APLICAÇÃO DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS UTILIZANDO O SISVAR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APLICAÇÃO DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS UTILIZANDO O SISVAR"

Transcrição

1 APLICAÇÃO DE TÉCNICAS ESTATÍSTICAS UTILIZANDO O SISVAR Nádia Giaretta Biase 1 Universidade Federal de Uberlândia Jéssica Paula Silva Costa 2 Universidade Federal de Uberlândia Lucas Henrique Calixto 3 Universidade Federal de Uberlândia Quintiliano Siqueira Schroden Nomelini 4 Universidade Federal de Uberlândia Resumo: O ensino da Estatística na graduação abrange diversas áreas do conhecimento. Recursos computacionais são especialmente úteis para auxiliar o aprendizado e desenvolver o entendimento dos conceitos e métodos estatísticos. Assim, o objetivo deste trabalho foi mostrar como é possível calcular as medidas de posição e dispersão, construir histogramas e polígonos de freqüências e calcular probabilidades da distribuição Binomial e de Poisson, utilizando exemplos práticos com o auxílio do software SISVAR. Metodologicamente, foram apresentados passo a passo, os procedimentos necessários para resumir um conjunto de dados por meio da estatística descritiva e para calcular as probabilidades da distribuição Binomial e de Poisson, utilizando o software SISVAR. Concluiu-se que o SISVAR é um excelente recurso a ser utilizado para apresentação de dados por meio da estatística descritiva e para calcular probabilidades discretas. Palavras-chave: Softwares; SISVAR; Estatística Descritiva; Probabilidade. Introdução Com o avanço das transformações tecnológicas e científicas as áreas de Matemática e Educação Estatística têm desenvolvido inúmeros trabalhos em conjunto. Os discentes são incentivados a desenvolver trabalhos coletivos e a aprimorar habilidades de análise crítica e de argumentação nos processos de investigações estatísticas de modo que eles exerçam sua cidadania. Segundo Lopes (2003) não basta os discentes compreender as porcentagens expostas em índices 1 Professora da Faculdade de Ciências Integradas do Pontal da Universidade Federal de Uberlândia. 2 Graduanda do Curso de Matemática da Faculdade de Ciências Integradas do Pontal da Universidade Federal de Uberlândia. 3 Graduando do Curso de Matemática da Faculdade de Ciências Integradas do Pontal da Universidade Federal de Uberlândia. 4 Professor da Faculdade de Ciências Integradas do Pontal da Universidade Federal de Uberlândia. 1

2 estatísticos, como por exemplo, o crescimento populacional, as taxas de inflação e desemprego, é necessário que eles saibam analisar, relacionar e interpretar criticamente os dados para tirar conclusões. Assim, é importante explorar de forma educativa essas duas áreas do conhecimento com a utilização das novas tecnologias. A Estatística é um conjunto de técnicas e métodos de pesquisa que entre outros tópicos envolve planejamento dos experimentos a serem realizados, a coleta qualificada dos dados, a inferência, o processamento, a análise e a disseminação das informações. O desenvolvimento e o aperfeiçoamento das técnicas estatísticas de obtenção e análise de informações permitem o controle e o estudo adequado de fenômenos, fatos e eventos em diversas áreas do conhecimento. A utilização dos softwares para o desenvolvimento dos métodos estatísticos é de grande importância, uma vez que permite realizar laboriosos cálculos na análise dos dados provenientes das pesquisas e possibilita obter resultados exatos e acurados. No entanto, os programas de estatística disponíveis devem ser usados com cautela para evitar a divulgação ou tomadas de decisões incorretas. O mau uso dos recursos computacionais, bem como da interpretação de seus resultados foi à motivação para realização desse trabalho. Atualmente existem vários softwares capazes de realizar cálculos estatísticos, mas neste trabalho foi utilizado o SISVAR (Sistema de Análise da Variância). Esse software é uma poderosa ferramenta da informática que permite realizar cálculos estatísticos complexos, focados em planejamento de experimentos, e que proporciona um moderno e eficiente tratamento estatístico de dados. Assim, este trabalho teve por objetivos apresentar por meio da estatística descritiva as principais medidas de posição e dispersão, bem como a construção de histogramas e polígonos de freqüências e o cálculo de probabilidades da distribuição Binomial e de Poisson, utilizando exemplos práticos com o auxílio do software SISVAR. Metodologia Para o desenvolvimento desse trabalho foi realizada uma análise descritiva da variável quantitativa contínua referente à temperatura ( C) de uma determinada época do ano de uma cidade do Estado de Minas Gerais. Para essa variável foram calculadas as medidas de posição e dispersão e, construído o histograma e o polígono de freqüências. Posteriormente foram analisados os resultados obtidos. 2

3 Foi realizado também o cálculo das probabilidades discretas por meio das distribuições Binomial e de Poisson. Exemplos práticos de como é possível calcular essas probabilidades utilizando o software SISVAR (Ferreira, 2000) foram apresentados detalhadamente. Resultados Para ilustrar a aplicação da análise descritiva no software SISVAR foi utilizado um conjunto de dados referente à variável temperatura ( C) de uma determinada época do ano de uma cidade do Estado de Minas Gerais. Os dados referem-se a 36 observações da variável temperatura ( C) de uma determinada época do ano do Estado de Minas Gerais, conforme apresentado a seguir: Para utilizar o SISVAR é possível entrar com os dados via teclado, ou então, por meio de um arquivo de dados. O SISVAR permite entrar com dois tipos de dados distintos: alfanuméricos (texto) ou numéricos (inteiros ou reais). As observações de cada variável deverão ocupar um campo (coluna) do arquivo. O exemplo que foi ilustrado possui apenas uma variável e para criar o arquivo, escolheu-se a opção de manipulação de arquivos no menu arquivo e em seguida selecionou a opção criar, conforme apresentado na Figura 1. Na sequência denominou-se a variável que seria analisada, a temperatura, e especificou o local em que o arquivo seria salvo. Figura 1: Tela principal do SISVAR Após realizar esses procedimentos deve-se especificar na janela que aparecerá se a variável é numérica ou não, e como a temperatura trata-se de uma variável numérica, a opção escolhida foi de que a variável é numérica. Seguindo esses passos, a planilha 3

4 estruturada fica pronta para a digitação dos dados. Após a digitação o arquivo final, apresentado na Figura 2, pode ser analisado pelo SISVAR. Figura 2: Planilha para a digitação de dados Novamente, volta-se na janela da Figura 1 e no menu análise seleciona a opção estatística descritiva. Nesta opção deve-se abrir o arquivo salvo anteriormente, e em seguida, selecionar as variáveis que serão analisadas, que no caso em estudo foi a temperatura. É possível pressionando a tecla Ctrl selecionar mais de uma variável com o mouse. É nessa etapa que são especificadas as análises a serem realizadas, por exemplo, pode-se optar por plotar histogramas, calcular percentis e distribuição de freqüência, conforme apresentado na Figura 3. Com as opções do formulário é possível alterar as características do gráfico recém gerado. Essas características incluem cor de fundo, gradiente, legendas, título dos eixos e do gráfico, cor e tipo de fonte dos títulos, plotagem do histograma e do polígono de freqüência em um mesmo gráfico ou apenas um dos dois (Figura 4). Além dessas opções, é possível imprimir ou copiar para a área de transferência o gráfico, o qual poderá ser colocado em um editor de texto apropriado. Figura 3: Seleção de variáveis a serem analisadas. 4

5 Figura 4: Histograma e Polígono de Frequência da variável temperatura. Analisando o gráfico plotado na Figura 4 referente à variável temperatura, observou-se que aproximadamente 2,77% das temperaturas variaram abaixo de 17 C, 5,6% das temperaturas oscilaram acima de 24º C e 91,667% variaram entre 18,4ºC e 22,60ºC. Após ter gerado os gráficos, tem se a opção de gerar um relatório com os cálculos das medidas de posição e dispersão da estatística descritiva, conforme apresentado na Figura 5. Figura 5: Relatório da variável temperatura. Verifica-se na Figura 5 que o conjunto de dados da temperatura tem 36 observações, com uma temperatura média de 20,667º C com uma dispersão de 1,757º C em torno desse valor da média. A soma total das temperaturas é 744º C, sendo 17º C a temperatura mínima e 24º C a máxima. Observa-se também que a amplitude total é de 7º C. 5

6 O SISVAR pode ser utilizado também para calcular probabilidades. Neste trabalho será descrito os procedimentos básicos do software para a obtenção das probabilidades das distribuições Binomial e de Poisson. Inicialmente buscou por meio de alguns exemplos ilustrar como é possível calcular as probabilidades discretas. Distribuição Binomial Para realizar cálculos de probabilidades no SISVAR, na Figura 1, escolhe-se a opção analise, e em seguida a opção cálculo de probabilidades. Seguindo esses procedimentos tem-se a janela apresentada na Figura 6, que permite selecionar a distribuição desejada. Figura 6: Seleção da distribuição de probabilidade Para ilustrar a aplicação do cálculo da probabilidade de uma distribuição Binominal, utilizou o exemplo retirado do livro Morettin (2002a), que consiste no lançamento de uma moeda 20 vezes, e deseja-se calcular a probabilidade de sair 8 caras. Para calcular tal probabilidade deve-se selecionar o evento desejado, especificar a probabilidade do sucesso, o tamanho da amostra e o número de sucessos e clicar em calcular, conforme apresentado na Figura 7. Para o exemplo dado tem-se que a probabilidade de sucesso p=0,5, o evento de interesse do cálculo é y=8, e o tamanho da amostra é n=20, o que fornece uma probabilidade de 0,12 ao clicar no ícone calcular. 6

7 Figura 7: Entrada de dados para distribuição binomial O botão relatório permite obter todos os cálculos executados, bem como editar e modificar alguma configuração, como ilustrado na Figura 8. Figura 8: Relatório do cálculo de probabilidade binomial Distribuição de Poisson Muitas vezes, no uso da binomial, acontece que n é muito grande, ou seja, n tende a infinito e p é muito pequeno (tende a zero). Nesses casos não se encontra o valor em tabelas, ou então o cálculo torna-se muito difícil, sendo necessário o uso de máquinas de calcular sofisticadíssimas, ou então de programas como o SISVAR. Pode-se então fazer uma aproximação da Binomial pela distribuição de Poisson. Para aplicar essa teoria a um conjunto de dados utilizando o SISVAR, é necessário escolher na Figura 6 a distribuição de Poisson. Para ilustrar a aplicação do cálculo da probabilidade de uma distribuição de Poisson, foi utilizado o seguinte exemplo: Numa central telefônica chegam 300 telefonemas por hora. Qual a probabilidade de que em dois minutos recebam duas chamadas? Novamente para calcular essa probabilidade deve-se especificar a probabilidade desejada, a média de Poisson e o valor de y. Para o exemplo em estudo deseja-se calcular a P(Y=y), e tem-se que a média de chamadas recebidas em dois minutos é igual a dez e y=2. Fornecendo esses dados e clicando em calcular verifica-se na Figura 9 que a probabilidade 7

8 desejada é de aproximadamente 0,002, ou seja, a probabilidade de receber duas chamadas em dois minutos é de 0,002. Figura 9: Entrada de dados para distribuição de Poisson Caso seja necessário obter o relatório com todas as informações referente ao cálculo dessa probabilidade basta clicar no botão relatório para obter os resultados apresentados na Figura 10. Figura 10: Relatório do cálculo de probabilidade de Poisson. Conclusões A realização deste trabalho foi de grande valia para aprimorar o conhecimento adquirido em sala de aula, uma vez que foi possível conhecer e aprender a trabalhar com o software SISVAR, que é uma grande ferramenta no ensino da Estatística. As estatísticas descritivas utilizando o SISVAR foram obtidas com sucesso e o cálculo das probabilidades discretas foi calculado com precisão e êxito. Referências FERREIRA, D.F. Análises estatísticas por meio do SISVAR para windows versão 4.0. In: REUNIÃO ANUAL DA REGIÃO BRASILEIRA DA SOCIEDADE INTERNACIONAL DE BIOMETRIA, 45, 2000, São Carlos. Anais. São Carlos, UFCAR, 2000, p

9 LOPES, C. A. E. O Conhecimento profissional dos professores e suas relações com estatística e probabilidade na educação infantil Tese (doutorado em educação) - Faculdade de Educação/UNICAMP, MEYER, P.L Probabilidade Aplicação à Estatística Rio de Janeiro. Livros Técnicos e Científicos. MORETTIN, L.G Estatística Básica, Probabilidade Volume 1 Makrom Book,2002a MORETTIN, L.G Estatística Básica, Inferência Volume 2 Makrom Book,2002b. 9

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

Linguagem R R-Gui e R-Commander

Linguagem R R-Gui e R-Commander Linguagem R R-Gui e R-Commander 1 INSTALAÇÃO DO PROGRAMA BÁSICO E PACOTES O sistema é formado por um programa básico (R-Gui) e muitos pacotes com procedimentos adicionais. Tudo é gratuito e com código

Leia mais

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO Aprender a utilizar mapas, colocar filtros em tabelas e a criar tabelas e gráficos dinâmicos no MS-Excel. Esse roteiro foi escrito inicialmente para o Excel

Leia mais

Linguagem R R-Gui e R-Commander

Linguagem R R-Gui e R-Commander Linguagem R R-Gui e R-Commander 1 INSTALAÇÃO DO PROGRAMA BÁSICO E PACOTES O sistema é formado por um programa básico (R-Gui) e muitos pacotes com procedimentos adicionais. Tudo é gratuito e com código

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO.

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO. SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ... 2 DICAS PEDAGÓGICAS:... 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO... 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD... 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO... 3 PASSO 3 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO... 4 CRIANDO NOVAS

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

APOSTILA WORD BÁSICO

APOSTILA WORD BÁSICO APOSTILA WORD BÁSICO Apresentação O WORD é um editor de textos, que pertence ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de textos, cartas, memorandos, documentos, mala

Leia mais

Exercício de Estatística

Exercício de Estatística Exercício de Estatística 1 Construa a tabela abaixo 2 Inserir a fórmula em E2 3 Clicar em E2 e arrastar com a alça de preenchimento (+) até E5 4 Inserir em B6 a função auto-soma 5- Repetir a função auto-soma

Leia mais

Tutorial: Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle?

Tutorial: Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle? Tutorial: Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle? Olá, professor(a), Este tutorial tem o objetivo de lhe auxiliar na realização de backup do conteúdo de uma disciplina já oferecida,

Leia mais

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna O que é uma planilha eletrônica? É um aplicativo que oferece recursos para manipular dados organizados em tabelas. A partir deles pode-se gerar gráficos facilitando a análise e interpretação dos dados

Leia mais

Introdução a Informática - 1º semestre AULA 02 Prof. André Moraes

Introdução a Informática - 1º semestre AULA 02 Prof. André Moraes Introdução a Informática - 1º semestre AULA 02 Prof. André Moraes 3 MÁQUINAS VIRTUAIS Em nossa aula anterior, fizemos uma breve introdução com uso de máquinas virtuais para emularmos um computador novo

Leia mais

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Informática Básica Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Introdução O editor de textos Microsoft Word oferece um conjunto de recursos bastante completo, cobrindo todas as etapas de preparação, formatação e impressão

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS Relembrando... Gabinete Ligando o computador São três passos básicos O ambiente Windows O Windows é um tipo de software chamado sistema operacional

Leia mais

Estatística Usando EXCEL

Estatística Usando EXCEL Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Estatística Estatística Usando EXCEL Distribuição de alunos segundo idade e sexo > =23 60% 40% 21 ---23 67% 33% 19 ---21

Leia mais

Dicas para usar melhor o Word 2007

Dicas para usar melhor o Word 2007 Dicas para usar melhor o Word 2007 Quem está acostumado (ou não) a trabalhar com o Word, não costuma ter todo o tempo do mundo disponível para descobrir as funcionalidades de versões recentemente lançadas.

Leia mais

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 06 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA 3. SEQÜÊNCIA DA AULA. 3.1 Iniciando o PowerPoint

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 06 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA 3. SEQÜÊNCIA DA AULA. 3.1 Iniciando o PowerPoint PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 06 1. OBJETIVO Apresentar o PowerPoint, que é o software para montar apresentações na forma de slides da Microsoft. Isso será feito seguindo-se uma seqüência mostrando

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE NA LINGUAGEM R PARA CÁLCULO DE TAMANHOS DE AMOSTRAS NA ÁREA DE SAÚDE

DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE NA LINGUAGEM R PARA CÁLCULO DE TAMANHOS DE AMOSTRAS NA ÁREA DE SAÚDE DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE NA LINGUAGEM R PARA CÁLCULO DE TAMANHOS DE AMOSTRAS NA ÁREA DE SAÚDE Mariane Alves Gomes da Silva Eliana Zandonade 1. INTRODUÇÃO Um aspecto fundamental de um levantamento

Leia mais

Como Gerar documento em PDF com várias Imagens

Como Gerar documento em PDF com várias Imagens Como Gerar documento em PDF com várias Imagens Para Gerar documento em PDF com várias Imagens, temos que seguir dois passos: 1. Inserir Imagens no Word 2. Gerar PDF a partir de documento do Word 1- Inserir

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

Após essa disciplina você vai ficar convencido que a estatística tem enorme aplicação em diversas áreas.

Após essa disciplina você vai ficar convencido que a estatística tem enorme aplicação em diversas áreas. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA INTRODUÇÃO Departamento de Estatística Luiz Medeiros http://www.de.ufpb.br/~luiz/ CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE ESTATÍSTICA O que a Estatística significa para você? Pesquisas

Leia mais

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo O Tabnet, aplicativo desenvolvido pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), permite ao usuário fazer tabulações de bases de dados on-line e foi gentilmente cedido para disponibilização

Leia mais

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 CURITIBA 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007... 3 JANELA PRINCIPAL... 3 1 - BOTÃO OFFICE... 4 2 - FERRAMENTAS DE ACESSO

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

Aula 03 PowerPoint 2007

Aula 03 PowerPoint 2007 Aula 03 PowerPoint 2007 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o PowerPoint; 2. Conhecendo a Tela do PowerPoint; 3. Criando uma Nova

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

CONSTRUINDO CONSULTAS NO KOSMO 1.2

CONSTRUINDO CONSULTAS NO KOSMO 1.2 CONSTRUINDO CONSULTAS NO KOSMO 1.2 INTRODUÇÃO: Uma das funções básicas de um software de SIG é realizar consultas que em geral são usadas para análise de determinada realidade. Veremos nesse tutorial como

Leia mais

Mapas Interativos de Saúde Ambiental: Principais Funções.

Mapas Interativos de Saúde Ambiental: Principais Funções. Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Mapas Interativos de Saúde Ambiental: Principais Funções. 1. Introdução O Mapas

Leia mais

Relatório do GPES SATI

Relatório do GPES SATI Relatório do GPES UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Relatório referente à manutenção do sistema para controle de entrada e saída da X edição da SATI (Semana de Atualização em Tecnologia da Informação).

Leia mais

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO GEINFO Gerência de Tecnologia da Informação E-mail geinfo@sejus.ro.gov.br Página 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ACESSANDO O SPARK... 4 3 INICIANDO UMA CONVERSAÇÃO...

Leia mais

GERADOR DE RELATÓRIOS WINREPORT VERSÃO 2.0. Conteúdo

GERADOR DE RELATÓRIOS WINREPORT VERSÃO 2.0. Conteúdo GERADOR DE RELATÓRIOS WINREPORT VERSÃO 2.0 Este manual foi desenvolvido com o objetivo de documentar as principais funcionalidades do Gerador de Relatórios WinReport versão 2.0. Conteúdo 1. Tela Principal...

Leia mais

Aula 02 Excel 2010. Operações Básicas

Aula 02 Excel 2010. Operações Básicas Aula 02 Excel 2010 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Operações básicas; 2. Utilizando Funções; 3. Funções Lógicas; 4. Gráficos no Excel;

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO REC. DE FIRMAS COM NOVA ROTINA MODO SEFAZ

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO REC. DE FIRMAS COM NOVA ROTINA MODO SEFAZ MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO REC. DE FIRMAS COM NOVA ROTINA MODO SEFAZ WNOTAS Versão: 6.00 Data: 31/07/2014 7269 Ajustar o módulo de firmas para que o mesmo fique adequado ao Decreto nº 60.489, de 23 de maio

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 8. Introdução ao Excel

Probabilidade e Estatística I Antonio Roque Aula 8. Introdução ao Excel Introdução ao Excel Esta introdução visa apresentar apenas os elementos básicos do Microsoft Excel para que você possa refazer os exemplos dados em aula e fazer os projetos computacionais solicitados ao

Leia mais

SisDEA Home Windows Versão 1

SisDEA Home Windows Versão 1 ROTEIRO PARA CRIAÇÃO E ANÁLISE MODELO REGRESSÃO 1. COMO CRIAR UM MODELO NO SISDEA Ao iniciar o SisDEA Home, será apresentada a tela inicial de Bem Vindo ao SisDEA Windows. Selecione a opção Criar Novo

Leia mais

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários

Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Roteiro 2: (Planilhas Eletrônicas) - Função procv / manipulação de formulários Objetivos Explorar funções de procura e referência; Explorar ferramentas para controle de formulários em planilhas; Importar

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point.

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. Editor de Texto Microsoft Word 1. Microsoft Office O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. O Word é um editor de texto com recursos

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

Uruaçu - 2009. Professoras Formadoras do NTE Uruaçu

Uruaçu - 2009. Professoras Formadoras do NTE Uruaçu Professoras Formadoras do NTE Uruaçu Uruaçu - 2009 Núcleo de Tecnologia Educacional de Uruaçu Rua Maranhão Quadra 02 Lote 01 Bairro JK Uruaçu Goiás Telefone: (62)3357-4237 - Fax : 3357-4217 E-mail nteuruacu@hotmail.com

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 04 Word Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Editor de Texto - Word Microsoft Office Conjunto de aplicativos para escritório que contém programas

Leia mais

UNIVERSIDADE GAMA FILHO Laboratório de Controle I - MATLAB

UNIVERSIDADE GAMA FILHO Laboratório de Controle I - MATLAB NOME: UNIVERSIDADE GAMA FILHO Laboratório de Controle I - MATLAB O que é o Matlab? O Matlab é um sistema para cálculo científico que proporciona um ambiente de fácil utilização com uma notação intuitiva,

Leia mais

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas 3.1 AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas Neste capítulo serão apresentadas algumas ferramentas de análise de dados com representação vetorial disponíveis no TerraView. Para isso será usado o banco de

Leia mais

NOVO ASSINADOR DO PROJUDI

NOVO ASSINADOR DO PROJUDI NOVO ASSINADOR DO PROJUDI INSTALAÇÃO DOS SOFTWARES NECESSÁRIOS Visite Softwares Necessários (página principal do Projudi) e baixe e instale as versões mais recentes do Java e do Mozilla Firefox. Também

Leia mais

Roteiro 3: Apresentações eletrônicas (parte 1)

Roteiro 3: Apresentações eletrônicas (parte 1) Roteiro 3: Apresentações eletrônicas (parte 1) Objetivos Criar apresentações eletrônicas com uso do software libreoffice; Exportar arquivos em formato pdf; Compreender conceitos sobre imagens digitais;

Leia mais

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA: BrOffice Impress terceira parte Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer a integração dos softwares do BrOffice; Aprender a trabalhar no slide mestre; Utilizar interação entre

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

MEDCLIN Software de Clínica Médica

MEDCLIN Software de Clínica Médica MEDCLIN Software de Clínica Médica WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Travar aplicação... 1 1.3 Menu Diversos -> 5.1 Licenciamento do Sistema... 1

Leia mais

Treinamento em BrOffice.org Calc

Treinamento em BrOffice.org Calc Treinamento em BrOffice.org Calc 1 Índice I. INTRODUÇÃO...3 II. NÚMEROS, TEXTOS, FÓRMULAS E DATAS...4 III. MENUS BÁSICOS...5 1. Arquivo...5 2. Editar...5 3. Formatar...5 IV. FÓRMULAS...8 V. REFERÊNCIAS

Leia mais

Escolhendo um modelo de edital no BBMNET

Escolhendo um modelo de edital no BBMNET Como criar e publicar um edital Escolhendo um modelo de edital no BBMNET Para criar e publicar um edital, escolha primeiro entre as opções Licitação PÚBLICA ou PRIVADA (conforme a situação jurídica do

Leia mais

FUNÇÕES POLINOMIAIS DO SEGUNDO GRAU MEDIADOS PELO SOFTWARE GEOGEBRA NA PERSPECTIVA DOS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA

FUNÇÕES POLINOMIAIS DO SEGUNDO GRAU MEDIADOS PELO SOFTWARE GEOGEBRA NA PERSPECTIVA DOS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA FUNÇÕES POLINOMIAIS DO SEGUNDO GRAU MEDIADOS PELO SOFTWARE GEOGEBRA NA PERSPECTIVA DOS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA Modalidade: Relato de experiência Izaias Cordeiro Néri Mestrando em Educação

Leia mais

Para inserir custo fixo às tarefas, siga os passos abaixo :

Para inserir custo fixo às tarefas, siga os passos abaixo : Capítulo 9 Custos 166 CUSTOS INSERINDO CUSTO FIXO AO PROJETO O custo total do projeto é o custo total de recurso somado ao custo total de custos fixos. O custo com recurso já é computado quando alocamos

Leia mais

CorelDRAW 11 1. UM PROGRAMA DE DESIGN

CorelDRAW 11 1. UM PROGRAMA DE DESIGN CorelDRAW 11 1. UM PROGRAMA DE DESIGN Com o Corel você vai trabalhar com um dos aplicativos mais usados no campo do design e da auto-edição, já que permite operar com dois tipos de gráficos (vetoriais

Leia mais

Manual de backup SigemLoja 2.0 (firebird)

Manual de backup SigemLoja 2.0 (firebird) Manual de backup SigemLoja 2.0 (firebird) 1 Manual Backup SigemLoja 2.0 (Firebird) 1. Sumário 2. Apresentação... 3 2.1. Qual a importância do backup?... 3 2.1. Com que frequência realizar o backup?...

Leia mais

Ambiente Virtual de. Moodle. Aprendizagem APRENDER. Tutorial Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle?

Ambiente Virtual de. Moodle. Aprendizagem APRENDER. Tutorial Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle? Ambiente Virtual de Aprendizagem APRENDER Moodle Tutorial Como fazer o backup (cópia) e a restauração de conteúdos no Moodle? República Federativa do Brasil Dilma Rousseff Universidade de Brasília Ivan

Leia mais

Construção da Consulta. Para a construção da consulta, siga os passos abaixo:

Construção da Consulta. Para a construção da consulta, siga os passos abaixo: Com a finalidade de esclarecer e auxiliar o usuário sobre a utilização do produto PaepOnline, a Fundação Seade elaborou um manual explicativo sobre a forma de construção das tabelas e sua navegabilidade.

Leia mais

Como gerar arquivos para Sphinx Operador

Como gerar arquivos para Sphinx Operador Como gerar arquivos para Sphinx Operador Pré-requisitos: Lista das questões Formulário multimídia Visões O Sphinx Operador é um sistema específico para digitação de respostas e visualização de resultados

Leia mais

Apresentação Prática

Apresentação Prática Apresentação Prática Este curso contém exercícios com editor de texto Word e também exemplos de acesso à Internet e deve ser utilizado para a apresentação do Método de ensino a pessoas que já tenham tido

Leia mais

Aula Au 3 la 3 Windows-Internet

Aula Au 3 la 3 Windows-Internet Aula 33 Aula O QUE É INFORMÁTICA? O meio mais comum da utilização da informática são os computadores que tratam informações de maneira automática. Informática Informação Automática TIPOS DE SOFTWARES Parte

Leia mais

Informática Aplicada

Informática Aplicada Informática Aplicada SO Windows Aula 3 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2014 APRESENTAÇÃO Todo computador precisa de um sistema operacional. O Windows

Leia mais

Tutorial Gerar arquivo PDF. Gerando um documento pdf com várias imagens 1- Inserir imagem no Word

Tutorial Gerar arquivo PDF. Gerando um documento pdf com várias imagens 1- Inserir imagem no Word Tutorial Gerar arquivo PDF. Com o objetivo de simplificar e diminuir o tamanho de arquivos anexos nos projetos, elaboramos um pequeno tutorial mostrando como gerar um único arquivo no formato pdf contendo

Leia mais

MANUAL GDS TOUCH. Versão: 1.0 Direitos reservados.

MANUAL GDS TOUCH. Versão: 1.0 Direitos reservados. MANUAL GDS TOUCH Versão: 1.0 Direitos reservados. GDS TOUCH PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touch-screen de controle residencial, com design totalmente

Leia mais

Utilização do Webmail da UFS

Utilização do Webmail da UFS Universidade Federal de Sergipe Centro de Processamento de Dados Coordenação de Redes de Computadores Utilização do Webmail da UFS Procedimento Com o intuito de facilitar a execução dos passos, este tutorial

Leia mais

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos:

Tela Inicial: O Banco de Dados e seus objetos: Access 1 Tela Inicial: 2 ÁREA DE TRABALHO. Nosso primeiro passo consiste em criar o arquivo do Access (Banco de Dados), para isto utilizaremos o painel de tarefas clicando na opção Banco de Dados em Branco.

Leia mais

Melhor do que driblar os vírus de pendrive, é não pegá-los! Mas como fazer isto?

Melhor do que driblar os vírus de pendrive, é não pegá-los! Mas como fazer isto? Melhor do que driblar os vírus de pendrive, é não pegá-los! Mas como fazer isto? Por padrão, a maioria dos pendrives vêm formatados com o padrão conhecido como FAT32. Este padrão já meio antigo, é muito

Leia mais

AULA TEÓRICA 9. Tema 4. Introdução ao Microsoft Excel (cont). Funções Organização de dados Gráficos Recursos adicionais Impressão

AULA TEÓRICA 9. Tema 4. Introdução ao Microsoft Excel (cont). Funções Organização de dados Gráficos Recursos adicionais Impressão AULA TEÓRICA 9 Tema 4. Introdução ao Microsoft Excel (cont). Funções Organização de dados Gráficos Recursos adicionais Impressão 1 Funções são fórmulas predefinidas que efetuam cálculos usando valores

Leia mais

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN O programa TabWin pode ser utilizado para calcular indicadores epidemiológicos e operacionais da tuberculose bem como para análise da qualidade da base de dados do Sinan. O usuário deve ter a versão atualizada

Leia mais

PASSO A PASSO MOVIE MAKER

PASSO A PASSO MOVIE MAKER PASSO A PASSO MOVIE MAKER Nesta etapa, você deverá apresentar o programa e ajudá-los a montarem o filme. Veja como é fácil. Siga as instruções do passo-a-passo: DICA O que é o Movie Maker? Com o Microsoft

Leia mais

SEQÜÊNCIA DE DEPÓSITOS

SEQÜÊNCIA DE DEPÓSITOS TÓPICOS DE MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO MÉDIO - PROF. MARCELO CÓSER 1 SEQÜÊNCIA DE DEPÓSITOS Vimos que a variação de um capital ao longo do tempo pode ser ilustrada em uma planilha eletrônica. No

Leia mais

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes 1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes Janelas são estruturas do software que guardam todo o conteúdo exibido de um programa, cada vez que um aplicativo é solicitado à janela do sistema

Leia mais

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT O PowerPoint é uma poderosa ferramenta que faz parte do pacote Office da Microsoft. O principal uso desse programa é a criação de apresentação de slides, para mostrar

Leia mais

Microsoft Access XP Módulo Um

Microsoft Access XP Módulo Um Microsoft Access XP Módulo Um Neste primeiro módulo de aula do curso completo de Access XP vamos nos dedicar ao estudo de alguns termos relacionados com banco de dados e as principais novidades do novo

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

Windows 7. Questões Informática FUNDATEC

Windows 7. Questões Informática FUNDATEC Windows 7 Questões Informática FUNDATEC CREF 2012 - FUNDATEC A questão 27 baseia-se na Figura 4, que mostra, intencionalmente, apenas parte da tela do monitor de vídeo, de um computador com Windows 7 Professional,

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Estatística no EXCEL

Estatística no EXCEL Estatística no EXCEL Prof. Ms. Osorio Moreira Couto Junior 1. Ferramentas... 2 2. Planilha de dados... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Formatação de células... 4 2.3. Inserir ou Excluir Linhas e Colunas...

Leia mais

Disciplina: Programas de Edição de Textos Professora: Érica Barcelos

Disciplina: Programas de Edição de Textos Professora: Érica Barcelos Disciplina: Programas de Edição de Textos Professora: Érica Barcelos CAPÍTULO 4 4. RECURSOS PARA ILUSTRAÇÕES Uma característica que difere os processadores de textos dos editores é a possibilidade de gerar

Leia mais

Windows Explorer. Prof. Valdir

Windows Explorer. Prof. Valdir Do Inglês Explorador de Janelas, o é o programa para gerenciamento de discos, pastas e arquivos no ambiente Windows. É utilizado para a cópia, exclusão, organização e movimentação de arquivos além de criação,

Leia mais

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BAURU 2015 2 BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO Manual do usuário apresentado para auxiliar no uso do sistema SisPon. BAURU 2015 3 SUMÁRIO 1 Instalação... 5 1.1 Sispon...

Leia mais

BH PARK Software de Estacionamento

BH PARK Software de Estacionamento BH PARK Software de Estacionamento WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Travar aplicação... 1 1.3 Licenciando a aplicação... 1 1.4 Contrato de Manutenção...

Leia mais

ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente

ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente Conceito ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente O Sagres Diário é uma ferramenta que disponibiliza rotinas que facilitam a comunicação entre a comunidade Docente e Discente de uma instituição,

Leia mais

APOSTILA DE EXCEL 2007

APOSTILA DE EXCEL 2007 APOSTILA DE EXCEL 2007 1. Introdução Quando você cria uma planilha nova, a tela do computador é dividida em linhas e colunas, formando uma grade. A interseção de uma linha e de uma coluna é chamada de

Leia mais

Trabalho Interdisciplinar. MS Project

Trabalho Interdisciplinar. MS Project Aula Prática: Introdução ao Microsoft Project Professional MS Project Como vimos em nossas aulas, a EAP Estrutura Analítica do Projeto é o primeiro passo para criar um cronograma de um projeto estruturado.

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

PowerPoint. Prof. Claudio A. B. Tiellet. Parte II

PowerPoint. Prof. Claudio A. B. Tiellet. Parte II PowerPoint Prof. Claudio A. B. Tiellet Parte II CAPÍTULO 4 Formas e Efeitos Mover Autoforma Clique sobre qualquer parte da linha de contorno, mantenha o mouse pressionado e arraste até o ponto que desejar.

Leia mais

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP

PMAT. Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações. Manual. Desenvolvido pelo BNDES AS/DEGEP PMAT Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações Manual 1 Índice 1. O que é o Sistema de Análise e Acompanhamento de Operações PMAT... 3 2. Acessando o sistema pela primeira vez Download... 3 3. Fluxogramas

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo III

Treinamento Sistema Condominium Módulo III Financeiro (Lançamentos Despesas e Saldos) Nesse módulo iremos apresentar os principais recursos da área contábil do sistema. Contábil> Lançamentos Nessa tela é possível lançar as despesas dos condomínios,

Leia mais

Microsoft Office Excel 2007

Microsoft Office Excel 2007 1 Microsoft Office Excel 2007 O Excel é um programa dedicado a criação de planilhas de cálculos, além de fornecer gráficos, função de banco de dados e outros. 1. Layout do Excel 2007 O Microsoft Excel

Leia mais

Levantamento de Requisitos

Levantamento de Requisitos Levantamento de Requisitos 1 Segurança No início do programa, a primeira tela a aprecer será uma tela denominada Login. Só terá acesso ao sistema da locadora quem estiver logado e cadastrado no sistema

Leia mais

PAINEL DE SENHAS RBSG4JE. Imagem ilustrativa do painel. Operação/Configuração Painel Eletrônico de Senhas / Guichê com jornal de mensagens.

PAINEL DE SENHAS RBSG4JE. Imagem ilustrativa do painel. Operação/Configuração Painel Eletrônico de Senhas / Guichê com jornal de mensagens. PAINEL DE SENHAS RBSG4JE Imagem ilustrativa do painel Operação/Configuração Painel Eletrônico de Senhas / Guichê com jornal de mensagens. Há basicamente dois modos de operação no Painel de Senhas: - Operação

Leia mais