Criação de um Web Services em.net

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Criação de um Web Services em.net"

Transcrição

1 Web Service em.net 1 Criação de um Web Services em.net 1. Criar um novo projecto do tipo ASP.NET Web Service, de acordo com a figura seguinte. O.Net cria um directório virtual com os ficheiros indicados É no ficheiro.asmx.cs que será implementado o código do serviço. 2. Visualizar o código do ficheiro Service1.asmx.cs O.net cria um namespace DatasService e uma classe Service1 que implementa a classe System.Web.Services.WebService

2 Web Service em.net 2 namespace DatasService public class Service1 : System.Web.Services.WebService public Service1() InitializeComponent(); 3. Alterar o nome do ficheiro Service1.asmx para DemoServices.asmx usando o rename no Solution Explorer e alterar o nome da classe para DemoService namespace DatasService public class DemoService : System.Web.Services.WebService public DemoService() InitializeComponent(); O ficheiro.asmx tem a directiva WebService e contém uma referência para a classe que implementa o serviço WebService Language="c#" Codebehind="DemoService.asmx.cs" Class="DatasService.DemoService" %> 4. Criar na classe um método CalculaDias que recebe uma data e devolve um long com o número de dias que passaram até ao dia de hoje. [WebMethod] public long CalculaDias(DateTime dt) System.TimeSpan diff=datetime.now.subtract(dt); long dias=(long) diff.totaldays; return dias; Este método deve ter o atributo [WebMethod] para ser reconhecido como um método do serviço Web e poder ser chamado por outra aplicação. 5. Utilizar o atributo [WebService] na classe que implementa o serviço, para alterar o namespace da classe que por omissão é O código completo do serviço deve ser o seguinte: namespace DatasService [WebService(Namespace="dei.isep.demoservice")] public class DemoService : System.Web.Services.WebService public DemoService()

3 Web Service em.net 3 InitializeComponent(); [WebMethod] public long DiasdeVida(DateTime dt) System.TimeSpan diff=datetime.now.subtract(dt); long dias=(long) diff.totaldays; return dias; 6. Compilar o código como resultado da compilação o.net cria um assembly no directório bin do projecto DataService.dll 7. Testar o serviço implementado O.Net permite testar o serviço fazendo View in Browser no Solution Explorer ou usando no Internet Explorer o url: A página seguinte é apresentada: Esta página é criada pela framework.net e permite testar o serviço implementado. Se seguir o link CalculaDias será apresentada a página seguinte:

4 Web Service em.net 4 Se introduzir na caixa de texto uma data válida (ano/mês/dia) o serviço retornará um longo resultado da chamada do método.

5 Web Service em.net 5 Criação de uma aplicação cliente do serviço 1. Criar um novo projecto do tipo ASP.NET Web Application, de acordo com a figura seguinte, com o nome ClienteDatas. 2. Criar uma página aspx muito simples, tendo como objectivo invocar o serviço criado anteriormente Crie os controlos de acordo com a figura seguinte:

6 Web Service em.net 6 3. Ligação ao Web Service Para invocar o serviço é necessário acrescentar uma Web Reference ao projecto, utilizando no item References do Solution Explorer a opção Add Web references Usando a opção Web Services on the local machine seleccione o Web Service anteriormente implementado e carregue no botão Add Reference. O.Net acrescenta ao projecto um directório Web References que contém um ficheiro DemoService.wsdl que descreve o serviço.

7 Web Service em.net 7 Implemente o seguinte código no evento click do botão CalculaDias private void Button1_Click(object sender, System.EventArgs e) localhost.demoservice ws=new ClienteDatas.localhost.DemoService(); DateTime dt=new DateTime(2004,1,1); long dias=ws.calculadias(dt); Label3.Text=dias.ToString(); Label3.Visible=true; Faça Build do projecto e em seguida View in Browser e deverá ter como resultado a seguinte página:

8 Web Service em.net 8 Framework.Net para Web Service A figura seguinte mostra o conjunto de eventos que acontecem quando é chamado um método de um serviço Web. Anatomy of an XML Web Service Lifetime -.NET Framework Developer's Guide 1. O cliente cria uma nova instância da classe proxy do serviço web. localhost.demoservice ws=new ClienteDatas.localhost.DemoService(); A classe proxy é criada pela platafoma.net através da descrição do serviço no ficheiro.wsdl. Esta classe está no ficheiro Reference.cs no directório Web References Extracto do Reference.cs [System.Diagnostics.DebuggerStepThroughAttribute()] [System.ComponentModel.DesignerCategoryAttribute("code")] [System.Web.Services.WebServiceBindingAttribute(Name="DemoServiceSoap ", Namespace="dei.isep.demoservice")] public class DemoService : System.Web.Services.Protocols.SoapHttpClientProtocol public DemoService() this.url = "http://localhost/datasservice/demoservice.asmx"; public long CalculaDias(System.DateTime dt) object[] results = this.invoke("calculadias", new object[] dt); return ((long)(results[0]));

9 Web Service em.net 9 2. O cliente invoca um método da classe proxy long dias=ws.calculadias(dt); 3. A plataforma no cliente formata (serialize) os argumentos do método numa mensagem SOAP e envia a mensagem através da rede usando o protocolo HTTP para o computador onde reside o serviço Web. Exemplo de uma mensagem SOAP: POST /DatasService/DemoService.asmx HTTP/1.1 Host: localhost Content-Type: text/xml; charset=utf-8 Content-Length: length SOAPAction: "dei.isep.demoservice/calculadias" <?xml version="1.0" encoding="utf-8"?> <soap:envelope xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/xmlschemainstance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/xmlschema" xmlns:soap="http://schemas.xmlsoap.org/soap/envelope/"> <soap:body> <CalculaDias xmlns="dei.isep.demoservice"> <dt>o valor do argumento</dt> </CalculaDias> </soap:body> </soap:envelope> O mapeamento é realizado usando o nome do método como elemento no XML - <CalculaDias> - e como sub-elementos os argumentos do método -<dt> Existem vários atributos para alterar o modo como este mapeamento é realizado 4. O serviço Web recebe a mensagem SOAP e deserialize o XML recebido. Cria uma instância da classe que implementa o serviço e invoca o método do serviço. 5. O serviço executa o código e serialize o resultado enviando uma mensagem de resposta para o cliente. HTTP/ OK Content-Type: text/xml; charset=utf-8 Content-Length: length <?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>

10 Web Service em.net 10 <soap:envelope xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/xmlschemainstance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/xmlschema" xmlns:soap="http://schemas.xmlsoap.org/soap/envelope/"> <soap:body> <CalculaDiasResponse xmlns="dei.isep.demoservice"> <CalculaDiasResult>o valor do resultado</calculadiasresult> </CalculaDiasResponse> </soap:body> </soap:envelope> O mapeamento da resposta é realizado acrescentando ao nome do método a palavra Response - <CalculaDiasResponse>

Criação de um Web Services em.net

Criação de um Web Services em.net Web Service em.net 1 Criação de um Web Services em.net 1. Criar um novo Web Site com template ASP.NET Web Service, de acordo com a figura seguinte. O Visual studio cria um directório com os ficheiros indicados

Leia mais

Programação para Internet Avançada. 4. Web Services. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Programação para Internet Avançada. 4. Web Services. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Programação para Internet Avançada 4. Web Services Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt São módulos de aplicações de negócios que expõem as regras do negócio como serviços na Internet através

Leia mais

Web Services Novembro de 2011

Web Services Novembro de 2011 Web Services Novembro de 2011 1. Criação do Web Service Somar na plataforma.net. Colocação do serviço na máquina Dot. 2. Criação de uma aplicação de consola para teste deste serviço. 3. Criação de um Cliente

Leia mais

Web Services na plataforma.net

Web Services na plataforma.net Web Services na plataforma.net Jackson Gomes de Souza 1 1 Curso de Sistemas de Informação Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA) Caixa Postal 160 77054-970 Palmas TO Brasil jgomes@ulbra-to.br

Leia mais

Sistemas Empresariais Integrados

Sistemas Empresariais Integrados Departamento de Engenharia Informática 2010/2011 Sistemas Empresariais Integrados Tutorial de Web Services 2º semestre Pretende-se desenvolver um Web Service que converte valores de temperatura de graus

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Pessoa Física NFE (RFB) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Pessoa Física NFE (RFB) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: CDC Produto: CDC Pessoa Física NFE (RFB) Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas O cálculo remoto de preços e prazos de encomendas dos Correios é destinado aos clientes que possuem contrato de SEDEX, e-sedex e PAC, que necessitam calcular,

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Estendida (Física) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Estendida (Física) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: CDC Produto: CDC Estendida (Física) Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Webservice LerChaveAutenticadora

Webservice LerChaveAutenticadora 1 Visão geral Webservice LerChaveAutenticadora O webservice LerChaveAutenticadora lê a chave autenticadora (autenticador) de uma Nota Fiscal já registrada no site do Compra Legal RN / SET-RN. Se o serviço

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual para Envio de Arquivo de Cupons Fiscais via Webservice GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual para Envio de Arquivo de Cupons Fiscais via Webservice GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA Nota Fiscal Paulista Manual para Envio de Arquivo de Cupons Fiscais via Webservice Versão 1.1 26/12/2007 Controle de Alterações

Leia mais

SOAP. Web Services & SOAP. Tecnologias de Middleware 2004/2005. Simple Object Access Protocol. Simple Object Access Protocol SOAP

SOAP. Web Services & SOAP. Tecnologias de Middleware 2004/2005. Simple Object Access Protocol. Simple Object Access Protocol SOAP Web Services & SOAP Tecnologias de Middleware 2004/2005 SOAP Simple Object Access Protocol Os web services necessitam de comunicar entre eles e trocar mensagens. O SOAP define a estrutura e o processamento

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: SERASA Experian. Produto: Autorizador Básico. Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: SERASA Experian. Produto: Autorizador Básico. Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: SERASA Experian Produto: Autorizador Básico Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: SERASA Experian. Produto: Pefin Pendências Financeiras. Versão: 1.0

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: SERASA Experian. Produto: Pefin Pendências Financeiras. Versão: 1.0 Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: SERASA Experian Produto: Pefin Pendências Financeiras Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais...

Leia mais

LAB 18: ASP.NET e Web Services

LAB 18: ASP.NET e Web Services LAB 18: ASP.NET e Web Services Este lab apresenta a criação e utilização de Web Services usando C# e aplicação em uma página web. Exercício 1 Criando um Web Service simples 1. Crie um novo projeto utilizando

Leia mais

Criando & Consumindo um WebService com ASP.NET 2.0 Publicado em: 25 de Agosto de 2007 Por Herman Ferdinando Arais

Criando & Consumindo um WebService com ASP.NET 2.0 Publicado em: 25 de Agosto de 2007 Por Herman Ferdinando Arais ASP.NET > WebService herman_arais@yahoo.com.br Introdução Um WebService é um componente, ou unidade lógica de aplicação, acessível através de protocolos padrões de Internet. Como componentes, esses serviços

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: Serviços de Informação. Produto: CEP. Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: Serviços de Informação. Produto: CEP. Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: Serviços de Informação Produto: CEP Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Connection String usada por uma Class Library

Connection String usada por uma Class Library Connection String usada por uma Class Library Vamos considerar uma Class Library com o modelo de dados e com acesso à base de dados através do Entity Framework. Aonde deve ser colocada a connection string

Leia mais

Web Services em Java. Web Services JAX-WS. NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5

Web Services em Java. Web Services JAX-WS. NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5 Web Services Pós-Graduação em Tecnologias para o Desenvolvimento de Aplicações WEB Prof. Web Services em Java JAX-WS (Java API for XML Web Services): Esconde a complexidade em montar um envelope SOAP Converte

Leia mais

A interface do Microsoft Visual Studio 2005

A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Tarefa Orientada 1 A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Objectivos: Introdução à framework.net Iniciar o Visual Studio 2005. Criar um novo projecto de Windows Forms em Visual Basic Introdução à

Leia mais

Guia Desenvolvedor WebService SisConsulta - v2.0.5

Guia Desenvolvedor WebService SisConsulta - v2.0.5 SisConsulta Manual de Integração via WebService Nossa plataforma disponibiliza integração com a maioria das ferramentas de mercado através de links construídos via WebService. Os métodos são citados logo

Leia mais

Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC usando Code First

Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC usando Code First Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC usando Code First Visual Studio > File > New Project > (Visual C#, Web) ASP.NET MVC 4 Web Application Name: MvcApplication11 Project Template: View Engine: Internet

Leia mais

tecnologias web e gestão de identidade

tecnologias web e gestão de identidade tecnologias web e gestão de identidade histórico serviços da era inicial da Internet telnet ftp gopher - estruturas hierárquicas www - hipertexto estudos sobre hipertexto e hipermídia sistemas locais www

Leia mais

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas O cálculo remoto de preços e prazos de encomendas dos Correios é destinado aos clientes que possuem contrato de SEDEX, e-sedex e PAC, que necessitam calcular,

Leia mais

Introdução ao ASP.NET

Introdução ao ASP.NET Introdução ao ASP.NET Miguel Isidoro Agenda ASP ASP.NET Server Controls Separação de Código e Apresentação Acesso a Dados Web Services Aplicações Web ASP.NET 1 ASP Razões do Sucesso Modelo de programação

Leia mais

Conteúdo da Aula de Hoje. Web Services. Avaliação da Disciplina. O que é um web service? O que é um web service? Vantagens

Conteúdo da Aula de Hoje. Web Services. Avaliação da Disciplina. O que é um web service? O que é um web service? Vantagens Web Services Pós-Graduação em Tecnologias para o desenvolvimento de aplicações WEB Conteúdo da Aula de Hoje Conceitos básicos Teste com WS Implementação de WS (Provedor e usuário) Instrutor : Avaliação

Leia mais

Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias

Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias Agência Nacional de Vigilância Sanitária Projeto SNGPC para Farmácias e Drogarias Conexão ao Webservice Manual do Desenvolvedor Versão 2.0.0 Brasília, fevereiro de 2013. Copyright 2012. Agência Nacional

Leia mais

Forms Authentication em ASP.NET

Forms Authentication em ASP.NET Forms Authentication em ASP.NET Em muitos sites web é necessário restringir selectivamente o acesso a determinadas áreas, ou páginas, enquanto para outras páginas pode permitir-se acesso livre. ASP.NET

Leia mais

Num sistema de objectos distribuídos, dois conceitos são fundamentais.

Num sistema de objectos distribuídos, dois conceitos são fundamentais. Folha 10-1 Java RMI - Remote Method Invocation No modelo de programação orientada a objectos, vimos que um programa consiste numa colecção de objectos que comunicam entre si através da invocação dos seus

Leia mais

BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Manual do Web Service

BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Manual do Web Service BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL Manual do Web Service SUMÁRIO Introdução... 3 Informações técnicas... 4 Serviços... 5 ConsultarPastasAutorizadas... 5 ConsultarCorreiosPorPasta...

Leia mais

Introdução Serviços Web WSDL SOAP UDDI Ferramentas. Serviços Web. (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello

Introdução Serviços Web WSDL SOAP UDDI Ferramentas. Serviços Web. (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello 1/39 Serviços Web (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 22 de Maio de 2007 2/39 Arquitetura Orientada a Serviços Arquitetura

Leia mais

Minicurso Web Services com PHP

Minicurso Web Services com PHP Minicurso Vinícius Costa de Souza viniciuscs@unisinos.br http://www.inf.unisinos.br/~vinicius julho de 2005 Apresentações Nome Conhecimentos sobre Web Services Conhecimentos sobre PHP Expectativas referentes

Leia mais

Consulta de endereço através do Cep

Consulta de endereço através do Cep --------------------------------------------------------------------------------------------- Por: Giancarlo Fim giancarlo.fim@gmail.com Acesse: http://giancarlofim.wordpress.com/ ---------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Sistemas Paralelos e Distribuídos - 2003/2004 Curso: Matemática /Informática Sistemas Distribuídos - 2003/2004 Curso: Ensino da Informática

Sistemas Paralelos e Distribuídos - 2003/2004 Curso: Matemática /Informática Sistemas Distribuídos - 2003/2004 Curso: Ensino da Informática Java RMI - Remote Method Invocation Folha 5-1 No modelo de programação orientada a objectos, vimos que um programa consiste numa colecção de objectos que comunicam entre si através da invocação dos seus

Leia mais

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 01 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 01 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 01 Luiz Alberto Ferreira Gomes Ciência da Computação da PUC Minas Microsoft Web Plataform 2 Código Dados IIS Express Hospedagem www.microsoft.com/web/downloads/platform.aspx

Leia mais

AJAX no GASweb. Mas e afinal, para que usamos o AJAX?

AJAX no GASweb. Mas e afinal, para que usamos o AJAX? Nível - Avançado AJAX no GASweb Por: Pablo Hadler AJAX (Asynchronous Javascript and XML) foi criado com o princípio de ser uma maneira rápida e otimizada de podermos fazer requisições Web, sendo esta totalmente

Leia mais

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Objectivo Este guia acompanha-o através do processo de criação de uma aplicação C++ utilizando o ambiente de desenvolvimento Visual Studio 6.0. Passo 1: Criação de

Leia mais

APLICAÇÕES E SERVIÇOS WEB

APLICAÇÕES E SERVIÇOS WEB http://tutorials.jenkov.com/web-services/message-formats.html APLICAÇÕES E SERVIÇOS WEB Laboratórios de Informática 2014-2015 João Paulo Barraca, André Zúquete, Diogo Gomes Aplicações WEB A maioria de

Leia mais

WSDL e UDDI. Pedro Miguel Martins Nunes WSDL. WSDL Exemplo prático Resumo UDDI. Serviço UDDI Estruturas de dados UDDI e WSDL API Resumo

WSDL e UDDI. Pedro Miguel Martins Nunes WSDL. WSDL Exemplo prático Resumo UDDI. Serviço UDDI Estruturas de dados UDDI e WSDL API Resumo e Serviço e e Tecnologias de Middleware 06/07 Curso de Especialização em Informática Departamento de Informática Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa 27.10.2006 e Serviço e 1 2 Serviço e 3 e...o

Leia mais

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 1 Contextualização e arquitetura de funcionamento de um Web Service Os Web Services [PRV+01, Cer02]

Leia mais

Gerador de Web Services para cadeias de tranformações de documentos XML

Gerador de Web Services para cadeias de tranformações de documentos XML Gerador de Web Services para cadeias de tranformações de documentos XML José Carlos Ramalho, Pedro Taveira, Ricardo Ferreira e Vasco Rocha DI/UM jcr@di.uminho.pt pjstaveira@netcabo.pt ricardomiguel@myrealbox.com

Leia mais

Computação Orientada aos Serviços. WCF Semestre de Inverno 11/12 (Parte 1)

Computação Orientada aos Serviços. WCF Semestre de Inverno 11/12 (Parte 1) Computação Orientada aos Serviços WCF Semestre de Inverno 11/12 (Parte 1) WCF O Windows Communication Foundation (WCF) é uma application programming interface (API) na.net Framework para construir aplicações

Leia mais

Prática da Disciplina de Sistemas Distribuídos Serviços Web IFMA DAI Professor Mauro Lopes C. Silva

Prática da Disciplina de Sistemas Distribuídos Serviços Web IFMA DAI Professor Mauro Lopes C. Silva 1. O que são Serviços Web (Web Services)? Prática da Disciplina de Sistemas Distribuídos Serviços Web IFMA DAI Professor Mauro Lopes C. Silva A ideia central dos Web Services parte da antiga necessidade

Leia mais

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 Resumo Os Web Services são uma tecnologia emergente, sobre a qual muito se tem especulado. No decorrer

Leia mais

W E B S E R V I C E S O A P A B A P U d e r s o n L u i s F e r m i n o

W E B S E R V I C E S O A P A B A P U d e r s o n L u i s F e r m i n o Sumario: Este artigo demonstrar uma introdução sobre WEBSERVICE, descrevendo todo o processo de comunicação entre um cliente e um servidor, para descrever e exemplificar o uso de WEBSEEVICE (CLIENT) será

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES I 2007/2008 LEIC - Tagus-Park TPC Nº 2. Avaliação sumária da matéria do Capítulo 2

REDES DE COMPUTADORES I 2007/2008 LEIC - Tagus-Park TPC Nº 2. Avaliação sumária da matéria do Capítulo 2 REDES DE COMPUTADORES I 2007/2008 LEIC - Tagus-Park TPC Nº 2 Avaliação sumária da matéria do Capítulo 2 Pergunta: 1 A figura (ver Anexo) ilustra três diagramas de mensagens referentes a pedidos que clientes

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS CONTROLE DE ACESSO USANDO O FRAMEWORK RICHFACES. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS CONTROLE DE ACESSO USANDO O FRAMEWORK RICHFACES. 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS CONTROLE DE ACESSO USANDO O FRAMEWORK RICHFACES 5º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação Alunos: Alessandro Aparecido André Alexandre Bruno Santiago Thiago Castilho

Leia mais

Ricardo R. Lecheta. Novatec

Ricardo R. Lecheta. Novatec Ricardo R. Lecheta Novatec Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer

Leia mais

Licenciatura em Engenharia Informática Exame de Ambientes de Desenvolvimento 9.Fevereiro.2005

Licenciatura em Engenharia Informática Exame de Ambientes de Desenvolvimento 9.Fevereiro.2005 Licenciatura em Engenharia Informática Exame de Ambientes de Desenvolvimento 9.Fevereiro.2005 Duração: 2 Horas e 30 min Teste individual, com consulta; Utilize caligrafia legível, distinguindo minúsculas

Leia mais

Trabalhando com XML RENATO CORREIA DE MATOS

Trabalhando com XML RENATO CORREIA DE MATOS Trabalhando com XML RENATO CORREIA DE MATOS Para que aplicações heterogêneas possam se comunicar é necessário que haja um padrão. Uma boa escolha para a troca de mensagens seria por meio de arquivo texto,

Leia mais

1- ASP.NET - HTML Server Controls

1- ASP.NET - HTML Server Controls 1- ASP.NET - HTML Server Controls Os controles de servidor - Server Controls - HTML são tags HTML padrão, com exceção de possuirem o atributo : runat="server". Vejamos um código que ilustra isto: O atributo

Leia mais

Prática em Laboratório N.01 Criando um Serviço Web via Console

Prática em Laboratório N.01 Criando um Serviço Web via Console Prática em Laboratório N.01 Criando um Serviço Web via Console O objetivo criar um serviço Web via console usando apenas um editor de texto. Obtenha os arquivos da Prática N.01 Você deve recuperar os arquivos

Leia mais

Criando uma aplicação Web em C# usando o NHibernate

Criando uma aplicação Web em C# usando o NHibernate Criando uma aplicação Web em C# usando o NHibernate Apresento neste artigo como criar uma aplicação web totalmente orientada a objetos usando o framework NHibernate e a linguagem C#. Nossa meta é construir

Leia mais

Manual de Integração WebService

Manual de Integração WebService Manual de Integração WebService Sumário 1. O que é a Integração WebService? 2. Envio Simples 3. Consultar Status da Mensagem 3.1 Consultar Mensagens Recebidas 4. Tecnologia do WebService Facilita 1. O

Leia mais

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador

Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador Extracto on Line Aplicação Local Guia do Administrador 1 Índice 1. Sobre o Guia... 3 1.1 Objectivo... 3 1.2 Conceitos e Termos... 3 1.2 Utilização do Guia... 3 2. Ferramentas de Administração... 4 2.1

Leia mais

Internet e protocolos web. A Internet é uma rede descentralizada de recursos computacionais. Topologia tem de fornecer caminhos alternativos

Internet e protocolos web. A Internet é uma rede descentralizada de recursos computacionais. Topologia tem de fornecer caminhos alternativos Internet e protocolos web A Internet é uma rede descentralizada de recursos computacionais Tolerante a falhas (no single point of failure) Topologia tem de fornecer caminhos alternativos entre 2 computadores

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Sistemas de Telecomunicações

Sistemas de Telecomunicações Departamento de Engenharia Electrotécnica Sistemas de Telecomunicações 2014/2015 Trabalho 1: Aplicação sobre sockets procurador web Mestrado integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores http://tele1.dee.fct.unl.pt

Leia mais

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos - 2014/2015 Curso: Engª Informática. Folha 11. JAX-RS: Java API for RESTful Web Services

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos - 2014/2015 Curso: Engª Informática. Folha 11. JAX-RS: Java API for RESTful Web Services JAX-RS: Java API for RESTful Web Services A - Creating RESTful Web Services from a Database 1- Comece por criar um projeto do tipo Java Web application, como fez nos exercícios das fichas anteriores. No

Leia mais

MADALENA PEREIRA DA SILVA SLA Sociedade Lageana de Educação DCET Departamento de Ciências Exatas e Tecnológica

MADALENA PEREIRA DA SILVA SLA Sociedade Lageana de Educação DCET Departamento de Ciências Exatas e Tecnológica MADALENA PEREIRA DA SILVA SLA Sociedade Lageana de Educação DCET Departamento de Ciências Exatas e Tecnológica Desenvolvimento de Web Services com SOAP. 1. Introdução. Com a tecnologia de desenvolvimento

Leia mais

Para baixá-lo entre no site : http://www.netduino.com/; Selecione a aba Downloads ; Clique no link: Microsoft Visual C# Express 2010; Por meio desse

Para baixá-lo entre no site : http://www.netduino.com/; Selecione a aba Downloads ; Clique no link: Microsoft Visual C# Express 2010; Por meio desse Para baixá-lo entre no site : http://www.netduino.com/; Selecione a aba Downloads ; Clique no link: Microsoft Visual C# Express 2010; Por meio desse programa será possível conectar-se ao Netduíno. Execute

Leia mais

Web Services utilizando JAX-WS

Web Services utilizando JAX-WS Web Services utilizando JAX-WS JAX-WS Facilitar o uso da API JAX-RPC e do modelo de implantação Anotações baseados em JSR-181 Exemplo Básico: Anotações: @WebService @WebMethod @WebParam @WebResult Exemplo

Leia mais

Tarefa Orientada 2 Visual Studio 2005 e Visual C#

Tarefa Orientada 2 Visual Studio 2005 e Visual C# Tarefa Orientada 2 Visual Studio 2005 e Visual C# Nesta tarefa é proposta a realização de um conjunto de actividades que têm como finalidade a familiarização com o programa e adquirir alguma destreza na

Leia mais

Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC 4

Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC 4 Criação de uma aplicação Web ASP.NET MVC 4 usando Code First, com Roles (VS2012) Baseado no artigo de Scott Allen Roles in ASP.NET MVC4 : http://odetocode.com/blogs/scott/archive/2012/08/31/seeding membership

Leia mais

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET PADI 2015/16 Aula 1 Introdução à Plataforma.NET 1 Sumário 1. Framework.NET Arquitectura 2. Linguagem C# 2.0 Sintaxe C# vs. Java vs. C++ 3. IDE: MS Visual Studio 2005 ou superior Ferramentas Console/Win

Leia mais

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax permite construir aplicações Web mais interactivas, responsivas, e fáceis de usar que aplicações Web tradicionais. Numa aplicação Web tradicional quando se prime

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá3ca 3 Prof. Markus Endler Exercício 3.1 Solicitando permissão para abrir uma página Web ü Criaremos uma Ac.vity com um EditText (para entrada de uma URL), um Bu?on e uma

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

1 Code::Blocks Criação de projetos

1 Code::Blocks Criação de projetos Programação MEEC Índice 1Code::Blocks Criação de projetos...1 2Code::Blocks Localização do projeto...5 3Code::Blocks Abertura de projetos já existentes...7 4Code::Blocks Funcionamento...8 5Code::Blocks

Leia mais

Java Enterprise Edition. by Antonio Rodrigues Carvalho Neto

Java Enterprise Edition. by Antonio Rodrigues Carvalho Neto Java Enterprise Edition by Antonio Rodrigues Carvalho Neto Enterprise Edition Architecture O que é Java Enterprise Edition? Java EE é uma plataforma que reune diversas especificações relacionadas a computação

Leia mais

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax permite construir aplicações Web mais interativas, responsivas, e fáceis de usar que aplicações Web tradicionais. Numa aplicação Web tradicional quando se prime

Leia mais

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra,

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra, HANDLERS E MÓDULOS As handlers e os módulos são dois dos pontos de personalização e/ou extensão mais usados nas aplicações ASP.NET. O objetivo deste capítulo é apresentar algumas das principais particularidades

Leia mais

Programação Externa. capítulo 3.

Programação Externa. capítulo 3. capítulo 3. Programação Externa A partir da versão 2.0, o VRML possui capacidade de adicionar alguns comportamentos aos objectos, tais como animação, detecção de acções do utilizador, execução de clips

Leia mais

Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C#

Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C# Linguagem de Programação 3 Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C# Prof. Mauro Lopes 1-31 35 Objetivos Nesta aula iremos apresentar a tecnologia.net, o ambiente de desenvolvimento

Leia mais

Iniciar o Data Adapter Configuration Wizard. Toolbox Data Duplo clique em OleDbDataAdapter. Botão next na caixa de diálogo

Iniciar o Data Adapter Configuration Wizard. Toolbox Data Duplo clique em OleDbDataAdapter. Botão next na caixa de diálogo Iniciar o Data Adapter Configuration Wizard Toolbox Data Duplo clique em OleDbDataAdapter Botão next na caixa de diálogo Se carregar em Cancel, o wizard é cancelado e podemos depois definir as propriedades

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services Web Services Existem diferentes tipos de comunicação em um sistema distribuído: Sockets Invocação

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a AutoCAD WS M

Leia mais

Engenharia de Software. Enunciado da Primeira Parte do Projecto

Engenharia de Software. Enunciado da Primeira Parte do Projecto LEIC-A, LEIC-T, LETI, MEIC-T, MEIC-A Engenharia de Software 2 o Semestre 2014/2015 Enunciado da Primeira Parte do Projecto 1. Primeira Parte do Projecto ES Este enunciado descreve o trabalho a realizar

Leia mais

Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2

Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2 Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2 1) Criar uma aplicação Java no NetBeans. File > New Project > Java, Java Application > Project name: JPA2 Finish. 2) Acrescentar ao Projeto NetBeans a biblioteca

Leia mais

Software Adobe DreamWeaver. Requisitos para criar aplicações Web

Software Adobe DreamWeaver. Requisitos para criar aplicações Web Software Adobe DreamWeaver O Dreamweaver é uma ferramenta de desenvolvimento de sites que suporta diversas linguagens de scritpting para construir sites dinâmicos. Suporta várias linguagens como por exemplo:

Leia mais

EAI Manual do Administrador

EAI Manual do Administrador EAI Manual do Administrador 1 Definição de Host Application O que é um Host Application? Significa Aplicativo Hospedeiro, é o nome dado ao ambiente EAI que estará executando no seu computador ou em um

Leia mais

Departamento de Engenharia Informática Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos. Requisitos para a 3ª entrega do projecto.

Departamento de Engenharia Informática Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos. Requisitos para a 3ª entrega do projecto. Departamento de Engenharia Informática Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos Requisitos para a 3ª entrega do projecto Loja Virtual 5 de Maio de 2008 Índice Índice...2 1 Sumário...3 2 Requisitos...3

Leia mais

ASP.NET MVC. View Engine: linguagem usada para gerar código HTML. Duas opções: Razor View Engine ou ASPX View Engine. Selecionar Razor.

ASP.NET MVC. View Engine: linguagem usada para gerar código HTML. Duas opções: Razor View Engine ou ASPX View Engine. Selecionar Razor. ASP.NET MVC ASP.NET MVC é um framework para desenvolvimento de aplicações web que usa os padrões MVC (Model View Controller) e Convention over Configuration. O padrão MVC aplicado a aplicações web conduz

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI Exercício 1 Neste exercício trabalharemos com alguns web controls básicos e praticaremos os tipos de dados do C#. Vamos criar

Leia mais

KATIA GOMES DA SILVA PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS COM A PLATAFORMA.NET

KATIA GOMES DA SILVA PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS COM A PLATAFORMA.NET KATIA GOMES DA SILVA PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS COM A PLATAFORMA.NET Palmas TO 2006 2 KATIA GOMES DA SILVA PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS COM A PLATAFORMA.NET Trabalho de Estágio apresentado

Leia mais

Manual de Captura WebService

Manual de Captura WebService Manual de Captura WebService Versão Data Descrição da alteração Histórico de Atualização do Manual 2.0 13/05/02 Extração dos parâmetros PAX5 e NUMDOC5. Inclusão de instrução sobre o tratamento para o recebimento

Leia mais

Unidade 14: Web Services Prof. Daniel Caetano

Unidade 14: Web Services Prof. Daniel Caetano Programação Servidor em Sistemas Web 1 Unidade 14: Web Services Prof. Daniel Caetano INTRODUÇÃO Na maior parte deste curso foram estudados serviços desenvolvidos com o uso de tecnologias Servlet. Entretato,

Leia mais

Sistemas Distribuídos e Paralelos

Sistemas Distribuídos e Paralelos Sistemas Distribuídos e Paralelos Web Services Ricardo Mendão Silva Universidade Autónoma de Lisboa r.m.silva@ieee.org November 29, 2014 Ricardo Mendão Silva (UAL) Sistemas Distribuídos e Paralelos November

Leia mais

Passo a Passo. WebSphere Message Broker. Fluxo como WebService

Passo a Passo. WebSphere Message Broker. Fluxo como WebService Passo a Passo WebSphere Message Broker Fluxo como WebService Alexandre José Batista ajbatist@ibest.com.br Criado em: 07/11/08 Página 1 de 38 Índice 1. OBJETIVOS DO DOCUMENTO... 4 2. CRIANDO UM FLUXO NO

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

Web Services. (Introdução)

Web Services. (Introdução) Web Services (Introdução) Agenda Introdução SOA (Service Oriented Architecture) Web Services Arquitetura XML SOAP WSDL UDDI Conclusão Introdução Comunicação distribuída Estratégias que permitem a comunicação

Leia mais

Prof. Roberto Desenvolvimento Web Avançado

Prof. Roberto Desenvolvimento Web Avançado Resposta exercício 1: Configuração arquivo web.xml helloservlet br.com.exercicios.helloservlet

Leia mais

Abra o ficheiro «Formulário de Candidatura» e guarde-o no seu computador

Abra o ficheiro «Formulário de Candidatura» e guarde-o no seu computador NOTA PRÉVIA As candidaturas ao Programa de Financiamento a projectos pelo INR, I.P. implicam 2 momentos distintos e complementares: Efetuar a candidatura on-line, através da plataforma web disponível no

Leia mais

Sistemas Empresariais Integrados

Sistemas Empresariais Integrados Departamento de Engenharia Informática 2010/2011 Sistemas Empresariais Integrados Tutorial do Adaptador SQL 2º semestre Considere uma base de dados com uma tabela account que guarda o número de conta,

Leia mais

Tutorial exe elearning XHTML editor (versão 1.0x)

Tutorial exe elearning XHTML editor (versão 1.0x) UOe-L 13 Março 2008 Ficha Técnica Autor: Susana Azevedo UOe-L CEMED UA Revisão: Helder Caixinha UOe-L CEMED UA Versão: 3.0 Data de criação: 15/Dezembro/2005 Data da última revisão: 13/Março/2008 1 Tutorial

Leia mais

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br ASP.NET Guia do Desenvolvedor Felipe Cembranelli Novatec Editora www.novateceditora.com.br 1 Introdução à plataforma.net A plataforma Microsoft.NET.NET é uma nova plataforma de software para desenvolvimento

Leia mais