Comunicado da Direção Filiações e Revalidações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comunicado da Direção Filiações e Revalidações - 2014"

Transcrição

1 Comunicado da Direção Filiações e Revalidações As normas para filiações, revalidações e transferências encontram-se devidamente descriminadas no respetivo Regulamento que pode ser consultado no nosso site. Abaixo encontra-se um pequeno guia rápido, que para um integral conhecimento do tema, não dispensa a leitura do Regulamento acima indicado. Os pedidos de Filiação, Revalidação ou Transferência de pescadores de competição, são enviados pelos seus Clubes diretamente para a respetiva Associação Regional, da sua área de jurisdição. Os pescadores recreativos, treinadores, juízes e fiscais, deverão igualmente enviar o seu processo pela mesma via, podendo no entanto se assim preferirem, dirigir-se diretamente à sede da Federação. NOTA: A Federação não recebe processos vindos diretamente dos Clubes. Excetuam-se para 2014 os Clubes da área geográfica da Associação de Pesca Desportiva do Distrito de Portalegre, que por se encontrar esta em fase de transição, se relacionarão diretamente com a Federação. Categorias de pescadores: Pescador desportivo de competição - individuo devidamente filiado na FPPD que exerce a prática de competições de pesca desportiva no cumprimento dos diversos regulamentos federativos a que esteja obrigado. Pescador recreativo - individuo devidamente filiado na FPPD que exerce a prática da pesca desportiva sem entrar em competições. Escalões Etários: Água Doce e Pluma Iniciados - Fazem parte deste escalão os pescadores com pelo menos sete anos e menores de dez anos no dia um de Janeiro de Juvenis (U14) - Fazem partem deste escalão os pescadores com pelo menos dez anos e menores de treze anos no dia um de Janeiro de : (00351) (00351)

2 Juniores (U18) - Fazem parte deste escalão os pescadores com pelo menos treze anos e menores de dezassete anos no dia um de Janeiro de Esperanças (U23) - Fazem parte deste escalão os pescadores com pelo menos dezassete anos e menores de vinte e dois anos no dia um de Janeiro de Seniores Todos os pescadores com idade igual ou superior a vinte e dois anos, no dia um de Janeiro de Mar Juvenis - Dos 8 aos 12 anos no final da época Juniores (U16) - Menores de 17 no final da época; Juniores (U21) - Menores de 22 anos no final da época; Seniores Maiores de 22 anos no ano considerado Novas Filiações de Pescadores: Prazo para entrega de processos não tem Modelo 2 - Ficha de clubes, onde constam os vários pescadores a filiar. Impresso a ser preenchido/entregue pelo pescador: Modelo 1 Ficha de filiação de pescadores devidamente assinada. Chamamos a especial atenção, para que todos os campos sejam preenchidos com o maior rigor possível. Atestado médico em modelo próprio do Instituto Português do Desporto e da Juventude, para os pescadores de competição, a entregar no ato da filiação. Modelo 3 Termo de responsabilidade médica para os pescadores recreativos, a entregar no ato da filiação. Revalidações de Pescadores: Prazo para entrega de processos De a Modelo 2 - Ficha de clubes, onde constam os vários pescadores a revalidar. : (00351) (00351)

3 Impresso a ser preenchido/entregue pelo pescador: Atestado médico em modelo próprio do Instituto Português do Desporto e da Juventude, para os pescadores de competição, a entregar no mês do aniversário. Modelo 3 Termo de responsabilidade médica para os pescadores recreativos, a entregar no ato da revalidação. Transferências de Pescadores: Prazo para entrega de processos: Da data da filiação/revalidação até Modelo 2 - Ficha de clubes, onde constam os vários pescadores a transferir oriundos de outros clubes onde já estivessem inscritos para a época de Impresso a ser preenchido/entregue pelo pescador: Atestado médico em modelo próprio do Instituto Português do Desporto e da Juventude, para os pescadores de competição, a entregar no mês do aniversário. Categorias de Agentes Desportivos: Treinador de pesca desportiva - individuo devidamente credenciado nos termos da Lei e do regulamento de treinadores da FPPD, que devidamente filiado nesta, exerce a orientação técnica e tática de pescador(es) de competição. Dirigente - individuo que devidamente filiado na FPPD exerce a gestão executiva da Federação, ou de Associação Regional ou de Clube, filiação sem a qual não poderá exercer o cargo / representar a sua instituição junto da Federação. Juiz - individuo que devidamente credenciado nos termos do regulamento de juízes da FPPD, e devidamente filiado nesta, ajuíza competições por esta licenciadas. Fiscal - individuo que nos termos do regulamento de juízes da FPPD e devidamente filiado nesta, auxilia os juízes na sua ação de ajuizamento de competições. Filiação de Treinadores, Dirigentes, Juízes e Fiscais: Prazo para entrega de processos não tem Modelo 2 - Ficha de clubes, onde constam os vários treinadores, dirigentes, juízes e fiscais a filiar. : (00351) (00351)

4 Impresso a ser preenchido/entregue pelo treinador, dirigente, juiz ou fiscal: Modelo 1 Ficha de filiação de pescadores devidamente assinada. Chamamos a especial atenção, para que todos os campos sejam preenchidos com o maior rigor possível. i. Quem já esteja inscrito como pescador, fica dispensado de apresentar este impresso. ii. Quem se inscreva cumulativamente como pescador só tem que apresentar um exemplar do impresso. Modelo 5 Ficha de inscrição de Agente Desportivo a entregar quando do primeiro registo e quando das revalidações Modelo 3 Termo de responsabilidade médica em como se encontra apto para exercer o cargo a que se propõe. Revalidações de Treinadores, Dirigentes, Juízes e Fiscais: Prazo para entrega de processos De a Modelo 2 - Ficha de clubes, onde constam os vários pescadores a revalidar. Impresso a ser preenchido/entregue pelo treinador, dirigente, juiz e fiscal: Modelo 5 Ficha de inscrição de Agente Desportivo a entregar quando do primeiro registo e quando das revalidações Modelo 3 Termo de responsabilidade médica em como se encontra apto para exercer o cargo a que se propõe, caso já tenha apresentado no ato da filiação/revalidação, como pescador fica isento desta apresentação. Transferências de Dirigentes: Prazo para entrega de processos: Da data da filiação/revalidação até Impresso a ser preenchido/entregue pelo dirigente: Modelo 5 Ficha de inscrição de Agente Desportivo indicando o novo clube em que se inscreve. Cópia da carta e do respetivo registo de receção, enviada ao clube de origem. : (00351) (00351)

5 Taxas: Todos os pescadores com menos de 18 anos no dia 1 de Janeiro de 2014, estão isentos do pagamento da Taxa de Filiação ou Revalidação. Valor a pagar por pescadores, treinadores, dirigentes, juízes, fiscais e clubes: Recreativos Competição Treinadores/Dirigentes Juizes e Fiscais Clubes Transferências 18 anos Transferências <18 anos Transferências Dirigentes 15,00 31,00 15,00 (*) 41,00 41,00 20,00 25,00 (*) Esta taxa só se aplica a quem não se filie/ revalide como pescador 2ªs Vias de Cartões: 5,00 Exames médicos Todos os filiados na categoria de Competição, terão que apresentar atestado médico em impresso próprio que pode ser adquirido nos Centros de Medicina Desportiva, Delegações Regionais do IPDJ e algumas Associações Regionais. Tal apresentação deverá ser efectuada somente no mês do seu aniversário, com excepção daqueles que não tendo ao momento atestado médico válido, terão que apresentar um quando da sua revalidação / filiação, que terá validade até ao mês do seu aniversário, altura em que terão que apresentar outro, com validade até ao seu seguinte aniversário. NOTA IMPORTANTE: Quem não tiver atestado médico válido, verá a sua filiação suspensa, perdendo até à devida regularização, todos os direitos e deveres decorrentes da mesma, ou seja, não poderá participar em qualquer competição. Caso esteja interessado, qualquer praticante desportivo pode marcar o seu exame médico nos centros de medicina desportiva abaixo indicados. Deverá ser efectuada uma marcação prévia, devendo informar-se do custo pois poderá variar em funções de alguns exames complementares que se venham a mostrar necessários: Sede Av. Professor Egas Moniz (Estádio Universitário) Lisboa Telefone: /1/2 Fax: Centro de Medicina Desportiva do Porto Rua António Pinto Machado, Porto Telefone: Fax: Todos os filiados na categoria de Recreativos terão que apresentar uma declaração devidamente assinada em como se encontram sob vigilância médica adequada. Cabe à Associação Regional conferir a veracidade da respetiva : (00351) (00351)

6 assinatura, pelo que todos os processos que deem entrada na Federação, caso não se façam acompanhar de cópia do Bilhete de Identidade / Cartão do Cidadão do praticante, pressupõe que tal conferência foi efetuada. NOTA IMPORTANTE: Nenhum processo é considerado válido caso se verifique a falta de algum documento. Lisboa, 05 de Dezembro de 2014 F.P.P.D. A Direção : (00351) (00351)

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA Tabela de Taxas e Inscrições Época Desportiva de 2013 (Aprovada em 26 de Abril de 2013) Artigo 1º Objeto O presente documento estipula os valores a aplicar durante

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Estas normas são complementadas com a leitura do Regulamento de Filiação de Agentes Desportivos da FPA e do Regulamento Geral de Competições da FPA. Escalões FILIAÇÕES DE ATLETAS Escalão Anos de Nascimento

Leia mais

NORMAS DE ATUAÇÃO ADMINISTRATIVA ÉPOCA 2015-2016

NORMAS DE ATUAÇÃO ADMINISTRATIVA ÉPOCA 2015-2016 CONTEÚDOS 1. Filiações a. Formulários b. Escalões c. Inscrições Iniciais d. Renovações e. Transferências f. Taxas de Filiação g. Contratos Plurianuais 2. Atletas Estrangeiros 3. Filiações de Atletas Portugueses

Leia mais

Este documento tem como objectivo aclarar o processo de Filiação de Agentes Desportivos na Plataforma Lince.

Este documento tem como objectivo aclarar o processo de Filiação de Agentes Desportivos na Plataforma Lince. APRESENTAÇÃO Este documento tem como objectivo aclarar o processo de Filiação de Agentes Desportivos na Plataforma Lince. A PLATAFORMA Após aceder à plataforma deve entrar em Agentes Desportivos e em Pedidos

Leia mais

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 1. INSCRIÇÕES A EFECTUAR OBRIGATORIAMENTE NA FEDERAÇÃO - PO 01 - PO 02 - PO 03 Todos os agentes desportivos, Treinadores e Oficiais,

Leia mais

O processo de filiação de clubes/entidades é SEMPRE efetuado através da respetiva associação.

O processo de filiação de clubes/entidades é SEMPRE efetuado através da respetiva associação. Atualizado em 30 outubro 2012 1. Regime Transitório As normas constantes neste documento vigorarão até à entrada em funcionamento da plataforma eletrónica para a gestão das filiações e inscrições em eventos

Leia mais

lince Plataforma Desportiva

lince Plataforma Desportiva lince Plataforma Desportiva Definições Genéricas REGISTO Inscrição Electrónica de um Agente Desportivo na lince Plataforma Desportiva Electrónica da Federação Portuguesa de Atletismo. INSCRIÇÃO INICIAL

Leia mais

Inscrições Online 2010-2011 INSCRIÇÕES

Inscrições Online 2010-2011 INSCRIÇÕES GUIA DE INSCRIÇÕES Introdução A aplicação de inscrições online é uma aplicação informática, exclusivamente disponível através da internet, em funcionamento desde 2005 e que disponibiliza as seguintes funcionalidades:

Leia mais

Regras de Filiação 2009/10

Regras de Filiação 2009/10 As Regras de Filiação, válidas para a época de 2009/2010 são as seguintes: 1) De acordo com o artigo 5º do Regulamento de Filiações da FPX, poderão filiar-se na FPX todos os indivíduos, independentemente

Leia mais

INDICE MORADA E CONTACTOS DA AFA 2º CAPÍTULO 4º CAPÍTULO 5º CAPÍTULO

INDICE MORADA E CONTACTOS DA AFA 2º CAPÍTULO 4º CAPÍTULO 5º CAPÍTULO INDICE MORADA E CONTACTOS DA AFA 1º CAPÍTULO - Correspondência de Clubes para AFA e FPF - Correspondência de Clubes para órgãos sociais da AFA - Taxas de Filiação de Clubes - Taxas de Inscrição de Equipas

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DO PORTO www.atmporto.com

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DO PORTO www.atmporto.com COMUNICADO NRº 01 ÉPOCA 2015/2016 DATA 01/08/15 1 - ABERTURA DA ÉPOCA 2015/2016 2 - INSCRIÇÕES 3 - ESCALÕES ETÁRIOS OFICIAIS 4 - FILIAÇÃO DO CLUBE NA ATM PORTO 5 - SEGURO DESPORTIVO 6 - INSCRIÇÕES DE ATLETAS

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA Circular nº 14/ 05/ D Assunto: Normas Administrativas da A.D.J.L. - 2006 Lisboa, 4 de Outubro de 2005 Exmos. Senhores, Conhecidas as condições contratadas pela FPJ e a SECOSE, referentes ao seguro desportivo,

Leia mais

Associação de Futebol de Viseu

Associação de Futebol de Viseu Associação de Futebol de Viseu ANEXOS ANEXO 1 BOLETIM DE FILIAÇÃO O Clube: (Nome completo) Com Sede na: Freguesia de: Concelho de: Código - Contribuinte nº: Email: Em cumprimento do disposto no Estatuto

Leia mais

Exmos. Srs., Serve a presente para informar V. as Ex. as de algumas alterações que serão introduzidas na próxima época desportiva.

Exmos. Srs., Serve a presente para informar V. as Ex. as de algumas alterações que serão introduzidas na próxima época desportiva. Exmos. Srs., Serve a presente para informar V. as Ex. as de algumas alterações que serão introduzidas na próxima época desportiva. Cartão de identificação de atletas: É obrigatório para todos os atletas.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE S. MIGUEL

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE S. MIGUEL ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE S. MIGUEL Instituição de Utilidade Pública Pessoa Colectiva n.º 512019673 Fundada em 26.03.86 Filiada na Federação Portuguesa Atletismo RUA PINTOR DOMINGOS REBELO N.º 4 TELEFONE

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 Versão 2 agosto 2013 Índice 1. Nota introdutória... 3 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 3 3. Refiliação de Clubes e Entidades

Leia mais

INSCRIÇÕES E RENOVAÇÕES ÉPOCA 2013/2014

INSCRIÇÕES E RENOVAÇÕES ÉPOCA 2013/2014 11 INSCRIÇÕES E RENOVAÇÕES ÉPOCA 2013/2014 CONDIÇÕES OBRIGATÓRIAS: (Baseado nas NORMAS REGULAMENTARES para a época 2011/2012 e seguintes, Aprovado na ASSEMBLEIA GERAL de 26 Novembro 2011) I FILIAÇÃO/ RENOVAÇÃO:

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.º 1 ÉPOCA 2015/2016 Associação de Andebol do Algarve

COMUNICADO OFICIAL N.º 1 ÉPOCA 2015/2016 Associação de Andebol do Algarve Distribuição: FAP e Clubes Filiados 1. Direcção 1.1 A época desportiva 2014/2015 termina no dia 31/07/2015. A época desportiva 2015/2016 inicia-se no dia 01/08/2015. 1.2 Informamos que o horário de funcionamento

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 0 DE FEVEREIRO DE 200 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 31 4440-505 VALONGO

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL Nº 1 ÉPOCA 2014 / 2015

COMUNICADO OFICIAL Nº 1 ÉPOCA 2014 / 2015 COMUNICADO OFICIAL Nº 1 ÉPOCA 2014 / 2015 1 NORMAS E INSTRUÇÕES ÉPOCA 2014/2015 ÍNDICE CAPÍTULO 1 GENERALIDADES 1.1 ÉPOCA OFICIAL 1.2 HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DOS SERVIÇOS DA AFL 1.3 CORRESPONDÊNCIA COM

Leia mais

SEGURANÇA PRIVADO - PEDIDO DE EMISSÃO DE CARTÃO PROFISSIONAL

SEGURANÇA PRIVADO - PEDIDO DE EMISSÃO DE CARTÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA PRIVADA Rua da Artilharia 1, n.º 21, 4.º andar 1269-003 LISBOA Telefones: 213 703 990 213 703 900 Fax 213 874 770 E-mail depspriv@psp.pt M 40.1 - PEDIDO DE EMISSÃO DE CARTÃO PROFISSIONAL

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE VOLEIBOL DE S. MIGUEL

ASSOCIAÇÃO DE VOLEIBOL DE S. MIGUEL ASSOCIAÇÃO DE VOLEIBOL DE S. MIGUEL REGULAMENTO INTERNO SECÇÃO I COMISSÕES DIRECTIVAS Artigo 1º As Comissões Directivas dependem directamente da Direcção competindo-lhes assegurar as actividades julgadas

Leia mais

XXVI TRAVESSIA DOS TEMPLÁRIOS

XXVI TRAVESSIA DOS TEMPLÁRIOS Regulamento 28 Setembro.2014 APROVADO PELA FPN EM 22 DE JULHO DE 2014 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ORGANIZAÇÃO Associação de Natação do Distrito de Santarém. Associação

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 JULHO 2013 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 4 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

Comunicado Oficial n.º 1 Época 2014-2015

Comunicado Oficial n.º 1 Época 2014-2015 Época 2014-2015 Aprovado pela Direção da Federação Portuguesa de Futebol, de acordo com o disposto no artigo 10.º e alíneas a) e c) do número 2 do artigo 41.º, do Decreto-Lei n.º 248-B/2008, de 31 de Dezembro

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2014/2015

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2014/2015 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2014/2015 JUNHO 2014 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 5 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

REGULAMENTO DE REMO 2007 2008

REGULAMENTO DE REMO 2007 2008 REGULAMENTO DE REMO 2007 2008 REGATAS OFICIAIS E CAMPEONATOS ESTADUAIS CAPÍTULO I DOS REMADORES E SUAS CATEGORIAS: Artigo 1º O(a)(s) remador(a)(es)(as) que vierem a participar de regatas da serão divididos

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO INTERNO DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO INTERNO DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1º A Federação Portuguesa de Voleibol, também abreviadamente designada por F.P.V., é uma pessoa colectiva de utilidade pública desportiva sem fins lucrativos,

Leia mais

PROPOSTA REGULAMENTO ELEITORAL DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE XADREZ

PROPOSTA REGULAMENTO ELEITORAL DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE XADREZ PROPOSTA DE ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE XADREZ DE BEJA REGULAMENTO ELEITORAL DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE XADREZ Artigo 1º Ano das Eleições 1. As Eleições para a Assembleia Geral e Órgãos Sociais da Federação

Leia mais

II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES

II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES IX CIRCUITO NACIONAL DE ÁGUAS ABERTAS Regulamento 02.Agosto.2009 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ORGANIZAÇÃO Associação de Natação

Leia mais

FUTSAL. www.inatel.pt

FUTSAL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS FUTSAL www.inatel.pt FUTSAL NORMAS ESPECIFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

Comunicado Oficial N.º 1 Época 2013-2014

Comunicado Oficial N.º 1 Época 2013-2014 Época 2013-2014 Aprovado na reunião da Direção da Federação Portuguesa de Futebol, de 12 de Junho de 2013, de acordo com o disposto no artigo 10.º e alíneas a) e c) do número 2 do artigo 41.º, do Decreto-Lei

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PATINAGEM ARTÍSTICA

REGULAMENTO GERAL DA PATINAGEM ARTÍSTICA REGULAMENTO GERAL DA PATINAGEM ARTÍSTICA Sumário / Índice PARTE I ENQUADRAMENTO NORMATIVO E DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º REGULAMENTO GERAL DA PATINAGEM ARTÍSTICA ENQUADRAMENTO

Leia mais

Freguesia de Requião

Freguesia de Requião Freguesia de Requião Regulamento e Tabela de Taxas e Licenças Ano de 2014 Em conformidade com o disposto nas alíneas d) e f), nº 1 do artigo 9º, conjugada com a alínea h) do nº 1 do artigo 16º, da Lei

Leia mais

CAPÍTULO IV INSTALAÇÕES PÚBLICAS, DESPORTIVAS E DE RECREIO SECÇÃO I. Artigo 19.º Instalações Públicas, Desportivas e de Recreio

CAPÍTULO IV INSTALAÇÕES PÚBLICAS, DESPORTIVAS E DE RECREIO SECÇÃO I. Artigo 19.º Instalações Públicas, Desportivas e de Recreio CAPÍTULO IV INSTALAÇÕES PÚBLICAS, DESPORTIVAS E DE RECREIO SECÇÃO I TAXAS Artigo 19.º Instalações Públicas, Desportivas e de Recreio 3- Piscina Coberta 3.1 Regime da Escola Municipal de Natação Dos 6 aos

Leia mais

REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL

REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS DA COM AS ALTERAÇÕES APROVADAS NA ASSEMBLEIA GERAL DE 06.DEZEMBRO.2008 E NAS REUNIÕES DE DIRECÇÃO DE 28.JULHO.2011; 06.NOVEMBRO.2012; 26.FEVEREIRO. 2014 1 2 ÍNDICE

Leia mais

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO Campeonato Nacional Feminino 2ª Divisão 2010_11 FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO A. Clubes Apurados B. Modelo Competitivo C. Marcação de Jogos D. Arbitragem E. Inscrição das

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

Montes Claros/MG, / / 2015. Assinatura (por extenso) do Atleta

Montes Claros/MG, / / 2015. Assinatura (por extenso) do Atleta FICHA DE INSCRIÇÃO DE ATLETA NOME DO ATLETA: Assinatura (por extenso) do Atleta Autorizo meu filho menor a se inscrever e participar da Iª COPA DE FUTEBOL DE CAMPO/MIRIM DESPORTISTA JOSÉ MARIA MELO VERSÃO

Leia mais

Edição 2014/2015 Clube de Kung Fu Hong Long Todos os direitos reservados

Edição 2014/2015 Clube de Kung Fu Hong Long Todos os direitos reservados Edição 2014/2015 Clube de Kung Fu Hong Long Todos os direitos reservados GUIA DO PRATICANTE O presente Guia é um primeiro contacto com o programa de ensino das artes marciais chinesas promovido pelo Clube

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL COMUNICADO OFICIAL N.º 023 20.08.2015 Época 2015/16 POLICIAMENTO DESPORTIVO SEGURANÇA A JOGOS PARA TODAS AS COMPETIÇÕES DISTRITAIS ÉPOCA DE 2015/2016 E SEGUINTES Para conhecimento

Leia mais

PARTE GERAL I. Época oficial II. Horário de Funcionamento e Registo de Entrada III. Correspondência IV. Tabelas de Emolumentos e Taxas INSCRIÇÕES

PARTE GERAL I. Época oficial II. Horário de Funcionamento e Registo de Entrada III. Correspondência IV. Tabelas de Emolumentos e Taxas INSCRIÇÕES CAPÍTULO 1º PARTE GERAL PARTE GERAL I. Época oficial II. Horário de Funcionamento e Registo de Entrada III. Correspondência IV. Tabelas de Emolumentos e Taxas Pág. 3-5 CAPÍTULO 2º INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS

Leia mais

Comunicado Oficial nº 1 2015/2016 Página 1 de 23

Comunicado Oficial nº 1 2015/2016 Página 1 de 23 Comunicado Oficial n.º 1 Época 2015/2016 Aprovado na reunião da Direção da Federação Portuguesa de Futebol, de 25 de junho de 2015, de acordo com o disposto no artigo 10.º e nas alíneas a) e c) do número

Leia mais

XXVI CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUNIORES E ABSOLUTO 2015

XXVI CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUNIORES E ABSOLUTO 2015 XXVI CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUNIORES E ABSOLUTO 2015 ANÚNCIO DE REGATA A Federação Portuguesa de Vela, com o apoio da Fidelidade, e em conjunto com a Associação Regional de Vela do Centro, em coorganização

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA REGULAMENTO DE FILIAÇÕES (Aprovado em 26 de Abril de 2013) Artigo 1º Objeto Este regulamento estipula as normas administrativas gerais para a filiação de clubes,

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA REGULAMENTO DE FILIAÇÕES (Aprovado em 26 de Abril de 2013) Artigo 1º Objeto Este regulamento estipula as normas administrativas gerais para a filiação de clubes,

Leia mais

Regulamento dos Cursos de Treinadores. Patinagem Artística Grau I

Regulamento dos Cursos de Treinadores. Patinagem Artística Grau I Regulamento dos Cursos de Treinadores Patinagem Artística Grau I 1. Organização A responsabilidade dos Cursos de Treinadores é da Federação de Patinagem de Portugal (FPP), através da Direcção Técnica Nacional

Leia mais

Associação de Patinagem de Setúbal

Associação de Patinagem de Setúbal Exmos.Senhores, Associação de Patinagem de Setúbal Fundada em 1987 Filiada na Federação Portuguesa de Patinagem Rua Stara Zagora, 22-A 2830-364 Barreiro - Telefone 212.078.409 - Fax 212.077.113 INSTITUIÇÃO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS Manual de Procedimentos - Temporada 2015

DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS Manual de Procedimentos - Temporada 2015 MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PARANAENSE DE FUTEBOL 2015 O procedimento para o protocolo do pedido de registro de atleta seguirá a seguinte tramitação:

Leia mais

REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa

REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa O presente regulamento, aprovado pelo, rege a organização dos Cursos de Treinadores de Grau I e do curso em epígrafe (Porto/Coimbra/Lisboa)

Leia mais

Pretende-se com o presente documento apresentar de forma detalhada todas as funcionalidades disponíveis através da Aplicação de Inscrições On-Line.

Pretende-se com o presente documento apresentar de forma detalhada todas as funcionalidades disponíveis através da Aplicação de Inscrições On-Line. Índice 1 Introdução... 3 1.1 O que é a Aplicação de Inscrições On-Line... 4 1.2 Acesso à Aplicação de Inscrições On-Line... 5 1.3 Requisitos... 5 1.4 Segurança... 5 2 Funcionalidades da Aplicação... 7

Leia mais

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO

Abrir uma empresa PRÉ-CONSTITUIÇÃO Abrir uma empresa As três formas jurídicas mais utilizadas são as Empresas de Sociedade Simples, Sociedade Empresária e Empresário Individual, é nelas que eu vou me basear para mostrar os procedimentos

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.: 487 DATA: 2012.06.29

COMUNICADO OFICIAL N.: 487 DATA: 2012.06.29 COMUNICADO OFICIAL N.: 487 DATA: 2012.06.29 REGULAMENTO DO ESTATUTO, DA CATEGORIA, DA INSCRIÇÃO E TRANSFERÊNCIA DOS JOGADORES Para conhecimento dos Sócios Ordinários, Clubes/SAD s e demais interessados

Leia mais

ANÚNCIO DE REGATA. 1.1. A Prova será disputada de acordo com as regras, tal como definidas nas Regras de Regata à Vela.

ANÚNCIO DE REGATA. 1.1. A Prova será disputada de acordo com as regras, tal como definidas nas Regras de Regata à Vela. ANÚNCIO DE REGATA A Federação Portuguesa de Vela com o patrocínio da EDP, apoio da Fidelidade Mundial, em conjunto com a Associação Regional de Vela do Norte, e em coorganização com o Clube Náutico da

Leia mais

Federação Paraense do Desporto Taekwondo

Federação Paraense do Desporto Taekwondo CAMPEONATO PARAENSE 2010 e BELÉM OPEN DE TAEKWONDO 2010 25 a 28 de NOVEMBRO de 2010 BELÉM-PA 1º Seletiva Para a Seleção Paraense Juvenil e Adulto e 2011 Realização: Federação Paraense do Desporto Taekwondo

Leia mais

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estágio dos estudantes de Licenciatura

Leia mais

Roteiro Procedimental

Roteiro Procedimental Prezado (a) Atleta (a), Informamos que é de grande importância para a análise de seu pleito, que encaminhe os documentos para o Programa Bolsa Atleta de uma única vez, ou seja, envie a ficha de inscrição

Leia mais

FUTEBOL. www.inatel.pt

FUTEBOL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS FUTEBOL www.inatel.pt FUTEBOL NORMAS ESPECIFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

FEDERAÇÃO NACIONAL DE KARATE PORTUGAL

FEDERAÇÃO NACIONAL DE KARATE PORTUGAL Assunto: Fase II de Procedimentos Online Exmos. Srs. A TODAS AS ASSOCIAÇÕES A introdução em Setembro de 2011 da FASE I do novo método de registo de inscrições/renovações de atletas, treinadores e inscrições

Leia mais

SERVIÇOS ACADÉMICOS REGULAMENTO DE MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES ARTIGO 1º ÂMBITO ARTIGO 2º DEFINIÇÕES

SERVIÇOS ACADÉMICOS REGULAMENTO DE MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES ARTIGO 1º ÂMBITO ARTIGO 2º DEFINIÇÕES SERVIÇOS ACADÉMICOS REGULAMENTO DE MATRÍCULAS E INSCRIÇÕES ARTIGO 1º ÂMBITO 1. O presente regulamento fixa as normas gerais relativas a matrículas e inscrições nos diferentes cursos das Escolas integradas

Leia mais

XXXIV MEIA-MARATONA INTERNACIONAL DA NAZARÉ XIII VOLTA À NAZARÉ III CAMINHADA VIII MEIA do FUTURO REGULAMENTO GERAL

XXXIV MEIA-MARATONA INTERNACIONAL DA NAZARÉ XIII VOLTA À NAZARÉ III CAMINHADA VIII MEIA do FUTURO REGULAMENTO GERAL XXXIV MEIA-MARATONA INTERNACIONAL DA NAZARÉ XIII VOLTA À NAZARÉ III CAMINHADA VIII MEIA do FUTURO REGULAMENTO GERAL Artigo 1º Artigo 2º Artigo 3 Numa organização da Meia Maratona Internacional da Nazaré-Associação

Leia mais

CONCURSO Nº 5/DGP/2012 VENDA DE MORADIAS COM LOGRADOURO, EM TERRENO EM REGIME DE DIREITO DE SUPERFÍCIE, EM SALEMA

CONCURSO Nº 5/DGP/2012 VENDA DE MORADIAS COM LOGRADOURO, EM TERRENO EM REGIME DE DIREITO DE SUPERFÍCIE, EM SALEMA CONCURSO Nº 5/DGP/2012 VENDA DE MORADIAS COM LOGRADOURO, EM TERRENO EM REGIME DE DIREITO DE SUPERFÍCIE, EM SALEMA FREGUESIA DE BUDENS, CONCELHO DE VILA DO BISPO REGULAMENTO CONCURSO Nº 5/DGP/12 VENDA DE

Leia mais

Curso Regional de Juizes F.P.S. 2015

Curso Regional de Juizes F.P.S. 2015 Curso Regional de Juizes F.P.S. 2015 I Inscrições De acordo com o projecto de formação de Recursos Humanos da F.P.S. para 2013-2017 irá decorrer emviana do Castelo nos dias de 21 e 22 de Março um curso

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2015/2016

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2015/2016 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2015/2016 AGOSTO 2015 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 5 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

SÁBADO, 27 JUNHO 2015

SÁBADO, 27 JUNHO 2015 1 1. ENQUADRAMENTO No âmbito da realização na cidade de Setúbal, da FINA 10 km Marathon Swimming World Cup - Setúbal 2015, competição integrada na Taça do Mundo de Águas Abertas FINA 2015, a Federação

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto Rua António Pinto Machado, n.º 96 4100 068 Porto Circular n.º 234 = 2014/2015= COMUNICADO OFICIAL Para conhecimento e orientação dos Clubes filiados, SAD s, SDUQ s e demais interessados, divulgamos os

Leia mais

INFORMAÇÕES RESUMIDAS SOBRE A INSCRIÇÃO (até dia 18/10/2011)

INFORMAÇÕES RESUMIDAS SOBRE A INSCRIÇÃO (até dia 18/10/2011) SOCIEDADE BRASILEIRA DE SALVAMENTO AQUÁTICO INFORMAÇÕES RESUMIDAS SOBRE A INSCRIÇÃO (até dia 18/10/2011) Poderão inscrever-se os guarda-vidas em atividade (comprovados mediante documentação pessoal ou

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA PESSOA COLECTIVA DE UTILIDADE PÚBLICA

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA PESSOA COLECTIVA DE UTILIDADE PÚBLICA CIRCULAR nº 76/15/DT Lisboa, 30 de Setembro de 2015 ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA PESSOA COLECTIVA DE UTILIDADE PÚBLICA RUA DE PONTA DELGADA Nº 61-1000-241 LISBOA NIF 501653503 TELEFONE 218460286

Leia mais

I DUATLO BTT DE SANTANA 2015 I DUATLO JOVEM BTT DE SANTANA 2015

I DUATLO BTT DE SANTANA 2015 I DUATLO JOVEM BTT DE SANTANA 2015 I DUATLO BTT DE SANTANA 2015 I DUATLO JOVEM BTT DE SANTANA 2015 Sábado, 24 de Outubro de 2015 Distância Sprint: 5kms Corrida / 16 kms BTT / 2.5 kms Corrida Distância S.Sprint: 2.5kms Corrida / 8 kms BTT

Leia mais

Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição Código Mundial Antidopagem

Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição Código Mundial Antidopagem Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? São várias as substâncias e métodos proibidos cuja deteção só é possível com a realização de controlos fora de competição.

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA Tabela de Taxas e Inscrições Época Desportiva de 2015 (Aprovada em 04 de Dezembro de 2014) Artigo 1º Objeto O presente documento estipula os valores a aplicar durante

Leia mais

Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO

Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO Câmara Municipal de Montemor-o-Velho Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO Montemor-o-Velho, Maio de 2014 Índice REGULAMENTO... 3 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES

Leia mais

REGULAMENTO PROVA ÁGUAS ABERTAS PENICHE A NADAR

REGULAMENTO PROVA ÁGUAS ABERTAS PENICHE A NADAR REGULAMENTO PROVA ÁGUAS ABERTAS PENICHE A NADAR 1 REGULAMENTO PROVA DE ÁGUAS ABERTAS PENICHE A NADAR 1. ENQUADRAMENTO No âmbito da realização na cidade de Peniche, da prova de Águas Abertas PENICHE A NADAR,

Leia mais

EDP - X CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUVENIS

EDP - X CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUVENIS EDP - X CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUVENIS ANÚNCIO DE REGATA A Federação Portuguesa de Vela com o patrocínio da EDP, apoio da Fidelidade, em conjunto com a Associação Regional de Vela dos Açores, e em coorganização

Leia mais

Regulamento de Prova

Regulamento de Prova Regulamento de Prova ORGANIZAÇÃO! 3 ARBITRAGEM! 3 DATA / LOCAL / PROGRAMA! 3 PROVAS E ESCALÕES ETÁRIOS! 3 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO! 5 DISPOSIÇÕES GERAIS! 5 INSCRIÇÕES! 6 CLASSIFICAÇÕES E TEMPOS LIMITE!

Leia mais

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Fundada em 31 de Março de 1995 Filiada a Confederação Brasileira de Basketball

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Fundada em 31 de Março de 1995 Filiada a Confederação Brasileira de Basketball RESOLUÇÃO DE DIRETORIA RD 007/2010 A Diretoria da Federação Catarinense de Basketball, reunida em 19 de Janeiro de 2010, por proposta do Departamento de Registros e Documentação, e no uso de suas atribuições,

Leia mais

Manual de apoio ao Aluno Estrangeiro

Manual de apoio ao Aluno Estrangeiro Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva Rua Basílio da Gama, s/nº 1º andar Canela Salvador Bahia - Brasil CEP 40110-040 Telefone: (71) 32837410 Caro Aluno estrangeiro: Manual de apoio

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA OLIVAIS EM FÉRIAS ANO 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA OLIVAIS EM FÉRIAS ANO 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA OLIVAIS EM FÉRIAS ANO 2015 Contactos da Junta de Freguesia Morada: Rua General Silva Freire, Lote C 1849-029 Lisboa Telefone: 21 854 06 90 Fax: 21 852 06 87 / 21 248 79 25 E-mail:

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL Nº 1 NORMAS E INSTRUÇÕES ÉPOCA 2012/2013

COMUNICADO OFICIAL Nº 1 NORMAS E INSTRUÇÕES ÉPOCA 2012/2013 COMUNICADO OFICIAL Nº 1 NORMAS E INSTRUÇÕES ÉPOCA 2012/2013 Comunicado Oficial nº 1 Época Desportiva 2012-2013 1 Caros Presidentes, Inicia-se, oficialmente, na próxima 2ª Feira, a nova época desportiva

Leia mais

I 12/05 a 31/05/2015 Inscrição online II 12/05 a 05/06/2015 Envio de documentos comprobatórios. Publicação da lista de contemplados

I 12/05 a 31/05/2015 Inscrição online II 12/05 a 05/06/2015 Envio de documentos comprobatórios. Publicação da lista de contemplados O Bolsa Atleta é um programa do Ministério do Esporte que visa beneficiar atletas prioritariamente nos esportes Olímpicos e Paralímpicos. Cabe à CBJ, a declaração de pleito e/ou prestação de contas que

Leia mais

Normas de Licenciamento de Cursos de Treinadores. UEFA Basic /II Grau de Futebol UEFA C / Raízes /I Grau de Futebol I e II Graus de Futsal

Normas de Licenciamento de Cursos de Treinadores. UEFA Basic /II Grau de Futebol UEFA C / Raízes /I Grau de Futebol I e II Graus de Futsal Normas de Licenciamento de Cursos de Treinadores UEFA Basic /II Grau de Futebol UEFA C / Raízes /I Grau de Futebol I e II Graus de Futsal Aprovadas em reunião da Direção de 5 de Novembro de 2013 Índice

Leia mais

Regulamento da Prova

Regulamento da Prova II Torneio Internacional de Águas Abertas do Mondego Regulamento da Prova 19.Setembro.2010 1. ORGANIZAÇÃO Câmara Municipal do Município Associação de Natação de Coimbra 2. APOIOS Arena Polisport EaFit

Leia mais

CAMPEONATO NACIONAL TRIAL BIKE 2015

CAMPEONATO NACIONAL TRIAL BIKE 2015 CAMPEONATO NACIONAL TRIAL BIKE 2015 Atualizado a 09/09/2015 1- INTRODUÇÃO 1.1- O Campeonato Nacional de Trial Bike é propriedade exclusiva da UVP/Federação Portuguesa de Ciclismo e consta de uma prova

Leia mais

REQUERIMENTO Documentos de estabelecimentos privados de ensino superior

REQUERIMENTO Documentos de estabelecimentos privados de ensino superior IESE A preencher pelos serviços Despacho DSSRES: Data: Índice n.º RD: Data: Selo de registo de entrada na DGES REQUERIMENTO Documentos de estabelecimentos privados de ensino superior Este formulário destina-se

Leia mais

GUIA DE INSCRIÇÃO PCAND 2015-2016

GUIA DE INSCRIÇÃO PCAND 2015-2016 GUIA DE INSCRIÇÃO PCAND 2015-2016 INTRODUÇÃO À semelhança das épocas desportivas anteriores, o processo de inscrição na PCAND para a Época Desportiva 2015/2016 será realizado on-line, no site da PCAND

Leia mais

Até que idade se recebe o Abono?

Até que idade se recebe o Abono? O que é o abono de família para crianças e jovens? É um apoio em dinheiro, pago mensalmente, para ajudar as famílias no sustento e na educação das crianças e jovens. Quem tem direito ao abono de família?

Leia mais

V. REGULAMENTAÇÃO RELATIVA À HOMOLOGAÇÃO DE RECORDES DE PORTUGAL, RECORDES NACIONAIS E RECORDES NACIONAIS DE ESTRADA

V. REGULAMENTAÇÃO RELATIVA À HOMOLOGAÇÃO DE RECORDES DE PORTUGAL, RECORDES NACIONAIS E RECORDES NACIONAIS DE ESTRADA V. REGULAMENTAÇÃO RELATIVA À HOMOLOGAÇÃO DE RECORDES DE PORTUGAL, RECORDES NACIONAIS E RECORDES NACIONAIS DE ESTRADA A. Homologação de Recordes de Portugal 1. GENERALIDADES Para que uma marca possa ser

Leia mais

Regulamento Policiamento. Jogos do Campeonato Distrital de Futebol 9 e 7 Feminino / Futsal Feminino da A.F.L. Época 2015 /2016

Regulamento Policiamento. Jogos do Campeonato Distrital de Futebol 9 e 7 Feminino / Futsal Feminino da A.F.L. Época 2015 /2016 Regulamento Policiamento Jogos do Campeonato Distrital de Futebol 9 e 7 Feminino / Futsal Feminino da A.F.L. Época 2015 /2016 Índice 1. Introdução... 2 2. Estratégia para Redução de Custos...3 2.1 Policiamento

Leia mais

CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015. - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única.

CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015. - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única. CAMPEONATOS NACIONAIS DE EQUIPAS 2014 / 2015 I DIVISÃO - SENIORES MASCULINOS - Este Campeonato será disputado por 10 (dez) equipas incluídas numa Zona Única. - O Campeonato compreenderá duas fases distintas:

Leia mais

CLUB INTERNACIONAL DE FOOT-BALL

CLUB INTERNACIONAL DE FOOT-BALL REGULAMENTO GERAL DE PROVAS de Futebol 11 (categoria sénior) Capítulo I - Da realização dos torneios e jogos Capítulo II - Das inscrições Capítulo III - Da disciplina Capítulo IV - Da representação das

Leia mais

VI ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES

VI ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES VI ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES PROVA DE DIVULGAÇÃO (400 metros) Regulamento Específico 1. ORGANIZAÇÃO Associação de Natação do Distrito de Santarém. Câmara Municipal de Abrantes. 2. ARBITRAGEM A arbitragem

Leia mais

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo)

GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) GUIA PRÁTICO PROVA ESCOLAR (Abono de Família para Crianças e Jovens e Bolsa de Estudo) INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Pág. 1/14 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Prova Escolar (Abono de Família

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 INSCRIÇÕES... 4 DATAS E LOCAIS DOS ENCONTROS 4 ESCALÕES ETÁRIOS/DURAÇÃO DE JOGO... 4 CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... Erro! Marcador não definido.

Leia mais

C E R T I F I C A Ç Ã O REGULAMENTO NACIONAL DE CERTIFICAÇÕES

C E R T I F I C A Ç Ã O REGULAMENTO NACIONAL DE CERTIFICAÇÕES C E R T I F I C A Ç Ã O REGULAMENTO NACIONAL DE CERTIFICAÇÕES Com o objetivo de melhorar o nível de confiabilidade e segurança das certificações emitidas pelas ASSESPRO REGIONAIS a favor de seus associados,

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS II CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS II CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS 2009 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ÂMBITO O II Campeonato Nacional Masters de Águas Abertas atribuirá o título

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE PESCA DESPORTIVA Tabela de Taxas e Inscrições Época Desportiva de 2017 (Aprovada em 13 de Dezembro de 2016) Artigo 1º Objeto O presente documento estipula os valores a aplicar durante

Leia mais

M U N I C Í P I O D E V A L E N Ç A C ÂM ARA MUNIC I PAL

M U N I C Í P I O D E V A L E N Ç A C ÂM ARA MUNIC I PAL CARTÃO MUNICIPAL DO IDOSO REGULAMENTO PREÂMBULO Portugal, quer pelo aumento da esperança de vida, quer pelos baixos níveis da natalidade, está a tornar-se num país com população envelhecida. Valença não

Leia mais

GUIA PRÁTICO ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS POR AJUSTE DIRETO

GUIA PRÁTICO ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS POR AJUSTE DIRETO GUIA PRÁTICO ARRENDAMENTO DE IMÓVEIS POR AJUSTE DIRETO INSTITUTO DE GESTÃO FINANCEIRA DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P. Pág. 1/13 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Arrendamento de Imóveis por Ajuste Direto PROPRIEDADE

Leia mais

ARTº 1º Delegados ao Congresso. ARTº 2º São Delegados ao X Congresso:

ARTº 1º Delegados ao Congresso. ARTº 2º São Delegados ao X Congresso: REGULAMENTO ELEITORAL DO X CONGRESSO AVEIRO 13 DE JULHO DE 2013 ARTº 1º Delegados ao Congresso Podem ser eleitos delegados ao Congresso todos os associados que tenham sido admitidos como sócios do SINDEP

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N 39 - v4.12) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais