PROGRAMA TÉMATICO: 6215 TRÂNSITO SEGURO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA TÉMATICO: 6215 TRÂNSITO SEGURO"

Transcrição

1 PROGRAMA TÉMATICO: 6215 TRÂNSITO SEGURO OBJETIVO GERAL: Reduzir os índices de acidentes com vítimas fatais em todo o Distrito Federal, aperfeiçoando a educação para o trânsito, a fiscalização, a engenharia e o atendimento ao público. Contextualização O trânsito é o sistema que ceifa mais vidas em todo mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde De acordo com relatórios da Organização Mundial de Saúde OMS, as perdas provocadas pela violência no trânsito representam uma das maiores preocupações da sociedade moderna, caracterizando-se como um problema de saúde pública com proporções epidêmicas. As mortes no trânsito ocupam o topo das mortes violentas. Estão à frente dos homicídios, de doenças reunidas e das guerras. As estatísticas demonstram que o Brasil, com frota de aproximadamente 30 milhões de veículos, registra anualmente 1,5 milhão de acidentes e aproximadamente 7,5 milhões de pessoas se envolvem de alguma forma em acidentes de trânsito a cada ano. A quantidade de pessoas feridas oscila em torno de 400 mil. Dessas, 40 mil morrem por ano, das quais 30 mil morrem no local do acidente (2009). São computados também dezenas de milhares de sobreviventes que se tornam inválidos. Quando análise é feita sobre as estatísticas envolvendo motos, os números são ainda mais impressionantes. As motos representam aproximadamente 7% da frota brasileira de veículos, mas estão envolvidas em 35% dos acidentes. Na última década, o número de mortos no trânsito subiu quase 24% enquanto a quantidade de acidentes com motos cresceu 750% (2009).

2 Em diversos estudos publicados, constatou-se que a maioria dos acidentes é por falha humana, o que comprova a importância da educação, da engenharia e da fiscalização do trânsito na redução do número de acidentes nas vias brasileiras. 90% dos acidentes são causados por falhas humanas; 4% são causados por falhas mecânicas; 6% são causados por má condição das vias. No Distrito Federal, o cenário não é menos dramático. Em 2009 foram 424 vítimas fatais e em 2010 este número subiu para 461. Em 2009, 219 vítimas estavam na faixa etária entre 18 e 39 anos e em 2010, 230 vítimas. O impacto social causado pelas mortes no trânsito é intenso, pois a grande maioria das vítimas tem entre 18 e 39 anos e pertence à faixa economicamente mais produtiva e ativa da sociedade. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA, um acidente com vítima gera para os cofres públicos um custo próximo a R$35 mil. Se a vítima for fatal, a cifra mais que quadruplica. Leve-se em conta os custos de mobilização de polícia/ambulância, cuidados médicos, perícias e impacto no mercado de trabalho. O Distrito Federal tem uma população de 2,5 milhões de habitante (Fonte:censo IBGE) dos quais pouco mais de 50% são condutores de veículos, CNHs emitidas (Fonte:Detran/DF) e uma frota de 1,25 milhões de veículos. Em 10 anos a população do Distrito Federal cresceu em torno de 20% e a frota de veículos mais de 50%. O desafio do Departamento de Trânsito do DF consiste em reduzir o índice de morte em acidentes de trânsito, focando suas ações: na intensificação da educação para o trânsito; na agilidade dos procedimento de atendimento ao público; na adoção de critérios eficientes e eficazes de fiscalização e engenharia de trânsito.

3 OBJETIVO ESPECÍFICO: Reduzir os índices de acidentes com vítimas fatais em todo Distrito Federal, aperfeiçoando a educação para o trânsito, a fiscalização, a engenharia e o atendimento ao público. UNIDADE ORÇAMENTÁRIA RESPONSÁVEL: DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO DISTRITO FEDERAL Caracterização Mudança de comportamento, educação, segurança nas estradas e rigor na fiscalização são ingredientes indispensáveis para a redução de fatalidades decorrentes de acidentes de trânsito. Ampliar, aperfeiçoar e expandir as ações que envolvem estes ingredientes para um trânsito mais seguro são as prioridades do Detran/DF. As ações educativas no trânsito são de extrema importância. Elas têm a segurança no trânsito. Têm a função de transmitir ao cidadão conhecimentos quanto ao comportamento seguro, direitos e deveres, regras de circulação e conduta para cada um dos participantes do trânsito: o pedestre, o ciclista, o condutor de veículos motorizados e o condutor de veículo de tração animal. Promovem a formação e mudança de atitudes que se materializam no comportamento adequado de crianças, adolescentes e adultos no trânsito. São duas as vertentes na área de educação no trânsito que o Detran/DF almeja alcançar nos próximos 4 anos. A primeira consiste em estar mais presente na comunidade, principalmente nas escolas e locais de risco. Cada escola urbana do Distrito Federal deverá receber durante o ano pelo menos uma visita do Detran/DF, para brincadeiras educativas, teatro e palestras. O resultado são crianças mais conscientes, que propaguem e cobrem dos seus familiares uma conduta mais segura no trânsito e que, no futuro, sejam adultos preparados para se comportarem adequadamente no trânsito. A atuação do Detran/DF nos locais de risco, principalmente em locais onde o uso do álcool está presente, tem por objetivo inibir e conscientizar o jovem e o adulto que direção e álcool não podem estar juntos. Pelo menos duas vezes por mês o Detran/DF deve estar presente em locais de risco do Distrito Federa,l para contribuir na redução de acidente e mortes devido ao uso do álcool. Outro importante instrumento de conscientização é a blitz educativa. Esta consiste na mobilização em locais de grande circulação de veículos e/ou de pedestres. Tem grande impacto na sociedade devido ao grande número de pessoas que são abordadas ou que assistem a atuação servidores do Detran/DF. Nessa ocasião são distribuídos folhetos e brindes. A meta é realizar pelo menos duas blitzes educativas por mês. A segunda vertente consiste na implantação de um espaço destinado exclusivamente à educação: a Academia de Trânsito do Distrito Federal, que será a primeira no País. Sua finalidade é dar expressão social ao trânsito, promover a formação para o exercício da cidadania e adoção de comportamentos seguros no trânsito. Implantar ações que estimulem crianças, jovens, educadores, profissionais de trânsito e profissionais da comunicação a refletir sobre o trânsito no contexto da cidade, na sua relação com o meio ambiente e na qualidade de vida, de modo a contribuir para a adoção de comportamentos e sedimentação de hábitos que tornem o trânsito mais seguro, civilizado e humano. O que se espera é que estas ações contribuam para a redução do número de acidentes, mortes e feridos. São objetivos da Academia de Trânsito: dar à educação para o trânsito situação de destaque nas atividades do Detran-DF;

4 pedestres; formar multiplicadores; aproximar a sociedade do Detran/DF; implantar cursos em diversas áreas de trânsito; implantar a mini cidade de trânsito, voltada para crianças; formar cidadãos mais conscientes e preparados no papel de condutores e ser referência nacional na educação para o trânsito. A fiscalização, ato de controlar o cumprimento das normas estabelecidas na legislação de trânsito por meio do poder de polícia administrativa de trânsito, tem como objetivo, na visão do Detran/DF, inibir a prática de infração, tanto pelo condutor, quanto pelo pedestre e, ao mesmo tempo, aproximar o cidadão do agente de trânsito, criando uma imagem de orientador e de protetor. Nos próximos anos a fiscalização do Detran/DF passará por uma análise criteriosa, no que diz respeito: ao estreitamento das relações com a Polícia Militar do DF, com o objetivo de estabelecer novas forma de atuação conjunta dos agentes da Polícia Militar e Detran/DF; e à política de atuação dos agentes de trânsito do Detran/DF, avaliando e definindo como, onde e quando atuar. O objetivo é maximizar sua atuação junto à população. Na área de engenharia as ações de planejamento do trânsito são de suma importância. Vias projetadas e executadas de forma a atender a demanda de tráfego, que satisfaçam as necessidades de mobilidade de pedestres e condutores, incorporem as inovações tecnológicas de engenharia e estejam sinalizadas de forma adequada resultam, consequentemente, em um trânsito seguro. Neste contexto, o Detran/DF nos próximos dois anos, irá cuidar: do sentido da circulação; da velocidade máxima permitida; da fiscalização eletrônica: avaliação detalhada dos equipamentos de controle de velocidade e avanço de sinal, considerando sua localização e velocidade máxima da via. O objetivo é instalar, remover ou conservar os equipamentos de controle, a fim de que sejam um instrumento de redução de acidentes de trânsito; e da sinalização horizontal e vertical: implantando, recuperando, revitalizando e avaliando a localização da sinalização, para que condutores e pedestres possam ser informados de como devem se portar com segurança nas vias urbanas pavimentadas que estão sobre a responsabilidade do Detran/DF. Outra ação a ser desenvolvida na área de engenharia é a contratação de empresa especializada ou de consórcio de empresas para prestação de serviços de natureza contínua de solução tecnológica integrada, que possibilite coletar e processar informações e administrar as ações e operações de trânsito do Distrito Federal, a partir do Centro de Controle Operacional CCO do DETRAN-DF. Nesta solução integrada está previsto o desenvolvimento, a implantação, a operação, o suporte técnico e a disponibilização dos seguintes subsistemas: Subsistema de Atendimento e Despacho; Subsistema de Monitoramento Remoto com uso de câmeras de vídeo; Subsistema de Detecção de Incidentes e Análise Estatística; Subsistema de informações ao Público;

5 Rede LAN; Rede WAN; Subsistema de sinalização semafórica; Subsistema de Gestão de Infrações de Trânsito (velocidade, avanço de sinal, contra mão e desrespeito a faixa exclusiva); e Subsistema de Radiocomunicação. Dentre os benefícios esperados destacam-se os seguintes: agilidade nas intervenções de regularização da fluidez e segurança do trânsito; informações em tempo real da situação das vias, pontos de contenção, faixas obstruídas e possíveis rotas alternativas com a instalação de PMV (Painéis de Mensagem Variável); aumento da segurança do trânsito pela otimização do emprego dos recursos disponíveis; maior eficiência no socorro às demandas da população; possibilidade de maior interação com outros órgãos da estrutura de Governo; coleta de dados para o planejamento viário e estatísticas pertinentes. O crescimento acelerado do número de veículos e de condutores criou uma demanda por mais unidades de atendimento presencial, bem como a abertura de maiores possibilidades de acesso aos serviços pelo portal do Órgão. Nos próximos anos o atendimento ao usuário, presencial e pelo site do Detran/DF, será ampliado e modernizado. A nova estruturação do site do Detran/DF será concluída em 2012, possibilitando ao usuário acesso a um número maior de serviços, o que agilizará o atendimento e reduzirá o número de usuários nas unidades de atendimento presencial do Órgão e seu tempo de espera. Nos anos de 2012 e 2013 será construída a unidade de atendimento em Samambaia, com 700 m 2 ; de 2012 a 2014 será implantada a unidade administrativa no SMAN, com m 2; e em 2015 serão implantadas as unidadesde atendimento de Planaltina e Brazlândia, o depósito de veículos apreendidos em Sobradinho e iniciada a construção da unidade administrativa do Noroeste, com m 2. Metas : 1. Implantar da Academia de Trânsito do Distrito Federal até 2014; 2. Realizar ações educativas em todas regiões administrativas do DF; 3. Completar quadro de servidores do DETRAN/DF; 4. Ampliar os serviços oferecidos no site do DETRAN/DF; 5. Abrir três unidades de atendimento presencial até 2015; 6. Implantar sistema eletrônico de monitoramento e segurança de trânsito; 7. Implantar a Inspeção Técnica Veicular-ITV; 8. Capacitar 80% dos servidores do DETRAN/DF.

6 Indicadores: Denominação do indicador Unidade de Medida Índice Mais Recente Apurado em MM/A.A. Periodicidade de Apuração 1º Desejado em 2º 3º 4º Fonte da Informação Proporção de mortos por veículos Proporção 3,74 06/2011 Mensal 3,70 3,65 3,50 3,45 NUPED Abrangência das campanhas educativas - ACE Proporção 1,45 12/2010 Trimestral 1,50 1,55 1,59 1,64 DIREDUC Inserção de campanhas educativas nos meios de Número 0 12/2010 Trimestral DIREDUC comunicação de massa - ICE Nota mínima de satisfação do usuário nas unidades de atendimento presencial Nota - - Mensal DIRAU ISU/UA (Nota 1 a 5) Nota mínima de satisfação do usuário no call center (154) Número - - Mensal DIRAU ISU/CC (Nota 1 a 5) O Indicador de satisfação do usuário será implantado, portanto não é possível informar o índice mais recente e a data de apuração. Ações Necessárias para o Alcance do Objetivo Específico: Ações Orçamentárias 2460 Campanhas educativas de trânsito (DETRAN e DER); 2469 Gerenciamento eletrônico de trânsito (DETRAN); 2541 Policiamento e fiscalização de trânsito (DETRAN e DER); 2904 Manutenção da escola vivencial de trânsito (DER); 3095 Construção da Academia de Trânsito (DETRAN); 3096 Construção de unidades de atendimento do Detran-DF (DETRAN); 3208 Implantação de sinalização semafórica (DER); 3209 Implantação de sinalização estratigráfica (DER); 4034 Integração DER/DETRAN gerenciamento de tráfego (DER); 4101 Sinalização horizontal e vertical (DETRAN); 4197 Manutenção da sinalização estratigráfica (DER); 4198 Manutenção da sinalização semafórica (DER); 5027 Implantação de sinalização (ST); 8505 Publicidade e propaganda (DETRAN). Ações Não Orçamentárias Elaborar o projeto de atuação da educação para o trânsito; Definir a política de atuação da fiscalização do DETRAN/DF; Reavaliar e reestruturar a sinalização eletrônica nas vias sob a responsabilidade do DETRAN/DF; Revitalizar a sinalização estratigráfica das vias de responsabilidade do DETRAN/DF; Remodelar o site do DETRAN, inserindo-o no conceito de foco no usuário, aumentando os serviços disponíveis; Realizar pesquisa de satisfação do cliente;

7 Unificar o conhecimento junto as unidades de atendimento do DETRAN/DF; Implantar uma política de capacitação do servidor do DETRAN/DF, destinando 0,05% da arrecadação para esta ação; Implantar novas unidades do DETRAN/DF nas regiões administrativas do DF.

Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo

Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo Nota Técnica 232 2014 Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo Max Ernani Borges De Paula Banco de dados de vítimas dos acidentes de trânsito fatais A Companhia de Engenharia de Tráfego realiza

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR EVERALDO FARIAS

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR EVERALDO FARIAS PROJETO DE LEI 087/2013. DISPÕE sobre medidas de seguranças para os pedestres, em frente às instituições de ensino público e privado de Manaus. Art. 1º. Obriga a implantação de sinalização de advertência,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 514, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 514, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 RESOLUÇÃO Nº 514, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a Política Nacional de Trânsito, seus fins e aplicação, e dá outras providências. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO CONTRAN, usando da competência

Leia mais

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009.

LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. LEI Nº 963, de 21 de julho de 2009. Dispõe sobre a criação da Coordenadoria Municipal de Trânsito - CMT, órgão executivo de trânsito, vinculado à Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, em conformidade

Leia mais

Projetos para redução da morbimortalidade por acidentes de trânsito em Belo Horizonte : Vida no Trânsito e TCC BH/BA/Montevideo

Projetos para redução da morbimortalidade por acidentes de trânsito em Belo Horizonte : Vida no Trânsito e TCC BH/BA/Montevideo Projetos para redução da morbimortalidade por acidentes de trânsito em Belo Horizonte : Vida no Trânsito e TCC BH/BA/Montevideo O Município de Belo Horizonte População de Belo Horizonte 2.375.444 hab.

Leia mais

Prefeitura Municipal do Natal

Prefeitura Municipal do Natal Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças Plano Plurianual 2010/2013 Programa Horizonte Público Objetivo: 8 Mobilidade e Cidadania Contínuo População do município

Leia mais

POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! 2 o semestre de 2015

POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! 2 o semestre de 2015 2º semestre de 2015 POR FAVOR, SEMPRE DESLIGUEM CELULARES e computadores!!! Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 2 0 semestre de 2015 Aula 1 A Engenharia

Leia mais

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 13. Mobilidade urbana e sistemas inteligentes de transporte (its)

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 13. Mobilidade urbana e sistemas inteligentes de transporte (its) Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico - Turma 13 Mobilidade urbana e sistemas inteligentes de transporte (its) Eliomar Aparecido Bertollo (*) Tema: O ITS como agente catalisador para as soluções

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

PORTARIA Nº 407, DE 27 DE ABRIL DE 2011.

PORTARIA Nº 407, DE 27 DE ABRIL DE 2011. PORTARIA Nº 407, DE 27 DE ABRIL DE 2011. O DIRETOR SUBSTITUTO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso das atribuições legais que lhe conferem os incisos I e XIII do artigo 19 da Lei nº

Leia mais

Í N D I C E PRÓLOGO 5

Í N D I C E PRÓLOGO 5 Í N D I C E PRÓLOGO 5 CAPÍTULO I - EDUCAÇÃO E SEGURANÇA NO TRÂNSITO Trânsito e transporte II) EDUCAÇÃO E SEGURANÇA NO TRÂNSITO Objetivos da educação e segurança para o trânsito A educação para o trânsito

Leia mais

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº 1034, DE 12 DE AGOSTO DE 2015. DISPÕE SOBRE A MUNICIPALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE ALTO GARÇAS E CRIA O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO E A JUNTA ADMINISTRATIVA

Leia mais

Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy

Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy Pesquisa sobre municipalização do trânsito e regulamentação do exercício da atividade de moto taxista e de moto boy Tabulação dos Resultados da Pesquisa Objetivos: Diagnosticar a situação atual dos municípios

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia GRANDES EVENTOS SISTEMA INTEGRADO DE MONITORAMENTO 1 EVENTO DATA E HORA LOCAL TIPO E OBJETIVO DURAÇÃO INTERFERÊNCIAS

Leia mais

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre Sumário I. Apresentação do Manual II. A Prevenção de Acidentes com Crianças III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre IV. Como a Educação pode contribuir para a Prevenção de Acidentes no Trânsito V. Dados

Leia mais

ORIENTADORES DE TRÂNSITO PROJETO OPERAÇÃO DE TRÁFEGO

ORIENTADORES DE TRÂNSITO PROJETO OPERAÇÃO DE TRÁFEGO Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) ORIENTADORES DE TRÂNSITO PROJETO OPERAÇÃO DE TRÁFEGO Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife (SEMOC) Implantação 11 de dezembro,

Leia mais

A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresentados abaixo.

A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresentados abaixo. Planejamento Estratégico 2. Perspectivas e Objetivos Estratégicos A modelação do trabalho realizado nas reuniões de Planejamento Estratégico apontou para perspectivas e objetivos estratégicos, apresenta

Leia mais

DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009.

DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009. DECRETO Nº. 8.780, DE 02 DE JULHO DE 2009. Dispõe sobre as competências, a estrutura básica e o Quadro de Lotação de Cargos Comissionados da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana - SEMOB, e dá outras

Leia mais

Diagnóstico da gestão das redes semafóricas

Diagnóstico da gestão das redes semafóricas Apóio: Diagnóstico da gestão das redes semafóricas Ausência de uma visão estratégica da importância das redes Semafóricas e os impactos (positivos ou negativos) nas vidas das pessoas e das empresas; Serviços

Leia mais

Plano de fortalecimento do órgão gestor

Plano de fortalecimento do órgão gestor Plano de fortalecimento do órgão gestor Fase 3 Elaboração das propostas Etapa 3.1, 3.2 e 3.4 Concepção, análise e detalhamento das propostas Página 1 de 14 Sumário 2.10. Plano de fortalecimento do órgão

Leia mais

RESOLUÇÃO SMTR Nº 2578 DE 23 DE JUNHO DE 2015. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso das atribuições legais,

RESOLUÇÃO SMTR Nº 2578 DE 23 DE JUNHO DE 2015. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso das atribuições legais, RESOLUÇÃO SMTR Nº 2578 DE 23 DE JUNHO DE 2015. Regulamenta o treinamento dos motoristas do Serviço de Transporte Individual de Passageiros em Veículos de Aluguel a Taxímetro e a homologação de instituições

Leia mais

SP 08/95 NT 191/95. Execução e Fiscalização da Sinalização Horizontal. Psicº Mauro Yoshio Ito Psicª Ilana Berezovsky Psicª Susana Nunes Penna

SP 08/95 NT 191/95. Execução e Fiscalização da Sinalização Horizontal. Psicº Mauro Yoshio Ito Psicª Ilana Berezovsky Psicª Susana Nunes Penna SP 08/95 NT 191/95 Execução e Fiscalização da Sinalização Horizontal Psicº Mauro Yoshio Ito Psicª Ilana Berezovsky Psicª Susana Nunes Penna 1. Introdução A realidade do trânsito da cidade de SP, 6 mortes

Leia mais

GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA: UNIDAS PELO TRÂNSITO DE JATAÍ NO INTUITO DE CONTRIBUIR COM O ENSINO NAS ESCOLAS.

GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA: UNIDAS PELO TRÂNSITO DE JATAÍ NO INTUITO DE CONTRIBUIR COM O ENSINO NAS ESCOLAS. GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA: UNIDAS PELO TRÂNSITO DE JATAÍ NO INTUITO DE CONTRIBUIR COM O ENSINO NAS ESCOLAS. FREITAS, Vanessa G 1 ; ROCHA, Paulo R 1 ;JESUS, Uerlei 1 ; SILVA, Gecirlei F. 2 PALAVRAS CHAVES:

Leia mais

Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo

Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo Estatísticas Cidade de São Paulo: Altamente complexa, com 11,04 milhões de habitantes, (cerca de 6 % da população do Brasil) Ocupa uma área de 1.523 km² Produz cerca de 13% do PIB nacional. Gestão administrativa

Leia mais

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Fase 3 Elaboração das propostas Etapa 3.1, 3.2 e 3.4 Concepção, análise e detalhamento das propostas Página 1 de 10 Sumário 2.5. Plano de ações para

Leia mais

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL

UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL ISSN 2177-9139 UMA COMPARAÇÃO ESTATÍSTICA SOBRE O TRÂNSITO: ANTES E DEPOIS DA IMPLANTAÇÃO DAOPERAÇÃO BALADA SEGURA NO RIO GRANDE DO SUL Daniellen Thaianne de Oliveira Severo - daniii_severo@hotmail.com

Leia mais

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPAJÉ CNPJ: 07.683.956/0001-84

Estado do Ceará PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPAJÉ CNPJ: 07.683.956/0001-84 Lei Nº 1.897 /2013. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO E A REGULAMENTAÇÃO DO CARGO DE AGENTE DA AUTORIDADE MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE ITAPAJÉ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO

Leia mais

SÃO PAULO GANHA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE PARA REDUZIR ATROPELAMENTOS

SÃO PAULO GANHA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE PARA REDUZIR ATROPELAMENTOS SÃO PAULO GANHA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE PARA REDUZIR ATROPELAMENTOS Em 2010, a cidade de São Paulo registrou 7.007 atropelamentos resultando na morte de 630 pedestres. Apesar de representar uma

Leia mais

SOROCABA - DADOS ESTATÍSTICOS SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO

SOROCABA - DADOS ESTATÍSTICOS SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO 1 / 10 APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO Segundo dados apurados através do Censo - IBGE, Sorocaba possuia uma população de 586.311 habitantes no ano de 2010, com uma taxa de crescimento vegetativo de aproximadamente

Leia mais

O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos VII e X do Art. 100 da Lei Orgânica do Distrito Federal, DECRETA:

O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos VII e X do Art. 100 da Lei Orgânica do Distrito Federal, DECRETA: Sistema Integrado de Normas Jurídicas do Distrito Federal SINJ-DF DECRETO Nº 36.620, DE 21 DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre a obrigatoriedade da divulgação periódica de dados e informações de segurança pública

Leia mais

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal de comunicação Objetivo Principal Prover uma solução de baixo custo para Identificação, localização, bloqueio e recuperação de veículos roubados ou procurados, através de micro circuitos embarcados de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL PORTÃO 25/03/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Propostas do dia 25

Leia mais

SOBRE A FÉRIAS VIVAS MISSÃO. Lutar pela conscientização e proteger vidas no turismo nacional. VISÃO

SOBRE A FÉRIAS VIVAS MISSÃO. Lutar pela conscientização e proteger vidas no turismo nacional. VISÃO SOBRE A FÉRIAS VIVAS A Associação Férias Vivas é a primeira ONG de âmbito nacional voltada para a segurança no turismo e no lazer. A organização foi criada em 2002 a partir da iniciativa de um grupo de

Leia mais

A Década da Ação para Segurânça no Trânsito. Dr. Diego González Machín OPAS/Brasil

A Década da Ação para Segurânça no Trânsito. Dr. Diego González Machín OPAS/Brasil A Década da Ação para Segurânça no Trânsito Dr. Diego González Machín OPAS/Brasil Por que uma Década da Ação? O problema está crescendo. Diagnóstico da Situação: Informe Mundial sobre a situação de Segurança

Leia mais

5.2. Programa de Mobilização e Desmobilização da Mão de Obra. Revisão 00 NOV/2013

5.2. Programa de Mobilização e Desmobilização da Mão de Obra. Revisão 00 NOV/2013 PROGRAMAS AMBIENTAIS 5.2 Programa de Mobilização e Desmobilização da Mão de Obra CAPA ÍNDICE GERAL 1. Introdução... 1 1.1. Ações já realizadas... 2 2. Justificativa... 6 3. Objetivos... 8 4. Área de abrangência...

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE TRÂNSITO

POLÍTICA NACIONAL DE TRÂNSITO POLÍTICA NACIONAL DE TRÂNSITO INTRODUÇÃO A Associação Brasileira de Pedestres ABRASPE apresenta aqui sua sugestão para revisão do texto original de Política Nacional de Trânsito apresentado pelo Departamento

Leia mais

Informação sobre trânsito como ferramenta de planejamento para a segurança viária: a experiência do anuário de indicadores do Detran-AL.

Informação sobre trânsito como ferramenta de planejamento para a segurança viária: a experiência do anuário de indicadores do Detran-AL. Informação sobre trânsito como ferramenta de planejamento para a segurança viária: a experiência do anuário de indicadores do Detran-AL. Renan Durval Aparecido da Silva¹ 1 Gerente de estudos de acidentes

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB O QUE É O Plano Diretor de Transporte e da Mobilidade é um instrumento da política de desenvolvimento urbano, integrado ao Plano Diretor do município,

Leia mais

ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES

ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES ÍNDICE DE ACIDENTES NO PERÍMETRO URBANO DE CÁCERES Rodrigo Barretto Vila 1 RESUMO Glaidson de Souza Pezavento Tatiani Nascimento Santos Miriam Nascimento Santos Ashley da Silva Costa 2 Com a finalidade

Leia mais

DEFESA DE DISSERTAÇÃO

DEFESA DE DISSERTAÇÃO Programa de Pós Graduação em Engenharia Elétrica Mestrado DEFESA DE DISSERTAÇÃO Jilmar Augustinho Tatto jilmar.tatto@uol.com.br COMISSÃO JULGADORA Professor Dr. Eduardo Mário Dias (Orientador) Professor

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

TRANSDATA SMART SISTEMA DE INTELIGÊNCIA DE GESTÃO INTEGRADA

TRANSDATA SMART SISTEMA DE INTELIGÊNCIA DE GESTÃO INTEGRADA BRASIL ARGENTINA +55 19 3515.1100 www.transdatasmart.com.br SEDE CAMPINAS-SP RUA ANA CUSTÓDIO DA SILVA, 120 JD. NOVA MERCEDES CEP: 13052.502 FILIAIS BRASÍLIA RECIFE CURITIBA comercial@transdatasmart.com.br

Leia mais

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04 Pesquisa de Opinião Pública sobre as Campanhas Educativas para o Trânsito & da I m a g e m I n s t i t u c i o n a l da CET- RIO Relatório de Pesquisa 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 PRINCIPAIS RESULTADOS

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º, DE 2007. (Do Sr. Rogerio Lisboa)

PROJETO DE LEI N.º, DE 2007. (Do Sr. Rogerio Lisboa) PROJETO DE LEI N.º, DE 2007. (Do Sr. Rogerio Lisboa) Altera a Lei nº LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997, tornando obrigatória por parte dos fabricantes, importadores e montadores de veículos, a inclusão

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

Nas Ruas de BH. BIENAL ANTP de MARKETING 2.006 Categoria: Marketing Institucional. Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte - BHTRANS

Nas Ruas de BH. BIENAL ANTP de MARKETING 2.006 Categoria: Marketing Institucional. Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte - BHTRANS BIENAL ANTP de MARKETING 2.006 Categoria: Marketing Institucional Nas Ruas de BH Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte - BHTRANS Responsável pela Experiência: Rodrigo César Magalhães Silva

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS DETRAN/MG

DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DE MINAS GERAIS DETRAN/MG PROCEDIMENTO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE PMI PROJETO DE GUARDA E REMOÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES EM CIRCULAÇÃO SUJEITOS A INFRAÇÃO À LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Belo Horizonte MG, setembro de 2013 SOBRE A

Leia mais

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Ideias que salvam vidas em Curitiba! 9 Regionais: reúnem, de forma organizada, entidades e movimentos

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 1 Missão 2 Exercer o controle externo da administração pública municipal, contribuindo para o seu aperfeiçoamento, em benefício da sociedade. Visão Ser reconhecida

Leia mais

Especificidades das mortes violentas no Brasil e suas lições. Maria Cecília de Souza Minayo

Especificidades das mortes violentas no Brasil e suas lições. Maria Cecília de Souza Minayo Especificidades das mortes violentas no Brasil e suas lições Maria Cecília de Souza Minayo 1ª. característica: elevadas e crescentes taxas de homicídios nos últimos 25 anos Persistência das causas externas

Leia mais

CARTILHA DE TRÂNSITO. Dicas para você viver mais e melhor!

CARTILHA DE TRÂNSITO. Dicas para você viver mais e melhor! CARTILHA DE TRÂNSITO Dicas para você viver mais e melhor! Este material foi concebido pela SBOT Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia com o intuito de ser um agente expressivo na prevenção

Leia mais

Maio Amarelo. Paulo Roberto Guimarães Junior

Maio Amarelo. Paulo Roberto Guimarães Junior Maio Amarelo Paulo Roberto Guimarães Junior Observatório Nacional de Segurança Viária. Rua 9 de Julho, 1953 - Vila Georgina - Cep: 13.333-070 - Indaiatuba SP Telefone: (19) 3801.4500 E-mail: onsv@onsv.org.br

Leia mais

A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito organiza o 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade.

A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito organiza o 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade. A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito organiza o 1º Fórum Municipal de Educação para o Trânsito e Mobilidade. A exemplo do que ocorrerá nas principais cidades do mundo, o Fórum Municipal de

Leia mais

Altera o art. 3º e o Anexo I, acrescenta o art. 5º-A e o Anexo IV na Resolução CONTRAN nº 146/03 e dá outras providências.

Altera o art. 3º e o Anexo I, acrescenta o art. 5º-A e o Anexo IV na Resolução CONTRAN nº 146/03 e dá outras providências. RESOLUÇÃO CONTRAN Nº 214, de 13/11/2006 Altera o art. 3º e o Anexo I, acrescenta o art. 5º-A e o Anexo IV na Resolução CONTRAN nº 146/03 e dá outras providências. O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO - CONTRAN,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL PINHEIRINHO 02/04/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Realizações no

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº DE 2010 (do Sr. Raimundo Gomes de Matos)

PROJETO DE LEI Nº DE 2010 (do Sr. Raimundo Gomes de Matos) PROJETO DE LEI Nº DE 2010 (do Sr. Raimundo Gomes de Matos) O CONGRESSO NACIONAL decreta: Altera a Lei nº 6.194, de 19 de dezembro de 1974, para permitir o parcelamento do pagamento e a redução gradativa

Leia mais

PROJETO VIDA NO TRÂNSITO. Maria Audea de Lima e Sousa. Teresina Piaui RESUMO. Palavras chave. Introdução. Diagnóstico. Proposições.

PROJETO VIDA NO TRÂNSITO. Maria Audea de Lima e Sousa. Teresina Piaui RESUMO. Palavras chave. Introdução. Diagnóstico. Proposições. PROJETO VIDA NO TRÂNSITO Maria Audea de Lima e Sousa Teresina Piaui RESUMO Palavras chave Introdução Diagnóstico Proposições Resultados Introdução O projeto Vida no Trânsito está relacionado a instituições

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 70/2011. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova:

PROJETO DE LEI Nº 70/2011. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova: PROJETO DE LEI Nº 70/2011. Institui a Política Municipal de Mobilidade Urbana. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova: Mobilidade Urbana. Art. 1º Fica instituída, no Município de Ipatinga, a Política Municipal

Leia mais

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador Coordenador: SEGURANÇA Visão: Que Santa Maria tenha os melhores indicadores de Segurança Pública, entre os municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes, garantindo a prevenção e o controle

Leia mais

A rede cicloviária do D.F.: um avanço na mobilidade urbana ou iniciativa para inglês ver?

A rede cicloviária do D.F.: um avanço na mobilidade urbana ou iniciativa para inglês ver? A rede cicloviária do D.F.: um avanço na mobilidade urbana ou iniciativa para inglês ver? Eliezé Bulhões de Carvalho 1, 2 Michelle Andrade 1 1 - Programa de Pós Graduação em Transportes UnB 2 - GPIT Grupo

Leia mais

EDITORIAL. Benefícios da tecnologia

EDITORIAL. Benefícios da tecnologia EDITORIAL Benefícios da tecnologia A tecnologia ganha cada vez mais espaço na sociedade e na vida das pessoas. No trânsito, ela tem um papel fundamental quando o assunto é salvar vidas. Graças aos radares,

Leia mais

SP 01/04/91 NT 128/91

SP 01/04/91 NT 128/91 SP 01/04/91 NT 128/91 Gerenciamento de Grandes Eventos Antonio Carlos Rissardo (DO) Marco Aurélio Reginatto (GET 5) Maria Cecília Figueiredo de Toledo (GDT) Marta Maria Alcione Pereira (AA) Milton Roberto

Leia mais

PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36

PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36 PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36 GESTÃO PÚBLICA Garantir ampla participação popular na formulação e acompanhamento das políticas públicas; Criação do SOS Oprimidos, onde atenda desde pessoas carentes

Leia mais

Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br. Salvador, 2010

Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br. Salvador, 2010 Inscrições para o II Colóquio no site : www.fenasdetran.com.br Salvador, 2010 Inscrições gratuitas - para as que pessoas que doarem 2k de alimentos não perecíveis no dia do evento exceto sal, que será

Leia mais

A VIDA SOBRE DUAS RODAS: REDUZINDO RISCOS E DANOS UMA AÇÃO INTERSETORIAL

A VIDA SOBRE DUAS RODAS: REDUZINDO RISCOS E DANOS UMA AÇÃO INTERSETORIAL A VIDA SOBRE DUAS RODAS: REDUZINDO RISCOS E DANOS UMA AÇÃO INTERSETORIAL Olga Lopes Salomão 1 ; Marineide de Jesus Nunes 1, Rodolfo C. Villa do Miu 1, Brigina Kemp 2, Carlos Eduardo Abrahão 2, William

Leia mais

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano de Aula Teórica da disciplina de Legislação de Trânsito 14, neste material. 115 Para

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução A proposta de Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes

Leia mais

PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE

PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO "Cidade para as pessoas: proteção e prioridade ao pedestre" Autoria: Leticia Garroni Felix Martins Projeto: Educação no Trânsito

Leia mais

CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRÁFEGO

CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRÁFEGO CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRÁFEGO No Brasil a Engenharia de Tráfego evoluiu como um ramo da Engenharia a partir do final da década de 50, face ao aumento do processo de urbanização causado

Leia mais

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO Tipo: 1 - Finalístico Programa: 5140 - ESPAÇO ABERTO Objetivo: PROMOVER A INTEGRAÇÃO ENTRE O PODER PÚBLICO MUNICIPAL E OS MUNÍCIPES EM CONJUNTO COM OS DEMAIS ORGÃOS QUE COMPÕE A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.

Leia mais

SÃO BERNARDO DO CAMPO

SÃO BERNARDO DO CAMPO 1 PPA Participativo 2014-2017 Prestação de Contas O PPA Participativo 2014-2017 em números 21 plenárias 13.471 participantes 200 grupos de trabalho 400 diretrizes 55 programas e ações R$ 18,6 bilhões 3

Leia mais

ANEXO IX - DEMONSTRATIVO VII METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL

ANEXO IX - DEMONSTRATIVO VII METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL METAS E PRIORIDADES - COMPATIBILIZ DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS COM O PLANO PLURIANUAL TÍTULO PRODUTO TIPO DE META 2013 2001 Administração Legislativa Serviços Realizados ORÇAMENTÁRIA 95% 0001 GESTÃO

Leia mais

5 km/h a mais, uma vida a menos

5 km/h a mais, uma vida a menos 5 a mais, uma vida a menos Respeite os limites de velocidade www.fundacionmapfre.com.br O excesso de velocidade não acontece por acidente, é uma escolha. Na correria do dia-a-dia, vivemos apressados e,

Leia mais

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba

Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Celso Alves Mariano Diretor de Educação de Trânsito SETRAN Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba Estratrégia líderes comunitários: reuniões nas 9 Regionais: Ø seduzir e convencer os líderes comunitários

Leia mais

Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12

Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12 Seminário Senado Federal Brasília - 13/09/12 BELO HORIZONTE, 31 DE MARÇO DE 2011 José Eduardo Gonçalves Diretor Executivo da Abraciclo Audiência Pública Senado Federal Maio /2012 Aumento do uso da motocicleta:

Leia mais

MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA CONSCIENTE!

MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA CONSCIENTE! SENADO FEDERAL COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS Audiência Pública Discutir a Epidemia de Acidentes Envolvendo Motociclistas no Brasil Brasília, 29 de maio de 2012. MOTOFRETISTA REGULAMENTADO! MOTOCICLISTA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06)

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores,

Leia mais

A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB)

A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB) A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB) ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO 1. SEMOB 2. POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA 3. PPA DA UNIÃO 2012-2015 4. PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO

Leia mais

SAU SERVIÇOS DE ATENDIMENTO A USUÁRIOS. Outubro/2008

SAU SERVIÇOS DE ATENDIMENTO A USUÁRIOS. Outubro/2008 SAU SERVIÇOS DE ATENDIMENTO A USUÁRIOS Outubro/2008 O QUE É O SAU? SERVIÇOS DE ATENDIMENTO A USUÁRIOS PROJETO PILOTO ABRANGENDO 421,2 KM DE TRECHOS DAS RODOVIAS FEDERAIS BR-040, BR- 060 E BR-153, NO DISTRITO

Leia mais

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS 43 Considerando os Objetivos Estratégicos, Indicadores e Metas, foram elaboradas para cada Objetivo, as Ações e indicados Projetos com uma concepção corporativa. O Plano Operacional possui um caráter sistêmico,

Leia mais

Com o objetivo de manter um alto nível de qualidade, nossos colaboradores são rigorosamente selecionados e treinados.

Com o objetivo de manter um alto nível de qualidade, nossos colaboradores são rigorosamente selecionados e treinados. A MBS SERVIÇOS possui o conhecimento necessário e indispensável para oferecer qualidade e agilidade nas realizações dos serviços prestados. Possuímos sede própria com toda infraestrutura necessária para

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Aplicação do dispositivo CAIXA DE SEGURANÇA (Safety Box) para Travessias de Pedestres em vias simples e mão dupla

Aplicação do dispositivo CAIXA DE SEGURANÇA (Safety Box) para Travessias de Pedestres em vias simples e mão dupla NT2162011 AplicaçãododispositivoCAIXADESEGURANÇA(SafetyBox)para TravessiasdePedestresemviassimplesemãodupla LuizAlbertoGonçalvesRebelo MarcosCézarZaccaria MarceloGuidolin MariaMargaridaNunesSobral 1 Apresentação

Leia mais

O MARKETING SOCIAL APLICADO A SEGURANÇA NO TRÂNSITO: UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS - MS

O MARKETING SOCIAL APLICADO A SEGURANÇA NO TRÂNSITO: UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS - MS O MARKETING SOCIAL APLICADO A SEGURANÇA NO TRÂNSITO: UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE TRÊS LAGOAS - MS Cláudio César de Alcantara 1 Patrícia de Oliveira 2 Samira Gama da Silva 3 RESUMO O marketing tem

Leia mais

Nome da Prática inovadora: Boletim de Acidente de Trânsito On line. Caracterização da situação anterior:

Nome da Prática inovadora: Boletim de Acidente de Trânsito On line. Caracterização da situação anterior: Nome da Prática inovadora: Boletim de Acidente de Trânsito On line Caracterização da situação anterior: O registro de acidente de trânsito sem vítima atendido diariamente pela CIPTRAN através das viaturas

Leia mais

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES DO PROJETO DE PESQUISA DO USO CICLOVIÁRIO EM JOINVILLE E EDUCAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DO USO DA BICILCETA NO TRÂNSITO

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES DO PROJETO DE PESQUISA DO USO CICLOVIÁRIO EM JOINVILLE E EDUCAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DO USO DA BICILCETA NO TRÂNSITO CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES DO PROJETO DE PESQUISA DO USO CICLOVIÁRIO EM JOINVILLE E EDUCAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DO USO DA BICILCETA NO TRÂNSITO Área Temática: Educação Ana Mirthes Hackenberg 1 (Coordenador

Leia mais

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS OBJETIVO DOS PROGRAMAS PREVENIR ATITUDES INSEGURAS NO TRANSPORTE POR MEIO DA CONSCIENTIZAÇÃO DOS MOTORISTAS. META ATINGIR O NÍVEL ZERO EM ACIDENTES SÉRIOS. PRINCIPAL

Leia mais

ANEXO II DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB

ANEXO II DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB ANEXO II DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB 1. SINALIZAÇÃO VERTICAL É um subsistema da sinalização viária cujo meio de comunicação está na posição vertical, normalmente em placa, fixado ao lado ou

Leia mais

PROGRAMA TÉMATICO: 6222 PROMOÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA

PROGRAMA TÉMATICO: 6222 PROMOÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA PROGRAMA TÉMATICO: 6222 PROMOÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA OBJETIVO GERAL: Promover a defesa e garantia dos direitos humanos, assegurando à pessoa ou indivíduo o pleno exercício do direito à cidadania.

Leia mais

HÁ 130 ANOS A FURUKAWA PARTICIPA ATIVAMENTE NA VIDA DAS PESSOAS, ATRAVÉS DA CONTÍNUA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA.

HÁ 130 ANOS A FURUKAWA PARTICIPA ATIVAMENTE NA VIDA DAS PESSOAS, ATRAVÉS DA CONTÍNUA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. HÁ 130 ANOS A FURUKAWA PARTICIPA ATIVAMENTE NA VIDA DAS PESSOAS, ATRAVÉS DA CONTÍNUA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. CRIANDO SOLUÇÕES COMPLETAS PARA EMPRESAS E PESSOAS A Furukawa tem como foco ampliar os relacionamentos,

Leia mais

Universidade Corporativa do Transporte PROGRAMAS DE CAPACITAÇÃO

Universidade Corporativa do Transporte PROGRAMAS DE CAPACITAÇÃO Universidade Corporativa do Transporte PROGRAMAS DE CAPACITAÇÃO SISTEMA FETRANSPOR Federação das Empresas de Transporte de Passageiros Transporte por ônibus urbanos, intermunicipais, turismo e fretamento

Leia mais

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA PROPOSTAS PARA A REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA 1. Criar o Fórum Metropolitano de Segurança Pública Reunir periodicamente os prefeitos dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo para discutir, propor,

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES JULHO 2015 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS URBANO Fonte: Pesquisa de mobilidade 2012 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS

Leia mais

SINALIZAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL

SINALIZAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL GERÊNCIA DE OPERAÇÕES VIÁRIAS TRANSERP Planejamento Viário SINALIZAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL Eng. José Antônio S. Gonçalves 2006 PLANEJAMENTO OPERACIONAL Cidade de RIBEIRÃO PRETO SP. PLANEJAMENTO

Leia mais

c Publicada no DOU de 2-9-2003.

c Publicada no DOU de 2-9-2003. RESOLUÇÃO DO CONTRAN N o 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores, reboques e semirreboques, conforme o Código de

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL

AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL ANEXO 4 AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SISTEMAS EM CAMPO TESTE EM ESCALA REAL CONCORRÊNCIA Nº 02/2012 ANEXO 4 - FL. 2 DA AVALIAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS A empresa LICITANTE detentora da melhor proposta, deverá

Leia mais

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Planejamento Estratégico de TIC no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário Planejamento

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais