PPP DATACENTER 2009/001 Dúvidas / Sugestões / Respostas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PPP DATACENTER 2009/001 Dúvidas / Sugestões / Respostas"

Transcrição

1 PPP DATACENTER 2009/001 Dúvidas / Sugestões / Respostas 1) Venho através deste ( ) informar que somente os Anexos 1, 2, 9, 10,11 e 12 estão disponíveis para download nos sites relacionados no edital, exceto os demais. Existe algum outro site onde os demais Anexos estejam disponíveis? Informamos que, conforme previsto no documento "procedimentos aplicáveis" (disponível no site para download), item "da disponibilização da matéria, consta a informação que os demais arquivos com os projetos somente serão disponibilizados em meio CD magnético no seguinte endereço: STN, Conjunto C, Térreo, Asa Norte, Brasília/DF (Complexo Central de Tecnologia do Banco do Brasil - Prédio da antiga cooperativa do BB), mediante o preenchimento, assinatura e entrega da Ficha de Controle também disponível no site. Adicionalmente informamos que o CD contém a documentação editalícia completa, incluindo aquela já publicada nos sítios internet. 2) Apesar do sistema de cabeamento estruturado estar fora do escopo de instalação entendemos que o projeto executivo elaborado pelo consórcio vencedor, deve necessariamente incluir o sistema de cabeamento estruturado, a fim de dimensionar a infraestrutura adequada e verificar as possíveis interferências com outras instalações. Está correto nosso entendimento? Seu entendimento está correto. A SPE deverá projetar e executar três níveis de malhas de eletrocalhas (largura: 400 mm x altura: 150 mm), formadas por linhas a cada 1,20 m, em ambas as direções, abrangendo integralmente os dois pavimentos da área de produção. A documentação do Edital - Anexo descreve os três níveis de calhas necessários aos cabeamentos estruturado metálico, óptico e elétrico. 3) Dado que o cabeamento estruturado será escopo de outro processo licitatório, a nossa preocupação é saber se o consórcio ganhador terá de incluir em seu escopo de fornecimento toda a infraestrutura, caminhos e espaços, em conformidade com o que o Banco necessita e em conformidade com as normas que se aplicam para assegurar classificações de Tier 4, pelo Uptime Institute, assegurando se enquadrar em ambiente de missão crítica, obtendo certificações internacionais. O cabeamento estruturado será licitado posteriormente. A SPE deverá instalar a infraestrutura de calhas e shafts necessária para acomodar o cabeamento, obedecendo às normas em vigor. 4) Se a empresa vencedora foi financiada por um banco concorrente, no caso de falência da SPE no decorrer do contrato, como fica o Banco, já que é proibida a participação de concorrentes da Caixa e BB no edital? A hipótese está contemplada nos itens dos Anexos 10 e 11 (Minutas de Contrato de PPP) do Edital. 5) A concessionária será responsável pela construção da subestação? Inclusive aquisição de terreno? A subestação, incluindo seu terreno, que atenderá todo o Parque Tecnológico Capital Digital, inclusive o Datacenter, está dentro das atribuições do Governo local, através da CEB - Companhia Energética de Brasília. O Datacenter será alimentado por dois ramais distintos que terão origem nessa subestação, sendo um ramal secundário que atenderá o Datacenter e outros clientes, cujos custos totais serão de exclusiva responsabilidade da CEB. O outro ramal, denominado ramal principal, de alimentação exclusiva para o Datacenter, com percurso distinto ao do ramal secundário, será executado sob responsabilidade da CEB, mas seus custos serão arcados pela SPE. Estarão inclusos nesses valores o transformador, disjuntor de alta tensão e demais acessórios de montagem, segurança e proteção, instalados na subestação da CEB. Da composição desse orçamento farão parte também as eletrocalhas, condutores e adequações necessárias a chegada do ramal no Datacenter, incluindo a mão de obra. 6) Os acessos externos são de responsabilidade da concessionária ou limita-se na parte interna do terreno (40.000,00 m²)? Página 1 de 6

2 A SPE será responsável por todas as benfeitorias internas ao terreno, inclusive muros, portões e grades de contorno. Nas áreas externas ao terreno caberá à SPE somente a calçada frontal. A rede pública de águas pluviais, os gramados externos e a pavimentação das vias públicas são atribuições do governo local, por intermédio da Novacap. 7) A manutenção dos equipamentos de TI locados na área de custeio pleno são de responsabilidade da concessionária? A SPE somente será responsável pelos equipamentos de infraestrutura predial. Caberá ao Banco e à Caixa a aquisição, operação e manutenção de seus respectivos equipamentos de TI instalados no Datacenter. 8) Os questionamentos feitos na licitação anterior, suas respostas continuam válidas? O processo nº 2007/001 foi encerrado. Eventuais dúvidas relativas ao processo nº 2009/001 deverão ser apresentadas, conforme Edital, até o dia 24/08/ ) Solicito informações sobre o consórcio DATACENTER, mais especificamente em relação a demanda instalada tanto na fase inicial quanto na fase final. E se possível detalhar os valores das cargas e as datas de finalização de cada período. Conforme explicado no Anexo 01 Objeto, a densidade inicial é de 0,7 kw/m², podendo chegar a 1,4 kw/m², com patamar intermediário de 1,05 kw/m². Não temos como prever data para eventual ampliação da densidade de energia elétrica. No entanto, tal necessidade será informada à SPE com antecedência mínima de 360 dias corridos. A potência inicialmente requerida será de kw. Cada período é de 12 meses e terá início quando da assinatura do Termo de Aceitação da Edificação. Conforme previsto no Edital e minutas de contrato, caso haja necessidade de aumento da densidade inicial, haverá prévia negociação entre as partes, ensejando, inclusive, análise de reequilíbrio contratual. As respostas às questões de 1 a 9 foram publicadas em 24/07/ ) Será permitida a participação de empresas estrangeiras? Não se trata aqui de uma concorrência de âmbito internacional. Portanto, somente será aceita a participação de empresas devidamente instaladas no Brasil. Empresas estrangeiras interessadas em participar da licitação deverão constituir filial no Brasil, em consonância com a legislação brasileira (Código Civil, artigos e seguintes). Devem, também, atender todas as exigências do Edital, em especial, as do item 15.2, bem como os requisitos de habilitação constantes no Anexo 2. 11) Está previsto no edital a possibilidade de explorarmos áreas adicionais ao datacenter do BB e da CEF para serviços de TI e que haveria uma redução da contraprestação mensal, caso essa possibilidade seja escolhida pela empresa vencedora. No entanto, devido ao curto espaço de tempo, estamos encontrando dificuldade em encontrar tomadores para esse espaço. Gostaríamos de saber se pode haver a possibilidade de, após sagrarmos vencedores dessa licitação e encontrarmos o parceiro, podermos solicitar a exploração dessa área? Acredito que a comissão esteja preocupada com o fluxo de pessoas alheias a operação do datacenter, mas pode-se delimitar a opção de explorar o bloco D somente até a aprovação do projeto executivo, assim não haveria atrasos no restante do projeto e não haveria fluxo de pessoas adentrando o complexo. A exigência de que cada CONCORRENTE declare sua opção na Carta-Proposta (Anexo 04 do Edital) buscou, essencialmente, obrigar que eventual construção dos blocos D e E ocorra no mesmo período da etapa de edificação do Complexo Datacenter, ou seja, até a data da assinatura do Termo de Aceitação da Edificação. A declaração de opção não tem qualquer interferência no julgamento da licitação. Assim, não vemos impedimento para que apenas o VENCEDOR da licitação se manifeste, já na condição de CONTRATADA, quanto a construir (ou não) os blocos D e E, desde que esta opção ocorra ainda na fase de desenvolvimento dos projetos técnicos. Para tanto, divulgaremos uma errata com alterações salientadas em azul - incorporando ajustes nos itens do Edital e 2.9 do Anexo 04 (Minuta de Carta-Proposta), de modo a permitir que a manifestação ocorra, impreterivelmente, em até 30 (trinta) dias corridos após a assinatura dos contratos. Em razão disso, os contratos a serem assinados terão suprimidos os itens/cláusulas que Página 2 de 6

3 digam respeito ao assunto, como os itens e 5.4.c-parte final do Anexo 09 (Contrato Arrendamento do Terreno), os itens 2.8 (e seus subitens) e 25.4 dos documentos Anexo 10 (Contrato PPP Banco) e Anexo 11 (Contrato PPP Caixa). Tais itens somente serão incorporados ao contrato, por meio de aditivos, caso a CONTRATADA venha a optar, dentro do novo prazo, pela edificação dos blocos D e E. 12) Caso a decisão seja pela implementação do bloco D, no advento do termo contratual (fim da concessão) haverá ressarcimento por parte do BB e CEF com relação aos investimentos não depreciados? E se houver, o ressarcimento dos investimentos serão contabilizados como receita (incidência de PIS/Cofins entre outros tributos) ou reembolso de despesas? O Consórcio Datacenter permitirá que a SPE projete e construa os blocos D e E para prestar serviços de TI a terceiros. No entanto, tal decisão é um ato solitário, pelo qual cada CONCORRENTE analisará, por sua conta e risco, a autosustentabilidade daquele negócio, ou seja, sua capacidade de geração de lucro para a SPE, diante dos vultosos investimentos e das despesas inerentes ao negócio. Portanto, deixamos claro que NÃO HAVERÁ QUALQUER RESSARCIMENTO, por parte do BANCO ou da CAIXA, no que diz respeito a investimentos que venham a ocorrer para permitir a exploração de serviços de TI a terceiros. Assim, desconsideraremos a pergunta final, sobre contabilização do ressarcimento, uma vez que não existe a mínima possibilidade de que tal evento ocorra. 13) Para elaboração de nossa proposta estamos necessitando as seguintes informações; 1 - Para os percursos dos cabos de fibras ópticas já existe licença para implantação? Caso negativo a responsabilidade será da contratada e qual o órgão será responsável pela licença junto ao GDF? 2 - Depois da implantação teremos custo com taxas de manutenção mensal junto ao GDF? 1 - Por se tratar de uma PPP-Parceria Público-Privada, o Consórcio Datacenter traçou as exigências técnicas mínimas que deverão ser obedecidas, cabendo à SPE analisar as possibilidades e buscar soluções que, além das boas práticas técnicas, atendam à legislação local. Por isso, os percursos previstos no Edital de Licitação são uma possibilidade vislumbrada por nossos técnicos e não uma posição fechada, motivo pelo qual o Consórcio Datacenter não adotou qualquer providência prévia (projeto detalhado, licenças etc.) para a implantação daquelas rotas, cabendo à SPE assumir toda a responsabilidade pela solução, aí incluída eventual licença. Lembramos que as rotas não necessariamente deverão ser projetadas e construídas pela SPE, a qual poderá negociar a aprovação e a construção (ou a locação) com empresas concessionárias em Brasília. Para obter mais detalhes sobre a legislação local, sugerimos que o CONCORRENTE consulte o Governo do Distrito Federal-GDF, mais especificamente a Administração Regional de Brasília (www.brasilia.df.gov.br), a Novacap-Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (www.novacap.df.gov.br) e a Secretaria de Obras do GDF (www.so.df.gov.br). 2 Cabe ao CONCORRENTE verifiar a legislação local, ou mesmo consultar o GDF a respeito do assunto. Eventuais taxas serão totalmente assumidas pela SPE e deverão estar refletidas em sua proposta. 14) No texto abaixo expresso no Anexo 01-13, página 01, fica entendido que o concorrente deverá prever verba para obras cívis (texto em negrito) ) Dutovias Externas: a) Serão utilizadas para a passagem dos cabeamentos de fibras ópticas, que farão as interconexões entre o Datacenter e os atuais CPDs de cada um dos CONTRATANTES. Para tanto, é essencial que na fase de elaboração da proposta, o CONCORRENTE avalie a situação apresentada, realizando, inclusive, consulta aos Órgãos e entidades competentes, visando conhecer as normas, e eventuais custos, para a realização de obras em áreas públicas. Questão: Estas dutovias devem ser construídas para ser de uso exclusivo dos contratantes ou poderão ser compartilhadas com dutovias já existentes na rêde pública e que estão sob a responsabilidade de concessionárias de Telecomunicações ou de empresas de Eletricidade? O questionamento nº 13 versa sobre o mesmo tema. Reafirmamos que o CONCORRENTE não está obrigado a ter sua própria dutovia sob as áreas públicas da cidade, podendo locar os percursos junto às concessionárias locais, embora a responsabilidade final pela segurança e disponibilidade seja, sempre, da SPE. Sob as áreas internas do terreno do Complexo Datacenter, os percursos serão exclusivos para atender ao BANCO e à CAIXA. Página 3 de 6

4 15) Os sistemas de CFTV, Controle de Acesso, Alarme de Intrusão são fundamentados em tecnologia TCP/IP. Questão: Considerando que temos a responsabilidade de fornecer e manter os sistemas em pleno funcionamento devemos considerar em nosso escopo de fornecimento o cabeamento estruturado e os ativos de rede (Switches)? Apenas o cabeamento estruturado (metálico e óptico) que será distribuído sob os pisos elevados das áreas de produção do BANCO e da CAIXA, destinados à interligação dos equipamentos de TI é que não fazem parte do escopo desta PPP. Assim, caberá à SPE implantar todo o cabeamento e ativos necessários às soluções de infraestrutura predial, como CFTV, controle de acesso, alarme, incêndio, telefonia etc. Lembramos que também faz parte do escopo, o cabeamento óptico necessário a interligar os cabos das interconexões externas, nos trechos entre as caixas de entrada e o interior da área de produção, nas salas de distribuição. 16) A xxxxx, empresa com xx anos de idade e um portfólio e uma atuação destacados no cenário da Engenharia e Construção no Brasil, participou da edição passada (2007) da concorrência para o fornecimento e operação do Complexo Datacenter e, desde então vem acompanhando esse processo, dada o nosso interesse no negócio como um todo e na nossa convicção de que estamos preparados e capacitados para atender às necessidades do Banco do Brasil e da Caixa, de forma consistente e competente. Estamos trabalhando de forma intensa e focada na elaboração da proposta mas, segundo nossa avaliação e levando em conta a complexidade do escopo, principalmente no que diz respeito à operação e ao atendimento do Acordo de Nível de Serviço proposto, entendemos que não é possível entregarmos uma proposta que atenda às necessidades especificadas no Edital, de forma plena e consistente e que represente uma real possibilidade de sucesso no negócio, no prazo previsto para tal, ou seja, até Acreditamos também que os demais concorrentes estejam enfrentando as mesmas dificuldades e, dessa forma, vimos solicitar que a data de entrega das propostas pelos concorrentes seja postergada em, pelo menos, 30 (trinta) dias, sem o que dificilmente será possível apresentar nossa proposta. Entendemos as necessidades do Banco do Brasil e da Caixa acerca da disponibilização desse empreendimento nos prazos estabelecidos mas, estamos seguros de que a falta de uma preparação e um planejamento adequados e uma proposição que não vá ao encontro das necessidades desse projeto pode significar o insucesso do projeto e contamos com a sua cuidadosa avaliação e entendimento desse pleito. Sob o ponto de vista estritamente técnico, o prazo definido pelo Consórcio Datacenter é suficiente para o levantamento dos dados técnicos da PPP e a consequente formação das propostas pelos CONCORRENTES. Ademais, por parte do Consórcio Datacenter não houve qualquer fato novo, após a publicação do Edital, que impactasse a elaboração das propostas, justificando uma prorrogação da data fixada para a abertura dos envelopes propostas. No entanto, sabemos da complexidade para empreender as negociações com os diversos parceiros implicados no assunto, principalmente para um horizonte de 15 anos, como a definição dos sócios da SPE, acordos com fornecedores de equipamentos/prestadores de serviços e alvancagem de recursos financeiros. Este grau de dificuldade/complexidade é inerente a cada concorrente. Considerando, ainda, o número de empresas que solicitaram a postergação da data de abertura da licitação e com o objetivo de proporcionar uma maior competitividade ao certame, decidimos prorrogar a abertura dos envelopes propostas para o dia 30/09/2009, mantendo os mesmos local e horário previstos anteriormente. Para tanto, providenciaremos a publicação de Aviso no D.O.U. e a divulgação de uma errata com alterações salientadas em azul - sobre o assunto, a qual abrangerá também o tema tratado no questionamento nº ) Estamos participando da Concorrência n# 2009/001 CONSÓRCIO DATACENTER, visando à construção, serviços de gerenciamento, manutenção e operação da infra-estrutura predial do complexo a ser edificado em Brasília/DF. Devido à diversidade de atividades inerentes a esta concorrência, estamos solicitando através deste o adiamento da entrega de nossa proposta do dia 31 de agosto de 2009 para o dia 30 de setembro de ) O Edital de Concorrência nº 2009/001 demanda estudo analítico e um planejamento minucioso com o desenvolvimento de estudos de viabilidade de diversas ordens, que Página 4 de 6

5 exigirão tempo de diversos profissionais em várias áreas, e pela nossa análise e programação, o prazo de 31/08/2009, não será suficiente para que tais estudos e composições sejam realizados da forma adequada a esta proposta. Solicitamos portanto que a data de abertura da Concorrência nº 2009/001, seja adiada em 60 dias. 19) Nossa empresa xxxxxx vem envidando grandes esforços na análise e avaliação da grande massa de informações contidas no Edital de Concorrência nº 2009/001, de forma a viabilizar a elaboração de uma proposta coerente com as condições técnicas e econômicas ali estabelecidas, e num grau de precisão que nos permita participar do certame de forma concreta e competitiva. O nível de detalhamento, abrangência e profundidade do contido no Edital e seus anexos, cuja qualidade ímpar torna obrigatório este registro, abre um universo de informações distintas, que requer para seu correto estudo a aplicação integral por período de tempo considerável de uma gama de profissionais tanto de engenharia, em suas várias especialidades, economistas, administradores, especialistas em TI, segurança, etc. Complementarmente, mas não menos importante, as negociações para composição econômica, administrativa e legal dos consórcios, seguem um cronograma sobre o qual as diversas variáveis envolvidas não se submetem a prazos previamente estabelecidos. A data estabelecida para abertura da Concorrência em pauta, 31/08/2009, certamente de acordo com as regras legais e o interesse dos membros do Consórcio Datacenter, terminou por impor um intervalo de tempo para a elaboração das propostas incompatível com as inúmeras e distintas tarefas exigidas para sua confecção. 20) Dado a alta complexidade, proporção dos investimentos necessários, necessidade de formação de parcerias, bem como a incontestável criticidade do projeto objeto da concorrência em referência, solicitamos o adiamento da abertura por mais 30 (tinta) dias. 21) Referente a Concorrência n# 2009/001 CONSÓRCIO DATACENTER, visando a construção de complexo dedicado a prestação de serviços de Data Center, e provimento de serviços de suporte, operação e manutenção, solicitamos que a data da entrega da proposta seja postergada em 45 dias. Devido ao grande número de serviços, componentes que envolvem diversos fornecedores, e complexidade da edificação, bem como a necessidade de análise financeira visando realizar o projeto em sua totalidade, o adiamento faz-se necessário visando encontrar as melhores alternativas para o processo. 22) A xxxxxx, vem por meio desta, solicitar o adiamento da data de entrega da Proposta de 31/08/2009 para 15/09/2009, visto as dificuldades enfrentadas pela falta de Projeto Básico, que possibilite fundamentar o correto dimensionamento dos custos de implantação e conseqüentemente a conclusão de Proposta. 23) xxxxxx, empresa regularmente registrada perante o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídica sob o número xxxxxx, com endereço comercial à rua xxxxxx, por seu representante legal adiante assinado, interessada em participar do Edital de Licitação em epígrafe, vem à presença de Vossa Senhoria expor e requerer o quanto segue. Como é de conhecimento, fez esta Ilustre Comissão republicar o Edital de Parceria Público- Privada - Concessão Administrativa, denominado "PPP DATACENTER", com o objetivo de colher propostas para a execução das obras, e futura administração do Complexo denominado "Data Center". O Edital - como adequado a um empreendimento deste porte - apresenta alta complexidade, exigindo a elaboração de um projeto de engenharia altamente complexo, bem como o Página 5 de 6

6 encontro de uma estrutura financeira adequada para permitir uma elaboração de proposta não somente firme, mas também otimizada e, claro, econômica. Entendemos, assim, que o pleno atendimento do princípio da eficiência será melhor atendido quando concedido prazo suplementar para a elaboração e apresentação de propostas, nos termos do Edital de Licitação publicado, permitindo que os potenciais candidatos encontrem as melhores opções para ofertar seus preços. Este proceder, permitido pela Lei e recomendado pelo princípio da razoabilidade, e mesmo da cautela, trará inequívoco benefício ao erário, eis que permitirá que todos os candidatos ao certame aprimorem suas análises, modelos econômicos e, claro, propostas, tudo em prol do objetivo maior de qualquer certame, o melhor preço. Assim, é o presente para requer-se digne-se esta Ilustre Comissão a conceder prazo suplementar, de 30 (trinta) dias para a entrega das propostas, prorrogando-a para o dia 30/09/2009. As respostas às questões de 10 a 23 foram publicadas em 10/08/2009 Página 6 de 6

PPP DATACENTER 2009/001 Dúvidas / Sugestões / Respostas

PPP DATACENTER 2009/001 Dúvidas / Sugestões / Respostas PPP DATACENTER 2009/001 Dúvidas / Sugestões / Respostas 1) Venho através deste (e-mail) informar que somente os Anexos 1, 2, 9, 10,11 e 12 estão disponíveis para download nos sites relacionados no edital,

Leia mais

(OBRIGATÓRIO TRANSCREVER TODO O CONTEÚDO DESTA MINUTA) ANEXO 04 CARTA-PROPOSTA. Ref.: CONCORRÊNCIA CONSÓRCIO DATACENTER Nº 2009/001 Carta- Proposta

(OBRIGATÓRIO TRANSCREVER TODO O CONTEÚDO DESTA MINUTA) ANEXO 04 CARTA-PROPOSTA. Ref.: CONCORRÊNCIA CONSÓRCIO DATACENTER Nº 2009/001 Carta- Proposta (OBRIGATÓRIO TRANSCREVER TODO O CONTEÚDO DESTA MINUTA) ANEXO 04 CARTA-PROPOSTA CONSÓRCIO DATACENTER Prezados Senhores, Ref.: CONCORRÊNCIA CONSÓRCIO DATACENTER Nº 2009/001 Carta- Proposta Apresentamos nossa

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: CONCORRÊNCIA Nº. 01/2013 SEGEM

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: CONCORRÊNCIA Nº. 01/2013 SEGEM EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: CONCORRÊNCIA Nº. 01/2013 SEGEM Tipo: MELHOR TÉCNICA E MENOR VALOR POR TONELADA A SER PAGO PELO PODER CONCEDENTE PARA A EXECUÇÃO DO OBJETO DO PRESENTE EDITAL Processo nº.

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Superação dos resultados Inovação Integridade Valorização Humana Melhoria Continua

APRESENTAÇÃO. Superação dos resultados Inovação Integridade Valorização Humana Melhoria Continua APRESENTAÇÃO EMPRESA A LHS Engenharia tem como principal objetivo a prestação de serviços e apoio adequado que garantem soluções eficazes com resultado garantido, durabilidade e excelente relação custo/benefício.

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

ESCLARECIMENTOS 01 A 12

ESCLARECIMENTOS 01 A 12 ESCLARECIMENTOS 01 A 12 CREDENCIAMENTO N. 2008/0425 (7421) SL - OBJETO: CREDENCIAMENTO DE SOCIEDADES DE ADVOGADOS, PARA CONTRATAÇÃO IMEDIATA DE 2 (DUAS) DELAS PARA CADA UMA DAS ÁREAS DE ABRANGÊNCIA DE

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 2008/001 CONSÓRCIO DATACENTER BANCO DO BRASIL S.A. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL EDITAL CONCORRÊNCIA

CONCORRÊNCIA Nº 2008/001 CONSÓRCIO DATACENTER BANCO DO BRASIL S.A. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL EDITAL CONCORRÊNCIA CONCORRÊNCIA Nº 2008/001 CONSÓRCIO DATACENTER BANCO DO BRASIL S.A. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL EDITAL CONCORRÊNCIA OBJETO: A presente licitação tem por objeto a realização de PARCERIA PÚBLICO- PRIVADA, nos

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO 1.1. O objetivo deste Termo de Referência é disponibilizar aos interessados em atender a solicitação de propostas da PPP ESPLANADA SUSTENTÁVEL

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

Projeto Direitos e Cidadania de Crianças e Adolescentes Guarani Kaiowá Convênio SICONV n 813084/2014

Projeto Direitos e Cidadania de Crianças e Adolescentes Guarani Kaiowá Convênio SICONV n 813084/2014 COTAÇÃO PRÉVIA IMAGEM DA VIDA Nº. 012/2015 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITENTE DE COMUNICAÇÃO TIPO: MELHOR TÉCNICA E MENOR PREÇO GLOBAL Projeto Direitos e Cidadania de Crianças e Adolescentes Guarani

Leia mais

QUESTÃO 14: Pergunta 1: Resposta: Pergunta 2: Resposta: QUESTÃO 15: Pergunta 1: Resposta: Pergunta 2: Resposta:

QUESTÃO 14: Pergunta 1: Resposta: Pergunta 2: Resposta: QUESTÃO 15: Pergunta 1: Resposta: Pergunta 2: Resposta: QUESTÃO 14: O Edital cita no subitem d.1, do item d, tópico 7.3.4 Qualificação Técnica : "No caso da Área de Especialização 2, o atestado, para fins desta habilitação, deverá se referir a uma experiência

Leia mais

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL 1. A PROPOSTA COMERCIAL será constituída de uma Carta Proposta, que trará o valor da CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA ofertada, através

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS

CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS CONCORRÊNCIA Nº 06/2015 PERGUNTAS E RESPOSTAS Pergunta 1: Com relação a qualificação econômico-financeira, o item 3.8.3.2 requer um capital social integralizado não inferior a R$ 800.000,00. Esse valor

Leia mais

Implantação do novo datacenter. Superintendente de Informática. Observação: Os títulos que estiverem em vermelho são de preenchimento obrigatório.

Implantação do novo datacenter. Superintendente de Informática. Observação: Os títulos que estiverem em vermelho são de preenchimento obrigatório. DATACENTER Nome do Projeto: Área Responsável: Implantação do novo datacenter. Superintendência de Informática Idealizadores/Responsáveis do Projeto: Nome Luiz Mauro de Pádua Silveira Cargo Superintendente

Leia mais

Às EMPRESAS CADASTRADAS E INTERESSADAS NO PREGÃO ELETRÔNICO 006/2010 ATT: Sr. Representante legal.

Às EMPRESAS CADASTRADAS E INTERESSADAS NO PREGÃO ELETRÔNICO 006/2010 ATT: Sr. Representante legal. Em Fortaleza, aos 30 de março de 2010. Ofício 056/2010/CPL/PGJ Às EMPRESAS CADASTRADAS E INTERESSADAS NO PREGÃO ELETRÔNICO 006/2010 ATT: Sr. Representante legal. ASSUNTO: RESPOSTA IMPUGNAÇÃO TELEMAR NORTE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DA ELETROBRÁS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRESTAÇÃO DE

Leia mais

Projeto Direitos e Cidadania de Crianças e Adolescentes Guarani Kaiowá Convênio SICONV n 813084/2014

Projeto Direitos e Cidadania de Crianças e Adolescentes Guarani Kaiowá Convênio SICONV n 813084/2014 COTAÇÃO PRÉVIA Nº. 010/2015 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSITENTE DE PROJETO TIPO: MELHOR TÉCNICA E MENOR PREÇO GLOBAL Projeto Direitos e Cidadania de Crianças e Adolescentes Guarani Kaiowá Convênio SICONV

Leia mais

EDITAL PARA EXPOSIÇÃO DE OPORTUNIDADES NA FEIRA DO EMPREENDEDOR DO RIO DE JANEIRO Edição 2015 I DA CONVOCAÇÃO

EDITAL PARA EXPOSIÇÃO DE OPORTUNIDADES NA FEIRA DO EMPREENDEDOR DO RIO DE JANEIRO Edição 2015 I DA CONVOCAÇÃO I DA CONVOCAÇÃO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO Sebrae/RJ, entidade associativa de direito privado, sem fins econômicos, torna público que promoverá seleção de expositores para

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10 Brasília, setembro

Leia mais

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB

CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB CASULO Incubadora de Empresas do UniCEUB TERMO ADITIVO AO EDITAL nº 02/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS ALTERAÇÃO DE DATAS E FORMA DE APRESENTAÇÃO DE PROJETOS Apoio: Brasília, 28 de agosto de 2013.

Leia mais

Co TRIBUNAL DE CONTAS

Co TRIBUNAL DE CONTAS 411 Co TRIBUNAL DE CONTAS PREGÃO ELETRÔNICO N 18/2014 PROCESSO N 1251712014-0 Esclarecimento n 1 Em atenção a pedido de esclarecimentos formulado por empresa interessada em participar da licitação em epígrafe,

Leia mais

Luiz Affonso Trevisan Prefeito Municipal

Luiz Affonso Trevisan Prefeito Municipal Projeto de Lei nº 124, de 24 de novembro de 2015. Autoriza o Executivo Municipal a realizar a concessão gratuita de direito real de uso, de 01 (um) lote no Distrito Industrial a Empresa ALDAIR GALLON,

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII

CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII A Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial EMBRAPII torna público o processo de seleção para credenciamento de Unidades EMBRAPII (UE)

Leia mais

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital.

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Senhor Licitante, Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Atenciosamente, Vera Lucia M. de Araujo Pregoeira

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso QUESTIONAMENTO 01 BRUNA APARECIDA SOUZA AO SR. PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO CERTAME DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO, PREGÃO ELETRÔNICO Nº 100/2015 - SRP, MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS. Prezados, bom dia! A

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Assunto: NOTA DE ESCLARECIMENTO N.º 03 Processo: CONCORRÊNCIA N.º 001/2010 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS BÁSICOS E EXECUTIVOS DE SUBESTAÇÕES E LINHAS DE TRANSMISSÃO DO SISTEMA

Leia mais

RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO)

RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO) RODOVIA DOS TAMOIOS (ESTADO DE SÃO PAULO) ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 22/12/2014 ETAPA DO PROJETO Intenção Modelagem Iniciada PMI Iniciado Consulta Iniciada Consulta Encerrada Licitação em Andamento Vencedor Declarado

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

Publicidade Legal x Publicidade Institucional

Publicidade Legal x Publicidade Institucional Aperfeiçoamento em Licitações Públicas e Contratos Administrativos Módulo 6: Contratação de serviços de publicidade Edinando Brustolin Graduado e mestre em Direito pela UFSC. Assessor jurídico da Federação

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO.

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. OneIT A gente trabalha para o seu crescimento. Rua Bento Barbosa, n 155, Chácara Santo

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS CONCORRÊNCIA Nº 011/2009

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS CONCORRÊNCIA Nº 011/2009 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS CONCORRÊNCIA Nº 011/2009 1) As licenças ambientais e municipais necessárias para execução das obras (licenças prévias ou de instalação, por exemplo) já foram integralmente

Leia mais

PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA

PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS RELACIONADOS COM A IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA DAS REDES DE ENERGIA ELÉTRICA EMPREENDIMENTOS HABITACIONAIS

Leia mais

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS Secretaria Municipal de Gestão e Controle Departamento de Auditoria Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 LEI FEDERAL 12.232, DE 29

Leia mais

INSTITUTO EUVALDO LODI DO DISTRITO FEDERAL - IEL/DF EDITAL 01/2013

INSTITUTO EUVALDO LODI DO DISTRITO FEDERAL - IEL/DF EDITAL 01/2013 INSTITUTO EUVALDO LODI DO DISTRITO FEDERAL - IEL/DF EDITAL 01/2013 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA COOPERAÇÃO ENTRE O IBTI E EMPRESAS DE PEQUENO, MÉDIO E GRANDE PORTE O INSTITUTO EUVALDO LODI DO DISTRITO

Leia mais

RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA

RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA RESPOSTAS DOS QUESTIONAMENTOS DA CONCORRÊNCIA Nº002/2014-INCRA Acumulado até 03/02/2015 1 Pergunta Para a solução a ser apresentada para atendimento ao briefing deve ser utilizada a identidade digital

Leia mais

4. Página 20 item 2.8-c. Conforme indicado, a única norma ABNT a ser seguida é a ABNT-NBR-5410:1997?

4. Página 20 item 2.8-c. Conforme indicado, a única norma ABNT a ser seguida é a ABNT-NBR-5410:1997? MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA - INEP COORDENAÇÃO-GERAL DE LICITAÇÕES, CONTRATOS E CONVÊNIOS. Esplanada dos Ministérios Bloco L Anexo I 4º

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006

EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 2 EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE CARTA CONVITE N.º 006/2006 TIPO: DATA DE ABERTURA HORÁRIO LOCAL MENOR PREÇO 04/12/2006 10 HORAS SALA DE REUNIÃO 1 - DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A COMISSÃO PERMANNTE DE LICITAÇÃO

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR Objeto da Concorrência

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Energia

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Energia - MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Energia Parecer Analítico sobre Regras Regulatórias nº 33/COGEN/SEAE/MF Brasília, 14 de outubro de 2011. Assunto: Audiência

Leia mais

Retorno de Investimento utilizando o CADDPROJ

Retorno de Investimento utilizando o CADDPROJ 1 Retorno de Investimento utilizando o CADDPROJ 1. Estudo de Viabilidade Econômica para Solução CADDPROJ - Será que é preciso Otimizar o processo de Projeto? E agora, continuar no método Antigo ou Inovar?

Leia mais

Política de Estruturação de Negócios e Gestão de Participações

Política de Estruturação de Negócios e Gestão de Participações Política de Estruturação de Negócios e Gestão de Participações Outubro de 2013 Conteúdo 1. Objetivo... 3 2. Princípios... 4 3. Diretrizes... 5 4. Responsabilidades... 6 5. Conceitos... 7 6. Disposições

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PPP DATACENTER. Relatório circunstanciado 2º semestre de 2014. Brasília (DF), 29 de janeiro de 2015.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PPP DATACENTER. Relatório circunstanciado 2º semestre de 2014. Brasília (DF), 29 de janeiro de 2015. MINISTÉRIO DA FAZENDA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PPP DATACENTER Relatório circunstanciado 2º semestre de 2014 Brasília (DF), 29 de janeiro de 2015. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PPP DATACENTER Relatório Circunstanciado

Leia mais

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA Curitiba tem se mostrado uma cidade dinâmica e de grandes oportunidades para os trabalhadores e empreendedores.

Leia mais

ANEXO I. Check list UHE/PCH AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL DESPACHO Nº 2.117, DE 26 DE JUNHO DE 2012.

ANEXO I. Check list UHE/PCH AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL DESPACHO Nº 2.117, DE 26 DE JUNHO DE 2012. ANEEL DESPACHO Nº 2.117, DE 26 DE JUNHO DE 2012. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE ANEEL, no uso de suas atribuições regimentais, tendo em vista deliberação da Diretoria e o que consta no Processo

Leia mais

Programa de Gestão do Sistema de Iluminação Pública - PROILUMINA

Programa de Gestão do Sistema de Iluminação Pública - PROILUMINA Programa de Gestão do Sistema de Iluminação Pública - PROILUMINA O Programa de Gestão do Sistema de Iluminação Pública - PROILUMINA, tem por objetivo a realização da operação, manutenção, expansão e inovação

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL Edital de Consulta Pública n. 1/14 Processo n. 101.921/2014 EDITAL DE CONSULTA PÚBLICA N.

CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL Edital de Consulta Pública n. 1/14 Processo n. 101.921/2014 EDITAL DE CONSULTA PÚBLICA N. EDITAL DE CONSULTA PÚBLICA N. 1/2014 Objeto: Consulta pública destinada à obtenção de informações e esclarecimentos para instruir futura contratação de serviço de gestão de margem consignável. Local: Câmara

Leia mais

I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário

I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário I - BOVESPA MAIS: pavimentando o caminho das futuras blue chips do mercado acionário O BOVESPA MAIS é o segmento de listagem do mercado de balcão organizado administrado pela BOVESPA idealizado para tornar

Leia mais

EDITAL PARA APOIO A PROJETOS DE PRODUÇÃO, EDIÇÃO E PUBLICAÇÃO DE LIVROS E COLEÇÕES janeiro/2011

EDITAL PARA APOIO A PROJETOS DE PRODUÇÃO, EDIÇÃO E PUBLICAÇÃO DE LIVROS E COLEÇÕES janeiro/2011 CGI.br EDITAL PARA APOIO A PROJETOS DE PRODUÇÃO, EDIÇÃO E PUBLICAÇÃO DE LIVROS E COLEÇÕES janeiro/2011 O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) comunica e convoca Entidades brasileiras com interesse

Leia mais

ANEXO VIII. Referente ao Edital de Pregão nº. 009/2015 TERMO DE REFERÊNCIA. ANEXO VIII Termo de Referência Pregão Presencial nº 009/2015 Página 1 de 7

ANEXO VIII. Referente ao Edital de Pregão nº. 009/2015 TERMO DE REFERÊNCIA. ANEXO VIII Termo de Referência Pregão Presencial nº 009/2015 Página 1 de 7 ANEXO VIII Referente ao Edital de Pregão nº. 009/2015 TERMO DE REFERÊNCIA Página 1 de 7 1. DO OBJETO 1.1. A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa especializada para prestação de serviço

Leia mais

EDITAL CONCESSÃO/RENOVAÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE DE 2015

EDITAL CONCESSÃO/RENOVAÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE DE 2015 EDITAL CONCESSÃO/RENOVAÇÃO DE BOLSAS DE ESTUDO GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE DE 2015 1. DISPONIBILIZAÇÃO DOS FORMULÁRIOS A FUNESO, por meio da Comissão de Responsabilidade Social e Filantropia, faz saber aos alunos,

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA

OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DE LEILÃO - CGTEE Nº 002/2014 OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DE LEILÃO CGTEE Nº 002/2014 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Leia mais

Pergunta 03: A Concessionária deverá manter a distribuição atual das 06 (seis) ÁREAS de IP?

Pergunta 03: A Concessionária deverá manter a distribuição atual das 06 (seis) ÁREAS de IP? À vista dos questionamentos enviados pelos Agentes Empreendedores Autorizados, nos termos do Chamamento Público 01/2013 SES, a Comissão Especial de Avaliação CEA 104/2013 (COMISSÃO) presta esclarecimentos

Leia mais

sem fundamento para que haja alteração do edital. Conforme já mencionamos

sem fundamento para que haja alteração do edital. Conforme já mencionamos Ao TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL Florianópolis SC Referência: Pregão Eletrônico N.º 094/2014 A Dom Soluções em Serviços, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 17.935.946/0001-42, vem manifestar o exposto abaixo:

Leia mais

ANEXO V-A DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO V-A DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA CONCESSIONÁRIA ANEXO V-A DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS DA CONCESSIONÁRIA 1.1. Sem prejuízo da observância das demais regras constantes do EDITAL, o LICITANTE deverá apresentar, no PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

APRESENTAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE CFTV TCM- GO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 006/2013

APRESENTAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE CFTV TCM- GO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 006/2013 APRESENTAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DE CFTV TCM- GO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 006/2013 Brasília- DF, 20 de dezembro de 2013 1/8 Ref.: Apresentação de Sistema de Registro

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA DO PARNAÍBA. PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA E A HIDROVIA DO PARNAÍBA Alternativas de Estruturação

SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA DO PARNAÍBA. PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA E A HIDROVIA DO PARNAÍBA Alternativas de Estruturação SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA DO PARNAÍBA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA E A HIDROVIA DO PARNAÍBA Alternativas de Estruturação 06 de maio de 2009 PARCERIA PUBLICO-PRIVADA AGENDA 1. PROCESSO DE ESTRUTURAÇÃO DAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Assessoria de Infraestrutura - INFRA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Assessoria de Infraestrutura - INFRA UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Assessoria de Infraestrutura - INFRA Petrolina Junho de 2013 APRESENTAÇÃO A Assessoria de Infraestrutura INFRA é um órgão da administração superior da Univasf

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

EDITAL UnC REITORIA - 031/2015

EDITAL UnC REITORIA - 031/2015 EDITAL UnC REITORIA - 031/2015 Dispõe sobre a chamada de Projetos de Inovação para ingresso nas Incubadoras Tecnológicas e Empresariais da UnC. A Reitora da Universidade do Contestado - UnC, no uso de

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores REPORT 04 e fevereiro de 2013 INFRAESTRUTURA FÍSICA E DATA CENTERS SUMÁRIO Introdução O que são data centers Padrões construtivos para data centers Sistemas a serem considerados na construção de data centers

Leia mais

Manual do Integrador. Programa de Formação

Manual do Integrador. Programa de Formação Manual do Integrador Programa de Formação Introdução As oportunidades de iniciação de frentes de negócios na indústria fotovoltaica brasileira são diversas e estão abertas a todos aqueles que desejam começar

Leia mais

FAQ AUDIÊNCIA PÚBLICA - LICITAÇÃO AGF 2013

FAQ AUDIÊNCIA PÚBLICA - LICITAÇÃO AGF 2013 FAQ AUDIÊNCIA PÚBLICA - LICITAÇÃO AGF 2013 Perguntas 1) O que é uma franquia dos Correios? 2) Qual o Objetivo da Audiência Publica sobre contratação de pessoa jurídica de direito privado para operação

Leia mais

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO CDURP

COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO CDURP COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO CDURP Relatório Trimestral de Atividades Período Julho - Setembro / 2010 Sumário Executivo Este relatório apresenta um resumo do

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - Nº 21493/2013

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - Nº 21493/2013 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - Nº 21493/2013 Prezados Senhores, Brasília, 29 de abril de 2013. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD solicita a apresentação de Proposta para o fornecimento

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA IFB

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA IFB CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA IFB Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10 Brasília, agosto de 2013

Leia mais

CONTROLE DE PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO DA CONCORRÊNCIA Nº 01/15

CONTROLE DE PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO DA CONCORRÊNCIA Nº 01/15 CONTROLE DE PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO DA CONCORRÊNCIA Nº 01/15 DATA PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS RESPOSTAS - 1-20/08-2 - 26/08 Questionamento técnico em relação às funcionalidades das luminárias. 1.1. Funcionalidades

Leia mais

CDURP. Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do. Porto do Rio de Janeiro. Relatório Trimestral de Atividades. Período Julho - Setembro / 2010

CDURP. Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do. Porto do Rio de Janeiro. Relatório Trimestral de Atividades. Período Julho - Setembro / 2010 Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro Relatório Trimestral de Atividades Período Julho - Setembro / 2010 Sumário Executivo Este relatório apresenta um resumo do trabalho

Leia mais

ANEXO IX DIRETRIZES MÍNIMAS PARA EQUIPAMENTOS E SISTEMAS

ANEXO IX DIRETRIZES MÍNIMAS PARA EQUIPAMENTOS E SISTEMAS ANEXO IX DIRETRIZES MÍNIMAS PARA EQUIPAMENTOS E SISTEMAS SUMÁRIO Diretrizes Mínimas para Equipamentos e Sistemas... 3 Introdução... 3 Apêndice I Memorial Descritivo de Sistemas Eletrônicos Equipamentos

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

Parte A - DISPOSIÇÕES GERAIS.

Parte A - DISPOSIÇÕES GERAIS. SETEMBRO Agência Nacional de Vigilância Sanitária 1-2004 A aquisição de equipamentos médico-hospitalares tem ocasionado vários problemas técnicos ou mesmo econômicos por não obedecer a determinados parâmetros.

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Formulário de Telecom

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Formulário de Telecom 1. IDENTIFICAÇÃO TC n : Órgão concedente: Objeto da outorga: Local: 2. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL a Constituição Federal, art. 21, XI; b - Lei n.º 9.472/97; c - Resolução ANATEL n.º 65/98 e 73/98; d - Lei n.º

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

Autor : Chefe do Executivo.

Autor : Chefe do Executivo. 1 LEI COMPLEMENTAR Nº 1551/2002 + Lei Complementar nº 1.602/2002 + Lei Complementar N 1.797/2006. Dispõe sobre incentivos para o desenvolvimento das atividades econômicas no Município de Louveira e dá

Leia mais

QUESTIONAMENTOS B QUESTIONAMENTO 02

QUESTIONAMENTOS B QUESTIONAMENTO 02 QUESTIONAMENTOS B RESPOSTA: O edital previu, nos subitens 5.1.1. e 5.2. das Condições Gerais da Contratação Anexo 1 do edital, compensações financeiras e penalizações, por eventuais atrasos, e descontos,

Leia mais

Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO, instituído pela AVAX CORRETORA DE SEGUROS

Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO, instituído pela AVAX CORRETORA DE SEGUROS REGULAMENTO E TERMO DE ADESÃO AO PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO Este regulamento estabelece as regras para o PROGRAMA E PROMOÇÃO AVAX CORRETORA DE SEGUROS INDIQUE UM AMIGO,

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº.

EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº. 1ª ERRATA EDITAL DE CONCORRÊNCIA Nº. 3/21 1. Suprimir no item 4.2.4 a alínea d 2. Suprimir o item 5.3.6 do Edital. 3. No item 4.2.1, onde se lê: 4.2.1 Somente poderão participar da presente concorrência

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL Nº 03, DE, DE FEVEREIRO DE 2007.

FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL Nº 03, DE, DE FEVEREIRO DE 2007. FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL Nº 03, DE, DE FEVEREIRO DE 2007. O DIRETOR GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - ESCS, no uso das

Leia mais

A U T O R I Z A Ç Ã O

A U T O R I Z A Ç Ã O A U T O R I Z A Ç Ã O JORGE LUIS DE SOUZA FONSECA, Prefeito do Balneário Pinhal/RS, no uso das atribuições que lhe foram conferidas e em consonância ao disposto no art. 38 da Lei Federal nº 8.666/93, autoriza

Leia mais

CONCESSÃO DE USO DE ÁREA DESTINADA A BANCO - EQUIPAMENTO ELETRÔNICO/24 HORAS TERMO DE REFERÊNCIA

CONCESSÃO DE USO DE ÁREA DESTINADA A BANCO - EQUIPAMENTO ELETRÔNICO/24 HORAS TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: CONCESSÃO DE USO DE ÁREA DESTINADA A BANCO - EQUIPAMENTO ELETRÔNICO/24 HORAS, NO AEROPORTO DE LONDRINA GOVERNADOR JOSÉ RICHA, EM LONDRINA - PR. LONDRINA/PR AGOSTO /2014 1 Termo

Leia mais

CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas

CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas CONVITE N o 20/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 16/07/2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

PPP PARCERIA PÚBLICO PRIVADA

PPP PARCERIA PÚBLICO PRIVADA PPP PARCERIA PÚBLICO PRIVADA Autores: Eng Sérgio Piccinelli Eng Carlos Henrique Machado Edição: José Carlos Lada Outubro / 2014 Formas de Contratação pela Administração 1) Contratação Direta (Formas de

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SR. PRESIDENTE DA COMISSÃO GERAL DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ Nesta

ILUSTRÍSSIMO SR. PRESIDENTE DA COMISSÃO GERAL DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ Nesta Belém - PA, 9 de Dezembro de 2013 ILUSTRÍSSIMO SR. PRESIDENTE DA COMISSÃO GERAL DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ Nesta Ass.: CARTA DE IMPUGNAÇÃO Ref. : PREGÃO ELETRÔNICO nº. 073/TJPA/2013

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG

Grupo Educacional UNIS - MG 1º CONCURSO NEUNIS DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2014 1 REALIZAÇÃO: UNIS/MG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso NEUNIS de Planos de Negócio para Universitários é uma iniciativa

Leia mais

ERRATA. Recebimento e Abertura dos Envelopes DOCUMENTOS e PROPOSTA: Data: 29/09/2011

ERRATA. Recebimento e Abertura dos Envelopes DOCUMENTOS e PROPOSTA: Data: 29/09/2011 DIRETORIA DE APOIO AOS NEGÓCIOS E OPERAÇÕES CSL RECIFE PE/L1CITAÇÃO BA Recife (PE), 03 de novembro de 2011 SRS LICITANTES, ERRATA TOMADA DE PRECOS 2011/22433 (7420) - Contratação de empresa para a substituição

Leia mais

CONTRATO DE FRANQUIA

CONTRATO DE FRANQUIA CONTRATO DE FRANQUIA FRANQUEADORA: FREE CLUB DE FÉRIAS CONSULTORIA E ADMINISTRAÇÃO DE NEGOCIOS LTDA, com sede à Rua xxxxxx, xxx xxxx CEP xxxxxxxx São Paulo / SP, inscrita no CNPJ/MF 05.273.702/0001-62,

Leia mais

Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO

Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO Carta Convite LICITAÇÃO PARA CONFECÇÃO DE MATERIAL GRÁFICO CARTA CONVITE Nº 001/2015 A Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial CETEFE, situada em SAIS Área 2ª ED. ENAP Ginásio de

Leia mais

LICITAÇÕES PÚBLICAS. Da Lei Geral (8.666/93) ao R.D.C Passando pela Locação de Ativos. Autoria Engº Sergio Piccinelli Engº Mário Cesar Stamm Jr

LICITAÇÕES PÚBLICAS. Da Lei Geral (8.666/93) ao R.D.C Passando pela Locação de Ativos. Autoria Engº Sergio Piccinelli Engº Mário Cesar Stamm Jr LICITAÇÕES PÚBLICAS Autoria Engº Sergio Piccinelli Engº Mário Cesar Stamm Jr Da Lei Geral (8.666/93) ao R.D.C Passando pela Locação de Ativos Consultas Bibliográficas Daniel Pinto Gontijo 20/NOVEMBRO/2012

Leia mais

Estudo de Caso. PPP da FURP IFAB Indústria Farmacêutica Américo Brasiliense

Estudo de Caso. PPP da FURP IFAB Indústria Farmacêutica Américo Brasiliense Estudo de Caso PPP da FURP IFAB Indústria Farmacêutica Américo Brasiliense Cristina M. W. Mastrobuono São Paulo, 27.11.2014 FURP: Fundação constituída e mantida pelo Estado de São Paulo, que tem o objetivo

Leia mais

Dar exclusividade de parceria a FURNAS, por si e suas afiliadas, no caso de participação nos Leilões promovidos pela ANEEL.

Dar exclusividade de parceria a FURNAS, por si e suas afiliadas, no caso de participação nos Leilões promovidos pela ANEEL. 1 OBJETO Constitui objeto desta Chamada Pública a seleção de potenciais parceiros privados detentores de capital, direitos, projetos e/ou oportunidades de negócio na área de energia, que considerem como

Leia mais

ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL A orientação padrão para a elaboração da PROPOSTA DE TARIFA REFERENCIAL DE ÁGUA (TRA) e TARIFA REFERENCIAL DE ESGOTO objetiva propiciar a Comissão:

Leia mais

ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006

ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES COORDENAÇÃO-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO GERAL ESCLARECIMENTOS AO PREGÃO Nº 653/2006 Ref. Processo nº 50600.009513/2006-99 OBJETO:

Leia mais

ANEXO 10 MINUTA DE CONTRATO

ANEXO 10 MINUTA DE CONTRATO ANEXO 10 MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA DECORRENTE DA CONCORRÊNCIA CONSÓRCIO DATACENTER Nº 2009/001, REALIZADA EM CONFORMIDADE COM A LEI Nº 11.079, de 30/12/.2004, QUE ENTRE SI

Leia mais

Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações

Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações CIDADES DIGITAIS CONSTRUINDO UM ECOSSISTEMA DE COOPERAÇÃO E INOVAÇÃO Cidades Digitais Princípios

Leia mais

Estamos à disposição de V.Sas para prestarmos todos os esclarecimentos julgados necessários.

Estamos à disposição de V.Sas para prestarmos todos os esclarecimentos julgados necessários. Brasília, agosto de 2013 Ref.: Apresentação de Sistema de Registro de Preços de Solução de Tecnologia da Informação, consistente de monitoramento, armazenamento, manutenção e distribuição de imagens através

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Conceitos Verificações 1 VISÃO GERAL... 112 1.1 O QUE É O ARRENDAMENTO PORTUÁRIO?... 112 2 VERIFICAÇÕES INICIAIS... 113 3 ANÁLISE DOS ESTUDOS DE VIABILIDADE... 114 4 ANÁLISE DO FLUXO DE CAIXA... 117 5

Leia mais