Guia Didático do Professor

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia Didático do Professor"

Transcrição

1 Guia Didático do Professor Animação Carboidratos Moléculas semelhantes com diferentes funções Alimentos Fonte de substâncias básicas Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA

2 Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica Stella M. Peixoto de Azevedo Pedrosa Redação Gislaine Garcia Tito Tortori Revisão Alessandra Muylaert Archer Projeto Gráfico Eduardo Dantas Diagramação Romulo Freitas Revisão Técnica Nadia Suzana Henriques Schneider Produção Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Realização Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Ministério da Ciência e Tecnologia Ministério da Educação Objetivo geral: Reconhecer a estrutura e a composição básica dos carboidratos. Objetivos específicos: Reconhecer a alimentação como a forma dos seres autotróficos reporem energia e nutrientes; Caracterizar os carboidratos como nutrientes energéticos; Classificar os carboidratos segundo o seu grau de complexidade e a sua composição química; Animação (Software) Tema: Carboidratos Moléculas semelhantes com diferentes funções Área de aprendizagem: Química Conteúdo: Alimentos Fonte de substâncias básicas Conceitos envolvidos: amido, calorias, carboidratos, celulose, frutose, glicose, glicogênio, hidroxila, isomeria, monossacarídeo, nutrientes, oligossacarídeo, polissacarídeo. Público-alvo: 1ª série do Ensino Médio Reconhecer que existem carboidratos com a mesma composição química que desempenham funções diferentes; Citar exemplos de isomeria entre os carboidratos. Pré-requisitos: Sem pré-requisitos. Tempo previsto para a atividade: Consideramos que uma aula (45 a 50 minutos) será suficiente para o desenvolvimento das atividades propostas.

3 Introdução O guia didático do professor pretende ser um recurso facilitador na apresentação do conteúdo e, por isso, além de orientações gerais, indicamos algumas leituras e sites com materiais complementares. Esperamos, assim, que o guia propicie formas de ampliar as informações que contribuam para a construção de novos conhecimentos, para além daqueles apresentados nos livros didáticos. Não se esqueça de reservar com antecedência a sala de informática para a apresentação da aula. Também é importante observar os requisitos técnicos para a utilização do software: Sistema operacional Windows, Macintosh ou Linux Navegador web (Browser) que possua os seguintes recursos: Animação Alimentos Carboidratos Moléculas semelhantes com diferentes funções Plug-in Adobe Flash Player 8 ou superior instalado; Recurso de Javascript habilitado pelo navegador.

4 Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Apresentação do Tema Antes de começar a apresentação do tema é interessante observar o que os alunos sabem sobre carboidratos. Permita que compartilhem ideias e experiências. Explore ao máximo os conhecimentos prévios que eles poderão ter para, então, engatar um debate. Esclareça as dúvidas e apresente aspectos que julgue importantes para a compreensão do tema. Procure relacionar as informações com as experiências que, possivelmente, os alunos apresentarão. Atividades Na sala de computadores A possibilidade de interação dos alunos através da animação é uma forma interessante de envolvê-los no debate sobre o tema. Sendo assim, sob a mediação do professor, a interatividade será uma importante ferramenta didática, contribuindo para que se interessem pelo tema e aprendam os conceitos apresentados. Alimentação É importante destacar que a alimentação é a forma como os seres autotróficos (animais, por exemplo) repõem energia e nutrientes. Por isso é adequado lembrar aos alunos que a alimentação, além da questão sensorial, do prazer, da reunião social etc., é fundamental para a manutenção dos processos vitais de cada indivíduo. Aproveite e informe aos alunos que cada pessoa, dependendo da faixa etária, sexo, condição física, estilo de vida e atividade física necessitará receber quantidades e qualidades diferentes de nutrientes e energia. Destaque que um ciclista ou outro atleta precisará de uma alimentação totalmente diferente da de um professor ou um balconista. Os nutrientes nos alimentos Destaque para os alunos os diferentes alimentos em um prato de refeição, especialmente para distinguir que cada comida possui a sua própria composição química. As substâncias que compõem os alimentos são denominadas nutrientes. Indique para os alunos clicarem em cada um dos alimentos na tela, para que possam identificar os exemplos de nutrientes de cada alimento. Lembre que cada alimento possui proporções diferentes de carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas, minerais, fibras etc. Explique que a vitamina A foi colocada como exemplo por ser um dos nutrientes presentes da cenoura.

5 Carboidratos fonte de energia Todos nós sabemos que a alimentação é importante para a nossa nutrição. Além disso, fornece a energia necessária para que consigamos realizar as tarefas do dia-a-dia. Alguns alimentos são ricos em nutrientes do tipo energético, como os carboidratos, que representam a principal fonte de energia para o corpo humano. Informe aos alunos que os carboidratos podem ser encontrados em diversos tipos de alimentos, incluindo aqueles que contêm farinha (farináceos) como o pão, bolo, biscoito, macarrão etc. Em seguida, destaque que a composição química dos carboidratos está baseada na fórmula molecular C.(H2O)n e essas substâncias são conhecidas como carbonos hidratados ou hidratos de carbono, sacarídeos, glicídios ou açúcares. Lembre que eles fornecem entre 45 e 65% da quantidade de calorias necessária para o bom funcionamento do organismo. Será que os alunos sabem dizer o que são calorias? Explique que a caloria (cal) é a energia necessária para aumentar a temperatura de uma massa de um grama de água de 14,5 C para 15,5 C. Informe aos alunos que, na prática, essa quantidade de energia é muito pequena e que por isso é mais comum usarmos a unidade Kcal, que é mil vezes maior que a caloria. Os alimentos têm diferentes composições químicas, sendo que a combustão de cada alimento libera distintas quantidades de energia. Quando ingeridos, no organismo, são utilizados nas várias funções vitais, como caminhar, dançar, rir, chorar. Para realizar essas ações, sofrem reações de combustão, as quais liberam calor. O calor liberado é medido em quilocalorias (kcal), embora, em nutrição, refira-se, abreviadamente, à medida como caloria (cal), porém o correto seria dizer: quantas kcal tem este alimento?. Ressalte também que os carboidratos são moléculas energéticas importantes e que as células, em situações de estresse ou quando o corpo permanece em jejum, usam grandes quantidades dessas substâncias, que ficam armazenadas nos músculos e no fígado. dica! Leia O que significa o valor de calorias dos alimentos, de SCHNEIDER, N. S. H. Alquimia da Vida: Emoção, nutrição, envelhecimento, doença e meio ambiente, Santa Maria: O Autor. 2008, p.53 e 54. Animação Alimentos Carboidratos Moléculas semelhantes com diferentes funções Lembre que o amido, por exemplo, é um tipo de carboidrato complexo e funciona como reserva vegetal. Assim, os carboidratos funcionam como combustível energético para a atividade biológica e são armazenados no organismo humano na forma de glicogênio, que é um polissacarídeo e a principal reserva energética das células animais. Os carboidratos ou glicídios podem ser divididos em dois grupos: os carboidratos mais simples (açúcares) e os complexos (amido e glicogênio). Explique aos alunos que o segundo grupo pode desempenhar, além da reserva energética, outras funções importantes para o organismo. Lembre-lhes que os carboidratos mais complexos possuem, além da cadeia de Carbono, também os elementos Nitrogênio (N), Potássio(P) e Enxofre(S). 5

6 Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor mais detalhes! Encontramos informações sobre os carboidratos no artigo Carboidratos: estrutura, propriedades e funções, de FRANCISCO JU- NIOR, Wilmo E. Química Nova na Escola, nº 29, agosto, 2008, p Disponível em online/qnesc29/03-ccd pdf. Destaque a tela 5, em que os monossacarídeos são classificados de acordo com o seu grupo funcional em cetoses ou polihidroxicetonas (que apresentam o grupamento cetona) e aldoses ou polihidroxialdeídos (que apresentam o grupamento aldeído). Professor, seria interessante ressaltar a tela 6 da animação, que mostra em um quadro as funções desempenhadas pelo carboidrato. Lembre que além da função energética, os carboidratos complexos podem ainda desempenhar a função estrutural, como no caso da celulose, e entrar na composição dos ácidos nucleicos (ADN e ARN). Informe aos alunos que os carboidratos mais simples são denominados monossacarídeos (uma unidade que contém de 3 a 7 carbonos) e os dissacarídeos (duas unidades). Explique que apesar desse termo ser associado a açúcar, apenas os sacarídeos simples são doces. Instigue os alunos dizendo que todo açúcar (sacarídeos) é um carboidrato, mas que nem todo carboidrato é um açúcar. A glicose e a frutose são exemplos de monossacarídeos. A glicose é a principal molécula energética circulante nas células dos animais. Já a frutose é encontrada em frutas, cereal e mel. Explique que os oligossacarídeos são carboidratos intermediários (formados por até 10 carbonos) e os polissacarídeos são moléculas maiores, constituídas pela reunião de vários monossacarídeos. 6

7 Moléculas aparentemente semelhantes possuem funções distintas Explique que alguns carboidratos, apesar de serem quimicamente semelhantes, podem desempenhar funções bastante distintas nas estruturas vivas. Essa aparente contradição pode ser explicada a partir da tela 10, com três exemplos de diferentes tipos de sacarídeos: manose, glicose (ou glucose) e galactose. Aponte para os alunos que apesar de serem substâncias diferentes, todas têm a mesma fórmula química geral (C 6 H 12 O 6 ). Lembre, contudo, que são encontradas em fontes diferentes na dieta humana. Destaque que a única diferença entre as três é a posição do radical hidroxila (OH). Isso faz com que cada uma delas tenha uma fórmula estrutural distinta das demais. Essa é uma boa oportunidade para informar aos alunos que esse fenômeno, em Química, é denominado de isomeria. Destaque na tela 9 a explicação sobre carboidratos complexos que têm a mesma composição química, embora sejam substâncias bastante diferentes. A tela apresenta uma comparação entre dois polissacarídeos a celulose e o amido. Explique que ambos são quimicamente representados pela fórmula (C 6 H 10 O 5 )n. Lembre que os polissacarídeos são polímeros de monossacarídeos. Assim, essas macromoléculas são polímeros formados pela união de muitas moléculas de glicose. Contudo, apesar de serem polímeros da glicose, a celulose e o amido são substâncias quimicamente diferentes. Informe aos alunos que a estrutura da celulose permite a formação de fibras, enquanto o amido tem uma estrutura mais ramificada. A partir dessas características cada uma desempenha função diferente nos vegetais. A celulose é uma substância que forma a parede celular, enquanto o amido é usado como reserva energética. dica! Sobre o tema isomeria sugerimos que os alunos assistam ao vídeo Isomeria da série Aí tem química!, disponível no link: br/bitstream/handle/ mec/13893/open/file/video.html?sequence=5. Animação Alimentos Carboidratos Moléculas semelhantes com diferentes funções

8 Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor 3. a) b) c) Atividades Complementares Proponha que os alunos, em grupos, pesquisem sobre os diferentes tipos de carboidratos. Divida entre os grupos os temas: monossacarídeos, oligossacarídeos e polissacarídeos. Peça que eles pesquisem sobre a composição química, a sua ocorrência e função. Proponha que cada grupo faça uma apresentação para o restante da turma. Crie um jogo de cartas (do tipo mico-preto) com monossacarídeos. Depois explique que o objetivo do jogo é formar um dissacarídeo com as cartas. Cada vez que o aluno identificar o dissacarídeo, formado por duas cartas de monossacarídeos, deverá abaixar as cartas na mesa e informar o nome. Ao final, a pontuação de cada um será dada pelo número de dissacarídeos formados. Organize os alunos em grupos e proponha que produzam um modelo tridimensional de um monossacarídeo (glicose, frutose, manose, galactose, arabinose etc.). Você pode propor que eles escolham entre trioses, tetroses, pentoses, hexoses e que produzam modelos com sucata. Marque, em seguida, uma data para a exposição do material produzido. 4. Avaliação A avaliação é um bom momento para verificar progressivamente o desenvolvimento dos alunos com relação à aprendizagem, bem como a habilidade deles em estabelecer relações do que foi aprendido com o cotidiano. A avaliação é necessária para que o professor possa analisar as causas que impedem ou dificultam o aprendizado satisfatório dos alunos. Por isso, esse também deve ser um momento de reflexão docente, a fim de avaliar os pontos positivos e negativos e repensar sua prática, visando aperfeiçoá-la. Todas as situações envolvidas no processo de ensino-aprendizagem devem ser levadas em conta, como a participação, presença e empenho dos alunos. É importante que eles tenham a prática da autoavaliação, para que possam compreender melhor quando e como aprendem. 8

9 ANIMAÇÃO - SOFTWARE EQUIPE PUC-RIO Coordenação Geral do Projeto Pércio Augusto Mardini Farias Departamento de Química Coordenação de Conteúdos José Guerchon Ricardo Aucélio Assistência Camila Welikson Produção de Conteúdos PUC-Rio CCEAD - Coordenação Central de Educação a Distância Coordenação Geral Gilda Helena Bernardino de Campos Coordenação de Software Renato Araujo Assistência de Coordenação de Software Bernardo Pereira Nunes Coordenação de Avaliação e Acompanhamento Gianna Oliveira Bogossian Roque Coordenação de Produção dos Guias do Professor Stella M. Peixoto de Azevedo Pedrosa Assistência de Produção dos Guias do Professor Tito Tortori Redação Alessandra Muylaert Archer Gisele da Silva Moura Gislaine Garcia Design Eduardo Dantas Isabela La Croix Romulo Freitas Revisão Alessandra Muylaert Archer Camila Welikson Gislaine Garcia

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Plásticos Substâncias Químicas Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Simulação O efeito da chuva no solo Química na agricultura Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Densidade e Temperatura Densidade Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Lavando a roupa suja Química orgânica Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Simulação Compostagem Química na agricultura Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Simulação O solo funciona como um filtro Química na agricultura Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação A Lei das Proporções A história da Química contada por suas descobertas Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Ácidos Funções Inorgânicas Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Álcool e direção Concentrações Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Bases e Sais ou Nomenclatura das bases Classificação Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Metalurgia Metais: de onde vêm e quanto custam? Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Simulação Luminol Reações fotoquímicas Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Simulação Diagrama de Fases Propriedades Mecânicas e Térmicas dos Materiais Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação A Lei do Gás Ideal Teoria cinética molecular e o comportamento dos gases Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação A Pilha de Daniell Pilhas e Baterias Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Conversa Periódica A Origem do Lixo Lixo Urbano Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa A Química do Fazer Siderurgia parte 1 Metais Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSTOS INORGÂNICOS Não apresentam Carbono em sua estrutura DOIS TIPOS: Água e Sais Minerais ÁGUA:

Leia mais

1 Por que tomar café da manhã?

1 Por que tomar café da manhã? A U A UL LA Por que tomar café da manhã? Exercícios Acordar, lavar o rosto, escovar os dentes, trocar de roupa e... tomar o café da manhã. É assim que muitas pessoas começam o dia, antes de ir trabalhar.

Leia mais

27/08/2014. Carboidratos. Monossacarídeos. Introdução. Classificação (quanto ao número de monômeros) Carboidratos

27/08/2014. Carboidratos. Monossacarídeos. Introdução. Classificação (quanto ao número de monômeros) Carboidratos Introdução CARBOIDRATOS Outras denominações: - Hidratos de carbono - Glicídios, glícides ou glucídios - Açúcares. Ocorrência e funções gerais: São amplamente distribuídos nas plantas e nos animais, onde

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Aí tem Química! Combustíveis Renováveis Álcool Combustíveis Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Conversa Periódica Ligações Covalentes Ligações Químicas Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa A Química do Fazer Alumínio Metais Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Tudo se Transforma Enxergando o Invisível Estrutura Atômica Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Conversa Periódica Reciclagem Lixo Urbano Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Tudo se Transforma Ligações Químicas L i g a ç õ e s Q u í m i c a s Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático

Leia mais

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos

23/03/2015. Moléculas orgânicas - Carboidratos Moléculas orgânicas - Carboidratos São formados por C, H, O. São Conhecidos como: Hidratos de Carbono Glucídios Glicídios Açúcares Sacarídeos Funções: Energética (glicose); Glicogênio : reserva energética

Leia mais

Hidratos de Carbono. Monossacarídeo (Glicose) Polissacarídeo (Glicogénio) Dissacarídeo (Frutose + Glicose = Sacarose)

Hidratos de Carbono. Monossacarídeo (Glicose) Polissacarídeo (Glicogénio) Dissacarídeo (Frutose + Glicose = Sacarose) Hidratos de Carbono Os hidratos de carbono são compostos orgânicos, constituídos por carbono (C), hidrogénio (H) e oxigénio (O). São a principal fonte de energia para o movimento, trabalho e realização

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa A Química do Fazer Perfume Cosméticos Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Substâncias Simples e Compostas Reações Químicas Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Aí tem Química! Combustíveis não renováveis Gás Natural Combustíveis Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Conversa Periódica As Drogas Pscicotrópicas Substâncias Psicotrópicas Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Tudo se Transforma Gênesis dos Elementos Químicos 1 Substâncias Químicas Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia

Leia mais

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano.

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano. Oficina CN/EM 2012 Alimentos e nutrientes (web aula) Caro Monitor, Ao final da oficina, o aluno terá desenvolvido as habilidade: H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo

Leia mais

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA?

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS: CARBONO, HIDROGÊNIO, OXIGÊNIO E NITROGÊNIO FORMAM CADEIAS LONGAS E COMPLEXAS

Leia mais

Programa É Tempo de Química!

Programa É Tempo de Química! Programa É Tempo de Química! Ácidos e suas reações Funções Químicas e Suas Reatividades Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Programa É Tempo de Química!

Programa É Tempo de Química! Programa É Tempo de Química! Origem e Composição dos Materiais Vestuário e Embalagens Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa É Tempo de Química! Radioatividade e Energia Nuclear Estrutura Atômica Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia

Leia mais

Animação Chuva Ácida. Funções Inorgânicas. Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA

Animação Chuva Ácida. Funções Inorgânicas. Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Guia Didático do Professor Animação Chuva Ácida Funções Inorgânicas Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Tudo se Transforma Energia Nuclear 2 Energia Nuclear e I m p a c t o A m b i e n t a l Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais

Leia mais

CARBOIDRATOS. INTRODUÇÃO -Biomoléculas mais abundantes -Base da nutrição animal

CARBOIDRATOS. INTRODUÇÃO -Biomoléculas mais abundantes -Base da nutrição animal INTRODUÇÃO -Biomoléculas mais abundantes -Base da nutrição animal CARBOIDRATOS *Os animais não são capazes de sintetizar carboidratos a partir de substratos simples não energéticos, precisando obtê-los

Leia mais

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino Função orgânica nossa de cada dia Profa. Kátia Aquino Vamos analisar! Funções Carboidratros (ou Glicídios) Energética: eles são os maiores fornecedores de energia para os seres vivos, principalmente a

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Conversa Periódica Corrosão Pilhas e Baterias Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

( ) Falta de vitamina D. Dificuldades em absorver o cálcio, provocando problemas para a calcificação dos ossos.

( ) Falta de vitamina D. Dificuldades em absorver o cálcio, provocando problemas para a calcificação dos ossos. NOME: ANO: 8º ENSINO: FUNDAMENTAL I TURMA: DATA: / / PROF(ª).:Sandra Medeiros ATIVIDADE DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS 1. Questão Estabeleça relação entre as colunas. (a) Beribéri ( ) Falta de vitamina D. Dificuldades

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa É Tempo de Química! Vitaminas e Sais Minerais Alimentos Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

NUTRIÇÃO APLICADA À FARMÁCIA

NUTRIÇÃO APLICADA À FARMÁCIA NUTRIÇÃO APLICADA À FARMÁCIA METABOLISMO BASAL GASTO ENERGÉTICO TOTAL Profª. Alcinira Furtado Farias METABOLISMO BASAL Conjunto de processos por meio dos quais o organismo vivo recolhe e transforma as

Leia mais

Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD

Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD Capacitação - HÓRUS Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO... 3 2.1 Objetivos do curso... 3 2.2 Recursos de Aprendizagem...

Leia mais

Importante reserva energética; são as gorduras.

Importante reserva energética; são as gorduras. Importante reserva energética; são as gorduras. 1g de lipídio libera 9kcal contra 4kcal por 1g de carboidrato. Podem ser armazenados de forma mais concentrada que os carboidratos. O excesso do consumo

Leia mais

Programa É Tempo de Química!

Programa É Tempo de Química! Programa É Tempo de Química! Destino: para onde vão as embalagens? Vestuário e Embalagens Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa A Química do Fazer Tratamento de Água Concentração Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

3ªsérie B I O L O G I A

3ªsérie B I O L O G I A 3.1 QUESTÃO 1 Três consumidores, A, B e C, compraram, cada um deles, uma bebida em embalagem longa vida, adequada às suas respectivas dietas. As tabelas abaixo trazem informações nutricionais sobre cada

Leia mais

Programa É Tempo de Química!

Programa É Tempo de Química! Programa É Tempo de Química! Lipídeos Alimentos Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação Didático-Pedagógica Stella

Leia mais

Nutrição Normal: Carboidratos. Histórico. Monossacarídeos. Características químicas Estrutura química

Nutrição Normal: Carboidratos. Histórico. Monossacarídeos. Características químicas Estrutura química Universidade de São Paulo Faculdade de Saúde Pública Departamento de Nutrição Nutrição Normal: Carboidratos Daniela Saes Sartorelli Histórico Principal fonte de energia utilizada pelos seres vivos. Seres

Leia mais

Pr P o r f o a f. a A l A essan a d n r d a r a B ar a o r n o e n www.profbio.com.br

Pr P o r f o a f. a A l A essan a d n r d a r a B ar a o r n o e n www.profbio.com.br Profa. Alessandra Barone www.profbio.com.br Caracterização dos carboidratos Fonte de energia Parte integrante de nucleotídeos energéticos Arcabouço de células, tecidos vegetais e paredes bacterianas Reconhecimento

Leia mais

Projeto CONDIGITAL Mergulhando na Função Guia do Professor

Projeto CONDIGITAL Mergulhando na Função Guia do Professor Projeto CONDIGITAL Mergulhando na Função Guia do Professor Página 1 de 5 Caro(a) professor(a) Guia do Professor A utilização de jogos digitais como objetos de aprendizagem tem sido difundida atualmente

Leia mais

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA

QUÍMICA CELULAR NUTRIÇÃO TIPOS DE NUTRIENTES NUTRIENTES ENERGÉTICOS 4/3/2011 FUNDAMENTOS QUÍMICOS DA VIDA NUTRIÇÃO QUÍMICA CELULAR PROFESSOR CLERSON CLERSONC@HOTMAIL.COM CIESC MADRE CLÉLIA CONCEITO CONJUNTO DE PROCESSOS INGESTÃO, DIGESTÃO E ABSORÇÃO SUBSTÂNCIAS ÚTEIS AO ORGANISMO ESPÉCIE HUMANA: DIGESTÃO ONÍVORA

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Afinidade eletrônica Propriedades químicas Química 3ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista A Enfermagem e o Serviço de Nutrição e Dietética tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista 1 A enfermagem e o Serviço

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa A Química do Fazer Soro Solubilidade Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Funções Inorgânicas Amônia na urina Funções inorgânicas Reações químicas Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia

Leia mais

Profa. Joyce Silva Moraes

Profa. Joyce Silva Moraes Alimentação e Saúde Profa. Joyce Silva Moraes saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estarestar e a disposição para realizar todas as atividades. demonstrar

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Almanaque Sonoro de Química Combustíveis: a química que move o mundo Parte II Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia

Leia mais

Capitão Tormenta e Paco em Estações do Ano

Capitão Tormenta e Paco em Estações do Ano Guia do Professor Capitão Tormenta e Paco em Estações do Ano Introdução As estações do ano constituem-se em um fenômeno que o aluno constrói o conhecimento desde criança. No ensino médio ele deve ser trabalhado

Leia mais

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?...

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?... A U A UL LA Fazendo a digestão Atenção De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis? Nosso corpo é semelhante a um carro. Como você acha que conseguimos energia para viver? Um corpo

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Aí tem Química! Cosméticos higiene e limpeza Cosméticos Química 2ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor

Leia mais

Guia do Professor. Entendendo os Espelhos de Gauss

Guia do Professor. Entendendo os Espelhos de Gauss Guia do Professor Entendendo os Espelhos de Gauss Introdução Os estudantes de Ensino Médio geralmente possuem pouco tempo para estudar fora da sala de aula, então o conteúdo deve ser apresentado da forma

Leia mais

treinofutebol.net treinofutebol.net

treinofutebol.net treinofutebol.net Alimentação do Desportista A alimentação pode influenciar positiva ou negativamente o rendimento dum atleta, devendo consequentemente ser orientada no sentido de não só melhorar a sua capacidade desportiva,

Leia mais

SUMÁRIO MÓDULO 6 ALIMENTOS E NUTRIENTES ATIVIDADE 1 (PÁGINA 221)

SUMÁRIO MÓDULO 6 ALIMENTOS E NUTRIENTES ATIVIDADE 1 (PÁGINA 221) 1 SUMÁRIO Módulo 6 Alimentos e nutrientes... 1 Atividade 1 (página 221)... 1 Atividade 2 (página 228)... 1 Atividade 3 (página 229)... 2 Em Casa (pagina 231)... 3 Módulo 7 O processo de digestão I... 4

Leia mais

TERMOQUÍMICA. O que é o CALOR? Energia térmica em transito

TERMOQUÍMICA. O que é o CALOR? Energia térmica em transito TERMOQUÍMICA Termoquímica PROF. Prof. DAVID David TERMOQUÍMICA O que é o CALOR? Energia térmica em transito TERMOQUÍMICA Estuda as quantidades de calor liberadas ou absorvidas durante as reações químicas

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Programa Tudo se Transforma Alquimia A História da Química contada por suas descobertas Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia

Leia mais

Nutrientes. Manutenção/funcionamento do organismo. Alimentos. Energia

Nutrientes. Manutenção/funcionamento do organismo. Alimentos. Energia Por que devemos ingerir alimentos? Nossa vida é mantida por um número enorme de reações químicas, cujos reagentes são obtidos por meio da alimentação e respiração. Existe uma integração entre os sistemas

Leia mais

Guia do Professor. Esta atividade poderá ser realizada, satisfatoriamente, em uma aula de 50 minutos.

Guia do Professor. Esta atividade poderá ser realizada, satisfatoriamente, em uma aula de 50 minutos. Caro Professor, O principal objetivo do projeto RIVED é oferecer aos professores do Ensino Médio novos recursos didáticos, em forma de módulos, para a melhoria da aprendizagem dos alunos em sala de aula.

Leia mais

Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais.

Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais. Conteúdo Valores diários recomendados de nutrientes, vitaminas e minerais.... 2 Como ler os rótulos dos alimentos... 5 Dose de produto... 7 Calorias... 7 Quantidade de nutrientes... 8 Explicação da quantificação

Leia mais

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data:

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: 1- A célula é uma importante estrutura do mundo vivo. Todos os seres vivos começam por existir sob a forma de célula. Alguns

Leia mais

CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB. Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação

CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB. Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação CARTILHA DO SISTEMA DE CONFERÊNCIA WEB Núcleo de Tecnologia da Informação da Comunicação 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA UNIPAMPA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NTIC CARTILHA DO

Leia mais

Utilizando a ferramenta de criação de aulas

Utilizando a ferramenta de criação de aulas http://portaldoprofessor.mec.gov.br/ 04 Roteiro Utilizando a ferramenta de criação de aulas Ministério da Educação Utilizando a ferramenta de criação de aulas Para criar uma sugestão de aula é necessário

Leia mais

Guia do Professor Distribuição de água no planeta

Guia do Professor Distribuição de água no planeta Guia do Professor Distribuição de água no planeta Introdução Sempre se ouviu falar que o nosso planeta deveria se chamar Planeta Água e não Planeta Terra. Esta idéia deriva da visualização da Terra do

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA - PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA

SEQUÊNCIA DIDÁTICA - PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA Título do Podcast Área Segmento Duração Plásticos Ciências da Natureza Ensino Médio 5min43seg SEQUÊNCIA DIDÁTICA - PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA Habilidades do Ensino Médio: H24: Reconhecer o petróleo

Leia mais

Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem

Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem Roteiro sobre Projeto Final do curso Metodologia para Desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem Este roteiro tem como objetivo apresentar o projeto final do curso. Você deverá elaborar um projeto para

Leia mais

VALOR NUTRITIVO DA CARNE

VALOR NUTRITIVO DA CARNE VALOR NUTRITIVO DA CARNE Os alimentos são consumidos não só por saciarem a fome e proporcionarem momentos agradáveis à mesa de refeição mas, sobretudo, por fornecerem os nutrientes necessários à manutenção

Leia mais

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas Citologia Equipe de Biologia De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas Água Sais minerais Substâncias orgânicas Carboidratos Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos nucleicos .

Leia mais

A base molecular da vida Constituintes da matéria-viva

A base molecular da vida Constituintes da matéria-viva A base molecular da vida Constituintes da matéria-viva Principais elementos químicos dos seres vivos Quando se analisa a matéria-viva que constitui os seres vivos, encontram-se principalmente os seguintes

Leia mais

Aluno (a): Professor:

Aluno (a): Professor: 3º BIM P1 LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS 6º ANO Aluno (a): Professor: Turma: Turno: Data: / / Unidade: ( ) Asa Norte ( ) Águas Lindas ( )Ceilândia ( ) Gama ( )Guará ( ) Pistão Norte ( ) Recanto das Emas

Leia mais

GRÁFICOS E ANIMAÇÕES: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE FUNÇÕES

GRÁFICOS E ANIMAÇÕES: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE FUNÇÕES GRÁFICOS E ANIMAÇÕES: UMA ESTRATÉGIA PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE FUNÇÕES Dircélia dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Sul dirceliafg@yahoo.com.br Elisabeta D' Elia Gallicchio Universidade

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Habilidade da Questão Conteúdo Matriz da EJA/FB 01 Fisiologia Vegetal (Transporte e absorção de H34, H40, H41, H63 substâncias); Fotossíntese

Leia mais

Glicídios - Carboidratos. Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana

Glicídios - Carboidratos. Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana Glicídios - Carboidratos Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana GLICÍDIS São formados, basicamente, por carbono, hidrogênio e oxigênio. Sinônimos: Carboidratos, Açúcares, ses, idratos

Leia mais

Guia Didático do Professor

Guia Didático do Professor Guia Didático do Professor Animação Modelo Atômico de Dalton Estrutura Atômica Química 1ª Série Ensino Médio CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA Conteúdos Digitais Multimídia Guia Didático do Professor Coordenação

Leia mais

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano O termo célula foi usado pela primeira vez pelo cientista inglês Robert Hooke, em 1665. Por meio de um microscópio

Leia mais

Equipe de Biologia. Biologia

Equipe de Biologia. Biologia Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 1R Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia CARBOIDRATOS - Conceitos Gerais : Os carboidratos são as biomoléculas mais abundantes na natureza. São moléculas que

Leia mais

A importância da alimentação no desempenho esportivo e competitivo

A importância da alimentação no desempenho esportivo e competitivo A importância da alimentação no desempenho esportivo e competitivo A alimentação adequada e nutricionalmente equilibrada é um dos fatores importantes e essenciais para a otimização do desempenho, sendo

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual 2014 pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

34 Por que as vacas mastigam o tempo todo?

34 Por que as vacas mastigam o tempo todo? A U A UL LA Por que as vacas mastigam o tempo todo? Nos sítios e fazendas que têm criação de gado, os bois e vacas se espalham pelo pasto e têm hora certa para ir ao cocho receber o trato. O trato pode

Leia mais

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia PAOLA GENTILE Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia A forma como se lê um texto varia mais de acordo com o objetivo proposto do que com o gênero, mas você pode ajudar o aluno a entender

Leia mais

DEFINIÇÃO. Carboidratos são compostos de função mista, polialcool-aldeídos ou polialcoolcetonas.

DEFINIÇÃO. Carboidratos são compostos de função mista, polialcool-aldeídos ou polialcoolcetonas. CARBOIDRATOS DEFINIÇÃO Carboidratos são compostos de função mista, polialcool-aldeídos ou polialcoolcetonas. São também chamados glucídeos, glicídeos, hidratos de carbono ou açucares. O termo glúcide vem

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Bioquímica CARBOIDRATOS

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Bioquímica CARBOIDRATOS Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Bioquímica CARBOIDRATOS Prof. Raimundo Jr MSc Carboidratos Características gerais: São os compostos mais abundantes Possuem diferentes

Leia mais

Os microrganismos e suas funções

Os microrganismos e suas funções ós na ala de Aula - Ciências 6º ao 9º ano - unidade 3 essa unidade, as atividades propostas visam colaborar para desenvolver novas perspectivas sobre a fermentação, processo realizado por fungos e bactérias.

Leia mais

Projeto CONDIGITAL Altos e Baixos da Função Guia do Professor

Projeto CONDIGITAL Altos e Baixos da Função Guia do Professor Projeto CONDIGITAL Altos e Baixos da Função Guia do Professor Página 1 de 7 Guia do Professor Caro(a) professor(a) A utilização de simulações digitais como objetos de aprendizagem tem sido difundida atualmente

Leia mais