Somador e subtrator de 8 bits

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Somador e subtrator de 8 bits"

Transcrição

1 Somador e subtrator de 8 bits Nota: Para desenvolver o somador e subtrator de 8 bits na Plataforma Windows, utilize preferencialmente Windows XP ou Vista. Você poderá encontrar problemas durante algumas etapas da compilação/execução se utilizar o Windows 7. No entanto, parte desses problemas podem ser resolvidos com uma simples instalação do ISE 10.1 Service Pack, disponível no site do desenvolvedor: Para desenvolvermos um somador/subtrator de 8 bits, necessitaremos basicamente de três componentes: o multiplexador, o inversor e o somador de 8 bits, que é composto por 8 somadores de 1 bit. Definições: Multiplexador: é um dispositivo que possui múltiplos fluxos de dados na entrada e somente um fluxo de dados na saída. Inversor: é uma porta lógica que fornece na saída o inverso do sinal recebido na entrada. Também conhecido como porta NOT. Somador de 8 bits Para termos um somador de 8 bits, precisamos implementar 8 somadores de um bit. Na janela principal da interface do sistema ISE, vamos criar um novo projeto. Para isso, vá em FILE>>New Project.

2 Na janela que abrirá, em Project name, dê o nome de sua preferência ao projeto (por exemplo: somador-subtrator ). Lembrando que o nome do projeto não pode conter espaços. No campo Top level source type, deixe HDL e clique Next. Na janela que segue, preencha os campos do formulário tal qual na imagem a seguir.

3 Como linguagem preferencial, opte por VHDL. Clique Next até finalizar. No canto superior esquerdo, logo abaixo do diretório do nosso projeto, aparecerá um ícone. De acordo com as configurações que nós escolhemos, seu nome será xc3s500e-4fg320. Agora, criaremos o componente somador. Selecione o ícone e clique com o botão direito >> New source.

4 A partir daqui, implementaremos o somador de 1 bit. Na janela New Source Wizard, escolheremos VHDL Module e criaremos o nosso novo componente. Neste exemplo, nomeá-loemos somador, porém você pode utilizar o nome que lhe convier. Depois de nomeá-lo, clique Next. A janela que segue, declararemos as portas lógicas que compõem o nosso somador. Nosso somador possui 3 portas de entrada (X, Y e Cin) e duas de saída (S e Cout). A janela com a tabela das portas lógicas que serão utilizadas no nosso somador ficará assim:

5 Next até finalizar. O componente somador já aparece na janela Sources. Pronto, temos disponíveis as portas lógicas de um componente somador de 1 bit. No entanto, precisamos mostrar ao somador como essas portas lógicas interagem entre si. Diremos quais são seus componentes e fios (signals), e como eles se comportam. Isso será a implementação da arquitetura do somador. Para fazermos isso, clicaremos no icone do componente somador(que corresponde ao arquivo somador.vhd ) e implementaremos o comportamento dos seus componentes na arquitetura do componente. Seu comportamento será: S <= (X xor Y xor Cin); Cout <= (X and Y) or (X and Cin) or (Y and Cin); O código-fonte do nosso somador ficará desta forma:

6 Figura 1: somador.vhd Pronto, já temos um somador de 1 bit. Agora criaremos um somador de 8 bits baseado no somador de 1 bit que obtivemos. Da mesma forma que fizemos ao criar o somador de 1 bit, crie um New Sourcedo tipo VHDL Module e nomeie-o somador8bits. Este também possuirá 3 portas de entrada e 2 portas de saída, no entanto algumas destas serão vetores lógicos (BUS). Declararemos as entradas: busx, busy e Cin; e as saídas: buss e overflow (estouro de bits). Quando declararmos os vetores lógicos (BUS), precisaremos declarar o campo MSB. Declararemos o MSB das portas BUS com o valor 7, da forma que aparece na figura a seguir:

7 Agora, declararemos que dentro do somador de 8 bits existem arquiteturas do tipo somador. Será necessário declarar apenas uma, já que serão todas iguais. Logo, teremos no código-fonte do componente somador8bits: Figura 2: somador8bits.vhd Agora, temos um componente somador dentro do componente somador8bits. Agora, diremos ao programa como ele se comporta dentro do somador8bits. Declararemos os signals. Signals são fios internos que ligam os componentes. Precisaremos de 8 desses fios para ligarmos um somador ao outro. Eles serão declarados na arquitetura do somador8bits. Figura 3: somador8bits.vhd

8 Diremos, então, como se comportam as portas dos componentes dentro do somador8bits. Elas serão declaradas no begin: Figura 4: somador8bits.vhd O overflow funciona exatamente como uma porta ou exclusivo entre os dois últimos sinais. Preste atenção que o Cout de cada somador estásendo ligado no signal que por sua vez está se ligando na entrada do outro somador, sendoessa Cin. Está feito nosso componente somador8bits. Observe na imagem a seguir que vários outros componentes somador foram criados dentro do componente somador8bits. Multiplexador Criaremos um New Source tal qual na imagem a seguir, e nomeá-lo-emos mux. O multiplexador possuirá três entradas e uma saída.

9 Nosso código-fonte ficará assim: Figura 5: mux.vhd A função do multiplexador nesse caso é quando a seleção for igual a zero, a saída virá do caminho busx, senão do busy. Inversor Da mesma forma que no multiplexador, criaremos o inversor. Salvaremos o componente com o nome inverter. Ele possui uma entrada e uma saída.

10 E o código: Figura 6: inverter.vhd Pronto. Já implementamos todos os componentes que precisaremos. Agora podemos começar a construir o Somador/Subtrator de 8 bits. Somador/Subtrator Criaremos um novo Source. Chamaremos de addsub e declararemos as portas de entrada: busx, busy e op, e as portas de saída: buss e overflow.

11 Na entidade addsubpossuiremos dois signals(que, como dito anteriormente, são fios internos que ligam os componentes). O fio 1 liga o busf do inverter ao busy do mux, e o fio 2 que liga o buss do mux ao busy do somador8bits. Sabendo disso, vamos implementar a arquitetura do somador/subtrator (addsub). Vamos declarar os componentes e os sinais, tal qual ilustra a figura abaixo: Figura 7: addsub.vhd

12 Após isso, diremos como os componentes declarados na arquitetura funcionam dentro do do somador/subtrator (implementaremos isso dentro do beginno código-fonte). Figura 8: addsub.vhd Pronto, temos o somador/subtrator implementado. (-: É possível visualizar uma ilustração do esquemático dele. Para isso, primeiro clicaremos no botão Implement Top Module na barra de ferramentas. Se tudo tiver sido implementado corretamente, na janela Sources devemos clicar (selecionar) o ícone do somador/subtrator (addsub). Logo após isto, observaremos a janela Processes (abaixo de Sources) e navegaremos até Synthetize - XST >> View RTL Schematic. Clique duplo em View RTL Schematic para visualizar. Aparecerá esta imagem: Figura 9: addsub.ngr Este é o nosso addsub em sua visualização mais ampla. À medida em que dermos um clique duplo dentro da ilustração esquemática deste chip, visualizaremos toda a sua estrutura interna (os componentes e os sinais que implementamos anteriormente). Na figura abaixo, podemos ver os componentes inverter, mux e somador8bits, respectivamente.

13 Figura 10: addsub.ngr Testes Criaremos um Source teste para testar o Somador-Subtrator. Navegue até Source for e mude de Implementation para Behavioral Simulation. Crie um New Source. Desta vez faremos diferente, não selecionaremos a opção VHDL Module e sim VHDL Test Bench. Nomeie-o t_addsub e clique Next até finalizar. Criamos o arquivo de teste. Porém, para os testes que nós realizaremos, precisaremos importar bibliotecas adicionais. Figura 11: t_addsub.vhd O ISE gera também, dentro do Begin, uma variável clock. No entanto, ela não será utilizada no nosso teste, então tudo que for implementado junto a essa variável deve ser comentado ou excluído do código. Para comentar uma linha de código em linguagem VHDL, use -- (dois hífens juntos).

14 Agora, implementaremos os seguintes testes logo após o begin do stim_proc: process: Figura 12: t_addsub.vhd É esperado que, após a execução destes testes, tenhamos uma tabela contendo estes dados de entrada e saída:

15 Para executar a simulação, vá até a janela Processes, navegue até Xilinx ISE Simulator >> Simulate Behavioral Model (com o t_addsub selecionado). Logo após o ISE simular a execução do somador-subtrator, irá aparecer uma janela assim: Figura 13: Simulation

16 Os valores foram apresentados desta forma pelo fato de estarem em hexadecimal. É possível visualizá-los em valores decimais. Para isso, clique com o botão direito no valor e habilite a opção Decimal (Signed), como na figura a seguir: Figura 14: Simulation Confira os dados obtidos no somador com os dados esperados na tabela exibida anteriormente neste tutorial. Se os dados conferem, nosso Somador-Subtrator foi implementado com sucesso!

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Paulo Lopes, Horácio

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO REVISÃO DE NOVEMBRO DE 2012 INTRODUÇÃO O Xilinx ISE é um ambiente integrado de projecto de circuitos digitais.

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa.

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa. Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Paulo Lopes, Horácio

Leia mais

4.a Aula Prática Projeto de um Somador de 16 bits com a Linguagem VHDL

4.a Aula Prática Projeto de um Somador de 16 bits com a Linguagem VHDL 4.a Aula Prática Projeto de um Somador de 16 bits com a Linguagem VHDL Prof. Cesar da Costa VHDL é uma linguagem para descrever sistemas digitais utilizada universalmente. VHDL é proveniente de VHSIC Hardware

Leia mais

Tutorial do Quartus II

Tutorial do Quartus II Tutorial do Quartus II Introdução A seguir, você tomará contato com a ferramenta de projeto digital Quartus II, da Altera Corporation, que além de permitir descrever e simular circuitos lógicos complexos,

Leia mais

Exercício Opcional: FAMILIARIZAÇÃO COM O SOFTWARE CIRCUIT MAKER 2000

Exercício Opcional: FAMILIARIZAÇÃO COM O SOFTWARE CIRCUIT MAKER 2000 Laboratório de Sistemas Digitais /0 Exercício Opcional: FAMILIARIZAÇÃO COM O SOFTWARE CIRCUIT MAKER 000 OBJETIVO Aprender a utilizar o Editor de Esquemáticos e o Simulador Lógico Criar e simular os esquemáticos

Leia mais

PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II

PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II PASSO A PASSO COMO CRIAR UM NOVO PROJETO EM SCHEMATIC NO SOFTWARE QUARTUS II 1) Após abrir o quartus II, clique em CREATE A NEW PROJECT (tela abaixo). Se estiver utilizando windows 7, execute como administrador.

Leia mais

Como Ativar o Certificado de Segurança

Como Ativar o Certificado de Segurança Como Ativar o Certificado de Segurança 1ª etapa: É NECESSÁRIO ESTAR COMO ADMINISTRADOR DO SISTEMA; Abra o navegador de internet; Digite no link o endereço do site da Prefeitura, ; Clique no menu de acesso

Leia mais

O diagrama ASM contém dois elementos básicos: o bloco de estado e o bloco de decisão.

O diagrama ASM contém dois elementos básicos: o bloco de estado e o bloco de decisão. 14 3.2 Projeto da Unidade de Controle (VHDL) 3.2.1 Diagrama ASM (Algorithmic State Machine) ASM é um fluxograma através do qual se representa a seqüência de ações que a unidade de controle de um sistema

Leia mais

Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx

Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx Programação de CPLDs no ambiente ISE 4.2i da Xilinx O presente documento resume os passos necessários para programar um Complex Programmable Logic Device (CPLD) usando o editor de esquema eléctrico e a

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIMAP Disciplina: DIM0403 Laboratório de Circuitos Lógicos Professor: Sílvio Fernandes 08 Introdução

Leia mais

COMO INSTALAR ZIM 8.50 WINDOWS

COMO INSTALAR ZIM 8.50 WINDOWS ZIM TECHNOLOGIES DO BRASIL COMO INSTALAR ZIM 8.50 WINDOWS Próx Antes de Iniciar O objetivo deste documento é apresentar os passos necessários para instalar a versão mais recente do Zim 8.50 para Windows.

Leia mais

LABORG. Parte 1 Introdução à Simulação em VHDL. Fernando Moraes e Ney Laert Vilar Calazans

LABORG. Parte 1 Introdução à Simulação em VHDL. Fernando Moraes e Ney Laert Vilar Calazans LABORG Parte 1 Introdução à Simulação em VHDL Fernando Moraes e Ney Laert Vilar Calazans atualização - 05/agosto/2013 Mais informações sobre VHDL Web sites sobre VHDL e assuntos relacionados http://www.asic-world.com/vhdl/links.html

Leia mais

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack

Electrónica Digital 2. Xilinx Webpack Electrónica Digital 2 Xilinx Webpack (ver 5.2) Notas para iniciação (Outubro 2003) António Cunha Prefácio Este texto tem como objectivo introduzir os primeiros conceitos sobre a utilização de um CAD para

Leia mais

III- Módulo CRM Segmentação

III- Módulo CRM Segmentação III- Módulo CRM Segmentação Permite a criação, consulta, alteração e exclusão de segmentos (grupos com características específicas filtrados do cadastro de sócios). O módulo permite também ações a serem

Leia mais

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Instalar corretamente as ferramentas necessárias para a criação dos jogos

Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA. Instalar corretamente as ferramentas necessárias para a criação dos jogos META Curso: Desenvolvendo Jogos 2d Com C# E Microsoft XNA Conteudista: André Luiz Brazil Aula 4: INSTALANDO O VISUAL C# E O XNA GAME STUDIO Instalar corretamente as ferramentas necessárias para a criação

Leia mais

Manual de Utilização Utilização do PDFSam

Manual de Utilização Utilização do PDFSam Manual de Utilização Utilização do PDFSam ASPE/RO Conteúdo desenvolvido por: Ângelo Mendonça Neto Download e Instalação O PDFSam é uma ferramenta de manipulação de arquivos PDF, é possível fazer inúmeras

Leia mais

Usando o simulador MIPS

Usando o simulador MIPS Usando o simulador MIPS O objetivo desta aula prática será a utilização do simulador MipsIt para executar programas escritos em linguagem de máquina do MIPS. 1 Criando um projeto Cada programa a ser executado

Leia mais

Software Ativo. Operação

Software Ativo. Operação Software Ativo Operação Página deixada intencionalmente em branco PROTEO MANUAL OPERAÇÃO SUMÁRIO 1 - INSTALAÇÃO DO SOFTWARE ATIVO... 5 2 CRIANDO PROJETO UVS/ TMS PROTEO... 10 2.1 - Estrutura do Projeto...

Leia mais

Universidade Federal Fluminense - UFF Centro Tecnológico - CTC Escola de Engenharia - TCE Departamento de Engenharia de Telecomunicações TET

Universidade Federal Fluminense - UFF Centro Tecnológico - CTC Escola de Engenharia - TCE Departamento de Engenharia de Telecomunicações TET 1 Universidade Federal Fluminense - UFF Centro Tecnológico - CTC Escola de Engenharia - TCE Departamento de Engenharia de Telecomunicações TET Técnicas Digitais A Laboratório nº 3: Somadores. Data do laboratório:

Leia mais

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem.

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. TUTORIAL MOODLE Titulo: Primeiro Acesso a Plataforma MOODLE. Autor: NUTEIA Data de Criação: 03 / 02 / 2008. Atualizado em: 16 / 03 / 2012. 1ª Etapa 01

Leia mais

Laboratório de Arquitetura de Computadores IST - Taguspark 2014/2015 Introdução ao simulador Guião 1 23 a 27 fevereiro de 2015

Laboratório de Arquitetura de Computadores IST - Taguspark 2014/2015 Introdução ao simulador Guião 1 23 a 27 fevereiro de 2015 Laboratório de Arquitetura de Computadores IST - Taguspark 2/25 Introdução ao simulador Guião 23 a 27 fevereiro de 25 (Semana 2) Objectivos Com este trabalho pretende-se que os alunos se familiarizem com

Leia mais

Centro Universitário da FEI Engenharia Elétrica PROJETO DE SISTEMAS. DIGITAIS UTILIZANDO FPGAs

Centro Universitário da FEI Engenharia Elétrica PROJETO DE SISTEMAS. DIGITAIS UTILIZANDO FPGAs Centro Universitário da FEI Engenharia Elétrica PROJETO DE SISTEMAS DIGITAIS UTILIZANDO FPGAs Prof. Edson Lemos Horta Fevereiro 2008 1 Introdução aos Circuitos Integrados para Aplicações Específicas (Application

Leia mais

FAQ v0.4.3. Perguntas frequentes relacionadas. com ISE da Xilinx e ferramentas associadas. Versão da ferramenta: Xilinx ISE 10.1

FAQ v0.4.3. Perguntas frequentes relacionadas. com ISE da Xilinx e ferramentas associadas. Versão da ferramenta: Xilinx ISE 10.1 UTL/IST FAQ v0.4.3 Perguntas frequentes relacionadas com ISE da Xilinx e ferramentas associadas Versão da ferramenta: Xilinx ISE 10.1 Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto

Leia mais

Manual de implantação

Manual de implantação Manual de instalação da DMISS Atenção: Este programa foi desenvolvido para uso no Microsoft Windows (98, Millennium, 2000, XP, Vista e Windows7 32bits). A DMISS Online não é compatível com GNU/Linux e

Leia mais

CAPÍTULO 6 ARITMÉTICA DIGITAL

CAPÍTULO 6 ARITMÉTICA DIGITAL CAPÍTULO 6 ARITMÉTICA DIGITAL Introdução Números decimais Números binários positivos Adição Binária Números negativos Extensão do bit de sinal Adição e Subtração Overflow Aritmético Circuitos Aritméticos

Leia mais

PICPICS PASSO A PASSO

PICPICS PASSO A PASSO PICPICS PASSO A PASSO 2. Faça login em sua conta. 1. Crie sua conta no PicPics, informando os seus dados ou dados da sua empresa. Informe também os dados que você usará para acesso ao site. 3. Após fazer

Leia mais

Manual de Instalação da Plataforma Scorpion. 1. Como conectar a Plataforma Scorpion com a Xilinx Starter-3E kit

Manual de Instalação da Plataforma Scorpion. 1. Como conectar a Plataforma Scorpion com a Xilinx Starter-3E kit Manual de Instalação da Plataforma Scorpion 1. Como conectar a Plataforma Scorpion com a Xilinx Starter-3E kit Para começar a ler este manual, é bom que você conheça os componentes desta conexão. Plataforma

Leia mais

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Tutorial Ouvidoria Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Como acessar a Ouvidoria? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar

Leia mais

Configuração de assinatura de e-mail

Configuração de assinatura de e-mail Configuração de assinatura de e-mail Este manual irá lhe auxiliar a configurar a sua assinatura de E-mail no Microsoft Outlook (Desktop) e no Outlook Web App (Webmail). Gerando a sua assinatura de e-mail

Leia mais

Display de 7. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos

Display de 7. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos TUTORIAL Display de 7 Segmentos Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

TUTORIAL NetBeans 6.5

TUTORIAL NetBeans 6.5 TUTORIAL NetBeans 6.5 O NetBeans é uma apenas uma Interface para auxiliar o desenvolvimento. Nessa IDE conseguimos trabalhar com a linguagem Java, que estamos estudando na disciplina Linguagem de Programação

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO. Plataforma Windows. Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes da Silva, Tiago França Melo de Lima

GUIA DE INSTALAÇÃO. Plataforma Windows. Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes da Silva, Tiago França Melo de Lima Laboratório de Engenharia e Desenvolvimento de Sistemas LEDS/UFOP Universidade Federal de Ouro Preto UFOP GUIA DE INSTALAÇÃO Plataforma Windows Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes

Leia mais

Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1

Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1 Tutorial para Criar e Simular Circuitos Digitais no Altera Quartus (R) II - versão 9.1 Laboratório Digital Marlim Pereira Menezes Profa. Dra. Liria M. Sato Prof. Dr. Edson Midorikawa Departamento de Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Instituto de Engenharia Elétrica Engenharia da Computação

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Instituto de Engenharia Elétrica Engenharia da Computação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Instituto de Engenharia Elétrica Engenharia da Computação Software Altera Linguagem VHDL Compilando VHDL com o ALTERA MAX PLUS II - 1 - Compilando VHDL com o ALTERA MAX

Leia mais

Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 www.certificadodigital.com.br

Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 www.certificadodigital.com.br Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 Sumário 1. Instalação do Assistente do Certificado Digital Serasa Experian... 3 2. Instalando o Certificado Digital A3... 4 3. Teste

Leia mais

Programação de Computadores I. Conhecendo a IDE Code::Blocks

Programação de Computadores I. Conhecendo a IDE Code::Blocks Code::Blocks Conhecendo a IDE Programação de Computadores I Professor: Edwar Saliba Júnior Conhecendo a IDE Code::Blocks Apresentação: 1) Abra a IDE (Integrated Development Environment), ou seja, o Ambiente

Leia mais

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho.

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho. DELPHI BÁSICO VANTAGENS Ambiente de desenvolvimento fácil de usar; 1. Grande Biblioteca de Componentes Visuais (VCL - Visual Component Library), que são botões, campos, gráficos, caixas de diálogo e acesso

Leia mais

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no

Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Backup (cópia de segurança) e restauração de informações no Pag.2 Backup (cópia de segurança) Após acessar a Intranet da Unimep, para abrir o Ambiente Virtual de Aprendizagem-Moodle, clique sobre seu link

Leia mais

Manual de Utilização SAGA Sistema de Avaliação de Gestão Acadêmica. Módulo Aluno

Manual de Utilização SAGA Sistema de Avaliação de Gestão Acadêmica. Módulo Aluno Manual de Utilização SAGA Sistema de Avaliação de Gestão Acadêmica Módulo Aluno Para acessar a tela inicial do Sistema de Avaliação SAGA clique em www.fatecguaratingueta.edu.br/saga, ou se preferir clique

Leia mais

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE

Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação. Arquitectura de Computadores ETI IGE Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação Tutorial Arquitectura de Computadores ETI IGE 02 XILINX 1. Criação de um projecto Edição e simulação

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

CONFIGURAÇÃO PARA ACESSO À FAMERPNET INTERNET WIRELESS

CONFIGURAÇÃO PARA ACESSO À FAMERPNET INTERNET WIRELESS Willian Spinola Alves dos Santos Érico Alessandro Gandolfi João Marcelo Rondina CONFIGURAÇÃO PARA ACESSO À FAMERPNET INTERNET WIRELESS São José do Rio Preto 2012 Santos, Willian Spinola Alves dos. Configuração

Leia mais

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 Sumário CONFIGURANDO BACKUP... 2 ESCOLHENDO O TAMANHO DO ARQUIVO DE BACKUP... 4 CONFIGURANDO HORÁRIO DE INÍCIO DO BACKUP... 5 CONFIGURANDO BACKUP AO INICIAR O SISTEMA XDENTAL...

Leia mais

TUTORIAL GOOGLE DRIVE

TUTORIAL GOOGLE DRIVE TUTORIAL GOOGLE DRIVE Armazenar e compartilhar arquivos ou pastas no google drive. Para compartilhar e armazenar arquivos no google drive é necessário ter uma conta google ou conta no gmail. Após criar

Leia mais

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1

Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Software de monitoramento Módulo CONDOR CFTV V1 R1 Versão 30/06/2014 FOR Segurança Eletrônica Rua dos Lírios, 75 - Chácara Primavera Campinas, SP (19) 3256-0768 1 de 12 Conteúdo A cópia total ou parcial

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA DISCIPLINAS: CIRCUITOS E SISTEMAS DIGITAIS GUIA PRÁTICO MAX-PLUS II VERSÃO 7.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA DISCIPLINAS: CIRCUITOS E SISTEMAS DIGITAIS GUIA PRÁTICO MAX-PLUS II VERSÃO 7. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA DISCIPLINAS: CIRCUITOS E SISTEMAS DIGITAIS GUIA PRÁTICO MAX-PLUS II VERSÃO 7.21 - ESTUDANTE Prof. Dr. José Renes Pinheiro Prof. Dr. Hélio Leães

Leia mais

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2.

1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. 1. Introdução pág.3 2. Apresentação do sistema Joomla! pág.4 3. Acessando a administração do site pág.4 4. Artigos 4.1. Criando um Artigo 4.2. Editando um Artigo 4.3. Excluindo um Artigo 4.4. Publicar

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Book Flash CS6.indb 8 10/01/2013 16:37:42

Book Flash CS6.indb 8 10/01/2013 16:37:42 1 OBJETIVOS Apresentar o programa, sua interface e suas principais características Abrir, visualizar e salvar arquivos Usar a ajuda do programa Book Flash CS6.indb 7 10/01/2013 16:37:42 Book Flash CS6.indb

Leia mais

Sphinx iq2 Utilização da ferramenta SphinxMobile

Sphinx iq2 Utilização da ferramenta SphinxMobile Sphinx iq2 Utilização da ferramenta SphinxMobile Pré-requisitos: Lista de variáveis Hospedagem ativa em um Servidor da SPHINX Brasil Módulo Mobile Offline ativo na conta Aplicativo SphinxMobile instalado

Leia mais

ANDROID APPLICATION PROJECT

ANDROID APPLICATION PROJECT Criando um programa Abrindo o programa Eclipse, clique na opção [FILE], depois em [NEW], selecione a opção [PROJECT], uma janela de opção do tipo de projeto irá se abrir, escolha [ANDROID] logo depois

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de Instalação e Configuração Projeto CERTUNI com Certificado Digital Versão 2.0 Fevereiro de 2013 Departamento de Inovação Tecnológica Sumário 1. Instalação do Leitor de Cartão

Leia mais

5º Experimento: Somador Binário de números com sinal

5º Experimento: Somador Binário de números com sinal Capítulo 1 5º Experimento: Somador Binário de números com sinal 1.1 Objetivos Usar uma porta XOR de duas entradas para realizar a função unária de negação. Usar um somador binário para somar números sem

Leia mais

Laboratório de Arquitectura de Computadores IST - Taguspark 2008/2009 Introdução aos sistemas binários Guião 1 9 a 13 de Março 2009

Laboratório de Arquitectura de Computadores IST - Taguspark 2008/2009 Introdução aos sistemas binários Guião 1 9 a 13 de Março 2009 Laboratório de Arquitectura de Computadores IST - Taguspark 2008/2009 Introdução aos sistemas binários Guião 9 a 3 de Março 2009 (Semana 2) Objectivos Com este trabalho pretende-se que os alunos se familiarizem

Leia mais

Microsoft Access XP Módulo Um

Microsoft Access XP Módulo Um Microsoft Access XP Módulo Um Neste primeiro módulo de aula do curso completo de Access XP vamos nos dedicar ao estudo de alguns termos relacionados com banco de dados e as principais novidades do novo

Leia mais

Instruções Básicas de Instalação - BrOffice.org

Instruções Básicas de Instalação - BrOffice.org Instruções Básicas de Instalação - BrOffice.org Instruções Básicas de Instalação Instalação no Windows 98/ME/NT/2000/XP Para fazer a instalação do BrOffice.org no seu sistema Windows, siga os passos abaixo:

Leia mais

Procedimentos de Solicitação

Procedimentos de Solicitação Passo a Passo para obter Certificado Digital (CD) pela Caixa Econômica Federal Procedimentos de Solicitação Acesse o site da www.caixa.gov.br Clique em VOCÊ e no título Certificado Digital Clique em SOLICITE

Leia mais

Circuitos/Sistemas Integrados Digitais (CID/SID)

Circuitos/Sistemas Integrados Digitais (CID/SID) Circuitos/Sistemas Integrados Digitais (CID/SID) Ano Lectivo 2002/03 1 a Trabalho de Laboratório Paulo Flores, Horácio Neto 1 Objectivos Pretende-se com este trabalho de laboratório introduzir e familiarizar

Leia mais

Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC

Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC Este tutorial tem como objetivo explicar ao nosso cliente de Streaming de Vídeo Ondemand ou AutoVJ, como exportar através do Adobe Premiere seu vídeo

Leia mais

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice Índice 1. Introdução... 2 1.1. O que é um ambiente de desenvolvimento (IDE)?... 2 1.2. Visão geral sobre o Eclipse IDE... 2 2. Iniciar o Eclipse... 3 2.1. Instalação... 3 2.2. Utilizar o Eclipse... 3 3.

Leia mais

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Acesso WEB 1. Primeiro acesso Para acessar o sistema, abra seu navegador de internet e vá até o site http://sistemart.crmv pr.org.br. Você

Leia mais

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem 1 1. Introdução / 2. Conteúdo da embalagem 1. Introdução O Repetidor WiFi Multilaser é a combinação entre uma conexão com e sem fio. Foi projetado especificamente para pequenas empresas, escritórios e

Leia mais

Tutorial Windows Movie Maker. Grupo de Educação Tutorial da Engenharia Computacional

Tutorial Windows Movie Maker. Grupo de Educação Tutorial da Engenharia Computacional Tutorial Windows Movie Maker Grupo de Educação Tutorial da Engenharia Computacional Fazendo o download do Windows Movie Maker Digite : http://windows.microsoft.com/pt-br/windows-live/moviemaker#t1=overview

Leia mais

Instalando o driver USB para ECF S Bematech. Nome: André L. Schikovski Bematech Software Partners

Instalando o driver USB para ECF S Bematech. Nome: André L. Schikovski Bematech Software Partners para ECF S Bematech Nome: André L. Schikovski Bematech Software Partners Introdução Neste tutorial, você aprenderá em um rápido passo a passo como é feita a instalação do driver USB das impressoras fiscais

Leia mais

Tutorial para Instalação de AVG 2012

Tutorial para Instalação de AVG 2012 Tutorial para Instalação de AVG 2012 Este procedimento somente é válido para usuários que possuem as seguintes versões de Windows: XP, 2003, Vista, 7 e 2008 As demais versões não suportam essa versão do

Leia mais

Gerenciador do Token PROTOKEN PRO. Guia de Instalação

Gerenciador do Token PROTOKEN PRO. Guia de Instalação Gerenciador do Token PROTOKEN PRO Guia de Instalação Certificação Digital Guia CD-05 Público 1. Pré-requisitos para a instalação do dispositivo de certificação digital: Token Protoken Pro Para que o processo

Leia mais

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores 1/7 Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores Instruções: Este procedimento deverá ser executado em seu Tablet ou Smartphone pessoal que utiliza a rede wireless Univates-Professores. Como

Leia mais

Tutorial para criação de blog

Tutorial para criação de blog Tutorial para criação de blog Profª Msc. Patricia da Silva Neubert Acesse www.blogspot.com.br. Na barra superior clique em Criar em Criar blog, preencha o cadastro e faça login. Repare, que abrirá uma

Leia mais

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Fabricio Leonard Leopoldino Descreve o processo de download, instalação e configuração do J2SE 5.0 JDK, no Windows 2000 e no Windows XP. 1 - Introdução Para

Leia mais

Curso de Linux Educacional

Curso de Linux Educacional Curso de Linux Educacional Como instalar e registrar o antivírus Avast 6.x Promovido por: Wilson Coelho Neto Gustavo da Costa Paulo Wesley Fogaça Como instalar o avast! Free Antivirus 6.x? Os seguintes

Leia mais

Circuitos Digitais Cap. 5

Circuitos Digitais Cap. 5 Circuitos Digitais Cap. 5 Prof. José Maria P. de Menezes Jr. Objetivos Aritmética Digital Adição Binária Subtração Binária Representação de números com sinal Complemento de 2 Negação Subtração como soma

Leia mais

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN O programa TabWin pode ser utilizado para calcular indicadores epidemiológicos e operacionais da tuberculose bem como para análise da qualidade da base de dados do Sinan. O usuário deve ter a versão atualizada

Leia mais

Introdução ao MIT App Inventor

Introdução ao MIT App Inventor Introdução ao MIT App Inventor Definição É uma ferramenta desenvolvida pelo Google e, atualmente, mantida pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT); que permite a criação de aplicativos para

Leia mais

Gerenciador etoken Aladdin. Guia de Instalação

Gerenciador etoken Aladdin. Guia de Instalação Certificação Digital Guia de Instalação Guia CD-02 Público 1. Pré-requisitos para a instalação do dispositivo de certificação digital: Para que o processo de instalação tenha sucesso, é necessário obedecer

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE UMA UCP HIPOTÉTICA M++ INTRODUÇÃO

CONSTRUÇÃO DE UMA UCP HIPOTÉTICA M++ INTRODUÇÃO CONSTRUÇÃO DE UMA UCP HIPOTÉTICA M++ INTRODUÇÃO O seguinte artigo apresenta uma UCP hipotética construída no software simulador DEMOWARE Digital Works 3.04.39. A UCP (Unidade Central de Processamento)

Leia mais

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas O conteúdo deste documento tem como objetivos geral introduzir conceitos mínimos sobre sistemas operacionais e máquinas virtuais para posteriormente utilizar

Leia mais

Início Rápido Desktop. 2015 Release 1 Xojo, Inc.

Início Rápido Desktop. 2015 Release 1 Xojo, Inc. Início Rápido Desktop 2015 Release 1 Xojo, Inc. Capítulo 1 Introdução Bem-vindo ao Xojo, O jeito mais fácil de criar aplicativos multi-plataforma para Desktop e Web. Seção 1 Sobre o Início Rápido para

Leia mais

Teste de assinatura do certificado digital

Teste de assinatura do certificado digital Teste de assinatura do certificado digital Internet Explorer 7 Internet Explorer 8 Sistemas Operacionais: Microsoft Windows XP SP3 Microsoft Windows Vista 32bits/64 bits Microsoft Windows 7 32bits/64 bits

Leia mais

Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp

Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp 1 2 Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp Para acessar ao sistema DIGITE CPF E SENHA. Clique em ENVIAR para entrar. Depois

Leia mais

O ícone do programa a ser utilizado para programa o CLP é aparecerá a tela abaixo:

O ícone do programa a ser utilizado para programa o CLP é aparecerá a tela abaixo: UNIDADE 1: CONFIGURAÇÃO O ícone do programa a ser utilizado para programa o CLP é aparecerá a tela abaixo: Pc12.lnk, ao ser clicado, Para iniciar um projeto, utilize a barra de ferramentas abaixo: Clique

Leia mais

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA:

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA: Este tutorial parte do princípio que seu usuário já possua conhecimentos básicos sobre hardware, sistema operacional Windows XP ou superior, firewall, protocolo de rede TCP/IP e instalação de software.

Leia mais

TCI 322. Conversor de Interface USB para RS422/RS485. Manual de Instalação

TCI 322. Conversor de Interface USB para RS422/RS485. Manual de Instalação TCI 322 Conversor de Interface USB para RS422/RS485 Manual de Instalação O conversor de interface TCI 322 é um dispositivo versátil que permite a partir de uma porta USB do computador ter-se uma interface

Leia mais

SIPREV/Gestão de RPPS Implantação Manual de Instalação Versão 1.18

SIPREV/Gestão de RPPS Implantação Manual de Instalação Versão 1.18 Implantação Manual de Instalação Versão 1.18 1 de 44 - Manual de Instalação Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 19/05/09 1.0 Criação do documento Carlos Tabosa-UDCE 22/05/09 1.1 Revisão do

Leia mais

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em

Leia mais

Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA Divisão de Engenharia Eletrônica Departamento de Eletrônica Aplicada Laboratório de EEA-21

Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA Divisão de Engenharia Eletrônica Departamento de Eletrônica Aplicada Laboratório de EEA-21 Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA Divisão de Engenharia Eletrônica Departamento de Eletrônica Aplicada Laboratório de EEA-21 7ª Experiência Síntese de Circuitos Sequenciais Síncronos 1. Objetivos

Leia mais

TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA FAI. Campus II

TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA FAI. Campus II 1 TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA Campus II - No Internet Explorer: 1. Localize o ícone do Internet Explorer na sua Área de Trabalho ou no Menu Iniciar do seu computador: 2. Dê

Leia mais

Security Shop MRS. Media Relay System. Manual do Usuário

Security Shop MRS. Media Relay System. Manual do Usuário Página 1 de 20 Security Shop MRS Media Relay System Manual do Usuário Página 2 de 20 Conteúdos: Conteúdos:... 2 Figuras:... 3 1. Introdução... 4 1.1 Âmbito do Documento... 4 1.2 Terminologia... 4 2. GERAL...

Leia mais

Circuitos Combinacionais. Sistemas digitais

Circuitos Combinacionais. Sistemas digitais Circuitos Combinacionais Sistemas digitais Agenda } Codificador X Decodificador } Código BCD 8421, código BCH, código 9876543210 } Display de 7 segmentos } Multiplexador X Demultiplexador } Comparadores

Leia mais

Manual do Professor versão 2.0. FTD Sistema de Ensino

Manual do Professor versão 2.0. FTD Sistema de Ensino Manual do Professor versão 2.0 FTD Sistema de Ensino Plataforma Digital do FTD Sistema de Ensino Concepção Fernando Moraes Fonseca Jr Arquitetura e coordenação de desenvolvimento Rodrigo Orellana Arquitetura,

Leia mais

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características:

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características: Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Conhecendo o NSBASIC para Palm Vitor Amadeu Vitor@cerne-tec.com.br 1. Introdução Iremos neste artigo abordar a programação em BASIC para o Palm OS. Para isso, precisaremos

Leia mais

Professora Martha Spalenza Professora de Informática da Faetec

Professora Martha Spalenza Professora de Informática da Faetec Ambiente de Desenvolvimento JCreator Como criar um programa utilizando o JCreator O kit de programas da linguagem Java fornecido pela Sun Microsystems, a criadora do Java, compõe-se do compilador (o gerador

Leia mais

Exemplo de Subtração Binária

Exemplo de Subtração Binária Exemplo de Subtração Binária Exercícios Converta para binário e efetue as seguintes operações: a) 37 10 30 10 b) 83 10 82 10 c) 63 8 34 8 d) 77 8 11 8 e) BB 16 AA 16 f) C43 16 195 16 3.5.3 Divisão binária:

Leia mais

1Conhecendo o Flash O B J E T I V O S

1Conhecendo o Flash O B J E T I V O S 1 O B J E T I V O S Apresentar o programa, sua interface e suas principais características Abrir, visualizar e salvar arquivos Usar a ajuda do programa ADOBE FLASH CS5 9 Atividade 1 Adobe Flash CS5 O Adobe

Leia mais

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo MANUAL o Este documento definirá como é feita a instalação e utilização de clientes VoIP na plataforma PC, operando sobre Windows e Linux, e em dispositivos móveis funcionando sobre a plataforma Android

Leia mais

Manual Signext Card Explorer

Manual Signext Card Explorer Índice 1. Gerenciador... 1 2. Editar... 4 3. Token... 7 4. Key Pair... 8 5. Certificado... 9 6. Sobre... 10 O Card Explorer é um software desenvolvido para que o usuário possa: gerar par de chaves, inserir/excluir

Leia mais

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo

TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO. I. Criar um Novo Banco de Dados. Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo TUTORIAL DO ACCESS PASSO A PASSO I. Criar um Novo Banco de Dados Passos: 1. Abrir o Access 2. Clicar em Criar um novo arquivo 3. Clicar em Banco de Dados em Branco 4. Escrever um nome na caixa de diálogo

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais