ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS"

Transcrição

1 BIOLOGIA ECOLOGIA I - CONCEITOS GERAIS Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente onde vivem. É uma ciência que estuda os seres vivos acima do nível do organismo individual, estuda, portanto, a população, a comunidade, o ecossistema e a biosfera. Para a adequada compreensão de ecologia, são necessários alguns conceitos importantes, a saber: População Conjunto de organismos de uma mesma espécie que vivem no mesmo hábitat, em um mesmo intervalo de tempo. Comunidade Esse termo refere-se ao conjunto de todas as populações que vivem em uma mesma área. Esses organismos dividem-se em duas grandes categorias: autótrofos (produtores) e heterótrofos (consumidores e decompositores). Sobre uma comunidade atuam permanentemente vários fatores físicos e químicos do ambiente, como a luz, a umidade, a temperatura, os nutrientes. Esses fatores são chamados fatores abióticos e o conjunto deles é chamado de biótopo. Ecossistema Unidade ecológica resultante da interação entre os fatores bióticos de uma determinada comunidade com os fatores abióticos. A palavra ecossistema é, assim, um termo técnico para natureza. Lembre-se : Fatores Abióticos sem vida. Ex.: luz, água. Fatores Bióticos com vida. Ex.: seres vivos. Biosfera O conjunto de todos os ecossistemas da Terra, ou seja, a camada da Terra que contém vida forma a biosfera. Podem ser consideradas ecossistemas parcelas da biosfera de diferentes tamanhos, como, por e- xemplo, uma pequena lagoa ou o oceano todo, desde que haja intercâmbio de matéria e de energia entre seus elementos. A biosfera toda pode ser considerada um grande ecossistema. Habitat É o lugar em que vive cada organismo de uma espécie, componente de determinada comunidade. É a residência do organismo, o seu lugar de vida. Nicho ecológico É a função ou papel desempenhado pelos organismos de determinada espécie em seu ambiente de vida. O nicho inclui, evidentemente, o habitat; mas, além disso, envolve as necessidades alimentares, a temperatura ideal de sobrevivência, os locais de refúgio, as interações com os inimigos e amigos, os locais de reprodução etc. Editora Exato 23 Dependendo da fase da vida, o nicho ecológico da espécie pode sofrer modificações. Os girinos, larvas de sapos, vivem em meio aquático doce, alimentam-se de algas e detritos e servem de alimento para peixes, aranhas e insetos aquáticos. Na fase adulta, o sapo passa a viver no ambiente terrestre úmido, embora possa habitar com freqüência o meio aquático; porém, alimenta-se de insetos, é caçado por cobras, gaviões e outros predadores e, na reprodução, macho e fêmea depositam gametas na água, onde se darão as fecundações. O Ecólogo Eugene Odum compara o termo habitat para espécie, como endereço para nós, ou seja, mais cedo ou mais tarde voltarás ao teu endereço, assim como o ser vivo será encontrado no seu habitat. A palavra profissão seria comparada com nicho ecológico. Todos nós temos uma função para manter o equilíbrio da sociedade. O nicho ecológico corresponde à função da espécie, ou seja, todas as espécies têm a sua função, se alimentam de algo, são alimento para outros etc. 1. CADEIA ALIMENTAR A relação de transferência de matéria e energia entre produtores e consumidores pode ser representada esquematicamente através de uma representação chamada cadeia alimentar. A cadeia alimentar é formada por níveis tróficos, em que cada nível trófico representa organismos que apresentam o mesmo tipo de nutrição. Os níveis tróficos de uma cadeia alimentar são: Fonte de energia Produtor Consumidor Decompositores Produtores: os organismos autótrofos, com capacidade de fotossíntese ou quimiossíntese, Ex.: vegetais, algas, certas bactérias. : organismos heterótrofos (herbívoros e carnívoros). Ex.: animais. Decompositores: organismos com capacidade de processar matéria orgânica em i- norgânica, tornando-a reaproveitável para o primeiro nível trófico de outra cadeia alimentar. Ex.: bactérias, fungos.

2 Capim (produtor) Rato (consumidor primário) Cobra (consumidor secundário) A transferência de matéria ao longo de uma cadeia alimentar é um fenômeno cíclico, em que os produtores representam os organismos responsáveis pela absorção de matéria do meio ambiente e os decompositores devolvem essa matéria ao meio. Os decompositores funcionam, portanto, como verdadeiros recicladores, permitindo que a matéria orgânica mobilizada no ecossistema seja transformada em matéria inorgânica e devolvida ao meio. Observe o esquema: Produtor Matéria orgânica Decompostiora Carcará (consumidor terciário) Matéria inorgânica Cadeia alimentar: fluxo linear de energia e materia. Outra maneira de representarmos uma cadeia alimentar é: Plantas Fungos e bactérias Cadeia alimentar Insetos Pássaros Note que, no esquema anterior, as plantas são produtores, os insetos são consumidores primários, os pássaros são consumidores secundários e os fungos e bactérias representam os decompositores. 2. TEIA ALIMENTAR É a representação mais próxima do real, já que identifica uma rede de entrelaçamento de diversas cadeias alimentares. Observe o exemplo: Sapo Coelho Lobo Rato Cobra Teia alimentar - complexidade 3. O FLUXO DE MATÉRIA Coruja Pássaro Pombo Besouro 4. FLUXO DE ENERGIA A transferência de energia ao longo de uma cadeia alimentar ocorre de maneira acíclica. Por e- xemplo, se considerarmos que o sol é a grande fonte de energia que sustenta os ecossistemas, concluiremos que uma pequena parte da energia que incide sobre um organismo fotossintetizante é assimilada por ele. Da energia absorvida, uma parte será utilizada pelo próprio organismo, uma parcela será perdida como calor e apenas uma pequena parcela (cerca de 10%) será efetivamente transferida para o próximo nível trófico. Dessa forma, podemos dizer que o fluxo de energia é sempre unidirecional e decrescente. Lembre-se: Devido à atividade dos decompositores e produtores, a matéria é reciclada, enquanto a energia flui, pois seu ciclo é unidirecional Portanto, lembre-se: em um ecossistema, a matéria é reciclada e a energia flui. 5. PIRÂMIDES ECOLÓGICAS São representações da geometria emprestadas à ecologia para demonstrar variações de número de indivíduos (n.º), biomassa (bm) ou energia (E). Tipos de Pirâmides Ecológicas Pirâmide de Número Em muitas cadeias alimentares de predatismo, o número de produtores é maior que o de consumidores primários que, por sua vez, são mais abundantes que os consumidores secundários e assim sucessivamente. Mede a quantidade de indivíduos em cada população. Editora Exato 24

3 Pirâmide de número clássica. Pirâmide de número invertida quaternários terciários secundários primários Produtores Protozoários parasitas insetos árvores Mede a quantidade de energia relativa em cada nível trófico. O diagrama que melhor reflete o que se passa ao longo da cadeia alimentar é a pirâmide e- nergética. Em cada nível trófico, há grande consumo de energia nas reações metabólicas. Há liberação de energia sob a forma de calor, que é perdido pelo ecossistema. A energia restante é armazenada nos tecidos. Os produtores consomem, para sua sobrevivência, grande parte da energia por eles fixada na fotossíntese. Sobra pouco para o nível dos consumidores primários, que utilizarão, no seu metabolismo, boa parte da energia obtida dos produtores. O mesmo acontece em relação aos consumidores secundários, que despenderão, em suas atividades metabólicas, boa parcela da energia obtida dos consumidores primários. Isso limita o número dos níveis tróficos a quatro ou, no máximo, cinco e explica a biomassa geralmente decrescente nas cadeias alimentares. Portanto, a quantidade de energia disponível é sempre menor, porque é preciso descontar o que é gasto pelas atividades próprias de cada nível trófico. Pirâmide de Biomassa Mede a massa (m) orgânica relativa de cada nível trófico. Pode-se também pensar em pirâmide de biomassa, em que é computada a massa e não o número de cada nível trófico da cadeia alimentar. O resultado será similar ao encontrado na pirâmide de números: os produtores terão a maior biomassa e constituem a base da pirâmide, decrescendo a biomassa nos níveis superiores. Exemplo (CA): Fitoplâncton Zooplâncton Atenção: A pirâmide de energia, tal como a CA, é sempre decrescente. (Conforme Leis da Termodinâmica).Ou seja, a base sempre é mais larga do que o ápice. Exemplo (CA): capim carneiro homem. C 2 C 1 P quaternários terciários secundários primários Produtores ESTUDO DIRIGIDO 1 O que é nicho ecológico? 2 Quais níveis tróficos formam a cadeia alimentar? Explique cada um deles. Pirâmide de biomassa clássica. Zooplâncton Fitoplâncton 3 O que é teia alimentar? Pirâmide de biomassa invertida Interpretação: mp < mc 1 Pirâmide de Energia EXERCÍCIOS 1 (UNIFOR) Considere os seguinte itens: I. mutação; Editora Exato 25

4 II. adaptação ao meio; III. seleção natural; IV uso e desuso dos órgãos. V. herança dos caracteres adquiridos. A teoria de Lamarck leva em consideração a) I, II e III. d) II, IV e V. b) I, III e V. e) III, IV e V. c) II, III e IV. 2 (UFRN) August Weismann cortou a cauda de camundongos durante mais de cem gerações e verificou que as novas ninhadas continuavam a apresentar aquele órgão perfeitamente normal. Dessa experiência, pode-se concluir que: a) as espécies são fixas e imutáveis. b) quanto mais se utiliza determinado órgão, mais ele se desenvolve. c) a evolução se processa dos seres vivos mais simples para os mais complexos. d) a seleção natural e as mutações são fatores que condicionam a evolução dos seres vivos. e) os caracteres adquiridos do meio ambiente não são transmitidos aos descendentes. 3 (VUNESP-SP) Vários são os processos que atuam na evolução. Dentre eles, o único que fornece material genético novo a um determinado conjunto genético pré-existente é a: a) mutação gênica. b) recombinação gênica. c) seleção natural. d) reprodução assexuada. e) reprodução sexuada. 4 (PUC-RJ) O principal predador de uma espécie de caramujo é um pássaro turdídeo. Os caramujos da mata têm carapaças escuras, enquanto os que vivem sobre a relva têm carapaças amarelas, menos visíveis contra o fundo mais claro. Baseados na teoria darwinista de evolução, podemos dizer que: a) caramujos amarelos surgiram como defesa ao ataque dos turdídeos. b) Caramujos amarelos facilitam a ação predadora dos turdídeos. c) o ambiente claro da relva determina o aparecimento de caramujos amarelos. d) as condições ambientais atuam favorecendo caramujos amarelos. e) as variações dos caramujos amarelos são necessidades impostas pelo ambiente. 5 (FUVEST) Certas infecções hospitalares podem ser de difícil combate por meio de antibióticos comuns. Esse fato deve-se à: a) indução nas bactérias de resistência aos antibióticos. b) convivência de portadores de diversos tipos de infecção. c) seleção de linhagens de bactérias resistentes aos antibióticos. d) rejeição dos antibióticos pelo organismo humano. e) tendência da bactéria a se habituar aos antibióticos. 6 O gafanhoto verde, ou esperança, e uma espécie de louva-a-deus, também verde, são freqüentemente encontrados juntos nas folhas de uma mesma árvore, no verão. Todavia, o primeiro desses insetos se alimenta de folhas da árvore e enterra seus ovos no solo, enquanto o segundo se alimenta de insetos e fixa seus ovos no caule das plantas. Podemos afirmar que, do ponto de vista ecológico, esses insetos têm: a) o mesmo habitat e nichos diferentes. b) o mesmo nicho e tipos de habitat diferentes. c) mesmo biótipo e biócoros diferentes. d) o mesmo habitat e biócoros diferentes. 7 Pela manhã, o estudante X, que mora na periferia de uma cidade, após rápido café, costuma sair com seu próprio carro para a faculdade que freqüenta em período integral. Almoça apenas um sanduíche e um refrigerante na cantina da faculdade. À noite, volta para casa e depois do jantar (cereais, carnes, verduras e frutas) estuda até as 22 horas, dormindo por volta das 23horas. Essa descrição sumária de modo de vida do estudante X representa: a) seu habitat. b) seu ecossistema. c) seu nicho ecológico. d) a sua comunidade. 8 Qual das categorias ecológicas citadas abaixo é constituída por indivíduos da mesma espécie? a) Comunidade. b) População. c) Ecossistema. d) Bioma. 9 Depois de mortos, somos todos comidos pelo bicho da terra. Essa é uma expressão popular que você já deve ter ouvido. O termo bicho da terra corresponde a: a) decompositores; Editora Exato 26

5 b) consumidores primários; c) consumidores secundários; d) consumidores terciários. Estudo Dirigido GABARITO 1 O nicho ecológico corresponde à função da espécie, ou seja, todas as espécies têm a sua função, se alimentam de algo, são alimento para outros etc. 2 Produtores: os organismos autótrofos, com capacidade de fotossíntese ou quimiossíntese. : organismos heterótrofos (herbívoros e carnívoros). Decompositores: organismos com capacidade de processar matéria orgânica em inorgânica, tornando-a reaproveitável para o primeiro nível trófico de outra cadeia alimentar. 3 É a representação mais próxima do real, já que identifica uma rede de entrelaçamento de diversas cadeias alimentares. Exercícios 1 D 2 E 3 A 4 D 5 C 6 A 7 C 8 B 9 A Editora Exato 27

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Multidisciplinar A Ecologia é complexa, e envolve:

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015

COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015 COLÉGIO SÃO JOSÉ 3º ANO- ENSINO MÉDIO BIOLOGIA PROFESSORA VANESCA 2015 ECOLOGIA Introdução, Cadeias alimentares, Matéria e Energia no Ecossistema. O termo ECOLOGIA foi empregado pela 1ª vez por E. Haeckel,

Leia mais

Aula 11 Cadeia alimentar

Aula 11 Cadeia alimentar Aula 11 Cadeia alimentar A biosfera, parte do planeta onde vivem os seres vivos, é formado por ecossistemas. O ecossistema é constituído por comunidade (parte biótica) e os fatores físicos e químicos do

Leia mais

Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão

Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão Ecologia Geral (ECG33AM) Curso de Graduação em Engenharia Ambiental UTFPR Francisco Beltrão Antes de continuarmos... ainda algumas orientações! Orientações gerais (muito importantes) 1) O prazo máximo

Leia mais

Entre os seres vivos de um ecossistema, há um inter relacionamento dinâmico e equilibrado, que permite a troca de matéria e de energia.

Entre os seres vivos de um ecossistema, há um inter relacionamento dinâmico e equilibrado, que permite a troca de matéria e de energia. Cadeia alimentar A biosfera, parte do planeta onde vivem os seres vivos, é formado por ecossistemas. O ecossistema é constituído por comunidades (parte biótica) e os fatores físicos e químicos do meio

Leia mais

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida Introdução A ciência que estuda como os seres vivos se relacionam entre si e com o ambiente em que vivem e quais as conseqüências dessas relações é a Ecologia (oikos = casa e, por extensão, ambiente; logos

Leia mais

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS ECOLOGIA GERAL Aula 05 Aula de hoje: FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS Sabemos que todos os organismos necessitam de energia para se manterem vivos, crescerem, se reproduzirem e, no caso

Leia mais

Matéria e Energia no Ecossistema

Matéria e Energia no Ecossistema Matéria e Energia no Ecossistema Qualquer unidade que inclua a totalidade dos organismos (comunidade) de uma área determinada, interagindo com o ambiente físico, formando uma corrente de energia que conduza

Leia mais

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres

Leia mais

BIOLOGIA Bases da Ecologia

BIOLOGIA Bases da Ecologia Módulo 42 Página 17 à 29 Quantos animais e seres vivos vocês conhecem? Onde eles vivem? Vamos fazer a leitura das páginas 17 e 18 Por dentro da notícia páginas 18 e 19 RESPONDA: 1) Depois de ler o texto

Leia mais

Biologia Fascículo 10 André Eterovic

Biologia Fascículo 10 André Eterovic Biologia Fascículo 10 André Eterovic Índice Ecologia Conceitos Ecológicos...1 Cadeias Alimentares...2 Relações Simbióticas...4 Exercícios...6 Gabarito...8 Ecologia Conceitos Ecológicos Ecologia: definição

Leia mais

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA Todos os organismos necessitam de energia para realizar as suas funções vitais. A energia necessária para a vida na Terra provém praticamente toda do sol. Contudo,

Leia mais

BIOLOGIA ECOLOGIA - CONCEITOS ECOLÓGICOS

BIOLOGIA ECOLOGIA - CONCEITOS ECOLÓGICOS BIOLOGIA Prof. Fred ECOLOGIA - CONCEITOS ECOLÓGICOS Ecologia: definição e importância Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e entre estes e o ambiente em que vivem. Envolve aspectos do

Leia mais

Matéria e energia nos ecossistemas

Matéria e energia nos ecossistemas Aula de hoje Matéria e energia nos ecossistemas Matéria e energia nos ecossistemas A forma e funcionamento dos organismos vivos evoluiu parcialmente il em respostas às condições prevalecentes no mundo

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ECOLOGIA

EXERCÍCIOS DE ECOLOGIA BIOLOGIA Iaci Belo www.iaci.com.br ASSUNTO: ECOLOGIA Série: 3EM EXERCÍCIOS DE ECOLOGIA 01. Os seres aquáticos podem se divididos em três grupos: I. Organismos que nadam ativamente vencendo as correntes;

Leia mais

Figura 1. Habitats e nichos ecológicos diversos. Fonte: UAN, 2014.

Figura 1. Habitats e nichos ecológicos diversos. Fonte: UAN, 2014. Ecologia de Comunidades e Ecossistemas Habitat e nicho ecológico Para entendermos o funcionamento da vida dos seres vivos em comunidade (dentro de um ecossistema) se faz necessário abordarmos dois conceitos

Leia mais

23/8/2011 CADEIAS ALIMENTARES CADEIA ALIMENTAR OU CADEIA TRÓFICA PRODUTORES. Ecossitemas e Saúde Ambiental ::Profª MSC. Dulce Amélia Santos 1

23/8/2011 CADEIAS ALIMENTARES CADEIA ALIMENTAR OU CADEIA TRÓFICA PRODUTORES. Ecossitemas e Saúde Ambiental ::Profª MSC. Dulce Amélia Santos 1 CADIAS ALIMNTARS ngenharia Civil Disciplina cossistemas e Saúde Ambiental Aula - Cadeias Alimentares - Fluxo De nergia Profª Msc.. Dulce Amélia Santos As espécies que vivem em um mesmo ambiente estão ligadas

Leia mais

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável E C O L O G I A Deriva do grego oikos, com sentido de casa e logos com sentido de estudo Portanto, trata-se do estudo do ambiente da casa Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que

Leia mais

5ª série / 6º ano 1º bimestre

5ª série / 6º ano 1º bimestre 5ª série / 6º ano 1º bimestre Água e o planeta Terra Hidrosfera Distribuição e importância Hidrosfera é o conjunto de toda a água da Terra. Ela cobre 2/3 da superfície terrestre e forma oceanos, mares,

Leia mais

Professora: Andréa Rodrigues Monitora: Marina Borges

Professora: Andréa Rodrigues Monitora: Marina Borges ECOSSISTEMAS MÓDULO 1 Professora: Andréa Rodrigues Monitora: Marina Borges ESPÉCIES EXISTENTES NA TERRA Espécies conhecidas 1.412.000 Outros animais 281.000 Insetos 751.000 Fungos 69.000 Procariontes 4.800

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Fluxo de energia e Interações ecológicas

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Fluxo de energia e Interações ecológicas UFRGS ECOLOGIA Fluxo de energia e Interações ecológicas 1. (Ufrgs 2015) Analise o quadro abaixo que apresenta os componentes de uma cadeia alimentar aquática e de uma terrestre. Ecossistema aquático aguapé

Leia mais

Ciências Naturais. Fluxo de Energia nos Ecossistemas teste de verificação da aprendizagem

Ciências Naturais. Fluxo de Energia nos Ecossistemas teste de verificação da aprendizagem Ciências Naturais 8º ano Fluxo de Energia nos Ecossistemas teste de verificação da aprendizagem 1 O que representa a imagem seguinte? A. Uma sucessão ecológica. B. Uma teia aliemntar. C. Uma pirâmide ecológica.

Leia mais

NETXPLICA http://forum.netxplica.com TESTE DE AVALIAÇÃO 8º Ano Ciências Naturais Ecossistemas fluxos de energia e ciclos de matéria

NETXPLICA http://forum.netxplica.com TESTE DE AVALIAÇÃO 8º Ano Ciências Naturais Ecossistemas fluxos de energia e ciclos de matéria Classificação Encarregado de Educação Nome nº Turma Data / / 08 GRUPO I (Cotação = 25 pontos: 1.1-10x2=20 + 1.2-5 pontos) 1. Considera a figura seguinte, que representa o fluxo de energia numa cadeia alimentar.

Leia mais

1. O conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vive numa mesma área geográfica constitui:

1. O conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vive numa mesma área geográfica constitui: COLÉGIO JOÃO PAULO I ENSINO MÉDIO 2009 ECOLOGIA PROF. XANDI 1. O conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vive numa mesma área geográfica constitui: a) população b) comunidade c) ecossistema d)

Leia mais

CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR

CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR Cadeia alimentar: é uma seqüência de seres vivos relacionando-se dentro de um ecossistema, onde um ser serve de alimento para outro ser. Exemplo: Capim capivara onça bactéria

Leia mais

Comer o milho ou a galinha que comeu o milho?

Comer o milho ou a galinha que comeu o milho? Comer o milho ou a galinha que comeu o milho? A UU L AL A Na Aula 29 usamos como exemplo o galinheiro de um fazendeiro. Para alimentar as galinhas, o fazendeiro planta ou compra milho. As galinhas, aproveitando

Leia mais

Maxillaria silvana Campacci

Maxillaria silvana Campacci Ecologia Aula 1 Habitat É o lugar que reúne as melhores condições de vida para uma espécie. Temperatura, quantidade de água, intensidade da luz solar e tipo de solo determinam se o habitat é adequado ao

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

ECOLOGIA SERES VIVOS AMBIENTE. estuda as relações entre

ECOLOGIA SERES VIVOS AMBIENTE. estuda as relações entre ECOLOGIA SERES VIVOS estuda as relações entre AMBIENTE Níveis de Organização Molécula Célula Tecido Órgão Sistema Espécie População Comunidade Ecossistema Biosfera Níveis de Organização Espécie Grupo de

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 20 ECOLOGIA

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 20 ECOLOGIA BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 20 ECOLOGIA Como pode cair no enem (ENEM) Várias estratégias estão sendo consideradas para a recuperação da diversidade biológica de um ambiente degradado, dentre elas, a criação

Leia mais

NECESSIDADE BÁSICAS DOS SERES VIVOS. Estágio docência: Camila Macêdo Medeiros

NECESSIDADE BÁSICAS DOS SERES VIVOS. Estágio docência: Camila Macêdo Medeiros NECESSIDADE BÁSICAS DOS SERES VIVOS Estágio docência: Camila Macêdo Medeiros Necessidades básicas O planeta oferece meios que satisfaçam as necessidades básicas dos seres vivos. Necessidades básicas dos

Leia mais

ECOLOGIA. PROF. Jefferson Almeida

ECOLOGIA. PROF. Jefferson Almeida ECOLOGIA PROF. Jefferson Almeida CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA NA CARTA ESCRITA PELO CHEFE SEATLE EM 1854, AO ENTÃO PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS, FRANKLIN PIERCE, INTERROGANDO-O PELO DESEJO DE COMPRA DAS TERRAS

Leia mais

Resumo de SAÚDE AMBIENTAL E ECOLOGIA. Parte 01. Nome: Curso:

Resumo de SAÚDE AMBIENTAL E ECOLOGIA. Parte 01. Nome: Curso: Resumo de SAÚDE AMBIENTAL E ECOLOGIA Parte 01 Nome: Curso: Data: / / 1 - Introdução Diversas são as definições que podem ser atribuídas à Ecologia. Segundo diversos autores, Ecologia é: a) O estudo das

Leia mais

Pirâmides de números

Pirâmides de números Fluxo de energia Pirâmides de números COBRA (1) RATO (15) MILHO (100) PROTOZOÁRIOS CUPIM (100) (1) ÁRVORE (1000) ARANHAS (100) MOSCAS (300) (1) BANANA NAO HA PADRAO UNICO!!! - Massa de matéria orgânica

Leia mais

Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas

Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas Ecologia Conceitos Básicos e Relações Ecológicas MOUZER COSTA O que é Ecologia? É a parte da Biologia que estuda as relações dos seres vivos entre si e com o ambiente. Conceitos Básicos Espécie População

Leia mais

Cadeia alimentar 3º ano

Cadeia alimentar 3º ano Cadeia alimentar 3º ano O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo

Leia mais

Ecologia. introdução, fluxo de energia e ciclo da matéria. Aula 1/2

Ecologia. introdução, fluxo de energia e ciclo da matéria. Aula 1/2 Ecologia introdução, fluxo de energia e ciclo da matéria ANEXO CAPÍTULO 1 Importância da Ecologia Níveis de organização Componentes de um ecossistema Cadeia e teia alimentar Aula 1/2 Hábitat e nicho ecológico

Leia mais

III BIMESTRE TRABALHO DE BIOLOGIA 2011

III BIMESTRE TRABALHO DE BIOLOGIA 2011 III BIMESTRE TRABALHO DE BIOLOGIA 2011 INSTRUÇÕES 1. Preencha o cabeçalho e com o nome completo de cada aluno da equipe MÉDIA = 2. Todas as respostas deverão ser apresentadas nos espaços apropriados, com

Leia mais

A Biosfera e seus Ecossistemas

A Biosfera e seus Ecossistemas A Biosfera e seus Ecossistemas UNIDADE I ECOLOGIA CAPÍTULO 2 Aula 01 Níveis de organização Hábitat e nicho ecológico Componentes do ecossistema Cadeia e teia alimentar 1. INTRODUÇÃO À ECOLOGIA X Ecologia

Leia mais

3. Ler atentamente as 3 afirmativas relativas às relações entre os seres vivos,

3. Ler atentamente as 3 afirmativas relativas às relações entre os seres vivos, ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO BIOLOGIA 1º ANO / 3ª etapa Professor: Warley Ferreira 1. Uma população de parasitas e seus hospedeiros estão em interação. Eliminando-se os parasitas, espera-se que a população

Leia mais

Exercício de Biologia - 3ª série

Exercício de Biologia - 3ª série Exercício de Biologia - 3ª série 1- A poluição atmosférica de Cubatão continua provocando efeitos negativos na vegetação da Serra do Mar, mesmo após a instalação de filtros nas indústrias na década de

Leia mais

Que tipo de relação há entre o peixe-palhaço e a anêmona? Justifique sua resposta. R.:

Que tipo de relação há entre o peixe-palhaço e a anêmona? Justifique sua resposta. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Nas figuras abaixo

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA. Professora: Alexsandra Ribeiro

EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA. Professora: Alexsandra Ribeiro CONTEÚDO: CAP. 1, 2 e 3 EXERCÍCIOS DE REVISÃO 1ª VP4 de Ciências 6ª SÉRIE 1ª ETAPA Professora: Alexsandra Ribeiro 1. O esquema abaixo nos mostra como a vida está organizada no planeta. A complexidade da

Leia mais

6 O PRODUTO. ATIVIDADE 01: Perfil

6 O PRODUTO. ATIVIDADE 01: Perfil 54 6 O PRODUTO ATIVIDADE 01: Perfil Descrição da atividade Olá, como vai? Seja bem-vindo (a) a nossa primeira atividade! Nesta atividade, você terá a oportunidade de conhecer colegas e professores utilizando

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A A Distribuição Geográfica das Espécies 2011 Aula 1 Objetivos Discutir os principais conceitos de biogeografia e conhecer seus campos de estudos. Compreender a influência de fatores

Leia mais

Biologia 1. 01 Alternativa E. 02 Alternativa D. 01 Alternativa D. 02 Alternativa E. 03 Alternativa E. 04 Alternativa A.

Biologia 1. 01 Alternativa E. 02 Alternativa D. 01 Alternativa D. 02 Alternativa E. 03 Alternativa E. 04 Alternativa A. Biologia 1 Aula 1 21 Aula 2 Aula 3 1 Aula 4 a) A "Chlamydia trachomatis" é uma bactéria, pois, como mostra a tabela, não apresenta núcleo celular organizado, porém possui DNA, RNA, membrana plasmática

Leia mais

Unidade I: Fundamentos

Unidade I: Fundamentos Curso: Ciências do Ambiente Unidade I: Fundamentos Profª Manuella Villar Amado A crise ambiental Miller (1985) A Terra pode ser comparada a uma astronave deslocando-se a 100.000 km/h pelo espaço sideral

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS Aluno (a): 4º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Conteúdo de Recuperação

Leia mais

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, em sua versão 2012, apresentará uma redação e 180 questões objetivas, divididas nas quatro áreas do conhecimento: - Ciências

Leia mais

Ecologia. Aula Programada. Biologia. Tema: Ecologia

Ecologia. Aula Programada. Biologia. Tema: Ecologia Aula Programada Tema: Ecologia Biologia 1) Conceitos Básicos Indivíduo: Exemplar de uma espécie qualquer que constitui uma unidade distinta. Espécie: Conjunto de indivíduos muito semelhantes entre si e

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Ciências

PROVA BIMESTRAL Ciências 6 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Ciências Escola: Nome: Turma: n o : 1. Os animais apresentam diferentes formas de locomoção, alimentação e revestimento do corpo, características estas que os organizam

Leia mais

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente 1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS Eu um ser no ambiente Higiene Corporal Os cinco sentidos Corpo humano Perceber a importância do cuidado com o corpo, da vacinação e da prevenção de acidentes.

Leia mais

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan

Introdução à Ecologia. Prof. Fernando Belan Introdução à Ecologia Prof. Fernando Belan Ecologia (oikos = casa; logos = ciência) Estuda as relações entre os seres vivos, e o ambiente em que vivem; Ecologia em destaque! Conhecer para preservar! Ciência

Leia mais

ECOLOGIA. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2. Conceitos Básicos. Estuda as formas de organização superiores à do organismo 14/02/2014.

ECOLOGIA. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2. Conceitos Básicos. Estuda as formas de organização superiores à do organismo 14/02/2014. BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS Cap.2 Conceitos Básicos ECOLOGIA Estuda as formas de organização superiores à do organismo Protoplasma Níveis de Organização dos Seres Vivos Célula Tecido Órgão Aparelho Sistema

Leia mais

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA

BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA COMENTÁRIO DA PROVA DE BIOLOGIA Nota-se claramente que a prova de biologia da segunda fase da UFPR refletiu um esforço no sentido de privilegiar questões que envolvam raciocínio lógico aplicado ao domínio

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1G

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1G CADERNO DE EXERCÍCIOS 1G Ensino Fundamental Ciências da Natureza Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Movimentos dos continentes H7 2 Origem dos seres vivos na Terra H17 3 Relações ecológicas

Leia mais

Biologia. Cadeias e Teias Alimentares / Pirâmides Ecológicas. Professor Enrico Blota.

Biologia. Cadeias e Teias Alimentares / Pirâmides Ecológicas. Professor Enrico Blota. Biologia Cadeias e Teias Alimentares / Pirâmides Ecológicas Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS- TEIAS ALIMENTARES, FLUXO DE ENERGIA E PIRÂMIDES

Leia mais

AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV

AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Ciências UTS: NNCY MTNS D SÁ STNV raduada em História e Pedagogia, Doutora em ilosofia e Metodologia de nsino, utora da Metodologia CSC. NLD STNV Licenciatura Plena em Biologia, raduado em Pedagogia. Conteúdo

Leia mais

Biologia LIVRO 3 Unidade 3 Avaliação capítulos 12, 13, 14, 15 e 16 Ecologia

Biologia LIVRO 3 Unidade 3 Avaliação capítulos 12, 13, 14, 15 e 16 Ecologia 1. Durante uma aula de campo, a professora informou que naquela área existiam diversas espécies de formigas, seres que estabelecem uma relação intraespecífica harmônica conhecida como sociedade. Informou

Leia mais

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM TESTES 1) (Santos) Muitos antibióticos, inicialmente usados com sucesso contra bactérias patogênicas, parecem ter perdido sua eficiência. Um mesmo antibiótico, usado para

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO ADMINISTRAÇÀO DISCIPLINA: MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO PROF: NAZARÉ FERRÀO TURMA: 7-ADN-1

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO ADMINISTRAÇÀO DISCIPLINA: MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO PROF: NAZARÉ FERRÀO TURMA: 7-ADN-1 1 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO ADMINISTRAÇÀO DISCIPLINA: MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO PROF: NAZARÉ FERRÀO TURMA: 7-ADN-1 I. MEIO AMBIENTE CONCEITOS MEIO AMBIENTE Tudo o que cerca o ser vivo,

Leia mais

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos

Ecossistemas e Saúde Ambiental :: Prof.ª MSC. Dulce Amélia Santos 11/8/2011 ECOLOGIA Disciplina Ecossistemas E Saúde Ambiental Ecologia é uma área da Biologia que estuda os organismos e suas relações com o meio ambiente em que vivem. Aula 1A: Revendo Conceitos Básicos

Leia mais

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (7 ANO)

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (7 ANO) EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (7 ANO) 1- Uma das etapas do ciclo de vida é o processo da reprodução. O comportamento reprodutivo varia muito entre os seres vivos e é por meio dele que uma espécie de ser vivo

Leia mais

PROFESSOR: Leonardo Mariscal

PROFESSOR: Leonardo Mariscal PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== 01- O aumento da poluição

Leia mais

Organismos, fatores limitantes e nicho ecológico

Organismos, fatores limitantes e nicho ecológico Texto Base: Aula 25 Organismos, fatores limitantes e nicho ecológico Autor: Ana Lúcia Brandimarte Ecologia: significado e escopo As aulas finais de Biologia Geral serão dedicadas ao estudo da Ecologia,

Leia mais

ATIVIDADE INTERAÇÕES DA VIDA. CAPÍTULOS 1, 2, 3 e 4

ATIVIDADE INTERAÇÕES DA VIDA. CAPÍTULOS 1, 2, 3 e 4 ATIVIDADE INTERAÇÕES DA VIDA CAPÍTULOS 1, 2, 3 e 4 Questão 1) Abaixo representa uma experiência com crisântemo, em que a planta foi iluminada, conforme mostra o esquema. Com base no esquema e seus conhecimentos,

Leia mais

Ecologia: interações ecológicas

Ecologia: interações ecológicas FACULDADES OSWALDO CRUZ Curso: Engenharia Ambiental Disciplina: Microbiologia Aplicada Prof a MsC. Vanessa Garcia Aula 12 (2º semestre): Ecologia: interações ecológicas Objetivos: analisar os principais

Leia mais

RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B. Ecologia. Prof.ª Carol

RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B. Ecologia. Prof.ª Carol RUMO PRÉ VESTIBULAR Apostila 1 Biologia B Ecologia Prof.ª Carol Aula 2 Ambiente e energia Dentro de um ecossistema, as espécies se comportam como produtoras, consumidoras ou decompositoras. PRODUTORES:

Leia mais

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia. A diversidade biológica é o fruto da variação genética.

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia. A diversidade biológica é o fruto da variação genética. Atividade extra Questão 1 A diversidade biológica é o fruto da variação genética. Falar em biodiversidade e em tempo significa, necessariamente, falar de: a. Degeneração. b. Conservação. c. Evolução. d.

Leia mais

Estudo Dirigido CONTEÚDOS DO 4º BIMESTRE: I- O QUE A ECOLOGIA ESTUDA (CAPÍTULO 2) II- CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES(CAPÍTULO 3)

Estudo Dirigido CONTEÚDOS DO 4º BIMESTRE: I- O QUE A ECOLOGIA ESTUDA (CAPÍTULO 2) II- CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES(CAPÍTULO 3) CONTEÚDOS DO 4º BIMESTRE: I- O QUE A ECOLOGIA ESTUDA (CAPÍTULO 2) II- CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES(CAPÍTULO 3) III- RELAÇÕES ECOLÓGICAS (CAPÍTULO 4) PONTUAÇÃO DO BIMESTRE Teste: 2,0 laboratório: 2,0 Prova

Leia mais

CADEIA ALIMENTAR II Autores: Contexto: Objetivos: Material utilizado: Dinâmica:

CADEIA ALIMENTAR II Autores: Contexto: Objetivos: Material utilizado: Dinâmica: Autores: Débora Frigi Rodrigues Ana Beatriz Vitiritti Dimitson Ferreira Oliveira Elisama Silva de Oliveira Márcio Moreno Priscila Mayumi Kashiwabara CADEIA ALIMENTAR II Contexto: O presente roteiro deverá

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012-2 GABARITO DA PROVA DE BIOLOGIA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012-2 GABARITO DA PROVA DE BIOLOGIA Questão 1 Sobre as mitocôndrias, responda: a) Através da análise de DNA, demonstrou-se que muitos genes da bactéria Rickettsia prowazekii, que causa um tipo de febre, são parecidos com os genes das mitocôndrias.

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA Prof. Salomão profsalomao@gmail.com PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM Sem Mês Início Término CH 1ª FEV 7 11 3 ASSUNTO: ASPECTOS

Leia mais

Aula 01 Introdução à Ecologia: níveis de organização ecológica; ecossistema; níveis tróficos do ecossistema; a energia nos ecossistemas.

Aula 01 Introdução à Ecologia: níveis de organização ecológica; ecossistema; níveis tróficos do ecossistema; a energia nos ecossistemas. Aula 01 Introdução à Ecologia: níveis de organização ecológica; ecossistema; níveis tróficos do ecossistema; a energia nos ecossistemas. O que é? O que estuda? Qual a sua importância? HISTÓRICO Homem primitivo

Leia mais

Peixes e crustaceos Nativos da PVSuL

Peixes e crustaceos Nativos da PVSuL Peixes e crustaceos Nativos da PVSuL Alguns, encobertos pela água. Outros, ativos à noite. A maioria, raramente vista. Os peixes e crustáceos presentes no PV-Sul representam dois grupos de animais presentes

Leia mais

BIOLOGIA. 02 A afirmação O tecido ósseo pode ser citado como o único exemplo de tecido que não possui células vivas pode ser classificada como

BIOLOGIA. 02 A afirmação O tecido ósseo pode ser citado como o único exemplo de tecido que não possui células vivas pode ser classificada como BIOLOGIA 01 O crescimento externo dos artrópodes ocorre pelo processo denominado ecdise, caracterizado pela troca do exoesqueleto. Assinale o gráfico que melhor representa o crescimento desses animais.

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2006 2ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares FUVEST 2006 2ª fase www.planetabio.com 1-O esquema abaixo representa as principais relações alimentares entre espécies que vivem num lago de uma região equatorial. Com relação a esse ambiente: a) Indique os consumidores primários. b) Dentre

Leia mais

Engenharia e Meio Ambiente

Engenharia e Meio Ambiente Engenharia e Meio Ambiente 1. ECOLOGIA 2. MEIO AMBIENTE 3. HABITAT E NICHO ECOLÓGICO 4. POTENCIAL BIÓTICO 5. RESISTÊNCIA AMBIENTAL 6. PEGADA ECOLÓGICA O QUE É ECOLOGIA? 1. Ciência que estuda as relações

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO I Unidade 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO UNIDADE I: A VIDA EM NOSSO PLANETA Introdução A ciência se faz com observação da natureza, perguntas e busca de respostas. Você já observou como o Planeta Terra

Leia mais

Dinâmica dos Ecossistemas

Dinâmica dos Ecossistemas UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ECOLOGIA Prof. Oriel Herrera Monitores: John David & Giuliane Sampaio Dinâmica dos Ecossistemas Fortaleza-CE Versão

Leia mais

Quiz 6 a Série. 1. Um cientista estudou o conteúdo do estômago de um animal e descobriu que nele só havia plantas. Este animal deve ser um:

Quiz 6 a Série. 1. Um cientista estudou o conteúdo do estômago de um animal e descobriu que nele só havia plantas. Este animal deve ser um: Quiz 6 a Série Professora: Alexsandra Ribeiro Instruções: Olá queridos alunos e alunas! O quiz é mais uma ferramenta que nos possibilita saber se realmente você está entendendo o conteúdo abordado em sala

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS 6 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Astronomia: estudando o céu Estrelas e constelações Sistema Solar e exploração do Universo - Movimentos da - Terra e da Lua Reconhecer

Leia mais

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc.

RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. Ecologia RELAÇÕES Todos os seres vivos estabelecem algum tipo de relação: habitat (local que vivem), alimentação, reprodução, proteção, etc. SER VIVO SER VIVO SER VIVO MEIO AMBIENTE RELAÇÕES Dentre essas

Leia mais

Ciências Naturais 8ªano. 1. Ecossistemas 1.1 - Interacções seres vivos -ambiente

Ciências Naturais 8ªano. 1. Ecossistemas 1.1 - Interacções seres vivos -ambiente Ciências Naturais 8ªano Sustentabilidade na Terra 1. Ecossistemas 1.1 - Interacções seres vivos -ambiente Ecologia Em 1869, Ernest Haeckel (1834-1919), biólogo alemão, usou a palavra Ecologia para designar

Leia mais

EXAME DISCURSIVO 2ª fase

EXAME DISCURSIVO 2ª fase EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 Biologia Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Biologia. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

Domingo é dia de macarronada

Domingo é dia de macarronada Domingo é dia de macarronada Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente / ser humano e saúde Tema Interações entre os seres vivos / o caminho cíclico dos materiais no ambiente / interação entre os seres vivos

Leia mais

CADEIA ALIMENTAR: PLANTAS MARINHAS CARAMUJO PEIXE MENOR PEIXE MAIOR AVES DA MARGEM

CADEIA ALIMENTAR: PLANTAS MARINHAS CARAMUJO PEIXE MENOR PEIXE MAIOR AVES DA MARGEM CADEIA ALIMENTAR: PLANTAS MARINHAS CARAMUJO PEIXE MENOR PEIXE MAIOR AVES DA MARGEM Eduarda Poletto 1, Luiza Baiotto 2, Maria Luiza Meincke 3, Suélen Sandri 4, Carina Brezolin 5 e Claudicéia Kommers 6.

Leia mais

Ecologia. Pirâmides Ecológicas Teias Alimentares. Conceitos Ecológicos Fundamentais. Cadeias Alimentares. Professor Fernando Stuchi

Ecologia. Pirâmides Ecológicas Teias Alimentares. Conceitos Ecológicos Fundamentais. Cadeias Alimentares. Professor Fernando Stuchi Pirâmides Ecológicas Teias Alimentares Cadeias Alimentares Conceitos Ecológicos Fundamentais Ecologia Ecologia Os organismos da terra não vivem isolados: interagem entre si e com o meio ambiente. A ecologia

Leia mais

O mundo vivo se organiza a partir dos seres mais simples até os mais complexos, em ordem crescente de complexidade. Neste contexto, a Biologia se

O mundo vivo se organiza a partir dos seres mais simples até os mais complexos, em ordem crescente de complexidade. Neste contexto, a Biologia se O mundo vivo se organiza a partir dos seres mais simples até os mais complexos, em ordem crescente de complexidade. Neste contexto, a Biologia se organiza de Moléculas à Biosfera, constituindo 11 níveis

Leia mais

ECOSSISTEMA DE AQUÁRIO

ECOSSISTEMA DE AQUÁRIO V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 ECOSSISTEMA DE AQUÁRIO Ana Caroline Casalvara dos Santos 1, Camila Strassacapa 1, Gleisson Luis Pagliarini Ricardo

Leia mais

E E N R E GI G A E e x mplo d e t r t a r nsf s o f rm r açã ç o d e e nerg r ia

E E N R E GI G A E e x mplo d e t r t a r nsf s o f rm r açã ç o d e e nerg r ia Profª Priscila Binatto Energia ENERGIA Capacidade de executar trabalho Primeira Lei da Termodinâmica (Conservação) A energia pode ser transformada, mas não criada ou destruída Segunda Lei da Termodinâmica

Leia mais

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Pessoal a matéria da prova de Biologia é dos Módulos 1 a 5 (Edgard) e Módulo 1 (Ricardo). Parte I O Gabarito está na última folha. 1. Ordene as categorias

Leia mais

BB.10: Seres vivos, ambiente e energia BIOLOGIA

BB.10: Seres vivos, ambiente e energia BIOLOGIA ATIVIDADES 1. (FGV-SP) Considere a teia alimentar abaixo. Nesta teia, são consumidores primários e secundários, respectivamente Assinale a opção que contém a cadeia alimentar que melhor se encaixa com

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos Ser humano: semelhanças e diferenças (características físicas e comportamentais, gostos pessoais) Partes do corpo humano Sentidos humanos: audição, visão, paladar, tato e olfato Cuidados com os órgãos

Leia mais

FATORES ECOLÓGICOS. Professora: Dayse Luna Barbosa

FATORES ECOLÓGICOS. Professora: Dayse Luna Barbosa FATORES ECOLÓGICOS Professora: Dayse Luna Barbosa Fatores Ecológicos São o conjunto de fatores biológicos e físicos que atuam sobre o desenvolvimento de uma comunidade. Fatores Ecológicos Fatores Ecológicos

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências da Natureza Disciplina: Série: 1ª Ensino Médio Professores: Raquel Lara e Cláudio Mendes Atividades para Estudos Autônomos GABARITO Data: 09 / 03 / 2015 Aluno(a):

Leia mais