Este documento tem como objectivo aclarar o processo de Filiação de Agentes Desportivos na Plataforma Lince.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Este documento tem como objectivo aclarar o processo de Filiação de Agentes Desportivos na Plataforma Lince."

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO Este documento tem como objectivo aclarar o processo de Filiação de Agentes Desportivos na Plataforma Lince. A PLATAFORMA Após aceder à plataforma deve entrar em Agentes Desportivos e em Pedidos de Filiação onde visualizará a seguinte imagem: Na caixa de pesquisa deve inserir o número de registo ou o número de contribuinte do agente que pretende encontrar, estes elementos serão enviados diretamente pelo agente ao clube. Apenas é possível ao Clube pesquisar Agentes que tenham indicado a Associação Regional correspondente ao Clube em causa. Caso esta condição não se verifique o Agente terá de alterar e/ou acrescentar, na sua área pessoal da lince, a Associação Regional respetiva. A FILIAÇÃO Ao pesquisar o agente aparecerá o seguinte espaço que deve completar com a informação correspondente. Guia Rápido para a Filiação de Agentes Desportivos Página 1 de 3

2 Número de Registo Preenchimento automático Nome Preenchimento automático Função Opte entre Praticante Desportivo ou Dirigente, caso pretenda as duas funções sugerimos que se filie em primeiro lugar como Praticante Desportivo. Escalão Campo automático, apenas visível em caso de se tratar de um Praticante Desportivo Seguro Será visível a opção de seguro escolhida pelo Clube aquando a sua Filiação. Se o Clube na filiação escolher o Seguro FPA, deverá optar aqui pelo seguro CLASSIC ou PREMIUM. As condições da apólice estão disponíveis em desportivo Tipo de Filiação Opte entre Transferência, Renovação ou Inscrição Inicial (apenas para a filiação de Praticante Desportivo) Clube de Origem Campo aberto, apenas para o caso de transferência de Praticantes Desportivos, indique o NOME COMPLETO DO CLUBE onde o Praticante se encontrava filiado na época anterior. Associação de Origem Campo aberto, apenas para o caso de transferência de Praticantes Desportivos, indique a Associação onde o Praticante se encontrava filiado na época anterior. Guia Rápido para a Filiação de Agentes Desportivos Página 2 de 3

3 Após o preenchimento dos campos descritos deve clicar em Submeter Pedido. Visualizará então uma mensagens afirmativa em caso de sucesso, ou negativa caso outro clube já tenha submetido este agente. Em caso afirmativo o Agente receberá um convite no seu e- mail com um link, onde deve clicar caso pretenda aceitar o vinculo com o clube. Com a aceitação do convite o Agente passa à situação de Preparado Lote, aqui o Agente já se encontra vinculado ao Clube mas ainda não como filiado. É nesta fase que o Clube submete os Agentes, em lote, para a AARR, ficando estes Em Validação. O Agente só será considerado Aprovado com a validação da AARR, assim como, com a liquidação, por parte do Clube, da respetiva guia de pagamento da filiação. Linha de Apoio Guia Rápido para a Filiação de Agentes Desportivos Página 3 de 3

4 AGENTES DESPORTIVOS ALTERAÇÃO DE ASSOCIAÇÃO Os Agentes Desportivos que necessitem de alterar a associação de destino, devem seguir os seguintes passos: 1 Entrar na plataforma, no seu perfil Perfil do Agente 2 Escolher a opção GERIR ASSOCIAÇÕES 3 Validar GRAVAR a opção escolhida

5 lince Plataforma Desportiva

6 lince Plataforma Desportiva Definições Genéricas REGISTO Inscrição Electrónica de um Agente Desportivo na lince Plataforma Desportiva Electrónica da Federação Portuguesa de Atletismo. INSCRIÇÃO INICIAL Filiação de um agente registado pela primeira vez numa determinada função, ou de um agente registado que não se filiou nessa função nas últimas duas épocas. RENOVAÇÃO Filiação de um agente desportivo na mesma função/clube em que se encontrava filiado na época anterior TRANSFERÊNCIA Filiação de um agente desportivo, em clube diferente, na mesma função em que se encontrava filiado na época anterior. Considera-se a situação de individual como estando filiado num clube (só se aplica aos atletas).

7 lince Plataforma Desportiva Agentes Desportivos Agentes Desportivos são indivíduos que, mediante Registo, podem, na posse de determinadas qualificações, vir a assumir funções específicas no seio da Federação Portuguesa de Atletismo: Atletas Treinadores Dirigentes Juiz Equipa Médica Representantes de Atletas Outros

8 lince Plataforma Desportiva Agentes Desportivos As qualificações, são atributos que são ativados para os diferentes agentes. Um Agente Desportivo pode exercer simultaneamente diversas funções. Atleta: EMD + Seguro Treinador: Cédula + Seguro Agente Desportivo Juiz: Detentor de Curso E Outros

9 Atleta Treinador Dirigente Juiz Rep. Atleta Organizador Equipa Med. lince Plataforma Desportiva Agentes Desportivos A Filiação na época, numa função, só é final após a obtenção dos requisitos/qualificações ou simultaneamente com alguns deles. O mesmo agente pode exercer funções diferentes em AARR s e Clubes Diferentes. Céd. EMD Seg. Curso Juiz CRA COP HA

10 Registo e Filiação de Clube lince Plataforma Desportiva Os Clubes são Registados através do preenchimento online de um formulário de Registo. O Processo de Registo é submetido para análise da AARR, que posteriormente o aprova e submete à Federação Portuguesa de Atletismo. Caso o Registo seja a provado o Clube é informado da sua aprovação, são os diversos perfis de acesso emitidos, e a respetiva sigla definida. Após o Registo o Clube solicita a sua filiação através da Lince, obtendo uma ficha impressa que deve submeter devidamente assinada e carimbada Após validação da AARR procede a FPA à emissão da respetiva licença de clube para a época em curso.

11 lince Plataforma Desportiva Refiliação de Clube Os Clubes já filiados renovam a sua filiação através do preenchimento online de uma ficha. O Processo de Refiliação é submetido para análise da AARR, que posteriormente o submete à Federação Portuguesa de Atletismo. O Clube deve submeter a versão impressa devidamente assinada e carimbada. Cabe à Federação Portuguesa de Atletismo a aprovação e emissão da respetiva licença de clube para a época em curso.

12 Registo de Agente Desportivo lince Plataforma Desportiva O registo de um agente desportivo é pessoal, será efectuado uma única vez e identifica-o, enquanto pessoa singular perante a Federação Portuguesa de Atletismo e Associação Regional. O processo de registo é independente da filiação, devendo este registo ser feito por todos os agentes que se pretendam filiar na Federação Portuguesa de Atletismo, qualquer que seja a função em que se venham a filiar. Sem o processo de registo concluído e aprovado, não é possível a inscrição, renovação ou transferência de qualquer agente desportivo.

13 Filiação de Atletas lince Plataforma Desportiva Um Clube pode fazer a filiação/renovação/transferência de um Agente Desportivo como Atleta para a época desportiva em curso, atendendo às regras em vigor para tal. O Clube pode submeter todos os pedidos em lote para aprovação, sendo o mesmo enviado para validação para a AARR (estado pendente). O Sistema envia ao agente e ao clube a respetiva ficha de filiação, devidamente preenchida, para ser assinada e entregue na AARR. O Sistema gera ainda a ficha de autorização para menores, caso se aplique.

14 lince Plataforma Desportiva Filiação de Atletas Como a submissão é gerada uma Guia de Pagamento para o Clube com os valores devidos pela Filiação de Atleta. Após o pagamento da respetiva Guia, e mediante a receção na AARR das fichas de atleta assinadas, a AARR procede à validação das Filiações. O Atleta e o Clube serão notificados da aceitação da Filiação. A Aceitação está condicionada à entrada da respetiva documentação.

15 Filiação de Atletas lince Plataforma Desportiva

16 lince Plataforma Desportiva Filiação de Treinadores Os Treinadores solicitam diretamente a sua Filiação à AARR através da lince Plataforma desportiva. Só é permitida a Filiação como Treinador aos Agentes Desportivos detentores da respetiva qualificação e demais requisitos. Após a submissão do pedido o sistema gerará uma Guia de Pagamento, com os valores devidos pela Filiação, e uma ficha devidamente preenchida para ser devolvida à AARR assinada. Após o pagamento e mediante a receção da Ficha, procederá a AARR à validação da filiação do Agente como Treinador. O Agente será informado da aceitação ou rejeição da sua filiação.

17 Relação Atleta Clube Treinador lince Plataforma Desportiva Aos Atletas e Clubes Filiados é permitido designar Treinador(es). Tal designação é válida para a época desportiva em curso, devendo ser renovada anualmente. Após esta designação o atleta será notificado, por , devendo confirmar a ligação ao técnico. Qualquer um dos elementos pode solicitar o fim desta ligação.

18 lince Plataforma Desportiva Outras Filiações O Agente detentor de qualificações submeterá o seu pedido de filiação através da plataforma. O sistema gerará a devida referência e emitirá a respetiva ficha preenchida, que deverá ser remetida para a AARR/FPA. Após pagamento e receção da Ficha de Filiação, procederá a AARR/FPA à aprovação da filiação, sendo emitido devido alerta por ao Agente. Tipo Juiz Rep. Atleta Dirigente Organizador Equipa Médica AARR X X FPA X X X

19 Aprovação de Qualificações lince Plataforma Desportiva Os documentos que atestam as qualificações dos diversos agentes devem ser submetidos através da lince Plataforma desportiva. A competência de aprovação varia em função do tipo de documento. AARR FPA Título de Treinador X X Certificado de Rep. Atletas Certificado de Organizador X X Curso de Juiz X X

20 lince Plataforma Desportiva Seguros Desportivos No momento da Filiação dos Agentes deve-se escolher o tipo de seguro desportivo de entre os disponíveis. Escolhas disponíveis são condicionadas pelas escolhas efetuadas pelo Clube no momento da sua Filiação. Depende também dos Seguros Próprios detidos pelo Clube. Clubes com Seguro próprio devem submeter as condições da apólice e datas de vigência à Federação Portuguesa de Atletismo para aprovação e introdução no sistema.

21 lince Plataforma Desportiva Seguros Desportivos Aos Clubes e Agentes será permitida a submissão eletrónica dos EMD s Os originais deverão ser entregues na respetiva AARR. Compete à AARR a verificação e validação do EMD, introduzindo no perfil do Agente o n.º de EMD e a sua data de emissão. O Sistema emitirá alertas para o clube e para o agente nos casos em que o EMD esteja em vias de expirar.

22 Obrigado

lince Plataforma Desportiva

lince Plataforma Desportiva lince Plataforma Desportiva Definições Genéricas REGISTO Inscrição Electrónica de um Agente Desportivo na lince Plataforma Desportiva Electrónica da Federação Portuguesa de Atletismo. INSCRIÇÃO INICIAL

Leia mais

NORMAS DE ATUAÇÃO ADMINISTRATIVA ÉPOCA 2015-2016

NORMAS DE ATUAÇÃO ADMINISTRATIVA ÉPOCA 2015-2016 CONTEÚDOS 1. Filiações a. Formulários b. Escalões c. Inscrições Iniciais d. Renovações e. Transferências f. Taxas de Filiação g. Contratos Plurianuais 2. Atletas Estrangeiros 3. Filiações de Atletas Portugueses

Leia mais

Comunicado da Direção Filiações e Revalidações - 2014

Comunicado da Direção Filiações e Revalidações - 2014 Comunicado da Direção Filiações e Revalidações - 2014 As normas para filiações, revalidações e transferências encontram-se devidamente descriminadas no respetivo Regulamento que pode ser consultado no

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 Versão 2 agosto 2013 Índice 1. Nota introdutória... 3 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 3 3. Refiliação de Clubes e Entidades

Leia mais

Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes

Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes Abril 2015 MT2569 Versão 5 Texto escrito conforme o Novo Acordo Ortográfico Índice Novo Pág. 1. Introdução/Enquadramento

Leia mais

PONTO DE CONTATO ELETRÓNICO COM OS TRIBUNAIS ARBITRAIS

PONTO DE CONTATO ELETRÓNICO COM OS TRIBUNAIS ARBITRAIS PONTO DE CONTATO ELETRÓNICO COM OS TRIBUNAIS ARBITRAIS MANUAL DE UTILIZADOR INFARMED - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. Parque de Saúde de Lisboa - Avenida do Brasil, 53 1749-004

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 JULHO 2013 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 4 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2014/2015

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2014/2015 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2014/2015 JUNHO 2014 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 5 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

1.1 Candidaturas on-line

1.1 Candidaturas on-line 1.1 Candidaturas on-line Este manual é um documento de passo a passo de como efetuar a sua candidatura. As imagens apresentadas são exemplos do processo de candidaturas. De acordo com o regime de candidatura

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Estas normas são complementadas com a leitura do Regulamento de Filiação de Agentes Desportivos da FPA e do Regulamento Geral de Competições da FPA. Escalões FILIAÇÕES DE ATLETAS Escalão Anos de Nascimento

Leia mais

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores CGA Directa Manual do Utilizador Acesso, Adesão e Lista de Subscritores Versão 1.00 de 10 de Março de 2008 Índice Pág. Introdução 3 Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Acesso Acesso 4 Adesão Adesão 5 2.1

Leia mais

CANDIDATURAS ON-LINE. (http://www.siga.ipca.pt/cssnet)

CANDIDATURAS ON-LINE. (http://www.siga.ipca.pt/cssnet) CANDIDATURAS ON-LINE (http://www.siga.ipca.pt/cssnet) INTRODUÇÃO O presente documento consiste numa breve descrição do processo de candidaturas, online, de acesso aos cursos do IPCA. Encontra-se organizado

Leia mais

Manual de utilização da aplicação web Gestão de Delegados de Informação Médica

Manual de utilização da aplicação web Gestão de Delegados de Informação Médica Manual de utilização da aplicação web Gestão de Delegados de Informação Médica 1.1 Pedido de Login de Novas Entidades. Este ecrã irá proporcionar à entidade a realização do pedido de login. Para proceder

Leia mais

A Acta Reumatológica Portuguesa disponibiliza em www.actareumatologica.pt uma plataforma online de submissão e revisão dos artigos submetidos.

A Acta Reumatológica Portuguesa disponibiliza em www.actareumatologica.pt uma plataforma online de submissão e revisão dos artigos submetidos. A Acta Reumatológica Portuguesa disponibiliza em www.actareumatologica.pt uma plataforma online de submissão e revisão dos artigos submetidos. Quer através do acesso directo à plataforma, quer seguindo

Leia mais

O processo de filiação de clubes/entidades é SEMPRE efetuado através da respetiva associação.

O processo de filiação de clubes/entidades é SEMPRE efetuado através da respetiva associação. Atualizado em 30 outubro 2012 1. Regime Transitório As normas constantes neste documento vigorarão até à entrada em funcionamento da plataforma eletrónica para a gestão das filiações e inscrições em eventos

Leia mais

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS GLOSSÁRIO... 2 INTRODUÇÃO... 3 Objectivo... 3 DEFINIÇÕES... 3 Certificado de um medicamento

Leia mais

Submissa o de pedidos online

Submissa o de pedidos online Procedimentos a adotar para a Submissa o de pedidos online Fevereiro de 2013 1/5 Os Serviços Online permitem dois tipos de utilizadores: Não registados: têm acesso à plataforma e às informações gerais

Leia mais

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE GestProcessos Online Manual do Utilizador GestProcessos Online GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EAmb Esposende Ambiente, EEM Rua da Ribeira 4740-245 - Esposende

Leia mais

Versão Data Autor(es) Revisor(es) Alterações Aprovação 1.0 2013 11 20 M.B. Elisa Decq. Regina Bento Mota 1.01 2013 12 09 M.B.

Versão Data Autor(es) Revisor(es) Alterações Aprovação 1.0 2013 11 20 M.B. Elisa Decq. Regina Bento Mota 1.01 2013 12 09 M.B. Manual PASEP Controlo do documento Versão Data Autor(es) Revisor(es) Alterações Aprovação 1.0 2013 11 20 M.B. Elisa Decq Regina Bento Mota 1.01 2013 12 09 M.B. Elisa Decq Mota Regina Bento PASEP v.1.01

Leia mais

GUIA DE INSCRIÇÃO PCAND 2015-2016

GUIA DE INSCRIÇÃO PCAND 2015-2016 GUIA DE INSCRIÇÃO PCAND 2015-2016 INTRODUÇÃO À semelhança das épocas desportivas anteriores, o processo de inscrição na PCAND para a Época Desportiva 2015/2016 será realizado on-line, no site da PCAND

Leia mais

Pretende-se com o presente documento apresentar de forma detalhada todas as funcionalidades disponíveis através da Aplicação de Inscrições On-Line.

Pretende-se com o presente documento apresentar de forma detalhada todas as funcionalidades disponíveis através da Aplicação de Inscrições On-Line. Índice 1 Introdução... 3 1.1 O que é a Aplicação de Inscrições On-Line... 4 1.2 Acesso à Aplicação de Inscrições On-Line... 5 1.3 Requisitos... 5 1.4 Segurança... 5 2 Funcionalidades da Aplicação... 7

Leia mais

Manual de Utilizador Utentes 2015-01.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Manual de Utilizador Utentes 2015-01.V01 DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DIREÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALIFICAÇÃO Centro Nacional de Qualificação de Formadores Manual de Utilizador Utentes 2015-01.V01 Índice Índice... 2 1. Introdução... 4 1.1.

Leia mais

CSSnet - candidaturas on-line

CSSnet - candidaturas on-line CSSnet - candidaturas on-line Passamos a apresentar, os passos que deverá seguir para realizar a sua candidatura on-line, chamando a atenção para alguns aspetos a ter em conta. Leia, atentamente, todas

Leia mais

1.1 Candidaturas on-line

1.1 Candidaturas on-line 1.1 Candidaturas on-line Para efectuar o processo de candidatura o candidato deverá aceder ao portal do ICS e clicar na informação com a

Leia mais

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares) POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA (SIGESP) Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual de Utilização Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM Novembro de 2014 SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os

Leia mais

ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE

ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE 2 ÍNDICE ADSE Direta... 4 Serviços Disponíveis... 6 Atividade Convencionada... 7 Atualizar/Propor Locais de Prestação... 9 Propor Novo

Leia mais

Adenda R4. Entidades Adjudicantes. Uma Empresa Certificada ISO 9001 e ISO 27001

Adenda R4. Entidades Adjudicantes. Uma Empresa Certificada ISO 9001 e ISO 27001 Adenda R4 Entidades Adjudicantes Uma Empresa Certificada ISO 9001 e ISO 27001 Índice 1. Introdução 2. Novas Funcionalidades anogov R4 3. Novas Abordagens anogov R4 4. Novas Soluções anogov R4+ 5. Índice

Leia mais

Complemento ao Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC

Complemento ao Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC Complemento ao Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC Direccionado para as escolas www.estagiostic.gov.pt Índice 1. Objectivo da Plataforma... 2 2. Acesso restrito... 2 3. Perfis... 2 3.1. O administrador...

Leia mais

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica Faturação Eletrónica DHL O que é a Faturação Eletrónica? O serviço de faturação eletrónica da DHL é um método alternativo ao correio e ao fax de receber as suas

Leia mais

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Índice 1. Introdução...3 2. Home Page...3 3. Pedido de Senha...4 3.1 Proponente...5 3.2 Técnico Qualificado...5 3.3 Proponente/Técnico

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

Guia Prático de Registo, Preenchimento e Submissão de Candidaturas à. Bolsa de Estudo 2015/2016

Guia Prático de Registo, Preenchimento e Submissão de Candidaturas à. Bolsa de Estudo 2015/2016 Guia Prático de Registo, Preenchimento e Submissão de Candidaturas à Bolsa de Estudo 2015/2016 O que é? A bolsa de estudo é uma prestação pecuniária anual para comparticipação nos encargos com a frequência

Leia mais

Recomendações gerais para o preenchimento do Formulário de Candidatura

Recomendações gerais para o preenchimento do Formulário de Candidatura Recomendações gerais para o preenchimento do Formulário de Candidatura ANTES do preenchimento da candidatura: o que precisa saber/fazer? Consultar as Normas do Programa e as Perguntas mais Frequentes disponíveis

Leia mais

Regras de Filiação 2009/10

Regras de Filiação 2009/10 As Regras de Filiação, válidas para a época de 2009/2010 são as seguintes: 1) De acordo com o artigo 5º do Regulamento de Filiações da FPX, poderão filiar-se na FPX todos os indivíduos, independentemente

Leia mais

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO GUIA DE PREENCHIMENTO: - SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO - SUBMISSÃO DE CHECK-LIST

Leia mais

Operações Documentárias no Portal de Empresas

Operações Documentárias no Portal de Empresas Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes MT2569 - Versão 2 Ref.02.002.1921 Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico Índice 1. Introdução/Enquadramento

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA Tabela de Taxas e Inscrições Época Desportiva de 2013 (Aprovada em 26 de Abril de 2013) Artigo 1º Objeto O presente documento estipula os valores a aplicar durante

Leia mais

SELF-SERVICE DE LICENCIAMENTO DE CLUBES E ATLETAS AUTENTICAÇÃO

SELF-SERVICE DE LICENCIAMENTO DE CLUBES E ATLETAS AUTENTICAÇÃO SELF-SERVICE DE LICENCIAMENTO DE CLUBES E ATLETAS AUTENTICAÇÃO Começa-se por aceder ao ecran de entrada na área reservada dos atletas e clubes: Inicialmente deve-se clicar em Recuperar Password para aceder

Leia mais

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço online 1. Aderir ao serviço > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 2. Navegar no BAV 3. Consultar requisitos > Autenticação no BAV > Navegação nos menus > Localização

Leia mais

SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS DA USP

SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS DA USP Página 1 de 11 SISTEMA DE RECURSOS HUMANOS DA USP SUMÁRIO AFASTAMENTOS AUTORIZADOS PELO M.REITOR COMO INCLUIR UMA SOLICITAÇÃO DE AFASTAMENTO 2 a 4 PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PESSOAL AFASTAMENTOS DE DIRIGENTES

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

PLATAFORMA INFORMÁTICA DE REQUISIÇÃO DE POLICIAMENTO DE ESPETÁCULOS DESPORTIVOS (PIRPED)

PLATAFORMA INFORMÁTICA DE REQUISIÇÃO DE POLICIAMENTO DE ESPETÁCULOS DESPORTIVOS (PIRPED) Manual de Utilizador PLATAFORMA INFORMÁTICA DE REQUISIÇÃO DE POLICIAMENTO DE ESPETÁCULOS DESPORTIVOS (PIRPED) Data: 11 De Junho de 2014 Versão: 3.0 1 Histórico do Documento Versão Data Autor Revisor Descrição

Leia mais

Condições gerais de utilização da área reservada A minha CML do Portal da Câmara Municipal de Lisboa

Condições gerais de utilização da área reservada A minha CML do Portal da Câmara Municipal de Lisboa Condições gerais de utilização da área reservada A minha CML do Portal da Câmara Municipal de Lisboa Maio 2013 Versão 1.2 Versão 2.0 maio de 2013 1. OBJETO O serviço de atendimento multicanal da Câmara

Leia mais

M a n u a l d o C a n d i d a t o

M a n u a l d o C a n d i d a t o Para efetuar o processo de candidatura deve aceder ao link: http://ff.academicos.ul.pt/cssnetff Tenha sempre em atenção que durante o seu processo de candidatura todos os campos assinalados com * são de

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2015/2016

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2015/2016 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2015/2016 AGOSTO 2015 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 5 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo Índice 1. Acesso à Plataforma... 2 2. Consulta dos Programas de Beneficios Públicos em Curso... 3 3. Entrar na Plataforma... 4 4. Consultar/Entregar Documentos... 5 5. Consultar... 7 6. Entregar Comprovativos

Leia mais

Regime de qualificações nos domínios da construção urbana e do urbanismo Perguntas e respostas sobre a inscrição/renovação da inscrição

Regime de qualificações nos domínios da construção urbana e do urbanismo Perguntas e respostas sobre a inscrição/renovação da inscrição Regime de qualificações nos domínios da construção urbana e do urbanismo Perguntas e respostas sobre a inscrição/renovação da inscrição 1. Quais as instruções a seguir pelos técnicos que pretendam exercer

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DO PORTO www.atmporto.com

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DO PORTO www.atmporto.com COMUNICADO NRº 01 ÉPOCA 2015/2016 DATA 01/08/15 1 - ABERTURA DA ÉPOCA 2015/2016 2 - INSCRIÇÕES 3 - ESCALÕES ETÁRIOS OFICIAIS 4 - FILIAÇÃO DO CLUBE NA ATM PORTO 5 - SEGURO DESPORTIVO 6 - INSCRIÇÕES DE ATLETAS

Leia mais

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e - Front-Office V1.0 Página 1 Índice Índice... 2 1. Introdução... 3 2. Instruções Gerais... 4 2.1 Acesso... 5 2.1.1 Regras para Aceder

Leia mais

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS CIRCULAR Nº 026/2013. Nova Plataforma Informática FPT

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS CIRCULAR Nº 026/2013. Nova Plataforma Informática FPT CIRCULAR Nº 026/2013 Nova Plataforma Informática FPT Exmo. Sr. Presidente, Relativamente á implementação do novo sistema Informático da FPT e na sequência dos esclarecimentos efectuados durante a Assembleia

Leia mais

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS. Circular n.º 029/2014 PORTAL FPT Abertura aos atletas

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS. Circular n.º 029/2014 PORTAL FPT Abertura aos atletas Circular n.º 029/2014 PORTAL FPT Abertura aos atletas Exmo. Sr. Presidente, Após muitos meses de desenvolvimento e melhorias contínuas na nova plataforma informática onde se inclui o amplamente divulgado

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLO INTERNO Procedimento de Controlo Interno

SISTEMA DE CONTROLO INTERNO Procedimento de Controlo Interno SISTEMA DE CONTROLO INTERNO Procedimento de Controlo Interno Edição: 0.1 JUL/2013 Página 2 de 14 ORIGINAL Emissão Aprovação Data Data / / (Orgânica Responsável) / / (Presidente da Câmara) REVISÕES REVISÃO

Leia mais

Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003. Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via Internet

Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003. Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via Internet Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003 Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via de Índice 1 Introdução... 4 1.1 Objetivo...4 1.2 Funcionalidades...5 1.3 Autenticação...5

Leia mais

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação?

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Índice Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Como efectuar uma operação de confirmação de estimativas? Como aceder ao Serviço de Certificação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA Circular nº 14/ 05/ D Assunto: Normas Administrativas da A.D.J.L. - 2006 Lisboa, 4 de Outubro de 2005 Exmos. Senhores, Conhecidas as condições contratadas pela FPJ e a SECOSE, referentes ao seguro desportivo,

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Plataforma REAI. Guia prático de alterações e novas funcionalidades Versão 2.1.9 (implementada em 28 setembro de 2012)

Plataforma REAI. Guia prático de alterações e novas funcionalidades Versão 2.1.9 (implementada em 28 setembro de 2012) Plataforma REAI Guia prático de alterações e novas funcionalidades Versão 2.1.9 (implementada em 28 setembro de 2012) ÍNDICE 1 Enquadramento 2 Licença de Exploração 3 Novos mecanismos de validação nos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS Manual de Procedimentos - Temporada 2015

DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS Manual de Procedimentos - Temporada 2015 MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PARANAENSE DE FUTEBOL 2015 O procedimento para o protocolo do pedido de registro de atleta seguirá a seguinte tramitação:

Leia mais

M a n u a l d o C a n d i d a t o

M a n u a l d o C a n d i d a t o Para efectuar o processo de candidatura deverá aceder ao site abaixo indicado. Link: http://ff.academicos.ul.pt/cssnetff Para iniciar o processo é necessário clicar no tipo de curso que se pretende candidatar,

Leia mais

Quando extrair o ficheiro SAFT

Quando extrair o ficheiro SAFT Conheça o seu ficheiro SAFT Quando extrair o ficheiro SAFT A partir de Janeiro de 2014 muitas empresas que não eram obrigadas a utilizar software de faturação certificado passaram a ser, tendo assim de

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO 2014-15

MANUAL DO CANDIDATO 2014-15 MANUAL DO CANDIDATO 2014-15 1.1 Candidaturas Online Para iniciar o processo de candidatura o candidato deverá aceder ao portal do IGOT http://www.igot.ulisboa.pt e clicar no separador «CANDIDATURAS»: Para

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET)

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS DO SISTEMA... 3 3. USUÁRIO GESTOR... 3 4. AMBIENTE DO SISTEMA - CANAL DE COMUNICAÇÃO INTERNET...

Leia mais

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação:

Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: Procedimento de Comercialização MANUTENÇÃO DE CADASTRO DE AGENTES DA CCEE E USUÁRIOS DO SCL Versão: 2 Início de Vigência: XX. XX.2006 Instrumento de Aprovação: ÍNDICE 1. APROVAÇÃO...3 2. HISTÓRICO DE REVISÕES...3

Leia mais

Supply4Galp (S4G) FAQs Fornecedores Versão 1.0 03.02.2014

Supply4Galp (S4G) FAQs Fornecedores Versão 1.0 03.02.2014 Lista de FAQs 1. Registo de Fornecedor e Gestão da Conta... 4 Q1. Quando tento fazer um novo registo na Plataforma S4G, recebo uma mensagem a indicar que a minha empresa já se encontra registada.... 4

Leia mais

FORMULÁRIO DO PEDIDO DE PAGAMENTO

FORMULÁRIO DO PEDIDO DE PAGAMENTO FORMULÁRIO DO PEDIDO DE PAGAMENTO 28 FEVEREIRO DE 2014 1 1. INTRODUÇÃO: NORMA DE PAGAMENTOS: ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 01.REV2/POFC/2013). 2. FORMULÁRIO PEDIDO DE PAGAMENTO SAMA 3. INSTRUÇÃO DO PEDIDO DE

Leia mais

Canal Direto. O banco no sistema da sua empresa!

Canal Direto. O banco no sistema da sua empresa! Canal Direto O banco no sistema da sua empresa! ÍNDICE 1. CARACTERIZAÇÃO DO SERVIÇO PÁG. 3 2. FUNCIONALIDADES ATUALMENTE DISPONÍVEIS PÁG. 4 3. VANTAGENS PÁG. 5 4. CUSTOS PÁG. 6 5. ADESÃO PÁG. 7 6. SUBSCRIÇÃO

Leia mais

Declaração de utilização prevista. Exclusão de responsabilidade

Declaração de utilização prevista. Exclusão de responsabilidade Como posso permitir que um paciente partilhe dados comigo? Como posso ligar um convite de paciente a um registo de paciente na minha conta web? Como é que os dados partilhados de um paciente são transferidos

Leia mais

Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição Código Mundial Antidopagem

Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição Código Mundial Antidopagem Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? São várias as substâncias e métodos proibidos cuja deteção só é possível com a realização de controlos fora de competição.

Leia mais

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27

1. Objetivos do curso 2. 2 Comunicação Interna (CI) 13 3 Ofício 18 4 DEFINIÇÕES GERAIS 23 5 CONCLUSÃO 27 1. Objetivos do curso 2 Introdução 2 Funções do Sistema: 2 Da Comunicação Interna: 3 o Enviadas: 3 o Recebidas: 3 o Com Cópia Pessoal: 3 Ofícios 4 o Enviados: 4 o Recebidas com Cópia: 5 Contatos Externos:

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura Para o correto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os seguintes documentos,

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 145 29 de Julho de 2008 5106-(19)

Diário da República, 1.ª série N.º 145 29 de Julho de 2008 5106-(19) Diário da República, 1.ª série N.º 145 29 de Julho de 2008 5106-(19) Portaria n.º 701-E/2008 de 29 de Julho O Código dos Contratos Públicos consagra a obrigação das entidades adjudicantes de contratos

Leia mais

Movimento Transfronteiriço de Resíduos Lista Laranja

Movimento Transfronteiriço de Resíduos Lista Laranja Movimento Transfronteiriço de Resíduos Lista Laranja Desmaterialização da fase de comunicação dos movimentos sujeitos ao procedimento prévio de notificação e consentimento escrito à Agência Portuguesa

Leia mais

Portal Fornecedores 1

Portal Fornecedores 1 Portal Fornecedores 1 o endereço Internet: http://www.jumbo.pt/pfornecedores 2 3 O Fluxo da Informação Inscrição no Portal Atualizar Dados / Gerir Utilizadores Aprovar Inscrição Manutenção de Artigos Aprovar

Leia mais

Realizador por: Prof. José Santos

Realizador por: Prof. José Santos Realizador por: Prof. José Santos Objectivo Este guia tem como objectivo fornecer aos Encarregados de Educação uma breve explicação sobre o funcionamento da Plataforma de Aprendizagem Moodle do Colégio

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 1.0 Departamento de Segurança Privada Abril de 2012 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 1.0 (30 de abril

Leia mais

Guia de Operação do Sistema ABR Online e Plataforma Off-line.

Guia de Operação do Sistema ABR Online e Plataforma Off-line. 1 O Perfil Produtor - Número do Processo ABR: A partir dessa safra 2014/2015 o número do processo ABR é gerado automaticamente pelo sistema ao se iniciar quando o produtor aceita o convite para participar

Leia mais

Portal Web de Apoio às Filiadas

Portal Web de Apoio às Filiadas Portal Web de Apoio às Filiadas Manual de Utilizador Externo Titularidade: FCMP Data: 2014-02-03 Versão: 1 1 1. Introdução 3 2. Descrição das Funcionalidades 4 2.1. Entrada no sistema e credenciação de

Leia mais

As entidades devem enviar um oficio com o(s) nome(s) do(s) seu(s) representante(s) com um e-mail valido para receber as confirmações de inscrições.

As entidades devem enviar um oficio com o(s) nome(s) do(s) seu(s) representante(s) com um e-mail valido para receber as confirmações de inscrições. As entidades devem enviar um oficio com o(s) nome(s) do(s) seu(s) representante(s) com um e-mail valido para receber as confirmações de inscrições. A partir daí todas as inscrições no sistema CBDAWEB para

Leia mais

Certidão Permanente. Manual de Procedimentos

Certidão Permanente. Manual de Procedimentos Certidão Permanente Manual de Procedimentos Procedimentos da Certidão Permanente On-line Sim 2. Elaborar Pedido de Subscrição 1. Autenticar apresentante / Login 1.1. Subscrição da Certidão? 4. Efectuar

Leia mais

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA GUIA PARA CANDIDATURAS ONLINE ESTUDANTES OUTGOING DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Este é um guia prático do processo de inscrição online em programas de mobilidade para estudantes da Universidade de Coimbra

Leia mais

Gestão da Empresa Online

Gestão da Empresa Online Gestão da Empresa Online 1. O que é uma Certidão Permanente? É o acesso, através da Internet, em tempo real e em qualquer momento, a todos os registos de uma entidade registada em conservatória do registo

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 2 Departamento de Segurança Privada Março de 2014 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 2. (Março de 2014)

Leia mais

FEDERAÇÃO NACIONAL DE KARATE PORTUGAL

FEDERAÇÃO NACIONAL DE KARATE PORTUGAL Assunto: Fase II de Procedimentos Online Exmos. Srs. A TODAS AS ASSOCIAÇÕES A introdução em Setembro de 2011 da FASE I do novo método de registo de inscrições/renovações de atletas, treinadores e inscrições

Leia mais

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados INSCRIÇÃO NO SISTEMA DE ACESSO AO DIREITO. Manual de Utilizador

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados INSCRIÇÃO NO SISTEMA DE ACESSO AO DIREITO. Manual de Utilizador SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados INSCRIÇÃO NO SISTEMA DE ACESSO AO DIREITO Manual de Utilizador INTRODUÇÃO O presente Manual tem por objectivo a descrição dos procedimentos a ter em

Leia mais

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias da Informação Os

Leia mais

GUIA DE APOIO CANDIDATURA

GUIA DE APOIO CANDIDATURA Ano 2013 Câmara Municipal de Lisboa Direção Municipal Habitação e Desenvolvimento Social GUIA DE APOIO CANDIDATURA Indice RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA... 3 SIMULADOR...

Leia mais

PO.03 Emissão de documentos académicos

PO.03 Emissão de documentos académicos 1. Objetivo INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Emitir, no tempo e segundo modelos e formas estabelecidas, certidões, certificados, diplomas e outros documentos similares que atestem e garantam a veracidade

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 37 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 1.2. OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DA NFS-E... 4 1.3. CONTRIBUINTES IMPEDIDOS DA EMISSÃO

Leia mais

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Edição: Coordenação: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P.

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS Fundo de Eficiência Energética PERGUNTAS E RESPOSTAS Aviso 09 - Auditoria Elevadores Edifícios Serviços 2015 Perguntas e Respostas Aviso 09 - Auditoria Elevadores Edifícios Serviços 2015 v0 0 ÍNDICE ÂMBITO

Leia mais

Manual de Gestão de Entregas

Manual de Gestão de Entregas Manual de Gestão de Entregas Índice 1. Acesso à Plataforma... 3 1.1. Certificado de Autenticação... 3 1.2. Autenticação perante a Plataforma... 6 2. Responsáveis pela Entrega... 7 3. Estado de Encomendas...

Leia mais

Serviço de Faturação Eletrónica

Serviço de Faturação Eletrónica E-Invoicing Serviço prestado em acordo de interoperabilidade com a: Nov.2013 Ref. 02.007.14353 ÍNDICE 1 O que é uma Fatura Eletrónica? 3 2 Porquê a Faturação Eletrónica? 4 3 Quais as Vantagens? 7 4 O papel

Leia mais

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida Ministério Público Ministério Público Guia de Consulta Rápida Versão 3 (Outubro de 2009) - 1 - ÍNDICE 1. ACEDER AO CITIUS MINISTÉRIO PÚBLICO... 4 2. BARRA DE TAREFAS:... 4 3. CONFIGURAR O PERFIL DO UTILIZADOR...

Leia mais

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda?

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda? O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde Pedir Receitas A de pela Internet, no âmbito do Programa Simplex, surge no seguimento do

Leia mais

Procedimento de Registo Obrigatório ERS

Procedimento de Registo Obrigatório ERS Procedimento de Registo Obrigatório ERS Antes de iniciar o seu processo de registo, leia atentamente a Portaria 52/2011, de 27 de Janeiro e a Nota explicativa que se segue. Para a realização do Pedido

Leia mais

Porque é que os praticantes desportivos têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição

Porque é que os praticantes desportivos têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição Porque é que os praticantes desportivos têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? São várias as substâncias e métodos proibidos cuja deteção só é possível com a realização de controlos

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais