De acordo com números apresentados pela

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "De acordo com números apresentados pela"

Transcrição

1 Carteiro open source A versão mais recente do servidor de colaboração Open-Xchange inclui novas interfaces, como suporte a MAPI para Outlook e conexão com dispositivos móveis. Neste artigo, observamos os novos recursos e explicamos como instalar a versão comunitária. por Thomas Drilling De acordo com números apresentados pela Open-Xchange (OX) [1], a empresa é o fornecedor líder de tecnologia para groupware hospedado, com mais de 24 milhões de usuários. Os clientes do provedor de Internet 1&1 (um dos maiores provedores de hospedagem do mundo), por exemplo, conhecem o software sob o nome de 1&1 Webmail e 1&1 MailXchange. Além dos 2,5 milhões de usuários do 1&1, outro 1,4 milhão de usuários da Host Europe e 40 mil servidores na Intergenia AG foram recentemente agregados. A companhia está intensificando seus negócios internacionais e conquistou novos clientes na América do Norte e Grã-Bretanha no início deste ano. Esses grandes clientes ainda estão longe de explicar os 24 milhões de clientes que a Open-Xchange diz ter, mas a grande adoção da ferramenta deixa o valor da variante na modalidade de software como serviço (SaaS) da ferramenta bastante clara. Em vez de depender de servidores, os usuários podem instalar o Open-Xchange eles mesmos, comprando suporte comercial ou executando a versão comunitária, gratuita. Neste artigo, focarei na implementação e integração da edição comunitária para servidores e vou abranger a comunicação com o Outlook. O excelente manual do usuário [2] pode oferecer explicações adicionais. Alinhado a isso, darei uma perspectiva da interface do usuário e como ela se relaciona com os novos recursos do OX versão de hospedagem, que é principalmente voltada para provedores de serviços, você pode escolher entre Server e Advanced Server. A versão Community [3] é similar à Server e não tem restrições ao escopo de recursos, mas não oferece suporte do fabricante. Além disso, todas as interfaces interessantes e clientes estão disponíveis somente no produto comercial. Se quiser suporte ou evitar o processo complexo de integrar o ambiente OX com sua própria infraestrutura, você provavelmente terá de optar pela versão Advanced Server Edition (ASE). Para um administrador em um negócio de tamanho pequeno ou médio, as versões Server e Community são estrategicamente as mais interessantes se você ignorar a questão do custo. As tarefas de instalar e configurar a versão Community têm a reputação de serem complexas e extremamente demoradas; com versões mais antigas, Família de produtos Ao escolher um produto, administradores podem optar por diversas variantes. Além da Figura 1 Graças ao Ajax, o Open-Xchange 6.20 agora suporta comportamentos alternativos de janela. 51

2 Figura 2 Antes de instalar e configurar a versão Community, faz sentido conhecer a estrutura e arquitetura do back end do OX (fonte: Open-Xchange). você realmente precisa construir a instalação a partir do código fonte. Hoje, a implementação da versão Community não é mais um problema, graças aos pacotes para as principais distribuições, o script de instalação e a documentação. Uma coisa que ainda causa dor de cabeça é a integração do Open-Xchange com sua própria infraestrutura. Isso não deveria ser considerada uma desvantagem, já que essa é uma medida intencional de flexibilidade, que dá ao administrador livre escolha em se tratando da configuração do servidor web, banco de dados, serviço de diretórios e sistema de s. Por exemplo, o Open-Xchange funcionará com qualquer servidor SMTP que siga os principais padrões estabelecidos (como por exemplo o Postfix, Exim, Qmail, Sendmail) ou servidores SMTP de fontes externas (como 1&1, Yahoo, Gmail). Os servidores IMAP suportados pelo Open-Xchange são Cyrus, Courier e Doyecot. Além da autenticação baseada em banco de dados, a autenticação do usuário também pode usar plugins para IMAP, PAM e LDAP. Isso significa que o Open-Xchange se integrará perfeitamente com um ambiente já existente. Open-Xchange 6.20 A maioria das mudanças na versão 6.20 se relacionam à interface do usuário. Uma das mudanças mais interessantes do ponto de vista de um administrador é que o Open-Xchange agora suporta Debian 6 (Squeeze), CentOS 6.6 e RHEL 6, além de RHEL5, SLES 10/11 e Debian 5 (Lenny). No entanto, o Ubuntu ainda está fora da lista. Usuários perceberão a interface gráfica da nova na versão 6.20, que oferece uma página de boas vindas completamente remodelada. Você pode modificar o layout rapidamente usando o mouse. Além disso, você pode mover os módulos mais utilizados para o topo da lista e os menos utilizados para baixo, ou simplesmente removê-los. Endereços, tarefas, agenda e documentos agora são editados em uma janela pop-up ou em uma aba separada na interface do usuário do Open-Xchange. Isso pode ser configurado em Configuration/Options. Um exemplo: você pode remover completamente o recurso pop-up ( figura 1 ). As configurações no Painel Compacto oferecem aos usuários de netbooks e tablets um novo layout que economiza espaço. E os desenvolvedores simplificaram o processo de criar filtros de ao suportar a colocação de mensagens em pastas diferentes baseadas no remetente, destinatário ou itens selecionados na linha de assunto. Adicionar ou remover novos membros da equipe ou da agenda de contatos é uma operação simples, baseada em um clique e os usuários de um grupo agora podem facilmente verificar quando os membros da equipe estão disponíveis para reuniões. A interface de usuário baseada na web suporta novos idiomas, como italiano, japonês e chinês simplificado. Além disso, os desenvolvedores implementaram um serviço OAuth para autenticação centralizada com redes sociais como o LinkedIn, Twitter e Facebook. Os desenvolvedores do Open-Xchange estão buscando estender as funções do Social OX [4] na próxima versão para fazer com que ele seja uma plataforma mais centralizada para todas as comunicações privadas e corporativas dos usuários, incluindo sincronização automática de dados entre LinkedIn e Facebook. Para mais detalhes sobre os novos recursos do Open-Xchange 6.20, confira o site oficial da plataforma [5]. Arquitetura O servidor de aplicação é um pacote OSGi, programado em Java, que usa interface HTTP para se comunicar com os clientes. Além disso, servidores para SOAP, WebDAV, WebDAV/XML, ical e JSON estão disponíveis. O original era o Apache Tomcat; no entanto, os desenvolvedores saíram desse padrão porque ele é muito grande e pesado para as necessidades do Open-Xchange. Versões atuais do Open-Xchange usam um servidor desenvolvido internamente, mas ainda depende do protocolo Apache Jserv (AJP) para permitir que o Apache seja implementado para servir conteúdo estático. Além disso, AJP é usado para clusterizar os servidores Open-Xchange e, se necessário, o servidor de 52

3 aplicativos também pode integrar e usar Jetty. IMAP local e servidores SMTP podem ser usados como servidor de , mas é muito mais fácil deixar que os usuários especifiquem seu próprio servidor de externo. O MySQL atua como um repositório de dados centralizado. O Open-Xchange gerencia tanto a estrutura e a configuração do servidor groupware na forma de contextos e servidores individuais no banco de dados configdb (com um nome estático) quanto os dados de groupware dos usuários no banco de dados oxdatabase (nome padrão que pode ser modificado). Ao mesmo tempo, o Open-Xchange cria um repositório de documentos em um local de armazenamento de arquivos no sistema de arquivos, o qual também pode ser gerenciado por meio do banco de dados MySQL. O gerenciamento de usuário também é manipulado pelo banco de dados MySQL. Plugins de autenticação para IMAP, PAM e LDAP estão disponíveis opcionalmente. Se você usar o último, o OX automaticamente sincroniza seus dados de usuário com um diretório LDAP. Claro, o Open-Xchange também suporta criptografia SSL e TLS. Embora o lado do servidor dependa inteiramente do Java, a interface web primária é escrita em HTML e JavaSript, oferecendo usabilidade Ajax sofisticada, tornando assim a experiência bem parecida com um aplicativo nativo de correio. Opcionalmente, clientes nativos, como Outlook e Thunderbird, podem ser integrados via IMAP e WebDAV. Um conector MAPI [6], desenvolvido em parceria com a VIPcom, agora está disponível para Outlook, presumindo que você tenha um Oxtender 2.0 comercial devidamente instalado. O Oxtender também está disponível para Plesk, Business Mobility e Mac OS X. Essas três variantes são baseadas na franquia 1.X do desenvolvimento do Oxtender. O Oxtender para Business Mobility implementa o protocolo ActiveSync do Exchange, suportando notificações e sincronização com correio, tarefas e contatos, incluindo catálogos de endereços sincronizados com redes sociais. Os dados ficam disponíveis também em dispositivos móveis (iphone, Android, Windows Mobile/Phone 7, Nokia S60, ipad e todos os tablets Honeycomb). O Oxtender para Mac OS X sincroniza contatos e compromissos com os aplicativos de contatos e ical. O Oxtender para Plesk suporta gerenciamento de Open-Xchange via Plesk. Graças às interfaces abertas, muitos produtos Figura 3 Meta pacotes facilitam a seleção de pacotes a serem instalados. de terceiros se construíram em torno do servidor OX nos anos recentes. Um exemplo é o Benno MailARchive, exibido na CeBIT Instalação da versão Community Embora a instalação da versão OX Community envolva algum esforço, quem quiser se aventurar pode contar com uma documentação útil para as várias plataformas-alvo. No entanto, focarei os pontos-chave, buscando atender lacunas que existem na documentação da plataforma. Antes de instalar o Open-Xchange Server, edição Community ou Hosting, você deve se familiarizar com a arquitetura do servidor do OX e sua abordagem funcional, entender os níveis individuais de administração e, nesse contexto, entender a lógica por trás de como as contas de usuários funcionam realmente ( figura 2 ). A primeira coisa que o Open-Xchange precisa é de uma conta MySQL administrativa chamada openexchange para o instalador e as operações administrativas de banco de dados. Você pode criar isso emitindo um comando initdb, que dá a você acesso administrativo ao banco de dados central configdb. Você precisa emitir uma senha como um parâmetro do script. No curso restante da instalação, você também encontrará o Open-Xchange Admin Master (conta de usuário oxadminmaster ), o qual é responsável por configurar o servidor e gerenciar os contextos individuais. No Open-Xchange, um contexto é um grupo de usuários fechados com um único nome de arquivo. Na prática, você deve criar um contexto para uma companhia ou um departamento. Essa solução baseada em contexto 53

4 open-xchange/sbin para seu caminho de sistema, da seguinte forma: echo PATH=$PATH:/opt/open-xchange/sbin/ >> ~/.bashrc &&. ~/.bashrc Usuários Debian podem seguir com o seguinte para adicionar o pacote fonte ao arquivo de configuração /etc/apt/sources.list.d/ debian.list : Figura 4 Exibir, mudar ou criar usuários e suas senhas na aba Privilégios. Após inicializar de forma bem-sucedida o banco de dados Open-Xchange, o phpmyadmin mostra o banco de dados configdb correspondente. faz com que o Open-Xchange seja compatível com vários clientes, o que significa que você pode claramente isolar contextos individuais. O Open-Xchange oferece um esquema defaultcontext que você pode usar como template para seus próprios contextos. A conta oxadmin, que é criada quando você cria um contexto, é o administrador do contexto e tem privilégios avançados por conta disso. Como administradora do contexto, essa conta tem a possibilidade de criar novos usuários dentro do seu domínio e é responsável geral pela gestão de usuários, recursos e grupos dentro do contexto. Ao mesmo tempo, um usuário do sistema open-xchange existe no lado Linux/Unix; essa conta é criada pelo instalador como parte do processo de instalação e é usada para executar todas as operações de sistemas de arquivos, exceto aquelas que pedem privilégios de root. A versão Community tem repositórios para as maiores distribuições, de forma que você pode integrar pacotes Open-Xchange de forma fácil com o uso do sistema de gerenciamento de pacote da sua distribuição. Usarei o Debian 5 (Lenny) para as instalações nos exemplos. O instalador Open-Xchange armazena todo o software dentro de /opt/ open-xchange em ambos os casos. Todos os binários do Open-Xchange são armazenados abaixo de /opt/open-xchange/ sbin, enquanto os arquivos críticos de configuração estão no diretório /opt/openxchange/ etc/groupware. Os scripts iniciais, como o open-change-groupware, são jogados em /etc/ init.d pelo instalador OX. Para o restante da instalação e para trabalhos administrativos posteriores, é uma boa ideia adicionar o /opt/ deb OX6/U stable/debianlenny/ / Você também pode importar as chaves para as fontes dos pacotes com os comandos: wget oxbuildkey.pub apt-key add oxbuildkey.pub E você pode verificar o repositório do pacote, assim: sudo apt-cache search open-xchange No Synaptic, esse comando mostra um número grande de pacotes, mas não se preocupe: os desenvolvedores do Open-Xchange criaram um conjunto de meta pacotes que ajudam os não especialistas a completar a instalação. Você pode filtrar os resultados da busca por open-exchange-meta para ter uma visão mais clara ( figura 3 ). Para instalar um único servidor, você pode simplesmente instalar o MySQL ( mysql-server-5.1 ) e o meta pacote open-exchange-meta-singleserver. Você pode autorizar os conectores (Outlook Extender) e clientes de mensagens e dispositivos móveis posteriormente sem qualquer problema. Além disso, um servidor de aplicação como o Open-Xcharge requer Java. Instale-o ao selecionar os meta pacotes. A seguinte linha de comando tomará conta da instalação: apt-get install mysql-server open-xchangemeta-singleserver open-xchange-authentication -database open-xchange-spamhandler-default Ou você pode usar o Synaptic em um servidor com uma interface gráfica. Com isso, você pode escolher várias alternativas para a autenticação e pacotes de filtros de spam, dependendo do sistema. Em um Ubuntu com fontes de pacote padrão e um conjunto completo de patches atualizados, poderá escolher entre o open-xchange-authentication-database (padrão), open-xchange-authentication-ldap e openxchange-authentication-imap. Instalar uma dessas alternativas te dá plugins para autenti- 54

5 car uma conta IMAP em um servidor LDAP. O plugin IMAP lida com o processo de login para a conta IMAP, mas não com gerenciamento de usuário para esta conta. Assim, usuários podem acessar o groupware Open- -Xchange se eles puderem fazer login na conta IMAP configurada. Isso não substitui o pacote de banco de dados. Uma alternativa é autenticar por meio de LDAP. Administradores no Ubuntu podem escolher entre o pacote padrão e o open-xchange-spamhandlerspamassassin como a ferramenta antispam. A configuração restante requer um banco de dados MySQL funcional. O comando initconfigdb inicializa o banco de dados Open-Xchange: /opt/open-xchange/sbin/initconfigdb --configdb-pass=db-password -a O comando -a cria uma conta administrativa chamada openexchange no banco de dados MySQL, a qual é mandatória para que o registro nos banco de dados OX seja possível. Se uma senha foi atribuída para a conta root do MySQL durante a instalação do mesmo, o comando initconfigdb falhará. Nesse caso, você deve remover a senha root do MySQL antecipadamente. O caminho mais fácil para isso é usar o phpmyadmin ( figura 4 ). Administradores com experiência no MySQL também podem usar a linha de comando. Se for utilizado o comando initconfigdb sem opções, serão exibidos os nomes de usuários que existem no contexto do MySQL para uma orientação mais fácil. A propósito, isso é verdadeiro para todos os comandos administrativos do OX. A linha /opt/open-xchange/ sbin/oxinstaller, sem nenhum parâmetro, por exemplo, te dá todos os padrões. Uma vez que você completou todas as preparações para o script oxinstaller, ainda precisa definir alguns parâmetros. Além do nome de servidor-alvo do Open-Xchange, configura-se a senha para a conta Admin Master e para o banco de dados Configdb que você acabou de configurar. O Admin Master é uma conta criada sozinha pelo script. A opção --add-license espera que você escreva o tipo de chave de licença após a compra de uma licença do Open-Xchange. Se você tiver instalado a versão Community em vez da comercial, pode usar a opção --no-license aqui: /opt/open-xchange/sbin/oxinstaller --nolicense -servername=servidor --configdb-pass= Senha-do-Banco --master-pass=senha-master --ajp-bind-port=localhost Figura 5 Você pode usar o phpmyadmin para conferir o registro de servidores. O nome do servidor OX e o server_id (identificação do servidor) estão listados na tabela servidor. Você pode usar localhost como o parâmetro do --ajp-bind-port para um cenário de servidor único; isso só é necessário para configurações em clusters. Após iniciar a configuração, o comando seguinte inicia o back-end administrativo: /etc/init.d/open-xchange-admin start Então, o seguinte comando loga o servidor OX no banco de dados configdb : /opt/open-xchange/sbin/registerserver -n Oxmaster -A oxadminmaster -P Master-Password Certifique-se de que o nome do servidor é igual às chamadas para o oxinstaller e o registerserver. Pode acontecer do oxinstaller escrever o nome do servidor no arquivo /opt/open-xchange/etc/groupware/system.properties, suportando assim uma rápida checagem de requisitos ( figura 5 ). O próximo passo é criar um diretório local no servidor, onde o open-xchange armazenará todos seus documentos o informações. Então, o usuário open-xchange do sistema precisará de permissões correspondentes de acesso a este diretório: mkdir /var/opt/filestore chown open-xchange /var/opt/filestore Novamente, você precisa registrar o diretório que armazena arquivos tanto no banco de dados, quanto no servidor Open-Xchange. O comando /opt/openxchange/sbin/registerfilestore lida com essa parte do processo: 55

6 o Open-Xchange em um servidor web ou root, precisará certificar-se de que a interface gráfica do Open-Xchange se vincule ao endereço correto de domínio ( Name-Based Virtual Hosts ). Após reiniciar o servidor web, você deve ser capaz de iniciar o groupware do Open-Xchange como segue o comando: Figura 6 A interface gráfica de usuário web está em exibição. Agora, tudo o que você precisa fazer é criar contextos e usuários Open-Xchange. /opt/open-xchange/sbin/registerfilestore -A oxadminmaster -P Senha-Admin-Master -t file:/var/opt/filestore E então, o administrador pode logar no banco de dados groupware: /opt/open-xchange/sbin/registerdatabase -A oxadminmaster -P Senha-Admin-Master -n OX-database -p Senha-BD -m true Uma vez que você tem o servidor Open-Xchange e o banco de dados em execução, precisará configurar o servidor web Apache, especialmente o módulo mod-proxy- -ajp. Você não será capaz de acessar o servidor via interface web até fazer isso. A documentação original também recomenda os módulos mod_expires e mode_default, que supostamente aumentam o desempenho substancialmente. Você pode carregar e habilitar os módulos no Apache 2 da forma tradicional ou com a2enmod : a2enmod proxy proxy_ajp proxy_balancer expires deflate headers rewrite Reinicie, então, o servidor web. Para configurar o proxy_ajp, primeiro crie o arquivo de configuração /etc/apache2/conf.d/proxy_ajp.conf correspondente. Para exibir a interface web do Open-Xchange, é necessário modificar as configurações padrão do VHost. Se estiver instalando sudo /etc/init.d/open-xchange-groupware start Daqui em diante, você deve ver a tela de login do Open-Xchange quando acessar o endereço padrão do servidor ( figura 6 ). Claro, você ainda não pode logar porque o administrador ainda precisa criar os contextos e usuários necessários. Quando executar o programa create-context para criar um contexto, o parâmetro de identificação de contexto ( -c ) sempre tem que ser único. O parâmetro --access-combination-name permite que você atribua módulos Open- Xchange e funções para o contexto individual do usuário; isso também pode ser feito com o parâmetro all (listagem 1 ). O nome de usuário do administrador de contexto aqui é oxadmin. Tudo o que você precisa fazer é criar os usuários necessários ao groupware ou os usuários no novo contexto. A conta de administrador de contexto, que você acabou de criar, é responsável por isso ( listagem 2 ). O ID do contexto relaciona-se com o contexto criado usando o parâmetro createcontext ; normalmente o valor é 1. O usuário que você acabou de criar agora pode se logar por meio da interface web. Uma coisa especial sobre a criação de usuários é que o administrador do contexto pode atribuir um servidor externo ou local ( ) ao usuário ao configurar os parâmetros --imaplogin, --imapserver e --smtpserver. Oxtender 2.0 e MAPI O Open-Xchange Oxtender suporta acesso a muitas das informações gerenciadas pelo ser- Listagem 1: Criação de um novo contexto 01 /opt/open-xchange/sbin/createcontext -A oxadminmaster -P Admin-Master-Password -c 1 -u oxadmin -d displayed_username -g first_name -s family_name -p Admin-Password -L defaultcontext -e -q access-combination-name=all Listagem 2: Criação de usuários 01 sudo /opt/open-xchange/sbin/createuser -c 1 -A oxadmin -P Admin-Password<I> -u Username -d displayed_username -g first_name -s family_name<i> -p User-Password -e --imaplogin Username --imapserver smtpserver 56

7 Figura 7 O Outlook Oxtender 2.0 com conector MAPI suporta operações online genuínas com o Outlook como um cliente no servidor Open-Xchange. vidor Open-Xchange por vários clientes nativos. Atualmente, as extensões estão disponíveis para Outlook, Mac OSX, Parallels Plesk e Business Mobility. O último garante suporte para o Microsoft Exchange ActiveSync para iphone, Windows Mobile, Android e Blackberry com um software adicional. O Outlook Oxtender, em particular, suporta o uso do Microsoft Outlook como cliente. Do ponto de vista do Open-Xchange, isso faz sentido porque é mais fácil para usuários familiarizados com o Outlook se acostumar com o Open-Xchange, além de estimular mais suporte para a plataforma do servidor de colaboração. O servidor Open-Xchange também oferece algumas funções que o Exchange não oferece, e vice-versa. Embora seja possível sincronizar caixas de correio facilmente para Open- -Xchange usando o protocolo IMAP, o Oxtender para Outlook tem um suporte mais fácil para sincronização de calendários, contatos e tarefas. Isso é implementado como um mecanismo inteligente em colaboração com o Servidor OX e se aplica a todo o Outkook Extender na série de desenvolvimento 1.x. Em contraste, o servidor Microsoft Exchange usa RPCs (chamadas de procedimento remotas) para se comunicar com o Outlook, além de suportar conexões ativas ao servidor Exchange (no modo online) e replicação. A sequência e função da comunicação entre o servidor Exchange e seus clientes suportados são descritos na interface MAPI da Microsoft, um protocolo RPC proprietário. Embora o escopo funcional do MAPI esteja descrito na documentação MAPI, da Microsoft [7], emular a interface da forma que o projeto OpenMAPI tenta não é uma questão trivial. O concorrente do Open-Xchange, o Zarafa, por exemplo, trabalhou muitos anos no que é hoje uma implementação estável do MAPI em servidores Linux. No entanto, o conceito de groupware do Zarafa e sua família de produtos dependem de um armazenamento MAPI escalonável baseado em MySQL (servidor Zarafa). A intenção é fazer com que o Zarafa pareça um servidor Exchange do ponto de vista do Outlook. Os clientes potenciais do Zarafa são, assim, usuários Microsoft que querem, principalmente, economizar dinheiro. Os escopos e alvos funcionais do Open- -Xchange são um pouco diferentes. Dado que o Outlook 2003 e os mais recentes usam conexões seguras em HTTP/HTTPS entre o cliente e o servidor para lidar com chamadas RPC, os desenvolvedores do Open-Xchange e do VIPcom implementaram uma interface MAPI do lado do cliente no Oxtender. O servidor Open-Xchange, no entanto, usa USM-JSON para se comunicar com o conector MAPI no Oxtender, o qual, por sua vez, se comunica com o Outlook. Em resumo, o novo Oxtender suporta operações em tempo real com o Microsoft Outlook, como um cliente para Open-Xchange. Embora os objetivos do Open-Xchange e publico-alvo sejam diferentes daqueles do Microsoft Exchange ou do Zarafa, o Oxtender é suportado por um assistente no estilo do Windows, no qual o administrador entra com o nome do perfil desejado, seguido pela URL do servidor Open-Xchange (HTTPS), a interface a usar (USM-JSON) e o usuário desejado. O assistente cria um perfil do Outlook baseado nessa informação. A próxima vez que o Outlook for iniciado, o Oxtender cria uma conexão para abrir o servidor Open-Xchange, após selecionar o perfil Oxtender-2.0, e exibe a caixa de diálogo de login exibida na figura 7. O Oxtender 2.0 para Microsoft Outlook também suporta a replicação de , calendários, contatos e tarefas com o servidor Open- -Xchange. Diário e caixas de notícias não são cobertas por esse processo. Graças ao MAPI, a sincronização de pastas ocorre em tempo real; quaisquer mudanças que o usuário fizer na interface web são replicadas imediatamente no Microsoft Outlook e vice-versa. Além disso, o Oxtender 2.0 sincroniza duas pastas especiais do Open-Exchange: Public Folder (pasta pública, onde os usuários salvam dados que querem compartilhar com outras) e Shared Folder 57

8 (pasta compartilhada, onde o usuário vê pastas compartilhadas por outras pessoas). Perceba que, ao logar via perfil Oxtender, a ferramenta pergunta se você quer dar prioridade ao Outlook ou ao servidor para sincronização. Sob circunstâncias normais, os usuários vão querer dar prioridade ao servidor qualquer outra coisa poderia causar perda de dados. Durante a sincronização, o Oxtender verifica sucessivamente 50 objetos por pasta e os sincroniza. Ele faz isso com todas as pastas e depois inicia novamente com a primeira. Quaisquer mudanças que o usuário fizer offline no Outlook serão automaticamente sincronizadas no próximo login. O Oxtender irá continuamente sincronizar uma pasta Outlook em tempo real se a pasta estiver habilitada. Para detalhes do escopo funcional suportado pela implementação MAPI do Oxtender 2.0, confira a documentação para Oxtender 2.0 [8]. Para informações adicionais sobre servidores de , veja o quadro 1. Quadro 1: Servidores de Com exceção da edição Advanced Server, que vem pré-configurada, o Open-Xchange não vem com seu próprio servidor de ; ao invés disso, suporta integração flexível do Open-Xchange com sua infraestrutura própria de . Ao mesmo tempo, a filosofia do Social OX é permitir a qualquer usuário fazer suas configurações na parte web de acesso externo aos seus serviços de e servidores IMAP. No módulo Configuration sob /Accounts, o Open-Xchange suporta a configuração de contas IMAP arbitrárias, como Gmail ou Yahoo. O mesmo se aplica para contas de redes sociais. Os usuários podem ir para My Social Preferences e pressionar Add para integrar o Facebook ou o LinkedIn a suas contas. Integrar s externos e contas de serviços de mensagens instantâneas é obviamente bem diferente de confi gurar um servidor centralizado de e um módulo primário de , tarefa que cabe ao administrador de contexto, que pode defi nir confi gurações para usuários individuais. O servidor de do usuário é definido pelo administrador de contexto quando ele cria um usuário com a ferramenta createuser e configura os parâmetros --imaplogin, --imapserver e --smtp-server. A senha de login do Open-Xchange e do IMAP devem ser idênticas; ou as tentativas de contatar o servidor IMAP externo irão falhar. Uma vez que o Open-Xchange não transfere senhas para a interface web por razões de segurança, logar na interface do usuário como osadmin não ajudará para resolver problemas. O Open-Xchange automaticamente desabilita o módulo de se ele não encontrar um servidor IMAP e o login falhar. Embora seja ligeiramente perigoso, você pode se logar no servidor MySQL como administrador de banco de dados do openexchange e fazer as mudanças necessárias diretamente nas tabelas correspondentes. Para tanto, selecione o banco de dados Open-Xchange criado usando o createdatabase embaixo de Databases e então selecione as tabelas user ou user_mail_account. Clique no ícone Edit ao lado do ID de usuário, o que lhe permite modificar os campos diretamente como uma URL completa: --imapserver imaps://imap.server.tld:993/. Se o servidor IMAP suportar TLS (STARTTLS), o OX automaticamente configurará o parâmetro para contatar o servidor de corretamente. Se o servidor IMAP requer uma conexão segura via SSL, você pode especificar os parâmetros como uma URL completa: --imapserver imaps://imap.server.tld:993/. O mesmo se aplica à porta 465 para SMTP ( figura 8 ). Como alternativa, você pode usar seu próprio servidor de local na máquina OX. Como mencionei mais cedo, o Open-Xchange suporta um conjunto completo de servidores IMAP populares (Courier, Cyrus, Dovecot) e servidores SMTP (Postfix, Sendmail). Você deve então configurar os parâmetros --imapserver e --smtpserver para --createuser para localhost e cuidar das configurações do Postfix ou Cyros sozinho. Por razões de velocidade, essa abordagem também faz sentido. O problema de desempenho nas comunicações com servidores externos de geralmente são causados pela conexão entre o Open-Xchange e o servidor IMAP em vez de uma conexão entre o OX e a interface web. Em contraste com um cliente IMAP normal, o Open-Xchange tem que transferir uma quantidade relativamente grande de dados porque a intermediação do armazenamento local não é possível. No caso de um servidor de externo, isso pode causar atrasos signifi cativos, por conta da latência, taxas de transmissão, traffi c shaping e assim por diante porque o IMAP é um protocolo que gera muito tráfego. Alguns fornecedores deixam o IMAP mais lento artifi cialmente. Para complicar um pouco mais o lado do servidor de , não se esqueça de que há dois arquivos de confi guração: /opt/open-xchange/etc/groupware/mail.properties e opt/open-xchange/etc/groupware/ smtp.properties. No entanto, o oxinstaller e outros scripts não tocam neles. Ao contrário, os arquivos dão ao administrador a opção de defi nir um servidor IMAP global como uma solução de reserva, que só fará sentido em casos muito excepcionais. Se um problema ocorrer ao passar os parâmetros do IMAP e SMTP para createuser, o administrador pode deletar o usuário a qualquer momento com: /opt/open-xchange/sbin/deleteuser -c C-id -A oxadmin -P senha-do-admin -i User-ID -u Nome_do_usuário 58

9 Conclusão À medida que progressos são feitos no desenvolvimento do Open-Xchange, o projeto não vê mais seu papel como uma mera solução de groupware para um departamento na intranet, mas como um repositório central de informações de toda a rede corporativa. E, se você considerar que mais de 90% de todo enviado hoje consiste de spam, e que o resto é usado equivocadamente para transportar documentos e arquivos anexados, a questão de encontrar formas mais eficientes de lidar com a informação é importante. Ao oferecer uma interface de usuário atraente, o Open-Xchange força os usuários a pensarem e documentarem suas abordagens de como planejar suas atividades e a forma como lidam com informações. Claro que perseguir a visão de se livrar de discos rígidos locais, discos rígidos externos, cartões SD e outras coisas do gênero como repositório de documentos corporativos vale muito a pena, mesmo que seja apenas para facilitar a manipulação de diferentes versões de um documento. O desenvolvimento realizado em anos recentes no setor de colaboração também mostrou que usuários desse tipo de tecnologia estão longe de entender o potencial tecnológico de maneira holística e estão longe de aproveitar tudo. A atual moda no que diz respeito à migração dos dados e das tarefas para a nuvem cria um clima mais favorável para a aceitação de soluções de colaboração e pode ajudar o Open-Xchange. Além disso, a integração com redes sociais vai muito além do que os fabricantes atualmente consideram ser útil. Nesse contexto, alguns administradores se perguntam corretamente se benefícios de soluções de groupware como Open-Xchange não seriam cancelados pelos riscos de segurança. O desktop web Open-Xchange leva esse projeto um passo mais perto da nuvem. No entanto, quando o Google introduziu o Chrome OS, eles tiveram que aceitar o fato de que usuários não estão dispostos a usar um sistema operacional e aplicativos que são executados no navegador. Para administradores e usuários, no entanto, o Open-Xchange 6.20, em combinação com o Oxtender 2.0 com o Business Mobility, oferece benefícios administrativos inequívocos. Operações de Outlook em tempo real agora são finalmente possíveis com o Open-Xchange. A possibilidade de sincronizar endereços, contatos e com smartphones de qualquer marca garante uma solução padronizada na empresa. Figura 8 Se o servidor IMAP requer uma conexão segura por SSL, você pode especificar os parâmetros. Mais informações [1] Open-Xchange: html [2] Documentação do Open-Xchange 6.20: oxpedia.org/index.php?title=main_page_ CE#documentation [3] Edição Community do Open-Xchange: oxpedia.org/index.php?title=main_page_ CE#quickinstall [4] Social OX: php?title=socialox [5] Novos recursos no OX 6.20: [6] Implementação MAPI da VIPcom: vipcomag.en/index.php [7] Especifi cações do Microsoft MAPI: microsoft.com/de-de/library/cc aspx [8] Documentação do Oxtender 2: open-xchange.com/ox6/doc/outlook-oxtender/ OX6-OXtender2-for-Microsoft-Outlook- English.pdf Gostou deste artigo? Veja este artigo em nosso site: Queremos ouvir sua opinião. Fale conosco em: 59

Manual de Utilização do Zimbra

Manual de Utilização do Zimbra Manual de Utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web (Firefox, Chrome e Internet Explorer) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário, tarefas

Leia mais

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet Ebook Como configurar e-mails no seu celular Este e-book irá mostrar como configurar e-mails, no seu celular. Sistemas operacionais: Android, Apple, BlackBerry, Nokia e Windows Phone Há muitos modelos

Leia mais

E- mail Corporativo. 2RS Soluções em TI

E- mail Corporativo. 2RS Soluções em TI E- mail Corporativo 2RS Soluções em TI Email Corporativo Índice Índice 1. Porque E- mail Corporativo é diferente?... 1 2. Ferramentas do Email Class... 2 2.1 Aplicativos do E- mail Corporativo... 2 2.1.1

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps

Manual do Usuário Microsoft Apps Manual do Usuário Microsoft Apps Edição 1 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos da Microsoft oferecem aplicativos para negócios para o seu telefone Nokia

Leia mais

Lotus Notes 8.5 para o Office 365 para empresas

Lotus Notes 8.5 para o Office 365 para empresas Lotus Notes 8.5 para o Office 365 para empresas Faça a migração O Microsoft Outlook 2013 pode parecer diferente do Lotus Notes 8.5, mas você rapidamente descobrirá que o Outlook permite fazer tudo o que

Leia mais

Configuração de Digitalizar para E-mail

Configuração de Digitalizar para E-mail Guia de Configuração de Funções de Digitalização de Rede Rápida XE3024PT0-2 Este guia inclui instruções para: Configuração de Digitalizar para E-mail na página 1 Configuração de Digitalizar para caixa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP (CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS) TUTORIAL DE USO DO WEBMAIL - UFG Página 1 de 26 Sumário Introdução...3 Layout do Webmail...4 Zimbra: Nível Intermediário...5 Fazer

Leia mais

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia de administração Publicado: 16/01/2014 SWD-20140116140606218 Conteúdo 1 Primeiros passos... 6 Disponibilidade de recursos administrativos... 6 Disponibilidade

Leia mais

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil Apresentação A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se ao desenvolvimento e criação de

Leia mais

Manual de utilização do Zimbra

Manual de utilização do Zimbra Manual de utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web ( Firefox, Chrome e Internet Explorer ) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário,

Leia mais

Aplicativo de inicialização rápida Novell Filr 1.0.2 Mobile

Aplicativo de inicialização rápida Novell Filr 1.0.2 Mobile Aplicativo de inicialização rápida Novell Filr 1.0.2 Mobile Setembro de 2013 Novell Inicialização rápida O Novell Filr permite que você acesse facilmente todos os seus arquivos e pastas do desktop, browser

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Faça a migração O Office 365 para empresas tem uma aparência diferente do Google Apps, de modo que, ao entrar, você poderá obter esta exibição para começar.

Leia mais

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO

UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO www.origy.com.br UM NOVO CONCEITO EM HOSPEDAGEM DE DOMÍNIO CARACTERÍSTICAS: E-MAIL IMAP * Acesso simultâneo e centralizado, via aplicativo, webmail e celular/smartphone * Alta capacidade de armazenamento

Leia mais

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário

BlackBerry Internet Service. Versão: 4.5.1. Guia do usuário BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia do usuário Publicado: 09/01/2014 SWD-20140109134951622 Conteúdo 1 Primeiros passos... 7 Sobre os planos de serviço de mensagens oferecidos para o BlackBerry

Leia mais

O QUE É O ZIMBRA? CONFIGURAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E SUPORTE

O QUE É O ZIMBRA? CONFIGURAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E SUPORTE O QUE É O ZIMBRA? Zimbra é uma solução corporativa de e-mail, calendário e colaboração criado para a nuvem. Com uma interface web totalmente redesenhada, o Zimbra oferece, atualmente, a experiência com

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

e-mails editores de e-mails Como configurar contas de nos principais Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails

e-mails editores de e-mails Como configurar contas de nos principais Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails Como configurar contas de e-mails nos principais editores de e-mails Podemos acessar nossos e-mails pelo webmail, que é um endereço na internet. Os domínios que hospedam com a W3alpha, acessam os e-mails

Leia mais

Manual do Trojitá. Randall Wood Tradução: André Marcelo Alvarenga

Manual do Trojitá. Randall Wood Tradução: André Marcelo Alvarenga Randall Wood Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Usando o Trojitá 6 2.1 Configurando a sua conta IMAP............................. 6 2.2 Lendo e-mails com o Trojitá................................

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian

Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Manual do Usuário Microsoft Apps for Symbian Edição 1.0 2 Sobre os aplicativos da Microsoft Sobre os aplicativos da Microsoft Os aplicativos Microsoft oferecem aplicativos corporativos Microsoft para o

Leia mais

Implementação do Office365. O365 Migração de usuários. Preparado por: Edilson Alves da Nóbrega Divisão de Informática Administração Central

Implementação do Office365. O365 Migração de usuários. Preparado por: Edilson Alves da Nóbrega Divisão de Informática Administração Central Implementação do Office365 O365 Migração de usuários Preparado por: Edilson Alves da Nóbrega Divisão de Informática Administração Central Abril de 2015 Controle de Versões Registro Data Autor Versão Histórico

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1

Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Guia de uso do Correio Eletrônico Versão 1.1 Índice Introdução ao Serviço de E-mail O que é um servidor de E-mail 3 Porque estamos migrando nosso serviço de correio eletrônico? 3 Vantagens de utilização

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

Kerio Exchange Migration Tool

Kerio Exchange Migration Tool Kerio Exchange Migration Tool Versão: 7.3 2012 Kerio Technologies, Inc. Todos os direitos reservados. 1 Introdução Documento fornece orientações para a migração de contas de usuário e as pastas públicas

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Introdução ao Sistema. Características

Introdução ao Sistema. Características Introdução ao Sistema O sistema Provinha Brasil foi desenvolvido com o intuito de cadastrar as resposta da avaliação que é sugerida pelo MEC e que possui o mesmo nome do sistema. Após a digitação, os dados

Leia mais

Gerenciamento de Dispositivos Móveis

Gerenciamento de Dispositivos Móveis Gerenciamento de Dispositivos Móveis Treinamento técnico KL 010.10 Treinamento técnico KL 010.10 Kaspersky Endpoint Security e o gerenciamento. MDM Introdução KL 010.10: Kaspersky Endpoint Security and

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL... Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...4 Configurações iniciais...5 Arquivo sudoers no Sistema Operacional

Leia mais

Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB

Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB Sincronização do Catálogo de Endereços no MDaemon 6.x com o uso do ComAgent, LDAP, MAPI e WAB Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N

Leia mais

Configuração de Clientes de E-mail

Configuração de Clientes de E-mail Configuração de Clientes de E-mail Diretoria de Tecnologia da Informação Sumário 1. Introdução... 3 2. Uso em Computadores... 3 2.1. MS Outlook... 3 2.2. Thunderbird... 4 2.3. Windows Mail... 6 3. Uso

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

Shavlik Protect. Guia de Atualização

Shavlik Protect. Guia de Atualização Shavlik Protect Guia de Atualização Copyright e Marcas comerciais Copyright Copyright 2009 2014 LANDESK Software, Inc. Todos os direitos reservados. Este produto está protegido por copyright e leis de

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 -

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 - 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de Gestão de Conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 4 2 Nextel Cloud Web... 5 2.1 Página Inicial... 6 2.1.1 Meu Perfil... 7 2.1.2 Meu Dispositivo...

Leia mais

Seu manual do usuário BLACKBERRY INTERNET SERVICE http://pt.yourpdfguides.com/dref/1117388

Seu manual do usuário BLACKBERRY INTERNET SERVICE http://pt.yourpdfguides.com/dref/1117388 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para BLACKBERRY INTERNET SERVICE. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

OPEN-XCHANGE. A união faz a força

OPEN-XCHANGE. A união faz a força www.sxc.hu Conectando-se a um servidor A união faz a força Com o servidor, a comunidade Linux dispõe de uma solução confiável de software colaborativo (groupware). No lado do desktop, a difusão ainda pequena

Leia mais

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Março de 2015 Introdução O acesso móvel ao site do Novell Vibe pode ser desativado por seu administrador do Vibe. Se não conseguir acessar a interface móvel do

Leia mais

Qual servidor é o mais adequado para você?

Qual servidor é o mais adequado para você? Qual servidor é o mais adequado para você? Proteção de dados Tenho medo de perder dados se e o meu computador travar Preciso proteger dados confidenciais Preciso de acesso restrito a dados Acesso a dados

Leia mais

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1

Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Certificação AVG Certificação Técnica - Fase 1 Conteúdo Níveis de Proteção & Métodos de Detecção Novas Tecnologias Plataformas Suportadas Instalação Interface de Usuário do AVG AVG Desktop Widget Visão

Leia mais

Explore o IceWarp Versão 11.2 com HTML5 WebAdmin. www.icewarp.com

Explore o IceWarp Versão 11.2 com HTML5 WebAdmin. www.icewarp.com Explore o IceWarp Versão 11.2 com HTML5 WebAdmin A rotina da administração cotidiana pode ser divertida e simples com a nova e responsiva interface WebAdmin. Gerencie domínios, usuários, grupos e listas

Leia mais

FileMaker. Guia de instalação e novos recursos. do FileMaker Pro 15 e FileMaker Pro 15 Advanced

FileMaker. Guia de instalação e novos recursos. do FileMaker Pro 15 e FileMaker Pro 15 Advanced FileMaker Guia de instalação e novos recursos do FileMaker Pro 15 e FileMaker Pro 15 Advanced 2007-2016 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O Microsoft Office 365 é a suíte de Produtividade da Microsoft, que oferece as vantagens da Nuvem a empresas de todos os tamanhos, ajudando-as

Leia mais

Servidor de email VMware Zimbra

Servidor de email VMware Zimbra Servidor de email VMware Zimbra Instalação, Configuração e Administração Leandro Ferreira Canhada 1 1 Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas Rua Gonçalves Chaves, 602 96.015-560 Pelotas RS Brasil {leandrocanhada@gmail.com}

Leia mais

Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência. Versão 12.1.4

Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência. Versão 12.1.4 Instalador/Atualizador PIMS Multicultura Manual de Referência Versão 12.1.4 Sumário 1. Descrição... 3 2. Pré-requisitos... 4 3. Etapas da instalação/atualização... 8 1. Iniciando a aplicação de instalação/atualização...

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Uma nuvem para chamar de sua

Uma nuvem para chamar de sua Construa o seu serviço pessoal na nuvem Uma nuvem para chamar de sua TUTORIAL Confi gure uma nuvem pessoal no seu servidor com o owncloud. por Dmitri Popov Mover seus dados e aplicativos para a nuvem parece

Leia mais

Configuração do Outlook Express

Configuração do Outlook Express Configuração do Outlook Express 1/1 Configuração do Outlook Express LCC.006.2005 Versão 1.0 Versão Autor ou Responsável Data 1.0 Paula Helena 30/09/2005 RESUMO Este relatório tem como objetivo mostrar

Leia mais

LotusLive inotes. LotusLive inotes Guia do Usuário

LotusLive inotes. LotusLive inotes Guia do Usuário LotusLive inotes LotusLive inotes Guia do Usuário LotusLive inotes LotusLive inotes Guia do Usuário Nota Antes de utilizar estas informações e o produto suportado por elas, leia as informações na seção

Leia mais

Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013

Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013 Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013 Este documento é fornecido no estado em que se encontra. As informações e exibições expressas neste documento,

Leia mais

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1 Manual do Usuário Backup Online Versão 1.0.1 Copyright GVT 2014 1 BACKUP ONLINE... 3 2 Instalação do BACKUP ONLINE... 4 3 Configurações de preferências... 7 3.1 Geral... 8 3.2 Fotos... 11 3.2.1 UpLoad:...

Leia mais

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0 Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services 3.0 Microsoft Corporation Autor: Susan Norwood Editor: Craig Liebendorfer Resumo Este guia fornece instruções para começar a

Leia mais

Guia de instalação do Sugar CRM versão open source no Microsoft Windows XP

Guia de instalação do Sugar CRM versão open source no Microsoft Windows XP Guia de instalação do Sugar CRM versão open source no Microsoft Windows XP Noilson Caio Teixeira de Araújo Sugar CRM é um software de código fonte aberto (open source) que permite uma organização para

Leia mais

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive Google Drive um sistema de armazenagem de arquivos ligado à sua conta Google e acessível via Internet, desta forma você pode acessar seus arquivos a partir de qualquer dispositivo que tenha acesso à Internet.

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO USUÁRIO OFFICE 365

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO USUÁRIO OFFICE 365 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO USUÁRIO OFFICE 365 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 5 1.1 Conceito Office 365... 5 1.2 Funcionalidades disponíveis no Office 365... 5 1.3 Requisitos de software para o Office 365... 6 1.3.1

Leia mais

Trabalho colaborativo

Trabalho colaborativo ANÁLISE Zarafa no servidor Univention Zarafa no servidor Univention ANÁLISE Trabalho colaborativo Se você quer usar o UCS como alicerce para o Zarafa, vai gostar do bom trabalho que um dos parceiros da

Leia mais

Symantec Backup Exec 2010. Guia de Instalação Rápida

Symantec Backup Exec 2010. Guia de Instalação Rápida Symantec Backup Exec 2010 Guia de Instalação Rápida 20047221 Instalação do Backup Exec Este documento contém os seguintes tópicos: Requisitos do sistema Antes da instalação Sobre a conta de serviço do

Leia mais

Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in

Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in Manual de referência do HP Web Jetadmin Database Connector Plug-in Aviso sobre direitos autorais 2004 Copyright Hewlett-Packard Development Company, L.P. A reprodução, adaptação ou tradução sem permissão

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Management Console

TeamViewer 9 Manual Management Console TeamViewer 9 Manual Management Console Rev 9.2-07/2014 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre o TeamViewer Management Console... 4 1.1 Sobre o Management Console...

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Mude O Office 365 para empresas tem um aspeto diferente do Google Apps, por isso, ao iniciar sessão, obterá esta vista para começar. Após as primeiras semanas,

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÕES PROPOSTAS 5 BENEFÍCIOS LOCAWEB 6 CONHEÇA TAMBÉM 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS 7 CONDIÇÕES GERAIS 8 www.locaweb.com.br

Leia mais

Guia do usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 8.5 (MeetingPlace Scheduling)

Guia do usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 8.5 (MeetingPlace Scheduling) Guia do usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 8.5 (MeetingPlace Scheduling) Americas Headquarters Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 USA http://www.cisco.com

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 3 2.1 Instalação do Vivo Sync... 4 3 Configurações de preferências... 7 3.1 Geral... 8

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para utilização

Leia mais

Cartilha. Correio eletrônico

Cartilha. Correio eletrônico Cartilha Correio eletrônico Prefeitura de Juiz de Fora Secretaria de Planejamento e Gestão Subsecretaria de Tecnologia da Informação Abril de 2012 Índice SEPLAG/Subsecretaria de Tecnologia da Informação

Leia mais

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br

Correio Eletrônico Outlook Express. Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br Correio Eletrônico Outlook Express Prof. Rafael www.facebook.com/rafampsilva rafampsilva@yahoo.com.br O Microsoft Outlook é o principal cliente de mensagens e colaboração para ajudá-lo a obter os melhores

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.2. Copyright GVT 2014. https://backuponlinegvt.com.

Manual do Usúario Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.2. Copyright GVT 2014. https://backuponlinegvt.com. Manual do Usuário Backup Online Versão 1.0.2 Copyright GVT 2014 https://backuponlinegvt.com.br 1 Backup Online... Erro! Indicador não definido. 2 Instalação do Backup Online... 4 3 Configurações... 7 3.1

Leia mais

Intranet Social. Parceiro Autorizado Brasil RAD Soluções (51) 3377-4691 www.radsolucoes.com.br. Veja o video com legendas on YouTube.

Intranet Social. Parceiro Autorizado Brasil RAD Soluções (51) 3377-4691 www.radsolucoes.com.br. Veja o video com legendas on YouTube. Veja o video com legendas on YouTube.com Intranet Social Parceiro Autorizado Brasil RAD Soluções (51) 3377-4691 www.radsolucoes.com.br www.bitrix24.com 0 O que é Bitrix24? Bitrix24 é uma solução para intranet

Leia mais

O que há de novo - IceWarp 10.1

O que há de novo - IceWarp 10.1 Na versão 10.1 do nosso Servidor de Comunicações Unificadas, IceWarp focou em questões de usabilidade, em boa parte baseadas no feedback dos clientes. IceWarp versão 10.1 fornece uma experiência melhor

Leia mais

Procedimento de Configuração OutLook 2007 para clientes Dentro da Rede Governo

Procedimento de Configuração OutLook 2007 para clientes Dentro da Rede Governo Procedimento de Configuração OutLook 2007 para clientes Dentro da Rede Governo Propriedade: GESUP-PRODEST/ES Data: 10/07/2013 Ver: Exchange Corp. CONFIGURAÇÃO COM OUTLOOK ANYWHERE O Outlook Anywhere proporciona

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.3.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.3.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.3.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 3 2 Instalação do Nextel Cloud... 4 3 Configurações de preferências... 7 3.1 Geral... 8 3.2 Fotos...

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico).

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). CLIENTE DE EMAIL - OUTLOOK (Microsoft Office). - Outlook Express (Windows). - Mozilla Thunderbird (Soft Livre). - Eudora. - IncredMail.

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 3 3 Instalação do Vivo Sync... 4 4 Configurações... 8 4.1 Geral... 9 4.2 Fotos... 10 4.3

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Openfire em Ação nos meios Corporativos

Openfire em Ação nos meios Corporativos Openfire em Ação nos meios Corporativos Hoje Empresas incorporam cada vez mais redes sociais e conhecimento de fácil acesso via internet, para que seus funcionários sejam aptos a lidar com tendências de

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 5 3 Vivo Sync Web... 6 3.1 Página Inicial... 6 3.1.1 Novo Contato... 7 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

Usar o Office 365 no iphone ou ipad

Usar o Office 365 no iphone ou ipad Usar o Office 365 no iphone ou ipad Guia de Início Rápido Verificar o email Configure o seu iphone ou ipad para enviar e receber emails de sua conta do Office 365. Verificar o seu calendário onde quer

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 3 2 Instalação do Nextel Cloud... 4 3 Configurações... 7 3.1 Geral... 9 3.2 Fotos... 11 3.2.1 UpLoad:...

Leia mais

Manual Tim Protect Backup. Manual do Usuário. Versão 1.0.2. Copyright Tim 2013. http://tim.com.br

Manual Tim Protect Backup. Manual do Usuário. Versão 1.0.2. Copyright Tim 2013. http://tim.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.2 Copyright Tim 2013 http://tim.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Tim Protect Backup...Erro! Indicador não definido. 3 Instalação do Tim Protect Backup... 4 4 Configurações...

Leia mais

Demoiselle Infra. Manual do Usuário. Emerson Sachio Saito

Demoiselle Infra. Manual do Usuário. Emerson Sachio Saito Demoiselle Infra Manual do Usuário Emerson Sachio Saito Manual do Usuário... v 1. Sobre Demoiselle Infra... 1 1.1. O que é?... 1 1.2. Por que utilizá-lo?... 1 2. Instalação... 3 3. GNU/LINUX - DEB...

Leia mais

FAQ PERGUNTAS FREQUENTES

FAQ PERGUNTAS FREQUENTES FAQ PERGUNTAS FREQUENTES 1 SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1.Quais são as características do Programa?...4 2.Quais são os pré-requisitos para instalação do Sigep Web?...4 3.Como obter o aplicativo para instalação?...4

Leia mais

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Microsoft Corporation Publicação: 14 de março de 2005 Autor: Tim Elhajj Editor: Sean Bentley Resumo Este documento fornece instruções

Leia mais