Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de"

Transcrição

1 ANEXO II EDITAL Nº 04/ º PRORROGAÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES QUADRO DE VAGAS REMANESCENTES PARA O PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSORES PESQUISADORES FORMADORES ÁREA DA PESQUISA EMENTA EIXO E MÓDULO REQUISITO E HABILITAÇÃO EXIGIDA PERÍODO BOLSA Pesquisdor de Metodologi Aplicd do Distrito Federl pr o Eixo 1:Cultur, Diversidde e Desenvolvimento. Eixo 2: Polítics Públics de Cultur.Eixo 3: Plnejmento e Gestão Públic d Cultur.E Encerrmento: Orientdor pr Intervenção Culturl no DF, Estdos e Municípios do Centro-Oeste: Trblho de Conclusão de Curso TCC. Pesquisdor de Metodologi Aplicd do Estdo de Mto Grosso do Sul pr o Eixo 1:Cultur, Diversidde e Desenvolvimento. Eixo 2: Polítics Públics de Cultur. Eixo 3: Plnejmento e Gestão Públic d Cultur.E Encerrmento: Orientdor pr Intervenção Culturl no DF, Estdos e Municípios do Centro-Oeste: Trblho de Conclusão de Curso TCC. Plnejmento e execução ds rticulções necessáris pr o desenvolvimento de metodologi de pesquiss, estudos, formção, pr cpcitção de gestores culturis no Distrito Federl. Plnejmento e execução ds rticulções necessáris pr o desenvolvimento de metodologi de pesquiss, estudos, formção, pr cpcitção de gestores culturis no estdo de MS. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo. Ter experiênci em Gestão Culturl de, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd do DF. Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet. Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tods s tividdes presenciis e EAD, inclusive ul inugurl em Brsíli. Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur. Ser Residente no Distrito Federl. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo. Ter experiênci em Gestão Culturl de, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd do Estdo de MS. Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet. Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tods s tividdes presenciis e EAD, inclusive ul inugurl em Brsíli. Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur. Ser Residente em Mto Grosso do Sul. LOCAL DE ATUAÇÃO Curso n pltform online: de 21/7 Curso n pltform online: de 21/7 Nº HORAS MENSAIS Nº VAGA REMANESCENTE Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr-Módulo 1: Introdução à Educção Distânci-EAD. Educção à Distânci como proprição e uso ds tecnologis d informção, de form possibilitr o prendizdo, por meio d experimentção de ferrments digitis de inclusão e interção como: Moodble, WordPress e Coopermine, hngout, Google Doc, Google Mps e Redes Sociis - Twiter, Fcebook, Skype, e outrs. Busc de diversos ângulos e perspectivs pr vibilizção de trblho colbortivo em equipes multidisciplinres n busc de soluções inovdors, de form permitir mper cultur, os contextos, e s experiêncis que permitm um mior e melhor Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em gestão do conhecimento, cultur, plnejmento de mbientes digitis, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive ministrndo um oficin pr 210 lunos, durnte ul inugurl em Brsíli e compnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr 30/O6/ /09/2014 Módulo 1, n pltform online: de 21/7 03/08. 1

2 Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 4: Diversidde Culturl Reconhecimento, Proteção e Promoção. Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 5: Economi d Cultur e Novos Arrnjos Produtivos e Sustentáveis. conhecimento d relidde n qul o gestor culturl tu. Diferentes mecnismos, instrumentos e prátics pr o reconhecimento, proteção e promoção d diversidde culturl, entendid como elemento fundmentl ns polítics públics, progrms e projetos culturis pr o desenvolvimento d região do Centro-Oeste. Alterntivs conceituis e prtics de finncimento sustentável d cultur bsedos em mecnismos de economi solidri, finncimentos colbortivos e sustentbilidde de rrnjos locis e setoriis. A economi critiv e sociedde em rede ns prátics culturis. O trblho resultrá em um mpemento socioculturl d cdei produtiv d economi critiv de cd município. suporte os pesquisdores: presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre do conhecimento especifico em Inclusão Digitl - Design Thinking; ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Diversidde Culturl Reconhecimento, Proteção e Promoção, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores: presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite( preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico em Diversidde Culturl Reconhecimento, Proteção e Promoção; ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Economi d Cultur, Redes Sociis, Sustentbilidde n Gestão de Eventos ISO 20121, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e 30/O6/ /09/ /O6/ /09/2014 Módulo 4, n pltform online: de 18/08 24/08. Módulo 5, n pltform online: de 25/08 31/08. 2

3 Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 8 : Cultur como Direito. Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 10: Princípios d Gestão Públic. Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 11: Legislção Culturl no Brsil. Refletir sobre cultur como prte dos direitos fundmentis do ciddão. A Constituição Brsileir e os mrcos legis que del derivm. O ppel do Estdo ncionl e dos demis entes federdos e d sociedde civil. Ciddni e ciddni culturl. Noções de plnejmento e gestão públic. Instrumentos de plnejmento. Plnos, progrms, projetos e orçmentos. Plnejmento e orçmento. O orçmento como instrumento de gestão ns orgnizções do setor público. O ciclo orçmentário: elborção, execução e controle. Metodologis e prátics de gestão públic. Os princípios do direito culturl no Brsil. O direito de propriedde intelectul e industril, direito de imgem e direito utorl. As questões reltivs à legislção culturl de incentivo fiscl no âmbito conhecimento especifico em Economi d Cultur, Redes Sociis, Sustentbilidde n Gestão de Eventos ISO 20121; ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Cultur como Direito, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico Cultur como Direito; ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Princípios d Gestão Públic, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico em Princípios d Gestão Públic; ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss 30/O7/ /10/2014 Módulo 8, n pltform online: de 22/09 28/09. Módulo 10, n pltform online: de 06/10 12/10. 3

4 Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 12: Orçmento e execução orçmentári (Lei nº 8.666). Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 13 : SICONV elborção de Gestão de Convênios. federl e s especificiddes no âmbito municipl e estdul. A legislção orgânic dos municípios, s legislções estduis e legislção referentes os processos licittórios e de prestção de conts nos diversos níveis de governo. SINCOV-Abordgem Prátic; Credencimento; A propost de Trblho; Aplicção d Lei de Responsbilidde Fiscl pr Celebrção de Convênios; - Ds Contrprtids; - Dos Procedimentos Licittórios. de investigção ds polítics culturis com ênfse em Legislção Culturl no Brsil e Instrumentos Jurídicos Interncionis, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especific em Legislção Culturl no Brsil e Instrumentos Jurídicos Interncionis; ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Orçmento e execução orçmentári (Lei nº 8.666), no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico em Orçmento e execução orçmentári (Lei nº 8.666); ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em SICONV elborção de Gestão de Convênios, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, Módulo 11, n pltform online: de 13/10 19/10. Módulo 12, n pltform online: de 20/10 26/10. Módulo 13, n pltform online e encontro presencil 3, 4

5 Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr -Módulo 14 : Metodologi, Orientdor pr Intervenção Culturl no DF, Estdos e Municípios do Centro- Oeste: Trblho de Conclusão de Curso TCC. Pesquisdor pr desenvolvimento Curriculr Revisor dos Módulos: de 1 14, d Diversidde Culturl do Centro- Oeste, pr formulção de Reltório Finl dos Eixos Temáticos. Ao finl do Eixo 3, os estudntes estrão ptos presentr no Módulo de Encerrmento sus pesquiss no TCC, com Propost de intervenção n polític culturl de seu Estdo, Município, DF Revisão de Conteúdos dos Componentes Curriculres, d Diversidde Culturl do Centro- Oeste, pr formulção de Reltório Finl dos Eixos Temáticos, com domínio do Português e litertur, com conhecimento de plnejmento e gestão polítics públics. inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro- Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico em SICONV elborção de Gestão de Convênios; ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Metodologi, Orientdor de Trblho de Conclusão de Curso TCC, no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis e de EAD; Submeter o conteúdo revisão, qundo necessário promover dptções pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico em Metodologi, Orientdor pr Intervenção Culturl Municipl Trblho de Conclusão de Curso TCC; Ser residente em qulquer Estdo d Federção. Ter Licencitur em Letrs, com especilizção em Plnejmento e Administrção de Polítics Culturis mínim em nível superior comprovd ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Revisão de Conteúdos dos Componentes Curriculres, d Diversidde Culturl do Centro- Oeste, pr formulção de Reltório no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento básico de informátic e cesso contínuo à internet; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Acompnhmento do módulo n pltform Moodle, visndo dr suporte os pesquisdores presenciis de EAD, n Revisão de Conteúdos 30/O9/ /12/2014 no polo do estdo de 27/10 09/11. Módulo 14, n pltform online: de 10/11 Módulo de 1 14, n pltform online: de 21/7 5

6 Pesquisdor Pedgogo responsável por compnhr s tividdes didáticopedgógics com utilizção d educção à distânci/presenciis: Acompnhr o desenvolvimento teóricometodológico do curso à distnci dos componentes curriculres dos módulos de O ppel do tutor distânci no processo de ensino e prendizgem no âmbito do Desenvolvimento de Metodologi pr Formção de Gestores Culturis nos Estdos e Municípios do Centro Oeste, com esclrecimento de dúvids trvés fóruns de discussão pel Internet, pelo telefone, prticipção em videoconferêncis, entre outros, de cordo com o projeto pedgógico. O tutor distânci tem tmbém responsbilidde de promover espços de construção coletiv de conhecimento, selecionr mteril de poio e sustentção teóric os conteúdos e, frequentemente, fz prte de sus tribuições prticipr dos processos vlitivos de ensino-prendizgem. dos Componentes Curriculres, d Diversidde Culturl do Centro-Oeste, pr formulção de Reltório Finl dos Eixos Temáticos; Ter tudo em Gestão Culturl em Instituição Públic de Cultur; Ter conhecimento ds condições e reliddes ds polítics culturis d região do Centro-Oeste; Currículo Vite preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico; ter prestdo serviço de consultori ns áres de Cultur e Educção Ptrimonil, Promoção de Educção Ambientl e Plnejmento pr integrção ds áres de educção e Cultur; Ter prticipdo de conselho de Cultur; Ser residente no DF. Ter formção mínim em nível superior comprovd que tend formção cdêmic ou formção ou vinculção em progrm de pós-grdução, de mestrdo ou doutordo; Ter experiênci no mgistério básico ou superior de, no mínimo, um (1) no comprovd em instituição regulr de ensino; Atur em pesquiss de investigção ds polítics culturis com ênfse em Educção à Distânci - EAD no mínimo, um (1) no comprovd em Instituição Públic ou Privd Ncionl; Possuir conhecimento vnçdo d pltform Moodle e cesso contínuo à internet, visndo dr suporte os lunos e pesquisdores n EAD; Compromisso e disponibilidde pr prticipr de tividdes, inclusive se necessário de encontro presencil; Solicitr revisão e dptção dos conteúdos, pr melhor compreensão n EAD, condições e reliddes regionis do Centro-Oeste; Currículo Vite (preferencilmente CV Lttes), com documentção comprobtóri do tempo de experiênci n áre d cultur e conhecimento especifico e EAD; Ser residente em qulquer Estdo d Federção. Módulo, 1 14, n pltform online: de 21/

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 004/2012 UNEMAT A, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo

Leia mais

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS MATO GROSSO

PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS MATO GROSSO PLANO DE ENFRENTAMENTO DA EPIDEMIA DE AIDS E DAS DST ENTRE A POPULAÇÃO DE GAYS, HSH E TRAVESTIS MATO GROSSO Objetivo 1: Grntir prioridde técnic, polític e finnceir pr ções de enfrentmento do HIV/DST voltds

Leia mais

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras Universidde Estdul de Cmpins Fernnd Resende Serrdourd RA: 093739 Disciplin: CS101- Métodos e Técnics de Pesquis Professor: Armndo Vlente Propost de Projeto de Pesquis Liberdde de expressão n mídi: seus

Leia mais

4. ESTRUTURA GERAL DO SISTEMA EDUCACIONAL

4. ESTRUTURA GERAL DO SISTEMA EDUCACIONAL 4. ESTRUTURA GERAL DO SISTEMA EDUCACIONAL 4.1 A ESTRUTURA DO SISTEMA EDUCACIONAL A tul estrutur e funcionmento d educção brsileir decorre d provção d Lei de Diretrizes e Bses d Educção (Lei n.º 9.394/96),

Leia mais

Vo t a ç ão TEXTO DO CONGRESSO. PROPOSTA DO GOVERNO / Partidos da Base PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO E / OU ATEMPA / SIMPA

Vo t a ç ão TEXTO DO CONGRESSO. PROPOSTA DO GOVERNO / Partidos da Base PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO E / OU ATEMPA / SIMPA PROPOSTA DO GOVERNO / Prtidos d Bse PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO do Governo (Mensgem Retifictiv) E / OU ATEMPA / SIMPA Vo t ç ão TEXTO DO CONGRESSO Diverss estrtégis pr tingir s mets Emend 1- exclui

Leia mais

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período.

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período. VISO PÚBLICO Nº 04/UNOESC-R/2015 O Reitor d Universidde do Oeste de Snt Ctrin Unoesc, Unoesc Virtul, entidde educcionl, crid pel Lei Municipl nº 545/68 e estruturd de direito privdo, sem fins lucrtivos,

Leia mais

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA (ABEM) Av. Brsil, 4036 sls 1006/1008 21040-361 Rio de Jneiro-RJ Tel.: (21) 2260.6161 ou 2573.0431 Fx: (21) 2260.6662 e-mil: rozne@bem-educmed.org.br Home-pge: www.bem-educmed.org.br

Leia mais

Plano de Gestão 2012-2015

Plano de Gestão 2012-2015 Plno de Gestão 202-205 - Cmpus UFV - Florestl - Grdução Missão: Promover polítics de incentivo à pesquis, pós-grdução, inicição científic e cpcitção de recursos humnos, objetivndo excelênci do Cmpus Florestl

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA (versão Preliminar)

PLANO DE AÇÃO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA (versão Preliminar) PLANO DE AÇÃO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA (versão Preliminr) PLANO DE AÇÃO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DIREITOS HUMANOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA Governo do Estdo de Rorim Secretri Estdul

Leia mais

PROGRAMA: ESTUDOS AVANÇADOS EM LIDERANÇA CRISTÃ (IGREJA BATISTA DO MORUMBI)

PROGRAMA: ESTUDOS AVANÇADOS EM LIDERANÇA CRISTÃ (IGREJA BATISTA DO MORUMBI) PROGRAMA: ESTUDOS AVANÇADOS EM LIDERANÇA CRISTÃ (IGREJA BATISTA DO MORUMBI) 1) Servo de Cristo e legislção vigente O Servo de Cristo respeitndo legislção vigente, ns orientções do MEC em seu Precer nº

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 018/2012 UNEMAT A, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (12º Ano Turma M)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (12º Ano Turma M) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO DISCIPLINA: (12º Ano Turm M) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Teres Sous Docente Teres Bstos Ano Letivo 2015/2016 Competêncis

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO

PLANO ANUAL DE TRABALHO PLANO ANUAL DE TRABALHO DE ARAUCÁRIA 06 smed@rucri.pr.gov.br 1 1. APRESENTAÇÃO O Conselho Municipl de Educção CME de Arucári, crido nos termos d Lei Municipl nº 1.527/04, de 02 de novembro de 04, é o órgão

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA 1 - Ddos do Proponente 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F

Leia mais

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG 1 - DADOS DO PROPONENTE 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F 1.9- Telefone 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL UFU/PREFE/044/2010 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) A Pró-reitori de Grdução d Universidde Federl de Uberlândi, mprd no rtigo 248 ds Norms de Grdução

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA : 15 Mnutenção e Revitlizção do Ensino Infntil FUNDEB 40% 1. Problem: O município possui pens dus escol que oferece ensino infntil e não tende tod demnd.

Leia mais

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa.

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa. Av. Fernndo Ferrri, 514 Vitóri ES CEP: 29.075-910 Cmpus de Goibeirs Tel/Fx: +55 (27) 4009-7657 E-mil: ppghis.ufes@hotmil.com http://www.histori.ufes.br/ppghis EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A ALUNO ESPECIAL

Leia mais

Escola SENAI Theobaldo De Nigris

Escola SENAI Theobaldo De Nigris Escol SENAI Theobldo De Nigris Conteúdos borddos nos cursos de Preservção 2011 1) CURSO ASSISTENTE DE CONSERVAÇÃO PREVENTIVA (362h) I Étic e históri n conservção (72h): 1. Étic e históri d Conservção/Resturo

Leia mais

A Activar centrará a sua ação em CINCO eixos de intervenção fundamentais:

A Activar centrará a sua ação em CINCO eixos de intervenção fundamentais: ACTIVAR EM 2015 PLANO DE INTERVENÇÃO ANUAL INTRODUÇÃO: A Animção de um território depende do conjunto de tores existentes e de cordo com missão de cd um deles. É fundmentl que exist um efetiv cooperção

Leia mais

Educação Ambiental na Comunidade Escolar no Entorno do Parque Natural Municipal do Paragem*

Educação Ambiental na Comunidade Escolar no Entorno do Parque Natural Municipal do Paragem* Educção Ambientl n Comunid Escolr no Entorno do Prque Nturl Municipl do Prgem* 1 ALMEIDA, Grciel Gonçlves ; ARENDT, Krine Sles; LIRA, Elinlv Silv ; MACEDO, Gbriel Zcris; VIEIRA, An Pul. Plvrs-chve: Meio

Leia mais

Relatório de atividades. Abril / 2011 a Janeiro / 2014. A Coordenação de Convênios e Contratos da UFG/CAC está vinculada à direção do

Relatório de atividades. Abril / 2011 a Janeiro / 2014. A Coordenação de Convênios e Contratos da UFG/CAC está vinculada à direção do Reltório de tividdes Abril / 2011 Jneiro / 2014 A d UFG/CAC está vinculd à direção do Câmpus e, posteriormente, o Setor de Convênios e Contrtos do Gbinete d Reitori. Tem como função intermedir s relções

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Coorden http://www.etecermelind.com.br/etec/sis/ptd_tec_6.php 1 de 5 18/09/2015 13:29 Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente

Leia mais

EDITAL Nº 04/2014 2 º PRORROGAÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES

EDITAL Nº 04/2014 2 º PRORROGAÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES EDITAL Nº 04/2014 2 º PRORROGAÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO DE PROFESSORES PESQUISADORES PARA O DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA DE FORMAÇÃO DE GESTORES CULTURAIS DO CENTRO-OESTE.

Leia mais

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1274; 1275 e 1276 A Câmr Municipl Mi procede

Leia mais

Educação integral/educação integrada e(m) tempo integral: concepções e práticas na educação brasileira

Educação integral/educação integrada e(m) tempo integral: concepções e práticas na educação brasileira Educção integrl/educção integrd e(m) tempo integrl: concepções e prátics n educção brsileir Mpemento ds experiêncis de jornd escolr mplid no Brsil UFPR UNB UNIRIO UFRJ UERJ UFMG ULBRA Educção integrl/educção

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2015. Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2015. Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira Coorden http://www.etecermelind.com.br/etec/sis/ptd_tec_6.php 1 de 5 18/09/2015 12:45 Unidde de Ensino Médio e Técnico Cetec Ensino Técnico Integrdo o Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plno de Trblho Docente

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ESOLA SEUNDÁRIA DR. JOAQUIM DE ARVALHO, FIGUEIRA DA FOZ PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015-2016 [Escrev texto] Págin 0 B I B L I O T E A E S O L A R PLANO ANUAL DE TRABALHO/ATIVIDADES A urrículo, litercis

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL MISSÃO DO CURSO O Curso Superior de Tecnologi em Automção Industril do Centro Universitário Estácio Rdil de São Pulo tem

Leia mais

Programa de Trabalho. Operacionalização da Declaração de Malabo sobre a Agricultura Africana e Estratégia e Roteiro do CAADP

Programa de Trabalho. Operacionalização da Declaração de Malabo sobre a Agricultura Africana e Estratégia e Roteiro do CAADP Progrm de Trblho Opercionlizção d Declrção de Mlbo sobre Agricultur Africn e Estrtégi e Roteiro do CAADP Visão e Objectivos sobre Agricultur Africn no horizonte de (2015-2025) Africn Union Commission Progrm

Leia mais

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA:

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: CESUMAR CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: POLÍTICAS E NORMAS DE OPERACIONALIZAÇÃO MARINGÁ 2005 CESUMAR CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ REITOR Professor Wilson de Mtos Silv VICE-REITOR

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: ETEC ANHANQUERA Município: Sntn de Prníb Áre de Conhecimento: : Proteção e Prevenção Componente Curriculr: LNR Legislção e Norms Regulmentodors

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL Nº17/2014 PPG/CPG/UEMA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL Nº17/2014 PPG/CPG/UEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL Nº17/2014 PPG/CPG/UEMA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAD Nº 01/2015

RESOLUÇÃO CONAD Nº 01/2015 RESOLUÇÃO CONAD Nº 01/2015 Regulment, no âmbito do Sistem Ncionl de Polítics Públics sobre Drogs (SISNAD), s entiddes que relizm o colhimento de pessos, em cráter voluntário, com problems ssocidos o uso

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turm K) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Celso Mnuel Lim Docente Celso Mnuel

Leia mais

Programa de Trabalho. Operacionalização da Declaração de Malabo sobre a Agricultura Africana e Estratégia e Roteiro do CAADP

Programa de Trabalho. Operacionalização da Declaração de Malabo sobre a Agricultura Africana e Estratégia e Roteiro do CAADP Progrm de Trblho Opercionlizção d Declrção de Mlbo sobre Agricultur Africn e Estrtégi e Roteiro do CAADP Visão e Objectivos sobre Agricultur Africn no horizonte de(2015-2025) Africn Union Commission Going

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA EDITAL Nº 01 /2015

SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA EDITAL Nº 01 /2015 SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA EDITAL Nº 01 /2015 SELEÇÃO DE PROFESSOR BOLSISTA EXTERNO DO PRONATEC PARA CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL A Coordenção Gerl do PRONATEC torn públic lterção do Anexo II

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curriculr: EDUCAÇÃO E CIDADANIA

Leia mais

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LEI Nº 5.580 Institui o Plno de Crreir e Vencimentos do Mgistério Público Estdul do Espírito Snto O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Fço sber que Assembléi Legisltiv decretou e eu snciono seguinte

Leia mais

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brasil. CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brasília DF

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brasil. CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brasília DF ORGANIZAÇÃO INTERNACIONALDO TRABALHO Escritório no Brsil CURSO DE CAPACITAÇÃO E TROCA DE EXPERIÊNCIAS: 11 14 de setembro de 2012, Brsíli DF Ferrments e Metodologis d OIT pr Promover Investimentos Públicos

Leia mais

MANUAL DO PÓLO CURSOS TELEVIRTUAIS

MANUAL DO PÓLO CURSOS TELEVIRTUAIS Universidde Anhnguer-Uniderp Rede LFG INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS 2010.2 MANUAL DO PÓLO CURSOS TELEVIRTUAIS São Pulo, go/2010 Documento tulizdo em 27/08/10 Atulizção Item Págin Alterção d quntidde de cheques

Leia mais

Proteja o que tem de mais valioso, o resultado das suas ideias! Procure o Gabinete de Apoio Técnico do +Valor PME

Proteja o que tem de mais valioso, o resultado das suas ideias! Procure o Gabinete de Apoio Técnico do +Valor PME Protej o que tem de mis vlioso, o resultdo ds sus ideis! www.misvlorpme.pt VlorPME APOIAR, DIFUNDIR E ORGANIZAR A PROPRIEDADE INDUSTRIAL + futuro + inovção + proteção + competitividde + vlor www.misvlorpme.pt

Leia mais

WASTE TO ENERGY: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O BRASIL? 01/10/2015 FIESP São Paulo/SP

WASTE TO ENERGY: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O BRASIL? 01/10/2015 FIESP São Paulo/SP WASTE TO ENERGY: UMA ALTERNATIVA VIÁVEL PARA O BRASIL? 01/10/2015 FIESP São Pulo/SP PNRS E O WASTE-TO-ENERGY Definições do Artigo 3º - A nov ordenção básic dos processos Ordem de prioriddes do Artigo 9º

Leia mais

Pró-Reitoria de Recursos Humanos EDITAL Nº. 01/2014 - PRORH/CCDP VAGAS EM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Pró-Reitoria de Recursos Humanos EDITAL Nº. 01/2014 - PRORH/CCDP VAGAS EM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO Pró-Reitori de Recursos Humnos EDITAL Nº. 01/2014 - PRORH/CCDP VAGAS EM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO A Pró-Reitori de Recursos Humnos d Universidde Federl de Juiz de For, no uso de sus tribuições e, em cumprimento

Leia mais

Ano CXLVII N o - 10 Brasília - DF, sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Ano CXLVII N o - 10 Brasília - DF, sexta-feira, 15 de janeiro de 2010 ISSN 677-7042. Sumário PÁGINA Atos do Poder Legisltivo... Atos do Poder Executivo... 4 Presidênci d Repúblic... 6 Ministério d Agricultur, Pecuári e Abstecimento... 8 Ministério d Ciênci e Tecnologi...

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA a CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE MEIO AMBIENTE, URBANISMO E PATRIMÔNIO CULTURAL

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA a CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE MEIO AMBIENTE, URBANISMO E PATRIMÔNIO CULTURAL 1 N O T A T É C N I C A N º. 0 0 3 / 2 0 0 7 Análise ds demnds identificds ns udiêncis públics do Plnejmento Estrtégico. Construção de plnejmento. 1 JUSTIFICATIVA Após relizção de seis udiêncis públics

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: Engenhri de Produção Período/Módulo: 6º Período Disciplin/Unidde Curriculr: Simulção de Sistems de Produção

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: FÍSICA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FAFE Escola Secundária de Fafe. Plano de Melhoria

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FAFE Escola Secundária de Fafe. Plano de Melhoria AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FAFE Escol Secundári de Ffe Plno de Melhori Avlição Extern ds Escols IGEC Inspeção-Gerl d Educção e Ciênci 7 e 8 de mio de 2012 Introdução O Plno de Melhori que se present result

Leia mais

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná ESMAFE/PR Escol d Mgistrtur Federl do Prná Curso Regulr Preprtório pr Crreir d Mgistrtur Federl com opção de Pós-Grdução ltu sensu em Direito Público em prceri com UniBrsil - Fculddes Integrds do Brsil

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CONTROLADORIA INTERNA MUNICIPAL

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CONTROLADORIA INTERNA MUNICIPAL F u g T s e d d l Integrd s I p i t c n CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CONTROLADORIA INTERNA MUNICIPAL UM FINAL DE SEMANA POR MÊS Módulo I 25 e 26 de julho de 2015 Módulo II 22 e 23 de gosto de 2015 Módulo

Leia mais

Educação para a Convivência com o Semiárido Guia de Orientação para os Municípios

Educação para a Convivência com o Semiárido Guia de Orientação para os Municípios Educção pr Convivênci com o Semiárido Gui de Orientção pr os Municípios Selo UNICEF Município Aprovdo Edição 2009-2012 FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA Educção pr Convivênci com o Semiárido Gui

Leia mais

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À EXTENSÃO PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL 01/014-PROEX/IFRN Os cmpos sombredos

Leia mais

EDITAL Nº 03/2014 - PRORROGAÇÃO

EDITAL Nº 03/2014 - PRORROGAÇÃO EDITAL Nº 03/2014 - PRORROGAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADO DE PROFESSORES PESQUISADORES PARA O DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA DE FORMAÇÃO DE GESTORES CULTURAIS DO CENTRO-OESTE. A Fundação de Empreendimentos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE RELATÓRIO DE GESTÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE RELATÓRIO DE GESTÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE RELATÓRIO DE GESTÃO 2005 DIRIGENTES REITOR CÍCERO MAURO FIALHO RODRIGUES VICE-REITOR ANTÔNIO JOSÉ DOS SANTOS PEÇANHA PRÓ-REITORA DE ASSUNTOS ACADÊMICOS

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia.

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1260 A Câmr Municipl Mi procede à bertur do

Leia mais

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Ligção d Escol o Meio Oferts n.º

Leia mais

MANUAL DO POLO. Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu Televirtual e Virtual 2011.1 17/02/2011 1

MANUAL DO POLO. Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu Televirtual e Virtual 2011.1 17/02/2011 1 MANUAL DO POLO Cursos de Pós-Grdução Lto Sensu Televirtul e Virtul 2011.1 17/02/2011 1 Sumário 1. Cursos de Pós-grdução 2011.1 3 2. Processo de inscrição e mtrícul 6 3. Cronogrm de inscrição e mtrícul

Leia mais

Fundamentação Metodológica

Fundamentação Metodológica E M.Montessori Fundmentção Metodológic Mnuis Didáticos Progrms em Níveis Listgens de Ambientes Preprdos Progrms Anuis - Bimestris As crinçs, em contto com um mbiente dequdo desenvolvem s potenciliddes

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS. PEDRO RUI BRANCO Presidente do Conselho Fiscal AAIPS

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS. PEDRO RUI BRANCO Presidente do Conselho Fiscal AAIPS INIU PLIÉCNIC ÚBL CL UPI CIÊNCI MPII P UI BNC Presidente do Conselho Fiscl IP NQUMN C/IP está inserid n ede Públic de nsino uperior. No ubsistem do nsino Politécnico: É um ensino com um missão diferente

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar Administrativo

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar Administrativo Plno de Trblho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Professor Mssuyuki Kwno Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Hbilitção Profissionl: Administrção Qulificção: Auxilir Administrtivo

Leia mais

Projeto. Sinalização Interna do CNPq. Prédio 507. Painel ilustrativo (box aéreo - perspectiva)

Projeto. Sinalização Interna do CNPq. Prédio 507. Painel ilustrativo (box aéreo - perspectiva) Sinlizção Intern do CNPq Projeto Pinel ilustrtivo (box éreo - perspectiv) Suporte: metl, pintur utomotiv cor brnc Suporte: tubo de lumínio escovdo Box em fce dupl de ço escovdo SISTEMA MODULAR (régus em

Leia mais

Recomendação sobre o HIV e a Aids e o mundo do trabalho

Recomendação sobre o HIV e a Aids e o mundo do trabalho Recomendção sobre o HIV e Aids e o mundo do trblho Recomendção sobre o HIV e Aids e o mundo do trblho, provd pel Conferênci Interncionl do Trblho em su Nongésim Non Sessão, Genebr, 17 de junho de 2010

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Prof. Msc. Frncis Regis Irineu Coordenção Gerl de Estágio Prof. Izequiel Sntos de Arújo Coordendor de Estágio Cmpins, 2015 SUMÁRIO 1. Introdução...

Leia mais

Edital 005/2017/CCB BOLSA DE AÇÕES EXTENSIONISTAS

Edital 005/2017/CCB BOLSA DE AÇÕES EXTENSIONISTAS Editl 005/2017/CCB BOLSA DE AÇÕES EXTENSIONISTAS 1 DA ABERTURA 1.1 A Universidde Estdul de Goiás (UEG), pesso jurídic de direito público, utrqui do poder executivo estdul, constituíd pel Lei Estdul n.

Leia mais

Catálogo de Cursos de Graduação da FAP 1

Catálogo de Cursos de Graduação da FAP 1 Ctálogo de Cursos de Grdução d FAP 1 SUMÁRIO 1 DADOS CADASTRAIS 03 1.1 ENTIDADE MANTENEDORA 03 1.2 INSTITUIÇÃO 03 2 DIRIGENTES 04 2.1 DIRETORA GERAL 04 2.2 DIRETOR ACADËMICO 04 2.3 DIRETORA ADMINISTRATICA

Leia mais

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS 1 SUMÁRIO I. Administrção Públic... II. Atos Administrtivos... III. Poder de Políci... IV. Serviço Público... V. Responsbilidde Civil do Estdo... VI. Controle d Administrção Públic... 02 09 21 23 25 27

Leia mais

CURSO DE GESTÃO E AMPLIAÇÃO DE RECEITAS

CURSO DE GESTÃO E AMPLIAÇÃO DE RECEITAS F c g s e d d l u Integrd s I p i t Apoio n PROMOÇÃO: 4 (qutro) inscrições pgs drá direito um 5ª (quint) GRÁTIS CURSO DE GESTÃO E AMPLIAÇÃO DE RECEITAS COMO ARRECADAR, CONTABILIZAR E CONTROLAR AS RECEITAS

Leia mais

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL O Serviço Socil do Comércio Administrção Regionl no Distrito Federl SESC/DF, instituição privd inscrit no CNPJ 03.288.908/0001-30, por meio d su Divisão de Administrção

Leia mais

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS:

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: PAINT 24 - I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: 1.1 - Auditoris de Conformidde Uniddes Orig d dnd: Intern com bse nos resultdos d Mtriz de Risco elbord pel Auditori Intern Nº UNIDADE OBJETIVOS ESCOPO

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Hbilitção Profissionl: Técnic de nível médio de Auxilir de Contbilidde

Leia mais

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis Crid pel Lei Estdul nn 2. 766/63 CNPJ.: 21.420.85610001-96 - lrrsc Estdul. ISENTA Entidde M ntenedor do Grupo Educcionl Uni: Centro Universitdrio do Sul d Mins - UNIS Fculdde Bum- FABE Fculdde Três Ponts

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO ESTDO D PRIB PREFEITUR MUNICIPL DE LGO SEC GBINETE DO PREFEITO Lei nº 117/20, de 31 de dezembro de 20 INSTITUI O CENTRO DE TENÇÃO PSICOSSOCIL NO MUNICÍPIO DE LGO SEC-PB, CRI CRGOS DE PROVIMENTO EFETIVO

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECEITAS E FISCALIZAÇÃO DE

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECEITAS E FISCALIZAÇÃO DE F u g s e d d l Integrd s I p i t c n FACIIP CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE RECEITAS E FISCALIZAÇÃO DE TRIBUTOS MUNICIPAIS ESTUDOS E PRÁTICAS ATUALIZADAS PARA ELEVAR A RECEITA MUNICIPAL ISS IPTU ITBI RECEITA

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic, Automção e Comndo Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors Plno

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA. Projeto Pedagógico CURSO DE ENGENHARIA FÍSICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA. Projeto Pedagógico CURSO DE ENGENHARIA FÍSICA Projeto Pedgógico CURSO DE ENGENHARIA FÍSICA ENGENHARIA FÍSICA SUMÁRIO PROJETO PEDAGÓGICO...1 INTRODUÇÃO...5 Histórico d UNILA...8 Histórico do Curso de Engenhri Físic...10 Justifictiv...11 Formção do

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

PLANO DE AÇÃO NEAD - ANO LETIVO 2014

PLANO DE AÇÃO NEAD - ANO LETIVO 2014 PLANO DE AÇÃO NEAD - ANO LETIVO 2014 APRENTAÇÃO: O NEAD, por meio de sus Coordenções de Cursos, Pedgógics de Tutori e de Polo é um unidde de gestão, com competênci pr executr s polítics e diretrizes d

Leia mais

O PERFIL DO PROFISSIONAL ATUANTE EM ENGENHARIA CLÍNICA NO BRASIL

O PERFIL DO PROFISSIONAL ATUANTE EM ENGENHARIA CLÍNICA NO BRASIL XXIV Congresso Brsileiro de Engenhri Biomédic CBEB 2014 O PERFIL DO PROFISSIONAL ATUANTE EM ENGENHARIA CLÍNICA NO BRASIL A. F. Souz*, R. F. More* *ABEClin, São Pulo, Brsil e-mil: lexndre.ferreli@beclin.org.br

Leia mais

GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM

GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA IP-RAM Proc. Nº 201 /FE/ Cndidtur o Progrm Formção Emprego (FE) (Portri 190/2014 de 6 de novembro) (O

Leia mais

Data Tema Objetivos Atividades Recursos

Data Tema Objetivos Atividades Recursos Plno Anul de Atividdes do Pré-Escolr Dt Tem Objetivos Atividdes Recursos Setembro Integrção /dptção ds crinçs -Promover integrção/ (re) dptção ds crinçs á creche; -Proporcionr um mbiente que permit às

Leia mais

Eleições Diretório Acadêmico Fisioterapia

Eleições Diretório Acadêmico Fisioterapia Eleições Está berto o período de inscrição pr s novs chps do Diretório Acdêmico - Gestão 2015 Inscrições: dos dis 17 29 de gosto de 2015 somente pelo e-mil: fisioufu.d.@gmil.com A votção será relizd nos

Leia mais

ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA

ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA NOTA TÉCNICA 07 2013 ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA E SISTEMA DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE DA ATENÇÃO BÁSICA - SISAB Brsíli, 19 de bril de 2013 (tulizd em julho de 2013 com Portri nº 1.412, de 10 de julho de

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2010-2012 TRIENAL 2013

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2010-2012 TRIENAL 2013 Coordenção de Aperfeiçomento de Pessol de Nível Superior Diretori de Avlição RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 2010-2012 TRIENAL 2013 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Engenhris IV COORDENADOR DE ÁREA: Antonio Mrcus

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Áre de conhecimento: Ciêncis d Nturez, Mtemátic e sus Tecnologis Componente Curriculr: FÍSICA

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPITULO I VENDA DE LOTES DE TERRENO PARA FINS INDUSTRIAIS ARTIGO l. A lienção, trvés de vend, reliz-se por negocição direct com os concorrentes sendo o preço d vend fixo, por metro qudrdo, pr um ou mis

Leia mais

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular

Plano Curricular Plano Curricular Plano Curricular Áre de formção 523. Eletrónic e Automção Curso de formção Técnico/ de Eletrónic, Automção e Comndo Nível de qulificção do QNQ 4 Componentes de Socioculturl Durção: 775 hors Científic Durção: 400 hors Plno

Leia mais

Desafio INOVA Paula Souza IDEIAS a NEGÓCIOS Edição 2015

Desafio INOVA Paula Souza IDEIAS a NEGÓCIOS Edição 2015 Desfio INOVA Pul Souz IDEIAS NEGÓCIOS Edição 2015 É um competição de Modelo de Negócios, presentdos vi tel do Modelo de Negócios CANVAS, entre equipes formds por estudntes do ensino médio, técnico, tecnológico

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA: 022 - Progrm Súde d Fmíli 1. Problem: Alto índice de pcientes que visitm unidde Mist de Súde pr trtr de problems que poderim ser resolvidos com visit do médico em su cs.

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015 Editl de Processo Seletivo Nº 21/2015 O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO PIAUÍ, SENAC-PI, no uso de sus tribuições regimentis, torn público que estão berts

Leia mais

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia.

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividde Físic e Desportiv Ofert n.º 1257 A Câmr Municipl Mi

Leia mais

Programa Currículo e Prática Docente 2014

Programa Currículo e Prática Docente 2014 Pr sber mis sobre s ções de formção ofertds pel EFAP, cesse: www.escoldeformco.sp.gov.br Progrm Currículo e Prátic Docente Progrm Currículo e Prátic Docente 2014 *Versão revisd e tulizd em 11/06/2014:

Leia mais

COPEL INSTRUÇÕES PARA CÁLCULO DA DEMANDA EM EDIFÍCIOS NTC 900600

COPEL INSTRUÇÕES PARA CÁLCULO DA DEMANDA EM EDIFÍCIOS NTC 900600 1 - INTRODUÇÃO Ests instruções têm por objetivo fornecer s orientções pr utilizção do critério pr cálculo d demnd de edifícios residenciis de uso coletivo O referido critério é plicável os órgãos d COPEL

Leia mais

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Nossos prceiros Pel trnsprênci e qulidde d plicção dos recursos públicos Ilh Solteir, 17 de jneiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Ao Exmo. Sr. Alberto dos Sntos Júnior Presidente d Câmr Municipl de Ilh

Leia mais

EDITAL 001/2013 - EADUnC

EDITAL 001/2013 - EADUnC EDITAL 001/2013 - EADUnC O Reitor d Universidde do Contestdo-UnC, de cordo com o disposto no Regimento, fz sber, trvés do presente Editl, que estrão berts inscrições e mtriculs pr ingresso nos Cursos de

Leia mais

Regulamento Promoção Promo Dotz

Regulamento Promoção Promo Dotz Regulmento Promoção Promo Dotz 1. Empres Promotor 1.1 Est promoção é relizd pel CBSM - Compnhi Brsileir de Soluções de Mrketing, dministrdor do Progrm Dotz, com endereço n Ru Joquim Florino n. 533 / 15º

Leia mais

a FICHA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA 9.º ANO

a FICHA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA 9.º ANO Cristin Antunes Mnuel Bispo Pul Guindeir FICHA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA 9.º ANO Escol Turm N.º Dt Grupo I Documento I É um serviço de tendimento telefónico de Trigem, Aconselhmento e Encminhmento, Assistênci

Leia mais

TABELA de PONTUAÇÃO 2014

TABELA de PONTUAÇÃO 2014 Curso sobre NBC TA 300, 315, 320, 402 e 450 Plnejmento, identificção e vlição de riscos, mterilidde, resposts do uditor e utilizção de orgnizção prestdor de serviços y8 Curso de Norms NBC TG 26 Apresentção

Leia mais

EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1

EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1 EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1 Retificdo em 10/10/2014, item 1.5.4 A Reitor do Instituto Federl de Snt Ctrin torn públic bertur de inscrições, no período de 13 de outubro 03 de novembro de 2014,

Leia mais