Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa."

Transcrição

1 Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Paulo Lopes, Horácio Neto Setembro de 2006

2 1. O Xilinx ISE Project Manager O Xilinx ISE Project Manager é um ambiente integrado de projecto de circuitos digitais. Inclui, entre outras ferramentas de projecto, um Editor de Esquemas, um Simulador Lógico e programas para mapeamento automático do circuito digital em dispositivos lógicos programáveis da família Xilinx. Nas secções que se seguem, são introduzidos exemplos básicos de utilização do Editor de Esquemas e do Simulador Lógico. Para correr o Xilinx Ise Project Manager pressione o botão respectivo: 2. Abrir um Novo Projecto Entre os dados referentes ao novo projecto: Na etiqueta File seleccione New Project 1

3 Entre o nome do projecto, a localização onde vai ser guardado e o tipo do modelo de topo como esquema.. 2

4 Escolha XST com a synthesis tool, o ISE Simulator com (simulador integrado) como o simulador escolhido. 3

5 para criar um novo esquemático para o projecto. Entre o nome do arquivo que vai conter o esquema. 4

6 5

7 3. O Editor de Esquemas 6

8 Colocação de Componentes Clique no botão Add Symbol TAB, ou na para inserir um símbolo. Escolha um inversor, INV, uma porta OR de 3 entradas, OR3, e uma porta AND de 2 entradas, AND2. Pode seleccionar a(s) porta(s) directamente na lista de componentes, ou escrever o nome na linha inferior Symbol Name Filter da janela de símbolos (ver exemplo com INV). Coloque as portas no circuito e use o botão circuito. para fazer zoom sobre o Interligação de Componentes Passe a modo Add Wire, pressionando o respectivo botão. Para fazer uma ligação entre 2 pinos, pressione o botão esquerdo do rato em cima de um dos pinos, arraste a ligação para cima do segundo pino, e volte a pressionar o botão esquedo do rato. 7

9 Para preparar para colocar as entradas/saídas coloque ligações das entradas/saídas em aberto num dos extremos, para que isso aconteça arraste com o rato desde a porta até ao lugar onde quer colocar a entrada/saída e tecle Esc. Para colocar as entradas saídas, pressione o botão. Na Caixa de Processes deixe ligada a opção, Add an automatic marker. Escolha click nas entradas e nas saídas do circuito para colocar as marcas de entrada e de saída. O esquemático resultante é o seguinte: Atribua nomes às entradas e saídas: para escolher uma indentificação para uma entrada/saída do circuito, use o modo de selecção, faça duplo click sobre a entrada/saída, e entre com o nome no campo respectivo da janela que se abre (Name). Após renomear todas as entradas saídas feche a janela do editor de esquemas salvando. 8

10 4. Simulação Lógica No ambiente de navegação do projecto: seleccione nova fonte pressionando o botão direito do rato, e escolhendo a selecção New Source, premindo o botão esquerdo. Introduza o nome do arquivo que vai conter o gerador de teste, este nome tem de ser diferente do nome do esquema. Seleccione Teste Bench Waveform. 9

11 10

12 o botão esquerdo sobre as manchas azuis de modo a ter as formas de onda (zeros uns) como na figura (basta clicar nos pontos onde a forma de onda muda de valor). 11

13 Note o traço azul a definir o fim da simulação. Pode também definir este tempo editando a caixa de dialogo no topo da janela:. Salve fazendo File- >Save. Para obter os resultados da simulação, escolha na janela Sources, e escolha o ficheiro TestBench que criou. Na janela Processes escolha a TAB. Click em Xilinx ISE Simulator. Faça duplo clique sobre a selecção Generate Expected Simulatios Results. Altere o valor do output com os novos resultados esperado, diálogo. na caixa de 12

14 Observe os resultados. 5. Arquivar o Projecto Pode arquivar o seu projecto num único ficheiro usando Project / Archive na janela de Projecto. Recomenda-se que guardem uma cópia de arquivo em disquete ou pen própria, visto que a área no disco rígido do computador do laboratório não está protegida. 13

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Paulo Lopes, Horácio

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Abílio Parreira, Horácio

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO REVISÃO DE NOVEMBRO DE 2012 INTRODUÇÃO O Xilinx ISE é um ambiente integrado de projecto de circuitos digitais.

Leia mais

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação Tutorial Arquitectura de Computadores ETI IGE 02 XILINX 1. Criação de um projecto Edição e simulação

Leia mais

Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx

Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx O presente documento resume os passos necessários para programar um Complex Programmable Logic Device (CPLD) usando o editor de esquema eléctrico e a

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior. Actualmente, o Windows é

Leia mais

Portas Lógicas Básicas: Parte 2 Simulação Lógica

Portas Lógicas Básicas: Parte 2 Simulação Lógica Laboratório 1 - continuação Portas Lógicas Básicas: Parte 2 Simulação Lógica 5. Introdução à Simulação Lógica Neste laboratório, você tomará contato com a ferramenta de projeto digital Max+Plus II, da

Leia mais

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack Electrónica Digital 2 Xilinx Webpack (ver 5.2) Notas para iniciação (Outubro 2003) António Cunha Prefácio Este texto tem como objectivo introduzir os primeiros conceitos sobre a utilização de um CAD para

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Guia de Implementação de Circuitos na Placa de Desenvolvimento Horácio

Leia mais

Exercício Opcional: FAMILIARIZAÇÃO COM O SOFTWARE CIRCUIT MAKER 2000

Exercício Opcional: FAMILIARIZAÇÃO COM O SOFTWARE CIRCUIT MAKER 2000 Laboratório de Sistemas Digitais /0 Exercício Opcional: FAMILIARIZAÇÃO COM O SOFTWARE CIRCUIT MAKER 000 OBJETIVO Aprender a utilizar o Editor de Esquemáticos e o Simulador Lógico Criar e simular os esquemáticos

Leia mais

Tutorial do Quartus II

Tutorial do Quartus II Tutorial do Quartus II Introdução A seguir, você tomará contato com a ferramenta de projeto digital Quartus II, da Altera Corporation, que além de permitir descrever e simular circuitos lógicos complexos,

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo

Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo Introdução à Folha de Cálculo O Excel é uma folha de cálculo capaz de guardar dados, executar cálculos e gerar gráficos. Introdução à Folha de Cálculo Uma folha de cálculo, por exemplo o Excel, permite

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique

Leia mais

OBJECTIVO Modelo personalizado com marcas d água

OBJECTIVO Modelo personalizado com marcas d água ICHA OBJECTIVO Modelo personalizado com marcas d água Actualmente é possível criar e guardar um modelo personalizado em formato digital, que poderá, por exemplo, substituir o tradicional papel timbrado.

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP Disciplina: DIM0403 Laboratório de Circuitos Lógicos Professor: Sílvio Fernandes 08 Introdução

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1

Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1 Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1 Laboratório Digital Marlim Pereira Menezes Profa. Dra. Liria M. Sato Prof. Dr. Edson Midorikawa Departamento de Engenharia

Leia mais

Criar um Aplicativo de Realidade Aumentada

Criar um Aplicativo de Realidade Aumentada Escola Superior de Educação de Santarém Criar um Aplicativo de Realidade Aumentada Exercício 2 Nuno Lopes Data 21 Maio 2013 26 Maio 2013 Passo 1: Criar um novo projeto 1- Dar o nome ao projeto de projeto_ra

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA SISTEMAS DIGITAIS

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA SISTEMAS DIGITAIS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DA XILINX ANTÓNIO GRILO, HORÁCIO

Leia mais

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de trabalhar com imagens no Word, oriundas do ClipArt.

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de trabalhar com imagens no Word, oriundas do ClipArt. Sessão nº 9 Trabalhar com imagens do ClipArt Objectivos: No final desta sessão o formando deverá ser capaz de trabalhar com imagens no Word, oriundas do ClipArt. Trabalhar com imagens do ClipArt Além do

Leia mais

FAQ v0.4.3. Perguntas frequentes relacionadas. com ISE da Xilinx e ferramentas associadas. Versão da ferramenta: Xilinx ISE 10.1

FAQ v0.4.3. Perguntas frequentes relacionadas. com ISE da Xilinx e ferramentas associadas. Versão da ferramenta: Xilinx ISE 10.1 UTL/IST FAQ v0.4.3 Perguntas frequentes relacionadas com ISE da Xilinx e ferramentas associadas Versão da ferramenta: Xilinx ISE 10.1 Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA 2005/2006. 0.5 Valores

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA 2005/2006. 0.5 Valores ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE TOMAR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO (ENG. INFORMÁTICA) COMPUTADORES E PROGRAMAÇÃO I (ENG. ELECTROTÉCNICA) 2005/2006 TRABALHO PRÁTICO Nº

Leia mais

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO DO PROTEUS

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO DO PROTEUS 1 Para iniciar a edição de um esquema elétrico para posterior simulação, busque no menu Iniciar do Windows, a opção Todos os Programas. Localize a pasta onde foi instalado o Proteus e selecione o programa

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT

GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT Nuno Azevedo 2005/06 ESCOLA BÁSICA B INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO GUIA DE CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES MICROSOFT POWER POINT A Janela de apresentação do Programa Barras de menus, padrão e de formatação Área

Leia mais

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft.

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. WINDOWS O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. Área de Trabalho Ligada a máquina e concluída a etapa de inicialização, aparecerá uma tela, cujo plano de fundo

Leia mais

1. Selecionar Start»Programs»National Instruments»LabVIEW 2011»LabVIEW para abrir o LabVIEW. A janela de diálogo do LabVIEW aparece.

1. Selecionar Start»Programs»National Instruments»LabVIEW 2011»LabVIEW para abrir o LabVIEW. A janela de diálogo do LabVIEW aparece. Engenharia Eletrotécnica e de Computadores 2011/2012 UC: Instrumentação e Medidas EXERCÍCIOS LABVIEW Exercício 1 - Abrir e executar um VI (Virtual Instrument) Examine o VI Signal Generation and Processing

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage.

1.1. Clique no botão Iniciar, seleccione Todos os programas, Microsoft Office e no submenu aberto escolha o programa Microsoft FrontPage. Objectivos: Identificar os elementos do Ambiente de trabalho do Microsoft FrontPage Criar um website Fechar um website Abrir um website Modos de visualização de um website Criar, eliminar, abrir e fechar

Leia mais

SECUNDÁRIA DE CAMARATE DIGIT@L. Plataforma Office 365. Operações sobre documentos e pastas

SECUNDÁRIA DE CAMARATE DIGIT@L. Plataforma Office 365. Operações sobre documentos e pastas SECUNDÁRIA DE CAMARATE DIGIT@L Plataforma Office 365 Operações sobre documentos e pastas Conteúdo Operações sobre documentos e pastas... 2 Criar uma nova pasta... 2 Criar um novo documento diretamente

Leia mais

Backup Premium Guia Rápido de Introdução do Utilizador

Backup Premium Guia Rápido de Introdução do Utilizador Acerca O Memeo Backup Premium é uma solução de cópias de segurança simples para um mundo digital complexo. Ao efectuar cópias de segurança automáticas dos seus documentos importantes e preferidos, o Memeo

Leia mais

Escolas de Montalegre Escola Básica e Secundária de Montalegre (sede) 347680 Montalegre. Utilizar o WordPad

Escolas de Montalegre Escola Básica e Secundária de Montalegre (sede) 347680 Montalegre. Utilizar o WordPad Escolas de Escola Básica e Secundária de (sede) 347680 ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR TIC (TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO) ESSCCOOLLAA: : EB 1 de ANNOO DDEE ESSCCOOLLAARRI IIDDAADDEE:

Leia mais

- Instruções para Aplicação de Geração do Ficheiro Prestação -

- Instruções para Aplicação de Geração do Ficheiro Prestação - ACSS Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. - Instruções para Aplicação de Geração do Ficheiro Prestação - Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica Novembro de 2013 1/24 ÍNDICE ÍNDICE...

Leia mais

Software de Edição e Output ADOBE ILLUSTRATOR E SILHOUETTE STUDIO. File > Open > Escolher a pasta ou local onde se encontre o ficheiro

Software de Edição e Output ADOBE ILLUSTRATOR E SILHOUETTE STUDIO. File > Open > Escolher a pasta ou local onde se encontre o ficheiro TUTORIAL CORTADORA DE VINIL Software de Edição e Output ADOBE ILLUSTRATOR E SILHOUETTE STUDIO 1. Abrir o programa ADOBE ILLUSTRATOR localizado na barra de tarefas 2. Abrir o ficheiro a cortar no ADOBE

Leia mais

Referencial do Módulo B

Referencial do Módulo B 1 Referencial do Módulo B Liga, desliga e reinicia correctamente o computador e periféricos, designadamente um scanner; Usa o rato: aponta, clica, duplo-clique, selecciona e arrasta; Reconhece os ícones

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Criação e eliminação de atalhos Para criar atalhos, escolher um dos seguintes procedimentos: 1. Clicar no ambiente de trabalho com o botão secundário (direito) do

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO Escola Básica José Afonso Professora Marta Caseirito Grupo 1 1. As questões seguintes são de escolha múltipla. Nas afirmações seguintes assinale com X aquela

Leia mais

FICHA ORIENTADA Nº1 T E C N O L O G I A S D E I N F O R M A Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O INTRODUÇÃO AO PROCESSADOR DE TEXTO CRIAÇÃO DE UM DOCUMENTO

FICHA ORIENTADA Nº1 T E C N O L O G I A S D E I N F O R M A Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O INTRODUÇÃO AO PROCESSADOR DE TEXTO CRIAÇÃO DE UM DOCUMENTO T E C N O L O G I A S D E I N F O R M A Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O FICHA ORIENTADA Nº1 INTRODUÇÃO AO PROCESSADOR DE TEXTO CRIAÇÃO DE UM DOCUMENTO 1. Abra o Microsoft Word. O Microsoft Office Word ajuda

Leia mais

E x c e l 1 C o n c e i t o s b á s i c o s

E x c e l 1 C o n c e i t o s b á s i c o s E x c e l 1 C o n c e i t o s b á s i c o s 1. Inicie o Microsoft Excel. Menu Start > Programs > Microsoft Excel, ou faça duplo clique no atalho Microsoft Excel que se encontra no ambiente de trabalho.

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados.

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Windows Menu Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Minimizar Fechar Maximizar/restaurar Uma janela é composta de vários elementos

Leia mais

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 3 - MANUAL DO UTILIZADOR Diogo Mateus 3.1. REQUISITOS MÍNIMOS * Computador Pessoal com os seguintes Programas * Microsoft Windows 95 * Microsoft Access 97 A InfoMusa

Leia mais

2. Utilitários de sistema para ambiente Windows. 2.1. Ferramentas de gestão de ficheiros

2. Utilitários de sistema para ambiente Windows. 2.1. Ferramentas de gestão de ficheiros 2. Utilitários de sistema para ambiente Windows 2.1. Ferramentas de gestão de Os compressores de são programas com capacidade para comprimir ou pastas, tornando-as mais magras, ou seja, ocupando menos

Leia mais

INTRODUÇÃO AO WORD Processamento de texto

INTRODUÇÃO AO WORD Processamento de texto Ficha de trabalho n.º1 Objectivos: Escrever/formatar texto Formatar imagens Inserir uma tabela Criar uma pasta Guardar um documento INTRODUÇÃO AO WORD Processamento de texto - No processo de introdução

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 1 Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1º Período Elementos básicos da interface gráfica do Windows (continuação).

Leia mais

TUTORIAL WEEBLY. 2-Crie um cadastro (lembrando que palavra passe é a senha). Após preencher o formulário, clique em Sign Up. It s Free!

TUTORIAL WEEBLY. 2-Crie um cadastro (lembrando que palavra passe é a senha). Após preencher o formulário, clique em Sign Up. It s Free! TUTORIAL WEEBLY 1- Entre no site do Weebly: www.weebly.com 2-Crie um cadastro (lembrando que palavra passe é a senha). Após preencher o formulário, clique em Sign Up. It s Free! 3- Irão aparecer algumas

Leia mais

Oficina de Construção de Páginas Web

Oficina de Construção de Páginas Web COMPETÊNCIAS BÁSICAS EM TIC NAS EB1 Oficina de Construção de Páginas Web Criação e Publicação Actividades de exploração Objectivo Explorar as funcionalidades essenciais do Programa, na perspectiva da construção/actualização

Leia mais

Guião de Utilização do FrontPage 2002

Guião de Utilização do FrontPage 2002 Ambiente de Trabalho Criar um novo site 1. Na barra Nova página ou Web (à direita) escolher a opção Novo/Web vazia. Indicar a localização da nova web. Por exemplo: C:\..\..\sess3g01 para o computador 1...

Leia mais

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco

Alguns truques do Excel. 1- Títulos com inclinação. 2- Preencha automaticamente células em branco Alguns truques do Excel 1- Títulos com inclinação No Excel é possível colocar o conteúdo das células na vertical. Para além disto, pode-se escolher o grau de inclinação. Para isto, seleccione as células

Leia mais

Somador e subtrator de 8 bits

Somador e subtrator de 8 bits Somador e subtrator de 8 bits Nota: Para desenvolver o somador e subtrator de 8 bits na Plataforma Windows, utilize preferencialmente Windows XP ou Vista. Você poderá encontrar problemas durante algumas

Leia mais

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0

Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Guia e Utilização do Visual Studio 6.0 Objectivo Este guia acompanha-o através do processo de criação de uma aplicação C++ utilizando o ambiente de desenvolvimento Visual Studio 6.0. Passo 1: Criação de

Leia mais

Menus do Norton Ghost

Menus do Norton Ghost Menus do Norton Ghost O Norton Ghost é formado por 3 Opções: *Ghost Basic *Ghost Advanced *Ghost Utilities 9 Ghost Basic Tem as operações básicas do software. Este menu é constituído por 3 opções: Backup

Leia mais

PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II

PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II 1) Após abrir o quartus II, clique em CREATE A NEW PROJECT (tela abaixo). Se estiver utilizando windows 7, execute como administrador.

Leia mais

SDL TRADOS 2007 WinAlign. Manual de Utilização

SDL TRADOS 2007 WinAlign. Manual de Utilização SDL TRADOS 2007 WinAlign Manual de Utilização Ficha Técnica Título SDL TRADOS 2007 WinAlign (Manual de Utilização Iniciação) Autor(a) Paula Carvalho Concepção gráfica Paula Carvalho Centro Multimédia de

Leia mais

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas

OBJECTIVO Aplicação de fórmulas FICHA 4 OBJECTIVO Aplicação de fórmulas No final deste exercício o utilizador deverá estar apto a realizar as seguintes operações: Aplicar fórmulas para o cálculo de valores Formatar condicionalmente as

Leia mais

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013

Manual do Utilizador. Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows. Versão 1.3, Novembro de 2013 Manual do Utilizador Impressoras de Rede / Sistemas Operativos Windows Versão 1.3, Novembro de 2013 Quaisquer duvidas podem ser esclarecidas através do email: si@esmae-ipp.pt Serviços de Informática, ESMAE

Leia mais

Como incorporar música. numa apresentação de. PowerPoint?

Como incorporar música. numa apresentação de. PowerPoint? Centro de Formação da Associação Educativa para o Desenvolvimento da Criatividade Como incorporar música numa apresentação de PowerPoint? Na maior parte das vezes o problema põe-se porque o PowerPoint

Leia mais

Como produzir um texto no computador.

Como produzir um texto no computador. Como produzir um texto no computador. Antes de aprender como produzir um texto no computador e algumas das funcionalidades básicas que o processador de texto oferece, deve ler os seguintes tutoriais: Conhecer

Leia mais

Para criar a conta faça clique no separador. Abre um formulário com campos que terá que preencher. Basta ir seguindo

Para criar a conta faça clique no separador. Abre um formulário com campos que terá que preencher. Basta ir seguindo CRIAR UMA CONTA DE CORREIO ELECTRÓNICO Ex: No hotmail: Abrir o Explorer Na barra de endereços escrever: http://www.hotmail.com Surge a página representada na fig.1. Fig. 1 Para criar a conta faça clique

Leia mais

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento Configurar o Word FIGURA 1.26 Serviços ligados 1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento O Microsoft Office 2013 apenas tem disponíveis ligações a serviços de armazenamento proprietários da Microsoft.

Leia mais

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador.

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Windows Live Movie Maker

Windows Live Movie Maker Windows Live Movie Maker Passo-a-passo para Professores Criar um filme com o Windows Live Movie Maker Descarregue o programa 1. Visite o site http://explore.live.com/windows-live-movie-maker e descarregue

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

Manual do PDFCreator Versão 1

Manual do PDFCreator Versão 1 Manual do PDFCreator Versão 1 O PDFCreator é um software livre que permite criar documentos em formato PDF a partir outras aplicações. Centro de Formação de Penalva e Azurara www.cfpa.pt 2006 Índice Índice...

Leia mais

Como migrar de outras ferramentas de gestão de referência para o Mendeley. Como migrar do RefWorks para Mendeley

Como migrar de outras ferramentas de gestão de referência para o Mendeley. Como migrar do RefWorks para Mendeley Guia de Migração Como migrar de outras ferramentas de gestão de referência para o Mendeley Um dos benefícios do Mendeley é que ele pode importar referências de outras ferramentas de gerenciamento de referência.

Leia mais

http://www.uarte.mct.pt

http://www.uarte.mct.pt ws-ftp 1 sobre o programa...... pag.. 2 descarregar o programa a partir do site da uarte... pag.. 3 instalar o programa...... pag.. 4 a 6 iniciar o programa...... pag.. 7 interface dpo programa... pag..

Leia mais

Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1

Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1 Mini Curso Básico De Introdução Ao Metasys. Apostila 1 Aluno: Turma Aula 1: Objetivos Aprender quais são as partes principais do computador, e quais suas funcoes. Aprender a ligar e desligar o computador

Leia mais

Processo de submissão - Informação para autores

Processo de submissão - Informação para autores Processo de submissão - Informação para autores O sistema de submissão on-line da Colóquios Garcia de Orta oferece aos autores a possibilidade de enviarem as suas submissões directamente para a revista.

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 36 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento. Atividade Prática: Laboratório SIG

PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento. Atividade Prática: Laboratório SIG PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento Atividade Prática: Laboratório SIG Docentes: Prof. Dr Claudio Luiz Marte Prof. Dr. José Alberto Quintanilha Elaboração Roteiro: Mariana Abrantes Giannotti Colaboração:

Leia mais

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011 Domine o Word 2007 1 Professor: Rafael Henriques Ano Lectivo 2010/2011 Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2007 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2007; Realização

Leia mais

Pesquisa e organização de informação

Pesquisa e organização de informação Pesquisa e organização de informação Capítulo 3 A capacidade e a variedade de dispositivos de armazenamento que qualquer computador atual possui, tornam a pesquisa de informação um desafio cada vez maior

Leia mais

Criar um formulário do tipo Diálogo modal ; Alterar a cor de fundo de um formulário; Inserir botões de comando e caixas de texto;

Criar um formulário do tipo Diálogo modal ; Alterar a cor de fundo de um formulário; Inserir botões de comando e caixas de texto; FICHA OBJECTIVO Construir Construir formulários na base de dados Diplomas em Diário da República Um formulário é utilizado, em primeiro lugar, para introduzir, eliminar ou apresentar dados numa base de

Leia mais

MICROSOFT POWERPOINT

MICROSOFT POWERPOINT MICROSOFT POWERPOINT CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES. O QUE É O POWERPOINT? O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite a criação de slides de ecrã, com cores, imagens, e objectos de outras aplicações,

Leia mais

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento.

No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento. Sessão nº 2 Iniciar um novo documento Objectivos: No final desta sessão o formando deverá ser capaz de aceder ao Word e iniciar um novo documento. Iniciar um novo documento Ao iniciar-se o Word, este apresenta

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a Sketch2Photo

Leia mais

Bem vindo à vídeo-vigilância profissional da Segurança 24

Bem vindo à vídeo-vigilância profissional da Segurança 24 Bem vindo à vídeo-vigilância profissional da Segurança 24 O software que tem instalado no seu computador permite-lhe visualizar em directo as imagens das suas câmaras assim como rever as gravações,efectuar

Leia mais

Exercício 5: Analisar Dados Recolhidos em Páginas da Internet

Exercício 5: Analisar Dados Recolhidos em Páginas da Internet Exercício 5: Analisar Dados Recolhidos em Páginas da Internet Podemos extrair, directamente, dados numéricos de uma página da Internet para um documento do TI-InterActive!. Este exercício é semelhante

Leia mais

Laboratório de Arquitectura de Computadores IST - Taguspark 2008/2009 Introdução aos sistemas binários Guião 1 9 a 13 de Março 2009

Laboratório de Arquitectura de Computadores IST - Taguspark 2008/2009 Introdução aos sistemas binários Guião 1 9 a 13 de Março 2009 Laboratório de Arquitectura de Computadores IST - Taguspark 2008/2009 Introdução aos sistemas binários Guião 9 a 3 de Março 2009 (Semana 2) Objectivos Com este trabalho pretende-se que os alunos se familiarizem

Leia mais

INCLUSÃO DIGITAL - ANDRAGOGIA - Software para Secretaria - Officce Autor Gilberto Karnas Direitos Autorais cedido ao ISL2024

INCLUSÃO DIGITAL - ANDRAGOGIA - Software para Secretaria - Officce Autor Gilberto Karnas Direitos Autorais cedido ao ISL2024 Inclusão Digital - Software para Secretaria - Officce Introdução O objetivo dessa cartilha é informar o usuário das funcionalidades básicas do software incluídos no conjunto/ pacote do Officce. Ele é um

Leia mais

Ladibug Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador

Ladibug Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador Ladibug Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador Índice 1. Introdução... 2 2. Requisito do Sistema... 2 3. Instalar Ladibug... 3 4. Ligação... 6 5. Iniciar a utilização do Ladibug...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EEL5105 Circuitos e Técnicas Digitais Prof. Eduardo L. O. Batista

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EEL5105 Circuitos e Técnicas Digitais Prof. Eduardo L. O. Batista UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EEL5105 Circuitos e Técnicas Digitais Prof. Eduardo L. O. Batista EXPERIMENTO 1 INTRODUÇÃO AO LABORATÓRIO A. Introdução O Quartus II é um software utilizado para

Leia mais

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira

MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS. Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira MICROSOFT ACCESS MICROSOFT ACCESS Professor Rafael Vieira Professor Rafael Vieira - Access - Programa de base de dados relacional funciona em Windows Elementos de uma Base de Dados: Tabelas Consultas Formulários

Leia mais

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo,

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, Módulo POS Loja O que é um POS? Para que serve? POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, uma Loja que efetue venda ao público. Por outras palavras,

Leia mais

Microsoft Windows: # 1

Microsoft Windows: # 1 Microsoft Windows Microsoft Windows: # 1 Ambiente de trabalho Microsoft Windows: # 2 Botão Iniciar I Lado Esquerdo Para guardar atalhos para as aplicações mais genéricas (Internet, E-mail) e para aquelas

Leia mais

Manual de Utilização do Livromédia

Manual de Utilização do Livromédia Manual de Utilização do Livromédia Índice O que é o Livromédia? 3 Como está organizado o Livromédia? 4 Barra de conteúdos 5 Barra de navegação 6 Botões da barra de navegação 7 Barra de ferramentas 8 Botões

Leia mais

Usando o simulador MIPS

Usando o simulador MIPS Usando o simulador MIPS O objetivo desta aula prática será a utilização do simulador MipsIt para executar programas escritos em linguagem de máquina do MIPS. 1 Criando um projeto Cada programa a ser executado

Leia mais

Office 365 Manual Outlook 365 Web Application

Office 365 Manual Outlook 365 Web Application Office 365 Manual Outlook 365 Web Application Requisitos para usar o Office 365: Ter instalado pelo menos a versão 7 do Internet Explorer, Mozilla Firefox 15, Google Chrome 21 ou Safari no Mac. O que é

Leia mais

Guião do Trabalho Laboratorial Nº 3 Análise do Comportamento de uma Suspensão de Automóvel

Guião do Trabalho Laboratorial Nº 3 Análise do Comportamento de uma Suspensão de Automóvel SISEL Sistemas Electromecânicos Guião do Trabalho Laboratorial Nº 3 Análise do Comportamento de uma Suspensão de Automóvel GRIS Group of Robotics and Intelligent Systems Homepage: http://www.dee.isep.ipp.pt/~gris

Leia mais

Guia de Rede MediCap USB300

Guia de Rede MediCap USB300 Guia de Rede MediCap USB300 Aplica-se às versões de firmware 110701 e mais recentes 1 Introdução... 2 Instruções Preliminares... 2 Como Configurar o Acesso Através da Rede ao Disco Rígido do USB300...

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Archive Player Divar Series. Manual de Utilização

Archive Player Divar Series. Manual de Utilização Archive Player Divar Series pt Manual de Utilização Archive Player Índice pt 3 Índice 1 Introdução 4 2 Operação 5 2.1 Iniciar o programa 5 2.2 Conhecer a janela principal 6 2.3 Botão Abrir 6 2.4 Vistas

Leia mais

EXPORTAR E IMPORTAR ASSINATURA DIGITAL

EXPORTAR E IMPORTAR ASSINATURA DIGITAL EXPORTAR E IMPORTAR ASSINATURA DIGITAL Este documento destina-se a guiá-lo(a) através dos vários procedimentos necessários para que efectue uma cópia de segurança do Certificado Digital para depois a exportar

Leia mais

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los.

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los. Guia de Introdução O Microsoft Word 2013 tem um aspeto diferente das versões anteriores, pelo que criámos este guia para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais