Programação para Internet Avançada. 4. Web Services. Nuno Miguel Gil Fonseca

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programação para Internet Avançada. 4. Web Services. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt"

Transcrição

1 Programação para Internet Avançada 4. Web Services Nuno Miguel Gil Fonseca

2 São módulos de aplicações de negócios que expõem as regras do negócio como serviços na Internet através de interfaces programáveis Recorrem a protocolos da Internet para fornecer mecanismos de descoberta, subscrição e invocação desses serviços. Exemplo: Site de vendas on-line que necessita validar o crédito do comprador antes de proceder à venda. (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 2

3 Exemplo (cont.) O sistema acede a um serviço (Web Service) responsável por todos os passos necessários à verificação de crédito. Verifica o histórico das compras efectuadas pelo consumidor na empresa; Verifica a situação de crédito do consumidor no sistema público, etc; O Web Service obtém estes dados e retorna a situação de crédito deste consumidor para o site. (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 3

4 Os Web Services são acessível através de protocolos standard da Internet HTTP como protocolo de transporte SOAP (Simple Object Access Protocol) como protocolo de invocação Vantagens: Permitem que um servidor na Internet publique um conjunto de funções (serviço) Possível aceder utilizando protocolos bem estabelecidos e omnipresentes na Internet Permite uma maior interoperabilidade entre sistemas existentes (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 4

5 SOAP - Simple Object Access Protocol Protocolo projectado para invocar aplicações remotas através de RPC (Remote Procedure Calls) ou troca de mensagens, num independente da plataforma e da linguagem de programação. Características: Definido pelo consórcio W3C. Protocolo baseado em XML para a troca de informações em um ambiente distribuído; Padrão de utilização com Web Services; Normalmente utiliza HTTP como protocolo de transporte; (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 5

6 SOAP - Simple Object Access Protocol Mensagem SOAP Envelope: (Obrigatório) Elemento raiz do documento XML. Pode conter declarações de namespaces e também atributos adicionais como o que define o estilo de codificação (encoding style), definindo como os dados são representados no documento XML. Header: (Opcional) Contém informações adicionais, como por exemplo, se a mensagem deve ser processada por um determinado nó intermediário. Body: (Obrigatório) Contém o payload, ou a informação a ser transportada para o seu destino final. O elemento Body pode conter um elemento opcional Fault, usado para carregar mensagens de status e erros retornadas pelos "nós" ao processarem a mensagem. (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 6

7 SOAP - Simple Object Access Protocol Mensagem SOAP Exemplo de Request (pedido) <?xml version="1.0" encoding="utf-8"?> <soap:envelope xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/xmlschema-instance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/xmlschema" xmlns:soap="http://schemas.xmlsoap.org/soap/envelope/"> <soap:body> <Soma xmlns="http://tempuri.org/"> <valor1>10</valor1> <valor2>20</valor2> </Soma> </soap:body> </soap:envelope> (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 7

8 SOAP - Simple Object Access Protocol Mensagem SOAP Exemplo de Response (resposta) <?xml version="1.0" encoding="utf-8"?> <soap:envelope xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/xmlschema-instance" xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/xmlschema" xmlns:soap="http://schemas.xmlsoap.org/soap/envelope/"> <soap:body> <SomaResponse xmlns="http://tempuri.org/"> <SomaResult>30</SomaResult> </SomaResponse> </soap:body> </soap:envelope> (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 8

9 WSDL - Web Service Description Language Para o programador utilizar um serviço é necessário que este conheça o serviço. Quais os métodos? Que tipo de dados estão envolvidos? Quando um web service é publicado é publicado conjuntamente a sua especificação em XML (escrita em WSDL). A aplicação WSDL.exe Obtém a especificação de um serviço em WSDL Gera uma classe que encapsula a utilização do serviço O programador apenas tem que criar e utilizar objectos dessa classe. (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 9

10 Exemplo passo a passo da criação, publicação e consumo de um WebService Método que permite adicionar dois valores, retornando o resultado Algoritmos.asmx WebService Language="c#" Class="Algoritmos" %> using System; using System.Web.Services; [WebService(Namespace="http://pia.estgoh.ipc.pt/")] public class Algoritmos:WebService { [WebMethod] public int Soma(int valor1, int valor2) { return valor1+valor2; (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 10

11 Exemplo passo a passo da criação, publicação e consumo de um WebService (cont.) Para testar, basta correr: Nesse momento deverá ser criado um ficheiro Algoritmos.cs na pasta App_Code Posteriormente clicando com o botão direito do rato sobre o nome do WebSite selecciona-se a opção Add web reference e indica-se o caminho completo para o nosso Web Service (ex: Devem agora ser criados três ficheiros na pasta App_WebReferences: Algoritmos.disco, Algoritmos.discomap, Algoritmos.wsdl (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 11

12 Exemplo passo a passo da criação, publicação e consumo de um WebService (cont.) Somador.aspx Page Language="C#" AutoEventWireup="true" CodeFile="Somador.aspx.cs" Inherits="Somador" %> <!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Transitional//EN" "http://www.w3.org/tr/xhtml1/dtd/xhtml1-transitional.dtd"> <html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml" > <head runat="server"> <title>somador</title> </head> <body> <form id="form1" runat="server"> <div> <asp:textbox ID="TextBox1" runat="server" ></asp:textbox> <asp:textbox ID="TextBox2" runat="server"></asp:textbox> <asp:label ID="Label1" runat="server"></asp:label> <asp:button ID="Button1" runat="server" OnClick="Button1_Click" Text="Button" /> </div> </form> </body> </html> (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 12

13 Exemplo passo a passo da criação, publicação e consumo de um WebService (cont.) Somador.aspx.cs... protected void Button1_Click(object sender, EventArgs e) { Algoritmos algoritmos = new Algoritmos(); int a = 0, b = 0, c = 0; a = int.parse(textbox1.text); b = int.parse(textbox2.text); try{ c = algoritmos.soma(a, b); catch (System.Net.WebException we){ Label1.Text = "Ocorreu um erro!"; Label1.Text = c.tostring();... (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 13

14 Informação disponível a um Web Service O ciclo de vida destes serviços não corresponde ao ciclo de vida de um objecto normal. Sempre que existe uma invocação do método é criado um novo objecto que é utilizado para fazer a invocação. A classe WebService disponibiliza um conjunto de propriedades importantes: Application Representa a aplicação correspondente ao web service como um todo. (não está associado a nenhum cliente em particular, nem a nenhuma sessão) Context Encapsula toda a informação HTTP específica do pedido que está em curso Server Representa o servidor em causa Session: Representa a sessão corrente User Representa o utilizador a utilizar o web service (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 14

15 Informação disponível a um Web Service Exemplo do uso de Application public Algoritmos() { if (Application["visitas"] == null; Application["visitas"]=0; [WebMethod] public int ContaVisitas() { int totalvisitas = (int)application["visitas"]; totalvisitas++; Application["visitas"] = totalvisitas; return totalvisitas; (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 15

16 Informação disponível a um Web Service Exemplo do uso de Session public Algoritmos() { if (Session["visitas"] == null; Session["visitas"]=0; [WebMethod(EnableSession=true)] public int ContaVisitas() { int totalvisitas = (int)session["visitas"]; totalvisitas++; Session["visitas"] = totalvisitas; return totalvisitas; (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 16

17 Thread safe A invocação de um método de um web service não é thread safe. Podem ocorrer invocações simultâneas Os acessos a Application["visitas"] e Session["visitas"] deve ser feito em exclusão mútua.... [WebMethod(EnableSession=true)] public int ContaVisitas() { Application.Lock(); int totalvisitas = (int)session["visitas"]; totalvisitas++; Session["visitas"] = totalvisitas; Application.UnLock(); return totalvisitas; (c) Nuno Miguel Gil Fonseca - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital - Programação para Internet Avançada 17

Criação de um Web Services em.net

Criação de um Web Services em.net Web Service em.net 1 Criação de um Web Services em.net 1. Criar um novo Web Site com template ASP.NET Web Service, de acordo com a figura seguinte. O Visual studio cria um directório com os ficheiros indicados

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI Exercício 1 Neste exercício trabalharemos com alguns web controls básicos e praticaremos os tipos de dados do C#. Vamos criar

Leia mais

Criação de um Web Services em.net

Criação de um Web Services em.net Web Service em.net 1 Criação de um Web Services em.net 1. Criar um novo projecto do tipo ASP.NET Web Service, de acordo com a figura seguinte. O.Net cria um directório virtual com os ficheiros indicados

Leia mais

Web Services na plataforma.net

Web Services na plataforma.net Web Services na plataforma.net Jackson Gomes de Souza 1 1 Curso de Sistemas de Informação Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA) Caixa Postal 160 77054-970 Palmas TO Brasil jgomes@ulbra-to.br

Leia mais

SOAP. Web Services & SOAP. Tecnologias de Middleware 2004/2005. Simple Object Access Protocol. Simple Object Access Protocol SOAP

SOAP. Web Services & SOAP. Tecnologias de Middleware 2004/2005. Simple Object Access Protocol. Simple Object Access Protocol SOAP Web Services & SOAP Tecnologias de Middleware 2004/2005 SOAP Simple Object Access Protocol Os web services necessitam de comunicar entre eles e trocar mensagens. O SOAP define a estrutura e o processamento

Leia mais

MADALENA PEREIRA DA SILVA SLA Sociedade Lageana de Educação DCET Departamento de Ciências Exatas e Tecnológica

MADALENA PEREIRA DA SILVA SLA Sociedade Lageana de Educação DCET Departamento de Ciências Exatas e Tecnológica MADALENA PEREIRA DA SILVA SLA Sociedade Lageana de Educação DCET Departamento de Ciências Exatas e Tecnológica Desenvolvimento de Web Services com SOAP. 1. Introdução. Com a tecnologia de desenvolvimento

Leia mais

Introdução ao ASP.NET

Introdução ao ASP.NET Introdução ao ASP.NET Miguel Isidoro Agenda ASP ASP.NET Server Controls Separação de Código e Apresentação Acesso a Dados Web Services Aplicações Web ASP.NET 1 ASP Razões do Sucesso Modelo de programação

Leia mais

Web services. Um web service é qualquer software que está disponível através da Internet através de uma interface XML.

Web services. Um web service é qualquer software que está disponível através da Internet através de uma interface XML. Web services Um web service é qualquer software que está disponível através da Internet através de uma interface XML. XML é utilizado para codificar toda a comunicação de/para um web service. Web services

Leia mais

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com. Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.br 08/2014 Agenda Introdução Conceitos Web Service Por que utilizar

Leia mais

Web Services. (Introdução)

Web Services. (Introdução) Web Services (Introdução) Agenda Introdução SOA (Service Oriented Architecture) Web Services Arquitetura XML SOAP WSDL UDDI Conclusão Introdução Comunicação distribuída Estratégias que permitem a comunicação

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services Web Services Existem diferentes tipos de comunicação em um sistema distribuído: Sockets Invocação

Leia mais

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas

Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas Cálculo Remoto de Preços e Prazos de Encomendas O cálculo remoto de preços e prazos de encomendas dos Correios é destinado aos clientes que possuem contrato de SEDEX, e-sedex e PAC, que necessitam calcular,

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 13 Web Services Web Services

Leia mais

-------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------- Base de Dados Sales.mdb Tabelas: Customers (CustomerID, Name, Address, PhoneNb, FaxNb, EMail) Products (ProductID, Description, UnitPrice, StockQtd) Sales (SaleID, CustomerID, DateOfSale) SaleDetails (SaleID,

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: SERASA Experian. Produto: Pefin Pendências Financeiras. Versão: 1.0

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: SERASA Experian. Produto: Pefin Pendências Financeiras. Versão: 1.0 Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: SERASA Experian Produto: Pefin Pendências Financeiras Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais...

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Pessoa Física NFE (RFB) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Pessoa Física NFE (RFB) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: CDC Produto: CDC Pessoa Física NFE (RFB) Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos Web Services Integração de aplicações na Web Integração de Aplicações na Web Interoperação entre ambientes heterogêneos desafios diversidade de componentes: EJB, CORBA, DCOM... diversidade de linguagens:

Leia mais

Web Services. Autor: Rômulo Rosa Furtado

Web Services. Autor: Rômulo Rosa Furtado Web Services Autor: Rômulo Rosa Furtado Sumário O que é um Web Service. Qual a finalidade de um Web Service. Como funciona o serviço. Motivação para o uso. Como construir um. Referências. Seção: O que

Leia mais

Minicurso Web Services com PHP

Minicurso Web Services com PHP Minicurso Vinícius Costa de Souza viniciuscs@unisinos.br http://www.inf.unisinos.br/~vinicius julho de 2005 Apresentações Nome Conhecimentos sobre Web Services Conhecimentos sobre PHP Expectativas referentes

Leia mais

Introdução Serviços Web WSDL SOAP UDDI Ferramentas. Serviços Web. (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello

Introdução Serviços Web WSDL SOAP UDDI Ferramentas. Serviços Web. (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello 1/39 Serviços Web (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 22 de Maio de 2007 2/39 Arquitetura Orientada a Serviços Arquitetura

Leia mais

Conteúdo da Aula de Hoje. Web Services. Avaliação da Disciplina. O que é um web service? O que é um web service? Vantagens

Conteúdo da Aula de Hoje. Web Services. Avaliação da Disciplina. O que é um web service? O que é um web service? Vantagens Web Services Pós-Graduação em Tecnologias para o desenvolvimento de aplicações WEB Conteúdo da Aula de Hoje Conceitos básicos Teste com WS Implementação de WS (Provedor e usuário) Instrutor : Avaliação

Leia mais

Formulário de Contato

Formulário de Contato Formulário de Contato Exemplos de formulários em ASP, PHP e C# Bloqueio Porta 25 Evitar envio de emails não autorizados (SPAM s); Fóruns mundiais; Órgãos internacionais; Acordo de Cooperação (CGI.br);

Leia mais

SOA Introdução. SOA Visão Departamental das Organizações

SOA Introdução. SOA Visão Departamental das Organizações 1 Introdução A Organização é a forma pela qual nós coordenamos nossos recursos de todos os tipos para realizar o trabalho que nos propusemos a fazer. A estrutura de nossas organizações manteve-se basicamente

Leia mais

Kassius Vargas Prestes

Kassius Vargas Prestes Kassius Vargas Prestes Agenda 1. Introdução Web Services 2. XML, SOAP 3. Apache Tomcat 4. Axis 5. Instalação Tomcat e Axis 6. Criação de um Web Service 7. Criação de um cliente Baixar http://www.inf.ufrgs.br/~kvprestes/webservices/

Leia mais

API e Integraç ão. Inoxnet WebServices. Versã o 1.10. (c) EBASE Lda. www.inoxnet.com

API e Integraç ão. Inoxnet WebServices. Versã o 1.10. (c) EBASE Lda. www.inoxnet.com API e Integraç ão Inoxnet WebServices Versã o 1.10 (c) EBASE Lda www.inoxnet.com Índice INFORMAÇ ÃO SOBRE ESTE DOCUMENTO...3 Descrição geral... 3 Requisitos... 3 Termos... 4 Convenções... 4 INTRODUÇ ÃO...4

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Estendida (Física) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: CDC. Produto: CDC Estendida (Física) Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: CDC Produto: CDC Estendida (Física) Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: Serviços de Informação. Produto: CEP. Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior

Manual de Integração. Tecnologia: WebServices SOAP XML. Área: Serviços de Informação. Produto: CEP. Versão: 1.0. Autor: Angelo Bestetti Junior Manual de Integração Tecnologia: WebServices SOAP XML Área: Serviços de Informação Produto: CEP Versão: 1.0 Autor: Angelo Bestetti Junior Conteúdo Introdução... 3 Considerações Iniciais... 4 Privacidade...

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Ciência da Computação Sistemas Distribuídos Professor Ciro Barbosa

Universidade Federal de Juiz de Fora Ciência da Computação Sistemas Distribuídos Professor Ciro Barbosa Universidade Federal de Juiz de Fora Ciência da Computação Sistemas Distribuídos Professor Ciro Barbosa Web Service Plínio Antunes Garcia Sam Ould Mohamed el Hacen Sumário Introdução conceitual O Web Service

Leia mais

Service Oriented Architecture SOA

Service Oriented Architecture SOA Service Oriented Architecture SOA Arquitetura orientada aos serviços Definição: Arquitetura de sistemas distribuídos em que a funcionalidade é disponibilizada sob a forma de serviços (bem definidos e independentes)

Leia mais

Criando & Consumindo um WebService com ASP.NET 2.0 Publicado em: 25 de Agosto de 2007 Por Herman Ferdinando Arais

Criando & Consumindo um WebService com ASP.NET 2.0 Publicado em: 25 de Agosto de 2007 Por Herman Ferdinando Arais ASP.NET > WebService herman_arais@yahoo.com.br Introdução Um WebService é um componente, ou unidade lógica de aplicação, acessível através de protocolos padrões de Internet. Como componentes, esses serviços

Leia mais

Criando um carrinho de compras

Criando um carrinho de compras Criando um carrinho de compras Um carrinho de compras feito em ASP.NET para você adaptar ao seu negócio e incluir no seu site. Além de aprender conceitos importantes relacionados a tecnologia ASP.NET vai

Leia mais

Grupo I [7v] 1. [1,0] Apresente o conteúdo do IDL relativo a este programa. Assuma PROGRAM=62015 e VERSION=1.

Grupo I [7v] 1. [1,0] Apresente o conteúdo do IDL relativo a este programa. Assuma PROGRAM=62015 e VERSION=1. Número: Nome: Página 1 de 6 LEIC/LETI, 2014/15, Repescagem do 1º Teste de Sistemas Distribuídos 30 de Junho de 2015 Responda no enunciado, apenas no espaço fornecido. Identifique todas as folhas. Duração:

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br

Desenvolvimento de Aplicações Web. Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira www.vqv.com.br / j.edu@vqv.com.br Desenvolvimento de Aplicações Web Programação Contextualização de aplicações Web: navegadores e servidores como interpretadores, tecnologias do lado do cliente (XHTML, CSS, Javascript) e do lado do servidor

Leia mais

Consulta de endereço através do Cep

Consulta de endereço através do Cep --------------------------------------------------------------------------------------------- Por: Giancarlo Fim giancarlo.fim@gmail.com Acesse: http://giancarlofim.wordpress.com/ ---------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Manual do Web Service

BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL. Manual do Web Service BC CORREIO SISTEMA DE CORREIO ELETRÔNICO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL Manual do Web Service SUMÁRIO Introdução... 3 Informações técnicas... 4 Serviços... 5 ConsultarPastasAutorizadas... 5 ConsultarCorreiosPorPasta...

Leia mais

Trabalho de Sistemas Distribuídos

Trabalho de Sistemas Distribuídos Cássio de Olivera Ferraz Trabalho de Sistemas Distribuídos Petrópolis 2015, v-1.0 Cássio de Olivera Ferraz Trabalho de Sistemas Distribuídos Trabalho sobre sistemas distribuídos e suas tecnologias. Universidade

Leia mais

Programação Cliente em Sistemas Web

Programação Cliente em Sistemas Web Programação Cliente em Sistemas Web WEBSERVICES Cap 18. - Sistemas distribuídos e serviços web em Deitel, H.M, Sistemas Operacionais, 3 ª edição, Pearson Prentice Hall, 2005 Fonte: Rodrigo Rebouças de

Leia mais

Manual de Integração WebService

Manual de Integração WebService Manual de Integração WebService Sumário 1. O que é a Integração WebService? 2. Envio Simples 3. Consultar Status da Mensagem 3.1 Consultar Mensagens Recebidas 4. Tecnologia do WebService Facilita 1. O

Leia mais

Prática da Disciplina de Sistemas Distribuídos Serviços Web IFMA DAI Professor Mauro Lopes C. Silva

Prática da Disciplina de Sistemas Distribuídos Serviços Web IFMA DAI Professor Mauro Lopes C. Silva 1. O que são Serviços Web (Web Services)? Prática da Disciplina de Sistemas Distribuídos Serviços Web IFMA DAI Professor Mauro Lopes C. Silva A ideia central dos Web Services parte da antiga necessidade

Leia mais

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax permite construir aplicações Web mais interativas, responsivas, e fáceis de usar que aplicações Web tradicionais. Numa aplicação Web tradicional quando se prime

Leia mais

Programação para Internet I. 2. O protocolo HTTP. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Programação para Internet I. 2. O protocolo HTTP. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Programação para Internet I 2. O protocolo HTTP Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Protocolos Conjunto de regras que define o modo como aplicações informáticas comunicam entre si. Permite

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Mecanismos de Comunicação Protocolos de Aplicação Mecanismos de comunicação

Leia mais

Segurança em Web Services

Segurança em Web Services Curso de Mestrado em Sistemas de Dados e Processamento Analítico Segurança e Privacidade em Sistemas de Armazenamento e Transporte de Dados Segurança em Web Services Carla Aliete Santos Índice 1. Introdução...4

Leia mais

Introdução a Web Services

Introdução a Web Services Introdução a Web Services Mário Meireles Teixeira DEINF/UFMA O que é um Web Service? Web Service / Serviço Web É uma aplicação, identificada por um URI, cujas interfaces podem ser definidas, descritas

Leia mais

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 Resumo Os Web Services são uma tecnologia emergente, sobre a qual muito se tem especulado. No decorrer

Leia mais

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição 15 2 Conceitos relativos a Web services e sua composição A necessidade de flexibilidade na arquitetura das aplicações levou ao modelo orientado a objetos, onde os processos de negócios podem ser representados

Leia mais

3. Desenvolvimento de Aplicações Web com ASP.net

3. Desenvolvimento de Aplicações Web com ASP.net Programação para Internet Avançada 3. Desenvolvimento de Aplicações Web com ASP.net Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt ASP.net? Tecnologia de servidor que pode ser implementada através

Leia mais

Integre pela Internet com os Web Services OpenEdge

Integre pela Internet com os Web Services OpenEdge Integre pela Internet com os Web Services OpenEdge Luciano Oliveira Solution Consultant, Progress OpenEdge Foco da Sessão Implementando OpenEdge Web Services Entendendo Web Services Identificar quando

Leia mais

Gerador de Web Services para cadeias de tranformações de documentos XML

Gerador de Web Services para cadeias de tranformações de documentos XML Gerador de Web Services para cadeias de tranformações de documentos XML José Carlos Ramalho, Pedro Taveira, Ricardo Ferreira e Vasco Rocha DI/UM jcr@di.uminho.pt pjstaveira@netcabo.pt ricardomiguel@myrealbox.com

Leia mais

Sistemas Distribuídos e Paralelos

Sistemas Distribuídos e Paralelos Sistemas Distribuídos e Paralelos Web Services Ricardo Mendão Silva Universidade Autónoma de Lisboa r.m.silva@ieee.org November 29, 2014 Ricardo Mendão Silva (UAL) Sistemas Distribuídos e Paralelos November

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services (continuação) WSDL - Web Service Definition Language WSDL permite descrever o serviço que será oferecido

Leia mais

Criando Web Services. Palestrante: Daniel Destro do Carmo

Criando Web Services. Palestrante: Daniel Destro do Carmo Criando Web Services com Apache Axis Palestrante: Daniel Destro do Carmo Tópicos do Tutorial Introdução O que são Web Services? Padrões Web Services SOAP WSDL Web Services com Java O que é Apache Axis?

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual para Envio de Arquivo de Cupons Fiscais via Webservice GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual para Envio de Arquivo de Cupons Fiscais via Webservice GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA Nota Fiscal Paulista Manual para Envio de Arquivo de Cupons Fiscais via Webservice Versão 1.1 26/12/2007 Controle de Alterações

Leia mais

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Agenda Introdução Aplicações interativas de TV Digital Desafios de layout e usabilidade Laboratório de usabilidade Desafios

Leia mais

Sistemas Distribuídos Arquiteturas Middlewares

Sistemas Distribuídos Arquiteturas Middlewares Sistemas Distribuídos Arquiteturas s Arquitetura Arquitetura de um sistema é sua estrutura em termos dos componentes e seus relacionamentos Objetivo: garantir que a estrutura satisfará as demandas presentes

Leia mais

Unidade 14: Web Services Prof. Daniel Caetano

Unidade 14: Web Services Prof. Daniel Caetano Programação Servidor em Sistemas Web 1 Unidade 14: Web Services Prof. Daniel Caetano INTRODUÇÃO Na maior parte deste curso foram estudados serviços desenvolvidos com o uso de tecnologias Servlet. Entretato,

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Declaração DOCTYPE e Tag Raiz html

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Declaração DOCTYPE e Tag Raiz html IntroduçãoàTecnologiaWeb HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage DeclaraçãoDOCTYPEeTagRaizhtml ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger

Leia mais

Web Services em Java. Web Services JAX-WS. NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5

Web Services em Java. Web Services JAX-WS. NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5. Criação de WS no NetBeans 5.5 Web Services Pós-Graduação em Tecnologias para o Desenvolvimento de Aplicações WEB Prof. Web Services em Java JAX-WS (Java API for XML Web Services): Esconde a complexidade em montar um envelope SOAP Converte

Leia mais

O objetivo da aula é realizar upload de arquivos com aplicação web. Será realizado o upload de duas formas:

O objetivo da aula é realizar upload de arquivos com aplicação web. Será realizado o upload de duas formas: Aula 09 FileUpload Disciplina: Programação Web Prof. Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: allbert.almeida@fatec.sp.gov.br Site: http://www.allbert.com.br /allbert.almeida Objetivo O objetivo da

Leia mais

Serviços Web: Introdução

Serviços Web: Introdução Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra,

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra, HANDLERS E MÓDULOS As handlers e os módulos são dois dos pontos de personalização e/ou extensão mais usados nas aplicações ASP.NET. O objetivo deste capítulo é apresentar algumas das principais particularidades

Leia mais

ITBI ONLINE MANUAL DE INTEGRAÇÃO

ITBI ONLINE MANUAL DE INTEGRAÇÃO SEMFAZ ITBI ONLINE MANUAL DE INTEGRAÇÃO O Manual de Integração é um documento que apresenta as especificações e critérios técnicos necessários para utilização do Web Service que irá recepcionar o lote

Leia mais

A interface IDataSource retorna dados em formato tabular e disponibiliza apenas dois métodos: GetView e GetViewNames. O primeiro,

A interface IDataSource retorna dados em formato tabular e disponibiliza apenas dois métodos: GetView e GetViewNames. O primeiro, 3 1CONTROLOS DATA SOURCE A plataforma ASP.NET disponibiliza um conjunto de controlos, designados de data source, que são capazes de fornecer dados que podem ser consumidos por outros, designados por data

Leia mais

XHTML 1.0 DTDs e Validação

XHTML 1.0 DTDs e Validação XHTML 1.0 DTDs e Validação PRnet/2012 Ferramentas para Web Design 1 HTML 4.0 X XHTML 1.0 Quais são os três principais componentes ou instrumentos mais utilizados na internet? PRnet/2012 Ferramentas para

Leia mais

tecnologias web e gestão de identidade

tecnologias web e gestão de identidade tecnologias web e gestão de identidade histórico serviços da era inicial da Internet telnet ftp gopher - estruturas hierárquicas www - hipertexto estudos sobre hipertexto e hipermídia sistemas locais www

Leia mais

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax permite construir aplicações Web mais interactivas, responsivas, e fáceis de usar que aplicações Web tradicionais. Numa aplicação Web tradicional quando se prime

Leia mais

SOA na Prática Ricardo Limonta

SOA na Prática Ricardo Limonta SOA na Prática Ricardo Limonta Arquiteto JEE Objetivo Apresentar os conceitos de Arquiteturas Orientadas a Serviços; Entender a relação entre SOA e a tecnologia Web Services; Implementar SOA com Web Services

Leia mais

Web Services: estudo de caso envolvendo uma aplicação B2B

Web Services: estudo de caso envolvendo uma aplicação B2B Web Services: estudo de caso envolvendo uma aplicação B2B Cristiano Fornari Colpani (FURB) cristiano.colpani@senior.com.br Alexander Roberto Valdameri (FURB) arv@furb.br Resumo. Este artigo descreve um

Leia mais

: : Interoperabilidade entre Sistemas de Informação baseados na WEB - uma abordagem Multicanal

: : Interoperabilidade entre Sistemas de Informação baseados na WEB - uma abordagem Multicanal : : Interoperabilidade entre Sistemas de Informação baseados na WEB - uma abordagem Multicanal Sérgio Magalhães mgi01020@fe.up.pt As vantagens competitivas ganham-se muitas vezes por ser o primeiro a chegar

Leia mais

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 1 Contextualização e arquitetura de funcionamento de um Web Service Os Web Services [PRV+01, Cer02]

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE APLICAÇÕES DISTRIBUÍDAS UTILIZANDO SERVIÇOS WEB

CONSTRUÇÃO DE APLICAÇÕES DISTRIBUÍDAS UTILIZANDO SERVIÇOS WEB CONSTRUÇÃO DE APLICAÇÕES DISTRIBUÍDAS UTILIZANDO SERVIÇOS WEB Deusa Cesconeti e Jean Eduardo Glazar Departamento de Ciência da Computação Faculdade de Aracruz UNIARACRUZ {dcescone, jean}@fsjb.edu.br RESUMO

Leia mais

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações Universidade de São Paulo Escola Politécnica Programa de Educação Continuada em Engenharia PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto O Produto Internet e suas Aplicações Tecnologias de Informação

Leia mais

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 Controle de Revisões Micropagamento F2b Web Services/Web 18/04/2006 Revisão Data Descrição 00 17/04/2006 Emissão inicial. www.f2b.com.br

Leia mais

Forms Authentication em ASP.NET

Forms Authentication em ASP.NET Forms Authentication em ASP.NET Em muitos sites web é necessário restringir selectivamente o acesso a determinadas áreas, ou páginas, enquanto para outras páginas pode permitir-se acesso livre. ASP.NET

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira 1 CDI - Curso de Webdesign - Prof. Paulo Trentin Objetivos para esta aula Debater sobre

Leia mais

Introdução à Web Services

Introdução à Web Services Introdução à Web Services Emerson Ribeiro de Mello emerson@das.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina O que falaremos... Pra que isso? O que é Web Services A camada de protocolos O que são: XML-RPC,

Leia mais

Interface Web services

Interface Web services Declarações Electrónicas Interface Web services DGCI, 2008/06/18 Objectivo Promover a integração de aplicações remotas com os Web services fornecidos pela DGITA para a submissão de declarações fiscais

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

INSTALAÇÃO E USO DO GOOGLE APP ENGINE PLUGIN utilizando o Eclipse Galileo

INSTALAÇÃO E USO DO GOOGLE APP ENGINE PLUGIN utilizando o Eclipse Galileo INSTALAÇÃO E USO DO GOOGLE APP ENGINE PLUGIN utilizando o Eclipse Galileo Requisitos de Ambiente: Desenvolvido por: Fabrício Alves e Daniela Claro contato: fabufbc@dcc.ufba.br, dclaro@ufba.br Java 1.6

Leia mais

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1 Servlets 2 1 Plataforma WEB Baseada em HTTP (RFC 2068): Protocolo simples de transferência de arquivos Sem estado (não mantém sessão aberta) Funcionamento (simplificado):

Leia mais

A utilização do JSWDP para construção de Web Services

A utilização do JSWDP para construção de Web Services A utilização do JSWDP para construção de Web Services Fabiana Ferreira Cardoso 1, Francisco A. S. Júnior 1, Madianita Bogo 1 1 Centro de Tecnologia da Informação Centro Universitário Luterano de Palmas

Leia mais

19/05/2009. Módulo 1

19/05/2009. Módulo 1 ASP.NET Módulo 1 Objetivo Mostrar os conceitos fundamentais da plataforma Microsoft.Net e suas ferramentas; Apresentar os conceitos fundamentais de aplicações web e seus elementos; Demonstrar de forma

Leia mais

JSP trata-se de uma tecnologia que possibilita o desenvolvimento de páginas web dinâmicas utilizando todas as potencialidades do Java como linguagem

JSP trata-se de uma tecnologia que possibilita o desenvolvimento de páginas web dinâmicas utilizando todas as potencialidades do Java como linguagem 1 JSP trata-se de uma tecnologia que possibilita o desenvolvimento de páginas web dinâmicas utilizando todas as potencialidades do Java como linguagem orientada a objectos. Tal como em ASP e PHP, os ficheiros

Leia mais

Serviços Web: Arquitetura

Serviços Web: Arquitetura Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

Guia Desenvolvedor WebService SisConsulta - v2.0.5

Guia Desenvolvedor WebService SisConsulta - v2.0.5 SisConsulta Manual de Integração via WebService Nossa plataforma disponibiliza integração com a maioria das ferramentas de mercado através de links construídos via WebService. Os métodos são citados logo

Leia mais

Validando dados de páginas WEB

Validando dados de páginas WEB Validando dados de páginas WEB Para que validar os dados? Validar os dados informados pelo usuário garante que sua aplicação funcione corretamente e as informações contidas nela tenha algum sentido. Outro

Leia mais

Universidade da Beira Interior

Universidade da Beira Interior Universidade da Beira Interior Relatório Apresentação Java Server Pages Adolfo Peixinho nº4067 Nuno Reis nº 3955 Índice O que é uma aplicação Web?... 3 Tecnologia Java EE... 4 Ciclo de Vida de uma Aplicação

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST)

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST) SÃO PAULO 2012 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST) Jean Carlos Rosário Lima Monografia apresentada à Faculdade

Leia mais

Projeto: Plataforma de Integração. Data: 01/08/2014

Projeto: Plataforma de Integração. Data: 01/08/2014 Manual do Usuário - Autenticação Plataforma de Integração Arquitetura de Software 1.0 20/03/2014 1 de 8 Histórico de Revisões Data Versão Descrição 01/08/2014 1.0 Criação do documento 04/08/2014 1.1 Revisão

Leia mais

SOA. Service Oriented Architecture. Maxmiliano Franco Braga

SOA. Service Oriented Architecture. Maxmiliano Franco Braga SOA Service Oriented Architecture Maxmiliano Franco Braga Agenda O que é? SOA Glossário de SOA Vantagens e Cuidados Exemplos Viagem Restaurante Processos do MP O que é SOA? [1] Service Oriented Architecture

Leia mais

COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE. Rui Ribeiro colibri@fccn.pt. FCCN - Dezembro 2010

COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE. Rui Ribeiro colibri@fccn.pt. FCCN - Dezembro 2010 COLIBRI Ambiente Colaborativo Multimédia MÓDULO MOODLE FCCN - Dezembro 2010 Rui Ribeiro colibri@fccn.pt Módulo COLIBRI Concebido por: José Coelho Universidade Aberta Apoiado por: Rui Ribeiro FCCN Vitor

Leia mais

Introdução. Templates. Configurações. Componentes. Prof. Enzo Seraphim

Introdução. <facelets> Templates. Configurações. Componentes. Prof. Enzo Seraphim Introdução Templates Configurações Componentes Prof. Enzo Seraphim Definição Linguagem de descrição de páginas (PDL Page Description Language) criada para JSF. Estabelece templates que suportam

Leia mais

nddcargo 4.2.1.0 Manual do WebService de Integração - OT

nddcargo 4.2.1.0 Manual do WebService de Integração - OT nddcargo 4.2.1.0 Manual do WebService de Integração - OT Histórico de alterações Data Versão Autor Descrição 07/06/2013 1 Luis Fernando Schafaschek Criação do documento 2 Sumário 1. Introdução... 4 2.

Leia mais

Programação para a Internet II 2.13. PHP AJAX. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Programação para a Internet II 2.13. PHP AJAX. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Programação para a Internet II 2.13. PHP AJAX Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Ajax não é uma tecnologia! É um conceito! Consiste no uso do objecto XMLHttpRequest que se encontra implementado

Leia mais

3 Serviços na Web (Web services)

3 Serviços na Web (Web services) 3 Serviços na Web (Web services) 3.1. Visão Geral Com base na definição do Word Wide Web Consortium (W3C), web services são aplicações autocontidas, que possuem interface baseadas em XML e que descrevem

Leia mais

Webservice LerChaveAutenticadora

Webservice LerChaveAutenticadora 1 Visão geral Webservice LerChaveAutenticadora O webservice LerChaveAutenticadora lê a chave autenticadora (autenticador) de uma Nota Fiscal já registrada no site do Compra Legal RN / SET-RN. Se o serviço

Leia mais

Exemplo de Aplicaça o Facebook

Exemplo de Aplicaça o Facebook HCIM Summer Workshop Guião Hands-on Exemplo de Aplicaça o Facebook 1. Download do Software Development Kit (SDK) O download do SDK do Facebook encontra-se disponível aqui. Depois de fazer o download do

Leia mais

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1 Desenvolvimento Cliente- 1 Ambiienttes de Desenvollviimentto Avançados Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Alexandre Bragança 1998/99 Ambientes de Desenvolvimento Avançados

Leia mais

Web Services e SOAP. Alexandre Zua CaldeiraTecnologias de Middleware 2006/2007 20.10.2006. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Web Services e SOAP. Alexandre Zua CaldeiraTecnologias de Middleware 2006/2007 20.10.2006. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Alexandre Zua Caldeira Tecnologias de Middleware 2006/2007 Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa 20.10.2006 1 Introdução Definições Limitações do Middleware Estudado Integração com Web Services

Leia mais