MICRODERMOABRASÃO ATUAÇÃO NAS CICATRIZES DE ACNE. Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MICRODERMOABRASÃO ATUAÇÃO NAS CICATRIZES DE ACNE. Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina."

Transcrição

1 MICRODERMOABRASÃO ATUAÇÃO NAS CICATRIZES DE ACNE 1 Ângela Dall Agnol - Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. 2 Fernanda Felipe da Silva - Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. 3 Fátima Cecília Poleto Piazza Orientadora - Tecnóloga em Cosmetologia e Estética; Professora do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. 4 Marli Machado Co-orientadora Bibliotecária; Mestre em Ciência da informação; Professora do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. Contatos Resumo: A busca pela beleza vem crescendo constantemente, a partir disso a área da estética inova nas suas tecnologias procurando satisfazer o mercado consumidor com o desenvolvimento de equipamentos que possibilitam amenizar disfunções estéticas. Entre as disfunções estéticas faciais destacamse as cicatrizes de acne. Este estudo teve como objetivo verificar a ação da microdermoabrasão na atenuação dessas marcas. Constata-se que na técnica de microdermoabrasão, o equipamento emite e aspira jatos de microcristais de óxido de alumínio sobre a pele a ser tratada. É um método de fácil aplicação, pouco dolorosa e não atrapalha a vida social do indivíduo. A microdermoabrasão faz uma esfoliação progressiva da superfície cutânea pela ação dos microcristais na pele, removendo as células queratinizadas e estimulando a produção de colágeno e elastina, promovendo uma pele mais fina e macia e consequentemente melhora na aparência das cicatrizes de acne. A pesquisa foi realizada com uma amostra constituída por 02 voluntários com idade de 22 e 23 anos que apresentavam cicatrizes de acne vulgar. Foram aplicadas 10 sessões de microdermoabrasão, distribuídas em uma por semana. Ao final do estudo observou-se que a técnica de microdermoabrasão teve resultado satisfatório na melhora do aspecto e textura da pele e na diminuição da profundidade das cicatrizes. Palavras-chave: Microdermoabrasão. Peeling de cristal. Cicatriz de acne.

2 1 INTRODUÇÃO Atualmente a aparência física, tanto do sexo feminino quanto do masculino, é super valorizada pela sociedade, o que naturalmente remete a um crescimento do mercado da beleza. É perceptível a ampliação e inovação da tecnologia em pesquisa para o desenvolvimento de novos princípios ativos, cosméticos e equipamentos no Brasil e no mundo. Dentre os aspectos que interferem negativamente no perfil psicológico e na aparência física, estão as cicatrizes causadas pela acne, sendo este o tema desse estudo. A acne vulgar, na visão de Kadunc (2004), é uma doença crônica, multifatorial e inflamatória da unidade pilossebácea, geralmente surge na puberdade. A acne pode deixar sequelas na pele como cicatrizes com relevo aumentado, denominadas hipertróficas, ou pequenas depressões denominadas hipotróficas () porém Kadunc classifica essas cicatrizes em 3 categorias: distróficas, deprimidas e elevadas. Um dos tratamentos estéticos indicados para melhorar a aparência dessa disfunção consiste no jateamento do óxido de alumínio com o uso da técnica de microdermoabrasão ou também chamado peeling de cristal, destinados a uniformização da pele (PINNEL, et al,1995). O processo de microdermoabrasão produzirá uma renovação celular da capa córnea da epiderme (GUIRRO; GUIRRO,2002). Para Michalany e Michalany (2002), a regeneração da epiderme ocorre a partir de um processo no qual as células embrionárias modificam sua estrutura até atingirem igualdade aos tecidos adultos. Assim, a epiderme é constantemente renovada por meio da multiplicação das células da camada basal. Sabatovich; Kede; Sabatovich (2004) complementam dizendo que a microdermoabrasão é uma técnica que promove uma esfoliação mecânica da pele através da aplicação de uma ponteira que, quando acoplada ao tecido cutâneo produz pressão negativa e positiva consequentemente sugando a pele e promovendo um jateamento de óxido de alumínio que é quimicamente inerte.

3 2 Com o objetivo de verificar se utilização do equipamento de microdermoabrasão provoca melhora nos aspectos da pele com cicatrizes de acne vulgar, foi realizado um estudo, no qual foram aplicados 10 sessões de microdermoabrasão. Para o desenvolvimento desta pesquisa e entendimento da problemática, foi buscado embasamento teórico na literatura disponível, sobre pele, acne, cicatrizes e microdermoabrasão em artigos científicos, livros, sites, bases de dados. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Pele e processo cicatricial Considerada como superfície de revestimento do corpo, a pele é indispensável à vida por isolar os componentes orgânicos do meio exterior e seus tecidos de várias naturezas estão dispostos e interrelacionados para se adequar ao desempenho dessas funções. A complexa estrutura da pele pode exercer diversas funções, dentre as quais se podem citar a manutenção da sua própria integridade, absorção e secreção de líquidos e proteção contra agressões e agentes externos, pois está totalmente exposta. A autora ainda complementa que, a epiderme é a camada avascular da pele e a mais externa do corpo. Está dividida em quatro camadas: córnea, granulosa, espinhosa e basal, que é a camada responsável pela renovação celular e está apoiada sobre as papilas dérmicas (HARRIS, 2005). Embora não apresente vascularização, a nutrição da epiderme ocorre a partir da difusão de leitos presentes na derme. Para Azulay e Azulay, (2004) a epiderme está sobreposta sobre a derme, esta camada da pele é dividida em duas novas camadas, derme papilar e derme reticular, e contém a maior parte das estruturas vivas da pele, sendo ela a responsável pela elasticidade e resistência da mesma Para compreender o que ocorre com a pele quando esta sofrer uma lesão, como por exemplo um corte, é necessário entender primeiramente como

4 3 ocorre o processo da cicatrização, que compreende três estágios: inflamação, proliferação e remodelamento. A partir da lesão inicial, Guirro e Guirro (2002), afirmam que a reparação tecidual ocorre fundamentalmente no tecido conjuntivo, consistindo na substituição do tecido lesado por conjuntivo neoformado, também indicado como cicatricial. Inicia-se uma seqüência de respostas e estímulos das células, onde destinguem- se três fases, inflamação proliferação e remodelamento. A reação inflamatória é fundamental e benéfica, pois nesta fase que o reparo tecidual ira iniciar, ocorrendo assim uma resposta do processo inflamatório a uma lesão tecidual, pois sem tal resposta não ocorrerá cicatrização. Segundo Guirro e Guirro (2002), na fase inflamatória ocorre a vasoconstricção devido a ruptura dos vasos sanguíneos, após são liberados substancias como serotonina, plasmina, histamina, que agindo como mediador inicial é liberada a partir de varias células presentes no local, como mastócitos, granulócitos e plaquetas, estas juntamente com os leucócitos iniciam a fagocitose degradando o colágeno e elastina, despertando assim a fase proliferativa. Com a proliferação de fibroblastos e células endoteliais forma-se o tecido de granulação, num período de 3 a 5 dias, o que marca a inflamação no processo de cura, responsável pelo fechamento da lesão. Há um crescimento de novos vasos sanguíneos a partir dos que já existem, podendo ocasionar a formação de colágeno através da atividade dos fibroblastos, formando uma nova epiderme conhecida como processo de reepitelização (MANDELBAUM et. al.2003) Na seguinte e ultima fase o número de vasos sanguíneos e fibroblastos diminui, o que determinará a evolução da cor da cicatriz. O tecido de granulação é enriquecido com fibras de colágeno, adquirindo, aparência de massa fibrótica. Ao longo do processo, a deposição de colágeno se acentua, e a maioria das células desaparece, formando finalmente a cicatriz. O processo de remodelamento pode continuar por meses, com a estrutura do novo tecido alterando-se lentamente. (CARNEIRO; SILVA, 2004). Esse processo de cicatrização pode ser visto em lesões acneicas inflamatórias quando estas atingem uma camada mais profunda da pele.

5 4 Acne vulgar A acne vulgar é determinada pela ação de múltiplos fatores. É uma patologia muito comum que atinge a unidade pilossebácea, e que frequentemente provoca graves sequelas estéticas. Ao ocorrer um desequilíbrio na quantidade ou na qualidade da secreção sebácea, dá-se lugar ao episódio da acne, que pode sofrer influência de agentes externos como; períodos de tensão ou mudança no estilo de vida e a agentes internos como a genética, alteração das glândulas ovarianas, etc (PERIOTTO, 2008). Estudos realizados evidenciam que a bactéria Propioniobacterium acnes responsável pela acne se prolifera devido a alterações na composição e na quantidade da secreção sebácea, auxiliando na alteração do ducto glandular, favorecendo o processo de ruptura folicular (CERQUEIRA, 2004). Com a ruptura da parede da glândula e a saída da queratina, restos pilosos e lipídios provenientes do comedão, induzem a uma reação inflamatória, contribuindo para o processo patológico. Do ponto de vista clínico a acne classifica-se em não-inflamatória e inflamatória, de acordo com o tipo de lesão predominante. Quando somente observamos a presença de comedões chama-se acne não inflamatória. A partir deste estagio aparecem pápulas, pústulas, nódulos e cistos. De acordo com o tipo de acne estas se subdividem em graus: Acne Grau I -Também conhecida como acne comedogênica, caracteriza-se pela presença de comedões, porém, a existência de algumas pápulas e raras pústulas foliculares ainda permite considerar o quadro acne grau I. Acne Grau II -Também chamada de acne papulopustulosa, caracteriza-se pela presença de comedões abertos; de pápulas, com ou sem eritema inflamatório; e de pústulas.

6 5 Acne Grau III -Conhecida como nódulo-cística. Há comedões abertos, pápulas, pústulas e seborréia. Devido à ruptura da parede folicular, há reação inflamatória aos cornecócitos e bactérias. Essa reação atinge desde a profundidade do folículo até o pelo, formando nódulos furunculóides. Acne Grau IV - Também conhecida como acne conglobata, constitui forma grave de acne em que, ao quadro anterior, se associam nódulos purulentos, numerosos e grandes, formando abscessos e fístulas que drenam pus. Há canais entre os abscessos que form lesões queloidianas. As lesões de acne se subdividem em: pápula - lesão palpável, rosada ou avermelhada; pústula - evolui da lesão anterior, aparecendo esxudato no seu conteúdo; nódulo - lesão sólida e elevada, e situada numa zona da derme mais profunda que a pápula e o cisto, nódulo elástico, não aderente às estruturas subjacentes, que facilmente inflama e sutura. Localiza-se abaixo da camada basal, do qual resulta, por regra, em cicatriz (CERQUEIRA, 2004). Cicatriz de acne São resultados de algumas lesões da acne inflamatória e estão associadas a um aumento ou diminuição do colágeno, resultam da destruição do mesmo e dos tecidos elásticos subjacentes devido a inflamação dérmica associada a acne (PLEWIG; KLIGMAN, 2000). Quando a pele sofre a ação de algum agente externo, tendo como consequência deformação, como a cicatriz de acne, recompõem-se devido a ação de duas importantes proteínas, colágeno e elastina (SOUZA, 2006). Tendo em vista que estas proteínas estão presentes no tecido conjuntivo, este torna-se o principal elemento no reparo dos tecidos lesados, aparece inicialmente, o tecido conjuntivo jovem e depois, o tecido conjuntivo maduro, ambos já associados no reparo. É constituído de fibroblastos e de fibras reticulíneas, colágenas e elásticas. As fibras reticulíneas são

7 6 denominadas pré-colágenas, pois aparecem primeiro, e transformam-se posteriormente, em fibras colágenas (FARIA, 2003). A pele, quando lesada sofre uma substituição das células prejudicadas por outras da mesma espécie, ocorrendo essa renovação a partir das células epiteliais e dos anexos cutâneos (MICHALANY; MICHALANY, 2002). Diferentes autores têm classificado ou apenas descrito as cicatrizes de forma incompleta e não padronizada. No entender de kadunc (2004), é importante que exista uma padronização e uma classificação completa, com base morfológica incorporando o maior número possível de tipos de cicatrizes, para melhor entendimento dos profissionais e identificação de acordo com cada caso. Com base em achados fisiológicos e anatomopatológicos Kadunc (2004) referencia alguns autores como ELLIS(1987), KORANDA(1989), GOODMAN(2000), JACOB(2001), LANGDON(1999), que descrevem três grandes grupos com diferentes formas de cicatrizes de acne, sendo; (1) elevadas, (2) distróficas e (3) deprimidas, os quais, devidamente divididos e subdivididos, resultam em 10 tipos finais citados abaixo: 1) Cicatrizes elevadas: Hipertróficas: elevam-se acima da superfície cutânea, limitando-se à área do insulto original (regiões mandibular, malar e glabelar). Inicialmente, essas cicatrizes podem ser eritematosas, mas, com o tempo, geralmente adquirem a mesma cor da pele. Queloidianas: formação excessiva de tecido fibroso em uma ferida que se estende além dos limites da lesão inicial. Papulosas: estas elevações distensíveis, com aspecto papuloso, são comuns no tronco e na região mentoniana. Pontes: cordões fibrosos sobre a pele sã. 2) Cicatrizes distróficas: não possui subdivisão. Caracterizam-se pelo formato irregular, ás vezes estrelado, com fundo branco. Também podem ser representadas por áreas fibróticas e com retenção de material sebáceo e purulento.

8 7 3) Cicatrizes deprimidas dividem-se em: Distensíveis: caracterizam os assim chamados defeitos de contorno e podem ser observadas em dois diferentes padrões. Ondulações ou Vales - quando tracionadas desaparecem completamente mostrando relevo normal. Retrações - é uma aderência da porção central do assoalho da cicatriz quando à distensão da pele da área. São comuns na região do sulconasogeniano, temporal e zigomático. Não-distensíveis: não desaparecem quando se faz tração da pele. Quando são superficiais apresentam-se rasas, estas são as cicatrizes ideais para serem submetidas a tratamentos abrasivos. As cicatrizes médias ou crateriformes são alargadas e com base normal e as profundas são fibróticas (Ice-picks) demonstram-se estreitas, rígidas e profundas que atravessam toda a derme e atinge o tecido subcutâneo. Mezzomo (2007) complementa dizendo que a acne e suas cicatrizes podem ser desfigurantes e representam um problema estético. Tratar cicatrizes de acne é um processo complexo, devido a variada morfologia que estas apresentam, e dificilmente se obtém a correção total da destruição tecidual causada pela reação inflamatória, que atinge, não somente a epiderme e a derme, mas alcança também o tecido celular subcutâneo (FARIA, 2003). Porém, afim de auxiliar no processo de renovação celular na tentativa de amenizar as cicatrizes causadas pela acne inflamatória, a técnica de microdermoabrasão surge como uma alternativa utilizada pelos tecnólogos em cosmetologia e estética que atuam com estética facial. Microdermoabrasão Constata-se que no início da década de 1990, os europeus voltaram a utilizar o equipamento que já era conhecido desde os anos 30, que utiliza como forma de tratamento o jateamento de microcristais de óxido de alumínio (hidróxido, dióxido).

9 8 O equipamento que é utilizado atualmente oferece ao profissional a possibilidade de regular os níveis de esfoliação. A abrasão produzida nos tecidos é condicionada pela quantidade de microcristais jateada e pela pressão utilizada, para a projeção, aspiração e também pelo número de passagens sobre a área tratada (SABATOVICH; KEDE; SABATOVICH, 2004). Os efeitos da utilização da técnica de microdermoabrasão é a remoção de células queratinizadas da camada córnea com efeito regenerativo e consequente aumento da produção de colágeno e da oxigenação da mesma. De acordo com Borges (2006), a reação abrasiva estimula a produção de colágeno e elastina, responsáveis pela estrutura e elasticidade da pele, melhorando a textura superficial das cicatrizes. A sucção a vácuo comprime os músculos faciais e produz um lifting instantâneo. Existem dois processos de esfoliação da pele, o microdermoabrasão e a dermoabrasão, ressalta-se que o procedimento dermoabrasão está restrito aos profissionais da área da medicina, que se distingue da microdermoabrasão por ser um procedimento invasivo atingindo níveis mais profundos da pele, já a microdermoabrasão, que é a proposta deste estudo, é um processo não invasivo, realizado por profissionais esteticistas e Tecnólogos em Cosmetologia e Estética. A microdermoabrasão é contra-indicada em casos de: Lesões tegumentares acompanhadas de processos inflamatórios na pele da face (acne ativa); Exposição solar 48 horas antes e após cada sessão; Sensibilidade ou alergia ao produto (óxido de alumínio); Grande fragilidade capilar: hemangiomas e/ou telangiectasias; Controle com uso de cosméticos à base de ácidos. Por isso algumas precauções devem ser levadas em conta, tais como orientar o voluntário para evitar a exposição solar por 48 horas antes e durante o tratamento, é indispensável o uso de filtro solar com FPS 30, para evitar futuros danos à pele. Os microcristais de óxido de alumínio nunca poderão ser reutilizados, tal procedimento previne possíveis contaminações da pele (BORGES, 2006).

10 9 O procedimento é feito com níveis leves de esfoliação e com número controlado de passagens da ponteira do equipamento sobre a pele, atingindo-a superficialmente, não promovendo lesões (SABATOVICH, KEDE, SABATOVICH, 2004). Este assunto é importante para a comunidade científica, pois não há pesquisas suficientes que possibilitem o profissional ter segurança na resposta de tratamentos com a utilização da técnica de microdermoabrasão em cicatrizes de acne. METODOLOGIA Este item delineará os procedimentos metodológicos utilizados nesta pesquisa, buscando a compreensão do estudo proposto, além de garantir sua validade científica. A pesquisa realizada é do tipo qualitativa experimental que, de acordo com Gil (1991), tem como objetivo principal o aprimoramento de idéias ou descoberta de intuições. Utilizou-se como fontes de informações, bases de dados, livros, sites e artigos científicos. O universo da pesquisa constituiu-se por pessoas de 22 e 23 anos com cicatriz de acne vulgar e que não apresentaram as contra-indicações. Para este estudo foram selecionadas, de forma aleatória, 02 voluntários pertencentes à população preestabelecida que aceitaram fazer parte desta pesquisa e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. (ANEXO A) FOTOS (ANEXO B) Para registrar os dados pessoais dos participantes da pesquisa foi aplicado uma Ficha de Anamnese (ANEXO C) que serviu para coletar dados a respeito do tipo de cicatriz, tipo de pele, tornando possível uma análise das mudanças propiciadas pelas aplicações da microdermoabrasão após as dez sessões. Após a aprovação deste projeto pela Comissão de Ética em Pesquisa da UNIVALI, a pesquisa foi realizada no Laboratório de Cosmetologia e Estética da UNIVALI, Campus Balneário Camboriú. Os participantes do grupo amostra

11 10 estavam presentes no local de acordo com hora e dia previamente combinados com as pesquisadoras. O estudo ocorreu no período compreendido entre os meses de setembro a novembro de O procedimento de aplicação ocorreu da seguinte forma: Limpeza da pele da região facial com sabonete líquido neutro; Aplicação da técnica de microdermoabrasão com o jateamento de óxido de alumínio em movimentos horizontais e verticais. Foram feitas inúmeras passadas com a ponteira do equipamento na pele até que se percebia um leve eritema; A pressão utilizada ficou entre 300 e 450 mmhg; As sessões foram distribuídas em 1 (uma) vez por semana, em um período de 10 (dez) semanas. Após a aplicação do microdermoabrasão, é feita novamente uma limpeza da face com água, retirando os resíduos de óxido, para posterior aplicação de protetor solar; No final de cada sessão foi aplicado sobre a face dos participantes da pesquisa o fator de proteção solar FPS 30, que serviu como fator de proteção da pele, visando protegê-la contra as agressões dos raios UVA. O tratamento foi realizado de acordo com as normas de biossegurança, com a utilização de materiais descartáveis, assepsia do aparelho e higienização do local. ANÁLISE DOS DADOS A pesquisa dos itens observados é do tipo qualitativa, a qual abrange mensurar visualmente as categorias: suavização das cicatrizes de acne, e elasticidade da pele; e comparativa, através de dados obtidos por meio da ficha de avaliação, a qual foi aplicada antes e após as sessões, e representada através de fotos de acordo com os procedimentos realizados e suas respectivas datas, e os resultados obtidos (GIL, 1991).

12 11 Este estudo possibilitou aprofundar conhecimentos nos aspectos que envolvem tratamento da cicatriz de acne, associada ao estudo exploratório experimental com o tratamento de microdermoabrasão. Para a análise dos dados obtidos por este estudo, utilizou-se as informações das fichas de anamnese de cada participante, avaliando as características do aspecto apresentado pela pele, visualizando a situação da cicatriz, sua diminuição ou não, desde o início do tratamento sempre fundamentada na literatura científica da área. Os resultados foram apresentados através de descrições e análises visuais e sensoriais e pela percepção das pesquisadoras e dos voluntários, através de avaliação subjetiva dos mesmos. RESULTADOS E DISCUSSÕES Após o levantamento de dados bibliográficos, foram avaliadas e submetidas ao tratamento 02 voluntários, com idade de 22 e 23 anos. Voluntária 1-22 anos, sexo feminino, fototipo II, pele sensível, biotipo oleoso, com cicatrizes de acne, destacando-se as cicatrizes deprimidas (distensível-onduladas). Quanto ao tempo de exposição solar, a voluntária informou que diariamente se expõe ao sol no horário das 13h30, por um período de aproximadamente 15min, enquanto se dirigia ao trabalho, entretanto, faz uso de filtro solar duas vezes ao dia. Por apresentar pele clara e sensível, após as sessões a voluntária reclamava de ardência e da presença de eritemas (vermelhidão). No dia seguinte ao acordar percebia que a pele ficava marcada devido às passadas da cânula, sendo que no mesmo dia ao anoitecer as marcas desapareciam. Na terceira sessão a voluntária sentia ainda ardência ao retirar o óxido de alumínio com água após o tratamento. Durante esse procedimento observou-se que a pele começou a descamar.

13 12 Foto 1 Antes da aplicação Fonte: Fotografado pelas autoras Foto 2 Depois da aplicação Fonte: Fotografado pelas autoras Após a aplicação do microdermoabrasão as pesquisadoras, notaram mudança na textura da pele, pois ela tornou-se menos oleosa, mais macia e hidratada, as cicatrizes tiveram uma melhora significativa e a pele ficou mais clara. Estes resultados confirmam o que descreve Souza (2006) quando a pele sofre a ação de algum agente externo, tendo como consequência deformação, como a cicatriz de acne, recompõem-se devido a ação de duas importantes proteínas, colágeno e elastina. Com a utilização da microdermoabrasão este processo pode ser acelerado, os resultados são visíveis, porém se tornarão mais satisfatórios se houver a continuidade do tratamento. Na avaliação da voluntária, ao finalizar o estudo, percebeu que a pele ficou mais suave, bem mais clara e as cicatrizes de algumas regiões saíram. Acrescentou que gostou do tratamento e dará continuidade ao mesmo para obter mais resultados. Voluntário 2 23 anos, sexo masculino, pele morena, fototipo III, biotipo oleosa e com cicatrizes de acne, hipotróficas e deprimidas (distensívelonduladas). Apresentando cicatriz de quelóide na região submandibular do lado direito da hemiface, o que exigiu maiores cuidados das pesquisadoras no momento da aplicação do microdermoabrasão. Quanto ao tempo de exposição

14 13 solar, o voluntário informou que se expõe ao sol no horário das 07h30 e novamente às 11h30, completando um período de aproximadamente 1h, enquanto se dirige e retorna da aula, entretanto, faz uso de filtro solar três vezes ao dia. O voluntário nas primeiras sessões sentiu que a pele apresentou-se avermelhada, principalmente na região zigomática, com leve ardência, talvez pelo fato de ter feito a barba na noite anterior a aplicação, sugeriu-se então que o mesmo fizesse a barba dois dias antes, para evitar ardência e possíveis lesões ou inflamações no tecido cutâneo. Após as quatro últimas sessões o voluntário observou escamação excessiva na pele, quando realmente começou a sentir diferença nas cicatrizes. No final da aplicação de microdermoabrasão, as pesquisadoras ao avaliar a pele, perceberam que as cicatrizes ficaram menos evidentes, ocasionando uma textura mais suave na face. A pele ficou mais clara e com menos oleosidade. As fotos 3 e 4 ilustram o resultado obtido. Foto 3 Antes da aplicação Fonte: Fotografado pelas autoras Foto 4 Depois da aplicação Fonte: Fotografado pelas autoras Na avaliação do voluntário, ao finalizar o estudo, percebeu que a textura da pele melhorou, tornando-se mais firme e menos oleosa, as cicatrizes diminuíram a profundidade tornando a pele mais uniforme. Observou também que quando faz uma expressão facial, ao sorrir, por exemplo, ocorreu uma diminuição das pregas cutâneas que antes do tratamento se apresentavam

15 14 mais evidentes. Percebeu também que a partir do tratamento teve mais facilidade em fazer a barba, com um melhor deslizamento do aparelho, antes ele cortava-se com frequência, devido a incidência de foliculite e das pregas cutâneas. Este resultado vem ao encontro no que diz Borges (2006), que a reação abrasiva da microdermoabrasão estimula a produção de colágeno e elastina, responsáveis pela estrutura e elasticidade da pele, melhorando a textura superficial das cicatrizes. A sucção a vácuo comprime os músculos faciais e produz um lifting instantâneo. Para melhores resultados, foi sugerido ao voluntário aplicações de mais sessões de microdermoabrasão, associando a peeling químico. CONSIDERAÇÕES FINAIS Avaliando o resultado final da aplicação da técnica na tentativa de minimizar as cicatrizes de acne, notou-se uma melhora no aspecto geral da pele dos modelos. com diminuição na profundidade das cicatrizes. Na voluntária 1 os resultados foram satisfatórios em relação à diminuição da aparência das cicatrizes, já no voluntário 2, diminuição da profundidade não foi tão relevante porém houve melhora na textura da pele. Com este estudo exploratório experimental foi possível aprofundar conhecimentos nos aspectos que envolvem a utilização do equipamento de microdermoabrasão no tratamento de pele com cicatrizes de acne, pois os resultados foram animadores, apresentando melhora visível na pele dos voluntários. Sugere-se novos estudos na utilização desta técnica para o tratamento das cicatrizes de acne, envolvendo mais sessões para aplicação e a associação de peelings químicos ao microdermoabrasão, podendo apresentar melhores resultados para estas disfunções estéticas. REFERÊNCIAS

16 15 AZULAY,R. D. ; AZULAY, D. R. Dermatologia. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, BORELLI, S. S. Idades da pele: orientação e prevenção. São Paulo: Senac, BORGES, F. dos S. Dermato funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. São Paulo: Phorte, CARNEIRO, S. C. S.; SILVA, M. R. Cicatrização. In: KEDE, M, P, V.; SABATOVICH, O. Dermatologia estética. São Paulo: Atheneu, Cap. 2. p CERQUEIRA, J, B. Anatomia humana & aprendizagem baseada em problemas. Feira de Santana: Universidade Estadual de Feira de Santana, CERQUEIRA, Ana Maria Mósca de. Acne vulgar. In: KEDE, M, P, V.; SABATOVICH, O. Dermatologia estética. São Paulo: Atheneu, Cap 6.1, p FARIA, José Lopes de, et al. Patologia geral: fundamentos das doenças, com aplicações clínicas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 3.ed. São Paulo: Atlas, GUIRRO. E. C. O; GUIRRO, R, R, J.: Fisioterapia dermato-funcional: Fundamentos e recursos. Barrueri: Manole, HARRIS, M. I. N, C, Pele: estrutura, propriedades e envelhecimento. 2.ed. São Paulo: SENAC, KADUNC, B.V. Cicatrizes de acne. In: KEDE, M. P.V.; SABATOVICH, O. Dermatologia estética. São Paulo: Atheneu, Cap. 6.5, p LOW, John; REED; Ann.: Eletroterapia explicada: princípios e prática. 3. ed. São Paulo: Manole, MANDELBAUM, S. H.; DI SANTIS, E. P.; MANDELBAUM, M. H. S. Cicatrização: conceitos atuais e recursos auxiliares. Anais Bras. Dermatologia Rio de Janeiro, vol. 78, n. 4, Ago MEZZOMO, A C. Incidência de acadêmicos da fag que procuram a fisioterapia dermato funcional para o tratamento da acne f. Trabalho de Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Graduação em Fisioterapia) - Faculdade Assis Gurgacz- FAG, Cascavel, Disponível em <www.fag.edu.br/tcc/2007/fisioterapia/indice_de_academicos_da_fag_que_pro

17 16 curam_a_fisioterapia_dermato_funcional_para_o_tratamento_da_acne.pdf>. Acesso em: 03 jul MICHALANY, J.; MICHALANY, N.S. Anatomia e histologia da pele. São Paulo: Lemos, PERIOTTO, Deise Kella. Cosmetologia aplicada: princípios básicos. 1. ed. S.L.: s.n., PIMENTEL. A.S., Peeling, máscara e acne: Seus tipos e passo a passo do tratamento estético. São Paulo- Livraria Médica Paulista - Editora Paulista, 2008 PINNELL, S.R. et.al. Formulário dermocosmético. Revista de cosmiatria e medicina estética, v.3,n.4, p.31, PLEWIG; G.; KLIGMAN, A, M. Acne e rosácea. 3. ed. Berlin: Espringer-Verlag, SABATOVICH, O.; KEDE, M.P.V.; SABATOVICH, P.G. Microdermoabrasão com cristais. In: KEDE, M. P.V.; SABATOVICH, O. Dermatologia estética. São Paulo: Atheneu, Cap. 15.1, p SOUZA, M, D. Ativos dermatológicos: guia de ativos dermatológicos na farmácia de manipulação para médicos e farmacêuticos. São Paulo: Tecnopress, 2006.

18 17 Anexo A Termo de Consentimento Livre e Esclarecido Você está sendo convidado(a) para participar, como voluntário, em uma pesquisa. Após ser esclarecido(a) sobre as informações a seguir, no caso de aceitar fazer parte do estudo, assine ao final deste documento, que está em duas vias. Uma delas é sua e a outra é do pesquisador responsável. Em caso de recusa você não será penalizado(a) de forma alguma. INFORMAÇÕES SOBRE A PESQUISA: Título do Projeto: Microdermoabrasão atuação nas cicatrizes de acne. Pesquisador Responsável: Fátima C. P. Piazza Marli Machado Telefone para contato: (47) (47) Pesquisadores Participantes: Ângela Dall Agnol Fernanda Felipe da Silva Telefones para contato: (49) (47) Nome Sr(a)..., Idade:...,Sexo:...,Naturalidade:..., Endereço:..., Profissão:...RG:..., Foi informado detalhadamente sobre a pesquisa intitulada: Microdermoabrasão atuação nas cicatrizes de acne. O/A senhor(a) foi plenamente esclarecido de que será submetida a 1 (uma) aplicação semanal de microdermoabrasão, com duração de 30 (vinte) minutos, por um período de 10 (dez) semanas, até totalizar 10 (dez) sessões (aplicações), a realizar-se no Laboratório de Cosmetologia e Estética de Balneário Camboriú. Também está ciente da utilização do aparelho de Peeling de Cristal (Microdermoabrasão) da marca DGM, juntamente com sua caneta utilizada nesta pesquisa, bem como o uso de Sabonete neutro para promover limpeza da pele. Pelo fato desta pesquisa ter única e exclusivamente interesse científico, a mesma foi

19 18 aceita espontaneamente pela senhora, que, no entanto, poderá desistir a qualquer momento da mesma, inclusive sem nenhum motivo, bastando para isso informar, da maneira que achar mais conveniente, a sua desistência. Por ser voluntário(a) e sem interesse financeiro, o senhor(a) não terá direito a remunerações. Sentindo qualquer tipo de desconforto, em qualquer etapa da experiência, a mesma poderá ser interrompida, sem maiores transtornos. Os dados referentes à senhora serão sigilosos e privados, e a divulgação dos resultados visará apenas mostrar os possíveis benefícios obtidos pela pesquisa em questão, sendo que a senhora poderá solicitar informações durante todas as fases desta pesquisa, inclusive após a publicação da mesma. Balneário Camboriú,...de...de Assinatura acordo):... (de

20 19 Anexo B Termo de Exibição de Imagem Eu RG permito a utilização minhas imagens (foto). Na pesquisa intitulada como Microdermoabrasão - atuação nas cicatrizes de acne, realizada pelas acadêmicas Ângela Dall Agnol e Fernanda Felipe da Silva e orientada pela professora Fátima Piazza. Sendo que sua identidade será preservada onde só terão acesso a esta as acadêmicas e a professora orientadora. Assinatura: Balneário Camboriú, de de 2009.

21 20 Anexo C Ficha de Anamnese Idade: anos Data de Nascimento: Sexo: ( ) F ( ) M Etnia: Naturalidade: Endereço: Bairro: Cidade: Fone: ( ) Celular: ( ) Filhos/qts: Doença Cardíaca: Fumante Faz algum tratamento médico? Toma algum medicamento? Quais Cirurgia ou fraturas recente Cosméticos em Uso Sabonete Óleos Esfoliante Ácidos Hidratante Cremes Específicos Medicamentos específicos Filtro Solar Já fez tratamento facial Quanto tempo Quando foi a última vez que fez higienizaçãp na pele

22 21 Avalização da pele Biótipo cutâneo: Normal ( ) Seca( ) Oleosa ( ) Mista ( ) Acne Grau I: Comedoniana não-inflamatória ( ) Millium ( ) Grau II: Comedões abertos e fechados, pústulas e papulas ( ) Grau III: inflamatória nodular e cisto ( ) Quando a acne parou de aparecer em sua face? Fototipo Caucasiano (loiro de olhos claros) ou ruivo: sempre queima e nunca bronzeia. Branco: sempre queima e raramente bronzeia. Moreno: nunca queima e bronzeia rápido Mulato: Negro: Exposição solar: Nunca ( ) Sempre ( ) Pouco ( ) Raramente ( ) Fotoprotetor: Nunca ( ) 1vz/dia ( ) 2vzs/dia ou mais ( ) Só praia e piscina ( )

23 22

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR INTRODUÇÃO Zeferina Alexandra Trizotti da Silva Talita de Oliveira da Silva A acne é uma das alterações cutâneas mais comuns, sua

Leia mais

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Promove o rejuvenescimento da pele Atenua rugas e linhas finas Eficaz no tratamento de estrias Altamente indicado no tratamento de cicatrizes de acne

Leia mais

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado.

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. Histórico A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. A pele bronzeada tornou-se moda, sinal de status e saúde. Histórico

Leia mais

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria Acne Como Podemos Tratar em Parceria Ademir Júnior - Médico Fabiana Padovez Esteticista Espaço de Medicina e Saúde Dr Ademir Júnior Universidade Anhembi Morumbi Acne Nome popular: Cravos e Espinhas Doença

Leia mais

APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG).

APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG). APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG). Cintia Tosoni Leonardo Ribeiro (*) Monia Luci Pawlowski (*) Tatiane Costa de Sousa (*) (*) Acadêmicas do CST em Estética

Leia mais

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista Um novo conceito em peeling sequencial Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista O QUE É O PEELING 3D? Método diferenciado e patenteado de peeling superficial sequencial

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ SEQUELAS DE ACNE NA FACE AMENIZADAS PELOS BENEFÍCIOS DA MICRODERMOABRASÃO CURITIBA

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ SEQUELAS DE ACNE NA FACE AMENIZADAS PELOS BENEFÍCIOS DA MICRODERMOABRASÃO CURITIBA UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ SEQUELAS DE ACNE NA FACE AMENIZADAS PELOS BENEFÍCIOS DA MICRODERMOABRASÃO CURITIBA 2014 FABIOLA PORTO MAROCCO COELHO SEQUELAS DE ACNE NA FACE AMENIZADAS PELOS BENEFÍCIOS DA

Leia mais

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Revisage3D Você verá nesta aula: Definição Envelhecimento; Sistema Tegumentar; Alterações Envelhecimento; Revisage 3D; Indicações e Contra-Indicações;

Leia mais

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO MACIEL, D. 1 ; OLIVEIRA, G.G. 2. 1. Acadêmica do 3ºano do Curso Superior Tecnólogo em Estética

Leia mais

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos A etnia confere características herdadas que devem ser valorizadas na indicação de procedimentos e tratamentos e na avaliação de

Leia mais

Reparo, formação de cicatriz e fibrose. Prof. Thais Almeida

Reparo, formação de cicatriz e fibrose. Prof. Thais Almeida Reparo, formação de cicatriz e fibrose Prof. Thais Almeida Reparo Definição: Restituição incompleta do tecido lesado, com substituição apenas de algumas estruturas perdidas. Quando há acometimento do parênquima

Leia mais

Workshop de Conhecimentos sobre Pele

Workshop de Conhecimentos sobre Pele Workshop de Conhecimentos sobre Pele Objetivos Após concluir o treinamento você será capaz de compartilhar com suas clientes: Como funciona a pele. Características de cada tipo de pele. Como classificar

Leia mais

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Gomagem e Esfoliação Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Membrana que recobre toda a superfície corpórea Maior órgão do corpo humano (2m² e 4kg) Resistente e flexível

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 COMPONENTE CURRICULAR: Fisioterapia em Dermatologia

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 COMPONENTE CURRICULAR: Fisioterapia em Dermatologia CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 COMPONENTE CURRICULAR: Fisioterapia em Dermatologia CÓDIGO: Fisio 227 CH TOTAL: 60hs PRÉ-REQUISITO: -----

Leia mais

TREINAMENTO TÉCNICO PONTEIRAS DIAMANTADAS

TREINAMENTO TÉCNICO PONTEIRAS DIAMANTADAS TREINAMENTO TÉCNICO PONTEIRAS DIAMANTADAS BIOSET Indústria de Tecnologia Eletrônica Ltda. EPP Av. 55, 1212 -Jardim Kennedy - Rio Claro SP - CEP 13501-540 SAC: (19) 3534-3693 www.bioset.com.br CNPJ: 68.099.431/0001-90

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC no 433 de 21/10/11 DOU de 24/10/11

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC no 433 de 21/10/11 DOU de 24/10/11 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC no 433 de 21/10/11 DOU de 24/10/11 Componente Curricular: Estética Facial Código: -- Pré-requisito: -- Período Letivo:

Leia mais

FIBROSE: Formação da Fibrose Cicatricial no Pós Operatório e Seus Possíveis Tratamentos.

FIBROSE: Formação da Fibrose Cicatricial no Pós Operatório e Seus Possíveis Tratamentos. CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU CURSO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA Gresemar Aparecida Silva Vedat Sevilla RA 5250988 Natalia Matos da Silva RA: 6837127 Coordenadora: Prof. Natalie

Leia mais

LUZ INTENSA PULSADA FOTOREJUVENESCIMENTO. Princípios Básicos - P arte II. Dra Dolores Gonzalez Fabra

LUZ INTENSA PULSADA FOTOREJUVENESCIMENTO. Princípios Básicos - P arte II. Dra Dolores Gonzalez Fabra LUZ INTENSA PULSADA Princípios Básicos - P arte II FOTOREJUVENESCIMENTO Dra Dolores Gonzalez Fabra O Que é Fotorejuvescimento? Procedimento não ablativo e não invasivo. Trata simultaneamente hiperpigmentações,

Leia mais

ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E RUGAS

ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E RUGAS ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E RUGAS BIOTIPOS CUTÂNEOS Pele normal Pele lisa, fina, firme, sólida; Há um equilíbrio das secreções sebáceas e sudoríparas; Elástica e flexível; Ausência visível de lesões ou desconforto.

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PRODUTOS DERMOCOSMÉTICOS PARA APLICAÇÃO PÓS PEELING FASE I

DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PRODUTOS DERMOCOSMÉTICOS PARA APLICAÇÃO PÓS PEELING FASE I DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DE PRODUTOS DERMOCOSMÉTICOS PARA APLICAÇÃO PÓS PEELING FASE I Projeto de pesquisa para submissão ao processo seletivo de projetos docentes do programa de Iniciação Científica

Leia mais

VANESSA LUZIA PADILHA,

VANESSA LUZIA PADILHA, VANESSA LUZIA PADILHA, fisioterapeuta graduada pela Universidade Positivo (2004). Especialista em Fisioterapia Dermato Funcional (estética) pela Faculdade Evangélica do Paraná (2005). Consultório: Rua

Leia mais

D E R M A T I T E S HISTÓRIA

D E R M A T I T E S HISTÓRIA D E R M A T I T E S As dermatoses ocupacionais, conhecidas como dermatites de contato, manifestam-se através de alterações da pele e decorrem direta ou indiretamente de certas atividades profissionais.

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Tratamento Pré e Pós Operatório Código: -- Pré-requisito: --

Leia mais

FORMAÇÃO DA FIBROSE CICATRICIAL NO PÓS-CIRÚRGICO DE CIRURGIA ESTÉTICA E SEUS POSSÍVEIS TRATAMENTOS: artigo de revisão 1

FORMAÇÃO DA FIBROSE CICATRICIAL NO PÓS-CIRÚRGICO DE CIRURGIA ESTÉTICA E SEUS POSSÍVEIS TRATAMENTOS: artigo de revisão 1 FORMAÇÃO DA FIBROSE CICATRICIAL NO PÓS-CIRÚRGICO DE CIRURGIA ESTÉTICA E SEUS POSSÍVEIS TRATAMENTOS: artigo de revisão 1 Tauana Sofia Vieira 2 Daisy Janice Aguilar Netz 3 Resumo: A procura por cirurgias

Leia mais

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos.

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos. ANATOMIA HUMANA II Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema tegumentar Conceito Estruturas Pele Anexos Funções 1 CONCEITO Estudo Microscópico Maior orgão do corpo humano Proporciona

Leia mais

Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne

Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne 1 Ana Paula Wippel - Acadêmica do Curso de Tecnologia em Cosmetologia e Estética, da Universidade do Vale do Itajaí, Balneário

Leia mais

Academia de Produtos. Módulo I

Academia de Produtos. Módulo I Academia de Produtos Módulo I Objetivos Após concluir o treinamento você será capaz de compartilhar com suas clientes: Como classificar diferentes tipo de pele. O que causa o envelhecimento da pele. Cinco

Leia mais

- CURSO DE MAQUIAGEM -

- CURSO DE MAQUIAGEM - - CURSO DE MAQUIAGEM - Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos autorais. (Lei nº 9.610). A PELE CONHECENDO

Leia mais

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são:

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são: Acne Segundo dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), em 2009, acne é o problema dermatológico mais comum na população brasileira, afetando 56,4% das pessoas, além de ser o motivo

Leia mais

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções:

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: CUIDADOS COM A PELE A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: Regular a temperatura do nosso corpo; Perceber os estímulos dolorosos e agradáveis; Impedir a entrada

Leia mais

MENOPAUSA E PELE. Dra Cintia Lima Procopio

MENOPAUSA E PELE. Dra Cintia Lima Procopio MENOPAUSA E PELE Dra Cintia Lima Procopio Graduação em Medicina pela Universidade de Cuiabá- UNIC. Pós-graduação em Dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro- UFRJ Titulo de Especialista

Leia mais

Avaliação da Fisioterapia em Pré e Pós Cirurgia Plástica

Avaliação da Fisioterapia em Pré e Pós Cirurgia Plástica Avaliação da Fisioterapia em Pré e Pós Cirurgia Plástica Ms. Giovana B. Milani Mestre em Ciências pela FMUSP Pós- Graduada em Fisioterapia Dermatofuncional Pós- Graduada em Aparelho locomotor no esporte

Leia mais

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo The Use of Vitamin C and Peeling Diamond in the Treatment of Facial Melasma: a comparative study

Leia mais

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele A cosmetologia atualmente vem ganhando notoriedade,

Leia mais

FACULDADE IPIRANGA TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA ANDREZA DUTRA GOMES DA SILVA LILIANA DE OLIVEIRA MARINHO

FACULDADE IPIRANGA TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA ANDREZA DUTRA GOMES DA SILVA LILIANA DE OLIVEIRA MARINHO FACULDADE IPIRANGA TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA ANDREZA DUTRA GOMES DA SILVA LILIANA DE OLIVEIRA MARINHO A IMPORTÂNCIA DOS TRATAMENTOS ESTÉTICOS NO PRÉ E PÓS- OPERATÓRIO DE CIRURGIA DO CONTORNO CORPORAL

Leia mais

A indústria cosmética e a medicina contam com as mais diversas fórmulas para combater o envelhecimento e os sinais faciais presentes com a idade.

A indústria cosmética e a medicina contam com as mais diversas fórmulas para combater o envelhecimento e os sinais faciais presentes com a idade. A indústria cosmética e a medicina contam com as mais diversas fórmulas para combater o envelhecimento e os sinais faciais presentes com a idade. Cremes, loções, preenchimento, peelings, máscaras e lasers

Leia mais

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Indicadas para modelar o corpo e reduzir medidas; além de ser importante no combate contra a celulite; TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Esta técnica,

Leia mais

Prática Nutrição Externa

Prática Nutrição Externa Prática Nutrição Externa Demonstração prática de uso dos produtos de nutrição externa e seus efeitos imediatos. Como a pele é o maior órgão do corpo os produtos são recomendados tanto para homens quanto

Leia mais

Bursite do Olécrano ou Bursite do Cotovelo

Bursite do Olécrano ou Bursite do Cotovelo INTRODUÇÃO Bursite do Olécrano ou Bursite do Cotovelo Bursite do olécrano é a inflamação de uma pequena bolsa com líquido na ponta do cotovelo. Essa inflamação pode causar muitos problemas no cotovelo.

Leia mais

PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS

PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS Existem fatores extrínsecos e intrínsecos que predispõem a ocorrência das estrias. O principal fator extrínseco é o trauma mecânico ( estresse mecânico), porém, ainda mais

Leia mais

abscessos interconectados e cicatrizes.

abscessos interconectados e cicatrizes. Tabela 1. Tipologia da acne e suas características clinicas TIPO DE ACNE CARACTERÍSTICA Acne Vulgar ou Juvenil Forma mais comum da acne, de elevada prevalência na adolescência (85%) acomete ambos os sexos.

Leia mais

PROTOCOLOS LIMPEZA DE PELE Um procedimento eficaz para cada necessidade da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS

PROTOCOLOS LIMPEZA DE PELE Um procedimento eficaz para cada necessidade da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS S Um procedimento eficaz para cada necessidade da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS SUPORTE AO PROFISSIONAL Um canal exclusivo para você Com o objetivo de reforçar o trabalho do profissional de

Leia mais

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS HISTOLOGIA = estudo dos tecidos TECIDOS Grupos de células especializadas, semelhantes ou diferentes entre si, e que desempenham funções específicas. Num

Leia mais

PROTOCOLO FACIAL PARA: PRÉ E PÓS LIMPEZA DE PELE

PROTOCOLO FACIAL PARA: PRÉ E PÓS LIMPEZA DE PELE PROTOCOLO FACIAL PARA: PRÉ E PÓS LIMPEZA DE PELE Indicação Pele oleosa, acnecia. Pode ser feito após 5 dias da limpeza de pele, como uma sessão de retorno. Pele áspera, grossa e desvitalizada. Frequência:

Leia mais

Propedêutica do Processo de Cuidar na Saúde do Adulto Fisiologia da Cicatrização

Propedêutica do Processo de Cuidar na Saúde do Adulto Fisiologia da Cicatrização Propedêutica do Processo de Cuidar na Saúde do Adulto Fisiologia da Cicatrização Professora Daniele Domingues Anatomia da Pele Anatomia da Pele Pele é o maior órgão do corpo humano. É composta por 2 camadas:

Leia mais

GORDURA LOCALIZADA. Após o tratamento, seja ele cirúrgico ou clínico, consegue-se bons resultados com redução significativa das medidas corporais.

GORDURA LOCALIZADA. Após o tratamento, seja ele cirúrgico ou clínico, consegue-se bons resultados com redução significativa das medidas corporais. ACNE Acne é o resultado da obstrução e inflamação dos poros da pele, que, por razões hormonais e emocionais, de repente, produzem sebo em excesso. Um desequilíbrio na descamação natural da pele leva ao

Leia mais

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide Lipodistrofia Ginóide Estria Discromia Distúrbios inestéticos O termo "celulite" foi primeiro usado na década de 1920, para descrever uma alteração estética da superfície cutânea (ROSSI & VERGNANINI, 2000)

Leia mais

A Estética da Mama CLÍNICA FERNANDO BASTO

A Estética da Mama CLÍNICA FERNANDO BASTO A Estética da Mama A estética da mama responde a costumes étnicos, sociais e culturais. Há não muitos anos, no Brasil as mulheres solicitavam a diminuição do volume do seio, quando a aspiração do inconsciente

Leia mais

delicatto CATÁLOGO DE PRODUTOS

delicatto CATÁLOGO DE PRODUTOS delicatto CATÁLOGO DE PRODUTOS Fundada em 2009, a DELICATTO é composta por uma equipe de profissionais especializados em formulações cosméticas veterinárias com atuação na área de desenvolvimento de fórmulas

Leia mais

Antes de falar sobre protetor solar vamos falar um pouco sobre a Radiação Solar.

Antes de falar sobre protetor solar vamos falar um pouco sobre a Radiação Solar. Proteção Solar PERFECT*SUN Antes de falar sobre protetor solar vamos falar um pouco sobre a Radiação Solar. A Radiação Solar é composta por diversos raios, com diferentes comprimentos de onda, conforme

Leia mais

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral:

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral: Geral: TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - Profa. Ms. Priscila Torres ACNE: síndrome cutânea exteriorizada clinicamente por elementos eruptivos, onde podem estar presente comedões,

Leia mais

Betacariofileno: é um germicida natural obtido do óleo essencial da Copaifera officinalis, sendo excelente para prevenção de infecções e inflamações.

Betacariofileno: é um germicida natural obtido do óleo essencial da Copaifera officinalis, sendo excelente para prevenção de infecções e inflamações. TRIPLE A SYSTEM TRIPLO NO COMBATE CONTRA A ACNE Redução de 30% dos comedões e de 65% da oleosidade Aprovado por mais de 85% dos pacientes TRIPLE A SYSTEM é um sistema triplo no combate à acne, formado

Leia mais

PROTOCOLOS. O poder dos ácidos no tratamento intenso de recuperação da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS

PROTOCOLOS. O poder dos ácidos no tratamento intenso de recuperação da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS S O poder dos ácidos no tratamento intenso de recuperação da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS SUPORTE AO PROFISSIONAL Um canal exclusivo para você Com o objetivo de reforçar o trabalho do profissional

Leia mais

Limpeza de Pele. Limpeza de Pele. Etapas da Limpeza de Pele 09/03/2015. Indicada para todos os tipos de pele. Remove todos os tipos de impurezas

Limpeza de Pele. Limpeza de Pele. Etapas da Limpeza de Pele 09/03/2015. Indicada para todos os tipos de pele. Remove todos os tipos de impurezas Limpeza de Pele Indicada para todos os tipos de pele Remove todos os tipos de impurezas Tonifica, hidrata e nutri a pele, facilitando assim uma maior absorção de princípios ativos Ft. Elaine C. S. Ovalle

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO DIRETORIA DE ENFERMAGEM SERVIÇO DE EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO DIRETORIA DE ENFERMAGEM SERVIÇO DE EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO DIRETORIA DE ENFERMAGEM SERVIÇO DE EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM MINICURSO: Assistência de enfermagem ao cliente com feridas Ferida cirúrgica 1º Semestre de 2013 Instrutora:

Leia mais

Câncer de Pele. Os sinais de aviso de Câncer de Pele. Lesões pré câncerigenas. Melanoma. Melanoma. Carcinoma Basocelular. PEC SOGAB Júlia Käfer

Câncer de Pele. Os sinais de aviso de Câncer de Pele. Lesões pré câncerigenas. Melanoma. Melanoma. Carcinoma Basocelular. PEC SOGAB Júlia Käfer Lesões pré câncerigenas Os sinais de aviso de Câncer de Pele Câncer de Pele PEC SOGAB Júlia Käfer Lesões pré-cancerosas, incluindo melanoma, carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular. Estas lesões

Leia mais

Limpeza de Pele 4 Passos Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera

Limpeza de Pele 4 Passos Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Limpeza de Pele 4 Passos Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Você verá nesta aula: Aspectos Atuais Tratamento Esteticos; Limpezade Pele em4 Passos; Indicações e Contra-Indicações; Protocolo;

Leia mais

Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele 1 Benefícios: Duração: Preço: 2. Limpeza de Pele 2 Duração: Preço:

Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele 1 Benefícios: Duração: Preço: 2. Limpeza de Pele 2 Duração: Preço: Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele para rosto e pescoço com extracção manual de impurezas com vapor. 2. Limpeza de Pele para rosto e pescoço com aplicação de mousse. 3. Limpeza de Pele com peeling

Leia mais

O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO.

O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO. O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO. THE USE OF COMBINATED THERAPY BETWEEN ADCOS ACTIVES COSMETICS AND KLD HYGIALUX

Leia mais

TECIDOS. 1º ano Pró Madá

TECIDOS. 1º ano Pró Madá TECIDOS 1º ano Pró Madá CARACTERÍSTICAS GERAIS Nos animais vertebrados há quatro grandes grupos de tecidos: o muscular, o nervoso, o conjuntivo(abrangendo também os tecidos ósseo, cartilaginoso e sanguíneo)

Leia mais

Peelings cosméticos Nova abordagem conceitual e técnica

Peelings cosméticos Nova abordagem conceitual e técnica Peelings cosméticos Nova abordagem conceitual e técnica Prof. Paschoal Rossetti Filho Março/2012 Fatores que influenciam na profundidade e conseqüente a classificação do peeling: 1. Escolha do agente queratolítico

Leia mais

TRATAMENTO COM ELETROLIPOFORESE PARA FIBRO EDEMA GELÓIDE EM REGIÃO GLÚTEA

TRATAMENTO COM ELETROLIPOFORESE PARA FIBRO EDEMA GELÓIDE EM REGIÃO GLÚTEA TRATAMENTO COM ELETROLIPOFORESE PARA FIBRO EDEMA GELÓIDE EM REGIÃO GLÚTEA RINALDI, C. L.W.; SPESSATO, L. C. Resumo: O objetivo do presente estudo foi avaliar o benefício da eletrolipoforese no tratamento

Leia mais

CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 PLANO DE CURSO

CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 Componente Curricular: Patologia Geral Código: FAR 314 Pré-requisito: - Período Letivo: 2015.1 Professor:

Leia mais

REVITALIZAÇÃO CUTÂNEA: UMA ANALISE DO TRATAMENTO COM A LINHA REVIT PEEL.

REVITALIZAÇÃO CUTÂNEA: UMA ANALISE DO TRATAMENTO COM A LINHA REVIT PEEL. REVITALIZAÇÃO CUTÂNEA: UMA ANALISE DO TRATAMENTO COM A LINHA REVIT PEEL. CAMILA GODOI GARCIA 1 - Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú,

Leia mais

Sistema Tegumentar. Arquitetura do Tegumento. Funções do Sistema Tegumentar Proteção 09/03/2015

Sistema Tegumentar. Arquitetura do Tegumento. Funções do Sistema Tegumentar Proteção 09/03/2015 Sistema Tegumentar Sistema Tegumentar É constituído pela pele, tela subcutânea e seus anexos cutâneos Recobre quase toda superfície do corpo Profa Elaine C. S. Ovalle Arquitetura do Tegumento Funções do

Leia mais

Catálogo de EQUIPAMENTOS

Catálogo de EQUIPAMENTOS Catálogo de EQUIPAMENTOS Estética Mais Setembro de 2015 comercial@esteticamais.com 1 Apresentação da Empresa A Revivre é uma marca italiana, fundada nos anos 70, e desde sempre fortemente orientada para

Leia mais

CICATRIZAÇÃO Universidade Federal do Ceará Departamento de Cirurgia Hospital Universitário Walter Cantídio

CICATRIZAÇÃO Universidade Federal do Ceará Departamento de Cirurgia Hospital Universitário Walter Cantídio CICATRIZAÇÃO! Universidade Federal do Ceará Departamento de Cirurgia Hospital Universitário Walter Cantídio Gustavo Rêgo Coêlho Cirurgia do Aparelho Digestivo Transplante de Fígado CICATRIZAÇÃO Aquiles

Leia mais

MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA FACIAL

MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA FACIAL Lançamento MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA FACIAL Higienização, esfoliação, revitalização e hidratação: o básico para tratamentos faciais em tamanhos econômicos e free parabenos HIGIENIZAÇÃO, ESFOLIAÇÃO

Leia mais

Ensaio de fadiga. Em condições normais de uso, os produtos. Nossa aula. Quando começa a fadiga

Ensaio de fadiga. Em condições normais de uso, os produtos. Nossa aula. Quando começa a fadiga A U A UL LA Ensaio de fadiga Introdução Nossa aula Em condições normais de uso, os produtos devem sofrer esforços abaixo do limite de proporcionalidade, ou limite elástico, que corresponde à tensão máxima

Leia mais

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade COLÉGIO JARDINS Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade TECIDO CONJUNTIVO I São aqueles que atuam nas funções de preenchimento de espaços entre órgãos, sustentação, defesa e nutrição.

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTÉTICA - LATO SENSU CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO I - ESTÉTICA FACIAL

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTÉTICA - LATO SENSU CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO I - ESTÉTICA FACIAL CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTÉTICA - LATO SENSU CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO I - ESTÉTICA FACIAL DISCIPLINA: Anatomia e Fisiologia de Cabeça e Pescoço 10 horas Sistema Tegumentar Epiderme: suas características,

Leia mais

Despigmentantes ou agentes clareadores:

Despigmentantes ou agentes clareadores: Despigmentantes ou agentes clareadores: Na pele os melanócitos estão presentes na camada basal da epiderme,na junção dermoepiderme e são responsáveis pela produção de melanina. Ocorrem numa taxa de aproximadamente

Leia mais

Dica: O visitador pode acompanhar a manipulação dos produtos, bem como sua aditivação com os ativos para melhor entendimento desta forma cosmética.

Dica: O visitador pode acompanhar a manipulação dos produtos, bem como sua aditivação com os ativos para melhor entendimento desta forma cosmética. Acne e Hidratação. Objetivo da Escolha do Tema A hidratação da pele é de fundamental importância para a manutenção dos mecanismos fisiológicos e bioquímicos da pele como os mecanismos celulares de proteção

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA CARACTERÍSTICAS GERAIS: - Unem e sustentam outros tecidos - Não apresentam células justapostas - Possuem vários tipos de células - Possuem matriz intercelular material gelatinoso

Leia mais

Conhecimentos Básicos de Cuidados com a Pele Parte I

Conhecimentos Básicos de Cuidados com a Pele Parte I Conhecimentos Básicos de Cuidados com a Pele Parte I Os cinco passos diários para se ter uma pele saudável Limpar Esfoliar Tonificar Hidratar Proteger 2 A importância do cuidado personalizado da pele Cada

Leia mais

Relatório Especial de Milagre Para A Acne

Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 1 A Acne: Chega de Mentiras Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 2 Existem pessoas que, durante toda sua vida, nunca sofrem de acne, enquanto outras

Leia mais

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5%

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Creme: apresentado em bisnagas com 25 g. USO TÓPICO. USO ADULTO E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS. Cada g de creme contém: Peróxido de Benzoíla... 50 mg Enxofre...

Leia mais

Ecologie agora é Bril Cosméticos

Ecologie agora é Bril Cosméticos Ecologie agora é Bril Cosméticos Diversidade de produtos será reforçada na Beauty Fair Nasce uma nova empresa de cosméticos no mercado brasileiro. A Bril Cosméticos surgiu a partir da aquisição da Ecologie,

Leia mais

www.lakma.com.br Protocolo Facial Limpeza de Pele D e r m o c o s m é t i c o s

www.lakma.com.br Protocolo Facial Limpeza de Pele D e r m o c o s m é t i c o s Limpeza de Pele Indicação Pele acneica Grau 1, 2 e 3 Pele com oleosidade excessiva Home Care: Sabonete Facial anti-acne (2x ao dia) Loção Tônica Adstringente (1x ao dia) Serum Hidratante e Secativo (uso

Leia mais

FISIOTERAPIA DERMATO FUNCIONAL ESTRIAS

FISIOTERAPIA DERMATO FUNCIONAL ESTRIAS FISIOTERAPIA DERMATO FUNCIONAL ESTRIAS ESTRIA DEFINI DEFINIÇÃO ÃO Atrofia tegumentar adquirida, de aspecto linear Dispõem-se paralelamente umas as outras perpendicularmente às linhas de fenda da pele Desequilíbrio

Leia mais

OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS OTRABALHO NOTURNO E A SAÚDE DO TRABALHADOR: ESTUDO EXPLORATÓRIO EM TAUBATÉ E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Tatiane Paula de Oliveira 1, Adriana Leonidas de Oliveira (orientadora) 2 1 Universidade de Taubaté/ Departamento

Leia mais

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo:

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: 1) Tecido Ñsseo compacto 2) Tecido Ñsseo esponjoso 3) Cartilagem hialina 4) Cartilagem elöstica 5) Cartilagem fibrosa

Leia mais

Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Facial Prof a. Bianca. Lesões elementares

Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Facial Prof a. Bianca. Lesões elementares Lesões elementares Modificações da pele determinadas por processos inflamatórios, circulatórios, metabólicos, degenerativos, tumorais, defeitos de formação. Lesões Elementares Lesões Primárias Alteração

Leia mais

ACNE: COMEDÕES OU ARACNÍDEOS?

ACNE: COMEDÕES OU ARACNÍDEOS? ACNE: COMEDÕES OU ARACNÍDEOS? Bruna Moreira Rodrigues 1 - Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. Nicoli Sousa 2 - Acadêmica

Leia mais

Grupo de células que, em geral, tem umaorigem embrionária comum e atuam juntas para executar atividades especializadas

Grupo de células que, em geral, tem umaorigem embrionária comum e atuam juntas para executar atividades especializadas UNIVERSIDADE DE CUIABÁ NÚCLEO DE DISCIPLINAS INTEGRADAS DISCIPLINA: CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS I Considerações Gerais sobre HISTOLOGIA Professores: Ricardo, Lillian, Darléia e Clarissa UNIVERSIDADE DE CUIABÁ

Leia mais

Falando sobre o 10/6/2010

Falando sobre o 10/6/2010 Falando sobre o C 1 Cosméticos: Tudo que muda a aparência 2 Skin Care Conhecimentos básicosb 3 O que é Skin Care? É uma categoria formada por produtos, de alta tecnologia, destinados ao tratamento da pele;

Leia mais

ULTRA-SOM THIAGO YUKIO FUKUDA

ULTRA-SOM THIAGO YUKIO FUKUDA ULTRA-SOM THIAGO YUKIO FUKUDA Freqüência > 20kHz Depende de um meio para se propagar O que acontece quando a onda atinge um novo material? Refração: mudança na direção da onda sonora. Reflexão: A onda

Leia mais

Nossas células cutâneas morrem e são substituídas por células novas a cada 21 dias.

Nossas células cutâneas morrem e são substituídas por células novas a cada 21 dias. Phycojuvenine A Importância das Células Tronco Para Uma Pele Sempre Jovem! Nossas células cutâneas morrem e são substituídas por células novas a cada 21 dias. Isso só é possível graças as Células Tronco

Leia mais

-10/11/2009. Nosso cartão de visita A PELE. Epiderme. Derme. Hipoderme

-10/11/2009. Nosso cartão de visita A PELE. Epiderme. Derme. Hipoderme ROSTO Nosso cartão de visita A PELE Epiderme Derme Hipoderme -1 Sem vascularização EPIDERME Várias camadas (última: morta) Renova: 14-30 dias DERME Elasticidade, resistência, flexibilidade e hidratação

Leia mais

Treinamento da Unidade Divina Vitória e das Unidades Descendentes

Treinamento da Unidade Divina Vitória e das Unidades Descendentes Treinamento da Unidade Divina Vitória e das Unidades Descendentes 800 Nossos Pilares Filosofia 1.Deus 2. Família 3. Trabalho Espírito de Ajuda Ajudar sem querer nada em troca Regra de Ouro Trate os outros

Leia mais

COMPARAR A EFICÁCIA DO TRATAMENTO COM ÁCIDO GLICÓLICO E ÁCIDO SALICÍLICO EM ACNE GRAU II

COMPARAR A EFICÁCIA DO TRATAMENTO COM ÁCIDO GLICÓLICO E ÁCIDO SALICÍLICO EM ACNE GRAU II 1 COMPARAR A EFICÁCIA DO TRATAMENTO COM ÁCIDO GLICÓLICO E ÁCIDO SALICÍLICO EM ACNE GRAU II COMPARE THE EFFECTIVENESS OF TREATMENT AND GLYCOLIC SALICYLIC ACID IN ACNE GRADE II ACID SILVA, Aline Gabriela

Leia mais

Sejam bem vindas Mulheres de Honra

Sejam bem vindas Mulheres de Honra Sejam bem vindas Mulheres de Honra Conhecendo a pele Qual é o nome da camada mais externa da pele? Epiderme: É a camada mais externa, que se regenera constantemente para formar uma barreira de proteção.

Leia mais

MASSAGEM EM POPULAÇÃO IDOSA PREVENÇÃO E MANUTENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO

MASSAGEM EM POPULAÇÃO IDOSA PREVENÇÃO E MANUTENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO MASSAGEM EM POPULAÇÃO IDOSA PREVENÇÃO E MANUTENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO Prof. Esp.* ANDRÉ LEONARDO DA SILVA NESSI Prof. Ms.**AIDE ANGÉLICA DE OLIVEIRA Prof. Dra.*VILMA NATIVIDADE *Universidade Anhembi

Leia mais

Conhecimentos básicos. Cuidados com a Pele. Parte I

Conhecimentos básicos. Cuidados com a Pele. Parte I Conhecimentos básicos Cuidados com a Pele Parte I Qual é a chave do sucesso para se tornar uma ótima Consultora de Beleza Independente? Mary Kay Ash: Confiança. Conhecer o produto de A a Z, ter o conhecimento

Leia mais

COMPROMETIMENTO COM OS ANIMAIS, RESPEITO POR QUEM OS AMA.

COMPROMETIMENTO COM OS ANIMAIS, RESPEITO POR QUEM OS AMA. COMPROMETIMENTO COM OS ANIMAIS, RESPEITO POR QUEM OS AMA. CITOLOGIA CLÍNICA O exame citológico é uma das grandes ferramentas para auxiliar o médico veterinário no diagnóstico, prognóstico e na tomada de

Leia mais

RECONSTRUÇÃO CAPILAR POR NANOQUERATINIZAÇÃO EM PRÁTICAS SUPERVISIONADAS DE CAPILAR DO CURSO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA RELATO DE CASO

RECONSTRUÇÃO CAPILAR POR NANOQUERATINIZAÇÃO EM PRÁTICAS SUPERVISIONADAS DE CAPILAR DO CURSO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA RELATO DE CASO RECONSTRUÇÃO CAPILAR POR NANOQUERATINIZAÇÃO EM PRÁTICAS SUPERVISIONADAS DE CAPILAR DO CURSO DE ESTÉTICA E COSMÉTICA RELATO DE CASO ESCOBAR Sabrina Batista 1, MORALEZ Joceane Mate 1, FRITZ Flávio 2 Palavras-Chave:

Leia mais

Capítulo 3 Úlceras Tróficas de Perna

Capítulo 3 Úlceras Tróficas de Perna 10 Capítulo 3 Úlceras Tróficas de Perna As úlceras tróficas de perna constituem uma doença mutilante comum, que surge geralmente a partir de um pequeno trauma ou de uma infecção secundária em regiões da

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br Anatomia da pele Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira marcos.oliveira@fadergs.edu.br SISTEMA TEGUMENTAR: PELE E FÁSCIA Funções: proteção regulação térmica sensibilidade Sua espessura varia de 0.5mm nas

Leia mais