e barramentos. - Reapertos dos parafusos de fixação; - Eliminações de pontos de corrosão e/ou retocar pintura; - Lubrificação dos mancais e rolamentos; - Verificação das atuações do relé térmico e demais proteções, se necessário; - Verificação dos estado da superfície dos contatos das contatoras. ROTINA ANUAL: - Troca do óleo lubrificante. 06) NOS DUTOS: - Emissão da ART/CREA (Anotação de Responsabilidade Técnica), com a guia devidamente recolhida ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura/RJ; - Relatório de inspeção da instalação, qualificando e quantificando, comparativamente aos padrões referenciais da RE-09/03 da ANVISA a contaminação constatada através de avaliação microbiológica emitida por Laboratório devidamente credenciado, bem como a emissão do relatório de avaliação; ROTINA TRIMESTRAL: - Colocação de pastilhas nas bandejas dos evaporadores do Ar Condicionado de acordo com a capacidade nominal de cada equipamento; - Certificado de garantia de limpeza válido pelo período de 12 meses após a conclusão. Página 5 de 8

6 ROTINA ANUAL: - Recolhimento do local através de inspeção visual do sistema, como forma de estabelecer os métodos a serem etilizados, tais como, ferramentas e equipamentos para realização dos serviços; - Aberturas de janelas e/ou as aberturas já existentes de acesso ao interior dos Dutos próximo máquina e/ou ramais, caso não haja acesso pelas grelhas e difusores, com o objetivo de inspecionar o serviço antes e depois da limpeza, assim viabilizando melhor para escovação; - Escovação mecânica robotizado a seco, iniciando próximo a máquina, através de mão-de-obra especializada e treinada, para garantir uma total eficiência da limpeza; - Remoção de toda sujeira através da Central de Sucção equipado com Filtro HEPA com 99,97% de eficiência, instalada estrategicamente no Duto garantindo a limpeza e preservando a Qualidade do Ar no ambiente; - Filmagens e/ou fotos digital parcial, antes e depois da limpeza do interior dos Dutos, para emissão de Laudos em CD-R. 1º - Todos os serviços serão executados em dia útil (segunda a sexta-feira) em horário normal (das 08:00 às 17:00 horas), cabendo ao CONTRATANTE oferecer todos os elementos necessários, franqueando o livre acesso a todas as dependências e seções inerentes aos serviços especificados, aos funcionários da CONTRATADA. 2º - A remuneração prevista para os serviços contratados será sempre devida, ainda que ocorram quaisquer impedimentos por parte do CONTRATANTE para a execução dos serviços. 3º - A remuneração estabelecida è para atender às despesas com mão-de-obra técnica, locomoção e também os materiais tidos como de consumo para a realização dos serviços relacionados nas rotinas de manutenção preventiva dos equipamentos de refrigeração. 4º - Em caso de necessidade de utilização de escadas ou outros meios que facilitem o acesso às casas de máquinas ou locais de serviços, fica desde já convencionado que os mesmos deverão ser fornecidos pelo CONTRATANTE. 5º - Não será permitida a interferência de mão-de-obra estranha nas instalações sob responsabilidade da CONTRATADA, pois somente esta poderá prestar os serviços de manutenção constantes deste contrato, sob pena de quebra do mesmo. 6º - Fica estabelecido que a manutenção prestada pela CONTRATADA se restringirá apenas às partes extrínsecas e visíveis dos equipamentos, sem que haja necessidade de seu desmonte não incluindo, por exemplo, partes internas de motores e compressores, bem como não se responsabiliza a CONTRATADA por quaisquer danos pessoais ou patrimoniais resultantes ou agravados pelo manuseio por pessoa não autorizada, operação imprópria das instalações e equipamentos, por atos do governo, revoltas, comoções civis, guerras, atos maliciosos, greves, roubos, "black-out`s" incêndio, explosões, inundações, força maior ou outro motivo fora de seu controle. Página 6 de 8

7 7º - Fica acertado que a CONTRATADA nada terá a ver com as quedas bruscas de voltagem, falta de água nas torres, (quando houver) como também com os demais elementos do edifício que se liguem direta ou indiretamente aos aparelhos, inclusive com o Sistema Distribuidor de Energia Elétrica ou por qualquer exigência não procedente imposta pôr quem de direito. Também ficam excluídas da responsabilidade da CONTRATADA as possíveis perdas de gás da instalação, pôr fugirem completamente ao seu controle. 8 - Em caso de necessidade de manutenção corretiva, substituição de peças ou componentes, e seja necessário o seu conserto fora do local onde é realizada a Manutenção será feito orçamento para sua autorização. Para atendimento ao PMOC quanto a qualidade interna do ar, encaminharemos a V.Sas. proposta para análise do ar ambiente. Mediante o resultado desta análise, encaminharemos proposta para limpeza interna dos dutos de insuflação. DO PREÇO : 4ª- Pelos serviços constantes deste contrato, conforme estabelecido nas cláusulas anteriores, o CONTRATANTE pagará à CONTRATADA, ou à sua ordem, mensalmente, a importância de: R$ 2.360,00 (dois mil trezentos e sessenta reais). DO REAJUSTAMENTO : 5ª - O preço será reajustado anualmente em função da variação do IGP-M ou outro índice que vier a substituí-lo. DO PAGAMENTO : 6ª - a cada mês será enviada a Nota Fiscal de Serviços para cobrança, cujo pagamento será efetuado até o último dia útil do mês da emissão da mesma, independente do dia da prestação do serviço de manutenção. DO PRAZO : 7ª - O presente contrato é firmado pelo prazo de l2 (doze) meses a partir da assinatura, podendo ser prorrogado por igual período após a sua aprovação, por prazo indeterminado. DA RESCISÃO : 8ª - O presente contrato poderá ser rescindido à qualquer tempo, por conveniência de uma das partes mediante comunicação, por escrito, com antecedência de 60 (sessenta) dias, sendo que serão efetuadas as duas últimas manutenções dentro deste período e, com pleno direito, por parte da CONTRATADA. 1º - O presente contrato ficará rescindido de pleno direito se o CONTRATANTE deixar de efetuar o pagamento de qualquer prestação 30 (trinta) dias seguintes ao vencimento da mesma, ou se a CONTRATADA interromper a sua prestação de serviços conforme especificação neste instrumento. Página 7 de 8

8 DO FORO : 9ª - Fica eleito o Foro da Cidade do Rio de Janeiro para dirimir quaisquer questões decorrentes do presente contrato, com renúncia a qualquer outro Foro ou Juízo, pôr mais privilegiado que seja. Assim ajustados, assinam o presente em 02 (duas) vias de igual teor, para um só efeito, na presença das testemunhas abaixo nomeadas, obrigando-se a fá-lo firme e valioso por si e seus eventuais sucessores. Rio de Janeiro, 15 de Julho de CONTRATANTE: FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA CONTRATADA: TESTEMUNHAS: A SALLES & CIA LTDA NOME: NOME: C.P.F.: C.P.F.: Página 8 de 8

Sistemas de Ar Condicionado Residenciais

Sistemas de Ar Condicionado Residenciais Eng. Dr. Fulvio Vittorino - IPT 1 Sistemas de Ar Condicionado Residenciais Eng. Dr. Fúlvio Vittorino IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo Objetivo Processos e equipamentos mecânicos

Leia mais

Aerosphere 350. Catálogo de Peças de Reposição

Aerosphere 350. Catálogo de Peças de Reposição Aerosphere 350 Catálogo de Peças de Reposição Edição: AGOSTO 2013 Código: 000-00000-000 Aerosphere 350 Índice 1. Módulo Evaporador 4 2. Módulo Condensador 6 3. Compressor Bitzer 4NFCY 8 4. Compressor Bock

Leia mais

Secador e Filtros para Ar e Gases

Secador e Filtros para Ar e Gases Secador e Filtros para Ar e Gases Garantia de ar comprimido puro e seco, ampliação da capacidade produtiva e melhoria da qualidade do ar na linha de produção. Série H Internacional A Série H Internacional,

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO psig ISENTO DE ÓLEO

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO psig ISENTO DE ÓLEO SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - psig ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO PRESSÃO MÁX. pés /min l/min

Leia mais

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Endereço completo. Complemento Bairro Cidade UF

COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Endereço completo. Complemento Bairro Cidade UF ANEXO I PLANO DE MANUTENÇÃO, OPERAÇÃO E CONTROLE PMOC. 1 - Identificação do Ambiente ou Conjunto de Ambientes: Nome (Edifício/Entidade) Endereço completo N.º Complemento Bairro Cidade UF Telefone: Fax:

Leia mais

Análise Visual de Compressores

Análise Visual de Compressores 1. Assunto: : Modelos: CS10040/CS10045/CS10060/CS10061/CS10062/CS10063/CS10084/CS20020/CS20021/CS20032 CS20053/CS20054/CS20056/CS20057/CS20058/CS20059/CS20060/CS20060/CS20061/CS20062 CS20068/CS20069/CS20078/M100003/M100009/M100013

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções (Máquinas de gelo em cubo) Obrigado por escolher as máquinas de gelo Thermomatic. Para garantir o uso correto das operações, por favor, leia atentamente o manual de instruções e depois

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por menor preço global, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por menor preço global, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado. ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA COM REPOSIÇÃO PARCIAL DE PEÇAS ORIGINAIS DOS EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO

Leia mais

CC 350. Catálogo de Peças de Reposição

CC 350. Catálogo de Peças de Reposição CC 350 Catálogo de Peças de Reposição Edição: FEVEREIRO 2012 Código: 000-00000-000 CC 350 Índice 1. Módulo Evaporador 4 2. Módulo Condensador 6 3. Compressor 8 4. Base do Compressor e Alternador 10 5.

Leia mais

Intercambiador de Calor

Intercambiador de Calor C6-003 Intercambiador de Calor Séries ICH-DX, ICV-DX Expansão Direta TROX DO BRASIL LTDA. Rua Alvarenga, 2025 05509-005 São Paulo SP Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910 E-mail: trox@troxbrasil.com.br

Leia mais

7 TORRES DE RESFRIAMENTO E CONDENSADORES EVAPORATIVOS

7 TORRES DE RESFRIAMENTO E CONDENSADORES EVAPORATIVOS 91 7 TORRES DE RESFRIAMENTO E CONDENSADORES EVAPORATIVOS A maioria dos equipamentos dos sistemas de refrigeração rejeita calor para a atmosfera. Embora existam aplicações onde o calor rejeitado do ciclo

Leia mais

Apresentação Técnica. Secadores por refrigeração a ar COOL. People. Footer Passion. Performance.

Apresentação Técnica. Secadores por refrigeração a ar COOL. People. Footer Passion. Performance. Apresentação Técnica Secadores por refrigeração a ar COOL People. Passion. Performance. 1. Agenda Visal geral da linha de produtos Aplicações Principais benefícios Características Técnicas Fluxograma Cuidamos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO CURVADOR DE TUBOS

MANUAL DE INSTRUÇÃO CURVADOR DE TUBOS TERMOS DE GARANTIA I - PRAZO DE GARANTIA 1. A Marcon Indústria Metalúrgica Ltda. dispõe de garantia do produto pelo prazo de 06 (seis) meses (já inclusa a garantia legal referente aos primeiros noventa

Leia mais

Baixa Pressão 5m.c.a Modelos: 15/20/25 Tubos

Baixa Pressão 5m.c.a Modelos: 15/20/25 Tubos Baixa Pressão 5m.c.a Modelos: 15/20/25 Tubos Página2 SUMÁRIO INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO Coletor a Vácuo... 3 Indicações de segurança Cuidados especiais Principais vantagens do sistema solar a vácuo Especificações

Leia mais

Unidade Intercambiadora de Calor Série YE

Unidade Intercambiadora de Calor Série YE Unidade Intercambiadora de Calor Série YE A unidade intercambiadora de calor Série YE foi desenvolvida para proporcionar o máximo conforto térmico em ambientes. Projetada para atender diferentes demandas

Leia mais

CONTRATO Nº 009/2013 CONTRATO DE FORNECIMENTO DE COMBUSTÍVEL

CONTRATO Nº 009/2013 CONTRATO DE FORNECIMENTO DE COMBUSTÍVEL CONTRATO Nº 009/2013 CONTRATO DE FORNECIMENTO DE COMBUSTÍVEL CONTRATANTE: Município de Nova Alvorada, pessoa jurídica de direito público, com sede administrativa na Avenida Vicente Guerra, 1429, na cidade

Leia mais

EXPLODIDO PARA OS GERADORES DAS SÉRIES ND72000ES3 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA

EXPLODIDO PARA OS GERADORES DAS SÉRIES ND72000ES3 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA EXPLODIDO PARA OS GERADORES DAS SÉRIES ND72000ES3 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA 1. CABEÇA DO CILINDRO & CONJUNTO DA TAMPA ITEM DESCRIÇÃO QUANTIDADE 1 VÁLVULA DE ADMISSÃO 4 2 VÁLVULA DE ESCAPE

Leia mais

Pouso Alegre, 15 de dezembro de Proposta Comercial:

Pouso Alegre, 15 de dezembro de Proposta Comercial: Página 1 de 5 Pouso Alegre, 15 de dezembro de 2016 Proposta Comercial: 027479 À DUARTE E SOUZA COMERCIO DE ALIMENTOS LTDA ME AVN TEIXEIRA E SOUZA,S_N PARTE CENTRO CABO FRIO RJ CEP: 28907-41 CNPJ/CPF: 24819303000107

Leia mais

CC 200T. Catálogo de Peças de Reposição

CC 200T. Catálogo de Peças de Reposição CC 200T Catálogo de Peças de Reposição Edição: MARÇO 2012 Código: 000-00000-000 CC 200T Índice 1. Módulo Condensador 4 2. Módulo Evaporador 6 2. Módulo Evaporador (Continuação) 8 3. Compressor TM31 10

Leia mais

EcoBuddy. Manual de Instrucções. Dois modelos disponíveis: com ou sem dispositivo de limpeza

EcoBuddy. Manual de Instrucções. Dois modelos disponíveis: com ou sem dispositivo de limpeza EcoBuddy Manual de Instrucções Dois modelos disponíveis: com ou sem dispositivo de limpeza Rua Veloso Salgado, 1104 4450-801 Leça da Palmeira Tel: 229 991 100 Telm: 969 825 815 / 939 808 188 Fax: 229 991

Leia mais

Unidades condensadoras herméticas Blue Star e Compact Line

Unidades condensadoras herméticas Blue Star e Compact Line Unidades condensadoras herméticas Blue Star e Compact Line Estas unidades condensadoras são equipadas com os compressores herméticos reciprocos Danfoss Maneurop e podem ser utilizadas em aplicações de

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOUROS BEGEL REFRIGERADOS TIPO PRESSÃO BRX40 CONJUGADO BRX40 BRX80CONJUGADO BRX80. PARABÉNS Pelo seu novo bebedouro BEGEL

MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOUROS BEGEL REFRIGERADOS TIPO PRESSÃO BRX40 CONJUGADO BRX40 BRX80CONJUGADO BRX80. PARABÉNS Pelo seu novo bebedouro BEGEL MANUAL DE INSTRUÇÕES BEBEDOUROS BEGEL REFRIGERADOS TIPO PRESSÃO BRX40 CONJUGADO BRX40 BRX80CONJUGADO BRX80 PARABÉNS Pelo seu novo bebedouro BEGEL Ficamos muito satisfeitos por você ter depositado sua confiança

Leia mais

Lista de materiais. 1 Carcaça 1. 2 Placas superior e inferior 2. 3 Molde 6. 4 Roletes de suporte 2. 5 Pinos dos roletes de suporte 2.

Lista de materiais. 1 Carcaça 1. 2 Placas superior e inferior 2. 3 Molde 6. 4 Roletes de suporte 2. 5 Pinos dos roletes de suporte 2. 0 Lista de materiais Código Descrição Unidades 1 Carcaça 1 2 Placas superior e inferior 2 3 Molde 6 4 Roletes de suporte 2 5 Pinos dos roletes de suporte 2 6 Alavanca 1 7 Bolsa de peças de reposição 1

Leia mais

Conservação de Energia

Conservação de Energia Lei de Pascal F = Força A = Área P = Pressão 1. Suponhamos uma garrafa cheia de um líquido, o qual é, praticamente, incompressível 2. Se aplicarmos uma força de 10kgf numa rolha de 1 cm 2 de área 3. o

Leia mais

TERMOREGULADOR. Esta linha de equipamentos necessitam de uma fonte fria para modular a temperatura. 2

TERMOREGULADOR. Esta linha de equipamentos necessitam de uma fonte fria para modular a temperatura. 2 TERMOREGULADOR Sua variação de controle poder chegar até 0,5ºC, esta precisão se da pelo controle de PID gerido pelo controlador GEFRAN instalado estrategicamente em seu painel frontal e fácil acesso ao

Leia mais

COLUNA DE BANHO MANUAL DE INSTRUÇÕES 51J

COLUNA DE BANHO MANUAL DE INSTRUÇÕES 51J COLUNA DE BANHO MANUAL DE INSTRUÇÕES 51J ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 CARACTERÍSTICAS 2.1 HIDRÁULICAS 2.2 DIMENSÕES 3.0 MONTAGEM E INSTALAÇÃO 4.0 OPERAÇÃO 4.1 VÁLVULA DESVIADORA 4.2 FUNÇÕES DOS JATOS 5.0

Leia mais

Pouso Alegre, 13 de março de Proposta Comercial:

Pouso Alegre, 13 de março de Proposta Comercial: Página 1 de 5 Pouso Alegre, 13 de março de 2017 Proposta Comercial: 029394 À DINAMITE VILA MADALENA CHOPERIA LTDA RUA MOURATO COELHO, 1.060 PINHEIROS SAO PAULO SP CEP: 05417001 CNPJ/CPF: 07263167000194

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PURIFICADORES DE ÁGUA. PARABÉNS Pelo seu novo purificador de água BEGEL

MANUAL DE INSTRUÇÕES PURIFICADORES DE ÁGUA. PARABÉNS Pelo seu novo purificador de água BEGEL MANUAL DE INSTRUÇÕES PURIFICADORES DE ÁGUA PURESTIL PURESTIL MASTER PARABÉNS Pelo seu novo purificador de água BEGEL Ficamos muito satisfeitos por você ter depositado sua confiança em mais um de nossos

Leia mais

PRESSOSTATO HPW. - Comercial Ltda

PRESSOSTATO HPW. - Comercial Ltda PRESSOSTATO HPW PRESOSTATO HPW O PRESSOSTATO HPW é um equipamento que trabalha com um pressostato interligado a um fluxostato. Mantém a rede sempre pressurizada, ligando a bomba quando abrimos qualquer

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS 2015 MÁXIMA QUALIDADE E TECNOLOGIA DA MARCA QUE VOCÊ CONHECE E CONFIA! A FORÇA QUE VOCÊ PRECISA, AGORA NO BRASIL! A Hyundai Corporation é uma empresa renomada e líder no comércio

Leia mais

ASSISTÊNCIA BB SEGURO VIDA EMPRESA FLEX ASSISTÊNCIA INSPEÇÃO EMPRESARIAL

ASSISTÊNCIA BB SEGURO VIDA EMPRESA FLEX ASSISTÊNCIA INSPEÇÃO EMPRESARIAL ASSISTÊNCIA OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA BRASIL ASSISTÊNCIA S.A., CNPJ: 68.181.221/0001-47 Página 1 de 11 COMO ACIONAR OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA? Precisando utilizar os serviços de assistências

Leia mais

3º Risk Engineering Workshop - 23 de Agosto de 2016 Ronoel Souza Zurich Brasil Seguros Risk Engineering

3º Risk Engineering Workshop - 23 de Agosto de 2016 Ronoel Souza Zurich Brasil Seguros Risk Engineering 3º Risk Engineering Workshop - 23 de Agosto de 2016 Ronoel Souza Zurich Brasil Seguros Risk Engineering Pergunta Interativa Quem gerencia a manutenção dos sistemas de combate a incêndio na sua empresa?

Leia mais

HFC-227ea. Benefícios. Agente Extintor. HFC-227ea Nome Químico: Heptafluoropropane Conhecido comercialmente como: FM-200 / FE-227

HFC-227ea. Benefícios. Agente Extintor. HFC-227ea Nome Químico: Heptafluoropropane Conhecido comercialmente como: FM-200 / FE-227 O MELHOR AGENTE DE SUPRESSÃO DE CHAMAS INCÊNDIO ATINGE CENTRAL DE OPERADORA TELEFÔNICA E COMPROMETE O SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO E TELEFONIA MÓVEL. Notícia Portal Uol Agente Extintor HFC-227ea Benefícios Um

Leia mais

Vistas Explodidas. Lavorwash Brasil Departamento Tecnico SAL Modelo: Lavadora de Alta Pressão LKX - M / LKX - 15

Vistas Explodidas. Lavorwash Brasil Departamento Tecnico SAL Modelo: Lavadora de Alta Pressão LKX - M / LKX - 15 Lavadora de Alta Pressão LKX - M / LKX - 15 01 4.613.0181 1 Carenagem Superior Amarela LKX 02 4.608.0170 1 Alça LKX Esquerda 03 4.608.0169 1 Alça LKX Direita 04 5.613.0182 1 Carenagem Posterior LKX Preta

Leia mais

INSTRUÇÃO DE USO. BOLSA COLETORA DE URINA SISTEMA FECHADO PARA DRENAGEM URINÁRIA MODELO: UROZAMM SFDH METER NOME COMERCIAL : UROZAMM Meter

INSTRUÇÃO DE USO. BOLSA COLETORA DE URINA SISTEMA FECHADO PARA DRENAGEM URINÁRIA MODELO: UROZAMM SFDH METER NOME COMERCIAL : UROZAMM Meter INSTRUÇÃO DE USO BOLSA COLETORA DE URINA SISTEMA FECHADO PARA DRENAGEM URINÁRIA MODELO: UROZAMM SFDH METER 152504 NOME COMERCIAL : UROZAMM Meter 1. INDICAÇÃO DO PRODUTO: Produto indicado para drenagem

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela:

TERMO DE REFERÊNCIA. 2.1 A manutenção preventiva para os aparelhos de Ar Condicionado do tipo janela: 1 ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA COM REPOSIÇÃO PARCIAL DE PEÇAS ORIGINAIS DOS EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES CADEIRA DE MASSAGEM PORTÁTIL DOBRÁVEL ATENÇÃO: A fim de evitar acidentes, por favor, leia atentamente às instruções de operação antes de utilizar este produto. Por favor, conserve

Leia mais

BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA MODELO

BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA MODELO BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO MODELO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA Leia atentamente este manual antes de instalar ou operar o equipamento para assegurar uma montagem correta

Leia mais

Manual do Proprietário. Reversor Marítimo RT 115. Potência/Rotação (máxima de entrada) Modelo do reversor. Reversor RT40 mecânico, redução 3,0:1

Manual do Proprietário. Reversor Marítimo RT 115. Potência/Rotação (máxima de entrada) Modelo do reversor. Reversor RT40 mecânico, redução 3,0:1 Manual do Proprietário Reversor Marítimo RT A Tramontini Implementos Agrícolas Ltda garante seus produtos, que em serviço e uso normal, vierem a apresentar defeitos de material, fabricação ou montagem,

Leia mais

Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 )

Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 ) Manual de Instruções Filtro AQUABLOCK Fonte ampliada ( 36 ) Original Aquaplus Filtração Indústria e Comércio Ltda. Rua Vicente Sores da Costa, 128 / 130 Jd. Primavera São Paulo SP - CEP 02755-000 CNPJ

Leia mais

ALICATE HIDRAULICO PRENSA/CRIMPA TERMINAL 16 ATE 240 MM MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO HHY-240A

ALICATE HIDRAULICO PRENSA/CRIMPA TERMINAL 16 ATE 240 MM MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO HHY-240A ALICATE HIDRAULICO PRENSA/CRIMPA TERMINAL 16 ATE 240 MM MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO HHY-240A 1 ALICATE HIDRAULICO PRENSA/CRIMPA Antes de utilizar este produto, leia atentamente às instruções de operação.

Leia mais

vinil, fibra e alvenaria, piscinas de vinil piscinas de alvenaria

vinil, fibra e alvenaria, piscinas de vinil piscinas de alvenaria INTRODUÇÃO O hidrojato é um acessório que agrega diversão e bem estar. Seu sistema produz um jato que gera uma forte corrente de água na piscina. Ideal para prática de exercícios de natação e divertimento

Leia mais

BEBEDOURO INDUSTRIAL

BEBEDOURO INDUSTRIAL BEBEDOURO INDUSTRIAL Manual do Usuário Instalação e Garantia Informações gerais Verifique se a tomada a qual será ligado o bebedouro é compatível com a tensão do bebedouro. Sempre desligue o bebedouro

Leia mais

Uma gama de eficientes arrefecedores finais e separadores de água para corresponder ao seu compressor

Uma gama de eficientes arrefecedores finais e separadores de água para corresponder ao seu compressor Uma gama de eficientes arrefecedores finais e separadores de água para corresponder ao seu compressor A Atlas Copco disponibiliza uma gama de arrefecedores finais e separadores de água que combinam uma

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS pág. 1 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MODELOS Potência térmica máx. Potência térmica mín. Vazão máx. óleo Vazão mín. óleo Voltagem 60 Hz Motor Velocidade Capacitor Transformador de ignição Programador Programador

Leia mais

Coldex Tosi Ar Condicionado

Coldex Tosi Ar Condicionado Coldex Tosi Ar Condicionado Condicionadores de Ar Self Contained ESPECIFICAÇÕES CONSTRUTIVAS A linha SELF CONTAINED TOSI foi projetada visando obter a melhor relação custo-beneficio do mercado, maior

Leia mais

AR FUSION. Brasil. Pneumática. Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP AR FUSION. Pneumática. VRP9-01 pressão de trab. 07bar

AR FUSION. Brasil. Pneumática. Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP AR FUSION. Pneumática. VRP9-01 pressão de trab. 07bar Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP VRP9-01 pressão de trab. 07bar WWW.ARFUSION.COM.BR Resfriador de painel VORTEX Os Resfriadores com Ar Comprimido - Vortex são destinados à aplicações especiais

Leia mais

26/08/ Agosto/2012

26/08/ Agosto/2012 26/08/2012 1 Agosto/2012 Refrigeração. 26/08/2012 2 Circuito Frigorifico O ciclo de refrigeração ou ciclo frigorífico é um ciclo termodinâmico que constitui o modelo matemático que define o funcionamento

Leia mais

AQUECIMENTO CENTRAL VENTILAÇÃO AR CONDICIONADO ENERGIA SOLAR

AQUECIMENTO CENTRAL VENTILAÇÃO AR CONDICIONADO ENERGIA SOLAR Contribuinte: nº 502 706 775 Capital social: 7500,00 Matricula na C.R.C. de Aveiro nº 2810 Alvará: 59988 3800-034 Cacia - Aveiro Telf: 234 914 611; Fax: 234 914 979 Email: geral@climacom.pt AQUECIMENTO

Leia mais

Sistemas de Climatização e Componentes - I

Sistemas de Climatização e Componentes - I Sistemas de Climatização e Componentes - I PME 2515 - Ar Condicionado e Ventilação Alberto Hernandez Neto -Direitos autorais reservados - É proibida a reprodução deste material sem a autorização expressa

Leia mais

Sumário. Nota dos Autores... Abreviaturas... Apresentação... Prefácio...

Sumário. Nota dos Autores... Abreviaturas... Apresentação... Prefácio... Sumário Nota dos Autores... Abreviaturas... Apresentação... Prefácio... XV XVII XIX XXI 1 Introdução... 1 2 Falhas Mecânicas.... 5 2.1 Fadiga... 5 2.1.1 Fadiga mecânica... 5 2.1.2 Fadiga térmica... 32

Leia mais

Manual instruções bomba submersível poço

Manual instruções bomba submersível poço Manual instruções bomba submersível poço Bomba Submersível Poço 1. Recomendações Antes de proceder à instalação, leia atentamente o conteúdo deste manual. Ele pretende fornecer toda a informação necessária

Leia mais

Bombas de Direção Bombas de Direção com Reservatório remoto com Reservatório acoplado Bombas de Direção Bombas de Direção Bombas de Direção Bombas de Direção Removendo a trava traseira, retira-se a trava

Leia mais

Reversor Marítimo RT 80

Reversor Marítimo RT 80 Reversor Marítimo RT 0 EIXO DE ENTRADA REVERSOR RT 0 EIXO DE ENTRADA REVERSOR RT 0 0 0 0 0 0 ESPAÇADOR INTERNO Ø 0mm ROLAMENTO 0 C ROLAMENTO 0 C ANEL ELÁSTICO EXTERNO Ø 0mm SUPORTE DA EMBREAGEM ANEL ELÁSTICO

Leia mais

Reversor Marítimo RT 50

Reversor Marítimo RT 50 Reversor Marítimo RT 0 EIXO DE ENTRADA REVERSOR RT 0 EIXO DE ENTRADA REVERSOR RT 0 0 0 0 0 ESPAÇADOR INTERNO Ø mm ROLAMENTO 00 ANEL ELÁSTICO EXTERNO Ø mm SUPORTE DA EMBREAGEM ANEL ELÁSTICO INTERNO Ø 0mm

Leia mais

FILTROS DE PRESSÃO DUPLEX

FILTROS DE PRESSÃO DUPLEX FILTROS DE PRESSÃO DUPLEX HDA ACESSÓRIOS E EQUIPAMENTOS LTDA Rua Bento Vieira, 240 São Paulo SP Fone: 1129142522 Fax: 112914772 email: hda@hdanet.com.br www.hdanet.com.br Aplicação Os FILTROS DE PRESSÃO

Leia mais

A segurança em que você pode confiar

A segurança em que você pode confiar A segurança em que você pode confiar Sempre Tecnologia de Ponta CONECTAMOS SEGURANÇA COM RESPONSABILIDADE. mais de Um conceito básico DOIS TIPOS DE ACOPLAMENTOS STRAUB STRAUB-GRIP Onde se requer a união

Leia mais

4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO

4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO NX-4 FALCON 4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 4-1 DIAGNOSE DE DEFEITOS 4-1 RESERVATÓRIO DE ÓLEO 4-2 TUBO DE ÓLEO 4-3 BOMBA DE ÓLEO/TELA DE ÓLEO 4-4 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO INFORMAÇÕES GERAIS

Leia mais

Manual Filtros SFMC 150/400/1000

Manual Filtros SFMC 150/400/1000 Manual Filtros SFMC 150/400/1000 Filtro Micrônico e Coalescente, com capacidade de retenção de sólidos de 5 micra e separação de água com eficiência de 99,5% e vazão de 150 ou 400 litros por minuto. Composto

Leia mais

Ventiloconvector Cassete 2 4 tubos. criamos conforto

Ventiloconvector Cassete 2 4 tubos. criamos conforto Ventiloconvector Cassete 2 4 tubos criamos conforto Ar condicionado Ventiloconvector Cassete 2 tubos Ventiloconvector de Cassete Gama entre 3 e 10,4 kw de unidades do tipo cassete a 2 tubos. Alimentação

Leia mais

Unidades de quatro tubos com compressores de parafuso. Modelo RTMA Capacidade de refrigeração kw Capacidade de aquecimento kw

Unidades de quatro tubos com compressores de parafuso. Modelo RTMA Capacidade de refrigeração kw Capacidade de aquecimento kw Unidades de quatro tubos com compressores de parafuso Modelo RTMA Capacidade de refrigeração 344-661 kw Capacidade de aquecimento 361-714 kw Unidades de quatro tubos RTMA Aquecimento e arrefecimento simultâneo

Leia mais

A tecnologia torna a vida perfeita! Controlador Eletrônico para Aquecedor Solar de Água. Ecologic

A tecnologia torna a vida perfeita! Controlador Eletrônico para Aquecedor Solar de Água. Ecologic A tecnologia torna a vida perfeita! TK-8A Controlador Eletrônico para Aquecedor Solar de Água Ecologic Atenção: Antes de usar o controlador leia atentamente este manual. 1 TK-8A MANUAL Prezado usuário:

Leia mais

Filtros e Acessórios para Sistemas Hidráulicos

Filtros e Acessórios para Sistemas Hidráulicos Filtros e Acessórios para Sistemas Hidráulicos LINHA HIDRAULICA FILTROS DE RESPIRO Filtros e Acessórios para Sistemas Hidráulicos 4 Informações Técnicas Filtros de Respiro Linha Hidráulica Modelo Rosca

Leia mais

BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA PB-350MA, 350JA MODELO

BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA PB-350MA, 350JA MODELO BOMBA PRESSURIZADORA MANUAL DE SERVIÇO MODELO PB-088MA, 088JA PB-135MA, 135JA PB-S250MA, S250JA PB-350MA, 350JA Leia atentamente este manual antes de instalar ou operar o equipamento para assegurar uma

Leia mais

Propriedades típicas e algumas aplicações das ligas de alumínio conformadas

Propriedades típicas e algumas aplicações das ligas de alumínio conformadas 1 Propriedades típicas e algumas aplicações das ligas de alumínio conformadas Liga / tratamento resistência escoamento Alongamento em 50mm 1 [%] Resistência à corrosão (geral) 2 Conformação a frio 3 Usinagem

Leia mais

FICHA TÉCNICA JR-28 RELÉS DE PROTEÇÃO TÉRMICA. (compensado e diferencial) Página 1

FICHA TÉCNICA JR-28 RELÉS DE PROTEÇÃO TÉRMICA. (compensado e diferencial) Página 1 FICHA TÉCNICA JR-28 RELÉS DE PROTEÇÃO TÉRMICA (compensado e diferencial) Página 1 JR-28 RELÉS DE PROTEÇÃO CONTRA AS SOBRECARGAS Generalidades O relé térmico tripolar (eletromecânico) com bimetálico modelo

Leia mais

BOMBA DE VÁCUO BVIN

BOMBA DE VÁCUO BVIN ÍNDICE 00 BOMBA DE VÁCUO BVIN-0...0 008 BOMBA DE VÁCUO BVIN-0...0 000 BOMBA DE VÁCUO BVIN-00...0 000 BOMBA DE VÁCUO BVIN-00...0 0 LUBRIFICADOR DE ORDENHA INCOMAGRI...0 00 REGULADOR DE VÁCUO COM MOLA...0

Leia mais

SISTEMA DE RESFRIAMENTO PARA OLÉO

SISTEMA DE RESFRIAMENTO PARA OLÉO SISTEMA DE RESFRIAMENTO PARA OLÉO TROCADOR DE CALOR AR/OLÉO O PRIMEIRO TROCADOR DE CALOR PENSADO PROJETADO E CONSTRUIDO PARA O RESFRIAMENTO DO OLÉO NA INDUSTRIA DE CERAMICA SIMPLES DE MONTAR COMPLETAMENTE

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES ASPIRADOR DE PÓ 1.200W Equipamento somente para uso doméstico. Obrigado por escolher um produto com a marca Tramontina. Por favor, leia o Manual de Instruções por completo antes de

Leia mais

SISTEMA DE SUPRESSÃO DE INCÊNDIO PRÉ- PROJETADO PARA BARCOS E IATES SP-CERTIFIED ACCORDING TO SPCR

SISTEMA DE SUPRESSÃO DE INCÊNDIO PRÉ- PROJETADO PARA BARCOS E IATES SP-CERTIFIED ACCORDING TO SPCR SP-CERTIFIED ACCORDING TO SPCR SISTEMA DE SUPRESSÃO DE INCÊNDIO PRÉ- PROJETADO PARA BARCOS E IATES GRANDE RISCO EM CASO DE INCÊNDIO NÃO HÁ ESCAPATÓRIA DE UM BARCO + A maioria dos casos de incêndios em

Leia mais

Introdução. Apresentação. Características da hidráulica. Evolução dos sistemas hidráulicos. Sistema hidráulico. Circuito hidráulico básico

Introdução. Apresentação. Características da hidráulica. Evolução dos sistemas hidráulicos. Sistema hidráulico. Circuito hidráulico básico Apresentação Características da hidráulica Evolução dos sistemas hidráulicos Sistema hidráulico Circuito hidráulico básico Unidade hidráulica Apresentação Com a constante evolução tecnológica há no mercado

Leia mais

MOTOR 4 LD 2500 / 4 LDG 2500

MOTOR 4 LD 2500 / 4 LDG 2500 MOTOR LD 500 / LDG 500 ÍNDICE A 5 6 Bloco do Motor Carcaça Tampa do Motor LD 500 Tampa do Motor LDG 500 Cabeçote Tampa do Cabeçote Conjunto Pistão LD 500 6A Conjunto Pistão LDG 500 7 8 9 0 5 6 7 8 9 0

Leia mais

A N E X O I ESPECIFICAÇÃO MANUTENÇÃO PREVENTIVA

A N E X O I ESPECIFICAÇÃO MANUTENÇÃO PREVENTIVA EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 014/2016/SINFRA-MT A SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA, VEM DENTRO DO PRAZO LEGAL, E COM FULCRO NA LEGISLAÇÃO VIGENTE, ESPECIALMENTE O DECRETO ESTADUAL 7.217,

Leia mais

Bomba Dosadora de Diafragma NETZSCH. Novo Design - Geração 4. Robusta, Durável, Versátil, Econômica.

Bomba Dosadora de Diafragma NETZSCH. Novo Design - Geração 4. Robusta, Durável, Versátil, Econômica. Bomba Dosadora de Diafragma NETZSCH Novo Design - Geração 4 Robusta, Durável, Versátil, Econômica. Bombas Dosadora de Diafragma NETZSCH - SERA As Bombas de Diafragma NETZSCH - SERA da série 409.2 e 410.2

Leia mais

MANUAL DO OPERADOR MOTOBOMBAS SUBMERSÍVEIS TDS2CN5 TFS2C551 TFS3C651

MANUAL DO OPERADOR MOTOBOMBAS SUBMERSÍVEIS TDS2CN5 TFS2C551 TFS3C651 MANUAL DO OPERADOR MOTOBOMBAS SUBMERSÍVEIS TDS2CN5 TFS2C551 TFS3C651 Cuidado Perigo Uma Bomba Submersível se indevida ou incorretamente utilizados transforma-se em um instrumento muito perigoso. É de extrema

Leia mais

DHB Componentes Automotivos S.A.

DHB Componentes Automotivos S.A. Índice 1. PROCESSO DE DESMONTAGEM DA BOMBA HIDRÁULICA 1.1. Primeiro passo: providências 1.2. Segundo passo: desconexão das mangueiras 1.3. Terceiro passo: desmontagem da correia 1.4. Quarto passo: desmontagem

Leia mais

Empilhadeira Elétrica LEE25

Empilhadeira Elétrica LEE25 Empilhadeira Elétrica LEE25 Manual de peças 1 TRANSMISSÃO Y 1 7038.010.132.00.2 1 Motor Elétrico da Direção 2 7038.010.133.00.0 1 Junta 7 7038.010.134.00.8 1 Tampa 8 7038.010.135.00.5 1 Carcaça 12 7038.010.136.00.6

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Qtd Eqto Modelo Capacidade Fabricante Localização. 02 Self 50BX TR (cada) Carrier Auditório

TERMO DE REFERÊNCIA. Qtd Eqto Modelo Capacidade Fabricante Localização. 02 Self 50BX TR (cada) Carrier Auditório TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de empresa especializada no SERVIÇO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA, nos equipamentos de ar condicionado, descritos neste termo. 2. LOCAL DOS SERVIÇOS Museu do Futebol

Leia mais

16. SISTEMA DE IGNIÇÃO

16. SISTEMA DE IGNIÇÃO 16. SISTEMA DE IGNIÇÃO INFORMAÇÕES DE SERVIÇO 16-1 LOCALIZAÇÃO DOS COMPONENTES 16-2 DIAGRAMA DO SISTEMA 16-2 DIAGNOSE DE DEFEITOS 16-3 INSPEÇÃO DO SISTEMA DE IGNIÇÃO 16-4 16-5 BOBINA DE EXCITAÇÃO DO ALTERNADOR

Leia mais

*Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR. Manual de Instruções

*Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR. Manual de Instruções *Imagens meramente ilustrativas COMPRESSOR DE AR Manual de Instruções www.v8brasil.com.br PARA A CORRETA UTILIZAÇÃO DO PRODUTO V8 BRASIL, RECOMENDAMOS A LEITURA COMPLETA DESTE MANUAL. 1. INTRODUÇÃO A empresa

Leia mais

TASCO. 28º Edição. anos Desde Catálogo Geral Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas.

TASCO. 28º Edição. anos Desde Catálogo Geral Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas. Catálogo Geral - 2011 TASCO Acessórios para Montagens Mecânicas e Eletroeletrônicas 28º Edição TASCO LTDA 30 anos Desde 1980 Referência de Mercado www.tascoltda.com.br Mecânico: Fechos Lingueta Fechos

Leia mais

Índice PULVERIZADOR COSTAL

Índice PULVERIZADOR COSTAL Nesta lista temos em cada página da esquerda para a direita: 1. Vista explodida e número da seção 2. Item (nº da figura) 3. Código da peça 4. Nome da peça e dimensão 5. Quantidade de peças por máquina

Leia mais

Instruções de operação

Instruções de operação Instruções de operação Pressostato diferencial modelo A2G-40 Pressostato diferencial modelo A2G-40 Instruções de operação modelo A2G-40 Páginas 3-10 06/2017 WIKA Alexander Wiegand SE & Co. KG Todos os

Leia mais

PROGRAMA DE ETIQUETAGEM PARA SISTEMAS E EQUIPAMENTOS PARA ENERGIA FOTOVOLTAICA

PROGRAMA DE ETIQUETAGEM PARA SISTEMAS E EQUIPAMENTOS PARA ENERGIA FOTOVOLTAICA PROGRAMA DE ETIQUETAGEM PARA SISTEMAS E EQUIPAMENTOS PARA ENERGIA FOTOVOLTAICA Roberto Zilles zilles@iee.usp.br Instituto de Eletrotécnica e Energia, Universidade de São Paulo Alexandre Novgorodcev novgorodcev@inmetro.gov.br

Leia mais

LINHA HERA DESCRITIVO TÉCNICO

LINHA HERA DESCRITIVO TÉCNICO LINHA HERA DESCRITIVO TÉCNICO 6ª Revisão NOMENCLATURA 4 1. APRESENTAÇÃO DO PRODUTO 5 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS 6 2.1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 6 2.2. GABINETE 7 2.3. SERPENTINAS 7 2.4. COMPRESSOR 7 2.5.

Leia mais

CONFIE NO ORIGINAL PRODUZIDO NO BRASIL COM ENGENHARIA ALEMÃ

CONFIE NO ORIGINAL PRODUZIDO NO BRASIL COM ENGENHARIA ALEMÃ Em 1958, Otto Pfannenberg inventou o primeiro ventilador com filtro da indústria, um verdadeiro marco no setor de climatização industrial. Hoje, a Pfannenberg fornece uma ampla opções de soluções para

Leia mais

Termossifão pressurizado (EA8893) Manual de instruções. Manual de instruções. Termossifão pressurizado (EA8893)

Termossifão pressurizado (EA8893) Manual de instruções. Manual de instruções. Termossifão pressurizado (EA8893) Manual de instruções Termossifão pressurizado (EA8893) Índice 1. Parâmetros... 3 2. Precauções... 4 3. Informação técnica... 5 3.1. Componentes... 5 3.2. Informação técnica... 5 4. Componentes e dimensões...

Leia mais

Pressostatos de ar e água CS

Pressostatos de ar e água CS Ficha técnica Pressostatos de ar e água CS Os pressostatos CS possuem ajuste de faixa, ajustável, e um contato integrado de três polos operado por pressão. Sua posição de contato depende da pressão no

Leia mais

TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO

TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Mecânica TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Prof. Dr. Rudmar Serafim Matos As tubulações de refrigerante representam uma parte

Leia mais

ÍNDICE. EVAPORADORES ESTÁTICOS Vertical Horizontal Supermercado Versátil CONDENSADORES Condensadores...

ÍNDICE. EVAPORADORES ESTÁTICOS Vertical Horizontal Supermercado Versátil CONDENSADORES Condensadores... ÍNDICE FORÇADORES DE AR Linha - TR / TRD... 04-06 Linha - TRA / TRAD... 08-10 Linha - FTBN / FTBND... 12-14 Linha - FTB / FTBD... 16-18 Linha - FTC / FTCD... 20-21 Linha - TRF / TRFD... 22-23 Linha - FTH

Leia mais

TAMANHOS DE 1 A 3TR ISOLAMENTO INTERNO DE 12mm PAINÉIS FACILMENTE REMOVÍVEIS ESTRUTURA EM PERFIS DE ALUMÍNIO MODELOS PARA DUTO OU AMBIENTE

TAMANHOS DE 1 A 3TR ISOLAMENTO INTERNO DE 12mm PAINÉIS FACILMENTE REMOVÍVEIS ESTRUTURA EM PERFIS DE ALUMÍNIO MODELOS PARA DUTO OU AMBIENTE Fancolete IQ TMNOS TR ISOLMNTO INTRNO mm PINÉIS FILMNT RMOVÍVIS STRUTUR M PRFIS LUMÍNIO MOLOS PR UTO OU MINT FNOLT PR UTO IX PRSSÃO Gabinete orizontal IQ - F Gabinete Vertical IQ - VF F 0 50 F 70 SÍ R

Leia mais

PNEUMÁTICA PNEUMÁTICA COMPARAÇÃO DESVANTAGENS VANTAGENS: Preparação; Compressibilidade; Potência; Escape de ar; Custo;

PNEUMÁTICA PNEUMÁTICA COMPARAÇÃO DESVANTAGENS VANTAGENS: Preparação; Compressibilidade; Potência; Escape de ar; Custo; PNEUMÁTICA PNEUMÁTICA É um sistema que torna possível a utilização do ar para geração de energia mecânica. SENAI CETEMP Mecânica Boa força Ótimas velocidades Ótima precisão Hidráulica Ótima força Baixas

Leia mais

29/10/ Literatura de Serviço FORD - 4a Edição

29/10/ Literatura de Serviço FORD - 4a Edição Ferramenta(s) Especial(is) Jogo de Expansores, Vedador de Teflon 211-D027 (D90P-3517-A) ou equivalente Extrator dos terminais de direção Tirante 211-001 (TOOL-3290-D) ou equivalente Remoção 1. Gire a roda

Leia mais

EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO INDUSTRIAL COM AMONÍACO

EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO INDUSTRIAL COM AMONÍACO EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO INDUSTRIAL COM AMONÍACO EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO COM AMONÍACO - 1 ELEMENTO - GRUPO MOTO-COMPRESSORES DE PARAFUSOS - 2 ELEMENTO - RECIPIENTES DE PRESSÃO - 3 RECIPIENTES

Leia mais

Filtros e Acessórios para Sistemas Hidráulicos

Filtros e Acessórios para Sistemas Hidráulicos Filtros e Acessórios para Sistemas Hidráulicos Índice Introdução... Página 3 Filtros de Respiro... Página 4 Filtros de Sucção... Página 10 Filtros de Retorno para Tanque... Página 14 Filtros de Retorno

Leia mais

minor LIDER EM UNIÕES ROTATIVAS NA AMÉRICA LATINA

minor LIDER EM UNIÕES ROTATIVAS NA AMÉRICA LATINA minor LIDER EM UNIÕES ROTATIVAS NA AMÉRICA LATINA UNIÕES ROTATIVAS SÉRIES 40, 41, 48, 49, 145, 146 VAPOR, ÁGUA, ÓLEO TÉRMICO júpiter CATÁLOGO 2014/03A Uniões Rotativas JÚPITER Séries 40, 41, 48, 49, 145,

Leia mais

Catálogo Técnico. Bombas Helicoidais de Deslocamento Positivo

Catálogo Técnico. Bombas Helicoidais de Deslocamento Positivo Catálogo Técnico Bombas Helicoidais de Deslocamento Positivo Bombas Helicoidais de Deslocamento Positivo Pioneira na fabricação de Bombas Helicoidais de Deslocamento Positivo no Brasil, a Geremia, marca

Leia mais

Manual do Operador. BOMBAS DE PULVERIZAÇÃO COM PISTÃO PS 22 EI e PS 30 EI

Manual do Operador. BOMBAS DE PULVERIZAÇÃO COM PISTÃO PS 22 EI e PS 30 EI Manual do Operador BOMBAS DE PULVERIZAÇÃO COM PISTÃO PS 22 EI e PS 30 EI CUIDADO PERIGO A utilização imprópria do equipamento assim como a não observância das normas de segurança, pode resultar em ferimentos

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/30 - MSV 12/175 - WV 6/30-1 ESTÁGIO psig ISENTO DE ÓLEO

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/30 - MSV 12/175 - WV 6/30-1 ESTÁGIO psig ISENTO DE ÓLEO CT MSV /5 WV 6/0 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSV /5 WV 6/0 ESTÁGIO psig ISENTO DE ÓLEO SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO JANEIRO/5 MSV /5 OUTUBRO/ WAYNE: TÉRMINO DE FABRICAÇÃO SETEMBRO/ CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SOLDAS EM TUBOS E ACESSÓRIOS EM POLIETILENO PE 80 / PE 100 NÚMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA ET-6000-6520-940-TME-005 ET-65-940-CPG-005 1 / 5 CONTROLE DE

Leia mais